Vous êtes sur la page 1sur 36

Preparação para Concursos 2017

Projeto político Pedagógico

SIMULADO

QUESTÃO 1

 

A construção do projeto político-pedagógico da escola exige a definição de princípios, objetivos, estratégias e, acima de tudo, um trabalho coletivo para a sua operacionalização. Numa perspectiva crítica e democrática, o projeto político-pedagógico da escola proporciona:

perspectiva, o currículo deverá ter como diretriz:

(A)

promover narrativas sobre o outro numa

ótica universalista.

 

(B)

valorizar

o

enfoque

prescritivo

e

auto

referenciado do conhecimento.

 

(C)

organizar conteúdos, disciplinas, métodos,

experiências e objetivos.

 

I - melhoria da organização pedagógica, administrativa e financeira da escola, bem como o estabelecimento de novas relações pessoais e interpessoais na instituição; II - redimensionamento da prática pedagógica

(D)

estabelecer pautas de conduta visando à

classificação de identidades.

 

(E)

privilegiar os processos de subjetivação

coletiva e o saber sistematizado.

 

dos

professores e formação continuada do

QUESTÃO 3.

 

quadro docente. III - planejamento a curto prazo para definir aplicação de medidas emergenciais na escola,

A elaboração do projeto político-pedagógico é um processo de consolidação da democracia e da autonomia da escola, com vistas à construção de sua identidade. É uma ação

de

modo a superar certas dificuldades,

detectar outras e propor novas ações.

IV

- a superação de práticas pedagógicas

intencional,

com

um

compromisso

definido

fragmentadas e a garantia total de um ensino

coletivamente, que reflete a realidade, busca a

de

qualidade.

superação do presente e aponta as possibilidades para o futuro. O projeto político- pedagógico é um documento que não se reduz à dimensão didático-pedagógica. Nesse texto, o projeto político-pedagógico se constitui como (A) instrumento legitimador das ações normativas da equipe gestora. (B) desenvolvimento de ações espontâneas da comunidade escolar.

Assinale a opção em que todas as afirmativas

estão corretas:

A)

I,

II

e III.

C)

I, II e IV.

B)

I e IV.

 

D)

I e

II

QUESTÃO 2.

(C)

definição de princípios e diretrizes que

A

implementação do projeto político-

projetam o vir a ser da escola.

 

pedagógico é uma das condições para que se afirme a identidade da escola como espaço necessário à construção do conhecimento e da

cidadania. Sabe-se que o currículo é parte integrante desse processo e deve contemplar a formação de identidade cultural. Nessa

(D)

incorporação

de

múltiplas

teorias

pedagógicas,

 

produzidas

 

na

contemporaneidade. (E) implementação de estrutura organizacional visando à administração interna da escola.

 

QUESTÃO 4.

 

Questões Concurso Pedagogia. Materiais gratuitos, acesse:

http://questoesconcursopedagogia.com.br/

 

c)

Especializar-se na redação de projetos e

O Projeto Político-Pedagógico (PPP) relaciona-se à organização do trabalho pedagógico da escola, indicando uma direção, explicitando os fundamentos teórico- metodológicos, os objetivos, o tipo de organização e as formas de implementação e avaliação da escola. VEIGA, I. P. A.; RESENDE, L.M.G. (Org.).

regimentos, a fim de prescindir do auxílio de um profissional externo.

d)

Redigir o projeto e reproduzi-lo para todos

os profissionais da escola, para que se

familiarizem com seu conteúdo.

 

e)

Zelar pelo cumprimento do plano, tornando-

se a consciência crítica e ideológica da

instituição.

 

Escola: espaço

do

Projeto Político-

 

Pedagógico. 4. ed. Campinas-SP: Papirus, 1998 (adaptado). Considerando a elaboração do PPP, avalie as seguintes afirmações. I. O PPP constitui-se em processo participativo de decisões para instaurar uma forma de

QUESTÃO 6.

O Projeto Político-Pedagógico é um instrumento teórico-metodológico que representa o ideário de uma instituição de ensino, tendo como característica a

organização do trabalho pedagógico que desvele os conflitos e as contradições no interior da escola. II. A discussão do PPP exige uma reflexão acercada concepção de educação e sua relação coma sociedade e a escola, o que

participação coletiva. A construção do Projeto Político-Pedagógico deverá

(A)

privilegiar os processos de subjetivação

coletiva e o saber sistematizado.

 

(B)

seguir as orientações das Secretarias de

Educação na elaboração do Regimento

implica refletir sobre o homem a ser formado. III. A construção do PPP requer o convencimento dos professores, da equipe escolar e dos funcionários para trabalharem em prol do plano estabelecido pela gestão educacional. É correto o que se afirma em

Escolar.

 

(C)

incluir a participação de todos os sujeitos

da escola nas etapas de elaboração, execução

e avaliação. (D) privilegiar a participação dos coordenadores e professores em detrimento da participação dos demais membros da comunidade escolar.

a)

I, apenas.

b)

III, apenas.

(E)

seguir as determinações do Regimento

c) I e II, apenas.

 

Escolar.

 

d) II e III, apenas.

 

e)

I, II e III

QUESTÃO 7.

 

QUESTÃO 5.

 

A

Unidade

Escolar,

como

promotora

da

 

aprendizagem

de

conhecimentos

O projeto político-pedagógico de uma escola não é uma formalidade, mas um guia de trabalho para todos os envolvidos na dinâmica institucional. Nesta perspectiva, e,m relação ao projeto, é tarefa da equipe pedagógica:

significativos, faz a organização curricular em seu Projeto Político Pedagógico, levando em consideração diferentes saberes dos contextos ecológico, demo-gráfico, social e cultural.Com

a)

Enviá-lo aos órgãos competentes, após sua

essa articulação, o processo educativo assume uma perspectiva

elaboração, a fim de regularizar a situação jurídica da escola. b) Desenvolver processos de acompanhamento e avaliação através de análise de informações relativas às ações previstas.

(A)

humanística.

 

(B)

experimental.

(C)

multidimensional.

(D)

profissional.

(E)

técnica.

 

Questões Concurso Pedagogia. Materiais gratuitos, acesse:

 
 

http://questoesconcursopedagogia.com.br/

 

QUESTÃO 8.

 

Acompanhando as transformações ocorridas no cenário mundial, o Estado brasileiro, desde os anos de 1990, tem tomado medidas de ordem legal objetivando a atualização das políticas educacionais a fim de possibilitar mudanças na realidade do ensino nacional. Dentre essas medidas, tem-se o estabelecimento de Diretrizes Curriculares Nacionais Gerais para a Educação Básica, que têm como um dos seus objetivos:

“As inovações (pedagógicas) não têm hipóteses de sucesso se os atores não são chamados a aceitar essas inovações e não se envolvem na sua própria construção.” ALENCASTRO, Ilma Passos. Inovações e projeto político-pedagógico: uma relação

regulatória ou emancipatória? Cadernos Cedes,v. 23, n. 61, p. 267. Na perspectiva da citação acima, o Projeto Político-Pedagógico de uma escola deve priorizar a(o)

(A)

organização sistêmica de conteúdos.

(A) estimular a reflexão crítica dos participantes dos processos de formulação, execução e avaliação do projeto político-

(B)

participação espontânea.

 

(C)

estrutura interna das funções escolares.

pedagógico das escolas de educação básica.

(D)

planejamento participativo.

 

(B)

superar a necessidade de construção de

(E)

processo de ensino e aprendizagem.

competências e habilidades próprias à formação humana e cidadã dos estudantes das

QUESTÃO 9.

Estabelecido pela atual legislação brasileira, o Projeto Político-Pedagógico deve contemplar a questão da qualidade de ensino, em todas as suas dimensões, ordenando institucionalmente o trabalho escolar em suas especificidades, níveis e modalidades. Nesse sentido, o Projeto Político-Pedagógico

escolas de educação básica. (C) proporcionar aos alunos de escolas da educação bá-sica a qualificação para o trabalho e para o exercício da cidadania por meio do currículo nacional único.

(D)

incentivar a participação de voluntários nas

atividades docentes das escolas de educação

básica, sem exigências de formação e especialização acadêmicas.

a)

compõe-se, exclusivamente, dos planos de

(E)

promover o desenvolvimento cognitivo e,

ensino das disciplinas e do planejamento anual das atividades a serem desenvolvidas na escola.

quando possível, o psíquico e o social dos alunos de escolas de educação básica, considerando a realidade escolar.

b)

constitui a proposta de trabalho da escola,

cuja elaboração compete, exclusivamente, ao Coordenador Pedagógico e ao Diretor. c) define anualmente os níveis e as modalidades de ensino a serem oferecidos pela escola e a abrangência da clientela escolar.

d)

exige em sua construção a participação de

todos os agentes do processo educativo:

professores, funcionários, pais e alunos.

e) estabelece as formas como, autonomamente, a escola e seus professores

se

manifestarão

frente

a decisões

governamentais.

 

QUESTÃO 10.

 

Questões Concurso Pedagogia. Materiais gratuitos, acesse:

 

http://questoesconcursopedagogia.com.br/

Esse simulado faz parte do Material Completo que se encontra na página:

http://questoesconcursopedagogia.com.br/mais1200questoes/

GABARITO

01. D

02. E

03. C

04. C

05. B

06. C

07. C

08. D

09. D

10. A

Olá, tudo bem? Sou professor Luiz Carlos Melo.

Perfil no facebook:

https://www.facebook.com/luizcarlos.melo.127

Fanpage:

https://www.facebook.com/superpreparado/

Canal no Youtube:

https://www.youtube.com/channel/UCZ3D5VBLZW1lacEE89nMJgg

Blog:

http://questoesconcursopedagogia.com.br/

Questões Concurso Pedagogia. Materiais gratuitos, acesse:

http://questoesconcursopedagogia.com.br/

Preparação para Concursos 2017 Simulado 100 Questões: Tendências pedagógicas SIMULADO 2 - AMOSTRA

QUESTÃO 1

O modelo pedagógico difundido por Paulo Freire encontra-se inserido na pedagogia:

A) libertadora.

B) tecnicista.

C) tradicional.

D) libertária.

