Vous êtes sur la page 1sur 30

SP561LF

Instalação
Sumário
1. Regulamentos de segurança......................................................... 1
2. Geral................................................................................................. 2
2.1. Montagem em braço de guindaste.................................................... 2
2.2. Conexão dos sistemas elétricos e hidráulicos ................................. 2
2.2.1. Hidráulica................................................................................. 3
2.2.2. Conexões elétricas.................................................................. 4
2.3. Verificação do aperto de torque........................................................ 4
2.4. Purga do esticador de corrente......................................................... 5
2.5. Bloqueio para transporte................................................................... 6
2.6. Conexões para o conjunto da válvula a partir de e incluindo o número
de série 56095- .......................................................................................... 8
3. Ajuste da pressão hidráulica......................................................... 14
3.1. Ajuste da pressão de alimentação para o cabeçote do harvester.... 16
3.1.1. Preparativos............................................................................. 16
3.1.2. Pressão de alimentação.......................................................... 16
3.1.3. Baixa pressão.......................................................................... 17
3.1.4. Calibragem do sensor de pressão........................................... 17
3.2. Ajuste da pressão de tensionamento da corrente............................. 18
3.3. Para dar partida no novo motor da serra (Bucher) .......................... 19
3.4. Ajuste das rotações do motor da serra............................................. 20
3.4.1. Importante precaução de segurança antes de ajustar as rota-
ções do motor da serra.......................................................................... 20
3.4.2. Ajustando as revs do motor da serra....................................... 21
3.5. Ajuste da pressão de contato do odômetro...................................... 22
3.6. Ajuste da alimentação da barra da serra.......................................... 22
3.6.1. Alimentação da barra da serra, baixa pressão........................ 22
3.6.2. Alimentação da barra da serra, alta pressão........................... 22
3.6.3. Alimentação da barra da serra, pressão de abate................... 22
3.6.4. Pressão de início da barra guia............................................... 23
3.6.5. Alimentação da barra da serra, ponto de interrupção de baixa/
alta pressão........................................................................................... 23
3.6.6. Alimentação da barra da serra, pressão manual..................... 23
3.7. Operação multiárvore........................................................................ 24
3.8. Marcação com corante...................................................................... 24
3.9. Velocidade de inclinação................................................................... 25
4. Programação das teclas................................................................. 25
5. Verificação funcional...................................................................... 26
SP561LF
Instalação

1. Regulamentos de segurança

!!Perigo!
• Tome cuidado ao ajustar a pressão hidráulica para as facas de des-
galhamento. As facas podem abrir e fechar sem aviso prévio.
• Sempre certifique-se de que o motor esteja des-
ligado ao trabalhar na unidade de serra.
• Antes de trabalhar no cabeçote com o motor em funcionamento:
-- Sempre remova a corrente da serra e a barra guia.
-- Nunca coloque as mãos ou fique entre as ferramentas
de desgalhamento ou os rolos de alimentação. Eles
podem abrir e fechar sem aviso prévio.

Observação
Após 2 horas de operação e, novamente, após 6 horas, verifique se
todas as juntas aparafusadas estão apertadas com o torque correto
(consulte na aba 3 “Operação e manutenção, cabeçote do harvester”,
seção “Juntas aparafusadas, verificação e torques de aperto”).

Anote os dados na placa de identificação no cabeçote do harvester. Esses dados são


necessários ao fazer consultas sobre serviços e peças de reposição.

30 setembro 2015 Versão 8.0 Página 1 / 26


SP561LF
Instalação

2. Geral
O cabeçote do harvester SP561LF é projetado para ser instalado em braços de guindas-
te com um rotor. A máquina básica deve ser capaz de fornecer fluido hidráulico a uma
pressão de trabalho de 23 a 28 MPa (230-280 bar) e a uma taxa de fluxo de 185-250 l/
min para garantir que o cabeçote do harvester funcione de acordo com o desempenho
indicado.

2.1. Montagem em braço de guindaste


Verifique se o guindaste pode carregar o peso do cabeçote do harvester.
Monte a placa de montagem do cabeçote do harvester no rotor com 6 (seis) parafusos
M16 com qualidade 12.9. Aperte os parafusos com um torque de aperto de 330 Nm.

