Vous êtes sur la page 1sur 8

FUNDAMENTOS DA EDUCAÇÃO

11) São características da Pedagogia Renovada:

a) Os procedimentos de ensino estão centrados na

exposição dos conhecimentos pelo professor, geralmente através da exposição oral.

b) Centrada em procedimentos de ensino que dêem

conta, por parte do aluno, da aquisição de meios de aprendizagem do mundo circundante e da

experiência cotidiana.

c) Coloca toda a atenção em modos instrucionais.

da

d) Sua

“eficientização” da aprendizagem.

proposta

metodológica

é

a

12) Em 1932, um grupo de educadores divulgou o

“Manifesto dos Pioneiros da Educação Nova” que defendeu ideias como a laicidade do ensino público, a gratuidade, a obrigatoriedade e a co-educação. Esse documento foi elaborado por:

a)

Fernando Azevedo.

b)

Anísio Teixeira.

c)

Lourenço Filho.

d)

Pascoal Leme.

13)

Segundo Libâneo, a avaliação dos alunos tem

como um dos seus objetivos:

a) Classificar os alunos para premiar o melhor da

turma.

b) Diagnosticar em qual etapa da aprendizagem

encontra-se o aluno para fazer os ajustes

necessários no processo de ensino-aprendizagem.

c) Comprovar que os alunos com comportamento

inadequado não conseguirão ser educados.

d) Ter um documento em mãos para culpar os

responsáveis, caso haja um baixo rendimento do aluno na avaliação.

14) Em sua teoria, Vygotsky desenvolveu a ideia de

que a aprendizagem pode ocorrer com a existência

de um par mais capaz. Este conceito na prática docente se reflete em qual estratégia didática abaixo:

a) Dois alunos com o mesmo aproveitamento

escolar estudando juntos.

b) Oferecer tarefas nas quais os alunos estudem

sozinhos.

c) Ter momentos na sala de aula de ócio produtivo,

nos quais os alunos fiquem simplesmente sem fazer

nada.

d) Formar duplas de estudo compostas por um

aluno com maior rendimento escolar e outro aluno com rendimento inferior.

15) O desenvolvimento cognitivo baseado nos

processos de assimilação, acomodação e

equilibração foi amplamente difundido por:

a) Paulo Freire;

b)

Jean Piaget;

c)

Lev Vygotsky;

d)

Célestin Freinet.

16)

O conceito de desenvolvimento intelectual

baseado na interação social e que aponta a zona de

desenvolvimento proximal (ZDP) como sendo a distância entre aquilo que o sujeito já sabe (conhecimento real) e aquilo que possui potencialidade para aprender (conhecimento potencial) foi apresentado por:

a)

Jean Piaget;

b)

Paulo Freire;

c)

Célestin Freinet;

d)

Lev. Vygotsky.

17)

De acordo com a Lei 8069/90, Estatuto da

criança e do adolescente,em seu artigo 53. A criança

e o adolescente têm direito à educação, visando ao pleno desenvolvimento de sua pessoa, preparo para

o exercício da cidadania e qualificação para o trabalho assegurando-se-lhes, EXCETO:

a) Igualdade de condições para o acesso e

permanência na escola.

b) Direito de contestar critérios avaliativos, podendo

recorrer às instâncias escolares superiores.

c) Direito ao exercício do voto para escolha dos

representantes legislativos.

d)

Direito de ser respeitado por seus educadores.

18)

De acordo com a Lei 8069/90, Estatuto da

criança e do adolescente, em seu artigo 56. Os

dirigentes dos estabelecimentos de ensino

fundamental comunicarão aos Conselhos Tutelares

os casos de EXCETO:

a) Maus-tratos envolvendo seus alunos.

b) Dificuldades de relacionamentos entre os alunos.

c) Reiteração de faltas injustificadas e de evasão

escolar, esgotados os recursos escolares.

d)

Elevados níveis de repetência.

