Vous êtes sur la page 1sur 6

O clima da Terra está mudando

Você sabia?
Reviravoltas no clima
ocorrem por vários
motivos – e a ação do
homem é apenas um
deles. Na história da Terra
houve muitas outras. Veja
por exemplo os desenhos
A Era do Gelo 1 e 2. No
primeiro, a história se
passa em um cenário de
gelo e neve permanentes.
No segundo, aparecem
lagos, rios e vegetação.
As mudanças ocorreram
há milhões de anos e
foram provocadas por
alterações mínimas
na órbita do planeta e na

ana fernandez / SXC


sua inclinação em relação
ao Sol. Naquela época,
o ser humano ainda
nem existia.
Você está preparado para o aumento de calor? A temperatura média da Terra vai aumentar

Veja quais são as causas e as diferenças em relação às mudanças


que ocorreram no passado. Descubra por que as ações do
homem alteram o equilíbrio de gases que compõem a atmosfera

H
á alguns anos, muitas pessoas se O Painel Intergovernamental sobre Mu-
perguntavam como uma ameaça dança do Clima (IPCC, na sigla em inglês), um
aparentemente distante e incerta comitê de milhares de especialistas reunidos
como o aquecimento global poderia preo- pela Organização das Nações Unidas (ONU),
divulgação

cupar a humanidade. Afinal, não é novidade divulgou em 2007 um relatório contendo pro-
que a Terra já passou por períodos frios – as vas de que a temperatura média do planeta
eras glaciais (veja A Era do Gelo) – e mais subiu 0,76o C no século passado, o que é
amenos, os chamados intervalos intergla- muito em termos planetários. E mais: se esse
ciais, alterações que ocorrem de forma tão processo não for contido, as consequências
lenta que se tornam imperceptíveis ao lon- podem ser dramáticas para as próximas ge-
go de uma geração. Mas hoje se acumulam rações. De várias formas, há iniciativas para
evidências na paisagem dos continentes de diminuir os efeitos do aquecimento global.
que o clima está mesmo mudando. O der- Como? Por meio de medidas que reformulem
retimento de gelo no Ártico é uma prova de o modelo de crescimento econômico atual, as-
que isso ocorre numa velocidade maior do sociando-o à busca do consumo consciente e
que se esperava. sem comprometer demais o meio ambiente.

6 desafio Mudanças Climáticas 2009


O que é o aquecimento global
Quando os cientistas falam em mudança existência da água líquida e dos seres vivos.
do clima e em aquecimento global, estão se Sem o efeito estufa natural, a temperatura Você sabia?
referindo a um aumento, além do normal, seria de 18o C negativos!
da capacidade da atmosfera de reter calor. O problema é que as atividades humanas
Esta camada de gases que envolve a Terra é estão aumentando a intensidade do efeito
constituída principalmente de nitrogênio (N2) estufa natural como se fossem colocados vi-
e oxigênio (O2), que não retêm calor. Outros dros mais grossos na estufa atmosférica. Os
gases estão presentes em pequenas quan- gases responsáveis pelo aquecimento exces-
tidades, incluindo os do "efeito estufa". Re- sivo, como o dióxido de carbono ou gás car-
cebem esse nome porque funcionam como bônico (CO2), são produzidos pela queima de
o revestimento de vidro de uma estufa, que combustíveis fósseis. O metano (CH4) é gera-
permite a entrada do calor do Sol e conserva do, sobretudo, pela decomposição da matéria
o interior quentinho mesmo quando a tempe- orgânica em aterros sanitários e plantações