QUESTÃO 2

Sobre a Educação e a Escola no Brasil,

Saviani identifica quatro grandes concepções na organização, orientação e funcionamento da escola. Assinale a alternativa CORRETA.

a) concepção humanista, tradicional, moderna,

analítica e dialética.

b) concepção positivista, humanista, moderna,

analítica e dialética.

c) concepção humanista, moderna, analítica,

pós- moderna e dialética.

d) concepção humanista, cognitivista,

analítica, moderna e dialética.

e) concepção humanista, tradicional,

positivista, critico social e analítico.

QUESTÃO 3

A prática do professor está focada na realização pessoal do aluno através de seu próprio esforço, cujos conteúdos são acumulados historicamente sem reconstrução ou questionamentos. A aprendizagem se da de forma receptiva, automática, propiciando a memorização. Assim podemos AFIRMAR que esta tendência é:

A) Tendência Pedagógica Renovada Progressista.

B) Tendência Pedagógica Progressista Libertadora.

C) Tendência Pedagógica Progressista Crítico-

Social dos Conteúdos. D) Tendência Pedagógica Renovada não

Diretiva.

E) Tendência Pedagógica Liberal Tradicional.

QUESTÃO 4

Entre as práticas pedagógicas progressistas, estão as pedagogias:

A) tecnicista, tradicional e crítico-social dos conteúdos.

B) libertária, tradicional e renovada.

C) tradicional, tecnicista e renovada.

D) libertadora, libertária e crítico-social dos conteúdos.

QUESTÃO 5

O Movimento dos Pioneiros da Educação Renovada também pode ser chamado de Movimento:

A) Renovador da Educação Pública.

B) dos Intelectuais da Educação.

C) Escolanovista.

D) Educacional Europeu.

QUESTÃO 6

De acordo com Saviani (1983), qual a identificação CORRETA da abordagem da ação pedagógica centrada no processo e daquela que tem seu centro no produto? a) Freinetiana e Freiriana.

b) Crítica e Reprodutivista.

c) Escola Nova e Tradicional.

d) Montessoriana e de Conteúdos.

QUESTÃO 7

e Freiriana. b) Crítica e Reprodutivista. c) Escola Nova e Tradicional. d) Montessoriana e de Conteúdos.

Na tendência tradicional, a Pedagogia Liberal se caracteriza por:

Considerando a tendência pedagógica liberal tecnicista, é falso afirmar que:

a) O tecnicismo educacional ganhou autonomia enquanto tendência pedagógica

a)

subordinar a educação à sociedade, tendo

como função a preparação de recursos

nos anos 60, inspirada na teoria behaviorista da aprendizagem e na abordagem sistêmica do ensino.

humanos por meio da profissionalização.

b)

valorizar a autoeducação, a experiência

direta sobre o meio pela atividade e o ensino centrado no aluno e no grupo.

b)

A tendência tecnicista está interessada na

racionalização do ensino, no uso de meios e

acentuar o ensino humanístico, de cultura

geral, através do qual o aluno deve atingir pelo seu próprio esforço, sua plena realização.

c)

técnicas mais eficazes, prevalecendo o uso de manuais de caráter instrumental.

c)

Os livros didáticos utilizados nas escolas

d)

considerar a educação um processo interno,

que adotam essa tendência são elaborados com base na tecnologia da instrução. d) A tendência tecnicista foi imposta às escolas pelos órgãos oficiais do governo populista, por ser compatível com a orientação econômica,

que parte das necessidades e dos interesses

individuais.

e)

focar no aprender a aprender, ou seja, é

mais importante o processo de aquisição do

saber do que o saber propriamente.

política e ideológica vigente nesse período. e) No tecnicismo, o professor é um administrador e executor do planejamento, que é organizado com objetivos, conteúdos, estratégias e avaliação

QUESTÃO 8

.A aprendizagem, de acordo com a concepção pedagógica liberal renovadora não diretiva:

a)

consiste em modificar as percepções da

 

realidade.

b)

baseia-se na motivação e na estimulação de

problemas.

c) baseia-se no desempenho do aluno.

d) prioriza a resolução de situações-problema

a partir de temas geradores.

e)

ocorre a partir da interação social, da

construção de conhecimento em grupo.

QUESTÃO 9

Confrontar a experiência do aluno com o saber sistematizado constitui método de

ensino-aprendizagem concepção pedagógica.

próprio da

a) liberal tecnicista.

b) progressista histórico-crítica.

c) liberal renovadora progressiva.

d) progressista libertadora.

e) progressista libertária.

QUESTÃO 10

 
 

GABARITO

1.

2.

3.

4.

5.

6.

A

E

E

D

C

C

7.

8.

9.

10.D

B

C

A

MATERIAL COMPLETO, ACESSE:

http://www.simuladoprofessor.com.br/

1. 2. 3. 4. 5. 6. A E E D C C 7. 8. 9. 10.D

Preparação para Concursos 2017 Simulado Avaliação da Aprendizagem

SIMULADO

QUESTÃO 1

relatórios são exemplos de instrumentos de avaliação.

A avaliação da aprendizagem é uma situação complexa. Para se preparar uma avaliação, é necessário que o professor tenha domínio dos conteúdos, habilidade para contextualizar esses conteúdos, utilize linguagens que tornem a prova clara e precisa, e estabeleça critérios adequados. Benjamin Bloom desenvolveu uma classificação que ficou conhecida como a Taxionomia de Bloom. O autor escolheu como critério a complexidade das operações mentais necessárias para alcançar determinados objetivos no processo de aprendizagem. Os objetivos, na taxionomia de Bloom são dispostos em diferentes níveis, conforme a construção do conhecimento. A ordem crescente de complexidade dos objetivos é:

(

) A avaliação no contexto atual deve priorizar

nota em detrimento da qualidade do processo de aprendizagem.

a

(

) A avaliação tem diversas funções. Algumas

delas são: facilitar o diagnóstico, interpretar os resultados, promover e agrupar os alunos.

(

) A avaliação é uma atividade que informa

tanto durante o desenvolvimento do processo ensino-aprendizagem (avaliação formativa) quanto no final do processo (avaliação somativa).

(

)

A

avaliação é um ritual a serviço da

manutenção da ordem e da disciplina em sala

de

aula.

Assinale a alternativa correta:

 

A) V, F, V, F, F;

 

B) F, F, V, V, V;

A)

(re)conhecimento, compreensão, aplicação,

C) V, V, F, V, F;

análise, síntese, julgamento (avaliação);

D) V, F, V, V, F;

B)

(re)conhecimento, aplicação, compreensão,

E) F, F, V, V, F.

análise, síntese, julgamento (avaliação);

 

C) (re)conhecimento, compreensão, análise, síntese, aplicação, julgamento (avaliação);

QUESTÃO 3

 

D)

(re)conhecimento, compreensão, aplicação,

A avaliação da aprendizagem é um processo contínuo, visando a correção das possíveis

análise, julgamento (avaliação), síntese;

E)

(re)conhecimento, compreensão, aplicação,

distorções

a

realizar

encaminhamentos

síntese, julgamento (avaliação), análise.

pertinentes

para

alcançar

os

objetivos

previstos no plano de ensino, o qual deve ser

QUESTÃO 2

elaborado de forma participativa e com o apoio

do

pedagogo. Essa avaliação se dá por meio

Sobre a avaliação da aprendizagem, marque V para as afirmativas verdadeiras e F para as afirmativas falsas.

de instrumentos que possuam uma correspondência com a natureza dos objetivos de ensino. Para a aquisição de objetivos cognitivos, a técnica aconselhada é:

( ) Podemos afirmar que prova escrita, portfólio, trabalhos, testes, pesquisas, e

A) tempestade cerebral, provas práticas, entrevistas especialmente B) dramatizações, painel integrado, tempestade de ideias e pesquisa bibliográfica

Questões Concurso Pedagogia. Materiais gratuitos, acesse:

http://questoesconcursopedagogia.com.br/

C) seminários, dramatizações, GVGO e indicadores de aproveitamento

trabalhos em grupo, dramatizações, GVGO

D)

a)

constatação de aptidões manuais para as

tarefas da disciplina. b) observação de habilidades, hábitos de trabalho, atitudes, inte- resses. c) observação de atitudes sociais e científicas,

e prova apenas com consulta

E)

prova dissertativa, prova de teste (objetiva),

chamada oral, exercícios, trabalhos, solução de casos, conforme a série em que o aluno se encontra

destreza mental e manual.

 

d)

aproveitamento de competências técnicas

trazidas de ambien- tes de trabalho.

QUESTÃO 4

 

QUESTÃO 6

 

“As questões e considerações sobre a avaliação da aprendizagem pretendem, justamente, delinear uma investigação que julgo necessária. Uma relação que ainda não percebo em sua total complexidade, mas que

Segundo Moretto (2005) “

não é acabando

com a prova escrita ou oral que melhoraremos o processo de avaliação da aprendizagem, mas ressignificando o instrumento e elaborando-o dentro de uma nova perspectiva

se

refere essencialmente ao descrédito que se

pedagógica”. Com base nesse pressuposto, o autor nos indica que a operacionalização de uma aula com sucesso e a consequente eficácia e eficiência de como avaliar se dá quando:

estabelece quanto a uma perspectiva de

avaliação mediadora devido à postura conservadora dos educadores” (HOFFMANN, 1991, p. 67).

A

partir da abordagem da autora, podemos

 

considerar que a avaliação mediadora diz respeito à concepção de que:

I. o professor atinge os objetivos de ensinar oportunizando aprendizagens significativas de conteúdos relevantes. II. ao estabelecer seus objetivos e estratégias de ensino, o professor saiba o que deseja ensinar e de que forma fazê-lo. III. ao determinar que conteúdo desenvolver, o professor leve em conta a capacidade do aluno de estabelecer relação entre o conteúdo ensinado, as necessidades de seu dia a dia e o contato cultural dos alunos. IV. o conteúdo selecionado leva em conta um critério essencialmente acadêmico, desfocado das representações trazidas pelo aluno e de seu contexto social e político. Estão corretas apenas as afirmativas

a) I, II e III.

a)

o erro é fecundo e positivo, um elemento

fundamental à produção de conhecimento pelo ser humano.

b) a opção epistemológica está em corrigir ou refletir sobre a tarefa do aluno; corrigir para ver

se

ele aprendeu.

c) a correção da produção de conhecimento do

aluno o leva à superação da dificuldade, ao enriquecimento do saber.

d)

o aluno é considerado um receptor passivo

dos conteúdos que o docente sistematiza; suas

falhas, seus argumentos incompletos e inconsistentes não são considerados senão algo indesejável e digno de um dado de reprovação.

b) I, II e IV.