2.2. Conexão dos sistemas elétricos e hidráulicos

Função Tamanho Requisitos mín. de qualidade da


mangueira
Manômetro 1 pol. 34 MPa ou 5.000 psi, 3 camadas
Retorno 1 pol. 34 MPa ou 5.000 psi, 3 camadas
Drenagem 3/4 pol. 27,5 MPa ou 4.000 psi, 3 camadas
Mangueira de proteção, eletricidade 1 pol. 27,5 MPa ou 4.000 psi, 3 camadas
Rotor (2 mangueiras) 1/2 pol. 35 MPa

Página 2 / 26 Versão 8.0 30 setembro 2015


SP561LF
Instalação

Os seguintes itens devem estar conectados da máquina básica ao cabeçote:


• Três mangueiras hidráulicas
-- Lead de pressão, 23-28 MPa (230-280 bar)
-- Lead de retorno sem pressão (drenagem dos motores dos rolos de alimentação e
serra). Pressão máxima recomendada na linha de retorno sem pressão é de 1 bar
(0,1 MPa).
-- Linha do tanque (retorno do tanque) A pressão na linha do tanque deve ser de
pelo menos 1 bar (0,1 MPa) superior à pressão de drenagem. Pressão máxima
recomendada na linha de retorno sem pressão é de 25 bar (2,5 MPa).
• Um cabo de sinal do sistema de controle da máquina básica. Observe que os
conectores dos cabos podem variar dependendo de qual computador de abate for
usado. A tensão de funcionamento do cabeçote do harvester e do sistema de controle
é de 24 V.

2.2.1. Hidráulica

Observação
Para evitar distúrbios opera-
cionais, é essencial que todas
as conexões das mangueiras
sejam limpas adequadamente
antes de serem conectadas.
Sempre recoloque as tampas
protetoras nos pontos
de teste de pressão.

As mangueiras hidráulicas da máquina


básica são normalmente conectadas a
um bloco de alívio na ponte de inclina-
ção. Em casos especiais, as manguei-
ras podem ser conectadas diretamente
às conexões no conjunto da válvula.
Cotovelos de 45° são, então, utilizados
o mais próximo do conjunto de válvula.
• Adapte o comprimento das
mangueiras para garantir que a
mangueira não seja puxada ou
flexionada nos pontos de conexão
quando a lança da máquina básica estiver totalmente estendida ou retraída.
• Conecte as mangueiras hidráulicas da máquina básica ao cabeçote como indicado a
seguir:
-- Lead de pressão para conector marcado P (1)
-- Lead de reservatório sem pressão para conector marcado DR (2)
-- Lead de reservatório para conector marcado T (3)

30 setembro 2015 Versão 8.0 Página 3 / 26


SP561LF
Instalação

2.2.2. Conexões elétricas

• Passe o cabo elétrico da conexão


do computador para o bloco de
alívio. Solte os parafusos na parte
lateral e traseira do bloco de modo
que ele possa ser dividido. Coloque
o cabo no bloco e aparafuse o bloco
novamente.
• Conecte o cabo de sinal (1) ao
conector e bloqueie-o, abaixando o
suporte.
• Ancore o cabo nas mangueiras
hidráulicas com a braçadeira
acompanhante.
• Verifique se o interruptor da porta e
a parada de emergência funcionam
antes de colocar o sistema em
operação.

2.3. Verificação do aperto de torque

Observação
Após 1 hora de operação, 3 horas de operação e, novamente, após
10 horas, verifique se todas as juntas aparafusadas estão apertadas
com o torque correto (consulte na aba 3 “Operação e manutenção”,
seção “Juntas aparafusadas, verificação e torques de aperto”).

Página 4 / 26 Versão 8.0 30 setembro 2015


SP561LF
Instalação

2.4. Purga do esticador de corrente

Advertência
Leia e observe os regulamentos na aba Operação e ma-
nutenção, seção Regulamentos de segurança.
Sempre certifique-se de que o motor esteja desligado ao trabalhar na
unidade de serra. Sempre remova a corrente da serra (use luvas de
proteção) ao realizar ajustes ou manutenção na unidade da serra.

