Vous êtes sur la page 1sur 7

Projeto “Clube de Xadrez

Universitário”
Apresentação:

Este projeto surgiu a partir da necessidade de integrar a comunidade


universitária da UFPA por meio da prática do xadrez, usando todos os benefícios
que ele tem a nos oferecer nos mais diversos campos da criação humana.
Podendo mesclar em uma só atividade os mais diversos ramos como cultura,
esporte, lazer, ciência, arte, história, etc. Proporcionando algo intelectualmente
estimulante e comum aos mais diversos cursos da UFPA.

Pode-se notar em várias outras instituições de ensino a adoção do Xadrez


como ferramenta educacional, recreativa e social. E que a adoção de tal
ferramenta vem contribuindo positivamente para aperfeiçoar principalmente a
percepção, raciocínio lógico, criatividade e estratégia, dentre outras habilidades de
seus praticantes. E, além de ser “A ginástica da mente”, o xadrez também é uma
atividade lúdica, e como tal; contribui satisfatoriamente para diminuir o estresse do
dia-a-dia denso de todos nós. E ainda, como agente social, acaba por aproximar
as pessoas, estimulando o convívio social. É notável também o incentivo que o
xadrez dá pra o aprendizado de outros idiomas, uma vez que a maior parte da sua
literatura de alta qualidade é estrangeira.

De forma holística essa prática proporcionará a abordagem de fatos do


cotidiano como: formas de governo, meio ambiente, leiturização, hierarquia,
discriminação social, relacionamento familiar, etc. Todos vistos sob um ponto de
vista desafiador.

É por esses e inúmeros outros motivos que investir no xadrez é na verdade


investir em progresso humano. E para que isso seja possível contamos com vários
enxadristas discentes da UFPA (relacionados mais adiante), dispostos a contribuir
para fazer bom uso do xadrez nesta instituição. Mas, de nada adianta nossa boa
vontade sem o apoio e condições adequadas para por em prática aquilo que
almejamos. E, é exatamente nesse ponto que entra a universidade por meio de
sua Pró-Reitoria de Extensão.
Objetivos Específicos:

1. Promover maior integração entre a comunidade universitária e, contribuir


satisfatoriamente para o relacionamento social, já que jogar xadrez atrai o
interesse de pessoas dos mais diversos grupos que estarão se socializando e
trocando idéias durante os encontros enxadrísticos;

2. Ajudar a melhorar o rendimento acadêmico, haja vista que está cientificamente


comprovado a otimização que o xadrez nos proporciona na educação, como por
exemplo:

 Desenvolvimento do raciocínio matemático, aumento significatico da


capacidade de cálculo e análise combinatória.
 Maior habilidade na comunicação: a literatura enxadrística, sempre muito
refinada, nos oferece muito a aprender em termos lingüísticos.
 Aumento da criatividade, pela necessidade de se criar lances e combinações
que vão além das linhas teóricas de jogo.
 Aumento da concentração, característica essa tão fundamental durante uma
partida de xadrez.
 Treinamento do pensamento crítico. Se analisarmos a posição, forma e
hiearquia das peças do jogo de xadrez, veremos que isso reflete e muito a
sociedade.
 Proporciona singular capacidade de memorização. Há uma variante na
forma de jogar Xadrez, chamada “Xadrez as cegas” em que consiste o
enxadrista jogar sem olhar para o tabuleiro, apenas imaginando a posição
das peças numa projeção mental, em que cada casa do tabuleiro é descrita
por uma combinação de um número (latitude) e letra (longitude).
 Análise de conseqüências. Cada movimento por mais sutil que seja, pode
ter uam implicação colossal no resultado final do jogo. Cabe o enxadrista
analisar isso.
 Reconhecimento de padrões torna-se mais fácil. Assim trabalhamos o
xadrez, com padrões. E não com peças desconectas trabalhando sozinhas,
tudo deve estar em harmonia, integrado em uma só linha de jogo, em um
padrão.
 Desenvolver o raciocínio lógico. Por meio da necessidade de montar
estratégia de jogo e usar todas as ferramentas a mão para chegar ao
objetivo final.

 Torná-los pessoas mais seguras e melhores preparadas para a vida. E aí


entra as reflexos filosóficas que advem do estudo da história do xadrez e
sua influencia na sociedade.

3. Disponibilizar, à comunidade acadêmica, entretenimento construtivo.


4. Preparar uma equipe qualificada e competitiva para defender e honrar o nome
de nossa universidade nos jogos universitários. Seja nível estadual ou
internacional.