19)

Tal gestão consiste no envolvimento de todos os

que fazem parte direta ou indiretamente do processo educacional no estabelecimento no estabelecimento

de objetivos, na soluça de problemas, na tomada de

decisões, na proposição de planos de ação, em sua implementação, monitoramento e avaliação, visando

os melhores resultados do processo educativo. Luck

(2006). Podemos afirmar tratar-se de:

a)

Gestão escolar.

b)

Gestão participativa.

c)

Gestão de urgências.

d)

Gestão de benefícios.

20)

Se a pedagogia crítica quiser ser levada a sério

como uma forma de luta cultural, deve buscar criar novas formas de conhecimento não apenas através

PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS – PROFESSOR DE HISTÓRIA

www.pciconcursos.com.br

PÁG. 4

de uma quebra de fronteiras disciplinares, mas também através da criação de novos espaços onde o conhecimento possa ser produzido. Isso significa que:

a) A pedagogia como forma de produção cultural

não pode estar limitada a textos canônicos e a relações sociais que medeiam e produzam formas de cultura dominante.

b) Uma pedagogia crítica da representação não

deve estabelecer a relatividade de todas as formas de representação.

c) Uma pedagogia crítica não deve trazer à luz as

estratégias que são usadas para estruturar a forma

como os textos são lidos, usados e recebidos em contextos e práticas particulares.

d) Uma pedagogia crítica da representação não

deve ser capaz de fazer uma articulação entre representações que operam em locais educacionais particulares e representações de interpelação e de relevâncias similares.

PROFESSOR I - HISTÓRIA

21) Os PCN´s (Parâmetros Curriculares Nacionais)

na área de História propõem, para os anos finais do ensino fundamental, o desenvolvimento de

capacidades e habilidades cognitivas como, por exemplo:

a) situar os conhecimentos históricos em múltiplas

temporalidades.

b) entender de forma pontual e separadamente o

presente e o passado.

c) compreender a disciplina como a ciência do

passado.

d) evitar procedimentos de pesquisa com o uso de

fontes como a iconografia.

22) Dentre as discussões historiográficas entorno da

chamada “Nova História Cultural”, podemos citar, EXCETO:

a) o estudo de práticas e representações culturais

como objeto de interesse.

b) a inter(relação) com outras disciplinas como a

Antropologia e a Literatura, por exemplos.

c) a apropriação de uma identidade cultural única e

o surgimento de uma História das mentalidades.

d) o fortalecimento da conexão entre a História

Cultural e a Micro-História.

23) A Lei nº 10.639/2003 reforça e possibilita a

reflexão e valorização da cultura afrobrasileira e suas influências na sociedade brasileira, ao estabelecer o estudo da História da África e dos africanos, a luta

dos negros no Brasil, a cultura negra brasileira e o negro na formação da sociedade nacional,

resgatando a contribuição do povo negro nas áreas

social, econômica e política pertinentes à História do Brasil. Além disto, a Lei propõe:

a) a discussão crítica sobre a memória e

esquecimento de importantes figuras históricas e abolicionistas de nossa sociedade como Tiradentes,

por exemplo.

b) a necessidade de luta contra o racismo, com a

lembrança hegemônica da figura histórica de Zumbi dos Palmares.

c) que a data de 20 de novembro, Dia Nacional da

Consciência Negra, seja incorporada ao calendário escolar.

d) a valorização do dia 13 de maio, data da

assinatura da Lei Áurea, importante ato de libertação

dos escravos em 1888.

