Vous êtes sur la page 1sur 9

Prefeitura Municipal de Concurso Público Prova de 08/NOV

VOTORANTIM Nº 3/2015 PEB I 2015

CADERNO DE QUESTÕES
SEJA BEM-VINDO! ANTES DE INICIAR A PROVA, LEIA ATENTAMENTE AS SEGUINTES INSTRUÇÕES!

  DEIXE SOBRE A MESA apenas o Caderno de Questões, o Cartão de Respostas, caneta esferográfica (azul ou preta); todos os demais
objetos devem ser colocados abaixo da mesa ou em local indicado pelo FISCAL DE PROVA.

  NÃO É PERMITIDO a consulta ou o uso de livros, códigos, dicionários, apontamentos, apostilas, calculadoras, bips, notebooks, tablets; portar
armas no local de realização das provas; levantar-se; fumar; comunicar-se ou tentar visualizar o Caderno de Questões ou o Cartão de Respostas
de outro candidato; portar telefones celulares e similares sem que os mesmos tenham tido a bateria retirada ou tenham sido desligados (inclusive
despertador), acondicionados e lacrados no invólucro de segurança (o telefone celular não poderá emitir qualquer sinal sonoro durante a realização
das provas); outras atitudes incompatíveis com o ambiente de realização das provas; caso necessário utilizar o sanitário, solicite ao Fiscal de
Prova, que designará um Auxiliar de Coordenação para acompanhá-lo, devendo no percurso permanecer em silêncio. Na inobservância de tais
condutas o Fiscal de Prova recolherá a prova e o candidato será DESCLASSIFICADO.

 Confira o CADERNO DE QUESTÕES antes de começar a resolução; verifique no cabeçalho de todas as folhas se a prova corresponde ao
cargo para o qual você se inscreveu; verifique se o caderno contém 50 questões objetivas de múltipla escolha; por fim, verifique se não houve
alguma falha de impressão que prejudique a leitura do texto, gráficos ou ilustrações; caso necessário solicite ao Fiscal de Prova que substitua o
Caderno de Questões. Você deverá entregar o Caderno de Questões ao final da prova, juntamente com o Cartão de Respostas.

 Confira os seus dados no CARTÃO DE RESPOSTAS; havendo divergências, ou se o mesmo não lhe pertencer, informe ao Fiscal de Prova,
que providenciará os ajustes necessários. As questões deverão ser respondidas no Cartão de Respostas, preenchendo-se totalmente o campo
indicativo da letra correspondente à opção de resposta escolhida com caneta esferográfica azul ou preta; não use “X” ou outro tipo de marcação; se
você assinalar mais de uma alternativa, a questão será considerada errada; não rasure, não amasse, não perfure e nem preencha a lápis o Cartão
de Respostas, caso contrário, a resposta será anulada. Veja a seguir um exemplo de como devem ser assinaladas as respostas:

1 A B C D

2 A B C D

 Utilize o Rascunho do Cartão de Respostas no verso desta página para assinalar as suas respostas antes de transcrevê-las para o Cartão
de Respostas definitivo. Ao final da prova você destacará esta folha e levará consigo para efetuar a conferência com o gabarito da prova.

 A DURAÇÃO DA PROVA é de 3 horas, já incluído o tempo destinado ao preenchimento do Cartão de Respostas. A prova poderá ser
entregue somente depois de 1 hora do seu início; os últimos candidatos a entregarem as provas, sendo no mínimo dois, permanecerão na sala
para efetuar, com o Fiscal de Prova, a lacração do envelope contendo os Cartões de Respostas.

 O Fiscal de Prova não está autorizado a emitir opinião nem a prestar esclarecimentos sobre o conteúdo das provas. A interpretação das
questões faz parte do processo de avaliação, cabendo única e exclusivamente ao candidato deliberar sobre as respostas; caso queira efetuar
alguma manifestação de qualquer espécie, deverá lavrá-la na ATA DE PROVA ao final da prova, no momento da entrega do seu Cartão de
Respostas.

 Os títulos serão entregues exclusivamente ao final da realização da Prova Objetiva, para o respectivo Fiscal de Prova. Consoante o
item 7.4 do Edital de Abertura de Inscrições, os títulos deverão ser apresentados através de cópia autenticada em cartório, sendo capeados com
o formulário de protocolo de títulos, que será entregue pelo Fiscal de Prova, devidamente preenchido e assinado.

  A partir das 18 horas do dia 09 de novembro de 2015, o candidato poderá consultar o Gabarito e o Caderno de Provas no site
www.publiconsult.com.br. Não serão informados resultados por telefone ou outro meio de comunicação. O candidato poderá ter acesso ao
Caderno de Provas através do Painel do Candidato – área de ANEXOS, o qual ficará disponível para consulta a partir do momento de divulgação
do Gabarito até o final do prazo para interposição de recursos contra questões e gabaritos.

 RECURSOS em relação ao gabarito ou às questões da prova deverão ser impetrados nos dias 10 e 11 de novembro de 2015, na forma do
item 10 do Edital de Abertura de Inscrições.

 A divulgação da CLASSIFICAÇÃO PROVISÓRIA está prevista para o dia 30 de novembro de 2015, às 18 horas; em caso de alterações em
virtude do processamento dos resultados, a comunicação será efetuada através do site www.publiconsult.com.br.

