Vous êtes sur la page 1sur 4

OUT 1982 NBR 5023

Barra e perfil de ligas cobre-zinco-


chumbo
ABNT-Associação
Brasileira de
Normas Técnicas

Sede:
Rio de Janeiro
Av. Treze de Maio, 13 - 28º andar
CEP 20003-900 - Caixa Postal 1680
Rio de Janeiro - RJ
Tel.: PABX (021) 210 -3122
Telex: (021) 34333 ABNT - BR
Endereço Telegráfico:
NORMATÉCNICA

Especificação
Origem: ABNT - EB-354/1982
CB-01 - Comitê Brasileiro de Mineração e Metalurgia
CE-01:031.02 - Comissão de Estudo de Barras e Perfis
Copyright © 1982, NBR 5023 - Lead-copper-zinc alloy bar and section - Specification
ABNT–Associação Brasileira
de Normas Técnicas Descriptors: Bar. Section. Alloy
Printed in Brazil/
Impresso no Brasil Palavras-chave: Barra. Perfil. Liga 4 páginas
Todos os direitos reservados

SUMÁRIO 4 Condições gerais


1 Objetivo
2 Documentos complementares 4.1 Condições a serem obedecidas
3 Definições
4 Condições gerais Os produtos devem obedecer às condições estabelecidas
5 Condições específicas na NBR 5021, quanto a:
6 Inspeção
7 Aceitação e rejeição a) acabamento;

b) unidades de medida;
1 Objetivo
c) limites de arredondamento;
Esta Norma fixa as condições exigíveis a que devem
obedecer as barras e perfis fabricados com as ligas de d) embalagem.
cobre-zinco-chumbo (latões de corte fácil).
4.2 Fabricação
2 Documentos complementares
Os produtos devem obedecer ao indicado na NBR 5021
Na aplicação desta Norma é necessário consultar: e o acabamento deve ser feito por um processo a frio ou
por tratamento térmico, seguido de um endireitamento.
NBR 5019 - Produtos de cobre e ligas de cobre - Ter-
minologia 4.3 Formas de entrega

Os produtos devem ser entregues em formas retas.


NBR 5021 - Cobre e liga de cobre - Barra e perfil ex-
trudado e trefilado - Especificação 4.4 Marcas
ASTM B 154 - Mercurous nitrate test for copper and 4.4.1 Unidades
copper alloys
As unidades não necessitam levar marcas.
3 Definições
4.4.2 Caixas, atados e volumes
Os termos técnicos utilizados nesta Norma estão definidos
na NBR 5019. As marcas devem ser as indicadas na NBR 5021.
2 NBR 5023/1982

4.5 Ordem de compra c) larguras

O comprador deve indicar na ordem de compra os se- - as larguras das barras retangulares devem ser
guintes dados: as establecidas na ordem de compra, com as to-
lerâncias indicadas na NBR 5021. No caso de
a) liga;
barras de seção quadrada, se aplicam as tole-
b) têmpera; râncias indicadas para a espessura;

c) quantidade (massa, unidades ou comprimento); d) comprimentos

d) forma do produto (seção circular, quadrada, etc.); - os comprimentos das barras são de acordo com
a NBR 5021.
e) medidas (diâmetro ou distância entre as superfícies
planas paralelas, ou espessura, largura e compri-
mento); 5.2.2 As medidas dos perfis e suas respectivas tolerâncias
devem ser estabelecidas por acordo prévio.
f) forma dos cantos ou dos lados.
5.3 Ângulos, cantos e lados
5 Condições específicas
5.3.1 Barras
5.1 Material

5.1.1 Ligas e sua composição química Os ângulos, cantos e lados devem obedecer ao indicado
na NBR 5021.
Os produtos devem ser fabricados com uma das ligas in-
dicadas na Tabela 1. 5.3.2 Perfis

