Vous êtes sur la page 1sur 9

Lista de Exercícios de Redes de Computadores

Professor: Guilherme Braga Araújo

Observações Importantes:

 Dúvidas sobre os exercícios serão tirados na aula que antecede a prova


 Bons estudos!

Resolução dos Exercícios

Exercício 01 – Na história da evolução dos sistemas computacionais, a década de 80


foi a era dos PCs na qual o computador foi transformado numa ferramenta individual
de produtividade. Nos anos 90, vivenciamos a expansão das redes de computadores
caracterizada principalmente pela popularização da Internet. Estamos vivendo neste
momento a Computação Móvel e sabemos que o próximo passo nesta evolução será
a Computação Ubíqua. Com relação a esta evolução responda:

a) Quais são as principais características da Computação Móvel?


b) Quais são as principais características da Computação Ubíqua?
c) Quais são as principais diferenças entre a Computação Ubíqua e a
Computação Móvel?

Computação ubíqua tem como objetivo tornar a interação homem computador


invisível, ou seja, integrar a informática com as ações e comportamentos naturais das
pessoas. Computação móvel está relacionada à mobilidade dos nós na rede. IP móvel.

Exercício 02 – Responda às seguintes perguntas sobre os tipos de serviços que uma


camada pode oferecer para outra.

a) Qual é a diferença entre um serviço confiável e um serviço não confiável?


b) Qual destes dois tipos de serviços possui maior overhead? Justifique.
c) Dê exemplo de um protocolo da arquitetura TCP/IP que forneça um serviço
confiável e outro que forneça um serviço não confiável.

a) Serviço confiável garante a entrega.


Serviço não confiável não existe garantia da entrega.
b) Confiável. Precisa adicionar informações de controle.
c) http (confiável)
d) dns (não confiável)

Exercício 03 – Quais são as razões para a utilização de protocolos dispostos em


camadas?

Para reduzir a complexidade do projeto, as redes são organizadas como uma pilha de
camadas ou níveis, colocadas umas sobre as outras. Cada camada oferece serviços
para as camadas superiores e encapsula como os serviços são implementados.

Exercício 04 – Nomeie as camadas da arquitetura TCP/IP e do modelo de referência


ISO/OSI. Depois explique o modelo híbrido abaixo:

7 Aplicação Mensagem
4 Transporte Segmento
3 Rede Pacote (datagrama)
2 Enlace Quadro
1 Física Bit

O modelo híbrido não existe na pratica é apenas uma conversão.

Exercício 05 – Porq ue o modelo ISO/OSI não pode ser chamado de arquitetura


ISO/OSI?

Porque é apenas modelo conceitual, não implementa nenhum protocolo.

Exercício 06 – Explique a função de cada camada do modelo de referência ISO/OSI.

Exercício 07 – Diferencie camadas, protocolos e interfaces de comunicação. O que a


comunicação real e comunicação virtual?

Comunicação real entre camadas (através de interfaces).


Comunicação virtual entre protocolos da mesma camada.

Exercício 08 – Como se classificam as redes segundo sua topologia de tecnologia de


transmissão? Explique.

Ponto a Ponto e difusão

Exercício 09 – Explique a necessidade de um mecanismo de controle de acesso ao


meio nas redes difusão.

Como meio de comunicação é compartilhado, deve haver uma forma dos vários hosts
da rede acessarem o meio sem colidirem com hosts que estejam transmitindo.

Exercício 10 – Como se classificam as redes de computadores segundo a extensão


geográfica? Descreva as principais características de cada uma dessas redes e ainda
apresente um exemplo de cada rede.

PAN (Personal Area Network, ou rede pessoal). Uma PAN é uma rede de
computadores usada para comunicação entre dispositivos de computador (incluindo
telefones e assistentes pessoais digitais) perto de uma pessoa.

LAN (Local Area Network, ou Rede Local). É uma rede onde seu tamanho se limita a
apenas uma pequena região física.

CAN (Campus Area Network, ou rede campus). Uma rede que abrange uma área mais
ampla, onde pode-se conter vários prédios dentro de um espaço contínuos ligados em
rede.

MAN (Metropolitan Area Network, ou rede metropolitana). A MAN é uma rede onde
temos, por exemplo, uma rede farmácia, em uma cidade, onde todas acessam uma
base de dados comum.