Janusz Michalczuk / SXC


ratura do lado de fora está fria. alagadas (principalmente de arroz). O óxido A mudança do clima
devido à ação do
O efeito estufa é um fenômeno natural: nitroso (N2O) advém do processo digestivo
homem não se compara
a radiação do Sol atravessa a atmosfera e do gado. Ao alterar o uso da terra, por meio com aquela que
chega à superfície do planeta, mas "o vidro" do desmatamento e de algumas atividades presumivelmente causou
evita que ela escape novamente sob a forma agrícolas, o homem também lança no ar, o desaparecimento dos
de calor. Por causa disso, a temperatura na por apodrecimento ou queima, o CO2 que dinossauros. Acredita-se
Terra oscila em torno de 15o C, ideal para a estava acumulado nas plantas e no solo. que o tremendo impacto
de um asteróide ocorrido
há 65 milhões de anos
moveu o eixo do planeta,
Como funciona o efeito estufa além de levantar uma
imensa nuvem de poeira
Veja como a atmosfera funciona como o vidro de uma estufa – agora mais grosso que impediu a passagem
da luz na atmosfera.
A partir daí, ocorreram
O efeito estufa
catástrofes sucessivas.
é um fenômeno
Primeiro, a Terra começou
natural.Ele
é benéfico, 3 a esfriar (em vez de
pois permite 1
esquentar, como agora).
a retenção da Diminuiu a quantidade de
energia solar luz solar e a fotossíntese
sob a forma das plantas. Os grandes
de calor e a 4 animais herbívoros
2
existência de acabaram morrendo,
vida, mas está assim como seus
sendo agravado predadores.
pela ação do
homem

1. A energia emitida pelo Sol aquece a Terra. Parte dela é refletida de volta ao espaço ou absorvida pela atmosfera
2. O planeta devolve a radiação para a atmosfera sob a forma de calor
3. O calor é retido temporariamente na atmosfera pelos gases do efeito estufa, como o CO2.
4. A queima de combustíveis fósseis e o desmatamento aumentam a concentração dos gases do efeito estufa. O
equilíbrio natural é rompido, provocando aumento na temperatura média do planeta

caderno do professor 7
adriana franciosi / ag. rbs / folha imagem
Você sabia?
Enchentes em Santa
Catarina; estiagem
prolongada em Minas
Gerais e no norte do Rio
de Janeiro: o verão de
2008 caracterizou-se
por eventos extremos Cidade de Gaspar, no Vale do Itajaí, em Santa Catarina, inundada pelas fortes chuvas que
que os cientistas assolaram a região no final de 2008, trazendo mortes e devastação
suspeitam ser resultado
do aquecimento global.

A engrenagem do clima da Terra


Mais calor significa
mais evaporação.
O vapor d'água implica
em mais efeito estufa,
pois, da mesma forma Em pleno inverno, de repente, há dias bem absorve muito mais energia solar na região
que o CO2, ele também quentes e o sol brilha sem parar na sua cida- tropical, pois o sol incide diretamente sobre
retém o calor. Ainda de. É um sinal do aquecimento global? Em essa região o ano todo. Em contraste, nos
não há dados para princípio, não. Trata-se apenas de uma va- polos Norte e Sul, os raios de sol chegam de
comprovar a suspeita, riação do tempo, ou seja, uma diferença que forma oblíqua. Cada um dos polos recebe
pois elas exigem um ocorre em um curto período e num espaço luz solar apenas a metade do ano, ficando a
período longo de tempo
restrito. Para se definir o clima de uma região outra metade na escuridão.
de análise. No caso dos
furacões que ocorrem no
deve ser observada a média das condições de Um acréscimo de 2,7 oC na tempera-
Atlântico Norte, sabe-se tempo ao longo de muitos anos. tura média global significa um aumento
que sua intensidade vem Duas propriedades essenciais governam a de 0,5 oC ou 1oC nas zonas próximas ao
aumentando ao longo atmosfera: a pressão do ar, ditada pela gra- Equador, porém mais de 6 oC no Polo Nor-
dos últimos 30 anos. vidade; e a temperatura, ditada pela radia- te, assim como um aumento acentuado na
ção solar e terrestre, além da umidade. As periferia da Antártida. Entre muitas outras
correntes de ar resultantes de mudanças na consequências para o planeta, altera-se a
temperatura e pressão funcionam como uma dinâmica dos ventos e das correntes oce-
espécie de motor que redistribui o calor do ânicas, com enorme impacto para o clima
Equador e dos trópicos para os polos. A Terra dos continentes.

