Vous êtes sur la page 1sur 196

1

14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016


2
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

Reitor

Prof. MSc José Campos de Andrade Filho

Pró-Reitor de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão

Prof. MSc Mari Elen Campos de Andrade

Pró-Reitora de Graduação

Prof. MSc Anderson José Campos de Andrade

Diretora Geral

Prof.ª MSc Ana Maria Vogt

Comissão Organizadora

Prof.ª Dr.ª Vanessa Erthal

Prof.ª Dr.ª Neuza Maria Ferraz de Mello Gonçalves

Capa

Lincon Rodolfo Schindler


3
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

Sumário
5
A QUALIDADE EM SERVIÇOS E A VANTAGEM COMPETITIVA .......................................................
9
PERCEPÇÃO E EXPECTATIVAS EM SERVIÇOS: É DE QUALIDADE OU NÃO? .............................
12
ENERGIA EÓLICA REDUZINDO CUSTOS NA PEQUENA PROPRIEDADE RURAL.........................
15
O COMPORTAMENTO DO CONSUMIDOR E A AVALIAÇÃO DA QUALIDADE EM SERVIÇOS.........
19
O PAPEL DO ENFERMEIRO NO TRATAMENTO DE ÚLCERAS CUTÂNEAS POR PRESSÃO........
23
CONSIDERAÇÕES SOBRE O TEMA FARMÁCIA VIVA, OS FITOTERÁPICOS MAIS UTILIZADOS.
GENGIBRE (Zingiber officinale) E SEUS COMPOSTOS: SUA AÇÃO NA FISIOLOGIA COMO 27
MEDICAMENTO FITOTERÁPICO E OUTRAS POSSÍVEIS APLICAÇÕES........................................
30
INSERÇÃO DA ATENÇÃO FARMACÊUTICA HOMEOPÁTICA NO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE.....
MELISSA OFFICINALIS L.: ESTUDO ETNOFARMACOLÓGICO DO TRATAMENTO DE 33
TRANSTORNOS DO SISTEMA GASTROINTESTINAL.....................................................................
36
PLANTAS MEDICINAIS COM POTENCIAIS ANSIOLÍTICOS.............................................................
40
PLANTAS MEDICINAIS INDICADOS NO PROCESSO DE CICATRIZAÇÃO.....................................
44
PROPRIEDADES FARMACOLÓGICAS DO ALOE VERA..................................................................
RISCOS APRESENTADOS POR PLANTAS MEDICINAIS COM EFEITOS ABORTIVOS E 48
GESTANTES.......................................................................................................................................
52
TRATAMENTO HOMEOPÁTICO APLICADO À DENGUE..................................................................
57
TRATAMENTO HOMEOPÁTICO PARA ANSIEDADE EM CÂES........................................................
VERIFICAÇÃO DA EFETIVIDADE DO MEDICAMENTO HOMEOPÁTICO COMO TERAPIA 60
ALTERNATIVA EM ANIMAIS...............................................................................................................
COMO AS PENAS DE UM PAVÃO .BIG 5 E A DISTRIBUIÇÃO GEOGRÁFICA NOS ESTADOS
64
UNIDOS DE INTERESSE EM ESTERÓIDES ANABOLIZANTES E CIRURGIAS PLÁSTICAS (2004
– 2014)................................................................................................................................................
ESTUDO EPIDEMIOLÓGICO DA SÍNDROME DA IMUNODEFICIÊNCIA ADQUIRIDA (AIDS): 68
INFECÇÃO POR HIV ..........................................................................................................................
LEVANTAMENTO FLORÍSTICO DE MACRÓFITAS AQUÁTICAS DO ZOOLÓGICO DE CURITIBA, 72
PARANÁ, BRASIL...............................................................................................................................
74
PERCEPÇÃO AMBIENTAL E EDUCAÇÃO AMBIENTAL: UM ESTUDO SOBRE SUAS RELAÇÕES
LIXO ORGANICO, COMPOSTEIRA E PRODUÇÃO ORGANICA DE HORTALIÇAS SOBRE UM 80
PONTO DE VISTA MULTIDICIPLINAR................................................................................................
A IMPORTÃNCIA DA HISTÓRIA E FILOSOFIA DA CIÊNCIA NO ENSINO DE CIÊNCIAS 84
BIOLÓGICAS .....................................................................................................................................
PLANTAS MEDICINAIS NO CONTEXTO DA UTILIZAÇÃO POPULAR NO MUNICÍPIO DE 88
PINHAIS – PARANÁ...........................................................................................................................
AVALIAÇÃO COM FOTOMETRIA DE MEMBROS INFERIORES EM CRIANÇAS COM PARALISIA
92
CEREBRAL QUE FAZEM TRATAMENTO COM TERAPIA NEUROMOTORA
INTENSIVA .................
97
A FISIOTERAPIA NA PREVENÇÃO DA PNEUMONIA ADQUIRIDA NA VENTILAÇÃO MECÂNICA.
LEVANTAMENTO FLORÍSTICO DE MACRÓFITAS AQUÁTICAS DO ZOOLÓGICO DE CURITIBA, 101
PARANÁ, BRASIL...............................................................................................................................
4
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

AVALIAÇÃO DO POTENCIAL GENOTÓXICO DAS NANOPARTÍCULAS DE DIÓXIDO DE TITÂNIO 105


NO SANGUE DE CAMUNDONGOS...................................................................................................
AVALIAÇÃO DOS EFEITOS GENOTÓXICOS EM SANGUE PERIFÉRICO PROVOCADOS PELO 109
CONSUMO DE BENZOATO DE SÓDIO POR RATAS WISTAR.........................................................
113
CONSEQUENCIAS FISIOLOGICAS DO DOPING.............................................................................
117
DOPING – UM PROBLEMA ÉTICO OU DE CARATER SOCIAL?.......................................................
121
DOPING: SEUS EFEITOS E POLÊMICAS EM MEIO A DIFERENTES PROCEDIMENTOS..............
125
DOPING, UM RISCO À SAÚDE..........................................................................................................
129
O ESTADO DA ARTE SOBRE OZONIOTERAPIA...............................................................................
134
RECURSOS ERGOGÊNICOS FARMACOLÓGICOS E SUAS AÇÕES NO ORGANISMO................

TERAPIA GÊNICA, DOPING GENÉTICO E ANTIDOPING: CONHECIMENTOS QUE SE CRUZAM. 138

142
LASER E LED NO PROCESSO DE CICATRIZAÇÃO.........................................................................

INDÚSTRIA CULTURAL E EDUCAÇÃO............................................................................................. 145

A CIDADE DE SOKNOPAIOU NESOS E A CONFIGURAÇÃO DO ESPAÇO URBANO NO EGITO 149


GRECO-ROMANO..............................................................................................................................
153
A IMPORTÂNCIA DO INDIVÍDUO POPULAR NO ESTUDO DA HISTÓRIA.......................................
A LUTA DA MULHER ISRAELITA POR CONSTRUIR UM NOME ATRAVÉS DA MATERNIDADE
157
DURANTE O PERÍODO DOS JUÍZES (1200-1000 a.C.).....................................................................
161
A ORGANIZAÇÃO ESPACIAL DAS CIDADES EGÍPCIAS NO PERIODO GRECO-ROMANO............
AS REPRESENTAÇÕES DO DIABO E DO MAL NAS CANTIGAS DE SANTA MARIA DO REI 165
AFONSO X O SÁBIO (1250 – 1284)....................................................................................................
169
INDÚSTRIA CULTURAL E EDUCAÇÃO.............................................................................................
O ACERVO DE BONECAS KARAJÁ DA COLEÇÃO DO MUSEU DE ARQUEOLOGIA CIRO 173
FLAMARION CARDOSO: PRIMEIROS RESULTADOS DE UM PROJETO INTEGRADOR...............
PATRIMÔNIO ARQUEOLÓGICO E HISTÓRICO RELACIONADO À ÁREA DA FAZENDA 177
TIMBUTUVA – CAMPO LARGO, PR...................................................................................................
REGISTRO E ANÁLISE DE ARTEFATOS CERÂMICOS INDÍGENAS DA COLEÇÃO DO MUSEU
181
DE ARQUEOLOGIA CIRO FLAMARION CARDOSO: PRIMEIROS RESULTADOS DE UM
PROJETO INTEGRADOR...................................................................................................................
CLIENTE SATISFEITO É UM CLIENTE FIEL? UM ESTUDO DE CASO NA PANIFICADORA SAINT 185
GERMAIN PÃES E DOCES................................................................................................................
189
GESTÃO DE RELACIONAMENTO COM O CLIENTE: O segredo para o sucesso.............................
REPRESENTAÇÕES SEMIÓTICAS NO ESTUDO DE MATEMÁTICA: Uma análise a partir dos 193
registros de estudantes.......................................................................................................................
5
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

Ciências Exatas
A QUALIDADE EM SERVIÇOS E A VANTAGEM COMPETITIVA

Marcelo Alexandre Siqueira De Luca*, Ottilio João Tozin Júnior*, Igor Vinicius Del-
frate* Allan Portela*, Allan Gehrke* Larissa Ribeiro*
* Centro Universitário Campos de Andrade, Curitiba, Brasil
e-mail: consultoriadeluca@gmail.com
Resumo: Este estudo é desenvolvido no customer satisfaction. It is developed under
âmbito das ciências sociais, com ênfase na an exploratory objective and basic charac-
qualidade, diferenciais, serviços e vanta- ter, in bibliographical way. Traditional
gem competitiva. O objetivo é identificar sources of information (books), as well as
maneiras de obter vantagens competitivas articles and scientific materials available on
no mercado através da qualidade em the Internet are used. The data processing
serviços. Aplicam-se conhecimentos da is critical essay, with grouping of infor-
área de gestão e comportamento do con- mation according to main ideas. Inspiration
sumidor, numa meta de satisfação do cli- about the deductive method. The relevance
ente. É desenvolvido sob objetivo ex- of the study is justified considering the pos-
ploratório e caráter básico, de maneira bib- sible positive impacts it may have on soci-
liográfica. São utilizadas fontes tradicionais ety, education, science and current state of
de informação (livros), também artigos e knowledge. As the main result of the re-
materiais científicos disponibilizados na in- search, one arrives at an enumeration that
ternet. O tratamento de dados é crítico dis- fulfills the main objective. The subject is not
sertativo, com agrupamento de in- exhausted, and science is being stepped
formações segundo ideias principais. A In- up.
spiração sobre o método dedutivo. Justi- Keywords: Service quality, competitive
fica-se a relevância do estudo visto os advantage, services.
possíveis impactos positivos que pode ter
sobre a sociedade, educação, ciência e es- INTRODUÇÃO
tado atual do conhecimento. Como re-
Os mercados ficam cada vez mais acirra-
sultado principal da pesquisa, chega-se a
uma enumeração que cumpre o objetivo dos e competitivos, e isso inclusive por mo-
principal. Não se esgota o assunto, e dá-se
tivos de globalização e abertura de merca-
um passo de incremento à ciência.
Palavras-chave: Qualidade em serviços, dos.[1] Fornecedores acabam dividindo os
vantagem competitiva, serviços.
mesmos consumidores, de forma especi-
Abstract: This study is developed within fica, o que acarreta na necessidade de
the social sciences, with emphasis on qual-
buscar mais estratégias de sobrevivência
ity, differentials, services and competitive
advantage. The objective is to identify ways mercadológica. [2] A Qualidade em produ-
to obtain competitive advantages in the
tos e serviços, assim como os diferenciais
market through quality in services.
Knowledge of the area of management and e valores agregados, acabam sendo bali-
consumer behavior is applied, in a goal of
zas nesta linha. Chega-se às vantagens
6
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

competitivas, de modo que o tema e a in-


RESULTADOS
ter-relação merecem trato. [3] O estudo
Qualidade
pretende identificar como ter vantagens
A qualidade é um conceito evolutivo
competitivas em serviços valendo-se da
com várias conotações segundo (Walter
qualidade em serviços e satisfação dos cli-
Swehart, Eduard Deming, Taguchi, Juran,
entes (valores agregados), o que é justifi-
Crosby, Ishikawa). Parte do caráter
cável pelos possíveis benefícios que po-
tecnicista, passa pelo “fitness for use” com
derá acarretar para a ciência e estado atual
Juran (metade do século XX); e chega a
do conhecimento.
“qualidade é satisfação do cliente”. No
METODOLOGIA início do século XXI entende-se que um
Este estudo é desenvolvido sob produto ou serviço é de qualidade, se além
procedimentos bibliográficos, com coleta de atender as características técnicas e
de dados em fontes secundárias (livros, requerimentos que deles se esperam,
artigos). As informações são organizadas adequando ao uso e vierem a satisfazer os
através de ideias principais e palavras- clientes/consumidores que lhes usam ou
chave, e a análise dos dados é qualitativa. consomem[4]. Para ter qualidade é preciso
O Método que inspira a pesquisa é o satisfazer aos clientes ou consumidores,
dedutivo, partindo-se do ambiente amplo além de atender suas características
da informação e indo-se ao caráter esperadas.
específico. São utilizados livros
Serviços
tradicionais da área de qualidade em
Os serviços podem ser entediados
serviços, marketing de serviços,
como ações prestadas por algo ou alguém
administração de serviços, e vantagem
a alguém, de modo a trazer algum
competitiva, sendo levada em
benefício a este último [4]. A saber
consideração a década de 1980 até a
constituídos de ações, processos e
atualidade e tradição na área. [3]. A leitura
atuações, é indiscutivelmente pessoal –
investigativa é feita nas obras utilizadas e,
feito de indivíduo para indivíduo [5].
após o fichamento delas, é feita a escrita
Conforme [6], os serviços podem ser
preliminar. Articulações são feitas entre os
intangíveis e tangíveis sendo exemplo de
conteúdos abordados, de modo que por
intangíveis profissionais que vendem seu
refinamento das ideias chega-se ao
conhecimento e tangíveis locais que
resultado principal da pesquisa.
vendem produtos físicos, [7] que
7
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

classificou os serviços de segundo grau de Entende-se, assim, que a qualidade


tangibilidade, além de vários outros fatores em serviços pode ser vista como um es-
que influenciam na satisfação do cliente. forço estratégico e de vantagem competi-
Profissionais, ações, atividades e re- tiva. Vai desde o sentido de facilitar a so-
sultados alinham-se numa esfera de aten- brevivência mercadológica, até a criação
dimento ao cliente num ambiente colabora- de lealdade e fidelidade ao cliente. [12]
tivo e de produção / consumo do serviço ao Possibilita indicações dos próprios clientes
mesmo tempo. ao uso de serviços avaliados como de qua-
lidade, facilitando toda a disseminação de
Qualidade em Serviços
valores, princípios e consumo ao marke-
A qualidade em serviços diz respeito
ting de serviços.
a atender aquilo que os clientes espera-
vam relacionando-se com sua satisfação. Vantagem competitiva
[8] Sua avaliação une-se a aspectos abs- As vantagens competitivas podem
tratos e subjetivos do comportamento hu- ser vistas e entendidas na atualidade,
mano, de modo que um cliente diz que um como disposições estratégicas a favor da
serviço é de qualidade se o mesmo lhe sa- sobrevivência mercadológica, ampliação
tisfez. O melhor dos serviços pode não sa- dos negócios e inovações incrementais ou
tisfazer duas pessoas diferentes que per- radicais. Uma empresa pode utilizar-se de
cebem o mesmo serviço, de modo que in- vantagem competitiva se estiver hábil a
clusive o estado emocional instantâneo adequar-se às estratégias desejadas no
vem influenciar na avaliação. Por tal, várias seu setor [13]. As vantagens competitivas
definições de qualidade em serviços. [9]; são fundamentais para organizações que
Definem a qualidade em serviços como a procuram serem as melhores em seu se-
discrepância entre a qualidade do serviço tor. [14]
entregue e o desempenho que os clientes Vantagens competitivas em serviços de-
esperam que este serviço tenha. [10] Disse vido a qualidade e valores agragedos.
que a qualidade em serviços é um indica- Partindo-se do entendimento que o
dor importante da satisfação do consumi- mercado de serviços está cada vez mais
dor. [11] expõe que a qualidade em servi- competitivo, e que são os clientes que, per-
ços é uma determinante chave para a cebendo a qualidade dos mesmos, aca-
construção de diferenciais e vantagens bam filtrando quem vai ficar ou não no mer-
competitivas.
8
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

cado, é importante que as empresas co- [2]HANSEN, Don R.; MOWEN, Maryanne
M. Gestão de custos: 2003
nheçam seus clientes. É relevante que sai-
[3]BAUMAN, Zygmunt. Modernidade
bam de seus costumes, tradições, valores, líquida. Rio de Janeiro: 2001.
[4]DE LUCA, Marcelo Alexandre Siqueira.
demandas, necessidades, capacidades,
A gestão da qualidade em processos
desejos e afins, de modo a poderem ofere- primários de serviço: uma proposta de
ferramenta aplicada ao processamento
cer à coisa certa a pessoa certa, aten-
com pessoas. 2007. 271 f. Dissertação
dendo suas necessidades dentro de suas (Mestrado em Engenharia de Produção e
Sistemas) Pontifícia Universidade Católica
capacidades. [14]
do Paraná, Curitiba, 2007
[5]LEVITT, Theodore. Production-line
approach to service. Harvard Business
CONCLUSÃO
1972.
Dentro do objetivo exploratório e caráter [6]LAS CASAS, Alexandre Luzzi.
Qualidade total em serviços: conceitos,
básico, o estudo atingiu o objetivo pro-
São Paulo: Atlas, 2004.
posto. Identificou que o entendimento da [7]( LOVELOCK, C. Seeking synergy in
service operations: seven things marketers
qualidade veio evoluindo desde 1900 até a
need to know about service operations.
atualidade, e que hoje está relacionado ba- 1992.
[8]PRAZERES, Paulo Mundin. Dicionário
sicamente a satisfação do cliente. Que é
de termos da qualidade. 1. ed. São Paulo:
uma avaliação qualitativa que depende de Atlas, 1996.
[9]GRÖNROOS, C. Marketing:
aspectos objetivos e abstratos da percep-
gerenciamento e serviços.Tradução de
ção do cliente, ainda de suas expetativas, Cristina Bazán. Rio de Janeiro: Campus,
1993.
e que muda de pessoa para pessoa. A sa-
[10]LASSAR, Walfried M. et al. Service
ber, que o trabalho com as balizas quali- quality perspectives and satisfaction in
private banking. Journal of Services
dade em serviços (por seus determinan-
Marketing, Bradford: MCB University
tes), diferenciais e valores agregados po- Press, v. 14, n. 3, p. 244-271, 2000.
[11]BAUER, H. H.; HAMMERSCHMIDT,
dem levar a um melhor enfrentamento da
M.; FALK, M. Measuring the service quality
sobrevivência mercadológica. Não se es- of ebanking portals. International Journal of
Bank Marketing, 2005.
gota o assunto, e sugere-se que a pes-
[12]BROWN, Steve et al. Administração da
quisa seja refeita, utilizando-se método in- produção e operações: Rio de Janeiro:
2005.
dutivo com procedimentos de pesquisa de
[13]BARNEY, J.B.; HESTERLY, W.
campo, para verificar ou refutar os resulta- S.Administração estratégica e vantagem
competitiva. São Paulo:
dos ora encontrados.
2007.[14]ANSOFF, Harry Igor;
Referências MCDONNELL, E. J. Implantando a
Administração Estratégica. São Paulo:
[1]FISHLOW, A. Brazil and economic
Atlas, 1993.
realities. Daedalus, v. 2, n. 129, p. 339-358,
2000.
9
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

PERCEPÇÃO E EXPECTATIVAS EM SERVIÇOS: É DE QUALIDADE OU NÃO?

Marcelo Alexandre Siqueira De Luca*, Cristian Venâncio *, Gabriel Haveroth Rocha


*, José Daniel Brukalo*, Marco Antonio de Paula*, Nikolas Villarreal Pedrozo *
* Centro Universitário Campos de Andrade, Curitiba, Brasil
e-mail: consultoriadeluca@gmail.com

Resumo: Este artigo tem o objetivo de the work results will impact positively on so-
identificar como a percepção e as ciety, science and current state of knowle-
expectativas influenciam na avaliação da dge.
qualidade em serviços. Envolve o Keywords: Perceptions, Expectations,
comportamento do consumidor e sua Service quality, quality assessment ser-
forma de ver os serviços, considerando vices, services.
fatores abstratos e subjetivos próprios do
ser humano. Possui objetivo exploratório e
caráter básico, sendo desenvolvido sob INTRODUÇÃO
procedimentos bibliográficos. As Sobreviver em mercados competitivos é
informações coletadas são obtidas em uma arte que interliga disciplinas e
fontes secundárias de pesquisa e a análise técnicas sob o marketing e a gestão[1]. A
das mesmas é qualitativa. Segue o método preocupação com a qualidade em serviços
dedutivo. Foram utilizados livros e é tema de trabalho em diversas empresas,
trabalhos científicos disponibilizados na vendo-se a mesma como uma estratégia
internet, levando em consideração a mercadológica.[2]. Busca-se então
relevância dos mesmos. Justifica-se a identificar como a percepção e as
importância do tema, visto que os expectativas dos serviços influenciam na
resultados do trabalho poderão impactar avaliação de sua qualidade; o que justifica,
positivamente sobre a sociedade, ciência e na sociedade atual e por questões
estado atual do conhecimento. competitivas, a pesquisa no assunto. A
Palavras-chave: Percepção, Expectativas, Percepção e as expectativas sobre algo
Qualidade em serviços, Avaliação da dependem de uma série de fatores de
qualidade em serviços, Serviços. ordem comportamental e humana, de
modo que um mesmo serviço pode ser
Abstract: This article aims to identify how avaliado de modo diferente por vários
the perception and expectations influence consumidores. O que é de qualidade para
the evaluation of service quality. It involves um pode não ser para outro. [3]
consumer behavior and their way of seeing
the services considering abstract and sub- METODOLOGIA
jective factors own human. It has explora- A pesquisa possui caráter básico e objetivo
tory objective and basic character, being exploratório, e segue procedimentos
developed under bibliographic procedures. bibliográficos. A coleta de dados é feita em
The collected information is obtained from fontes secundárias (livros e artigos),
secondary research sources and their precedendo agrupamento expositivo das
analysis is qualitative. Follows the deduc- informações. Fecha-se a articulação dos
tive method. books and scientific papers conteúdos em tópico argumentativo
available on the Internet, taking into ac- conclusivo, levando-se em consideração a
count the relevance of these were used. análise qualitativa dos dados [4]. A
Justifies the importance of the topic, since inspiração da pesquisa se dá sob o método
dedutivo, indo-se do contexto amplo para o restrito. Foram utilizadas 35 fontes para a
10
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

pesquisa, entretanto nem todas fizeram baseada na comparação. “A satisfação é


parte da bibliografia. O conhecimento avaliada pós-consumo, quando alternativa
gerado veio através de argumentações, escolhida exceda as expectativas”[14]. De
observatórias e interpretações dos moído que experiências passadas
discursos analisados. influenciam no despertar da satisfação [15]
[16]
RESULTADOS Qualidade em serviços
Comportamento do Consumidor Entende-se a qualidade em serviços como
O comportamento do consumidor tem o “atendimento eficaz as necessidades dos
como base expectativas, percepções e clientes”. Expõe que a satisfação vincula-
satisfações sobre o que usa ou consome. se ao serviço avaliado, que correlaciona a
Sofrem influência de aspectos próprios ao percepção dos consumidores com a
ser humano, num montante crescente de qualidade [17].
valores. Deve ser observado como A avaliação da qualidade surge como uma
dinâmico e mutante, cercado de discrepância entre as expectativas e a
expectativas, percepções e satisfações.[5] percepção do cliente [9], considerando os
Expectativas determinantes: (a) Acesso
Por expectativas entenda-se “tudo que os (acessibilidade); (b) Estética (aparência);
clientes gostariam de receber, o que (c) Assistência (atenção ao cliente); (d)
pensam que pode ser fornecido a um preço Disponibilidade (física e operacional); (e)
que podem pagar e no prazo que o Cuidado (preocupação com o cliente); (f)
satisfaça’’[6] envolvendo padrões internos Conforto (ambientes); (g)
e subjetivos para julgar a qualidade de uma Comprometimento (dos funcionários); (h)
experiência”[7]. São subjetivas, e variam Comunicação (diálogo); (i) Competência
conforme necessidades, experiências e ( prestação de serviço); (j) Cortesia (A
comunicações anteriores” [8]. Nos educação / respeito); (l) Cordialidade
serviços existem três tipos de expectativas: (habilidade /satisfação); (m)
desejado, adequado e o esperado[9], as Funcionalidade (qualidade / produto ); (n)
quais podem aparecer sozinhas ou de Integridade (honestidade/ confiança); (o)
forma composta/interligada. Segurança (pessoal do cliente)[7].
Percepção Neste sentido e de forma sistêmica, tem-se
A percepção é a forma de se ver algo [10], que a avaliação da qualidade de um
a saber, um processo pelo qual um serviço é qualitativa envolvendo uma série
indivíduo seleciona, organiza e interpreta de determinantes. Arrola fatores subjetivos,
estímulos. O indivíduo não é um objeto, de tradição e de experiências passadas do
porém um ator confrontado à primeira cliente. Inclusive seus níveis de criticidade,
etapa do processamento da necessidades e expectativas
informação”[11]. Lembra-se que “Uma vez momentâneas [18].
que cada pessoa é um indivíduo com As Percepções e as expectativas
experiências, desejos, vontades e influenciando na avaliação da qualidade
expectativas, segue-se que as percepções em serviços.
são únicas ”[12] . Considerando-se que a percepção que
Satisfação clientes tem sobre produtos ou serviços
O termo satisfação vai do sentimento de depende de uma série de fatores
prazer ao desapontamento da comparação intrínsecos e subjetivos seus, e ainda que
do desempenho esperado [13]. Existem consumidores diferentes percebem o
duas categorias principais: que mesmo produto ou serviço de forma
caracterizam a satisfação como um diferente; chega-se ao consenso diretivo. A
resultado e uma definição por processo percepção de algo constitui-se em uma
11
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

observação particular e mutante de Eva Maria São Paulo, 2003


pontuação instantânea. [5]SARAZEN, J. Stephen. Customer
De modo similar as expectativas sobre um Satisfaction is Not Enough. 1987.
produto e serviço podem ser vistas. Leva- [6] PRAZERES, Paulo Mundin. Dicionário de
se em conta que as expectativas também termos da qualidade. São Paulo 1996.
se formar de acordo com um “banco de [7]LOVELOCK, C.; WRIGHT, Lauren. Serviços.
dados” de informação prévia que o São Paulo 2001.
consumidor tem do produto / serviço que [8] GIANESI, Irineu G. N.; CORRÊA, Henrique
vai observar. Luiz. Administração estratégica de serviços
Partindo-se da premissa da teoria da São Paulo 1994.
desconfirmação na qual a percepções e [9] ZEITHAML, Valarie A.; BITNER, May Jo.
expectativas vão influenciar na satisfação Marketing de serviços:Bookman, 2003.
sobre algo, e que a qualidade em serviços [10]SCHIFFMAN, Leona G.; KANUK, Leslie
está relacionada a esta satisfação, Lazar. Comportamento do consumidor. São
cumpre-se o objetivo da pesquisa assim Paulo: LTC, 2000.
considerando: [11]KARSAKLIAN,Eliane. Comportamento do
a) Serviços de qualidade = O serviço foi consumidor. São Paulo: 2000.
percebido melhor que se esperava. [12]CARLZON, Jan. Moments of truth. United
b) Neutralidade = O serviço foi percebido States of America: Library of Congress
Cataloging-in-Publication Data, 1987.
igual ao que se esperava,
[13]KOTLER, Philip. Administração de
c) Serviço sem qualidade = O serviço foi
marketing: São Paulo: Atlas, 1998.
percebido de maneira pior que se
[14]CASARTELLI, Alam de Oliveira.
esperava.
Proposição e teste de um modelo de
Observa-se que estes resultados parecem comunicação e marketing político. Porto Alegre,
intuitivos naturais. 2005.
[15]BEBER, Sedinei José Nardelli. Estudo
CONCLUSÕES exploratório da insatisfação do consumidor
Pelo apresentado, nota-se que a avaliação com os serviços prestados por assistências
da qualidade de serviços depende da técnicas autorizadas de automóveis. Porto
percepção e expectativa que o cliente teve Alegre, 2000
deste serviço, induzindo ao seu estado de [16]ENGEL, James F.; BLACKWELL, Roger D.;
satisfação. Tem-se que aí entram fatores MINIARD, Paul W. Consumer behavior. 1995.
subjetivos e abstratos de cada pessoa, [17]LIU, Chu-Mei. The Multidimensional and
como grau de instrução, cultura, tradições, Hierarchical Structure of Perceived Quality and
necessidades, capacidades, estados Customer Satisfaction. 2005.
emocionais instantâneos e outros. Uma [18]DE LUCA, Marcelo Alexandre Siqueira. A
série de fatores, que fazem com que um gestão da qualidade em processos primários
mesmo serviço seja percebido e avaliado de serviço: uma proposta de ferramenta
de forma diferente por clientes diferentes. aplicada ao processamento com pessoas.
2007. 271 f. Dissertação (Mestrado em
Engenharia de Produção e Sistemas),
Referências

[1]ERBANO, Luiz Afonso Caprilhone. Gestão e


Marketing na era do conhecimento. 2005.
[2]STADLER, Humberto. Estratégias para a
qualidade. 2005
[3]LAS CASAS, Alexandre Luzzi. Qualidade
total em serviços: São Paulo:2004.
[4]MARCONI, Marina de Andrade; LAKATOS,
12
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

ENERGIA EÓLICA REDUZINDO CUSTOS NA PEQUENA PROPRIEDADE RURAL

Marcelo Alexandre Siqueira De Luca*, Anny Schirley* Taborda Gunha*, Douglas Al-
berto dos Santos*; Wellyton de Oliveira da Silva*
*Centro Universitário Campos de Andrade - Curitiba, Brasil
e-mail: consultoriadeluca@gmail.com

Resumo: Este artigo tem como objetivo inexhaustible source, attracting an energy
identificar como a energia eólica pode security strategy.
reduzir custos na pequena propriedade Keywords: Wind energy, economic
rural. Envolve fatores além de sustentáveis, growth, reduction of costs, Small Rural Pro-
econômicos, comparando a energia eólica perty.
com outras formas de obtenção de energia .
elétrica usada na pequena propriedade INTRODUÇÃO
rural, visando ser uma fonte barata com A energia eólica é usada desde a antigui-
alto poder competitivo entre as outras dade para mover barcos, captação de
fontes de energia elétrica. Com o resultado
energia mecânica como, por exemplo, a
desta pesquisa vem se incentivo a
substituição de fontes comuns de energia roda de vento por Herão de Alexandria,
para a eólica. Novas pesquisas sobre o (durante o século I d.C.). Os primeiros re-
tema abordado devem ser feitas, trazendo gistros de maquinas de produção de ener-
benefícios para a sociedade, a ciência e gia elétrica pelo vento foram de uma tur-
para a economia (Já que a energia elétrica bina com pás de tecido por James Blyth
é um elemento indispensável para o (1887), dando origem a outras formas e
crescimento econômico de um país).
materiais. Poul la Cour (1890) descobriu a
Ressalta-se que o vento é uma fonte
inesgotável, atraindo uma estratégia de capacidade maior de geração de eletrici-
segurança energética. dade por turbinas de maiores tamanhos
com menores números de pás. Ao longo
Palavras-chave: Energia eólica, Cresci- do tempo Johannes Juul (1956), aluno de
mento econômico, Redução de custos, Pe- la Cour projetou a primeira turbina de três
quena Propriedade Rural. pás, onde as próximas turbinas influencia-
ram-se.
Abstract: The presentation of this article
Com o passar do tempo as turbinas eóli-
aims through bibliographic searches to
identify how wind energy can reduce costs cas, geradores, capacitores vem sendo es-
in the small rural property. Involve factors tudados e melhorados, alcançando melho-
beyond sustainable, economic, comparing res resultados. O vento vem sido reconhe-
wind power with other ways of obtaining cido pelo o que ele é limpo e inesgotável.
electricity used in the small rural property, Que pode suprir tanto quanto o combustí-
aiming to be a cheap source with high com-
vel na geração de eletricidade, aumen-
petitive power among other sources of
electricity. With the result of this research tando a segurança energética, nos dando
the incentive to replace common energy uma estabilidade climática e tudo proporci-
sources for wind, new research about the onando um lucro maior ao agricultor.
topic, bringing benefits to society, science A energia eólica pode garantir 10% das ne-
and the economy. Since electricity is an es- cessidades mundiais de eletricidade até
sential element for the economic growth of 2020, criar 1,7 milhões de novos empregos
a country. Emphasizing that the wind is an
13
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

e reduzir a emissão global de dióxido de dados é qualitativa, sob método dedutivo.


carbono na atmosfera em mais de 10 bi- No total foram consultados mais de 9 arti-
lhões de toneladas segundo pesquisas gos e 6 livros (nas áreas de energia eólica,
(Deutsches Windenergie Institut GmbH). sustentabilidade e lucratividade e fontes de
Calcula-se, que em uma região adequada energia elétrica), usando-se porém só os
uma turbina grande possa gerar 1,8 mega- referenciados. Os estudos foram concen-
watts de potência; ou cerca de 5,2 milhões trados no que seguem os objetivos do ar-
de kWh (quilowatts-hora) por ano. O maior tigo.
custo para por em prática é a instalação do
projeto, que varia conforme os matérias e RESULTADOS
objetivo de alcance. Um parque eólico tem Energia Eólica
custo aproximado de US$ 1 mil por qui- A energia eólica pode ser definida pela mo-
lowatt de capacidade nos EUA, porém no vimentação do ar, ou seja, o vento. É uma
Brasil os custos são mais altos devido aos forma renovável, limpa, continua e inesgo-
impostos e mais o custo de terreno. Porém tável, sendo ela natural, sem necessidade
segundo, Élbia Melo ‘’Uma vez a torre de produzir artificialmente, tornando-a
montada, ela é harmônica com todas as umas das melhores fontes de obtenção de
atividades agrícolas existentes, seja agri- energia. A energia é gerada através de
cultura, seja pecuária. A produção de ener- grandes turbinas, chamados de aero gera-
gia eólica não é concorrente nem exclu- dores, geralmente são do formato de cata-
dente. Mantêm-se as atividades econômi- ventos, que são colocadas em áreas aber-
cas anteriores e onde não havia atividade tas com alta qualidade de vento. Nestes
nenhuma é inserida uma nova (energia eó- aero geradores a força do vento é captada
lica)”. Seu outro custo seria de manuten- por hélices ligadas a uma turbina que aci-
ção, porém ele é baixo, em média de, 1.5 ona um gerador elétrico.[1]
a 2% do investimento ao ano. Segundo o Painel Intergovernamental para
Pode-se também ver a vantagem que no as Mudanças Climáticas (IPCC) um dos
Brasil como citado pelo site do Portal Bra- maiores e mais popular investimento foi em
sil, que desde 2015, surgiu um programa fontes renováveis de energia, como a ener-
Mais Alimentos, onde pequenos produto- gia eólica, aliás, oferece um grande poten-
res de agricultura familiar podem financiar cial para a redução das emissões de GEE.
os projetos e instalação de energia eólica Pode-se afirmar através de pesquisas que
e solar. Esses são alguns exemplos de lu- consideram barreiras políticas, econômi-
cratividade pela fonte de energia eólica na cas e tecnológicas que até 2050, estima-se
agricultura, que visa a lucratividade que o que a energia eólica pode suprir até 20%
agricultor pode garantir. da demanda de energia elétrica mundial
[2]. Pode-se dizer que a energia eólica e
METODOLOGIA pesquisas evoluíram desde as últimas dé-
Esta pesquisa é desenvolvida com objetivo cadas e tendem a evoluir cada vez mais
exploratório e básico, seguindo procedi- [3].
mentos bibliográficos. A coleta de dados é Pequena propriedade rural
feita através de fontes tradicionais como li-
vros e artigos pela internet. A análise de
14
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

Entende-se como pequena propriedade ru- como esta. Seu custo de manutenção é mí-
ral o cultivo de terras por pequenos agricul- nimo comparado às outras fontes de ob-
tores rurais onde se utiliza de forma predo- tenção de energia. Além de não liberar ga-
minante a mão de obra familiar A agricul- ses tóxicos, ajudando nosso planeta. Para
tura familiar é responsável pela produção as pequenas propriedades rurais é econo-
de 70% dos alimentos do país, porém ela micamente acessível e viável. A demanda
enfrenta desafios na comercialização e or- de energia elétrica na agricultura varia até
ganização da sua produção [4]. Para mini- 30% no valor de gastos com produção,
mizar os gastos e aumentar os custos de com a energia eólica estes custos reduzem
energia eólica, novas políticas de implanta- aumentando o lucro para agricultores de
ção de formas renováveis e lucrativas vem pequenas propriedades rurais.
sendo implantadas na agricultura. A ener-
gia do vento, eólica, possui como caracte- Referências
rística a capacidade de desenvolvimento [1] Land use and electricity generation: A life-
cycle analysis. Vasilis Fthenakis, Hyung Chul
regional e econômico [5] Kim. 2009, Renewable and Sustainable Energy
Reviews.
A Energia Eólica Reduzindo Custos na [2] SIMAS, M.; PACCA, S. Energia eólica, ge-
Agricultura ração de empregos e desenvolvimento susten-
tável. Estud. av., 2013, vol.27, no.77, p.99-116.
A instalação de equipamentos necessários ISSN 0103-4014
para obtenção de energia eólica pode ser [3] VILLALOBOS J, FELIPE A. Fundaciones
em qualquer seja o local que haja vento re- para turbinas eólicas costa afuera. Rev. Ing.
Constr. 2009;24(1):33-8.
gular e satisfatório, não necessitando de
[4] Müller, C., Georg, H., and Wietfeld, C.
instalações elétricas sofisticadas. Não (2012). A modularized and distributed simula-
existe custo de consumo e sua manuten- tion environment for scalability analysis of
ção se restringe à limpeza da bomba ou smart grid ict infrastructures. In Proceedings of
the 5th International ICST Conference on Si-
troca de bateria após longo período de
mulation Tools and Techniques, SIMUTOOLS
uso.[6]. Analisa-se que 30% dos custos de ’12, pages 327–330.
produção correspondem às despesas com [5] GANNOUM, Elbia Silva, O Desenvolvi-
energia elétrica e por meios alternativos de mento da Indústria de Energia Eólica no Brasil:
aspectos de inserção, consolidação e susten-
produção de energia como a energia eólica
tabilidade. Cadernos Adenauer XV, 2015. Dis-
induzem a redução de custos na obtenção ponível em: . Acesso em 13 abr. 2015.
de energia elétrica. [7] [6] BURGUEÑO, Luís E. T.; SILVA, João B. O
uso da energia eólica no bombeamento
d’água, em Pelotas, RS. Revista Brasileira de
CONCLUSÃO
Agrometeorologia, Santa Maria, v. 11, n. 2, p.
Pelo tema abordado, pode-se concluir com 167-172, 2003.
esta pesquisa que para a agricultura é uma 7] ARAUJO, A. C. D; NETO, J. D; LIRA, V. M;
grande vantagem o uso de energia eólica LIMA, V. L. A. Avaliação dos custos de energia
elétrica no contexto operação e manutenção
para obter energia elétrica. Pois o seu
dos projetos públicos de irrigação. Enciclopé-
maior custo seria de instalação, como dia Biosfera, Centro Científico Conhecer -
pode-se ver, em nosso país existem pro- Goiânia, vol.7, N.12; 2011.
gramas que financiam e colaboram com
agricultores que tendem a usar fontes
15
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

O COMPORTAMENTO DO CONSUMIDOR E A AVALIAÇÃO DA QUALIDADE EM


SERVIÇOS

Marcelo Alexandre Siqueira De Luca*, Kaoe Perez*, Jesiélen dos Santos Dias*,
José Daniel Brukalo*,Renan Luiz Burin*, Igor Kaian Meira Ferreira*
* Centro Universitário Campos de Andrade, Curitiba, Brasil
e-mail: consultoriadeluca@gmail.com

Resumo: O presente artigo desenvolve-se INTRODUÇÃO


sob o viés das ciências humanas e sociais
aplicadas, e tem como objetivo identificar A sobrevivência mercadologia está
os grupos de fatores que os consumidores
cada vez mais debatida e, neste contexto,
utilizam para julgar a qualidade em servi-
ços. Envolve fatores abstratos e subjetivos parte-se da premissa que a observação de
neste contexto, partindo-se da premissa
fatores que lhe cercam são importantes. [1]
que pessoas diferentes veem a mesma
coisa de maneira diferente. É escrito se- A qualidade em serviços é trabalhada por
guindo-se procedimentos bibliográficos de
empresas de diversos setores, sendo um
pesquisam, valendo-se de agrupamentos
de ideias semelhantes, método dedutivo e facilitador mercadológico.[2]
análise qualitativa. Justifica-se a importân-
Faz-se importante identificar os
cia do trato do tema, visto que os resulta-
dos do trabalho poderão incentivar novas fatores que os consumidores utilizam para
pesquisas além de trazer benefícios para a
julgar a qualidade, até mesmo por
sociedade, ciência e estado atual do co-
nhecimento. questões estratégicas[3]. O trabalho é
Palavras-chave: Qualidade em serviços,
justificável visto os benefícios que pode
Avaliação da qualidade em serviços,
Serviços. trazer à sociedade, sendo desenvolvido
com o objetivo de identificar os grupos de
Abstract: This article develops under the
bias of the human and social sciences ap- fatores que os consumidores utilizam para
plied, and aims to identify the groups of fac-
julgar a qualidade em serviços.
tors that consumers use to judge the quality
of services. It involves abstract and subjec-
tive factors in this context, starting from the METODOLOGIA
premise that different people see the same
thing differently. It is written followed by bib- A pesquisa é desenvolvida com
liographic research procedures, taking ad-
caráter básico e objetivo exploratório.
vantage of like-minded groups, deductive
method and qualitative analysis. Justifies Segue procedimentos bibliográficos, e a
the importance of the subject of the deal,
coleta de dados é feita em fontes
as the work of the results Will encourage
further research and bring benefits to soci- secundárias (livros e artigos). Faz-se o
ety, science and current state of knowledge.
agrupamento expositivo das informações,
Keywords:
Service quality, Quality assessment fechando-se com tópico argumentativo
services, Services.
conclusivo [4]. A análise dos dados se dá
16
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

de modo qualitativo, e a pesquisa se dá seleciona, organiza e interpreta estímulos.


sob o método dedutivo. Foram consultados O indivíduo não é um objeto, porém um
mais de 50 livros nas áreas de ator confrontado à primeira etapa do
comportamento humano, qualidade em processamento da informação”[11].
serviços e qualidade, sendo porém Lembra-se que “Uma vez que cada pessoa
utilizados os referenciados. é um indivíduo com experiências, desejos,
vontades e expectativas, segue-se que as
RESULTADOS
percepções são únicas”[12] .
Comportamento do Consumidor
Satisfação
O comportamento do consumidor
A satisfação possui interpretações
anda basicamente sobre expectativas,
que vão de um sentimento de prazer ou de
percepções e satisfações. Sofrem
desapontamento da comparação do
influências da cultura, necessidades,
desempenho esperado pelo produto[13].
hábitos, experiências passadas e afins do
Existem duas categorias principais: as que
consumidor. [5]
caracterizam a satisfação como sendo o
Expectativas resultado e a na definição por processo
As expectativas são “tudo que os baseada na comparação. “A satisfação é
clientes gostariam de receber, o que avaliada pós-consumo, quando alternativa
pensam que pode ser fornecido a um preço escolhida exceda as expectativas”.[14]
que podem pagar e no prazo que o Assim as experiências passadas do
satisfaça’’[6] de modo que padrões consumidor influenciam no despertar da
internos que utilizam para julgar a satisfação [15]. Quando o produto ou
qualidade de uma experiência”.[7] São serviço percebido for melhor do que o
subjetivas, pela comunicação, esperado o cliente fica satisfeito; neutro
necessidades, experiências e quando igual ou insatisfeito quando pior.
comunicações externas”.[8] Nos serviços Ressaltando os aspectos subjetivos,
existem três tipos de expectativas: cognitivos, emocionais e afins.[16]
desejado, adequado e o esperado [9]. Qualidade em serviços
Percepção
A qualidade pode ser vista como o
A percepção é entendida como
“atendimento eficaz as necessidades dos
vemos o mundo à nossa volta[10], a saber,
clientes”. Expõe que a satisfação vincula-
como o processo pelo qual um indivíduo
se ao serviço avaliado, que correlaciona a
17
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

percepção dos consumidores com a pessoalidade, faz-se um agrupamento dos


qualidade [17]. principais fatores contratuais pelos clientes,
A avaliação da qualidade surge que podem ser dados em número de
como uma discrepância entre as quatro, assim enumerados:
expectativas e a percepção do cliente [9]. a) Fatores fisiológicos (Comida / água)
Estes são considerados atributos, como b) Fatores de segurança: (Remunera-
ção, Permanência no emprego,)
sendo: (a) Acesso (acessibilidade); (b)
c) Fatores sociais (família, amigos,
Estética (aparência); (c) Assistência grupos sociais)
(atenção ao cliente); (d) Disponibilidade d) Estima (Reconhecimentos, Orgulho)
e) Fatores de auto-realização (educa-
(física e operacional); (e) Cuidado
ção, religião e passa tempo)
(preocupação com o cliente); (f) Conforto Estes fatores não são os únicos, mas sim
(ambientes); (g) Comprometimento (dos alguns que abrangem conotações dos
funcionários); (h) Comunicação (diálogo); determinantes da qualidade das
(i) Competência ( prestação de serviço); (j) necessidades humanas. Leva-se em
Cortesia (A educação / respeito); (l) consideração que o ser humano é um ser
Cordialidade (habilidade /satisfação); (m) vinculado a razões e emoções. De uma
Funcionalidade (qualidade / produto ); (n) forma ou de outra, esses fatores são
Integridade (honestidade/ confiança); (o) considerados pelo cliente na avaliação dos
Segurança (pessoal do cliente)[7]. serviços.
Neste sentido e de forma sistêmica,
tem-se que a avaliação da qualidade de CONCLUSÕES

um serviço é qualitativa envolvendo uma


Pelo apresentado, nota-se que a
série de determinantes. Arrola fatores
avaliação da qualidade de serviços é algo
subjetivos, de tradição e de experiências
complexo que nasce de uma interpretação
passadas do cliente. Inclusive seus níveis
de como a pessoa recebe esse serviço.
de criticidade, necessidades e
Isso leva em conta as necessidades,
expectativas momentâneas [18].
capacidades, cultura, grau de instrução,

Grupo de fatores comportamentais que tradições e afins do cliente. A satisfação é

são utilizados para se julgar a qualidade um ponto chave na avaliação da qualidade

em serviços em serviços, visto que, o resultado de um

Partindo-se dos conceitos de sentimento sobre o serviço, pode defini-lo

qualidade em serviços, da subjetividade e se é de qualidade.


Desta sorte, e levando-se em conta
18
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

que avaliar a qualidade de um serviço é [8] GIANESI, Irineu G. N.; CORRÊA,


Henrique Luiz. Administração estratégica
permear entre razão e emoção, identificou-
de serviços São Paulo 1994.
se que os determinantes da qualidade [9] ZEITHAML, Valarie A.; BITNER, May Jo.
podem se enquadrar em grupos de fatores Marketing de serviços:Bookman, 2003.
[10]SCHIFFMAN, Leona G.; KANUK,
que influenciam na sua avaliação. Estes Leslie Lazar. Comportamento do
foram identificados cumprindo o objetivo consumidor. São Paulo: LTC, 2000.
[11]KARSAKLIAN,Eliane. Comportamento
geral do trabalho, expondo-se em grupos do consumidor. São Paulo: 2000.
de fatores fisiológicos, segurança e auto- [12]CARLZON, Jan. Moments of truth.
United States of America: Library of
realização. Congress Cataloging-in-Publication Data,
Pela metodologia utilizada o estudo 1987.
[13]KOTLER, Philip. Administração de
não buscou esgotar o assunto foi dado um marketing: São Paulo: Atlas, 1998.
passo na direção do incentivo a novas [14]CASARTELLI, Alam de Oliveira.
Proposição e teste de um modelo de
pesquisas. Dificuldades foram comunicação e marketing político. Porto
encontradas no que diz respeito à Alegre, 2005.
[15]BEBER, Sedinei José Nardelli. Estudo
precariedade de fontes bibliográficas
exploratório da insatisfação do consumidor
específicas, o que leva-se a sugerir que a com os serviços prestados por
assistências técnicas autorizadas de
pesquisa seja refeita, a outro tempo,
automóveis. Porto Alegre, 2000
utilizando-se procedimentos de pesquisa [16]ENGEL, James F.; BLACKWELL,
de campo. A pesquisa não buscou esgotar Roger D.; MINIARD, Paul W. Consumer
behavior. 1995.
o assunto. [17]LIU, Chu-Mei. The Multidimensional
and Hierarchical Structure of Perceived
Referências Quality and Customer Satisfaction. 2005.
[18]DE LUCA, Marcelo Alexandre Siqueira.
[1] ERBANO, Luiz Afonso Caprilhone. A gestão da qualidade em processos
Gestão e Marketing na era do primários de serviço: uma proposta de
conhecimento. 2005. ferramenta aplicada ao processamento
[2]STADLER, Humberto. Estratégias para com pessoas. 2007. 271 f. Dissertação
a qualidade. 2005 (Mestrado em Engenharia de Produção e
Sistemas) Pontifícia Universidade Católica
[3]LAS CASAS, Alexandre Luzzi.
do Paraná, Curitiba, 2007
Qualidade total em serviços: São Paulo:
2004.
[4]MARCONI, Marina de Andrade;
LAKATOS, Eva Maria São Paulo, 2003
[5]SARAZEN, J. Stephen. Customer
Satisfaction is Not Enough. 1987.
[6] PRAZERES, Paulo Mundin. Dicionário
de termos da qualidade. São Paulo 1996.
[7]LOVELOCK, C.; WRIGHT, Lauren.
Serviços. São Paulo 2001.
19
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

Ciências da Saúde
O PAPEL DO ENFERMEIRO NO TRATAMENTO DE ÚLCERAS CUTÂNEAS POR
PRESSÃO
1Gislei dos Santos Rodrigues gislei1206@outlook.com
¹ Moises Emerson Gruber moises-gruber@hotmail.com
1Risolete Novak risoletenovacki@gmail.com
1Terezinha Aparecida Pereira

²Marize Cit de A Vieira marizegxx@hotmail.com


¹ Acadêmicos do 2ºperiodo diurno do curso de Enfermagem –Centro Universitário Campos de Andrade
Uniandrade Curitiba Paraná
²Profª Orientadora, ministra aulas de Biologia Celular, Histologia e Embriologia e Microbiologia e Imunologia nos
cursos de Enfermagem, Biomedicina e Nutrição da UNIANDRADE.

RESUMO Popularmente conhecidas como reaching the bony prominences, greater


escaras, corresponde a um tipo de lesão pressure sites, reaching large areas with
cutânea, ocasionado por prolongado varying depths. Nursing plays a
tempo na mesma posição, atingindo as fundamental role in prevention and care, it
proeminências ósseas, locais de maior is connected directly to the patient during
pressão, chegando a atingir grandes the entire hospital stay and recovery.
extensões com profundidades variáveis. A OBJECTIVES: Search information in
enfermagem tem papel fundamental na scientific papers on technological methods
prevenção e cuidados, pois está ligada to assist in the nurse's performance in the
diretamente ao paciente durante toda treatment and neutralization of
internação e recuperação. OBJETIVOS: predisposing factors of pressure ulcers.
Buscar informações em artigos científicos METHODS: A literature search conducted
sobre métodos tecnológicos que auxiliem through Google Scholar, scielo and
no desempenho do enfermeiro no scientific articles. RESULTS and
tratamento e neutralização dos fatores CONCLUSION: Patients in intensive care
predisponentes das úlceras por pressão. units has greater prognostic development
MÉTODOS: Pesquisa bibliográfica of pressure ulcers as they are fully fixed to
realizado através do Google acadêmico, the bed, or the critical condition of the
scielo, e artigos científicos. RESULTADOS patient occurrences that prevent the
e CONCLUSÃO: Pacientes internados em correct procedures, such as changing
unidade de terapia intensiva tem maior positions.
prognostico de desenvolvimento das Keywords Pressure ulcers, nursing,
úlceras por pressão uma vez que estão special dressings.
totalmente imobilizados ao leito, ou pelo
estado crítico do paciente ocorrências que
impossibilitam os procedimentos corretos, INTRODUÇÃO
como a mudança de decúbito.
Palavras-chave: Úlceras por pressão, A presença de úlcera de pressão
enfermagem, curativos especiais.
(UP) tem sido considerada um indicador de
Abstract: Popularly known as bedsores, qualidade1 da assistência de enfermagem
corresponds to a type of skin lesion caused nos serviços de saúde e estabelecer-se
by extended time in the same position, diretrizes e protocolos que norteiem a
20
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

prática para a sua redução é um dos à manutenção da vida celular e,


objetivos maiores.Com o foco no principal consequentemente, da integridade
papel do enfermeiro, frente aos cuidados cutânea formada pelo tecido epitelial e dos
com os pacientes acamados na busca da tecidos subjacentes como os tecidos
profilaxia e cuidados corretos com os conjuntivos e musculares3. Os primeiros
portadores de úlceras por pressão buscou- sintomas da formação de uma úlcera são
se informações numa revisão bibliográfica vermelhidão local, independente da região
de artigos científicos sobre o assunto. ser acometida, são grandes os agravantes
A maioria dos hospitais vem lutando que ocasionam lesão com maior facilidade,
para uma melhora do quadro através da diabetes, desnutrição, falta de nutrientes
aplicação de um protocolo de cuidados a em algumas partes do corpo, umidade,
serem seguidos2. As úlceras por pressão fricção, lençóis mal estendidos, objetos
ocupam uma porcentagem muito grandes largados por descuido associados a falta
no quadro das infecções hospitalares4, se de mudança de decúbito que deve ser
não tratadas levam a intervenções realizada a cada duas horas ou conforme
cirúrgicas, enxertos de pele ou até a morte protocolo de cada instituição, as feridas
do paciente. Cabe ao Enfermeiro verificar aparecem em toda a extensão corpórea,
quais são os fatores predisponentes que regiões mais afetadas são a crista ilíaca,
levam o paciente a desencadear com região escapular, cotovelos, calcâneos,
maior rapidez uma ulceração de pele. região do cóccix, em pessoas que
Frente a estes cuidados o enfermeiro tem permanecem sentadas por muito tempo
a responsabilidade de solicitar avaliação podem desenvolver lesão na região do
de comissões internas de curativo, ísquio. São vários os fatores
presentes na grande maioria dos hospitais. predisponentes que podem causar uma
A mesma avaliará o grau da lesão baseado úlcera por pressão como: manter a mesma
num um protocolo para UP5 e solicitará posição por tempo prolongado, fricção da
curativos especiais indicados pele, traumas, idade avançadas,
corretamente para o tipo de lesão. desnutrição, incontinência urinaria e fecal,
deficiência de vitaminas, umidade e edema.
DESENVOLVIMENTO Pessoas com maior risco de desenvolver
escaras são as acamadas por muito tempo
Popularmente conhecidas como como os pacientes de unidades de terapia
escaras, ou úlceras de decúbito, na intensiva, nível de consciência rebaixado,
realidade são áreas localizadas de necrose pessoas idosas uma vez que a pele está
celular que tendem a desenvolver-se mais sensível e debilitada 3.
quando os tecidos moles são comprimidos A atuação da (o) enfermeiro (a) em
entre uma proeminência óssea e uma uma unidade de terapia intensiva (UTI),
superfície rígida, geralmente por um visa o atendimento ao paciente grave,
período de tempo prolongado1. A pressão incluindo-se o diagnóstico de sua situação,
contínua desenvolvida nos tecidos moles intervenção e avaliação dos cuidados
provoca a falta de suprimento sanguíneo específicos, voltada para um atendimento
imprescindível para a manutenção dos humanizado, que visa os cuidados
níveis de oxigênio e nutrientes necessários voltados para uma melhor qualidade de
21
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

vida. A prevenção das úlceras4 por pressão pode ser visível, sem exposição de osso,
devem ser consideradas como um tendão ou músculo. Esfacelo pode estar
problema de saúde, exigem o presente sem prejudicar a identificação da
conhecimento e envolvimento de todos os profundidade da perda tissular. Pode incluir
profissionais envolvidos, em principal a descolamento e túneis. Descrição
equipe de enfermagem que deve trabalhar adicional – a profundidade da úlcera varia
em uma única sintonia3, pois estão ligados de acordo com a localização anatômica.
diretamente aos cuidados com o Estagio IV Perda total de tecido com
pacientes. . exposição óssea de músculo ou tendão.
A prevenção3 deve ser constante Pode haver presença de esfacelo ou
com cuidados com a hidratação e escara em algumas partes do leito da
massagem da pele e das proeminências ferida. Descrição adicional – a
ósseas, mudança de decúbito, sentar o profundidade da úlcera varia de acordo
paciente fora do leito de preferência em com a localização anatômica, A exposição
poltrona confortável, utilizar colchão de ar, de osso e tendão é visível ou diretamente
pneumáticos, casca de ovo, fazer proteção palpável.
das articulações que tem maior A avaliação deve incluir: o tamanho
probabilidade de lesão. Manter uma dieta largura e profundidade da lesão,
rica em proteínas e vitaminas. localização, exsudato, cor, odor e
Segundo a National Pressure Ulcer quantidade. Presença de tecido necrosado,
Advisory Panel 5 as UP estão divididas em evidencia de infecção. Objetivos da
quatro estágios mais dois referentes a avaliação é a eliminação do tecido
lesão tissular profunda e Úlceras que não necrosado através de intervenção cirúrgica,
podem ser classificadas. mecânica ou química, eliminar as
Estagio I- Pele intacta com infecções.
hiperemia de uma área localizada sobre O tratamento das feridas consiste
proeminência óssea. Descrição adicional em uma boa limpeza do local utilizando
área dolorosa, endurecida, amolecida, solução fisiológicas levemente aquecido
mais quente ou mais fria jogar em jato no local fazendo uma
comparativamente aos tecidos adjacentes. pressão utiliza-se uma agulha40x12 para
Estagio II Perda parcial da auxiliar, a pressão do jato consiste em
espessura dérmica. Apresenta-se com limpeza profunda da ferida retirando
úlcera superficial, podendo apresentar microrganismo que estão danificando a
bolha preenchida de exsudado intacta ou pele, com função do organismo fazer a
aberta. Descrição adicional apresenta reconstrução local. Nos dias de hoje
úlcera brilhante ou seca sem esfacelo ou existem várias formas de tratamento, os
arroxeamento. Este estágio não deve ser chamados: curativos especiais 6 que vão
usado para descrever abrasões da pele auxiliar o tratamento das úlceras por
por adesivos, dermatite perineal, pressão, a indicação fica a critério medico
maceração ou escoriação. Indica suspeita ou cabe ao enfermeiro (a) do setor,
de lesão tissular profunda. solicitando avaliação das comissões
Estagio III Perda de tecido em sua especiais em curativo.
espessura total. A gordura subcutânea Há curativos6 especiais de alginatos,
22
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

placas de hidrocoloides, com carvão REFERÊNCIAS BIBLIOGRAFICAS


aditivado, curativos com hidrogel, curativos [1]- CARVALHO LUCIMEIRE et al Con-
adesivo de hidropolimero, curativos a cepções dos acadêmicos de enfermagem
vácuo, curativo com sulfadiazina de prata, sobre prevenção e tratamento de úlceras
curativos com colagenase; todos tem suas de pressão Revista baiana de saúde v.31,
vantagens indicações e contra indicações. n.1, p.77-89 jan./jun. 2007
[2]- ROGENSKI, NOEMI; KURCGAN,
CONCLUSÃO PAULINA Incidência de úlceras por
pressão após a implementação de um
Pacientes internados em unidade protocolo de prevenção Rev. Latino-Am.
de terapia intensiva tem maior prognostico Enfermagem 20(2):[07 telas] mar.-abr.
de desenvolvimento das úlceras por 2012 www.eerp.usp.br/rlae
pressão uma vez que estão totalmente [3]- DINIZ, IRAKTANIA VITORINO et al,
imobilizados ao leito, ou pelo estado crítico Manejo do enfermeiro em úlceras por
do paciente muitas vezes com suporte de pressão infectada no ambiente
ventilação mecânica, drogas vasoativas, e domiciliar Rev enferm UFPE on line.,
outras, ocorrências que impossibilitam a Recife, 8(1):121-7, jan., 2014
aplicação dos protocolos. [4]- COSTA, MARCIO PAULINO et al
A grande variedade de curativos Epidemiologia e tratamento das
industrializados possibilita a melhor úlceras de pressão: experiência de 77
adequação e manejo dos profissionais da casos Acta Ortop Bras 13(3) – 2005
área de saúde, a diversas modos de [5]- COPYRIGHT 2007 National
tratamento das feridas causadas por Pressure Ulcer Advisory Panel
úlceras por pressão, porém podemos Tradução para o português por Vera Lúcia
defrontar com dúvidas em relação a forma Conceição de Gouveia Santos e Maria
de indicá-los. Já que os diversos curativos Helena Larcher Caliri. Documento
podem ser aplicados em condições publicado na Revista ESTIMA, v. 5, n. 3,
bastante semelhantes devendo o jul./ago./set. 2007.
enfermeiro ter bastante conhecimento [6]- ANDRADE, M., SEWARD, R., MELO,
sobre as inovações no tratamento da UP. J. Curativos. Wound dressing. Rev Med
Minas Gerais, v. 2, n. 4, p. 228-236, 1992.
23
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

CONSIDERAÇÕES SOBRE O TEMA FARMÁCIA VIVA, OS FITOTERÁPICOS MAIS


UTILIZADOS

J. Zuber*, J. Alexandre*, J. Carneiro*, M.E.S. Domingues Neta*, S. Maia*, A. L. Genari**


* Graduando de Farmácia, Curitiba, Brasil
** Docente de Farmácia, Curitiba, Brasil
E-mail: sadraquemaia12@hotmail.com

Resumo: As plantas têm sido usadas por plant extracts and their active principles [1].
toda a civilização humana na história, In Brazil, the concept of living pharmacy
como recurso medicinal. Cerca de 80% da was established by Professor and Doctor
população mundial depende da medicina Francisco Jose de Abreu Matos by the Ce-
tradicional para suas necessidades ara Federal University about three deca-
básicas de saúde e quase 85% da des, was created with the purpose of deve-
medicina tradicional envolve o uso de loping science on plants used by the popu-
plantas medicinais, seus extratos vegetais lation, demonstrating the its correct use.
e seus princípios ativos [1]. No Brasil o Following the literature, we found that
conceito de farmácia viva foi implantado among the most cited forms was the use of
pelo Professor e Doutor Francisco Jose de medicinal plants as guaco (Mikania glome-
Abreu Matos junto à Universidade Federal rata), boldo (Plectranthus barbatus), and
do Ceara a cerca de três décadas, foi aloe (Aloe vera). Note that the use of medi-
criado com o propósito de desenvolver a cinal plants is well accepted by the popula-
ciência em cima das plantas utilizadas pela tion, still lack the guidance on the proper
população, assim demonstrando o seu uso use of this type of therapy.
correto. Após o levantamento bibliográfico,
observou-se que entre as formas mais Keywords: Medicinal plants; living phar-
citadas foi o uso das plantas medicinais macy; Guaco; Bilberry; Aloe vera.
como: guaco (Mikania glomerata), boldo
INTRODUÇÃO
(Plectranthus barbatus), e a babosa (Aloe
vera). Nota-se que a utilização de plantas Desde a antiguidade, as plantas são
medicinais é bem aceita pela população, utilizadas como fonte de medicamentos
falta ainda à orientação sobre o uso correto para o tratamento das enfermidades que
deste tipo de terapia. acometem o homem [2]. Estima-se que 80%
da população mundial dependam das
Palavras-chave: Plantas medicinais; plantas medicinais no que se refere à
Farmácia viva; Guaco; Boldo; Babosa. atenção primária em saúde e grande parte
destes tem nas plantas a única fonte de
Abstract: Plants have been used medicamentos [3].
throughout human civilization in history as O conceito farmácia viva, é o primeiro
a medicinal remedy. About 80% of the programa de assistência social
world population depends on traditional farmacêutica baseado no emprego
medicine for their primary healthcare needs científico de plantas medicinais
and almost 85% of traditional medicine in- desenvolvido no Brasil, tendo por objetivo
volves the use of medicinal plants, their produzir medicamentos fitoterápicos
24
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

acessíveis à população carente. Após a uma tabuleta de argila da Mesopotâmia


sua criação no estado do Ceará, tornou-se datada de 2100 a.C. [6], é muito comum no
referência para todo o país, Foi observado Brasil onde é popularmente utilizada na
que parte da população do Nordeste do cicatrização de feridas, no tratamento de
país não tinham acesso a serviços básicos queimaduras, conjuntivite, dores
de saúde e seus únicos recursos eram reumáticas dentre outros males [7].
baseados na utilização de plantas contidas
na flora local. MATERIAIS E MÉTODOS
No Brasil, a o uso predominante de Este estudo constitui-se de uma
três plantas dentre as mais utilizadas como revisão bibliográfica, realizada entre
planta medicinal; o guaco (Mikania agosto de 2016 a outubro de 2016, no qual
glomerata), boldo (Plectranthus barbatus) se realizou uma consulta a livros e
e a babosa (Aloe vera). A Mikania periódicos presentes na biblioteca da
glomerata é uma planta pertencente à Universidade Uniandrade – Campus
família Asteraceae que é bastante utilizada Cidade Universitária e por artigos
na medicina popular devido às suas ações científicos selecionados através de busca
broncodilatadora, antiasmática, no banco de dados do SCIELO. Foram
expectorante e antitussígena, é uma planta selecionados 9 artigos. Para analise foram
conhecida popularmente por vários nomes, utilizadas algumas variáveis como: ano de
sendo guaco o nome mais utilizado. A publicação, amostra, pesquisas e revista
espécie é originária da América do Sul de publicação. As palavras chaves
ocorrendo espontaneamente no Brasil e utilizadas na busca foram Farmácia viva,
também no Uruguai, na Argentina e no plantas medicinais, fitoterápicos,
Paraguai. No Brasil, ocorre de norte a sul, propriedade farmacológica da aloe vera,
tendo como principal área de dispersão os plectranthus barbatus, e a mikania
estados de Minas Gerais, Rio de Janeiro e glomerata.
São Paulo. A espécie Plectranthus
barbatus Andrews pertence à família RESULTADOS
Lamiaceae (sin. Labiatae) popularmente A partir dos dados obtidos nos
conhecida como “boldo brasileiro”, é estudos, a utilização de plantas medicinais
utilizada na medicina popular para tratar nos programas de atenção da saúde pode
distúrbios do sistema digestivo, nervoso, se tornar uma alternativa terapêutica muito
doenças hepáticas e dentárias, a estudos útil devido a sua eficácia aliada a um baixo
que reporta suas atividades abortivas e custo operacional, a facilidade para
anticoncepcionais, [4], é também utilizada aquisição das plantas e a compatibilidade
no tratamento de asmas, bronquites, cultural do programa com a população
pneumonias e outras doenças respiratórias atendida.
[5]. A babosa (Aloe vera) se encontra A dedicação para interpretar em
presente na literatura de diversas culturas. transformar o conhecimento dessas
Seu nome provavelmente se origina da plantas foi essencial, o projeto farmácia
palavra arábica alloeh, que significa viva implantado em diversas cidades e
substância amarga e brilhante, o primeiro comunidade, principalmente no nordeste
registro do uso da Aloe vera foi feito em do Brasil, funciona com a colaboração de
25
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

três profissionais principais, (tabela 1). benefícios e os possíveis efeitos adversos,


(tabela 3).

Tabela 1. Os principais profissionais Tabela 3. Planta utilizada, ação


envolvidos no programa farmácia viva. farmacológica e efeitos adversos.
Profissional Principal função
Médico Responsável pelo Planta Ação Efeitos
diagnostico e farmacológic adversos
orientação do a
tratamento. Guaco Broncodilatad Diarreia,
Farmacêutico Trabalha na (Mikania ora, vômitos
identificação das glomerata antiasmática,
plantas e orientação ) expectorante
desde a sua coleta e
até a preparação e antitussígena
controle de .
qualidade dos Boldo Tratamento Contraindic
remédios (Plectrant do sistemaado para
fitoterápicos. hus digestivo gestantes
Agrônomo Orientação de boas barbatus) (pode-ser
praticas e cultivo abortivo)
das mudas. Babosa Cicatrizante, Cólicas,
(Aloe tratamento de diarreia
O processo de farmácia viva é vera) queimaduras.
dividido em três grandes etapas, (tabela 2).
Tabela 2. As três etapas utilizadas no A maioria da população obtém as plantas
processo da farmácia viva. medicinais no próprio quintal, Isso mostra
Primeira etapa É desenvolvido o um grande conhecimento e proximidade da
cultivo, são criadas população com as plantas, neste caso
hortas de plantas existe o risco de identificação errônea da
medicinais em planta, o que pode levar a possíveis efeitos
unidades de farmácia adversos ou até intoxicações.
viva comunitária.
Segunda etapa É realizada a coleta e CONCLUSÃO
a dispensa das plantas
medicinais. Diante do que foi pesquisado, a
Terceira etapa É destinada a farmácia viva trás uma parceria das
preparação dos unidades de saúde com a comunidade,
fitoterápicos localizadas principalmente em locais mais
“padronizados”. afastados das cidades grades, conclui se
que a farmácia viva esta presente em
Com base nas plantas mais utilizadas nosso cotidiano, pois temos em nossa
pela população, observam-se os cultura o hábito de consumir plantas para
26
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

fins medicinais, entendemos que a


implementação do projeto é fundamental [5] YANG, Q.R.; WU, H.Z.; WANG, X.M.;
para utilizarmos as plantas com sabedoria, ZOU, G.A.; LIU, YW. Three new
a maior parte da população utiliza plantas diterpenoids from Coleus forskohlii Briq.
de acordo com o conhecimento que foi Journal Asiatic of Natural Product
apreendido com familiares, amigos ou Research, v. 8, p. 355-360, 2006.
vizinhos, e que a maioria das pessoas
acredita que plantas ou remédios “à base [6] ATHERTON, P. Aloe vera revisited. The
de plantas” não fazem mal à saúde, existe British Journal of Phytotherapy, v.4, n.4,
uma grande lacuna a ser preenchida pelos p.176-83, 1997.
profissionais da saúde, pois o uso indevido
pode causar intoxicação e efeitos [7] HALLER, J.S. A drug for all seasons
maléficos ao organismo, no entanto, Medical and Pharmacological history of
estudos posteriores são necessários para Aloe. Bulletin of the New York Academy of
a garantia do controle de qualidade, da Medicine, v.66, n.6, p.647-59, 1990.
eficácia e segurança das plantas
medicinais.

REFERENCIAS
[1] WORLD HEALTH ORGANIZATION
(WHO). The world medicines situation
2011. Traditional medicines: global
situation, issues and challenges. Geneva:
WHO, 2011. 14p.

[2] CARVALHO, M.C.G. et. al. Evidências


para o uso de Indigo naturalis no
tratamento da psoríase tipo placa: uma
revisão sistemática. Natureza on line , v. 8,
n. 3, p. 127-131, 2010.

[3] ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE


(OMS). Cuidados Primários em Saúde .
Relatório da Conferência Internacional
sobre Cuidados Primários da Saúde, Alma
Ata, URSS, 6 a 12 de setembro de 1978.
Brasília: Ministério da Saúde, 1979. 64p.

[4] ALMEIDA, F.C.G.; LEMONICA, I.P. The


toxic effects of Coleus barbatus B. on the
different periods of pregnancy in rats.
Journal of Ethnopharmacology, v.73, p.53-
60, 2000.
27
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

GENGIBRE (Zingiber officinale) E SEUS COMPOSTOS: SUA AÇÃO NA FISIOLOGIA


COMO MEDICAMENTO FITOTERÁPICO E OUTRAS POSSÍVEIS APLICAÇÕES.

Zankoski Junior, C.; Verbinen, A.; Voinarski, A.; Braz, D.; RK Paulo,; Oliveira, VB.
Centro Univertiário Campos de andrade, Curitiba, Brasil
e-mail: farmaciauniandrade14@gmail.com

Resumo: Este artigo é uma revisão risks that this rhizome can bring to humans
bibliográfica de artigos que relacionam o if used incorrectly with some medications.
gengibre (Zingiber officinale) e seus
Keywords: Herbal medicine, phytothera-
compostos como forma de tratamento para
pics, Zingiber officinale, interactions.
diversas doenças, visto que o gengibre tem
uma gama bem ampla de compostos de
ação farmacológica, indo de anti- INTRODUÇÃO
inflamatório a antibiótico, passando por Medicamento fitoterápico é o nome
anti-agregante, anti-hipertensivo, anti- dado a medicamentos que utilizam uma
emético e outras. droga vegetal como princípio ativo, sendo
Também foi visto que o gengibre é utilizado ela na forma de soluções, cremes,
na culinária e em reações químicas como pomadas e extratos oleicos e secos para
biocatalizador. Neste artigo, será tratamento ou prevenção de doenças e/ou
apresentado de forma resumida os seus sintomas [1,2,3].
compostos mais farmacologiamente
Os fitoterápicos são classificados no
importates e alguns benefícios que seu uso
pode trazer à saúde, bem como alguns Brasil como todos os outros
possíveis riscos que este rizoma pode medicamentos. Precisam apresentar
trazer para o homem caso seja usado de registro no ministério da saúde e critérios
forma incorreta com alguns medicamentos. similares de qualidade, eficácia e
segurança pela ANVISA[1,2].
Palavras-chave: Fitoterapia,
Todo medicamento fitoterápico deve
Fitoterápicos, Zingiber officinale,
interações. seguir a RDC26/2014 que se divide em
medicamentos fitoterápicos e produtos
Abstract: This article is a bibliographic re- tradicionais fitoterápicos [1,2].
view relating ginger (Zingiber officinale) Dentro da área da fitoterapia,
and their compounds as treatment for vari- existem inúmeros estudos sobre plantas e
ous diseases, since ginger has a very drogas vegetais, o que torna a fitoterapia
broad range of pharmacological action,
um assunto muito amplo. Neste caso,
ranging from anti-inflammatory and antibi-
otic, through anti-aggregating, anti-hyper- vamos levar o foco do artigo para o
tensive, anti-emetic and others. gengibre e seus benefícios e riscos
It was also seen that ginger is used in cook- [4,5,6,7].
ing and in chemical reactions as biocata-
lyst. This article presents briefly the most MATERIAIS E MÉTODOS
important farmacological compounds of Foi realizada uma revisão
ginger and some benefits that itsuse can
bibliográfica nas bases de dados Google,
bring to health, as well as some possible
28
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

Google Acadêmico, Lilics, Scielo e livros da oxidante no organismo, podendo


área utilizando as palavras chave: retardar o envelhecimento[5,6].
fitoterápidos gengibre, fitoterapia e O gengibre apresentou, também
interação medicamentosa. Os artigos ação catalítica em reações químicas de
escolhidos datam de 1998 a 2016. compostos carbonílicos.[4,6,12]
Assim como todos os fitoterapicos,
RESULTADOS o gengibre pode apresentar alteração na
Há muito tempo, a humanidade vem quantidade de compostos presentes de
fazendo o uso de plantas medicinais como acordo com a variação do tipo de solo,
forma de tratamento de doenças e preven- época de colheita, quantidade de água
ção. Essa forma de tratamento vem sendo disponibilizada durante seu cerscimento,
passada de geração a geração e, nos dias técnicas de secagem e extração de seu
de hoje, mesmo com o avanço na área far- óleo essencial [13].
macológica, cada vez mais as pessoas fa- O gengibre é geralmente utilizado
zem o uso de ervas e plantas medicinais na forma de chá e também na culinária
como forma de tratamento [3,8]. como conservante e/ou especiaria, e seu
O Zingiber officinale Roscoe, conhe- uso apresenta riscos, assim como
cido como gengibre, é uma planta perene qualquer outra substância, pois os seus
da família das Zingiberaceas. Tem altura compostos podem interagir com outros
entre 50 a 120 cm, rizoma tuberoso e medicamentos que existem no
grosso. Possui folhas lanceoladas, flores mercado.[5,14,6,11,7]
verdes com manchas avermelhadas e O gengibre, por ter ação
pedúnculos de, em média, 30 cm. É origi- hipertensora, pode fazer com que o efeito
nária da Índia e da China e existem relatos dos anti-hipertensivos não seja o
de seu uso culinário e medicinal por Con- esperado. Dessa forma, seu uso associado
fúcio (551 a 459 a.c). Classificação: Reino: a quaisquer medicamentos desta classe só
Plantae deve ser feito com acompanhamento de
Filo: Magnoliophyta Classe: Liliopsida um profissional de saúde [14,13,11,7].
Ordem: Zingiberale Família: Zingiberaceae E também pode interagir com
Lindl, 1835. Gênero: Zingiber P. Moller, medicamentos para diabetes, fazendo
1754. Espécie: Zingiber officinale Roscoe, com que a glicemia fique abaixo do valor
1807 [9,4,1,5]. desejado e causando desconforto ou
Suas indicações terapêuticas são problemas mais graves. [14,16,11,7]
de carminativo, orexígeno, digestivo, anti-
emético, anti-séptico, anti-inflamatório, an- CONCLUSÃO
titussígeno, expectorante, hipertensor, e O gengibre mostrou, nos artigos
alguns compostos presentes no seu ex- revisados, uma ampla ação fisiológica,
trato são 6-gingerol, 6-paradol, zingibe- desde antioxidante até antibiótica, sua
reno, curcumeno e bisaboleno [9,5,10,11]. ação enzimática foi a mais eficiente
Uma ação muito importante e procurada comparada com outros ativos de outras
é a ação antioxidante. A oxidação faz com plantas. Por apresentar uma alta
que o nosso organismo envelheça, e o quantidade de compostos de diferentes
gengibre tem o poder de reduzir esta ação naturezas, ele pode de forma construtiva
29
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

ou não interagir com qualquer outro [10] Alves LA., Bertini LM., Bizerra AMC.,
medicamento, devendo ser usado de Mattos MC, Monte FJQ., Lemos TLG. Zin-
forma prudente no controle de doenças ou giber officinale (gengibre) como fonte enzi-
mática na redução de compostos carboní-
prevenção.
licos.
Quim. Nova, Vol. 38, No. 4, 483-487, 2015.
Agradecimentos . [11] Andreo D., Jorge N. Avaliação da ca-
Agradecemos aos colegas professores e pacidade antioxidante do extrato de gengi-
os autores dos artigos envolvidos que bre (Gengiber officinale) adicionado ao
tornaram este trabalho possível óleo de soja em teste de estocagem acele-
rada. Rev Inst Adolfo Lutz, 66(2):152-157,
2007.
Referências: [12] Nicoletti MA., Oliveira-júnior MA., Ber-
[1] Lorenzi H., Matos FJA. Plantas tasso CC., Caporossi PY., Tavares APL.
medicinais no Brasil: nativas e exóticas Principais interações no uso de medica-
cultivadas. Nova Odessa, SP: Instituto mentos fitoterápicos. Infarma, v.19, nº 1/2,
Plantarum; 2002. 2007.
[2] Alonso JR. Tratado de fitomedicina – [13] Firmo WCA., Menezes VJN., Passos
bases clínicas e farmacológicas. Buenos CEC., Dias CN., Alves LPL., Dias ICL.,
Aires: Isis; 1998. Santos-Neto M., Olea RSG. Contexto his-
[3] Painel informativo sobre fitoterápicos. tórico, uso popular e concepção científica
Agência Nacional de Vigilância Sanitária. sobre plantas medicinais. Cad. Pesq., São
Disponível em: Luís, v. 18, n. especial, dez. 2011.
[4] Beal, BH. Atividade antioxidante e iden- [14] Argenta SC., Argenta LC., Giacomelli
tificação dos ácidos fenólicos do gengibre SR., Cezarotto VS.
(Zingiber officinale roscoe) [tese]. Florianó- Plantas medicinais: cultura popular versus
polis (SC): Universidade Federal de Santa ciência. Vivências. Vol.7, n.12: p.51-60,
Catarina; 2006. 2011.
[5] Neto AGS. Estudo dos efeitos vascula- [15] Lima A., Silva LS., Cavalcante NAA.,
res e renais causados pelo 6-gingerol iso- Campos tfgm. Gengibre (zingiber officinale
lado do gengibre. Fortaleza (CE): Universi- roscoe), propriedades bioativas e seu pos-
dade Federal do Ceará; 2012. sível efeito no diabetes tipo 2: estudo de
[6] Teixeira JBP., Santos JV. Fitoterápicos revisão. Rev. Saúde em Foco, Teresina, v.
e interações medicamentosas. 1, n. 2, art. 1, p. 15-25, ago. / dez. 2014.
[7] Cruz MT., Alvim MN. Fitoterápicos: es-
tudos com plantas para fins terapêutico e
medicinal.
[8] Majolo C., Nascimento, VP., Chagas,
EC., Chaves, FCM. Atividade antimicrobi-
ana do óleo essencial de rizomas de aça-
frão (Curcuma longa L.) e gengibre (Zingi-
ber officinale Roscoe) frente a salmonelas
entéricas isoladas de frango resfriado.
Rev. Bras. Pl. Med., Campinas, v.16, n.3,
p.505-512, 2014.

[9] Maia nb., bovi ao., duarte fr. Obtenção


e análise do óleo essencial do gengibre;
Efeito de secagem e processamento. Bra-
gantia, Campinas, 50(1):83-92, 1991.
30
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

INSERÇÃO DA ATENÇÃO FARMACÊUTICA HOMEOPÁTICA NO SISTEMA ÚNICO


DE SAÚDE

Camila Lemes*, Deborah Galvão Coelho da Silva*, Gabrielly Szmulik*, Marta Ziomek*,
Raquel da Rocha Bruno*, Vinícius Bednarczuk de Oliveira

*Centro Universitário Campos de Andrade, Curitiba, Brasil


E-mail: deborahgalvao@live.com

Resumo: Atenção Farmacêutica (AF) é Palavras-chave: Atenção farmacêutica,


uma prática exercida pelo profissional farmacoterapia, homeopatia, qualidade de
farmacêutico, o qual tem como objetivo vida, Sistema Único de Saúde.
Abstract: Pharmaceutical Care (PC) is a
contribuir para a melhoria da qualidade de
practice carried out by the pharmacist,
vida dos pacientes, através da which aims to contribute to improving the
identificação, resolução e prevenção de quality of life of patients through the identi-
Problemas de Saúde Relacionada ao Uso fication, resolution and prevention Health
de Medicamentos (PRM). Levando em Problems Related to Drug Use (PRM).
consideração a Homeopatia, há pontos Considering homeopathy, there are points
que são de suma importância para o that are very important to the treatment, as
the correct patient's medical history for the
tratamento, como a correta anamnese do
professional production of the drug pre-
paciente pelo profissional, produção do scribed according to the official literature
medicamento prescrito de acordo com a and the use of correct and rational way of
literatura oficial e uso da medicação de medication. Therefore, the PC in very justi-
modo correto e racional. Logo, a AF em fied in this therapy because it acts on points
muito se justifica nesta terapia, pois atua considered fundamental to the therapeutic
em pontos considerados fundamentais ao process. However, the PC is still little prac-
ticed in Brazil, both in relation to the public
processo terapêutico. Contudo a AF ainda
health system, as the private sector, so that
é pouco praticada no Brasil, tanto no que the effective implementation of PC in the
tange ao sistema público de saúde, quanto public sector, should show the managers
ao setor privado, de modo que a that this activity reduces costs to the health
implementação efetiva da AF no setor system and improves the quality of life of
público deve evidenciar aos gestores que these. This study aims to show the benefits
of the practice of PC Homeopathic the Uni-
esta atividade reduz custos para o sistema
fied Health System (SUS), as well as con-
saúde e melhora a qualidade de vida dos tribute to the prevention, recovery and re-
praticantes. O presente estudo tem por habilitation
objetivo evidenciar os benefícios da prática
da AF Homeopática no Sistema Único de Keywords: Pharmaceutical care,
Saúde (SUS), bem como contribuir para a pharmacotherapy, homeopathy, quality of
life, Health Unic System
prevenção, recuperação e reabilitação da
saúde.
31
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

INTRODUÇÃO gestão democrática. Este foi o primeiro


modelo a definir a Assistência
A realização da Atenção Farmacêutica e a Política Nacional de
Farmacêutica nos estabelecimentos de Medicamentos como parte integrante das
saúde torna-se um diferencial frente aos políticas de saúde, propiciando ao
demais, de modo que assume farmacêutico não só participar de maneira
características humanitárias com o objetivo efetiva da saúde pública, mas também
de individualizar o paciente, tornando-o desenvolver formas específicas de
único e principal foco perante o profissional tecnologia, envolvendo os medicamentos
[1]. e seus desdobramentos na prestação de
serviços de saúde. No entanto, a execução
A AF homeopática deve considerar, destas tecnologias no Brasil ainda é
além dos aspectos gerais da AF, as incipiente [3].
particularidades restritas à homeopatia,
como a patogenesia, queixas relatadas A AF é um conjunto de ações
pelo paciente, sua relação na sociedade de realizada pelo Farmacêutico que consiste
modo geral, qualidade de vida e a sua na provisão responsável da farmacoterapia
atitude vital [2]. com o propósito de alcançar resultados
satisfatórios em resposta à terapêutica
As unidades de saúde, enquanto prescrita, que contribuam para a melhora
executoras da atenção primária, cumprem da qualidade de vida do paciente, prevenir
um papel relevante ao responder por uma ou resolver os problemas relacionados ao
grande demanda de procedimentos, bem tratamento farmacológico de maneira
como ao atuar nos campos da prevenção sistemática e documentada. Envolve o
de agravos e da promoção, manutenção e relacionamento do profissional junto ao
recuperação da saúde baseada em paciente, a fim de assegurar que o
modelo de atitude de ampliação de acesso medicamento seja seguro e eficaz, na
a atenção humanizada e centrada na posologia correta e resulte no efeito
integralidade do indivíduo. A inclusão da terapêutico desejado, minimizando as
Política Nacional de Práticas Integrativas e reações adversas aos medicamentos e
Complementares no SUS (PNIPIC) que ao surgirem possam ser resolvidas
contribuiu para o fortalecimento dos rapidamente [1].
princípios fundamentais do SUS [3].
A implementação da AF
MATERIAIS E MÉTODOS homeopática no SUS representa uma
importante estratégia para a construção de
O presente estudo foi redigido no um modelo de atenção centrado na saúde
formato de artigo de revisão, utilizando uma vez que o paciente é individualizado,
base de dados que tratam do assunto em tendo como princípio um aconselhamento
questão compreendidos entre os anos de orientado a respeito da automedicação
2000 e 2015. responsável, informando ao paciente o
tratamento e esclarecer as dúvidas
pertinentes ao mesmo [2].
REFERENCIAL TEÓRICO
Estudos qualitativos realizado na
O SUS foi implementado no Brasil cidade de São João da Mata - Minas
no fim da década de 1980, fundamentado Gerais apontam que os pacientes esperam
em parâmetros que abrangem a dos farmacêuticos uma relação mais
integralidade, igualdade de acesso e estreita, como forma de amizade, dando
32
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

uma atenção maior e resposta a dúvidas trabalho e esclareceu todas as dúvidas que
que outros profissionais não oferecem. surgiram com muita dedicação.
Evidenciando que as práticas
farmacêuticas e as terapias alternativas e REFERÊNCIAS
complementares serão estratégias de 1
cuidado da saúde importantes para a [1] Pretti AP, Uliana MP, Cole ER. Uma
população que é carente de cuidados e proposta de atenção farmacêutica em
necessita do atendimento público de saúde homeopatia. Brazilian Homeopathic
[4]. Journal. 2009 Setembro;: p. 59-60.
[2] Ferreira R. Atenção Farmacêutica em
CONCLUSÃO
Homeopatia. In ; 2007 Abril-Maio-
Junho; São Paulo. p. 34-35.
Desde sua criação o SUS tem como
objetivo integrar o serviço de saúde a todo [3] Pereira LRL, Freitas O. A evolução da
e qualquer cidadão de maneira compatível Atenção Farmacêutica e a perspectiva
com a sua necessidade. Com a integração para o Brasil. Revista Brasileira de
das PNIPIC's a homeopatia se tornou uma Ciências Farmacêuticas. 2008
forma ampla de integrar o paciente a uma outubro-dezembro.
medida de cuidado e atenção especial em [4] Marques LAM, Vale FVR, Nogueira
relação a sua patologia. VAS, Mialhe FL, Silva LC. Atenção
O farmacêutico é um dos profissionais farmacêutica e práticas integrativas e
habilitados a excercer a função de complementares no
assistência ao individuo, muitas vezes SUS :conhecimento e aceitação por
sendo o último a ter contato com o mesmo. parte da. Revista de Saúde Coletiva.
Em função disso a AF homeopática 2001 Abril.
propõe-se a garantir um formato de
cuidado integral ao paciente visando a
saúde como centro.
Dessa forma a AF e a homeopatia
acabam tendo um elo primordial quando se
trata do cuidado. Dispondo de pontos
essenciais ao processo terapêutico como o
esclarecimento de dúvidas, o
aconselhamento e a orientação a respeito
dos medicamentos.

AGRADECIMENTOS

Os autores expressam seu


agradecimento à amizade, que ao longo
desta trajetória acadêmica sempre foi
fundamental para que as forças
necessárias à continuidade deste projeto
se renovassem.
Assim como ao professor Vinícius
Bednarczuk de Oliveira, que orientou este
33
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

MELISSA OFFICINALIS L.: ESTUDO ETNOFARMACOLÓGICO DO TRATAMENTO


DE TRANSTORNOS DO SISTEMA GASTROINTESTINAL

Maravieski, B.*; Martins, D. C. S. C*; Timoti, E. C.*; Araújo, L. P.5; Romualdo, R.*
Gamarra Junior, J. S.**;

*Acadêmico do Centro Universitário Campos de Andrade, Curitiba-PR, Brasil.


** Professor Orientador do Centro Universitário Campos de Andrade, Curitiba-PR, Brasil.
e-mail: biamaravieski@hotmail.com

Resumo: O conhecimento empírico sobre INTRODUÇÃO


plantas para tratamentos, como O Brasil possui uma história longa
transtornos do sistema gastrointestinal, é com a utilização das plantas medicinais no
um aliado para pesquisas cientificas, mas tratamento dos problemas de saúde da po-
também pode trazer riscos à saúde quando pulação, este uso ocorreu na base da ex-
é passado de forma errônea. Em periência e foi transmitido de forma oral de
transtornos do sistema gastro-intestinal é geração para geração por grande parte da
indicada a erva cidreira (Melissa officinalis história [1]. Entre diversos fármacos, a
L.), que merece estudos aprofundados e Erva-cidreira (Melissa officinalis L.), por
maior atenção. Por outro lado esse conhe- exemplo, têm amplo emprego há muito
cimento pode trazer riscos à saúde quando tempo, muitas vezes sendo utilizada atra-
utilizado e repassado de de forma errônea. vés do conhecimento empírico para o tra-
Tal prática pode incentivar o uso irracional tamento de transtornos gastrointestinais
de plantas medicinais e de fitoterápicos, [2].
expondo a população a riscos à sa-úde Mas com o crescente desenvolvi-
significativos. mento da química e consequentemente o
surgimento de síntese de substâncias iso-
Palavras-chave: Empírico, erva-ci-dreira, ladas com atividade farmacológica, a Fito-
etnofarma-cologia, medicina popular. terapia entrou em declínio no século XX
[1]. Além disso, ocorreu a desqualificação
do saber popular sobre as plantas medici-
Abstract: The empirical knowledge about nais, que eram a principal forma de trata-
plants for treatment, like disorders of the mento daquela época, em diversos países
gastrointestinal system, it is an ally for sci- no século XX [1]. Isso ocorreu por interes-
entific research, but can also bring health ses de indústrias farmacêuticas, cada vez
risks when it is transmitted wrongly. In dis- mais presentes no setor da saúde e por
orders of the gastrointestinal system is in- consequência desse declínio, as pesqui-
dicated the Melissa officinalis L.,, which de- sas com enfoque em fitoterápicos começa-
serves in-depth studies and more attention. ram a ocorrer tardiamente [1].
On the other hand this knowledge can bring Entretanto, recentemente a pes-
health risks when used and passed on to quisa na área de produtos naturais vem
wrongly. This practice can encourage irra- crescendo expres-sivamente, e uma das
tional use of medicinal plants and herbal áreas que compõe essas pesquisas é a Et-
medicines, exposing the population to risks nofarmacologia que consiste em combinar
significant health. informações adquiridas com o conheci-
mento popular, com estudos químicos e
Keywords: Empirical, Erva-cidreira farmacológicos, sendo definida por Bruhn
ethnopharmacology, popular medicine. & Holmsted como “Exploração científica in-
terdisciplinar de agentes biologicamente
34
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

ativos, tradicional-mente empregados ou novas drogas, sendo o conheci-mento tra-


observados pelo homem” [2,8]. Os estudos dicional um aliado impor-tante para a ciên-
etnofarmacológicos valorizam a diversi- cia [6].
dade cultural e o conheci-mento tradicional É muito comum a população brasi-
a respeito da utilização medicinal dos re- leira fazer uso de plantas medicinais por
cursos naturais, utilizando o desenvol-vi- conhecimento empí-rico, principalmente os
mento científico e tecnológico de medica- moradores de regiões rurais, 80% relatam
mentos [8]. que só fazem uso das plantas medicinais
O objetivo deste trabalho foi obter as quando estão doentes e que sempre ob-
melhores evidências encontradas na litera- têm resultados satisfatórios com o trata-
tura sobre Etnofarmacologia em tratamen- mento, muitos deles acreditam que o trata-
tos de transtornos do sistema gastroin-tes- mento com plantas medicinais é eficaz [4].
tinal com a utilização da planta Erva-ci- Porém, é de grande importância saber
dreira (Melissa officinalis L.). como as pessoas adquiriram estes co-
nheci-mentos e como os utilizam, pois a
maioria destes vem por meio da hereditari-
edade e, portanto, sem base científica, ou-
MÉTODOS
tro ponto a ser observado é que esses co-
Realizou-se uma pesquisa biblio- nheci-mentos que na maioria das vezes,
gráfica no mês de Outubro de 2016, utili- são transmitidos oralmente e dependendo
zando o instrumento Google Acadêmico do que é passado e como é recebido, po-
com uma restrição de datas entre 2012 a dem ocorrer distorções ou falhas de inter-
2016, abrangendo os temas de conheci- pretação [5].
mento empírico e etnofarma-cologia com Embora que na cidade de Santo Ân-
enfoque para tratamen-to de transtornos gelo-RS a população rural faça uso correto
do sistema gastro-intestinal através da da planta Melissa officinalis L. (popular-
planta Erva-cidreira (Melissa officinalis L.). mente conheci-da como Erva-cidreira)
As palavras-chave utilizadas foram: Etno- como calmante, ansiolítico, para transtor-
farmacologia, Erva-cidreira, medicina po- nos do estômago e gripe. A qual tem indi-
pular, conhecimento popular, fitoterápicos, cação como calmante, antiviral e combate
plantas medicinais no tratamento de trans- a indigestão [5]. O uso da planta medicinal
tornos gastrointestinais. é baseado em nome popular e isso pode
ocasionar erros, pois o nome popular em
uma região se refere a uma espécie, en-
quanto em outra pode se referir a uma di-
REFERENCIAL TEÓRICO ferente espécie [5].
O Brasil tem uma incalculável ri- É predominante a ideia de que por
queza terapêutica no potencial vegetal, de- ser natural não pode trazer riscos, de-
vido à presença de inúmeros ecossistemas monstrando que este argumento está er-
e também a comprovação científica de rado [5]. Estudos indicam que a ingestão
plantas já utilizadas na medicina popular e superior de 2g do óleo essencial (0,1 –
indígena [7]. A partir da extração dos prin- 0,3%) da Erva-cidreira (Melissa officinalis
cípios ativos de algumas plantas usadas L.), traz efeitos indesejáveis como bradip-
empiricamente, verificou que diversas es- neia, sedação e diarreia [9]. Além disso, o
pécies apresentavam resultados satisfató- uso de plantas por gestantes deve ser bas-
rios, portanto os seus princípios ativos uti- tante cauteloso, visto que a resposta do
lizados eram para o desenvolvimento de feto a estes medicamentos é diferente da
resposta da mãe, o que pode ocasionar
grave toxicidade [5].
35
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

CONSIDERAÇÕES FINAIS [4] Josabete SBC, Jéssyca DLM, Maria


CSM, Leandro DL: Uso popular das plan-
A contribuição de conhecimento po- tas medicinais na comunidade da Várzea -
pular é importante para pesquisas cientifi- Revista de Biolologia e Ciências da terra,
cas, porém é de maior relevância para o in- vol. 13, num. 2 [Internet]. [Citado julho-de-
teresse da saúde pública que os profissio- zembro 2013]. Disponível em: http://joaoo-
nais de saúde, especialmente farmacêuti- tavio.com.br/bioterra/workspace/uplo-
cos tenham amplo conhecimento técnico ads/artigos/768-2912-1-pb-
sobre plantas medicinais, seus nomes ci- 53df96b4789a6.pdf
entíficos, indicações e contra indicações e [5] Amanda ASM, Cristiano RL: Estudos et-
modo de utilização. Isto permitirá interferir nofarmacológicos de plantas medicinais
em práticas equivocadas, reparando erros utilizadas no Brasil: Revisão de literatura -
e orientando a população quanto à toxici- Ciências Biológicas e da Saúde, vol. 3,
dade e interações medicamentosas, pro- num. 1 [Internet]. [Citado Novembro 2015].
movendo o uso racional dos fitoterápicos. Disponível em: https://periodi-
cos.set.edu.br/index.php/fitsbiosaude/arti-
REFERÊNCIAS
cle/download/2405/1501
[1] Climério AF; Idê GDG, Garibaldi DGJ: A [6] Francisco EBJ, Dayanne RO, Elizân-
Política Nacional de Plantas Medicinais e gela BB, Izabel CSL, Francisco RSDNF, Ir-
Fitoterápicos: constru-ção, perspectivas e win RAM, George PF, Marta RK: Investiga-
desafios Physis - Revista de Saúde Cole- ção Etnofarmacológica dos Diferentes
tiva, vol. 24, núm. 2 [Internet]. [Citado 2014 usos da Espécie Croton Campestris A.: Es-
abril-junho]. Disponível em: http://www.re- tudo Comparativo na Biorregião do Araripe
dalyc.org/pdf/4008/400834034004.pdf - Ensaios Cienc. Biol. Agrar. Saúde, vol.
[2] MAF. Gois, FCA. Lucas, JCM. Costa, 19, num. 4 [internet]. [Citado 2015]. Dispo-
PHB Moura , GJM Lobato: Etnobotânica de nível em: http://pgsskroton.com.br/seer/in-
espécies vegetais medicinais no trata- dex.php/ensaioeciencia/arti-
mento de transtornos do sistema gastroin- cle/viewFile/3744/3172
testinal - Revista Brasileira de Plantas Me- [7] Glauco JLS, Diana CSNP: Aspectos da
dicinais [Internet]. [Citado 2016 Abril-Ju- terapia etnofarmacológica associados à
nho]. Disponível em:https://www.resear- atividade antitumoral - Revista Brasileira
chgate.net/profile/Flavia_Lucas3/publica- de Higiene e Sanidade Animal, vol.10,
tion/305694462_Etnobotanica_de_espe- num.3 [Internet] [Citado julho-setembro
cies_vegetais_medicinais_no_trata- 2016]. Disponível em: http://www.higienea-
mento_de_transtornos_do_sistema_gas- nimal.ufc.br/seer/index.php/higieneani-
trointesti- mal/article/view/344
nal/links/57a4b5b408aefe6167af5c21.pdf [8] UNIFESP, Etnobotânica e Etnofarma-
[3] Daline TH, Cleusa VE, Nilvane TM, Da- cologia. Disponível em:
niel F: Conhecimento empírico versus co- <http://www.cee.unifesp.br/etnofarmacolo-
nhecimento científico e análise fitoquímica gia.htm>. Acesso dia 11 de Outubro de
de espécies medicinais cultivadas por uma 2016.
associação de Santo Ângelo, RS - Revista
Biociências, Taubaté, vol. 19, núm. 2 [Inter- [9] ALONSO, Dr. Jorge. Tratado de Fitofár-
net]. [Citado 2013]. Disponível em: macos e Nutracêuticos. Editora Corpus, 1º
http://revistas.unitau.br/ojs2.2/in- Edição, 2012.
dex.php/biociencias/arti-
cle/viewFile/1661/1183
36
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

PLANTAS MEDICINAIS COM POTENCIAIS ANSIOLÍTICOS.

A.P. D. Stella, B. Homenczuk, K. L. Pontes, K. Pardauil, M. Champan, J. D. Cruz,


E.N. Ramires
Centro Universitário Campos de Andrade, Curitiba, Brasil
e-mail: bettyhomenczuk@outlook.com
Resumo: therapeutic effects on anxiety disorders.
Currently, it have been found some
O objetivo do presente estudo foi reunir substances, or a group of substances, in
plantas medicinais que tem apresentado many plants that are being studied, able to
em seus extratos e/ou constituintes efeitos acting in behavior, mood, thinking and
terapêuticos sobre distúrbios de feelings. Allied to this, traditional
ansiedades. Atualmente, têm sido knowledge (ethnobotany) which has been
encontradas, em muitas plantas que estão used for generations in folk medicine
sendo estudadas, algumas substâncias, (ethnopharmacology) as alternative
ou um conjunto delas, denominado treatments for various causes in the system
fitocomplexo, capazes de atuarem no health and disease, demonstrating that
comportamento, humor, pensamento e these were the alternative line that more
sensações. Aliado a isso, saberes developed for the discovery of bioactive
tradicionais sobre plantas medicinais são natural products. The literature research
importantes conhecimentos (etnobotânica) shows that both ethnopharmacology as
que tem sido usado ao longo de gerações ethnobotany have been presented as
na medicina popular (etnofarmacologia) important mechanism of search for natural
como tratamentos alternativos para substances of therapeutic and medicinal
diversas causas no sistema saúde e properties, since that the traditional
doença, demonstrando serem estes os knowledge are subsidizing them by
caminhos alternativos que mais evoluíram different nation and ethnic groups in the
para a descoberta de produtos naturais treatment of disorders in the central
bioativos. A pesquisa da literatura permite nervous system, specifically, anxiety
concluir que tanto a etnofarmacologia disorders. Therefore, this study can
como a etnobotânica têm se apresentado become potential targets in the therapy of
como importantes mecanismos de busca these disorders.
por substâncias naturais de ação Keywords: Anxiety, medicinal plants,
terapêutica e medicinal, uma vez que estão ethnopharmacological. Ethnobotany,
subsidiadas pelos conhecimentos disorders.
tradicionais de diferentes povos e etnias no
tratamento de desordens no sistema INTRODUÇÃO
nervoso central, especificamente os
distúrbios da ansiedade, podendo tornar- Resgatar, estudar e registrar as noções
se potenciais alvos na terapia destes
distúrbios. e os saberes tradicionais e culturais da
Palavras-chave: etnofarmacologia, interação do homem com a natureza que o
etnobotânica, plantas medicinais,
distúrbios, ansiedade. cerca, surge com o propósito de preservar
e proteger este conhecimento, sendo esta
Abstract:
The objective of the study was collect ciência é conhecida como etnobiologia
medicinal plants that have presented in (Diegues, 2000) [1]. Ultimamente, a
their extracts and/or constituents
37
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

etnobotânica tem sido citada como sendo MATERIAIS E MÉTODOS


um dos caminhos alternativos que mais Os dados apresentados no presente
evoluiu para a descoberta de produtos estudo foram coletados por meio de
naturais bioativos (Bettega, et al., 2011) [2]. pesquisa bibliográfica do portal eletrônico
O uso de fontes naturais na medicina PubMed. Sendo que, os trabalhos
popular é uma estratégia muito comum e incluídos nesta revisão foram publicados
conhecida como etnofarmacologia (Rates, em revistas indexadas e de reconhemento
2001) [3]. internacional, entre elas citam-se: Journal
Um desafio, posto aos pesquisadores, é of Ethnopharmacology, Phytoterapy
a compreensão dos mecanismos de ação, Research, Pharmacology Biochemistry
segurança e eficácia de muitas plantas, and Behavior, Planta Medica, Biological
que são utilizadas atualmente, e que são and Pharmaceutical Bulletin,
capazes de atuar no comportamento, Phytomedicine, entre outras.
humor, pensamento e sensações (Carlini,
2003) [4]. RESULTADOS
Por outro lado, distúrbios como Relação entre a etnobotânica e a
etnofarmacologia
ansiedade, pânico, transtorno obsessivo-
compulsivo, fobias ou estresse pós
Embora, tanto a etnobotânica como a
traumáticos, são os tipos mais comuns de
etnofarmacologia têm demonstrado ser
doença mental no mundo e, se tornou uma
poderosas ferramentas na busca por
área de pesquisa de grande interesse na
substâncias naturais de ação terapêutica.
psicofarmacologia (Sousa et al., 2008) [5].
A etnobotânica se ocupa da interrelação
Uma vez que, tanto a etnofarmacologia
direta entre pessoas e plantas, inclusive as
como a etnobotânica têm se apresentado
formas de percepção e apropriação dos
como importantes mecanismos de busca
recursos vegetais (Albuquerque, 2005) [6].
por substâncias naturais de ação
Enquanto, a etnofarmacologia estuda os
terapêutica e medicinal, subsidiadas pelos
preparados tradicionais para o tratamento
conhecimentos tradicionais de diferentes
de doenças incluindo isoladamente ou em
povos e etnias. O objetivo deste estudo foi
conjunto plantas, animais, fungos ou
reunir plantas medicinais, que tenham
minerais (Waller, 1993) [7].
apresentado em seus extratos e/ou
No passado, a responsabilidade por
constituintes efeitos terapêuticos no
eventual efeito terapêutico de certa planta
tratamento de ansiedade.
medicinal era atribuída apenas aos
38
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

princípios ativos, substâncias ou um grupo justifica o estudo de fitoterápicos e a busca


delas quimicamente isolado. Atualmente, por novas drogas eficazes como novas
acredita-se que um conjunto de alternativas terapêuticas (Tabela 1).
substâncias, chamado fitocomplexo, seja Tabela 1. Plantas medicinais que
apresentaram efeitos sobre desordens no
responsável pelo efeito terapêutico como
sistema nervoso central
também pela menor frequência e Nome Nome científico Família
popular
intensidade de efeitos colaterais (Sousa et Louro Aniba riparia Lauraceae
(Nees) Mez
al., 2008) [5]. Burrito/ Te de Aloysia Verbenaceae
burro polystachya
O teor do fitocomplexo além de ser (Griseb.)
Moldenke
diversificado entre as plantas também Llama e Fruta Annona Annonaceae
conde/ Pinha diversifolia Saff./
varia na sua maneira de agir no organismo. A. Cherimoia
Miller
Destacando-se a avaliação do potencial Luobuma/ Apocynum Apocynaceae
rafuma venetum L.
terapêutico de plantas medicinais e de Matasano/ Casimiroa edulis Rutaceae
zapote La Llave
alguns de seus constituintes, tais como blanco/ white
sapote/
flavonóides, alcalóides, triterpenos, casimiroa
Canela Cinnamomum Lauraceae
sesquiterpenos, taninos, lignanas, entre cassia Blume
Mulungu Erythrina velutina Fabaceae
outros, que tem sido estudado e Willd./ E. Mulungu
Mart. Ex Benth.
encontrado comprovadas ações eucalipto- Eucalyptus Myrtaceae
limão/ citriodora hook
farmacológicas em testes pré-clínicos com eucalipto-
cheiroso
animais modelo (Havsteen, 1983) [8]. Calderona Galphimia glauca Malpighiaceae
amarilla Cav.
Segundo Sousa et al. (2008) [5], Orquídea Gastrodia elata Orchidaceae
Blume
algumas espécies de plantas apresentam Açucena-do- Hippeastrum Amaryllidaceae
mato vittatum Herb.
efeitos terapêuticos sobre desordens no Magnólia Magnolia obovata Magnoliaceae
Thunb.
sistema nervoso central, especificamente Camomila Matricaria recutita Asteraceae
L.
os distúrbios da ansiedade, podendo Maracujá Passiflora Passifloraceae
incarnata
tornar-se potenciais alvos no tratamento Triális, Galphimia glauca Malpighiaceae
Resedá-
destes distúrbios. amarelo
Erva-de-são- Valeriana Valerianaceae
jorge officinalis
Plantas medicinais ansiolíticas Ginseng Panax Apiaceae
quinquefolium L.
Entre os fatores que motivam a busca Almecegueira/ Protium Burseraceae
breu heptaphyllum
por novos ansiolíticos, a preocupação com (aubl.) March
Mirto Salvia elegans Lamiaceae
a redução dos efeitos adversos com as Vahl e S.
Reuterana Boiss
drogas tem sido o principal motivo que Betony Stachys Lamiaceae
lavandulifolia Vahl
39
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

Flor de tila/ Tilia americana Tiliaceae REFERÊNCIAS


Tilo/ Tilio/ var. Mexicana
Jonote (Schltdl) Hardin [1] Diegues AC (Org). Saberes tradicionais
Damiana Turnera Turneraceae e biodiversidade no Brasil. Brasília:
aphrodisiaca ward
Cat's claw/ Uncaria Rubiaceae Ministério do Meio Ambiente; São Paulo:
Unha-de-gato rhynchophylla USP, 2000.
Miq.
Prickly ash/ Zanthoxylum Rutaceae [2] Bettega PVC, Celusniak GR, Piva R M,
Hercules club schinifolium Sieb. Namba EL, Ribas CR, Gregio AMT, Rosa
& Zucc.
Camomila Matricaria recutita Asteraceae
EAR. Fitoterapia. dos Canteiros ao Balcão
Nogueira-do- Ginkgo biloba Ginkgoaceae da Farmácia. Archives of Oral Research.
japão 2011;7(1):89-97.
Kava-kava Piper methysticum Piperaceae
[3] Rates SMK. Plants as source of drugs.
Toxicon. 2001;39:603- 613
CONCLUSÃO
[4] Carlini EA. Plants and the central
A pesquisa da literatura permite concluir nervous system. Pharmacol Biochem
que a abordagem etnofarmacológica tem- Behav. 2003;75:501-512.

se mostrado como uma estratégia eficiente [5] Sousa FCF, Melo CTV, Citó COM, Félix
FHC, Vasconcelos SMM, Fonteles MMF,
na investigação de plantas medicinais para Barbosa Filho JM, Viana GSB. Plantas
a descoberta de novas alternativas medicinais e seus constituintes bioativos:
uma revisão da bioatividade e potenciais
terapêuticas. benefícios nos distúrbios da ansiedade em
Apesar do grande número de estudos modelos animais. Rev Bras Farmacog.
2008;18(4):642-54.
pré-clínicos avaliando o potencial efeito
[6] Albuquerque UP, Hanazaki N. As
ansiolítico de extratos de plantas, poucas pesquisas etnodirigidas na descoberta de
novos fármacos de interesse médico e
substâncias derivadas de plantas que já
farmacêutico: fragilidades e pespectivas.
foram aprovadas para o uso clínico. Rev Bras Farmacogn. 2006;16: 678-689.
Estudos sobre plantas medicinais [7] Waller DP. Methods in
ethnopharmacology. J Ethnopharmacol.
envolvem investigações da medicina
1993;38: 89-195.
tradicional e popular, a etnobotânica, que [8] Havsteen B. Flavonoids, a class of
integrada a etnofarmacologia tem sido natural products of high pharmacological
potency. Biochem. Pharmacol. 1983;32:
considerada como caminho alternativo de 1141-1148.
grande evolução, nos últimos anos, para a
descoberta de produtos bioativos naturais
como extratos herbários e/ou constituintes
com efeitos terapêuticos sobre doenças
psiquiátricas, em especial os distúrbios da
ansiedade.
40
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

PLANTAS MEDICINAIS INDICADOS NO PROCESSO DE CICATRIZAÇÃO

F. A. D. BRILHANTE*, L. CAIRES*, L. PINHEIRO*, S. KOPACZ*, L. RAMOS*, M.


SOUZA* e V. B. OLIVEIRA**

*Acadêmicas de farmácia da Uniandrade, Curitiba, Brasil


**Professor do curso de farmácia da Uniandrade, Curitiba, Brasil
e-mail: alinedbrilhante@gmail.com

Resumo: É de suma importância estudos Keywords: pharmacy, plants, healing,


que relevem a importância das plantas health.
para a nossa saúde. Farmácia viva nada
mais é que valorizar as plantas e saber INTRODUÇÃO
usa-las de forma positivas e obter O uso de plantas no tratamento das mais
benefícios para todos. O presente trabalho
esplanará sobre farmácia viva, com diversas enfermidades tem crescido
enfoque em plantas medicinais indicadas progressivamente o seu reconhecimento
no processo de cicatrizaçao. Foram como recurso farmacêutico e econômico
abordados os seguintes tópicos: definiçao
em relação aos dias atuais. Os benefícios
de fitoterapia, beneficios das plantas,
plantas com propriedades cicatrizantes e que fazem são fundamentais para nossa
outras finalidades, tratamentos saúde, para manter a qualidade de vida de
alternativos, reaçoes adversas e a atençao
forma mais natural, de forma eficaz e
farmaceutica na farmacia viva. Como
resultado final elaboramos uma tabela segura [1].
como algumas plantas medicinais que Atualmente o programa farmácia viva do
auxiliam na cicatrizaçao
Governo Federal trabalha com um con-
Palavras-chave: farmácia, plantas,
cicatrização, saúde. junto de plantas medicinais que serve para
o tratamento de algumas enfermidades e
Abstract: Very important studies that fall
under the importance of plants for our sintomas mais populares e de menor gra-
health. living pharmacy nothing more and vidade, como gripes, problemas estoma-
to value the plants and learn to use them in
positive way and get benefits for all. This cais, dor de cabeça e em processos de ci-
work esplanará on living pharmacy, with a catrização [2]. Dentro desse assunto a fi-
focus on medicinal plants listed in the
scarring process. The following topics were nalidade do presente trabalho é destacar a
covered: definition of herbal medicine, the ação de diversas plantas indicadas no pro-
plant benefits, plants with healing
properties and other purposes, alternative cesso de cicatrização em feridas e inflama-
treatments, adverse reactions and ções.
pharmaceutical attention in the living
pharmacy. As a final result we developed a MATERIAIS E MÉTODOS
table as some medicinal plants that help Foi realizada uma revisão bibliográfica
scarring.
utilizando os seguintes descritores:
41
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

farmácia viva, fitoterapia, plantas A literatura foi selecionada entre os anos


medicinais e políticas nacionais de saúde, de 2000 e 2016.
nas seguintes bases de dados: google,
google acadêmico, scielo e livros da área.

RESULTADOS
Na tabela 1 encontram-se plantas medicinais que podem ser utilizadas para auxiliar
o processo de cicatrização.
Tabela 1 – Plantas medicinais que auxiliam no processo de cicatrização com sua respectiva
finalidade.
NOME POPULAR NOME CIENTÍFICO FINALIDADE
Aroeira salsa Schinus molle Cicatrizações.
Bardana Arctium lappa Depurativo e cicatrizante.

Beldroega Portulaca oleracea Depurativa, diuréticas e


refrescantes.
Calêndula Calendula officinalis Sedativas, sudoríferas,
antissépticas, e cicatrizantes.
Cipó-chumbo Cuscuta umbellata Cicatrizante.
Corticeira Erythrina cristagalli Adstringentes, cicatrizantes,
desobstruentes e calmantes.
Guaçatonga Casearia sylvestris Cicatrizante e hemostática.
Pau - ferro Caesalpinia férrea Cicatrizante e expectorante.
Juciri Solanum juceri Cicatrização Em
homeopatiaindicada nas anginas e
na lepra.
Levístico Levisticum officinale Distúrbios digestivos, purificador,
antisséptico e refrescante.
Marmeleiro Cydonia vulgaris Calmantes e antiespasmódicas e
cicatrizante.
Marupá Simaruba officinalis Tônica, estomáquica, febrífuga e
cicatrizante.
Moreira Chlorophora tinctoria Dores de dente como para
favorecer a cicatrização de feridas.
Pimpinela-menor Poterium sanguisorba Diureticas e cicatrizante.
Sanguinária Polygonum aviculare Adstringente, purgativa,
cicatrizante, diurética, hemostática,
refrescante e desobstruente.
42
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

Sombra- de- touro Jodina rhombifolia Febrífugas e externamente como


desinfetantes e cicatrizantes de
feridas e ulceras.

Tanchagemmaior Plantago major Adstringentes, depurativas,


cicatrizantes, expectorantes e
hemostáticas.
Tangerineira Citrus nobilis Cicatrizante, antisséptico e
calmante.
Tomilho Thymus vulgaris Digestivo, antisséptico,
carminativo, emenagogo,
cicatrizante, vermífugo, estimulante
e sedativo nas crises de
coqueluche.
Vermiculária Sedum acre Adstringente e cicatrizante
Vidoeiro-branco Betula alba Diuréticas, resolutivas, depurativas
e cicatrizantes.

Vulnerária Anthyllis vulneraria Refrescante, cicatrizante e


resolutiva.

FONTE: [7] CORDEIRO, R. et al. Plantas que curam. Três, Ed. 1, v. 1-2, São Paulo, 2002.
[8] RUDDER, C.M.A.E. A cura pelas plantas medicinais. Rideel, Ed.1, São Paulo, 1997.

CONCLUSÃO extensivo ocasiona. Alem do mais,


As plantas citadas neste trabalho estão comprovou-se que as plantas medicinais
presentes na flora brasileira de forma podem auxiliar e até mesmo promover a
naturais e aclimatadas, todas elas se cura do organismo do homem, repondo a
enquadram na classificação de planta harmonia das funções e estimulando a
medicinal imposto pela OMS, 1978. capacidade de resistência natural.
Enquanto as plantas medicinais se
encontram ao alcance de todos o emprego Referências
de medicamentos industrializados [1] RPINF, Revista de Pesquisa e Inovação
apresenta como principal obstáculo o seu Farmacêutica. i Simpósio de Plantas
alto custo, tanto para o consumidor Medicinais e Fitoterapia. São Paulo
individual como para as entidades 2015. Disponível em:
previdenciárias, agravado pelo problema http://pgsskroton.com.br/seer/index.
dos efeitos colaterais que seu uso
43
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

php/RPInF/article/view/18/16. Acessado plantas medicinais e fitoterapia na Atenção


em 08/10/2016. Básica/Ministério da Saúde. Secretaria de
[2] TRISTÃO, Patrícia. Farmácia viva. Atenção à Saúde. Departamento de
Publicado em 09/06/2011. Disponível em: Atenção Básica. – Brasília: Ministério da
http://www.portalagropecuario.com.br/plan Saúde, 2012. 156 p.: il. – (Série A. Normas
tas-medicinais/farmacia-viva/. Acessado e Manuais Técnicos) (Cadernos de
em 08/10/2016. Atenção Básica ; n. 31).
[3] CORDEIRO, R. et al. Plantas que [8] ROSSATO, A.E., et al. Fitoterapia
curam. Tres, Ed.1, v.1-2, são Paulo, 2002. racional: aspectos taxonômicos,
[4] RUDDER, C.M.A.E. A Cura pelas agroecológicos, etnobotânicos e
plantas medicinais. Rideel, Ed.1, são terapêuticos. Florianópolis: DIOESC, 2012.
Paulo, 1997. 211 p.
[5] IDEIAS, SUS. BANCO DE PRATICAS [9] SILVA, LL.¹; LOPES, P.F.1; MONTEIRO,
E SOLUÇÕES EM SAÚDE E AMBIENTE. M.H.D.A.1; MACEDO, H.W.1*
IMPLANTAÇÃO DE UMA FARMÁCIA 1Universidade Federal Fluminense, Rua
VIVA COMUNITÁRIA. CAMPO DOS Marquês do Paraná, 303. ARTIGO de
GOYTACAZES. 2000. DISPONÍVEL: Revisão: Importância do uso de plantas
HTTP://WWW.IDEIASUS.FIO- medicinais nos processos de xerose,
CRUZ.BR/PORTAL/INDEX. PHP/BANCO- fissuras e cicatrização na diabetes
DE-PRATICAS/SEARCH?SEAR- mellitus, pagina 829, ano 2015. Acessado
CHWORD=FARMACIA+VIVA&SE- em:
ARCH_CAT=1. ACESSO EM: 08/10/2016 http://www.scielo.br/pdf/rbpm/v17n4s1/151
ÀS 12H01MIN. 6-0572-rbpm-17-4-s1-0827.pdf. Acessado
[6] SAUDE, MINISTERIO. Plantas dia 08/10/2016.
Medicinais e Fitoterapia na Atenção
Básica. Brasília 2012. Disponível em:
http://189.28.128.100/dab/docs/publicacoe
s/geral/miolo_CAP_31.pdf
Acesso em: 08/10/2016 às 12h36min
[7] BRASIL, 2012 - Ministério da Saúde.
Secretaria de Atenção à Saúde.
Departamento de Atenção Básica.
Práticas integrativas e complementares:
44
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

PROPRIEDADES FARMACOLÓGICAS DO ALOE VERA

THOZO, F.; OLIVEIRA, J. H.; CORTIVO, L. C.; FERREIRA, M. V.; SILVEIRA, M. P.;
PRADO, W.; GUERIM, H.
Centro Universitário Campos de Andrade, Curitiba, Brasil
f.thozo@gmail.com

Desde a pré-história o ser humano


RESUMO: É sabido que os povos tem se subjugado a formas de sobrevi-
antigos mesmo que muitos sem
conhecimento técnico, já tinham noções vência, e com isso descobrindo, ao
de cura e tratamento através de plantas longo do tempo, propriedades farmaco-
e vegetais que havia nas regiões onde
habitavam e que contem cientificamente lógicas de plantas e vegetais (OLI-
um principio terapêutico. Nesta revisão VEIRA et al 2011).A indústria farmacêu-
observaremos que as populações
estavam, mesmo que sem conhecimento, tica vê grande potencial em fármacos
utilizando um principio ativo sintetizados ou até mesmo derivados e
farmacológico que posteriormente pode
ter se tornado um medicamento de extraídos de plantas que tem uso tera-
escalas industriais e de uma forma vital pêutico em algumas doenças (RAN-
para tratamento e cura de doenças.
Palavras-chave: GEL; BRAGANÇA, 2009). Sabe-se que
Etnofarmacologia,Plantas,Medicinais. ainda existem muitas plantas com po-

Abstract: It is known that ancient people tencial medicinal, porém a baixa de inci-
even though many non-technical, dência de estudos sobre as mesmas
already had healing notions and
treatment through plants and vegetables tem dificultado novos achados em ter-
that were in the regions where they lived mos de plantas medicinais. Porém ainda
and scientifically contains a therapeutic
principle. In this review we will observe sim existe uma grande diversidade de
that the people were, even without plantas, que ja são conhecidas, e muito
knowledge, using a pharmacological
active ingredient that may later have bem estudadas e utilizadas, tanto como
become a drug of industrial scales and a fins terapeuticos medicos, como
vital way to treat and cure diseases.
Keywords: Ethnopharmacology, Plants, empiricamente pela população.
Medicinal. Uma dessas plantas é a Aloe Vera
L. Que empiricamente é usada em
INTRODUÇÃO
cicatrizes e queimaduras por suas
caracteristicas de reparo tecidual e
antissepticas (RAMOS et al). Além
45
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

desses dois usos da planta existem viscosa e incolor chamado gel de A. vera.
estudos que comprovam efeitos O processamento das folhas
laxativos da Aloe Vera (L.) (VOGLER et também deve ser feito logo após a
al). Além de muitos outros efeitos colheita, pois o gel oxida rapidamente
visados empiramente pela população quando entra em contato com o ar
que serão discutidos a seguir. (Yaron, 1993; Rodríguez-González et al,
2011). Uma técnica muito utilizada é a
MATERIAIS E MÉTODOS
técnica da pasteurização pelas
Para essa pesquisa foram indústrias, usada pelo método do
utilizados os termos: Aloe vera, HTST(sigla em inglês traduzida para
farmacologia, fito terapia, nos temperatura alta em curto período). O
buscadores SCIELO e Google uso do método de desidratação também
Acadêmico. é comumente utilizado, mas, de acordo
Várias são as técnicas utilizadas com Femenia et al. (2003) causa perda
para conservar o gel de A. vera, que é significativa de um bioativo do gel,
usado como matéria prima nas indústrias chamado de acemanana quando
farmacêuticas, alimentícias e cosméticas. tratados com temperaturas acima dos
(Atherton, 1997; Eshun& He, 2004; 60°C.
Cunha, 2005). É de suma importância a
utilização de meios que mantenham os
RESULTADOS
ativos do gel, conservá-los de maneira
O estudo feito em animais e em
adequada para se alcançar os efeitos
testes in vitro identificou substâncias que
farmacológicos esperados (Eshun& He,
possivelmente são responsáveis pela
2004). Essa planta herbácea, a Aloe vera
Aloe vera ter uma ação antiinflamatória e
(L) Burm. F delonga um período de
cicatrizante (SOUZA et al).
quatro a cinco anos para alcançar o
Foi relatado que na dosagem de
amadurecimento. Na parte mais externa
300mg/kg do gel, ocorreu à aceleração
é possível retirar um suco, que quando
do processo de cicatrização e a
concentrado e seco é chamado de Aloe.
diminuição da inflamação em
Depois de remover os tecidos de fora da
camundongos. Os autores sugerem que
folha, colhe-se um gel com aparência
46
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

como possível mecanismo de ação, a caráter hidrofílico dos componentes da


ligação da manose-6-fosfato em receptor A. vera, que tem dificuldades em
presente em fibroblastos contribui para o atravessar a barreira da pele, então, se
processo de cicatrização. O gel de combinar o gel de A. vera com ultrassom,
A.vera também exibiu atividade microcorrente ou na forma de
antiinflamatória por conter proteínas e lipossomas, pode acelerar a cicatrização
glicoproteínas isoladas que in vitro e diminui a inflamação por facilitar a
reduziram de maneira significativa as penetração dos ativos no tecido
enzimas COX-2 e lipoxigenase, que (FREITAS et al).
quando testado em animais foi capaz de No tratamento de queimaduras, a
acelerar a cicatrização e aumentar a A. vera apresentou um melhor resultado
proliferação celular (LIMA et al). comparando com outro creme que
Os resultados dos primeiros testes contiasulfadiazina de prata a 1%. O
realizados em humanos não foi o creme contendo A. vera levou menos de
esperado, foi relado que o uso do gel de 16 dias para concluir a cicatrização, já o
A. vera aumentou o tempo de creme com sulfadiazina de prata levaram
cicatrização em feridas cirúrgicas em média 19 dias. Já no caso de
quando comparado com tratamento queimaduras solares, não teve a
idêntico que não incluía o gel. No comprovação da eficácia do creme. De
entanto, em uma publicação mais acordo com o estudo realizado, o creme
recente foi relatado que pacientes que contendo 70% de A. vera não teve efeito
passaram por cirurgia de protetor ou auxílio notratamento de
hemorroidectomia aberta e que fizeram queimadura solar (AZEVEDO et al).
aplicação do creme contendo A. vera
apresentaram menor dor pós-operatória, CONCLUSÃO
melhora na cicatrização e menor Numerosas atividades biológicas foram
atribuídas a Aloe vera ao longo dos
consumo de analgésicos quando anos, o resultado da pesquisa revelou
comparado com o grupo placebo. Esses que está espécie é eficaz no tratamento
da psoríase, herpes genital,
resultados (FREITAS et al) podem ser hiperglicemia e em queimaduras,
explicados se levarmos em conta o atividades antimicrobiana e
antiinflamatória também foram
47
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

demonstradas através de estudos in Nacional de Plantas Medicinais de


vitro e in vivo. Interesse do Sistema Único de Saúde:
No tratamento de queimaduras Revisão Sistematica. Revista de saúde
solares ou como protetor solar o gel da pública de Santa Catarina 2015.
planta não demonstrou eficácia. Garutti, Selson; Pinheiro CF –
Em relação a sua toxicidade foram Horta escolar de Plantas Medicinais:
relatados casos de hepatite aguda e Uma prática de Vida Saudável.
sintomas como náuseas,cólicas e Indicação científica Cesumar 2011.
diarréia com o consumo oral da Alcântara, RJ; Bezerra NA;
substância. Carvalho SN – Aplicações clínicas do
uso de Aloe Vera e relatos de
toxicidade. NUTRIVISTA – Revista de
AGRADECIMENTOS
Nutrição e Vigilância em Saúde. 2014
Toda equipe agradece em especial o
Ramos, PA; Pimentel, CL – Ação
professor Higor Guerim por todo apoio.
da Babosa no Reparo tecidual e
cicatrização. BrazilianJournaofHealth
REFERENCIAS 2011.
Sousa, OTA; Soares OGJM; Lima FQW; Pereira DCT; Martins
Oliveira SHS; Paulo QM – A GM; Brito NJN; Zampieron GR; Silva AG
biotecnologia no tratamento de úlcera – Avaliação fitoquímica e antioxidante
vascular: Estudo de caso. Estudio de de plantas medicinais do Norte do
caso, 2013. Mato Grosso. FACIDER revista
Zillmer, VGJ; Arrieira CI; Teila C; científica 2013.
Heck MR; Barbieri LR- Utilização da Freitas, V.S.; Rodrigues R.A.F.;
babosa no cotidiano de usuários Gaspi, F.O.G. – Propriedades
portadores de câncer. Revista Baiana farmacológicas da Aloe vera. Revista
de Saúde Pública 2010. Bras. Plantas Medicinais 2014
Soyama, Paula; Plantas Azevedo, R. S.; Medicina
medicinais são pouco exploradas Alternativa: A utilização da Aloe vera
pelos dentistas– SBPC (Sociedade como coadjuvante no tratamento
Brasileira para o Progresso da Ciência). oncológico; Escola Politécnica de
2007. Saúde Joaquim Venâncio FIOCRUZ/
Andrade, Marceila ;Clapis JM ; Ministério da Saúde;
Santos, BC ; Gozzo, OT – Elaboração Parente L.M.L.; Carneiro, M.L.;
de instrumento para identificação da Tresvenzol, F.M.L; Gardin, E.N.-
prática de enfermeiros nas Aloevera: características botânicas,
radiodermatites. Revista enfermagem fitoquímicas e terapêuticas. Arte
UFRJ; 2015. médica Ampliada 2013.
Giraldi, Mariana; Hanazaki, Natalia Antônio J.O.B.; Yukiko E.M.;
– Uso e conhecimento tradicional de Formulário médico Farmacêutico, 3ª
plantas medicinais no Sertão do edição 2006.
Ribeirão, Florianópolis. Acta bot. Bras. Carvalho, A.C.B.; Balbino, E.E.;
2010. Maciel, A.; Situação do registro de
Marmitt, JD; Rempel, Claudete; medicamentos fitoterápicos no Brasil.
Goettert IM; Silva CA – Plantas com Revista Brasileira de Farmacognosia
potencial Antibacteriano na relação 2008.
48
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

RISCOS APRESENTADOS POR PLANTAS MEDICINAIS COM EFEITOS


ABORTIVOS E GESTANTES.

SEIFERT, A.; BRITO, A. F.; TABORDA, B. J.; SILVA, G. T.; CARNEIRO, L. A. M;


BUENO, P. T.; GUERIM, H.

Centro Universitário Campos de Andrade, Curitiba, Brasil


e-mail: alynefb2008@gmail.com

Resumo: No Brasil o aborto é partir da sabedoria empírica aliados aos


considerado ilegal, exceto em casos de
fundamentos químicos e farmacológico
estupro ou risco a vida da mãe. Por essa
questão, ainda não há uma grande das plantas [4].
quantidade de estudo que relatam esses
De acordo com alguns estudos, a
casos, mesmo assim podemos ter uma
dimensão do perigo ocasionado pela prática da utilização das mais variadas
indução ao aborto, principalmente por
espécies de plantas medicinais se
adolescentes na primeira gestação. O
presente artigo foi realizado através da arrasta ao longo da história da
pesquisa de artigos buscando mostrar os
humanidade e ainda é um dos principais
riscos apresentados pelo uso de plantas
medicinais às mulheres gestantes. meios de promoção da saúde em países
Palavras-chave: Aborto induzido,
desenvolvimento [4].
plantas medicinais, risco às gestantes.
Estudos indicam que no Brasil, 63%
Abstract: In Brazil, abortion is illegal ex-
da população utiliza medicamentos
cept in cases of rape or risk to the moth-
er's life. For that matter, there is not a lot sintéticos disponíveis no mercado e o
of studies that report these cases, we can
percentual restante buscam nos
still have a dimension of danger caused
by induced abortion, especially by teen- produtos naturais uma eficácia para a
agers in the first pregnancy. This article
cura de seus males [3].
was conducted by research articles seek-
ing to assess the risks posed by the use O uso indiscriminado de determinadas
of medicinal plants to pregnant women.
plantas medicinais é capaz de trazer
Keywords: induced abortion, medicinal
plants, risk to pregnant women diversas perturbações ao corpo. A falta
de conhecimento sobre o seu grau de
INTRODUÇÃO toxicidade pode causar sérios impactos
no organismo de quem as utiliza. Uma
A etnofarmacologia é um estudo
das graves consequências é a utilização
baseado em conhecimentos obtidos a
de plantas com ação abortiva [3].
49
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

O objetivo dessa revisão foi averiguar genéticos e espontâneos ou de forma


os riscos causados à gestante pela induzida [3].
utilização de plantas sabidamente Segundo os estudos de Souza Maria
abortivas. et al. mundialmente mais de 500.000
mulheres morrem todos os anos devido
MATERIAIS E MÉTODOS
a transtornos ocasionados durante a
A pesquisa foi realizada nas bases de gestação. Porém a realidade nos
dados Scielo e Bvs com as palavras números de mortes por abortos ainda é
chaves abortivo, plantas e desconhecida, por conta da ilegalidade
etnofarmacologia, entre os meses de destes processos em diversos países [3].
setembro e outubro. Dos 63 artigos Devido à restrição em alguns países,
encontrados, selecionou-se 5 artigos, muitas mulheres optam pela realização
onde o principal assunto abordado relata de abortos com produtos ditos naturais,
os riscos de plantas abortivas, a que podem levar a morte do feto ou a
utilização sem conhecimento e a defeitos congênitos, além do próprio
etnofarmacologia das mesmas. risco para a gestante [3].
Entre as plantas naturais mais
RESULTADOS utilizadas com efeitos abortivos
predominam-se as espécies de arruda
Segundo Rodrigues et al. os efeitos
(Ruta graveolens L.), Salvia (Salvia
mais preocupantes do uso
officinales L.), Romã (Punica gravatun
indiscriminado de plantas medicinais são
L.), Arnica (Arnica montana L.), Canfora
embriotóxico, teratogênico e abortivo,
(Cinnamomum canphora L.), Eucalipto
uma vez, que seus constituintes podem
(Eucaliptus globulus labill), Alecrim
atravessar a placenta, chegar ao feto e
(Rosmarinus officinales L.), Gengibre
gerar um desses efeitos [4].
(Roscoe), Sene (Batka), Hibiscus
De acordo com OMS (Organização
(Hibiscus rosa- sinensis L.), Boldo
Mundial da Saúde) o aborto é definido
(Peumus boldus molina) [3].
como morte e expulsão do feto, que
Além do uso intencional como
ocorra até a 28° semana de gestação.
abortivo, também pode ocorrer a
Pode ser ocasionado por fatores
50
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

utilização sem o conhecimento de que a Uma das consequências dessas


planta pode oferecer risco à gestação. crenças culturais é a utilização de
Os efeitos ocasionados pela utilização plantas medicinais por mulheres
dessas plantas vão depender de vários grávidas, cujo efeito desconhecido por
fatores que podem aumentar ou diminuir elas, pode ser abortivo, teratogênico
os riscos na gestante e no feto. Dentre e/ou embriotóxico. Além do uso não
esses fatores estão: dose utilizada, intencional, mulheres também optam
mecanismo de ação de cada agente, pela indução do aborto através dessas
genótipo da mãe e do feto, entre outros plantas, muitas vezes pela ilegalidade de
[3]. processos abortivos no país.
De acordo com Campesato (2005), No Brasil, anualmente milhares de
muitas mulheres utilizam plantas abortos clandestinos são realizados, na
medicinais para a cura de seus males, maioria das vezes, por mulheres jovens
pela crença de que por ser de origem e adolescentes na primeira gravidez.
vegetal, não traga riscos, o que acaba Além de abortos, as plantas podem
sendo um grande equívoco [5]. ocasionar anomalias no feto e riscos à
Atualmente o aborto induzido no saúde da mãe. Para evitar problemas é
Brasil e no mundo ainda é considerado importante que haja uma disseminação
um problema de saúde pública, pois a de informações sobre os principais
maneira que é realizado é perigosa e danos causados pelas plantas
pode causar consequências graves. medicinais. A atuação do profissional
farmacêutico na orientação desses
CONCLUSÃO casos é fundamental para evitar o seu
uso incorreto
O uso de plantas medicinais é
mundialmente conhecido, desde o início
REFERÊNCIAS
das civilizações. Essa cultura é utilizada
[1] Elisabetsky E. Etnofarmacologia.
até os dias de hoje, principalmente pela
Ciencia e Cultura. v. 55, n. 3, São Paulo,
crença de que produtos de origem 2003.
[2] Firmo W.C.A. et al. Contexto histórico,
vegetal não oferecem riscos à saúde.
uso popular e concepção cientifica sobre
plantas medicinais. Caderno de
51
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

pesquisa São Luís, v. 18, n. especial


dezembro, 2011.
[3] Souza Maria N.C.V.; Tangerina
M.M.P.; Silva V.C.; Vilegas W.;
Sannomya M. Plantas medicinais
abortivas utilizadas por mulheres de UBS:
etnofarmacologia e análise
cromatográficas por CCD e CLAE. Rev.
bras. plantas med. v. 15, n. 4, 2013.
[4] Rodrigues H.G.; Meireles C.G.; Lima
J.T.S.; Toledo G.P.; Cardoso J.L.; Gomes
S.L.; Efeito embriotóxico, teratogênico e
abortivo de plantas medicinais. Rev. bras.
plantas med. v. 13, n. 3, 2011.
[5] Viviane R.C. Uso de plantas
medicinais durante a gravidez e risco
para malformações congênitas.
Repositório digital- Universidade Federal
do Rio Grande do Sul, 2005.
52
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

TRATAMENTO HOMEOPÁTICO APLICADO À DENGUE

Autores: Ferreira, P.S.¹;Lofiego, E.¹; Lopes, G.B.F¹; Santana, A.G.¹; Silva, C¹;
Vieira, S.A.S.¹; Ramires, R².

Campos Universitário de Andrade,Santa Quitéria, Brasil.


e-mail: giedeany@gmail.com

Resumo: A dengue é uma doença febril affecting more than 120 countries and
aguda causada por um vírus, seu there is still no vaccine to prevent new
principal vetor de transmissão é o cases. The history of homeopathy rec-
mosquito Aedes aegypti, causando ords in sec from the start. XIX treatment
disseminações dos diferentes sorotipos and cure of epidemics by Dr. Samuel
do vírus e de prognóstico imprevisível, Hahnemann, its practitioners suggest
podendo ter manifestação sintomática that homeopathic medicines have cura-
ou assintomática se assemelhando a tive and preventive action in epidemic
uma gripe. Estima-se que 390 milhões diseases, medications are given to that
de pessoas sejam contagiadas por ano most closely resembles the disease that
afetando mais de 120 países e não aims to encourage the body to counteract
existe ainda uma vacina que previna against their own disorders.
novos casos. A história da Homeopatia Keywords: Dengue, homeopathic treat-
registra no começo do sec. XIX o ment and epidemic genius.
tratamento e cura de epidemias pelo Dr.
Samuel Hahnemann, seus praticantes INTRODUÇÃO
sugerem que os medicamentos
A dengue é uma infecção viral
homeopáticos têm ação curativa e
preventiva em doenças epidêmicas, os sistêmica causada por um arbovírus e
medicamentos são indicados ao que
transmitida por mosquito do gênero
mais se assemelha a doença que visa
incitar o organismo a contrapor-se contra Aedes [1], sendo o Aedes aegypti seu
os seus próprios distúrbios.
principal vetor. A infecção pode se aduzir
Palavras-chave: Dengue, tratamento
na forma assintomática ou sintomática [2]
homeopático e gênio epidêmico.
são conhecidos quatro sorotipos virais
Abstrat:: Dengue fever is an acute fe-
brile illness caused by a virus, its main distintos [3]. Cada um dos sorotipos é
vector of transmission is the mosquito
capaz de acarretar todo o aspecto da
Aedes aegypti, causing disseminations
of different serotypes of the virus and un- doença da dengue. Estudos
predictable prognosis, and may be symp-
epidemiológicos têm implicado pré-
tomatic or asymptomatic manifestation
resembling the flu. It is estimated that existência de anticorpo heterotípico
390 million people are infected annually
como um fator de risco para doença mais
53
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

grave após a infecção secundária [4]. como uma doença dinâmica, aguda e
coletiva que ocorre em indivíduos de
Estima-se que 390 milhões de pes-
uma população que se encontram
soas sejam contagiadas por ano, mas
suscetíveis e com predisposição
apenas 96 milhões apresentam manifes-
mórbida. Esse conceito conduz a uma
tação clínica da doença. Quando sinto-
abordagem terapêutica baseada na
mática, as principais formas clínicas da
escolha de um medicamento que mais
dengue são a doença febril indiferenci-
se assemelha à doença, ou seja, o
ada. A taxa de mortalidade é de cerca de
chamado “gênio epidêmico da dengue”
1-2%. O aspecto das manifestações da
[2]. Os praticantes da homeopatia
doença varia de infecção assintomática
hahnemaniana sugerem que os
até derrame vascular que é típico de
medicamentos homeopáticos têm ação
febre hemorrágica da dengue, a uma sín-
curativa e preventiva em doenças
drome de choque grave e falência múlti-
epidérmicas quando selecionados
pla de órgãos. Lesão hepática, rabdo-
conforme o conjunto de sintomas
miólise, depressão do miocárdio, e uma
peculiares a epidemia, os medicamentos
variedade de manifestações neurológi-
são indicados ao que mais se assemelha
cas e oftalmológicas [5].
a doença, pelo baixo risco de reações e
Entre as razões para o aumento da efeitos colaterais aos indivíduos
incidência da doença seria devido ao infectados pela doença [7].
crescimento populacional e o
descontrole da urbanização, METODOLOGIA
contribuindo para a disseminação dos Trata-se de uma revisão da literatura,
mosquitos vetores, o que requer adoção utilizando publicações científicas nas
de medidas urgentes. Estima-se que em seguintes bases de dados: pubmed,
todo mundo 2,5 bilhões de pessoas google acadêmico e scielo. Foram
estejam sob risco principalmente em utilizados os descritores: dengue,
países tropicais onde a proliferação dos tratamento e homeopatia, limitando a
vetores ainda é maior [6]. Conforme pesquisa entre 2010 e 2016.
citado em Martinez, na classificação
hahnemanniana a dengue elucida - se FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA
54
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

Fundamentada em 1796 pelo médico suficiente para conferir proteção à


alemão Samuel Hahnemann, a totalidade do grupo de risco. Sendo essa
homeopatia é uma prática terapêutica teoria aplicada em Macaé com sucesso
que propõe “incentivar o organismo a e posteriormente em Cuba [8].
responder contra os seus próprios Estudo realizado em Macaé de 2007-
empregando o princípio da similitude 2015 resultou num tratamento utilizado
curativa”, incitando o organismo a tanto na terapia da doença quanto na
contrapor-se contra os seus próprios prevenção da epidemia, nesse período
distúrbios, minimizando suscetibilidades de tempo foram distribuídas 1085.917
individuais que predispõe a enfermidade, doses. A forma de administração é a
possuindo indicação específica no forma líquida com álcool a 15%, em 5
tratamento e na prevenção das doenças gotas diluídas em 5 ml de água, em dose
epidêmicas, fazendo da homeopatia única , para uso profilático via oral e é
hahnemanniana uma prática médica acrescentado o medicamento que cobre
preventiva, as evidências científicas que a maioria dos sinais e sintomas com
endossam sua aplicação clínica nas diluição 30CH, esse tratamento está
doenças epidêmicas [7]. registrado na portaria MS/GM nº 971 de
Segundo as teorias de Kent e 03/05/06, sendo utilizados na fórmula
Hahnemann, a profilaxia da dengue em Eupatorium perfoliatum, aliviando o mal
nível populacional, foi adotado o estar e as dores, Crotalus horridus, que
medicamento Bryonia Alba como o tem analogia sintomática e Phosphorus,
melhor profilático para uma epidemia da que previne e trata fenômenos
doença, embora o Eupatorium hemorrágicos [9].
perfoliatum seja descrito por outros Os medicamentos que mais aparece-
autores como o principal medicamento ram nas repertorizações de 2007 a 2012
semelhante ao da dengue [2]. conforme o gênio epidêmico, em ordem
No Brasil em 2006 Marino defendeu decrescente foram: Phos e Pusatilla ni-
uma dissertação de mestrado sobre o gricans nos 7 estudos; Ars, Bry e Rhus
tratamento profilático da homeopatia em toxicondendron em 6 estudos; Aconitum
epidemia de dengue, os resultados napellus, Belladona e Nat-m em 5 estu-
indicaram que 40% da população seria
55
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

dos, quando a predominância era do so-


rotipo 1, se empregava a fórmula con- [2] Martinez, Edson Zangiacomi, and
tendo Crot-h, Eup e Phos; Phos; Nat-m; Altacilio Aparecido Nunes. "A
e Gels. O sorotipo 3 circulou foram utili- homeopatia na prevenção e tratamento
zados Nat-m e Ars [9]. da dengue: uma revisão." Cad saúde
colet, Rio de Janeiro 22.4 (2014).
CONCLUSÃO
A inclusão da homeopatia contra a [3] Novaes AR, Maciel EL, Tristão RS.
dengue tiveram resultados positivos, Avaliação da eficácia da homeopatia na
com redução da intensidade dos dengue em Vitória, ES. Rev Homeopatia.
sintomas e da duração da 2011.
doença,obtendo mais evidências da
adequação do uso da homeopatia para [4] Durbin AP, Whitehead SS. Dengue
auxílio às populações no cuidado vaccine candidates in development. Curr
preventivo da dengue. Top Microbiol Immunol. 2010.
Então é necessária a obtenção de
estudos mais aprofundados no sentido [5] Salles SAC, Novaes ARV, Perisse A,
da comprovação da eficácia do uso de Prass-Santos C, Nunes L, Waisse S, et
medicamentos homeopáticos na al. Protocol for prevention and treatment
prevenção e cura da dengue, pois os of dengue fever and its complications.
estudos aplicados até o momento Homeopathy. 2014.
contêm insatisfatória qualidade
metodológica o que acarreta na falta de [6] Luz PM, Vanni T, Medlock J, Paltiel
força para recomendação de tratamento AD, Galvani AP. Dengue vector control
com homeopatia. strategies in an urban setting: an
REFERÊNCIAS economic modelling assessment. Lancet.
2011.
[1] Bhatt S, Gething PW, Brady OJ,
Messina JP, Farlow AW, Moyes CL, et al. [7] Teixeira M. Z. Homeopatia nas
The global distribution and burden of doenças epidêmicas: conceitos,
dengue. Nature.2013. evidências e propostas. Revista de
56
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

Homeopatia 2010.

[8] Santos, Claudia Prass, et al. "Report


on the use of homeopathic medication in
the prophylaxis of dengue in Belo
Horizonte–Minas Gerais, Brazil in
2010."Revista de Homeopatia.

[9] Nunes, L.A.S; Experiência de


Macaé/RJ com homeopatia e dengue,
2007-2012, REVISTA DE HOMEOPATIA
2016; 79(1/2):
57
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

TRATAMENTO HOMEOPÁTICO PARA ANSIEDADE EM CÂES


Germel, E; Junior, A.O.A; Larini, G; Osório; R.A; Pizzatto, P.F; Simione, C.R.;
Sieben; P.

Campus Universitário de Andrade, Santa Quitéria, Brasil.


e-mail: neiaboller@hotmail.com

Resumo: A ansiedade em animais é um cage. The behaviors of these animals are


distúrbio de comportamento directed to objects that bring olfactory
caracterizado por comportamentos reference bond figure, as the owner's
indesejados, manifestados por eles belongings, or directed to doors,
quando afastados de suas figuras de windows or furniture that can be used as
apego, ou seja, quando ficam sozinhos. escape routes for the dog. Cases of
A síndrome pode se manifestar na urination and defecation are the most
ausência real do proprietário ou outra serious because characterize a loss of
figura de vínculo, mas também pode control of the situation by the dog.
ocorrer quando o cão tem o acesso ao Keywords: Anxiety Syndrome;
proprietário restrito de alguma maneira, homeopathic treatment in animals,
como ao ser fica preso em algum anxiety and veterinary homeopathy.
cômodo, caixa de transporte ou gaiola.
Os comportamentos desses animais são
direcionados a objetos que tragam INTRODUÇÃO
referência olfativa da figura de vínculo, O cão é o animal mais parecido
como pertences do proprietário, ou com o homem do que qualquer outro
direcionados a portas, janelas ou móveis animal doméstico, já há mais de 10.000
que possam ser usados como rotas de anos. Embora haja variações
fuga para o cão. Os casos de micção e comportamentais entre raças, os
defecação são os mais graves, pois principais comportamentos centrais são
caracterizam uma perda do controle da bem próximos ao seu parente próximo, o
situação por parte do cão. lobo. (Beaver, 2001). Com oito semanas
Palavras-chave: Síndrome da de vida, o filhote já aprendeu os sinais
Ansiedade; tratamento homeopático em vitais da mãe e dos irmãos e está pronto
animais, ansiedade e homeopatia a ser moldado da maneira que o seu
veterinária. dono gostaria que ele fosse perto das
Abstract: Anxiety in animals is a pessoas (Miller, 2008). É necessário
behavioral disorder characterized by entender a psicologia canina, para que
unwanted behaviors manifested by these se tenha uma relação equilibrada, sadia
animals when away from their para assim melhorar o comportamento
attachment figures when these animals do animal. São vários os fatores que
are left alone. The syndrome can influenciam no comportamento de um
manifest itself in the real absence of the cão, entre eles: raça, criação,
owner or other attachment figure, but can temperamento, educação e ambiente. O
also occur when the dog has access to temperamento reflete a forma que o
restricted owner somehow, as the being cachorro sente as situações, ansiedade,
is trapped in a room, transport box or agressividade, curiosidade. O quanto
58
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

antes o proprietário identificar as ansiosos, agressivos e depressivos


características que precisam ser (SOUZA, et al, 2006 ), podendo ser
mudadas, mais fácil será o tratamento usadas com outras medicações não
desse animal. apresentam efeitos colaterais.
Para a homeopatia, os seres Alguns Florais utilizados em cães
possuem uma energia vital que os para ansiedade são: Agrimony,
mantém vivos, quando essa energia está Agrimônia eupatoria ; Aspen Popolus
em desequilíbrio o indivíduo adoece o tremula ; Bech, Fagus sylvatica ;
mental e o corpo físico. O médico Centaury, Centaurium erythraea; Cerato,
homeopata deve ser atento a totalidade Cerastodigma wyllmottiana; Cherry,
dos sintomas e buscar informações que Plum, Prunus cerasifera ; Chicory,
conduzirão o paciente ao equilíbrio chicorium intybus; Five, Flower –
( TORRO, 2006 ; GODOY, 1993). Para RESCUE E BACH; Holly, llex aquifolium;
que haja um diagnóstico correto é Impatiens, Impatiens glandulífera;
necessário que se faça uma anamnese o Mimulus, Mimulus guttatus; Red
que permitirá subsídios ao médico chestnut, Aesculus carnea ; Rock Rose;
homeopata de prescrever o Rock Water ; Star off Benthlehem,
medicamento correto e às vezes de ser Ornithogalum umbellatum; Swett
usado mais que um medicamento, mas Chestnut, Castanea sativa; Vervain,
não sendo a conduta padrão. Verbena officinalis ; Vini, Vitis vinífera;
A Europa é a líder das medicinas Water Violet, Hattonia palustris ; White
complementares usadas por médicos Chestnut, Aesculus hippocastanum;
principalmente na Inglaterra, França e
Alemanha (Ullman, 2010). Na Grã – METODOLOGIA
Bretanha, o uso de homeopatia Trata-se de uma revisão, baseado
veterinária vem sendo aplicado desde na revisão de literatura que tem como
1900. Na américa do norte seu uso vem objetivo abordar o uso da homeopatia
aumentado nos últimos 20 anos como tratamento de ansiedade em cães.
( Vocheroth ). As essências mais Baseando-se em artigos, revistas e
utilizadas são as de Bach. Entretanto documentários. Foram utilizadas as
existem outros tipos como os Florais de bases de dados: SCIELO Google.
Califórnia, Florais de Bush australiano,
florais do deserto de Arizona, Florais do FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA
Alasca, Florais de Minas, Florais do Sul, Homeopatia é baseada no
Florais Vida, Florais Filhas de Gaia, princípio de semelhança, por ingestão de
Florais Agnes (Perez, 2001). Os Florais substâncias tóxicas que provocam
de Bach foram criados pelo médico sintomas similares em pessoas
Edward Bach, reconhecidos em 1956 saudáveis. A fim de minimizar o possível
pela organização mundial da saúde agravamento dos sintomas da doença
como um método natural. Embora seu original que pode causar um tal
mecanismo de ação não tenha sido tratamento, Hahnemann sugeriu o
elucidado, são indicados para o método de dinamização (série de
tratamento de diversas doenças diluição dinâmica) para reduzir os efeitos
neuropsiquiátricas. Estudos mostram primários de medicamentos, e
que os florais de Bach têm efeitos desenvolver o seu poder "dinâmica
terapêuticos positivos sobre animais latente" (TEIXEIRA, 2014).
59
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

Na medicina veterinária, a Existem vários tipos de essências,


homeopatia surgiu com o próprio porém as mais utilizadas são as de Bach,
Hahnemann, quando utilizou Natrum com efeitos positivos sobre animais
muriaticum em um de seus cavalos, para ansiosos, agressivos e depressivos. A
tratar uma oftalmia periódica, vantagem da homeopatia, é a de que
conseguindo curá-lo. (DE MELLO, 2003). pode ser administrada junto com outras
No Brasil, por volta da década de medicações, não apresentando efeitos
40, os benefícios da homeopatia para os colaterais. Em sua trajetória, a
animais foram divulgados pelo médico Homeopatia passou por várias
paranaense Dr. Nilo Cairo através da oscilações, mas sua credibilidade tem
publicação do livro Guia Prático de aumentado nas últimas décadas, com
Veterinária (MANGIANI, 2002; DE novas formas farmacêuticas sendo
MELLO, 2003) desenvolvidas no mercado em ascensão.
A homeopatia é mais uma opção
terapêutica disponível aos médicos REFERÊNCIAS
veterinários. Os medicamentos {1} Costa EF, Costa FS, Souza KMS, Costa TN,
homeopáticos não possuem contra- Bandeira JM, Lima RCM, Silva MH. Influência do
Proprietário no Comportamento de Cães
indicação, melhoram a qualidade de vida Atendidos no Hospital Veterinário da UFRPE.
e favorecem o equilíbrio da energia vital {2} Eduarda Freitas Costa1, Fabiano Séllos
do organismo (homeostase), sendo de Costa2 , Kássia Mirela Silva de Souza3, Talyne
fácil administração e menor custo Nascimento da Costa4, Jessica de Melo
quando comparados aos medicamentos Bandeira5, Rebeka César Martins de Lima 6 e
Marcelo Honorato da silva7.
enantiopáticos e alopáticos. No contexto {3} GUILHERME MARQUES SOARES1, JOAO
terapêutico, a homeopatia se destaca TELHADO PEREIRA2, RITA LEAL PAIXAO3.
por evidências clínicas devido a sua Estudo Exploratório da Eíndrome de Ansiedade
eficácia e segurança na cura das de Separação em Cães de Apartamento. Ciência
doenças, proporcionando uma melhor rural vol: 40; ano 3; Santa Maria; março 2010.
{4} DE MELLO, M. L. V. A homeopatia veterinária
condição de vida ao paciente, seja através do tempo. In: DIAS, A. F. Fundamentos
humano ou animal (DOMINGUES, 2004) da Homeopatia: princípios da prática
homeopática. 1 ed. Rio de Janeiro: Cultura
CONCLUSÃO médica, 2003.
Sendo o cão dentre os animais {5} MANGIANI, L. M. DE A. Homeopatia em
medicina veterinária. In: ROSENBAUM, P. (org.).
domésticos o mais próximo do homem, é Fundamentos de Homeopatia para Estudantes
comum reconhecer suas variações de Medicina e de Ciências da Saúde. São Paulo:
comportamentais no dia-a-dia. Assim é Roca, 2002. cap. 41, p. 408-416.
natural tentar ajudar quando ele {6} DOMINGUES, Carlos Eduardo. Revista de
apresenta esses sintomas. Uma das Educação Continuada em Medicina Veterinária e
Zootecnia; vol – 12, n.3. 2004.
opções que mais se destaca é a {7} TEIXEIRA, Marcus Z; TEIXEIRA, Cristina
homeopatia, que cresce em âmbito H.F.F; GUEDES, Patrícia V.; Revista da Medicina
mundial para tratamento de ansiedade, Homeopática. Espanha. ed: Elsevier Doyma.
agressividade, curiosidade e etc. É difícil 2014.
o diagnostico até para o médico
veterinário, que necessita de exames
para que possa prescrever o
medicamento correto. Em raras ocasiões
são prescritos mais de um medicamento.
60
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

VERIFICAÇÃO DA EFETIVIDADE DO MEDICAMENTO HOMEOPÁTICO COMO


TERAPIA ALTERNATIVA EM ANIMAIS

Reis, J. C.*; Daros, N. T.*; Silva, M. K. G.*; Cruz, P. *; Oliveira, T. S.*; Silveira, W. S.*;
Lobo, J. P.**

*Acadêmicos dos 7ºe 8º, Curitiba, Brasil


**Professor orientador, Curitiba, Brasil
e-mail: jaquelinecostadosreis@hotmail.com

Resumo: Esse estudo foi realizado com directed by the principle of similarity. Its
o objetivo de verificar a efetividade do use has grown exponentially in recent
medicamento homeopático como terapia years, possibly due to its efficacy,
em animais. A homeopatia propõe coupled with low costs and no waste.
cuidados com a saúde, utilizando Keywords: Homeopathy, Animals,
medicamentos diluídos que possuem, unconventional therapies.
também, como fonte de princípio
INTRODUÇÃO
ativovegetais, que são aplicados na
clínica médica direcionados pelo Atualmente devido à necessidade
princípio da semelhança. Seu uso tem de novas terapias no tratamento de
crescido de forma exponencial nos animais, seja devido à toxicidade de
últimos anos, possivelmente pela sua determinados medicamentos a qual eles
eficácia, aliado aos baixos custos e estão sujeitos, ou a resistência que se
ausência de resíduos. observa em algumas patologias,
Palavras-chave: Homeopatia, Animais, (parasitoses, infecções, etc.), destaca-se
terapias não convencionais.
principalmente na medicina veterinária, o
uso da homeopatia como terapia
Abstract:This study was conducted in
alternativa no tratamento dos animais [1].
order to verify the effectiveness of
O surgimento da homeopatia na
homeopathic medicine as therapy
medicina veterinária veio do próprio
animals. Homeopathy proposes health
Hahnemann que utilizou
care, using diluted drugs that have also,
Natrummuriaticumem um de seus
as a source of active plant principle,
cavalos que sofria de uma oftalmia
which are applied in the medical clinic
periódica, curando-o [1]. A homeopatia
61
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

não tem apenas efeitos curativos, ela é experimentais na área da homeopatia


um excelente meio preventivo que estão relacionadas com o pequeno
possibilita melhor desempenho produtivo número de pesquisadores que tem a
e reprodutivo dos animais [2]. Porém homeopatia como tema principal de sua
quando tratamos da sua utilização em linha de pesquisa [5].
animais, isso ainda desperta surpresa, Em virtude disso, justifica-se a
isto se deve ao fato de que, em nosso importância da realização da presente
meio, ainda não está suficientemente revisão, objetivando-se divulgar a
desenvolvida a necessidade de contar homeopatia como uma terapêutica
com essa terapêutica para ajudar no médica, não invasiva, importantíssima,
restabelecimento da saúde dos animais. atuando no equilíbrio físico e emocional
[1]. dos animais, proporcionando uma ótima
Todas as espécies animais podem qualidade de vida, preconizada pela
ser tratadas com homeopatia. Cães, ciência do bem estar animal.
gatos, equinos, aves, ruminantes e
MATERIAIS E MÉTODOS
outros.[3]. Os animais que chegam à
clínica com sugestão de abreviação da Este estudo trata-se de uma
vida e são tratados homeopaticamente, pesquisa do tipo revisão bibliográfica.
muitos deles têm a expectativa de vida Para a abordagem do tema, foram
ampliada, melhorando a qualidade de selecionados artigos de pesquisas,
vida [4]. teóricos e de revisão, escritos em
Em contrapartida, por mais que a português, que possuem acesso gratuito
homeopatia seja uma terapia bem pelo Google acadêmico e no Scielo.
difundida, e de efetividade comprovada A pesquisa tem o tema direcionado
em vários relatos de pessoas que já a para verificar da efetividade dos
utilizaram, a mesma, enfrenta, em maior medicamentos homeopáticos como
ou menor grau, certo descrédito em sua terapia alternativa em animais, usou-se
seriedade científica, por terem sido descritores como: Homeopatia, Animais,
denegadas ao domínio popular durante terapias não convencionais, para
muitos anos. Algumas das causas do encontrarmos trabalhos publicados que
pequeno volume de trabalhos utilizaram a homeopática em diversos
62
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

animais, foram necessários à artrópode; portanto, a persistência da


combinação de termos pré- noxa é um obstáculo à cura. [7]
estabelecidos para recuperar um
número maior de referências. A busca Eficácia nas formas fitoterápicase
ocorreu entre setembro e outubro de homeopática, para o controle de
2016 de forma independente por seis carrapatos:
avaliadores com a mesma base de O maior percentual médio de
dados. Posteriormente os dados foram controle da eclodibilidade dos ovos das
categorizados por aproximação temática, teleogenas de a. Cajennense, obtido
inerente ao enfoque da presente com o uso do princípio ativo dinamizado
investigação.[6] homeopaticamente (ch6) da planta
medicinal. Graveolens, ficou
RESULTADOS
estabelecido em 50,41% sem diluição.
A Homeopatia na promoção do Bem-
Este resultado demonstra o insucesso
Estar Animal:
alcançado frente ao preconizado pela
Para evidenciar a eficácia da
OMS e peloMAPA. [8]
terapêutica homeopática na promoção
do bem estar animal resultando numa
Tratamento homeopático em gatos
melhor qualidade de vida, foi colocado
domésticos portadores de sinais clínicos
como exemplo no presente estudo,
de doença viral crônica do trato
sobre o tratamento homeopático da
respiratório:
erliquiose canina. O tratamento da
Observou-se que em 10% dos
erliquiose canina com o auto-isoterápico
animais dos gatos ocorreu o
de sangue total promoveu um estímulo
desaparecimento total dos sinais clínicos,
de resposta imunológica efetiva no
verificando-se que houve influência na
paciente possibilitando a debelação da
evolução do tratamento.Os
infecção e melhorando o estado clínico,
medicamentos homeopáticos
sendo então eficaz. Porém, não impede
Pulsatillanigricans eMercuriusvivus
uma reinfecção, o que se constatou a
diminuíram os sinais clínicos da doença
importância do controle do vetor
respiratória dos gatos domésticos
criados em gatil. O tratamento
63
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

homeopático coletivo é viável, podendo HAHNEMANNIANO DO BRASIL. Rio de Ja-


neiro,2011.
ser indicado em condições
[2] SILVA, A. S. ET AL, 2007. Homeopatia na
semelhantes.[9]
terapia de animais de laboratório naturalmente
infectados por coccídeos. Estud. Biol. 2007
CONCLUSÃO
abr/jun;29(67):145-149. Santa Maria, RS, 2007.
Com base nos estudos utilizados para
.[3] MANGIANI, L. M. DE A. Homeopatia em
esse artigo pode- se analisar a
medicina veterinária. In: ROSENBAUM, P. (org.).
efetividade do uso da homeopatia. Nos Fundamentos de Homeopatia para Estudantes
casos clínicos abordados observamos de Medicina e de Ciências da Saúde. São Paulo:
efetividade em caso de aumento de Roca, 2002. cap. 41, p. 408-416.
[4]TORRO, A. R. Homeopatia veterinária:
imunidade, eliminação de parasito e
semiologia, matéria médica e psicossomática.
doença respiratória, mas demonstrou-se
São Paulo: Typus, 1999. 276p.
que o uso para diminuir a infestação por [5]BRASÍLIA VIRTUAL. Tudo sobre homeopatia
carrapatos não ouve mudança animal.
significativas. [6] FACULDADE FIO OURINHOS. Normatização
de trabalhos acadêmicos.
Observou-se que especialista em
[7] CARVALHO E SÁ, G. K. M. Homeopatia no
tratamento de animais possui grande
tratamento da Erliquiose canina: relato de caso.
interesse na terapia medicamentosa 2006. 81f. Monografia – Departamento de Ensino,
homeopática, por ser um método mais Instituto Hahnemanniano do Brasil, Rio de
saudável e barato. A homeopatia é o Janeiro, 2006.
[8]UCHOA, I.P.C. ET AL. 2009. Comparação
modo natural e alternativo que trata o
entre a ação terapêutica do bioterápico
doente como um todo para atingir a
deamblyomacajennense,
doença, diferente da alopatia que rhipicephalussanguineuseboophilusmicroplus12
tratamos apenas a doença em si, ou ch e fipronil em cães infestados naturalmente por
seja, é um método mais especifico, pois carrapatos. VI Congresso de iniciação científica
da Universidade Federal de Campina Grande.
analisa cada animal de acordo com sua
Patos-PB, 2009
necessidade de forma aprofundada.
[9] PEZZUOL, I.D., CHENCINSKI, Y. M.,
PUSTIGLIONE, M. Estudo Prospectivo das
Referências
Possibilidades da Homeopatia em condições

[1] MENEZES,M.J.R. Monografia: A Homeopatia Crônicas Coletivas. Homeopatia Brasileira, Rio

na promoção do Bem-Estar Animal. INSTITUTO de Janeiro, RJ, vol.3 n.2, p.364, 1997.
64
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

COMO AS PENAS DE UM PAVÃO .BIG 5 E A DISTRIBUIÇÃO GEOGRÁFICA NOS


ESTADOS UNIDOS DE INTERESSE EM ESTERÓIDES ANABOLIZANTES E
CIRURGIAS PLÁSTICAS (2004 – 2014)

Thiago Perez Bernardes de Moraes*, Flávia Elaine Pereira da Silva *, Katia dos Santos
Karas* e Terezinha Aparecida Guedes*

*Centro Universitário Campos de Andrade, Curitiba, Brasil


e-mail: thiagomoraessp@hotmail.com
Resumo: Neste trabalho propomos a and steroids steroids. Our results show
existência da influência dos traços de that the independent variable can explain
personalidade sobre o interesse dos Social Opening 22% distribution of
internautas Estadunidenses em relação interest in plastic surgery and 12% of
a indicadores de aptidões físicas. registered interest by steroids
Comparamos a distribuição dos traços Keywords: Plastic
de personalidade nos Estados Unidos e Surgery, Steroids, Big Five, Google
dados do Google Trends referente ao Trends.
interesse registrado durante 10 anos
(2004 e 2014) para os tópicos cirurgias INTRODUÇÃO
plásticas e esteroides anabolizantes. Em sociedades modernas e até em
Nossos resultados mostram que a tradicionais sociedades de caçadores e
variável independente Abertura Social
coletores, existem métodos específicos
consegue explicar 22% da distribuição
de interesse em cirurgias plásticas e 12% de ornamentação que tem como
do interesse registrado por finalidade aumentar a atratividade
anabolizantes. individual e ou cumprir com outras
Palavras-chave: Cirurgias plásticas, demandas sociais, como garantir
Anabolizantes, Big Five, Google Trends. acesso, por exemplo, a algum grupo
social. Esse fenômeno em alguma
Abstract: In this paper we propose the
medida se materializou em diversos tipos
existence of the influence of personality
traits on the interest of Internet users in de modificações corporais, como por
the U.S. relative to physical skills exemplo, tatuagens, cirurgias plásticas,
indicators. We compared the distribution rituais de escarnificação ou o uso de
of personality traits in the United States esteroides anabolizantes. Na psicologia
and data from Google Trends for the social essas práticas vêm sendo
interest registered during 10 years (2004 descritas como “epifenômenos” da lógica
and 2014) for the topics in plastic surgery
custosa dos Handicaps1 [1].

1 O Principio de handicap foi inicialmente como "desejável”, pois testam a qualidade gené-
proposto pelo biólogo Amotz Zahavi e em suma tica do individuo e quanto mais custosa for essa
prevê que a evolução trás aos seres formas con- indicação, mais confiança ela inspira. Podemos
fiáveis e custosas de indicar aptidão. Esse tipo elencar como exemplos e handicaps, as penas
de indicação de aptidão é percebido por poten-
ciais parceiros sexuais ou por outros indivíduos
65
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

Neste trabalho, pretende-se replicar o ficheiro “busca em saúde”, para


uma metodologia para estudar cluster de diminuir os ruídos da análise.
internautas e traços de personalidade O Google Trends é uma ferramenta
[1], mas inovar em dois pontos: (I) incluir que, como um motor de busca reversa,
outra ordem de handicap custosa nessa indica a distribuição temporal e
categoria (cirurgias plásticas); (II) geográfica de interesse registrado por
comparar os dados de distribuição determinado termo ou tópico, gerando
geografia, relativa à demanda por um score de 0 (zero) valor mínimo, até
handicaps, e traços de personalidade 100 (cem), valor máximo [3] [4].
(algo inédito na literatura).
Nesse diapasão, a pergunta que RESULTADOS
lastreia este trabalho é: nos Estrados Traçamos a seguir a estatística
Unidos, existe relação entre os traços de descritiva referente à distribuição de
personalidade e o padrão de buscas interesse nos estados Unidos (registrado
registradas no Google por esteroides no Google) pelos tópicos cirurgias
anabolizantes ou cirurgias plásticas? plásticas e esteroides anabolizantes, de
Nossa primeira hipótese é de que 2004 até 2014.
possivelmente o traço “abertura social” Tabela 1. Estatísticas descritivas
exerça uma pressão significativa no Cirurgias_Plás Anabolizante
sentido de elevar esta faixa de interesse, ticas s
se comparado a indivíduos com baixas
Média 77,52 2,25
pontuações.
Moda 77a 2
MATERIAIS E MÉTODOS
Modelo padrão 9,165 ,812
Neste trabalho utilizamos dados
Variância 84,000 ,660
advindos da pesquisa realizada sobre
Assimetria ,201 2,238
distribuição dos traços de personalidade
Erro de ,343 ,343
nos Estados Unidos [2] e também
assimetria
informações colhidas com o Google
padrão
Trends, sobre a média de distribuição
Amplitude 40 5
espacial (em um período de 10 anos,
Mínimo 60 1
2004 – 2014) do interesse registrado nas
Máximo 100 6
frequências do tipo Beta 2 cirurgias 25 70,50 2,00
plásticas e anabolizantes. Utilizamos Percenti
50 77,00 2,00
s
também como filtro do escopo de analise 75 84,75 2,75

do pavão, o canto dos rouxinóis ou formas de or- termo considerando este como um tópico. Ou
namentação humanas, como pinturas corporais seja, ele não considera só um termo especifico,
ou cortes de cabelo [1]. mas um conjunto de possibilidades correlates,
com base nas últimas buscas de cada IP [4].
2 As frequências do tipo Beta, diferentes
das frequências simples procuram determinado
66
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

a. Há várias modas. O menor valor é mostrado Neuroticismo -0,13030975 -0,117719827


Fonte: os autores.
0,377351343 0,425529641
Cirurgias_Plás 1 0,110765225
Alguns resultados aqui merecem ticas
0,453564218
destaque: (I) a média de interesse em Anabolizantes 0,110765225 1
cirurgias plásticas é 24 vezes mais 0,453564218
Média_handica ,981** 0,148757199
elevada do que o interesse registrado p_interesse
2,01587E-34 0,312935496
por anabolizantes. (II) apesar a imensa *. A correlação é significativa no nível 0,05 (2
extremidades).
diferença entre o escopo das variáveis, o **. A correlação é significativa no nível 0,01 (2
extremidades).
erro de assimetria é idêntico. (III) A Fonte: Os autores.

verificação dos valores mínimos e Os resultados mostram que: (II) existe


máximos não deixa dúvida de que em entre o traço abertura social e o interesse
todos os Estados elencados as cirurgias por cirurgias plásticas e por anabolizantes
plásticas são mais populares que os correlações positivas estatisticamente
esteroides anabolizantes. A seguir, significativas. (II) existe também uma
traçamos na tabela 2 um estudo de relação significativa negativa entre
correlação utilizando o índice de socialização e cirurgias plásticas. A seguir,
Pearson, compreendendo os cinco para melhor testar o efeito que o traço
grandes traços de personalidade abertura social exerce sobre a variável
mensurados nos Estados Unidos e a dependente interesse em handicaps,
distribuição de interesse em cirurgias traçamos duas regressões lineares, como
plásticas e anabolizantes. exposto na tabela 3.

Tabela 2. Correlação entre traços de Tabela 3. Regressões lineares


personalidade e interesse por Cirurgias Anabolizan-
handicaps Plásticas tes
Cirurgias_Plástic Anabolizante R quadrado 240 140
as s R Quadrado
Abertura_Soci ,490** ,375** Ajustado 224 122
al
0,000405783 0,008729678 Anova f 14,546 7,504
Conscienciosi 0,233250859 -0,119201877 Anova Sig 0 0,009
dade
0,110598932 0,419684516 T-student f 3,814 2,739
Extroversão 0,099872433 -0,081506944 T-Student sig 0 0,009
0,49942871 0,581819379 *variável independente “Abertura Social”.
Socialização Fonte: Os autores
-,300* -0,130423946
0,038507695 0,376929812
67
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

Os resultados da regressão mostram O terceiro ponto relevante é que,


existem possibilidades empíricas
que, quanto ao fato independente
relevantes, não só para a psicologia
distribuição do traço de personalidade social, ou para a epidemiologia, mas
para todas as outras ciências sociais que
abertura social e o interesse manifesto
envolvem o tratamento de Big Data.
nos handicaps podemos dizer que: (I)
Agradecimentos
responde a 22,4% do interesse por
Agradecemos a Uniandrade, pela
cirurgias plásticas. (II) explica 12,2% do oportunidade de realizar esta pesquisa,
em especial, a colaboração dos
interesse por esteroides anabolizantes.
membros do grupo de pesquisa Saúde e
Em ambos os casos o efeito é Qualidade de vida, linha de pesquisa
“Epidemiologia Digital”.
significativo, contudo, é praticamente
duas vezes mais relevante para explicar
Referências
o interesse por cirurgias plásticas. [1] Moraes, T. P. B. (2015). Una mente pu-
nitiva. Un estudio sobre la relación entre in-
terés por la punición y la pena de muerte en
los Estados Unidos, rasgos de personalidad
CONCLUSÃO
y preferencias sociales de 2004 a 2013.
Universidad Argentina John Fitzgerald Ken-
Nossa hipótese mostrou aderência, nedy, Buenos Aires.
vide que em ambos os casos, a variável
independente abertura social [2] Rentfrow, P. J. (2010). Statewide
demonstrou aderência para explicar a differences in personality: toward a
diferença quanto à distribuição de psychological geography of the United
interesse nos Estado Unida por cirurgias States. American Psychologist, 65(6), 548.
plásticas e esteroides anabolizantes.
Isso implica primeiramente que, [3] Moraes, T. P. B. (2014) Anabolizantes
possivelmente a variável personalidade, nas buscas da web. um estudo sobre o
interesse sazonal por esteroides
principalmente a proposta do Big 5, tem
anabolizantes no Brasil. Revista Jurídica
grande potencial empírico para o estudo Luso Brasileira, 1(1), 1979-2007.
de variáveis que envolvem a seleção
sexual, um dos temas centrais da [4] Moraes, T. P. B., & Santos, R. M. (2013).
psicologia social moderna, sobretudo no Os Protestos no Brasil: Um estudo sobre as
que diz respeito as delimitantes da busca pesquisas na web, e o caso da Primavera
por handicaps. Brasileira. Revista Internacional de
Sinaliza também que a proposta Investigación en Ciencias Sociales, 9(2),
metodológica apresentada é útil para 193-206.
explicar, possivelmente, uma gama
ainda maior de fenômenos sociais.
Contudo, como limitação, temos o fato
de que são escassos ainda dados sobre
a distribuição de personalidade em
outros países.
68
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

ESTUDO EPIDEMIOLÓGICO DA SÍNDROME DA IMUNODEFICIÊNCIA ADQUIRIDA


(AIDS): INFECÇÃO POR HIV

ROSA, F.C.*, POTRICH, F.B.**

*Graduanda do curso de Ciências Biológicas da Uniandrade, Curitiba, Brasil


** Professora titular do curso de Ciências Biológicas da Uniandrade, Curitiba, Brasil
E-mail: carinerosa2@gmail.com

Resumo: A Síndrome da ease caused by the HIV retrovirus. Cur-


Imunodeficiência Adquirida (AIDS) é rently, AIDS seems to have become for-
uma doença grave causada pelo gotten or neglected by many. This seems
retrovírus HIV. Atualmente a AIDS to be true since there has recently been
parece ter se tornado esquecida ou an increase in individuals infected with
negligenciada por muitos. Isso parece the virus. Given that it continues killing,
ser verdade visto que recentemente the work in progress aims to survey on
houve um aumento de indivíduos the epidemiology of the virus and raise
infectados com o vírus. Tendo em vista questions on the use of preventive prac-
que a mesma continua matando, o tices. For this was done through a litera-
trabalho em desenvolvimento visa fazer ture review of work published and availa-
um levantamento sobre a epidemiologia ble in databases such as Google
do vírus, bem como levantar Scholar, SciELO and Pubmed using the
questionamentos sobre a utilização das following key words: HIV, AIDS, HIV,
práticas preventivas. Para isso foi AIDS treatment. Scientific papers, theses
realizada uma revisão bibliográfica and dissertations recent (last 10 years)
através de trabalho publicados e were included in this study as the basis
disponíveis em bancos de dados, tais of content. The project itself is in approval
como Google acadêmico, SciELO e by the Ethics Committee, which is await-
Pubmed, utilizando as seguintes ing approval to make progress in the field
palavras chaves: HIV, AIDS, prevenção of research.
do HIV, tratamento da AIDS. Trabalhos
científicos, teses e dissertações recentes Keywords: HIV / AIDS, prevention.
(últimos 10 anos) foram incluídos neste
trabalho como base de conteúdo. O INTRODUÇÃO
projeto em si, encontra-se em aprovação
Desde o conhecimento de
pelo comitê de ética, onde aguarda-se a
aprovação para dar andamento na epidemia na década de 70, a AIDS,
pesquisa de campo.
destaca-se como sendo uma das
Palavras-chave: HIV/AIDS, prevenção doenças de maior preocupação de
saúde pública. Mesmo com o avanço no
Abstract: The Acquired Immune Defi-
ciency Syndrome (AIDS) is a serious dis- desenvolvimento de antiretrovirais, que
retardam o desenvolvimento do virús HIV
69
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

(HIV - do inglês Human 2013, cerca de 35 milhões de pessoas –


immunodeficiency virus), a AIDS incluindo adultos e crianças – estão
continua sendo a maior causa de infectados pelo (HIV) em todo mundo,
mortalidade entre homens e mulheres dos quais 1,6 milhão somente na
[1]. A transmissão pode ocorrer pelo América Latina [2]. No Brasil, de acordo
contato sexual sem proteção, contato com as estimativas do último boletim
com objetos perfuro cortantes epidemiológico em 2015 desenvolvido
contaminados, além da transmissão da pelo ministério da saude, destaca que
mãe para o filho, verticalmente [2]. desde a década de 80 até junho de 2015
Assim o objetivo deste trabalho é foram registrados no país cerca de
fazere um levantamento epidemiológico 798.366 casos de AIDS/HIV [3]. Estima-
do vírus HIV bem como questionar sobre se que a cada 14 segundos, um jovem
a utilização das práticas preventivas. entre 15 e 24 anos é infectado pelo HIV.
Nota-se que desde o início da epidemia
MATERIAIS E MÉTODOS de AIDS o Brasil apresenta o maior
Para desenvolver este trabalho foi re- número de casos da doença [4]. Na
alizada uma revisão bibliográfica, tendo figura 1, é possível observar as regiões
como base artigos publicados e disponí- brasileiras com maior concentração de
veis em bancos de dados, tais como, Go- portadores do vírus e da doença, vale
ogle acadêmico, SciELO e Pubmed. Arti- resaltar que dados são do periodo de
gos científicos, bem como, teses e dis- 2005-2015.
sertações, publicadas nos últimos 10
anos foram selecionados. Para isso os
seguintes descritores foram utilizados:
HIV, AIDS, prevenção do HIV, tratamento
da AIDS, diagnóstico, dados HIV/AIDS
no Brasil.

RESULTADOS
Segundo dados da Organização
Mundial de Saúde (OMS), no ano de
70
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

Figura 1. Distribuição e concentração dos casos


de aids, segundo município de residência. Brasil, No Paraná desde o primeiro caso
de 2005 a junho de 2015. FONTE:
MS/SVS/Departamento de DST, Aids e Hepatites do vírus em 1984 até o ano de 2015
Virais [3].
foram notificados cerca de 44.460 casos
de AIDS. A partir de 2012 é possível
No gráfico 1, até outubro de 2014 foram
observar que houve um declínio de
registrados 398.477 pacientes em
casos de AIDS (ou seja, pessoas
terapia antirretroviral no Brasil, um dado
portadoras da doença) e um aumento de
preocupante visto que, segundo o
pessoas portadoras do vírus HIV (ou seja,
boletim epidemiológico, cerca de
sem a manifestação da patologia). O ano
798.366 casos de AIDS/HIV foram
de 2008 apresentou maior número de
registrados, mas apenas a metade esta
casos da doença, e em 2014 foi
em tratamento, isso mostra que cerca de
registrado o maior número de indivíduos
50% da população soro positivo
infectados com o HIV. Em 2015 houve
desconhece a terapia, não procuram
um aumento de indivíduos infectados
tratamento adequado ou ainda possuem
entre 15 a 40 anos [5]. Esse último dado,
tabus com relação a sua doença e
especialmente é extremamente
opitam por não fazer o tratamento
preocupante e leva-nos a crer que há
adequado.
negligencia de medidas preventivas da

Gráfico 1. Número de pacientes em terapia população como um todo. Assim, uma


antirretroviral no Brasil, 1999-2014. outra etapa do trabalho será realizada,
no qual estudantes universitários serão
submetidos a um questionário sobre as
formas de transmissão e prevenção da
infecção, bem como sobre a utilização
das formas preventivas por essa classe
social.

CONCLUSÃO
Com base nos dados
Fonte: ministério da saúde. apresentados pode se concluir que
71
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

apesar do avanço do país em trazer [3] BRASIL. MINISTÉRIO DA SAÚDE.


Aids no Brasil. Departamento de DST,
medicamentos retrovirais para o
Aids e Hepatite Virais. Brasília: Ministério
tratamento de pacientes infectados, da Saúde, 2015.
parece haver um problema temporal com
[4] SILVA, SFR, PEREIRA MRP, NETO
relação a medidas preventivas da RM, PONTE MP, RIBEIRO IF, COSTA
TF et al. AIDS no Brasil uma epidemia
população contra a infecção. Essa
em transformação. Revist Brasilia anal
problemática pode ser devido a falta de clin, N.01, 2013.
acesso a informação da população e/ou
[5] BRASIL. MINISTÉRIO DA SAÚDE.
falta de campanhas preventivas em Boletim Epidemiológico - Aids e DST.
2015.
âmbito municipal, estadual ou federal.

Agradecimentos

Agradeço primeiramente a Deus pela


força, proteção e iluminação emanada
durante toda caminhada. Aos professo-
res do curso que foram tão importantes
no decorrer da vida acadêmica. Em es-
pecial à minha orientadora Francine Po-
trich, pela paciência, auxílio e incentivo
dado durante a construção desse traba-
lho.

Referências

[1] FURTADO, F.S.M.F; et al. 30 anos


depois: Representações Sociais acerca
da Aids e práticas sexuais de residentes
de cidades rurais. Revista da escola de
enfermagem USP, p. 75-77, 2015.

[2] GUERRA, P.P.C. revelação do


diagnostico, adesão e estresse em
jovens soropositivos para Hiv.
[DISSERTAÇÃO DE MESTRADO], 2008.
72
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

LEVANTAMENTO FLORÍSTICO DE MACRÓFITAS AQUÁTICAS DO ZOOLÓGICO DE


CURITIBA, PARANÁ, BRASIL
Caroline Rozenente, Filipe F. Horst, Suelen C. A. Silva Pereto, Daniela C. Imig
e-mail: carolinerozenente@yahoo.com.br

Resumo: O estudo foi realizado no along the banks of two ponds


Zoológico de Curitiba – Parque Regional surrounding the zoo, the processing of
do Iguaçu (PRI), localizado na região sul the material followed the methodology
used in flora survey. They have been
de Curitiba no Estado do Paraná/Brasil.
recorded so far 14 families, 22 genera
O Zoológico é um parque urbano com and 29 species. The species most
530 mil m², contendo uma região de dominate the aquatic environment
mata nativa, amplos recintos, ilhas e belong to Cyperaceae family, Poaceae
lagoas. Com a finalidade de conhecer a and Pontederiacea. Regarding the way
flora aquática do local, foi realizado um of life most are emerging.
levantamento florístico das macrófitas. A Keywords: macrophytes, floristic survey,
pond.
coleta foi realizada pelo método de
caminhamento ao longo das margens de
duas lagoas que circundam o zoológico INTRODUÇÃO
e o processamento do material seguiu a
metodologia utilizada em levantamento
de flora. Foram registrados até o O termo macrófitas é utilizado para
momento 29 espécies, distribuídas em descrever o conjunto de vegetais
22 gêneros e 14 famílias. As espécies
adaptados ao ambiente aquático [1]. As
que mais predominam o ambiente
aquático pertencem a família macrófitas aquáticas são plantas que
Cyperaceae, Poaceae e habitam desde brejos até ambientes
Pontederiaceae. Em relação a forma de verdadeiramente aquáticos [2]. São
vida a maioria são emergentes.
representadas por macroalgas, musgos,
Palavras-chave: macrófitas aquáticas,
levantamento florístico, lagoa. pteridófitas e angiospermas, originárias
do ambiente terrestre com adaptações
Abstract: The study was conducted in
Curitiba Zoo - Iguaçu Regional Park (PRI) para a vida na água [3].
located in the southern region of Curitiba
As macrófitas aquáticas apresentam
in Paraná State / Brazil. The Zoo is an
urban park with 530,000 m², containing uma amplitude quanto à forma de vida
an area of native forest, large enclosures,
podendo ser anfíbias, epífitas,
islands and lagoons. In order to meet the
water of the local flora, it carried out a emergentes, flutuantes livres,
floristic survey of macrophytes. The data
enraizadas com folhas flutuantes,
was collected by the traversal method
73
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

submersas livres ou submersas lagoas estão localizadas próximas a


enraizadas [4]. entrada do zoológico e foram distintas
O zoológico de Curitiba – PRI - PR, como lagoa 01 e lagoa 02.
abriga um ecossistema aquático bem A metodologia utilizada para coleta foi
diversificado, com abundância e riqueza por caminhamento ao longo das
de espécies. Porém a comunidade de margens das lagoas.
macrófitas aquáticas do parque nunca foi As plantas foram coletadas
alvo de estudos florísticos. Desta forma, manualmente, acondicionadas
este trabalho tem por objetivo realizar um individualmente em jornais, prensadas, e
levantamento florístico de macrófitas encaminhadas à estufa para secagem à
aquáticas em lagoas que circundam o 60ºC. Após secagem as macrófitas
Zoológico de Curitiba, com o intuito de foram identificadas de acordo com o
contribuir com o conhecimento sobre a enquadramento sistemático/taxonômico
flora aquática do local e oferecer para as famílias de angiospermas
subsídio para outros estudos. proposto por APG III (2009). Para a
identificação de gêneros e espécies
MATERIAIS E MÉTODOS foram utilizadas chaves taxonômicas
presentes em artigos científicos, o site
As coletas foram realizadas na região sul flora do Brasil e confirmação de dados
de Curitiba no bairro Boqueirão entre as pela especialista em macrófitas.
coordenadas, (25°33'38.78"S A determinação das formas biológicas de
49°14'7.64"W), do PRI- zoológico de vida seguiu a classificação convencional
Curitiba/PR. para plantas aquáticas, sendo elas:
Para o presente estudo, as macrófitas anfíbias, flutuantes livres, flutuantes fixas,
foram amostradas plantas aquáticas de submersas livres, submersas fixas,
duas lagoas (com tamanho e emergentes e epífitas [4]. As exsicatas
profundidade variáveis) que circundam o serão depositadas no herbário CTBA -
parque zoológico. A escolha das lagoas Armando Carlos Cervi, Do Centro
ocorreu pelo fato das mesmas serem de Universitário Campos de Andrade-
fácil acesso, e por apresentarem uma Uniandrade.
variabilidade de plantas aquáticas. As
74
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

RESULTADOS PARCIAIS montevidensis e Cyperus sp., são


comuns em ambientes com má
Foram registrados até o momento 29 qualidade de água [7].
espécies, distribuídas em 22 gêneros e Na Lagoa 02 é possível notar uma flora
14 famílias. As espécies que mais homogênea, com pouca diversidade de
predominam o ambiente aquático espécies. A Eichhornia crassipes é a
pertencem a família Cyperaceae, espécie de maior abundância na lagoa,
Poaceae e Pontederiaceae. Em relação pois, seu sistema radicular permite que a
a forma de vida a maioria são planta tenha uma alta taxa de absorção
emergentes. de nutrientes, produzindo grande
Entre as macrófitas coletadas duas quantidade de biomassa que acaba se
espécies (Salvinia auriculata e Azolla decompondo [8].
filiculoides) são representantes da Espécies como a Pistia stratiotes
família Salviniaceae, pertencem às encontrada em abundância na lagoa 01
Pteridófitas, e as demais às e Eichhornia crassipes são utilizadas
Angiospermas. como bioindicadoras dos níveis de
As famílias Cyperaceae e Poaceae têm poluição do meio, principalmente por
sido classificadas como plantas possuírem uma grande taxa de
daninhas, pois apresentam fácil crescimento e uma excelente
adaptação ao ambiente [5]. capacidade de absorver e concentrar
As famílias de Pontederiaceae, poluentes metálicos em sistemas
Juncaceae e Salvinaceae são típicas de aquáticos [9]. Por sua vez, a Pistia
banhados [6]. stratiotes, possui propagação fácil e
O corpo hídrico com maior riqueza de rápida, se desenvolve de forma
espécies é a lagoa 01, pois apresenta 25 agressiva em água poluída,
espécies diferentes distribuídas em sua apresentando grande capacidade
extensão, desta forma abriga uma flora despoluidora de água e esgoto. Esta
heterogênea. Espécies presentes na espécie é considerada infestante em
lagoa 01 como a Salvinia auriculata, lagos e reservatórios, podendo cobrir
Ecchinodorus grandiflorus, Polygonum áreas extensas, causando uma série de
sp., Pistia stratiotes, Sagittaria problemas [10].
75
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

Macrófitas aquáticas e perifíton: aspectos


ecológicos e metodológicos. Rima, São Carlos.
CONCLUSÃO
[2] Esteves, F.A. 1998. Fundamentos de
limnologia. Interciência/FINEP, Rio de Janeiro.
Com este trabalho foi possível [3] Scremin-Dias, 1999. Nos jardins submersos
catalogar 29 espécies, distribuídas em da Bodoquena: guia para identificação de plantas
22 gêneros e 14 famílias. aquáticas de Bonito e região.
[4] Pedralli, G. 1990. Macrófitos aquáticos.
A lagoa 01 apresenta maior riqueza em
Técnicas e métodos de estudos. Estudos de
espécies, já a lagoa 02 há pouca riqueza
biologia.
de espécies e grande abundância de [5] LorenzI, H. 2000. Plantas daninhas do Brasil:
Eichhornia crassipes, devido à grande terrestres, aquáticas, parasitas e tóxicas. 3ª
capacidade que está espécie têm em edição. São Paulo: Instituto Plantarum, 608p.
[6] Lisboa, F. de F. & Gastral JR, C.V. de S. 2003.
absorver os nutrientes e utilizar em seu
Levantamento da vegetação costeira da região
desenvolvimento.
urbana do município de Guaíba, RS/Brasil.
A forma vida predominante é emergente. Revista da FZVA Uruguaiana 10: (1) 63-72.
[7] Pedralli, G., Thomaz, S; Bini, L. Macrófitas
AGRADECIEMNTOS aquáticas como bioindicadores da qualidade de
água: alternativa para usos múltiplos de
reservatórios. 1ª Ed., Maringá PR, Editora
Agradeço em especial à Professora Msc.
EDUEM, 2003, p. 171-188.
Daniela Cristina Imig, por toda a [8] Barko, J.W. & Smart, R. Mobilization of
orientação e atenção. À Msc Suelen C. sediment P by submerged freshwater
A. Silva Pereto por auxiliar na coleta e na macrophytes. e. Freshwater Biolology, v. 10, p.
229–238, 1908.
identificação das espécies.
[9] Bettinelli, M.; Perotti, M.; Spezia, S.; Baffi, C.
A Cristina Padilha e ao Filipe
The role of analytical methods for the
Fernandes Horst pelo auxílio aos determination of trace elements in environmental
trabalhos de campo e laboratório. Ao biomonitors. Microchemical Journal, v. 73, p. 131-
zoológico de Curitiba por permitir a 152, 2002.
[10] Pompêo, M. L. M. Macrófitas: as plantas
coleta de materiais e dados.
aquáticas da Guarapiranga e a qualidade da
nossa água. In: _. Revista do Projeto Yporã:
REFERÊNCIAS Proliferação de plantas aquáticas na represa do
Guarapiranga, São Paulo-SP, v. Janfer Editora e
[1] Pompêo, M.L.M. & Moschini -Carlos, V. 2003. Gráfica LTDA,2008. 37p.
76
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

PERCEPÇÃO AMBIENTAL E EDUCAÇÃO AMBIENTAL:


UM ESTUDO SOBRE SUAS RELAÇÕES

CIT, A.L.*, MALFATTI, D.D.*, MONTEIRO, D.E.**, GOULART, A**, IMIG, D.C.**

*Graduandos do curso de Ciências biológicas da Uniandrade, Curitiba, Brasil.


** Professor titular do curso de Ciências Biológicas da Uniandrade, Curitiba, Brasil.
E-mail: ander_cit21@hotmail.com

Resumo: Os seres humanos, embora hearing, touch and taste, sources that
sejam inteligentes e racionais, serve as guides for each action. Through
respondem apoiando-se a sensações e the insights it can be concluded that the
space which socializes, is not simply an
observações baseados nos julgamentos
external element, but a dimension of
proporcionados pela visão, olfato, interaction with it. As environmental
audição, tato e paladar, sentidos que education a process in which should
servem como guias para cada ação. Por occur the development of concern for the
meio das percepções é possível concluir environment, based on a complete and
que o espaço ao qual socializa, não é sensitive compreendimento of man's
simplesmente um elemento exterior, relationship with the environment around
you, we construct such a project as an
mas uma dimensão da interação com
awareness, promoting understanding of
ele. Sendo a educação ambiental um the consequences of their actions and
processo no qual deve ocorrer o the existing connectivity in diverse
desenvolvimento de preocupação com o ecosystems, may be the key to a
meio ambiente, baseando-se em um responsible and caring attitude towards
completo e sensível compreendimento the environment they live in.
das relações do homem com o ambiente Keywords: Environment, Perception,
sense.
á sua volta, arquitetamos tal projeto
como uma tomada de consciência,
promovendo o entendimento sobre as INTRODUÇÃO
consequências de seus atos e a Nós raramente paramos para analisar as
conectividade existente nos diversos sensações que nos chegam e como as
ecossistemas, podendo ser a chave para interpretamos. Sabemos apenas que
enxergamos, ouvimos e respondemos a
uma atitude responsável e solidária para
situações em contextos significativos [1].
com o meio em que vive. Costumamos organizar coisas em nossa
Palavras-chave: Meio Ambiente, mente a partir de uma forma, uma figura,
Percepção, sentidos. uma melodia, ou uma cena que estrutura
o todo significativo. A percepção é o
Abstract: Humans, though intelligent conjunto de processos psicológicos
and rational, responsive support to pelos quais as pessoas reconhecem,
sensations and observations based on organizam, sintetizam e conferem
judgments provided by sight, smell, significação às sensações recebidas por
77
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

meio dos estímulos ambientais captados artificiais, e analisar a reação que


pelos órgãos dos sentidos [2]. As proporcionará. Entre essa passagem,
sensações é que nos dão as qualidades, um de nossos colaboradores comentara
as impressões dos objetos e sobre resíduos jogados na natureza, não
consequentemente os significados e recebendo o devido tratamento,
valores atribuídos por nós. Esses problemas causados e o tempo que
sentidos permitem-nos formar ideias, levam pra degradar. Uma segunda
imagens e compreender o mundo que bancada foi colocada, para que o publico
nos rodeia. de olhos vendados, estimulassem o tato
Ao entrar em contato com o meio e o olfato. No final dessa trilha, colocou-
ambiente, as pessoas fazem uso dos se a prova do olfato e o paladar,
cinco sentidos em um processo utilizando recursos como frutas para a
associado com os mecanismos degustação e plantas que possuam
cognitivos, cada indivíduo percebe, algum odor e promover a sensibilização,
reage e responde diferentemente frente bem como o desenvolvimento do
às ações sobre o meio. As respostas são sistema de percepção e compreensão do
resultado das percepções, julgamentos e ambiente, sendo organizado (fig. 01).
expectativas [2]. O objetivo é analisar as Figura 01

formas com que os visitantes da sala da


biologia durante a semana acadêmica da
biologia e da feira de profissões se
misturam com o mundo e se relacionam
com os problemas, atentando em
construir uma discursividade autêntica
que dê conta de exprimir seus modos de
viver.
Fonte: Autores
MATERIAIS E MÉTODOS
Tivemos como base artigos relacionados Como método de analisar essas
ao conteúdo e três passos nortearam sensações aplicamos um pequeno
este projeto: questionário ao qual era entregue ao
- Primeiro passo: Seleção de uma sala final da trilha permitindo gerar resultados
para arquitetar todo o procedimento de que serão discutidos a seguir.
percepções e resultados.
- Segundo passo: A preparação do local RESULTADOS
e como trabalharmos os cinco sentidos. A pesquisa e aplicação de questionário
Construímos colunas que lembrassem deu-se nos dias 30, 31, 01 de Outubro e
árvores para divisão da sala, montando de 03 de Setembro de 2016, contamos
uma trilha Nas paredes foram dispostas com a participação de 99 pessoas.
vegetações artificiais, para deixar o mais
próximo de uma floresta (fig. 01).
- Terceiro passo: Disposição dos itens:
Utilizamos caixas de som, com sons da
floresta, para trabalhar com a audição do
público, e proporcionar uma sensação
agradável. Na outra extremidade da sala,
recriamos um pequeno lago, com peixes
78
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

Sentido mais •há estudo muito superficial detectável


no campo da educação ambiental, no
importante uso desses conceitos e fundamentos ad-
(em contato com a natureza) vindos de outras áreas de conhecimento.
O desafio de lidar com este momento de
2% 5%
23% buscas de elucidações motivou o
A)Tato
B)Olfato interesse do grupo ideializador a propos
12%
C)Visão a dinamica, na busca de respostas de
58%
D)Paladar como os indivíduos, com quais
trabalharemos, suas fontes de satisfação
Gráfico 01. Fonte: Autores
e insatisfação, sendo de fundamental
Como resultado parcial destacou que
importância, pois só assim, conhecendo
58% do público participante da pesquisa,
a cada um, será possível a realização de
afirma que a visão é o sentido de maior
um trabalho com bases locais, partindo
importância, 86% afirmam interesse a te-
da realidade do público alvo. A relação
mas relacionados ao meio ambiente
da visão com cinco sentidos tradicionais,
como mostra o gráfico (Gráf. 01 e 02).
o homem depende mais
Interesse relacionado ao conscientemente da visão do que aos
meio ambiente demais sentidos para possuir uma
A) Muito melhor forma de perceber o mundo e
12% 2% interesse tudo mais ao seu redor, dessa forma na
B)Razoavelment trajetória da aplicação de nossa
e interessado pesquisa haverá inúmeros objetos,
86% C)Pouco figuras e plantas que agucem esse
interessado
sentido. Podemos definir que o homem,
D)Nenhum
devido a essa circunstancia, lhe faz ser
Interesse
um animal visual. Concluímos que os
Gráfico 02. Fonte: Autores. sentidos são partes necessárias e
fundamentais no processo de percepção
A temático desse trabalho é também di- dos indivíduos e das suas sensações
verso: construção social da imagem; re- relacionadas ao Meio Ambiente, ao seu
presentação; significados do contato habitat. Não podemos nos esquecer de
com a natureza; percepção ambiental na associar a esses sentidos, os estudos
formação e atividades em trilhas. O dos processos mentais e os processos
grupo idealizador concorda com a ideia cognitivos existentes em cada pessoa,
previamente apresentada pelo texto ge- pois possuem diferentes culturas,
rador, segundo a qual: valores e até mesmo limites fisiológicos
•há uma determinada complexidade na ou biológicos, para assim
natureza do fenômeno, o que gera uma compreendermos essa inter-relação
demanda teórica de outras áreas do co- entre homem X natureza X percepção
nhecimento; [5].
•essa complexidade se revela no surgi-
mento de vários conceitos articuladores CONCLUSÃO
quando se busca evidenciar como se dá A Educação Ambiental aliada à
a percepção; Percepção Ambiental devem ter como
objetivo, a transmissão de
79
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

conhecimentos e a compreensão dos [5] GUIMARÃES, M. A dimensão ambi-


problemas ambientais e ental na educação. Campinas: Papirus,
consequentemente provocar uma maior 1995
sensibilização das pessoas a respeito da
preservação dos recursos naturais, o
estudo da percepção ambiental é de
fundamental importância para que
possamos compreender melhor as inter-
relações entre o homem e o ambiente,
suas expectativas, satisfações e
insatisfações, julgamentos e condutas.
Cada indivíduo percebe, reage e
responde diferentemente frente às ações
sobre o meio. Embora nem todas as
manifestações psicológicas sejam
evidentes, são constantes, e afetam
nossa conduta, na maioria das vezes,
inconscientemente.

Agradecimentos
Agradeço a cada envolvido, a cada um
que participou e a cada um que
acreditou, pois sem eles esse projeto
seria apenas mais um. Obrigado aos
professores, aos colaboradores da
Uniandrade, e a cada funcionário, pois
fazem parte deste projeto.

Referências
[1] TUAN, Yi-Fu. Topo filia: um estudo da
percepção, atitudes e valores do meio
ambiente. São Paulo: Difel, 1980.
[2] Sandra Faggionato situado no site:
http://educar.sc.usp.br
Disponível em
http://ambientes.ambientebrasil.com.br/
educacao/artigos/percepcao_ambiental.
html.
[3] DEL RIO, Vicente; OLIVEIRA, Lívia.
Percepção ambiental: a experiência
brasileira. 2. ed. São Paulo: Studio Nobel,
1999.
[4] DIAS, G. F. Educação Ambiental:
Princípios e Práticas. 6 ed. São Paulo:
Gaia, 2000.
80
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

LIXO ORGANICO, COMPOSTEIRA E PRODUÇÃO ORGANICA DE HORTALIÇAS


SOBRE UM PONTO DE VISTA MULTIDICIPLINAR.

K. . KUJASKI*, D. IMIG**
*Graduandos do curso de Ciências biológicas da Uniandrade, Curitiba, Brasil.
** Professor titular do curso de Ciências Biológicas da Uniandrade, Curitiba, Brasil.
E-mail: Kellenkujaski@hotmil.com

Resumo: transforms material into compound when


No decorrer dos anos, a implementação added with the decomposers (bacteria
de composteira tornou-se mais presente and fungi). The objective of this work is to
no cotidiano das escolas, afim de ser build a composting inside a school
uma alternativa para o descarte de environment. It aim the preparation and
residuos orgânicos gerados. A awareness concerning the
composteira é um local designado para environmental\ecological theme for the
armazenar materiais orgânicos, que proposal of making them prepared critical
somados com os civilians for exercising better sustainable
decompositores(bactérias e fungos) activities during the adulthood, providing
transformam o material em composto. multidisciplinary and experience in
O objetivo deste trabalho é a construção integrating activities related to
de uma composteira no ambito escolar, reutilization of organic waste in land-use.
visa a preparação e conscientizaração a Keywords: composting, schools
respeito da temática ambiental/ecológica multidisciplinary, organic waste,
tornando os alunos cidadãos mais awareness.
críticos e preparados para exercer
melhores ativididades sustentáveis na
fase adulta,proporcionando INTRODUÇÃO
multidisciplinaridade e vivência em Composteira é um local designado para
atividade integradoras relacionadas ao
uso do solo para aproveitar resíduos armazenar materiais orgânicos, que
orgânicos. somados com os decompositores que
Palavras-chave: composteira, escola, são as bactérias e fungos,
multidisciplinariedade, lixo orgânico, transformando o material em composto
conscientizaração.
[1]..
Abstract O processo de compostagem tem sido
In the years, the implementation of
composting in schools became more uma das melhores alternativas a serem
present in the daily life in order to be an adotadas, pois nesta, há um destino
alternative for disposal of organic waste.
The composting it’s a place designed for adequado para o material descartado [2].
organic material storage, which O composto produzido através da
81
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

compostagem serve de substrato para o proliferação de insetos e roedores pode


plantio de hortaliças, ervas medicinais e ser um problema para o ambiente [6].
jardins, trazendo inúmeros benefícios Portanto, neste trabalho optou-se pela
para o meio ambiente e para a saúde técnica de composteira direto no solo,
humana. Em um ambiente escolar, pode devido ao baixo custeio e pelo método
servir como um local de inspiração e não ocasionar maus cheiros, assim os
apreciação, experimentação e alunos são capazes de realizar em suas
brincadeira para os educandos e de próprias casas.
permitir repetidas experiências, a horta
agrega um valor emocional para os seus MATERIAIS E MÉTODOS
visitantes, o que é uma condição A composteira foi construída em Junho
essencial tanto para a aprendizagem de de 2016 na escola Francisco Sobrinho
conteúdos curriculares quanto para o em Tijucas do sul, no estado do Paraná.
desenvolvimento de projetos de Foi utilizado o espaço do pátio escolar,
educação ambiental [3]. onde foi aberto um buraco com o formato
O projeto de horta, indiretamente, pode retangular de aproximadamente 50 cm
também favorecer a promoção de uma de profundidade, 100 cm de largura e
dieta alimentar mais saudável aos 200 cm de comprimento.
estudantes e à comunidade do entorno Foram pesados e colocados diariamente
[4]. na composteira os resíduos orgânicos
Compoteiras em colégios são boas que eram gerados na cozinha da escola,
ferramentas para estudar o lixo, sua e então enterrados afim de evitar o mau
separação, decomposição, educação cheiro. No momento da pesagem o lixo
ambiental, relacionando temas da era separado e manuseado com o auxílio
ecologia e desenvolvimento sustentável, dos alunos, os mesmos acompanharam
ciências, matemática, geografia, o processo de decomposição e formação
envolvendo a multidisciplinaridade e o do composto resultante durante os dias
incentivo ao uso e a produção de seguintes.
alimentos orgânicos [5]. Construiu-se uma horta orgânica no
Quando a compostagem é feita de forma pátio escolar. Quando pronto, o
inadequada, o mau cheiro e a composto foi retirado da composteira e
82
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

utilizado nos canteiros. Foram plantadas montaram uma cartilha explicativa sobre
hortaliças, legumes e temperos de o “passo a passo” de como se construir
diversas famílias botânicas, além de o uma mini composteira e uma horta. Ao
composto ter sido utilizado em vasos de termino será elaborado um folder com
flores, em árvores e arbustos. uma fusão de todas as cartilhas, que
Participaram alunos do 4º ano do então vão ser distribuídas para o
período da manhã, que possuem a restante da escola e para comunidade.
disciplina de ciências no currículo,
visando à preparação e conscientização RESULTADOS
a respeito da temática Os resultados parciais obtidos foram os
ambiental/ecológica que os mesmos seguintes: no primeiro dia de coleta dos
tanto necessitarão na fase adulta. Após resíduos orgânicos obteve-se 10 kg de
início do processo de compostagem, os resíduo orgânico, e 20 kg de terra, no se-
resíduos foram pesados diariamente, gundo dia 15 kg de resíduo e 30 kg de
consequentemente, a terra de cobertura terra, no terceiro 16 kg de resíduo orgâ-
destes resíduos também foi pesada. Foi nico e 32 kg de terra, no quarto 12 kg de
feito um cálculo junto a professora de resíduo e 24 kg de terra, no quinto e úl-
matemática da escola que para cada 1 timo dia de coleta 36 kg de resíduo e 72
kg de resíduo orgânico, houve kg de terra, totalizando em média 89 kg
necessidade de 2 kg de terra para cobrir de resíduo por semana, 356 kg mês e
os resíduos. 3.560 kg anual. Enquanto a quantidade
Foi realizada a estimativa do quanto de de terra por semana, mês e ano foi de
resíduos a escola gera em uma semana, 178 kg, 718 kg e 7120 kg conseguinte-
um mês e em um ano, considerando mente. O composto gerado pela soma da
apenas os meses letivos. Através da sobra de resíduos e da terra de cobertura
soma entre o peso dos resíduos foi de cerca de 222 kg semanais, 897 kg
orgânicos gerados e da terra utilizada mensais e 8900 kg anuais. Com o com-
para cobrir a composteira semanalmente, posto devidamente pesado, pode-se ob-
se obteve a quantidade em Quilogramas servar uma diminuição de até cerca de
(kg) do composto produzido. 50% da massa de resíduos orgânicos se-
Ao final de todo o processo os alunos manais.
83
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

Os alimentos ofertados pela escola fia (Especialização em Gestão de recursos Natu-


rais)- Universidade do Extremo sul Catarinense,
influenciam diretamente nos dados
Criciúma.
obtidos, o que significa que dependendo
[3] Lima, E. Loureiro, D.C. Aquinio, A.M. Zonta,
da dieta ofertada esses valores podem E. Compostagem e vermicompostagem de
ser variáveis. resíduos domiciliares com esterco bovino para a
produção de insumo orgânico. Pesq. Agropec.
Bras.,2007.
CONCLUSÃO
[4] Caldeira, A. D;Carvalho, D. C; Arenaza, D. E.
Os alunos se envolveram diretamente no
M; Silveira, E; Pinto, F. M; Salgado, G. N; Later-
projeto e isto será muito importante para man, I; Bortolotto, N; Peres, P. M. S; Gonçalves,
a vida acadêmica dos mesmos. R. M. Cultura e educação na escola de tempo in-
Entretanto, há necessidade de uma tegral. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
Secretaria de Educação Continuada, Alfabetiza-
metodologia voltada a tabulação dos
ção e Diversidade
dados em forma de provas que possam
Programa Mais Educação., Universidade Federal
medir o conhecimento adquirido pelos de Santa Catarina -Florianópolis.,2010
estudantes durante o projeto, o que não [5] COSTA, A. P. da; SILVA, W. C. M. A Impor-
ocorreu neste estudo, portanto não se tância da Compostagem em Aulas Práticas de
Ciências Naturais E Geografia na Escola Munici-
pode afirmar com precisão qual foi a
pal Maria Cândido de Oliveira em Cachoeira dos
melhora do ponto de vista
Índios – PB. In 63ª Reunião Anual da SBPC,
multidisciplinar. 2011.
[6] SALVARO, E; BALDIN, S; COSTA, M. M; LO-
Agradecimentos RENZI, E. S; VIANA, E; PEREIRA, E. B; Avalia-
ção de cinco tipos de minicomposteiras para do-
Agradeço a todos os envolvidos na
micílios do bairro pinheiro da cidade de crici-
realização deste trabalho.
úma/SC. Universidade do Extremo Sul Catari-
nense – UNESC Mestrado em Ciências Ambien-
Referências tais - Núcleo de Pesquisa em Resíduos Sólidos –
[1] FERNANDES, F., SILVA,S.M.C.P. Manual NRESOL. Com Scientia, Curitiba, PR, v. 3, n. 3,
Prático para a Compostagem de Biossólidos, Rio jan./jun. 2007.
de Janeiro, ABES, 1999.
[2] MARAGNO, E.S. O uso da serragem em sis-
tema de minicompostagem. 2005. 87f. Monogra-
84
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

A IMPORTÃNCIA DA HISTÓRIA E FILOSOFIA DA CIÊNCIA NO ENSINO DE


CIÊNCIAS BIOLÓGICAS

Gavinho, B*; Vieira, R.C**, Ross, B.J.**.

*Docente da Universidade Campos de Andrade, Curitiba, Brasil


** Acadêmicos da Universidade Campos de Andrade, Curitiba, Brasil
e-mail: bgavinho@hotmail.com

Resumo: A história é um processo que review on the importance of History of


nos permite compreender os fenômenos Science in Education in the biological
que constituem e definem a nossa sciences.
realidade. Nos últimos anos, educadores Keywords: History of Science;
vem defendendo a aplicação de uma Elementary Education; Higher
área específica da história no ensino de Education.
ciências e biologia, a História e Filosofia
da Ciência. Algumas instituições de INTRODUÇÃO
formação de professores da educação
básica e cursos de pós-graduação Pesquisas na área da educação do
trazem esta área nas suas grades
Ensino de Ciências indicam que o uso da
curriculares, com resultados
satisfatórios. No entanto, notemos um História da Ciência consiste num dos
tímido emprego da História da Ciência na
possíveis caminhos para a melhoria do
Educação Básica e Superior. O presente
trabalho é uma revisão bibliográfica ensino de ciências [1]. O objetivo de
sobre a importância da História da
formar “futuros cientistas” (revelar
Ciência no Ensino das ciências
biológicas, na Educação Básica e talentos ou despertar vocações),
Superior.
perseguido durante décadas pelo ensino
Palavras-chave: História da Ciência;
Educação Básica; Educação Superior. escolar das ciências, passa agora para o
de formar cidadãos capazes de
Abstract: History is a process that allows
us to understand the phenomena that estabelecer uma relação crítica com a
constitute and define our reality. In recent
ciência e a tecnologia, mas também
years, teachers recognizes the
importance of a specific area of history in conhecedores da História da Ciência [2].
the teaching of science and biology,
O estudo da história de um campo é a
History and Philosophy of Science. Some
institutions of basic education and melhor forma de adquirir um
postgraduate courses bring this area into
conhecimento dos seus conceitos.
their curricula, with satisfactory results.
However, there is a limited use of the Somente percorrendo o árduo caminho
History of Science in Basic Education
da elaboração desses conceitos –
and graduation. This study is a literature
85
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

capacitando-se dos antigos postulados Ciência”, “História da Saúde”, “Ensino de


falsos, que tiveram que ser refutados um Ciências”, “Ensino de Biologia”, sem
a um, em outras palavras, conhecendo critérios de exclusão.
todos os erros do passado – pode-se ter
RESULTADOS
a esperança de alcançar realmente um
conhecimento completo e sadio [3]. As A interseção entre a história da ciência e
ciências pertencentes à biologia a própria técnica, com destaque para
possuem uma ligação mais forte à seus grandes momentos e personagens,
explicita a real aplicação da ciência na
história do que as ciências da física. Na vida em sociedade. É possível perceber
biologia, é necessário compreender o como os fenômenos científicos se
passado para entender o presente. constroem [5]. Professores que
ministram a disciplina História e Filosofia
Assim como ainda não há um curso
da Ciência o fazem pelo interesse
preditivo e definitivo da história, não há pessoal, não possuindo formação
um curso preditivo e definitivo em específica para a área. As atividades
propostas na disciplina, varia entre os
qualquer teoria biológica [4]. É evidente
professores: visitas a museus, uso de
a necessidade de introduzirmos os filmes, teatros, leituras pré-selecionadas.
alunos de Ciências e Biologia não É necessário criar uma metodologia mais
aprofundada para oferecer a História da
somente ao método científico, como
Ciência, considerando os aspectos
também aos processos históricos e pedagógicos na utilização dos
sociais que contribuíram para a conteúdos [6].
elaboração de teorias científicas. A aplicação da história das ciências não
somente melhora a aprendizagem das
ciências, mas beneficia a compreensão
MATERIAIS E MÉTODOS sobre a natureza delas. A história da
ciência pode, nesse sentido, estimular o
O presente trabalho traz um interesse dos alunos e promover o
levantamento bibliográfico, utilizando desenvolvimento de uma atitude positiva
artigos científicos relacionados à para as ciências, o que, em última
análise, pode contribuir para diminuir a
importância da História da Ciência para
distância entre cientistas e não-cientistas
o Ensino de Ciências e Biologia. Para a [2]. A história da ciência, como muitas
realização do trabalho pesquisaram-se vezes foi afirmado, é particularmente
adequada como uma primeira introdução
artigos com a terminologia “História da
à ciência. Ela ajuda a cobrir a distância
86
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

entre “crenças gerais” e as atuais disciplina implementada no currículo de


descobertas científicas, uma vez que Medicina, intitulada História da Saúde,
mostra de que maneira e por quais conta com visitas educativas por sítios
razões a ciência avançou além das previamente selecionados, como ao
crenças do folclore [3]. Palácio de Las Aguas Corrientes,
A Educação em Saúde foi implantada cenário de epidemias do século XIX,
como eixo transversal nos Parâmetros como cólera, tifo e febre amarela.
Curriculares Nacionais. Não existe uma Acredita-se que a matéria trará uma
análise pertinente de quem deve ser o valorização da democracia, uma
papel de lecionar o tema Saúde no inclusão de populações historicamente
ensino fundamental embora o professor marginalizadas, além do fortalecimento
de ciências seja o profissional que atue da identidade regional [9]. Muitas
atualmente[7]. Foi realizada uma análise populações questionam a importância do
de diferentes abordagens pedagógicas ensino de saúde, porque confundem o
do tema “Saúde” nos materiais didáticos significado de conhecimento com o de
desde 2010, para a Educação Básica. informação. Problemas, como o ensino
Concluiu-se que os livros tendem a de doenças ou parasitas, não
abordar o tema a partir de uma necessariamente devem se basear em
perspectiva que enfatiza e reduz a saúde ciclos ou sinais clínicos especificamente,
a seus aspectos biológicos, atribuindo mas envolver um contexto mais amplo
pouca relevância aos seus [7]. Em ciência não se aprende apenas
determinantes sociais, e que tem como com os erros próprios, mas também com
foco o indivíduo e seu conjunto de a história dos erros dos outros[3].
comportamentos e hábitos. A Museus de ciência e tecnologia possuem
apresentação do material desta maneira um papel inestimável, por preservarem
reduz a possível contextualização e as artefatos importantes, e por contribuírem
discussões sobre o tema na sala de aula com a difusão de princípios científicos,
[8]. Tais abordagens também são induzindo jovens às carreiras pertinentes
benéficas no Ensino Superior. A a essas áreas. Ainda, os museus e
importância de mostrar a história da centros de ciência minimizam o
saúde ao lecionar o tema “Cólera”, analfabetismo científico, e tornam o
utilizando uma ilustração histórica como sujeito um agente ativo da aprendizagem
recurso pedagógico, e enfatizando [5]. Muitas consequências histórias
fatores políticos e sanitários necessários dependeram de fatores biológicos para
do período histórico, como para evitar a ocorrerem, como a conquista de
doença na expansão marítima comercial, civilizações ameríndias por europeus
foi bem aceita por alunos dos cursos de conquistadores: varíola, influenza, peste
saúde [9]. O surgimento das doenças é bubônica e outras doenças tiveram um
influenciado também pelas condições papel fundamental, porque foram
históricas, geográficas e sociais. A transmitidas por invasores com
87
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

considerável imunidade, para nativos de Ciências. Ciência & Educação, v. 10, n. 3,


que não desenvolveram imunidade para p. 317-331, 2004.
3. Mayr, E.E. O desenvolvimento do
a doença. Isto pode ser evidenciado pela pensamento biológico. Editora UNB, 1ª
contribuição da epidemia de varíola em edição, 1998. ISBN: 8523003754.
dizimar os astecas nas invasões 4. Sagan, C. Cosmos. Editora Ballantine
hispânicas no século XVI[10]. Books, 1ª edição, 2013. ISBN: 0345539435.
5. Valente, M.E.; Cazelli, S.; Alvez, F. Muse-
A demonstração histórica da substituição ums, Science, and education: new chal-
gradual dessas crenças pré-científicas, lenges.
ou primitivamente científicas, por teorias História, Ciência Saúde – Manguinhos vol 12
científicas e conceitos mais bem (supplement),p.183-203, 2005.
6. Pereira, G.J.S.A.; Martins, A.F.P. História
fundamentados ajuda grandemente a e Filosofia da Ciência nos currículos dos
explicar a estrutura atual das teorias cursos de Licenciatura em Física e Química
biológicas [3]. da UFRN. VII Encontro Nacional de
Pesquisa em Educação em Ciências.
CONCLUSÃO Florianópolis, 2009.
7. Mohr, A.; A natureza da educação em
A História da Ciência possui grande saúde no ensino fundamental e os
professores de ciências. Universidade
importância no processo de ensino das Federal de Santa Catarina, 2002.
áreas biológicas na Educação Básica e 8. Monteiro, P.H.N; Bizzo, N. Hábitos,
Atitudes e Ameaças: a Saúde nos livros
Superior. Constrói valores, e permite ao didáticos brasileiros. Cadernos de Pesquisa,
aluno a autonomia de ser agente do seu v.44 n.151 p.132-154, 2014.
9. Sacchetti, L.; Belardo, M.B. Historia de la
próprio aprendizado, compreendendo salud argentina y latinoamericana: uma
fatores históricos e sociais que moldaram experiência inovadora em la carrera de
Medicina. Comunicação, Saúde, Educação,
importantes eventos científicos. O uso da v.19, n.55, p.1243-52, 2015.
História e Filosofia das Ciências deve ser 10. Diamond, J. Guns, Germs and Steel: The
Fates of Human Societies. W.W. Norton &
utilizada como mais uma estratégia para a Company, 1ª edição, 1999. ISBN-10:
0393317552.
construção de cidadãos autônomos e
conscientes da importância da educação na
sociedade.

REFERENCIAS

1. Bastos, F. História da Ciência e pesquisa


em ensino de ciências: breves
considerações. In: NARDI, R. (org.)
Questões atuais no ensino de ciências. São
Paulo: Escrituras Editoras, 1998.
2. Duarte, M.C. A História da Ciência na
Prática de Professores portugueses:
implicações para a formação de professores
88
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

PLANTAS MEDICINAIS NO CONTEXTO DA UTILIZAÇÃO POPULAR NO MUNICÍPIO


DE PINHAIS – PARANÁ.

Mauricio Gonçalves Nunes 1*, Leiliane dos Santos Souza** Daniela Cristina Imig***

* Pós Graduando em Educação Ambiental, Faculdade São Braz, Curitiba, Brasil


** Graduando em Enfermagem da Uniandrade UNIANDRADE, Curitiba, Brasil
***Professor titular do curso de Ciências Biológicas da Uniandrade, Curitiba, Brasil.
e-mail: mauricio.goncalvesnunes@gmail.com

Resumo: Plantas medicinais ou tem o devido conhecimento sobre a flora


fitoterápicos são qualquer tipo de vegetal nativa, assumindo um alto risco quanto a
que tenha em alguma de suas partes, extinção de vegetais da região.
algum constituinte químico que se efetive Palavras-chave: Plantas medicinais,
no tratamento ou amenização de algum fitoterápicos, medicina popular.
tipo de enfermidade. O Paraná é o Abstract: Medicinal plants and herbal
medicines are any kind of plant that has
principal produtor de plantas medicinais
in some of its parts, a chemical
com cerca de 90% da produção constituent that becomes effective in the
brasileira. O objetivo foi identificar o treatment or amelioration of some kind of
conhecimento sobre a flora medicinal e illness. Paraná is the leading producer of
quais plantas os cidadãos utilizam no medicinal plants with about 90% of
seu dia, bem como quais tem plantado Brazilian production. The goal was to
em seus quintais. Foi realizado um total identify the knowledge of medicinal
plants and plants which citizens use in
de 82 entrevistas com moradores do
their day, and which has planted in their
município de Pinhais/Paraná. Os yards. It conducted a total of 82
resultados mostraram 30 espécies da interviews with residents of the city of
flora citada, as cinco principais foram, em Pinhais / Paraná. The results showed 30
uma sequência de preferência: babosa, species of said flora, the top five were in
boldo, hortelã, camomila e guaco, o total a sequence of preference: babosa, boldo,
das espécies está distribuída em 17 hortelã, camomila and guaco, total
species is distributed in 17 botanical
famílias botânicas, a maioria de plantas families, mostly of exotic plants flora,
exóticas a flora brasileira, concluindo que concluding that respondents mostly use
os entrevistados em sua maioria utilizam plants and has grown in his home, but
plantas e tem cultivado na sua most do not care about dosage,
residência, porém a maioria não se assuming the risk of intoxication, but has
preocupa com dosagem, assumindo a great knowledge of the indications that
the plants are effectively used, but these
risco de intoxicação, entretanto tem um
have not proper knowledge about the
grande conhecimento sobre as native flora, assuming a high risk as the
indicações a que as plantas são extinction of plant in the region.
efetivamente utilizadas, mas estes não
89
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

Keywords: medicinal plants, herbal, folk logo após uma entrevista com uma
medicine. pequena amostragem de moradores do
município de Pinhais/PR, e então
INTRODUÇÃO formulado tabelas e gráficos sobre a
preferência de utilização e cultivo de
No contexto da preservação e uso plantas medicinais nativas e exóticas no
sustentável de recursos naturais, estão município
inseridas as plantas medicinais e Através deste estudo, objetiva-se o
fitoterápicas, não somente pela conhecimento cultural sobre cultivo e
facilidade de cultivo, mas também pelo utilização de plantas medicinais no
processo cultural do extrativismo e o município de Pinhais/PR, bem como,
senso comum no conhecimento, na quais vegetais são de maior incidência
identificação e aplicação destes vegetais de uso e quais são cultivados nas
no cotidiano de tratamentos das pessoas residências.
que fazem seu uso.
As plantas consideradas como MATERIAIS E MÉTODOS
medicinais precisam conter, em um ou
mais de seus órgãos, substâncias que O estudo foi realizado no município de
possam ser usadas com propósitos Pinhais, região metropolitana da capital
terapêuticos ou que sejam precursores Curitiba, situa-se a leste do estado do
de síntese de fármacos[1]. Paraná, na região Sul do Brasil, com
O uso de plantas no contexto dos coordenadas geográficas: Latitude 25⁰
tratamentos de enfermidades no Brasil e 25’ 57’’S, Longitude 49⁰ 11’ 35’’W, com
no mundo é muito antigo, são altitude média de 895 metros [4].
conhecimentos que atravessam O município possui uma população de
gerações, e geralmente quem detém os aproximadamente 117,166 habitantes [5].
conhecimentos mais apurados, são A região conta com um grande número
pessoas com maior vivencia, de residência que possuem quintal, o
principalmente observadores e amantes que facilita a cultura de plantio de
da natureza. O uso de plantas no vegetais, já que a maioria são de casas
tratamento de doenças no Brasil tem e não de apartamentos, apesar de ser
influências das culturas indígena, muito próxima a capital do estado.
africana e europeia, entre outras [2]. A pesquisa teve como base uma
O Paraná é o principal produtor de análise qualitativa e quantitativa dos
plantas medicinais e aromáticas do País, dados obtidos, analisando o
sendo responsável por cerca de 90% da conhecimento popular acerca do
produção brasileira [3]. Deste modo, contexto da utilização e cultivo das
nota-se que o estado do Paraná tem uma plantas com propriedades medicinais.
grande parcela da produção nacional no Com um total de 82 entrevistas, foi
ramo, haja vista seu forte solo, rico em composto uma tabela com nomes
nutrientes essenciais para a boa científicos, populares e família botânica
manutenção e crescimento saudável das (Tab. 01) fazendo entrevista sobre o uso
plantas. e plantio de plantas medicinais em suas
Para elaborar esta pesquisa, a residências. Os dados obtidos foram
metodologia utilizada compreendeu uma analisados em forma de porcentagem,
revisão bibliográfica sobre o assunto, e obtendo as médias de preferência dos
90
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

moradores. CELASTRACEAE
Os nomes científicos foram Maytenus ilicifolia Mart. ex
consultados no Herbário Virtual Reflora Reissek Espinheira Santa
vinculado ao CNPQ, que conta com EQUISETACEAE
apoio de vários herbários espalhados em Equisetum giganteum L. Cavalinha
muitos países[6].
EUPHORBIACEAE
Phyllanthus niruri L. Quebra pedra
RESULTADOS LAMIACEAE
Lavandula angustifolia Mill. Alfazema
Foram entrevistadas um total de 82
moradores do município de Pinhais, Matricaria chamomilla L. Camomila
levando em consideração uma espécie Melissa officinalis L. Melissa
para cada um, totalizou 30 espécies Mentha spicata L. Hortelã
distribuídas em 17 famílias botânicas Ocimum basilicum L. Manjericão
(tab.01), também observou-se que 73,92% Origanum vulgare L. Manjerona
dos entrevistados além de fazer uso
Plectranthus barbatus Andr. Boldo
frequente de plantas medicinais ainda
Rosmarinus officinalis L. Alecrim
possuíam estas cultivadas nos quintais
de suas residências, e que a planta de Salvia officinalis L. Salvia
maior incidência no cultivo e utilização foi LAURACEAE
a babosa, seguida de boldo, hortelã, Cinnamomum camphora (L.)
camomila e guaco respectivamente em J. Presl Cânfora
ordem decrescente de preferência. LYTHRACEAE
Punica granatum L. Romã
Tabela 01 – Lista de espécies MALVACEAE
Hibiscus rosa-sinensis L. Hibisco
FAMÍLIA
Malva sylvestris L. Malva
Espécie Nome popular
PHYTOLACCACEAE
ACANTHACEAE
Petiveria alliacea Lin. Guiné
Alternanthera brasiliana Mart. Perpétua do Brasil
PLANTAGINACEAE
APIACEAE
Plantago major L. Tansagem
Foeniculum vulgare Mill. Funcho
POACEAE
ASPHODELACEAE
Cymbopogon citratus (DC.)
Aloe arborescens Mill. Babosa Stapf Capim Limão
ASTERACEAE RUTACEAE
Achyrocline satureioides DC. Marcela Ruta graveolens L. Arruda
Artemisia absinthium L. Losna VERBENACEAE
Baccharis trimera (Less.) DC Carqueja Lippia alba (Mill.)N. E.Br Cidrão
Cynara scolymus L. Alcachofra
Mikania glomerata Spr Guaco A família botânica de maior incidência
CAESALPINIACEAE
na pesquisa foi Lamiaceae com um total
de 9 espécies citadas, seguido de
Bauhinia forficata Link Pata de Vaca
Asteraceae com 5 espécies, e
91
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

Malvaceae com 2 espécies, o restante vegetais nativas. A maioria das


das 14 famílias tiveram um espécies é exótica a flora brasileira,
representante cada. mostrando que as plantas nativas de
A maioria das plantas descritas pelos outros países nesta amostragem levam
participantes foi de exemplares exóticos larga vantagem sobre as do Brasil.
a flora brasileira, mostrando a
superioridade da preferência por plantas Referências
não nativas, mostrando um alto grau de
desconhecimento com a flora regional, e [1] WORD HEALTH ORGANIZATIN –
ainda tendo um risco muito grande de WHO – Who handbook for reporting
preservação de espécies nativas results for câncer treatment. Geneva:
brasileiras. Word Health Organization, 1979.

CONCLUSÃO [2] MARTINS, E. R. et al. Plantas


medicinais. Viçosa, MG: UFV, Imprensa
O estudo evidencia que as plantas Universitária, 1995. 220 p
medicinais são bem difundidas no
[3] CREA/Pr, Plantas Medicinais no
município de Pinhais, e a grande maioria
estado do Paraná, 2013
já fez uso de algum tipo de erva para fins
www.creapr.org.br, acesso em 21 de
de tratamento ou simplesmente por
junho de 2016.
tradição passada de antepassados, e
também que muitos preferem ter a [4] CIDADE BRASIL, Coordenadas
própria planta cultivada no jardim por geográficas 2012-2016, Disponível em
processos naturais, semeados ou www.cidade-brasil.com.br acesso em 08
através de plantio de mudas. de Abril de 2016.
A diversidade de vegetais no geral é
pouca, com 30 espécies em vista aos 82 [5] IBGE, Senso demográfico, 2010.
entrevistados, porém são conhecidas as Disponível em http://www.ibge.gov.br/
ações e indicações benéficas ao corpo acesso em 17 de maio de 2016.
humano que as plantas lhes oferecem.
Na maioria dos casos, não se sabe as
dosagens certas nem a periodicidade de [6] REFLORA, herbário Virtual, lista de
utilização, evidenciando um risco muito nomes científicos, 2016, disponível em
alto de intoxicação, visto que, por se http://reflora.jbrj.gov.br/ Acesso em 11 de
tratar de tratamento natural, não se tem julho de 2016.
a devida preocupação com a toxicidade
dos vegetais.
A maioria dos cidadãos se mostrou em
harmonia com o ambiente em que vivem
quanto a utilização da flora, mostrando
que a natureza cumpre seu papel de
auxílio ao bem-estar da população,
porém não há uma distinção de plantas
exóticas e nativas ao território brasileiro
e regional, evidenciando um potencial
risco para preservação de espécies
92
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

AVALIAÇÃO COM FOTOMETRIA DE MEMBROS INFERIORES EM CRIANÇAS


COM PARALISIA CEREBRAL QUE FAZEM TRATAMENTO COM TERAPIA
NEUROMOTORA INTENSIVA
Emanuella Farias Reis Peres*, Claudiana Renata Chiarello**, Vanessa Erthal*,
Eduardo Borba Neves***, Tainá Ribas Mélo****

*Centro Universitário Campos de Andrade, Brasil


**Centro de Pesquisa Vitória, Brasil.
*** Programa de pós-graduação em Engenharia Biomédica (UTFPR), Brasil.
****Doutoranda pela UFPR, docente da Uniandrade e IBRATE, Brasil
e-mail: emanuellafrperes@gmail.com

Resumo: A encefalopatia crônica não Palavras-chave: Paralisia Cerebral,


progressiva da infância ou paralisia Fotometria, Amplitude do movimento.
cerebral (PC) afeta o sistema nervoso
central nos primeiros anos de vida da Abstract: Chronic non-progressive
criança. Essa lesão acarreta desordem encephalopathy of childhood or cerebral
no movimento e postura, compondo tais palsy (CP) affects the central nervous
desordens está a alteração da amplitude system in the early years of the child's life.
do movimento (ADM). Logo, o presente This injury causes disorder in movement
estudo tem por objetivo designar os and posture, composing such disorders
efeitos da Terapia Neuromotora Intensiva is the change of the range of motion
(TNMI) sobre a ADM de membros (ROM). Soon, the present study aims to
inferiores (MMII). Foram avaliadas 8 designate the effects of Intensive
crianças com PC, sendo 3 associadas a Neuromotor Therapy (INMT) on ROM
quadro de Síndrome de West (SW), (LL). 8 children were evaluated with PC,
GMFCS V, com idade média de 5,5 being 3 associated with West syndrome
anos±2,1. Para análise da ADM foram (WS), GMFCS V, with an average age of
realizados os testes: Elevação da Perna 5.5 years ± 2.1. For analysis of the tests:
Reta (EPR); Thomas Modificado straight leg elevation (SLE);Thomas
Uniarticular (TFU) e Biarticular (TFB); e Modified Uniarticular (TMU) and
Ducan-Ely (TDE), através da fotometria Biarticular (TMB); and Ducan-Ely (DE),
foi calculado a goniometria. Estas through the photometry was calculated
avaliações foram realizadas no início e goniometry. These evaluations were
final do módulo de TNMI. No EPR é performed at the beginning and end of
avaliado o músculo-tendão ísquiotibial, the INMT module. The SLE evaluates the
no TFU e TDE os flexores de quadril, e muscle-tendon ísquiotibial, in the TMU
TFB flexor de quadril e extensor de and the hip flexors, DE and TMB hip
joelho. De maneira geral foi observada flexor and knee extensor. Overall
melhora na ADM nos testes EPR, TFU e improvement was observed at ROM in
TDE, não sendo percebida melhora no SLE tests, TMU and DE, not being
TFB. As avaliações continuam sendo perceived improvement in the TMB. The
realizadas, portanto os resultados são evaluations are still being held, so the
parciais. results are partial.
93
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

Keywords: Cerebral Palsy, photometry, fortalecimento muscular global, através


range of motion. de movimentos articulares de acordo
com o grupo muscular que se deseja
Introdução trabalhar, são exercícios contra a
A encefalopatia crônica não progressiva resistência), alongamento, equilíbrio. É
da infância ou paralisia cerebral (PC) é usado um traje específico com o objetivo
uma lesão neurológica que afeta o de proporcionar um equilíbrio muscular
sistema nervoso central nos primeiros 2- funcional de acordo com as tensões
3 anos de vida da criança. Essa lesão dadas por esses elásticos, este é de
acarreta desordens no movimento e suma importância para o funcionamento
postura. Os sintomas variam de acordo eficaz deste protocolo. É importante
com a alteração da função muscular, que mencionar que cada tratamento é focado
ocorrem após a disfunção dos neurônios nas prioridades de cada paciente, assim
motores superiores. É possível como no desenvolvimento das
classificar o grupo acometido como: capacidades motoras finas, aumentando
hemiplegia/paresia, diplegia/paresia, a autonomia do paciente na participação
quadriplegia/paresia.[1] das atividades diáras. [4,5] Para
O mau funcionamento tônico acontece avaliação da melhora do tônus e
depois de lesões neurológicas e variam aumento da amplitude do movimento
de hipertonia até hipotonia. Quando não (ADM) pode ser utilizada a Fotometria.
tratados de forma correta esse tônus No entanto, Frange e colaboradores.
anormal pode desenvolver outros constataram em seu estudo sobre a
comprometimentos como contraturas, Terapia Neuromotora Intensiva (TNMI)
assimetrias posturais e deformidades.[2] junto ao uso do traje com elásticos, que
As alterações no desenvolvimento motor os efeitos musculoesqueléticos
podem ser tratadas no protocolo continuam ignotos, não existindo indícios
PediaSuitTM como forma de que fundamentem o uso ou não, há que
reabilitação[3]. Este protocolo visa se considerar que existe atenuação da
trabalhar o desenvolvimento motor por espasticidade e melhora da força
meio da Terapia Neuromotora Intensiva muscular no hemicorpo afetado.[6]
(TNMI), realizado no período de 4 Na fotometria da ADM de MMII para
semanas 3 horas por dia procurando crianças com PC são realizados alguns
estimular o máximo do potencial de cada testes, sendo eles: teste da Elevação da
indivíduo. São usados no protocolo, Perna Reta (EPR) (usado para
gaiolas com atividades no estilo “spider” determinar comprimento do músculo-
(uso de tensores elásticos presos ao tendão dos isquiotibiais), Thomas
cinto de segurança usado pelo paciente, modificado uniarticular (TFU) e o teste
são realizadas atividades como tomada Ducan-Ely (TDE) (para determinar
de peso de membros superiores (MMSS) comprimento do músculo-tendão dos
e inferiores (MMII), dependendo da músculos flexores do quadril) e teste de
postura que o paciente é colocado, Thomas modificado biarticular (TFB)
aproveitando atividades lúdicas como (para determinar a ADM do músculo
jogar bola, pular, dançar, associado a flexor do quadril e extensor do joelho).[6]
coordenação motora fina do paciente), e Sendo assim, o presente estudo tem por
no estilo “monkey” (uso roldanas, pesos objetivo designar os efeitos da TNMI
selecionados para proporcionar o sobre a amplitude do movimento de MMII
94
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

Idade Disfunção média de idade foi de 5,5 anos±2,1.


Cç (anos) Sexo Neurológica Topografia GMFCS Tabela 1 – Caracterização da amostra.
1 6 M PC diparesia V Cç= criança; F= feminino; M= masculino; PC= paralisia
2 5 M PC quadriplegia V cerebral; SW= síndrome de West
3 3 M PC quadriparesia V
4 8 M PC quadriparesia V O protocolo de intervenção inclui
5 3 M PC e SW quadriparesia V atividades, dispostas segundo o objetivo
6 7 M PC e SW quadriparesia V
7 6 M PC diparesia V
e necessidade do tratamento de cada
8 2 F PC e SW quadriparesia V criança: (1) Aquecimento (massagem,
em crianças com paralisia cerebral. alongamento, movimentos passivos,
ativo assistido e ativo); (2) Cinesioterapia
Materiais e métodos (cinesioterapia ativo e resistido na gaiola,
O presente projeto de pesquisa foi cinesioterapia na gaiola com o traje,
aprovado pelo Comitê de Ética em elásticos, prancha de equilíbrio, bola,
pesquisa do IBRATE CAAE: rolos, cama elástica); (3) Fisioterapia
53310116.8.0000.5229, registro clínico respiratória; (4) Atividades de
RBR-2st594, com consentimento dos motricidade fina ( manipulação de
responsáveis. Trata-se de ensaio clínico objetos, uso de pincel, jogos de encaixe,
longitudinal prospectivo quantitativo. O brinquedos, massinha); (5) Treino de
protocolo de intervenção utilizada nas marcha ( uso do traje em diversos
crianças foi o TNMI que é uma variante terrenos e com obstáculos); (6)
do protocolo PediaSuitTM.[3] Osteopatia crânio-sacral; e (7)
O estudo foi efetuado no Centro de Bandagem funcional[6]. A fotometria foi
Pesquisas Vitória, com avaliações executada no primeiro e no último dia de
realizadas no início e final do módulo de módulo. Uma câmera Apple Iphone 5c
tratamento contínuo das crianças. A 1136 pixels foi colocada à distância de 1
amostra foi composta por 8 crianças de m e 1 de altura. Os valores da angulação
ambos os sexos, de Curitiba-PR e da foram realizados pelo programa
região metropolitana de Curitiba, de 2 a Kinovea®. A escolha do dia da avaliação
8 anos de idade, com disfunção está relacionada em ter a angulação
neurológica relacionados a situações exata do membro do paciente pré e pós
ocorridos no período gestacional ou após a terapia. O protocolo de intervenção foi
o nascimento. A amostra constituída por constituído por 60 horas de TNMI
crianças classificadas pelo Gross Motor divididas em quatro semanas, com três
Function Classification System (GMFCS) horas diárias, sábado e domingo livres.
foi níveis II (anda com limitações) e V Para análise dos ganhos adquiridos na
(transportado em um cadeira de rodas amplitude do movimento (ADM) foi
manual). Para participação os critérios utilizada proposta de Mélo et al. foi
de inclusão foram: crianças de 2 a 15 disposto a fotometria, incluindo três
anos, com diagnóstico clínico de testes: teste da elevação da perna reta
distúrbio neurológico e que realizassem (EPR), Thomas modificado para flexores
a TNMI. Os critérios de exclusão foram a uni (TFU) e biarticulares de quadril (TFB)
não colaboração da criança na avaliação e o teste Ducan-Ely (TDE) .[7]
e/ou não finalizar o protocolo de Para EPR resultados melhores são
tratamento. A Tabela 1 indica as indicados por uma maior variação da
características das crianças avaliadas. A ADM, ou seja, menor encurtamento
muscular. Para TFU, TFB e TDE valores
95
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

menores indicam menor variação de Tabela 4 - Variação de ADM (°) para crianças com dipa-
resia/plegia (n=2)
ADM e menor encurtamento, sendo
média DP media DP
nesses testes valores negativos indicam
que a avaliação final teve menor Direita Esquerda
variação que a avaliação inicial. EPR 27,50 2,12 4,00 8,49
Resultados TFB 5,50 13,44 22,50 36,06
No total foram avaliadas 8 crianças com TFU -5,50 19,09 -19,50 27,58
PC, sendo 3 associadas a quadro de SW. TDE 2,00 8,49 -8,50 4,95
Uma criança foi excluída da análise final No teste de EPR, de maneira geral as
devido falta de dados do MMII esquerdo. crianças com desordens neurológicas
Foram incluídas na análise 8 crianças aumentaram sua ADM após 1 módulo de
com paralisia cerebral, GMFCS V TNMI e diminuíram o encurtamento dos
associadas ou não a outras alterações flexores uniarticulares de quadril,
neurológicas. A idade variou de 2 a 8 identificados pelos valores negativos
anos, com média de 5,5 anos±2,1, sendo tanto de TFU quanto de TDE.
90% do sexo masculino. Para o teste Considerou-se o menor ganho de ADM
EPR e TDE foram analisados os dados de músculos isquiotibiais no grupo de
das 8. Para os testes TFU e TFB de 5 crianças com quadriplegia/paresia na
crianças devido a impossibilidade de comparação entre os grupos avaliados.
verificar com fidedignidade os valores da No teste TDE observou menor ganho de
fotometria pela posição pontos, não ADM no grupo de crianças com
colaboração do paciente à posição e/ou diplegia/paresia, sendo notada maior
erro na foto. melhora na perna esquerda no teste TFU.
De acordo com a análise da fotometria No mesmo teste foi percebido melhora
foi observado ganho de ADM em todos na ADM em crianças com
os testes aplicados para a maioria das quadriplegia/paresia. O TFB não
crianças. A média do ganho dos testes identificou melhora, pelo contrário,
estão fornecidos na Tabela 2. parece indicar maiores encurtamentos.
Este teste sofre grande influência da
Tabela 2- Variação de ADM (°) para crianças com de-
sordens neurológicas
ação da gravidade, sendo um músculo
biarticular a função de uma articulação
média DP media DP
sofre influencia da outra, dispondo de
Direita Esquerda
ampla variabilidade.
EPR (n=8) 14,00 15,25 5,63 12,68 Por meio dos resultados da média
TFB (n=6) 0,00 9,92 11,00 21,92 observou-se assimetria entre os
TFU (n=6) -5,60 11,28 -11,00 16,08 membros, e os altos valores de desvio
TDE (n=8) -1,25 6,15 -7,25 6,71 padrão provavelmente refletem o
Tabela 3 –Variação de ADM (°) para crianças com qua- número restrito de avaliados e/ou
driparesia/plegia
variabilidades de ajustes corporais em
média DP media DP
crianças com PC com comprometimento
Direita Esquerda motor grave (GMFCS V).
EPR (n=6) 9,40 12,34 7,80 15,55
TFB (n=3) -1,50 9,19 3,50 13,44 Conclusão
TFU (n=3) -4,00 11,31 -3,50 3,54 De maneira geral observou-se ganho de
TDE (n=6) -1,20 6,22 -8,00 7,84 ADM de MMII nos dois grupos.
96
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

As avaliações ainda continuam sendo


realizadas, portanto os resultados
apresentados são parciais.

Referências
[1] Casaes CS, Lima IP, Gouvêa D,
Abrahão P, Feitas V. Encefalopatia
Crônica da Infância. Revista Científica
Multidisciplinar das faculdades São
José. 2015. Volume 5 Número 1. Pg 02-
07.
[2] Pereira BC, Medalha CC. Avaliação
Postural por fotometria em pacientes
hemiplégicos. ConScientiae Saúde.
2008. Volume 7 Número 1. Pg 35-42.
[3] Mendonça SE, Mascarenhas
LPG, Chiarello CR, Costin ACMS,
Oliveira L, Neves EB. Descrição do
Protocolo PediaSuitTM. Fisioterapia Mov
. Jul-Set 2012. 25(3). Pg 473-480.
[4] Bottos M, Feliciangeli A, Sciuto L,
Gericke C, Vianello A. Functional status
of adults with cerebral palsy and
implications for treatment of children.
Dev Med Child Neurol. 2001;43(8):516-
28.
[5] Rosenbaum P, Paneth N, Leviton A,
Goldstein M, Bax M, Damiano D, et al. A
report: the definition and classification of
cerebral palsy. A report: the definition and
classification of cerebral palsy. Dev Med
Child Neurol Suppl. 2007;109:8-14.
PMid:17370477.
[6] Frange CMP, Silva TOT, Figueiras S.
Revisão Sistemática do Programa
Intensivo de Fisioterapia Utilizando a
Vestimenta com Cordas Elásticas. Ver
Neurocienc 2012;20(4):517-26.
[7] Melo TR, Rodacki ALF, Guimarães
ATB, Israel VL.Repeatability and
comparison of clinical tests in children
with spastic diplegia and with typical
development. Fisiot. Mov. . volume 28, n.
1. Paginas 13-22. Jan./Mar. 2015.
97
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

A FISIOTERAPIA NA PREVENÇÃO DA PNEUMONIA ADQUIRIDA NA


VENTILAÇÃO MECÂNICA

G. B. Zeferino1, F.A. Kalil Filho2


1Discente do Centro Universitário Campos de Andrade, Curitiba, Brasil
2 Docente do Centro Universitário Campos de Andrade, Curitiba, Brasil
e-mail: 1992.gessica@gmail.com

Resumo: A pneumonia associada à the results of physical therapy and the


ventilação mecânica (PAV) é uma das importance of their role in preventing
complições mais comuns em pacientes pneumonia associated with mechanical
submetidos à ventilção mecânica ventilation. Expected to demonstrate af-
invasiva. A Fisioterapia pode ser ter the completion of this study the imple-
considerada uma estratégia de mentation of care and physical therapy
prevenção, controle e tratamento da techniques can help reduce the inci-
PAV, pois, tem como objetivo a remoção dence of VAP.
de secreções brônquicas e,
consequentemente, manutenção da Keywords: Pneumonia, Physical
ventilação e trocas gasosas adequadas. Therapy, Respiration artificial.
Este trabalho trata-se de uma revisão
literária, não sistemática, que tem como INTRODUÇÃO
objetivo pela literatura justificar os
resultados da Fisioterapia e a A ventilação mecânica invasiva e
importância da sua atuação na a intubação traqueal são as principais
prevenção da pneumonia associada à medidas de suporte de vida de pacientes
ventilação mecânica. Espera-se com insuficiência respiratória aguda.
comprovar após a finalização desse Mas, esses mesmos procedimentos que
estudo que a implantação de cuidados e salvam suas vidas, reduzem a eficácia
as técnicas fisioterapêuticas influenciam das defesas nasais e pulmonares,
na redução da incidência de PAV. predispondo o sistema respiratório ao
Palavras-chave: Pneumonia, desenvolvimento de infecções, sendo a
Fisioterapia, Ventilação mecânica. pneumonia associada à ventilação
mecânica (PAV) a mais comum delas
Abstract: Associated pneumonia (VAP) dentro das unidades de terapia
is one of the most common complications intensivas. [1, 2, 3]
in patients undergoing invasive mechan- A PAV como mencionado, pode
ical grade ventilation. Physical therapy acometer os pacientes de UTI em su-
can be considered a strategy of preven- porte respiratório por ventilação mecâ-
tion, control and treatment of VAP, there-
nica invasiva após 48 de ventilação,
fore, it aims at the removal of bronchial
secretions and consequently mainte- sendo proveniente de infecção hospitalar
nance of ventilation and gas exchange. por aparelhos de ventilação mecânica,
This work it is a literary review, unsys- as sondas, os cateteres e os tubos utili-
tematic, which aims for literature justify
98
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

zados. Pode ser diagnosticado um paci- internação dos pacientes e que também
ente com PAV, todo intubado com os se- pode até levar ao óbito.
guintes critérios: presença de infiltrado
diagnosticado recente, visível na radio-
MATERIAIS E MÉTODOS
grafia do tórax, hipertermia, leucocitose
sanguínea (>10.000ml), leucopenia Trata-se de um estudo de revisão
(<4.000/mm3); aumento de secreção de de literatura não sistemática. Foi
aspecto purulento e presença de patóge- realizada uma busca por descritores no
nos na cultura de secreção traqueal. [4,5] site do DECS (Descritores em ciência da
saúde). Como descritores foram
A Fisioterapia tem um papel im- utilizados: Pneumonia, Ventilação
portante no atendimento desses pacien- mecânica, Fisioterapia, combinados
tes em terapia intensiva (UTI). Especifi- entre si. Foram escolhidos artigos
escritos em português e inglês. A busca
camente na ventilação mecânica, o Fisi-
por artigos se deu em base de dados
oterapeuta prepara e ajusta o ventilador indexados como: Scielo, Bireme,
antes da intubação, diariamente evolui e Medline e BVS (Biblioteca virtual em
ajusta os parâmetros ventilatórios, rea- Saúde). Foram selecionados artigos
liza também desmame do suporte venti- publicados entre os anos de 2006 e
latório e a extubação do paciente. A Fisi- 2016. Os critérios de inclusão para a
oterapia em pacientes críticos é indicada seleção dos artigos foram: artigos
disponíveis na íntegra e que citaram a
com o objetivo de prevenir e/ou tratar
Fisioterapia na prevenção da
complicações respiratórias, geralmente Pneumonia associada à ventilação
realizando técnicas desobstrutivas e a mecânica. Os critérios de exclusão foram
remoção de secreções das vias aéreas. artigos publicados antes de 2006 e que
Além disso, o Fisioterapeuta também é o não citaram a Fisioterapia como
responsável por medidas preventivas prevenção na Pneumonia Associada à
ventilação mecânica.
contra broncoaspiração, manutenção da
pressão do Cuff, aspiração séptica medi- RESULTADOS
ante à avaliação e cuidados com o acú-
mulo de agua e secreções nos compo- Nos resultados até aqui
nentes do ventilador. Mas, acima de tudo encontrados, nossa busca teve um total
a avalição diária da possibilidade de ex- de 1450 artigos nas bases Scielo,
tubação desse paciente. [6,7,8,9,10] Pubmed, Bireme, Medline, BVS e Lilacs.
Foram excluídos 662 que não eram
O objetivo desse trabalho é mos- referentes ao tema, 502 não estavam
trar a atuação da Fisioterapia como pre- disponíveis na íntegra, 181 não tinham o
texto completo disponível e 19 estavam
venção na PAV, contribuir para a com-
em outras línguas. Sendo assim, foram
pressão da importância do papel do Fisi- salvos inicialmente 86 estudos, porém 52
oterapeuta na prevenção dessa doença, foram eliminados por metodologia
que influencia diretamente no tempo de inadequada e 25 excluídos por repetição
nas bases de dados. Restando 9 artigos,
99
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

que citaram a Fisioterapia e manobras [2] ZEITOUN, S.S; BARROS,


fisioterapêuticas na prevenção e no A.L.B.L.; DICCINIA S.; JULIANO, Y.; In-
controle de pneumonia associada à cidência de pneumonia associada à ven-
ventilação mecânica, os métodos tilação mecânica em pacientes submeti-
utilizados nos estudos são a vibro dos à aspiração endotraqueal pelos sis-
compressão torácica, hiperinsuflação temas aberto e fechado: estudo prospec-
manual, Peep Zeep, associados tivo - dados preliminares. Revista La-
posteriormente à aspiração traqueal. tino-Americana de Enfermagem, vol.9
n.1, Ribeirão Preto Janeiro 2001.

CONCLUSÃO [3] OKAMOTO, V. N.; SOUZA, R. Le-


são Pulmonar Induzida por Agentes In-
A pesquisa ainda está não foi fecciosos. In: CARVALHO, C. R. R. Fisi-
finalizada. Mas, esperamos após opatologia Respiratória. Ed. São
finalização do trabalho, justificar através Paulo: Atheneu, 2005.cap 16, p 221-236.
da literatura a importância, os resultados
e as técnicas da Fisioterapia na [4] DALMORA, D.H.; DEUTSCHEN-
prevenção e controle da PAV. DORF, C.; NAGEL, F.; SANTOS, R.P.;
Contribuindo para a compressão da LISBOA, T.; Definindo pneumonia asso-
importância do Fisioterapeuta na ciada à ventilação mecânica: um con-
prevenção da Pneumonia associada à ceito em (des)construção. Revista Bra-
ventilação mecânica. sileira de Terapia Intensiva. Vol.25 n.2,
São Paulo Abril/Junho 2013.

Agradecimentos [5] TEIXEIRA, P.J.Z.; HERTZ, F.T.;


CRUZ, D.B.; Fernanda CARAVER, F.;
Agradeço primeiramente à Deus e a HALLLALl, R.C.; MOREIRA, J.S.; Pneu-
minha família. Ao Professor e orientador monia associada à ventilação mecânica:
Faruk Abrão Kalil Filho e a Professora da impacto da multirresistência bacteriana
disciplina de trabalho de conclusão de na morbidade e mortalidade. Jornal Bra-
curso Daniele Parisotto. sileiro de Pneumologia. Vol.30 n.6, São
Paulo Novembro/Dezembro 2004.
Referências
[6] JERRE, G.; SILVA, T.J.; BE-
[1] ROSA, F.K.; ROESE, C.A.; SAVI, RALDO, M.A., GASTALDI, A.; KONDO,
A.; DIAS, S.A.; MONTEIRO, A.B.; C.; LEME, F.; GUIMARÃES, F.; Ger-
Comportamento da mecânica pulmonar mano Forti Junior, LUCARO, J.J.J.;
após aplicação do protocolo de TUCCI, M.R.; Mauro R. VEGA, J.M.,
fisioterapia respiratória e aspiração OKAMOTO, V.N.; Fisioterapia no paci-
traqueal em pacientes com ventilação ente sob ventilação mecânica. Jornal
mecânica invasiva. Revista Brasileira Brasileiro de Pneumologia. vol.33 su-
de Terapia Intensiva. Vol.19 n.2, ppl.2, São Paulo Julho 2007
Abril/Junho 2007.
[7] ELLIS, E.; ALISON, J.; Fisiotera-
pia Cardiorrespiratória Prática. Ed. Rio
de Janeiro: Revinter. 1997.
100
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

[8] FRANÇA, D.C.; APOLINÁRIO,


A.Q.; VELLOSO, M.; PERREIRA, V.F.;
Reabilitação pulmonar na unidade de te-
rapia intensiva: revisão de literatura. Fi-
sioterapia e Pesquisa. Vol.17 n.1, São
Paulo Janeiro/Março 2010.

[9] SILVA, S.G.; NASCIMENTO,


E.R.P.; SALLES, R.K.; Bundle de preven-
ção da pneumonia associada à ventila-
ção mecânica: uma construção coletiva.
Texto & Contexto – Enfermagem.
Vol.21 n.4 Florianópolis Outubro/Dezem-
bro 2012.

[10] SILVA, S.G.; NASCIMENTO,


E.R.P.; SALLES, R.K.; Pneumonia asso-
ciada à ventilação mecânica: discursos
de profissionais acerca da prevenção.
Escolla Anna Nery. Vol.18 n.2, Rio de
Janeiro Abril/Julho 2014

[11] LOPES, F.M.; LÓPEZ, M.F.; Im-


pacto do sistema de aspiração traqueal
aberto e fechado na incidência de pneu-
monia associada à ventilação mecânica.
Revista Brasileira de Terapia Inten-
siva. Vol.21 n.1, São Paulo Ja-
neiro/Março 2009.
101
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

LEVANTAMENTO FLORÍSTICO DE MACRÓFITAS AQUÁTICAS DO ZOOLÓGICO


DE CURITIBA, PARANÁ, BRASIL

Caroline Rozenente, Filipe F. Horst, Suelen C. A. Silva Pereto, Daniela C. Imig


e-mail: carolinerozenente@yahoo.com.br

Resumo: O estudo foi realizado no was collected by the traversal method


Zoológico de Curitiba – Parque Regional along the banks of two ponds
do Iguaçu (PRI), localizado na região sul surrounding the zoo, the processing of
the material followed the methodology
de Curitiba no Estado do Paraná/Brasil.
used in flora survey. They have been
O Zoológico é um parque urbano com recorded so far 14 families, 22 genera
530 mil m², contendo uma região de and 29 species. The species most
mata nativa, amplos recintos, ilhas e dominate the aquatic environment
lagoas. Com a finalidade de conhecer a belong to Cyperaceae family, Poaceae
flora aquática do local, foi realizado um and Pontederiacea. Regarding the way
levantamento florístico das macrófitas. A of life most are emerging.
Keywords: macrophytes, floristic survey,
coleta foi realizada pelo método de
pond.
caminhamento ao longo das margens de
duas lagoas que circundam o zoológico
e o processamento do material seguiu a INTRODUÇÃO
metodologia utilizada em levantamento O termo macrófitas é utilizado para
de flora. Foram registrados até o
momento 29 espécies, distribuídas em descrever o conjunto de vegetais
22 gêneros e 14 famílias. As espécies adaptados ao ambiente aquático [1]. As
que mais predominam o ambiente macrófitas aquáticas são plantas que
aquático pertencem a família
habitam desde brejos até ambientes
Cyperaceae, Poaceae e
Pontederiaceae. Em relação a forma de verdadeiramente aquáticos [2]. São
vida a maioria são emergentes. representadas por macroalgas, musgos,
Palavras-chave: macrófitas aquáticas,
pteridófitas e angiospermas, originárias
levantamento florístico, lagoa.
do ambiente terrestre com adaptações
Abstract: The study was conducted in
para a vida na água [3].
Curitiba Zoo - Iguaçu Regional Park (PRI)
located in the southern region of Curitiba As macrófitas aquáticas apresentam
in Paraná State / Brazil. The Zoo is an
uma amplitude quanto à forma de vida
urban park with 530,000 m², containing
an area of native forest, large enclosures, podendo ser anfíbias, epífitas,
islands and lagoons. In order to meet the
water of the local flora, it carried out a emergentes, flutuantes livres,
floristic survey of macrophytes. The data enraizadas com folhas flutuantes,
102
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

submersas livres ou submersas lagoas estão localizadas próximas a


enraizadas [4]. entrada do zoológico e foram distintas
O zoológico de Curitiba – PRI - PR, como lagoa 01 e lagoa 02.
abriga um ecossistema aquático bem A metodologia utilizada para coleta foi
diversificado, com abundância e riqueza por caminhamento ao longo das
de espécies. Porém a comunidade de margens das lagoas.
macrófitas aquáticas do parque nunca foi As plantas foram coletadas
alvo de estudos florísticos. Desta forma, manualmente, acondicionadas
este trabalho tem por objetivo realizar um individualmente em jornais, prensadas, e
levantamento florístico de macrófitas encaminhadas à estufa para secagem à
aquáticas em lagoas que circundam o 60ºC. Após secagem as macrófitas
Zoológico de Curitiba, com o intuito de foram identificadas de acordo com o
contribuir com o conhecimento sobre a enquadramento sistemático/taxonômico
flora aquática do local e oferecer para as famílias de angiospermas
subsídio para outros estudos. proposto por APG III (2009). Para a
identificação de gêneros e espécies
MATERIAIS E MÉTODOS foram utilizadas chaves taxonômicas
presentes em artigos científicos, o site
As coletas foram realizadas na região sul flora do Brasil e confirmação de dados
de Curitiba no bairro Boqueirão entre as pela especialista em macrófitas.
coordenadas, (25°33'38.78"S A determinação das formas biológicas de
49°14'7.64"W), do PRI- zoológico de vida seguiu a classificação convencional
Curitiba/PR. para plantas aquáticas, sendo elas:
Para o presente estudo, as macrófitas anfíbias, flutuantes livres, flutuantes fixas,
foram amostradas plantas submersas livres, submersas fixas,
aquáticas de duas lagoas (com tamanho emergentes e epífitas [4]. As exsicatas
e profundidade variáveis) que circundam serão depositadas no herbário CTBA -
o parque zoológico. A escolha das lagoas Armando Carlos Cervi, Do Centro
ocorreu pelo fato das mesmas serem de Universitário Campos de Andrade-
fácil acesso, e por apresentarem uma Uniandrade.
variabilidade de plantas aquáticas. As
103
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

RESULTADOS PARCIAIS montevidensis e Cyperus sp., são


comuns em ambientes com má
Foram registrados até o momento 29 qualidade de água [7].
espécies, distribuídas em 22 gêneros e Na Lagoa 02 é possível notar uma flora
14 famílias. As espécies que mais homogênea, com pouca diversidade de
predominam o ambiente aquático espécies. A Eichhornia crassipes é a
pertencem a família Cyperaceae, espécie de maior abundância na lagoa,
Poaceae e Pontederiaceae. Em relação pois, seu sistema radicular permite que a
a forma de vida a maioria são planta tenha uma alta taxa de absorção
emergentes. de nutrientes, produzindo grande
Entre as macrófitas coletadas duas quantidade de biomassa que acaba se
espécies (Salvinia auriculata e Azolla decompondo [8].
filiculoides) são representantes da Espécies como a Pistia stratiotes
família Salviniaceae, pertencem às encontrada em abundância na lagoa 01
Pteridófitas, e as demais às e Eichhornia crassipes são utilizadas
Angiospermas. como bioindicadoras dos níveis de
As famílias Cyperaceae e Poaceae têm poluição do meio, principalmente por
sido classificadas como plantas possuírem uma grande taxa de
daninhas, pois apresentam fácil crescimento e uma excelente
adaptação ao ambiente [5]. capacidade de absorver e concentrar
As famílias de Pontederiaceae, poluentes metálicos em sistemas
Juncaceae e Salvinaceae são típicas de aquáticos [9]. Por sua vez, a Pistia
banhados [6]. stratiotes, possui propagação fácil e
O corpo hídrico com maior riqueza de rápida, se desenvolve de forma
espécies é a lagoa 01, pois apresenta 25 agressiva em água poluída,
espécies diferentes distribuídas em sua apresentando grande capacidade
extensão, desta forma abriga uma flora despoluidora de água e esgoto. Esta
heterogênea. Espécies presentes na espécie é considerada infestante em
lagoa 01 como a Salvinia auriculata, lagos e reservatórios, podendo cobrir
Ecchinodorus grandiflorus, Polygonum áreas extensas, causando uma série de
sp., Pistia stratiotes, Sagittaria problemas [10].
104
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

Macrófitas aquáticas e perifíton: aspectos


ecológicos e metodológicos. Rima, São Carlos.
CONCLUSÃO
[2] Esteves, F.A. 1998. Fundamentos de
limnologia. Interciência/FINEP, Rio de Janeiro.
Com este trabalho foi possível [3] Scremin-Dias, 1999. Nos jardins submersos
catalogar 29 espécies, distribuídas em da Bodoquena: guia para identificação de plantas
22 gêneros e 14 famílias. aquáticas de Bonito e região.
[4] Pedralli, G. 1990. Macrófitos aquáticos.
A lagoa 01 apresenta maior riqueza em
Técnicas e métodos de estudos. Estudos de
espécies, já a lagoa 02 há pouca riqueza
biologia.
de espécies e grande abundância de [5] LorenzI, H. 2000. Plantas daninhas do Brasil:
Eichhornia crassipes, devido à grande terrestres, aquáticas, parasitas e tóxicas. 3ª
capacidade que está espécie têm em edição. São Paulo: Instituto Plantarum, 608p.
[6] Lisboa, F. de F. & Gastral JR, C.V. de S. 2003.
absorver os nutrientes e utilizar em seu
Levantamento da vegetação costeira da região
desenvolvimento.
urbana do município de Guaíba, RS/Brasil.
A forma vida predominante é emergente. Revista da FZVA Uruguaiana 10: (1) 63-72.
[7] Pedralli, G., Thomaz, S; Bini, L. Macrófitas
AGRADECIEMNTOS aquáticas como bioindicadores da qualidade de
água: alternativa para usos múltiplos de
reservatórios. 1ª Ed., Maringá PR, Editora
Agradeço em especial à Professora Msc.
EDUEM, 2003, p. 171-188.
Daniela Cristina Imig, por toda a [8] Barko, J.W. & Smart, R. Mobilization of
orientação e atenção. À Msc Suelen C. sediment P by submerged freshwater
A. Silva Pereto por auxiliar na coleta e na macrophytes. e. Freshwater Biolology, v. 10, p.
229–238, 1908.
identificação das espécies.
[9] Bettinelli, M.; Perotti, M.; Spezia, S.; Baffi, C.
A Cristina Padilha e ao Filipe
The role of analytical methods for the
Fernandes Horst pelo auxílio aos determination of trace elements in environmental
trabalhos de campo e laboratório. Ao biomonitors. Microchemical Journal, v. 73, p. 131-
zoológico de Curitiba por permitir a 152, 2002.
[10] Pompêo, M. L. M. Macrófitas: as plantas
coleta de materiais e dados.
aquáticas da Guarapiranga e a qualidade da
nossa água. In: _. Revista do Projeto Yporã:
REFERÊNCIAS Proliferação de plantas aquáticas na represa do
Guarapiranga, São Paulo-SP, v. Janfer Editora e
[1] Pompêo, M.L.M. & Moschini -Carlos, V. 2003. Gráfica LTDA,2008. 37p.
105
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

AVALIAÇÃO DO POTENCIAL GENOTÓXICO DAS NANOPARTÍCULAS DE


DIÓXIDO DE TITÂNIO NO SANGUE DE CAMUNDONGOS

*Stephanie Cristiane Rabbers, *Larissa Paschoal Medeiros, *Bárbara Fanaya


Mayrhofer, *Adriana do Carmo de Souza, *Lais Kozminski da Costa, **Emanuele
Cristina Pesenti

*Discente
Resumo: do Curso de
Nanopartículas Biomedicina
são estruturas da Universidade
properties Positivo, Curitiba,
of the source Brasil.It can
material.
**Docente do Curso de Biomedicina da Universidade
be said that because of thisBrasil.
Positivo, Curitiba, they have
que têmstephanierabbers@hotmail.com
e-mail: diâmetro entre 1 a 100
been used on a large scale, including in
nanômetros e apresentam suas health. The objective was to assess the
genotoxicity of titanium dioxide nanopar-
propriedades diferentes dos materiais de
ticles in mice Mus musculus of species
origem. Pode-se dizer que devido a isto through the alkaline comet assay. The
doses tested were 0,1, 1,0 and 10,0 mg /
elas vêm sendo utilizadas em larga
kg / day of the nanoparticle and the three
escala, inclusive na área da saúde. O doses showed statistically significant dif-
ferences compared to the negative con-
objetivo do trabalho foi analisar a
trol group. Based on these results, it is
genotoxicidade das nanopartículas de possible to infer the ability of these geno-
toxic substance into the blood tissue of
dióxido de titânio, em camundongos da
mice.
espécie Mus musculus, através do Keywords: Nanoparticles, Titanium
Dioxide, Genotoxicity, Comet Assay.
ensaio cometa alcalino. As doses
testadas foram de 0,1, 1,0 e 10,0
INTRODUÇÃO
mg/Kg/dia da nanopartícula e as três
doses apresentaram diferenças
As nanopartículas são materiais
estatísticas em relação ao grupo controle
com diâmetro entre 1 a 100 nanômetros
negativo. Com base nestes resultados, é
e suas propriedades físicas e químicas
possível inferir a capacidade genotóxica
se diferem do material de origem
destas substância para o tecido
(material com seu diâmetro normal).
sanguíneo dos camundongos.
Estas partículas têm ampla utilização na
Palavras-chave: Nanopartículas,
área medica no direcionamento de
Dióxido de Titânio, Genotoxicidade,
Ensaio Cometa. câncer, distribuição de drogas que é a
entrega do fármaco diretamente na
Abstract: Nanoparticles are structures célula doente ou cancerosa, e também
that have a diameter between 1 to 100
na engenharia de tecidos que é a
nanometers, and present their different
106
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

produção de órgãos artificias e implantes. camundongos machos da espécie Mus


Ainda faltam estudos na área para musculus. Foram acondicionados à
determinar os danos e efeitos colaterais gaiola de poliestireno no biotério da
que essas nanopartículas possam Universidade Positivo sob luminosidade
acarretar no organismo. e temperatura controladas, com ciclo
Titânio é o nono elemento mais claro/escuro de 12 horas e temperatura
abundante no mundo, e é muito utilizado de 22°C (±3ºC), o que está de acordo
na forma de dióxido de titânio, ou seja, com as normas de organização para
quando esta na sua forma oxidada. O Cooperação Internacional Econômica e
dióxido de titânio (TiO2) é um cristal, esse Desenvolvimental para condução de
material é usado em corantes testes de toxicidade.
alimentares, na indústria de tintas, Os animais foram submetidos ao
plásticos, farmacêutica e têxtil, também regime de exposição às nanopartículas
é muito utilizado em protetores solares e por 14 dias consecutivos, via gavage.
cosméticos [1]. Eles foram divididos em quatro grupos,
Genotóxico é o dano provocado cada um com 10 animais. Um grupo
por um agente físico ou químico a controle negativo, onde os animais não
materiais genéticos, tais como foram expostos ao contaminante, mas
cromossomas ou DNA [2]. E a passaram pelas mesmas condições
preocupação é a falta de estudo sobre os experimentais dos grupos de tratamento.
danos e efeitos colaterais que essas O segundo recebeu 0,1 mg/Kg/dia de
nanopartículas podem acarretar. nanopartícula (Tratamento 1), o terceiro
1,0 mg/Kg/dia (Tratamento 2) e o quarto
MATERIAIS E MÉTODOS 10,0 mg/Kg/dia (Tratamento 3). Anterior
à administração das nanopartículas,
O trabalho foi submetido ao estas sofreram o processo de sonicação,
Comitê de Ética em Pesquisa Animal da que consiste na dispersão do material.
Universidade Positivo (CEUA) e Após esses dias, os camundongos foram
aprovado sob o número de registro eutanasiados em câmara de CO2, com o
325/2015. gás na concentração de 40%.
Foram utilizados 40 Foram coletadas as amostras
107
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

para analise, uma gota sague foi Giemsa a 10% por 10 minutos. Cem
coletada através da punção cardíaca e nucleóides de cada lâmina foram
foi retirada uma porção do fígado, as classificados de acordo com o tamanho
duas amostras foram adicionadas a um da cauda em danos zero a quatro. Após
eppendorf com 1 mL de soro fetal bovino. quantificados, serão atribuídos escores
Para a confecção das lâminas, através da somatória da multiplicação do
foram misturados 10 μl de suspensão número de cometas encontrados em
celular com 120 μl de agarose de baixo cada classe pelo valor da classe.
ponto de fusão (LMP). Essa mistura foi Para análise estatística, foi
então disposta sobre uma lâmina de aplicado o teste de Kruskal-Wallis e as
microscopia, previamente coberta com análises estatísticas foram feitas pelo
uma fina camada de agarose normal 1,5% software Bioestat 5.0
(1,5 g em 100 ml de PBS). As lâminas
foram colocadas em solução de lise RESULTADOS
(solução de lise estoque: NaCl, 2.5M;
EDTA, 100 mM; Tris, 10 mM; NaOH, Todos os grupos de exposição
0.8%; N-lauryl-sarcocinate, 1%; solução apresentaram diferenças estatísticas em
de lise uso: 1 ml Triton X100; 10 ml relação ao controle negativo (p=0,0002,
DMSO; e 89 ml de solução de lise p=0,0016 e p=0,026, respectivamente).
estoque) por 24 horas a 4ºC. Em seguida, Não se observou diferença entre os
as lâminas foram transferidas para a tratamentos 2 e 3 (p=0,062), mas sim
cuba de eletroforese, onde ficaram por entre 1 e 2 (p=0,0123) e 1 e 3
30 minutos imersas no tampão de (p=0,0237), como demonstrados no
eletroforese (300 mM NaOH/1 mM EDTA) Grafico 1.
com pH > 13 para que ocorresse o
desenrolamento parcial do DNA. A
eletroforese foi realizada a 300 mA, 25 V
por 25 minutos e, em seguida, as
lâminas foram neutralizadas em 0,4 M de
Tris, pH 7,5; fixadas em etanol absoluto
por 5 minutos e coradas em solução de
108
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

[1] PEREIRA, Joana Castello. Estudo do


Comportamento de nanopartículas de
Dióxido de Titânio em diferentes
suspensões. 2010. Tese de Doutorado.
Faculdade de Ciências e Tecnologia.

[2] NEWMAN, Michael C. Fundamentals


of ecotoxicology. Boca Raton, FL: Lewis
Publishers, c2001. xvii, 402 ISBN
0575040131 (enc.).

[3] HACKENBERG, Stephan et al. Silver


nanoparticles: Evaluation of DNA
damage, toxicity and functional
Gráfico 1: Medianas de dano em tecido renal impairment in human mesenchymal stem
cells. Toxicology Letters201 (2011) 27–
de fêmeas expostas ao Benzoato de Sódio. 33.
Letras diferentes representam diferença esta-
[4] SINGH, N. P.; MCCOY, M. T.; TICE, R.
tística. R.; SCHNEIDER, E. L. A. A simple
technique for quantitation of low levels of
DNA damage in individual cells.
CONCLUSÃO Experience Cell, 1988.

Levando em consideração os
resultados encontrados, pode-se afirmar
que todas as doses testadas das
nanopartículas de dióxido de titânio
apresentaram potencial genotóxico ao
sangue dos camundongos expostos.

Agradecimentos

Ao Financiamento concedido
pelo Programa de Iniciação Científica
(PIC) da Universidade Positivo.

Referências
109
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

AVALIAÇÃO DOS EFEITOS GENOTÓXICOS EM SANGUE PERIFÉRICO


PROVOCADOS PELO CONSUMO DE BENZOATO DE SÓDIO POR RATAS
WISTAR

Letícia Gabrielle de Amorim Silvério*, Eduardo Delabio Auer*, Francieli Poyer de


Almeida*, Bruna Giovana Oliveira Linke***, Ligia Alves da Costa Cardoso****,
Emanuele Cristina Pesenti**.

*Discente do Curso de Biomedicina da Universidade Positivo, Curitiba, Brasil.


**Docente do Curso de Biomedicina da Universidade Positivo, Curitiba, Brasil.
***Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia Industrial da
Universidade Positivo, Curitiba, Brasil.
****Docente do Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia Industrial da
Universidade Positivo, Curitiba, Brasil.
e-mail: leticiagasilverio@gmail.com

Resumo: Uma dieta contendo alimentos sanguíneo das ratas expostas ao


industrializados tem sido o novo estilo de tratamento.
vida adotado pela sociedade, os quais
usam aditivos e conservantes, como o Palavras-chave: Benzoato de Sódio,
benzoato de sódio, muito utilizado pela Aditivo Alimentar, Genotoxicidade,
sua ação antimicrobiana. Em casos de Wistar, Ensaio Cometa.
ingestão, inalação ou exposição
dérmica, podem causar urticária, asma, Abstract: A diet containing processed
rinites ou choques anafiláticos. foods has been the new lifestyle adopted
Observou-se também que, a by society, which uses additives and
hiperatividade e queda de inteligência preservatives, such as sodium benzoate.
podem ocorrer pelo uso desse aditivo Widely used for its antimicrobial action. In
alimentar. Por isso, objetiva-se investigar cases of ingestion, inhalation or dermal
os possíveis efeitos genotóxicos exposure, can cause rashes, asthma,
provocados pelo consumo do aditivo rhinitis or anaphylactic shock. It is also
alimentar em ratas Wistar por 90 dias. A noted that, hyperactivity and loss of
metodologia aplicada foi o ensaio intelligence may occur by the use of food
cometa para a análise de amostras de additive. Therefore, the objective it is
sangue periférico. Concluiu-se que o investigate its possible genotoxic effects
grupo de tratamento 1 não apresentou caused by food additive consumption in
diferenças significativas em relação ao Wistar rats for 90 days. The comet assay
grupo controle negativo, nem ao grupo was used for analysis of samples
de tratamento 2. Entretanto, o grupo 2 containing peripheral blood. It was found
apresentou diferença estatística that group 1 was not statistically
comparando-se com o grupo controle significant compared to the negative
negativo. É possível inferir, a partir dos control group nor group 2, however, the
resultados encontrados, que o benzoato group 2 showed significant difference
de sódio possui genotoxicidade ao tecido compared with the negative control
group. It is possible to infer from the
110
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

results found that sodium benzoate has O trabalho foi submetido ao


genotoxicity in blood tissue of rats
Comitê de Ética em Pesquisa Animal da
exposed to treatment.
Universidade Positivo (CEUA) e
Keywords: Sodium Benzoate, Food
aprovado sob o número de registro
additive, Genotoxicity, Wistar, Comet
assay. 283/2015.
Para o estudo foram utilizadas
14 ratas da linhagem Wistar. As
fêmeas do Tratamento 1 (G1) e
INTRODUÇÃO Tratamento (G2) receberam,
respectivamente o conservante
O benzoato de sódio pode ser benzoato de sódio, o qual diluído em
utilizado como aditivo alimentar, com a água nas concentrações 2,5g/500ml e
principal função de ser um conservante, 7,5g/500ml ofertados na forma ad
pois possui atividade antimicrobiana libitum.
(antimicótico e antibacteriano) [1];[2]. Para realização do ensaio cometa
O ensaio cometa é uma técnica de [3], lâminas previamente limpas foram
detecção sensível para danos no DNA, o cobertas com agarose de ponto de fusão
princípio está no fato de que células com normal (NMP) a 1,5% e secas em
um aumento nas lesões em seu DNA temperatura ambiente em posição
apresentam uma maior migração do horizontal. O sangue foi disposto
DNA em direção ao ânodo durante a separadamente em microtubos contendo
eletroforese. [3] 1000 µl de PBS com heparina. Após, o
Objetiva-se investigar os efeitos sangue foi diluído em proporção de 10μl
genotóxicos provocados pelo consumo da solução para 120 μl de agarose de
de benzoato de sódio em ratas Wistar, baixo ponto de fusão (LMP) a 0,5% em
depois de 90 dias de exposição. PBS com temperatura de 37 ºC. O
Amostras de sangue foram empregadas sangue foi diluído em LMP que foi
para essa avaliação. depositado sobre a lâmina previamente
coberta com NMP, coberto com lamínula
MATERIAIS E MÉTODOS e acondicionado em geladeira a 4ºC por
20 minutos. Em seguida, as lâminas
111
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

foram acondicionadas em solução de lise células por exemplar, avaliadas de


(pH 10) a 4ºC por 72 horas. Após o acordo com a intensidade da cauda e
período de lise, as lâminas foram classificadas em 5 classes pré-definidas,
dispostas em cuba de eletroforese variando de 0 (sem dano) a 4 (dano
horizontal a 4ºC em recipiente com gelo, máximo). Após quantificados, foram
cobertas com tampão alcalino de atribuídos escores através da somatória
eletroforese por 30 minutos. da multiplicação do número de cometas
Os parâmetros da eletroforese encontrados em cada classe pelo valor
(pH>13) foram acertados para 25 volts e da classe.
300 miliampéres, por 25 minutos.
Depois, as lâminas foram submetidas a RESULTADOS
três sequências de 5 minutos de solução
de neutralização (pH 7,4). A fixação foi No ensaio cometa realizado com
realizada com etanol absoluto por 15 os eritrócitos das fêmeas expostas, o
minutos. As lâminas foram coradas com grupo dois (G2) apresentou diferença
Giemsa 10% por 10 minutos [4]. As significativa em relação ao grupo
lâminas foram visualizadas em controle (GC) (p=0,0004). O grupo um
microscópio óptico com aumento de (G1) não apresentou diferença
400X. Foram analisadas 100 nucleóides significativa em relação ao controle, bem
por lâmina, avaliadas de acordo com a como não se observaram diferenças
intensidade da cauda e classificadas em entre os grupos de exposição (p=0,0694
5 categorias, variando de 0 (sem dano) a e p=0,1175, respectivamente), como
4 (dano máximo). Após a classificação, apresentado na Gráfico 1.
foram atribuídos escores a partir da
somatória da multiplicação do número de
cometas encontrados em cada classe
pelo valor do dano encontrado [5]. Para
coloração, empregou-se Giemsa 10%
por 10 minutos. A avaliação
microscópica óptica foi realizada com
aumento de 1000X. Analisou-se 100
112
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

Referências

[1] AUN, M. V., et al. Aditivos em


alimentos. Revista Brasileira de
Alergia e Imunopatologia, 2011.
[2] VILAPLANA, J.; ROMAGUERA, C.
Fixed drug eruption from sodium
benzoate. Contact Dermatitis, v. 49, n.

Gráfico 1: Medianas de dano em tecido 6, p. 290-291, Dezembro. 2004.

sanguíneo de fêmeas expostas ao [3] SINGH, N. P.; MCCOY, M. T.; TICE, R.

Benzoato de Sódio. Letras diferentes R.; SCHNEIDER, E. L. A. A simple

representam diferença estatística. technique for quantitation of low levels of


DNA damage in individual cells.

CONCLUSÃO Experience Cell, 1988.


[4] OSIPOV, Andreyan et al. DNA comet

A exposição subcrônica ao Giemsa staining for conventional bright-

benzoato de sódio promoveu lesões ao field microscopy. International journal

DNA dos animais expostos. Portanto, of molecular sciences, v. 15, n. 4, p.

com base nos resultados, o benzoato de 6086-6095, 2014.

sódio apresentou genotoxicidade no [5] COLLINS, A. R. et al. The comet as-

tecido sanguíneo das ratas. say: what can it really tell us?. Mutation
Research. v. 375, n. 2, p. 183-193, 1997.

Agradecimentos Collins, 1997.

Agradecimento à Universidade
Positivo (UP) pelo apoio ao projeto
através do Programa de Iniciação
Científica (PIC).
113
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

CONSEQUENCIAS FISIOLOGICAS DO DOPING

B. Decker*, B. Faria* R. Portela* , S. Sikora*, J. Schauren**

*Campos Universitário Campos de Andrade, Curitiba, Brasil


**Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

e-mail: brudecker@hotmail.com

Resumo: Desde a antiguidade o ser Abstract: Since ancient times humans,

humano busca formas de melhorar os seeks ways to improve the physical and

resultados físicos e mentais. Dentre as mental results. Among the existing

modalidades existentes no atletismo os arrangements in athletics cyclists were

ciclistas foram os primeiros a buscar the first to seek exogenous substances to

substâncias exógenas para melhorar o improve fitness practitioners. The doping

condicionamento físico dos praticantes¹. is characterized by the substances that

O doping caracteriza-se por substâncias are used cause chemical changes in

que ao serem usamos causam systems that generate better

alterações químicas nos sistemas que performance in training and competition

geram um melhor desempenho em In Brazil the ABCD (Brazilian official

treinos e competições7. No Brasil a doping control) and for the fight against

ABCD (autoridade brasileira controle de doping in sport Brazilian guaranteeing

doping) e a responsável pela luta contra the right of athletes in doping-free

a dopagem no esporte brasileiro competitions In the world responsible for

garantindo o direito dos atletas em this control is the WADA (World Anti-

competições livre de doping. Já no Doping Agency).

mundo o responsável por esse controle


é a AMA (agência mundial Keywords: Doping, prohibited
antidopagem)². substances in doping, effects of doping.

Palavras-chave: Doping, substâncias INTRODUÇÃO


proibidas no doping, efeitos da dopagem. O doping se tornou mais intenso após a
Segunda Guerra Mundial, quando os
114
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

atletas começaram a utilizar substâncias


que alteravam seu desempenho4 isso se RESULTADOS
caracteriza como dopagem e antiética, As formas de detectar as drogas é por
pois frauda as oportunidades entre os meio de exames de urina pois é na urina
competidores³. A lista de substâncias que são eliminadas substâncias tóxicas
proibidas segundo a AMA, é divertida em ao organismo³. Para detectar as drogas
5 classes: analgésicos narcóticos, utiliza-se do método físico químico de
estimulantes, agentes anabólicos, separação, cromatografia. Para fazer o
diuréticos e hormônios¹. Cada classe de exame, o atleta é encaminhado para o
dopagem gera um efeito no organismo controle de doping, para fazer a coleta da
em um curto prazo torna-se devastador urina com a presença de um responsável
ao organismo podendo levar até ao do evento de mesmo sexo, para que não
óbito³. haja fraude na coleta5. No ato da coleta
são analisados o pH e o volume da
MATERIAIS E MÉTODOS amostra, que depois é transferida para
dois recipientes a prova e contraprova e
Trata-se de uma revisão sistemática de enviada ao laboratório. A detecção de
trabalhos científicos que estudaram os drogas se dá por meio da utilização do
atletas, que utilizam a dopagem para método físico químico de separação,
melhorar o condicionamento físico, A cromatografia. A presença de certas
identificação dos artigos foi feita através substâncias serão detectadas por este
de SCIELO papel do atleta na sociedade método e comparadas a padrões
e o controle de dopagem no esporte, externo³. Os analgésicos agem no
Revista Brasileira Ciências do Esporte. sistema nervoso central, gerando uma
Doping no esporte problematização ética; ausência de dor que pode levar o atleta
Secretaria da educação do Estado do a negligência uma lesão grave leva a
Paraná (SEED) Controle do doping; perda de equilíbrio e coordenação,
referente aos anos de 2002 a 2014. A alterações no sistema digestório,
estratégia de busca utilizada foi: doping, depressão, diminuição dos batimentos
doping nas olimpíadas, substâncias do cardíacos e perda de concentração6. Já
dopantes, controle do doping. os estimulantes atuam direto no sistema
115
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

nervoso central aumentando o ritmo ginecamastia6; o hormônio do


cardíaco e metabólico geram um crescimento (GH) é sintetizado no
estímulo como a adrenalina. Podem organismo até o fim da puberdade, os
prejudicar o apetite5 a hipertensão atletas o utilizam pois aumenta os
arterial, palpitação, arritmia, lucilações e tecidos musculares, que ajudam na força
sensação de fadiga. Os anabólicos e velocidade, podem causar acromegalia,
derivam da testosterona, aumentam o alterações na face e voz, intolerância a
tamanho de células musculares, glicose, hipertrofia cardíaca e problemas
aumenta a atividade basal e os níveis de articulares. Hormônio
oxigênio dentro das hemácias, baixa a adrenocorticotrofico (ACTH) aumenta os
camada de gordura corporal, dando corticoesteroides7 para recuperações e
força aos usuários, aumenta o número tecidual, mas o uso desenfreado
de infartos em jovens, atrofia muscular, enfraquece os músculos, causa insônia,
esterilidade, redução de HDL e aumento hipertensão arterial, diabetes5; ulceras
de LDL5. Os diuréticos aumentam a gástricas, e perda de massa óssea. E
formação e excreção de urina dentre as eritropoietina é a droga mais utilizada em
classes esta é utilizada pois causa perda esportes de resistência, promove
de peso e fácil mascarar o doping. No aumento de glóbulos vermelhos,
organismo traz doenças renais, aumentando as taxas de oxigênio e
alterações no ritmo cardíaco e perda de consequentemente sua taxa de esforço
sais minerais7. aeróbio também aumenta6. O uso traz

Os hormônios aceleram o crescimento consequência como hipertensão arterial,

corporal e diminuem a sensação de dor infarto do miocárdio, infarto cerebral,

no organismo, é uma classe dividida em embolia pulmonar e confusões5.

quatro principais: Gonadotrofina


coriônica humana (HCG) que é CONCLUSÃO
Concluímos que a utilização de
sintetizado na placenta e purificado na
substâncias de dopagem vem desde a
urina feminina. aumenta os esteroides
pré-história quando os homens
corporal, aumenta a potência muscular,
utilizavam drogas para melhorar seu
altera a menstruação e causam
desempenho no esporte e o uso vem
116
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

crescendo a cada dia mais, o que 8,11,19 e 24. Disponível em:


http://gpquae.iqm.unicamp.br/apresenta
aumenta o risco para atletas utilizam
cao/A4.pdf
5 Silva, Vania Sofia de Sousa. Os atletas
essas substâncias para melhores
da elite e a dopagem. [Internet] . 2005.
resultados.
[citado 2016 out 11] p. 53. Disponivel em:
https://estudogeral.sib.uc.pt/bitstream/1
Agradecimentos 0316/15334/1/OS%20ATLETAS%20DE
%20ELITE%20E%20A%20DOPAGEM.p
A Professora Biomédica Juliana df
Schauren que orientou no projeto, e ao
6 Secretária da Educação. Controle do
Campos Universitário de Andrade pela Doping [Internet]. 2009 [citado 2016 out
oportunidade do projeto. 18] p. 1. Disponivel em:
http://www.quimica.seed.pr.gov.br/modul
es/conteudo/conteudo.php?conteudo=1
Referências 68

1 7 Secretária da Educação. Doping -


Neto, Francisco Radler de Aquino: O
papel do atleta na sociedade e o controle efeitos no organismo. [Internet]. 2009
de dopagem no esporte [Internet]. 2001. [citado 2016 out 19] p. 1. Disponível em:
[citado 2016 out 10]; p.1-2, 7-8. http://www.biologia.seed.pr.gov.br/modul
Disponivel em: es/conteudo/conteudo.php?conteudo=8
http://www.scielo.br/pdf/rbme/v7n4/v7n4 4
a05.pdf
2 Costa, Frederico Souza. Balbinotti,
Marcos. Balbinotti, Carlos. Barbosa,
Marcos. Juchem, Luciana: Doping no
esporte problematização ética [Internet].
2005 [citado 2016 out 10]; p. 114-115.
Disponível em:
http://www.revista.cbce.org.br/index.php
/RBCE/article/viewFile/137/146
3Rose, Eduardo Henrique. Feder, Marta
Goldman. Neto, Francisco Radler de
Aquino: Uso de medicamentos no
esporte. [Internet]. 2003. [citado 2016 out
11]; p. 6,10,13. Disponível em:
http://www.quimica.seed.pr.gov.br/arquiv
os/File/doping/medicamentos.pdf
4 Neves, Mariana de Géa: Doping
[Internet] 2014. [citado 2016 out 10]; p.
117
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

DOPING – UM PROBLEMA ÉTICO OU DE CARATER SOCIAL?

Syrozinski, D.F., Rocha, k., Ribeiro, H., Prado, V, Gavinho, B.

Kelly Rocha, Curitiba - PR


E-mail: klyromanow@outlook.com

Resumo: A polêmica do doping que se constrói, implicando, por isso, o


associado ao desporto não é recente, seu “ensino” e a sua “prática”. 6
representando um dos problemas com Esses princípios e valores devem
maior destaque da atualidade. Porém estar presentes em todas as dimensões
seria ele um problema de caráter ético ou e expressões da prática desportiva e são
social? Onde os princípios e valores são independentes do rendimento ou su-
alterados afim de um bom rendimento? cesso desportivos.
Palavras-chave: doping, princípios, O esporte faz parte da nossa soci-
drogas. edade, ambos são regidos pelos mes-
mos sistemas de normas e valores,
Abstract: The controversy of doping deste modo, analisando a evolução do
associated with sport is not new, desporto moderno e dos valores sociais
representing one of the problems most atuais, onde a ambição e os interesses
notably today. But it would be a problem pessoais de competitividade dos estilos
of ethical or social character? Where the de vida adotados se sobrepõem aos in-
principles and values are changed in teresses sociais, é importante questionar
order to a good income? a aplicação da ética.
Keywords: doping, principles, drugs. Nesta perspectiva, o esporte pos-
sui suas regras, objetivos e exigências,
INTRODUÇÃO implicando em uma prática, que adota o
A Ética do Desporto teve início no respeito por valores éticos e morais, tais
final do século XIX, com Pierro de Cou- como: solidariedade, honestidade, disci-
bertin, através das primeiras reflexões plina, paciência, compreensão, respeito
sobre um conjunto de valores e princí- pelo outro e pela regra, superação, tra-
pios que constituem o “Espírito Olím- balho, etc.
pico”.7 Atualmente, alguns valores mo-
Trata-se de recomendações a se- rais se perderam e com isso surge novos
rem vividas pelos atletas, sob juramento parâmetros e a utilização de componen-
olímpico que são traduzidos em compor- tes químicos como o doping. Verifica-se
tamentos de elevação como a amizade, que é um problema geral, uma vez que o
convívio, respeito mútuo, saber ga- mesmo faz parte do nosso quotidiano. A
nhar/perder e a importância de, tão so- dopagem representa um flagelo que co-
mente, competir. loca em risco a imagem do desporto
A aquisição de valores e princí- como uma escola de virtudes e valores,
pios não se faz por imposição, simples- onde princípios e regras são respeitados
mente pela leitura de documentos, é algo e preservados.
118
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

Uma definição exata do conceito cada vez mais, uma verdadeira Escola
de doping tem sido procurada desde que de Liberdade e Cidadania.
organismos internacionais, como o Co- São objetivos essenciais do
mitê Olímpico Internacional e a Agência Código, criar uma matriz de bons
Mundial Antidopagem demonstram preo- costumes, boas práticas e um referencial
cupação com esta questão. de valores humanos nos domínios do
No Brasil, esta preocupação tam- desporto. Nos termos da Lei de Bases da
bém é crescente, de responsabilidade do Atividade Física e do Desporto – Lei n.º
Comitê Olímpico do Brasil (COB), fun- 5/2007, de 16 de janeiro – a atividade
dado no ano de 1914, tendo como res- desportiva é desenvolvida em
ponsável pela área desde 1976 o Dr. observância dos princípios da ética, da
Eduardo Henrique De Rose. 3 defesa do espírito desportivo (fair play),
Devido ao valor social da prática e da verdade desportiva e da formação
da ética desportiva, esta questão não integral de todos os participantes.4
pode deixar de ser um imperativo. Dessa forma podemos dizer que a
ética desportiva não é desvinculada da
ÉTICA NO DESPORTO ética social, uma vez que o desporto não
A ética é um ideal que tem se se manifesta de forma independente ao
sobressaído no mundo atual, contexto sócio cultural, vinculado a uma
considerando o homem como o novo ética da sociedade moderna. O Espírito
valor absoluto dos tempos modernos e a desportivo não é apenas respeitar
moral como parte integrante do próprio códigos, regulamentos, mas também
ser humano. constitui a noção de amizade, de
Aristóteles conferiu a primeira ver- respeito pelo outro, um modo de pensar,
são sistemática da ética, definindo-a e não simplesmente um comportamento.
como sendo o compromisso efetivo do O termo Espírito Desportivo é
homem, é o compromisso que se adquire definido na literatura especializada como
consigo próprio diante dos valores huma- um código de atitudes; respeito pelas
nos. 8 normas prescritas derivadas de um
Outro conceito que pode ser código de Ética; um mero
atribuído a palavra ética, sob o domínio comportamento moral assumido no meio
da filosofia, tem por objetivo o juízo de desportivo.6
apreciação, que distingue o bem e o mal,
o correto e o incorreto. DOPING NO DESPORTO
No sentido etimológico a palavra Em 1960, Roma, 3 cliclistas
ética "compreende, antes de tudo, as tomaram anfetaminas para melhorar
disposições do homem na vida, seu seus tempos durante as provas, um dos
caráter, seus costumes, e, naturalmente, cliclistas, o dinamarquês Knut Enemar
também sua moral". 6 Jensen morreu e apesar do estado
A atividade desportiva, pela sua crítico dos outros, estes conseguiram
riqueza social e cultural, constitui-se sobreviver (Reys, 1988).
como um meio privilegiado para prática Após estes e outros
dos valores da ética desportiva, acontecimentos, que as organizações
devendo, pela sua natureza, constituir desportivas nacionais e internacionais se
exemplo de caminho a ser seguido pelas concentraram no uso abusivo de
outras áreas da sociedade, tornando-se substancias por parte dos esportistas
119
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

sem que fosse para fins terapêuticos. A Portugal, considera que “por dopagem
partir daí foi adotada na Conferência entende-se a administração aos
Internacional sobre Doping, 1964, em praticantes desportivos ou o uso por
Tóquio, e organizada pela Federação estes de classes farmacológicas de
Internacional de Medicina Desportiva substâncias ou de métodos constantes
(FIMS) e pelo Comitê Olímpico das listas aprovadas pelas organizações
Internacional; a seguinte definição de desportivas nacionais ou internacionais
doping: "a administração ou uso por um competentes” (Secretaria de Estado do
atleta em competição, de qualquer Desporto, 1999).
substância estranha ao organismo ou de A proibição do doping não se dá
qualquer substância fisiológica em apenas pela preocupação quanto a
quantidade anormal ou por via de saúde dos atletas, mas também sob o
entrada anormal, com o único objetivo de ponto de vista ético. Para proteger a
modo artificial e desleal, o seu saúde, a integridade psicológica e física
desempenho em competição” (Reys, dos atletas, por uma ética desportiva
1988). permitindo oportunidades iguais para
Assim surgiu a necessidade de todos.
um controle oficial em relação ao doping, O problema do doping encontra-
dando origem a uma petição que se também no desporto recreativo, em
resultou na criação de uma lista de academias e apesar do conhecimento
substâncias proibidas de serem dos riscos à saúde, há essa valorização
utilizadas pelos atletas olímpicos. corporal.
Com esta lista, foi possível o “Quando ganhar é tudo, fazemos tudo
desenvolvimento de protocolos para para ganhar” (Nicholas, 1989)
detecção na urina destas substâncias e
sua primeira aplicação ocorreu nos MATERIAIS E MÉTODOS
Jogos Olímpicos de Inverno (Grenoble) e Realizamos uma pesquisa
de Verão (Cidade do México) em 1968. bibliográfica nas Bases de dados do
(Reys, 1988). COB, utilizando os parâmetros legais da
Segundo Reys (1988) e no Atividade Física e do Desporto – Lei n.º
sentido de tornar mais clara a definição 5/2007, de 16 de janeiro, Scielo e
de doping, a Comissão Médica do COI Medline, utilizando os seguintes
adoptou como definição legal de doping: descritores :“doping”, “princípios”,
“o uso de qualquer medicamento ou “drogas”. Os artigos encontrados foram
produto contendo substâncias das listas selecionados qualitativamente.
de substâncias proibidas”, no sentido de
se facilitar a interpretação quanto à RESULTADOS
aplicação na prática. Ljungquist (1990) e Ao observarmos que o Desporto
Reys, Barbosa, Sequeira & Faro (1989) transmite uma série de valores, quer se-
consideram ainda doping, sob o ponto de jam próprios da sociedade em que está
vista prático, como sendo o uso de inserido ou pré-estabelecidos pelas soci-
substâncias e métodos de dopagem que edades antecedentes. Nas últimas déca-
se encontram inseridos na lista divulgada das, tem-se tornado um componente im-
pelo Comitê Médico do COI. Já o portante da sociedade moderna, dado
Decreto de Lei no 183/97, que legisla o que os jovens dispõem de mais tempo li-
Combate à Dopagem no Desporto em vre e o Desporto desempenha um papel
120
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

relevante nos domínios da educação, sa- tica e consciente, na sociedade. Não fal-
úde, lazer, etc. tam motivos para que todos, os profissi-
Atualmente alguns comportamen- onais da área contribuam para a existên-
tos têm-se visto frequentes, nos jovens, cia de uma ética de responsabilidade, li-
como agressões, adotar comportamen- berdade e solidariedade que nos dignifi-
tos violentos a falta de respeito a adver- que e honre a condição humana.
sários e árbitros. Embora as ocorrências Por isto tudo defendemos que os
mais frequentes e visíveis sejam obser- valores da ética desportiva, deverão fa-
váveis no Desporto profissional, já se co- zer parte das preocupações dos adultos
meça a encontrar cada vez mais esses que dirigem e orientam a prática despor-
“maus” comportamentos, o que tem pro- tiva, condicionando, por esta via, a quali-
vocado um aumento de estudos por dade da experiência vivida pelos prati-
parte de investigadores nesta área. cantes e, com ela, a dimensão dos efei-
Os problemas e interrogações re- tos e a profundidade das marcas deixa-
lativas ao respeito e espírito desportivo das em cada um deles.
pela ética, constituem uma importante
área de preocupação para todos aqueles CONCLUSÃO
que procuram intervir com sentido crítico Para que os princípios da ética do desporto
sejam respeitados, é preciso que diversas
na evolução das práticas desportivas e instituições e setores da nossa sociedade
dos respectivos processos de ensino- intervenham de uma forma ativa na luta contra a
aprendizagem. dopagem no desporto, adotando, iniciativas,
Se a violência é o sinal do nosso visando a prevenção do uso de substâncias e
tempo, o Espírito Desportivo representa métodos ilícitos por parte dos atletas. É também
de grande importância sensibilizar os atletas para
a necessidade e talvez mesmo a solução os malefícios do doping, tanto éticos como para
da sua superação. Num tempo própria saúde, para que a verdade desportiva
caracterizado pelo imediatismo, pelo seja preservada, promovendo um desporto
individualismo e competição exacerbada, limpo, onde os princípios da ética sejam
pela vitória e bens materiais como respeitados.
Referências
indicadores de sucesso, compete a área [1] BENTO, J.O. - Desporto e Humanismo: O
de formação de professores e Campo do Possível. Ed. Uerj: Rio de Janeiro,
treinadores, dar uma atenção para a 1998.
formação superior de forma científica, [2] BENTO, j., MARQUES, A., Desporto,
técnica e pedagógica, assim como, Ética e Sociedade - Actas, pp. 87--105. Porto:
FCDEF-UP, 1990.
cultural e humanista em que, além do [3] CONSTANTINO, J.M. - Notícias do Espírito
saber, aprendamos a ser. Desportivo, editorial n.º 3. Oeiras, 1998.
A escola e a sociedade em que [4] Comité Internacional para o Fair-Play -O Es-
queremos viver não podem prescindir da pírito Desportivo no Desporto para Todos, 1997.
impulsionadora e exigente participação [5] CRUZ, S., Em torno da ética e do fair-play.
Notícias do Espírito Desportivo, (2002), (On-
de alunos, funcionários e professores Line): http://www.cm-oeiras.pt.
que sejam criadores e transmissores de [6] GONÇALVES, C., Espírito Desportivo: Ques-
conhecimentos, mas também incentiva- tão de ética, questão de educação,1990.
dores de cultura e promotores de valores.
Assim, a escola desempenha um
papel crucial na formação global do indi-
víduo e na inserção deste, de forma crí-
121
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

DOPING: SEUS EFEITOS E POLÊMICAS EM MEIO A DIFERENTES


PROCEDIMENTOS

A.R.Soppa, A.C.K.Vicente, E.Stoco, J.G.C.Araújo e J.Mendryk

Curitiba, Brasil

E-mail: elismarastoco@hotmail.com

Resumo: Frequentemente, este procedimento não é algo simples, e


visualizamos muitas situações que se realizado, deve ser sem risco a saúde.
sugerem alguma alteração fisiológica
com o intuito de melhorar as condições
Abstract: Often we envision many situa-
de metabolismo. Dentre tais situações,
tions which suggest some physiological
podemos destacar o doping, um
alteration in order to improve metabolic
procedimento muito polêmico
conditions. Among such situations, we
atualmente, que gera grandes
can highlight the doping, currently a very
discussões e aumenta as suspeitas a
controversial procedure that generates
respeito de inúmeras situações,
much discussion and raises suspicions
principalmente em competições, onde
about many situations, especially in com-
muitas vezes há alteração fisiológica que
petitions where there are often physiolo-
favorece alguns atletas. Podemos
gical change that favors some athletes.
entender este procedimento, como um
We can understand this, as an ergogenic
recurso ergogênico, que tem por objetivo
aid, which aims to improve sport and ath-
a melhoria no esporte e no desempenho
letic performance. Blood doping is cha-
atlético. O doping sanguíneo é
racterized by the infusion of red blood
caracterizado pela infusão de hemácias
cells in the body, namely an increase in
no organismo, ou seja, um aumento no
the number of these cells which conse-
número destas células que
quently will have an increased hemoglo-
consequentemente irão apresentar um
bin, which is the protein of red blood cells
aumento de hemoglobina, que é a
responsible for the oxygenation of blood
proteína das hemácias responsável pela
and promotes equilibrium lactic acid, car-
oxigenação do sangue e favorece o
rying oxygen to the skeletal muscles.
equilíbrio de ácido lático, transportando
When we talk about doping, we can
oxigênio para os músculos esqueléticos.
highlight the substance erythropoietin,
Quando falamos de doping, podemos
which has the function to artificially stimu-
ressaltar a substância eritropoietina, a
late red blood cells, increasing the mass
qual possui a função de estimular
of cells and promoting the reduction of
artificialmente as hemácias, aumentando
the feeling of fatigue during physical acti-
a massa das células e promovendo a
vity. The doping also covers some ethical
redução da sensação de fadiga durante
issues such as safety, legality and effici-
a atividade física. O doping também
ency, as this procedure is not something
abrange algumas questões éticas como:
simple, and if done, should be without
segurança, legalidade e eficiência, pois
risk to health.
122
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

Palavras-chave: Doping sanguíneo, A pesquisa baseou-se na avaliação de


ergo gênico, hemoglobina, hemácias,
dados sobre o uso anual de substâncias
eritropoietina, ética.
anabolizantes, a legislação pertinente
dos conselhos esportivos, dados de
funcionamento laboratoriais e avaliações
INTRODUÇÃO
éticas.
O doping sanguíneo é um procedimento Para assegurar o objetivo descrito, foi
que visa a aceleração no metabolismo, realizado um estudo exploratório pelo
ou seja, uma mudança no funcionamento método de pesquisa bibliográfica, o qual
do organismo que favorece as condições é extremamente adequado para analisar,
físicas, aumentando a capacidade de interpretar e criticar postulados teóricos.
resistência e promovendo maior Os meios de pesquisa utilizados para a
desempenho. Dentro do doping, é seleção e localização do referencial
interessante ressaltarmos a substância teórico baseou-se nos bancos de dados
eritropoietina, que é utilizada como forma SciELO, PubMed, Med Sci Sports.
de estímulo para as hemácias, as células Onde artigos provenientes de 1985 -
sanguíneas. Sendo assim, há um 2016 foram incluídos e anteriores a esta
aumento dessas células, e data foi utilizado o método de exclusão,
consequentemente, o sangue será mais pelo fato desta pesquisa ter como
oxigenado e o organismo ganhará mais objetivo revisar e atualizar o tema.
disposição e resistência. Tal Entre os estudos selecionados, foi
procedimento é considerado incorreto analisado todo o contexto teórico que
em casos de competições, pois de certa pudesse contribuir para o tema da
forma altera-se a função do organismo. pesquisa. A fim de tornar o trabalho mais
Porém, o doping é considerado favorável plausível em seu entendimento.
quando em casos clínicos, o que poderá
CONCLUSÃO
trazer benefícios e estímulos positivos
para a recuperação. Em meio a tantas polêmicas
relacionadas ao doping sanguíneo,
podemos perceber que todo e qualquer
MATERIAIS E MÉTODOS
123
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

procedimento deve ser muito bem 1. Rosen O, Sudgot-Borgen J, Maehlum


orientado e acompanhado. O doping S. Supplement use and nutritional habits
in Norwegian elite athletes. Scand J Med
pode ser considerado benéfico, pois
Sci Sports 1999;9:28-35.
possui a capacidade de reestruturar as
hemácias e aumentar a circulação de 2. Sobal J, Marquart LF. Vitamin/mineral
supplement use among athletes: a re-
oxigênio, algo que favorece pacientes view of the literature. Int J Sport Nutr
debilitados, oferecendo uma melhora em 1994;4:320-4.
seu quadro clínico, por outro lado, é
3. Burke LM, Read RSD. Dietary supple-
considerado uma fraude em casos da ments in sports. Sports Med
utilização por atletas, pois altera 1993;15:43-65.
desnecessariamente a função do
4. Maughan RJ. Creatine supplementa-
metabolismo, aumentando a capacidade tion and exercise performance. Int J
de disposição e retardando o cansaço Sport Nutr 1995;5:94-101.
físico. Um estímulo que aumenta a
5. Odland LM, MacDougall JD, Tarno-
massa das células sanguíneas é uma polsky M, Eloraggia A, Borgman A, Atkin-
grande alteração do funcionamento son S. The effect of oral Creatine supple-
natural do nosso corpo, os riscos mentation on muscle [PCr] and power
output during a short-term maximal cy-
existem, deve-se analisar cada caso e cling task. Med Sci Sports Ex
trabalhar em prol da saúde, acima de 1994;26:S23.
tudo. Qualquer procedimento deve
6. Brasil RRLO, Conceição FL, Coelho
priorizar a segurança das pessoas, que CW, Rebello CV, Araújo CGS, Vaisman
não devem ser submetidas a métodos M. Efeitos do treinamento físico contra
que não lhes tragam benefícios. É resistência sobre a composição corporal
e a potência muscular em adultos defici-
importante que os efeitos sejam
entes de hormônio do crescimento. Arq
analisados e estudados, para que cada Bras Endocrinol Metab 2001;45: - .
vez mais possam ser controlados, tudo
7. Cuneo R, Salomon F, Wiles C, Hesp
de acordo com as condições legais R, Sonksen P. Growth hormone treat-
existentes. ment in growth hormone-deficient adult.
I. Effects of muscle mass and strength. J
Appl Physiol 1991;70:688-94.
Referências
124
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

8. Salomon F, Cuneo R, Hesp R,


Sonksen P. The effects of treatment with
recombinant human growth hormone on
body composition and metabolism in
adults with growth hormone deficiency. N
Engl J Med 1989;321:1797-803.

9. Jorgensen J, Moller J, Wolthers T,


Vahl N, Juul A, Skakkebaek N, et al.
Growth hormone (GH) deficiency in
adults: Clinical features and effects of GH
substitution. J Pediatr Endocrinol
1994;7(4):283-93.

10. Powrie J, Weissberger A. A growth


hormone replacement therapy for growth
hormone-deficient adults. Drugs
1995;49(5):656-63.
125
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

DOPING, UM RISCO À SAÚDE

A. C. Corrêa¹, J. R. Taborda¹, J. K. F. Siqueira¹, L. C. Zanotto¹, M. L. P. W. R.


Macedo¹ e B. Gavinho²

¹ Graduanda de Biomedicina, Centro Universitário Campos de Andrade. Curitiba,


PR. Brasil.
² Docente Orientador, Centro Universitário Campos de Andrade. Curitiba, PR. Brasil.
mayaluzm@gmail.com
Resumo: Apesar de existir uma controlado e fiscalizado pelo ABCD
regulamentação para a utilização do (Autoridade Brasileira de Controle de
doping, ele ainda é usado em larga
Dopagem) que é regrado pelo Código
escala para obtenção de padrões de
beleza e principalmente de vantagens no Mundial Antidopagem [1]. Em uma
esporte. Uma nova prática anti- definição geral, dopagem é a utilização
desportiva é a utilização do doping
de métodos ou substâncias que alteram
genético, ainda em estudo.
Evidenciamos aqui a necessidade da a capacidade física ou mental,
informação combatendo a dopagem, melhorando-a sinteticamente e baseada
pois seja através de substâncias
em sua contínua utilização. Entretanto,
proibidas ou alterações no genoma, sua
utilização pode gerar danos à saúde em os artigos 2.1 a 2.10 do Código Mundial
curto ou longo prazo. Antidopagem apresentam uma definição
Palavras-chave: doping, doping ainda mais abrangente, informando que
genético, saúde.
a presença de substâncias proibidas, ou
Abstract: Although there is a regulation alterações no metabolismo encontradas
for the use of doping, it is still used in
large scale to obtain standards of beauty na amostra, ainda que não intencional,
and especially advantages in sports. A que prejudique ou ofereça vantagem de
new anti-sports is the use of gene
doping, still under study. We show here alguma forma, é considerado dopagem
the need for information combating positiva [2]. São diversas as substâncias
doping, because it is through prohibited
substances or changes in the genome, utilizadas para dopagem e não
its use can cause damage to health in the apresentam a mesma forma de atuação,
short or long term.
Keywords: doping, gene doping, health. o que dificulta o controle de resultado
esperado podendo acarretar em efeitos
INTRODUÇÃO colaterais, problemas na saúde e até
No Brasil, o doping é mesmo a morte. A proibição destas
126
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

substâncias é uma questão ética por hormônios. Jovens passaram a buscar


manter a competição equilibrada, além drogas anabolizantes para deixar seus
de zelar pela saúde [3]. Existem corpos musculosos, bonitos e atléticos,
evidências da utilização de estimulantes utilizando de maneira ainda mais
desde 3000a.C. com o ópio, desde então descontrolada e abusiva que os atletas.
outros se tornaram conhecidos em Com o tempo foi possível perceber que
diversos locais do mundo para diferentes os estimulantes acarretavam em efeitos
necessidades. Na América do Sul a coca indesejáveis e prejudicavam a saúde.
mascada era usada para diminuir o Partindo deste ponto torna-se notável
cansaço e a fome nos trabalhos forçados. que os estimulantes não se tornam mais
Nos jogos olímpicos antigos utilizavam assunto apenas de competição, mas sim
plantas com produto alucinógeno de saúde pública [6]. O controle de
extraído de cogumelos. Com o uso dopagem foi iniciado em 1989 com
indiscriminado de estimulantes muitos bases do COI (Comitê Olímpico
foram a óbito [4]. Internacional) e consiste em uma análise
Em olimpíada o Thomas Hicks, criteriosa de um material coletado de
maratonista, foi o primeiro a ser maneira adequada, podendo ser sangue,
descoberto [5]. Os métodos de detecção cabelo, entre outros, mas dentre eles a
da dopagem no início eram simples, urina é considerada a melhor amostra
baseados na análise da saliva, após para exame [7].
foram desenvolvidos a cromatografia Além de sustâncias
gasosa e delgada, e a impróprias ou abusivas, há um tipo mais
espectrofotometria de massa que recente de doping que faz uso da
determinava na urina a presença e genética. A terapia gênica tem por
dosagem da maioria das substâncias objetivo amenizar, tratar ou até mesmo
listadas. A anfetamina e produtos curar doenças, consiste na transferência
parecidos que predominavam foram de material genético bom para uma
substituídos por esteroides, mas célula que apresente seu material
também apresentavam efeitos colaterais. anormal, porém estudos apontam que
Mais tarde atletas começaram a utilizar atletas estejam usando desta terapia
diuréticos para esconder a presença dos para ajudar na sua boa forma e
127
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

desempenho atlético, sendo então Pesquisas estão sendo realizadas e


utilizado de forma não terapêutica técnicas sugeridas para possibilitar o
denominada doping genético [8]. Essa anti-doping genético. Nesse contexto,
técnica se torna possível pela injeção de destaca-se aqui a importância de
material genético no corpo do atleta programas que falem sobre os riscos de
através de duas formas, técnica in vivo e sua utilização, evidenciando que muitos
técnica ex vivo. Na técnica in vivo é resultados dessa terapia ainda são
injetado um vírus modificado desconhecidos ou estão sendo
biologicamente em laboratório e inserido estudados [9]. O governo e as políticas
em células artificiais no organismo. Já a de saúde pública desempenham um
técnica ex vivo consiste em transferência papel importante no combate ao doping,
do gene para o meio de cultura e depois pois são instrumentos de representação
para o corpo do atleta [9]. As células para a sociedade [12].
modificadas fazem com que haja mais A dopagem representa um
produção de substâncias que venham a potencial perigo a saúde no Brasil e no
melhorar seu desempenho [10]. Essa mundo, tanto por substâncias quanto por
alteração genômica também representa manipulação gênica. O objetivo deste
preocupação por apresentar riscos à trabalho é evidenciar a necessidade de
saúde, além de não haver estudo sobre pesquisas sobre o tema para melhores
resultados futuros podendo até mesmo detecções do doping e de medidas
implicar em seres humanos bem dotados informativas apresentando os riscos
biologicamente, esteticamente e causados pela dopagem, garantindo
intelectualmente fazendo com que sejam assim um direito fundamental ao ser
diferenciados de “transgênicos e não humano: a saúde.
transgênicos”, sendo alvos de MATERIAIS E MÉTODOS
instrumentos para o mercado [11]. O presente trabalho apresenta
Ainda não é possível detectar uma análise bibliográfica em teses e
o doping genético, pois alguns genes artigos de sites como scielo com busca
podem não ter sido injetados, mas sim pelas palavras “doping” e “saúde”, e em
herdados ou sofrido alguma mutação, sites de programas e instituições que
gerando conflito nos resultados [10]. regulamentam a utilização do “doping”.
128
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

RESULTADOS olimpico/combate-ao-doping>. Acesso em 05 de


outubro de 2016.
Apesar de o esporte colaborar [4] Associação de estudos e Combate ao Doping.
com a saúde dos atletas, o resultado História do Doping. Disponível em
<http://www.sjciclismo.com.br/doping.htm>.
obtido com este trabalho é de que Acesso em 07 de outubro de 2016.
[5] TONON, R. Doping. Revista
grande parte dos atletas busca por um
Superinteressante, Edição 255. Agosto de 2008.
desempenho maior que o próprio físico Disponível em
<http://super.abril.com.br/ciencia/doping>.
possui, e em algumas vezes essa
Acesso em 07 de outubro de 2016.
procura vem de maneira inadequada, [6] Secretaria da Educação. História do doping.
Disponível em <
usando de meios ilegais como o doping http://www.quimica.seed.pr.gov.br/modules/cont
para obter esse tão esperado eudo/conteudo.php?conteudo=180>. Acesso em
07 de outubro de 2016.
desempenho. [7] AQUINO NETO, F. R. O papel do atleta na
CONCLUSÃO sociedade e o controle de dopagem no
esporte. Rev Bras Med Esporte [online]. 2001,
O doping representa um vol.7, n.4, pp.138-148. ISSN 1517-8692. 2001.
[8] ARTIOLI, G. G.; HIRATA, R. D. C.; LANCHA
problema de saúde pública, exigindo
JUNIOR, A. H. Terapia gênica, doping genético e
mais atenção por parte do governo. É esporte: fundamentação e implicações para o
futuro. Rev Bras Med Esporte, Niterói, v. 13, n.
necessário também mais pesquisas 5, p. 349-354, Oct. 2007 .
sobre dopagem e sobre novas técnicas [9] BAIRROS, A. V.; PREVEDELLO, A. A.;
MORAES, L. L. S. M. Doping genético e
de detecção de genes, garantindo assim possíveis metodologias de detecção. Rev. Bras.
uma competição livre destas práticas Ciênc. Esporte, Florianópolis, v. 33, n. 4, p.1055-
1069, out./dez. 2011.
anti-desportivas e assegurando a saúde [10] SCHNEIDER, L. H.; MATSUDA, J. B.;
MATSUDA, L. O. Doping genético: quais fatores
do atleta, assim como de outros não
podem influenciar um atleta a utilizar desse
atletas que utilizem desta prática. método para melhorar seu desempenho
esportivo. Revista Caminhos, On-line, “Saúde”,
Rio do Sul, a. 4 n. 7, p. 71-80, jul./set. 2013.
REFERÊNCIAS
[11] BOMTEMPO, T. V. Doping Genético e
[1] Autoridade Brasileira de Controle de
Eugenia: Diálogos além do esporte. Revista
Dopagem (ABCD). Disponível em
Latinoamericana de Bioética, 16(2). 82-101.
<http://www.abcd.gov.br/>. Acesso em 05 de
2016.
outubro de 2016.
[12] AITH, F. M. A. Regulação antidoping e saúde
[2] “World Anti-Doping Code”, 2015. Disponível
pública: limites à exposição humana ao risco
em
sanitário e a glória desportiva. Rev Saúde
<http://www.abcd.gov.br/arquivos/legislcao/codig
Pública 2013;47(5):1015-8. 2013.
oMundial2015Ing.pdf>. Acesso em 05 de outubro
de 2016.
[3] Combate ao Doping (COD). Disponível em
<https://www.cob.org.br/pt/cob/movimento-
129
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

O ESTADO DA ARTE SOBRE OZONIOTERAPIA

D. F. Syrozinski¹, A. A. da S. Tetzlaff², J. S.Gamarra Junior³


¹ Acadêmica Biomedicina
E-mail: syrozinski@yahoo.com.br

Resumo: A ozonioterapia é uma técnica essential to conduct further research


que utiliza a mistura dos gases de protocols and opening of advanced
research centers on ozone therapy in
oxigênio e ozônio em diversos order to noise before the scientific
tratamentos, tanto patológicos quanto community treatments and benefits of
estéticos, contudo, sua eficiência ainda ozone to health.
não é tão conhecida no Brasil. Assim, Keywords: ozone, biomedical, health.
buscou-se, nesta pesquisa, difundir
INTRODUÇÃO
estudos sobre terapias de ozônio, O cientista químico germânico-suíço
fundamentadas no estado do Prof. Christian Friedrich Schönbein em
conhecimento, apresentando formas de 1840, ao manipular o oxigênio por des-
aplicação, vias (técnicas) e benefícios do cargas elétricas observou que produzia
ozônio. A pesquisa foi desenvolvida com um odor característico, descobrindo o
gás ozônio (O₃) dentre outras substân-
abordagem qualitativa nas bases de cias químicas(1).
dados, utilizando fontes primárias e O ozônio pode ser utilizado para vá-
secundárias para a construção dos rias finalidades, como composto indus-
protocolos de procedimentos básicos. trial/comercial no tratamento de água e
Observa-se, portanto, que é efluentes, e como composto medicinal
imprescindível a realização de novas para uso terapêutico.
pesquisas de protocolos, bem como A ozonioterapia é a técnica que utiliza
abertura de núcleos de pesquisas a aplicação de ozônio medicinal, como
agente antimicrobiano, anti-inflamatória
avançadas sobre ozonioterapia, a fim de e imunomodulador, nas mais diversas
propalar perante a comunidade científica patologias (i.e.: osteomusculares, quei-
os tratamentos e benefícios do ozônio à maduras, etc.) que acomete a homeos-
saúde. tase do ser humano(2).
Palavras-chave: ozonio, biomedico, Inicialmente, o seu uso terapêutico foi
saúde. utilizado na Alemanha no século XIX
para combater a ação de bactérias e ger-
Abstract: Ozone therapy is a technique mes na pele, posteriormente para tratar
that uses oxygen-ozone in various as feridas acometidas nos soldados du-
treatments, both pathological and rante a Primeira Guerra Mundial, na dé-
aesthetic, however, its efficiency is still cada 30 foi utilizado em cirurgias odonto-
not as well known in Brazil. Thus, we lógicas.
sought to, in this research, disseminate Atualmente, vem sendo cada vez
studies on ozone therapy, based on the mais difundido mundialmente a sua utili-
state of knowledge, with application zação como forma de tratamento, sendo
forms, routes (technical) and benefits of reconhecidos por vários Sistemas de Sa-
ozone. The research was conducted with úde e seus profissionais, estes qualifica-
a qualitative approach in the databases dos, reembolsados pelos seguros médi-
using primary and secondary sources in cos por cada aplicação (3,4).
the construction of procedures protocols. Diante disso, o presente artigo busca
It is observed, therefore, that it is identificar as abordagens terapêuticas
130
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

sobre a aplicação, vias e técnicas, os be- vem sendo cada vez mais desenvolvidas
nefícios e cuidados da ozonioterapia, (4).
sob o prisma do estado de conhecimento Esta terapia obteve mais
baseado em evidências. visibilidade em 2004, quando foi
Para tanto, objetiva-se complementar realizada a Primeira Conferência
a fundamentação no estado da arte com Internacional sobre o uso medicinal do
um protocolo de procedimentos básicos ozônio. Em abril de 2006, em Belo
para difundir perante a população e a Horizonte, especialistas de vários países
academia científica a dimensão da apli- realizaram o primeiro Congresso
cação do ozônio à saúde da população. Internacional de Ozonioterapia onde
lançaram as bases da ABOZ. (2).
Desde então, a área da saúde mostra
grande interesse no seu uso e seus
MATERIAIS E MÉTODOS benefícios, cada vez mais estão sendo
Para o desenvolvimento desta descritos cientificamente relatando a sua
pesquisa, foi utilizado a abordagem aplicação e efetivação, de acordo com a
qualitativa, descritiva bibliográfica em concentração e doses exatas para cada
bases de dados de fontes primárias e patologia ou disfunção (6).
secundárias: Associação Brasileira de Doses baixas tem um efeito imunomo-
Ozonioterapia (ABOZ), Scielo, Lilacs e dulador e utilizam-se nas doenças de
Medline ; utilizando os descritores: comprometimento do sistema imunoló-
“ozonio“, “biomédico“, “saúde“, gico e autoimunes. Dose médias são
“tratamento“, bem como os termos imunomoduladoras e estimuladoras do
booleanos nos idiomas portugues, inglês sistema enzimático de defesa antioxi-
e espanhol, textos livres e completos; dante e de grande utilidade nas doenças
compreendendo o período de 2000- crônico-degenerativas tais como, diabe-
2016. tes, arteriosclerose, Parkinson e Alzai-
Selecionados conforme a importância mer. Doses altas se utilizam especial-
para a temática, foram levantados 40 mente em casos de vírus, fungos ou bac-
artigos que abordavam sobre aplicação térias, muito utilizado em casos de úlce-
(n=26), práticas e benefícios (n=9), ras/feridas infectadas (7).
contexto histórico (n=5). Conforme sua utilização clínica, esta
terapia tornou-se uma possibilidade de
RESULTADOS E DISCUSSÃO tratamento para muitas patologias, tendo
O ozônio é um gás levemente azulado, algumas evidências, principalmente em
com odor característico, formado por três feridas.
átomos de oxigênio, altamente instável, Nos últimos anos, passos importantes
que, ao liberar o terceiro átomo, forma o foram dados na pesquisa científica sobre
oxigênio nascente com seu poder a terapia com ozônio, cujos resultados
altamente oxidante (1,5). evidenciou-se comprovações clínicas de
A utilização do ozônio-oxigênio teve sua ação virucida, bactericida e fungi-
sua aplicação desde a 1ª Guerra Mun- cida, além de ser a terapia bioxidativa e
dial, com eficácia clínica comprovada, imunomoduladora mais promissora da
como antisséptico local em feridas de atualidade (8).
guerra. Desenvolveu-se na Alemanha e Mediante ao contexto histórico foi
países europeus, tendo seu grande possível resumir o levantamento técnico
avanço em Cuba e Rússia (2). da terapia de ozônio, abordando as
No Brasil a técnica é incipiente, principais formas de utilização e seus
iniciou-se no final da década de 70 pelo benefícios, conforme mostra no quadro
Dr. Heinz Konrad e desde então ganhou 1.
mais adeptos. Tendo em 2000 a difusão
de estudos e pesquisas laboratoriais
131
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

endovenosa. O ozônio reage imedia-


Quadro 1 – Descrição dos procedimentos. tamente com substâncias específicas
Técnica Aplicação Benefícios nos glóbulos vermelhos e brancos do
Auto- Tratamento Revitalização, sangue e no plasma, ativando o me-
hemoterapia externo do circulação, tabolismo.
Maior sangue, seguido sistema  Aplicação sistêmica intramuscu-
por reinfusão por imunológico. lar: através da via intramuscular,
via endovenosa com sangue ozonizado. Esta vem be-
-50 a 100 ml neficiando casos de doenças autoi-
sangue. munes.
Auto- Aplicação alergias,  Aplicação tópica: requer um sis-
hemoterapia intramuscular de acne, tema fechado de circulação do ozônio
Menor sangue ozonizado melhora a e um sistema de sucção conectado a
- 5 a 10 ml (sg) resistência um catalisador de ozônio. Expondo o
Insuflação Aplicação direta Inflamações local desejado ao ozônio (i.e: úlcera
retal de ozônio no reto intestinais varicosa).
- 10 a 120 ml. revitalização  Água bidestilada ozonizada e
desintoxicação. azeite ozonizado: aplicação tópica
Aplicação Aplicação ozônio Úlceras, de água bidestilada ou de azeite pre-
tópica em sistema escaras, viamente ozonizado, diretamente so-
fechado – 10 a 20 feridas abertas, bre áreas afetadas da pele, como
min. herpes. dermatites, feridas.
(cont)  Insuflação retal: é uma via sistêmica
Técnica Aplicação Benefícios onde o ozônio é absorvido direta-
Aplicação Aplicação ozônio Infecções mente pela mucosa intestinal. Utili-
vaginal através de sonda vaginais, zado em casos de depressão e perda
plástica – 15 a 30 candidíase, de peso.
min. endometriose  Aplicação intra-articular, para ver-
Água e Ozonização do Queimaduras, tebral, intradiscal: o ozônio medici-
azeite composto – 30 úlceras, nal é injetado diretamente dentro do
ozonizado. min a 1:30 hr. dermatites, espaço articular ou na musculatura.
feridas. Utilizado em casos de atrofias e hér-
Aplicação Aplicação ozônio Artrites,
nias de disco.
Intra- espaço articular. artroses,
 Aplicação direta células adiposas:
articular. hérnia de consiste na utilização da terapia de
disco, rigidez ozônio em gordura localizada. Tam-
articular.
bém utilizado em celulite, estrias, va-
Aplicação Aplicação direta Analgesia,
rizes e varicoses.
subcutânea. de ozônio estético –
subcutâneo. celulite,
Suas aplicações, normalmente são
gordura
em séries de até 12 sessões, exceto na
localizada,
aplicação retal, onde utilizamos uma
varizes, estrias.
série de 20 sessões, como no caso de
neoplasia prostática.
Fonte: Autor, 2016.
Devido as suas propriedades seleti-
Formas de utilização da vas, o ozônio é utilizado em diferentes
ozonioterapia campos, algumas vezes como principal
Baseados nos padrões da ABOZ (2) recurso, outras como coadjuvante, no
pode ser utilizado por diferentes vias: entanto, ser utilizado em tratamentos de
 Aplicação sistêmica endovenosa: um grande número de infecções e pato-
tratamento externo do sangue do pa- logias.
ciente, seguido de reinfusão por via
132
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

Os benefícios da ozonioterapia No tecido cerebral, as membranas


Ao realizar a aplicação do ozônio no são muito beneficiadas com a terapia de
organismo e utilizar qualquer das vias ozônio, já que aumentam a oxigenação e
conhecidas/mencionadas, este peculiar as irrigações sanguíneas, favorecendo
gás se dissolve de forma imediata logo as ligações entre os axônios nervosos,
que se apresente na superfície da pele, regulando a homeostase do cálcio e me-
nos fluídos intersticiais e no plasma san- lhorando a condução elétrica do estímulo
guíneo; relacionando-se com os diferen- nervoso, evitando assim, enfermidades
tes substratos, como por exemplos os neuro-degenerativas (14).
antioxidantes hidrossolúveis e os ácidos As propriedades analgésicas e anti-in-
graxos insaturados (7,8). flamatórias se produzem neutralizando
A mescla oxigênio-ozônio penetra no os mediadores neuroquímicos da sensa-
sangue por meio dos glóbulos vermelhos ção dolorosa, facilitando a metaboliza-
– os eritrócitos – aumentam a capaci- ção e eliminação de alguns mediadores
dade de transportar e absorver maior inflamatórios (13,14).
quantidade de oxigênio a todo o orga- Apesar da terapia de ozônio influen-
nismo. Dessa forma, ao conseguir elevar ciar positivamente, ou até mesmo curar
a oxigenação sanguínea, estimula-se a muitas patologias, não se pode dar ga-
regeneração tecidual, sendo de muita rantia de seu sucesso terapêutico nos
utilidade na cicatrização das lesões da casos tratados, pois o sucesso depen-
pele, mucosas ou diversos tipos de te- derá do estado do paciente, da frequên-
cido; além de restaurar o revestimento cia do tratamento realizado, das doses e
do tecido ósseo assim como das articu- aplicações utilizadas.
lações (7,8,9).
No universo celular, o ozônio se rela- CONCLUSÃO
ciona com os diferentes elementos cor- A pesquisa propôs uma
porais e possui a capacidade de estimu- abordagem inicial sobre a ozonioterapia,
lar as enzimas celulares antioxidantes, difundindo perante a comunidade
encarregadas da eliminação dos radicais científica, estudo sobre terapias de
livres, retardando, assim, o processo de ozônio, baseadas no estado da arte,
envelhecimento celular e restaurando os sobre a dimensão dos procedimentos
transtornos da circulação sanguínea, re- terapêuticos realizados nas
generando as células do epitélio vascu- amostragens sobre as abordagens
lar, como, por exemplo, no caso da arte- terapêuticas, aplicação, vias e benefícios
riosclerose, responsável pelas disfun- do ozônio à saúde da população.
ções das artérias coronárias nos infartos De modo geral, esta terapia é
cardíacos ou Acidente Vascular Encefá- aplicada paralelamente a tratamentos
lico (10). medicamentosos, ditos alopáticos,
Na corrente sanguínea ao reagir com sendo classificado hoje como terapia
as plaquetas, degradando as fibrinas, fa- complementar ou coadjuvante,
vorece a ruptura dos coágulos e dos pro- considerando-a como importante
cessos trombóticos; justificando seu be- recurso terapêutico para as mais
nefício nas enfermidades coronarianas e diversas patologias que acometem a
nas tromboses cerebrais. Quando reage saúde da população em geral.
com os glóbulos brancos estimulam os
mediadores e aumentam as defesas do REFERÊNCIAS
organismo que respondem eficiente-
mente as agressões externas, como por [1] Schaschke,Carl. A Dictionary of Chemical
exemplo, as infecções e as deleções de Engineering. Oxford University Press. 2014.
células alteradas geneticamente, que Disponível < http://www.oxfordreference.com
provocam enfermidades degenerativas, /view/10.1093/oi/authority.20110803100446575>
como a artrose, doenças autoimunes e acessado em 14 out 2016.
inclusive a neoplasia (10,11).
133
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

[2] Associação Brasileira de Ozonioterapia Ed. Quintessence Publishing CO, p. 23-30,


(ABOZ). Disponível em <http://www.aboz.org.br> 2004.
acessado em 10 out 2016.

[3] Comitê Científico Internacional – Declaração


de Madrid sobre Ozonioterapia, 2010. Disponível
em <http: //www.isco3.org> acessado em 26 set
2016.

[4] Revista De Prática Ortomolecular, Aplicação


do Ozônio: estudo de caso em ferida infectada –
Edição nº1, 2013.

[5] Oliveira, JR J. Bases para o Uso Medicinal do


Ozônio. SIMBIDOR. 2007.

[6] Borges FS. Dermato funcional: modalidades


terapêuticas nas disfunções estéticas. 2. ed.
São Paulo: Phorte; 2010

[7] Leite, Roberto Cesar, Ozônio, Corpo e Mente


Publicações, 1999, Curitiba.

[8] Cardoso CC, Dias Filho E, Pichara NL,


Campos EGC, Pereira MA, Fiorini JE.
Ozonioterapia como tratamento adjuvante na
ferida de pé diabético. Rev Méd Minas Gerais.
2010; 20(N.Esp.): 442-45.

[9] Marx J. Immunology, Antibodies kill by


producing ozone, 2002, Science.

[10] Oliveira, Juliana Trench C., Revisão


sistemática de Literatura sobre o uso terapêutico
do ozônio em feridas. Dissertação mestrado,
Escola de Enfermagem USP, 253p, 2007.

[11] Pereira MMS, Navarini A, Mimica LMJ, et al.


Efeito de diferentes gases sobre o crescimento
bacteriano: estudo experimental “in vitro”, Rev
Bras Col Bras Cir., 2005.

[12] Glacus, de Brito, Rosseti, Regina, Revista de


Prática Ortomolecular, Aplicação do Ozônio:
estudo de caso em ferida infectada – Edição nº1,
2013.

[13] Oliveira Junior José Oswaldo de, Lages


Gustavo Veloso. Ozonioterapia em
lombociatalgia. Rev. dor [Internet]. 2012 Sep
[cited 2016 Oct 21] ; 13( 3 ): 261-270.

[14] Grootvelt, M.; Baysan, A.; Siduqui. N.; Sim,


J.; Silwood, C.; Lynch, E. History of the clinical
applications of ozone. London:
134
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

RECURSOS ERGOGÊNICOS FARMACOLÓGICOS E SUAS AÇÕES NO


ORGANISMO

Jessyca Bedin Lanza*, Ana Flávia Dias*, Kelly Cristina dos Ramos de Oliveira*,
Daniele Aparecida da Silva*, Allan Pereira da Silva Swistalski*, João Paulo Lobo
Junior**
*Acadêmicos do Curso de Biomedicina - UNIANDRADE
**Professor do Curso de Biomedicina - UNIANDRADE
e-mail: jessycalanza@gmail.com

Resumo: De modo a entender as pathologies, also causing death.


consequências fisiológicas causadas por Keywords: Doping, synthetic hormones,
drogas sintéticas que contém e estimula steroids, anabolic steroids, testosterone.
INTRODUÇÃO
a produção de hormônios, este trabalho
mostra a ação das principais substâncias Em busca de um melhor desempenho
que são apontadas em caso de doping e físico, alguns atletas profissionais e
a sua função no organismo humano para pessoas comuns frequentadores de
tonificação muscular e resistência física. academias, buscando corpos
No primeiro momento o resultado do considerados ideais, recorrem a
consumo é satisfatório para os usuários, métodos ilegais que ajudam
fisiologicamente a funcionalidade e
entretanto esta prática é ilegal por ser
desenvolvimento do organismo, dos
extremamente prejudicial à saúde, músculos ou para resistência física,
comprovada cientificamente, assim, assim, enquadrando-se ao doping.
acarretando vício, disfunção hormonal Essas substâncias que acusam o doping
natural do organismo, patologias são drogas sintéticas de hormônios
severas, ocasionando também o óbito. secretados naturalmente pelo corpo e
Palavras-chave: Doping, hormônios quando fabricadas sinteticamente
sintéticos, esteroides, anabolizantes, tornam-se estimulantes, narcóticos,
testosterona. analgésicos, anabolizantes,
diuréticos, hormônios peptídicos e
Abstract: In order to understand the análogos artificiais. As consequências
physiological effects caused by drugs fisiológicas podem ser variadas de
that contain synthetic and stimulate acordo com a dosagem ingerida e o
hormone production, this work shows the tempo de uso, podendo acarretar danos
action of the main substances which are irreversíveis a saúde de vários sistemas
pointed in case of doping and its function do organismo e até mesmo levar o
in the human body for muscle toning and indivíduo a óbito.
stamina. At first, the result of the Este artigo abordará as
consumption is satisfactory for users; consequências fisiológicas de esteroides
however, this practice is illegal to be androgênicos endógenos, esteroides
extremely harmful to health, scientifically anabolizantes ou esteroides
proven thus causing addiction, natural anabolizantes androgênicos (EAA),
hormonal dysfunction of the body, severe especificando os danos das drogas
135
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

sintéticas compostas por eritropoetina, relacionada com função reprodutora e


testosterona, glicocortisol e hormônio do características sexuais secundárias, e
crescimento. efeitos anabólicos, que em geral seria à
estimulação do crescimento e maturação
dos tecidos não-reprodutores. Já os
MATERIAIS E MÉTODOS mecanismos intracelulares semelhantes,
via um único tipo de receptor participam
O objetivo foi realizar uma revisão destas duas categorias, não havendo
sobre recursos ergogênicos assim, a possibilidade de dissociação.
farmacológicos e suas ações no A testosterona é considerada o
organismo, foram utilizados artigos como hormônio testicular fundamental, pois é o
fonte de pesquisa no banco de dados da esteroide em abundancia no organismo
Scielo e Google acadêmico, com masculino, estando em uma
estudos realizados a partir do ano de concentração na circulação sanguínea
2000, com o intuito de ler, analisar, de dez vezes maior do que a de DHT,
interpretar e fazer uma avaliação crítica sendo esta de maior potência do que a
se necessário, de forma exploratória, própria testosterona. Cerca de 95% do
considerando uma estratégia adequada hormônio é secretado pelos testículos
para os devidos fins. através das células intersticiais de
Leydig e são estimuladas pelo hormônio
luteinizante hipofisário (LH), estando
RESULTADOS diretamente ligada a proporção de
testosterona e LH. Os hormônios
O recurso ergogênico é qualquer fator masculinos também atuam sobre um
ou fenômeno que melhora o grande número de tecidos-alvo não
desempenho, não apenas atlético, mas reprodutivos, incluindo os ossos, tecido
também emocional e psíquico para a adiposo, músculo esquelético, cerebral,
realização do trabalho físico. Em geral próstata, fígado e rins. Como existe
são considerados somente agentes maior número de receptores para a
farmacológicos, consumidos com a testosterona nos órgãos sexuais, as
finalidade de proporcionar vantagens respostas androgênicas serão mais
físicas. Em contra partida, existem intensas do que as anabólicas nestes
componentes nutricionais, fisiológicos, tecidos. Ao contrário disso, nos
psicológico e mecânicos onde eles são músculos cardíaco e esquelético as
claramente aceitos como coadjuvantes ações anabólicas serão mais evidentes
capazes de melhorar o desempenho do [2].
atleta [4]. O cortisol é o hormônio que faz o
Existem quatro formas principais de aumento de suprimento de glicose
derivados hormonais utilizados em sanguínea, função essencial para a
recursos farmacológicos circulantes nos saúde do corpo, ele age pela promoção
homens: a testosterona, do catabolismo das proteínas e pela
diidrotestosterona (DHT), estimulação da conversão dos
androstenediona, deidroepiandrosterona aminoácidos resultantes em glicose
(DHEA) e seu derivado sulfatado (gliconeogênese), que ocorre
(DHEAS). Onde podem ser dividas em: principalmente no fígado, ele também
efeitos androgênicos que está tem papel importante como antinflatório.
136
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

Este fator, da origem ao que se chama 2. Atletas não considerados


de glico-cortisol e esteroides fazem uma profissionais, que acreditam que a
função semelhante quando administração das substâncias faz parte
consumidos[1]. do meio em que estão, ou que a sua
As ações do hormônio do crescimento utilização é a forma mais rápida para
dividem-se em duas classificações, alcançar seus objetivos de boa forma ou
aquelas que originam o desenvolvimento desempenho atlético;
tissular e do corpo, e aquelas que afetam 3. Usuários ocupacionais, como
o metabolismo. O Hormônio do seguranças, policiais ou prisioneiros.
crescimento estimula os ossos, Possuem um objetivo bem definido:
músculos e tecidos viscerais, e também acreditam que em função da posição que
promove o crescimento especialmente ocupam necessitam aumentar a massa
tecido muscular, cardíaco e órgãos muscular e a agressividade, tanto para
viscerais, embora alguns tecidos como o proteger como agredir outras pessoas;
cerebral e o das gônadas não sejam 4. Usuários recreacionais, que
afetados. Já no metabolismo, ele utilizam estas substâncias para
influencia a mobilização de ácidos aumentar a libido, agressividade ou a
graxos para os músculos e coração, sensação de bem-estar. O uso de drogas
além de reduzir o consumo de glicose ilícitas também é bastante comum neste
para o cérebro. grupo.
Os EAA são administrados de duas
formas: Em ciclos, que duram de 4 a 12 CONCLUSÃO
semanas, envolvendo várias drogas Através de revisões da literatura e
simultaneamente, ou em doses que são análise de alguns trabalhos
gradualmente aumentadas e a seguir desenvolvidos com o objetivo de se
diminuídas, como pirâmides. verificar a relação entre o uso de EAA e
Normalmente são usadas por via oral e o desempenho físico em homens,
associada por via intramuscular. As observa-se que muitos estudos falharam
drogas são acompanhadas de no delineamento experimental e por este
diuréticos, hormônios como da motivo, não é de se surpreender que os
eritropoietina, crescimento humano, resultados sejam controversos. As
insulina tiroxina e ciclofenil, como forma diferenças de resultados podem ser
de amenizar seus efeitos colaterais [3]. atribuídas ao efeito do EAA aumentando
Porém os recursos farmacológicos a agressividade e a competitividade, às
ficam de fora dos limites competitivos, diferenças quanto à intensidade do
conforme o COI é ilegal a sua utilização. treinamento ou dieta e aos efeitos
Os EAA é um grupo de substancias mais placebos muito importantes. Outro fator
recorrente no processo de doping. que pode mascarar os resultados é a
Segundo Dawson (2001), podemos variação de sensibilidade dos diferentes
dividir os usuários de EAA em quatro grupos musculares à testosterona. No
grupos: homem, os músculos peitorais e os dos
1. Atletas seriamente envolvidos com ombros apresentam maior resposta aos
o esporte, que utilizam os EAA para hormônios androgênicos do que os
alcançar melhor rendimento e garantir a músculos dos membros inferiores [2].
vitória. A melhora do desempenho,
decorrente da utilização de EAA,
137
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

também pode estar relacionada ao revelam aumento da expressão de


aumento das reservas energéticas. isoformas embrionárias da miosina,
Sabe-se que as reservas musculares e quando comparadas com as biópsias de
hepáticas de glicogênio são levantadores não usuários de EAA.
combustíveis energéticos importantes e Tanto as isoformas quanto o antígeno
imprescindíveis durante a atividade Leu-9 encontram-se presentes em
física [2]. O exercício físico pode alterar miotubos em desenvolvimento e núcleos
os níveis de reserva de glicogênio, fato musculares recentemente formados [2].
evidenciado pelo mecanismo de super Podemos concluir que os efeitos
compensação do glicogênio. A colaterais associados ao uso
testosterona também desempenha papel indiscriminados dos EAA, o que mais
fundamental no processo de preocupa é o elevado aumento da taxa
armazenamento deste substrato. de mortalidade entre os usuários dessas
Em homens, os principais efeitos substâncias.
adversos são: atrofia do tecido testicular,
causando infertilidade e impotência, Agradecimentos
tumores de próstata, ginecomastia, Agradecemos a Deus pela
devido à maior quantidade de hormônio concretização deste trabalho, ao
androgênico convertido a estrogênio, professor orientador pela ajuda
pela ação da aromatase; dificuldade ou intelectual que desempenhou e aos
dor para urinar e hipertrofia prostática. Já colegas pelo esforço e determinação.
na mulher, manifesta-se a
masculinizarão, evidenciada pelo Referências
engrossamento de voz e crescimento de [1]. PADILHA DE LIMA, Alisson; CARDOSO,
pelos no corpo no padrão de distribuição Fabrício Bruno. ALTERAÇÕES FISIOLÓGICAS
E EFEITOS COLATERAIS DECORRENTES DA
masculino; irregularidade menstrual e UTILIZAÇÃO DE ESTEROIDES
aumento do clitóris. Outras alterações, ANABOLIZANTES ANDROGÊNICOS. Rio de
comuns a ambos os sexos, que também Janeiro e Rondônia: Revista Brasileira de
podem manifestar-se são: calvície, Ciências da Saúde, 2011. 8 p. v. 9.
aparecimento de erupções acnéicas; [2]. SOUSA CUNHA, Tatiana; SOUSA CUNHA,
Nádia; JOSÉ COSTA SAMPAIO MOURA, Maria
fechamento epifisário prematuro, (Org.). ESTERÓIDES ANABÓLICOS
aumento da libido; ruptura de tendão, ANDROGÊNICOS E SUA RELAÇÃO COM A
devido ao aumento exagerado de massa PRÁTICA DESPORTIVA. Piracicaba, São
muscular em equivalente Paulo: Revista Brasileira de Ciências
desenvolvimento do tecido tendinoso; Farmacêuticas Brazilian Journal Of
Pharmaceutical Sciences, 2004. 15 p. v. 40.
alterações no metabolismo lipídico, [3]. FOSS, M.L.; KETEYIAN, S.J.
aumentando os níveis de LDL MEDICAMENTOS E RECURSOS
(lipoproteína de baixa densidade) e ERGOGÊNICOS. In: FOSS, M.L.; KETEYIAN,
diminuindo os de HDL (lipoproteína de S.J. Bases fisiológicas do exercício e do esporte.
alta densidade). Além disso, a utilização Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2000. cap.
18, p.445-462.
de tais substâncias está associada a um [4]. RODRIGO PEDROSO DA SILVA, Paulo;
tipo de tumor de fígado, conhecido como DANIELSKI, Ricardo; CZEPIELEWSKI, Mauro A.
peliose hepática, cuja evolução resulta ESTEROIDES ANABOLIZANTES NO
em hemorragia neste órgão que pode ser ESPORTE. Porto Alegre, RS. Revista Brasileira
fatal. As biópsias musculares de Medicina do Esporte _ Vol. 8, Nº 6 – Nov/Dez,
2002.
levantadores de peso que utilizaram EAA
138
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

TERAPIA GÊNICA, DOPING GENÉTICO E ANTIDOPING: CONHECIMENTOS


QUE SE CRUZAM.

1LeticiaRafaela Marcondes leticia.rafa1997@hotmail.com


¹ Lucas Correa dos Santos lucascorrea@ufpr.br
1Marillian Zacarias Chaves marillian_mary@hotmail.com
1Sheila Aparecida Machado sheilamachado1997@hotmail.com

²Marize Cit de A Vieira marizegxx@hotmail.com


¹ Acadêmicos do 1º e 2ºperiodo diurno do curso de Biomedicina –Centro Universitário Campos de
Andrade Uniandrade Curitiba Paraná
²Profª Orientadora, ministra aulas de Biologia Celular, Histologia e Embriologia e Microbiologia e
Imunologia nos cursos de Enfermagem, Biomedicina e Nutrição da UNIANDRADE.

RESUMO O conhecimento de sequências seek greater sports performance in their


no genoma que determinam características eagerness to exceed limits their resul-tados.
fenotípicas ligadas à melhora da Doping is something that haunts the sports
performance metabólica humana tem aberto world for decades and gene doping is a new
a possibilidade de sua utilização no meio way found to circumvent rules. The list of
esportivo, o doping genético, onde atletas substances and methods prohibited by
buscam maior rendimento esportivo na ânsia WADA (World Anti-Doping Agency) increase
de ultrapassar limites de seus resultados. O every year and gene doping was banned in
doping é algo que assombra o esporte 2003. The objective of this work is to make a
mundial há décadas e o doping genético research in scientific articles published on
é uma nova forma encontrada para burlar sites like Sci-link, Scirus, Pubmed and
regras. A lista de substâncias e métodos scientific journals raising information. The
proibidos pela WADA (Agência Mundial concern of WADA is still not known how to
Antidoping) aumentam a cada ano e o detect this kind of doping and it is certain that
doping genético foi proibido em 2003. O the use of gene doping by athletes is risky,
objetivo deste trabalho é fazer uma pesquisa because we do not know all the effects for
bibliográfica em artigos científicos individuals or the possi-ble side effects
publicados em sites como Scielo, Scirus, future..
Pubmed e revistas cientificas levantando Keywords: gene therapy, genetic doping,
informações. A preocupação de WADA é anti-doping.
que ainda não se sabe como detectar
este tipo de doping e é certo que o uso de INTRODUÇÃO
doping genético pelos atletas é arriscado ,
Com o avanço dos conhecimentos na área
pois não se conhece todos os efeitos para
os indivíduos nem os possíveis efeitos da biologia molecular e o completo
colaterais futuro.
sequenciamento do genoma humano em
Palavras-chave: Terapia gênica, doping
genético, antidoping. 2001 [2] cientistas conseguem com
apropriação de técnicas da engenharia
Abstract Knowledge sequences in ge-noma
determining fe-notípicas characteristics genética para a terapia gênica resultados
linked to improved perfor-mance human
promissores na prevenção, na detecção e no
metabolic has opened the possibility of its
use in sports, gene doping, where athletes tratamento de uma série de doenças
139
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

degenerativas graves [1]. O conhecimento material genético in vivo usa-se vetores vi-
de sequências no genoma que determinam rais como os retrovírus e adenovírus, e veto-
características fenotípicas ligadas à melhora res não-virais como lipossomas e macromo-
da performance metabólica humana tem léculas conjugadas ao DNA[1]. Há também
aberto a possibilidade de sua utilização no o sistema de terapia gênica ex vivo, no qual
meio esportivo, o doping genético, onde células do próprio paciente são retiradas,
atletas buscam maior rendimento esportivo modificadas e reimplantadas no paciente[7].
na ânsia de ultrapassar limites de seus A terapia gênica é altamente experimental e
resultados [3]. O objetivo deste trabalho é potencialmente arriscada, algumas experi-
fazer uma pesquisa bibliográfica em artigos ências foram bem sucedidas, porém, em al-
científicos publicados em sites como Scielo, guns casos causou efeitos colaterais, como:
Scirus, Pubmed e revistas cientificas leucemia e em alguns casos a morte [7]
levantando informações. O doping é algo
Ao contrario da terapia gênica que in-
que assombra o esporte mundial há décadas
jeta DNA para restaurar alguma função, o
e o doping genético é uma nova forma
doping genético tem como objetivo melhorar
encontrada para burlar regras [5]. A lista de
o desempenho físico dos atletas de alto ren-
substâncias e métodos proibidos pela
dimento .O doping genético discutido em
WADA (Agência Mundial Antidoping)
2001 e proibido a partir de 2003 pela
aumentam a cada ano e o doping genético
WADA é a “transferência de células ou ele-
foi proibido em 2003[1]. A preocupação de
mentos genéticos, ou uso de células, ele-
WADA é que ainda não se sabe como
mentos genéticos e agentes farmacológicos
detectar este tipo de doping e é certo que o
para modulação da expressão de genes en-
uso por atletas é arriscado por não se
dógenos com a capacidade de aumentar a
conhece todos os efeitos para os indivíduos
performance atlética” [8].
nem os possíveis efeitos colaterais
Os principais genes alvos ao doping
futuros[8].
são aqueles que proporcionam, principal-
mente aumento da captação de oxigênio
DESENVOLVIMENTO
com consequente perda de peso, otimização
A terapia gênica ou genoterapia visa
do metabolismo energético e rápido ganho
substituir um gene defeituoso por um gene
de massa muscular[7]. São eles: eritropoe-
normal. Há várias formas de se introduzir a
tina, bloqueadores da miostatina (folistatina
sequência de nucleotídeos: na inserção de
e outros), vascular endothelial growth factor
(VEFG), insulin-like growth factor (IGF-1),
140
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

growth hormone (GH), leptina, endorfinas e antidoping, sendo que 17 estão na Europa.
encefalinas, e peroxissome proliferator acti- Mas a preocupação de WADA é que ainda
ved receptor delta (PPARδ). não se sabe como detectar o doping gené-
A eritropoetina é uma proteína produ- tico e a WADA financia várias pesquisas em
zida nos rins cujo principal efeito é o estímulo universidades e laboratórios particulares.
da hematopoese. A folistatina e outros ca- Uma possibilidade é registrar o código gené-
racterizariam a hiperplasia quanto a hipertro- tico dos atletas antes das competições, para
fia muscular, isto é o ganho de massa mus- coibir alterações [4]. Recentemente foi im-
cular pelo aumento no número de fibras plantado pela WADA o passaporte biológico,
musculares O VEGF (ou fator de cresci- primeiro método utilizado indiretamente para
mento do endotélio vascular) é uma proteína monitoramento de atletas de alto nível, em
que desempenha importante papel no cres- que são realizadas diversas coletas sanguí-
cimento do endotélio vascular, na angiogê- neas para verificar mudanças significativas
nese e vasculogênese. O gene IGF-1 e o GH dessas amostras com o objetivo de monito-
produz ganhos de força e hipertrofia muscu- ramento longitudinal.[7]
lar, podendo aumentar a ocorrência de neo- A primeira preocupação é que os
plasias diversas assim como a glomerulos- atletas podem utilizar doses mais altas do
clerose. As endorfinas e encefalinas são que aquelas utilizadas no tratamento de do-
peptídeos endógenos de atividade analgé- enças, além de poderem utilizar diferentes
sica. Há vários genes PPAR sendo que o terapias gênicas simultaneamente. As orga-
PPAR-δ é uma proteína reguladora-chave nizações esportivas proíbem a manipulação
do processo de oxidação de lipídeos. Atua genética visando ao aumento ou à diminui-
no fígado e no músculo esquelético, estimu- ção da produção de qualquer substância do
lando enzimas que participam da β-oxidação organismo, seja para recuperação de le-
nas mitocôndrias de modo que sua ação sões, seja para melhorar o desempenho. [2]
leva à diminuição do gasto energético e au-
CONCLUSÃO
mentaria a tolerância de tempo de esforço.
Os riscos são muitos e são específi- Imperativos que se estabeleçam métodos de
cos á cada ação além do vírus usado como detecção adequados e caminhos para edu-
vetor poder provocar respostas inflamató- car verdadeiramente a comunidade atlética
rias importantes no paciente[7]. sobre o tema e as implicações de terapia gê-
Atualmente há 33(trinta e três) laborató- nica e do doping genético[8], é evidente que
rios credenciados pela WADA para testes os atletas de elite necessitam de programas
141
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

de programas de educação específicos para [10]-SCHNEIDER, LUIS HENRIQUE; MAT-


SUDA, JOSIE BUDAG; MATSUDA, LUIS OTA-
uma tomada de decisões consciente a res- VIO. Doping genético: quais fatores podem in-
peito dos fármacos estimulantes vendidos fluenciar um atleta a utilizar este método para
melhorar seu desempenho esportivo. Revista
sem prescrição medica para finalidades de Caminhos, On-line, “Saúde”, Rio do Sul, a. 4 n.
7, p. 71-80, jul./set. 2013.
tratamento ou de aumento de desempenho
esportivo

REFERÊNCIAS
[1]-ARTIOLI, GUILHERME GIANNINI; HIRATA,
ROSÁRIO D. CRESPO e LANCHA JR, ANTO-
NIO HERBERT. Terapia gênica, doping gené-
tico e esporte: fundamentação e implicações
para o futuro Rev Bras Med Esporte _ Vol. 13,
Nº 5 – Set/Out, 2007
[2]-BUENO JR, CARLOS ROBERTO; PEREIRA,
MARCELO GOMES. Biologia molecular como
ferramenta no esporte de alto rendimento:
possibilidades e perspectivas. Rev. Bras. Ci-
enc. Esporte, Campinas, v. 31, n. 3, p. 231-249,
maio 2010
[3]-DIAS, RODRIGO Genética, Performance Fí-
sica Humana e Doping Genético: o Senso Co-
mum Versus a Realidade Científica Rev Bras
Med Esporte – Vol. 17, No 1 – Jan/Fev, 2011
[4]-KELLEHER, ROSE.Doping genético: o pró-
ximo grande desafio do esporte - Dr. Oli-
vier Rabin Horizon .The EU Research & Innova-
tion Magazine Interview Health junho de 2014
[5]-MELO, JHUDSON J. F; PACHECO LÍLIAN F.
Aspectos Biológicos e Éticos que envolvem o
Doping Genético. Revista Movimenta ISSN:
1984-4298 Vol. 5 N1- 2012
[6]-MIAH A. Genetic Modified Athletes: biome-
dical ethics, gene doping and sport. Routle-
dge. London and New York: 2004 (208 pp)
[7]-QUEIROZ, PAULO R. MARTINS; ALVES,
LUISE SILVA. Doping genético. Principais ge-
nes alvo, riscos associados e possíveis méto-
dos de detecção. Rev. Ensaio e Ciências, Ciên-
cias Biológicas, Agrárias e da Saúde. Vol 16,
nº1,p177-193.- 2012
[8]-RAMIREZ, ANDRÉA. Doping genético: situ-
ação atual e necessidades educativas. Revista
Brasileira de Ciências da Saúde, ano VII, nº 21,
jul/set 2009
[9]-RAMIREZ, ANDRÉA; RIBEIRO, AL-
VARO.PINTO. Doping genético e esporte. Re-
vista Metropolitana de Ciências do Movimento
Humano. São Paulo, v.5, n.2, p. 9-20, junho
2005.
142
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

LASER E LED NO PROCESSO DE CICATRIZAÇÃO

V. Faria, J.Faria, K. Alves, V. Erthal, C. Mendes

Centro Universitário Campos de Andrade *Curitiba, Brasil


e-mail: vane_faria@hotmail.com

Resumo: O reparo tecidual é definido objetivo de recuperar a área lesada. O


por Thomaz (1996) como a substituição processo de reparo pode ser divido em
de células atingidas por outras do três fases, a inflamação onde as células
mesmo tipo com a mesma função do sistema imune como neutrófilos e
provenientes da proliferação de monócitos são responsáveis por
elementos ainda viáveis do foco de lesão, fagocitar as células mortas ou
podendo resultar em quase perfeita da danificadas e também microrganismos
estrutura original. Os profissionais de que podem ter entrado no local da lesão.
fisioterapia atuam neste processo de Após isso na fase proliferativa os
reparo do tecido com a utilização de fibroblastos tem grande importância pois
fototerapia. O presente artigo de revisão produzem o colágeno que sustenta o
tem como objetivo fazer uma tecido de granulação que tem função de
comparação de resultados da utilização tampão para evitar a entrada
dos aparelhos de Laser e Led no microrganismos. Na última fase o tecido
processo de cicatrização. de granulação da lugar a um tecido
Palavras-chave: Laser, LED, fibroso chamado cicatriz que substitui o
cicatrização, fototerapia. tecido lesado, ocorre um reorganização
do colágeno, por isso chamada de fase
Abstract: Tissue repair is defined by da remodelagem [1]. A fisioterapia atua
Thomas (1996) as replacement of cells neste processo de cicatrização com a
affected by other of the same type with utilização do Laser e LED.
the same function from proliferation of O Laser utilizado na fisioterapia é o
the still viable elements focal lesion may laser de baixa potência ou terapêuticos,
result in almost perfect original structure. com função de analgesia, anti-
Physical therapy professionals active in inflamatório e de bioestimulação. Nesta
this tissue repair process with the use of categoria são utilizados os lasers de luz
phototherapy. The present review aims to vermelha (632 nm) e o laser
make a comparison of results of the use infravermelho (780-830 nm) [2] . A
of laser devices and led in the healing absorção da radiação ocorre quando um
process. fóton de luz interage com uma molécula
Keywords: Laser, LED, healing, do tecido. Sua aplicação pode ser na
phototherapy. forma de varredura e na forma pontual
sendo de extrema importância a
INTRODUÇÃO dosagem correta para cada situação. A
dosagem é medida em joules (unidade
Após uma ocorrência traumática em de energia e trabalho) por dm². Para
algum tecido, ocorrem vários eventos efeito analgésico utiliza 2 a 3 j/dm², efeito
celulares, vasculares e químicos com anti-inflamatório agudo 1 a 3 j/dm²,
143
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

inflamação crônica 5 a 7 j/dm² e para separadamente. No estudo de Patrícia


efeito cicatrizante 3 a 6 j/dm² , onde os Froes Meyer, D.Sc, Hennes Gentil de
fibroblastos são ativados e aumenta a Araújo, Maria Goretti Frire Carvalho,
produção de colágeno principalmente Beverly Infrid Silva Tatum, Iohanna
em feridas abertas. O comprimento das Cynthia de Andrade Gomes Fernandes,
ondas usados na fisioterapia são de 670 Oscar Ariel Ronzio, Marcus Vinicius de
nm (mais superficial), 830 nm e 907. Mello Pinto, D.Sc, no ano de 2010,
O LED (diodo emissor de luz), assim realizaram a aplicação de LED em ratos,
como o laser, é um aparelho de baixa com lesões feitas pelos pesquisadores,
frequência com comprimento de onda de onde se obteve resultados positivos no
247 aos 1300 nm (nanômetros) [3], processo de cicatrização, o LED usado
sendo que o LED de 620 a 630 nm tem com o comprimento de onda 620 a 630
melhor eficiência na cicatrização [4]. nm obteve a melhor eficiência no efeito
Seus efeitos fisiológicos são parecidos anti-inflamatório e depósito de colágeno³.
com o laser como proliferação de O uso da laserterapia tem como
fibroblastos que ajuda na cicatrização, resultado proliferação celular e
síntese de colágeno, angiogênese organização do colágeno, tem eficiência
(formação de novos vasos sanguíneos), no processo de reparação de ferida
aumento do metabolismo celular, cutânea mas está relacionada com seus
também promove analgesia e efeito anti- parâmetros, sendo eles, dose, tempo e
inflamatório, seu diferencial é que atua comprimento de onda [5]. Assim como no
na prevenção de queloides e tem efeito processo cicatricial de queimados o laser
bactericida. pode ser útil como um recurso no
O objetivo deste resumo é mostrar os tratamento por induzir uma cicatrização
efeitos do laser e LED e qual tem mais rápida e organizada [6], o LED neste
eficiência na cicatrização. caso de feridas por queimaduras em
animais se tem resultados positivos,
MATERIAIS E MÉTODOS sendo necessário ainda protocolos e
pesquisas nesta área [7]. Já sobre a área
Foi realizado uma revisão literária em muscular esquelética de acordo com
oito artigos de pesquisa sobre os efeitos estudo clinico realizado no musculo
do Laser e do LED no processo de Masseter, com a utilização do laser e
cicatrização com a intenção de analisar LED sem ter afeito colateral a uma ação
qual dos aparelhos tem melhor resultado, de melhorar a atividade muscular com o
e também livros para explicar o processo uso dos equipamentos [8].
de reparo tecidual, além de artigos
realizados sobre os equipamentos em
outras áreas com o intuito de comparar
os efeitos obtidos.
CONCLUSÃO

RESULTADOS Os resultados obtidos são positivos


tanto para LED quanto para laser no
Não foram encontrados artigos processo de reparo dos tecidos, ambos
comparando laser e LED no processo de fazem proliferação celular e atuam nos
cicatrização e sim artigos que dissertam fibroblastos para produção de colágeno
144
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

afim de substituir o tecido lesado. O LED efeitos do LED na cicatrização de feridas


por ter feixe de luz incoerente atua em cutâneas em ratos Wistar ". Fisioterapia Brasil –
Volume 11 – Numero 6, Novembro/ Dezembro
maior área do que o laser que tem feixe 2010.
coerente isso faz com que tenha mais
eficácia no tratamento de cicatrização [9]. [5] Fabiana do Socorro da Silva Dias Andrade,
Além disso ambos possuem efeitos de Rosana Maria de Oliveira Clark, Manoel Luiz
analgesia e anti-inflamatório. Ferreira. - "Efeitos da Laserterapia de baixa
potencia na cicatrização de feridas cutâneas ".
Apesar de que os aparelhos de laser Revista Col. Bras. Cir. 2014.
e LED serem bastante utilizados
principalmente na dermatofuncional, [7] Alexandra G. de Andrade, Cláudia F. de Lima,
nota-se que há uma escassez em Ana Karlla B. de Albuquerque. Efeitos do laser
relação aos estudos do LED no processo terapêutico no processo de cicatrização das
queimaduras: uma revisão bibliográfica. Revista
de cicatrização em pessoas, pois os Brasileira de Queimaduras. 2010.
estudos achados foram feitos
geralmente em animais, assim como [8] I.S.S Munoz, L.A. Hauck, R.A. Nicolau, C.A.
também os de laser sendo assim, é Kelencz, T.S. Maciel, A.R.P. Junior. Efeito do
necessário realização de mais pesquisas laser vs LED na região do infravermelho próximo
sobre a atividade muscular esquelética- estudo
para se obter dados mais precisos de clinico. Revista Bra. De Engenharia Biomédica,
qual aparelho tem melhor eficiência no 2013.
processo de cicatrização, assim como
nas demais áreas de atuação onde os [9]Silvana Maria Veras Neves. Efeitos da terapia
equipamentos são usados, já que os com LED no processo de cicatrização de
queimaduras de terceiro grau. FACID
parâmetros de aplicação e autores não Universidade do Vale do Paraíba Instituto de
informam nos protocolos a profundidade Pesquisa e Desenvolvimento Faculdade Integral
das lesões dificultando os resultados, Diferencial. Programa de Mestrado
podendo haver assim algumas Insterinsticional em Bioengenharia.
contradições.
Livros
Referências
KITCHEN, Sheila. Eletroterapia Pratica Baseada
Artigo em formato eletrônico em Evidências. 11.ed. Manole.

[1] G. Gonçalves* e N.A. Parizotto. [6] SHIGUEMI I. S. Afonso. " Eletro fisioterapia e
"Fisiopatologia da Reparação Cutânea: Atuação Eletroacupuntura ". - São Paulo – Editora
da Fisioterapia" Rev. Bras. Fisiot. V oi. 3, No. I Andreoli, 2015.
(1998).
Resumo em anais de congressos
[3] Kerson Bruno. Ledterapia Uma nova [2] R. Lins, K. Lucena, E. Dantas, A. Granvile.
perspectiva terapêutica ao tratamento de Efeitos bioestimulantes do laser de baixa
doenças de pele, cicatrização de feridas e potência no processo de reparo*An Bras
reparação tecidual. Ensaios e Ciência, Ciências Dermatol. 2010.
agrarias, Biológicas e da Saúde, 2011.

[4] Patrícia Froes Meyer, D.Sc, Hennes Gentil de Sites


Araújo, Maria Goretti Frire Carvalho, Beverly Sayara Viana, Ledterapia: luz para uma pele
Infrid Silva Tatum, Iohanna Cynthia de Andrade maravilhosa. 2015.
Gomes Fernandes, Oscar Ariel Ronzio, Marcus
Vinicius de Mello Pinto, D.Sc. - "Avaliação dos CECOMPI. " Terapia por meio de LED é lançada
pela Bios" - 18 de Outubro, 2012.
145
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

Ciências Humanas
INDÚSTRIA CULTURAL E EDUCAÇÃO

A. Alessandro Cavassin Alves*, B. Elisangela Nardi**

*Uniandrade, Curitiba, Brasil


**Uniandrade, Curitiba, Brasil
e-mail: alessandrocavassin@gmail.com

Resumo:A indústria cultural se relaciona se deixando se manipular e sendo a es-


a empresas e instituições como a televi- cola o espaço ideal para se desenvolver
são, rádio, jornal, revistas, cinema e to- a criticidade.
das as outras formas de comunicação e
transferência de cultura, que visam lucro. Palavras-chave: Indústria Cultural,
De modo geral ela vem mascarada de Pensamento Crítico, Escola
“boa moça”, fazendo com que a maioria Abstract: The cultural industry relate to
da população pense que ao assistir TV companies and institutions such as
ou ouvir rádio, está simplesmente se di- television, radio, newspapers,
vertindo, adquirindo cultura e gastando magazines, film and all other forms of
seu tempo de maneira agradável e ino- communication and transfer of culture
fensiva. Mas, enquanto assiste seus pro- that seek to profit. Generally it comes
gramas favoritos, lê os livros mais vendi- masquerade "good girl", making most
dos e ouve as músicas do momento, a people think when watching TV or
grande maioria não percebe que inerente listening to the radio, it is just having fun,
a este conteúdo aparentemente ino- getting culture and spending their time
cente, estão sendo induzidos ao con- pleasant and harmless way. But while
sumo e a determinada ideologia. Exi- watching your favorite programs, read
bindo programas, muitas vezes sem con- the best-selling books and listen to the
teúdo intelectual, intercalado à propa- music of the moment, the vast majority
gandas que induzem ao consumo, a in- do not realize that inherent in this
dústria consegue facilmente a manipula- seemingly innocent content, are being
ção dos que não tem outras formas de induced to consumption and particular
entretenimento e diversão. Dentro deste ideology. Showing programs often
cenário formam-se cidadãos com pouca without intellectual content, interspersed
capacidade de reflexão e que perdem with advertisements that induce
seu poder de escolha por serem leviana- consumption, the industry can easily
mente influenciados. Este trabalho tem manipulation of those who do not have
como objetivo salientar a importância do other forms of entertainment and fun.
pensamento crítico dentro deste campo Within this scenario are formed citizens
de manipulações. Enfatizar a importân- with little capacity for reflection and they
cia de se fazer escolhas seguras e acer- lose their power of choice to be
tadas em todos os setores da vida, não influenced lightly. This paper aims to
highlight the importance of critical
146
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

thinking in this field manipulations. vendidos e ouve as músicas do momento,


Emphasize the importance of making
a grande maioria não percebe que
safe choices and agreed in all walks of
life, not leaving to manipulate and being inerente a este conteúdo aparentemente
the school the ideal place to develop
inocente, estão sendo induzidos ao
criticality.
consumo, e consequentemente estão
Keywords: Cultural Industry, Critical
adquirindo produtos que são taxados
Thinking, School.
como indispensáveis à vida de todos.
No Brasil, temos um problema
INTRODUÇÃO
ainda maior em relação a indústria
A indústria cultural é nomeada
cultural, pois ela foca principalmente em
assim por se relacionar a empresas e
culturas estrangeiras ao invés de dar
instituições como a televisão, rádio,
lugar as nossas culturas, tradições e
jornal, revistas, cinema e todas as outras
história. Nesse mesmo contexto, temos
formas de comunicação e transferência
grande parte da população que
de cultura, que visam lucro.
considera que literatura, música e filmes
A mais popular de todas as formas
estrangeiros trazem status e ou são
de transferência de cultura e informação
melhores e mais divertidos. Está parte da
que foi arquitetada pela indústria até hoje,
população então deixa de conhecer a
é a televisão. Ela atinge grande número
literatura, as músicas e o cinema
de pessoas transmitindo diferentes
nacional que muitas vezes condiz muito
conteúdos e mensagens, atingindo todo
mais com sua própria realidade.
tipo de público de todas as idades.
Exibindo este tipo de
De modo geral a indústria cultural
programação muitas vezes sem
vem mascarada de “boa moça”, fazendo
conteúdo intelectual e ou cultural,
com que a maioria da população pense
intercalado a propagandas que induzem
que ao assistir TV ou ouvir rádio, está
ao consumo, a indústria consegue
simplesmente se divertindo, adquirindo
facilmente a manipulação dos que não
cultura e gastando seu tempo de
tem outras formas de entretenimento e
maneira agradável e inofensiva.
diversão a não ser as acima
Mas enquanto assiste seus
mencionadas, influenciando assim
programas favoritos, lê os livros mais
grande número de pessoas a serem
147
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

acríticas e alheias a realidade. importância do diálogo a respeito dos


Dentro deste cenário a indústria produtos oferecidos pela indústria não se
consegue formar cidadãos com pouca deixando manipular pela mesma.
capacidade de reflexão, que perdem seu
poder de escolha por serem 1.2. Desenvolvimento
levianamente influenciados. Cidadãos Para o desenvolvimento deste
que muitas vezes nem sabem que estão trabalho foram utilizadas pesquisas
sendo manipulados e que por não bibliográficas sobre a indústria cultural, e
saberem não compreendem que o foram utilizados livros e artigos sobre o
pensamento crítico pode mudar várias tema. Primeiro são expostos os
de suas inclinações. conceitos da indústria cultural baseado
1.1Objetivos em autores como Theodor Adorno e Max
Este trabalho tem como objetivo Horkheimer. Posteriormente,
salientar a importância do pensamento demonstramos o extenso poderio da
crítico dentro deste campo de indústria cultural e a ampla dominação
manipulações que vem se formando a de produtos estrangeiros dentro de
volta de toda sociedade. Enfatizar a nossos meios de entretenimento e
importância de se fazer escolhas cultura. E, por fim, exemplificamos como
seguras e acertadas em todos os fatores a participação de profissionais da
da vida, não se deixando manipular. educação pode mudar esse conceito de
Toda a criança e adolescente tem dominação exercido pela indústria
direito a educação isto é lei e está cultural, a partir do senso crítico e
assegurado. Contudo, é também dever utilizando do ambiente escolar.
dos professores alertar os alunos sobre
CONCLUSÃO
esse poder que a indústria cultural
exerce sobre a sociedade, direcioná-los O presente trabalho ainda está
a tomarem decisões cabíveis dentro de em processo de elaboração, mas já se
suas realidades, guiá-los a questionar aponta para a importância do
tendências, sobressaltando o que ocorre pensamento crítico frente aos meios de
a volta deles, orientando-os a pensar por comunicação de massa, bem como, do
si mesmos. Deve-se salientar a papel da escola no processo de
148
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

elaboração da criticidade.

Referências

ADORNO, Theodor; HORKHEIMER,


Max. Dialética do Esclarecimento:
fragmentos filosóficos. 2ªed. Rio de
Janeiro: Jorge Zahar, 1985.

FERREIRA, Walace. Uma análise


revisionista de Adorno e Horkheimer em
“A Dialética do Esclarecimento”. In:
CSOnline. Revista Eletreônica de
Ciências Sociais. Ano 2, vol. 5,
dezembro 2008. Disponível em:
https://csonline.ufjf.emnuvens.com.br/cs
online/article/viewFile/629/558. Aceso
em 15/09/2016.

JAPIASSÚ, Hilton; MARCONDES,


Danilo. Dicionário básico de Filosofia.
3ªed. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor,
2001.

LIPMAN, Matthew. O pensar na


educação.trad. Ann Mary F. Perpétuo,
Petrópolis: Vozes: 1995
149
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

A CIDADE DE SOKNOPAIOU NESOS E A CONFIGURAÇÃO DO ESPAÇO


URBANO NO EGITO GRECO-ROMANO

Liliane Cristina Coelho*

*Centro Universitário Campos de Andrade, Curitiba, Brasil


e-mail: lilianecoelho76@gmail.com

Resumo: A cidade de Soknopaiou main temple dedicated to the crocodile


Nesos, situada no Fayum, é uma das god Soknopaios. In this paper I will
mais bem preservadas do Período present the results of a research made
Greco-Romano no Egito. Sua with the city plan in order to point out
configuração apresenta características features Egyptian and Greco-Roman
que remetem tanto à cidade egípcia present in its urban setting and
quanto à greco-romana, sendo por tal understand the importance of dromos for
razão uma fonte importante para o its development over time.
entendimento do urbanismo no Egito Keywords: City, Ancient Egypt, Urban
neste período. Construída de forma Space, Soknopaiou Nesos.
axial, destaca-se em seu plano urbano a
presença de um dromos, uma via que
INTRODUÇÃO
atravessa a cidade de sul a norte e que
conduz ao templo principal, dedicado ao A fundação de cidades pelos gregos
deus crocodilo Soknopaios. Neste artigo no Egito, iniciada com a doação de terras
partirei da análise da planta da cidade efetuada pelo faraó saíta Psamético I (c.
com o intuito de assinalar características 664-610 a.C.) para a construção de
egípcias e greco-romanas presentes em Naukratis, foi impulsionada após a
sua configuração urbana, bem como conquista de Alexandre, o Grande, e
compreender a importância do dromos
principalmente depois da instalação da
para seu desenvolvimento ao longo do
tempo. Dinastia Ptolomaica (304-30 a.C.).
Palavras-chave: Cidade, Egito Antigo, Durante o século III a.C. muitos
Espaço Urbano, Soknopaiou Nesos. assentamentos foram implantados na
região do Fayum, que desde o Reino
Abstract: The city of Soknopaiou Nesos, Médio (c. 2040-1640 a.C.) havia sido
located in Fayum, is one of the best
beneficiada por obras de construção de
preserved of the Graeco-Roman Period
in Egypt. Its configuration has canais que irrigação, que a tornavam
characteristics that refer to both the uma das mais férteis do Egito [1].
Egyptian and the Greco-Roman town, Um dos assentamentos instalados
and for this reason is an important source pelos gregos nesta região é a cidade de
for the understanding of urbanism in Soknopaiou Nesos, localizada ao norte
Egypt during this period. Built axially, do Lago Karun ou Moeris, que
stands out in its urban plan the presence
caracteriza a área. Atualmente a cidade
of a dromos, a road that crosses the city
from south to north and leading to the é estudada por uma equipe italiana de
150
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

uma missão conjunta entre as para compreender quais são as


Universidades de Lecce e Bologna, que principais características urbanas que se
informa anualmente sobre os progressos referem tanto à cidade egípcia quanto à
na escavação por meio de relatórios greco-romana presentes em Soknopaiou
publicados em italiano e inglês e Nesos.
disponíveis em sítio eletrônico próprio [2].
Com base nos dados disponíveis, o RESULTADOS
objetivo deste artigo é, então, discutir a Por ser o Fayum a área mais fértil do
estrutura urbana da cidade de Egito, era comum as cidades localizadas
Soknopaiou Nesos, com ênfase ao na região terem grandes áreas férteis.
dromos e à área do temenos. Para tal, Este não é, no entanto, o caso de
partirei de uma descrição das áreas da Soknopaiou Nesos. A área fértil da
cidade, seguida por uma análise de suas cidade era bastante pequena, quando
principais estruturas e de sua comparada à de outros assentamentos
importância para o entendimento do localizados na região do Fayum. Há
urbanismo no Egito antigo. diversos papiros que revelam que havia
uma área fértil localizada a sul do Lago
MATERIAIS E MÉTODOS Karun e a oeste da cidade e que esta era
Soknopaiou Nesos, ou “a ilha do deus utilizada por seus habitantes [3]. Esta
Soknopaios”, é o nome grego da cidade particularidade talvez explique a
atualmente conhecida como Dime el- preponderância do temenos e a
Seba. As razões para sua fundação, no importância do dromos na constituição
início do século III a.C., são ainda da cidade e em sua função, mais voltada
desconhecidas, mas duas possibilidades ao culto às divindades locais e pouco
podem ser discutidas. Uma diz respeito afeita à agricultura.
à sua localização em relação ao Lago Uma característica interessante é que
Karun, associada principalmente à sua não há uma estrada que ligue a cidade
topografia, e a outra à sua principal ao Lago Karun, ou esta ainda não foi
estrutura, qual seja, o templo murado localizada, o que indica que talvez esta
dedicado ao deus Soknopaios, uma das não fosse a principal via de acesso ao
formas de Sobek, o deus crocodilo assentamento. A via utilizada para
adorado no Fayum. alcançar a localidade atualmente é uma
Soknopaiou Nesos é uma das mais estrada pelo deserto, de difícil
importantes fontes de informação sobre locomoção em alguns períodos do ano.
o Egito Greco-Romano não apenas pelo Ao nos voltarmos para a cidade m sua
seu estado de conservação, mas organização espacial, é possível
também pelo grande número de papiros perceber que, devido ao período de sua
encontrados na localidade [3]. Desta fundação, Soknopaiou Nesos possui
maneira, utilizarei aqui uma série de características que a relacionam tanto ao
documentos escritos e arqueológicos urbanismo egípcio quanto ao greco-
151
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

romano. Suas ruínas se estendem sobre formado por 14 ambientes, mas


uma área de forma oval, com 640 metros originalmente havia um segundo
de comprimento por 350 metros de pavimento, que se conservou apenas em
largura, dividida aproximadamente em um dos espaços. Devido a uma abertura
duas metades por uma estrada no ambiente mais interno da estrutura,
pavimentada (dromos), com 320 metros houve dúvidas, por parte dos
de comprimento e que liga a entrada da arqueólogos, sobre tratar-se mesmo de
cidade à entrada do templo principal um templo. Houve, no entanto, várias
(temenos) [4]. intervenções na estrutura ao longo do
As estruturas urbanas da cidade tempo, e tal abertura pode ter sido feita
desenvolveram-se ao longo do dromos, em função de uma ampliação da
característica que torna possível sua estrutura, conforme afirma a diretora das
comparação a uma via processional escavações, Paola Davoli [4].
conforme a existente em cidades As estruturas ST18, ST20, ST23 e
egípcias do Período Faraônico, como ST200, em conjunto, parecem formar um
Abydos. Ressalto aqui, no entanto, que templo ampliado, conforme existem em
ao longo de uma via processional egípcia localidades como Karanis sul, Bakchias
encontravam-se estruturas funerárias, e Dionysias, com um eixo comum sul-
enquanto que em Soknopaiou Nesos norte que passa pela porta aberta nos
havia residências e outras estruturas fundos do que teria sido o santo dos
urbanas, como depósitos e oficinas, santos do templo inicial (ambiente A de
sendo esta a principal via da cidade. ST18).
O templo dedicado ao deus É difícil atribuir uma data para a
Soknopaios é a estrutura que mais se construção do primeiro templo ou
destaca na cidade. Este era cercado por mesmo para a sua ampliação, mas a
um muro, visível ainda hoje, e divide técnica construtiva utilizada é
espaço, na área do temenos, com outras semelhante àquela que foi usada para a
23 estruturas, que incluem, além do construção de um muro datado do
templo, residências para os sacerdotes e Período Romano (30 a.C.-395 d.C.) ou
depósitos. final do Período Ptolomaico.
A estrutura ST18 é a mais bem Os templos de Soknopaiou Nesos
preservada e corresponde ao templo também são mencionados em uma vasta
dedicado ao deus Soknopaios. Seu documentação escrita. A tríade local era
acesso era pelo lado sul, em frente à constituída por Soknopaios, Ísis
entrada do temenos, cujo portal Nepherses (Ísis com o Belo Trono) e
desapareceu, e sua estrutura é Soknopiais, mas existem também
semelhante à dos templos ptolomaicos, templos dedicados a Ísis, Harpócrates,
com um naos precedido por um Pramarres (a forma divinizada de
vestibulum, com um pátio e um temenos Amenemhat III), Ísis Esenchebis (uma
construído com tijolos crus. O templo era forma de Ísis adorada em Chembis),
152
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

Thoth-Hermes, e Ísis Nephremmis (Ísis


dos Belos Braços).

CONCLUSÃO
A cidade de Soknopaiou Nesos,
fundada no século III a.C. e ocupada até
o século III d.C., tem uma função ainda
incerta, conforme demostram os dados
obtidos pela Arqueologia na região.
Dentre as estruturas presentes em suas
ruínas destacam-se um dromos, ou via
processional, e um temenos composto
por 23 estruturas, dentre as quais um
templo principal dedicado às divindades
locais Soknopaios, Ísis Nepherses (Ísis
com o Belo Trono) e Soknopiais, que
poderiam situar a cidade como um centro
dedicado ao culto aos deuses, o que
também pode ser inferido devido à pouca
área fértil em seu entorno.
A principal via de acesso à cidade na
antiguidade ainda não foi localizada pela
Arqueologia, e este é um dos objetivos
das equipes que trabalham na localidade.

REFERÊNCIAS

[1] BAINES, J. & MÁLEK, J. O mundo


egípcio: deuses, templos e faraós. Madrid: Edici-
ones del Prado, 1996. v.1. p.36-37.
[2] O sítio a que aqui me refiro é:
http://www.museopapirologico.eu/soknopai.htm
e é organizado pelo Centro di Studi Papirologici
della Università del Salento.
[3] DAVOLI, P. Nel tempio del dio cocco-
drillo. Pharaon. II/3 (2006), p. 8-11.
[4] DAVOLI, P. Soknopaiou Nesos: i
nuovi scavi dell’Università di Lecce, risultati e
prospettive. in CREVATIN, F. & TEDESCHI, G.
(edd.). Scrivere leggere interpretare: studi di an-
tichità in onore di Sergio Daris. [Internet] Dis-
ponível em: http://hdl.handle.net/10077/5395
153
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

A IMPORTÂNCIA DO INDIVÍDUO POPULAR NO ESTUDO DA HISTÓRIA

Isis Muller Krambeck*, Mateus Eduardo Araujo da Silva*, Liliane Cristina Coelho*

*Centro Universitário Campos de Andrade, Curitiba, Brasil


E-mail: mateus1320@gmail.com

Resumo: Neste artigo, busca-se e médio, e quais são as diretrizes dadas


analisar o pensamento de alguns autores
por especialistas para que tal prática seja
sobre o Ensino de História, e refletir em
cima destes para dissertar sobre a adequada aos alunos de hoje.
importância de se estudar as classes
Os resultados aqui apresentados se
populares no decorrer do tempo.
baseiam em bibliografia especializada e
Palavras-chave: classe popular, estudo
atualizada, e nos levaram às conclusões
de história, educação, síntese,
desenvolvimento. que finalizam o artigo.

Abstract: In this article, we seek to


analyze the thinking of some authors on MATERIAIS E MÉTODOS
the Teaching of History, and reflect upon
Tal como especificado
these about the importance of studying
the working classes over time. anteriormente, nossos resultados foram
conseguidos por meio de pesquisa
Keywords: working classes, history
study, education, education, synthesis, bibliográfica. Recorremos, para tal, a
development.
especialistas no Ensino de História, que
nos informam sobre as mudanças que
INTRODUÇÃO
estão acontecendo no ensino na
Com base em uma pesquisa
atualidade. As referencias utilizadas
bibliográfica, buscou-se, aqui, verificar
serão apresentadas na sequência.
quais são as vertentes relacionadas ao
pensamento sobre o Ensino de História
RESULTADOS
no Brasil. Sendo esta uma área em
No primeiro capítulo do livro “Ensinar
constante mudança, é importante
História”, escrito por Maria Auxiliadora
analisar de que maneira, atualmente, o
Schmidt e Marlene Cainelli, intitulado “O
ensino da disciplina histórica é levado
saber e o fazer históricos em sala de
para a sala de aula, considerando mais
aula”, há uma frase que chama a
especificamente os ensinos fundamental
154
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

atenção, dizendo que o modo como a A abordagem sobre conceitos


história é ensinada aos alunos faz com possibilita aos alunos e aos professores
que esta seja odiosa [1]. A justificativa tratarem estes documentos a partir de
das autoras para tal fato é que o ensino olhares mais problematizadores em
da matéria nos meios tradicionais se relação à racionalidade histórica linear.
baseia na pura repetição, sendo o Desse modo, podem desenvolver uma
professor visto perante os alunos como consciência histórica, que leve em conta
um “professor-enciclopédia”. as diversas práticas culturais dos
A forma ideal para se ensinar sujeitos, sem o abandono do rigor do
história, segundo as autoras, seria com o conhecimento histórico.
professor fornecendo a matéria com o Os conceitos históricos que
intuito de fazer os alunos raciocinarem e fundamentam o ensino de história estão
questionarem, além de fugir da ideia de muitos ligados ao pensamento de Jörn
professor tradicional, sendo um Rüsen, historiador e filosofo alemão.
“professor-consultor”, e adequando o Para o autor, existem três dimensões
conhecimento aos diferentes ambientes. históricas: experiência, interpretação e
As autoras continuam sua análise orientação, sendo todas ligadas a
discutindo a importância da utilização de consciência histórica [3]. Essa
conceitos pelo professor em sala de consciência funciona através da
aula. Para compreender tal importância, memória, e serve para que perspectivas
faremos aqui uma comparação, o PCN sobre o futuro sejam formadas.
(Parâmetros Curriculares Nacionais) em A Escola dos Annales [4] veio como
seu capítulo voltado ao ensino de história uma forma de quebrar a noção
no Ensino Médio, que também se pauta tradicionalista, e apresentava novas
na importância da utilização de conceitos formas de se compreender e pensar o
[2] pelo educador, mostrando que essa âmbito social. A partir dessa quebra de
ideia não é algo defendido somente paradigmas, as visões sobre o estudo e
pelas autoras. No ensino, o aprendizado ensino de História se ampliaram, e
de conceitos históricos pode explicar os abriram novos ramos para a área, como
processos de mudança da consciência a arqueologia. Isso só foi possível pois
histórica dos alunos. os Annales incorporaram novos tipos de
155
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

fontes de pesquisa, e romperam com o a valorização das ações e concepções


padrão de estudar apenas aqueles vistos de mundo dos sujeitos, e das classes
como heróis, ou os grandes populares em seu contexto. A Nova
acontecimentos. Citamos, neste sentido, História Cultural tem suas principais
o texto do livro “Ensinar História”, no qual ideias pautadas nos pensamentos do
as autoras citam que a História é feita por filosofo Mikhail Bakhtin, do sociólogo
todos os homens, e não somente pelos Norbert Elias e do filósofo francês Michel
heróis ou personagens importantes. Foucault, que também foi
Parece ser um pensamento simplista contemporâneo a terceira geração dos
mas, geralmente, não paramos para Annales [5].
pensar em nós como agentes da história. Podemos contemplar ainda mais
Isso se deve à tradicional e velha forma o pensar das classes populares como
de ensino nas escolas. sujeitos históricos, com a Nova Esquerda
Voltamos aqui às reflexões das Inglesa, que procurou analisar a
autoras no livro Ensinar História que concepção de poder de forma a
propõem que se tome a experiência do apresentar outros fatores sociais, e
aluno como ponto de partida para o outros espaços de poder, o que ficou
trabalho com os conteúdos, pois é conhecido como a “história vista de
importante que também o aluno se baixo”, elegendo os sujeitos da classe
identifique como sujeito da história e da trabalhadora como personagens centrais
produção do conhecimento histórico [1]. de seus estudos empíricos [5]. A Nova
Tal reflexão se funda na importância que Esquerda Inglesa contribuiu ainda, para
o educador tem no caminho trilhado pelo a superação da racionalidade histórica
aluno, pois é justamente esse que o linear: O ensino de História linear está
auxiliará nos momentos de interpretar, pautado pela valorização da História
organizar e fundamentar parte de seus política factual, personificada em heróis,
conhecimentos. o que acaba por excluir a participação de
Os Annales foram influência também outros sujeitos. Limita-se à descrição de
para a Nova História Cultural (movimento causas e consequências, não
que ocorrera a partir da metade da problematizando a construção dos
década de 1980), que prega justamente processos históricos, uma vez que a
156
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

História é tida como a verdade a ser reflitam. A falta de conhecimento


transmitida pelo professor, e histórico, como coloca Laura, é uma
memorizada pelos alunos [5]. limitação grave e, no limite,
Focando nos sujeitos populares, desumanizadora.
novas formas de consciência passaram
a ser incorporadas pelas pesquisas CONCLUSÃO
historiográficas, como as ligadas aos Com a devida importância citada
costumes, às tradições populares e às acima do estudo da história, e da análise
contra hegemonias. de reflexões sobre o estudo das classes
Por fim, podemos propor mais uma populares, concluímos que este é
pergunta: porque estudar História? Um significativo, pois são indivíduos que
texto muito interessante sobre o assunto independente de sua classe social e
foi escrito por Laura de Mello e Souza e cultura que possuem notável papel na
publicado n’A Folha do Gragoatá. No história.
texto, Laura afirma que a História é Agradecimentos
Agradecemos a Profa. Dra. Liliane Cristina
fundamental para o pleno exercício da Coelho, que nos orientou neste projeto.
cidadania [6] e justifica: Se conhecermos Referências
[1] SCHMIDT, M. A. e CAINELLI. Ensinar História.
nosso passado, remoto e recente, São Paulo: Scipione, 2009.
teremos melhores condições de refletir [2] BRASIL. Parâmetros Curriculares Nacionais
(PCNs). Parte IV: Ciências Humanas e suas
sobre nosso destino coletivo e de tomar Tecnologias. Ensino Médio. Brasília: MEC/SEF,
decisões. A consciência histórica 2000.
[3] SCHMIDT, Maria Auxiliadora e outros. (Org).
descrita por Jörn Rüsen é pautada "Experiência, interpretação, orientação: as três
dimensões da aprendizagem histórica". In:
exatamente na ideia de que nossa
________. (Org.). Jorn Rusen e o ensino de
memória nos ajuda a entender o história. Curitiba: Ed. UFPR, 2011. p. 79-91.
[4] BURKE, P. A Escola dos Annales (1929-1989):
presente, trazer o passado à tona, e a Revolução Francesa da Historiografia. São
pautarmos o futuro nessas colocações. Paulo: Fundação Editora da UNESP, 1997.
Tradução Nilo Odalia.
Conhecer a história é importante para [5] BRASIL. Diretrizes Curriculares Nacionais da
vários parâmetros, seja para projetarmos Educação Básica. Paraná: MEC/SEF, 2008.
[6] A Folha do Gragoatá. Por que estudar História?
um futuro, ou pensar sobre o atual. Disponível em:
<http://afolhadogragoata.blogspot.com.br/2012/0
Devemos mostrar a importância da
4/por-que-estudar-historia-laura-de-
matéria aos alunos, e fazer com que mello_09.html>. Acesso em: 22/09/2016.
157
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

A LUTA DA MULHER ISRAELITA POR CONSTRUIR UM NOME ATRAVÉS


DA MATERNIDADE DURANTE O PERÍODO DOS JUÍZES (1200-1000 a.C.)

Morgana Fonseca da Conceição* e Liliane Cristina Coelho*


*Centro Universitário Campos de Andrade, Curitiba, Brasil
e-mail: morganafonseca1@hotmail.com

Resumo: Através de textos contidos no tema “A luta da mulher Israelita por


Canon bíblico, pertencentes ao período
construir um nome através da
de Juízes (1200-1000 a.C.),
pretendemos analisar a histórias das maternidade durante o período dos
mulheres israelitas e de como seu status
Juízes (1200 - 1000 a.C.)” [1]. Este tema
social estava diretamente ligado com a
maternidade. Buscaremos entender a foi proposto para o trabalho de conclusão
importância dela, a maternidade, em
do curso de História – Licenciatura do
suas vidas e de como elas usavam tudo
o que tinham ao seu dispor, leis ou Centro Universitário Campos Andrade.
costumes cultuais, para se tornarem
Para esta pesquisa utilizamos como
mães e criarem seu nome através do
nome de seus filhos. fonte textos retirados do Canon Bíblico
(Nm 27:1-11, Jz 1:12-15, Jz 4 e 5, Jz
Palavras-chave: Gênero, Israel,
Maternidade, Bíblia. 11:34-40, Rt 1 ao 4, 1Sam 1 e 2) [2], os
quais contêm histórias de mulheres nas
Abstract: Through texts in the Bible
Canon, belonging to the period of the quais podemos perceber a centralidade
Judges (1200-1000 BC), we intend to
da maternidade em suas vidas, quais
analyze the stories of Israeli women and
how their social status was directly linked métodos elas tinham a seu dispor, e
with motherhood. We will seek to
como elas os utilizavam para que
understand the importance of it,
motherhood, in their lives and how they viessem a ter filhos. Também
used all they had at their disposal, laws
percebemos como a realização pessoal
or cultic customs, to become mothers
and create your name through the name feminina, a construção do nome dela na
of their children.
sociedade, não estava ligada a ela, ou ao
Keywords: Gender, Israel, Motherhood, seu marido, mais sim aos filhos homens
the Bible.
que viesse a ter e das conquistas destes.

INTRODUÇÃO
MATERIAIS E MÉTODOS

Este projeto de pesquisa trabalha o


158
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

As fontes foram analisadas conforme implícito, que não está relacionado com
a pragmática literária [3], pois ela nos o autor/redator. Este autor-implícito está
permite uma análise mais completa da incrustado no texto, o que nos permite
fonte, ou seja, não nos ateremos apenas analisá-lo segundo a pragmática e assim
ao que está escrito, mas também ao entender o porquê destas mulheres
autor, sua mensagem, ao público alvo e terem sido escolhidas para fazerem
seu objetivo. Pois uma história quando parte da história de Israel, o que a
escrita sempre tem um porque, que história delas revela sobre aquela
conduzirá seu início, seu meio e seu fim. sociedade e como este autor pretendia
Este porque influenciará em seu mudar ou solidificar esta sociedade
conteúdo e mesmo em sua propagação através destas histórias.
e repercussão no leitor, que também é RESULTADOS
levando em conta quando esta história
ou qualquer literatura é escrita, sendo ela Por meio da análise dos textos
literal ou não, não sendo diferente com a escolhidos podemos perceber que estas
bíblia. mulheres foram escolhidas para compor
Quando pensamos em autores dos a história de Israel pois se tornaram
textos bíblicos, porém, não estamos mães de homens famosos, ou utilizaram
pensando em quem o escreveu e o os métodos que estavam ao seu alcance
redigiu em seu formato atual. Esta (legais ou culturais), para se tornarem
definição de quem ele (autor/redator) é mães, tornando-se assim modelos de
ou se o autor/redator é homem ou mulher, mulheres a serem seguidas.
não é uma descoberta que tenha Percebemos como a juíza Débora, ao
relevância para textos da antiguidade exercer o seu papel político, precisava
clássica como a bíblia [4]. Isso porque ainda da sua afirmação feminina através
em casos de textos tão antigos seu da maternidade [5], então ela se torna a
autor/redator é anônimo ou vem de uma Mãe de Israel. Ela não é apenas a líder
atribuição traditiva, que não nos permite máxima da nação mas também sua mãe.
uma legitimidade biográfica que também Os feitos de Israel lhe serão creditados.
possa ser analisada. Então nestes casos Percebemos a importância da
nós analisamos o chamamos de autor- maternidade também na história de Rute
159
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

e Noemi. Sendo as duas viúvas e sem Assim Ana barganha com Deus um
filhos, sendo que Rute é nora de Noemi, filho homem que possa levar o seu nome
esta ultima promove o casamento da e ser a sua herança. Para que Deus lhe
nora com o “parente mais próximo” de conceda o pedido ela promete dar-lhe a
seu falecido esposo, se apropriando criança para o serviço no templo. Deste
assim da lei do Levirato [6] e da lei do modo, em troca de um filho que leve o
Resgatador ao mesmo tempo. Assim seu nome, ela abre mão de exercer a
elas conseguiam reaver as propriedades maternidade diariamente, entregando a
da família, que elas tinham perdido com criança quando esta é desmamada.
a viuvez, e conseguem um descendente Deus aceita a barganha e Ana é
homem para o nome de seus esposos valorizada como uma boa mulher
falecidos, já que o primeiro filho de Rute israelita, já que seu filho Samuel se torna
com Boaz, seu novo esposo, seria profeta e juiz de Israel, um líder político e
considerado como filho de seu primeiro religioso, mantendo o nome de Ana na
esposo morto, assim ele teria direito à história de Israel.
herança dele. Deste modo Rute se Estas mulheres se tornam heroínas
apropria destas leis para se tornar mãe e de Israel ao não permitirem que qualquer
criar seu nome através do nome de seu empecilho, natural ou não, as
filho. E Noemi se apropria do filho de impedissem de se tornarem mães, de
Rute para se tornar mãe através dele e usarem leis, costumes, ou mesmo
dar uma geração para seu falecido barganhar com Deus para cumprir o seu
esposo. propósito de vida, a maternidade.
Já na história de Ana o seu empecilho
para maternidade era a impossibilidade CONCLUSÃO
de engravidar. Aqui percebemos como a
maternidade estava exclusivamente Percebemos porque estas mulheres
ligada ao status feminino, pois Ana não são escolhidas como modelos a serem
precisava ter filhos para dar uma seguidos, modelos que não são
continuidade ao nome de seu marido, já destruídos porque elas se fazem ouvir ou
que ele tinha outra esposa que tinha porque se tornam lideres políticas, mas
vários filhos. sim porque, apesar disso, elas ainda são
160
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

mulheres que lutam pela maternidade. [1] MAZAR. A. A época dos juízes: a Idade do
Ferro I (aprox.1200-1000 a.C.). In. Arqueologia
Percebemos que este autor, ao tirar
na terra da bíblia: 10.000-586 a.C. São Paulo.
estas mulheres da escuridão e trazer
Pulinas, 2003. p. 323-327.
suas histórias a público, quer demonstrar [2] Livro de Números. Livro de Juízes. Livro de
qual é o tipo ideal da mulher Israelita. Rute. Livro de 1 Samuel. In: Bíblia Sagrada.
Não apenas isto: percebemos como este Tradução João Ferreira de Almeida. São Paulo:
Vida, 2010.
pensamento estava já enraizado no
[3] Para mais informações sobre a metodologia
imaginário feminino e de como o autor
pragmática: LIMA, A. O autor como personagem
utiliza suas histórias apenas como uma implícito na teoria literária e as particularidades
manutenção deste pensamento. autorais das narrativas bíblicas. Revista
Também percebemos que este autor- Oracula. n.14. v. 10. 2014. PDF. p 77. E
também: COELHO, L. C. Vida pública e privada
implícito fortalece esta concepção do
no Egito do Reino Médio (C.2040-1640 a.C.).
sonho de ter seu nome propagado por
Disertação (Mestrado) – Universidade Federal
seu filho famoso ao Débora gerar Israel, Fluminense, Instituto de Ciências Humanas e
Rute ao rei Davi e Ana ao profeta Samuel. Filosofia, Departamento de História. 2009. p.
E mesmo Acsa ser filha de Calebe e 222-225.
[4] FERREIRA, J. L. C. A bíblia como literatura:
depois ser mulher de um Juiz de Israel e
lendo as narrativas bíblicas. Revista Eletrônica
a Filha de Jefté ser filha de um Juiz,
Correlation. n.13. junho 2013. PDF. p 11.
dando a todas elas uma ligação [5] BRENNER, A. A mulher israelita: papel
masculina ilustre. É apenas isto que as social e modelo literário na narrativa bíblica.
torna aptas a deixarem o espaço privado, São Paulo: Paulinas, 2001.
[6] Levirato: livros de Levíticos 25:24-55 e
quando suas histórias chegam ao
Números 25:5-11. In: Bíblia Sagrada. Tradução
público e elas se tornam conhecidas por
João Ferreira de Almeida. São Paulo: Vida, 2010.
todo o Israel, durante gerações, por
terem sido mulheres que lutaram no
espaço da sociedade que lhes foi
concedido, pelo descendente/libertador
delas e por consequência de Israel.

Referências
161
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

A ORGANIZAÇÃO ESPACIAL DAS CIDADES EGÍPCIAS NO PERIODO GRECO-


ROMANO

Rafael Rodrigo de Andrade*, Liliane Cristina Coelho*


*Centro Universitário Campos de Andrade, Curitiba, Brasil
rafavini1982@gmail.com

Resumo: Este trabalho visa apresentar people but who have contributed much to
os resultados de estudos realizados the current architecture and urbanism of
sobre o tema “A organização Espacial our time.
das Cidades Egípcias no Período Greco- Keywords: Rome, Egypt, Cities, Spatial
Romano” e tem como objetivo principal Organization, Influences.
destacar as influências sofridas pelo INTRODUÇÃO:
povo egípcio por meio da dominação
romana. Para isso, uma série de análises
foi realizada tendo por base as plantas O objetivo principal deste trabalho é
das cidades de Priene e Soknopaiou
pontuar as diversas influências nas
Nesos, visando identificar traços que
possam identificar a composição destas formas de construções e os diversos
duas cidades, como foram erigidas,
tipos das mesmas em locais por onde o
quais eram seus propósitos e como seus
moldes de construções foram se império romano tenha se estendido (em
alterando, bem como se misturaram com
especifico no Egito também denominado
o tempo, e o convívio destes povos
distintos mas que contribuíram muito Egito Romano) [1]. Assim, buscamos,
para a atual arquitetura e urbanismo do
por meio destes estudos, compreender
nosso tempo.
Palavras Chave: Roma, Egito, Cidades, como agiam os romanos em suas
Organização Espacial, Influências.
conquistas ou, mais especificamente,
Abstract: This paper presents the queremos entender como os romanos se
results of studies on the theme "Spatial
adaptavam ao meio ou se impunham
Organization of Egyptian Cities in the
Greco-Roman Period" and aims to uma política de remodelação,
highlight the influences suffered by the
estabelecendo seus costumes e modos
Egyptian people through the Roman
domination. For this, a series of analysis de vida, bem como o de construção, aos
was performed based on cities of Priene
povos absorvidos por eles. Vale lembrar
and Soknopaiou Nesos, to identify traits
that can identify the composition of these que estas influências não apenas
two cities, as were erected, which were
mudaram consideravelmente os
their purposes and how their buildings
molds were up changing and mixed with aspectos das construções no campo
time, and the interaction of these different
visual, mas que as mesmas
162
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

proporcionaram uma grande de Soknopaiou Nesos) com o intuito de


transformação na ordem política, compreender a relevância das
econômica e religiosa das regiões onde construções e verificar se estas
os romanos se instalaram, causando cumpriram realmente seu papel como o
assim um processo que chamamos de esperado [3]. Devemos ter em mente
“romanização”. Com isso, a grande que os romanos foram um povo
pergunta que respondemos aqui é: como expansionista e agregaram para si
este povo, que teve uma expansão tão inúmeras outras culturas, passaram por
grande e significativa, adaptou-se às vários lugares antes de chegarem ao
diferentes regiões conquistadas e Egito (quase no fim do seu período de
influenciou o cotidiano e os modos de conquistas) e sofreram inúmeras
vida dos povos dominados por eles? influências como, por exemplo, dos
Vale lembrar que o principal objetivo gregos. Assim, para comprovar nossa
deste estudo é analisar os tipos de pesquisa nos valemos de uma
construções e os aspectos por elas metodologia comparativa, por meio da
adquiridas, tendo em mente que os qual analisamos com clareza as
romanos tiveram que se adaptar a características de cada cidade
diversos tipos de matérias primas para separadamente para encontrar pontos
suas novas construções e a regiões por em comum entre elas que nos permitam
eles ainda não conhecidas, o que comprovar a ação das influências tanto
influenciou decisivamente no surgimento romanas quanto egípcias.
de um modo para sua adaptação [2].
RESULTADOS
MATERIAIS E MÉTODOS
Apesar dos diferentes tipos e formas
Este estudo tem como objetivo que os romanos utilizavam ao erigir uma
entender como funcionava a nova colônia, vemos que a importância
organização das cidades romanas no de determinadas construções não se
período de 30 a.C. até 395 d.C. Para isso alterou [4]. As estruturas políticas e
utilizamos plantas de diferentes cidades religiosas foram mudadas, mas sua
(em especifico das cidades de Priene e essência não se transformou [5]. Ora,
163
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

sabemos que, para os romanos, o centro importância para a manutenção daquele


da cidade tinha um papel crucial com a novo estado [6]. Os moldes como foram
função de serem centros religiosos, construídos, porém, passaram por
culturais, comerciais e políticos. Algumas intensas mudanças devido a uma serie
construções eram de suma importância de adaptações e isso fica bem claro com
tanto na capital quanto em suas a análise das fontes, pois seria inviável
metrópoles. Podemos aqui citar o fórum manter as características puramente
(que era formado por inúmeros romanas ou egípcias devido
elementos para regrar a vida em principalmente à necessidade de se
sociedade dos romanos), bem como adaptar a aspectos relacionados ao
outros tipos de construções, como clima e principalmente aos métodos e
teatros e hipódromos. Tais estruturas materiais para construções existentes
comprovadamente chegaram até o povo nas regiões onde os romanos se
egípcio, tendo para eles tanto sentido instalaram.
quanto para os romanos. A única
exceção era na forma do uso dos AGRADECIMENTOS
templos, que não se modificara com o
advento dos romanos. Seu espaço físico, Agradeço primeiramente à minha
contudo, foi influenciado, tendo se estimada esposa Jacielli de Andrade,
transformado e possuindo que me acompanhou durante toda minha
características tanto romanas quanto jornada acadêmica e que é, sem
egípcias. dúvidas, a minha maior incentivadora.
Agradeço também à minha orientadora,
CONCLUSÃO Profa. Dra. Liliane Cristina Coelho, que
sempre acreditou em mim e não deixou
Com a análise das fontes, foi possível que eu desistisse dos meus estudos,
constatar que os tipos de construções sempre me apoiou e deu suporte quando
foram se adaptando ao meio. Suas necessário. Por fim, agradeço ao Prof.
funções, porém, permaneceram intactas Dr. Moacir Elias Santos, que despertou
tanto para egípcios quanto para em mim, por meio de suas aulas, um
romanos, pois eram de suma profundo amor pela História Antiga e
164
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

principalmente por Roma e todo o seu


esplendor.

REFERÊNCIAS

[1] DAVOLI, P. Soknopaiou Ne-


sos: i nuovi scavi dell’Università di Lecce,
risultati e prospettive. In: CREVATIN, F.
& TEDESCHI, G. (edd.). Scrivere, le-
ggere, interpretare: studi di antichità in
onore di Sergio Daris, pubblicazione on-
line: [http://hdl.handle.net/10077/5395].
[2] GRIMAL, P. As Cidades Ro-
manas. Tradução: Antonio Lopes Rodri-
gues. Lisboa: Edições 70, 2003.
[3] ALDROVANDI, C. E. V.; KORMIKIARI,
M. C. N.; HIRATA, E. F. V. Estudos sobre
o Espaço na Antiguidade. São Paulo:
Editora da Universidade de São Paulo;
Fapesp, 2011.
[4] BARROS, J. D’A. Cidade e História.
Petrópolis: Vozes, 2007.
[5] CAMPOS, Adriana Pereira et al. A
Cidade à Prova do Tempo: vida cotidiana
e relações de poder nos ambientes
urbanos. Vitória: GM Editora, 2010.
[6] CASTELLS, M. A questão urbana.
Tradução de Arlene Caetano. Rio de
Janeiro: Paz e Terra, 1983.
165
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

AS REPRESENTAÇÕES DO DIABO E DO MAL NAS CANTIGAS DE SANTA


MARIA DO REI AFONSO X O SÁBIO (1250 – 1284)

Mariana Bonat Trevisan*,Eliane Batista**

*Doutora em História- UFF, docente Uniandrade


**Acadêmica em História- Uniandrade
Centro Universitário Campos de Andrade, Curitiba, Brasil
e-mail: elianedelimamorano@gmail.com
*Discente do Curso de Biomedicina da Universidade Positivo, Curitiba, Brasil.
**Docente do Curso de Biomedicina da Universidade Positivo, Curitiba, Brasil.
e-mail: stephanierabbers@hotmail.com
Resumo: Através deste estudo, objeti- Saint Maria songs - the largest group of
vamos compreender quais as motiva- medieval poems of religious inspiration
ções políticas e religioso-culturais do rei written in Portuguese Galician. We intend
Afonso X de Leão e Castela (1252-1284) to analyze how Marian devotion and the
para a criação das Cantigas de Santa king's devotion to Mary ended up influ-
Maria - maior conjunto de poemas medi- encing the production lines, bringing to-
evais de inspiração religiosa escritas em gether various elements of Iberian tradi-
galego português. Pretendemos analisar tion and imaginary XIII. We intend to
de que forma o culto mariano e a devo- learn how the songs build representa-
ção do rei à Maria acabaram influenci- tions regarding Maria, essentially on
ando a produção dos versos, reunindo devil’s figure. This figuretakes differents
diversos elementos da tradição e imagi- forms and meanings in poems. We are
nário ibéricos do século XIII. Especifica- interested in considering what values,
mente, tencionamos apreender como as concepts, practices and figures are asso-
cantigas constroem representações refe- ciated with evil and the day bo, as well as
rentes à atuação mariana perante o pe- the values, behaviors and practices as-
cado e o mal- encarnado essencialmente sociated with the well, normally repre-
na figura do demônio. Este adquire dife- sented in the figure of Santa Maria.
rentes formas e significados nos poe- Keywords: Afonso X, Saint Maria, Devil.
mas. Interessa-nos ponderar que valo-
res, conceitos, práticas e figuras são as- INTRODUÇÃO
sociadas ao mal e ao diabo, assim como
os valores, condutas e práticas associa- “Eu porei inimizade entre você e
das ao bem, representado normalmente a mulher, entre a descendência
na figura de Santa Maria. de você e os descendentes
Palavras-chave: Afonso X, Santa Maria, dela”. Gn, 3, 15.
Diabo.
Nossa temática de estudo integra “As
Abstract: Through this study, we aimed representações do Diabo e do mal nas
to understand which policies and reli- Cantigas de Santa Maria de Afonso X o
gious and cultural motivations of King Al- Sábio (1252-1284). Tal assunto está
fonso X of Castile (1252-1284) for the sendo desenvolvido na graduação e
surgiu a partir da ideia de como
166
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

compreender as diversas imagens do para essa pesquisa, pensando numa


Diabo na Idade Média.
análise mais aprofundada (a ser
As cantigas de Santa Maria são o
maior conjunto de poemas medievais de desenvolvida em nosso texto de TCC),
inspiração religiosa escritas no galego
escolhemos precisamente duas cantigas.
português do século XIII. Nosso principal
objetivo é responder como o diabo está A primeira trás a figura da mulher,
presente nas cantigas e como ele é re-
sempre suscetível as tentações do diabo.
presentado. Buscamos compreender
como as cantigas constroem representa-
ções referentes à atuação mariana pe-
XVII – Sempre seja beita e loada
rante o pecado e ao mal, encarnado na
figura do demônio. Este adquire diferen-
tes formas e significados nos poemas.
Esta é de como Santa Maria guardou
Interessa-nos ponderar que valores,
conceitos, práticas e figuras são associ- de morte á honrada dona de Roma, a
adas ao mal e ao diabo, assim como os
que o Demo acusou pola fazer
valores, condutas e práticas associadas
ao bem, representado essencialmente queimar.
na figura de Santa Maria.

MATERIAIS E MÉTODOS “En Roma foi, ja ouve tal sazón,


que uma dona mui de coraçón
As Cantigas de Santa Maria amou a Madre de Deus; mas
entón
começaram a ser produzidas logo no
sofreu que fosse do Demo
começo do reinado do rei Afonso X. Ao tentada.
todo foram escritos 427 poemas, todos
Sempre seja bẽeita e loada
em homenagem a Maria e seus milagres. Santa Maria, a noss’ avogada.
Para esta pesquisa, fizemos um
A dona mui bom marido perdeu,
levantamento prévio do conjunto da obra, e com pesar dél per poucas
morreu;
observando a quantidade e formas de
mas mal conorto d’um filho
presença do diabo e do mal nas cantigas. prendeu
que dél havia, que a fez
O tema foi abordado pelos trovadores
prenhada.”
em 23 cantigas. Muitos estudiosos
A segunda trás duas perspectivas
acreditam que esses poemas trataram
diferentes a serem analisadas, uma é a
de perpetuar o que já se observava na
personificação do diabo em forma de um
oralidade da cultura ibérica [1].
animal, e a outra e ele como um homem
Gostaríamos de ressaltar que
negro.
167
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

reinado do rei percebemos que todos


LXXXII – Esta é de como Santa Maria esses fatores estão refletidos em suas
guardou un monge dos diaboos que obras.Trabalhos esses que acabaram
o quiseran tentar e se lle mostraron lhe conferindo o epíteto de “O Sábio”.
en figuras de porcos polo fazer Marina Kleine menciona que todos esses
perder. aspectos, interesses e frentes de
atuação do rei, deram-lhe um amplo
“A Santa Maria mui bon servir faz, corpus que inclui obras jurídicas,
pois o poder ela do demo desfaz.
historiográficas, poéticas e cientificas
En seu leito, u jazia por dormir, essa última, no entanto, foram traduzidas
viu-os come porcos contra si vir
do árabe [2].
atan espantosos, que per ren
guarir Ao produzir as cantigas, o rei as
non cuidava, e dizia-lles: «Az, az.»
dividiu em Cantigas de Louvor a Santa
El assi estando en mui gran pavor,
viu entrar un ome negro de coor Maria, Cantigas de Maldizer e Cantigas
de escárnio. No início foram produzidas
As Cantigas de Santa Maria, sobretudo
100 cantigas, que logo se estenderam
são uma obra copilada no âmbito da
para 420, sobrevivendo separadamente
literatura medieval, realizada em prosa e
em quatro manuscritos, todos datados
verso. As cantigas são o maior conjunto
da segunda metade do século XIII: O
de poemas medievais de inspiração
primeiro é o Codex Toledano
religiosa escrito em galego – português,
(atualmente na Biblioteca Nacional da
a escolha por esse idioma se dá pelo fato
Espanha), já o segundo e o terceiro
de ser uma escrita de alto prestigio e de
estão na Biblioteca Escorial, também na
teor poético. Os textos foram inspirados
Espanha, e o quarto está conservado em
em relatos de milagres da Virgem e em
Florença.
lendas orais. A autoria se dá
No século XII observa-se um
primeiramente com o rei que irá dar
afloramento da literatura dedicada a
identidade ao texto e a trovadores
Maria. Uma das primeiras obras
escolhidos por ele, da escola ibérica
dedicadas a ela são 58 versos de Gautier
galega – portuguesa. Ao buscarmos
de Coincy (1177-1236), que
compreender os principais momentos do
proporcionaram ao rei Afonso X o Sábio
168
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

(1221-1284) material para a sua perigosamente envolvidos com a magia e o


satânico [5]. Há também a figura da mulher, que
produção literária [3]. Outro aspecto do na maioria das vezes ela é seduzida pelo diabo
caindo em tentação. Como a pesquisa ainda não
medievo é a relevância da figura do está concluída há muitos fatos a estudar, ainda
mais se tratando de um material tão rico como é
Diabo no imaginário popular, figura essa as Cantigas de Santa Maria.
que vai ser o principal objetivo de nossa
CONCLUSÃO
pesquisa nas Cantigas de Santa Maria.
Ao analisarmos as Cantigas de Santa
Segundo Le Goff, o diabo é um Maria compreendemos que essa obra literária é
dos mais importantes seres no universo de suma importância para os estudos da
península ibérica no século XIII, pois através dela
do Ocidente medieval: encarnação do conseguimos analisar os fatos históricos e
culturalmente datados e situados. Nela
mal, oponente das forças celestes, encontramos uma riqueza de detalhes
relacionados ao comportamento e os assuntos
tentador dos justos, inspirador dos morais que eram transmitidos por gerações
através de lendas. Fato esse que analisamos
ímpios e dos pecadores, verdugo dos especificamente nas cantigas que foram
condenados, ele é onipresente e seu reproduzidas usando a figura do diabo, como as
suas habilidades de enganar e de contra partida
terrível poder se faz sentir em todos os a imagem de Santa Maria como protetora dos
indefesos, suscetíveis a esse mal.
aspectos da vida e das representações
Referências
mentais medievais [4]. Devido a esse Cantigas de Santa Maria disponível em:
http://www.dominiopublico.gov.br/pesquisa/Detal
iminente papel da figura demoníaca no heObraForm.do?select_action=&co_obra=1783
contexto, perante a tradição cristã, e que 3 . Acesso 21/10/2016.
[1] VALMAR, Marqués de. Estúdio Histórico,
se refletiu na produção cultural do Crítico y Filológico sobre las Cantigas Del Rey
Don Alfonso El Sabio. Madrid. La Real Academia
período, decidimos abordar os Espanhola, 1897. pp, 12.
[2] KLEINE, Marina. El carácter propagandístico
significados e valores associados ao mal de las obras de Alfonso X. Artigo apresentado ao
De MedioAevo 4, 2013. ISSN – e 2255-5889.
e ao demônio, tomando como fonte As
[3] LE GOFF, Jacques. As raízes medievais da
Cantigas de Santa Maria no reinado de Europa / Jacques Le Goff; tradução de Jaime A.
Clasen. Petrópolis, RJ: Vozes, 2007. Pp, 112-113.
Afonso X. [4] LE GOFF. J.; SCHIMIT. J.C. Dicionário
Temático do Ocidente Medieval. Vol. 1.
Coordenador da tradução Hilário Franco Junior;
RESULTADOS Bauru, SP: Edusc, 2006. Pp. 319.
[5] FELDMAN, Sergio Alberto. A presença do
Os resultados obtidos até o momento Diabo no cotidiano medieval judaico: os ritos de
nos levam a algumas colocações, principalmente passagem. Fênix Revista de História e Estudos
a associação do diabo a animais ou sempre Culturais, v. 4, ano IV, nº 2, Abril/Junho de 2007.
como um homem de pele negra. Outro ponto
bem presente é a imagem do mouro como o filho
ou vassalo do diabo. Feldman fala que a
sociedade medieval cristã associava os judeus
ao demônio, eles eram sempre vistos
169
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

INDÚSTRIA CULTURAL E EDUCAÇÃO

A. Alessandro Cavassin Alves*, B. Elisangela Nardi**

*Uniandrade, Curitiba, Brasil


**Uniandrade, Curitiba, Brasil
e-mail: alessandrocavassin@gmail.com

Resumo:A indústria cultural se relaciona Palavras-chave: Indústria Cultural,


a empresas e instituições como a Pensamento Crítico, Escola
televisão, rádio, jornal, revistas, cinema
e todas as outras formas de Abstract: The cultural industry relate to
comunicação e transferência de cultura, companies and institutions such as
que visam lucro. De modo geral ela vem television, radio, newspapers,
mascarada de “boa moça”, fazendo com magazines, film and all other forms of
que a maioria da população pense que communication and transfer of culture
ao assistir TV ou ouvir rádio, está that seek to profit. Generally it comes
simplesmente se divertindo, adquirindo masquerade "good girl", making most
cultura e gastando seu tempo de people think when watching TV or
maneira agradável e inofensiva. Mas, listening to the radio, it is just having fun,
enquanto assiste seus programas getting culture and spending their time
favoritos, lê os livros mais vendidos e pleasant and harmless way. But while
ouve as músicas do momento, a grande watching your favorite programs, read
maioria não percebe que inerente a este the best-selling books and listen to the
conteúdo aparentemente inocente, estão music of the moment, the vast majority
sendo induzidos ao consumo e a do not realize that inherent in this
determinada ideologia. Exibindo seemingly innocent content, are being
programas, muitas vezes sem conteúdo induced to consumption and particular
intelectual, intercalado à propagandas ideology. Showing programs often
que induzem ao consumo, a indústria without intellectual content, interspersed
consegue facilmente a manipulação dos with advertisements that induce
que não tem outras formas de consumption, the industry can easily
entretenimento e diversão. Dentro deste manipulation of those who do not have
cenário formam-se cidadãos com pouca other forms of entertainment and fun.
capacidade de reflexão e que perdem Within this scenario are formed citizens
seu poder de escolha por serem with little capacity for reflection and they
levianamente influenciados. Este lose their power of choice to be
trabalho tem como objetivo salientar a influenced lightly. This paper aims to
importância do pensamento crítico highlight the importance of critical
dentro deste campo de manipulações. thinking in this field manipulations.
Enfatizar a importância de se fazer Emphasize the importance of making
escolhas seguras e acertadas em todos safe choices and agreed in all walks of
os setores da vida, não se deixando se life, not leaving to manipulate and being
manipular e sendo a escola o espaço the school the ideal place to develop
ideal para se desenvolver a criticidade. criticality.
170
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

adquirindo produtos que são taxados


Keywords: Cultural Industry, Critical
como indispensáveis à vida de todos.
Thinking, School.
No Brasil, temos um problema
INTRODUÇÃO
ainda maior em relação a indústria
A indústria cultural é nomeada cultural, pois ela foca principalmente em
assim por se relacionar a empresas e culturas estrangeiras ao invés de dar
instituições como a televisão, rádio, lugar as nossas culturas, tradições e
jornal, revistas, cinema e todas as outras história. Nesse mesmo contexto, temos
formas de comunicação e transferência grande parte da população que
de cultura, que visam lucro. considera que literatura, música e filmes
A mais popular de todas as formas estrangeiros trazem status e ou são
de transferência de cultura e informação melhores e mais divertidos. Está parte da
que foi arquitetada pela indústria até hoje, população então deixa de conhecer a
é a televisão. Ela atinge grande número literatura, as músicas e o cinema
de pessoas transmitindo diferentes nacional que muitas vezes condiz muito
conteúdos e mensagens, atingindo todo mais com sua própria realidade.
tipo de público de todas as idades. Exibindo este tipo de
De modo geral a indústria cultural programação muitas vezes sem
vem mascarada de “boa moça”, fazendo conteúdo intelectual e ou cultural,
com que a maioria da população pense intercalado a propagandas que induzem
que ao assistir TV ou ouvir rádio, está ao consumo, a indústria consegue
simplesmente se divertindo, adquirindo facilmente a manipulação dos que não
cultura e gastando seu tempo de tem outras formas de entretenimento e
maneira agradável e inofensiva. diversão a não ser as acima
Mas enquanto assiste seus mencionadas, influenciando assim
programas favoritos, lê os livros mais grande número de pessoas a serem
vendidos e ouve as músicas do momento, acríticas e alheias a realidade.
a grande maioria não percebe que Dentro deste cenário a indústria
inerente a este conteúdo aparentemente consegue formar cidadãos com pouca
inocente, estão sendo induzidos ao capacidade de reflexão, que perdem seu
consumo, e consequentemente estão poder de escolha por serem
171
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

levianamente influenciados. Cidadãos


que muitas vezes nem sabem que estão 1.2. Desenvolvimento
sendo manipulados e que por não Para o desenvolvimento deste
saberem não compreendem que o trabalho foram utilizadas pesquisas
pensamento crítico pode mudar várias bibliográficas sobre a indústria cultural, e
de suas inclinações. foram utilizados livros e artigos sobre o
tema. Primeiro são expostos os
1.1Objetivos conceitos da indústria cultural baseado
em autores como Theodor Adorno e Max
Este trabalho tem como objetivo Horkheimer. Posteriormente,
salientar a importância do pensamento demonstramos o extenso poderio da
crítico dentro deste campo de indústria cultural e a ampla dominação
manipulações que vem se formando a de produtos estrangeiros dentro de
volta de toda sociedade. Enfatizar a nossos meios de entretenimento e
importância de se fazer escolhas cultura. E, por fim, exemplificamos como
seguras e acertadas em todos os fatores a participação de profissionais da
da vida, não se deixando manipular. educação pode mudar esse conceito de
Toda a criança e adolescente tem dominação exercido pela indústria
direito a educação isto é lei e está cultural, a partir do senso crítico e
assegurado. Contudo, é também dever utilizando do ambiente escolar.
dos professores alertar os alunos sobre
CONCLUSÃO
esse poder que a indústria cultural
exerce sobre a sociedade, direcioná-los O presente trabalho ainda está
a tomarem decisões cabíveis dentro de em processo de elaboração, mas já se
suas realidades, guiá-los a questionar aponta para a importância do
tendências, sobressaltando o que ocorre pensamento crítico frente aos meios de
a volta deles, orientando-os a pensar por comunicação de massa, bem como, do
si mesmos. Deve-se salientar a papel da escola no processo de
importância do diálogo a respeito dos elaboração da criticidade.
produtos oferecidos pela indústria não se
deixando manipular pela mesma. Referências
172
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

ADORNO, Theodor; HORKHEIMER,


Max. Dialética do Esclarecimento:
fragmentos filosóficos. 2ªed. Rio de
Janeiro: Jorge Zahar, 1985.

FERREIRA, Walace. Uma análise


revisionista de Adorno e Horkheimer em
“A Dialética do Esclarecimento”. In:
CSOnline. Revista Eletreônica de
Ciências Sociais. Ano 2, vol. 5,
dezembro 2008. Disponível em:
https://csonline.ufjf.emnuvens.com.br/cs
online/article/viewFile/629/558. Aceso
em 15/09/2016.

JAPIASSÚ, Hilton; MARCONDES,


Danilo. Dicionário básico de Filosofia.
3ªed. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor,
2001.

LIPMAN, Matthew. O pensar na


educação.trad. Ann Mary F. Perpétuo,
Petrópolis: Vozes: 1995
173
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

O ACERVO DE BONECAS KARAJÁ DA COLEÇÃO DO MUSEU DE


ARQUEOLOGIA CIRO FLAMARION CARDOSO: PRIMEIROS RESULTADOS DE
UM PROJETO INTEGRADOR

Moacir Elias Santos*, Bruna Sutil da Silva**, Juliana Aparecida da Cruz**


Lucas César Gritten Mello**, Vanessa Azevedo da Silva**

* Pós-doutor em História; ** Acadêmicos de História


Centro Universitário Campos de Andrade, Curitiba, Brasil
e-mail: moacirsadowski@hotmail.com
Resumo: Este trabalho apresenta a INTRODUÇÃO
análise levada a cabo com um conjunto No ambito do desenvolvimento do
de bonecas Karajá, do acervo do Museu projeto integrador, desenvolvido no
de Arqueologia, em Ponta Grossa, PR.
Centro Universitário Campos de
Confeccionadas pelos índios Iny, da
região do rio Araguaia, as bonecas Andrade, visando valorizar a temática
apresentam diferentes características, indígena de acordo com uma das
sendo classificadas como do tipo exigencias da lei no. 11.645, de 10 de
tradicional e do tipo moderno. Ao serem março de 2008, optamos por
submetidas a análise elas revelaram desenvolver uma análise de um conjunto
uma série de características culturais e de artefatos cerâmicos pertencentes ao
simbólicas que permitem, além conhecer
acervo do Museu de Arqueologia Ciro
a sociedade, reconhecê-las como um
instrumento de integração social. Com Flamarion Cardoso, em Ponta Grossa.
este estudo obtivemos informações que O termo cerâmica é empregado de
ainda servirão para novas pesquisas forma geral para um tipo de produção
sobre a coleção. que é muito ampla e que conserva todo
Palavras-chave: Iny, Karajá, Bonecas. um padrão cultural da sociedade que a
produziu. Assim, estudar a cerâmica
Abstract: This work presents the
indigena de uma sociedade é uma forma
analysis carried out with a set of Karajá
dolls, from the Archaeological Museum de compreendê-la em múltiplos
collection, in Ponta Grossa, PR. Made by aspectos, e também de valorizar esta
Iny Indians from the Araguaia River arte que, erroneamente, é caracterizada
region, the dolls with different pela sociedade brasileira como um
characteristics, are classified as the souvenir [1]. Dentre as inúmeras peças
traditional type and modern type. By
que integram a coleção do museu,
being subjected to analysis, they
revealed a number of cultural and optamos por trabalhar com um tipo de
symbolic features that allow, in addition artefato que, na atualidade, é
knowing the society, recognizing them as amplamente comercializado pelos Iny: a
an instrument of social integration. This ritxòkò, ou boneca. Nosso objetivo é a
study obtained information that also análise deste tipo de artefato,
serve to further research on the collection. compreendo a forma, a confecção, a
Keywords: Iny, Karaja, Dolls.
174
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

decoração e os aspectos simbólicos assim 8 figuras humanas, de dois tipos:


presentes. moderno e tradicional (figura 1). Para
Os Iny, conhecidos como Karajá, são organizar o estudo da coleção procedeu-
uma etnia que vive o vale do Araguaia, se inicialmente com o preenchimento de
nos estados de Goiás, Tocantins e Mato fichas individuais, seguindo a
Grosso [2], sendo conhecidos desde o metodologia adotada para toda a
século XVI. Um dos símbolos que coleção. O modelo da ficha é de uso
distingue os Iny são os dois círculos corrente para as coleções do museu.
(omarura) situados abaixo dos olhos,
que são tatuados no início da puberdade. Figura 1: Bonecas Iny, do modelo atual (à
Entre os Iny a arte cerâmica é exclusiva esquerda) e do modelo tradicional (à direita).
Acervo do Museu de Arqueologia.
das mulheres, sendo responsáveis por
uma grande variedade de artefatos,
entre os quais estão as célebres
RESULTADOS
bonecas, que estão entre uma das
melhores manifestações desta etnia.

MATERIAIS E MÉTODOS

A coleção de artefatos cerâmicos dos


Iny presentes no acervo do Museu de
Arqueologia inclui diversas bonecas e
estatuetas de animais. O exemplar mais
antigo provavelmente é da década de
1980, já os demais são mais recentes e
foram adquiridos em diferentes ocasiões,
o que explica as diferenças de tamanho
e estilo. Assim, este estudo pode ser A análise do conjunto de oito figuras
compreendido como uma análise por antropomorfas Iny, proporcionou
amostragem, do que é possível obter por reconhecer os estilos tradicional (3
meio de uma coleção. Portanto, apenas exemplares) e moderno (5 exemplares).
alguns aspectos serão pontuados aqui. Na sequência apresentamos as
O trabalho teve início como a triagem descrições das mesmas.
realizada no acervo de etnologia
brasileira do museu, pelo presente grupo Estilo Tradicional:
de signatários. Os materiais foram 1) PEÇA EB128
separados e das 64 peças de cerâmica Boneca Karajá do tipo tradicional
existentes, 18 são da etnia Iny (karajá). representando uma mulher, com pintura
Deste grupo, separamos as figuras corporal e com colar formado por fios
antropomorfas das zoomorfas, restando
175
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

verdes e vermelhos no pescoço. criança no colo. Ela veste uma tanga, de


2) PEÇA EB126 fibra vegetal, e está provavelmente
Boneca Karajá representando uma grávida, uma vez que existe uma
mulher com características estilizadas, elevação na região da barriga. O outro
sem braços, com pintura corporal nas braço levantado, quebrado, sugere que
cores vermelha, preta, cabeço longo com carregava algo sobre a cabeça,
adornos e tanga em fibra vegetal. atualmente desaparecido.
3) PEÇA EB127 8) PEÇA EB156
Boneca Karajá representando uma Boneca Karajá representada sentada,
mulher com forma estilizada, contendo com pinturas corporais de estilo
colar com fios pretos e vermelhos ao geométrico, com pulseiras nos braços e
redor do pescoço, além de uma pintura nas pernas, além de um ornato na
ao redor da cabeça, para representar os cabeça. Os olhos, face, boca e dedos
cabelos, e pinturas geométricas no corpo. são esculpidos com detalhes. A figura
alude a uma mulher preparada para uma
Estilo Moderno: dança.
4) PEÇA EB129
Boneca Karajá, representando uma As bonecas se caracterizam pela
mulher sentada preparando alimento em forma antropomorfa, tanto a tradicional
um vasilhame, reconhecida pela pintura quanto a moderna, e espelham aspectos
corporal na cor vermelha e preta, com sociais de seu grupo [3]. As bonecas
círculos abaixo dos olhos. tradicionais são extremamente
5) PEÇA EB123 simplificadas, sem braços e com pernas
Boneca Karajá com uma base retangular, apenas sugeridas. Tampouco exibem a
representada sentada, com cabelo longo face, mas destacam caracteristicas
e pintura corporal em cor preta, em frente culturais, por exemplo, a pintura
a um monte de terra e um marco de corporal, a tatuagem na face, itens do
sepultura. Esta alude a uma cena de vestuário e adornos. A identificação
lamento perante o local do sepultamento sexual das bonecas femininas é
de um antepassado. geralmente feita pela posição dos
6) PEÇA EB124 elementos culturais, como colares,
Boneca Karajá representando um brincos, a tradicional tanga de líber das
homem, com pintura corporal e cabelo mulheres.
curto, em um barco. No interior há um Já nas bonecas masculinas, além dos
animal morto. A cena representa o adornos típicos dos homens, como o
retorno de uma caça em um local tembetá e as braçadeiras e as cintas, há
distante. a representação dos órgão sexuais de
7) PEÇA EB125 uma maneira realista. O cabelo curto
Boneca Karajá representado uma mulher, também é um elemento de diferenciação
com pintura corporal, carregando uma sexual. A reprodução dos padrões da
176
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

pintura corporal é feita por meio de REFERÊNCIAS


pinturas, incisões e pontuações feitas
diretamente na argila, que podem estar [1] Velthem, L. H. “Faces da Cerâmica
associadas a animais e da tatuagem Indígena”. In: Schann, D. P. Arte da terra.
abaixo dos olhos [4]. Resgate da cultura material e iconográfica
No conjunto analisado de bonecas do Pará. Belém: Museu Paraense Emilio
Goeldi/CNPq; SEBRAE, 1999.
modernas ainda foi possível reconhecer
[2] Disponível em:
cenas de preparação de alimentos, ritual
https://pib.socioambiental.org/pt/povo/karaja
funerário, caça, gravidez e cuidado com [3] Ribeiro, B. Dicionário do artesanato
a criaça, preparação para dança. indígena brasileiro. Rio de Janeiro: Itatiaia,
Longe de serem simples brinquedos, 1988.
as bonecas são um instrumento de [4] Lima, T. A. Cerâmica Indígena Brasileira.
representações culturais que In: Suma Etnológica Brasileira. Edição
apresentam e moldam significados atualizada do Handbook of South America
sociais, ou seja, contribuem para a Indians. Darcy Ribeiro (Ed.). Rio de Janeiro:
socialização das meninas. As bonecas Vozes, 1987, p. 173-229.
reproduzem a ordem social,
conservando aspectos rituais,
cotidianos, o usos de artefatos, entre
outros, que são transmitidas e, desta
forma, incorporadas ao que é ser Iny.

CONCLUSÃO

A análise de um pequeno conjunto de


figuras antropomorfas confeccionadas
em cerâmica pelos Iny, popularmente
conhecidas como bonecas Karajá,
revela, além de uma produção da cultura
material tradicional, uma forma de ensino
dos mais velhos para as novas gerações.
Nas figuras são materializados aspectos
culturais e sociais que permitem a
integração e o reconhecimento do que
ser Iny. A análise das figuras possibilitou
uma reunião de informações que
servirão de base para a nova fase dos
estudos que se encontra, ainda, em
andamento.
177
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

PATRIMÔNIO ARQUEOLÓGICO E HISTÓRICO RELACIONADO À ÁREA DA


FAZENDA TIMBUTUVA – CAMPO LARGO, PR

Moacir Elias Santos* e Liliane Cristina Coelho*

*Centro Universitário Campos de Andrade, Curitiba, Brasil


e-mail: moacirsadowski@hotmail.com

order to identify the cultural heritage


Resumo: O conhecimento do patrimônio associated with Ferraria district, we
histórico e arqueológico presente em developed a project involving the survey
uma localidade é essencial para a of the heritage associated with the old
criação de uma identificação entre a Mina Timbutuva, which ran between
comunidade e seu entorno. Como parte 1934 and the beginning of World War II,
de um projeto que visa o licenciamento and that is related to the development of
ambiental da área onde será instalado o such a location. Our goal in this article is
Condomínio Alphaville Campo Largo, e to present the results obtained through
com o objetivo de identificar a herança fieldwork and the literature conducted by
cultural associada ao distrito de Ferraria, the team between August and October of
desenvolvemos um projeto que envolveu this year, and to propose suggestions for
o levantamento do patrimônio associado the preservation of such cultural heritage.
à antiga Mina Timbutuva, que funcionou Keywords: Heritage, History,
entre 1934 e o início da Segunda Grande Archaeology, Mina Timbotuva, Campo
Guerra, e que está relacionada ao Largo-PR.
desenvolvimento de tal localidade.
Nosso objetivo neste artigo é apresentar INTRODUÇÃO
os resultados obtidos por meio do
O conhecimento sobre a história da
trabalho de campo e do levantamento
bibliográfico realizado pela equipe entre ocupação de um espaço é de grande
os meses de agosto e outubro do ano importância para o entendimento de
corrente, bem como propor sugestões hábitos, costumes e tradições que são
para a preservação de tal herança transmitidos de geração para geração e
cultural. que estão associados à identidade de
Palavras-chave: Patrimônio, História, uma população. A arqueologia,
Arqueologia, Mina Timbutuva, Campo
entendida como uma ciência que está
Largo-PR.
vinculada ao resgate do passado é,
Abstract: Knowing the historical and assim, um dos meios mais eficientes
archaeological heritage present in a para o acesso ao patrimônio pré-
locality is essential for creating histórico e histórico relacionados a uma
identification between the community comunidade.
and its surroundings. As part of a project
O distrito de Ferraria, situado no
to the environmental licensing of the area
where the Condominium Alphaville município de Campo Largo, na Região
Campo Largo will be installed and in Metropolitana de Curitiba, tem sua
178
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

história diretamente relacionada à como em ofícios relacionados ao fim das


mineração de ouro no Paraná. Duas atividades no Paraná.
minas situavam-se na região – Mina A pesquisa de campo foi realizada por
Ferraria e Mina Timbutuva – e meio de entrevistas com habitantes da
influenciaram muito a ocupação e região, que nos informaram sobre
desenvolvimento do distrito, que hoje histórias relacionadas à mina, seguida
conta com estrutura própria, apesar da por caminhamento e registro fotográfico
curta distância que o liga à capital do na área das instalações da Mina
Estado. Timbutuva, acompanhada por
Neste artigo discutiremos os primeiros organização dos dados para posterior
resultados de um levantamento utilização como fontes para a pesquisa.
histórico-arqueológico realizado na área
onde encontram-se os vestígios da Mina RESULTADOS
Timbutuva, que funcionou entre 1934 e o
início da Segunda Grande Guerra, Os principais resultados do uso das
relacionando sua existência ao metodologias aqui descritas associadas
desenvolvimento e ocupação do distrito foi um conhecimento amplo sobre a
de Ferraria. região e a importância da mineração
para seu desenvolvimento na primeira
MATERIAIS E MÉTODOS metade do século XX. Nesta seção,
então, discorreremos sobre o município
Para o desenvolvimento deste artigo de Campo Largo, em especial sobre o
partimos de duas metodologias: a distrito da Ferraria, bem como
pesquisa bibliográfica e documental apresentaremos os dados obtidos por
relacionada à história da mina, desde meio da pesquisa de campo,
sua instalação até o fechamento; e a relacionados diretamente à Mina
pesquisa de campo, por meio da qual foi Timbutuva.
possível visualizar os vestígios A região onde se situa o atual
associados à mina e à extração de ouro município de Campo Largo, na Região
em veios de quartzo, tal como era Metropolitana de Curitiba – PR, começou
praticada na região. a ser explorada no final do século XVI,
Para a pesquisa bibliográfica foram com a vinda de garimpeiros do litoral da
utilizados livros e artigos relacionados antiga capitania de São Vicente em
tanta à história do município de Campo busca de ouro no planalto acima da
Largo quanto à mineração no Paraná. A Serra do Mar e no vale do rio Ribeira. Um
pesquisa documental se baseou em dos mais antigos registros históricos
ofícios por meio dos quais o Governo acerca do município diz respeito à
Federal autorizou a mineração de ouro obtenção, em 12 de abril de 1706, da
em veios de quartzo na região, bem sesmaria do Itaqui, localizada entre o rio
Verde, o Iguaçu e o Capão da Índia, pelo
179
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

português Antônio Luís, conhecido como autorizada pelos decretos 21.934, de 11


“Tigre”. Este também recebeu, em 12 de de outubro de 1932, 23.376, de 12 de
novembro de 1712, nova sesmaria em setembro de 1933 e 23.782, de 23 de
Campo Largo [1], tendo doado meia janeiro de 1934, alterado em 19 de
légua da primeira para os padres fevereiro do mesmo ano. A Mina
carmelitas que construíram em madeira, Timbutuva, então, começou a ser
em 1709, a Capela de Nossa Senhora da implementada em 1934 e encerrou suas
Conceição do Pilar do Tamanduá [2]. atividades, segundo Liccardo e Cava [5],
Segundo Ferreira Tamanduá se tornou nos primeiros anos da Segunda Grande
freguesia em 1813 e no ano seguinte os Guerra (1939-1945). Durante os anos de
campos onde atualmente se encontra o sua operação, a jazida operou extraindo
município de Campo Largo foram pouco minério, sempre com prejuízo,
doadas por João Antônio Costa “para conforme fica claro no documento que
que nele se estabelecessem os dissolve a sociedade, datado de 29 de
habitantes que quisessem” [3]. julho de 1944.
Campo Largo se tornou Distrito A atividade de mineração, no entanto,
Judiciário pela lei provincial número 23, deixou vestígios que se encontram em
de 12 de março de 1841, tornou-se parte da área que será ocupada pelo
município, desmembrado de Curitiba, empreendimento para o qual a pesquisa
pela lei provincial número 219, de 2 de foi desenvolvida. Vestígios da antiga
abril de 1870, com instalação em 23 de mineradora, dentre os quais partes de
fevereiro do ano seguinte e recebeu foro estruturas, poços, um barracão e parte
de cidade pela lei provincial número 685, de um edifício, são visíveis na área e
de 6 de novembro de 1882 [4]. alguns destes materiais são mostrados
Interessa-nos aqui sobremaneira o nas figuras 1 e 2.
distrito de Ferraria, local de instalação,
na década de 1930, de minas que tinham
como objetivo a exploração de jazidas de
ouro em veios de quartzo. Neste local
foram exploradas, a partir de 1932, sob a
orientação das empresas Leão Junior e
Monteiro Aranha, as jazidas de Ferraria
e Timbutuva, que inicialmente se
mostraram investimentos de certo vulto,
utilizando maquinário importado da
Alemanha [5]. Figura 1: Estrutura relacionada à administração
De acordo com o ofício sem data da mina. Foto de Liliane Cristina Coelho.
dirigido ao Ministro da Fazenda pela
Mina Timbutuva Sociedade Limitada, a
atividade de mineração da jazida foi
180
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

REFERÊNCIAS
[1] IHGPR. Documentos interessantes.
[Internet] 2006. Disponível em:
http://www.ihgpr.org.br/index.php?pagina=d
ocumentos&subpagina=3
[2] STANCZYK FILHO, M. As (des)venturas
dos Capitães: estratégias do fazer-se elite
num sertão de fronteira aberta (Curitiba,
séculos XVII-XVIII). [Internet] Anais do
XXVIII Simpósio Nacional de História:
lugares dos historiadores: velhos e novos
desafios. 2015. Disponível em:
http://www.snh2015.anpuh.org/resources/an
Figura 2: Uma das entradas da antiga mina.
ais/39/1434418990_ARQUIVO_MiltonStanc
Foto de Moacir Elias Santos.
zykFilho-TEXTO-Anpuh2015.pdf
[3] FERREIRA, J. C. V. Municípios
CONCLUSÃO
Paranaenses: origens e significados de seus
nomes. Curitiba: Secretaria de Estado da
Pode-se observar, neste contexto, Cultura, 2006.
que tanto os documentos e estruturas [4] IBGE. Cidades. [Internet] 2013.
originais quanto as fontes secundárias Disponível em:
nos oferecem muitos dados sobre a http://cidades.ibge.gov.br/painel/historico.ph
região e o local de instalação da mina, p?lang=&codmun=410420&search=parana|
sendo, portanto, importantes para um campo-largo|infograficos:-historico
estudo mais aprofundado sobre o tema. [5] LICCARDO, A. & CAVA, L. T. Minas do
A transformação da área onde estão os Paraná. Curitiba: MINEROPAR, 2006.
vestígios remanescentes da mineração
de ouro em Ferraria, na forma de um
espaço aberto à visitação e como parte
do conjunto turístico do município, seria
uma das possíveis maneiras de
preservar o espaço para a comunidade.
A mina está presente no cotidiano dos
habitantes da região, que atribuem à sua
instalação não apenas a chegada da luz
elétrica ao distrito, mas também a
construção de uma igreja e de um
cemitério. Tais informações, porém,
carecem de melhor embasamento e
serão objeto de estudo futuro.
181
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

REGISTRO E ANÁLISE DE ARTEFATOS CERÂMICOS INDÍGENAS DA


COLEÇÃO DO MUSEU DE ARQUEOLOGIA CIRO FLAMARION CARDOSO:
PRIMEIROS RESULTADOS DE UM PROJETO INTEGRADOR

Moacir Elias Santos*, Fabrício de Jesus Nunes**, Leonardo Gonçalves Delgado**,


Poliana Botario Brito da Silva**, Suzana Puntel**, Thiago Martins**

*Pós-doutor em História; ** Acadêmicos de História


Centro Universitário Campos de Andrade, Curitiba, Brasil
e-mail: moacirsadowski@hotmail.com

Resumo: O tema do presente versa Keywords: indigenous ceramic articles;


sobre a cultura indígena, tendo como Brazilian Indians; Museum.
foco a análise de uma coleção cerâmica,
pertencente ao Museu de Arqueologia de
Ponta Grossa. Esta foi realizada para INTRODUÇÃO
estabelecer o registro desta coleção, que Implantado há cerca de dois anos, o
nunca havia sido estudada. Inicialmente Projeto Integrador desenvolvido no
foram realizadas triagem, separação e
Centro Universitário Campos de
classificação dos materiais pertencentes
a distintos grupos indígenas e, na Andrade surgiu como uma forma de
sequência, foram preenchidas fichas complementar atividades de pesquisa
individuais e analisadas as peças. Com que pudessem envolver os acadêmicos
este estudo obteve-se um mapeamento a fim de que estes não apenas se
completo que servirá para estudos dedicassem ao estudo de uma
futuros. determinada temática, mas também
desenvolvessem algo inédito que
Palavras-chave: Artefatos cerâmicos
indígenas; indígenas brasileiros; Museu. pudesse proporcionar a extroversão do
conhecimento científico. Desta forma, no
Abstract: The theme of this paper princípio de 2016, foi selecionado um
concerns the indigenous culture, tema ainda não completamente
focusing on the analysis of a ceramic explorado nos currículos universitários
collection, owned by the Archaeological de história: a questão indígena. Além
Museum of Ponta Grossa. This was
desta constatação, sabe-se atualmente
carried out to establish the record of this
collection, which had never been studied. que o ensino desta temática está
Initially were conducted triage, previsto na Lei no. 11.645, de 10 de
separation and classification of materials março de 2008, exige o ensino da
belonging to different indigenous groups temática indígena [1].
and, as a result, the parts individual Como não seria possível abarcar toda
records were completed and analyzed.
a contribuição da cultura indígena em um
This study obtained a complete mapping
that will serve for future studies. único projeto, optamos por selecionar
temas que pudessem ser desenvolvidos
182
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

de acordo com as circunstâncias. acadêmicos, que a estudaram e


Outrossim, o projeto em questão realizaram experimentos nas aulas de
também poderia ser aprofundado ao arqueologia.
longo do tempo, não sendo este um O presente conjunto de signatários
projeto semestral, mas de longa realizou inicialmente a triagem da
duração, conforme um projeto de coleção de etnologia, separando os
iniciação científica. Optou-se, assim, por materiais que estavam acondicionados
trabalhar com a cultura material indígena em três diferentes lugares no museu. As
e o seu simbolismo a partir de uma peças cerâmicas encontradas
coleção que pudesse ser explorada. totalizaram 70 exemplares de diferentes
Embora existissem acervos em nações indígenas, sendo a maior parte
instituições públicas de Curitiba, tal pertencente às regiões centro-oeste e
acesso demandaria tempo e recursos norte do Brasil. Para organizar o estudo
para o estabelecimento de convênios. A da coleção procedeu-se inicialmente
fim de que pudéssemos agilizar o com a análise das peças e o posterior
processo, optamos então por trabalhar preenchimento de fichas individuais. O
com a coleção do Museu de Arqueologia modelo da ficha (figura 1) foi inspirado
Ciro Flamarion Cardoso, em Ponta em outro, originário do Museu
Grossa, sob responsabilidade do Paranaense.
primeiro signatário deste artigo, que
contém uma secção dedicada à
Etnologia Brasileira.

MATERIAIS E MÉTODOS

O acervo etnológico do museu teve


seu início na década de 1980, com as
primeiras peças adquiridas diretamente
de indígenas do estado do Mato Grosso.
A partir do final da década de 1990, o
acervo cresceu exponencialmente
contando atualmente com
aproximadamente 300 artefatos, entre
itens de plumária, cerâmica, cestaria,
armas, adornos, brinquedos, máscaras,
entre muitos outros. Dentre estes, que Figura 1: Modelo da Ficha do Museu.
possibilitariam o desenvolvimento de Entre os campos principais estavam:
inúmeros estudos, optou-se pela 1) Classificação: que reuniu todos os
cerâmica, tendo em vista que esse tipo itens como pertencentes a coleção
de tecnologia já era familiar aos “Enológica”; 2) Identificação: onde foram
183
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

pontuados o Nome/Título, a Coleção, a Figura 2: A equipe durante os trabalhos de


identificação dos materiais no Museu de
Função, a Origem, a Data/Época, o Autor, Arqueologia, em Ponta Grossa.
a Assinatura, a Forma de Aquisição; a
Data de Entrada, a Procedência e a
Localização; e, por fim, 3) Dados
técnicos: com os dados sobre a
confecção do objeto no campo
Material/Técnicas, as Medidas (altura,
largura, comprimento, espessura,
diâmetro, peso e outros), o Estado de
Conservação (boa, regular e ruim) e os
Procedimentos de Conservação. Este
último campo também reunia a
Descrição do Objeto, que teve como Figura 3: Tigela Zoomorfa Waurá, em forma
base as referências pontuadas por Berta de um jacaré, proveniente do Xingú. Acervo
do Museu de Arqueologia, em Ponta Grossa.
Ribeiro, em sua obra Dicionário do
Artesanato Indígena Brasileiro [2].
Cada peça, depois de analisada, teve RESULTADOS
a sua identificação conferida e, na
sequência foi realizado o registro A análise e o preenchimento das
fotográfico da mesma (figuras 2 e 3). Ao fichas de 64 peças de cerâmica indígena
longo do trabalho, como o dicionário não permitiram inicialmente a identificação e
trazia todas as informações necessárias o mapeamento de parte desta coleção,
sobre os diferentes tipos de artefatos relacionando-a às nações que as
cerâmicos, os dados foram produziram e ao número de exemplares
complementados com pesquisa (ver abaixo entre parênteses). A sua
bibliográfica, a partir de obras da própria função foi classificada de acordo com o
biblioteca do museu [3]. uso cotidiano, ritual e, mais
recentemente, como comercial. A origem,
relacionando a distintas áreas como a do
alto rio Negro (Tuyuca; 2 exemplares),
vale do Javari (Matis, 3 exemplares; e
Marubo, 3 exemplares), da reserva do
Xingú (Waurá, 16 exemplares; Assurini,
2 exemplares; Yudjá, 4 exemplares; e
Suya, 1 exemplar) dos afluentes do
Tapajós (Munduruku, 2 exemplares), do
vale do Araguaia (Karajá, 18
exemplares), dos rios Jatapu e
Nhamundá (AM) e do vale do rio
184
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

Mapuera (PA) (Waiwai 1 exemplar), do REFERÊNCIAS


estado do Mato Grosso do Sul (Terena, 6
exemplares; e Kadiwél, 4 exemplares). [1] Lei no. 11.645. Disponível em:
Como poucas marcas são deixadas http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-
sobre quem as produziu, somente foram 2010/2008/lei/l11645.htm
[2] Ribeiro, B. Dicionário do artesanato indígena
encontradas assinaturas das peças
brasileiro. Rio de Janeiro: Itatiaia, 1988.
referentes ao Mato Grosso do Sul. O [3] Figueiredo, A. N. (org.). O Museu Paraense
mesmo se refere à identificação exata da Emílio Goeldi. São Paulo: Banco Safra, 1986
época da aquisição, pois tais referências [4] Lima, T. A. Cerâmica Indígena Brasileira. In:
estão incompletas no arquivo Suma Etnológica Brasileira. Edição atualizada do
Handbook of South America Indians. Darcy
documental da instituição.
Ribeiro (Ed.). Rio de Janeiro: Vozes, 1987, p.
Quanto às questões técnicas, que 173-229.
envolvem a medição, a observação e a [5] Müller R. P. Ritual da Imagem: Arte Asurini do
descrição das peças, estas permitiram o Xingu. Campinas: Museu do Índio, 2009.
reconhecimento de suas medidas, sua [6] Paiva, O. M. de (ed.). O Museu Paulista da
USP. São Paulo, Banco Safra, 1984.
confecção, que incluem o modelado e o
[7] Schann, D. P. Arte da terra. Resgate da cultura
roletado, além do uso do engobo, de material e iconográfica do Pará.
incisões, de pintura e de verniz. Por fim, Belém: Museu Paraense Emilio Goeldi/CNPq;
foi avaliada a conservação do material e SEBRAE, 1999.
pontuadas as técnicas de restauração
que haviam sido empregadas em alguns
dos exemplares.

CONCLUSÃO
O projeto desenvolvido até o presente
mostrou-se suficiente como forma de
registro de uma coleção, pois este teve
como principal objetivo a ordenação e a
análise dos artefatos cerâmicos que a
compõe. Possibilitou também a reunião
de uma série de dados que servirão de
base para a nova fase dos estudos que
se encontra em andamento, e visa
reconhecer aspectos culturais e
simbólicos de diversas nações indígenas
por meio da cultura material, fazendo uso
de distintos referenciais teóricos das
ciências humanas.
185
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

CLIENTE SATISFEITO É UM CLIENTE FIEL? UM ESTUDO DE CASO NA


PANIFICADORA SAINT GERMAIN PÃES E DOCES

*Thiago Perez Bernardes de Moraes e **Maristela de Fatima Kostrowski Mezari

* Centro Universitário Campos de Andrade, Curitiba, Brasil.


** Centro Universitário Campos de Andrade, Curitiba, Brasil.
e-mail: marisemezari@gmail.com

Resumo: O objetivo desse estudo é Abstract: The purpose of this study is to


avaliar se, os clientes da Padaria Saint measureif the Padaria Saint Germain’s
Germain estão satisfeitos em relação aos customers are satisfied with the products
produtos e serviços. Formulamos duas and services. These questions were
questões para serem respondidas como: O formulated to be answered by the
que influencia o nível de satisfação dos customers: What influences the customer
clientes? E quais variáveis independentes satisfaction level? And what independent
são mais relevantes para a fidelização? O variables are more relevant to the loyalty?
estudo prevê três hipóteses para cada uma The study provides three hypothesis for
das perguntas, para a primeira são elas, each question, follow them, price, say
preço, dizer que em alguma medida essa somehow this variable affects customers
variável afeta a curva de clientes, o curve, the small place, which can
ambiente pequeno, o que pode afetar de negatively affect the perception of
maneira negativa a percepção dos clientes customers and products and services’s
e a qualidade dos produtos e serviços se quality which are in a linear relationship
está em uma relação linear com os clientes with customers and their loyalty. The
e a fidelização. Os fatores que podem factors that might influence the loyalty, are
influenciar na fidelização, são tradição da tradition of the company, location and
empresa, localização e qualidade. Os quality. The results indicate that the
resultados obtidos apontam que a influence of customer satisfaction level is
influencia no nível de satisfação dos the atmosphere, service and variety, and
clientes da loja é o ambiente, atendimento small environment, it means the chances of
e variedade, sendo que ambiente pequeno, the problem as true, as a strong point in the
colocam as hipóteses do problema como customer satisfaction level is the location,
verdadeira, como um ponto forte no nível which demonstrates in the results pointed
de satisfação dos clientes é a localização, an independent variablemore important for
que demostra no resultado apontado uma the loyalty,it proves as right the hypothesis
variável independente mais relevante para of the problem and demonstrates that the
a fidelização, que comprova como certa a female audience is more rigorous.
hipótese do problema e denotou que o
público feminino é mais exigente. Keywords: Satisfaction, Customer
Loyalty, Products, Services.
Palavras-chave: Satisfação, Cliente,
Fidelização, Produtos, Serviços.
186
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

INTRODUÇÃO empíricos: (I) o que influencia o nível de


Antigamente, não havia por parte satisfação dos clientes da Saint Germain
dos comerciantes uma preocupação em Pães e Doces? (II) quais variáveis
adquirir vantagens competitivas para independentes são mais relevantes para a
ganhar dianteira frente à concorrência do fidelização destes clientes? Diante de um
mercado, contudo hoje, a situação mudou, grande nível de mensuração, o estudo de
o cliente passou a buscar ofertas e caso ad hoc prevê três hipóteses para
oportunidades que o mercado oferece e cada uma das perguntas, para a primeira
em contrapartida as empresas tiveram que são elas: (I) O preço. É dizer que em
mudar sua visão em relação ao cliente [1]. alguma medida essa variável afeta a curva
A exigência dos consumidores em relação de clientes. (II) A loja possui um ambiente
a produtos, serviços e preços faz com que pequeno, o que pode afetar de maneira
as empresas procurem inovações e negativa a percepção dos clientes. (III) A
serviços adicionais, com o intuito de qualidade dos produtos e serviços está em
satisfazer seus clientes atuais, conquistar uma relação linear com os clientes e a
novos e não perder para a concorrência. fidelização. Já os fatores que podem
Isso gera em última instância algum nível influenciar na fidelização dos clientes são:
de fidelização, visto que hoje a satisfação (I) Tradição da empresa. (II) Localização.
do consumidor é o meio do qual a empresa (III) Qualidade (tal qual como na captação
se mantém competitiva no mercado. Em de novos clientes).
qualquer negócio deve existir a
preocupação em conquistar clientes, MATERIAIS E MÉTODOS
porém, conquistar e mantê-los fiéis é um A coleta de dados será através de
desafio. Nesse sentido, a justificativa para um questionário aplicado modelo Survey
a execução desta pesquisa reside no fato estruturado, onde foi aplicada para uma
de que, para vencer esta barreira (a amostra de 200 clientes, sendo que uma
capacidade de conquistar e fidelizar), é pesquisa foi descartada porque não
necessário o desenvolvimento de métricas continha dados suficientes, a pesquisa de
empíricas que apontem com precisão, satisfação foi realizada nos meses de
através do método científico o escopo do março á junho. O método da pesquisa é
problema a ser enfrentado. qualitativo e quantitativo, os resultados
Formulamos duas questões para serão organizados e tabulados utilizando a
serem respondidas através de testes versão 21 do Programa SPSS (Statistical
187
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

Package for the Social Sciences), gerando pois a loja possui uma área de atendimento
uma estatística descritiva. O estudo de com espaço pequeno, o que afeta de
caso utilizou o conhecimento teórico como maneira negativa a sua percepção,
ferramenta, foi realizado fichamentos colocando a segunda hipótese do
utilizando artigos científicos e sites de problema com certa. Já o quesito
instituições como a Associação Brasileira qualidade é apontado pelos clientes como
da Indústria de Panificação e Confeitaria [2] suficiente com 55,2% é considerado que
e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e satisfaz o que é preciso, indicando a
Pequenas Empresas [3]. terceira hipótese da primeira questão como
certa, existe uma relação com a
RESULTADOS fidelização, pois mais da metade dos
De acordo com os resultados clientes vão a padaria pela qualidade,
apontados o que influencia no nível de porém a variedade com 49,3% julgam
satisfação dos clientes da loja Saint como regular, esse quesito impactou na
Germain Pães e Doces é o ambiente, satisfação. As estatísticas mostram
atendimento regular, e preços acima da também que a variável independente idade
média e elevados, sendo que preço e explica 5% da frequência de dias, onde o
ambiente (loja), colocam as hipóteses do público médio avaliado é acima de 40 anos
problema como verdadeira. E como um que demonstra um perfil experiente e
ponto forte no nível de satisfação dos exigente, a freqüência está equilibrada
clientes, o quesito localização se destacou para ambos os sexos. A tabela 1
com mais de 50% dos entrevistados, que demonstra os resultados segmentado por
demostra no resultado apontado uma gênero.
variável independente mais relevante para Tabela 01: Resultado geral

a fidelização. Apesar dos preços


considerados como acima da média por
41,8% dos entrevistados, esse fator não
interfe na curva de clientes, pois denotou
que são clientes com frequência diária,
colocando a primeira hipótese do problema
como errada. Já o ambiente da loja
pontuou com 49,3% como regular, esse
item foi o que mais impactou na satisfação,
188
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

Homens
Sexo
Mulheres encontra-se em um patamar médio onde
Tabela N Coluna N Tabela N Coluna N
Média Contagem Média Contagem

Idade
%
46 49,30% 100,00%
%
42
% %
49,80% 100,00%
os seus clientes são fiéis devido a sua
Frequencia_dias 19 49,30% 100,00% 19 49,80% 100,00%

Quais LOCALIZAÇÃO
0,00% 0,00%
26,40% 53,50%
0
53
0,00% 0,00%
30,80% 62,00%
0
62
localização porém insatisfeitos em alguns
critérios QUALIDADE 4,00% 8,10% 8 6,50% 13,00% 13
TRADIÇÃO 18,90% 38,40% 38 12,40% 25,00% 25 pontos que podem ser melhorados, a
0,00% 0,00% 0 0,00% 0,00% 0

prognose será para restabelecer os pontos


ACIMA DA
25,40% 51,50% 51 16,40% 33,00% 33
MÉDIA
Preço ELEVADOS 10,00% 20,20% 20 18,40% 37,00% 37
NÃO POSSO
AVALIAR
6,00% 12,10% 12 6,00% 12,00% 12 negativos, direcionada ao público
NORMAIS 8,00% 16,20% 16 9,00% 18,00% 18

BOA
0,00% 0,00%
19,90% 40,40%
0
40
0,00%
13,90%
0,00%
28,00%
0
28
feminino, levando em consideração o perfil
Qualidade EXCELENTE 2,50% 5,10% 5 4,50% 9,00% 9
FRACA
SUFICIENTE
2,00% 4,00%
24,90% 50,50%
4
50
1,00%
30,30%
2,00%
61,00%
2
61
dos clientes com idade média de 40 anos.
0,00% 0,00% 0 0,00% 0,00% 0
BOM 16,40% 33,30% 33 15,90% 32,00% 32
Atendimento EXCELENTE 9,50% 19,20% 19 8,00% 16,00% 16
FRACO 1,00% 2,00% 2 1,00% 2,00% 2
REGULAR 22,40% 45,50% 45 24,90% 50,00% 50 Agradecimentos
0,00% 0,00% 0 0,00% 0,00% 0

Agradeço ао meu orientador Prof.


BOA 18,90% 38,40% 38 15,90% 32,00% 32
EXCELENTE 9,00% 18,20% 18 10,90% 22,00% 22
Variedade INSUFICIENTE 0,50% 1,00% 1 1,50% 3,00% 3
NÃO POSSO
AVALIAR
0,50% 1,00% 1 1,50% 3,00% 3 Dr. Thiago Perez Bernardes de Moraes, e
REGULAR 20,40% 41,40% 41 19,90% 40,00% 40

BOM
0,00% 0,00%
18,90% 38,40%
0
38
0,00%
13,40%
0,00%
27,00%
0
27
a empresa Saint Germain Pães e Doces,
Ambiente EXCELENTE 7,00% 14,10% 14 7,50% 15,00% 15
REGULAR
RUIM
21,40% 43,40%
2,00% 4,00%
43
4
27,90%
1,00%
56,00%
2,00%
56
2
responsáveis pela realização do trabalho.
0,00% 0,00% 0 0,00% 0,00% 0
BOA 20,90% 42,40% 42 12,90% 26,00% 26
Cunjunto
FRACA 4,00% 8,10% 8 5,00% 10,00% 10
Geral
MA 0,00% 0,00% 0 0,50% 1,00% 1
SUFICIENTE 24,40% 49,50% 49 31,30% 63,00% 63 Referências
Fonte: Elaborado pela autora.
CONCLUSÃO [1]FELTRIN, Andressa. Análise da
satisfação dos clientes de uma
Observa-se que em todos os panificadora e confeitaria localizada no
pontos as mulheres são mais exigentes, ou município de Cocal do Sul, SC. 2014.
[2]ABIP- Associação Brasileira da indústria
seja pontuam notas mais negativas que os de panificação e confeitaria. São Paulo,
homens, sendo assim o público feminino é disponível em:
<http://www.abip.org.br/site/sobre-o-setor-
um segmento bem específico, vale 2015/>. Acesso em: 25 de março de 2016.
ressaltar que a mulher possui uma posição [3]SEBRAE- Serviço Brasileiro de Apoio às
Micro e Pequenas Empresas. Disponível
estratégica como formadora de opinião, o em:<http://www.sebrae.com.br/sites/Portal
seu aval está relacionado a diversos outros Sebrae/artigos/Tendencias-e-dicas-
deinovação-para-panificadoras-e-
públicos até mesmo impactam a opinião de confeitarias >. Acesso em: 13 de junho de
outras mulheres [4]. Analisando desta 2016.
[4]RODRIGUES, Márcia Aparecida; JUPI,
forma a diagnose apontou um déficit da Viviane da Silva. O comportamento do
loja em relação a satisfação do público consumidor: fatores que influenciam
em sua decisão de compra. Revista de
feminino, na qual também pode-se Administração Nobel, v. 3, p.
melhorar os pontos fracos. No conjunto
geral da avaliação a pesquisa apontou
como 55,7% suficiente, a padaria
189
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

GESTÃO DE RELACIONAMENTO COM O CLIENTE: O segredo para o sucesso

*Thiago Perez Bernardes Moraes e **Luís Fernando Borges Graminho

*Universidade Argentina Fitzgerald Kennedy, Bueno Aires, Argentina


**Centro Universitário Campos de Andrade, Curitiba, Brasil
E-mail: Luis.graminho@outlook.com

INTRODUÇÃO
Resumo: A empresa que pensa em se Para que as estratégias das
manter no mercado deve ser melhor que
empresas sejam bem-sucedidas é preciso
seus concorrentes. A gestão de
relacionamento com o cliente, em inglês o usar de ferramentas de apoio à gestão, e
Customer Relationship Management
uma dessas é a gestão de relacionamento
(CRM) proporciona ações que encantam, e
conquistam ajudando a manter um bom com cliente ou (Customer Relationship
relacionamento. Mais que apenas um
Management) CRM [1].
software, o CRM é cultura dentro da
empresa, agindo em conjunto com as O Objetivo desde trabalho é
áreas e estratégias da organização para
identificar o público-alvo e o perfil dos
que o objetivo seja alcançado. A LM
Concept busca cada vez mais conhecer clientes de uma empresa que está
seus clientes, para que esse objetivo seja
inserindo um novo canal de vendas com
alcançado a empresa precisa criar
estratégias baseadas em fatores que produtos que será enviada para a
influenciam o bom relacionamento com o
residência desses clientes.
cliente.
2 GESTÃO DE RELACIONAMENTO COM
Palavras-chave: CRM, Cultura,
O CLIENTE NO MERCADO COMPETI-
Relacionamento.
TIVO
Abstract: Today the company thinks to re-
main on the market must be better than its
competitors. The Relationship Manage- As empresas devem assumir uma
ment (CRM) provides actions that fascinate
and conquer helping to maintain a good re- postura ativa no mercado, porém é claro
lationship. More than just a software, CRM que não basta apenas terem a capacidade
is culture within the company, acting jointly
with the areas and strategies of the organi- de agir, mais do que isso, é necessário
zation so that the goal is reached. LM Con- interagir a estratégia junto com o avanço
cept search increasingly know their cus-
tomers, so that this goal is achieved the tecnológico [2]
company will have to develop strategies Essa interação consiste em uma
based on factors that influence the good re-
lationship with the customer. construção e manutenção de
relacionamento. Além de criar relações de
Keywords: CRM, Culture, Relationship.
curto prazo é preciso construir
190
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

relacionamentos longos com clientes [3]. O 4 MÉTODO


relacionamento com o cliente é uma
grande estratégia para as empresas, O método utilizado neste trabalho
fazendo com que invistam mais em tem referencial teórico com base em livros,
tecnologia artigos científicos e outros trabalhos
A tecnologia serve apenas para monográficos, onde várias ideias e
compartilhar dados e informações para opiniões foram encontradas.
toda a organização, partilha essa que pode Para que a empresa possa
ser feita de forma bem simples como uma identificar o perfil desses clientes foi
planilha no Microsoft Excel, no entanto aplicado um questionário Survey a 100
esse registro de dados se torna mais clientes na loja do Shopping Omar, (Loja
complexo na medida em que a 32, R. Comendador Araújo, 268 - Centro,
organização tem aumento no número de Curitiba - PR, 80420-000) no Paraná. Os
clientes [4]. Ao ouvir o termo CRM, as dados obtidos foram os seguintes:
pessoas acham que vão comprar e instalar 5 RESULTADOS
o software e sozinho ele vai resolver todos
os problemas da organização. Esse
A empresa LM Concept quer
pensamento não é realista, é mesma coisa
aumentar as de vendas, para isso criou
que comprar um instrumento musical e
uma mala com produtos para ser enviada
achar que vai sair fazendo apresentações
até a casa de um determinado tipo de
[5].
cliente.
3 COMO FUNCIONA O CRM
Na figura 01 mostra que a mala teve
uma aceitação de 100% dos clientes
O mapeamento que o CRM faz dos participantes. Dado importante, pois a
clientes é através do banco de dados, após empresa busca inovar e se aproximar dos
isso o CRM cria um perfil para cada cliente clientes.
com base nas informações recolhidas.
Desta maneira se torna mais fácil
identificar e satisfazer as necessidades
dos clientes. Saber usar o CRM é de suma
importância, pois auxilia as empresas a
identificar seus clientes potenciais, e medir
a satisfação dos clientes [6].
191
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

Figura 1 - Aceitam receber a mala com produtos


da LM Concept

Fonte: O Autor

Fonte: O Autor
A figura 4 ilustra que 30% dos clientes da
Percebe-se na figura 2 que 74% dos
LM Concept compram pela internet com
clientes utilizam produtos em fase de
frequência mensal, e 28% trimestral. Dado
desenvolvimento, ou seja, estão abertos a
relacionado com a falta de tempo dos
receber novidades do mercado.
clientes, já que clientes com menos tempo
Figura 2 - Utilizam produtos em fase de
desenvolvimento buscam mais praticidade.
Figura 4 - Frequência de compras na internet

Fonte: O Autor

Fonte: O Autor
Na figura 3, 71% dos clientes têm
até 1h/semana para fazer compras, A figura 5, mostra que 25% dos clientes
percebe-se então, que falta tempo para compram na LM Concept toda semana, e
realizar compras. 31% todo mês. Isso mostra que 56% dos
Figura 3 - Horas semanais disponíveis
clientes são fiéis e compram com
para compras
frequência.
192
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

Figura 5 - Frequência de compra [1] GOLVEIA, Francielli José Primo; DA


ROSA, Wanderlan Barreto. A
IMPORTÂNCIA DO MARKETING DE
RELACIONAMENTO PARA AS
ORGANIZAÇÕES: FOCO NO CLIENTE
EXTERNO. 2011. 12 f. Monografia
(Especialização) - Curso de Administração,
Unic, Rondonópolis, 2011.

[2] SEMEDO, Luís Ângelo


Fonte: O Autor Monteiro. GESTÃO DE
RELACIONAMENTO E SATISFAÇÃO DO
6 CONCLUSÃO CLIENTE: ESTUDO DE CASO
CORREIOS DE CABO VERDE (CCV) NA
CIDADE DA PRAIA. 2012. 89 f. Monografia
Pode-se notar que os atuais clientes (Especialização) - Curso de Ciências
Empresarias e Organizacionais,
são pessoas que dispõe de pouco tempo
Universidade de Cabo Verde – Unicv, Cabo
durante a semana, o que leva eles a utilizar Verde, 2012.
meios alternativos para realizar compras. [3] KOTLER, Philip; ARMSTRONG, Gary.
Mesmo assim é perceptível a fidelidade Introdução ao Marketing. 4. ed. Rio de
Janeiro: Ltc, 1997. 370 p.
dos clientes com a marca. O fato dos
clientes fazerem o uso de produtos em [4] LIBERATO, Mônica Maria. Fatores
organizacionais que influenciam na
desenvolvimento é um ponto positivo em adoção do crm em empresas de
relação a aderir a mala, pois indica que pequeno e médio porte: Um estudo de
caso em empresas de Sergipe. 2013. 49 f.
eles não têm restrições em conhecer Dissertação (Mestrado) - Curso de
novos produtos/serviços. Marketing, Instituto Superior de Economia
e Gestão, Aracaju, 2013. Disponível em:
<http://www.repository.utl.pt/bitstream/104
Agradecimentos 00.5/6192/1/DM-MML-2013.pdf>. Acesso
em: 05 out. 2016.

Agradeço primeiramente a Deus por [5] LOPES, Leandro C.. O que é CRM?
2016. Disponível em:
guiar meu caminho, ao professor Thiago
<http://www.l3crm.com.br/blog/index.php/o
Perez Bernardes pela paciência, e -que-e-crm/>. Acesso em: 29 set. 2016.
orientação nesse trabalho, e aos meus [6] FIGUEIRA, Heloisa. Implantar um
familiares por todo o apoio durante essa CRM é uma questão estratégica para
melhorar o seu relacionamento com o cliente
caminhada. e melhorar sua organização. 2016.
Disponível em:
<http://www.ideacrm.com.br/5-razões-
Referências para-implantar-um-crm/>. Acesso em: 28
set. 2016.
193
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

REPRESENTAÇÕES SEMIÓTICAS NO ESTUDO DE MATEMÁTICA: Uma análise


a partir dos registros de estudantes.

C. Santini* e G. A. Pianezzer*

*Licenciatura em Matemática, Centro Universitário Campos de Andrade, Curitiba,


Brasil
e-mail: celiane_santini@hotmail.com

issue, this paper presents the first phase of


Resumo: research which seeks to carry out a
Neste resumo expandido é apresentado theoretical framework based on the book
um recorte do artigo de conclusão de curso First Semiotics Elements discussing the
em Licenciatura na Matemática do Centro main concepts, including the concept of
Universitário Campos de Andrade da object, and interpretant representamen.
autora. A temática envolvida é sobre The general objective is to analyze and
semiótica, dentre os signos e as discuss the use of semiotic registers of
representações que são construídas pelos representation in the teaching and learning
diferentes sujeitos ao entenderem e of mathematics by bringing indicative of
aprenderem sobre Matemática. Para how such records show the development of
compreender este tema, este artigo the students. To achieve this goal, it is
apresenta a primeira fase da pesquisa o being held the second phase of research
qual busca realizar uma fundamentação involving collection of materials for
teórica baseada no livro Primeiros students to show the form of representation
Elementos de Semiótica discutindo os of certain concepts.
principais conceitos, entre eles o conceito Keywords: Semiotics, signs,
de objeto, representamen e interpretante. representations and teaching learning.
O objetivo geral é analisar e discutir o uso
dos registros de representação semiótica INTRODUÇÃO
no ensino-aprendizagem da Matemática
trazendo indicativos de como tais registros Este resumo expandido apresenta um
evidenciam o desenvolvimento dos recorte do trabalho de conclusão de curso
estudantes. Para atingir este objetivo, está da autora no curso de Licenciatura em
sendo realizada a segunda fase da Matemática da Uniandrade. A temática
pesquisa envolvendo coleta de materiais envolvida é sobre os signos e
dos estudantes que mostrem a forma de representações que são construídas pelos
representação de determinados conceitos. diferentes sujeitos ao entenderem e
Palavras-chave: Semiótica, signos, aprenderem sobre Matemática.
representações e ensino aprendizagem. Para compreender esta temática, este
artigo traz uma fundamentação teórica
Abstract: baseada no livro Primeiros Elementos de
In this extended abstract is presented a Semiótica [1] discutindo os principais
cutout of course completion Article Degree conceitos, entre eles o conceito de objeto,
in Mathematics of the University Center representamen e interpretante.
Andrade fields of the author. The issue O objetivo geral é analisar e discutir o
involved is about semiotics, among the uso dos registros de representação
signs and representations that are built by semiótica no ensino e aprendizagem da
different subjects to understand and learn Matemática que podem facilitar no
about mathematics. To understand this desenvolvimento dos alunos. Para atingir
194
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

este objetivo, está sendo realizada uma 'quadrado', 'circulo' indicam apenas
pesquisa qualitativa envolvendo coleta de representações ou cópias imperfeitas de
materiais dos estudantes que mostrem a objetos, ideias ou formas, que povoam o
forma de representação de determinados Hiperurânio, e é no Hiperurânio que, além
conceitos. de ideias de beleza, bem e verdade, por
Assim, este resumo expandido está exemplo, se encontram as ideias
dividido em outras duas seções: matemáticas.
Fundamentação Teórica no qual são Já para Aristóteles ( 384 - 322 ) as
apresentados os conceitos principais e afeições da alma e as coisas que elas
Encaminhamento Metodológico representam são as mesmas para todos os
apresentando a forma com que a pesquisa seres humanos, embora os signos
será realizada. lingüísticos que as designam sejam
diferentes, por exemplo, a palavra
FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA 'triângulo' em português e a palavra em
inglês 'triangle' são símbolos diferentes,
Para trazer as principais discussões mas o conceito que representam é o
acerca da semiótica, esta seção foi mesmo, tanto para os que falam português
fundamentada pelo livro ‘Primeiros como para os que falam em inglês.
Elementos da Semiótica’, onde poderemos Em relação aos objetos matemáticos,
acompanhar a história e a evolução da Aristóteles nega que esses objetos
Semiótica, que lida com conceitos possam existir em um mundo separado e
diferentes desde a sua origem antiga. independente daquele da experiência
Veremos especificamente o significado sensível, mas admite que tais objetos
que a semiótica tem para determinados possam ser abstratos, não sensíveis.
filósofos, a evolução e o conhecimento que Assim, diferente daquilo que sustenta
ela ganha com o tempo. Na seqüência Platão, os seres humanos tem, para
serão apresentados os conceitos básicos Aristóteles, a possibilidade de aceder aos
de signo, interpretante e representamen. objetos matemáticos, embora sejam
No tempo da Grécia Antiga existia o objetos abstratos.
termo 'signo', para os gregos era um Os Estoicos (-IV - -III sec.) focalizam sua
fenômeno da natureza física, como um atenção especialmente sobre duas
'sinal natural', hoje diríamos por um questões diferentes: primeiro, sobre as
exemplo: 'como a fumaça para o fogo', expressões lingüísticas, por meio de uma
assim um signo denotava somente um análise das relações entre linguagem,
dado fenômeno natural A, acessível pelos pensamento e realidade e por segundo,
sentidos, que devia lembrar de outro sobre o 'signo como proposição', através
fenômeno natural B, diferente de A (se A de uma análise de natureza lógica das
então B, se há fumaça então há fogo) proposições.
como uma relação de inferência. Como em Aristóteles, o termo signo
Em Platão (428 - 347), a teoria dos possui uma natureza diferente, tipicamente
signos considera os nomes como meios não lingüística. Os Estoicos falam de signo
para representar coisas numa forma e de lektón ('dito') com referência a uma
aproximada, imprecisa ou incompleta, expressão evidente que implica em outra
coisas que para o ser humano são apenas expressão não imediatamente evidente.
sombras e projeções de entes perfeitos, 'Em lugar de eventos naturais, A e B se
eternos e imutáveis. tornam proposições. O signo A é o
No mundo da experiência sensível, antecedente de um raciocínio hipotético
palavras como 'unidade', 'número', 'par', ('Se há fumaça') e B é o seu conseqüente
'ímpar', 'ponto', 'reta', 'triângulo', inferido ('... então deve haver fogo')' [3].
195
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

A linguagem verbal é o meio mais apropriado isto é, o que deriva ou é gerado pela
de uma 'semiótica natural', que se exprime por relação entre o representamen e o objeto.
meio de esquemas inferenciais. [2]. Além disso Pierce também considera o
Como destaca Eco [2], identificaram o conhecimento colateral ao signo, ou seja
significado (o conteúdo associado a um tipo de conhecimento obtido em outras
expressão) como lektón, unificando assim experiências. Com base nesse processo
a teoria de linguagem com a teoria do Pierce ainda sugere a semiose que se
signo. realiza na formação de novas relações.
Winfried Noth (1995) destaca que o
signo (linguistico) tem, para os Epicuristas
(-IV sec.) uma natureza essencialmente
diádica: palavra (significante) e objeto
(referente, identificado com uma
sensação) são os seus componentes. Os
Epicuristas rejeitam o significado ou o
lektón dos Estoicos, não concebendo a
existência de coisas intermediárias ( entre
palavras e objetos) veiculadas pelos
Figura 1: Relações de signo.
signos.
E depois de tantos outros grandes
Agora que se conhece um pouco
nomes, chegamos em Pierce (1839 - 1914)
sobre a evolução da semiótica, se opta por
que por sua vez, acredita que os
seguir o caminho de Charles
pensamentos e os seres humanos
Sanders Peirce, que é considerado o
possuem uma natureza essencialmente
fundador da semiótica moderna
semiótica e os signos são meios de
Vamos observar um exemplo: a
pensamento, de compreensão, de
expressão (a+b)(a-b) é um diagrama que
raciocínio, de aprendizagem, enfim, são
pode ser considerado a um interpretante
varias as definições de signo dadas por
do representamen ''produto da soma de
Pierce, uma das mais esclarecedoras é a
dois números por sua diferença'' tal
seguinte:
interpretante, para a > b > 0, pode se tornar,
Um signo, ou representamen, é alguma por sua vez, o representamen de um novo
coisa que, para alguem, está para algo signo: a² - b², sempre que a > b > 0.
segundo algum aspecto ou capacidade. Os representamen obtidos
Dirige-se a alguém, isto é, cria na mente anteriormente remetem resultados
desta pessoa um signo, equivalente, ou diferentes sob algum aspecto igual. Em
talvez um signo mais desenvolvido. Esse
outras palavras, esse exemplo, demonstra
signo que cria denomino-o interpretante
do primeiro signo. O signo esta no lugar o que Pierce nos diz anteriormente: que
de alguma coisa:o seu objeto. Esta no depende dos conhecimentos anteriores do
lugar desse objeto não sob todos os interpretante, para o mesmo, desvendar e
aspecto, mas em referencia a uma concluir sua interpretação.
especie de ideia, que, as vezes, O paralelismo entre as propriedades
denominei ground do representamen. dos objetos acessíveis aos sentidos e aos
[4] não acessíveis aos sentidos é inevitável,
pois tem o intuito de comunicar e construir
A partir dessa definição, relacionamos
instrumentos de pensamentos eficazes. As
os três elementos: Um representamen,
metáforas presentes são generalizadas,
como o veículo, a parte 'material' do signo.
pois como é possível decifrar o 'produto da
Um objeto, sendo aquilo que o
soma de dois números'? 'o que é produto
representamen remete. E um interpretante,
196
14º Seminário de Pesquisa/Seminário de iniciação científica-UNIANDRADE 2016

na matemática?' (não vamos nos Referências


aprofundarmos nesse assunto) Mas ao
que diz Pierce, 'é crucial em matemática a [1] D’Amore B. Primeiros elementos de
transferência de um lugar a outro, ou do semiótica: sua presença e importância no
mundo dos objetos concretos ao mundo processo de ensino e aprendizagem da
dos objetos matemáticos' [1] Matemática. São Paulo: Editora Livraria da
Em geral um signo (representamen) Física, 2015.
possui uma relação simbólica com seu
objeto, como o próprio Pierce evidencia: [2] Eco U. Encyclopedic Dictionary of
'símbolos puros, ícones puros e índices Semiotics. Berlin: Mouton de Gruyter,
puros não existem' [1]; Portanto, uma 1986.
representação semiótica, sempre possui
uma relação existencial, relação de [3] Noth W. Handbook of semiotics.
semelhança, de causa, e sempre em Bloomington, 1995.
relação ao intérprete e com seu
conhecimento colateral. [4] Peirce C. S. Collected Papers. Harvard
University Press. 2003.

ENCAMINHAMENTO METODOLÓGICO

O objetivo desta pesquisa é analisar e


discutir o uso dos registros de
representação semiótica no ensino e
aprendizagem de Matemática para um
determinado conceito de Matemática.
Assim, esta pesquisa se caracteriza por
uma pesquisa qualitativa envolvendo duas
fases: I) pesquisa bibliográfica
fundamentando os principais conceitos
sobre semiótica, o qual foi apresentado na
seção anterior e II) coleta de dados
extraídos de provas e exercícios realizados
por estudantes a fim de determinar as
diferenças de suas representações a partir
da visão proposta pelos estudos de
semiótica.

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Este trabalho tem por objetivo obter


indicativos sobre o uso dos registros de
representação da semiótica no ensino
aprendizagem da matemática e como
podem facilitar no desenvolvimento dos
alunos. Entretanto as considerações finais
serão resultados das análises realizadas
na segunda fase da pesquisa.