WAN (Wide Area Network, ou rede de longa distância). Uma WAN integra
equipamentos em diversas localizações geográficas, envolvendo diversos países e
continentes como a Internet.
SAN (Storage Area Network, ou Rede de armazenamento). Uma SAN serve de
conexão de dispositivos de armazenamento remoto de computador para os servidores
de forma a que os dispositivos aparecem como locais ligados ao sistema operacional.

Exercício 11 – Explique a diferença entre meios de transmissão de dados guiados e


não guiados de comunicação de redes e de um exemplo de cada tipo.

Os meios guiados sofrem menos atenuação de transmissão, mas não fornecem


mobilidade (ex. fibra ótica e par trançado), já os meios não-guiados podem cobrir
grandes áreas de transmissão em regiões de difícil instalação. Os meios não-guiados
permitem ainda a mobilidade, porém são suscetível a atenuação e interferência
durante a transmissão.

Exercício 12 – Cite vantagens e desvantagens das seguintes tecnologias:


 Par trançado
 Cabo coaxial
 Fibra Ótica

Par trançado: fácil instalação, equipamento simples, distância limitada (100m) e baixa
Velocidade. Pode sofrer interferência do meio.

Cabo coaxial: distâncias medianas (poucos quilômetros), equipamento simples,


largura de banda maior que em cabos par trançado devido espessura do cabo. Pode
sofrer interferência do meio.

Fibra Ótica: instalação complexa, equipamento caro, distâncias maiores (50 km) e
velocidade alta Gbps

Exercício 13 – Qual a principal diferença entre a comunicação sem conexão e a


comunicação orientada a conexões?

A comunicação orientada a conexões tem três fases. Na fase de estabelecimento, é


feita uma solicitação para configurar uma conexão. Somente após essa fase ter sido
concluída com sucesso, a fase de transferência de dados pode ser iniciada e os dados
podem ser transportados. Em seguida, vem a fase de liberação. A comunicação sem
conexões não tem essas fases. Ela simplesmente envia os dados.

Exercício 14 – O que é um protocolo de comunicação?

É um conjunto de regras-padrão que caracterizam o formato, a sincronização, a


sequência e, ainda, a detecção de erros e falhas na comutação de pacotes, isto é, na
transmissão de informação entre computadores. Assim, dois ou mais computadores,
para comunicarem numa rede, têm de falar a mesma linguagem, ou seja, usar o
mesmo protocolo.

Exercício 15 – O desempenho de um sistema cliente/servidor é influenciado por dois


fatores de rede: a largura de banda da rede (quantos bits por segundo ela pode
transportar) e a latência (quantos segundos o primeiro bit leva para ir do cliente até o
servidor). Dê um exemplo de uma rede que exibe alta largura de banda e alta latência.
Depois, dê um exemplo de uma rede com baixa largura de banda e baixa latência.

Um link de fibra transcontinental pode ter muitos gigabits/s de largura de banda,mas a


latência também será alta devido à velocidade de propagação da luz por milhares de
quilômetros. Em contraste, um modem de 56 Kbps que chamar um computador no
mesmo edifício terá baixa largura de banda e baixa latência. Outros exemplos um link
via satélite tem alta largura de banda e alta latência. Um link ethernet (cabo utp
categoria 6) tem alta largura de banda e baixa latência.

Exercício 16 – Qual a principal diferença entre TCP e UDP?

O TCP é orientado a conexões, enquanto o UDP é um serviço sem conexões.

Exercício 17 – Qual a diferença entre taxa de dados e largura de banda?

Largura de banda é uma limitação do meio físico. A taxa de dados é o número de bits
que podem ser transmitidos por uma rede em um período de tempo.
A taxa de dados é limitada a largura de banda.

Exercício 18 – Se a unidade permutada no nível de enlace de dados for chamada


quadro e a unidade permutada no nível de rede for chamada pacote, os quadros irão
encapsular pacotes ou os pacotes irão encapsular os quadros? Explique sua resposta.

Quadros encapsulam pacotes. Quando um pacote chega à camada de enlace de


dados, todo o conjunto, cabeçalho, dados e tudo mais, é usado como campo de dados
de um quadro.O pacote inteiro é inserido em um envelope (o quadro), por assim dizer
(supondo-se que ele caiba no quadro).

Exercício 19 – Quanto tempo leva para transmitir os dados de um DVD de 4.3 GB por
um canal de comunicação com uma taxa de dados de 10 Mbps?

ATENÇÃO: base decimal camada física – base binária demais camadas ISO/OSI.