8 desafio Mudanças Climáticas 2009


Carbono é bom, mas sem exagero
É importante ficar claro: o carbono é um ratura na Terra nos últimos 100 mil anos.
elemento essencial na composição de todos A estufa ao redor do planeta impede que o Você sabia?
os organismos vivos. Ele está presente na at- calor escape para o espaço e os movimentos
mosfera, nos oceanos, nos solos, nas rochas dos oceanos e da atmosfera fazem com que
sedimentares e estocado nos combustíveis ele seja distribuído de uma forma mais ou
fósseis. As plantas absorvem o carbono da menos uniforme, apesar das diferenças en-
atmosfera na forma de CO2 por meio da fo- tre o dia e a noite e as zonas equatoriais e os
tossíntese. Por outro lado, tanto plantas como polos. Na Lua, onde não existe atmosfera, e,
animais liberam carbono como CO2 quando portanto, não há gás carbônico para reter o
morrem e sua matéria orgânica se decom- calor, a temperatura chega a 100 0 C durante
põe. É um processo de leva-e-traz que tem o dia e baixa para 150 0 C negativos à noite.

reprodução
sido responsável pelo equilíbrio da tempe- Cientistas mediram a proporção de CO2 Não só nos períodos
em bolhas de ar guardadas há glaciais ocorreram
mudanças climáticas.
milênios sob o gelo na Antártida
Nos últimos mil anos –
e na Groenlândia. Descobriram um período relativamente
que até dois séculos atrás essa recente para a idade
proporção nunca passou de do planeta –, o clima
290 partes por milhão (ppm). sofreu variações
Mas a liberação de carbono, via significativas por causas
queima de combustíveis fósseis naturais, portanto, não
e mudanças no uso da terra, relacionadas à ação
do homem. Um desses
alterou esse fluxo natural. Em
momentos, entre 1250
2005, a proporção de CO2 no e 1650, foi chamado de
ar havia chegado a 379 ppm Pequena Idade do Gelo.
divulgação

– um aumento de quase 30% A queda prolongada


em relação ao que foi registrado na temperatura deveu-
Testemunhos de gelo: tubos com amostras de ar do antes e a mais alta dos últimos se a alterações na
passado, analisados na base brasileira da Antártida 800 mil anos. atividade solar. Os
invernos rigorosos
foram registrados, entre
outros, pelo pintor Pieter
Mais gases do efeito estufa, mais calor Brueghel (1525-1569),
um dos mais célebres
O gráfico O aumento da temperatura está relacionado à concentração de CO2 paisagistas holandeses.
mostra a 400
variação da
16,0
Concentração de CO2 (ppm)

temperatura 380
Temperatura Global (oC)

média do
360
planeta em 15,5
amarelo e a 340
concentração 15,0 320
de CO2 na
atmosfera em 300
preto. Veja 14,5
como ambas 280
andam juntas 14,0 260
1880 1900 1920 1940 1960 1980 2000
ano

Fonte: Centro Hadley/Unep, 2000


caderno do professor 9
O papel dos combustíveis fósseis
Você sabia?
Na estratosfera (camada
de gases da atmosfera
entre 10 km e 45 km de
altura), parte do oxigênio

erich lessing / album / album cinema / latinstock


é transformado em ozônio.
Esse gás funciona como
um filtro protetor, ao
reter a maior parte da
radiação ultravioleta
do sol (causadora,
entre outras coisas, de
câncer de pele). Os CFCs
(clorofluorcarbonos),
utilizados pela indústria
em sprays, protetores de
A partir do século 19, enquanto aumentava o uso de carvão, a paisagem em cidades
circuito elétricos de alta
europeias como Londres tornava-se cada vez mais cinzenta
voltagem e compressores
de refrigeração de
geladeiras e aparelhos Antes da Revolução Industrial, as ativi- decomposição de matéria orgânica, por meio
de ar-condicionado, dades de produção e prestação de serviços de um processo de milhões de anos.
destroem a camada de baseavam-se no trabalho dos homens, com- No caso do carvão, trata-se da decompo-
ozônio. Por isso, estão plementado pela tração animal, pela utiliza- sição e da transformação de plantas mortas,
sendo substituídos (veja ção direta da força da água e do vento e pela cobertas por depósitos de terra e submetidas
na pág. 21). Além disso, queima da lenha e do carvão vegetal. A partir a altas pressões. Algas e outros seres micros-
esses gases contribuem do século 19, a lenha foi substituída pelo car- cópicos aquáticos foram soterrados e acaba-
para o efeito estufa, bem
vão mineral e, mais tarde, pelo petróleo. Essas ram se transformando em petróleo. Nesse
como alguns de seus
substitutos. duas fontes de energia, assim como o gás na- processo, a decomposição dos organismos
tural, são combustíveis fósseis formados pela também liberou o gás natural. Relativamen-
te abundantes e ricos em energia calórica,
petróleo, carvão e gás foram essenciais para
Os vilões do efeito estufa o desenvolvimento de nossa sociedade tec-
nológica. Mas, como fontes não renováveis
Gases têm diferentes porcentagens de ação sobre o clima,
(materiais não recompostos na natureza na
medidos pelo potencial de aumento de temperatura global
Outros – 1% mesma velocidade em que são consumidos),
a tendência é se esgotar. Não bastasse isso,
Clorofluorcarbonos Óxido nitroso o seu uso polui o ambiente e contribui para
(CFCs) – 5% (N20) – 6%
o aquecimento global. Sem contar que o oxi-
gênio usado na queima desses combustiveis
também vem da atmosfera.
Metano (CH4) – 13% Não se espera que os combustíveis fós-
seis sejam substituídos por uma fonte única
de energia, como se imagina. A proposta de
Dióxido de carbono
uma "revolução energética global" implica no
(CO2) – 75% uso de várias alternativas e na redução do
Fonte: Universidade de Michigan, 1998 consumo.