 O gabarito, os resultados dos recursos, os resultados intermediários, a classificação final, bem como outras DIVULGAÇÕES referentes ao
Concurso Público serão disponibilizados nos sites www.publiconsult.com.br e www.votorantim.sp.gov.br. Não serão informados resultados
por telefone ou outro meio de comunicação.
Prefeitura Municipal de Concurso Público Prova de 08/NOV
VOTORANTIM Nº 3/2015 PEB I 2015

RASCUNHO DO CARTÃO DE RESPOSTAS

- Utilize-o para marcar as respostas antes de transcrevê-las definitivamente para o Cartão de Respostas;
- Ao final da prova você deverá destacar esta folha e levar consigo para efetuar a conferência com o Gabarito da prova;
- Não se esqueça de entregar o restante do Caderno de Questões juntamente com o Cartão de Respostas definitivo ao Fiscal da Prova.

(A) (B) (C) (D) (A) (B) (C) (D)


1 26
2 27
3 28
4 29
5 30
6 31
7 32
8 33
9 34
10 35
11 36
12 37
13 38
14 39
15 40
16 41
17 42
18 43
19 44
20 45
21 46
22 47
23 48
24 49
25 50

BOA SORTE!
Prefeitura Municipal de Concurso Público Prova de 08/NOV
VOTORANTIM Nº 3/2015 PEB I 2015

LÍNGUA PORTUGUESA e INTERPRETAÇÃO DE TEXTOS 3- O autor Bartolomeu Campos de Queirós, escritor e


pesquisador sobre relevantes assuntos educacionais,
Leia o texto a seguir para responder as questões de 1 a 6: demonstra estar atento às questões:
(A) Das descobertas e emoções adquiridas através do ato solitário da
ENTRE SILÊNCIOS E DIÁLOGOS leitura.
(B) Do cotidiano escolar, valorizando a leitura acadêmica.
(C) Da leitura apenas de textos literários, desvalorizando questões
científicas.
(D) Da leitura como função social, por isso, sua participação em
projetos nacionais.
Havia uma desconfiança: o mundo não terminava onde os céus e a 4- O texto “Entre Silêncios e Diálogos”, traz uma estrutura
terra se encontravam. A extensão do meu olhar não podia textual com o uso de metáforas que são também
determinar a exata dimensão das coisas. Havia o depois. Havia o identificadas como “figuras de linguagens que consistem em
lugar do sol se aninhar enquanto a noite se fazia. Havia um abrigo estabelecer uma analogia de significados entre duas palavras
para a lua enquanto era dia. E o meu coração de menino se afogava ou expressões, empregando uma pela outra”.
em desesperança. Eu que não era marinheiro nem pássaro - sem
Nas frases abaixo, NÃO se identifica com esta forma de
barco e asa. Um dia aprendi com Lili a decifrar as letras e suas
estrutura:
somas. E a palavra se mostrou como caminho poderoso para
encurtar distância, para alcançar onde só a fantasia suspeitava, (A) Um dia aprendi com Lili a decifrar as letras e as somas.
para permitir silêncio e diálogo. Com as palavras eu ultrapassava a
linha do horizonte. E o meu coração de menino se afagava em (B) E meu coração de menino se afogava em desesperança.
esperança. Ao virar uma página do livro, eu dobrava uma esquina, (C) Com as palavras eu ultrapassava a linha do horizonte.
escalava uma montanha, transpunha uma maré. Ao passar uma
folha, eu frequentava o fundo dos oceanos, transpirava em desertos (D) Pela leitura temperei minha pátria, chorei sua miséria, provei
para, em seguida, me fazer hóspede de outros corações. Pela leitura minha família, bebi da minha cidade, enquanto, pacientemente,
temperei a minha pátria, chorei sua miséria, provei de minha família, degustei dos meus desejos e limites.
bebi de minha cidade, enquanto, pacientemente, degustei dos meus
desejos e limites. Assim, o livro passou a ser o meu porto, a minha 5- O termo “avessos”, presente no texto, é sinônimo de:
porta, o meu cais, a minha rota. Pelo livro soube da história e criei (A) Alusões
os avessos, soube do homem e seus disfarces, soube das várias 3
faces e dos tantos lugares de se olhar. (...) Ler é aventurar-se pelo (B) Fatos
universo inteiro.
(C) Antagônicos

Bartolomeu Campos de Queirós (D) Contrastes


6- Observe o emprego do trecho destacado – “Ao virar uma
(Sobre o autor: Bartolomeu Campos de Queirós Escritor brasileiro página do livro, eu dobrava uma esquina, escalava uma
nascido em Minas Gerais publicou mais de 40 livros e alguns montanha, transpunha uma maré”.
traduzidos para inglês, espanhol e dinamarquês. Formou-se em O autor apresenta paulatinamente as experiências. Então
Filosofia e Artes, e criou-se como humanista. Cursou o Instituto de podemos AFIRMAR que:
Pedagogia em Paris e participou de importantes projetos de leitura
1 - Transpor é o mesmo que ir além.
no Brasil como o ProLer e o Biblioteca Nacional. 1944 - 2012).
2 - Transpor é o mesmo que terçar.
1- A obra de Bartolomeu Campos de Queirós é uma forma
textual que tem como base referir descobertas e experiências 3 - Transpor é o mesmo que galgar.
subjetivas. Esta forma de texto está identificada como: Estão corretos os itens:
(A) Dissertação (A) 1, apenas.
(B) Crônica (B) 1 e 3, apenas.
(C) Narração (C) 2 e 3, apenas.
(D) Síntese (D) 1, 2 e 3.
2- Sobre a relação dialética presente no título da obra, é correto 7- Sobre o emprego do verbo impessoal HAVER, assinale a
AFIRMAR que há silêncio e diálogo quando: alternativa INCORRETA:
(A) Existe uma desconfiança: o mundo não terminava onde os céus e
(A) Havia poucos leitores curiosos.
a terra se encontravam.
(B) Após minhas últimas leituras, percebi que houveram duas guerras
(B) Há um lugar do sol para se aninhar enquanto a noite se faz.
mundiais.
(C) Tem um abrigo para a lua enquanto é dia.
(C) Haverá reuniões aqui na sala.
(D) Estamos no ato solitário da leitura descobrindo novas
experiências. (D) Infelizmente deixei de ler há muitos anos.
Prefeitura Municipal de Concurso Público Prova de 08/NOV
VOTORANTIM Nº 3/2015 PEB I 2015