Dados do problema:
 Taxa de dados: 10 Mbps
 Tamanho DVD: 4.3 GB  e em bits?

4.3 GB  4.3 * 230 * 8 bits  4.3 * 230 * 23 bits  4.3 * 233 bits
4.3 * 233 b =
4.3 * 8.589.934.592 b =
36.936.718.745,6 b

10 Mbps  10 * 106 bps  10.000.000 bps

10.000.000 b – 1 segundo
36936718745,6 b – Y segundos

36936718745,6 b
𝑌=
10.000.000 b/s

Y ≈ 3693.68 segundos ou
Y ≈ 61,56 minutos (3693.68 s / 60 s)

Resposta completa:
Para transmitir um DVD de 4.3 GB por um canal de 10 Mbps são necessários
aproximadamente 61,56 minutos.
Exercício 20 – Imagine que você tenha treinado Bernie, seu cachorro São Bernardo,
para carregar uma caixa de três fitas de 8 mm, em vez de um cantil de
conhaque. Cada uma dessas fitas contém 7 GB. O cachorro pode viajar a seu lado,
onde quer que você esteja, a 18 km/h. Para que intervalo de distância Barnie
terá uma taxa de dados mais alta que uma linha de transmissão cuja taxa de dados é
de 150 Mbps?

ATENÇÃO: base decimal camada física – base binária demais camadas ISO/OSI.

Dados do problema:
 3 fitas 7GB
 Tx. Dados linha transmissão: 150 Mbps
 Tx. Cão 18 km/h

21 GB  21 x 8 Gb  168 x 230 b  180.388.626.432 b


150 Mbps  150 x 106 bps  150.000.000

Quantidade de Informação
Taxa =
∆t
Logo:
Quantidade de Informação Resposta completa:
∆t =
Taxa
A taxa do cão é mais alta para
Assim, distâncias (d) menores que 18 km/h x
180.388.626.432 b 0,334 h, ou seja para d < 6,01 km
∆t =
150.000.000 b/s
No português: se a distância for menor
∆t = 1202.59084288 ≈ 1202,59 s ou que 6,01 km, Bernie ganha a briga!

∆t ≈ 0,334 horas*

*0,334 horas (1202,59 / 3600s)

Observação importante: Valores diferentes de 6,01 km, como por exemplo, 5,7 km,
podem ser obtidos nesse exercício. Isso é devido às aproximações matemáticas dos
dados que foram realizadas no exercício. Por isso é importante montar corretamente
as expressões matemáticas para deixar claro qual foi o raciocínio.

Exercício 21 – Considere dois computadores, A e B, conectados por um único enlace


de taxa R bps. Suponha que esses computadores estejam separados por m metros e
que a velocidade de propagação ao longo do enlace seja de s metros/segundo. O
Computador A tem de enviar um pacote de L bits ao computador B.

a) Expresse o atraso de propagação, dprop.

b) Determine o tempo de transmissão do pacote, dtrans .


c) Ignorando os atrasos de processamento e de fila, obtenha uma expressão para
o atraso fim-a-fim.

d) Suponha que o computador A comece a transmitir o pacote no instante t=0. No


instante t = dtrans, onde estará o último bit do pacote?

e) Suponha que dprop seja maior do que dtrans . Onde estará o primeiro bit do
pacote no instante t = dtrans?

f) Suponha que dprop seja menor do que dtrans . Onde estará o primeiro bit do
pacote no instante t= dtrans?

g) Suponha que s=2,5 x 108m/s, L = 100 bits e R = 28 Kbps. Para qual distância
dprop é igual a dtrans?

a) S metros – 1 segundo
M metros – dprop
dprop = M/S segundos

b) R b – 1 segundo
L b – dtrans
dtrans = L/R segundos

c) dfim-a-fim = dprop + dtrans


dfim-a-fim = M/S + L/R segundos

d) O bit está saindo do host A.

e) dprop > dtrans


O primeiro bit está no enlace entre A e B (ainda não chegou em B)

f) dprop < dtrans


O 1º bit já chegou no host B

g) M/S = L/R
M=L/R*S  100 / (28*103) * 2,5 *108 = 893 km

Exercício 22 – Comparando a camada de transporte com a camada de enlace


podemos verificar que a camada de transporte é fim-a-fim e a camada de enlace salto-
a-salto. Explique por que.

Exercício 23 – Para que serve o código de verificação de redundância cíclica (CRC)?

