Vous êtes sur la page 1sur 7

Universidade Cândido Mendes.

Pós-Graduação em Administração e Supervisão Escolar.


Unidade Méier.

Métodos Avaliativos de
Ensino na Escola Pública.

Disciplina: Métodos de Supervisão.


Professora: Flávia Cavalcanti.
Grupo: Beatriz, Daniel, Demétrio, Michelle, Paloma e Sílvia.
• O que é Educação?

No sentido técnico, é o processo contínuo de desenvolvimento das faculdades físicas, intelectuais e


morais do ser humano, a fim de melhor se integrar na sociedade ou no seu próprio grupo.
No sentido formal é todo o processo contínuo de formação e ensino aprendizagem que faz parte do
currículo dos estabelecimentos oficializados de ensino, sejam eles públicos ou privados.

“O homem não é nada além daquilo que a educação faz dele.”

Immanuel Kant

• O que é Avaliação?

Tendo o sentido físico da palavra, é o ato ou efeito de se avaliar algo.


Em relação ao processo escolar, podemos dizer que é o meio pelo qual podemos investigar o
crescimento do intelecto do aluno em relação aos conhecimentos que lhe foram passados pelos
docentes.

• Por que devemos avaliar os alunos?

De acordo com os Parâmetros Curriculares Nacionais a avaliação focaliza o controle externo do


aluno mediante notas ou conceitos, para ser compreendida como parte integrante e intrínseca ao
professo educacional.

A avaliação é uma tarefa complexa que não se resume à realização de provas e atribuições de notas.
A avaliação cumpre funções pedagógico-didáticas, de diagnóstico e de controle em relação às quais
se recorre a instrumentos de verificação do rendimento escolar.

A avaliação tem funções específicas como:


1) facilitar o diagnóstico;
2) melhorar a aprendizagem e o ensino (controle);
3) estabelecer situações individuais de aprendizagem;
4) interpretar os resultados;
5) promover, agrupar alunos (classificação).

“Avaliar significa emitir um juízo de valor sobre a realidade que se questiona, seja a propósito das
exigências de uma ação que se projetou realiza sobre ela, seja a propósito das suas consequências.
Portanto, a atividade exige critérios claros que orientem a leitura dos aspectos a serem avaliados.”
(PCN, 86)
• Quais são os processos avaliativos, feitos pelo Governo?

Em instituições públicas, além de testes, trabalhos e provas o governo também desenvolve projetos
como:

1. IDEB- Sigla para Índice de Desenvolvimento da Educação Básica, que serve para medir a
qualidade do aprendizado nacional e estabelecer metas para a melhoria do ensino.

2. SAEB- Sigla para Sistema de Avaliação da Educação Básica, que serve para ajudar o Inep a
realizar um diagnóstico da educação básica brasileira e de alguns fatores que possam
interferir no desempenho do estudante, fornecendo um indicativo sobre a qualidade do
ensino ofertado.

3. Prova e Provinha Brasil- Tem o objetivo de avaliar a qualidade do ensino oferecido pelo
sistema educacional brasileiro a partir de testes padronizados e questionários
socioeconômicos. Nos testes aplicados na quarta e oitava séries (quinto e nono anos) do
ensino fundamental, os estudantes respondem a itens (questões) de língua portuguesa, com
foco em leitura, e matemática, com foco na resolução de problemas. No questionário
socioeconômico, os estudantes fornecem informações sobre fatores de contexto que podem
estar associados ao desempenho.

4. ENEM- Sigla para Exame Nacional do Ensino Médio, que serve para ser uma avaliação de
desempenho dos estudantes de escolas públicas e particulares do Ensino Médio. Desde
2009, o Enem agregou outra função ao seu currículo: tornou-se também uma avaliação que
seleciona estudantes de todo o país para instituições federais de ensino superior e para
programas do governo federal, como o Sisu, Prouni e Fies. Esses programas facilitam a vida
de quem sempre sonhou em estudar em universidade pública ou precisa daquela força do
governo para pagar a mensalidade da universidade particular.
• Por dentro do texto de Almerindo Janela Afonso.