 
 

c) II

e III.

QUESTÃO 5

 

d) III e IV.

 

Os cursos

de ensino

profissional de nível

QUESTÃO 7

técnico pressupõem o desenvolvimento de conteúdos técnicos, realizados em aulas prá- ticas e laboratórios. A avaliação da aprendizagem nesses ambien- tes deve-se dar através da(do):

A definição clara e precisa dos objetivos de ensino é etapa preparatória para a realização do processo da avaliação da aprendizagem. É fundamental que se afirme que o professor

 

Questões Concurso Pedagogia. Materiais gratuitos, acesse:

http://questoesconcursopedagogia.com.br/

 

ensina para que o aluno aprenda. Ao avaliar, portanto, dentro dessa concepção, deve-se levar em conta que

A obra produzida por Libâneo (1985) parte da reflexão sobre um artigo publicado por Saviani em 1981 e apresenta as tendências pedagógicas que têm se firmado nas escolas pela prática dos professores, apontando dois grupos de pedagogias que se aproximam entre si: a pedagogia liberal e a pedagogia progressista. Nesses dois conjuntos de pedagogias, a avaliação da aprendizagem escolar é realizada segundo o que propõe cada pedagogia. Considerando a avaliação numa visão liberal e a avaliação numa visão progressista, assinale a alternativa que se apresenta INCORRETA:

I. existem conhecimentos que

são

fundamentais e precisam ser avaliados para

orientar o professor no processo de ensino.

 

II.

nem tudo que é proposto, estudado e

discutido em aula precisa ser avaliado.

 

III.

quando a avaliação é vista meramente

como um evento relaciona-se com o processo de construção de conhecimentos unicamente

para medir.

 

IV.

existem assuntos que não se constituem

em pilares fundamentais na estrutura

conceitual.

 

Está(ão) correta(s) apenas a(s) afirmativa(s)

 

a) I,III e IV.

 

A)

Na pedagogia libertadora, fundamentada e

b) I, II e IV.

representada pelo pensamento e prática

c) II.

pedagógica do educador Paulo Freire, a avaliação da aprendizagem deverá estar atenta aos modos de superação do autoritarismo e ao estabelecimento da autonomia do educando;

d) III.

QUESTÃO 8

 

A avaliação da aprendizagem precisa ser coerente com a forma de ensinar. São princípios que sustentam a concepção de aprendizagem, segundo Moretto (2005):

Os indicadores (palavras, gestos, figuras,

I.

B)

Num modelo liberal de sociedade, a prática

de avaliação terá de, obrigatoriamente, ser autoritária; C) Num processo de avaliação com função diagnóstica, baseada numa visão progressista,

textos) são interpretados pelo professor e essa interpretação corresponde fielmente ao que o aluno pensa.

é necessário o estabelecimento de uma escala de valores que permitirá um comparativo do desempenho dos alunos e o estabelecimento de classificações;

A aprendizagem é um processo interior ao aluno, ao qual temos acesso por meio de indicadores externos.

II.

D)

Com a função classificatória (visão liberal),

a avaliação constitui-se num instrumento

III.

O conhecimento é um conjunto de relações

estático do processo de crescimento; com a função diagnóstica, ela constitui-se num momento dialético do processo de desenvolvimento da ação pedagógica;

estabelecidas entre os componentes de um

universo simbólico.

 

IV.

O

conhecimento

construído

significativamente

é

estável

e

estruturado.

E)

Para as pedagogias libertadoras a avaliação

Estão corretas apenas as afirmativas

 

tem a finalidade de construção de postura cooperativa entre as pessoas envolvidas no

a) I e II apenas.

 

b) II, III e IV apenas.

processo educativo, o desenvolvimento da

c) II e IV apenas.

d) I e III apenas.

consciência crítica e responsável de todos sobre o cotidiano.

QUESTÃO 9

QUESTÃO 10

 

Questões Concurso Pedagogia. Materiais gratuitos, acesse:

 

http://questoesconcursopedagogia.com.br/

A avaliação da aprendizagem é uma atividade

 

inerente ao processo educativo e não pode ser praticada isoladamente, sob o risco de perder

Esse simulado faz parte do

a

sua dimensão pedagógica. Assim, a fim de

cumprir a sua dimensão pedagógica, a avaliação apresenta modalidades que estão intimamente relacionadas às suas finalidades.

São três as modalidades presentes nos processos de ensino e de aprendizagem:

Material Completo que se encontra na página:

http://questoesconcursopedagogia

.com.br/mais1200questoes/

Diagnóstica, Formativa ou Somativa. O critério que distingue, basicamente, uma da outra é o lugar que a avaliação ocupa em relação à ação docente. Analise as afirmativas e assinale V para as VERDADEIRAS e F para as FALSAS.

GABARITO

) A Avaliação Formativa é utilizada para uma apresentação final sobre o que o aluno pode obter em um determinado período.

(

1-

A

2-

D

3-

E

) A Avaliação Somativa é utilizada ao longo do processo pedagógico para acompanhamento do desenvolvimento, reorientando a aprendizagem.

(

4-

A

5-

A

6-

A

7-

B

(

) A Avaliação Diagnóstica leva a processos

8-

B

de exclusão e classificação no final de cada unidade de ensino em que se organiza o processo educativo.

9-

C

10-B

) A Avaliação Formativa auxilia o professor na regulação dos processos de ensino e de

(

Olá, tudo bem? Sou professor Luiz Carlos Melo.

aprendizagens, informando o que deve ser feito.

) A Avaliação Diagnóstica precede a ação, identificando características do aluno e conhecimentos prévios.

(

Perfil no facebook:

https://www.facebook.com/luizcarl

A

sequência CORRETA, de cima para baixo, é:

os.melo.127

(A)

V, F, V, V, F.

(B)

(C)

F, F, F, V, V.

F, F,

V, V, F.

Fanpage:

(D)

V, V, F, F,

F.

https://www.facebook.com/superpr

(E)

F, V, F,

V, F.

eparado/

Canal no Youtube:

https://www.youtube.com/channel/

UCZ3D5VBLZW1lacEE89nMJgg

Questões Concurso Pedagogia. Materiais gratuitos, acesse:

 

http://questoesconcursopedagogia.com.br/

Simulado Para Concurso

Assunto: Mudanças de 2016 na LDB

Medida provisória

1.Sobre as regras de organização da Educação Básica, nos níveis fundamental e médio, a Lei de

Diretrizes e Bases da Educação Nacional Lei nº. 9394/96 determina no artigo 24 de acordo com a Medida Provisória nº 746 de 2016:

a) Carga horária mínima anual de 800 (oitocentas) horas, distribuídas por no máximo 200

(duzentos) dias de efetivo trabalho escolar.

b) Carga horária máxima de 800 (oitocentas) horas no nível, no entanto, para o Ensino Médio deverá

ter carga horária máxima de 1400 horas progressivaemnte ampliada e 200 (duzentos) dias letivos.

c) Carga horária mínima anual de 800 (oitocentas) horas, no entanto, para o Ensino Médio deverá

ter carga horária mínima de 1400 horas progressivaemnte ampliada distribuídas por um mínimo de

200 (duzentos) dias letivos.

d) Carga horária mínima anual de 800 (oitocentas) horas, distribuídas por um mínimo de 200

(duzentos) dias dos quais serão mais dias para o Ensino Médio que passará a ter o mínimo de 1400 horas.

e) Carga horária inferior a 800 (oitocentas) horas e superior a 200 (duzentos) dias letivos para o

ensino médio.

2. O artigo 26 da LDB determina que a construção dos currículos, do Ensino Fundamental e Médio, precisa articular “com uma Base Nacional Comum, a ser complementada, em cada sistema de ensino e estabelecimento escolar”. Sobre a Base Nacional Comum, assinale a opção correta.

A Base Nacional Comum contém em si a dimensão de preparação para o prosseguimento

a) (

de estudos, caminhando no sentido da construção de competências e habilidades básicas, e não

de acúmulo de esquemas resolutivos pré-estabelecidos, como objetivo do processo de aprendizagem.

Na Base Nacional Comum, o estudo da Língua Portuguesa e da Matemática deve ser

b) (

prioritário e preceder o conhecimento do mundo físico e natural e da realidade social e do ensino da arte.

O conteúdo da Base Nacional Comum deve contemplar mais a parte diversificada, exigida

pelas características regionais e locais da sociedade e da cultura.

c) (

)

)

)

d) A Base Nacional Comum não deve trazer em si a dimensão de preparação para o trabalho.

e) A competência requerida no exercício profissional, seja ela psicomotora, socioafetiva ou

cognitiva, não é um afinamento das competências básicas e não deve ser prioritário na dimensão da Base Nacional Comum.

(

(

)

)

Questões Concurso Pedagogia. Materiais gratuitos, acesse:

http://questoesconcursopedagogia.com.br/

3. A Base Nacional Comum Curricular, que está sendo discutida pela sociedade na atualidade, faz

referência

a) a um conjunto de normas disciplinares que devem guiar as escolas municipais.

b) às diretrizes relativas ao que deve ser ensinado aos professores nos programas de formação

continuada.

c)

ao conjunto de conhecimentos essenciais a que todo estudante brasileiro deve ter acesso.

d)

ao comportamento que deve ser assumido pelos professores nas escolas brasileiras.

4.

Desde a publicação da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional se discutem formas de

melhoria da educação brasileira, num processo de construção constante. Recentemente, a Base

Nacional Comum Curricular vem sendo amplamente debatida, com a capacidade de contribuição de professores, especialistas e da sociedade civil. A Base Nacional Comum Curricular tem como objetivo:

a) coibir a doutrinação ideológica que ocorre na maior parte das escolas brasileiras, uma vez que

cria uma Base obrigatória a ser ministrada pelo professor.

b) engessar o trabalho do professor, buscando mecanismos de controle de conteúdo e metodologias de ensino.

c) definir conteúdos essenciais a todos os estudantes brasileiros, impedindo o professor de ministrar

conteúdos que não constem na Base.

d) definir conhecimentos essenciais aos quais todos os estudantes têm direito a ter acesso e se

apropriar.

e) criar uma base de conteúdos essenciais ao povo brasileiro, com objetivo de homogeneizar a

cultura do país, diminuindo a desigualdade regional.