Observação
Sempre purgue o sistema se a
corrente saltar para fora ou se
houver suspeita de que entrou
ar no sistema, por exemplo,
após trocar uma mangueira
ou outro componente.

• Certifique-se de que o cabeçote


esteja apoiado com segurança em
uma base firme.
• Remova a corrente da serra;
consulte a descrição na seção
“Operação e manutenção”.
• Dê partida na máquina e deixe-a
em ponto morto. Uma vez que a
corrente da serra for removida, o
suporte da barra guia irá parar em sua posição mais externa.
• Incline o cabeçote de modo que a válvula de ventilação (1) fique o mais alto possível
em relação aos pistões da unidade de estiramento.
• Posicione-se de maneira a se proteger do spray de óleo e abra a válvula de
ventilação (1) 1 a 2 voltas. Utilize a ferramenta de combinação (2).
• Feche a válvula de ventilação (1) quando o óleo da válvula estiver livre de ar.
• Encaixe a corrente de serra.
• Se necessário, repita esse procedimento depois de aproximadamente 30 minutos de
operação.

30 setembro 2015 Versão 8.0 Página 5 / 26


SP561LF
Instalação

2.5. Bloqueio para transporte


A ponte de inclinação pode ser tra-
vada contra o cabeçote do harvester,
por exemplo, durante a manutenção.
Use um parafuso com contraporca na
posição A quando a ponte de inclinação
estiver na posição abaixada.
Use uma corrente através da caixa da
serra na posição B durante o transporte
para travar o cabeçote contra a máqui-
na básica.

Página 6 / 26 Versão 8.0 30 setembro 2015


SP561LF
Instalação

30 setembro 2015 Versão 8.0 Página 7 / 26


SP561LF
Instalação

2.6. Conexões para o conjunto da válvula a partir de e incluindo o


número de série 56095-

Porta Função
6 Válvula de controle
7 Válvula da serra
11 Limitador de pressão principal
12 Redução de pressão para peça de baixa pressão 150 bar (15 MPa)
13 Odômetro da válvula redutora
14 Válvula direcional, odômetro
15 Válvula redutora, tensor de corrente
16 Válvula de posição de fluxo, inclinação
18 Válvula de alimentação da barra guia
20 Válvula direcional, inclinação
25 Válvula proporcional, aperto dos rolos de alimentação
27 Válvula direcional, rolos de alimentação
29 Válvula de choque, rolos de alimentação, aberta 175 bar (17,5 MPa)
30 Válvula alternadora
33 Válvula proporcional, facas de desgalhamento superiores
35 Válvula direcional, facas de desgalhamento superiores
37 Válvula de choque, facas de desgalhamento superiores, fechada, 175 bar (17,5 MPa)
38 Válvula alternadora
41 Válvula proporcional, facas de desgalhamento inferiores
43 Válvula direcional, facas de desgalhamento inferiores
45 Válvula de choque, facas de desgalhamento inferiores, 175 bar (17,5 MPa)
46 Válvula alternadora
60 Válvula de redução, pressão de alimentação da barra guia
61 Válvula proporcional, pressão da barra guia
72 Plugue do alternador
A3 Conexão do odômetro fora (pistão fora)
B1 Motor da roda, lado direito
B2 Motor da roda, lado direito
B3 Conexão, entrada do odômetro (entrada do pistão)
B5 Conexão, inclinação para baixo (entrada do pistão)
B6 Rolos de alimentação abertos
B7 Conexão, faca de desgalhamento superior, aberta (entrada do pistão)
B8 Conexão, faca de desgalhamento inferior, aberta (entrada do pistão)
DR Conexão, drenagem para a máquina básica
DR1 Drenagem, motor da roda, lado direito
DR3 Saída extra de drenagem (tampada)
DR5 Drenagem, motor da serra

Página 8 / 26 Versão 8.0 30 setembro 2015


SP561LF
Instalação

Porta Função
DR6 Saída extra de drenagem (tampada)
M1 Ponto de medição, motor da roda, dianteiro
M3 Ponto de medição, pressão do odômetro
M4 Ponto de medição, pressão de alimentação da barra guia
M6 Ponto de medição, rolo de alimentação
MLS Sensor de pressão de saída
MLS1 Sensor de medição de pressão de saída (tampado)
MLS3 Cabo de ligação para o sensor de pressão
MP Ponto de medição de pressão da máquina básica
P Pressão de conexão da máquina básica
PILFR Medição de saída/Conexão LS
T Conexão, retorno do tanque para máquina básica

