Vous êtes sur la page 1sur 31

CEMEF ENGENHARIA S/C LTDA.

RELATÓRIO RT2142-15

ANALISE ESTRUTURAL DE JANELA DE INSPEÇÃO

Cliente: INFRARED

Data: 06 de maio de 2015

REVISÃO: 00
Identificação

DATA: 06 de maio de 2015


DESCRIÇÃO:
Esta análise destina-se a avaliar o comportamento estrutural da janela de inspeção obtendo
comparativo entre estrutura de painel elétrico sem janela e com janela.
ELABORAÇÃO: Eduardo de Medeiros VERIFICAÇÃO: Hélio de Sousa Teixeira Júnior
Analista Responsável Técnico

Rafael C. Santana APROVAÇÃO: Hélio de Sousa Teixeira Júnior


Engenheiro Responsável Técnico

Folha de revisão

REVISÃO: DATA:
DESCRIÇÃO:

ELABORAÇÃO: VERIFICAÇÃO:

APROVAÇÃO:

Rt2142-15
CEMEF Engenharia e Consultoria
Av. Alfredo Penido, 305/1204 - S.J.Campos SP-12246/000 Tel. (0__12) 3923-1668 Fax (0__12) 3921-5902
Home Page: http://www.cemef.com.br E-mail cemef@cemef.com.br
ii
Índice

Conteúdo Página

1– Objetivo: ..............................................................................................1
2– Descrição: ...........................................................................................1
3– Resultados ........................................................................................14
3.1 – Análise estática linear ..............................................................14
3.2 – Análise não linear .....................................................................19
4– Comentários: ....................................................................................25
5– Conclusões: ......................................................................................26
6– Desenvolvimento: .............................................................................27
7– Referências Bibliográficas:..............................................................27

Rt2142-15
CEMEF Engenharia e Consultoria
Av. Alfredo Penido, 305/1204 - S.J.Campos SP-12246/000 Tel. (0__12) 3923-1668 Fax (0__12) 3921-5902
Home Page: http://www.cemef.com.br E-mail cemef@cemef.com.br
iii
Índice de figuras
Figura Página
Fig.2.1 – Estrutura de porta considerada para análise. .................................................................................. 1
Fig.2.2 – Estrutura de porta com janela de inspeção. ..................................................................................... 2
Fig.2.3 – Detalhe em corte da estrutura da janela de inspeção. ..................................................................... 3
Fig.2.4 – Detalhe da aplicação das cargas no modelo de elementos finitos. ................................................. 5
Fig.2.5 – Detalhe da aplicação das cargas no modelo de elementos finitos. ................................................. 6
Fig.2.6 – Modelo de elementos finitos sem janela – vista isométrica. ............................................................ 7
Fig.2.7 – Modelo de elementos finitos com janela – vista isométrica. ............................................................ 7
Fig.2.8 – Modelo de elementos finitos com janela – detalhe da janela – vista isométrica e vista rotacionada
180°. .......................................................................................................................................................... 8
Fig.2.9 – Representação dos parafusos da tampa. ........................................................................................ 8
Fig.2.10 – Modelo de elementos finitos – detalhe das faces em contato entre a tampa e o silicone. .......... 9
Fig.2.11 – Modelo de elementos finitos – detalhe das faces em contato entre a porta e o fixador. ............. 9
Fig.2.12 – Modelo de elementos finitos – detalhe das faces em contato entre a porta e o silicone. ..........10
Fig.2.13 – Modelo de elementos finitos – detalhe das faces em contato entre a porta e a estrutura de
alumínio. ....................................................................................................................................................10
Fig.3.1 – Gráfico de aplicação de carga (fator de carga x tempo [s]) ..............................................................11
Fig.3.2 – Gráfico tensão x deformação ............................................................................................................12
Fig.2.14 – Condições de contorno nos pontos de fixação da porta – modelo sem janela. .........................12
Fig.2.15 – Condições de contorno nos pontos de fixação da porta – modelo com janela. .........................13
Fig.3.1 Deslocamentos resultantes [mm] – modelo sem janela. ................................................................14
Fig.3.2 Deslocamentos resultantes [mm] configuração deformada – modelo sem janela. ........................15
Fig.3.3 Deslocamentos resultantes [mm] – modelo com janela. ................................................................15
Fig.3.4 Deslocamentos resultantes [mm] configuração deformada – modelo com janela. ........................16
Fig.3.5 Tensões (Von Mises) [MPa] limitadas no escoamento do material – modelo sem janela. ............16
Fig.3.6 Tensões (Von Mises) [MPa] limitadas no escoamento do material – modelo com janela. ............17
Fig.3.7 Tensões (Von Mises) [MPa] limitadas no escoamento do material – janela lado interno..............17
Fig.3.8 Tensões (Von Mises) [MPa] limitadas no escoamento do material – janela lado externo.............18
Fig.3.9 Deslocamentos resultantes [mm] – modelo sem janela. ................................................................19
Fig.3.10 Deslocamentos resultantes [mm] configuração deformada – modelo sem janela. ........................20
Fig.3.11 Deslocamentos resultantes [mm] – modelo com janela. ................................................................20
Fig.3.12 Deslocamentos resultantes [mm] configuração deformada – modelo com janela. ........................21
Fig.3.13 Tensões (Von Mises) [MPa] limitadas no escoamento do material – modelo sem janela. ............21
Fig.3.14 Tensões (Von Mises) [MPa] limitadas no escoamento do material – modelo com janela. ............22
Fig.3.15 Tensões (Von Mises) [MPa] limitadas no escoamento do material – janela lado interno..............23
Fig.3.16 Tensões (Von Mises) [MPa] limitadas no escoamento do material – janela lado externo.............23