O texto tem como tema a ética e as relações de poder estabelecidas no espaço escolar a partir de
mecanismos de avaliação. A avaliação pode ser considerada como um dos obstáculos impostos aos
alunos das classes menos favorecidas, pois conforme a concepção que lhe é estabelecida e o uso que
dela se faz, processos de exclusão podem ser instalados intensificando a seletividade social e
evidenciando as relações de poder estabelecidas no interior da escola, relações estas que buscam o
controle dos sujeitos e das suas práticas pedagógicas. O estudo se justifica, por sua atualidade e pela
centralidade que a avaliação tem adquirido junto à sociedade, também pela necessidade de
superação dos processos de naturalização da exclusão e do fracasso escolar.

Para o autor, a avaliação nas instituições, deveria ser feito baseando-se no conceito de Avaliação
Formativa, para isso vamos entender primeiramente o que significa e de que se trata esse método.

• O que é a Avaliação Formativa?

Também chamada de avaliação para as aprendizagens, a avaliação formativa tem seu foco no
processo ensino-aprendizagem. Alguns teóricos chegam a nomear essa modalidade com o nome de
avaliação formativa diagnóstica. A avaliação formativa não tem finalidade probatória e está
incorporada no ato de ensinar, integrada na ação de formação. Alguns autores consideram que a
avaliação formativa englobe as outras modalidades de avaliação já que ela se dá durante o processo
educacional. Seu caráter é especificamente pedagógico.

• Quais são seus objetivos?

Melhorar o processo de ensino-aprendizagem mediante o uso de informações levantadas por meio


da ação avaliativa. Ela procura detectar dificuldades suscetíveis que podem aparecer durante a
aprendizagem a fim de corrigi-las rapidamente. Através dessa modalidade, informações sobre o
desenvolvimento do aluno são fornecidas ao professor, permitindo que a prática docente se ajuste às
necessidades discentes durante o processo.

Trata-se de uma modalidade muito trabalhosa e que exige muita energia do professor, e é necessário
que se tenha tempo, um tempo que vai muito além do tempo das aulas pois é necessário atualizar
registros sobre cada aluno, elaborar estratégias adequadas e, com frequências individualizadas é
fundamental planear cotidianamente as atividades a serem realizadas. Tudo isto se torna difícil,
porque as vezes os professores não possuem toda essa disponibilidade e nem as condições mínimas
para realizarem seu trabalho.

• Quais são as suas características?

Uma das mais importantes características desse método, é a capacidade em gerar com rapidez
informações úteis sobre etapas vencidas e dificuldades encontradas, estabelecendo um feedback
contínuo sobre o andamento do processo de ensino e aprendizagem. Com esse tipo de avaliação é
possível ter os subsídios para a busca de informações para solução de problemas e dificuldades
surgidas durante o trabalho com o aluno. Na avaliação formativa, os fatores endógenos, ou seja, os
fatores internos à situação educacional são levados em conta para proceder à avaliação. Por
acontecer durante o processo de ensino e aprendizagem, a avaliação formativa se caracteriza por
possibilitar a proximidade, o conhecimento mútuo e o diálogo entre professor e aluno.
• Para que servem os seus resultados?

Os resultados dessa avaliação, servem de base para identificar como o processo de aprendizagem
tem acontecido. As informações que ela revela permitem o planejamento, o ajuste, e o
redirecionamento das práticas pedagógicas no intuito de aprimorar as aprendizagens dos alunos, ou
seja, seus resultados servem para apoiar, compreender, reforçar, facilitar, harmonizar as
competências e aprendizagens dos alunos.

• Conceito de Avaliação segundo Almerindo Janela Afonso.

A avaliação faz parte, do ato educativo do processo de ensino e de aprendizagem é importante e


necessária. Porém, se quisermos transcender a lógica da exclusão que a tem caracterizado, é
imprescindível que ela seja entendida como sinônimo de libertação. Para isso, é fundamental que a
mesma deixe de ser um instrumento de classificação, seleção e exclusão social e se torne uma
ferramenta para professores e professoras comprometidos com a construção coletiva de uma escola
de qualidade para todos.
• Opiniões do grupo, a respeito do texto do Almerindo Janela Afonso.

Em instituições públicas, além de testes, trabalhos e provas o governo também.


• Bibliografia:

1:https://www.portaleducacao.com.br/conteudo/artigos/educacao/avaliacao-escolar/12447
2: entretantoeducacao.com.br