30 setembro 2015 Versão 8.0 Página 9 / 26


SP561LF
Instalação

Porta Função
3 Válvula de controle
8 Válvula de redução, marcação de cor
22 Válvula de choque, inclinação, 175 bar (17,5 MPa)
23 Válvula de redução, braçadeira

Página 10 / 26 Versão 8.0 30 setembro 2015


SP561LF
Instalação

Porta Função
26 Válvula de segurança, braçadeira
28 Válvula de choque, rolos de alimentação, aberto, 175 bar (17,5 MPa)
31 Válvula de redução, faca de desgalhamento superior
34 Válvula de segurança, faca de desgalhamento superior
36 Válvula de choque, faca de desgalhamento superior, fechada, 175 bar (17,5 MPa)
39 Válvula de redução, faca de desgalhamento inferior
42 Válvula de segurança, faca de desgalhamento inferior
44 Válvula de choque, faca de desgalhamento inferior, fechada, 175 bar (17,5 MPa)
A1 Motor da roda, lado esquerdo
A2 Motor da roda, lado esquerdo
A4 Conexão, saída de alimentação da barra guia (entrada do pistão)
A5 Conexão, inclinação para cima (entrada do pistão)
A6 Rolo de alimentação fechado
A7 Conexão, faca de desgalhamento superior, fechada (saída do pistão)
A8 Conexão, faca de desgalhamento inferior, fechada (saída do pistão)
B4 Conexão, central de alimentação da barra guia (saída do pistão)
DR2 Drenagem, motor da roda, esquerda
FM Pressão, bomba de marcação de cor
KS Saída, tensionador de corrente
M2 Ponto de medição, motor da roda, traseiro
M7 Ponto de medição, facas de desgalhamento superiores
M8 Ponto de medição, facas de desgalhamento inferiores
MFM Ponto de medição, marcação de cor
MKS Ponto de teste, tensor de corrente
MLP Ponto de medição, baixa pressão de 150 bar (15,0 MPa)
MLS2 Cabo de ligação para o sensor de pressão
MT Ponto de medição, retorno do tanque para máquina básica
PL1 Saída extra de baixa pressão (tampada)
SP Conexão de pressão, motor da serra
ST Conexão de retorno, motor da serra
T2 Tanque, bomba de marcação com cor
TR Saída extra do tanque (tampada)
PR Saída extra de pressão (tampada)
MDR Ponto de medição, drenagem

30 setembro 2015 Versão 8.0 Página 11 / 26


SP561LF
Instalação

Página 12 / 26 Versão 8.0 30 setembro 2015


SP561LF
Instalação

Porta Função
1 Valvistor, entrada
2 Valvistor, saída
4 Valvistor, entrada
5 Valvistor, saída
70 Válvula de choque, externo
71 Válvula de choque, externo
MP Ponto de medição
M1
P1 Saída de pressão (tampada)
T1 Conexão, retorno do tanque para tanque extra
MSP Ponto de medição, conexão de pressão do motor da serra

30 setembro 2015 Versão 8.0 Página 13 / 26


SP561LF
Instalação

3. Ajuste da pressão hidráulica

!!Perigo!
Observe e siga os regulamentos de segurança na
página 11 antes de iniciar o trabalho!