10 desafio Mudanças Climáticas 2009


A importância das florestas Você sabia?

Em condições normais, ou seja, de equilí- equivalente a cerca de dez anos de emissões


brio, o carbono é transferido da atmosfera para globais de dióxido de carbono resultante de to-
a biosfera (florestas, outros tipos de biomas, das as atividades humanas. Quando ocorrem
animais, carbono do solo) pela fotossíntese e mudanças no uso do solo, ou seja, florestas
devolvido pela decomposição de matéria orgâ- são derrubadas e queimadas – dando lugar a
nica em quantidades iguais. Porém o excesso pastagens, agricultura ou outra forma do uso
de CO2 na atmosfera, resultante de uma parte da terra com menor quantidade de carbono

Nils Merkel / SXC


das atividades humanas, altera esse "toma lá por hectare do que a floresta original –, a dife- O metano (CH4), produzido
pelo sistema digestivo
dá cá" e provoca um aumento da absorção de rença é liberada para a atmosfera.
dos ruminantes (bovinos,
carbono pela biosfera. Mas não é apenas o carbono guardado nas ovinos e caprinos), é mais
Hoje, as florestas em especial, mas tam- plantas que volta à atmosfera. O mesmo pode potente como gás do efeito
bém outros biomas, absorvem cerca de 8% do ocorrer com aquele que existe no solo. Des- estufa que o CO2. Para
dióxido de carbono emitidos anualmente. Isso sa forma, as práticas agrícolas tanto podem reduzir o problema, os
significa que o aumento desse gás na atmos- representar mais uma fonte de emissões do especialistas desenvolvem
fera está deixando as florestas do mundo mais gás como um sumidouro. Para manter o cul- medicamentos que
"obesas". Estima-se que sua vegetação esteja tivo, sem avançar sobre áreas preservadas, modificam a fermentação
digestiva desses
retirando 2,2 bilhões de toneladas de dióxido é preciso desenvolver técnicas sustentáveis
animais. Esperam assim
de carbono da atmosfera por ano, a maior par- e recuperar solos degradados. Uma opção é controlar a multiplicação
te dos quais no Brasil, que é o proprietário da o plantio direto na palha, que consiste em das bactérias que
maior delas – a Floresta Amazônica. não revolver a terra, mantendo a matéria or- participam desse
gânica e evitando a erosão. Outro problema processo, responsável
O impacto pelo uso da terra é o metano emitido em áreas alagadas de pela transformação do
Além disso, estudos realizados por cientis- cultivo de arroz (pela digestão anaeróbica de hidrogênio em gás metano.
tas brasileiros na Floresta Amazônica mostra- bactérias). Estudam-se melhores práticas de
ram que o conjunto de suas árvores contém gerenciamento de água e o uso de diferentes
cerca de 300 bilhões de toneladas de CO2 – o espécies da planta.

As diferenças de emissões entre as diversas economias


Observe como a taxa de CO2 de combustíveis fósseis é maior nos países industrializados

Países industrializados Países em desenvolvimento Países menos desenvolvidos


Metano 11%
Metano 21%
Óxido nitroso 6% Metano 16%

Outros 2%

Óxido
nitroso 10% Óxido
nitroso
CO2 de CO2 de CO2 de 12%
CO2 de
combustíveis combustíveis combustíveis CO2 de
desflorestamento
fósseis 81% fósseis 41% fósseis 5% desflorestamento 62%
33%
Fonte: WRI, 2000

caderno do professor 11