CRC (Cyclic Redundancy Check), ou verificação de redundância cíclica é um método


para identificação de erros.

Exercício 24 – A codificação de caracteres a seguir é usada em um protocolo de


enlace de dados: A: 01000111, B: 11100011, FLAG: 01111110, ESC: 11100000.
Mostre a sequência de bits transmitida (em binário) para o quadro de quatro
caracteres A B ESC FLAG quando é utilizado cada um dos métodos de
enquadramento a seguir:
a) Contagem de caracteres:
b) Inserção de bytes:
c) Flags iniciais e finais, com Inserção de bits:

a) 4 A B ESC FLAG
00000100 01000111 11100011 11100000 01111110

b) FLAG A B ESC ESC ESC FLAG FLAG


01111110 01000111 11100011 11100000 11100000 11100000
01111110 01111110

c) FLAG A B ESC FLAG FLAG


01111110 01000111 110100011 111000000 011111010 01111110

Exercício 25 – Qual é o atraso fim-a-fim de um quadro que já se encontra em tráfego


em um canal a 4 ms do primeiro roteador (roteador R1)? A sub-rede entre os dois
sistemas finais, SF1 e SF2, é composta de 7 roteadores (de R1 a R7), cada um deles
com um atraso de transmissão igual a 2 ms. Desconsidere o atraso de processamento
e o de fila e considere que a velocidade de propagação no enlace é da ordem de
2x108 m/s e que o tamanho de cada enlace é de 500 m.

Atraso de propagação em um enlace:

2 x 108 metros – 1 segundo


500 metros – X segundo
X = 500 / 10.000.000
X = 0,00000005 s ou
X = 0,00005 ms

Atraso de transmissão em cada enlace: 2 ms (dado pelo exercício)

Atraso fim-a-fim:

Atraso fim-a-fim = 4 ms + 7 x (atraso de transmissão) + 7 x (atraso de propagação)


= 4 ms + 7 x (2 ms) + 7 x (0,00005 ms)
= 4 ms + 14 ms + 0,00035 ms
= 18,00035 ms

Exercício 26 – Cada adaptador (“placa”) de rede deve possui um endereço MAC


único. Por isso o endereçamento MAC é gerenciado pelo IEEE. Mas o que ocorrerá
se alguém via software alterar o endereço MAC de uma placa de rede para o endereço
MAC de outra placa. Exemplo:

Placa1 MAC address = 1A:43:BC:F2:D6:3E


Placa2 novo MAC address = 1A:43:BC:F2:D6:3E

Avalie as seguintes situações:


a) As placas estão na mesma rede local
b) As placas estão em rede vizinhas

Exercício 27 – O que é o endereçamento IP, mascara de rede, endereço de rede e


endereço de broadcast?

Exercício 28 Se o endereço IP 201.40.12.231/26 faz parte de uma rede local, quais


são os outros endereços dessa rede? E os endereços de broadcast e o de rede?
Justifique sua resposta e mostre todos os cálculos.

201.40.12.231 (notação decimal pontuada)


11001001.00101000.00001100.11100111 (binário)

/26 = primeiros 26 bits são para rede, não alteram.

32 bits – 26 bits (rede) = 6 bits (host)

26 bits de Rede 6 bits host


11001001.00101000.00001100.11 ____

Primeiro endereço bits de host todos zerados (0s).


Último endereço bits de host todos setados (1s).

Assim,

Primeiro endereço: 11001001.00101000.00001100.11 000000


Último endereço: 11001001.00101000.00001100.11 111111

Convertendo de binário para decimal pontuada temos:

Primeiro endereço: 201.40.12.192


Último endereço: 201.40.12.255

Endereço rede  primeiro endereço / mascara


201.40.12..192/26

Endereço de broadcast  último endereço


201.40.12.255

Exercício 29 Quantas redes diferentes com máscara 255.255.255.240 podem ser


alocadas dentro da faixa de IP 172.16.0.0/16?

Máscara 255.255.255.240 = 11111111.11111111.11111111.11110000 = /28

Rede Sub-Rede Host

Rede inicial = /16 (16 bits para rede)


Rede + sub-rede = /28
28 – 16 = 12 bits

Resposta completa:
Podem ser alocadas dentro da faixa de IP 172.16.0.0/16 212(4096) redes diferentes
com máscara 255.255.2555.240

Exercício 30 – O que é o endereçamento por classes proposto no projeto inicial da


arquitetura TCP/IP?