24) A existência da civilização egípcia, a partir do

quarto milênio a. C., remete a formas de organização da vida social, cultural, econômica e política que lhe asseguraram um longo período de estabilidade. De especial destaque para a permanência por séculos do Antigo Egito, destaca-se:

a) a sua inerente tendência ao expansionismo

militar, que permitiu estender as fronteiras do Antigo

Egito até o Mediterrâneo e à antiga Pérsia, assegurando fronteiras seguras ao Estado.

b) o caráter principalmente comercial de suas

relações econômicas, que permitiu construir alianças duradouras e estáveis com os povos semitas da

região do Mediterrâneo oriental.

c) a organização da vida social e estatal em função

de grandes obras geridas por um Estado centralizado

e de natureza religiosa, permitindo a produção de

contínuos excedentes agrícolas e a sustentação de

uma população crescente.

d) a forte superioridade cultural e religiosa do Estado

e do povo egípcio, tendo como bases a escrita e o monoteísmo, o que assegurou a supremacia sobre os povos vizinhos atrasados.

25) A Antiguidade Ocidental, que teve suas épocas

clássicas, na Grécia, aproximadamente entre os séculos V e IV a. C., e em Roma, do século II a. C. ao século II d. C., caracterizou-se pelas intensas lutas políticas e sociais entre os diversos segmentos que nela se desenvolveram. Neste sentido, é correto afirmar que:

a) A condição eminentemente urbana dessas

civilizações, somada à tendência de diversificação

social e pela ampliação cultural resultante do contato comercial com outros povos, abriu a possibilidade de reformas políticas e de eliminação da escravidão.

b) Apesar do poder das aristocracias agrárias, a vida

econômica na Antiguidade Ocidental se baseou fundamentalmente na manufatura controlada por comerciantes proprietários de escravos, e os conflitos

PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS – PROFESSOR DE HISTÓRIA

www.pciconcursos.com.br

PÁG. 5

entre os segmentos urbanos e rurais marcou sua história política.

c) Os conflitos entre aristocratas e escravos, na

história romana, fortaleceram os segmentos de pequenos proprietários baseados no trabalho livre, com consequências democratizantes para a organização política e do direito.

d) Ao contrário do que ocorreu em algumas cidades-

Estado gregas, Roma jamais conheceu a quebra total da dominação aristocrática e a decorrente democratização da sua vida política.

26) O cristianismo se constituiu na religião oficial do

Império Romano no século VI d.C. A partir daquele momento a Igreja cristã se fortaleceu, exercendo um

papel de grande relevância durante a crise do mundo antigo e o advento de um novo tempo. Sobre esse papel, é correto afirmar que:

a) a Igreja cristã assegurou a “Pax Romana”, ao

mediar os conflitos entre o decadente mundo antigo e

os novos reinos bárbaros pagãos que ascendiam ao

poder.

b) a Igreja cristã foi uma espécie de “ponte” entre os

mundos antigo e medieval, ao preservar uma estrutura e sobrevivência de parte da cultura antiga.

c) a Igreja cristã herdou o poder político e militar do

Império Romano em seu período de crise, garantindo

a sobrevivência de sua cultura no Mediterrâneo oriental.

d) os Concílios da Igreja, como Trento, garantiram a

unidade cultural e religiosa do mundo romano, assegurando a permanência da totalidade de seu legado cultural.

27) Na forma e gradação previstas em lei, sem prejuízo da ação penal cabível, os Atos de Improbidade Administrativa não importarão em:

a) Suspensão dos Direitos Políticos, Perda da

Função Pública

b) Perda da Função Pública, Indisponibilidade

dos Bens

c) Indisponibilidade dos Bens, Ressarcimento ao

Erário

d) Perda do Direito Político, Suspensão da

Função Pública

28) “No princípio havia as cidades. O intelectual da

Idade Média, no Ocidente, nasce com elas. É com seu desenvolvimento comercial e industrial – digamos, modestamente, artesanal, que ele aprece,

como mais um homem de ofício dentre os quais se instalam nas cidades, onde se impõe a divisão do

trabalho.” Jacques Le Goff. Os intelectuais e a Idade Média.

