Vous êtes sur la page 1sur 65

Caderno de Questões (

https://tec.ec/s/QhgK3 )
Direito Administrativo
Questão 1: FCC - TM (MPE PB)/MPE PB/Técnico Ministerial/Diligências e Apoio
Administrativo/2015
Assunto: Princípios expressos, explícitos ou constitucionais
Juscelino, servidor público estadual e responsável pela condução de determinado
processo administrativo, de caráter litigioso, constata causa de impedimento que
o inviabiliza de conduzir o citado processo. No entanto, Juscelino queda-se silente
e não comunica a causa de impedimento, continuando à frente do processo
administrativo. Neste caso, configura violação ao princípio da
a) impessoalidade.
b) publicidade.
c) motivação.
d) supremacia do interesse privado.
e) presunção de veracidade.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/290424
Questão 2: FCC - TJ TRE RO/TRE RO/Administrativa/2013
Assunto: Princípios expressos, explícitos ou constitucionais
O Supremo Tribunal Federal, em importante julgamento, considerou
constitucional a divulgação, em sítio eletrônico de determinada Prefeitura, da
remuneração bruta dos servidores, dos cargos e funções por eles titularizados e
dos órgãos de sua lotação. Em suma, considerou que inexiste, na hipótese,
ofensa à intimidade ou vida privada, pois os dados, objeto da divulgação, dizem
respeito a agentes públicos, isto é, agentes estatais agindo nessa qualidade. A
decisão citada encontra-se em fiel observância ao seguinte princípio da
Administração pública:
a) Supremacia do Interesse Privado.
b) Proporcionalidade.
c) Publicidade.
d) Motivação.
e) Eficiência.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/153989
Questão 3: FCC - Tec Min (MPE MA)/MPE MA/Administrativo/2013
Assunto: Princípios expressos, explícitos ou constitucionais
Na atuação administrativa, não basta a legalidade formal, restrita; é preciso
também a observância de princípios éticos, de lealdade, de boa-fé. A assertiva
em questão refere- se ao princípio da
a) motivação.
b) eficiência.
c) moralidade.
d) proporcionalidade.
e) supremacia do interesse público.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/488476
Questão 4: FCC - Tec Min (MPE PE)/MPE PE/Apoio
Especializado/Contabilidade/2012
Assunto: Princípios expressos, explícitos ou constitucionais
Considere:

I. Foi inserido, por meio da Emenda Constitucional no 19 de 1998, entre os


princípios constitucionais da Administração Pública.

II. Pode ser visto sob dois aspectos: em relação ao modo de atuação do agente
público, bem como ao modo de organizar, estruturar, disciplinar a Administração
Pública.

III. Soma-se aos demais princípios impostos à Administração Pública, podendo,


no entanto, excepcionalmente, sobrepor-se a algum deles, como o da legalidade.

IV. Determina que a Administração deve agir, de modo rápido e preciso, para
produzir resultados que satisfaçam as necessidades da população.

No que concerne ao princípio da eficiência, é correto o que consta em


a) II, III e IV, apenas.
b) I, II e IV, apenas.
c) III e IV, apenas.
d) I e II, apenas.
e) I, II, III e IV.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/687640
Questão 5: FCC - TJ TRT23/TRT 23/Administrativa/2011
Assunto: Princípios expressos, explícitos ou constitucionais
O Jurista Celso Antônio Bandeira de Mello apresenta o seguinte conceito para um
dos princípios básicos da Administração Pública: De acordo com ele, a
Administração e seus agentes têm de atuar na conformidade de princípios éticos.
(...) Compreendem-se em seu âmbito, como é evidente, os chamados princípios
da lealdade e boa-fé. Trata-se do princípio da
a) motivação.
b) eficiência.
c) legalidade.
d) razoabilidade.
e) moralidade.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/532313
Questão 6: FCC - TJ TRE AC/TRE AC/Administrativa/2003
Assunto: Princípios implícitos, reconhecidos e infraconstitucionais
Pode-se afirmar que uma empresa contratada pela Administração Pública para
executar uma obra não pode, de regra, interromper sua execução e alegar falta
de pagamento. Têm-se aí o princípio da
a) razoabilidade.
b) finalidade.
c) autotutela.
d) continuidade.
e) impessoalidade.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/374601
Questão 7: FCC - TJ TRE TO/TRE TO/Administrativa/2011
Assunto: Elementos, requisitos e pressupostos (atos administrativos)
No que diz respeito aos requisitos dos atos administrativos,
a) a competência, no âmbito federal, é, em regra, indelegável.
b) o desvio de finalidade ocorre apenas se não for observado o fim público.
c) o motivo, se inexistente, enseja a anulação do ato administrativo.
d) se houver vício no objeto e este for plúrimo, ainda assim não será possível
aproveitá-lo em quaisquer de suas partes mesmo que nem todas tenham sido
atingidas pelo vício.
e) a inobservância da forma não enseja a invalidade do ato.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/87071
Questão 8: FGV - Tec (MPE AL)/MPE AL/Geral/2018
Assunto: Atributos ou características dos atos administrativos
Um dos atributos do ato administrativo decorre da possibilidade de a lei prever
que alcancem a realidade por iniciativa direta da Administração Pública, sem a
necessidade de atuação do Poder Judiciário.

Esse atributo é denominado de


a) presunção de legitimidade.
b) presunção de veracidade.
c) autoexecutoriedade.
d) imperatividade.
e) tipicidade.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/672262
Questão 9: FCC - Tec Min (MPE MA)/MPE MA/Execução de Mandados/2013
Assunto: Atributos ou características dos atos administrativos
Considere a seguinte assertiva: A Administração Pública ao conceder
determinada autorização ao administrado utilizou-se do atributo denominado
“imperatividade” dos atos administrativos. A imperatividade
a) não é atributo dos atos administrativos, porque deriva dos antigos atos
de império, não mais existentes quando sobreveio o Estado Democrático de
Direito.
b) está presente em todos os atos administrativos.
c) está presente apenas nos atos administrativos enunciativos, como as
certidões.
d) só não está presente nos atos administrativos que impõem obrigações,
porque estes já detêm o atributo da autoexecutoriedade.
e) não se aplica a atos administrativos que conferem direitos aos
administrados, como a autorização.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/488564
Questão 10: FCC - TJ TRE AC/TRE AC/Administrativa/2010
Assunto: Atributos ou características dos atos administrativos
É atributo do ato administrativo, dentre outros,
a) a competência.
b) a forma.
c) a finalidade.
d) a autoexecutoriedade.
e) o objeto.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/302731
Questão 11: FCC - TJ TRE SP/TRE SP/Apoio Especializado/Programação de
Sistemas/2006
Assunto: Atributos ou características dos atos administrativos
Em virtude do atributo da presunção de legitimidade, os atos administrativos
a) podem ser postos em execução pela própria Administração Pública, sem
necessidade de intervenção do Poder Judiciário.
b) obrigacionais e os negociais se impõem aos administrados,
independentemente de sua concordância.
c) emitidos em desacordo com a lei produzirão regularmente seus efeitos,
da mesma forma que o ato válido, enquanto não decretada sua invalidade pela
própria Administração ou pelo Judiciário.
d) devem corresponder às figuras definidas previamente pela lei como aptas
a produzir determinados resultados.
e) de caráter normativo, quando legítimos, podem ser delegados pelo
agente público competente a outros órgãos ou titulares, ainda que estes não lhe
sejam hierarquicamente subordinados.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/375129
Questão 12: FCC - TM (MPE PB)/MPE PB/Técnico Ministerial/Diligências e
Apoio Administrativo/2015
Assunto: Atos administrativos: espécies, classificação, fases de constituição
Pietra, servidora pública, apostilou determinado tema, apenas reconhecendo a
existência de direito criado por norma legal. No que concerne às espécies de atos
administrativos, a apostila citada corresponde a ato administrativo
a) ordinatório.
b) normativo.
c) negocial.
d) punitivo.
e) enunciativo.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/290427
Questão 13: FCC - TJ TRT3/TRT 3/Administrativa/2015
Assunto: Atos administrativos: espécies, classificação, fases de constituição
José, servidor público federal e chefe de determinado setor, emitiu ofício aos
seus subordinados, em caráter oficial, contendo matéria administrativa pertinente
à organização dos trabalhos. O ato administrativo em questão classifica-se como
a) ordinatório.
b) enunciativo.
c) normativo.
d) negocial.
e) punitivo.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/292328
Questão 14: FCC - TJ TST/TST/Administrativa/"Sem Especialidade"/2017
Assunto: Desfazimento do ato administrativo (Anulação, Revogação, Cassação,
Caducidade, Contraposição)
Um determinado procedimento licitatório transcorria em um município com vistas
à contratação de serviços de agrimensura para imóveis rurais de titularidade
daquele ente. Um dos licitantes foi desclassificado, tendo o procedimento
prosseguido. Considerando que a desclassificação tenha se dado em desacordo
com os requisitos do edital, os atos administrativos posteriormente praticados
são
a) imperfeitos, inválidos e ineficazes, porque o ato ilegal anterior,
independentemente de invalidação expressa, viciou os atos de homologação e
adjudicação automaticamente.
b) perfeitos, válidos e eficazes, até que o ato de desclassificação seja
anulado, o que acarreta a anulação dos atos posteriores.
c) perfeitos, válidos e ineficazes, pois os atos posteriores, inclusive de
homologação da licitação e adjudicação do objeto ao vencedor só surtiriam
efeitos após a celebração do contrato.
d) imperfeitos, válidos e eficazes, pois embora formalmente contenham
vícios de legalidade, produzem efeitos até que formalmente invalidados.
e) imperfeitos, inválidos e eficazes, pois o ciclo de formação dos mesmos
não observou as disposições legais pertinentes, mas produzem efeitos até o ato
de desclassificação ser revogado.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/585119
Questão 15: FCC - TJ TRE RR/TRE RR/Administrativa/2015
Assunto: Desfazimento do ato administrativo (Anulação, Revogação, Cassação,
Caducidade, Contraposição)
Considere duas situações hipotéticas: O Prefeito de Boa Vista praticou ato
administrativo de competência exclusiva da Presidente da República. Josefina,
servidora pública, demitiu o também servidor público José por ser seu desafeto,
inexistindo qualquer falta grave que justificasse a punição. A propósito da
validade dos atos administrativos narrados,
a) apenas o segundo ato é nulo.
b) ambos os atos são nulos, existindo, no primeiro, vício de competência e,
no segundo, vício relativo à finalidade.
c) ambos os atos são válidos.
d) apenas o primeiro ato é nulo.
e) ambos os atos são nulos, existindo, no primeiro, vício de competência e,
no segundo, vício de objeto.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/261838
Questão 16: FCC - TJ TRE RR/TRE RR/Administrativa/2015
Assunto: Desfazimento do ato administrativo (Anulação, Revogação, Cassação,
Caducidade, Contraposição)
Jonas, servidor público, revogou ato administrativo que já havia exaurido seus
efeitos. No mesmo dia, anulou ato administrativo que, embora válido, era
inoportuno ao interesse público. Sobre o tema,
a) incorretas ambas as condutas, haja vista a inexistência dos requisitos
legais para a adoção dos citados institutos.
b) corretas a revogação e a anulação.
c) correta apenas a anulação.
d) correta apenas a revogação.
e) incorretas as condutas, pois não é válido na mesma data utilizar-se de
ambos os institutos.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/261843
Questão 17: FCC - TJ TRE AP/TRE AP/Administrativa/2006
Assunto: Desfazimento do ato administrativo (Anulação, Revogação, Cassação,
Caducidade, Contraposição)
A invalidação de um ato administrativo é o seu desfazimento por
a) força do poder regulamentar objetivando execução da lei, sendo
prerrogativa do Poder Legislativo.
b) motivos de conveniência e oportunidade, cuja prerrogativa é tão-somente
do Poder Judiciário.
c) força do poder de polícia, sendo que poderá fazê-lo tão-somente a
Administração Pública .
d) necessidade de sua revogação discricionária, podendo ser feita pela
Administração Pública e pelo Poder Legislativo.
e) razões de ilegalidade, podendo ser feita pela Administração e pelo Poder
Judiciário.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/96876
Questão 18: FCC - TJ TRT2/TRT 2/Administrativa/"Sem Especialidade"/2018
Assunto: Convalidação e Conversão dos atos administrativos
Suponha que determinada autoridade pública tenha concedido a particular
permissão de uso de “box” em um Mercado Municipal. Posteriormente, foi
constatado que a autoridade que praticou o ato não detinha a competência legal
e tampouco houve delegação para a sua prática. Diante de tal situação, o ato em
questão
a) é nulo, devendo ser revogado administrativa ou judicialmente.
b) é passível de convalidação pela autoridade competente.
c) pode ser mantido, pela mesma autoridade, se verificado o interesse
público na sua edição.
d) não é passível de ratificação, dado o seu caráter discricionário, sendo
nulo de pleno direito.
e) ostenta vício de competência, insanável por se tratar de ato vinculado,
cuja competência é sempre indelegável.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/654086
Questão 19: FCC - TJ TRF5/TRF 5/Administrativa/"Sem Especialidade"/2013
Assunto: Poder Vinculado e Discricionário
O poder que diz respeito ao juízo de conveniência e oportunidade feito pela
Administração Pública ao apreciar certas situações é denominado
a) vinculado.
b) discricionário.
c) hierárquico.
d) disciplinar.
e) regulamentar.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/132772
Questão 20: FCC - TJ TRE RR/TRE RR/Administrativa/2015
Assunto: Poder Hierárquico
A edição de atos normativos de efeitos internos, com o objetivo de ordenar a
atuação dos órgãos subordinados decorre do poder
a) regulamentar.
b) hierárquico.
c) de polícia.
d) normativo.
e) disciplinar.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/261842
Questão 21: FCC - Tec Min (MPE CE)/MPE CE/2013
Assunto: Poder Disciplinar
O poder que cabe à Administração Pública para apurar infrações e aplicar
penalidades aos servidores públicos e demais pessoas sujeitas à disciplina
administrativa denomina-se poder
a) regulamentar.
b) de polícia.
c) disciplinar.
d) jurídico-normativo.
e) hierárquico.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/609044
Questão 22: FCC - Tec (DPE RS)/DPE RS/Administrativa/2017
Assunto: Poder de Polícia
Considera-se exemplo da atuação da Administração pública quando expressa seu
poder de polícia a
a) notificação ao permissionário de imóvel público para desocupação ao
término do prazo de vigência do ato autorizativo ou diante de descumprimento
das condições do termo.
b) imposição de multa ao contratado no caso de descumprimento de
determinada cláusula de um contrato administrativo.
c) ordem para que o concessionário de serviço público expeça carteirinha
de isenção para determinados usuários de transportes coletivos.
d) exigência de carteira de habilitação especial para conduzir determinados
veículos motorizados, em razão do porte ou de alguma outra especificidade.
e) determinação de fornecimento de informações ao requerente, em
instância superior, quando a autoridade à qual foram solicitadas tenha indeferido
o pedido imotivadamente.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/547018
Questão 23: FCC - Tec Min (MPE MA)/MPE MA/Execução de Mandados/2013
Assunto: Poder de Polícia
O poder de polícia pode ser discricionário (o que ocorre na maioria das vezes) ou
vinculado. A propósito do tema, considere:

I. Autorização para porte de arma.


II. Licença para dirigir veículos automotores.
III. Licença para construir.

A característica da discricionariedade está presente APENAS em


a) I.
b) I e II.
c) II e III.
d) III.
e) I e III.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/488561
Questão 24: FCC - TJ (TRE CE)/TRE CE/Administrativa/2012
Assunto: Poder de Polícia
Analise as assertivas abaixo concernentes ao poder de polícia.

I. O poder de polícia só poderá reduzir os direitos individuais quando em conflito


com interesses maiores da coletividade e na medida estritamente necessária à
consecução dos fins estatais.

II. Constituem meios de atuação do poder de polícia, dentre outros, as medidas


repressivas, como, por exemplo, dissolução de reunião, interdição de atividade e
apreensão de mercadorias deterioradas.

III. A medida de polícia, quando discricionária, não esbarra em algumas


limitações impostas pela lei, como por exemplo, no que concerne à competência
e à finalidade.

IV. O poder de polícia tanto pode ser discricionário, como vinculado, ressaltando-
se que ele é vinculado na maior parte dos casos.