Rt2142-15
CEMEF Engenharia e Consultoria
Av. Alfredo Penido, 305/1204 - S.J.Campos SP-12246/000 Tel. (0__12) 3923-1668 Fax (0__12) 3921-5902
Home Page: http://www.cemef.com.br E-mail cemef@cemef.com.br
iv
1– Objetivo:
Esta análise destina-se a avaliar o comportamento estrutural da janela de inspeção obtendo
comparativo entre estrutura de painel elétrico sem janela e com janela.

2– Descrição:
Esta análise contempla a estrutura da porta de painel elétrico e estrutura da janela de
inspeção (fornecida pela INFRARED), separando-se em dois casos: estrutura da porta sem janela e
com janela. A carga considerada é a pressão equivalente à expansão do ar interno provocada por
arco elétrico. A análise estrutural é executada através do método dos elementos finitos com o
programa SOLIDWORKS.

As configurações avaliadas podem ser visualizadas nas figuras abaixo:

Fig.2.1 – Estrutura de porta considerada para análise.

Rt2142-15
CEMEF Engenharia e Consultoria
Av. Alfredo Penido, 305/1204 - S.J.Campos SP-12246/000 Tel. (0__12) 3923-1668 Fax (0__12) 3921-5902
Home Page: http://www.cemef.com.br E-mail cemef@cemef.com.br
1
Fig.2.2 – Estrutura de porta com janela de inspeção.

Fig.2.3 – Estrutura da janela de inspeção.

Rt2142-15
CEMEF Engenharia e Consultoria
Av. Alfredo Penido, 305/1204 - S.J.Campos SP-12246/000 Tel. (0__12) 3923-1668 Fax (0__12) 3921-5902
Home Page: http://www.cemef.com.br E-mail cemef@cemef.com.br
2
Fig.2.4 – Detalhe em corte da estrutura da janela de inspeção.