5. As Diretrizes Curriculares Nacionais, tal como o inscrito no documento Diretrizes Curriculares

Nacionais da Educação Básica do Ministério da Educação, são diretrizes que estabelecem a base nacional comum da Educação, definindo orientações sobre

a) organização, articulação, desenvolvimento e avaliação das propostas pedagógicas de todas as

redes de ensino brasileiras.

b) organização, articulação e avaliação dos programas de expansão da escolarização das redes

públicas de ensino brasileiras.

c) organização, atualização, acompanhamento e a avaliação do desempenho docente de todas as

redes de ensino brasileiras.

d) organização, atualização, reestruturação e a avaliação da rede privada de ensino brasileira.

e) organização, avaliação e acompanhamento do desempenho acadêmico-profissional dos egressos das redes públicas de ensino.

6. Qual das seguintes alternativas expressa uma definição crítica acerca da atual política de construção de uma Base Nacional Comum Curricular (BNCC) encaminhada pelo Ministério da Educação?

a) Trata-se de uma proposta de unificação dos esforços de toda a rede pública de educação básica,

para que a educação escolar tenha a mesma qualidade de norte a sul do país.

b) Trata-se de uma proposta de organização da educação básica, já que a mesma não conta com

nenhuma diretriz ou parâmetro curricular nacional que oriente os professores e que garanta que os

alunos das diferentes regiões do país tenham acesso aos mesmos conhecimentos.

Questões Concurso Pedagogia. Materiais gratuitos, acesse:

http://questoesconcursopedagogia.com.br/

c) Trata-se de uma proposta de reformulação da educação básica em todo o país, que consiste em

padronizar 60% dos conteúdos a serem lecionados, a qual beneficiará, em grande medida, os grupos empresariais responsáveis pela confecção de materiais didáticos a serem distribuídos às escolas de todo o país.

d) Não se trata de uma padronização dos conteúdos da educação básica, pois a Base Comum

refere-se apenas a 60% dos conteúdos a serem trabalhados, deixando os sistemas de ensino livres

para escolher os demais 40%

e) Trata-se de uma política que garante maior autonomia aos docentes sobre os conteúdos a serem

lecionados, uma vez que define previamente a maior parte dos conteúdos de cada área de ensino e estes devem somente aplicá-los em suas aulas.

7. Não é correto o que se afirma na alternativa:

a) A educação de jovens e adultos será destinada àqueles que não tiveram acesso ou continuidade

de estudos na educação básica. Os sistemas de ensino assegurarão gratuitamente aos jovens e

aos adultos, que não puderam efetuar os estudos na idade regular, oportunidades educacionais apropriadas, consideradas as características do alunado, seus interesses, condições de vida e de trabalho, mediante cursos e exames.

b) Entende-se por educação especial, para os efeitos desta Lei, a modalidade de educação escolar

oferecida preferencialmente na rede regular de ensino, para educandos com deficiência, transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades ou superdotação. A oferta de educação especial, dever constitucional do Estado, tem início na faixa etária de zero a seis anos, durante a educação infantil.

c) Serão recursos públicos destinados à educação os originários de: receita de impostos próprios

da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios; receita de transferências

constitucionais e outras transferências; receita do salário-educação e de outras contribuições sociais; receita de incentivos fiscais; outros recursos previstos em lei.

d) Para efeito de cumprimento de exigências curriculares do ensino médio, os sistemas de ensino

poderão reconhecer, mediante regulamentação própria, conhecimentos, saberes, habilidades e competências, mediante diferentes formas de comprovação, como: demonstração prática; experiência de trabalho supervisionado ou outra experiência adquirida fora do ambiente escolar; atividades de educação técnica oferecidas em outras instituições de ensino; cursos oferecidos por centros ou programas ocupacionais; estudos realizados em instituições de ensino nacionais ou estrangeiras; e educação a distância ou educação presencial mediada por tecnologias.

8. Leia as afirmações sobre línguas de sinais e assinale a alternativa verdadeira:

(i ) “Para os usuários de línguas de sinais, as expressões faciais têm duas funções distintas:

expressar emoções e marcar estruturas gramaticais específicas, servindo para distinguir funções linguísticas, uma característica única das línguas de modalidade visual-espacial.”

(ii) “As línguas de sinais apresentam palavras em que não há relação direta entre a forma e o

significado.”

(iii)

“As línguas de sinais não são restringidas por regras.”

(iv)

“As línguas de sinais também apresentam o nível da forma e o nível do significado. Por exemplo,

as configurações por si só não apresentam significado, mas ao serem combinadas formam sinais

que significam alguma coisa.”

a) Não é correto o que está posto no item (i).

Questões Concurso Pedagogia. Materiais gratuitos, acesse:

http://questoesconcursopedagogia.com.br/

b) Não é correto o que está posto no item (ii).

c) Não é correto o que está posto no item (iii).

d) Não é correto o que está posto no item (iv).

9. Não é correto o que se afirma na alternativa de acordo com as novas mudanças na LDB:

a) No currículo do ensino fundamental, será ofertada a língua inglesa a partir do sexto ano.

b) O ensino da arte, especialmente em suas expressões regionais, constituirá componente curricular obrigatório da educação infantil.

c) A educação física, integrada à proposta pedagógica da escola, é componente curricular

obrigatório da educação infantil.

d) O ensino de língua portuguesa e matemática não serão obrigatórios no último ano do ensino

médio.

10. É correto acordo com as novas mudanças na LDB o que está escrito na alternativa:

a) Os currículos dos cursos de formação de docentes terão por referência a Base Nacional Comum

Curricular

b) Os currículos de ensino médio incluirão, obrigatoriamente, o estudo da língua inglesa.

c) A carga horária destinada ao cumprimento da Base Nacional Comum Curricular não poderá ser

superior a mil e duzentas horas da carga horária total do ensino médio, de acordo com a definição

dos sistemas de ensino.

d) No currículo do ensino fundamental, será ofertada a língua inglesa a partir do sexto ano.

Gabarito

1.C

2.A

3.C

4.D

5.A

6.C

7.A

8.C

9.D

10.D

Questões Concurso Pedagogia. Materiais gratuitos, acesse:

http://questoesconcursopedagogia.com.br/

Pr

epar

ação par

a
a

Concur sos 2 018

Simulado Teóricos da E ducação

SIMULADO

 

(E)

Na fase final da infância, quando a criança

QUESTÃO 1

 

usa da afetividade para conseguir atenção de pais e professores.

Na psicogenética de Henri Walon, a

dimensão afetiva ocupa lugar central, tanto do

ponto

de

vista da construção da pessoa

QUESTÃO 3

quanto do conhecimento. Ambos se iniciam num período que se estende ao longo do

primeiro ano de vida e que o autor denomina de

Segundo La Taille, Oliveira e Dantas (1992):

para Wallon, “a consciência afetiva é a

(A)

cognitivo-emocional.

forma pela qual o psiquismo emerge da vida orgânica: corresponde à sua primeira manifestação. Pelo vínculo imediato que instaura com o ambiente social, ela garante o acesso ao universo simbólico da cultura, elaborado e acumulado pelos homens ao longo da sua história”; – a partir da diferenciação entre afetividade e inteligência, “a história da construção da pessoa será constituída por uma sucessão pendular de momentos dominantemente afetivos ou dominantemente Cognitivos, não paralelos, mas integrados”. Segundo Fiorin (2006), para Bakhtin, “a

subjetividade é constituída pelo conjunto de relações sociais de que participa o sujeito. ( )

(B)

afetivo-compulsivo.

(C)

impulsivo-cognitivo.

(D)

impulsivo-emocional.

(E)

afetivo-cognitivo.

QUESTÃO 2

 

De acordo com Heloysa Dantas in La Taille (1992), a afetividade não é apenas uma das dimensões da pessoa, ela prepondera em uma fase do desenvolvimento. Para Wallon, em qual momento do desenvolvimento

humano a afetividade prevalece em relação à razão? (A) Na fase adulta, quando a pessoa necessita usar a afetividade para tomar decisões sobre seu futuro e suas relações.

princípio geral do agir é que o sujeito age

em relação aos outros; o indivíduo se constitui em relação ao outro”.Graças a estudos, como os mencionados acima, podemos entender o desenvolvimento humano como:

O

(B)

No seu momento inicial, logo que o

indivíduo sai da vida puramente orgânica, e que suas ações são puramente emocionais.

(C)

No início da adolescência, quando o

 

sujeito utiliza a afetividade como instrumento para lidar com as diferenças. (D) Na etapa em que, já idoso, o indivíduo

(A)

resultado, sempre provisório, das relações

afetivas que se originam na primeira infância e

que tendem a desaparecer com o surgimento

passa a usar mais afetividade recordando fatos do passado.

do

juízo moral.

Questões Concurso Pedagogia. Materiais gratuitos, acesse:

http://questoesconcursopedagogia.com.br/mais1200questoes/

(B)

maturidade emocional produzida pelo

(C) para Piaget, o homem não é social da mesma maneira aos seis meses ou aos vinte anos de idade. A socialização efetiva da

desenvolvimento da inteligência em situações

de conflito nas relações interpessoais.

capacidade de estabelecer relações

lógico-formais, desenvolvida pelas relações afetivas na primeira infância e pela escola a partir dos seis, sete anos. (D) síntese das relações sociais na família, na escola e nos contextos sociais mais amplos do trabalho e da participação política. (E) síntese das relações entre cognição e afeto, no contexto das relações dos indivíduos entre si e o seu meio físico, social e cultural.

(C)

inteligência só tem início por volta dos doze anos, quando a criança está no estágio operatório formal. Nos estágios anteriores, a inteligência é essencialmente individual, não há socialização.

(D)

na teoria piagetiana, a cooperação é o tipo

de relação interindividual que representa o mais baixo nível de socialização; é ela a responsável pelo desenvolvimento infantil. A cooperação necessária a esse

QUESTÃO 4

desenvolvimento tem seu início nas relações entre crianças pequenas, daí a importância de se promoverem brincadeiras em grupo.