A partir da afirmativa do historiador francês, acima

citada, é possível afirmar que:

a) As universidades, grande inovação intelectual da

Idade Média europeia, organizavam-se por faculdades e funcionavam como corporações de mestres e alunos.

b) Durante a Alta Idade Média, a Igreja adquiriu o

controle sobre a educação, dominando o ensino através das escolas religiosas e sendo o clero a elite intelectual.

c) A atividade intelectual somente renasceu com o

desenvolvimento dos Estados absolutistas e da vida comercial, após o século XV, depois de séculos de

retração.

d) O nascimento e a difusão das universidades

medievais bloqueou o desenvolvimento cultural, por causa de sua natureza absolutamente religiosa e

submissa à Igreja.

29) Sobre o direito de greve do servidor público municipal podemos afirmar:

a) Que é assegurado pela Lei Orgânica do

Município, contudo de conformidade com lei complementar federal;

b) Que é assegurado pela Lei Orgânica do

Município, porém de conformidade com lei especial ainda a ser votada pela Câmara Municipal de Guapimirim;

c) Que não é assegurado pelo Município não tendo

previsão legal em sua lei Orgânica, contudo previsto

em Legislação federal sobre o tema;

d) Que é assegurado pela Lei Orgânica Municipal,

ressalvando os casos dos serviços públicos essenciais previstos em lei complementar municipal.

30) Pode ocorrer redução salarial do servidor público

municipal em função de estado de calamidade

pública?

a) Segundo a Lei Orgânica Municipal somente por

legislação municipal especifica será possível a redução salarial;

b) Segundo a legislação federal vigorante a

irredutibilidade de vencimentos e subsídios somente será possível por referendo popular;

c) Em nenhuma hipótese poderá existir redução

salarial do servidor público municipal, conforme a Lei Orgânica.

d) Segundo a Constituição Federal, são irredutíveis

os subsídios e vencimentos do servidor público,

ressalvados os casos previstos na própria Constituição;

31) A partir dos séculos XIV e XV, a crise geral do

feudalismo gerou, na Europa centro-ocidental, efeitos que levaram à deterioração geral das condições de vida política sob as bases tradicionais da economia feudal e do domínio político da aristocracia. Revoltas

camponesas, fortalecimento da burguesia, diminuição da população, entre outros, resultaram

PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS – PROFESSOR DE HISTÓRIA

www.pciconcursos.com.br

PÁG. 6

num novo modelo político que se tornaria

b)

O Ato de Supremacia, promulgado por Henrique

hegemônico em partes da Europa entre os séculos

VIII

em 1534, rompeu com a Igreja Católica e

XV

e XVIII. Acerca deste novo modelo, a afirmativa

estabeleceu a Igreja Anglicana, mantendo, no

abaixo é correta:

entanto, vários aspectos do catolicismo.

 

a)

pode ser nomeado como Estado absolutista, que,

c)

O Concílio de Trento, ao reformar a estrutura

preservando os privilégios da nobreza em um novo formato centralizado, deu origem às modernas nações europeias, como Portugal, Espanha, França,

eclesiástica do catolicismo e ao adotar práticas protestantes, como o acesso direto do fiel à Bíblia, conseguiu restringir o avanço protestante a áreas do

Alemanha e Itália.

norte e centro da Europa.

 

b)

trata-se dos Estados nacionais modernos,

d)

O Calvinismo resultou em um conjunto de

resultantes do equilíbrio de classes em que a

correntes cristãs baseadas na ideia de que a fé deve

burguesia ascende ao poder econômico, mas ainda precisa fazer concessões políticas à nobreza e aos setores artesanais urbanos.

ser exercida através de atitudes éticas em todos os campos da vida, incluindo as atividades religiosas, econômicas ou intelectuais.

c)

refere-se ao Estado absolutista, expressão

política da ascensão econômica, social e cultural da burguesia comercial, que, ao implantar as políticas nomeadas como “mercantilismo” desfaz-se dos

34)

São instrumentos da execução da politica de

meio ambiente

estabelecida na lei orgânica no

município de Guapimirim, exceto:

 

resquícios feudais entre os séculos XV e XVIII.

a)

Fixação de normas e padrões como condições

d)

trata-se do Estado absolutista, resultante da

para

licenciamento de atividades potencialmente

centralização política em torno da figura do soberano, assegurando os privilégios da nobreza em um contexto de crise, e garantindo seu poder diante do

poluidoras.