As principais características dos materiais empregados são as seguintes:

AÇO AISI 1010:

Módulo de elasticidade: E ................................................ 200 GPa


Coeficiente de Poisson: ν .................................................. 0,29
Densidade: ρ ...................................................................... 7870 kg/m3
Tensão de escoamento: σy ................................................ 180 MPa
Tensão de ruptura: σrup ..................................................... 325 MPa

Tensão admissível segundo norma AISC:

Cargas eventuais: σadm = σy x 0,8 = 180 x 0,8 = 144,0 MPa

ALUMÍNIO 1100-H14:

Módulo de elasticidade: E ................................................ 69 GPa


Coeficiente de Poisson: ν .................................................. 0,33
Densidade: ρ ...................................................................... 2700 kg/m3
Tensão de escoamento: σy ................................................ 95 MPa
Tensão de ruptura: σrup ..................................................... 124 MPa

Tensão admissível segundo norma AISC:

Cargas eventuais: σadm = σy x 0,8 = 95 x 0,8 = 76 MPa


Rt2142-15
CEMEF Engenharia e Consultoria
Av. Alfredo Penido, 305/1204 - S.J.Campos SP-12246/000 Tel. (0__12) 3923-1668 Fax (0__12) 3921-5902
Home Page: http://www.cemef.com.br E-mail cemef@cemef.com.br
3
SILICONE:

Módulo de elasticidade: E ................................................ 50 MPa


Coeficiente de Poisson: ν .................................................. 0,49
Densidade: ρ ...................................................................... 2300 kg/m3
Tensão de escoamento: σy ................................................ 7 MPa
Resistência à tração: .......................................................... 5,5 MPa
Resistência à compressão: ................................................. 30 MPa

Cálculo da amplitude da onda de pressão:

O cálculo da amplitude da onda de pressão gerada pelo arco elétrico é apresentado a seguir:

Onde:

A = Amplitude da onde de pressão [kN/m²]


d = distância do painel para o arco [m]
I = corrente do arco [A]
t = tempo de duração do arco [s]

Valores considerados para o cálculo:

d=1m
I = 700 A
t = 0,01 s

A = [1,5 x (700 x 0,01)]/1 = 10,5 kN/m²

Com exceção da distância (d) os valores e o cálculo da amplitude da onda de pressão foram
obtidos através de artigos contidos nas referências 7.3 e 7.4.

Rt2142-15
CEMEF Engenharia e Consultoria
Av. Alfredo Penido, 305/1204 - S.J.Campos SP-12246/000 Tel. (0__12) 3923-1668 Fax (0__12) 3921-5902
Home Page: http://www.cemef.com.br E-mail cemef@cemef.com.br
4
Carregamentos considerados:

Para a análise realizada foi considerado o carregamento descrito a seguir:

Modelo sem janela

LC1: Pressão devido ao arco elétrico.

P = 10500 N/m²

Área que recebe a pressão = 1,743 m²

Carga devido à pressão = 18301,5 N

A aplicação de carga no modelo de elementos finitos pode ser visualizada na figura a seguir:

Fig.2.5 – Detalhe da aplicação das cargas no modelo de elementos finitos.

Rt2142-15
CEMEF Engenharia e Consultoria
Av. Alfredo Penido, 305/1204 - S.J.Campos SP-12246/000 Tel. (0__12) 3923-1668 Fax (0__12) 3921-5902
Home Page: http://www.cemef.com.br E-mail cemef@cemef.com.br
5
Modelo com janela

LC1: Pressão devido ao arco elétrico.

P = 10500 N/m²

Área que recebe a pressão = 1,754 m²

Carga devido à pressão = 18417,0 N

A aplicação de carga no modelo de elementos finitos pode ser visualizada na figura a seguir:

Fig.2.6 – Detalhe da aplicação das cargas no modelo de elementos finitos.

Rt2142-15
CEMEF Engenharia e Consultoria
Av. Alfredo Penido, 305/1204 - S.J.Campos SP-12246/000 Tel. (0__12) 3923-1668 Fax (0__12) 3921-5902
Home Page: http://www.cemef.com.br E-mail cemef@cemef.com.br
6
O modelo de elementos finitos, faces consideradas em contato e conectores de parafusos
considerados no modelo podem ser visualizados nas figuras a seguir:

Fig.2.7 – Modelo de elementos finitos sem janela – vista isométrica.