Em uma reunião pedagógica, os docentes da EEEFM “Governador Sebastião Mendonça” discutiam algumas atividades desenvolvidas por alunos do 5.º ano do ensino fundamental. No calor da discussão, a professora Teresa Cristina teceu críticas a Piaget, dizendo que este pensador, embora de valor, desprezara o papel dos fatores sociais no desenvolvimento humano. Pedro Paulo, um dos colegas que lera a obra Piaget, Vygotsky, Wallon: teorias psicogenéticas em discussão (La Taille; Dantas; Oliveira, 1992), aparteou-a e disse-lhe que, segundo a obra lida:

(E)

para La Taille, o postulado de Wallon de

que o homem é “geneticamente social” (impossível de ser pensado fora do contexto

da

sociedade), não é válido para a teoria de

Piaget, pois para este, desde o nascimento, o desenvolvimento intelectual resulta, exclusivamente, da interação entre o sujeito e os objetos materiais com os quais convive.

QUESTÃO 5

 

Com base na Teoria Piagetiana, relacione os conceitos da primeira coluna de acordo com

(A) Piaget costuma ser criticado por “desprezar” o papel dos fatores sociais no desenvolvimento humano. Nada mais injusto, pois tal desprezo nunca existiu. O máximo que se pode dizer é que Piaget não se deteve longamente sobre a questão, tendo apenas situado as influências e determinações da interação social sobre o desenvolvimento da inteligência. (B) La Taille afirma que Piaget em nenhum momento omitiu de sua teoria os fatores sociais, muito pelo contrário, eles estão presentes em toda a sua obra, pois ele acreditava que todas as relações sociais são sempre favorecedoras do desenvolvimento. Jean Piaget não somente era adepto como também defendia esse otimismo social.

as

definições

apresentadas na segunda

coluna:

 

1.

Adaptação

 

2.

Assimilação

3.

Acomodação

4.

Organização

5.

Esquema

6.

Estrutura

7.

Invariantes

8.

Funcionais Estágio

(

)

É

a

unidade estrutural básica de

pensamento e ação. É usado para processar

e

identificar

a entrada de estímulos. É

construído pelo sujeito individualmente pelos

processos

de assimilação e acomodação.

Refere-se aos comportamentos possíveis à cada estrutura.

Questões Concurso Pedagogia. Materiais gratuitos, acesse:

http://questoesconcursopedagogia.com.br/mais1200questoes/

( ) É um dos componentes do desenvolvimento cognitivo. São maneiras de

organização do pensamento. São sistemas de esquemas que se relacionam e se conservam buscando o equilíbrio. É o ‘órgão’ que o indivíduo possui para se relacionar com o ambiente. As mudanças consistem no desenvolvimento intelectual.

( ) É um meio para compreender o processo

de desenvolvimento do ser humano. São formas de interagir com o ambiente que têm características semelhantes. Traduzem

diferentes formas de organização mental e de diferentes estruturas cognitivas. É um instrumento metodológico, de classificação, que descreve o desenvolvimento do pensamento ao longo de um continuum.

( ) É a tendência e habilidade de todas as

espécies de sistematizar seus processos em sistemas coerentes. Se não fosse essa

característica, a cada desequilíbrio o sistema acabaria.

( ) É a essência do funcionamento biológico e do funcionamento intelectual. Todos os organismos vivos possuem e ocorre por meio de dois processos básicos.

( ) É um processo cognitivo em que o sujeito integra um novo dado aos esquemas já

existentes de modo a incorporá-lo à estrutura existente do sistema e que explica o crescimento dos esquemas.

( ) É a variação de um esquema, a criação de novos esquemas ou a modificação de velhos esquemas, e que explicam o desenvolvimento dos esquemas.

( ) É um dos conceitos mais fundamentais da

teoria que explica o modo de funcionamento

intelectual e que constitui nossa herança biológica geral e permanece constante durante toda vida. A sequência CORRETA é:

a) 8, 4, 6, 7, 1, 2, 3, 5.

b) 5, 6, 8, 4, 1, 2, 3, 7.

c) 5, 6, 7, 1, 4, 3, 2, 8.

d) 8, 5, 6, 1, 4, 3, 2, 7.

QUESTÃO 6

Com relação aos estágios (ou estádios) de desenvolvimento, de acordo com aTeoria Piagetiana, assinale V para as sentenças VERDADEIRAS e F para as FALSAS.

( ) Os estágios do desenvolvimento são uma

maneira de explicar a organização mental e

as idades cronológicas são norteadoras

referindo-se às idades mais prováveis em que

a criança apresenta os comportamentos

descritos em cada estágio.

( ) A ordem de sucessão dos estágios é

constante, embora a criança possa omitir ou pular qualquer um dos estágios dependendo

dos estímulos do meio.

( ) O conceito de ‘estágio’ explica a forma de organização intelectual e pode ser compreendido como uma escada em que cada vez que o sujeito atinge um degrau superior, ou seja, uma estrutura mais complexa, deixa a estrutura menos complexa para trás evoluindo em seu pensamento.

( ) O estágio sensório-motor caracteriza-se

pela falta da função simbólica e por isso não

se pode considerar que haja inteligência

propriamente dita.

( ) O estágio pré-operatório tem início com as primeiras simbolizações rudimentares que aparecem no final do período sensório-motor, ou seja, há representação e por isso o pensamento não está mais preso aos eventos perceptivos e motores.

( ) O pensamento pré-operatório praticamente não pode ser considerado um pensamento

‘bom’ pelas características que ele apresenta

e que impedem que esse seja um

pensamento lógico. ( ) No período operatório concreto, os processos mentais da criança tornam-se lógicos, ou seja, a criança tem em seu

controle um sistema cognitivo coerente e integrado com o qual organiza e age no mundo.

( ) As operações formais constituem o ápice

do desenvolvimento intelectual; o estado final

de equilíbrio para o qual a evolução intelectual

Questões Concurso Pedagogia. Materiais gratuitos, acesse:

http://questoesconcursopedagogia.com.br/mais1200questoes/

vinha-se dirigindo desde o nascimento e, após este estágio, não há mais mudança qualitativa nas estruturas e sim mudanças quantitativas.

A sequência CORRETA é:

a) F, V, V, V, F, F, V, F.

b) V, V, F, V, V, F, F, V.

c) F, F, V, F, F, V, F, F.

d) V, F, F, F, V, V, V, V.

QUESTÃO 7

Com relação à construção do número na

perspectiva Piagetiana, leia as afirmativas

abaixo:

I. O número não é empírico por natureza, a criança o constrói através da abstração

reflexiva pela sua própria ação mental de colocar coisas em relação; o conceito de número não pode ser ensinado, pois a criança

o constrói por si mesma, pela sua capacidade

de pensar; a adição não precisa ser ensinada, posto que a própria construção do número envolve a repetida adição deste. Cada criança constrói o número criando e coordenando relações. II. O objetivo da matemática é aprimorar o raciocínio das crianças, tornando-as mais capazes de refletir sobre sua realidade. A construção do número acontece gradualmente por partes ao invés de tudo de uma vez, o que leva anos para ser construído. A conservação, classificação e seriação são necessárias à construção da noção de número pela criança, sendo que essas estruturas bem trabalhadas na pré-escola possibilitarão à criança dispor

de instrumentos intelectuais para compreender o conceito numérico e as operações como adição, subtração, divisão e multiplicação. III. O número é uma relação criada mentalmente pelo indivíduo. A criança constitui o número em função da sua sucessão natural, e essa construção ocorre junto com as operações da lógica de classificação e seriação, ou seja, o número operatório é a síntese de duas entidades

lógicas: da inclusão de classe e da ordem serial, que a criança elabora por abstração reflexiva. A construção do número também está relacionada aos princípios da conservação, que é uma condição necessária de toda atividade racional, inclusive do pensamento aritmético. IV. Piaget estava muito mais interessado naquilo que poderíamos chamar de prontidão

para números do que nas realizações aritméticas como tais. Seu objetivo foi o de investigar e diagnosticar a evolução de capacidades relacionadas à noção numérica muito mais sutis e básicas do que aquelas envolvidas nas conhecidas operações elementares de contar, somar, subtrair, etc. Estão CORRETAS as afirmativas:

a) I e III, apenas.

b) II e IV, apenas.

c) I, II e III, apenas.

d) I, II, III e IV.

QUESTÃO 8

As reflexões teóricas sobre o processo ensino-aprendizagem permitem identificar o movimento de ideias de diferentes correntes acerca dessa problemática. Sobre esse assunto e de acordo com a teorização de Piaget, julgue os itens:

I. As contribuições da teoria construtivista de Piaget, sobre a construção do conhecimento e os mecanismos de influência educativa, têm chamado a atenção para os processos sociais

e coletivos, que têm lugar em um contexto

exclusivamente focado no âmbito interpessoal

e que procuram analisar como os alunos

aprendem, estabelecendo uma estreita relação com os processos de ensino em que estão conectados. II. Segundo Piaget, o pensamento é a base em que se assenta a aprendizagem, é o modo pelo qual a inteligência se manifesta, e a inteligência é fenômeno biológico

Questões Concurso Pedagogia. Materiais gratuitos, acesse:

http://questoesconcursopedagogia.com.br/mais1200questoes/

condicionado pela base neurônica do cérebro e do corpo, sujeito ao processo de maturação do organismo. A inteligência desenvolve uma estrutura e um funcionamento, sendo a estrutura, de acordo com o autor, fixa e acabada. III. Piaget destacou a importância de uma hierarquia de tipos de aprendizagem que vão desde a simples associação de estímulos à complexidade da solução de problemas. Para este autor, a classificação de tipos de aprendizagem indica a necessidade de

utilização de diferentes estratégias de ensino. IV. Toda aprendizagem precisa ser significativa para o aluno, de forma não mecanizada, e deve estar relacionada com os conhecimentos, experiências, vivências do aluno. Toda aprendizagem é pessoal, precisa visar objetivos realísticos, necessita ser processo contínuo e estar embasada em um bom relacionamento entre os elementos do processo (aluno, professor, colegas). É correto o que se afirma em:

a) todas as afirmativas são corretas.

b) I, III e IV, apenas.

c) III, apenas.

d) IV, apenas.

QUESTÃO 9

Para Piaget, o juízo moral, assim como o desenvolvimento, é permeado por fases distintas e diretamente ligado ao modo pelo qual o sujeito relaciona-se com as outras pessoas. Na heteronomia, que vai dos 6 até 10/11 anos de idade, a criança internaliza as regras, toma consciência delas, pois já pode separar físico de psíquico. A isso, Piaget denomina realismo moral. Assinale a alternativa que apresenta exemplo de realismo moral. (A) A reciprocidade, pois a noção de justiça supera a fase do estrito igualitarismo para basear-se na equidade. Os castigos convertem-se, assim, em algo motivado, não necessário e recíproco.