8- Com referência à conjugação verbal, preencha corretamente 14 - Um letreiro promocional alterna a exposição de três
o trecho: propagandas diferentes (1, 2, 3, 4), sempre nesta mesma
“Bibliotecária, quando estiver na biblioteca, ___ com _______ ordem, sendo que cada uma fica exposta por 35 segundos.
e agilidade quando ____ pessoas que necessitem de seu Um observador verificou que o letreiro acaba de trocar a
auxílio”. propaganda 1 para a propaganda 2, qual será a propaganda
que estará exposta daqui a 12 minutos?
(A) Haja, descrição, ver.
(A) 1
(B) Aja, descrição, vir.
(B) 2
(C) Haja, discrição, ver.
(C) 3
(D) Aja, discrição, vir.
(D) 4
9- Assinale a alternativa correta quanto ao uso da CRASE:
15 - Ao se preparar para correr uma prova de longa distância, um
atleta começou no primeiro dia de treino correndo do
percurso total; nos dias que se seguiram percorreu , ,e
manteve esse padrão até percorrer, em um único dia, o
percurso total. Qual o número de dias de treino até conseguir
correr o percurso total?
(A) Maria passa o dia à limpar a casa.
(A) 6
(B) Na receita dizia para usar sal à gosto.
(B) 7
(C) Não entrego os documentos à pessoas que não conheço.
(C) 64
(D) Ele é pontual e vai à reunião sem reclamar.
(D) 65
10 - Assinale a alternativa em que todas as palavras estão
corretamente grafadas, de acordo com o Novo Acordo 16 - Dois pacotes de uma mesma empresa de telefonia estão
Ortográfico da Língua Portuguesa: representados na tabela abaixo, onde se paga um valor fixo
mensal, mais um acréscimo por minuto utilizado:
(A) Ideia, relogio, feiura.
Plano Valor Fixo Valor por minuto
(B) Autorretrato, enjoo, herói.
A R$ 9,50 R$ 1,30 4
(C) Releem, autossuficiência, aneis.
B R$ 42,00 R$ 0,65
(D) Heroico, assembleia, superhomem.
Sobre os planos é correto afirmar:
MATEMÁTICA e RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO
(A) O plano A é sempre mais vantajoso que o plano B.
11 - Felipe foi dirigindo de Sorocaba à Campinas tomando
cuidado para manter uma velocidade constante de 72,0 km/h. (B) O plano B é mais vantajoso que o plano A, acima de 32,5
A viagem durou 1 hora e 10 minutos. Qual a distância minutos.
percorrida?
(C) O plano A é mais vantajoso que o plano B, acima de 42 minutos.
(A) 84 quilômetros
(D) O plano B é mais vantajoso que o plano A, acima de 50 minutos.
(B) 90 quilômetros
17 - A aluna Maristela levou um bolo de chocolate e refrigerante
(C) 80 quilômetros para comemorar seu aniversário na hora do intervalo.
Douglas comeu uma fatia fina de bolo (100 g), três
(D) 79,4 quilômetros
brigadeiros e tomou dois copos de refrigerante. Por não ter
12 - O quociente da divisão de dois números naturais “a” e “b” é almoçado, Helena comeu duas fatias mais grossas (200 g
igual a 6 e o resto é igual a 4. Sendo a - b = 64, qual o valor de cada uma), um brigadeiro e tomou um copo de refrigerante.
a + b? Utilize a tabela abaixo e calcule quantas calorias cada um
ingeriu:
(A) 74
(B) 76 ALIMENTO UNIDADE VALOR CALÓRICO

(C) 80 Bolo Fatia de 100g 360


(D) 88 Brigadeiro Unidade média (15g) 60
13 - Ainda com relação à questão anterior, qual é o próximo
Refrigerante 280 ml 125
número primo depois de “b”?
(A) 7 (A) Douglas: 670; Helena: 1.565.

(B) 11 (B) Douglas: 665; Helena: 905.

(C) 13 (C) Douglas: 790; Helena: 1.625

(D) 17 (D) Douglas: 790; Helena: 905.


