Vous êtes sur la page 1sur 4

Cartilha de Mecânica Básica e Noções sobre o funcionamento do veiculo

 Ignição por centelha _ (motor de carburação ou


Conhecendo o seu veiculo injeção eletrônica).
Para que você tenha mais segurança ao dirigir seu  Ignição por compressão _ (motor diesel)
veículo, é importante que possua algum conhecimento
sobre mecânica. Assim, saberá o que fazer quando Motor de carburação – são aqueles cuja mistura ar -
acontecer um problema, conduzindo seu veículo ao combustível é preparada fora dos cilindros e inflamada
serviço especializado. Conhecendo o seu veículo, além por uma centelha elétrica no interior dos cilindros (são
de garantir a segurança, você contribuirá na motores a álcool, gasolina, GNV, querosene).
preservação do meio ambiente.
O Código de Trânsito Brasileiro visa principalmente à Motor com ignição eletrônica _ nos atuais motores
segurança. com injeção eletrônica, a mistura é feita no duto de
Os itens de manutenção que afetam diretamente a admissão, próximo à válvula de admissão, e inflamada
segurança são: direção, freios, suspensão, pneus, por uma centelha elétrica no interior dos cilindros.
faróis, lanternas, sinalizadores, limpador de para- Ambos a função é a mesma.
brisa e buzina. O sistema baseia-se num microprocessador que faz
todo o gerenciamento do motor, controlando o seu
Veiculo funcionamento de forma mais adequada possível. Este
Um veiculo é composto de duas partes: Carroceria e sistema veio substituir os convencionais sistemas de
Chassi, que podem ser complementados com alimentação por carburador e ignição eletrônica
acessórios. transistorizada. Isso significa que o mesmo cuida de
Carroceria é a parte do veiculo destinada a acomodar todo o processo térmico do motor, como a preparação
passageiros e cargas. da mistura ar - combustível, a sua queima e a exaustão
Chassi é a parte do veiculo constituída de órgãos e dos gases.
peças necessárias ao seu deslocamento e que suporta a Para que isso seja possível, o microprocessador deve
carroceria. processar as informações de diversas condições do
motor, como sua temperatura, a temperatura do ar
Eixo admitido, a pressão interna do coletor de admissão, a
É o conjunto de peças destinadas a ligar entre si duas rotação, etc. Esses sinais, depois de processados,
rodas e servir de apoio aos órgãos de suspensão. servem para controlar diversos dispositivos que irão
atuar no sistema de marcha lenta, no avanço da
SUSPENSÃO ignição, na injeção de combustível, etc.
O objetivo do sistema de suspensão é garantir a
estabilidade do veículo. Ele é composto por: molas, Motores diesel _ nos motores a diesel, o combustível é
amortecedores e braços de suspensão. introduzido sob pressão no interior dos cilindros, onde
se inflama ao entrar em contato com o ar altamente
MOTOR comprimido.
O motor faz seu veículo se movimentar. Ele está
sempre em contínuo melhoramento, ficando cada vez Sistema de Admissão e Escapamento
mais complexo, mas os conceitos básicos e os Compõe se da arvore de comando de válvulas, das
princípios de funcionamento ainda são os mesmos. válvulas, dos coletores de admissão e de escapamento
Para mover os veículos modernos, são usados 2 tipos e da tubulação de escapamento com silenciador,
de motores: o térmico (movido a gasolina, álcool, gás catalisador.
natural veicular ou diesel) e o elétrico. Nos veículos mais modernos, foi acrescentado um
O motor, para funcionar, utiliza uma mistura de ar e CATALISADOR para diminuição da poluição.
combustível. Basicamente, são provocadas pequenas Conforme o art. 104, com risco de retenção do veiculo e
explosões controladas dos vapores do combustível. multa.
Os motores possuem QUATRO TEMPOS para o seu
Motor de combustão interna funcionamento, são eles ADMISSÃO,
É um conjunto de peças mecânicas e elétricas que em COMPRESSÃO, COMBUSTÃO ou EXPLOSÃO,
conjunto e funcionamento produzem a força motriz. ESCAPE ou DESCARGA.
(Essa força que faz o veiculo andar). Dica lembre-se:
Os motores de combustão interna podem ser
classificados em:

Instrutor Eduardo S. Toledo Página 1 de 4


Cartilha de Mecânica Básica e Noções sobre o funcionamento do veiculo

Admissão Sistema de freio


O sistema de freios tem a finalidade de diminuir a
Compressão
velocidade do veículo ou fazê-lo parar totalmente.
Combustão O desgaste do sistema de freios reduz a sua eficiência,
Escape pois exigem maiores distâncias para frear com
segurança, aumentando o risco de acidentes.
Peças fixas do motor Os principais componentes do sistema de freios são:
O motor de combustão interna divide – se em três sistema hidráulico, fluido, discos e pastilhas ou lonas,
partes: dependendo do tipo de veículo.

