Vous êtes sur la page 1sur 2

DIOCESE DE JOINVILLE

Paróquia São Vendelino


Formação com catequistas
Schoroeder, 11 de maio de 2019

1. PLANEJAMENTO INICIAL DA CATEQUESE to proposto;


Planejar é fazer planos. É estabelecer metas, objetivos. d. Ler todo o encontro previamente (manual do ca-
tequista);
É saber o que se busca e aonde se quer chegar. É medir e. Definir as ideias principais do encontro;
o tempo e calcular os prazos. É controlar as falhas e se f. Compreender as sugestões do livro para encarnar
possível, prevê-las. É vibrar com os acertos e comemo- a atividade;
rar os ganhos [...]. Para realizar o planejamento sugeri- g. Pensar estratégias para manter aceso o objeto do
encontro.
mos algumas ações concretas:
I. Leitura do manual PREPARAR:
II. Confecção de um calendário a. O estudo do texto bíblico (se buscar na internet
que seja fontes oficiais da Igreja). Nem todo canal
III. Encontros de formação
de YouTube que fala de Deus é católico, nem todo
IV. Preparação dos ministérios canal de pessoas que se dizem católicas são confi-
V. Preparação das celebrações áveis. Usar fontes oficiais. O catequista é a voz da
VI. Momentos de avaliação da caminhada igreja e não de opiniões distorcidas encontradas
na rede.
VII. Engajamento e adesão
b. Ler novamente o manual do catequista.
VIII. Divulgação das ações da catequese. c. Ver tudo que será necessário para o encontro (o
manual tem a seção “Preparar”;
(DIOCESE DE JOINVILLE. Confirmados na fé: iniciação cristã de ins-
piração catecumenal: crisma: catequista. São Paulo: Paulus, 2013) d. Fazer lista dos objetos que serão necessários ao
encontro;
e. Providenciar os materiais;
2. FINALIDADE DA CATEQUESE
f. Verificar disponibilidade de espaço e de recursos;
[43] A finalidade da catequese é aprofundar o primeiro
anúncio do Evangelho: levar o catequizando a conhe- O AMBIENTE
cer, acolher, celebrar e vivenciar o mistério de Deus, a. Planejar o ambiente de acordo com o objetivo;
manifestado em Jesus Cristo, que nos revela o Pai e nos b. Qual o lugar que a Palavra de Deus ocupará no
envia o Espírito Santo. Conduz à entrega do coração a encontro (centralidade!!!!)?
Deus, à comunhão com a Igreja, corpo de Cristo e à Par- c. Como será o ambiente do encontro e a disposição
ticipação em sua missão. dos catequizandos e objetos?
(CNBB. Diretório Nacional de Catequese. Brasília: Edições da
d. O que terá no ambiente?
CNBB, 2006) e. Quem vai preparar o ambiente (a preparação po-
de ser uma construção colaborativa)?
[141] O objetivo principal do projeto será desenvolver f. Há ruídos no ambiente (quais são os mecanismos
um processo que leve a uma maior conversão a Jesus de poderá trazer problemas?)?
Cristo, forme discípulos, renove a comunidade eclesial e g. Como será a acolhida?
suscite missionários que testemunhem sua fé na socie- h. Os catequizandos estão em conforto?
dade. O projeto contemplará a centralidade da Palavra i. E SE CHOVER?
de Deus e a inspiração catecumenal, em uma Igreja em
saída. VIVER O ENCONTRO. O CATEQUISTA NÃO PASSA O EN-
CONTRO, ELE VIVE A EXPERIÊNCIA DA PALAVRA DE
(CNBB. Iniciação à vida cristã: itinerário para formação de discípu- DEUS. ELE NÃO DÁ CATEQUESE. ELE VIVE UM PROCES-
los missionários. Documento n. 107. Brasília: Edições da CNBB, SO DE INICIAÇÃO À VIDA CRISTÃO E O CONVITE A
2017)
UMA CONVERSÃO PERMAENTE.
3. ORGANIZAÇÃO DIDÁTICA DE UM ENCON- [52] O lugar ou ambiente normal da catequese é a co-
TRO CATEQUÉTICO munidade eclesial [...] Quando não há comunidade, os
OBJETIVO DO ENCONTRO. catequistas obviamente, ajudam a construí-la.
a. Qual o objetivo do encontro?
b. Qual o Texto Bíblico? (CNBB. Diretório Nacional de Catequese. Brasília: Edições da
c. Realizar individualmente a Leitura Orante do tex- CNBB, 2006)
4. AVALIAÇÃO DO ENCONTRO
POR QUE AVALIAR?
O processo de avaliação visa a melhoria continua das
ações. Ele permitirá ao catequista rever sua prática vi-
vencial, tomar decisões, bem como envolver a comuni-
dade de catequizandos de maneira mais significativa.
Avaliar significar dar valor!
Qual o valor do encontro catequético?

COMO AVALIAR?
a. O objetivo do encontro foi atingido? Por quê? 6. ESPAÇO PARA ANOTAÇÕES
b. O que você planejou aconteceu? Por quê? _____________________________________________
c. O ambiente contribuiu para o desenvolvimento do _____________________________________________
encontro? Por quê? _____________________________________________
d. Os catequizandos estiveram envolvidas nas ativi- _____________________________________________
dades? Por quê? Se não estiveram, o que eu, cate- _____________________________________________
quista, tenho que fazer de melhor no próximo en- _____________________________________________
contro? _____________________________________________
e. Aconteceu alguma anormalidade entre o que foi _____________________________________________
planejado e o que foi executado? Qual foi? _____________________________________________
f. Me senti preparado(a) para a atividade? _____________________________________________
g. Senti falta de alguma coisa? _____________________________________________
h. O que será feito de melhor no próximo encontro? _____________________________________________
5. IMPORTANTE LEMBRAR _____________________________________________
_____________________________________________
A ligação entre liturgia e catequese: _____________________________________________
Todo processo catequético será marcado por celebra- _____________________________________________
ções que conduzem os participantes ao Mistério de _____________________________________________
_____________________________________________
Cristo e revelam a integração entre catequese e liturgia.
_____________________________________________
Conta também com a missão da catequese de introduzir _____________________________________________
o catequizando no universo dos símbolos e ritos da li- _____________________________________________
turgia e possui uma dimensão catequética. _____________________________________________
_____________________________________________
O conhecimento doutrinal ligado à experiência de fé: _____________________________________________
_____________________________________________
A estrutura do processo catecumenal promove uma
_____________________________________________
conversão para atitudes e comportamentos cristãos. _____________________________________________
Envolve o ensino da doutrina aliado à dimensão cele- _____________________________________________
brativo-litúrgica da fé. O catequizando e todos os envol- _____________________________________________
_____________________________________________
vidos no processo se defrontam com a uma formação _____________________________________________
integral, que leva em conta o saber e o experimentar. _____________________________________________
Assim, podem, pelo conhecimento e pela experiência,
fazer sua adesão a Jesus Cristo e ao Reino.

(DIOCESE DE JOINVILLE. Confirmados na fé: iniciação cristã de ins-


piração catecumenal: crisma: catequista. São Paulo: Paulus, 2013)

Material disponível em: http://bit.ly/pedagogia_encontro