Vous êtes sur la page 1sur 10

Viobrás APR – ANALISE PRELIMINAR DE RISCO

ENGENHARIA ÁREA: Casa Mata rua E-54 U.O.: Revap ; IERV Gerência: CMAI Setor:
Processo: Construção Casa Mata atividade de Civil e Atividade: Ingresso as atividades em área liberada (céu aberto) Data: 16/05/2011 Revisão: Página: 01
apoio de equipamentos de uso diário. 00

Coordenador: Equipe Técnica:


Cat.
Evento / Controles Cat. Grau
Causas Efeitos Prob. Ações para Gerenciamento dos Riscos Verif.
Nº Perigo Existentes Sev. Risco
Freq. por:

01 Exposição a -Ocorrência de chuvas e/ou descargas -Choque elétrico ou Disponível área com A 4 M - Paralisar os trabalhos quando solicitado pelo QSMS e Mestre
descargas atmosféricas eletrocussão SPDA. quando comunicado o alerta de incidência de raios Carlos
atmosféricas - Parada (vermelho).
cardiorrespiratória - Retirar funcionários da área e conduzi-los para local SMS
- Lesões e danos seguro (com SPDA). Mario
pessoais
02 Exposição à - Radiação solar - Queimaduras térmicas Disponível Bloqueador A 2 T - Usar bloqueador solar duas vezes ao dia; Mestre
radiação não- e irritação de pele solar - Manter um frasco de bloqueador em área de vivencia, Carlos
ionizante próximo ao local da tarefa, para o caso de reaplicação do
produto. SMS
Mario
03 Acesso a áreas -Ataque de animais peçonhentos - Reação alérgica; - DDSMS. D 3 M -Avaliar local antes de iniciar as atividades
Mestre
com vegetação Trabalhos realizados próximo ao habitat - Envenenamento; -Manter o local sempre limpo durante e após as
Carlos
alta. de animais peçonhentos - Infecção. atividades;
- Falta de organização, falta de - Mal estar. -Todos os colaboradores envolvidos na atividade deverá
SMS
manutenção da poda e jardinagem do - Ataque anafilático. utilizar Perneira e os demais EPI’s.
Mario
local.
04 Proximidade com -Vazamento, incêndio, explosão - Lesões e danos - Radio de comunicação C 3 M Em caso de emergência com toque de sirene, paralisar Mestre
a unidade - pessoais atividades e abandonar a área ordenadamente, conforme Carlos
Emergência na -Vazamento de gases tóxicos orientação da operação, SMS e/ou fiscalização.
área industrial provenientes da chaminé e unidade de - Intoxicação. Retornar ao trabalho somente após autorização da SMS
processo Doenças respiratórias. operação. Mario
Mal súbito Qualquer anormalidade durante a execução dos trabalhos
paralisarem de imediato.
Seguir orientações SMS Empreendimentos (comunicação
via rádio) e QSMS IERV.
Viobrás APR – ANALISE PRELIMINAR DE RISCO
ENGENHARIA ÁREA: : Casa Mata rua E-54 U.O.: Revap ; IERV Gerência: CMAI Setor:
Processo: Construção Casa Mata atividade de Atividade: Utilização de Gerador Data: 13/05/2011 Revisão:00 Página: 02
Civil e apoio de equipamentos de uso diário.

Coordenador: Equipe Técnica:


Cat.
Cat. Grau
Evento / Perigo Causas Efeitos Controles Existentes Prob. Ações para Gerenciamento dos Riscos Verif.
Nº Sev. Risco
Freq. por:

01 - Emissão atmosférica - Operação e movimentação de - Alteração da -DDSMS C 2 M - Realizar manutenção trimestral e preventiva e em Mestre
equipamentos movidos a diesel qualidade do ar local adequado Carlos
- Monitoramento de emissão de fumaça controle de
emissão de fumaça preta. SMS
Mario
02 - Ruído - Falta de uso de Protetor - Extress -DDSMS C 3 M - Fazer uso do protetor auricular Mestre
Auricular - Irritabilidade - Manter distância das frentes de trabalhos e o Carlos
- Ocorrência de ruído acima do - Perda Auditiva gerador.
limite de tolerância SMS
Mario
03 - Incêndio - Abastecimento - Queimaduras -DDSMS C 2 M - Inspeção do equipamento
Mestre
- Vazamento / rompimento do - Contaminação do - Manter extintor de incêndio PQS no local
Carlos
tanque de combustível ou solo e água. - Aterramento do gerador
mangueira de alimentação - Dispor de kit de mitigação
SMS
- Realizar manutenção trimestral e preventiva e em
Mario
local adequado
04 -vazamento/ derramamento - Falta de manutenção - Alteração da -DDSMS C 2 M - Dispor do kit mitigação
de óleos/ combustíveis/ - Rompimento de mangueiras qualidade do solo e - Em caso de emergência,
produtos químicos - Derramamento durante o água - Segregação e descarte dos resíduos decorrentes
Mestre
abastecimento de situações de emergência, conforme plano de
Carlos
gestão de resíduos perigosos.
- Os geradores devem dispor de bacia de contenção
SMS
- Providenciar cobertura para os geradores
Mario
- Realizar abastecimento somente pessoa
qualificada e autorizada conforme instrução de
trabalho.
05 - Choque elétrico - Falta de aterramento - Queimadura - Profissionais treinados. C 3 M - Os geradores e painéis elétricos devem estar
- Fiação em mau estado de - Fibrilação devidamente aterrados a ponto adequado de
conservação - Parada Cardio aterramento, sendo garantida a continuidade elétrica
- cabos Inadequados respiratória de aterramento.
- Os cabos elétricos utilizados devem estar em boas Mestre
condições, não apresentando pontos de fiação Carlos
expostas, os plug(s) de conexão a painéis devem ser
adequados a tensão elétrica SMS
- Os cabos elétricos devem ser dispostos de forma Mario
aérea, com sinalização de nível de tensão no mínimo
a cada 8 metros.
- Devem ser realizada diariamente inspeção dos
cabos elétricos.
Viobrás APR – ANALISE PRELIMINAR DE RISCO
ENGENHARIA ÁREA: Casa Mata rua E-54 U.O.: Revap ; IERV Gerência: CMAI Setor:
Processo: Construção Casa Mata atividade de Civil e Atividade: Compactação de Solo utilização do Compactador tipo Sapo Data: 16/05/2011 Revisão: Página: 03
apoio de equipamentos de uso diário. 00

Coordenador: Equipe Técnica:


Cat.
Evento / Controles Cat. Grau
Causas Efeitos Prob. Ações para Gerenciamento dos Riscos Verif.
Nº Perigo Existentes Sev. Risco
Freq. por:

01 - Utilização do - Exposição a acidentes - Lesões de grau - DDSMS. A 2 M -Avaliar local antes de iniciar as atividades
Mestre
Compactador de - Batida contra variado. - Condições de tempo desfavoráveis, (chuva,
Carlos
solo Tipo Sapo - Prensamento (Tempestade e incidência de raios).
Esmagamento -Todo o colaborador envolvido na atividade deverá utilizar
SMS
os EPI’s..
Mario
02 - Compactador - Uso inadequado do equipamento - Lesões de grau -Check-list de inspeção B 2 M -Somente pessoas qualificadas deveram executar as Mestre
tipo sapo - Falta de treinamento. variado. da cor do trimestre atividades; Carlos
- Não utilização dos EPI’s - Fazer chek- list de inspeção do equipamento e identificar
- Baixa percepção de risco. - intoxicação -DDSMS com a cor do trimestre. SMS
- exposição a monoxó de carbono -Utilizar os EPI, específicos para executar a atividade; Mario
-Inspecionar o local de trabalho durante o período das
atividades
03 - Incêndio. -Vazamento de combustível - Queimaduras. - DDSMS B 3 M - O abastecimento deverá ser efetuado por pessoa Mestre
- Danos materiais treinada. Carlos
- Utilizar os EPI, específicos para executar a atividade;
- Na execução da atividade manter extintor contra incêndio SMS
no local. Mario
Viobrás APR – ANALISE PRELIMINAR DE RISCO
ENGENHARIA ÁREA: Casa Mata rua E-54 U.O.: Revap ; IERV Gerência: CMAI Setor:
Processo: Construção Casa Mata atividade de Civil e apoio de Atividade: Instalação de manta (PEAD) uso de Data: 13/05//2011 Revisão: Página: 04
equipamentos de uso diário. ferramentas manuais e elétricas. 00