Seção Ponto de Parafuso Pressão Página da Página da


medição de ajuste (bar) ilustração seção
Pressão de tensão da MKS 15 18 – 25 10 18
corrente (ponto de
(Aplica-se aos números de medição)
série a partir de e incluindo 7 (pa-
56095-) rafuso de
ajuste)
Alta pressão de alimenta- MP 240 – 280 7 16
ção do cabeçote do har-
vester
Baixa pressão de alimenta- MP 150 – 190 7 16
ção do cabeçote do har-
vester
Velocidade de rotação do Sistema Sistema 20
motor da serra de con- de con-
trole trole
Odômetro da pressão de M3 13 60 7 22
contato (Aplica-se a núme- 2 (euc.)
ros de série a partir de e
incluindo 56095-)
Alimentador do sabre da Sistema Sistema 50 – 60 22
serra de con- de con-
Baixa pressão trole trole
Alimentação da barra guia Sistema Sistema 80 - 90 22
Alta pressão de con- de con-
trole trole
Alimentação da barra da Sistema Sistema 75 22
serra, pressão de abate de con- de con-
trole trole
Alimentação da barra guia Sistema Sistema 50 22
Pressão de início da barra de con- de con-
da serra trole trole
Alimentação da barra da Sistema Sistema Valor nor- 22
serra, ponto de interrupção de con- de con- mal: 60%
de baixa/alta pressão trole trole
Alimentação da barra guia Sistema Sistema 75 22
Pressão manual de con- de con-
trole trole

Página 14 / 26 Versão 8.0 30 setembro 2015


SP561LF
Instalação

Seção Ponto de Parafuso Pressão Página da Página da


medição de ajuste (bar) ilustração seção
Facas de desgalhamento M7 31 20 – 30 7 Manual de
superiores Pressão mín. serviço
Facas de desgalhamento M7 Sistema 90 – 110 7 Manual de
superiores de con- serviço
Pressão máx. trole
Facas de desgalhamento M8 39 20 – 30 7 Manual de
inferiores serviço
Pressão mín. (Aplica-se a
números de série a partir
de e incluindo 56095-)
Facas de desgalhamento M8 Sistema 90 – 110 7 Manual de
inferiores de con- serviço
Pressão máx. trole
Facas de desgalhamento Sistema Sistema Manual de
Pressão proporcional de con- de con- serviço
trole trole
Rolos de alimentação M6 23 60 – 70 7(ponto Manual de
(Aplica-se a números de de medi- serviço
série a partir de e incluindo ção)
56095-) 10 (pa-
rafuso de
ajuste)
Rolos de alimentação M8 Sistema 90 – 110 10 / Manual de
Pressão máx. de con- 10 serviço
trole
Rolos de alimentação Sistema Sistema Manual de
Pressão proporcional de con- de con- serviço
trole trole
Operação multiárvore MA 81 100 24 24
Pressão de marcação com Passo 1: Passo 100 Passo 1: 24
corante MFM 1: 8 10
(Aplica-se a números de Passo 2:
série a partir de e incluindo M
56095-) Passo 2: Passo 2:
76 24

30 setembro 2015 Versão 8.0 Página 15 / 26


SP561LF
Instalação

3.1. Ajuste da pressão de alimentação para o cabeçote do harvester

3.1.1. Preparativos

• Dê partida na máquina básica e feche o mecanismo de desgalhamento e os rolos de


alimentação.
• O óleo hidráulico deve estar a uma temperatura entre 40 e 50 °C durante a
verificação da pressão.

3.1.2. Pressão de alimentação

A máquina básica fornece uma ou duas


pressões diferentes, dependendo de
qual função estiver ativada no cabeçote:
• Alta pressão de trabalho 24-28
MPa (240-280 bar) para serragem,
alimentação para frente e reversa.
• Baixa pressão de trabalho (essa
pressão pode variar dependendo do
fabricante) quando a garra estiver
fechada.
• Essas pressões devem ser
verificadas como indicado a seguir:
• Conecte um manômetro ao ponto
de medição de pressão (1).
• Desconecte a conexão elétrica
para a válvula solenoide de alimentação para frente (consulte a documentação do
computador de traçamento). Isso permitirá a medição da alta pressão sem que os
motores dos rolos de alimentação estejam em movimento, o que causaria uma queda
na pressão.
• Pressione “alimentação para frente” e mantenha o botão pressionado (no teclado).
• Leia a pressão de trabalho alta: 24-28 MPa (240-280 bar).
• Solte o botão “alimentação para frente”.
• Leia a pressão de trabalho baixa (se houver): 15-19 MPa (150-190 bar).
• Reconecte a conexão elétrica para a válvula solenoide de alimentação para frente.
Qualquer pressão incorreta deverá ser ajustada na máquina básica. A maneira como isso
é feito está descrita na documentação da máquina básica.