Prefeitura Municipal de Concurso Público Prova de 08/NOV
VOTORANTIM Nº 3/2015 PEB I 2015

18 - A caixa de água de uma casa tem 1.000 litros. Considerando LEGISLAÇÃO DO ENSINO
que a vazão de entrada da água da rede pública é de
1,2 /hora, em quanto tempo, aproximadamente, a caixa de 21 - Segundo a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional
(Lei 9394/96), ao tratar dos Níveis e Modalidades de Educação
água atingir a metade do seu conteúdo? e Ensino, mais especificamente “Da Educação Básica”, em
(A) 0,5 hora seu artigo 22, deixa claro quais são as finalidades desse nível
de educação. Podemos afirmar que são:
(B) 15 minutos
(C) 25 minutos
(D) 1.800 segundos
19 - Qual o próximo número na sequência:
20.000  1.000  100  20  ... ? (A) Desenvolver o educando.
(A) 10 (B) Assegurar-lhe a formação comum indispensável para o exercício
da cidadania.
(B) 8
(C) Fornecer-lhe meios para progredir no trabalho e em estudos
(C) 2 posteriores.
(D) 1 (D) Todas as alternativas são verdadeiras.
20 - Imagine a seguinte situação: durante o intervalo os 22 - A Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei
professores Alex, Guilherme, Maura e Sandra conversam 9394/96) propõe ao Ensino Fundamental o atendimento nas
sobre qual era sua comida predileta. Quando você chega, ao condições de aprendizagem para:
invés de contarem qual a comida cada um deles mais gosta, 1 - O desenvolvimento da capacidade de aprender, tendo
resolvem propor o seguinte problema: como meios básicos o pleno domínio da leitura, da escrita e
do cálculo.
MAURA ADORA PEIXE EU GOSTO MUITO DE BOLO, 2 - A compreensão do ambiente natural e social, do sistema
MAS NÃO ME CHAMO ALEX político, da tecnologia, das artes e dos valores em que se
fundamenta a sociedade.
3 - O desenvolvimento da capacidade de aprendizagem,
tendo em vista a aquisição de conhecimentos e habilidades e
a formação de atitudes e valores. 5
4 - O fortalecimento dos vínculos de família, dos laços de
solidariedade humana e de tolerância recíproca em que se
assenta a vida social.
P1 P2 A alternativa que CONFERE com as propostas que definem
as aprendizagens para o desenvolvimento cognitivo e sócio-
UM DOS PROFESSORES EU NÃO GOSTO DE SALADA, afetivo são:
ADORA FRANGO MAS SANDRA ADORA!
(A) 1 e 2, apenas.
(B) 1 e 4, apenas.
(C) 2 e 3, apenas.
(D) 1, 2, 3 e 4.
23 - De acordo com o artigo 208 da Constituição da República
Federativa do Brasil de 1988, em seu § 1º, “O acesso ao
ensino obrigatório e gratuito é direito público subjetivo”.
P3 P4 Assim sendo, podemos dizer que é CORRETO afirmar, com
referência a esse parágrafo que:
A partir dos dados disponíveis, defina o nome de cada (A) Os educandos dessa idade escolar possuem direito à educação
professor e qual é a comida preferida de cada um: obrigatória e gratuita, bem como matricular-se em qualquer
escola, seja ela pública ou privada e dela usufruir da educação
sem custo algum.
(A) Guilherme (P1) gosta de bolo, Alex (P2) gosta de frango, Sandra
(P3) adora salada e Maura (P4) adora peixe. (B) Esse direito à educação é inerente ao cidadão, ou seja, ele possui
defesa, proteção e direito à efetivação imediata quando não
(B) Alex (P1) gosta de bolo, Guilherme (P2) gosta de frango, Sandra atendido
(P3) adora salada e Maura (P4) adora peixe.
(C) Alunos que são portadores de deficiência precisam ser atendidos
(C) Alex (P1) gosta de frango, Guilherme (P2) gosta de bolo, Sandra em escolas especiais, organizadas para atender as dificuldades
(P3) gosta de salada e Maura (P4) adora peixe. dessa clientela.
(D) Alex (P1) gosta de frango, Guilherme (P2) gosta de bolo, Maura (D) O direito subjetivo é válido apenas para o ensino fundamental; ou
(P3) adora salada e Sandra (P4) adora peixe. seja, vai dos 6 aos 14 anos.
Prefeitura Municipal de Concurso Público Prova de 08/NOV
VOTORANTIM Nº 3/2015 PEB I 2015

24 - O artigo 212 da Constituição Federal determina que a União 27 - Ricardo é um aluno de 10 anos de idade, portador de
aplicará ________________, nunca menos de deficiência física, e apresenta sequelas de paralisia cerebral.
_________________, e os Estados, o Distrito Federal e os Sua mãe foi até a única escola pública do bairro onde
Municípios ___________________ no mínimo, da receita residem, para efetuar a matrícula da criança e não foi
resultante de impostos, compreendida a proveniente de atendida, pois a ela foi dito que naquele estabelecimento de
transferências, na manutenção e desenvolvimento do ensino. ensino não havia turmas especiais.
Preencha as lacunas com as indicações determinadas em lei
e assinale a alternativa CORRETA. De acordo com a Lei de Diretrizes e Bases da Educação
Nacional (Lei nº 9.394 de 20 de dezembro de 1996), em seu
(A) Semestralmente; dezesseis; vinte e cinco por cento. Título III, “Do Direito à Educação e do Dever de Educar”, em
(B) Mensalmente; vinte; vinte e cinco por cento. seu art. 4º, inciso III, o fato ocorrido REPRESENTA:

(C) Anualmente; dezoito; vinte e cinco por cento. (A) Uma atitude correta da escola, pois o menino deve ser
encaminhado a uma escola especial tendo em vista as suas
(D) Anualmente; sessenta; quarenta por cento.
necessidades.
25 - O Estatuto da Criança e do Adolescente (Lei 8069/90) em seu
Título I, ao tratar “Das disposições preliminares”, no Artigo (B) Um atendimento equivocado, pois Ricardo, por apresentar
3º, anuncia que “A criança e o adolescente gozam de todos necessidades especiais, tem direito a um atendimento
os direitos fundamentais inerentes à pessoa humana, sem educacional especializado preferencialmente na rede regular de
prejuízo da proteção integral de que trata esta Lei, ensino.
assegurando-lhes, por lei ou por outros meios, todas as (C) Uma atitude correta tendo em vista que a Associação de Pais e
oportunidades e facilidades, a fim de lhes facultar o: Mestres da Escola não pode assumir a reforma para as
adequações necessárias, com a finalidade de atender esse aluno.

(D) Uma atitude correta, pois, na escola não havia professores


habilitados para promover a integração do aluno em classe
comum.

(A) Desenvolvimento físico, mental, moral, espiritual e social, em 28 - De acordo com o art. 168 da Lei 1.090, de 28 de dezembro de
condições de liberdade e de dignidade. 1993, que institui o Estatuto dos Funcionários Públicos do
Município de Votorantim, são proibidas ao funcionário toda
(B) Desenvolvimento pedagógico e social em condições de liberdade ação ou omissão capazes de comprometer a dignidade e o
e dignidade. decoro da função pública, ferir a disciplina e a hierarquia, 6
prejudicar a eficiência do serviço ou causar dano a
(C) Desenvolvimento cultural, ético e estético em condições de
Administração Pública, EXCETO:
liberdade e dignidade.
(D) Desenvolvimento pedagógico, social e cultural em condições de (A) Representar contra ilegalidade ou abuso de poder.
liberdade e dignidade.
(B) Retirar, sem previa autorização da autoridade competente
26 - Analise as seguintes disposições sobre o Atendimento qualquer documento ou objeto da repartição.
Educacional Especializado (AEE):
(C) Exercer comércio entre os companheiros de serviço no local de
1 - O AEE é realizado na sala de recursos multifuncionais da
trabalho.
própria escola ou em outra escola de ensino regular, no turno
inverso da escolarização, sendo substitutivo às classes (D) Proceder de forma desidiosa.
comuns.
2 - O AEE pode ser realizado, também, em centro de 29 - O Estatuto dos Funcionários Públicos do Município de
Atendimento Educacional Especializado da rede pública ou Votorantim determina no artigo 179 que se configura o
de instituições comunitárias, confessionais ou filantrópicas abandono de cargo quando o funcionário se ausenta
sem fins lucrativos, conveniadas com a Secretaria de intencionalmente do serviço:
Educação ou órgão equivalente dos Estados, Distrito Federal (A) Por mais de 15 dias consecutivos.
ou dos Municípios.
(B) Por mais de 30 dias consecutivos.
3 - Em casos de Atendimento Educacional Especializado em
ambiente hospitalar ou domiciliar, será ofertada aos alunos, (C) Por mais de 60 dias consecutivos.
pelo respectivo sistema de ensino, a Educação Especial de
(D) Por mais de 90 dias consecutivos.
forma complementar ou suplementar.
De acordo com os artigos 5º e 6º da Resolução CNE/CEB Nº 30 - A Lei Nº 1996/2001 (Estatuto do Magistério Municipal de
4/200, que institui Diretrizes Operacionais para o Atendimento Votorantim) em seu artigo 9º indica a forma de provimento
Educacional Especializado na Educação Básica, modalidade dos cargos e o preenchimento das funções atividades, que
Educação Especial, estão corretos os itens: serão feitos mediante:
(A) 1 e 2, apenas. (A) Nomeação, Admissão e Designação.
(B) 1 e 3, apenas. (B) Indicação, Provimento e Designação.
(C) 2 e 3, apenas. (C) Indicação, Admissão e Nomeação.
(D) 1, 2 e 3. (D) Nomeação, Indicação e Designação.
Prefeitura Municipal de Concurso Público Prova de 08/NOV
VOTORANTIM Nº 3/2015 PEB I 2015