(B) A criança não segue regras coletivas.

Quando se depara com crianças dessa idade, percebe-se o que se chama de monólogo coletivo, pois estas estão na fase de egocentrismo.

(C) A criança passa a tomar decisões por si

mesma, analisando e compreendendo as

regras de cunho universal.

(D) A criança prefere brincadeiras individuais,

analisa as regras de cunho universal e passa

a segui-las, tomando decisões por si mesma,

sem o referendo dos pais. (E) A consideração da responsabilidade centrando-se unicamente nas consequências materiais da ação, sem levar em conta a intenção que move a ação nem as circunstâncias que a rodeiam.

QUESTÃO 10

Sobre a construção do conhecimento,

marque V para verdadeiro ou F para falso e, em seguida, assinale a alternativa que apresenta a sequência correta.

( ) Segundo a teoria piagetiana, no processo de formação dos conceitos científicos, as formas culturais internalizam-se durante o

desenvolvimento dos indivíduos e é o material simbólico que possibilita sua relação com os objetos do conhecimento.

( ) Pode-se afirmar que tanto Vygotsky quanto Piaget, em suas teorias, deram destaque à atividade do sujeito na aquisição do conhecimento e ao qualitativo das mudanças no desenvolvimento.

( ) Analisando o processo de desenvolvimento

da escrita na criança, Vygotsky assevera que

a mecânica de ler o escrito, estimulada nas

escolas, conduz necessariamente ao domínio da linguagem escrita.

( ) É correto afirmar que as ideias de Piaget sobre o desenvolvimento da criança centraram-se tão somente na teoria da equilibração das estruturas cognoscitivas, desconsiderando os fatores sociais que

Questões Concurso Pedagogia. Materiais gratuitos, acesse:

http://questoesconcursopedagogia.com.br/mais1200questoes/

incidem no desenvolvimento e que surgem mais tardiamente na obra de Vygotsky.

(A)

(B)

(C)

(D)

(E)

F/ V/ F/ V V/ V/ V/ F V/ F/ F/ V F/ V/ F/ F F/ F/ V/ V

Esse simulado faz parte do Material Completo que se encontra na página:

http://questoesconcursopedagogia

.com.br/mais1200questoes/

GABARITO

01 – B; 02 – D; 03 – D; 04 – D; 05 – E; 06 – D; 07 – A; 08 – D; 09. D; 10. E;

Material

Concurso Professor:

http://www.simuladoprofessor.com.br/

Completo

Para

Materiais para concurso por área:

Educação

Física:

http://simuladosquestoes.com.br/concursoprof

essor/educacaofisica/

Ciências:

http://simuladosquestoes.com.br/concursoprof

essor/ciencias/

Artes:

http://simuladosquestoes.com.br/concursoprof

essor/artes/

Geografia:

http://simuladosquestoes.com.br/concursoprof

essor/geografia/

História:

http://simuladosquestoes.com.br/concursoprof

essor/historia/

Inglês:

http://simuladosquestoes.com.br/concursoprof

essor/ingles/

Matemática:

http://simuladosquestoes.com.br/concursoprof

essor/matematica/

Português:

http://simuladosquestoes.com.br/concursoprof

essor/portugues/

Química:

http://simuladosquestoes.com.br/concursoprof

essor/quimica/

Questões Concurso Pedagogia. Materiais gratuitos, acesse:

http://questoesconcursopedagogia.com.br/mais1200questoes/

Preparação para Concursos 2017 Simulado Currículo

SIMULADO

QUESTÃO 1

Marque (V), se a assertiva for verdadeira, ou (F), se a assertiva for falsa. Acerca da organização do trabalho pedagógico, a opção por um modelo de gestão participativa tem por objetivos a melhoria da qualidade pedagógica do processo educacional, a busca de maior sentido de realidade e atualidade para o currículo escolar e o aumento do profissionalismo dos professores. ( ) FALSA. ( ) VERDADEIRA.

QUESTÃO 2

O sistema educacional brasileiro ainda não se modificou o suficiente para atender às especificidades e necessidades educativas dos alunos com deficiências graves. Em virtude disso, o Referencial Curricular Nacional (1998) e as Estratégias e Orientações para a educação de crianças com NEE recomendam o trabalho conjunto, a parceria e apoio dos serviços especializados para avaliação, atendimento às necessidades especificas e orientação para adaptações e complementações curriculares, visando ao acesso desses alunos:

a) Ao currículo desenvolvido na escola comum. b) Ao currículo desenvolvido na escola especial. c) À sociedade letrada. d) Aos esportes. e) A integração curricular entre atendimento especial e escola especial.

QUESTÃO 3

. Marque (V), se a assertiva for verdadeira, ou (F), se a assertiva for falsa. No âmbito

escolar, o termo planejamento é empregado estritamente em referência a ações administrativas, não abrangendo as

pedagógicas, como a elaboração do currículo.

( ) FALSA. ( ) VERDADEIRA.

QUESTÃO 4

Marque (V), se a assertiva for verdadeira, ou (F), se a assertiva for falsa. Currículos elaborados com base no princípio de que a função da educação é a formação do homem devem contemplar a aprendizagem de conteúdos importantes para assegurar a inserção do educando no mercado de trabalho.

( ) FALSA. ( ) VERDADEIRA

QUESTÃO 5

Segundo Zabalza, o currículo aparece como o itinerário formativo de uma etapa escolar na qual caminham juntos os objetivos da educação. No que se refere às competências lógico- formais, a criança deve envolver-se em:

I. Saber vincular sua produção visual com as operações de classificar, dividir, sequenciar e captar as correlações existentes entre significante e significado; II. Produzir intuições espaciais múltiplas, reconhecendo o campo das categorias topológicas como direita-esquerda, acima- abaixo; III. Diante de objetos naturais ou artificiais realizar intuições lógicas como classificação, subdivisão e sequenciação. São corretas as afirmações:

a) Todas.

b) b) Apenas I e II.

c) c) Apenas II e III.

d) d) Apenas I e III.

Questões Concurso Pedagogia. Materiais gratuitos, acesse:

http://questoesconcursopedagogia.com.br/

 

(D) Em

cada

sistema

de

ensino

e

QUESTÃO 6

estabelecimento escolar, por uma parte diversificada.

“É a redefinição do sentido dos conteúdos de ensino, de modo a atribuir sentido prático aos saberes escolares, abandonando a preeminência dos saberes disciplinares para se centrar em competências supostamente verificáveis em situações e tarefas específicas."

a) Currículo por disciplina;

(E)

Pela oferta obrigatória de duas línguas

estrangeiras, a partir da 7ª série.

 

QUESTÃO 9

Tendo como base a definição de currículo oculto, amplamente difundida entre os teóricos da educação, pode-se afirmar que, o que se percebe e aprende nele são (A) conteúdos culturais apresentados aos alunos de cada série sob o ponto de vista de temas interdisciplinares.

b) Currículo por competência;

c) Currículo por tarefa;

d) Currículo por desempenho.

QUESTÃO 7

(B)

conhecimentos sistematizados de forma

gradual.

 

Segundo a LDB (Lei no 9394/96), os currículos do ensino fundamental e médio devem ter uma base nacional comum, a ser complementada, em cada sistema de ensino e estabelecimento escolar, por uma parte:

obrigatória, desenvolvida pelo estudo da

(A)

(C)

conteúdos

programáticos

oriundos

dos

livros didáticos. (D) fatos e fenômenos da ciência e da atividade cotidiana. (E) atitudes, comportamentos, valores e orientações.

língua portuguesa e da matemática.

   

(B)

diversificada, exigida pelas características

QUESTÃO 10

regionais e locais da sociedade, da cultura, da

 

economia e da clientela. (C) facultativa, assegurada pelo ensino

É o conceito que designa um programa educativo centrado na defesa da diversidade cultural e que tem como finalidade o desenvolvimento de uma cultura ampla:

religioso, visando à formação espiritual do educando.

(D)

transversal, demandada pela integração

A) Currículo Hegemônico;

 

das disciplinas da base comum do currículo e as diversidades socioculturais das comunidades. (E) específica, oferecida pelo conhecimento do mundo físico e natural e da realidade social e política da população brasileira.

QUESTÃO 8

B) Currículo Explícito;

C) Currículo Multicultural;

D) Currículo Implícito.

 

Os currículos do ensino fundamental e médio devem ter uma base nacional comum, a ser complementada:

(A)

Pelo ensino da arte, componente curricular

da parte diversificada, não obrigatório. (B) Pela educação física, componente do ensino fundamental, exclusivamente. (C) Pela parte diversificada, incluída obrigatoriamente apenas no ensino médio.

 

Questões Concurso Pedagogia. Materiais gratuitos, acesse:

 

http://questoesconcursopedagogia.com.br/

Esse simulado faz parte do Material Completo que se encontra na página:

http://questoesconcursopedagogia.com.br/mais1200questoes/

GABARITO

1. C

2. A

3. F

4. F

5. C

6. B

7. B

8. D

9. E

10.C

Olá, tudo bem? Sou professor Luiz Carlos Melo.

Perfil no facebook:

https://www.facebook.com/luizcarlos.melo.127

Fanpage:

https://www.facebook.com/superpreparado/

Canal no Youtube:

https://www.youtube.com/channel/UCZ3D5VBLZW1lacEE89nMJgg

Questões Concurso Pedagogia. Materiais gratuitos, acesse:

http://questoesconcursopedagogia.com.br/

SIMULADO – A AVALIAÇÃO E A LEGISLAÇÃO EDUCACIONAL SIMULADO – A AVALIAÇÃO E A LEGISLAÇÃO

SIMULADO – A AVALIAÇÃO E A LEGISLAÇÃO EDUCACIONAL

SIMULADO – A AVALIAÇÃO E A LEGISLAÇÃO EDUCACIONAL

1. (BIG ADVICE/2017) Assinale a alternativa incorreta sobre a avaliação na Educa-

ção Especial:

a) No decorrer do processo educativo deverá ser realizada uma avaliação pedagó-

gica dos alunos que apresentam necessidades educacionais especiais, objetivando identificar barreiras que estejam impedindo ou dificultando o processo educativo em suas múltiplas dimensões.

b) A avaliação na Educação Especial deverá levar em consideração todas as variá-

veis: as que incidem na aprendizagem com cunho individual; as que incidem no en-

sino, como as condições da escola e da prática docente; as que inspiram diretrizes gerais da educação, bem como as relações que se estabelecem entre todas elas.

c) Ao contrário do modelo clínico tradicional e classificatório, a ênfase da avaliação

recai no desenvolvimento e na aprendizagem do aluno, bem como na melhoria da instituição escolar.

d) A avaliação constitui-se em processo contínuo e permanente de análise das

variáveis que interferem no processo de ensino e de aprendizagem, objetivando identificar potencialidades e necessidades educacionais dos alunos e das condições da escola e da família.

e)

N.D.A.

2.

(CESGRANRIO/2016)

das condições da escola e da família. e) N.D.A. 2. (CESGRANRIO/2016) www.grancursosonline.com.br 1 de 12
SIMULADO – A AVALIAÇÃO E A LEGISLAÇÃO EDUCACIONAL Se um jovem sai de uma escola

SIMULADO – A AVALIAÇÃO E A LEGISLAÇÃO EDUCACIONAL

Se um jovem sai de uma escola obrigatória, persuadido de que as moças, os negros ou os muçulmanos são categorias inferiores, pouco importa que saiba gramática, álgebra ou uma língua estrangeira. A escola terá falhado drasticamente.

PERRENOUD, Philippe. Dez novas competências para ensinar. Porto Alegre: Artmed, 2000, p. 147.

A charge de Alexandre Beck e o texto de Philippe Perrenoud apontam, respectiva- mente, os seguintes desafios atuais do currículo:

a) a avaliação formativa e a educação para a cidadania.

b) a avaliação formativa e a pedagogia de projetos.

c) a pedagogia de projetos e o ensino de competências.

d) a pedagogia de projetos e o respeito às diferenças.

e) a educação para a cidadania e o respeito às diferenças.

3. (CESGRANRIO/2016) Nas Diretrizes Nacionais para a Educação Básica: Diver- sidade e Inclusão (2013), a avaliação é fundamentada pela concepção de educa- ção e compreendida em três dimensões, que devem ser contempladas no projeto

político-pedagógico da instituição escolar, norteadoras das relações entre gestão escolar, professor, estudante, conhecimento e sociedade. Sobre as três dimensões avaliativas, é CORRETO afirmar:

a) A Avaliação da Aprendizagem refere-se às habilidades, conhecimentos, princí-

pios e valores dos sujeitos do processo educativo, articulados aos princípios da edu- cação básica; A Avaliação Institucional Interna considera a regulamentação vigente

para revisão de objetivos e metas, mediante ação dos segmentos da comunidade escolar, pressupõe indicadores institucionais e clareza quanto à qualidade social das aprendizagens e da escola; A Avaliação Institucional Externa é promovida por órgãos superiores dos sistemas educacionais, inclui pesquisas, provas, dados esta-

tísticos e decorrentes de supervisão in loco, ou dados que a substituam.

SIMULADO – A AVALIAÇÃO E A LEGISLAÇÃO EDUCACIONAL b) A Avaliação da Aprendizagem refere-se às

SIMULADO – A AVALIAÇÃO E A LEGISLAÇÃO EDUCACIONAL

b) A Avaliação da Aprendizagem refere-se às habilidades, conhecimentos, prin-

cípios e valores dos sujeitos do processo educativo, articulados aos princípios da educação básica; A Avaliação Institucional Interna é promovida por órgãos superio-

res dos sistemas educacionais, inclui pesquisas, provas, dados estatísticos e decor- rentes de supervisão in loco, ou dados que a substituam; A Avaliação Institucional Externa considera a regulamentação vigente para revisão de objetivos e metas, mediante ação dos segmentos da comunidade escolar, pressupõe indicadores insti- tucionais e clareza quanto à qualidade social das aprendizagens e da escola.

c) A Avaliação da Aprendizagem considera a regulamentação vigente para revi-

são de objetivos e metas, mediante ação dos segmentos da comunidade escolar, pressupõe indicadores institucionais e clareza quanto à qualidade social das apren-

dizagens e da escola; A Avaliação Institucional Interna refere-se às habilidades, conhecimentos, princípios e valores dos sujeitos do processo educativo, articulados aos princípios da educação básica; A Avaliação Institucional Externa é promovida por órgãos superiores dos sistemas educacionais, inclui pesquisas, provas, dados estatísticos e decorrentes de supervisão in loco, ou dados que a substituam.

d) Não há diretrizes específicas que tratem de três dimensões avaliativas nas ins-

tituições, em função de haver autonomia escolar sobre como orientarem seus pro- pósitos avaliativos.

e) A Avaliação da Aprendizagem é promovida por órgãos superiores dos sistemas

educacionais, inclui pesquisas, provas, dados estatísticos e decorrentes de supervi-

são in loco, ou dados que a substituam; A Avaliação Institucional Interna considera a regulamentação vigente para revisão de objetivos e metas, mediante ação dos segmentos da comunidade escolar, pressupõe indicadores institucionais e clareza quanto à qualidade social das aprendizagens e da escola; A Avaliação Institucio- nal Externa é promovida por órgãos superiores dos sistemas educacionais, exclui pesquisas, provas, dados estatísticos e são unicamente decorrentes de supervisão

in loco.

SIMULADO – A AVALIAÇÃO E A LEGISLAÇÃO EDUCACIONAL 4. (COLÉGIO PEDRO II/2016) O artigo 32

SIMULADO – A AVALIAÇÃO E A LEGISLAÇÃO EDUCACIONAL

4. (COLÉGIO PEDRO II/2016) O artigo 32 das Diretrizes Nacionais da Educação Básica trata da avaliação e assim expressa:

A avaliação dos alunos, a ser realizada pelos professores e pela escola como

parte integrante da proposta curricular e da publicação do currículo, é redimensio- nadora da ação pedagógica. Com vistas a assumir um caráter processual, formativo e participativo, além de ser cumulativa e diagnóstica, a avaliação pressupõe essencialmente

a) a contextualização dos conteúdos, assegurando que a aprendizagem seja rele-

vante e significativa.

b) a obrigatoriedade de promover a aceleração de estudos para alunos com defa-

sagem de idade-série.

c) a decisão sobre a utilização de abordagens e estratégias, a fim de garantir o

cumprimento do conteúdo pré-definido.

d) a flexibilização do trabalho docente na escolha de estratégias e abordagens que

atendam às necessidades dos alunos.

5. (COPEVE-UFAL/2017) A mudança para o Ensino Fundamental de Nove Anos, no qual as crianças ingressam com seis anos no primeiro ano e não mais com sete anos na primeira série, faz com que se repense o trabalho a ser realizado, conside- rando-se as suas características.

RAPOPORT, Andrea; FERRARI, Andrea; SILVA, João Alberto da. A criança de seis anos e o primeiro ano do ensino fundamental. In: RAPOPORT, A; SARMENTO, D.; NÖMBERG, M.; PACHECO, S. (Orgs.). A criança de seis anos: no ensino fundamental. Porto Alegre: Mediação, 2009, p. 9.

A mudança na Lei descrita no enunciado permitiu aos professores do ensino infantil

a) modificar os procedimentos de avaliação.

b) ampliar as oportunidades de qualificação.

c) descartar a obrigatoriedade de alfabetizar.

d) repensar as estratégias de curricularização.

e) alterar a permanência dos alunos na escola.

SIMULADO – A AVALIAÇÃO E A LEGISLAÇÃO EDUCACIONAL 6. (FUNDEP/2016) Segundo a Lei Nº 9394/96

SIMULADO – A AVALIAÇÃO E A LEGISLAÇÃO EDUCACIONAL

6. (FUNDEP/2016) Segundo a Lei Nº 9394/96 – Diretrizes e bases da educação na-

cional, antes de cada período letivo, as instituições de ensino superior informarão

aos interessados, EXCETO:

a)

Os programas dos cursos e demais componentes curriculares.

b)

O reconhecimento do curso.

c)

A qualificação dos professores.

d)

Os critérios de avaliação.

7.

(PREFEITURA DE RIO DE JANEIRO – RJ/2016) O Parecer da Câmara de Educação

Básica do Conselho Nacional de Educação nº 04 de 1998 esclarece que os sistemas

de ensino possuem autonomia para desenvolver suas áreas curriculares. Contudo,

deixa claro que as propostas pedagógicas das escolas devem integrar bases teóri-

cas que favoreçam a organização dos conteúdos do paradigma curricular da Base

Nacional Comum e sua Parte Diversificada, visando ser coerente:

a)

na legislação, no controle e no monitoramento.

b)

na programação, na execução e no monitoramento.

c)

no currículo oculto, no currículo formal e no currículo real.

d)

no planejamento, desenvolvimento e avaliação das práticas pedagógicas.

8.

(CESPE/2017) Julgue o item a seguir de acordo com a legislação que dispõe

sobre a educação brasileira e com as disposições e normas estabelecidas pelo Con-

selho de Educação do DF (CEDF).

Os componentes curriculares da parte diversificada são objeto de avaliação do es-

tudante, incluem-se no cômputo da carga horária e são objeto da avaliação a que

os estudantes são submetidos, devendo constar nos documentos de escrituração

escolar.

SIMULADO – A AVALIAÇÃO E A LEGISLAÇÃO EDUCACIONAL 9. (CESGRANRIO/2016) Na primeira reunião do ano,

SIMULADO – A AVALIAÇÃO E A LEGISLAÇÃO EDUCACIONAL

9. (CESGRANRIO/2016) Na primeira reunião do ano, a diretora de uma escola mu-

nicipal planejou com sua equipe o trabalho a ser desenvolvido com as turmas de

Educação Infantil, discutindo especialmente as formas de avaliação das crianças e

a distribuição de carga horária pelos dias de trabalho educacional.