Está correto o que se afirma APENAS em


a) I, II e III.
b) II, III e IV.
c) I e IV.
d) III e IV.
e) I e II.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/377737
Questão 25: FCC - TJ (TRE AM)/TRE AM/Apoio Especializado/Programação de
Sistemas/2010
Assunto: Abuso de Poder: Excesso de Poder e Desvio de Finalidade (poderes
da Administração)
Sobre o abuso de poder, é correto afirmar que:
a) para combatê-lo, não há medida judicial cabível, devendo o prejudicado
recorrer à via administrativa.
b) o abuso de poder só pode revestir a forma omissiva, não a comissiva.
c) o uso do poder é lícito, enquanto o abuso pode ser lícito ou ilícito,
dependendo da finalidade.
d) a improbidade deve sempre ser considerada uma espécie de abuso de
poder.
e) todo ato abusivo é nulo, por excesso ou desvio de poder.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/378455
Questão 26: FCC - TJ TRT5/TRT 5/Administrativa/2013
Assunto: Administração Indireta
No que pertine à natureza dos entes que integram a Administração pública e o
regime jurídico a eles aplicável, é correto afirmar que:
a) As autarquias compõem a Administração pública direta, porque se
constituem em pessoas jurídicas de direito público sujeitas aos princípios
informadores da Administração pública.
b) As sociedades de economia mista não integram a Administração pública
descentralizada, porque se constituem em pessoas jurídicas de direito privado,
enquanto às empresas públicas se aplicam as normas que compõem o regime
jurídico de direito público.
c) As empresas públicas e as sociedades de economia mista integram a
Administração pública indireta e se sujeitam ao regime típico das empresas
privadas; as autarquias e fundações compõem a Administração pública direta.
d) As autarquias, empresas públicas e sociedades de economia mista
integram a Administração pública indireta ou descentralizada, porque referidas
pessoas jurídicas têm personalidade de direito privado, sendo instituídos pelas
formas previstas na legislação civil.
e) As autarquias, empresas públicas e sociedades de economia mista
integram a Administração pública indireta ou descentralizada do Estado, sujeitas
a princípios informadores da Administração, tal como o que exige a realização de
concurso público para a investitura de servidores em cargo ou emprego público.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/173085
Questão 27: FCC - Tec Min (MPE CE)/MPE CE/2013
Assunto: Administração Indireta
NÃO constitui característica da empresa pública:
a) extinção autorizada por lei.
b) vinculação aos fins definidos na lei instituidora.
c) sujeição ao controle estatal.
d) personalidade jurídica de direito público.
e) criação autorizada por lei.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/609038
Questão 28: FGV - TJ Aux (TJ SC)/TJ SC/2015
Assunto: Responsabilidade Civil do Estado
Maurício conduzia sua motocicleta de forma imprudente e sem cautela, com
velocidade superior à permitida no local, em via pública municipal calçada com
paralelepípedo e molhada em noite chuvosa. Ao passar por tampa de bueiro
existente na pista, com insignificante desnível em relação ao leito, Maurício
perdeu o controle de sua moto e sofreu acidente fatal. Seus genitores ajuizaram
ação em face do Município, pleiteando indenização pelos danos materiais e
morais. Na hipótese em tela, é correto concluir que:
a) não obstante ser caso, em tese, de responsabilidade civil subjetiva do
Município, o acidente ocorreu por culpa exclusiva da vítima, fato que exclui a
responsabilidade do poder público;
b) não obstante ser caso, em tese, de responsabilidade civil objetiva do
Município, o acidente ocorreu por culpa exclusiva da vítima, fato que exclui a
responsabilidade do poder público;
c) não obstante ser caso, em tese, de responsabilidade civil subjetiva do
Município, o acidente ocorreu por caso fortuito ou força maior, fato que exclui a
responsabilidade do poder público;
d) aplica-se a responsabilidade civil subjetiva do Município, que tem o dever
de indenizar os autores em razão de sua omissão específica, pela teoria do risco
administrativo;
e) aplica-se a responsabilidade civil objetiva do Município, que tem o dever
de indenizar desde que reste comprovado que seus funcionários responsáveis
pela instalação da tampa do bueiro agiram com dolo ou culpa.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/278757
Questão 29: FGV - TMD (DPE RJ)/DPE RJ/2014
Assunto: Responsabilidade Civil do Estado
Os menores Alexandre e Antônio, representados por sua mãe, relatam à
Defensoria Pública que seu pai André, de 30 anos, cumpria pena em
estabelecimento prisional do Estado do Rio de Janeiro, quando foi morto por
outros detentos por enforcamento. Adotando a teoria do risco administrativo, foi
esclarecida a possibilidade de ajuizamento de ação, pleiteando, dentre outros,
indenização compensatória por danos morais, em razão da responsabilidade civil
do Estado. É correto concluir que, nesse caso, foi adotada a
a) responsabilidade civil objetiva do Estado, não havendo que se perquirir
acerca do dolo ou culpa do Estado.
b) responsabilidade civil objetiva do Estado, havendo necessidade de
comprovação do elemento subjetivo.
c) responsabilidade civil subjetiva do Estado, sendo necessária a
comprovação da culpa do Estado, em razão da negligência do poder público.
d) responsabilidade civil subjetiva do Estado, sendo necessária a
identificação do detento autor do homicídio.
e) responsabilidade civil objetiva do Estado, sendo imprescindível a
identificação do autor do homicídio.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/215859
Questão 30: FGV - TJ TRE PA/TRE PA/Administrativa/"Sem
Especialidade"/2011
Assunto: Funções, cargos e empregos públicos
Acerca dos agentes públicos, é correto afirmar que o contrato de trabalho por
prazo indeterminado poderá ser rescindido por ato unilateral da Administração
Pública na hipótese de

a) acumulação ilegal de cargos, empregos ou funções públicas.


b) redução de quadro de pessoal, por razões de conveniência e
oportunidade.
c) insuficiência de desempenho no cargo, sem necessidade de procedimento
prévio.
d) contratação que se torna inconveniente ou inoportuna.
e) falta grave, assim considerada discricionariamente pela Administração
Pública.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/67876
Questão 31: FCC - Tec (MPE SE)/MPE SE/Administrativa/2009
Assunto: Estabilidade e estágio probatório
O servidor público estável perderá o cargo
a) por doença incapacitante ou de grave risco de contágio infeccioso.
b) em virtude de sentença judicial, mesmo que pendente de recurso.
c) mediante processo administrativo em que lhe seja assegurada ampla
defesa.
d) mediante procedimento de avaliação periódica de desempenho e
comportamento, na forma de lei ordinária.
e) por incompatibilidade ideológica com o chefe da repartição.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/190310
Questão 32: FCC - TJ TRF5/TRF 5/Administrativa/"Sem Especialidade"/2008
Assunto: Regime Previdenciário (Aposentadoria, Pensão, RPPS)
O servidor público abrangido pelo regime de previdência previsto na Constituição
Federal, será aposentado compulsoriamente aos
a) sessenta e cinco anos de idade, com proventos integrais.
b) setenta anos de idade, com proventos proporcionais ao tempo de
contribuição.
c) sessenta e cinco anos de idade, com proventos proporcionais ao tempo
de serviço.
d) setenta anos de idade, com proventos proporcionais ao tempo de serviço.
e) sessenta anos de idade, com proventos integrais.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/133812
Questão 33: FGV - Tec (MPE RJ)/MPE RJ/Administrativa/2016
Assunto: Sujeitos Ativo e Passivo (arts. 1º a 8º da Lei nº 8.429)
Marcelo, Secretário Municipal de Transporte, permitiu que seu irmão Antônio
utilizasse, para fins particulares, bens integrantes do acervo patrimonial do
Município, consistente em veículo da Secretaria e combustível, pelo período de
dois anos, sem a observância das formalidades legais ou regulamentares
aplicáveis à espécie. O fato foi noticiado ao Promotor de Tutela Coletiva com
atribuição no Município, que, prontamente, instaurou inquérito civil público e
reuniu fartas provas da ilegalidade. Ao final da investigação, deverá o Promotor
ajuizar ação:
a) por crime de responsabilidade em face do Secretário Municipal Marcelo e
ação indenizatória em face do particular Antônio;
b) por crime de responsabilidade em face do Secretário Municipal Marcelo
e do particular Antônio;
c) para impeachment do Secretário Municipal Marcelo e ação indenizatória
em face do particular Antônio;
d) civil pública por ato de improbidade administrativa em face do Secretário
Municipal Marcelo e do particular Antônio;
e) civil pública por ato de improbidade administrativa em face Secretário
Municipal Marcelo e ação indenizatória em face do particular Antônio.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/349469
Questão 34: FCC - TJ TRT9/TRT 9/Administrativa/"Sem Especialidade"/2013
Assunto: Dos Atos de Improbidade (arts. 9º a 11 da Lei nº 8.429/1992)
Felipe, servidor público ocupante de cargo em comissão no âmbito do Ministério
da Fazenda, revelou a empresários com os quais mantinha relações profissionais
anteriormente ao ingresso no serviço público, teor de medida econômica prestes
a ser divulgada pelo Ministério, tendo em vista que a mesma impactaria
diretamente os preços das mercadorias comercializadas pelos referidos
empresários. A conduta de Felipe
a) somente é passível de caracterização como ato de improbidade
administrativa se comprovado que recebeu vantagem econômica direta ou
indireta em decorrência da revelação.
b) não é passível de caracterização como ato de improbidade administrativa,
tendo em vista o agente não ser ocupante de cargo efetivo.
c) é passível de caracterização como ato de improbidade administrativa que
atenta contra os princípios da Administração, independentemente de eventual
enriquecimento ilícito.
d) é passível de caracterização como ato de improbidade administrativa,
desde que comprovado efetivo prejuízo ao erário.
e) não é passível de caracterização como ato de improbidade administrativa,
podendo, contudo, ensejar a responsabilização administrativa do servidor por
violação do dever de sigilo funcional.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/184612
Questão 35: FCC - TJ TRT6/TRT 6/Administrativa/Segurança/2012
Assunto: Das Penas (art. 12 da Lei nº 8.429/1992)
Determinado servidor público foi condenado criminalmente pela prática de crime
contra a Administração Pública. A sanção criminal, nos termos da Lei no 8.429/92,
a) impede a aplicação das penalidades previstas na Lei de Improbidade,
sempre menos graves que a condenação criminal.
b) impede que sejam acumuladas sanções civis, administrativas e por ato de
improbidade, ainda que sejam identificadas infrações residuais.
c) permite a aplicação das penalidades previstas na Lei de Improbidade,
desde que por conduta culposa, tendo em vista que as infrações dolosas são
absorvidas pelo ilícito penal.
d) permite a aplicação das cominações previstas na Lei de Improbidade,
isolada ou cumulativamente.
e) permite a aplicação das penalidades previstas na Lei de Improbidade,
desde que por conduta dolosa, porque são tão graves quando o ilícito penal.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/104662
Questão 36: FGV - TJ TRT12/TRT 12/Administrativa/"Sem
Especialidade"/2017
Assunto: Processo Administrativo Federal (Lei 9.784/1999)
José, Técnico Judiciário do Tribunal Regional do Trabalho de Santa Catarina,
ocupante do cargo em comissão de supervisor do departamento de recursos
humanos do Tribunal, praticou ato administrativo que era de competência do
diretor daquele departamento.

De acordo com a doutrina de Direito Administrativo e a Lei nº 9.784/99, o ato


praticado por José:
a) deve ser anulado pela autoridade competente, eis que vícios de
competência são insanáveis, com efeitos ex tunc, pelo princípio da segurança
jurídica e para evitar prejuízos a terceiros;
b) deve ser anulado pela autoridade competente, pois se trata de ato
vinculado em razão do vício de competência, que não admite retificação, devendo
atender ao princípio da legalidade e observar o interesse público;
c) deve ser anulado pela autoridade competente, pois se trata de matéria
de ordem pública, regida por normas cogentes que não admitem a retificação do
ato por parte do agente que deveria originalmente tê-lo praticado;
d) pode ser convalidado pela autoridade competente, por meio da
ratificação do ato, caso entenda conveniente e oportuno, desde que sanável o
vício e não haja prejuízos a terceiros, bem como seja atendido o interesse
público;
e) pode ser convalidado pela autoridade competente, por meio da prática
de novo ato que substitua o anterior, com efeitos ex nunc, sendo tal
aproveitamento um ato vinculado, cuja prática é obrigatória pelo agente superior.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/514480
Questão 37: FCC - TJ TRT9/TRT 9/Administrativa/"Sem Especialidade"/2013
Assunto: Processo Administrativo Federal (Lei 9.784/1999)
De acordo com a Lei nº 9.784/99, que regula o processo administrativo no âmbito
da Administração Pública Federal,
a) os atos administrativos são sigilosos no decorrer da fase probatória.
b) é vedada a cobrança de despesas processuais, salvo as previstas em lei.
c) os interessados deverão ser representados por advogado, salvo se
hipossuficientes.
d) aplica-se o princípio do formalismo, dispensada a indicação dos
pressupostos de fato da decisão.
e) é vedada a impulsão de ofício, cabendo ao interessado indicar os
fundamentos de direito da decisão.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/184615
Questão 38: FCC - TJ TRE SP/TRE SP/Administrativa/"Sem
Especialidade"/2012
Assunto: Processo Administrativo Federal (Lei 9.784/1999)
Determinada autoridade administrativa detectou, em procedimento ordinário de
correição, vício de forma em relação a determinado ato administrativo
concessório de benefício pecuniário a servidores. Diante dessa situação, foi
instaurado procedimento para anulação do ato, com base na Lei Federal
no 9.784/1999, que regula o processo administrativo no âmbito da Administração
Pública federal, no qual, de acordo com os preceitos da referida Lei, o ato
a) poderá ser convalidado, em se tratando de vício sanável e desde que
evidenciado que não acarreta lesão ao interesse público.
b) não poderá ser anulado, por ensejar direito adquirido aos interessados,
exceto se comprovado dolo ou má-fé.
c) deverá ser revogado, operando-se os efeitos da revogação desde a edição
do ato, salvo se decorrido o prazo decadencial de 5 anos.
d) poderá ser anulado, revogado ou convalidado, a critério da Administração,
independentemente da natureza do vício, de acordo com as razões de interesse
público envolvidas.
e) poderá ser convalidado, desde que não transcorrido o prazo decadencial
de 5 anos e evidenciada a existência de boa-fé dos beneficiados.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/63988
Questão 39: FCC - TJ TRT20/TRT 20/Administrativa/2011
Assunto: Processo Administrativo Federal (Lei 9.784/1999)
Segundo a Lei nº 9.784/1999, que regula o processo administrativo no âmbito
da Administração Pública Federal, é direito dos administrados:
a) não agir de modo temerário.
b) prestar as informações que lhe forem solicitadas e colaborar para o
esclarecimento dos fatos.
c) expor os fatos conforme a verdade.
d) proceder com lealdade, urbanidade e boa-fé.
e) fazer-se assistir, facultativamente, por advogado, salvo quando
obrigatória a representação, por força de lei.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/385381
Questão 40: FCC - TJ (TRE AL)/TRE AL/Administrativa/2010
Assunto: Processo Administrativo Federal (Lei 9.784/1999)
Normas Aplicáveis aos Servidores Públicos Federais

Míriam, na qualidade de parte e como titular de direitos, em processo


administrativo que tramita junto ao Tribunal Regional Eleitoral, interpôs recurso
cabível.

Nesse caso, o recurso deve ser conhecido, ainda que,


a) tenha ocorrido o exaurimento da esfera administrativa.
b) seus interesses sejam indiretamente afetados pela decisão recorrida.
c) não seja detentora de legitimidade recursal.
d) o recurso tenha sido interposto fora do prazo legal.
e) o recurso tenha sido interposto perante órgão incompetente.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/379945
Questão 41: FCC - TJ (TRE PE)/TRE PE/Administrativa/"Sem
Especialidade"/2004
Assunto: Dos Princípios (arts. 1º a 5º, e art. 50 Lei 8.666)
A possibilidade que se oferece à participação de quaisquer interessados na
concorrência, independentemente de registro cadastral na Administração que a
realiza ou em qualquer outro órgão público, corresponde ao
a) princípio da indisponibilidade.
b) princípio da presunção de legitimidade.
c) atributo denominado imperatividade.
d) princípio da universalidade.
e) atributo da impessoalidade.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/378397
Questão 42: FCC - TJ TRT2/TRT 2/Administrativa/"Sem Especialidade"/2014
Assunto: Licitação dispensável (art. 24 da Lei 8.666/1993)
Determinada empresa estatal fabrica aeronaves de diversos tipos, tendo
reconhecimento internacional quanto à qualidade de seus modelos. O ente
federado que autorizou a criação da referida empresa precisa adquirir uma
aeronave para servir ao deslocamento de autoridades em missões oficiais. Para
o ente federado adquirir a aeronave da empresa estatal
a) poderá fazê-lo diretamente, tendo em vista que entre entes públicos não
incide a lei de licitações.
b) poderá fazê-lo diretamente, tendo em vista que incide hipótese de
dispensa de licitação em face da natureza do bem.
c) deverá fazê-lo diretamente com a empresa estatal que a fabrica, diante
de hipótese de inexigibilidade de licitação, visto que não se instaura competição
entre entes da mesma esfera de governo.
d) poderá fazê-lo diretamente, desde que a empresa já existisse por ocasião
da promulgação da lei de licitações e que o preço da aquisição seja
comprovadamente compatível com os valores praticados no mercado.
e) deverá fazê-lo por meio de licitação, tendo em vista que a aquisição de
bens pela Administração pública somente pode ser feita pelo critério do menor
preço, mesmo nas hipóteses de dispensa do certame.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/171328
Questão 43: FCC - TJ TRT23/TRT 23/Administrativa/2016
Assunto: Modalidades de licitação. Local de realização. Publicação do edital
(arts. 20 a 23, 52 e 53)
Considere três licitações na modalidade convite: (i) No primeiro convite, o
interessado cadastrado na correspondente especialidade manifestou interesse
em participar do certame 36 horas antes da apresentação das propostas. (ii) O
segundo convite, em virtude de limitações do mercado devidamente justificadas
no processo, foi realizado com apenas dois interessados do ramo pertinente a
seu objeto, cadastrados, escolhidos e convidados pela respectiva unidade
administrativa. (iii) O terceiro convite foi realizado com apenas três interessados
do ramo pertinente a seu objeto, não cadastrados, escolhidos e convidados pela
respectiva unidade administrativa. A propósito dos fatos narrados e nos termos
da Lei no 8.666/1993, está
a) correto apenas o que ocorreu no primeiro convite.
b) correto o que ocorreu em todos os convites.
c) correto apenas o que ocorreu no primeiro e no terceiro convites.
d) correto apenas o que ocorreu no segundo convite.
e) incorreto o que ocorreu em todos os convites.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/336534
Questão 44: FCC - TM (MPE PB)/MPE PB/Técnico Ministerial/Diligências e
Apoio Administrativo/2015
Assunto: Modalidades de licitação. Local de realização. Publicação do edital
(arts. 20 a 23, 52 e 53)
Atenção: Responda à questão com base na Lei nº 8.666/1993.

O Ministério Público do Estado da Paraíba pretende realizar licitação objetivando


a construção de imóvel para abrigar a nova sede da Promotoria de Justiça de
João Pessoa, sendo o valor da contratação estimado em um milhão de reais. A
modalidade licitatória apropriada à hipótese, tendo em vista o valor da
contratação, será
a) concurso.
b) concorrência.
c) convite.
d) tomada de preços.
e) leilão.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/290432
Questão 45: FCC - TJ (TRE PE)/TRE PE/Administrativa/"Sem
Especialidade"/2004
Assunto: Modalidades de licitação. Local de realização. Publicação do edital
(arts. 20 a 23, 52 e 53)
Considere:

I. Licitação entre quaisquer interessados para a escolha de trabalho técnico,


científico ou artístico, mediante a instituição de prêmios ou remuneração aos
vencedores, conforme critérios constantes de edital publicado na imprensa oficial
com antecedência mínima de quarenta e cinco dias.

II. Licitação entre interessados devidamente cadastrados ou que atenderem


todas as condições exigidas para cadastramento até o terceiro dia anterior ao do
recebimento das propostas, observada a necessária qualificação.
Essas modalidades dizem respeito, respectivamente,
a) ao concurso e à tomada de preços.
b) à tomada de preços e ao concurso.
c) ao pregão e ao convite.
d) ao convite e ao leilão.
e) ao leilão e ao pregão.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/378380
Questão 46: FCC - TJ TRE TO/TRE TO/Administrativa/2011
Assunto: Características dos contratos administrativos (art. 54, lei 8666)
Dentre outras, são características dos contratos administrativos:
a) comutatividade e formalidade.
b) informalidade e natureza intuitu personae.
c) onerosidade e inexistência de obrigações recíprocas para as partes.
d) presença de cláusulas exorbitantes e unilateralidade.
e) consensualidade e informalidade.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/87073
Questão 47: FCC - TJ TRE SE/TRE SE/Administrativa/2007
Assunto: Características dos contratos administrativos (art. 54, lei 8666)
No contrato administrativo, a vedação ao contratado de, sem previsão no edital,
ceder total ou parcialmente os direitos contratuais e o cumprimento das
obrigações assumidas perante a Administração Pública, refere-se à característica
especial da
a) cláusula exorbitante.
b) inalterabilidade.
c) finalidade pública.
d) adesividade.
e) intransferibilidade.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/397024
Questão 48: FCC - Tec Min (MPE PE)/MPE PE/Apoio
Especializado/Contabilidade/2012
Assunto: Da formalização dos contratos (arts. 60 a 64 da Lei 8.666/1993)
Nos termos da Lei no 8.666/1993, no que concerne aos contratos administrativos,
é dispensável o "termo de contrato" e facultada sua substituição por outros
instrumentos hábeis, a critério da Administração e independentemente de seu
valor, nos casos de compra com entrega imediata e
a) parcial dos bens adquiridos, dos quais não resultem obrigações futuras,
inclusive assistência técnica.
b) integral dos bens adquiridos, dos quais não resultem obrigações futuras,
inclusive assistência técnica.
c) integral dos bens adquiridos, dos quais resultem obrigações futuras,
excluída assistência técnica.
d) parcial dos bens adquiridos, dos quais resultem obrigações futuras,
inclusive assistência técnica.
e) integral dos bens adquiridos, dos quais não resultem obrigações futuras,
excluída assistência técnica.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/687630
Questão 49: FGV - Tec (MPE AL)/MPE AL/Geral/2018
Assunto: Conceito de cláusula exorbitante
Um contrato administrativo se diferencia de um contrato de direito privado por
propiciar alguns tipos de prerrogativas para o poder público.

Assinale a opção que indica como essas prerrogativas são chamadas.


a) Cláusulas exorbitantes.
b) Tratados desiguais.
c) Acordos Impróprios.
d) Fato do príncipe.
e) Onerosidade pública.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/672283
Questão 50: FGV - TJ TRE PA/TRE PA/Administrativa/"Sem
Especialidade"/2011
Assunto: Tópicos mesclados sobre Contratos
Quanto aos contratos administrativos, é correto afirmar que
a) a celebração de contrato verbal é vedada pela lei, sendo nula e não
produzindo efeitos.
b) a rescisão contratual se dá privativamente pela via administrativa.
c) é vedado o contrato com prazo de duração indeterminado.
d) a declaração de nulidade do contrato não opera retroativamente para
desconstituir os efeitos jurídicos já produzidos.
e) a nulidade exonera a administração do dever de indenizar o contratante
pelo que este houver executado.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/67872

Gabarito
1) A 2) C 3) C 4) B 5) E 6) D 7) C8) C 9) E 10) D 11) C 12) E 13) A
14) B15) B 16) A 17) E 18) B 19) B 20) B 21) C22) D 23) A 24) E
25) E 26) E 27) D 28) B29) A 30) A 31) C 32) B 33) D 34) C
35) D36) D 37) B 38) A 39) E 40) B 41) D 42) D43) B 44) D 45) A
46) A 47) E 48) B 49) A50) C

Caderno de Questões (
https://tec.ec/s/QhgL5 )
Direito Constitucional
Questão 1: VUNESP - Tec Lic (Pref SBC)/Pref SBC/2018
Assunto: Características (Direitos Fundamentais)
Quanto aos direitos e garantias fundamentais, assinale a alternativa correta.
a) Restringem-se aos direitos individuais e coletivos, aos direitos de
nacionalidade e aos direitos políticos.
b) O rol de direitos fundamentais previsto no Título II da Constituição não
é exaustivo, exemplo disso é o direito ao meio ambiente.
c) Os direitos e garantias expressos na Constituição excluem outros
decorrentes do Estado Democrático de Direito e do princípio da dignidade
humana.
d) São personalíssimos, de forma que somente a própria pessoa pode a eles
renunciar.
e) Um estrangeiro que estiver passando férias no Brasil não será titular de
direitos fundamentais.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/715989
Questão 2: FGV - Tec I (MPE MS)/MPE MS/Administrativa/2013
Assunto: Características (Direitos Fundamentais)
Com relação aos Direito e Garantias Individuais, analise as afirmativas a seguir.

I. Os direitos e garantias individuais previstos no Art. 5º da Constituição da


República Federativa do Brasil têm aplicação aos brasileiros e aos estrangeiros.

II. Os direitos fundamentais sociais, como o direito à saúde, não possuem força
normativa e, por essa razão, não podem ser sindicados na via judicial.

III. Os direitos fundamentais encontram‐se taxativamente previstos na


Constituição da República Federativa do Brasil.

Assinale:
a) se somente as afirmativas I e II estiverem corretas.
b) se somente as afirmativas I e III estiverem corretas.
c) se somente as afirmativas II e III estiverem corretas.
d) se somente a afirmativa II estiver correta.
e) se somente a afirmativa I estiver correta.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/537971
Questão 3: FGV - AnaLM (CM Salvador)/CM Salvador/Mesa
Diretora/Ouvidoria/2018
Assunto: Dos Direitos e Deveres Individuais e Coletivos (art. 5º da CF/1988)
Alguns moradores do Bairro Delta criaram uma associação com o objetivo de
defender os seus interesses. Em razão dos excessos praticados por certos
integrantes dessa associação, moradores do Bairro Alfa procuraram um advogado
e solicitaram informações sobre a possibilidade de ela vir a ser dissolvida
compulsoriamente.

À luz da sistemática constitucional, é correto afirmar que a dissolução


compulsória da referida associação é possível:
a) apenas por decisão judicial transitada em julgado;
b) apenas por deliberação dos moradores do Bairro Delta;
c) por decisão judicial ou administrativa;
d) apenas por deliberação dos moradores que a criaram;
e) apenas por decisão administrativa.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/611068
Questão 4: FGV - AnaLM (CM Salvador)/CM Salvador/Legislativa/Apoio de
Plenário, Plenário, Apoio Técnico em Processos Legislativos, Protocolo de
Processos/2018
Assunto: Dos Direitos e Deveres Individuais e Coletivos (art. 5º da CF/1988)
A República Federativa do Brasil, pelo órgão competente, assinou determinada
Convenção Internacional de Proteção aos Direitos Humanos. Ato contínuo, a
Convenção foi aprovada em cada Casa do Congresso Nacional em dois turnos,
por três quintos dos votos dos respectivos membros. Por fim, após o depósito do
instrumento de ratificação, foi promulgada na ordem interna pelo Presidente da
República.

À luz da sistemática constitucional, a referida Convenção, na ordem jurídica


interna, tem natureza jurídica equivalente:
a) à emenda constitucional;
b) à lei ordinária;
c) à lei complementar;
d) à lei delegada;
e) ao decreto autônomo.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/612166
Questão 5: FGV - APPGG (CGM Niterói)/Pref Niterói/Gestão
Governamental/2018
Assunto: Dos Direitos e Deveres Individuais e Coletivos (art. 5º da CF/1988)
Augusto Silva, candidato a vereador pelo Partido Ômega, ingressou na justiça
para impedir a veiculação de matéria, em jornal de grande circulação, que
relembra as acusações de desvio de verbas que lhe foram imputadas. O fato lhe
rendeu um processo criminal, do qual foi inocentado por falta de provas, há mais
de seis meses.

O candidato alega que, com o trânsito em julgado da sentença, não há mais


interesse na divulgação da informação e que a matéria pode prejudicar sua
campanha.

Sobre a hipótese narrada, assinale a afirmativa correta.


a) Augusto Silva pode impedir a circulação da matéria, em razão da proteção
constitucional à intimidade, à honra e à imagem do indivíduo.
b) Augusto Silva pode impedir a circulação da matéria, uma vez que não há
interesse público envolvido na divulgação de denúncia da qual foi inocentado.
c) Augusto Silva não pode impedir a circulação da matéria, em razão da
liberdade jornalística e de comunicação, bem como da liberdade de informação.
d) Augusto Silva não pode impedir a circulação da matéria, uma vez que a
inocência por falta de provas no processo criminal não afasta a possibilidade de
ajuizamento de ação de improbidade.
e) Augusto Silva pode impedir a circulação da matéria, desde que consiga
demonstrar minimamente que sua divulgação é capaz de alterar o resultado da
eleição.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/632099
Questão 6: FGV - APPGG (CGM Niterói)/Pref Niterói/Gestão
Governamental/2018
Assunto: Dos Direitos e Deveres Individuais e Coletivos (art. 5º da CF/1988)
João, servidor público municipal, foi informado que o novo regime jurídico da
categoria (RJC.), com o objetivo de prevenir atos de corrupção, dispôs que todas
as comunicações telefônicas dos servidores passariam a ser gravadas e
analisadas pela comissão de análise e monitoramento de ilícitos. Essa comissão,
por sua vez, encaminharia peças de informação aos órgãos competentes sempre
que identificasse indícios da prática de ilícitos.

Considerando a necessidade de o RJC ser compatível com a sistemática


constitucional, a referida prescrição normativa é
a) incompatível, pois só a própria pessoa pode afastar o sigilo das
comunicações telefônicas.
b) compatível, pois foi instituída em lei.
c) incompatível, pois só uma ordem judicial pode afastar o sigilo das
referidas comunicações.
d) compatível, pois não existe direito fundamental para o sigilo das referidas
comunicações.
e) incompatível, pois o sigilo das comunicações telefônicas não pode ser
afastado.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/632105
Questão 7: FGV - APPGG (CGM Niterói)/Pref Niterói/Gestão de
Tecnologia/2018
Assunto: Dos Direitos e Deveres Individuais e Coletivos (art. 5º da CF/1988)
João foi condenado a alguns anos de prisão pela prática de certo crime. A
sentença condenatória foi objeto de recurso de apelação, ainda não julgado pelo
Tribunal competente. Posteriormente à sua condenação em primeira instância,
entrou em vigor a Lei WX, que aumentou a pena mínima cominada ao crime pelo
qual João fora condenado. Essa nova pena supera em muito a pena que lhe fora
aplicada.

À luz da sistemática constitucional afeta aos direitos e às garantias fundamentais,


o Tribunal competente, ao julgar o recurso de apelação, deve considerar a Lei
WX
a) aplicável a João, pois a lei penal sempre tem incidência imediata,
incidindo nos processos pendentes de julgamento.
b) não aplicável a João, na medida em que é maléfica a ele, agravando a
sua situação.
c) aplicável a João, pois a lei penal incide nos processos pendentes sempre
que não dispuser em contrário.
d) não aplicável a João, pois, quando de sua entrada em vigor, já tinha sido
proferida sentença em primeira instância.
e) aplicável a João, pois o Tribunal competente ainda não julgou o recurso
de apelação, o que exauriria a instância ordinária.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/632266
Questão 8: VUNESP - Proc (UNICAMP)/UNICAMP/2018
Assunto: Dos Direitos e Deveres Individuais e Coletivos (art. 5º da CF/1988)
Com base no que estabelece a Constituição Federal, o Estado brasileiro se
submeteu à jurisdição do Tribunal Penal Internacional, o qual tem competência
expressa para julgar os crimes
a) de guerra, hediondos, tráfico internacional de drogas e de tortura.
b) de terrorismo, contra a humanidade, de tortura e de extermínio em
massa.
c) políticos, desumanos, hediondos e de tortura.
d) de genocídio, contra a humanidade, de guerra e de agressão.
e) de racismo, contra o Estado Democrático de Direito, contra a humanidade
e tortura coletiva.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/683627
Questão 9: FGV - TJ TRT12/TRT 12/Administrativa/"Sem Especialidade"/2017
Assunto: Dos Direitos e Deveres Individuais e Coletivos (art. 5º da CF/1988)
Osmar estava em sua residência e foi informado de que deveria permitir a
entrada de um policial que estava portando um mandado judicial de busca e
apreensão, a ser cumprido justamente em sua residência.

À luz da sistemática constitucional, é correto afirmar que o ingresso na residência


de Osmar, sem o seu consentimento, para o cumprimento do referido mandado:
a) poderia ocorrer em qualquer dia ou horário;
b) deveria ocorrer em certo horário, que deve ser indicado pela autoridade
judicial;
c) deveria ocorrer à noite, se autorizado pela autoridade judicial;
d) não poderia ser realizado à noite, ainda que Osmar seja muito perigoso;
e) não poderia ocorrer no final de semana.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/514474
Questão 10: VUNESP - An Leg (CM Registro)/CM Registro/2016
Assunto: Dos Direitos e Deveres Individuais e Coletivos (art. 5º da CF/1988)
No que tange aos direitos e garantias fundamentais, é correto afirmar que
a) é livre a manifestação do pensamento, sendo garantido o anonimato.
b) o Estado prestará assistência judiciária integral e gratuita a todos.
c) será admitida a ação privada nos crimes de ação pública, se esta não for
intentada no prazo legal.
d) não pode ser instituída pena de perda de bens.
e) a prática de tráfico ilícito de drogas constitui crime inafiançável e
imprescritível.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/444892
Questão 11: VUNESP - Assis Leg (Caieiras)/CM Caieiras/2015
Assunto: Dos Direitos e Deveres Individuais e Coletivos (art. 5º da CF/1988)
Nos termos da Constituição Federal, são gratuitas as ações de
a) Mandado de Segurança e atos necessários ao exercício da cidadania.
b) Mandado de Segurança e Habeas Corpus.
c) Mandado de Segurança Coletivo e Habeas Data.
d) Habeas Corpus e Habeas Data.
e) Mandado de Injunção e Ação Popular.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/260317
Questão 12: FGV - AJ (TJ PI)/TJ PI/Judiciária/Oficial de Justiça e
Avaliador/2015
Assunto: Dos Direitos e Deveres Individuais e Coletivos (art. 5º da CF/1988)
Pedro, pessoa sem qualquer formação jurídica, desejava ingressar na casa de
Antônio sem a prévia permissão deste último. À luz da sistemática constitucional,
é correto afirmar que esse ingresso:
a) poderia ocorrer, em qualquer horário, para fins de socorro;
b) somente seria possível na hipótese de flagrante delito;
c) somente poderia ocorrer na hipótese de desastre;
d) poderia ocorrer, por ordem judicial, em qualquer horário;
e) somente poderia ocorrer, de dia, na hipótese de flagrante.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/342545
Questão 13: FGV - AAAJ (DP DF)/DP DF/Judiciária/2014
Assunto: Dos Direitos e Deveres Individuais e Coletivos (art. 5º da CF/1988)
A natureza dos tratados internacionais de direitos humanos sempre geraram
debates na doutrina e na jurisprudência. A controvérsia, entretanto, foi reduzida
após a aprovação da Emenda Constitucional n° 45/2004, que inseriu o § 3° do
Art. 5° na Constituição da República. Sobre o tema, é correto afirmar que:
a) os tratados internacionais de direitos humanos possuem hierarquia de lei
ordinária.
b) os tratados internacionais de direitos humanos aprovados antes da
Emenda Constitucional n° 45/2004 possuem hierarquia de lei ordinária.
c) os tratados internacionais de direitos humanos aprovados de acordo com
o procedimento previsto no Art. 5, § 3° da Constituição Federal de 1988 têm
status de emenda constitucional.
d) os tratados internacionais de direitos humanos aprovados de acordo com
o procedimento previsto no Art. 5, § 3° da Constituição Federal de 1988 possuem
status supralegal e infraconstitucional.
e) antes da Emenda Constitucional n° 45/2004, o Supremo Tribunal Federal
entendia que os tratados internacionais de direitos humanos possuíam status
supralegal.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/183497
Questão 14: VUNESP - Ana Tec Leg (CMSJC)/CM SJC/Designer Gráfico/2014
Assunto: Dos Direitos e Deveres Individuais e Coletivos (art. 5º da CF/1988)
À luz da Constituição Federal, é correto afirmar que
a) todos têm direito a receber dos órgãos públicos informações de seu
interesse particular, mediante motivação, e desde que haja interesse público no
fornecimento da informação.
b) todos têm direito a receber dos órgãos públicos informações de seu
interesse particular, ou de interesse coletivo ou geral, sendo vedado ao Estado
negar tal direito mediante a alegação de que o sigilo é imprescindível à segurança
da sociedade e do Estado.
c) é a todos assegurado, independentemente do pagamento de taxas, o
direito de petição aos Poderes Públicos em defesa de direito ou contra ilegalidade
ou abuso de poder.
d) é a todos assegurado, mediante o pagamento de taxas, o direito de
petição aos Poderes Públicos em defesa de direito ou contra ilegalidade ou abuso
de poder.
e) é a todos assegurada, mediante o pagamento de taxas, a obtenção de
certidões em repartições públicas, para defesa de direitos de caráter geral.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/210222
Questão 15: VUNESP - Ana Leg (CMSJC)/CM SJC/Jornalista - Assessoria de
Imprensa/2014
Assunto: Dos Direitos e Deveres Individuais e Coletivos (art. 5º da CF/1988)
A garantia de que é assegurado o direito de resposta, proporcional ao agravo,
além da indenização por dano material, moral ou à imagem, está contida no (na)
a) Constituição da República Federativa do Brasil.
b) Código de Ética dos Jornalistas Brasileiros.
c) Declaração Universal dos Direitos Humanos.
d) Código de Ética da Associação Nacional dos Jornais.
e) Código Penal Brasileiro.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/210745
Questão 16: VUNESP - Assist
(PRODEST)/PRODEST/Organizacional/Administrativa/2014
Assunto: Dos Direitos e Deveres Individuais e Coletivos (art. 5º da CF/1988)
O artigo 5.º da Constituição da República Federativa do Brasil de 1988
estabelece, em seu caput, que são garantidos “aos brasileiros e aos estrangeiros
residentes no País a inviolabilidade do direito”:
a) à saúde, à educação, ao trabalho, à moradia e ao lazer.
b) à alimentação, ao transporte, ao saneamento básico, ao esporte e à
assistência social.
c) à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade.
d) aos serviços públicos, às políticas públicas, à moralidade pública, à
transparência pública e à eficiência do Estado.
e) à cultura, às artes, à literatura, à informação e ao conhecimento.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/241599
Questão 17: FGV - AJ I (TJ AM)/TJ AM/Direito/2013
Assunto: Dos Direitos e Deveres Individuais e Coletivos (art. 5º da CF/1988)
Sobre o direito à propriedade, a Constituição consagra diversos dispositivos. Com
relação às previsões da Lei Maior, assinale a afirmativa correta.
a) A autoridade poderá usar de propriedade particular, no caso de iminente
perigo público, mediante prévia e justa indenização em dinheiro ao proprietário.
b) A impenhorabilidade da pequena propriedade rural, conforme definição
em lei, para pagamento de débitos decorrentes de sua atividade produtiva, desde
que trabalhada pela família.
c) A propriedade imaterial dos autores de inventos industriais garante-lhes
privilégio vitalício para sua utilização.
d) A desapropriação de imóveis urbanos subutilizados ou não utilizados é
sempre precedida de indenização justa e em dinheiro.
e) A proteção constitucional ao direito de herança não abrange a sucessão
de estrangeiros
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/148178
Questão 18: FGV - AFRE RJ/SEFAZ RJ/2011
Assunto: Dos Direitos e Deveres Individuais e Coletivos (art. 5º da CF/1988)
Manoel Gadaffi, prócer de governo que sofreu abalos por movimentos populares
internos, refugia-se no Brasil, tendo sido apresentado pedido de extradição pelo
novo governo do seu país de origem, que fundamenta o seu pedido na garantia
de um processo justo, uma vez que os revolucionários formaram um tribunal
especial composto de membros do povo, do novo Congresso eleito, de
magistrados indicados pelos membros do Executivo, religiosos etc. Diante das
características desse órgão julgador, é correto afirmar que ocorreria a violação
do princípio do(a)

a) prova ilícita.
b) isonomia.
c) república.
d) publicidade.
e) juiz natural.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/46187
Questão 19: CESGRANRIO - Prof Jun (BR)/BR/Direito/2010
Assunto: Dos Direitos e Deveres Individuais e Coletivos (art. 5º da CF/1988)
Em 2002, entrou em vigor uma lei federal que regulava a cobrança de
determinado tributo, de acordo com a Constituição de 1988. Em 2009, no
entanto, foi aprovada uma emenda constitucional que tornou a lei incompatível
com a Constituição.

Para que uma empresa não recolhesse mais o tributo, com base na tese da
incompatibilidade entre a lei federal e a emenda constitucional de 2009, qual
ação o seu advogado deve ajuizar?
a) Mandado de segurança.
b) Mandado de segurança coletivo.
c) Mandado de injunção.
d) Arguição de descumprimento de preceito fundamental.
e) Ação direta de inconstitucionalidade.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/226062
Questão 20: FGV - AFRM (Angra)/Pref Angra/2010
Assunto: Dos Direitos e Deveres Individuais e Coletivos (art. 5º da CF/1988)
A proteção constitucional dos direitos humanos decorre do respeito à dignidade
humana e preleciona que
a) o direito à vida e à liberdade só pode ser condicionado e limitado por
interesse da coletividade, jamais por outros interesses individuais, ainda que
dignos de tutela jurídica.
b) apenas o direito à vida é absoluto e ilimitado; logo, todos os outros
direitos humanos podem sofrer limitações e condicionamentos por interesses
individuais ou coletivos.
c) em virtude do direito à liberdade, os direitos humanos são suscetíveis de
renúncia plena e limitação temporária.
d) a autonomia privada das associações não está imune à incidência dos
princípios constitucionais que asseguram o respeito aos direitos humanos de seus
associados.
e) em decorrência da proteção constitucional do direito à vida, a pena de
morte apenas poderia ser introduzida por meio de emenda constitucional ou de
processo de revisão constitucional.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/242022
Questão 21: FGV - NeR (TJ AM)/TJ AM/2005
Assunto: Dos Direitos e Deveres Individuais e Coletivos (art. 5º da CF/1988)
Assinale a alternativa que apresente corretamente princípios constitucionais.
a) isonomia, inviolabilidade do direito à segurança e reserva legal
b) isonomia, reserva profissional e devido processo legal
c) liberdade de expressão, reserva profissional e ampla defesa
d) inviolabilidade do direito à segurança, contraditório e associação em
condomínio
e) juiz natural, contraditório e amplo exercício da vontade
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/126590
Questão 22: VUNESP - ETJ (TJM SP)/TJM SP/2017
Assunto: Habeas Corpus
Quanto ao habeas corpus, assinale a alternativa correta.
a) É gratuito.
b) É cabível em relação a qualquer punição disciplinar militar.
c) Concede-se para proteger direito líquido e certo.
d) Assegura o conhecimento de informações pessoais.
e) Exige sigilo processual.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/453581
Questão 23: FGV - AnaTA (SUDENE)/SUDENE/Área 4/2013
Assunto: Habeas Corpus
Pedro participa de competição esportiva amadora tendo desentendimento com
outro competidor, recebendo ameaça de morte do mesmo. Temeroso da ameaça
realiza o registro da ocorrência em órgão policial competente. Após o registro, o
individuo que realizou a ameaça é convocado para prestar depoimento e
permanece detido no órgão policial, sem formação de culpa, sem ordem judicial.

Nesse caso, caberia a impetração de


a) Agravo Interno.
b) Recurso Ordinário.
c) Reclamação.
d) Habeas Corpus.
e) Ação Civil Pública.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/217100
Questão 24: VUNESP - NeR (TJ SP)/TJ SP/Provimento/2012
Assunto: Habeas Corpus
Leia o texto a seguir para responder à questão.

A base do habeas corpus, uma ação de natureza constitucional, é assegurar a


liberdade do indivíduo (direito de ir e vir), ameaçada pelo chamado
constrangimento ilegal. Existem três modalidades desta ação: a) o habeas
corpus preventivo, interposto antes do constrangimento, visa impedir a
ocorrência deste último; b) o habeas corpussuspensivo, a ser utilizado pelo
indivíduo quando já consumado o constrangimento ilegal e, por fim; c) o habeas
corpus episódico, cabível quando o constrangimento ilegal é praticado por
particular.

De acordo com o texto, é correto afirmar que


a) o habeas corpus é uma ação de natureza administrativa e não
constitucional. A presença do habeas corpus na Constituição vigente, de 1988, é
absolutamente acidental.
b) o habeas corpus preventivo não existe mais. Trata-se de construção
doutrinária largamente aceita até a primeira metade do século XX.
c) para impetrar o habeas corpus suspensivo é preciso constituir advogado.
d) não existe o habeas corpus episódico.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/198625
Questão 25: VUNESP - PJL (CM Sertãozinho)/CM Sertãozinho/2019
Assunto: Mandado de Segurança
Com base nas súmulas do Supremo Tribunal Federal, assinale a alternativa
correta a respeito do instituto do mandado de segurança.
a) A entidade de classe tem legitimação para o Mandado de Segurança
ainda quando a pretensão veiculada interesse apenas a uma parte da respectiva
categoria.
b) A impetração de Mandado de Segurança coletivo por entidade de classe
em favor dos associados depende da autorização destes.
c) Compete ao Supremo Tribunal Federal conhecer originariamente de
Mandado de Segurança contra atos de outros tribunais.
d) É cabível agravo regimental contra decisão do relator que concede ou
indefere liminar em Mandado de Segurança.
e) Decisão denegatória de Mandado de Segurança, ainda que fazendo coisa
julgada contra o impetrante, não impede o uso da ação própria.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/831652
Questão 26: FGV - Ana (MPE AL)/MPE AL/Administrador de Banco de
Dados/2018
Assunto: Mandado de Segurança
Pedro, servidor público estadual, formulou requerimento de gozo de licença
paternidade ao seu superior hierárquico, o qual foi indeferido sem qualquer
fundamentação.

A licença estava prevista no regime jurídico da categoria como direito subjetivo


do servidor, tendo sido o requerimento formulado no prazo legal, devidamente
instruído com a certidão de nascimento do filho do requerente.

Assinale a opção que indica o instrumento constitucional mais adequado para


impugnar judicialmente a decisão de indeferimento da licença.
a) Mandado de revogação.
b) Mandado de segurança.
c) Mandado de injunção.
d) Direito de petição.
e) Habeas Data.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/668277
Questão 27: VUNESP - PJ (MPE ES)/MPE ES/2013
Assunto: Mandado de Segurança
Assinale a alternativa correta a respeito do mandado de segurança.
a) É cabível mandado de segurança contra ato judicial ainda que passível de
recurso ou correição.
b) Cabe mandado de segurança contra ato do presidente de Tribunal ainda
que dotado de caráter normativo, quando visa disciplinar situações gerais e
abstratas.
c) Por carecer de personalidade jurídica, o Ministério Público não tem
legitimidade para propor mandado de segurança, ainda que na defesa de direitos
coletivos.
d) A jurisprudência do STF pacificou entendimento no sentido de que a
desistência, no mandado de segurança, não depende de aquiescência do
impetrado.
e) Não cabe mandado de segurança contra lei em tese nem contra ato de
particular no exercício de atividade delegada.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/705602
Questão 28: FGV - Tec (MPE AL)/MPE AL/Geral/2018
Assunto: Mandado de Injunção
Maria estava impossibilitada de exercer um direito constitucional inerente à sua
cidadania, em razão da ausência de norma regulamentadora.

O instrumento constitucional a ser utilizado por Maria, devidamente representada


por profissional habilitado, visando à proteção dos seus interesses, é o
a) mandado de segurança.
b) mandado de injunção.
c) direito de petição.
d) habeas corpus.
e) habeas data.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/672240
Questão 29: VUNESP - Esc (TJ SP)/TJ SP/"Interior"/2007
Assunto: Mandado de Injunção
Conceder-se-á mandado de injunção
a) para assegurar o conhecimento de informações relativas à pessoa do
impetrante, constante de registros de entidades governamentais ou de caráter
público.
b) sempre que a falta de norma regulamentadora torne inviável o exercício
dos direitos e liberdades constitucionais e das prerrogativas inerentes à
nacionalidade, à soberania e à cidadania.
c) para proteger direito líquido e certo, quando o responsável pela
ilegalidade ou abuso de poder for autoridade pública no exercício de atribuições
do Poder Público.
d) para retificação de dados, quando não se prefira fazê-lo por processo
sigiloso, judicial ou administrativo.
e) sempre que alguém sofrer ou se achar ameaçado de sofrer violência ou
coação em sua liberdade de locomoção, por ilegalidade ou abuso de poder.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/78985
Questão 30: NCE e FUJB (UFRJ) - Tec (MPE RJ)/MPE RJ/Administrativa/2011
Assunto: Habeas Data
A inafastabilidade da jurisdição não se considera ofendida pela existência de
custas e taxas judiciárias sendo certo, contudo, que tais dispêndios devem
guardar critérios de razoabilidade e, a todo momento, seja oportunizada a
concessão da gratuidade de justiça. Nada obstante, há remédios constitucionais
que, por sua índole, foram considerados gratuitos pelo legislador Constituinte.
São eles:
a) mandado de Segurança e mandado de segurança coletivo;
b) ação popular e habeas corpus;
c) habeas data e habeas corpus;
d) habeas data, mandado de injunção e habeas corpus;
e) ação civil pública, habeas corpus e mandado de segurança, tanto
individual quanto coletivo.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/274245
Questão 31: VUNESP - NeR (TJ SP)/TJ SP/Remoção/2018
Assunto: Ação Popular
Patrick, irlandês, reside no Brasil há mais de dez anos e é casado com uma
brasileira. Ele ajuíza ação popular para anular um ato lesivo ao meio ambiente.
Considerando esse caso hipotético, assinale a alternativa correta.
a) O autor deverá providenciar o recolhimento integral das custas judiciais,
como requisito indispensável para a propositura da demanda.
b) O autor é parte ilegítima para propor a demanda.
c) O autor carece de interesse processual, devendo ajuizar ação de perdas
e danos em face do responsável pelo ato lesivo.
d) A ação é incabível, pois não se subsume a nenhuma das hipóteses
previstas para o seu ajuizamento.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/600044
Questão 32: FGV - Of (TJ SC)/TJ SC/Infância e Juventude/2018
Assunto: Ação Popular
Pedro, cidadão brasileiro, tomou conhecimento de que determinado
administrador público estava praticando atos lesivos ao patrimônio público. Por
considerar absurda essa situação, procurou um advogado e solicitou informações
a respeito da medida que poderia adotar para postular a anulação desses atos.

À luz da narrativa acima e da sistemática constitucional, o advogado


respondeu, corretamente, que Pedro:
a) não poderia adotar nenhuma medida pessoalmente;
b) poderia ajuizar uma reclamação constitucional;
c) poderia impetrar mandado de segurança;
d) poderia impetrar mandado de injunção;
e) poderia ajuizar uma ação popular.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/669122
Questão 33: VUNESP - Con (CM Sertãozinho)/CM Sertãozinho/2019
Assunto: Questões Mescladas de Remédios Constitucionais
Na hipótese de alguém necessitar proteger um direito líquido e certo, não
amparado por habeas corpus ou habeas data, quando o responsável pela
ilegalidade ou abuso de poder for autoridade pública ou agente de pessoa jurídica
no exercício de atribuições do Poder Público, a ação correspondente prevista no
texto da Constituição Federal a ser ajuizada é
a) a ação popular.
b) o mandado de segurança.
c) o mandado de injunção.
d) a ação civil pública.
e) a ação direta de inconstitucionalidade.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/831601
Questão 34: Instituto AOCP - AJ TRT1/TRT 1/Administrativa/"Sem
Especialidade"/2018
Assunto: Direitos Sociais e dos Trabalhadores (arts. 6º e 7º)
Paulo, Analista Judiciário – Área Administrativa no TRT, é o responsável pela folha
de pagamentos do tribunal e, portanto, precisa dominar as disposições
constitucionais acerca do salário e remuneração do trabalho. Sobre esse assunto,
assinale a alternativa que NÃO representa um direito social previsto
expressamente na Constituição Federal.
a) Piso salarial proporcional à extensão e à complexidade do trabalho.
b) Participação nos lucros, ou resultados, vinculada à remuneração, e,
excepcionalmente, participação na gestão da empresa, conforme definido em lei.
c) Irredutibilidade do salário, salvo o disposto em convenção ou acordo
coletivo.
d) Remuneração do trabalho noturno superior à do diurno.
e) Décimo terceiro salário com base na remuneração integral ou no valor da
aposentadoria.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/652087
Questão 35: Instituto AOCP - AJ TRT1/TRT 1/Administrativa/"Sem
Especialidade"/2018
Assunto: Direitos Sociais e dos Trabalhadores (arts. 6º e 7º)
Tício, Analista Judiciário – Área Administrativa no TRT, trabalha no setor de
recursos humanos do tribunal e conhece as previsões constitucionais acerca dos
direitos sociais. Sobre esse assunto, assinale a alternativa correta.
a) É permitido no texto constitucional, ainda que excepcionalmente, o
trabalho para menores de dezesseis anos.
b) Em que pese ser proibida a diferença de critério de admissão por motivo
de sexo, cor ou estado civil, é possível, na forma da lei, a diferença de critério de
admissão por idade.
c) A Constituição Federal, apesar de prever a licença-maternidade como
direito social, não garante, de forma expressa, o mesmo direito aos trabalhadores
do sexo masculino.
d) É garantido o direito ao aviso prévio proporcional ao tempo de serviço,
sendo de, no mínimo, oito dias, se o pagamento for efetuado por semana ou
tempo inferior.
e) A Constituição Federal garante o direito à indenização por acidente de
trabalho, a ser paga pelo empregador que incorrer em dolo ou culpa, salvo se
este arcar com o seguro contra acidentes de trabalho.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/652093
Questão 36: Instituto AOCP - Adv (CM Maringá)/CM Maringá/2017
Assunto: Direitos Sociais e dos Trabalhadores (arts. 6º e 7º)
Referente aos Direitos Sociais, previstos nos artigos 6º ao 11º da CF/88, assinale
a alternativa correta.
a) Os Direitos Sociais são de observância obrigatória em um Estado Social
de Direito, visando garantir melhores condições de vida aos hipossuficientes e
sendo caracterizados como liberdades negativas, fundamento do Estado
Democrático de Direito.
b) Os direitos garantidos aos trabalhadores urbanos e rurais encontram-se
elencados no art. 7º da CF/88 e são caracterizados por serem normas de ordem
pública, imperativas e invioláveis, pela vontade das partes contraentes na relação
trabalhista.
c) Os Direitos Sociais, que encontram previsão no Capítulo II do Título II da
Constituição Federal, são enumerados exaustivamente, esgotando-se com isso
os Direitos Fundamentais destinados aos trabalhadores, previstos no próprio
texto constitucional.
d) Aos trabalhadores domésticos, foram assegurados constitucionalmente
diversos direitos sociais, dispostos no art. 7º do texto constitucional, porém nada
se prevê ou se assegura em relação à proibição de qualquer discriminação no
tocante a salário e critérios de admissão do trabalhador portador de deficiência,
ficando esses critérios a cargo exclusivamente do empregador.
e) O texto constitucional em nada menciona, no rol de seus direitos sociais,
o gozo de férias anuais remuneradas com, pelo menos, um terço a mais do que
o salário normal.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/510097
Questão 37: FGV - AJ TRT12/TRT 12/Judiciária/Oficial de Justiça Avaliador
Federal/2017
Assunto: Direitos Sociais e dos Trabalhadores (arts. 6º e 7º)
Após regular convocação, foi decidido, em assembleia geral da confederação
sindical dos trabalhadores domésticos, entidade de caráter nacional, que seriam
ajuizadas as ações necessárias à concretização dos direitos da categoria. Para a
assembleia geral, era um desrespeito o fato de os trabalhadores domésticos, que
são expressamente mencionados na Constituição Federal de 1988, não contarem
com um “piso salarial proporcional à extensão e à complexidade do trabalho”,
diversamente ao que ocorria com outras categorias. Por tal razão, foi solicitado
ao departamento jurídico que se posicionasse a esse respeito, o que efetivamente
foi feito.

Entre as proposições abaixo, a única que se ajusta à sistemática constitucional e


que foi encampada pelo departamento jurídico é:
a) a categoria tem direito a um piso regional, mas não nacional, sendo
cabível a ação de inconstitucionalidade por omissão perante cada Tribunal de
Justiça;
b) a categoria tem direito a um piso nacional, mas não regional, sendo
cabível o mandado de injunção perante o Supremo Tribunal Federal;
c) a categoria tem direito a um piso regional, mas não nacional, sendo
cabível o mandado de injunção perante cada Tribunal de Justiça;
d) a categoria tem direito a um piso nacional, sendo cabível a ação de
inconstitucionalidade por omissão perante o Supremo Tribunal Federal;
e) apesar das conquistas obtidas pela categoria nos últimos anos, não lhe
foi assegurado um piso salarial proporcional à extensão e à complexidade do
trabalho.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/514867
Questão 38: FGV - Ana Adm (PROCEMPA)/PROCEMPA/Analista de
Logística/2014
Assunto: Direitos Sociais e dos Trabalhadores (arts. 6º e 7º)
A Constituição Federal de 1988 estabelece a impossibilidade de discriminação
baseada na idade do indivíduo, inclusive proibindo o trabalho dos menores. Mas
o texto constitucional admite, excepcionalmente, a atividade laboral do menor a
partir dos
a) quatorze anos, como desportista.
b) dezesseis anos, em trabalho noturno.
c) quatorze anos, como aprendiz.
d) dezesseis anos, como artista.
e) quatorze anos, no comércio.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/326337
Questão 39: VUNESP - Proc (UNICAMP)/UNICAMP/2018
Assunto: Direitos Coletivos dos Trabalhadores (arts. 8º a 11 da CF/1988)
Padula é empregado sindicalizado e é candidato a cargo de direção sindical.
Nessa hipótese, nos termos da Constituição, é correto afirmar que Padula
a) não pode ser dispensado a partir da data do registro da sua candidatura,
ainda que cometa falta grave, até o final do mandato.
b) terá a garantia de estabilidade no emprego a partir da sua posse até um
ano após o final do mandato, salvo se cometer falta grave nos termos da lei.
c) somente terá garantia da estabilidade no emprego se for eleito como
titular, podendo ser dispensado normalmente se eleito apenas como suplente.
d) terá direito à estabilidade no emprego, se eleito, como titular ou suplente,
contado da posse até o fim do seu mandato, salvo se cometer falta grave nos
termos da lei.
e) não pode ser dispensado a partir do registro da sua candidatura e, se
eleito, ainda que suplente, até um ano após o final do mandato, salvo se cometer
falta grave nos termos da lei.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/683626
Questão 40: Instituto AOCP - Asses (CM Maringá)/CM
Maringá/Legislativo/2017
Assunto: Da Organização Político-administrativa (arts. 18 e 19 da CF/1988)
Assinale a alternativa INCORRETA sobre organização do Estado.
a) Os Territórios Federais integram a União, e sua criação, transformação
em Estado ou reintegração ao Estado de origem serão reguladas em lei
complementar.
b) Os Estados podem incorporar-se entre si, subdividir-se ou desmembrar-
se para se anexarem a outros, ou formarem novos Estados ou Territórios
Federais, mediante aprovação da população diretamente interessada, através de
plebiscito, e do Congresso Nacional, por lei complementar.
c) A criação, a incorporação, a fusão e o desmembramento de Municípios
far-seão por lei estadual, dentro do período determinado por Lei Complementar
Federal, e dependerão de consulta prévia, mediante referendo, às populações
dos Municípios envolvidos, após divulgação dos Estudos de Viabilidade Municipal,
apresentados e publicados na forma da lei.
d) É vedado à União, aos Estados, ao Distrito Federal e aos Municípios
estabelecer cultos religiosos ou igrejas, subvencioná-los, embaraçar-lhes o
funcionamento ou manter com eles ou seus representantes relações de
dependência ou aliança, ressalvada, na forma da lei, a colaboração de interesse
público.
e) É vedado à União, aos Estados, ao Distrito Federal e aos Municípios
recusar fé aos documentos públicos.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/510165
Questão 41: FGV - Cons Leg (ALEMA)/ALEMA/Direito Constitucional/2013
Assunto: Da Organização Político-administrativa (arts. 18 e 19 da CF/1988)
No sistema político brasileiro revela‐se comum o movimento emancipacionista
surgido no âmbito de distritos que pleiteiam a transformação em municípios.

Nos termos da Constituição do Estado do Maranhão, caso haja proposta de


criação de município, dentre os vários itens que devem ser observados encontra‐
se
a) o referendo.
b) o plebiscito.
c) a iniciativa popular.
d) a autorização do Governador.
e) a lei municipal.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/135091
Questão 42: FGV - TecGes Admin (ALEMA)/ALEMA/Advogado/2013
Assunto: Do Estatuto da Magistratura (art. 93 da CF/1988)
O Tribunal de Justiça do Estado Y, composto por doze desembargadores, resolve,
por ato próprio, estabelecer a criação de órgão especial composto pelo
Presidente, Vice‐Presidente e Corregedor, para realizar julgamentos que não
necessitem de quorum especial.

Essa norma, à luz do sistema previsto na Constituição Federal,


a) revela‐se possível pela autonomia do ente federativo.
b) é adequada diante do princípio da simetria.
c) realizar o princípio da duração razoável do processo.
d) destoa da normativa por suficiente previsão de tribunal pleno.
e) colide com o sistema por não possuir o tribunal vinte integrantes.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/136770
Questão 43: FGV - TJ Aux (TJ SC)/TJ SC/2015
Assunto: Das garantias e vedações (poder judiciário, art. 95 da CF/1988)
Determinado desembargador, após verificar que certo Juiz de Direito vinha
descumprindo a Constituição em reiteradas decisões, determinou, em contato
telefônico, que o magistrado de primeira instância não mais agisse dessa
maneira, pois tal proceder era extremamente negativo para a imagem do Poder
Judiciário. O Juiz de Direito afirmou que não atenderia essa determinação, já que
tinha independência funcional e nada poderia ser feito contra ele. O
desembargador, por sua vez, rebateu afirmando que a Constituição da República
não atribuiu essa garantia, de maneira expressa, aos magistrados, afirmativa que
está absolutamente correta. À luz desse quadro, é correto afirmar que:
a) os magistrados não possuem independência funcional, já que a
Constituição da República não lhes outorgou expressamente essa garantia, o que
denota a juridicidade da determinação do desembargador;
b) o Juiz de Direito somente possui independência funcional enquanto agir
em harmonia com a ordem jurídica, o que indica a plena juridicidade da
determinação do desembargador;
c) a independência funcional dos magistrados, além de ínsita na concepção
de Poder Judiciário, também decorre das demais garantias outorgadas pela
ordem constitucional, o que indica a injuridicidade da ordem do desembargador;
d) o Poder Judiciário é estruturado com base no princípio da hierarquia, o
que permite que órgão superior reforme as decisões de órgão inferior, daí
decorrendo a juridicidade da conduta do desembargador;
e) com base no princípio da colegialidade, não seria possível que um
desembargador, isoladamente, expedisse determinação dessa natureza,
possibilidade só assegurada a uma Câmara ou ao Tribunal Pleno.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/278751
Questão 44: FGV - AnaTA (SUDENE)/SUDENE/Área 1/2013
Assunto: Composição do Ministério Público

A Constituição de 1988 estabelece uma série de diretrizes e normas para o


funcionamento e a atuação do Ministério Público (MP) no âmbito dos direitos
sociais e coletivos.

Analisando o fragmento e o esquema, analise as afirmativas a seguir e assinale


V para a verdadeira e F para a falsa.

( ) A chefia do Ministério Público da União será ocupada pelo Procurador‐Geral


da República, escolhido por voto direto.

( ) O Procurador Geral da República terá mandato de dois anos, é permitida a


recondução.

( ) O Procurador Geral de Justiça nos estados e no Distrito Federal será escolhido


pelo governador, a partir de lista tríplice elaborada pelo MP dentre integrantes
da carreira.

As afirmativas são, respectivamente,


a) V, F e V.
b) V, V e F.
c) F, F e V.
d) F, V e F.
e) V, F e F.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/216827
Questão 45: FGV - TFC (BADESC)/BADESC/Advogado/2010
Assunto: Garantias e vedações (Ministério Público)
Considerando o estatuto constitucional do Ministério Público, analise as
afirmativas a seguir.

I. Os membros do Ministério Público gozam da garantia da vitaliciedade, após


dois anos de exercício, não podendo perder o cargo, salvo por sentença
transitada em julgado, ou por decisão do Conselho Nacional do Ministério Público
em processo administrativo, garantido o contraditório e a ampla defesa.

II. Algumas das vedações previstas na Constituição aos membros do Ministério


Público são: o exercício de atividade político partidária; o exercício, ainda que em
disponibilidade, de qualquer outra função pública, salvo uma de magistério; e a
participação em sociedade comercial, na forma da lei.

III. São funções institucionais do Ministério Público, dentre outras, o exercício


do controle externo da atividade policial, na forma da lei complementar
respectiva, e a requisição à polícia judiciária de diligências investigatórias e de
instauração de inquérito policial, indicados os fundamentos jurídicos de suas
manifestações processuais.

Assinale:
a) se somente a afirmativa I estiver correta.
b) se somente as afirmativas I e II estiverem corretas.
c) se somente as afirmativas I e III estiverem corretas.
d) se somente as afirmativas II e III estiverem corretas.
e) se todas as afirmativas estiverem corretas.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/260568
Questão 46: FGV - AJ (TJ RJ)/TJ RJ/Comissário de Justiça da Infância, da
Juventude e do Idoso/2014
Assunto: Da Advocacia Pública (arts. 131 e 132 da CF/1988)
Determinada lei estadual, editada no corrente ano, com o objetivo de aumentar
a eficiência na representação judicial da Administração Pública, dispôs que as
execuções fiscais passariam a ser promovidas pela “Procuradoria da Fazenda
Estadual”, estrutura orgânica criada pela referida lei, vinculada à Secretaria de
Estado de Fazenda e totalmente autônoma em relação à Procuradoria-Geral do
Estado, a quem caberia a representação dos demais interesses estatais. À luz
desse quadro, é correto afirmar que a lei estadual é:
a) inconstitucional, pois a Procuradoria da Fazenda Estadual deveria ser
órgão integrante do Ministério Público;
b) constitucional, pois a lei estadual pode dispor livremente sobre as
matérias de interesse do Estado;
c) inconstitucional, pois a Procuradoria da Fazenda Estadual deveria estar
diretamente subordinada ao Chefe do Poder Executivo;
d) constitucional, pois a Procuradoria da Fazenda Estadual está
constitucionalmente vocacionada à defesa dos interesses fazendários do Estado;
e) inconstitucional, pois o Estado não pode criar Procuradorias autônomas
e desvinculadas da Procuradoria-Geral do Estado.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/265788
Questão 47: FGV - TSJ (DPE RJ)/DPE RJ/2014
Assunto: Advocacia Privada e Defensoria Pública (arts. 133 a 135 da CF/1988)
A Constituição da República Federativa do Brasil assegura à Defensoria Pública a
autonomia funcional e a iniciativa de sua proposta orçamentária. Com base nessa
previsão constitucional, pode-se afirmar que
a) a EC 45/04 formalizou essa previsão em relação às Defensorias Públicas
Estaduais.
b) a EC 69/12 ampliou essa previsão para a Defensoria Pública da União.
c) a EC 74/13 estendeu essa previsão para as Defensorias Públicas
Estaduais.
d) a EC 74/13 foi a primeira a formalizar essa previsão para a Defensoria
Pública do Distrito Federal.
e) a EC 45/04, ao formalizar essa previsão, não fez nenhuma distinção entre
as Defensorias Públicas Estaduais, a do Distrito Federal, as dos Territórios e a da
União.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/215607
Questão 48: VUNESP - ETJ (TJM SP)/TJM SP/2011
Assunto: Advocacia Privada e Defensoria Pública (arts. 133 a 135 da CF/1988)
A Constituição da República Federativa do Brasil, nos seus arts. 127 a 135, conta
com três seções, cada uma delas dedicada a uma função essencial à justiça.
Quais sejam:
a) Advocacia Pública; Advocacia Privada; Defensoria Pública.
b) Ministério Público; Advocacia Pública; Advocacia e Defensoria Pública.
c) Advocacia Geral da União; Procuradoria da República; Ministério Público
Federal.
d) Procuradoria Geral da União; Procuradoria Geral de Justiça; Procuradorias
Autárquicas.
e) Procuradoria da República; Procuradoria dos Estados, Distrito Federal e
Territórios; Procuradoria dos Municípios.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/79898
Questão 49: FGV - TSJ (DPE RJ)/DPE RJ/2014
Assunto: Questões Mescladas de Funções Essenciais à Justiça (arts. 127 a 135
da CF/1988)
No capítulo destinado às “funções essenciais à justiça”, a Constituição da
República inseriu
a) o Ministério Público, cujos membros possuem a garantia da vitaliciedade,
obtida após três anos de efetivo exercício, sendo instituição encarregada da
defesa da ordem jurídica, do regime democrático e dos interesses sociais e
individuais indisponíveis.
b) a Advocacia Pública, que é integrada pela Advocacia Geral da União (em
nível federal), Procuradoria-Geral de Justiça dos Estados (no âmbito estadual) e
Procuradorias Municipais (nos Municípios).
c) a Advocacia, sendo que o advogado é indispensável à administração da
justiça, sendo inviolável por seus atos e manifestações no exercício da profissão,
nos limites da lei.
d) a Defensoria Pública, que tem a missão de defender os interesses da
União e dos Estados, sendo-lhe assegurada autonomia funcional e administrativa,
nos limites da lei.
e) a Procuradoria Pública, cujos membros possuem a garantia da
estabilidade, obtida após 3 anos de efetivo exercício, sendo instituição
encarregada da defesa da ordem jurídica, do regime democrático e dos interesses
sociais e individuais indisponíveis.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/215668
Questão 50: FGV - AJ (TJ RJ)/TJ RJ/Assistente Social/2014
Assunto: Questões Mescladas de Funções Essenciais à Justiça (arts. 127 a 135
da CF/1988)
As funções essenciais à Justiça:
a) estão subordinadas ao Poder Judiciário no plano funcional;
b) são autônomas em relação ao Poder Judiciário;
c) estão subordinadas ao Poder Judiciário no plano administrativo;
d) são autônomas em relação ao Poder Judiciário e subordinadas ao
Ministério da Justiça;
e) estão subordinadas ao Poder Executivo exclusivamente no plano
financeiro.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/265614

Gabarito
1) B 2) E 3) A 4) A 5) C 6) C 7) B8) D 9) D 10) C 11) D 12) A 13) C
14) C15) A 16) C 17) B 18) E 19) A 20) D 21) A22) A 23) D 24) D
25) A 26) B 27) D 28) B29) B 30) C 31) B 32) E 33) B 34) B
35) A36) B 37) E 38) C 39) E 40) C 41) B 42) D43) C 44) Anulada
45) D 46) E 47) A 48) B 49) C50) B
Caderno de Questões (
https://tec.ec/s/QhgN3 )
Direito Processual Civil (Novo CPC - Lei nº 13.105/2015)
Questão 1: FGV - Tec (MPE RJ)/MPE RJ/Notificação e Atos Intimatórios/2016
Assunto: Da Jurisdição (art. 16)
No tocante à inércia, uma exceção a tal característica da jurisdição, de acordo
com a legislação processual vigente, é a:
a) interdição;
b) reintegração de posse de imóvel público;
c) restauração de autos;
d) anulação de contrato administrativo;
e) nulidade de casamento.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/349511
Questão 2: FGV - OAB UNI NAC/OAB/IX Exame/2012
Assunto: Da Jurisdição (art. 16)
Diversas teorias foram desenvolvidas pela doutrina ao longo dos anos acerca da
natureza jurídica do processo. Acolhendo-se a tese de que o processo deve ser
visto como um procedimento por meio do qual se desenvolve uma relação jurídica
em contraditório, assinale a afirmativa correta.
a) É lícito ao juiz conceder liminarmente a medida cautelar, antes mesmo da
oitiva do réu, quando verificar que este, sendo citado, poderá torná-la ineficaz.
b) Pela dicção do parágrafo único, do art. 275, do CPC, ações relativas ao
estado e à capacidade das pessoas deverão observar o procedimento sumário.
c) A arbitragem é uma das vias adotadas para dirimir litígios relativos a
direitos patrimoniais disponíveis e obedecerá ao procedimento estabelecido pelas
partes na convenção de arbitragem, podendo ser afastado, in casu, o princípio
do contraditório.
d) Nos procedimentos especiais de jurisdição voluntária regulados pelo CPC,
não se admite que a sentença seja modificada, ainda que diante do advento de
circunstâncias supervenientes.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/239820
Questão 3: FGV - Proc (ALERJ)/ALERJ/2017
Assunto: Da ação (arts. 17 a 20)
Com base em inquérito civil instaurado para apurar notícias de atividades
poluentes em um lago situado em determinado município fluminense, o Ministério
Público ajuizou ação civil pública em face do ente federativo e da sociedade
empresária responsáveis pela prática dos atos lesivos. Concluindo não terem sido
suficientemente comprovados os fatos alegados na petição inicial, o juiz da causa
julgou improcedente o pedido, em sentença que viria a ser confirmada, por seus
próprios fundamentos, pelo órgão ad quem. Três anos após o advento do
trânsito em julgado da última decisão proferida no processo, foi encaminhado
ao Parquet, por meio de notícia anônima, um documento novo, que, por si só,
seria apto a comprovar as atividades poluentes e a sua autoria, caso tivesse sido
oportunamente juntado aos autos da ação coletiva. Assim, apenas uma semana
depois da obtenção da nova prova, o Ministério Público intentou ação rescisória,
com fulcro no artigo 966, inciso VII, do Código de Processo Civil de 2015, tendo
incluído no polo passivo da demanda apenas a pessoa jurídica de direito público.

Distribuída a ação à Seção Cível Comum do Tribunal de Justiça do Estado do Rio


de Janeiro, o Desembargador a quem couber a sua relatoria deve:
a) determinar a intimação do Ministério Público para emendar a petição
inicial, de modo a incluir no polo passivo da lide a sociedade empresária
demandada na precedente ação civil pública, na qualidade de litisconsorte
passiva necessária;
b) determinar a intimação do Ministério Público para recolher os valores a
título de custas judiciais, bem como a depositar a importância correspondente a
cinco por cento sobre o valor da nova causa;
c) indeferir a petição inicial, dada a configuração do fenômeno da carência
de ação;
d) julgar liminarmente improcedente o pedido, em razão da inobservância
do prazo decadencial;
e) proceder ao juízo positivo de admissibilidade da demanda, determinando
a citação da pessoa jurídica de direito público para, em prazo não inferior a quinze
dias e não superior a trinta dias, apresentar resposta.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/449894
Questão 4: FGV - Adv (ALERO)/ALERO/2018
Assunto: Da Competência Interna (arts. 42 a 69)
Determinado credor ajuizou ação de cobrança em face do devedor, postulando a
condenação deste ao pagamento da quantia de cem mil reais, relativa ao crédito
derivado de um contrato de mútuo.

Na sessão de conciliação, as partes não obtiveram a auto composição.


Transcorrido o prazo legal, o réu não apresentou contestação, o que lhe valeu o
decreto de revelia. Na sequência, o devedor ajuizou, em face do credor, ação
declaratória de inexistência do contrato de mútuo.

Nesse cenário, o feito correspondente à demanda declaratória deve ser


a) reunido com o primeiro, em razão da conexão.
b) reunido com o primeiro, em razão da continência.
c) julgado extinto, sem resolução do mérito.
d) julgado extinto, com resolução do mérito.
e) regularmente processado, após ser submetido à livre distribuição.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/688742
Questão 5: FGV - Tec (MPE RJ)/MPE RJ/Notificação e Atos Intimatórios/2016
Assunto: Da Competência Interna (arts. 42 a 69)
Pedro, proprietário de um bem imóvel situado na Comarca de Niterói, ao saber
que o mesmo foi ocupado, sem a sua autorização, por Luiz, intentou ação
reivindicatória na Comarca do Rio de Janeiro, onde é domiciliado. De acordo com
a sistemática processual vigente, o réu:
a) deve alegar o vício de incompetência como preliminar de sua
contestação, sem que o juiz possa conhecer ex officio da matéria;
b) deve alegar o vício de incompetência como preliminar de sua
contestação, embora o juiz possa conhecer ex officio da matéria;
c) deve alegar o vício de incompetência pela via da exceção, sem que o juiz
possa conhecer ex officio da matéria;
d) deve alegar o vício de incompetência pela via da exceção, embora o juiz
possa conhecer ex officio da matéria;
e) não pode alegar o vício de incompetência, já que a possibilidade de o
autor intentar a ação na comarca de seu domicílio compatibiliza-se com a garantia
constitucional do pleno acesso à jurisdição.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/349498
Questão 6: FGV - OAB UNI NAC/OAB/VIII Exame/2012
Assunto: Da Competência Interna (arts. 42 a 69)
O sistema processual pátrio estabelece duas espécies de incompetência: a
incompetência absoluta e a incompetência relativa.

Acerca do tema, assinale a afirmativa correta.


a) Os critérios absolutos de fixação de competência são previstos em lei com
a finalidade de promover a proteção, precipuamente, de interesses privados.
b) Em litígios que envolvam nunciação de obra nova, é defeso ao autor optar
por fazer o ajuizamento da ação no foro de domicílio do réu ou no foro de
eleição.
c) Em demanda proposta perante juízo absolutamente incompetente, pode
haver prorrogação da competência do juízo, caso deixe o réu de apresentar, no
momento processual oportuno, a exceção de incompetência.
d) A incompetência relativa ocorre, por exemplo, quando o critério de fixação
de competência em razão do valor da causa é desrespeitado, hipótese em que
tanto as partes quanto o magistrado, de ofício, poderão suscitar a incompetência
do juízo.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/238384
Questão 7: FGV - AJ (TJ AL)/TJ AL/Oficial de Justiça Avaliador/2018
Assunto: Da Capacidade Processual (arts. 70 a 76)
João, Oficial de Justiça, por intermédio de seu advogado, propôs ação judicial em
face de Rita, porque ela o agrediu quando do cumprimento de determinado
mandado de citação. Rita constituiu procurador nos autos e se defendeu. No
curso do processo, o referido advogado da ré renunciou ao patrocínio da causa.
O juiz suspendeu o processo e determinou que Rita regularizasse sua
representação processual.

Descumprida a referida determinação, deverá o julgador:


a) extinguir o feito, sem resolução do mérito, por abandono da causa;
b) manter o processo suspenso, até ulterior manifestação do autor;
c) dar prosseguimento ao feito, nomeando curador especial à ré;
d) dar prosseguimento ao feito, considerando a ré revel;
e) extinguir o feito, com sentença de procedência do pedido.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/616730
Questão 8: FGV - OAB UNI NAC/OAB/XI Exame/2013
Assunto: Da Capacidade Processual (arts. 70 a 76)
“Toda pessoa que se acha no exercício dos seus direitos tem capacidade para
estar em juízo”, estabelece o Código de Processo Civil, e os incapazes serão
assistidos ou representados por seus pais, tutores ou curadores.

A respeito do tema estão corretas as afirmativas a seguir, à exceção de uma.


Assinale-a.
a) O curador especial, nomeado em caso de executado citado com hora certa
revel, tem legitimidade para opor embargos à execução.
b) Ao curador especial não se aplica o ônus da impugnação especificada dos
fatos articulados pelo autor.
c) O juiz dará curador especial ao réu revel citado por edital, mas não àquele
citado com hora certa.
d) O juiz dará curador especial ao incapaz, ainda que tenha representante
legal, quando houver colisão de interesses entre este e o representado.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/238598
Questão 9: FGV - OAB UNI NAC/OAB/X Exame/2013
Assunto: Da Capacidade Processual (arts. 70 a 76)
A respeito da capacidade processual, assinale a afirmativa correta.
a) Os municípios serão representados em juízo, ativa e passivamente, pelo
Prefeito ou pelo procurador.
b) O juiz, de plano, deverá extinguir o processo sem resolução do mérito, ao
verificar a incapacidade processual ou a irregularidade da representação das
partes.
c) O juiz dará curador especial ao réu preso, bem como ao réu citado por
hora certa, por edital ou por meio eletrônico.
d) A citação dos cônjuges nas ações que versem sobre direitos reais
imobiliários é prescindível.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/239145
Questão 10: FGV - OAB UNI NAC/OAB/XXVIII Exame/2019
Assunto: Dos Deveres das Partes e de seus Procuradores (arts. 77 a 102)
O fornecimento de energia elétrica à residência de Vicente foi interrompido em 2
de janeiro de 2018, porque, segundo a concessionária de serviço público, haveria
um “gato” no local, ou seja, o medidor de energia teria sido indevidamente
adulterado.
Indignado, Vicente, representado por um(a) advogado(a), propôs,
aproximadamente um mês depois, demanda em face da fornecedora e pediu o
restabelecimento do serviço, pois o medidor estaria hígido. A fim de provar os
fatos alegados, o autor requereu a produção de prova pericial.
Citado poucos meses depois da propositura da demanda, a ré defendeu a
correção de sua conduta, ratificou a existência de irregularidade no medidor de
energia e, tal qual o autor, requereu a produção de perícia.
Em dezembro de 2018, após arbitrar o valor dos honorários periciais e antes da
realização da perícia, o juiz atribuiu apenas ao autor, que efetivamente foi
intimado para tanto, o pagamento de tal verba.

Sobre a hipótese apresentada, assinale a afirmativa correta.


a) A decisão judicial está correta, uma vez que, se ambas as partes
requererem a produção de perícia, apenas o autor deve adiantar o pagamento.
b) O juiz decidiu de modo incorreto, pois se ambas as partes requererem a
produção de perícia, autor e réu devem adiantar os honorários periciais.
c) A decisão está equivocada, na medida em que os honorários periciais são
pagos apenas ao final do processo.
d) A decisão está correta, pois o magistrado tinha a faculdade de atribuir a
apenas uma das partes o pagamento do montante.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/817889
Questão 11: FGV - Of (TJ SC)/TJ SC/Infância e Juventude/2018
Assunto: Dos Deveres das Partes e de seus Procuradores (arts. 77 a 102)
No que concerne à gratuidade de justiça, é correto afirmar que:
a) só pode ser deferida ao litigante cuja causa seja patrocinada pela
Defensoria Pública;
b) a decisão que a indeferir é passível de impugnação por via recursal;
c) compreende as multas impostas ao beneficiário em razão do
cometimento de atos caracterizadores de litigância de má-fé;
d) isenta o beneficiário da obrigação de pagar os honorários advocatícios
decorrentes de sua sucumbência;
e) deve ser requerida em petição autônoma, instruída com os documentos
que comprovem a insuficiência de recursos.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/669148
Questão 12: FGV - AJ (TJ RJ)/TJ RJ/Execução de Mandados/2014
Assunto: Dos Deveres das Partes e de seus Procuradores (arts. 77 a 102)
A responsabilidade das partes por danos processuais é, em regra:
a) objetiva, mas admite exceções, como no caso de ato atentatório ao
exercício da jurisdição;
b) subjetiva, mas admite exceções, como no caso de perda da eficácia de
uma medida cautelar;
c) subjetiva, mas admite exceções, como no caso de litigância de má-fé;
d) objetiva, mas admite exceções, como no caso do réu que não alegar, na
primeira oportunidade em que lhe caiba falar nos autos, questões preliminares;
e) subjetiva, mas admite exceções, como no caso de perda de um prazo
peremptório.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/265840
Questão 13: FGV - TJ (TJ AL)/TJ AL/Judiciária/2018
Assunto: Dos Procuradores (arts. 103 a 107)
Francisco, advogado, postulando em causa própria, pede a condenação de Daniel
em perdas e danos no valor de dez mil reais, por força de prejuízos materiais que
este causou em seu imóvel. Para tanto, o autor declarou, na petição inicial, seu
endereço e seu número de inscrição na OAB (Ordem dos Advogados do Brasil).
No curso do processo, Francisco muda de endereço e não comunica esse fato ao
juízo. O julgador intima o autor, no endereço constante dos autos, por carta
registrada, para dar andamento ao feito, sob pena de extinção do processo.

Nesse sentido:
a) é considerada válida a intimação enviada, e se o autor não se manifestar,
o processo será extinto sem resolução do mérito;
b) é considerada válida a intimação, mas em caso de não atendimento,
haverá uma nova intimação por meio eletrônico;
c) é nula a intimação, pois o autor é advogado e deve ser intimado por meio
da OAB;
d) é nula a intimação, pois o autor deveria ser intimado pessoalmente por
oficial de justiça;
e) é considerada válida a intimação e deverá o julgador considerar que
houve andamento processual.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/616818
Questão 14: FGV - OAB UNI NAC/OAB/III Exame/2010
Assunto: Da Sucessão das Partes e dos Procuradores (arts. 108 a 112)
O Código de Processo Civil regulamenta como se dará a atuação das partes e dos
procuradores em juízo. Além de dispor sobre a capacidade processual e dos
deveres de cada um, disciplina sobre a constituição de representante processual
e substituição das partes e dos procuradores.

A respeito dessa temática, assinale a alternativa correta.


a) Ao advogado é admitido procurar em juízo sem instrumento de mandato
a fim de praticar atos reputados urgentes. Mas, para tanto, deverá prestar caução
e exibir o instrumento de mandato no prazo improrrogável de quinze dias.
b) O instituto da sucessão processual ocorrerá quando houver a morte de
qualquer das partes, que será substituída pelo espólio ou por seus sucessores,
suspendendo-se o processo e sendo defesa a prática de atos processuais, salvo
atos urgentes a fim de evitar dano irreparável.
c) O advogado poderá a qualquer tempo renunciar ao mandato, devendo,
entretanto, assistir o mandante nos dez dias subsequentes a fim de lhe evitar
prejuízo, salvo na hipótese de ter comprovado que cientificou o mandante para
que nomeasse substituto.
d) Caso o advogado deixe de declarar na petição inicial o endereço em que
receberá intimação, poderá fazê-lo até a fase de saneamento, mas as intimações
somente informarão o nome do advogado quando tal dado estiver regularizado.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/243042
Questão 15: FGV - OAB UNI NAC/OAB/XXII Exame/2017
Assunto: Do Litisconsórcio (arts. 113 a 118)
Antônia contratou os arquitetos Nivaldo e Amanda para realizar o projeto de
reforma de seu apartamento. No contrato celebrado entre os três, foi fixado o
prazo de trinta dias para a prestação do serviço de arquitetura, o que não foi
cumprido, embora tenha sido feito o pagamento dos valores devidos pela
contratante.

Com o objetivo de rescindir o contrato celebrado e ser ressarcida do montante


pago, Antônia procura um advogado, mas lhe informa que não gostaria de
processar Amanda, por serem amigas de infância.

Sobre a hipótese apresentada, assinale a opção que indica o procedimento


correto a ser adotado.
a) Será possível o ajuizamento da ação unicamente em face de Nivaldo, na
medida em que a hipótese tratada é de litisconsórcio simples. A sentença
proferida contra Nivaldo será ineficaz em relação a Amanda.
b) Não será possível o ajuizamento da ação unicamente em face de Nivaldo,
uma vez que a hipótese tratada é de litisconsórcio necessário. Caso a ação não
seja ajuizada em face de Amanda, o juiz deverá determinar que seja requerida
sua citação, sob pena de extinção do processo.
c) Será possível o ajuizamento da ação unicamente em face de Nivaldo, na
medida em que a hipótese tratada é de litisconsórcio facultativo. A sentença
proferida contra Nivaldo será eficaz em relação a Amanda, pois entre eles há
comunhão de direitos ou de obrigações.
d) Não será possível o ajuizamento da ação unicamente em face de Nivaldo,
uma vez que a hipótese tratada é de litisconsórcio simples. A sentença proferida
contra Nivaldo será ineficaz.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/465935
Questão 16: FGV - Ana Proc (PGE RO)/PGE RO/Processual/2015
Assunto: Do Litisconsórcio (arts. 113 a 118)
José e João, acionistas de uma empresa, não foram comunicados sobre uma
assembleia que iria tratar de assuntos referentes a seus interesses. Desse modo,
ajuízam ação, em litisconsórcio, em face da empresa, pedindo a anulação da
referida assembleia.

Nesse caso, formou-se um litisconsórcio:


a) ativo, necessário e unitário;
b) misto, facultativo e simples;
c) ativo, facultativo e unitário;
d) ativo, necessário e simples;
e) ativo, facultativo e necessário.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/323941
Questão 17: FGV - Proc (Niterói)/Pref Niterói/2014
Assunto: Do Litisconsórcio (arts. 113 a 118)
Revendo os seus critérios de distribuição de itinerários de linhas de ônibus, o
Poder Público municipal editou ato administrativo por meio do qual atribuiu à
sociedade empresária “A”, uma das concessionárias do serviço público em
questão, uma linha bastante lucrativa, que, até então, era explorada pela
sociedade empresária “B”. Sentindo-se prejudicada com a alteração, que, em sua
ótica, foi promovida com desvio de finalidade, porquanto visava a beneficiar
indevidamente a concorrente, a empresa “B” ajuizou demanda, sob o rito
ordinário, em face da pessoa jurídica de direito público, pleiteando a anulação do
ato administrativo editado.
No que concerne à empresa contemplada com a nova linha, a sua inclusão na
relação processual deve se dar em razão
a) do litisconsórcio passivo, necessário e simples.
b) do litisconsórcio passivo, necessário e unitário.
c) do litisconsórcio passivo, facultativo e simples.
d) da assistência simples.
e) da denunciação da lide.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/294570
Questão 18: FGV - OAB UNI NAC/OAB/XI Exame/2013
Assunto: Do Litisconsórcio (arts. 113 a 118)
A respeito do fenômeno processual do litisconsórcio, que consiste na pluralidade
de sujeitos ocupando um ou ambos os polos da relação jurídica para litigar em
conjunto no mesmo processo, assinale a afirmativa correta.
a) Não constitui fundamento para a formação de litisconsórcio a ocorrência
de afinidade de questões por um ponto em comum de fato ou de direito.
b) O juiz poderá limitar o litisconsórcio necessário quanto ao número de
litigantes quando este comprometer a rápida solução do litígio ou dificultar a
defesa.
c) Na sistemática dos Juizados Especiais Cíveis não se admitirá a formação
de litisconsórcio como forma de prestigiar uma prestação jurisdicional mais célere
e simplificada.
d) Quando os litisconsortes tiverem diferentes procuradores, ser-lhes-ão
contados em dobro os prazos para contestar, para recorrer e, de modo geral,
para falar nos autos.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/238594
Questão 19: FGV - Cons Leg (ALERO)/ALERO/Assessoramento
Legislativo/2018
Assunto: Da Intervenção de Terceiros (arts. 119 a 138)
O Código de Processo Civil regulamenta diversas intervenções de terceiros.
Assinale a afirmativa que dispõe corretamente sobre as espécies de intervenção:
a) nos casos em que é cabível a denunciação da lide, esta é obrigatória, sob
pena de perda do direito de regresso.
b) o chamamento ao processo é intervenção que depende da concordância
do autor da ação, a ser manifestada no prazo de 15 dias da intimação deste
último.
c) somente é admissível a participação de pessoa jurídica na qualidade
de amicus curiae, mas não de pessoas naturais.
d) feita a denunciação pelo autor, o denunciado poderá assumir a posição
de litisconsorte do denunciante, mas não poderá acrescentar novos argumentos
à petição inicial.
e) dispensa-se a instauração do incidente de desconsideração da
personalidade jurídica, se esta for requerida na petição inicial, hipótese em que
será citado o sócio ou a pessoa jurídica.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/705281
Questão 20: FGV - OAB UNI NAC/OAB/XX Exame/2016
Assunto: Da Forma dos Atos Processuais (arts. 188 a 211)
Rafael e Paulo, maiores e capazes, devidamente representados por seus
advogados, celebraram um contrato, no qual, dentre outras obrigações, havia a
previsão de que, em eventual ação judicial, os prazos processuais relativamente
aos atos a serem praticados por ambos seriam, em todas as hipóteses, dobrados.

Por conta de desavenças surgidas um ano após a celebração da avença, Rafael


ajuizou uma demanda com o objetivo de rescindir o contrato e, ainda, receber
indenização por dano material. Regularmente distribuída para o juízo da 10ª Vara
Cível da comarca de Porto Alegre/RS, o magistrado houve por reconhecer, de
ofício, a nulidade da cláusula que previa a dobra do prazo.

Sobre os fatos, assinale a afirmativa correta.


a) O magistrado agiu corretamente, uma vez que as regras processuais não
podem ser alteradas pela vontade das partes.
b) Se o magistrado tivesse ouvido as partes antes de reconhecer a nulidade,
sua decisão estaria correta, uma vez que, embora a cláusula fosse realmente
nula, o princípio do contraditório deveria ter sido observado.
c) O magistrado agiu incorretamente, uma vez que, tratando-se de objeto
disponível, realizado por partes capazes, eventual negócio processual, que ajuste
o procedimento às especificidades da causa, deve ser respeitado.
d) O juiz não poderia ter reconhecido a nulidade do negócio processual,
ainda que se tratasse de contrato de adesão realizado por partes em situações
manifestamente desproporcionais, uma vez que deve ser respeitada a autonomia
da vontade.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/383453
Questão 21: FGV - Est For (MPE RJ)/MPE RJ/2016
Assunto: Da Forma dos Atos Processuais (arts. 188 a 211)
O ato por meio do qual o juiz põe fim à fase cognitiva do procedimento comum
é classificado como:
a) despacho;
b) decisão interlocutória;
c) sentença;
d) acórdão;
e) meramente ordinatório.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/387144
Questão 22: FGV - Anal Jud (TJ GO)/TJ GO/Judiciária/Oficial de Justiça
Avaliador/2014
Assunto: Da Forma dos Atos Processuais (arts. 188 a 211)
Rafael, advogado, dirige-se ao cartório de determinada Vara de Família e solicita
ao servidor vista dos autos de divórcio consensual entre João e Joana, que
tramita naquele juízo. O casal é patrocinado pela Defensoria Pública. Tendo em
vista que este casal acredita que o processamento do feito no cartório está
demorado, pedem que o referido advogado tenha vista dos autos para esclarecer
os motivos de tal atraso. Deverá o servidor:
a) dar vista dos autos, independentemente de procuração, porque todo
advogado tem direito de ter vista dos autos de qualquer processo;
b) recusar a vista dos autos, porque só se admitiria vista se houvesse
requerimento do advogado por escrito;
c) recusar a vista, pois precisaria de uma autorização prévia da Defensoria
Pública que patrocina a causa;
d) dar vista dos autos, caso o advogado apresente procuração do casal para
tanto, em razão de o feito tramitar sob segredo de justiça;
e) recusar a vista, mesmo com procuração, pois o feito tramita sob segredo
de justiça e o advogado não tem direito de consultar os referidos autos.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/282205
Questão 23: FGV - AJ TRT12/TRT 12/Judiciária/"Sem Especialidade"/2017
Assunto: Dos Prazos (arts. 218 a 235)
Marcella, advogada de uma empresa em processo que tramita numa Vara Cível
da Comarca de Caçador (SC), foi intimada pelo juízo, numa quarta-feira, para a
prática de determinado ato processual no prazo de cinco dias.

Considerando ser feriado na segunda-feira da semana seguinte, o termo final do


prazo processual concedido à patrona se dá na:
a) segunda-feira da semana seguinte;
b) terça-feira da semana seguinte;
c) quarta-feira da semana seguinte;
d) quinta-feira da semana seguinte;
e) sexta-feira da semana seguinte.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/514765
Questão 24: FGV - Proc Leg (ALMT)/AL MT/2013
Assunto: Dos Prazos (arts. 218 a 235)
Considerando a falta de previsão legal para a prática de um ato processual e a
omissão do magistrado no mesmo sentido, assinale a alternativa que indica
corretamente o prazo para a prática dos atos processuais.
a) Cinco dias.
b) Dez dias.
c) Quinze dias.
d) Trinta dias.
e) O prazo, nessa hipótese, é dilatório e pode ser estabelecido
consensualmente pelas partes.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/156593
Questão 25: FGV - TJ Aux (TJ SC)/TJ SC/2015
Assunto: Das Cartas (arts. 260 a 268)
Paula obteve uma decisão liminar num agravo de instrumento em curso perante
o Tribunal de Justiça. Tal medida liminar deve ser executada através de carta:
a) de ordem, dirigida ao juízo de origem onde tramita o feito principal;
b) rogatória, por livre distribuição no local onde a medida deve ser
cumprida;
c) de cumprimento, por livre distribuição na Comarca onde tramita o feito
principal;
d) precatória, dirigida ao juízo de origem onde tramita o feito principal;
e) de adjudicação, por livre distribuição no local onde a medida deve ser
cumprida.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/278777
Questão 26: FGV - OAB UNI NAC/OAB/XX Exame/2016
Assunto: Do Valor da Causa (Arts. 291 a 293)
Davi ajuizou ação em face de Heitor, cumulando pedido de cobrança no valor de
R$ 70.000,00 (setenta mil reais) e pedido indenizatório de dano material no valor
de R$ 30.000,00 (trinta mil reais). Ultrapassada a fase inicial conciliatória, Heitor
apresentou contestação contendo vários fundamentos - dentre eles, preliminar
de impugnação ao valor da causa. O Juiz proferiu decisão saneadora, rejeitando
a impugnação ao valor da causa e determinando o prosseguimento do processo.

Com base no caso apresentado, assinale a afirmativa correta.


a) Heitor deveria ter apresentado incidente processual autônomo de
impugnação ao valor da causa.
b) Heitor poderá formular pedido recursal de modificação da decisão que
rejeitou a impugnação ao valor da causa, em suas razões recursais de eventual
apelação.
c) O valor da causa deverá ser de R$ 70.000,00 (setenta mil reais), pois
existem pedidos cumulativos.
d) A impugnação ao valor da causa somente poderia ser decidida por
ocasião da prolatação da sentença de mérito.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/383450
Questão 27: FGV - Est For (MPE RJ)/MPE RJ/2018
Assunto: Da Formação, da Suspensão e da Extinção do Processo (arts. 312 a
317)
Não é causa de suspensão do processo:
a) a perda da capacidade processual de qualquer das partes;
b) a arguição de equívoco do valor da causa;
c) o parto da advogada responsável pelo processo, única patrona da causa;
d) a convenção das partes;
e) a relação de prejudicialidade externa.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/667392
Questão 28: FGV - OAB UNI NAC/OAB/XVII Exame/2015
Assunto: Da Formação, da Suspensão e da Extinção do Processo (arts. 312 a
317)
O Banco Financeiro S.A. ajuizou contra Marco Antônio ação de busca e apreensão
de veículo, em razão do inadimplemento de contrato de financiamento garantido
por cláusula de alienação fiduciária. A primeira tentativa de citação foi infrutífera,
uma vez que o réu não mais residia no endereço constante da inicial. O Juízo,
então, determinou a indicação de novo endereço para a realização da diligência,
por decisão devidamente publicada na imprensa oficial. Considerando que o
advogado do autor se manteve inerte por prazo superior a 30 dias, o processo
foi julgado extinto, sem resolução do mérito, por abandono. Sabendo da
impossibilidade de extinção do processo por abandono sem a prévia intimação
pessoal da parte para dar regular andamento ao feito, o advogado do autor
interpôs recurso de apelação.

Assinale a opção que contém a correta natureza do vício apontado e o pedido


adequado à pretensão recursal.
a) Por se tratar de error in procedendo e a causa não estar madura para
julgamento, o pedido recursal deve ser de anulação da sentença.
b) Trata-se de erro material, que justifica o pedido de integração da
sentença pelo Tribunal.
c) Em se tratando de error in judicando, o pedido adequado, no caso sob
exame, é de reforma da sentença.
d) Trata-se de erro de procedimento, que justifica o pedido de julgamento
do mérito da lide no estado em que se encontra.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/277108
Questão 29: FGV - TAJ (TJ RJ)/TJ RJ/2014
Assunto: Da Formação, da Suspensão e da Extinção do Processo (arts. 312 a
317)
Uma questão preliminar cujo acolhimento não pode levar à prolação de sentença
terminativa é:
a) conexão;
b) carência de ação;
c) litispendência;
d) coisa julgada;
e) inépcia da petição inicial.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/264543
Questão 30: FGV - Ana (MPE AL)/MPE AL/Jurídica/2018
Assunto: Da Petição Inicial (arts. 319 a 331)
Uma vez proposta uma demanda, relativamente à sua modificação, o Código de
Processo Civil estabelece que o autor poderá,
a) até a citação, aditar ou alterar o pedido, mediante o consentimento do
réu.
b) até a citação, aditar ou alterar a causa de pedir, mediante o
consentimento do réu.
c) até o saneamento do processo, aditar ou alterar o pedido, com
consentimento do réu, assegurado o contraditório.
d) após o saneamento do processo, aditar ou alterar o pedido e a causa de
pedir, com consentimento judicial.
e) até o saneamento do processo, aditar ou alterar a causa de pedir, sem o
consentimento do réu.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/669293
Questão 31: FGV - OAB UNI NAC/OAB/ XXVII Exame/2018
Assunto: Da Petição Inicial (arts. 319 a 331)
Em razão da realização de obras públicas de infraestrutura em sua rua, que
envolveram o manejo de retroescavadeiras e britadeiras, a residência de Daiana
acabou sofrendo algumas avarias. Daiana ingressou com ação judicial em face
do ente que promoveu as obras, a fim de que este realizasse os reparos
necessários em sua residência. Citado o réu, este apresentou a contestação.

Contudo, antes do saneamento do processo, diante do mal-estar que vivenciou,


Daiana consultou seu advogado a respeito da possibilidade de, na mesma ação,
adicionar pedido de condenação em danos morais.

Considerando o caso narrado, assinale a afirmativa correta.


a) É possível o aditamento, uma vez que, até o saneamento do processo, é
permitido alterar ou aditar o pedido sem o consentimento do réu.
b) Não é possível o aditamento, uma vez que o réu foi citado e apresentou
contestação.
c) É possível o aditamento, eis que, até o saneamento do processo, é
permitido aditar ou alterar o pedido, desde que com o consentimento do réu.
d) É possível o aditamento, porquanto, até a prolação da sentença, é
permitido alterar ou aditar o pedido, desde que não haja recusa do réu
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/718459
Questão 32: FGV - ADP (DPE RO)/DPE RO/Analista Jurídico/2015
Assunto: Da Petição Inicial (arts. 319 a 331)
Tendo a parte autora formulado em sua petição inicial pleito de cobrança de duas
obrigações, derivadas de contratos distintos, está-se diante de uma hipótese de
cumulação:
a) alternativa de pedidos;
b) simples de pedidos;
c) sucessiva de pedidos;
d) eventual de pedidos;
e) ulterior de pedidos.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/285185
Questão 33: FGV - Anal (DPE MT)/DPE MT/Advogado/2015
Assunto: Da Contestação (arts. 335 a 342)
Depois de um acidente automobilístico envolvendo três veículos, um dos
condutores, Luiz, sofreu graves lesões corporais, cuja culpa pelo acidente fora
exclusivamente do condutor Marcos. Entretanto, Luiz ajuizou ação em face de
José, pleiteando a indenização dos danos materiais e morais sofridos, acreditando
ter sido ele o causador do acidente. Citado, José procurou o órgão da Defensoria
Pública para atuar em sua defesa.

Diante dos fatos, a linha a nortear a resposta de José deverá ser no sentido de
a) suscitar a questão preliminar relativa à sua ilegitimidade passiva ad
causam, pugnando-se pela extinção do processo sem resolução do mérito.
b) promover a denunciação da lide em relação a Marcos, para que, na
eventualidade de ser condenado a pagar as verbas indenizatórias reclamadas por
Luiz, possa o réu exercer, no mesmo processo, o direito de regresso em face do
único responsável pelo ato ilícito.
c) alegar, como tese meritória, a ausência dos pressupostos da
responsabilidade civil que lhe foi atribuída na petição inicial, pugnando-se pela
improcedência do pedido ali formulado.
d) arguir a questão preliminar relativa à ausência de pressuposto de validade
da relação processual.
e) alegar a inobservância da regra do litisconsórcio passivo necessário,
pugnando-se pela extinção do processo sem resolução do mérito.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/279967
Questão 34: FGV - OAB UNI NAC/OAB/II Exame/2010
Assunto: Da Contestação (arts. 335 a 342)
Um advogado é procurado em seu escritório por um cliente que lhe narra que a
empresa da qual ele é diretor foi citada pelo poder judiciário, em decorrência de
um conflito surgido em razão de contrato de compra e venda no qual inseriram
cláusula compromissória cheia, estabelecendo que em caso de eventual conflito
entre as partes, o mesmo será apreciado por um tribunal arbitral.

O advogado ao peticionar no referido processo, representando os interesses do


seu cliente, no senti do de exigir cumprimento da cláusula compromissória cheia,
deverá:
a) requerer a designação de audiência de conciliação, pois o juiz pode
conhecer de ofício da pré-existência da convenção de arbitragem.
b) apresentar desde logo contestação, restringindo sua argumentação ao
exame do mérito da causa.
c) apresentar contestação e alegar expressamente, em preliminar, a
existência de convenção de arbitragem, solicitando a extinção
do feito.
d) solicitar ao juiz o julgamento antecipado da lide.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/243520
Questão 35: FGV - Of (TJ SC)/TJ SC/Justiça e Avaliador/2018
Assunto: Da Reconvenção (art. 343)
No que concerne à reconvenção, é correto afirmar que:
a) o réu pode propô-la apenas contra o autor, sem lhe ser lícito incluir
terceiro em seu polo passivo;
b) o réu deve propô-la em peça autônoma, mas simultaneamente com a
contestação;
c) não pode ela ter o seu mérito julgado, caso o autor desista da ação;
d) uma vez proposta, o autor será intimado pessoalmente para responder
aos seus termos;
e) a pretensão do reconvinte deve ser conexa com a ação principal ou com
o fundamento da defesa.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/669215
Questão 36: FGV - Tec Proc (PGE RO)/PGE RO/"Sem Especialidade"/2015
Assunto: Da Reconvenção (art. 343)
Sobre as modalidades de resposta, é correto afirmar que:
a) a reconvenção é a via processual por meio da qual o réu deduz pretensão
em face do autor e, ainda que o mérito da ação não seja resolvido, o daquela
poderá sê-lo;
b) a ausência de contestação levará à decretação da revelia do réu, com o
consequente acolhimento do pedido do autor;
c) a exceção é a via adequada para a arguição dos vícios de suspeição,
impedimento e incompetência absoluta;
d) a contestação deverá veicular, antes da matéria de mérito, as questões
preliminares, como a carência de ação, sob pena de preclusão;
e) a contestação deverá ser oferecida no prazo de quinze dias, enquanto a
reconvenção e a exceção, no decêndio.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/323588
Questão 37: FGV - AJ (TJ AL)/TJ AL/Oficial de Justiça Avaliador/2018
Assunto: Da Revelia (arts. 344 a 346)
No que tange à revelia, é correto afirmar que:
a) o réu revel só poderá ingressar no processo se for assistido pela
Defensoria Pública;
b) o juiz deverá de imediato julgar procedente o pedido formulado na inicial;
c) o juiz não poderá declarar o autor carecedor do direito de ação;
d) o efeito da presunção de veracidade dos fatos alegados na inicial incide,
ainda que a lide verse sobre direitos indisponíveis;
e) os prazos contra o revel sem patrono no processo fluem da data da
publicação do ato decisório no órgão oficial.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/616722
Questão 38: FGV - Est For (MPE RJ)/MPE RJ/2016
Assunto: Da Revelia (arts. 344 a 346)
Sobre a revelia, é correto afirmar que:
a) será decretada se o réu não contestar a ação, embora possa ser relevada
caso a peça defensiva seja apresentada no quinquídio subsequente ao decurso
do prazo legal;
b) não levará à presunção de veracidade das alegações de fato constantes
da inicial, se o litígio versar sobre direitos indisponíveis;
c) obrigará o juiz a acolher o pedido formulado pela parte autora, em razão
da presunção de veracidade das alegações de fato constantes da inicial;
d) impedirá, após a sua decretação pelo juiz, que o réu revel intervenha no
processo;
e) impedirá que o juiz reconheça algum vício de ordem pública, como a
carência de ação.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/387146
Questão 39: FGV - OAB UNI NAC/OAB/IV Exame/2011
Assunto: Da Revelia (arts. 344 a 346)
Júlia ingressou com ação de indenização por danos morais e materiais em face
da Gráfica Bela Escrita, bem como do Ateliê Alta-Costura, sob a alegação de que
o seu casamento não pôde ser realizado tendo em vista que a Gráfica escreveu
o endereço errado do local da cerimônia em todos os convites confeccionados, e
o Ateliê, por sua vez, não entregou o vestido de noiva no dia do casamento.
Tendo sido ambos os réus regularmente citados, o Ateliê Alta-Costura apresentou
contestação tempestiva, em que afirmou se isentar de responsabilidade, uma vez
que o vestido de noiva já estava praticamente pronto, quando, na véspera da
cerimônia, a noiva subitamente decidiu solicitar inúmeras alterações no modelo
da roupa, o que inviabilizou a sua tempestiva entrega. A Gráfica Bela Escrita, por
seu turno, não se manifestou nos autos.

A respeito da situação descrita, é correto afirmar que a contestação apresentada


pelo Ateliê Alta-Costura
a) automaticamente aproveita à Gráfica Bela Escrita, não se operando o
efeito material da revelia contra este réu.
b) reabre automaticamente o prazo para a apresentação de contestação pela
Gráfica Bela Escrita, operando-se o efeito material da revelia somente se este
réu, mesmo assim, permanecer inerte.
c) não aproveita à Gráfica Bela Escrita, operando-se o efeito material da
revelia contra este réu.
d) aproveita à Gráfica Bela Escrita, não se operando o efeito material da
revelia contra este réu, desde que o Ateliê Alta-Costura, uma vez intimado,
manifeste expressa concordância.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/241291
Questão 40: FGV - Ana (TJ SC)/TJ SC/Jurídico/2018
Assunto: Do Julgamento Conforme o Estado do Processo (arts. 354 a 357)
João propôs uma demanda indenizatória em face de José, cumulando os pedidos
de ressarcimento de dano material de dez mil reais e de reparação de dano moral
de cinquenta mil reais. Após a audiência de conciliação infrutífera, José
reconheceu a procedência do pedido de ressarcimento de dano material, pois
realmente causou o prejuízo afirmado por João. Todavia, entendeu que não
assistia direito a qualquer reparação de dano moral. Nesse sentido, protestou
pela produção de prova oral para provar suas alegações. O juiz, em julgamento
antecipado parcial do mérito, julgou procedente o referido pedido de dano
material, uma vez que este se mostrou incontroverso, e determinou a produção
de prova oral em relação ao pedido de reparação de dano moral alegado.

Nesse cenário, é correto afirmar que:


a) a cumulação de pedidos no caso é sucessiva, uma vez que é lícita e não
há vínculo prejudicial entre os pedidos;
b) a decisão que reconheceu o dano material não é impugnável
imediatamente, devendo-se aguardar a decisão final de mérito;
c) a decisão em relação ao dano material é impugnável por apelação, já que
se trata de resolução do mérito deste pedido;
d) é possível o enfrentamento do mérito integral, podendo ser concedida a
antecipação de tutela do pedido referido de dano material;
e) a decisão que julgou procedente o pedido de ressarcimento de dano
material é impugnável por agravo de instrumento, no prazo de 15 dias úteis.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/668553
Questão 41: FGV - OAB UNI NAC/OAB/XV Exame/2014
Assunto: Do Julgamento Conforme o Estado do Processo (arts. 354 a 357)
No procedimento comum ordinário tratado pelo Código de Processo Civil, uma
vez ausentes as hipóteses que determinam o julgamento antecipado da lide ou
a extinção do processo, poderá o juiz designar a audiência preliminar.

Sobre essa etapa procedimental, assinale a afirmativa correta.


a) A sentença judicial que homologa acordo de conciliação ou transação em
sede de audiência preliminar não será dotada de eficácia de título executivo
judicial.
b) É obrigatória a presença das partes na audiência preliminar regularmente
designada, sob pena de extinção do processo, caso a falta seja do autor, ou de
decretação da revelia, quando o réu não comparecer.
c) O juiz não poderá, em quaisquer hipóteses, dispensar a realização da
audiência preliminar.
d) Se, por qualquer motivo, não for obtida a conciliação, o juiz fixará os
pontos controvertidos, decidirá as questões processuais pendentes e determinará
as provas a serem produzidas, designando audiência de instrução e julgamento,
se necessário.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/248186
Questão 42: FGV - OAB UNI NAC/OAB/XV Exame/2014
Assunto: Das Provas (arts. 369 a 484)
Adamastor ingressou com ação indenizatória em face de determinada operadora
de telefonia fixa, argumentando ausência de relação contratual e inscrição
indevida de seu nome no cadastro de proteção ao crédito. Em contestação, a ré
apresentou o contrato firmado entre as partes dezoito meses antes e comprovou
a falta de pagamento das faturas dos últimos três meses. Em réplica, Adamastor
alegou que fez o pedido da linha, mas que seu irmão teria feito uso do serviço,
restando indevida a inscrição do seu nome no cadastro de devedores.

Nesse caso, concluída a fase probatória, considerando apenas o aspecto


processual, o processo deve ser extinto
a) sem resolução do mérito, em razão da ausência de pressupostos
processuais de existência do processo, já que a parte autora não tem legitimidade
para a causa.
b) com resolução do mérito, julgando-se improcedente o pedido, haja vista
a evidente demonstração de fato extintivo e modificativo do direito do autor, que
decorre da ausência de responsabilidade civil nesses casos.
c) sem resolução do mérito, por restarem ausentes as condições da ação
no que tange ao interesse processual, caracterizado pelo binômio necessidade-
possibilidade, além da ilegitimidade da parte autora.
d) com resolução do mérito, julgando-se improcedente o pedido, já que a
parte ré apontou fato impeditivo do direito do autor por ter prestado os serviços
adequadamente, comprovando a relação contratual válida existente e a
inadimplência.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/248187
Questão 43: FGV - Of (TJ SC)/TJ SC/Justiça e Avaliador/2018
Assunto: Da Sentença e Da Coisa Julgada (arts. 485 a 508)
Credor ajuizou ação de cobrança em face do devedor, pedindo a sua condenação
a lhe pagar a quantia de cem mil reais, obrigação contratual não paga. Finda a
fase instrutória, o juiz, concluindo que os fatos alegados pelo autor restaram
comprovados, julgou procedente o seu pedido. Outrossim, observando que o
contrato continha uma cláusula autônoma, não mencionada na petição inicial,
que previa o pagamento de multa de um por cento sobre o valor da obrigação
principal, no caso de mora do devedor, o magistrado, reputando-a válida, fixou
o montante condenatório em cento e um mil reais.

A sentença proferida nesse contexto é:


a) válida;
b) ultra petita;
c) citra petita;
d) extra petita;
e) erga omnes.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/669218
Questão 44: FGV - Adv (ALERO)/ALERO/2018
Assunto: Da Sentença e Da Coisa Julgada (arts. 485 a 508)
Credor de uma obrigação, um ano depois de ter tido ciência da sentença que
julgou extinto o processo por falta de interesse de agir, decisão que restou
irrecorrida, deu-se conta de que o juízo prolator daquela sentença era
absolutamente incompetente.

Nesse cenário, é-lhe possível


a) impetrar mandado de segurança, sob o fundamento da incompetência
absoluta do juízo originário.
b) interpor recurso de apelação, já que há error in procedendo, vício que
afasta a preclusão temporal.
c) propor ação anulatória, já que a sentença é terminativa e não há coisa
julgada material.
d) interpor reclamação, uma vez que houve usurpação da competência do
órgão jurisdicional de segundo grau.
e) propor, perante o juízo competente, e em face do mesmo réu, nova ação
de cobrança.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/688739
Questão 45: FGV - Ana Proc (PGE RO)/PGE RO/Processual/2015
Assunto: Da Sentença e Da Coisa Julgada (arts. 485 a 508)
Luiz propôs ação de cobrança no valor de R$ 100.000,00 (cem mil reais) em face
de Maria. Após a citação, Maria efetuou o pagamento integral da dívida,
protocolizando, posteriormente, petição nos autos do processo, comprovando o
pagamento e requerendo a extinção do feito pela carência de ação, uma vez que
não havia mais o interesse de agir no caso.

Nesse cenário, deverá o juiz:


a) extinguir o feito, sem resolução do mérito, por falta de interesse de agir;
b) resolver o mérito desde logo pela procedência do pedido;
c) resolver o mérito desde logo pela improcedência do pedido;
d) extinguir o feito, sem resolução do mérito, por falta de legitimidade ad
causam;
e) determinar o prosseguimento do processo, uma vez que ainda não há a
possibilidade de julgamento do feito no estado em que se encontra.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/323943
Questão 46: FGV - AJ (TJ RJ)/TJ RJ/Execução de Mandados/2014
Assunto: Da Sentença e Da Coisa Julgada (arts. 485 a 508)
Vitor Santos ajuizou ação de investigação de paternidade em face de Julio Lima,
alegando que este é seu pai. Ao término da fase probatória da instrução, restou
cabalmente demonstrado que Julio Lima não é pai de Vitor Santos. Nessa
situação, o juiz deve proferir sentença encerrando o procedimento:
a) sem resolução do mérito, por ilegitimidade passiva;
b) sem resolução do mérito, por ilegitimidade ativa;
c) sem resolução do mérito, por ilegitimidade em ambos os polos do
processo;
d) com resolução do mérito, por improcedência do pedido;
e) com resolução do mérito, por perda do objeto.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/265838
Questão 47: FGV - ACE (TCE-BA)/TCE-BA/2013
Assunto: Da Sentença e Da Coisa Julgada (arts. 485 a 508)
Os atos judiciais ou provimentos do Juiz podem ser de três diferentes espécies:
despachos, decisões interlocutórias e sentenças.

Acerca desses atos judiciais assinale a afirmativa correta.


a) O despacho do Juiz é manifestação recorrível por meio de agravo de
instrumento.
b) A decisão interlocutória é manifestação do magistrado irrecorrível, que
visa apenas impulsionar o processo.
c) As sentenças terminativas são decisões do Juiz que implicam em
resolução do mérito.
d) O despacho é a manifestação pela qual o Juiz rejeita o pedido do autor,
tomando‐o por improcedente.
e) A decadência ou a prescrição de um direito é pronunciada pelo Juiz por
meio da prolação de sentença definitiva.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/195816
Questão 48: FGV - TAJ (TJ RJ)/TJ RJ/2014
Assunto: Disposições Gerais - Recursos (arts. 994 a 1.008)
Quanto ao recurso interposto sob a forma adesiva, é INCORRETO afirmar que:
a) é cabível na apelação, nos embargos infringentes, no recurso especial e
no recurso extraordinário;
b) pressupõe a ocorrência de sucumbência recíproca entre as partes
litigantes;
c) o seu conhecimento depende do cumprimento dos requisitos de
admissibilidade próprios e, também, dos do recurso principal, ao qual está
subordinado;
d) é interponível no prazo de que se dispõe para a apresentação das
contrarrazões ao recurso principal;
e) é isento de preparo.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/264544
Questão 49: FGV - TAJ (TJ RJ)/TJ RJ/2014
Assunto: Disposições Gerais - Recursos (arts. 994 a 1.008)
Caio propôs ação de indenização em face do Estado do Rio de Janeiro, pleiteando
a condenação deste a lhe pagar verba reparatória de danos morais no valor de
duzentos mil reais. Acolhido integralmente o pleito autoral, foi o ente político
intimado da sentença no dia 15 de setembro de 2014, vindo a interpor recurso
de apelação no dia 10 de outubro, sem recolher quaisquer valores a título de
preparo. Relativamente ao apelo manejado, é correto afirmar que:
a) deve receber juízo negativo de admissibilidade, em razão de sua
intempestividade e da ausência de preparo;
b) deve receber juízo positivo de admissibilidade, já que cumpridos os
respectivos requisitos;
c) deve receber juízo negativo de admissibilidade, em razão da ausência de
interesse recursal, considerando que incide na espécie o duplo grau de jurisdição
obrigatório;
d) deve receber juízo negativo de admissibilidade, apenas em razão de sua
intempestividade;
e) deve receber juízo positivo de admissibilidade, já que a Fazenda Pública
é isenta de preparo e não está sujeita a prazos recursais.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/264560
Questão 50: FGV - Proc Leg (ALMT)/AL MT/2013
Assunto: Disposições Gerais - Recursos (arts. 994 a 1.008)
A respeito do efeito devolutivo, quando da interposição de um recurso, assinale
a afirmativa correta.
a) O efeito devolutivo é responsável por impedir, de forma direta, o trânsito
em julgado da decisão recorrida.
b) O efeito devolutivo transfere, para órgão diverso do que proferiu a decisão
recorrida, o conhecimento da matéria impugnada.
c) O efeito devolutivo não permite que a decisão recorrida produza efeitos
antes do julgamento do recurso.
d) O efeito devolutivo provoca a reforma e consequente substituição do
provimento recorrido.
e) O efeito devolutivo provoca a anulação do provimento recorrido.
Esta questão possui comentário do professor no
site.www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/156590

Gabarito
1) C 2) A 3) C 4) C 5) B 6) B 7) D8) C 9) A 10) B 11) B 12) B 13) A
14) B15) B 16) C 17) B 18) D 19) E 20) C 21) C22) D 23) D 24) A 25) A
26) B 27) B 28) A29) A 30) C 31) C 32) B 33) C 34) C 35) E36) A 37) E
38) B 39) C 40) E 41) D 42) D43) B 44) E 45) B 46) D 47) E 48) E
49) B50) B