Freio de estacionamento também chamado de (freio


de mão, freio mecânico, geralmente acionado por
alavanca e excêntricos para forçar as sapatas contra os
tambores de rodas traseiros).
Freio de serviço também chamado de (freio hidráulico,
freio de pedal, freio a disco) são hidráulicos, pois os
mecânicos exigiam grande esforço do condutor e não
se mostraram eficientes com o aumento das
velocidades.
1. Cabeçote _ parte de cima do motor onde se Funciona assim: Você pisa no pedal do freio, ele
encontra as válvulas, câmara de compressão e três comprime o fluido no cilindro mestre e, pelos
galerias para passagem de água, óleo e a mistura princípios da hidrostática, esse esforço é multiplicado
AR COMBUSTIVEL. para os cilindros das rodas, onde os quais pressionam
as sapatas contra os tambores de freio.
2. Bloco _ é a maior e mais pesada do motor, onde „Sangria é a retirada de bolhas de “AR” da tubulação
serve de apoio e sustentação para os demais do sistema de freio.‟
componentes e órgãos anexos. É composto de
cilindro, pistões, anéis, biela, arvore de manivelas Sistema Elétrico
(virabrequim), volante de equilíbrio com Este sistema afeta diretamente a segurança, pois dele
cremalheira, etc. No bloco também se encontra as depende o bom funcionamento dos faróis, das luzes de
duas galerias de passagem de água e óleo. sinalização, da buzina, bem como o bom
funcionamento do motor.
3. Carter _ é a parte inferior do motor, onde se É constituído pelos órgãos e aparelhos destinados à
encontra deposito de óleo. iluminação, à partida do motor e ao fornecimento de
corrente elétrica.
Sistema de lubrificação Motor de partida (arranque) - é a peça responsável
Sua função é reduzir o atrito e o desgaste, diminuir o pelo movimento inicial no eixo do motor
ruído e reduzir o calor produzido. (virabrequim).
É composto de Carter, do filtro de óleo, bomba de óleo,
dos tubos e canais de lubrificação interiores, chegando Bateria - sua função é fornecer energia para o motor
às peças moveis e ao manômetro indicador de pressão de partida, o sistema de ignição e os outros órgãos
do óleo. secundários.
Atualmente existem dois tipos de bateria.
Embreagem  Com manutenção requer mais atenção, pois
É o mecanismo que possibilita ao condutor conectar ou tem que preencher com água destilada ou
desconectar, a sua vontade, o motor ao mecanismo de solução eletrolítica.
transmissão.  Sem manutenção onde é só usar e observar a
durabilidade, pois a grande maioria dura em
Caixa de Marcha ou Mudanças media 2anos ou mais.
É o mecanismo que permite aproveitar melhor a
rotação e a potencia do motor, por simples mudanças
da marcha (relação) de transmissão.