Página 16 / 26 Versão 8.0 30 setembro 2015


SP561LF
Instalação

3.1.3. Baixa pressão

• Conecte um sensor de pressão ao ponto de medição MLP; consulte a figura na


página 10
• Feche o cabeçote e pressione alimentação para frente uma vez.
• Leia a pressão. Valor correto: 15,0 MPa (150 bar). Se necessário, ajuste com o
parafuso de ajuste 12; consulte a figura na página 7
• Desconecte o manômetro e encaixe a tampa de proteção no ponto de teste.

3.1.4. Calibragem do sensor de pressão

• Conecte um manômetro ao ponto de teste marcado como MLS1 no conjunto da


válvula.
• Calibre de acordo com as instruções do sistema de controle de modo que a mesma
pressão seja mostrada no computador e no manômetro.

30 setembro 2015 Versão 8.0 Página 17 / 26


SP561LF
Instalação

3.2. Ajuste da pressão de tensionamento da corrente

Observação
Nunca ajuste a pressão de estiramento sem utilizar um manômetro

Se a corrente saltar fora durante a serração, o problema pode ser ar no sistema ou que a
pressão de estiramento está muito baixa. Para corrigir esse problema, comece ventilando
o sistema; consulte a seção Ventilação do estiramento da corrente. Se o problema persis-
tir, você poderá ajustar a pressão de estiramento de acordo com a descrição abaixo.
• Certifique-se de que o cabeçote esteja apoiado com segurança em uma base firme.
• Remova a corrente da serra; consulte a descrição na seção Operação e manutenção.
• Conecte um sensor de pressão ao ponto de teste MKS; consulte a figura na página
10
• Posicione o manômetro de modo que possa vê-lo da cabine do operador.
• Dê partida na máquina e deixe-a em ponto morto. Uma vez que a corrente da serra
for removida, o suporte da barra guia irá parar em sua posição mais externa.
• Ajuste a pressão de tensionamento com o parafuso de ajuste 15; consulte a figura na
página 7
• A pressão recomendada é 1,8-2,5 MPa (18-25 bar).
• Remova o manômetro e monte a corrente da serra.

Página 18 / 26 Versão 8.0 30 setembro 2015


SP561LF
Instalação

3.3. Para dar partida no novo motor da serra (Bucher)


Ao dar partida no novo motor da serra, é muito importante seguir as instruções abaixo a
fim de alcançar a longa vida útil exigida:
• Preencha a carcaça do motor com óleo hidráulico.
• Encaixe a roda de acionamento, a barra guia e a corrente.

Advertência
Risco de danos à máquina.
O motor da serra não pode ser operado sem a barra e a corrente.
Nesse caso, há um grande risco de que o motor trave.

• “Aqueça” o motor, inicialmente com uma carga leve que é aumentada gradualmente:
-- Em época de frio, aqueça o fluido hidráulico da máquina para a máquina básica;
consulte as instruções do fabricante da máquina.
-- Faça vários cortes vazios com o motor a diesel em funcionamento em marcha
lenta.
-- Aumente gradualmente a velocidade do motor a diesel e corte os feixes de um
tronco com um diâmetro de, pelo menos, 15 cm. Pelo menos 20 feixes devem ser
cortados e cada corte não deve demorar mais de 1 segundo. Entre cada corte
deve haver uma pausa de cerca de 2,5 segundos.

Advertência
Evite operar o motor da serra em rotações altas quan-
do a máquina ou o óleo estiverem frios.
Ao realizar o arranque a frio da máquina, o sistema hidráulico
deve ser aquecido com outra função, por exemplo, os
rolos de alimentação. Na sequência, faça alguns cortes
rápidos para aquecer e purgue o motor da serra.

30 setembro 2015 Versão 8.0 Página 19 / 26


SP561LF
Instalação

3.4. Ajuste das rotações do motor da serra

!!Perigo!
Remova a corrente da serra.
O motor da serra não deve ser operado por mais de 5 segundos. Em
seguida, o motor deve ser desligado por pelo menos 10 segundos.
Certifique-se de desligar a conexão elétrica de acordo com as
instruções abaixo. Essa é uma importante precaução de segurança
para evitar o movimento da barra guia durante o teste.

3.4.1. Importante precaução de segurança antes de ajustar as rotações do


motor da serra

Advertência
Essa é uma importante precaução de segurança para
evitar o movimento da barra guia durante o teste.

• Desconecte a conexão elétrica


(1) para a válvula solenoide da
alimentação da barra guia.
• Dê partida na máquina, defina-a
em rotações de trabalho e feche o
cabeçote. Teste o funcionamento
da função de serra e certifique-se
de que a barra guia não se move.

Página 20 / 26 Versão 8.0 30 setembro 2015


SP561LF
Instalação

3.4.2. Ajustando as revs do motor da serra

• Vá para o modo de serviço do computador de controle. Com a ajuda do manual do


computador de controle, vá para a função de definição das rotações do motor da
serra. Defina um valor estimado logo abaixo das rotações de trabalho do motor da
serra (9.500 r/min).
• Dê partida no motor da serra (OBSERVAÇÃO! Não opere o motor por mais de
5 segundos) e meça a velocidade da roda de acionamento com a ajuda de um
tacômetro.
• Desligue o motor. Deixe o motor descansar por 10 segundos antes de dar partida
novamente.
• A velocidade máxima para uma corrente com passo de 0,404" é de 40 m/s.
• Máx. rpm para pinhão da corrente com 12 dentes: 9.800 rpm.
• Máx. rpm para pinhão da corrente com 14 dentes: 8.500 rpm.
• Ajuste a configuração do computador de controle dependendo do valor medido.
Repita os itens acima até que as rotações estejam corretas.
• Salve o valor no computador de controle ao concluir.
• Reconecte a conexão elétrica à alimentação da barra guia.

30 setembro 2015 Versão 8.0 Página 21 / 26


SP561LF
Instalação

3.5. Ajuste da pressão de contato do odômetro

• Conecte um sensor de pressão ao ponto de teste M3; consulte a figura na página


7
• Feche o cabeçote e pressione alimentação para frente uma vez.
• Leia a pressão. Valor correto: 6,0 MPa (60 bar). Se o cabeçote do harvester for
utilizado apenas para o abate de eucaliptos, a pressão deverá ser ajustada para 2,0
MPa (20 bar). Se necessário, ajuste com o parafuso de ajuste 13; consulte a figura na
página 7
• Remova o manômetro e recoloque a tampa protetora no ponto de teste.

3.6. Ajuste da alimentação da barra da serra

3.6.1. Alimentação da barra da serra, baixa pressão

A baixa pressão é a pressão inicial da alimentação da barra guia ao cortar uma tora. A
baixa pressão fica ativa até que o nível de ponto de interrupção seja atingido. Nesse mo-
mento, a alta pressão é ativada.
• Vá para o modo de serviço do computador de controle. Usando o manual do
computador de controle, vá para a função de definição da baixa pressão da
alimentação da barra guia.
• Ajuste o valor de modo que a pressão comece a aumentar no manômetro. Continue a
aumentar o valor até que o nível de pressão correto tenha sido atingido, 5-6 MPa (50-
60 bar). Salve o valor no computador.

3.6.2. Alimentação da barra da serra, alta pressão

A alta pressão é a pressão que fica ativa durante a última parte do processo de corte ao
cortar uma tora.
• Vá para o modo de serviço do computador de controle. Usando o manual do
computador de controle, vá para a função de definição da alta pressão da
alimentação da barra guia.
• Ajuste o valor de modo que a pressão comece a aumentar no manômetro. Continue a
aumentar o valor até que o nível de pressão correto tenha sido atingido, 8-9 MPa (80-
90 bar). Salve o valor no computador de controle.

3.6.3. Alimentação da barra da serra, pressão de abate

A pressão de abate é a pressão utilizada durante o abate.


Vá para o modo de serviço do computador de controle. Usando o manual do computador
de controle, vá para a função de definição da pressão de abate da alimentação da barra
guia.
Ajuste o valor de modo que a pressão comece a aumentar no manômetro. Continue a au-
mentar o valor até que o nível de pressão correto tenha sido atingido, 7,5 MPa (75 bar).
Salve o valor definido no computador de controle.

Página 22 / 26 Versão 8.0 30 setembro 2015


SP561LF
Instalação

3.6.4. Pressão de início da barra guia

A pressão de início da barra guia é a pressão utilizada para trazer a barra guia de volta
para a posição inicial.
• Vá para o modo de serviço do computador de controle. Usando o manual do
computador de controle, vá para a função de definição da pressão de início da barra
guia.
• Ajuste o valor de modo que a pressão comece a aumentar no manômetro. Continue a
aumentar o valor até que o nível de pressão correto tenha sido atingido, 5,0 MPa (50
bar). Salve o valor no computador de controle.

3.6.5. Alimentação da barra da serra, ponto de interrupção de baixa/alta


pressão

O ponto de interrupção é o ponto em % da tora serrada em que a pressão da barra guia


alterna de baixa pressão para alta pressão.
• Vá para o modo de serviço do computador de controle. Usando o manual do
computador de controle, vá para a função de definição do ponto de interrupção de
baixa/alta pressão (% da tora serrada).
• Digite a porcentagem necessária (valor normal: 60%). Salve o valor no computador
de controle.

3.6.6. Alimentação da barra da serra, pressão manual

A pressão manual é a pressão utilizada ao cortar uma tora manualmente.


• Vá para o modo de serviço do computador de controle. Usando o manual do
computador de controle, vá para a função de definição da pressão manual da
alimentação da barra guia.
• Ajuste o valor de modo que a pressão comece a aumentar no manômetro. Continue a
aumentar o valor até que o nível de pressão correto tenha sido atingido, 7,5 MPa (75
bar). Salve o valor no computador de controle.

30 setembro 2015 Versão 8.0 Página 23 / 26


SP561LF
Instalação

3.7. Operação multiárvore

• Conecte um manômetro ao
ponto de teste MA (1) no bloco
multiárvore.
• Leia a pressão. Valor correto: 10
MPa (100 bar). Quando necessário,
ajuste com o parafuso de ajuste 81
(2).
• Desconecte o manômetro e encaixe
a tampa de proteção no ponto de
teste.

3.8. Marcação com corante

• Conecte um manômetro ao ponto


de medição MFM no bloco de
válvulas.
• Leia a pressão. Valor correto: 10
MPa (100 bar). Quando necessário,
ajuste com o parafuso de ajuste 8.
Consulte a figura na página 10
• Desconecte o manômetro e encaixe
a tampa de proteção no ponto de
teste.
• Conecte o manômetro ao ponto de
teste M (1) na bomba de marcação
com corante.
• Leia a pressão. Valor correto: 10
MPa (100 bar).
• Quando necessário, ajuste com
o parafuso de ajuste 76 (2) como
indicado a seguir:
-- Primeiro, ajuste de modo que o manômetro mostre 9 MPa (90 bar).
-- Com cuidado, gire o parafuso de ajuste de volta para 10 MPa (100 bar).

Página 24 / 26 Versão 8.0 30 setembro 2015


SP561LF
Instalação

3.9. Velocidade de inclinação

• Ajuste a velocidade de inclinação no computador do sistema de controle.


• Defina de acordo com as instruções do computador. É importante que as
velocidades máxima e mínima sejam definidas de modo que a inclinação desacelere
gradualmente em relação aos batentes.

4. Programação das teclas

• Programe as funções das teclas no computador. Consulte o manual do sistema de


controle para obter mais informações.

30 setembro 2015 Versão 8.0 Página 25 / 26


SP561LF
Instalação

5. Verificação funcional

• Certifique-se de que nenhuma mangueira esteja apertada ou dobrada.
Dê partida na


máquina básica e teste todas as funções do cabeçote:
-- Conjuntos múltiplos de Inclinação
-- Garra, rolos de alimentação e mecanismo de desgalhamento
-- Serra
-- Alimentação
• Verifique se não há vazamento de mangueiras, acoplamentos, cilindros ou motores.
• Gire o odômetro e verifique no computador, na máquina básica, se a medição de
comprimento está operacional.
• Posicione o cabeçote nos rolos de alimentação e desligue a máquina básica.
• Recoloque as placas de proteção.
• Agora a máquina está pronta par operação.

Página 26 / 26 Versão 8.0 30 setembro 2015