31 - De acordo com o § 5º do art. 69 do Estatuto do Magistério 34 - O Artigo 9º da Resolução CNE/CEB Nº 4/2010, que define as
Municipal de Votorantim, não terá direito a férias o Diretrizes Curriculares Nacionais Gerais para a Educação
funcionário que, no decurso do período aquisitivo, registrar Básica, estabelece a garantia de padrão de qualidade, com
mais de ______________, previstas nos itens I, II, V, VI, VII, pleno acesso, inclusão e permanência dos sujeitos das
XI, XII, XIII e XIV, do artigo 74, contínuos ou não. aprendizagens na escola e seu sucesso, com redução da
evasão, da retenção e da distorção de idade/ano/série,
(A) 60 dias de licença
resultando na qualidade social da educação. O artigo 9º da
(B) 90 dias de licença Resolução adota a qualidade social como centralidade no
estudante e na aprendizagem pressupondo como aspectos
(C) 120 dias de licença relevantes:
(D) 180 dias de licença 1 - Revisão das referências conceituais quanto aos diferentes
espaços e tempos educativos.
32 - De acordo com o Estatuto do Magistério Municipal de
Votorantim A Jornada Básica de Trabalho Docente, destinada 2 - Consideração sobre a não inclusão garantindo, desta
ao professor de Educação Básica I - PEB-I, de Ensino forma, menos alunos por sala de aula.
Fundamental, será composta por: 3 - Foco no projeto político-pedagógico.
(A) 20 (vinte) horas em atividades com alunos e mais 04 (quatro) 4 - Avaliação como instrumento de contínua progressão dos
horas de trabalho pedagógico, das quais 2 (duas) na escola, em estudantes e a inter-relação entre organização do currículo,
atividades coletivas e 2 (duas) em local de livre escolha pelo do trabalho pedagógico e da jornada de trabalho do
docente. professor.
5 - Definição da reorganização do ensino com base nos
(B) 20 (vinte) horas em atividades com alunos e mais 5 (cinco) horas
princípios de lealdade ao currículo centralizado.
de trabalho pedagógico, das quais 2 (duas) na escola, em
atividades coletivas e 3 (três) em local de livre escolha pelo Estão corretos os itens:
docente. (A) 1, 2, 3 e 4, apenas.
(C) 25 (vinte e cinco) horas em atividades com alunos e mais 04 (B) 1, 3, 4 e 5, apenas.
(quatro) horas de trabalho pedagógico, das quais 2 (duas) na
escola, em atividades coletivas e 2 (duas) em local de livre (C) 2, 3, 4 e 5, apenas.
escolha pelo docente. (D) 1, 2, 3, 4 e 5.
(D) 25 (vinte e cinco) horas em atividades com alunos e mais 5
35 - A criança e o adolescente têm direito à educação, visando ao
(cinco) horas de trabalho pedagógico, das quais 2 (duas) na
pleno desenvolvimento de sua pessoa, preparo para o
escola, em atividades coletivas e 3 (três) em local de livre escolha
exercício da cidadania e qualificação para o trabalho, 7
pelo docente.
assegurando-se-lhes:
33 - Com referência à Resolução CNE/CP nº 1, de 17 de junho de 1 - Igualdade de condições para o acesso e permanência na
2004, que as Institui as Diretrizes Curriculares Nacionais para escola.
a Educação das Relações Étnico-Raciais e para o Ensino de 2 - Direito de ser respeitado por seus educadores.
História e Cultura Afro-Brasileira e Africana, podemos afirmar
3 - Direito de contestar critérios avaliativos, podendo recorrer
que:
às instâncias escolares superiores.
(A) Essas Diretrizes Curriculares devem ser observadas pelas 4 - Ter ciência do processo pedagógico, bem como participar
Instituições de ensino, que atuam nos níveis e modalidades da da definição das propostas educacionais.
Educação Brasileira, estando isentas as Instituições que 5 - Acesso à escola pública e gratuita próxima de sua
desenvolvem programas de formação inicial e continuada de residência.
professores, desde que atendidas as diretrizes explicitadas no
Parecer CNE/CP 003/2004. De acordo com o art. 53 da Lei Nº 8.069/1990 (Estatuto da
Criança e do Adolescente), estão corretos os itens:
(B) O ensino sistemático de História e Cultura Afro-Brasileira e (A) 1, 2, 3 e 4, apenas.
Africana na Educação Básica refere-se, em especial, aos
(B) 1, 3, 4 e 5, apenas.
componentes curriculares de Educação Artística, Educação Física
e História do Brasil. (C) 1, 2, 3 e 5, apenas.
(D) 2, 3, 4 e 5, apenas.
(C) A Educação das Relações Étnico-Raciais e o estudo de História e
Cultura Afro-Brasileira e História e Cultura Africana serão CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS
desenvolvidos por meio de conteúdos, competências, atitudes e
valores, a serem estabelecidos pelas Instituições de ensino e 36 - Nos Parâmetros Curriculares Nacionais os conteúdos são
seus professores, com o apoio e supervisão dos sistemas de abordados em três grandes categorias. Os conteúdos que se
ensino, entidades mantenedoras e coordenações pedagógicas, referem à construção ativa das capacidades intelectuais para
atendidas as indicações, recomendações e diretrizes explicitadas operar com símbolos, ideais, imagens e representações que
no Parecer CNE/CP 003/2004. permitem organizar a realidade, são considerados:
(A) Conteúdos conceituais.
(D) O cumprimento das referidas Diretrizes Curriculares, por parte das
instituições de ensino, não será considerado na avaliação das (B) Conteúdos procedimentais.
condições de funcionamento do estabelecimento, conforme (C) Conteúdos atitudinais.
diretrizes explicitadas no Parecer CNE/CP 003/2004.
(D) Conteúdos transversais.
Prefeitura Municipal de Concurso Público Prova de 08/NOV
VOTORANTIM Nº 3/2015 PEB I 2015