Fig.2.8 – Modelo de elementos finitos com janela – vista isométrica.

Rt2142-15
CEMEF Engenharia e Consultoria
Av. Alfredo Penido, 305/1204 - S.J.Campos SP-12246/000 Tel. (0__12) 3923-1668 Fax (0__12) 3921-5902
Home Page: http://www.cemef.com.br E-mail cemef@cemef.com.br
7
Fig.2.9 – Modelo de elementos finitos com janela – detalhe da janela – vista isométrica e vista
rotacionada em 180°.

Fig.2.10 – Representação dos parafusos da tampa.

Rt2142-15
CEMEF Engenharia e Consultoria
Av. Alfredo Penido, 305/1204 - S.J.Campos SP-12246/000 Tel. (0__12) 3923-1668 Fax (0__12) 3921-5902
Home Page: http://www.cemef.com.br E-mail cemef@cemef.com.br
8
Fig.2.11 – Modelo de elementos finitos – detalhe das faces em contato entre a tampa e o
silicone.

Fig.2.12 – Modelo de elementos finitos – detalhe das faces em contato entre a porta e o fixador.

Rt2142-15
CEMEF Engenharia e Consultoria
Av. Alfredo Penido, 305/1204 - S.J.Campos SP-12246/000 Tel. (0__12) 3923-1668 Fax (0__12) 3921-5902
Home Page: http://www.cemef.com.br E-mail cemef@cemef.com.br
9
Fig.2.13 – Modelo de elementos finitos – detalhe das faces em contato entre a porta e o
silicone.

Fig.2.14 – Modelo de elementos finitos – detalhe das faces em contato entre a porta e a
estrutura de alumínio.

Rt2142-15
CEMEF Engenharia e Consultoria
Av. Alfredo Penido, 305/1204 - S.J.Campos SP-12246/000 Tel. (0__12) 3923-1668 Fax (0__12) 3921-5902
Home Page: http://www.cemef.com.br E-mail cemef@cemef.com.br
10
Parâmetros da análise não linear

Para a elaboração das análises não lineares são utilizados os seguintes parâmetros:

• Lei de endurecimento: von Mises Isotrópico;


• Formulação dos elementos para grandes deslocamentos e deformações;
• Método de iteração do cálculo: Newton-Raphson;
• Técnica de controle: método das forças;
• Aplicação da carga estaticamente, ao longo do tempo. Onde a figura a seguir ilustra a curva
de aplicação de carga ao longo do tempo (fator de carga x tempo [s]):

Fig.2.15 – Gráfico de aplicação de carga (fator de carga x tempo [s])

Como se pode observar na Figura 2.15, no eixo vertical está o fator aplicado à carga, com
variação de 0 a 1 (o valor 1 corresponde à carga do carregamento descrito anteriormente). No eixo
horizontal está o tempo de aplicação da carga.

σesc = E x εesc

180 X 106 = 200 X 109 X εesc

εesc = 0,0009 (Deformação no regime elástico)

Módulo tangente considerado (Etan) = 10% de E = 20 x 109

Rt2142-15
CEMEF Engenharia e Consultoria
Av. Alfredo Penido, 305/1204 - S.J.Campos SP-12246/000 Tel. (0__12) 3923-1668 Fax (0__12) 3921-5902
Home Page: http://www.cemef.com.br E-mail cemef@cemef.com.br
11
Fig.2.16 – Gráfico tensão x deformação

Condições de contorno:

As condições de contorno são restrições translacionais e rotacionais nas faces internas dos
furos onde a porta é fixada.

Fig.2.17 – Condições de contorno nos pontos de fixação da porta – modelo sem janela.

Rt2142-15
CEMEF Engenharia e Consultoria
Av. Alfredo Penido, 305/1204 - S.J.Campos SP-12246/000 Tel. (0__12) 3923-1668 Fax (0__12) 3921-5902
Home Page: http://www.cemef.com.br E-mail cemef@cemef.com.br
12
Fig.2.18 – Condições de contorno nos pontos de fixação da porta – modelo com janela.