Coordenador: Equipe Técnica:


Controles Cat. Prob. Grau
Evento / Perigo Causas Efeitos Cat. Sev. Ações para Gerenciamento dos Riscos
Nº Existentes Freq. Risco Verif. por:

01 - Instalação da *Choque elétrico *Fibrilação. *Check-list de C 2 M *Verificar aterramento adequado do equipamento.


manta - uso de *Curto circuito. *Queimadura. inspeção da cor *Inspecionar os cabos, mante-los com altura acima dos 2 Mestre
máquina termo *Falta de aterramento. *Parada do trimestre. metros, sinalizá-los com placas sobre sua respectiva Carlos
fusão *Cabos desencapado. cardiorrespiratória. *PM 25 voltagem, e não deixá-los em contato com estruturas
*Cabo em contato com estruturas metálicas sem sua devida proteção. SMS
metálicas. Mario

02 Instalação elétrica *Cabos elétricos em condições *Eletrocussão *Treinamento C 2 M *Utilizar equipamentos em perfeito estado;
- contato com inadequadas (queimadura NR 10; *Planejar a atividade
fontes energizadas *Choque elétrico. *Somente o eletricista deverá executa instalações elétricas.
Mestre
*Inspecionar antes do uso cabos e equipamentos.
Carlos
*Não amarrar cabos em estruturas metálicas.
*Os cabos elétricos deverão estar fora do raio de ação de
SMS
pessoas e máquinas.
Mario
*Antes de iniciar os serviços verificar se o equipamento
encontra-se desenergizado.
*Inspecionar os cabos, mante-los com altura acima dos 2m
03 Uso de - Uso de ferramentas inadequadas, - Lesões de grau -DDSMS C 2 M -Inspecionar todas as ferramentas entes de iniciar a
Mestre
ferramentas danificadas; variado. - Ordem de atividade;
Carlos
manuais -Falta de treinamento para uso serviço - Utilizar ferramenta adequadas para a atividade;
- Não utilização dos EPI’s - Não improvisar.
SMS
- Baixa percepção de risco.
Mario

Viobrás APR – ANALISE PRELIMINAR DE RISCO


ENGENHARIA ÁREA: : Casa Mata rua E-54 U.O.: Revap ; IERV Gerência:CMAI Setor:
Processo: Construção Casa Mata atividade de Civil e apoio de Atividade: Uso de serra circular Data: 13/05/2011 Revisão: Página: 05
equipamentos de uso diário. 00

Coordenador: Equipe Técnica:


Controles Cat. Prob. Grau
Evento / Perigo Causas Efeitos Cat. Sev. Ações para Gerenciamento dos Riscos
Nº Existentes Freq. Risco Verif. por:

01 -Uso de serra - Uso das máquinas sem a proteção ou - Ferimento corte -DDSMS C 3 M - Não usar luvas durante o manuseio de máquinas rotativas;
circular de por pessoas não treinadas e autorizadas. contuso e inciso - Treinamento - Somente profissional qualificado treinado deverá operar o
Mestre
bancada lacerante, - PM 13 equipamento;
Carlos
amputação, - Realizar inspeção chek-list identificando com a cor do
ferimentos múltiplos trimestre.
SMS
graves. - Disponibilizar próximo ao equipamento identificação de
Mario
pessoa autorizada a operar o equipamento.

02 - Projeção de - Corte da madeira -Problemas - Check-list de C 3 M *Somente pessoas qualificadas deveram executar as Mestre
Partículas respiratório. inspeção da cor atividades. Carlos
-Queimadura. do trimestre *Utilizar os EPI, específicos para executar a atividade PM
-Lesões nos olhos. - PM 013 013. SMS
Mario

03 - Exposição ao - Maquinas e equipamentos. - Perda auditiva. -DDSMS C 3 M Utilizar Protetor auricular Mestre
ruído. Carlos

SMS
Mario
- Geração de Durante (a realização da atividade de - Impacto Ambiental - Procedimento A 1 M - Segregar e acondicionar todos resíduos conforme
04 resíduos carpintaria). especifica para procedimento do SMS da IERV
Mestre
descarte de - Manter a área limpa e Ordem;
Carlos
resíduo - disponibilizar coletores de acordo com as cores da coleta
-Treinamento seletiva CONAMA 275.
SMS
no descarte de - Descartar a madeiras e pregos em coletores específicos
Mario
material
-DDSMS
05 - Confecção de - Uso de ferramentas inadequadas, - Lesões de grau - DDSMS D 2 M -Somente pessoas qualificadas deveram executar as Mestre
peça de moldes de danificadas variado. atividades; Carlos
madeira - - Falta de treinamento para uso -Utilizar os EPI, específicos para executar a atividade;
ferramentas - Baixa percepção de risco. - Não improvisar ferramentas. SMS
manuais. Mario
06 - Incêndio - Curto circuito. - Queimadura. - Treinamento C 2 M - Utilizar extensão de cabos com isolamento não danificado Mestre
-Perda de material e suportes. Carlos
-Manter o local organizado isentos de materiais
- Manter próximo ao local das atividades equipamento de SMS
combate a incêndio (extintor de PQS ou CO2). Mario

Viobrás APR – ANALISE PRELIMINAR DE RISCO


ENGENHARIA ÁREA: : Casa Mata rua E-54 U.O.: Revap ; IERV Gerência: CMAI Setor:
Processo: Construção Casa Mata Atividade: Execução Armação Data: 13/05/2011 Revisão:00 Página: 06
atividade de Civil e apoio de
equipamentos de uso diário.
Coordenador: Equipe Técnica:
Cat.
Evento / Cat. Grau
Causas Efeitos Controles Existentes Prob. Ações para Gerenciamento dos Riscos
Nº Perigo Sev. Risco Verif. por:
Freq.

01 Montagem de - Uso de ferramentas - Ferimento corte - DDS B 2 T - Somente pessoas qualificadas deveram executar as
Mestre
armação de radie inadequadas, danificadas contuso, - Profissional qualificado atividades;
Carlos
- Lesões de grau -Utilizar os EPI, específicos para executar a atividade;
variado. -Inspecionar o local de trabalho durante o período das
SMS
atividades;
Mario
02 Uso de - Uso de ferramentas - Lesões de grau - DDSMS D 2 M -Somente pessoas qualificadas deveram executar as Mestre
ferramentas inadequadas, danificadas variado. atividades; Carlos
manuais. - Falta de treinamento para uso -Utilizar os EPI, específicos para executar a atividade;
- Baixa percepção de risco. - Não improvisar ferramentas. SMS
Mario
03 - Geração de - Sobras de material - Impacto Ambiental - Procedimento especifica A 1 M - Segregar e acondicionar todos resíduos conforme Mestre
resíduos (solo) para descarte de resíduo procedimento do SMS da IERV Carlos
-Treinamento no descarte - Manter a área limpa e Ordem;
de material - disponibilizar coletores de acordo com as cores da coleta SMS
-DDSMS seletiva CONAMA 275. Mario
- Descartar a madeiras e pregos em coletores específicos

04 -Contato com -Devido a ferramentas cortantes - Pequenos - Treinamento para C 2 M - Utilizar EPI apropriado para a atividade; Mestre
Material perfuro e perfurantes pontas de fios e ferimentos e utilização de equipamentos - Orientar a equipe quanto ao risco de cortes e Carlos
cortante quinas. arranhões. de corte. perfurações;
- Organizar o local de trabalho evitando contatos SMS
acidentais com ferramentas e materiais armazenados. Mario
- Inspecionar ferramentas a serem utilizadas;

Viobrás APR – ANALISE PRELIMINAR DE RISCO


ENGENHARIA ÁREA: : Casa Mata rua E-54 U.O.: Revap ; IERV Gerência: CMAI Setor:
Processo: Construção Casa Mata atividade de Atividade: Execução de Concretagem, utilização de caminhão betoneira e Data: 13/05/2011 Revisão:00 Página: 07
Civil e apoio de equipamentos de uso diário. vibrador de concreto.
Coordenador: Equipe Técnica:
Cat.
Cat. Grau
Evento / Perigo Causas Efeitos Controles Existentes Prob. Ações para Gerenciamento dos Riscos Verif.
Nº Sev. Risco
Freq. por:

01 - Atropelamento - Não respeito à velocidade das - Lesões de grau - Treinamento de direção B 4 M - Transitar em velocidade compatível com a
Mestre
vias; variado. defensiva; sinalização;
Carlos
- Falha de alarme sonoro de ré. - Transtorno na vias - DDSMS - Obedecer às sinalizações de trânsito
- PM 06 - Seguir orientações dos PM 06
SMS
- Realizar manutenção periódica do veículo.
Mario
- Utilizar sinalizador para manobras.
02 - Tombamento do - Solo instável. *Danos Materiais - DDSMS. B 2 M - Inspecionar o local de trabalho durante o período
caminhão betoneira - Falta de planejamento *Lesões pessoais das atividades;
Mestre
- Peso acima da capacidade do Podendo levar a - Verificar se o solo é estável.
Carlos
veículo. óbito. - Realizar checklist no equipamento.
- Operador habilitado, treinado e autorizado.
SMS
- Não será permitido executar as atividades em
Mario
condições de tempo desfavoráveis, (chuva,
(Tempestade e incidência de raios).
03 - Incêndio. -Vazamento de combustível. - Queimaduras. -DDSMS B 3 M - Manter no local extintor de incêndio. Mestre
- Danos materiais - Realizar checklist dos equipamentos e veículos Carlos
- Em caso de principio de incêndio fazer uso do
extintor correto, caso necessário ligar no 8800 ou SMS
utilizar a faixa de rádio 1. Mario
04 - Batida contra/ Ser -Ficar no raio de movimentação - Lesões diversas. - DDS B 2 M - Planejar as atividades antes de acessar o espaço; Mestre
atingido por. da bica de lança concreto. - Perda material. - Inspecionar o local de trabalho durante o período Carlos
- Prensamento de das atividades;
membros. - Fazer sinalização do local de atividade. SMS
Mario
05 - Exposição ao ruído. - Maquinas e equipamentos. - Perda auditiva. -DDSMS C 3 M Utilizar Protetor auricular Mestre
Carlos

SMS
Mario
06 - Geração de resíduos -Sobras de material - Impacto Ambiental - Procedimento especifica para A 1 M - Segregar e acondicionar todos resíduos conforme
(solo, água) descarte de resíduo procedimento do SMS da IERV Mestre
-Treinamento no descarte de - Manter a área limpa e Ordem; Carlos
material - disponibilizar coletores de acordo com as cores da
-DDSMS coleta seletiva CONAMA 275. SMS
- Manter caixa de conte contenção para evitar o em Mario
pacto ambiental.

Viobrás APR – ANALISE PRELIMINAR DE RISCO


ENGENHARIA ÁREA: : Casa Mata rua E-54 U.O.: Revap ; IERV Gerência: CMAI Setor:
Processo: Construção Casa Mata atividade de Atividade: Construção de Alvenaria Data: 13/05/2011 Revisão:00 Página: 08
Civil e apoio de equipamentos de uso diário.
Coordenador: Equipe Técnica:
Cat.
Cat. Grau
Evento / Perigo Causas Efeitos Controles Existentes Prob. Ações para Gerenciamento dos Riscos Verif.
Nº Sev. Risco
Freq. por:

01 Assentamento manual de - Queda de mesmo nível. - Queda de material -DDSMS B 2 T - Permanecer no local, somente as pessoas
Mestre
Blocos de concreto - - Excesso de blocos em pilhados - Exceder limite de envolvidas na atividade;
Carlos
Manuseio em altura blocos sobre -Verificar o estado de uso e conservação das
bancada ferramentas antes de iniciar os trabalhos.,
SMS
-Não improvisar, não fazer “gambiarras”.
Mario
02 Assentamento manual de - lançamento de concreto e Ferimento nos -DDSMS C 2 M Manter no local somente pessoas envolvidas no Mestre
Blocos de concreto - assentamento. olhos. trabalho. Carlos
Projeção Partículas sólidas. Fazer uso dos EPI´s Protetor facial e óculos.
Pessoas qualificadas e autorizadas. SMS
Mario
03 Assentamento manual de - Cimento/ concreto. Diminuição da -DDSMS C 2 M
Mestre
Blocos de concreto - capacidade
- Uso de EPI respirador para poeiras. Carlos
Exposição a poeiras e pulmonar
- Utilizar luva de pvc e bota de pvc durante a
concreto.
atividade de concretagem. SMS
Irritação/Alergia/
Mario
Dermatose
04 - Geração de resíduos -Sobras de material - Impacto Ambiental - Procedimento especifica para A 1 T - - Segregar e acondicionar todos resíduos conforme
Mestre
(solo, água) descarte de entulho procedimento do SMS da IERV
Carlos
- DDSMS no descarte de - Manter a área limpa e Ordem;
material. - disponibilizar coletores de acordo com as cores da
SMS
coleta seletiva CONAMA 275.
Mario
05 Uso de ferramentas - Uso de ferramentas - Lesões de grau - DDSMS D 2 M -Somente pessoas qualificadas deveram executar as Mestre
manuais. inadequadas, danificadas variado. atividades; Carlos
- Falta de treinamento para uso -Utilizar os EPI, específicos para executar a
- Baixa percepção de risco. atividade; SMS
- Não improvisar ferramentas. Mario
06 -Contato com Material -Devido a ferramentas cortantes - Pequenos - Treinamento para utilização C 2 M - Utilizar EPI apropriado para a atividade; Mestre
perfuro cortante e perfurantes pontas de fios e ferimentos e de equipamentos de corte. - Orientar a equipe quanto ao risco de cortes e Carlos
quinas. arranhões. perfurações;
- Organizar o local de trabalho evitando contatos SMS
acidentais com ferramentas e materiais Mario
armazenados.
- Inspecionar ferramentas a serem utilizadas;

07 Movimentação manual de Postura inadequada Lesões lombares - Ordem de serviço C 2 M - Levantar peso flexionando os joelhos evitando Mestre
carga pressão sobre a coluna. Carlos
- Manter no local bancada e plataformas adequadas
a cada atividade. SMS
Mario

Viobrás APR – ANALISE PRELIMINAR DE RISCO


ENGENHARIA ÁREA: : Casa Mata rua E-54 U.O.: Revap ; IERV Gerência: CMAI Setor:
Processo: Construção Casa Mata atividade de Atividade: Montagem de andaime. Data: 13/05/2011 Revisão:00 Página:09
Civil e apoio de equipamentos de uso diário.
Coordenador: Equipe Técnica:
Cat.
Cat. Grau
Evento / Perigo Causas Efeitos Controles Existentes Prob. Ações para Gerenciamento dos Riscos Verif.
Nº Sev. Risco
Freq. por:

01 - Queda de mesmo nível/ -Andaime inadequado, Falta de - Lesões de grau -Check – liste para liberação de C 2 M -Aferir a pressão arterial antes da atividade.
Queda de nível diferente. guarda corpo. variado. andaime; -Utilizar somente andaimes liberados pelo SMS
-Falta do uso de cinto de - Identificação com placa de placa de andaime liberado.
segurança. liberação; -Fazer uso do cinto tipo pára-quedista com 02
-Falta de dispositivo para atracar - Treinamento para trabalho em talabartes
Mestre
o cinto de segurança altura; - Dispor de iluminação adequada para atividade a
Carlos
-Iluminação inadequada. - PM 010. ser realizada.
-Acúmulo de resíduo em -Não acumular material sobre a bancada e
SMS
plataforma andaimes.
Mario
-Manter saídas desobstruídas e locais de trabalho
limpo e organizado.
-Manter dispositivo fixo para atracar o cinto de
segurança

02 -Batida Contra -Ferramentas inadequadas e - Lesões de grau C 2 M - Inspecionar as ferramentas visualmente antes de Mestre
danificadas variado. -PM 026 iniciar o trabalho; Carlos
-Improviso de ferramentas - Realizar Inspeção da cor do trimestre
SMS
Mario
03 - Atingido Por - Quedas de peças de andaime e - Lesões de grau - PM 026 C 2 M - As ferramentas deverão estar amarradas. Mestre
ferramentas variado. - A área de trabalho deverá estar isolada e Carlos
sinalizada.
SMS
Mario

Aceite Data:

DIVULGAÇÃO DA ANALISE PRELIMINAR DE RISCO A EQUIPE EXECUTORA

NOME ASSINATURA NOME ASSINATURA


RESPONSÁVEL PELA DIVULGAÇÃO DA
RESPONSÁVEL PELA DIVULGAÇÃO DA ANALISE PRELIMINAR DE RISCO ANÁLISE PRELIMINAR DE RISCOS
Nome: Mário Nunes Nome:
Matricula: Matricula:
Empresa:Viobrás Construções LTDA Empresa: