Vous êtes sur la page 1sur 5

PLANOS DE AULAS – ENSINO FUNDAMENTAL

Componente curricular: Educação Física


Ano: 7º ano
Duração da aula: 50 minutos Nº de alunos: 30

Local: Quadra

Unidade temática: Esportes

Objetos de conhecimento: Esportes de rede/parede.

Tema: Vôlei

Competência:

Habilidades: (EF89EF01) Experimentar diferentes papéis (jogador, árbitro e


técnico) e fruir os esportes de rede/parede, campo e taco, invasão e combate,
valorizando o trabalho coletivo e o protagonismo.

Recursos: Bola de Vôlei e Rede

Desenvolvimento da aula:
 Parte inicial: Aquecimento
Em um círculo, os alunos deverão jogar a bola entre todos os integrantes
realizando o maior número de toques sem deixar cair no chão. Ao decorrer
será colocada outra bola no mesmo
 Parte intermediária: Atividade de Conhecimento
1 – Com a turma dividida em 4 colunas, uma de frente para a outra. O 1°
aluno da fila deverá fazer um toque para o 1° aluno da outra fila que
deverá receber a bola em posição de manchete e vice e versa. Ao final do
exercício deverão ir para o final da fila.
2 – Os alunos divididos em equipes irão fazer um jogo de vôlei onde só
pode efetuar toque com os dez dedos ou manchete, não é valido a cortada
apenas toque.
 Parte final: Basquete/Vôlei
Considerando-se o caráter lúdico a que se propõe esta aula, os alunos
poderão utilizar dois diferentes esportes para trabalhar o fundamento
toque do Voleibol. Os alunos que estarão divididos em duas equipes
ficarão espalhados pela quadra. O jogo iniciará com o arremesso da bola
ao alto. Aqui também será permitido um toque da bola ao chão. Assim, o
objetivo do jogo será acertar a cesta de basquete utilizando-se como
técnica a manchete e toque. Nesta atividade busca-se que os alunos
façam uma análise mais específica sobre diferença de precisão e força
nos dois fundamentos utilizados
Avaliação: Observa a participação dos alunos ao longo das atividades, é
importante que, no final da aula os alunos expõem as dificuldades na realização
dos fundamentos propostos e tentar reconhecer a importância de cada
fundamento, considerando um jogo de esporte coletivo e competitivo. E que
reconheçam as regras da devida modalidade e saibam executar alguns dos
fundamentos de toque e manchete.

PLANOS DE AULAS – ENSINO FUNDAMENTAL

Componente curricular: Educação Física


Ano: 8º ano
Duração da aula: 50 minutos Nº de alunos: 24

Local: Quadra

Unidade temática: Ginásticas

Objetos de conhecimento: Ginástica de Condicionamento físico

Tema: Treino com obstáculos

Competência:

Habilidades: (EF89EF07) Experimentar e fruir um ou mais programas de


exercícios físicos, identificando as exigências corporais desses diferentes
programas e reconhecendo a importância de uma prática individualizada,
adequada às características e necessidades de cada sujeito.

Recursos: Cones, boboles e cordas

Desenvolvimento da aula:
 Parte inicial: Aquecimento
Balão no pé
Em um círculo os alunos irão encher os balões e com um pedaço de
cordão irão prender o balão no tornozelo. Quando eu apitar, vou avisar
que todos têm cinco minutos para estourarem os balões uns dos outros.
O jogo terminará ao final do tempo marcado ou se todos os balões forem
estourados antes disso.

 Parte intermediária:
1 – Por Cima e por baixo
Nessa atividade utilizaremos barreiras ou obstáculos de diferentes alturas
saltaremos sobre as alturas mais baixas e passaremos por baixo das
barreiras mais altas.
2 – Passando por Arcos
Com a turma dividida em 4 colunas, irei dar um tempo estimado e ao meu
sinal o aluno saltará no primeiro arco passará o arco por seu corpo deixará
o arco, saltará com os dois pés juntos no interior do segundo arco e
executará o mesmo movimento feito com o primeiro arco, e assim
sucessivamente até chegar ao último arco.
3 – Corridas com Direções Variadas
Vou delimitar com cones duas linhas paralelas, sendo que cada cone
estará disposto na diagonal do outro. Ao meu sinal o primeiro aluno
correrá até o primeiro cone e se deslocará lateralmente até o segundo, e
assim sucessivamente até alcançar o último cone.

 Parte final: O Circuito


Agora chegou a hora de combinar os exercícios que foram feitos de forma
individual e incluir um de equilíbrio. Vamos executá-los de uma só vez e
verificar o tempo de execução de cada um e o tempo de execução geral
da turma. Na segunda passagem cada aluno terá como desafio reduzir o
seu tempo de execução para contribuir com a redução do tempo total de
execução da turma.

Avaliação: O aluno será avaliado de acordo com o tempo de execução de cada


passagem sendo observada a melhoria de seu tempo entre a primeira e a
segunda passagem de todas as atividades. E no final da aula os alunos expõem
as dificuldades na realização do circuito
PLANOS DE AULAS – ENSINO FUNDAMENTAL

Componente curricular: Educação Física


Ano: 9º ano
Duração da aula: 50 minutos Nº de alunos: 30

Local: Sala de Informática/Multimeios

Unidade temática: Práticas Corporais de Aventura

Objetos de conhecimento: Práticas corporais de aventura na natureza

Tema: Práticas Corporais de Aventura e Meio Ambiente: Compreender a


importância da preservação das áreas naturais durante a prática dos esportes
radicais
Competência: retirar da BNCC

Habilidades: (EF89EF19) Experimentar e fruir diferentes práticas corporais de


aventura na natureza, valorizando a própria segurança e integridade física, bem
como as dos demais, respeitando o patrimônio natural e minimizando os
impactos de degradação ambiental.

Recursos: Computadores

Desenvolvimento da aula:
 Parte inicial:
A primeira atividade deverá ser realizada na sala de
informática/multimeios da escola. Inicialmente peça para os alunos
pesquisarem sobre esportes de aventuras e meio ambiente.
 Parte intermediária:
1 – Divida a turma em grupos de cinco alunos. Cada grupo deverá listar
todos os esportes de aventura que conhecem praticados na natureza.
Tempo estimado 5 minutos. (OBS: Em outra aula explore a partir da
mesma dinâmica os esportes de aventura praticados nos grandes meios
urbanos.)
Terminada a tarefa entre os alunos do grupo, agora é o momento de dividir
os conhecimentos. Cada grupo irá ler em voz alta as modalidades.
Ao final, teremos uma lista de todas as modalidades conhecidas pelos
alunos. Caso se necessário irei incrementar a lista de atividades fornecida
pela turma.
Pergunte para todos os participantes se conhecem o funcionamento das
modalidades listadas. Organize um debate entre os alunos, de forma que
todos possam dominar conceitos básicos das modalidades listadas:
1- Principais regras,
2- Equipamentos,
3- Objetivos da modalidade,
4- Local que se desenvolve.

2 – Esse momento é importante para refletir sobre a prática de esportes


na natureza e os possíveis impactos dessas práticas nessas áreas de
preservação. A intenção aqui não é proibir a prática das modalidades, mas
sim atentar para dois pontos:
1- A relevância do debate sobre educação ambiental na escola;
2- A importância da adequação das práticas esportivas na natureza
objetivando minimizar os impactos. Aqui a questão é: como praticar
esportes sem causar impactos negativos ao meio ambiente? Como
tornar sustentável a prática de esportes de aventura nesses locais?
Para isso irei colocarei um vídeo que servirá como ponto de partida para o
posterior debate.
https://www.youtube.com/watch?v=C58Xn-2ZqxU

Ao final do vídeo, colocarei questões iniciais para o debate:


1- Por que devemos nos preocupar com a preservação de áreas verdes e
preservadas em nossas cidades?
2- Quais os riscos envolvidos na degradação de tais ambientes?
3- Dê exemplos (no mínimo 3 casos) de duas situações danosas para o
meio ambiente que as práticas de esportes de aventura na natureza
podem causar, caso sejam mal administradas.
4- Destaque dois esportes radicais ou de aventura praticados no meio
urbano e na natureza.

Parte final:
A partir das discussões realizadas em sala, propor aos alunos que escolham um
local próximo a escola para uma caminhada/corrida ecológica.
Avaliação: