Vous êtes sur la page 1sur 2

CONJUNTOS RELAÇÃO DE PERTINÊNCIA

A introdução da teoria dos conjuntos Quando relacionamos elementos com


vem facilitar e bastante, a escrita matemática conjuntos a relação é de pertinência, ou seja
que até então era feita na linguagem materna, pertence  ou não pertence .
a criação dos diagramas de Venn, também Exemplos:
facilitaram muito a visualização das relações e 1) a  {a, b, c, d} 2) a  {1, 2, 3, 4, 5} 3)
funções matemáticas. Com esta introdução {a}  {{a}, {b}, {c}} 4) a  {{a},{b}, {c}}
mundial, se faz necessário conhecer os novos 5) {a}  {a, b, c, d}
símbolos e suas regras de utilização.
RELAÇÃO DE INCLUSÃO
Conjunto é um conceito primitivo, pois
intuitivamente sabemos o que é, porém não Quando relacionamos conjunto com
conseguimos defini-lo. conjunto a relação deve ser a de inclusão, ou
Os componentes de um conjunto são seja está contido , ou contém , ou não
chamados de elementos. Assim, se o conjunto está contido  ou ainda não contém.
não tem nenhum elemento é chamado de
conjunto vazio. Se tem um único elemento é Definição: Um conjunto A está contido
chamado de conjunto unitário. em um conjunto B, se todos os elementos de
Podemos nomear os conjuntos através A são também elementos de B.
das características de seus elementos ou A  B  (x  A  x  B )
normalmente, por letras latinas maiúsculas (A, Se A está contido em B, então A é um
B, C, etc.) (exceto na geometria). E os subconjunto de B.
elementos, quando genericamente, por letras
latinas minúsculas.
CONJUNTO UNIVERSO
Exemplos:
1) A = conjunto das vogais de nosso Se um conjunto B está contido num conjunto
alfabeto. A, então dizemos que A é um universo de B.
2) B = conjunto dos dias da semana. Isto é A é o universo de todos os subconjuntos
3) C = Conjunto das raízes reais da de A.
equação x² - 6x + 8 = 0. Exemplos:
1) O conjunto dos números Reais é o
Um conjunto, quando caracterizado universo dos Naturais, dos Inteiros,
por seus elementos, é por colocá-los entre dos Racionais e dos Irracionais. Pois N
chaves.  Z  Q  R e Irracionais  R.
Exemplos: 2) O Alfabeto latino é o Universo do
1) A = {a, e, i, o, u} conjunto das vogais.
2) B = {segunda, terça, quarta, quinta, 3) A América do Sul é o Universo do país
sexta, sábado, domingo} Brasil.
3) C = {2, 4}
Um conjunto também pode ser dado O conjunto de todos os subconjuntos de um
através de sua lei de formação. (que indica conjunto A é chamado de conjunto das partes
como deve ser formado ou é a própria de A, cujo símbolo é P(A).
definição dos seus elementos.) Exemplo: Se A = {1, 2, 3 }, então P(A) = {{}, {1},
Exemplos: {2}, {3}, {1,2}, {1, 3}, {2, 3}, {1, 2, 3}}
1) A = { vogais do nosso alfabeto }
2) B = { dias da semana} Para sabermos quantos subconjuntos tem um
3) C = { x Є R │ x² - 6x + 8 = 0 } conjunto, basta calcular pela fórmula:
Um conjunto pode ser finito, quando N(P(A)) = 2 n , onde n é o número de
tem número limitado de elementos. Caso elementos do conjunto.
contrário é um conjunto infinito. Obs. Não
confundir o que é difícil de ser contado
(incomensurável) com infinito.
OPERAÇÕES ENTRE CONJUNTOS CONJUNTO COMPLEMENTAR A’ = CUA = U - A

Entre os conjuntos, as operações mais Conjunto complementar de um conjunto A


importantes são: contido num universo U é o conjunto diferença U – A.
UNIÃO = ,
INTERSECÇÃO = ,
DIFERENÇA = 
E CONJUNTO COMPLETMENTAR = CUA = U-A.

UNIÃO 

A união entre conjuntos é um outro conjunto Número de elementos da União de:


formado pela junção de todos os elementos dos
conjuntos a serem unidos. I) Dois conjuntos A e B.
Matematicamente, se x  AB, então x  A
ou x  B. Se x  A, então x  AB e se x  B, então n(AUB) = n(A) + n(B) – n(A∩B)
x  AB.

Exemplo: Se A = {0, 1, 2, 3,4} e B = {2, 4, 6, 8}, então


AUB = {0, 1, 2, 3, 4, 6, 8} e
A∩B = { 2, 4}, logo n(AUB) = 7, n(A) = 5, n(B) = 4 e
n(A∩B) = 2. Portanto pela fórmula temos: 7 = 5 + 4 - 2.

INTERSECÇÃO 

A intersecção entre conjuntos é outro II) Três conjuntos A, B e C.


conjunto formado por todos os elementos comuns
aos dois conjuntos (elementos repetidos). n(AUBUC) = n(A) + n(B) + n(C) – n(A ∩B) – n(A∩C) –
Matematicamente, se x  AB, então x  A e n(B∩C) + n(A∩B∩C)
x  B.
Fazer um diagrama como modelo

DIFERENÇA ENTRE CONJUTOS. A – B

A diferença entre dois conjuntos A e B, nesta


ordem, é um subconjunto de A formado por todos
os elementos de A que não estão em B.