Vous êtes sur la page 1sur 1

doutrina do Homem.

O HOMEM

“Cremos, ensinamos e confessamos que o homem foi criado por Deus conforme a imagem
divina, a qual consistia em bem-aventurado conhecimento de Deus, perfeita justiça e
santidade.1 Esta imagem se perdeu com a queda em pecado. Agora o homem nasce com
o pecado original, isto é, o pecado que herdamos de Adão, a completa corrupção de toda
a natureza humana,2 agora privada da justiça original, inclinada para todo o mal e sujeita à
condenação3. Referências bíblicas: Gn 1.27; 2.7; 3.1-16; Sl 51.5-12; Rm 5.12; Sl 143.3; Is
64.6.”
(Cristo para Todos – Publicação da Igreja Evangélica Luterana do Brasil, Maio de 1994,
página 11)
1. O HOMEM CRIADO À IMAGEM DE DEUS
a) A criação de homem e mulher
– Gn 1.27 – ambos feitos à imagem de Deus.
b) Em que consistia a imagem divina
– não semelhança física (Deus é espírito – Jo 4.24)
– semelhança espiritual: foram criados santos e justos (como Deus é!), e conheciam
perfeitamente a Deus: Cl 3.10; Ef 4.24.
2. A PERDA DA IMAGEM DIVINA
a) Conseqüência da queda em pecado
– Pessoas não mais nascem à imagem de Deus, mas dos pais (pecadores) – Gn 5.3.
b) O pecado original
– Rm 5.19; Sl 51.5; Jo 3.6; Gn 8.21; Ef 2.3.
– o que significa o pecado original: “Não somente cometemos pecado; somos pecadores.”
c) O Pecado original é a causa do pecado atual
“Cremos, ensinamos e confessamos que toda e qualquer transgressão da santa lei de
Deus é pecado. Cada pensamento, palavra ou ato contrário à vontade de Deus é pecado.
Cada pecado é rebelião contra Deus. O pecado é a causa de toda a miséria neste mundo.
O homem é responsável diante de Deus e terá de prestar contas de sua vida. E Deus
julgará a todos. Referências bíblicas: Ez 18.20,30; Rm 8.7; 1 Jo 3.4; Gn 8.4; Hb 9.27; Rm
6.23.”
(Cristo para Todos – Publicação da Igreja Evangélica Luterana do Brasil, Maio de 1994,
página 11)
d) Conseqüências de se negar o pecado original
– a pessoa passa a ser considerada pura em si mesma (“a sociedade corrompe”).
– Daí não se vê necessidade no Batismo infantil
– Mas: a corrupção não vem de fora, mas de dentro: Mc 7.15,21-23; Rm 7.18.
3. A CONDIÇÃO ATUAL DA NATUREZA HUMANA
a) O que falta – justiça divina – Rm 3.10-12,18,23
b) Como somos – inclinados para o mal – é a tendência natural humana – Gn 8.21b
c) Conseqüência: condenação – Rm 6.23 (morte eterna)
d) Ensino necessário – sem ele não há sentido na doutrina da salvação
– O ensino bíblico sobre o homem) não é pessimista, mas realista: mostra que o homem,
apesar dos muitos progressos, não progride espiritualmente – precisa do Salvador!