Vous êtes sur la page 1sur 2

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS

FACULDADE DE TECNOLOGIA
CURSO DE ENGENHARIA QUÍMICA

Setor Sul do Campus Universitário - Bloco H, Av. Gal. Rodrigo Octávio Jordão Ramos, 3000 – Coroado
69077-000 Manaus, AM. Fone/Fax: (092) 3647-4035/4028

LISTA 4 - EVAPORADORES

1. Em um evaporador simples se concentram 20000 kg/h de uma solução de 10% a 50%


em peso. O vapor de aquecimento é vapor saturado a 1,6 ata e na câmara de evaporação
se mantém uma pressão absoluta de 450 mmHg. Para a solução de 50% o e.p.e é de
10 °C e a capacidade calorifica a pressão constante da solução diluída é 0,85 kcal/kg°C.
Considerando desprezíveis os efeitos térmicos de diluição e dissolução, determine o
consumo horário de vapor e a superfície de aquecimento necessária. A solução entra no
evaporador a 25 °C e U=1800kcal/m²h°C.
(Resposta: W=18679,1kg/h; A=320 m²)
2. Uma solução de NaOH é concentrada de 8% a 25% em peso em um evaporador
simples. A alimentação é de 3000 kg/h. Antes da solução entrar no evaporador, ela é
aquecida em um trocador de calor até 70 °C empregando como meio de aquecimento o
condensado que sai da câmara de condensação. Para o aquecimento do evaporador é
empregado vapor saturado a 108 °C, mantendo-se a câmara de evaporação na pressão
absoluta de 90 mmHg. Determine o coeficiente integral de transmissão de calor sabendo
que a superfície de aquecimento é de 20 m². (Resposta: W=2127 kg/h;
U=1534,76 kcal/hm²°C).
3. Um evaporador de simples efeito está concentrando 9070 kg/h de uma solução de soda
caustica (NaOH) de 20% em massa para 50%. A pressão absoluta do vapor é de 1,37 atm,
a pressão absoluta da fase vapor da solução é 100 mmHg (T ebulição da água igual a
124 ºF nessa pressão). O coeficiente global de transferência de calor estimado é
1400 W/m² ºC. A temperatura da alimentação é 100 ºF (37,8 ºC). Calcule a quantidade de
vapor consumido, a economia e a área superficial de aquecimento requerida.
4. Determinar a EPE das seguintes soluções de solutos orgânicos em água. Use figura
11.124 (Perry, 8ª edição).
a) Uma solução de 30% em peso de ácido cítrico em água, que entra em ebulição a
220 ºF (104,4 ºC).
Resposta: 2,2 ºF
b) Uma solução a 40% em peso de sacarose em água, que entra em ebulição a 220 ºF
(104,4 ºC).
Resposta = 2,1 ºF
5. Determinar o ponto de ebulição da solução e EPE nos seguintes casos de ebulição:
a) Uma solução de NaOH a 30% em um evaporador de pressão ebulição de 172,4 kPa (25
psia).
Resposta = 15 ºC.
b) Uma solução de NaOH a 60% em ebulição uma pressão do evaporador de 3,45 kPa
(0,50 psia).
Resposta = 5,5 ºC
6. Um evaporador concentra F a 311 K kg/h de uma solução de NaOH a 20% em peso a
50% em peso. O vapor de água saturado para o aquecimento é 399,3 K. A pressão do
evaporador é de 13,3 kPa abs. O coeficiente total é de 1420 W/m2K e a área é de
86,4 m2. Calcular o F, taxa de alimentação do evaporador.
Resposta = F = 9072 kg/h
UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS
FACULDADE DE TECNOLOGIA
CURSO DE ENGENHARIA QUÍMICA

Setor Sul do Campus Universitário - Bloco H, Av. Gal. Rodrigo Octávio Jordão Ramos, 3000 – Coroado
69077-000 Manaus, AM. Fone/Fax: (092) 3647-4035/4028

7. Concentra-se o suco de tomate com 12% de sólidos por peso para 25% de sólidos em
um evaporador tipo película. A temperatura máxima para o sumo de tomate é de 135 "F,
que é a temperatura do produto. (A alimentação entra 100 ºF). Vapor saturado a
25 lbabs/in2 como um meio de aquecimento é utilizado. O coeficiente total de transferência
de calor U é de 600 btu/h.ft2.ºF e A é a área de 50 ft2. Estima-se que a capacidade calorífica
é de 0,95 btu/lbmºF. Negligenciar qualquer elevação do ponto de ebulição. Calcule a taxa
de alimentação do suco de tomate para o evaporador.

8. Uma solução com EPE negligenciável é evaporada numa unidade de triplo efeito por
vapor saturado 121,1 ºC (394,3 K). A pressão de vapor no último efeito é de 25,6 kPa
abs. Os coeficientes de transferência de calor são U1 = 2840, U2 = 1988 e
U3 = 1420 W/ m2K, enquanto as áreas são iguais. Estimar o ponto de ebulição em cada
efeito.
Resposta = T1 = 108,6 ºC; T2 = 90,7 ºC; T3 = 65,6 ºC
9. É empregado um evaporador de efeito simples para concentrar uma alimentação de
10000 lbm/h de uma solução de cana-de-açúcar a 80 °F tendo 15 °Brix (Brix é igual a
percentagem de açúcar, em peso) a 30 ° Brix, para utilização num produto alimentar.
Dispõe-se de vapor saturado a 240 °F para aquecimento. O evaporador está a uma pressão
de 1 atm abs. O valor total de U é de 350 Btu/h.ft2.ºF e a capacidade calorífica da
alimentaçãos é cp = 0,91 Btu/lbmºF. A estimativa da elevação do ponto de ebulição pode
ser obtida pela expressão 𝐸𝑃𝐸(℃) = 1,78𝑥 + 6,22𝑥 2 . Considere-se que o calor da
solução é insignificante. Calcular a área do evaporador e o consumo de vapor por hora
necessária.
Resposta = A = 67 ft2; S = 6380 lbm/h de vapor