Nota : Na composição química, normalmente são determinados


As formas devem ser as indicadas na ordem de compra.
os teores dos seguintes elementos: Cu, Pb e Fe. Não
obstante, caso haja suspeita de que outros elementos es-
tejam presentes ou caso se manifestem durante a reali- 5.4 Desvio da retilineidade
zação das análises, devem ser determinados os seus
teores, com objetivo de comprovar que a soma destes As barras e os perfis devem obedecer ao indicado na
outros elementos não é maior que o limite especificado. NBR 5021.
5.2 Medidas, massas e suas tolerâncias
5.5 Resistência à tração, limite de escoamento e
5.2.1 As barras devem possuir as seguintes características: alongamento

a) diâmetros ou distâncias entre as superfícies planas 5.5.1 Barras


paralelas
Os produtos ensaiados segundo 6.2.2 devem obedecer
- os diâmetros de barras de seção circular e as dis-
aos valores da Tabela 2 no que se refere a resistência à
tâncias entre as superfícies planas paralelas de
tração, a limite aparente de escoamento e a alongamento,
barras de seção hexagonal e octogonal devem
em relação às têmperas e suas diversas medidas.
ser os estabelecidos na ordem de compra, com
as tolerâncias indicadas na NBR 5021;
Nota: Dado que a determinação da dureza, segundo 6.2.1, per-
mite formar um juízo rápido e conveniente para poder
b) espessuras
apreciar se o produto obedece ou não ao requisito de re-
sistência à tração, na Tabela 3 indicam-se os valores
- as espessuras das barras de seção quadrada e
aproximados de dureza desejáveis para as barras. Esta
retangular devem ser as estabelecidas na ordem
Tabela não prevê valores para os produtos que têm diâ-
de compra, com as tolerâncias indicadas na metros, distâncias entre as superfícies planas paralelas
NBR 5021; ou larguras menores de 13 mm.

Tabela 1 - Composição química das ligas cobre-zinco-chumbo, de corte fácil

Composição química
Sigla Designação
Elementos principais (%) Outros elementos (% máx.)
Total - outros
Cu Pb Zn Fe elementos

Cu Zn 36 Pb 3 Cobre-zinco 61-36 60,0-63,0 2,5-3,7 0,35 0,5


0 restante

chumbo 3

Cu Zn 40 Pb 3 Cobre-zinco 57-40 56,5-60,0 2,0-3,5 0,35 0,7


chumbo 3
NBR 5023/1982 3

5.5.2 Perfis Nota: Se o comprador não indicar a têmpera, esta deve ser
fornecida meio dura.
Os valores dos ensaios realizados segundo 6.2.2 devem
ser estabelecidos por acordo prévio entre as partes. 5.7 Tensões residuais (prova de nitrato mercuroso)

Se o comprador indicar na ordem de compra o ensaio


5.6 Têmpera
segundo 6.2.3, os produtos não devem apresentar trincas
imediatamente depois de serem retirados da solução,
As barras devem ter, segundo especificado na ordem de
lavados e enxugados.
compra, uma das seguintes têmperas:
6 Inspeção
a) mole;
6.1 Procedimento
b) meio dura;
A inspeção e a amostragem são realizadas segundo a
c) dura. NBR 5021.
Tabela 2 - Resistência à tração, limite aparente de escoamento e alongamento mínimos
Ligas Cu Zn 36 Pb 3

Barras de seção circular, hexagonal e octogonal


Diâmetro ou distância entre as superfícies Resistência à Limite aparente de Alongamento
Têmpera planas paralelas, nominais tração, mínima escoamento, mínimo (A) mínimo (B)

(mm) (MPa) (MPa) (%)


até 25, inclusive 340 140 15
Mole acima de 25 a 50, inclusive 310 130 20
acima de 50 280 100 25
até 13, inclusive 400 180 7
acima de 13 a 25, inclusive 390 180 10
Meio dura acima de 25 a 50, inclusive 350 140 15
acima de 50 a 100, inclusive 320 100 20
acima de 100 280 100 20
de 1,5 a 5, inclusive 560 320 -
Dura acima de 5 a 13, inclusive 490 250 4
acima de 13 a 20, inclusive 460 210 6