37 - No capítulo “O sistema de numeração: um problema 40 - O Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa instituído
didático” (in Parra, Cecília: Didática da Matemática: reflexões pelo Ministério da Educação é:
psicopedagogias, Porto Alegre: Artmed, 1996), Sadovsky e
(A) Uma campanha assumida pelos governos federal, do Distrito
Lerner afirmam que: “... enquanto ordenam quantidades, as Federal, dos estados e municípios a fim de assegurar que todas
crianças se veem obrigadas a formular, talvez pela primeira
as crianças estejam alfabetizadas até o final do ensino
vez, a pergunta: em que se basear para estabelecer
fundamental.
comparações entre os números que não conseguiram incluir
no ordenamento?”. De acordo com as autoras, neste (B) Um compromisso formal assumido pelos governos: federal, do
processo de construção do sistema numérico a partir do Distrito Federal, dos estados e dos municípios a fim de assegurar
valor posicional de cada numeral, são indicadas as seguintes que todas as crianças estejam alfabetizadas até os oito anos
atividades: de idade, ao final do 3º ano do ensino fundamental.
(A) Ensinar os números um a um, seguindo a série numérica para, na (C) Um compromisso entre os estados e municípios a fim de
sequência, ensinar como classificá-los em unidades, dezenas e assegurar que todas as crianças estejam alfabetizadas até os
centenas. nove anos de idade, ao final do 4º ano do ensino fundamental.
(B) Ensinar a representação gráfica de cada numeral, que em (D) Uma campanha entre os estados e os municípios a fim de
seguida será associada à quantidade que representa. assegurar que todas as crianças estejam alfabetizadas até os dez
anos de idade, ao final do 5º ano do ensino fundamental.
(C) Utilizar os conhecimentos de vida diária que os alunos possuem a
respeito de calendários, álbuns de figurinhas, réguas e fitas 41 - O Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa
métricas, entre outros objetos que fazem parte de seu dia a dia. estabelece os eixos estruturantes para garantir que as ações
sejam implantadas em toda a nação brasileira. Um dos eixos
(D) Utilizar músicas para que as crianças aprendam a utilizar os
define os Materiais Didáticos e Pedagógicos a serem
números e contar na ordem correta.
utilizados a fim de garantir o processo ensino e
38 - O Documento Oficial MEC/SEESP, denominado “Política aprendizagem significativo. Estão indicados:
Nacional de Educação Especial na perspectiva da educação
(A) Os livros didáticos, o acervo de obras pedagógicas
inclusiva” (2008) assim dispõe: “Em 2003, é implementado complementares aos livros didáticos, dicionários de Língua
pelo MEC o Programa Educação Inclusiva: direito à Portuguesa, os jogos pedagógicos de apoio à alfabetização, as
diversidade, com vistas a apoiar a transformação dos
obras de apoio ao trabalho do professor e os jogos e softwares de
sistemas de ensino em sistemas educacionais inclusivos, apoio à alfabetização.
promovendo um amplo processo de formação de gestores e
educadores nos municípios brasileiros para a garantia do (B) Os livros de literatura, os jogos pedagógicos e softwares, o acervo
direito de acesso de todos à escolarização, à oferta do de dicionários enciclopédicos ilustrados, o atlas geográfico e os
atendimento educacional especializado e à garantia da jogos de apoio à alfabetização. 8
acessibilidade”. Esta ideia: (C) Os livros didáticos, os softwares, os brinquedos de apoio para
(A) Fortalece a constitucionalidade sobre a garantia dos direitos aos organização do playground e os dicionários enciclopédicos
portadores de deficiência à educação, ao atendimento nas ilustrados
escolas públicas e privadas da educação inclusiva, mas não a (D) Os livros de apoio psicopedagógico, o acervo de dicionários
acessibilidade. enciclopédicos ilustrados de apoio à alfabetização e os jogos para
(B) Distancia-se da constitucionalidade sobre os direitos aos atividades nos playgrounds.
portadores de deficiência e à educação, no que diz respeito ao 42 - Paulo Freire em Pedagogia da Autonomia (2011) apresenta
atendimento nas escolas públicas e privadas de educação duas ideias: na primeira afirma que “saber não é transferir
inclusive garantida para a acessibilidade. conhecimento, mas criar as possibilidades para a sua própria
(C) Fortalece, mas não garante, que os Programas do Ministério da produção ou a sua construção” e na segunda amplia o
Educação promovam o atendimento nas escolas públicas e conceito, quando defende que “eu, professor, ao entrar em
privadas a educação inclusiva e a garantia para a acessibilidade. uma sala de aula, tenho que ser aberto a indagações, à
curiosidade, às perguntas dos alunos, às suas inibições.
(D) Fortalece a constitucionalidade e estabelece ao Ministério da
Tenho que ser um ser crítico e inquiridor, inquieto em face da
Educação a criação do Programa Educação Inclusiva com
tarefa que tenho – a de ensinar e não a de transferir
garantia do direito à diversidade, visando transformar os sistemas
conhecimento”. As duas ideias:
de ensino em sistemas educacionais inclusivos e de acesso à
escolarização e a promoção da acessibilidade. (A) Confirmam a hipótese de que não é transferindo conhecimento
que se ensina - ensinar é um ato de persuasão, de desejo que se
39 - Considerando a teoria desenvolvida pela autora Emília
impõe.
Ferreiro (1986) sobre o processo de aprendizagem da Língua
Escrita, é CORRETO afirmar que: (B) Transferem ao aluno a responsabilidade para aprender de
qualquer modo, dando a entender que o importante é a
(A) A criança precisa de um ambiente extremamente tranquilo, sem quantificação do conhecimento que ele irá memorizar.
acesso aos meios de comunicação midiáticos, para se alfabetizar.
(C) Transferem ao docente toda a responsabilidade pelo ato de
(B) A inquietação da língua escrita exclui o processo de leitura. ensinar mesmo quando os alunos demonstram que não
(C) Durante o processo de alfabetização, a criança passa por níveis produziram conhecimento.
de conceitualização que revelam suas hipóteses a respeito da (D) Confirmam a hipótese de que não é transferindo conhecimento
escrita.
que se ensina, mas quando na ação o educador está aberto ao
(D) A aquisição da escrita pela criança antecede o processo de diálogo, às trocas estimulando a criatividade e a curiosidade do
leitura. aluno.
Prefeitura Municipal de Concurso Público Prova de 08/NOV
VOTORANTIM Nº 3/2015 PEB I 2015