Rt2142-15
CEMEF Engenharia e Consultoria
Av. Alfredo Penido, 305/1204 - S.J.Campos SP-12246/000 Tel. (0__12) 3923-1668 Fax (0__12) 3921-5902
Home Page: http://www.cemef.com.br E-mail cemef@cemef.com.br
13
3– Resultados
3.1 – Análise estática linear

Os principais resultados de tensões e deslocamentos para o caso de carga considerado


podem ser visualizados a seguir.

Tabela 3.1.1 – Deslocamento resultante [m].


Deslocamento
Modelo Local
máximo [m]
s/ janela Folha da porta 0,076
c/ janela Folha da porta 0,059
c/ janela Região da janela 0,050

Tabela 3.1.2 – Tensões máximas [MPa].


Tensão máxima Tensão adm. Tensão de
Modelo Local
[MPa] [MPa] ruptura [MPa]
s/ janela Fixação >σesc 144 325
s/ janela Folha da porta >σesc 144 325
c/ janela Fixação >σesc 144 325
c/ janela Folha da porta >σesc 144 325
c/ janela Região da janela >σesc 144 325
c/ janela Janela >σesc 95 124

Os resultados obtidos para o caso de carga considerado podem ser visualizados nas figuras a seguir:

Fig.3.1 Deslocamentos resultantes [mm] – modelo sem janela.


Rt2142-15
CEMEF Engenharia e Consultoria
Av. Alfredo Penido, 305/1204 - S.J.Campos SP-12246/000 Tel. (0__12) 3923-1668 Fax (0__12) 3921-5902
Home Page: http://www.cemef.com.br E-mail cemef@cemef.com.br
14
Fig.3.2 Deslocamentos resultantes [mm] configuração deformada – modelo sem janela.

Fig.3.3 Deslocamentos resultantes [mm] – modelo com janela.

Rt2142-15
CEMEF Engenharia e Consultoria
Av. Alfredo Penido, 305/1204 - S.J.Campos SP-12246/000 Tel. (0__12) 3923-1668 Fax (0__12) 3921-5902
Home Page: http://www.cemef.com.br E-mail cemef@cemef.com.br
15
Fig.3.4 Deslocamentos resultantes [mm] configuração deformada – modelo com janela.

Fig.3.5 Tensões (Von Mises) [MPa] limitadas no escoamento do material – modelo sem janela.

Rt2142-15
CEMEF Engenharia e Consultoria
Av. Alfredo Penido, 305/1204 - S.J.Campos SP-12246/000 Tel. (0__12) 3923-1668 Fax (0__12) 3921-5902
Home Page: http://www.cemef.com.br E-mail cemef@cemef.com.br
16
Fig.3.6 Tensões (Von Mises) [MPa] limitadas no escoamento do material – modelo com janela.

Fig.3.7 Tensões (Von Mises) [MPa] limitadas no escoamento do material – janela lado interno.

Rt2142-15
CEMEF Engenharia e Consultoria
Av. Alfredo Penido, 305/1204 - S.J.Campos SP-12246/000 Tel. (0__12) 3923-1668 Fax (0__12) 3921-5902
Home Page: http://www.cemef.com.br E-mail cemef@cemef.com.br
17
Fig.3.8 Tensões (Von Mises) [MPa] limitadas no escoamento do material – janela lado externo.

Rt2142-15
CEMEF Engenharia e Consultoria
Av. Alfredo Penido, 305/1204 - S.J.Campos SP-12246/000 Tel. (0__12) 3923-1668 Fax (0__12) 3921-5902
Home Page: http://www.cemef.com.br E-mail cemef@cemef.com.br
18
3.2 – Análise não linear

Os principais resultados de tensões e deslocamentos para o caso de carga considerado


podem ser visualizados a seguir.

Tabela 3.2.1. Deslocamento resultante [m].


Deslocamento
Modelo Local
máximo [m]
s/ janela Folha da porta 0,024
c/ janela Folha da porta 0,018
c/ janela Região da janela 0,017

Tabela 3.2.2. Tensões máximas [MPa].


Tensão máxima Tensão adm. Tensão de
Modelo Local
[MPa] [MPa] ruptura [MPa]
s/ janela Fixação 446,0** 144 325
s/ janela Folha da porta 90,9 144 325
c/ janela Fixação 436,8** 144 325
c/ janela Folha da porta 137,9 144 325
c/ janela Região da janela 179,2 144 325
c/ janela Janela 110,0* 76 124
*Valores acima do escoamento do material.
**Valores acima da ruptura do material.

Os resultados obtidos para o caso de carga considerado podem ser visualizados nas figuras a seguir:

Fig.3.9 Deslocamentos resultantes [mm] – modelo sem janela.


Rt2142-15
CEMEF Engenharia e Consultoria
Av. Alfredo Penido, 305/1204 - S.J.Campos SP-12246/000 Tel. (0__12) 3923-1668 Fax (0__12) 3921-5902
Home Page: http://www.cemef.com.br E-mail cemef@cemef.com.br
19
Fig.3.10 Deslocamentos resultantes [mm] configuração deformada – modelo sem janela.

Fig.3.11 Deslocamentos resultantes [mm] – modelo com janela.

Rt2142-15
CEMEF Engenharia e Consultoria
Av. Alfredo Penido, 305/1204 - S.J.Campos SP-12246/000 Tel. (0__12) 3923-1668 Fax (0__12) 3921-5902
Home Page: http://www.cemef.com.br E-mail cemef@cemef.com.br
20
Fig.3.12 Deslocamentos resultantes [mm] configuração deformada – modelo com janela.

Fig.3.13 Tensões (Von Mises) [MPa] limitadas no escoamento do material – modelo sem
janela.

Rt2142-15
CEMEF Engenharia e Consultoria
Av. Alfredo Penido, 305/1204 - S.J.Campos SP-12246/000 Tel. (0__12) 3923-1668 Fax (0__12) 3921-5902
Home Page: http://www.cemef.com.br E-mail cemef@cemef.com.br
21
Fig.3.14 Tensões (Von Mises) [MPa] limitadas no escoamento do material – modelo com
janela.

Fig.3.15 Tensões (Von Mises) [MPa] limitadas na ruptura do material – modelo com janela.

Rt2142-15
CEMEF Engenharia e Consultoria
Av. Alfredo Penido, 305/1204 - S.J.Campos SP-12246/000 Tel. (0__12) 3923-1668 Fax (0__12) 3921-5902
Home Page: http://www.cemef.com.br E-mail cemef@cemef.com.br
22
Fig.3.16 Tensões (Von Mises) [MPa] limitadas no escoamento do material – janela lado
interno.

Fig.3.17 Tensões (Von Mises) [MPa] limitadas no escoamento do material – janela lado
externo.

Rt2142-15
CEMEF Engenharia e Consultoria
Av. Alfredo Penido, 305/1204 - S.J.Campos SP-12246/000 Tel. (0__12) 3923-1668 Fax (0__12) 3921-5902
Home Page: http://www.cemef.com.br E-mail cemef@cemef.com.br
23
Fig.3.18 Tensões (Von Mises) [MPa] limitadas na ruptura do material – janela lado interno.

Rt2142-15
CEMEF Engenharia e Consultoria
Av. Alfredo Penido, 305/1204 - S.J.Campos SP-12246/000 Tel. (0__12) 3923-1668 Fax (0__12) 3921-5902
Home Page: http://www.cemef.com.br E-mail cemef@cemef.com.br
24
4– Comentários:

4.1 – O modelo de elementos finitos foi gerado a partir de desenhos 2D fornecidos pela Infrared e
modelo 3D de porta de painel elétrico.

4.2 – A carga distribuída considerada é definida pelo cálculo da amplitude de onda de pressão
devida ao arco elétrico conforme referências 7.3 e 7.4.

4.3 – É considerada uma distância de 1m entre a porta e a origem da carga. Para maiores
distâncias ocorre redução linear deste valor.

4.4 – O modelo de elementos finitos considera que todos os componentes estão montados de
acordo com o desenho fornecido. Possíveis erros de montagem e desalinhamento de
componentes no processo de fabricação não são considerados nesta análise.

Rt2142-15
CEMEF Engenharia e Consultoria
Av. Alfredo Penido, 305/1204 - S.J.Campos SP-12246/000 Tel. (0__12) 3923-1668 Fax (0__12) 3921-5902
Home Page: http://www.cemef.com.br E-mail cemef@cemef.com.br
25
5– Conclusões:

5.1 – Considerando a distância de 1 metro entre a formação do arco elétrico e a porta do painel
são obtidos valores de tensões superiores ao limite de escoamento do aço da porta. Quando é
inserida a janela, também ocorrem tensões superiores ao limite de escoamento na mesma.
Em ambas as situações são obtidas tensões na porta superiores até mesmo ao limite de
ruptura nas proximidades da região das condições de contorno.

5.2 – As tensões na porta devem ser inferiores às obtidas em virtude da utilização de valor
conservativo do módulo tangente. Assim, não se pode afirmar se ocorrerá ruptura nas portas
para a carga aplicada.

5.3 – A partir dos resultados obtidos para tensões e deslocamentos pode ser observado que a
inserção da janela de inspeção não tem efeito significativo no comportamento estrutural de
uma porta de painel elétrico para deslocamentos e tensões fora da região da janela.

5.4 – Após a inserção da janela, as tensões na porta em suas adjacências sofrem acréscimo, mas
com valores máximos inferiores ao escoamento do material.

5.5 – Na presente análise não foram considerados efeitos de plastificação do material para a
estrutura da janela, e são encontradas tensões acima do limite de escoamento.

5.6 – Recomenda-se nova verificação da janela considerando efeitos de plastificação do alumínio


de forma a permitir melhor quantificação destas tensões e a consideração correta da curva
tensão x deformação do aço para identificação de eventuais fraturas nas portas.

Rt2142-15
CEMEF Engenharia e Consultoria
Av. Alfredo Penido, 305/1204 - S.J.Campos SP-12246/000 Tel. (0__12) 3923-1668 Fax (0__12) 3921-5902
Home Page: http://www.cemef.com.br E-mail cemef@cemef.com.br
26
6– Desenvolvimento:
No modelo principal executado são utilizados elementos sólidos tetraédricos (TETRA10)
com 3 graus de liberdade por nó.

Modelo sem janela


Número de elementos: 20356
Número de nós: 41797

Modelo com janela


Número de elementos: 41182
Número de nós: 82248

7– Referências Bibliográficas:

7.1 – COSMOS/M Manuals, 2009.

7.2 – Norma AISC

7.3 – RÔMULO, Alan; SENGER, Eduardo; MORAES, Cícero. Capítulo VI – Painéis resistentes
a arco elétrico – jun. de 2012. Disponível em:
<http://www.osetoreletrico.com.br/web/documentos/fasciculos/Ed77_fasc_arco_eletrico_ca
p6.pdf>. Acesso em: 19 jan. 2015.

7.4 – RÔMULO, Alan; SENGER, Eduardo. Capítulo IV – A NFPA 70E e os métodos para
cálculo de energia incidente – abr. de 2012. Disponível em:
<http://www.osetoreletrico.com.br/web/documentos/fasciculos/Ed75_fasc_arco_eletrico_ca
p4.pdf>. Acesso em: 19 jan. 2015.

Rt2142-15
CEMEF Engenharia e Consultoria
Av. Alfredo Penido, 305/1204 - S.J.Campos SP-12246/000 Tel. (0__12) 3923-1668 Fax (0__12) 3921-5902
Home Page: http://www.cemef.com.br E-mail cemef@cemef.com.br
27