Vous êtes sur la page 1sur 31

Teoria do signo linguístico

Prof Francisco Lima


A LÍNGUA E OS SIGNOS LINGUÍSTICOS

• A língua é um sistema.

• Um sistema é um conjunto em que um elemento se define pelos demais.

• Se a língua é um sistema, quais são os elementos que formam a língua?


Os signos linguísticos.

Aula 3
• Antes de Saussure: a língua era uma nomenclatura; uma lista de
termos.
• Com Saussure e depois dele: na língua, os elementos que compõem os
signos linguísticos são psíquicos, unidos em nosso cérebro por
associação.
SIGNO LINGUÍSTICO: SIGNIFICANTE + SIGNIFICADO
“O signo linguístico une não uma coisa e uma palavra, mas um conceito e
uma imagem acústica.” (CLG, p. 80)

Não é o som: é a impressão


psíquica do som.
Quando pensamos, os signos se formam
em nosso cérebro, mas não há o som do
ponto de vista físico.
• Saussure define língua como conjunto de signo, que é a relação
entre uma imagem acústica, que ele chamou de significante, e um
conceito, que ele denominou significado.
Combinação de sons –
plano de expressão - forma

SIGNIFICANTE

Sol, mesa
SIGNO

Conceito, ideia – plano de


SIGNIFICADO conteúdo - conteúdo
• Com essa definição de signo, Saussure “demonstra que não há relação
entre palavras e coisas, mas sim uma imagem acústica e um conceito,
ou seja, entre significante e significado”.

• Com isso pressupõe-se que “a língua não uma nomenclatura, mas um


princípio da classificação”.

• Se acreditarmos que língua apenas nomeia as coisas, ela não tem


domínio próprio, pois é entendida como coleção de nomes.
No ponto de vista de Saussure isso não acontece. Antes de tudo, ao afirmar
que a relação é entre um significante e um significado [...], a relação entre
as coisas do mundo e as palavras deixa de ser considerada na definição de
uma língua. O mundo e suas coisas passam para um domínio que está fora
dos estudos linguísticos e a língua ganha uma especificidade própria. Um
significante e um significado (PIETROFORTE, 2010, p. 85).
[...] formam um signo, que, por sua vez, é definido dentro de um sistema [...],
ou seja, um signo ganha valor na relação com outros signos. Esse conceito
de signo traz a significação para dentro da língua e de sua estrutura. O que
significa são os signos em suas relações uns com os outros e não a relação
entre as palavras e as coisas do mundo (PIETROFORTE, 2010, p. 85).
SIGNO LINGUÍSTICO: SIGNIFICANTE + SIGNIFICADO

Significado Conceito
________________ ________________

Significante Imagem acústica

Significante e significado não podem ser separados.


SIGNIFICANTE (IMAGEM ACÚSTICA) + SIGNIFICADO (CONCEITO)

O significante ou imagem acústica é uma imagem sensorial: é a parte


perceptível do signo. O significado ou conceito é a parte inteligível
(CARVALHO, 2000, p. 28).

O significado ou conceito “[...] é a representação mental de um objeto


ou da realidade social em que nos situamos, representação essa
condicionada, plasmada pela formação sociocultural que nos cerca
desde o berço”(CARVALHO, 2000, p. 27)
CARACTERÍSTICA DO SIGNO LINGUÍSTICO: ARBITRARIEDADE

• Por que o signo linguístico é arbitrário?

• Porque não há relação entre significante significado.

• Poderíamos chamar ‘casa’ de ‘flor’ se assim tivesse sido estabelecido.


• Por que Saussure não usou a palavra ‘símbolo’?
• Porque o símbolo não é arbitrário: é um objeto que representa uma
ideia abstrata.
• A substituição do símbolo prejudicaria o significado.
• Exemplos:
CARACTERÍSTICA DO SIGNO LINGUÍSTICO: ARBITRARIEDADE

• O princípio da arbitrariedade parte da ideia de que não há uma razão natural


para se unir determinado conceito a determinada sequência fônica, por isso,
qualquer sequência fônica poderia se associar a qualquer conceito e vice-
versa, desde que fosse consagrado pela comunidade linguística.
CARACTERÍSTICA DO SIGNO LINGUÍSTICO: ARBITRARIEDADE
Arbitrário = imotivado

“ A palavra arbitrário requer também uma observação. Não deve dar a


ideia de que o significado dependa da livre escolha do que fala [...]
queremos dizer que o significante é imotivado, isto é, arbitrário em
relação ao significado, com o qual não tem nenhum laço natural na
realidade” (CLG, p.83).
CARACTERÍSTICA DO SIGNO LINGUÍSTICO: ARBITRARIEDADE

• “O signo escapa sempre, em certa medida, à vontade individual [...]


estando nisso o seu caráter essencial [...]”. (CLG, p.25)

• O signo linguístico é uma convenção social: ainda que o signo linguístico


seja arbitrário e não haja relação entre significante e significado, não
podemos utilizá-los da forma que desejarmos.
CARACTERÍSTICA DO SIGNO LINGUÍSTICO: ARBITRARIEDADE

Arbitrário = imotivado

“Ela [a língua] é a parte social da linguagem, exterior ao indivíduo que,


por si só, não pode nem criá-la nem modificá-la; ela não existe senão em
virtude duma espécie de contrato estabelecido entre os membros da
comunidade.” (CLG, p. 22)
CARACTERÍSTICA DO SIGNO LINGUÍSTICO: ARBITRARIEDADE

Tira do Calvin em Português Europeu


CARACTERÍSTICA DO SIGNO LINGUÍSTICO: ARBITRARIEDADE

Tira do Calvin em Português Brasileiro


O ARBITRÁRIO ABSOLUTO E O ARBITRÁRIO RELATIVO
• Mesmo considerando que o signo linguístico é arbitrário, Saussure
considerou a existência do arbitrário absoluto e do arbitrário relativo:

• “Apenas uma parte dos signos é absolutamente arbitrária; em outras,


intervém um fenômeno que permite reconhecer graus no arbitrário sem
suprimi-lo: o signo pode ser relativamente motivado [...].” (CLG, p. 152:
grifo no original).

• Exemplos. Livro/livraria/livreiro.
DISCORDÂNCIAS QUANTO À ARBITRARIEDADE DO SIGNO LINGUÍSTICO

a) Onomatopeias. As onomatopeias são elementos da língua formados a


partir de sons evocados.

• Há vínculo entre significante e significado?

• São exemplos de palavras motivadas?


• ‘Tique-taque’ é uma onomatopeia perfeita, mas esse tipo de
onomatopeia é raro.
• Saussure: As onomatopeias variam de língua para língua porque não
são imitações fiéis de ruídos e sons naturais: quando aparecem em
uma língua, sofrem evolução fônica.
DISCORDÂNCIA QUANTO À ARBITRARIEDADE DO SIGNO LINGUÍSTICO

b) Exclamações. Chamadas de interjeições, também foram rejeitadas por


Saussure.

• Segundo ele, embora se tente enxergar nelas expressões espontâneas,


temos diferenças de uma língua para outras.
• Se as exclamações não fossem signos arbitrários, deveriam ser iguais
em todas as línguas: os sentimentos dos homens são iguais,
independentemente da língua.

• Exemplos: Ai! (Português) Ouch! (Inglês)


(Adaptamos fonética e fonologicamente para nossa língua).
OUTRA CARACTERÍSTICA DO SIGNO LINGUÍSTICO: LINEARIDADE
• O significante possui uma natureza auditiva e representa uma
extensão que somente pode ser medida em uma linha.

• A linearidade é dos significantes já que o significado é a representação


mental ou conceito, a parte abstrata da palavra.
OUTRA CARACTERÍSTICA DO SIGNO LINGUÍSTICO: LINEARIDADE

• Não podemos emitir dois fonemas simultaneamente.

• Não podemos superpor os sons: produz-se um som após o outro; uma


palavra depois da outra; uma frase depois da outra.
COMO SE PROCESSA A MUDANÇA LINGUÍSTICA?
IMUTABILIDADE DO SIGNO. O indivíduo tem sua criatividade ‘freada’ pelo
fato do signo linguístico ser imposto: ao usar a língua, o indivíduo quer
comunicar suas ideias e, por isso, precisa utilizar o sistema da língua
da mesma forma que os indivíduos que o cercam.

• “Se, com relação à ideia que representa, o significante aparece como


escolhido livremente, em compensação, com relação à comunidade
linguística que o emprega, não é livre: é imposto.” (CLG, p.85)
COMO SE PROCESSA A MUDANÇA LINGUÍSTICA?

• MUTABILIDADE. Saussure afirmou que o tempo tanto assegura a


continuidade da língua quanto atua na alteração dos signos linguísticos.
Por mais que isso pareça contraditório, há uma verdade por trás dessa
afirmação: “[...] a língua se transforma sem que os indivíduos possam
transformá-la.” (p. 89)
“O tempo, que assegura a continuidade da língua, tem um outro efeito, em
aparência contraditório com o primeiro: o de alterar mais ou menos
rapidamente os signos linguísticos e, em certo sentido, pode-se falar, ao
mesmo tempo de mutabilidade e de imutabilidade do signo.” (CLG, p. 89)
COMO SE PROCESSA A MUDANÇA LINGUÍSTICA?
MUTABILIDADE DO SIGNO. Para que haja mudanças no sistema, é
preciso que toda a coletividade concorde.

Língua

Tempo _________

Massa
Falante
ATIVIDADE
Bons estudos pessoal e até a próxima aula!