43 - A autora RIOS, na obra Ética e Competência (2011) ao 47 - Segundo Lerner (2002), a leitura, na escola, é antes de
dimensionar o saber e o saber fazer bem na docência afirma qualquer coisa um objeto de ensino e que precisa ser
que a ação docente estará permanentemente transformando transformada também num objeto de aprendizagem. Para
o processo social e o processo educativo quando: tanto é necessário que:
(A) A competência ética, política, técnica da ação docente for um (A) A leitura tenha sentido do ponto de vista do aluno, ou seja, que
compromisso com o processo reflexivo e o ato de ensinar. esteja atrelada à realização de um propósito que o aluno conheça
e valorize.
(B) A competência técnica dominar todas as outras competências
para ensinar bem. (B) A leitura seja ensinada de forma fragmentada, começando por
textos mais curtos e fáceis de serem assimilados.
(C) A competência política estiver interferindo na ação docente de
modo a exigir do educador um posicionamento partidário. (C) Sejam adaptados os textos escolhidos para a leitura em sala de
aula, de modo que possam atender ao nível de desenvolvimento
(D) A competência técnica e a ética forem assumidas com a da turma.
regularidade política exigindo do educador uma decisão unitária
sobre o que e como ensinar. (D) A leitura seja feita em voz alta com maior frequência em sala de
aula, a fim de que os alunos possam ouvir a si mesmos e
44 - Ainda ao argumentar sobre a consciência como um ato de aprender melhor.
liberdade a autora Terezinha Rios (2011) toma o conceito de
48 - Uma atividade bem conhecida na escola é a Roda de Leitura,
liberdade das ideias de Gramsci, quando o filósofo afirma
que consiste em cada aluno escolher um livro na biblioteca,
que a liberdade tem que vir:
lê-lo e depois numa grande roda, contar oralmente a história.
(A) Amplamente difundida no campo do poder compensatório. Sob a ótica de Lerner (2002) é uma prática que visa difundir a
leitura, no entanto NÃO está presente em:
(B) Acompanhada de práticas centralizadas no poder.
(A) Fornecer matéria-prima para a escrita.
(C) Acompanhada do conceito de responsabilidade.
(B) Formar leitores e escritores competentes.
(D) Amplamente articulada com o direito e o dever imposto.
(C) Estimular o leitor a construir o significado do texto.
45 - Mediante a pesquisa de Teberosky e Colomer (2002), a
(D) Envolver os alunos nos diferentes significados que o texto oferece
concepção de um contexto de cultura escrita implica em
exceto os que leem com fluência.
oportunizar para que a criança atribua significado ao que está
escrito, conforme as suas diversas competências. Sendo 49 - Vygotsky, em sua obra A Formação Social da Mente (2007),
assim, é importante que a criança se envolva no contexto de define que o estado de desenvolvimento mental de uma
cultura e escrita, a fim de: criança só pode ser determinado se forem revelados os seus 9
1 - Saber que os objetos escritos não têm intenção dois níveis: o nível de desenvolvimento real e o nível do
comunicativa. desenvolvimento potencial. Nesse sentido, o autor considera
nível de desenvolvimento real quando a criança:
2 - Familiarizar-se com os diversos usos dos objetos escritos.
(A) Soluciona um problema de forma autônoma.
3 - Entender as mensagens escritas na situação em que elas
surgem. (B) Soluciona um problema com a ajuda do professor.
Estão corretos os itens: (C) Soluciona um problema com a ajuda de um colega experiente.
(A) 1, apenas. (D) Soluciona um problema através do desenvolvimento cooperativo e
colaborativo.
(B) 1 e 2, apenas.
50 - Telma Weisz (2002) controverte a questão do erro no
(C) 2 e 3, apenas. processo educativo, na perspectiva construtivista, e defende
que os erros devam ser:
(D) 1, 2 e 3.
(A) Ignorados no processo de alfabetização para não desestimular o
46 - Considere a prática da professora Helena de solicitar que processo de produção dos alunos.
seus alunos copiem os textos do livro didático, para que
aprendam a ler e a escrever, memorizando palavras e (B) Apontados pelo professor com clareza e corrigidos pelo próprio
expressões novas. Segundo LERNER, Delia (Ler e escrever aluno, não importando o momento nem os recursos utilizados.
na escola: o real, o possível e o necessário - 2002), a (C) Corrigidos de forma informativa pelo professor, no momento certo,
professora: que nem sempre é o momento em que foram cometidos.
(A) Está errada, pois essa prática garante apenas a aprendizagem da (D) Identificados no momento em que foram cometidos, e discutidos,
leitura. posteriormente, com todos os alunos da classe, identificando
quem errou.
(B) Está errada, ao supor que copiar de forma mecânica os textos
seja garantia de aprendizagem da leitura e da escrita.
(C) Comete um erro, pois essa prática garante apenas a
aprendizagem da escrita.
(D) Está certa ao propor a aprendizagem da leitura e da escrita por
meio da cópia de textos.