Instrutor Eduardo S. Toledo Página 2 de 4


Cartilha de Mecânica Básica e Noções sobre o funcionamento do veiculo

Circuito de Recarga – Gerador de Corrente, Sistema de Arrefecimento


Alternador ou Dínamo: todos eles tem a mesma É a refrigeração do motor, e elas podem ser feitas por
função, de gerar energia para a bateria e alimentar o circulação de água ou de ar.
sistema elétrico, quando o motor estiver ligado ou em O sistema por circulação de água é composto do
movimento. radiador, do ventilador ou ventoinha, da bomba de
água e dos canais internos do bloco do motor. Por estes
Ignição eletrônica e bobina – possuem a função de canais circula a água, forçada pela bomba, retirando o
aumentar a voltagem elétrica do sistema. Distribuidor calor e levando-o sob forma de água quente ao
– tem a função de distribuir a alta voltagem elétrica da radiador.
bobina para cada cilindro, no exato instante em que a No radiador a água transfere esse calor para o meio
mistura ar-combustível está comprimida. ambiente, auxiliada pelo ventilador, resfriando-se e
sendo bombeada de novo para o motor.
Velas – instaladas nos cilindros produzem uma faísca Já nos motores arrefecidos a ar, em vez de canais
de alta voltagem que detona a mistura ar - internos para circulação de água, existem aletas
combustível. externas pelas quais passa o ar, forçado por potente
O estado das velas de ignição deve ser verificado a ventilador.
cada 10.000 km. Velas em mau estado aumentam o Ambos têm a mesma função manter a temperatura no
consumo de combustível. ponto ideal para o seu funcionamento, que é em torno
de 80ºC.
Sistema de Ignição Obs.: O radiador tem formato de COLMEIA.
Tem a função de mandar a centelha elétrica para as
velas no tempo certo. Onde ocorrera a explosão dentro Combustível
do cilindro. Nos veículos modernos, quatro combustíveis são
É composto por bobina, distribuidor, condensador, utilizados:
dispositivos de avanço manual e automático
(centrifugo e a vácuo) e das velas. ·Gasolina – derivado de petróleo, este tipo de
combustível é bastante poluente, porém é o mais
popular atualmente. Sua explosão libera grande
quantidade de energia. Já a gasolina aditivada, polui
menos e gera mais potência;

·Álcool – derivado da cana de açúcar é menos


poluente e gera menos energia que a gasolina;

·Diesel – derivado do petróleo, possui grande energia,


mas é altamente poluente. Seu uso é mais comum nos
veículos pesados;

·Gás Natural Veicular (GNV) – seu uso requer


modificações no veículo, como a instalação de um
cilindro de gás que ocupa um grande volume da mala.
Este tipo de combustível, vem se popularizando
devido ao seu baixo custo, além disso, é pouco
poluente.

Instrutor Eduardo S. Toledo Página 3 de 4


Cartilha de Mecânica Básica e Noções sobre o funcionamento do veiculo

Instrumentos de Controle do Veiculo Informações adicionais do Pneu


Carga e pressão máximas
Pais de fabricação
Selo de certificação INMETRO
Dados sobre fabricação e período de produção
(validade)
Nome do fabricante
Indicador de desgaste (indica se atingiu 1,6mm)
Normas de segurança
Tipo de Pneu
 Tube Less: SEM CAMARA
1) Velocímetro – indica a velocidade de deslocamento.  Tube Type: COM CAMARA
2) Marcador de combustível – informa sobre a Medida nominal do pneu
quantidade de combustível no tanque. Exemplo: 185/70R13
3) Setas direcionais – avisa que uma das setas 185 largura do pneu
indicadoras de direção está ligada. 70 altura
4) Odômetro – registra a quilometragem do veículo R13 tipo de aro
desde o início da sua utilização. Nome comercial
5) Odômetro parcial – permite alteração, indicando os Índice de carga
quilômetros percorridos. Símbolo de velocidade ( velocidade máxima que
6) Luz de freio – avisa que o freio de mão está suporta)
acionado. Exemplo
7) Luz de emergência – indica que o pisca - alerta está T = 190Km/h
acionado. 82 = 450 Kg
8) Tacômetro ou conta-giros – informa a quantas Tipo de construção
rotações por minuto (RPM) está o motor.  RADIAL - Misto asfalto e terra
9) Manômetro – avisa a pressão da bomba de óleo.  DIAGONAL – Asfalto
10) Amperímetro – usado para medir a carga da Estrutura do Pneu
bateria. Indica se a bateria está sendo carregada.
11) Termômetro – marca a temperatura da água de
arrefecimento do motor.

Pneus
Os pneus são a única parte do veículo que realmente
entram em contato com a via. Eles têm 3 funções
importantes: impulsionar, frear e manter a
dirigibilidade do veículo. Seu bom estado é
fundamental para o bom desempenho do automóvel.
O pneu deverá apresentar sulcos de no mínimo 1,6
milímetros de profundidade. A calibragem também é
de muita importância, pois
pneus murchos reduzem a estabilidade, aumentam o
consumo de combustível e reduzem a aderência em
piso com água.
Além disso, é importante realizar o rodízio de pneus
periodicamente, pois os das rodas tratoras desgastam
se mais rápido.

Instrutor Eduardo S. Toledo Página 4 de 4