Nessa reunião, eles verificaram que, conforme o disposto na Lei nº 9.394/1996 e

suas alterações posteriores, a avaliação deve ser feita mediante

a) realização de provas subjetivas, com o objetivo de promoção para o acesso ao

Ensino Fundamental, e carga horária mínima anual de 700 horas, distribuídas por

um mínimo de 200 dias de trabalho educacional.

b) realização de provas objetivas visando à promoção para o acesso ao Ensino Fun-

damental e Médio, e carga horária mínima anual de 900 horas, distribuídas por um

mínimo de 250 dias de trabalho educacional.

c) acompanhamento e registro do desenvolvimento das crianças, sem o objeti-

vo de promoção, mesmo para o acesso ao Ensino Fundamental, e carga horária

mínima anual de 800 horas, distribuídas por um mínimo de 200 dias de trabalho

educacional.

d) acompanhamento e registro do desenvolvimento das crianças, e provas objeti-

vas, com a finalidade de promoção para o acesso ao Ensino Fundamental, e carga

horária anual de, no mínimo, 850 horas, distribuídas por um mínimo de 200 dias

de trabalho educacional.

e) acompanhamento e registro do desenvolvimento das crianças, sem o objeti-

vo de promoção, mesmo para o acesso ao Ensino Fundamental, e carga horária

mínima anual de 700 horas, distribuídas por um mínimo de 180 dias de trabalho

educacional.

10. (CESPE/2017) Tendo como referência a legislação educacional brasileira e do

DF, julgue o item a seguir.

SIMULADO – A AVALIAÇÃO E A LEGISLAÇÃO EDUCACIONAL O sistema permanente de avaliação educacional do

SIMULADO – A AVALIAÇÃO E A LEGISLAÇÃO EDUCACIONAL

O sistema permanente de avaliação educacional do DF tem como princípio a cen-

tralidade no conteúdo das aprendizagens.

11. (CESPE/2017) Com relação aos elementos constitutivos da operacionalização

das Diretrizes Curriculares Nacionais Gerais para a Educação Básica, julgue o item

seguinte.

A avaliação das redes de educação básica deve ocorrer entre os pares, aos quais

cabe elaborar o relatório das condições da unidade escolar.

12. (PREFEITURA DO RIO DE JANEIRO – RJ/2016) Em uma determinada escola,

no início do ano, professores se organizavam para planejar a proposta pedagógica

para o ano letivo. Um grupo de professores entregou à Coordenação Pedagógica

sua listagem de conteúdos que seriam desenvolvidos ao longo do ano e preparava-se

para ir embora. A direção da escola solicitou que permanecessem para a reunião de

planejamento com todo o corpo docente. A diretora tomou essa iniciativa baseada

na Lei de Diretrizes e Bases da Educação nº 9394, de 20 de novembro de 1996, que

anuncia em seu Art. 13, que docentes incumbir-se-ão de:

a) ministrar os dias letivos e horas-aula estabelecidos, além de participar integral-

mente dos períodos dedicados ao planejamento, à avaliação e ao desenvolvimento

profissional.

b) ministrar os dias letivos e horas-aula estabelecidos, além de participar faculta-

tivamente dos períodos dedicados ao planejamento, à avaliação e ao desenvolvi-

mento profissional.

c) elaborar e cumprir plano de trabalho, segundo sua proposta pedagógica, garan-

tindo assim a autonomia pedagógica do docente.

d) elaborar e cumprir plano de trabalho, segundo a proposta pedagógica do esta-

belecimento de ensino.

SIMULADO – A AVALIAÇÃO E A LEGISLAÇÃO EDUCACIONAL 13. (CESGRANRIO/2016) Um dos grandes desa fi

SIMULADO – A AVALIAÇÃO E A LEGISLAÇÃO EDUCACIONAL

13. (CESGRANRIO/2016) Um dos grandes desafios da educação inclusiva é desen-

volver na escola a prática de currículos adaptados que possam atender às diferen-

ças na aprendizagem significativa, à qual se chega pela interação (sistematizada e

dirigida) do sujeito com o objeto.

A aprendizagem significativa supõe

a) valorização dos conhecimentos prévios dos alunos e adequado trabalho de in-

corporação dos novos conhecimentos.

b) seleção de livros didáticos e confecção de materiais ilustrativos dos temas.

c) exclusividade no uso da memorização e da repetição dos temas.

d) avaliação única com análise e comentários do professor.

e) análise dos resultados obtidos e reforço nos temas que apresentem maior difi-

culdade.

14. (COPEVE-UFAL/2017) O Título IV da Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996,

estabelece a “Organização da Educação Nacional”, definindo incumbências aos en-

tes federativos (União, Estados, Distrito Federal e Municípios). Acerca das incum-

bências relativas à União, assinale a alternativa correta.

a) Exercer função redistributiva e supletiva para que os demais entes da federação

consigam atingir o atendimento prioritário à escolaridade obrigatória.

b) Normatizar acerca do funcionamento, extinção e outros aspectos relativos aos

cursos de graduação e pós-graduação nas instituições públicas e privadas de ensino.

c) Apresentar um Plano Nacional de Educação elaborado por seu corpo de técnicos,

que servirá de referência aos Estados, Distrito Federal e Municípios na elaboração

de seus próprios planos.

d) Financiar os entes federativos para que montem seus próprios processos de

avaliação do rendimento escolar no ensino médio e superior, objetivando a defini-

ção de diretrizes para a melhoria do ensino.

SIMULADO – A AVALIAÇÃO E A LEGISLAÇÃO EDUCACIONAL e) Fiscalizar a elaboração e implementação de

SIMULADO – A AVALIAÇÃO E A LEGISLAÇÃO EDUCACIONAL

e) Fiscalizar a elaboração e implementação de um sistema de avaliação das ins-

tituições de ensino superior estaduais e municipais, garantindo que aqueles entes encaminhem uma contínua prática avaliativa.

15. (CESPE/2017) Com relação às Diretrizes Pedagógicas para Organização Escolar

do 3º Ciclo para as Aprendizagens, julgue o próximo item. A organização do trabalho pedagógico no 3º ciclo para as aprendizagens deve ser composta por estratégias de intervenção pedagógica pautadas na avaliação soma- tiva, isto é, no critério meritocrático — ao estudante será atribuída nota conforme seu rendimento em provas e testes objetivos.

16. (CESPE/2017) Com relação aos elementos constitutivos da operacionalização

das Diretrizes Curriculares Nacionais Gerais para a Educação Básica, julgue o item

seguinte. Os elementos constitutivos que viabilizam a operacionalização dessas diretrizes são: o projeto político-pedagógico; o regimento escolar; o sistema de avaliação; a gestão democrática; a organização da escola; o professor; e o programa de forma- ção docente.

17. (VUNESP/2016) É correto afirmar que, conforme o estabelecido no inciso V do

artigo 24 da LDBEN n° 9.394/1996, a verificação do rendimento escolar observará, entre outros, o seguinte critério:

a) avaliação contínua e cumulativa do desempenho do aluno, com prevalência dos

aspectos quantitativos sobre os qualitativos.

b) possibilidade de avanço nos cursos e nas séries mediante verificação de apren-

dizagem.

c) obrigatoriedade de aceleração de estudos para alunos com atraso escolar, inde-

pendentemente da verificação de aprendizado.

SIMULADO – A AVALIAÇÃO E A LEGISLAÇÃO EDUCACIONAL d) obrigatoriedade de estudos de recuperação paralela,

SIMULADO – A AVALIAÇÃO E A LEGISLAÇÃO EDUCACIONAL

d) obrigatoriedade de estudos de recuperação paralela, de preferência fora do pe-

ríodo letivo, para os casos de baixo rendimento escolar.

e) obrigatoriedade de aplicação de provas finais como condição para o avanço nos

cursos e nas séries.

18. (VUNESP/2016) É correto afirmar que, conforme o artigo 31 da LDBEN n° 9.394/1996, uma das regras comuns à organização da Educação Infantil, dentre outras, é:

a) avaliação mediante acompanhamento e registro do desenvolvimento das crian-

ças com o objetivo de promoção para o ensino fundamental.

b) carga horária mínima anual de 800 (oitocentas) horas, distribuídas por um total

de 180 (cento e oitenta) dias letivos.

c) atendimento à criança de no mínimo 4 (quatro) horas diárias para o turno par-

cial e de 8 (oito) horas para a jornada integral.

d) controle de frequência pela instituição de educação pré-escolar, exigida a frequ-

ência mínima de 50% (cinquenta por cento) do total de horas.

e) expedição de documentação que permita atestar os processos de desenvolvi-

mento e aprendizagem da criança.

19. A Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB), sancionada em dezembro de 1996, estabelece que a “avaliação far-se-á mediante o acompanhamento e registro do seu desenvolvimento, sem o objetivo de promoção, mesmo para o acesso ao

ensino fundamental”. Assim, de acordo com a LDB, sobre a prática da avaliação na educação infantil, é correto afirmar que

a) as notas devem ser substituídas por conceitos do tipo: ótimo, bom, regular ou

fraco.

b) no acompanhamento do desenvolvimento infantil, só serão registrados os fatos

positivos.

SIMULADO – A AVALIAÇÃO E A LEGISLAÇÃO EDUCACIONAL c) a passagem da pré-escola para o

SIMULADO – A AVALIAÇÃO E A LEGISLAÇÃO EDUCACIONAL

c) a passagem da pré-escola para o ensino fundamental será decidida pelo Conse-

lho de Classe.

d) a aprovação do aluno deve estar condicionada ao seu desempenho global, e não

aos conteúdos.

e) a avaliação deve ter caráter formativo, sem produzir notas ou reprovações ao

final de cada ciclo.

20. A avaliação escolar tem três funções possíveis: somativa, diagnóstica e forma-

tiva. A ênfase dada pela pedagogia tradicional à avaliação somativa deu lugar, nas

últimas décadas, à avaliação formativa, por ser mais compatível com as concep-

ções contemporâneas do educando como agente da sua aprendizagem, bem como

com a busca de um desenvolvimento autônomo e preservação da autoestima.

Em toda a educação básica e, particularmente, na educação infantil, a avaliação

formativa deve ser priorizada.

Pode-se considerar uma boa prática de avaliação formativa

a) o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM).

b) esta prova de concurso que você está respondendo.

c) a Provinha Brasil, que afere o desempenho da leitura no 1º ano do EF.

d) portfólio ou os registros dos trabalhos sobre a vida escolar de cada aluno.

e) os testes aplicados na seleção de candidatos a emprego pelos setores de RH.

1. 2. 3. 4. 5. 6. 7. 8. 9. 10. 11. 12. 13. 14. 15.

1.

2.

3.

4.

5.

6.

7.

8.

9.

10.

11.

12.

13.

14.

15.

16.

17.

18.

19.

20.

E

E

A

D

C

B

D

C

C

E

E

A

A

A

E

C

B

E

E

D

SIMULADO – A AVALIAÇÃO E A LEGISLAÇÃO EDUCACIONAL

GABARITO