5. Tornar os freqüentadores agentes multiplicadores da prática do esporte.


Quando se aprende a jogar Xadrez, ganha-se a capacidade de ensinar também. E
disseminar algo tão bom e, que é tão pouco difundido em nossa região.

Objetivo Geral:

Oferecer uma atividade que pudesse ser comum a toda comunidade


acadêmica, uma atividade com uma gama das mais variadas possibilidades de
suprir a necessidade específica de cada grupo. Tendo em vista a possibilidade de
através dessa atividade, houvesse maior integração entre cursos e grupos
específicos que aparentemente nada tem haver um com o outro. Tornando o meio
acadêmico um meio cada vez mais integrado.

Local de realização do Clube de Xadrez:

Sala do DCE UFPA (altos do “Vadião”)

Equipe Responsável:

Diretoria de Cultura do DCE


André Luis Machado de Vasconcelos

Equipe Envolvida:
Adriane Karina Amin Azevedo 08190000701
Alan Nascimento Martinez 07020002301
Alessâmea Lobato 08039004701
Alessandra Jacolson Pereira 08039004201
Camilla Barrozo Franco 08039005101
Diego Rodrigues Vieira 06128005001
Genaro Jose Melo de Amorim 08190000401
Gerson F. da Cunha Melo 08039006801
Glauber Diego M. Moreira 08039005701
Hetor Reis de Azevedo 08039007301
Isaías de Sá Serra 08039005601
Janildo de Lima Santos 08039004301
Joaquim Lima da Silva 06087001601
Jorge Ney Pinheiro 08039006501
Luciano Pereira da Silva 08039007601
Marcelo Correia 08039006701
Marcelo Pereira 08039007701
Marcos do Socorro B. Feio 08039006601
Mateus Costa de Sousa 08039000101
Michael Kennedy S. dos Santos 08039004901
Rafael Felipe Luciano Chagas 08039005001
Rodolfo Fernandes 08039005801
Rubens Anderson Alves da Silva 06126005101
Wagner Douglas Viana Afonso 08039005401

Publico Alvo:

Comunidade Universitária da UFPA

Orçamento:

 Materiais básicos: 20 jogos de peças. 20 tabuleiros. 20 relógios de


xadrez. 20 mesas e pares de cadeira para acomodar os jogos.
 Materiais complementares: (1) Mural didático (Para ensinar várias
pessoas simultaneamente), Xadrez Gigante (Para exibição em
público e atrais a atenção e curiosidade das pessoas para o Xadrez).
Livros, softwares e DVDs (Para auxiliar na didática das aulas).

 Mesa: ??? (valor por unidade)


 Cadeira: ??? (valor por unidade)
 Jogos de Peças: Jogo Espaço X (polietileno), rei 9,0cm – R$19,00
(unidade)
 Tabuleiros: Tabuleiro de madeira (MASTERCHESS), casas 5x5cm –
R$86,50 (unidade)
 Relógios: Relógio Jaehrig – R$78,00 (unidade)
 Mural: Mural magnético Jaehrig, 93x73 cm – R$ 165,00 (unidade)
 Xadrez Gigante: Jogo Jaehrig de quadra gigante. R$ 1.500,00
 Livros:
Aprendendo Xadrez – Stefan = R$ 45,00
História do Xadrez – E. Lasker = R$ 57,00
Xadrez de A a Z – Filguth – R$ 42,00
Xadrez Básico – Orfeu D’Agostini – R$ 49,90
Xadrez sem Mistérios – Rusly & Kub – R$ 19,00
 Software: O pequeno Fritz – R$ 49,90
 DVDs: Uma aventura no reino do xadrez – R$ 18,00

TOTAL ESTIMADO: R$ 5.614,80.

Execução das Atividades:

I) Cursos de Xadrez:

Os cursos são destinados às pessoas iniciantes que pretendem


aprender as regras e conceitos básicos do xadrez. Terão duração de 2
(duas) semanas e serão oferecidos de acordo com a demanda. De
acordo com o planejamento da Equipe Responsável, poderá ser
oferecido curso com software digital.

II) Atividades – Extras:

Compreendem: Exibição de vídeos, seminários, debates, aulas, etc.


Serão oferecidas de acordo com o planejamento da Equipe
Responsável.

III) Atividades livres:

O clube também será freqüentado livremente por pessoas interessadas


em jogar, treinar, ler, acessar o software, etc. Para tal, o Clube adotará
um horário de funcionamento seguindo a escala da Equipe
Responsável.
REALIZAÇÃO:
APOIO:

Universidade Federal do Pará


PROEX – Pró Reitoria de Extensão