Barras de seção quadrada e retangular

Limite aparente de
Resistência à Alongamento
Têmpera Espessura nominal Largura nominal escoamento,
tração, mínima mínimo (B)
mínimo (A)
(mm) (mm) (MPa) (MPa) (%)
até 25, inclusive até 150, inclusive 310 130 20
Mole acima de 25 até 150, inclusive 280 100 25

até 13, inclusive até 25, inclusive 350 180 10


até 13, inclusive acima de 25 a 150, 320 120 15
Meio acima de 13 a 50, inclusive inclusive
dura acima de 13 a 50, inclusive até 50, inclusive 320 120 20
acima de 50 acima de 50 a 150, 280 100 20
inclusive
acima de 50 a 100, 280 100 20
inclusive
Ligas Cu Zn 40 Pb 3

Barras de todas as seções

Resistência à tração, mínima Alongamento mínimo(B)


Têmpera
(MPa) (%)
Mole 370 25
Meio dura 440 15
Dura 510 10
(A)
O limite aparente de escoamento é considerado como a tensão que produz um alongamento de 0,5% com a carga aplicada.
(B)
Determinado num comprimento entre marcas iguais a 4 vezes o diâmetro ou a espessura do corpo-de-prova, com um mínimo de
25 mm.
4 NBR 5023/1982

6.2 Ensaios b) quatro vezes a distância mínima entre as super-


fícies paralelas, para barras de seção quadrada,
6.2.1 Os ensaios a serem aplicados para composição quí- hexagonal e octogonal;
mica, desvio da retilineidade e dureza são os indicados
na NBR 5021. c) quatro vezes a espessura, para barras retangu-
lares.
6.2.2 Os ensaios de resistência à tração, limite de escoa-
mento e alongamento devem ser efetuados segundo a
6.2.3 O ensaio de tensões residuais (prova de nitrato mer-
NBR 5021.
curoso) deve ser efetuado segundo a ASTM B 154.
6.2.2.1 O alongamento é determinado sobre o comprimen-
to entre marcas (mínimo 25 mm) igual: 7 Aceitação e rejeição

a) quatro vezes o diâmetro, para barras de seção Para aceitação ou rejeição das barras e perfis, deve-se
circular; obedecer ao prescrito na NBR 5021.

Tabela 3 - Dureza

Ligas Cu Zn 36 Pb 3
Barras de seção circular, hexagonal e octogonal

Diâmetro ou distância entre as superfícies Dureza Rockwell B


Têmpera planas paralelas, nominais

(mm) Seção circular Seção hexagonal e octogonal

Mole acima de 13 10 a 45 10 a 45

acima de 13 a 25, inclusive 60 a 80 55 a 80

acima de 25 a 50, inclusive 55 a 75 45 a 70


Meio dura acima de 50 a 75, inclusive 45 a 70 40 a 65
acima de 75 a 100, inclusive 40 a 65 35 a 60

acima de 100 25 (mín.) 25 (mín.)

Barras de seção quadrada e retangular

Espessura nominal Largura Dureza Rockwell B


Têmpera
(mm) (mm)

Mole acima de 13 acima de 13 10 a 35

até 13, inclusive acima de 13 a 25, inclusive 45 a 75

até 13, inclusive acima de 25 a 150, inclusive 35 a 60


Meio dura acima de 13 a 50, inclusive até 50, inclusive 40 a 70
acima de 13 a 50, inclusive acima de 50 a 150, inclusive 35 a 60

acima de 50 acima de 50 a 100, inclusive 35 a 60

Ligas Cu Zn 40 Pb 3
Barras de todas as seções

Têmpera Dureza Rockwell B

Mole 40 a 65

Meio dura 55 a 75

Dura 70 a 90