 

b)

O tombamento de bens.

c)

A sinalização ecológica

fortalecimento da burguesia e da insatisfação camponesa.

d)

A sub-sede do parque nacional

 

35)

O corte histórico representado pela chegada dos

32)

Em 1580, uma parte da história portuguesa foi

europeus ao continente americano tende a ocultar, sob o rótulo de uma “América pré-Colombiana”, toda

variedade de civilizações e povos portadores de

uma

encerrada com a morte de D. Henrique, o último monarca da dinastia de Avis e com a subida ao trono de Filipe II, poderoso monarca espanhol. Iniciava-se

grande diversidade cultural, social e econômica, cujos

o período da União Ibérica. Sobre o impacto deste período na colonização portuguesa no Brasil, podemos informar que:

legados, apesar do impacto demográfico negativo decorrente do contato com os europeus e do processo colonizador, chegam aos dias de hoje. A alternativa abaixo é INCORRETA sobre os povos americanos:

a)

possibilitou a invasão dos holandeses no litoral do

nordeste brasileiro, por conta do interesse em voltar a

participar dos negócios do açúcar brasileiro.

a)

As diversas culturas da Meso-América

b)

criou uma grande modificação na estrutura

apresentaram grande desenvolvimento da agricultura

administrativa colonial, antes portuguesa e agora, espanhola.

e de práticas culturais sofisticadas, como o calendário solar e o desenvolvimento de formas de escrita.

c)

promoveu a Insurreição Pernambucana, no litoral

b)

Na Região Andina a criação de técnicas

açucareiro, incentivada pela monarquia portuguesa, contra os invasores espanhóis.

avançadas de irrigação e de transporte, a domesticação de animais, a centralização política e a existência de cidades demonstram a natureza avançada da civilização ali desenvolvida.

abriu espaço para a invasão de franceses no

litoral do Rio de Janeiro, com o estabelecimento de uma colônia chamada de França Antártica.

d)

c)

O planalto mexicano conheceu uma civilização

 

que

dominou o planejamento urbano, sede de um

33)

No quadro das amplas transformações culturais

império que conhecia uma grande estratificação

início do período moderno, que indicaram uma

ruptura com os traços fundamentais do mundo medieval, a quebra da unidade religiosa da

no

social, e cobrava tributos de povos dominados militarmente.

d)

A civilização Andina se caracterizou por uma

cristandade está entre aquelas que resultaram em efeitos mais profundos. Sobre a Reforma Protestante, assinale a única opção INCORRETA:

religião politeísta de natureza marcial, onde grandes templos, construídos nas cidades, eram palco do sacrifício de animais e mesmo de seres humanos, em geral criminosos e prisioneiros de guerra.

a)

As “95 Teses” escritas por Martinho Lutero em

1517 podem ser consideradas como ponto de partida

 

para a constituição da Reforma, ao criticar a corrupção da Igreja e os dogmas católicos.

36)

No

processo

de

conquista

das

populações

indígenas

americanas

por

parte

dos

Estados

PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS – PROFESSOR DE HISTÓRIA

www.pciconcursos.com.br

PÁG. 7

europeus na Época Moderna, a alternativa abaixo corresponde ao ocorrido:

Brasil, por conta de ter se tornado um símbolo de autoridade e centralidade do poder político.

a)

Os ingleses não hesitaram em exterminar as

civilizações existentes na América do Norte em função de seus interesses econômicos de exploração dos metais preciosos existentes no território daquele povo.

39)

Acerca das dificuldades encontradas por Irineu

Evangelista de Sousa, o barão de Mauá, em realizar os seus projetos econômicos para o Brasil no século

XIX, podemos dizer que:

b)

Os franceses, por colonizarem áreas de pouca

a)

Houve uma derrota política de D. Pedro II, que

importância no Caribe e na América do Norte, não tinham interesse em explorar os indígenas, se notabilizando por suas relações justas e igualitárias

pressionado pelos conservadores e republicanos, desistiu das ideias liberais de Mauá.

b)

Ocorreu uma oposição muito forte da aristocracia

com a população americana original.

agrária que era contrária a industrialização do país.

c)

A inexistência de população indígena expressiva

c)

Mauá era um péssimo administrador, mas se

no território hoje conhecido como Brasil levou os portugueses a adotarem, desde o início do século

destacava em ações de especulação econômica e procurava se isolar dentro das finanças do Império.

XVI, o trabalho de negros trazidos como escravos da África.

d)

Irineu, por vir de família rica e aristocrática,

baseava seus negócios na escravidão.

d)

Em regiões como o planalto mexicano e os

Andes, os espanhóis conquistaram Estados indígenas altamente organizados, utilizando em seu favor as suas formas de trabalho já existentes e explorando o trabalho de suas populações.

40)

“A questão da raça (e as questões correlatas do

determinismo climático) estava, porém, sendo

debatida abertamente na Europa, e os europeus não titubeavam em expressar-se em termos nada lisonjeiros em relação à América Latina, e, sobretudo,

37)

A formação de famílias escravas no período

ao

Brasil, devido ao grande peso, ali da influência

colonial tem sido alvo de importante debate na

africana.” Thomas Skidmore. Preto no branco. Raça

historiografia brasileira. Sobre este assunto, podemos afirmar que:

e nacionalidade no pensamento brasileiro.

O

historiador acima citado expressa uma das

a)

tem sido apontado que esta formação era

questões mais prementes da constituição da nacionalidade brasileira nos séculos XIX e XX, cujas consequências podem ser sentidas ainda hoje no pensamento social e no plano concreto das políticas públicas. Sobre a questão racial, é correta a seguinte opção:

incentivada apenas para a reprodução de cativos e seu consequente comércio interno de escravos.

b)

pode ser considerado como uma das formas de

resistência cultural dos escravos pois seu modelo de família era inspirado na sociedade africana.

c)

não era bem visto pelos proprietários de escravos

a)

o pensamento cientificista, hegemônico em fins

pois a existência da família escrava poderia

do século XIX, se apresentava como fundamentalmente otimista em relação ao futuro da população brasileira, vendo na mestiçagem a

desestabilizar a ordem e a disciplina social colonial.

d)

apesar do debate, não existem documentos e

registros suficientes para que estas conclusões se tornem uma realidade na história brasileira.

possibilidade de criação de uma raça nacional homogênea.

b)

a “democracia racial”, ideologia que atingiu seu

38)

Sobre o período regencial (1831-1840) no Brasil,

auge entre as décadas de 1940 e 1970, embora trouxesse o reconhecimento da relevância cultural

podemos afirmar que:

a)

diversas rebeliões regenciais surgiram por um

dos negros na formação do Brasil, não trouxe ganhos significativos para a superação das desigualdades raciais.

único motivo: a falta de recursos financeiros tendo em

vista o processo de descentralização política neste período.

c)

o Regime Militar (1964-1985) representou um

b)

as várias revoltas regenciais se caracterizavam

retrocesso na abordagem da questão racial no Brasil,

por movimentos de elite contra o poder central, pelo interesse desta de assumir os cargos políticos nas províncias.

por

sua aliança com a África do Sul do apartheid e

por

não assinar protocolos internacionais de combate

ao racismo.

c)

as revoltas regenciais marcaram a luta entre o

d)

a partir das décadas de 1970 e 1980, o

poder central do Império e a luta regional das

pensamento sobre a questão racial no Brasil foi

províncias, mostrando a fragilidade da Regência em contornar a crise.

fortemente influenciado pelo marxismo, que submerge a questão das diferenças raciais no contexto da luta de classes.

d)

a posse de D. Pedro II acabou imediata e

definitivamente com qualquer tipo de revolta no

 

PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS – PROFESSOR DE HISTÓRIA

www.pciconcursos.com.br

PÁG. 8

41) A Primeira Guerra Mundial (1914-1918) se

apresenta como um marco para diversos processos, iniciando, em vários países europeus, um período de conflitos e crises sem precedentes. Pode-se enumerar entre esses:

a) O desmoronamento dos principais impérios

coloniais, resultado da fragilidade política dos Estados europeus e do fortalecimento dos

movimentos nacionalistas na Ásia.

b) As imensas dificuldades econômicas que

desestruturaram vários países europeus no pós-

guerra, trazendo fenômenos antes desconhecidos como a hiperinflação.

c) O enfraquecimento político do liberalismo e do

parlamentarismo, abrindo caminho para uma

radicalização sem precedentes entre forças de extrema-direita e extrema-esquerda.

d) A guerra transformou Estados antes liberais em

gestores de uma economia militarizada que utilizou de novo o trabalho servil para a confecção de armas

e munições, em flagrante desrespeito às liberdades individuais.

42) Sobre a construção do socialismo na União

Soviética, a partir da década de 1930, a afirmação abaixo é INCORRETA:

a) consolidou-se a ditadura do Partido Comunista,

organizado em uma imensa rede que abrangia

praticamente todos os lugares da vida social:

fábricas, quartéis, instituições educativas, bairros.

b) a economia foi estatizada e submetida a um

planejamento generalizado, que abrangia períodos de cinco anos, onde se definiam metas e recursos,

priorizando-se, de modo geral, as indústrias de base e estratégicas para a defesa militar.

c) sob Kruschev, após a morte de Stalin, o processo

conhecido como “desestalinização” propiciou uma relativa liberalização do regime, acompanhada de uma nova política externa, que buscava a coexistência pacífica com o Bloco Capitalista.

d) sob Brejnev, nas décadas de 1960 e 1970,

definiram-se várias reformas na vida econômica, política e cultural, que traduziram uma abertura para pequenas empresas privadas e para a transparência na gestão pública.

43) Em julho de 1945 realizou-se na Alemanha a

Conferência de Potsdam, que contou com a participação de representantes das potências vitoriosas na guerra (Estados Unidos, Inglaterra, França e União Soviética). Nessa conferência, decidiu-se oficialmente que o território alemão seria dividido em quatro zonas de ocupação: francesa, britânica, americana e soviética. Dentre outras iniciativas deste importante encontro, podemos destacar:

a) a criação do estado de Israel garantindo a

ocupação territorial dos judeus que foram perseguidos durante a II Guerra Mundial.

b) a destituição do Tribunal de Nuremberg, que

voltaria à discussão na Conferência de Teerã.

c) a reversão das anexações alemãs, após 1937, e

a separação da Áustria da Alemanha.

d) a manutenção da militarização da Alemanha, mas

sob a supervisão e tutela dos países vencedores pós-

1945.

44) O governo norte-americano implantou, em 1948,

um plano de ajuda financeira no valor de 17 bilhões

de dólares concebido por George Marshall, o comandante do Estado-Maior durante a Segunda

Guerra Mundial e secretário de Estado norte- americano. O Plano Marshall, portanto, tinha como um dos seus objetivos:

a) Recuperar técnica e economicamente os países

da Europa Oriental, interferindo na influência política

e militar soviética na região.

b) Garantir as exportações norte-americanas para a

Europa Ocidental, que recuperava sua economia

gradativamente.

c) Estabelecer acordos bilaterais com a União

Soviética, garantindo um equilíbrio político, militar e ideológico no continente europeu.

d) Possibilitar que países do Terceiro Mundo

recuperassem suas respectivas economias com este apoio financeiro.

45) - No Afeganistão, a guerra dos combatentes islâmicos contra a ocupação soviética deu um novo

significado ao islamismo político e a própria noção de jihad (“guerra santa”), Como consequência deste enfrentamento, podemos informar que:

a) possibilitou a aproximação imediata da União

Soviética com os interesses norte-americanos, na luta contra o terrorismo internacional.

b) diminuiu a importância da revolução islâmica

iraniana, ocorrida em 1979 e sob a liderança do aiatolá Khomeini.

c) os combatentes afegãos foram perseguidos pelas

monarquias petrolíferas e pelo serviço secreto norte-

americano.

d) possibilitou a formação de redes transnacionais

como a Al-Qaeda (“a base”), organizada pelo saudita

Osama Bin Laden.

46) “O governo federal entregava cada um dos

estados à facção que dele primeiro se apoderasse. Contanto que se pusesse nas mãos do presidente da

República, esse grupo de exploradores privilegiados receberia dele a mais ilimitada outorga, para

servilizar, corromper e roubar as populações. (

) A

hipótese de intervenção federal não o inquietaria nunca mais. O governador da União não ousaria dela

PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS – PROFESSOR DE HISTÓRIA

www.pciconcursos.com.br

PÁG. 9

mais nunca, a não ser e quando a quadrilha protegida a solicitasse, para ultimar, em nome da autonomia estadual, a escravidão, a desonra e a pilhagem do estado”. (Rui Barbosa) A crítica de Rui Barbosa refere-se a “política dos estados” do então presidente da República Campos Sales (1898-1902). Sobre esta política, podemos entender que:

a) Criou uma Justiça Eleitoral para garantir a

isonomia dos três poderes e a total neutralidade do poder executivo federal nos estados.

b) Enfraqueceu o poder executivo em detrimento do

poder legislativo e dos poderes locais e regionais, reforçando o coronelismo.

c) A crítica de Rui Barbosa minou as bases políticas

de Campos Sales que perdeu a eleição seguinte para

o candidato da oposição, Rodrigues Alves.

d) Estabeleceu um pacto político com os

presidentes dos estados, fortalecendo as oligarquias

regionais e recebendo apoio para a intervenção do executivo na Câmara dos Deputados.

47) Das várias características do governo Dutra

(1946-1950), NÃO podemos citar:

a) A cassação do Partido Comunista Brasileiro

(PCB) em decorrência da conjuntura internacional de

Guerra Fria.

b) A existência de uma inflação alta e o arrocho

salarial dos trabalhadores, além do incentivo às

importações industriais.

c) A criação do Plano SALTE, que representava

uma política de investimento em setores públicos considerados prioritários.

d) A campanha “O Petróleo é Nosso” e a criação da

Petrobras, empresa que monopolizava a exploração do petróleo no Brasil.

48) Ao longo do primeiro período Vargas (1930-

1945), ocorreu um importante processo de crescimento das massas urbanas brasileiras. As modificações do mundo do trabalho e da educação

possibilitaram uma aliança política e moral entre o governante e a classe trabalhadora e estudantil que foi reforçada pelo (a):

a) contradição do crescimento populacional e da

classe operária em detrimento de uma pobre e

insuficiente cultura de massas.

b) política federal de educação liderada pelo ministro

Gustavo Capanema que empreendia um embate com as propostas educacionais autônomas do setor industrial, como o SENAI.

c) criação do Departamento de Imprensa e

Propaganda (DIP), responsável pela divulgação das

políticas do governo além da censura nos meios de comunicação.

d) surgimento da Escola Nova, movimento

educacional importante liderado por Anísio Teixeira e

Fernando de Azevedo e amplamente apoiado pela Igreja Católica.

49) “A mãe da virgem diz que não/E o anúncio da

televisão/E estava escrito no portão/E o maestro ergueu o dedo/Além da porta há o porteiro/Sim/E eu

digo não/E eu digo não ao não/E eu digo é proibido

proibir/É proibido proibir (

A música retrata uma conjuntura histórica de recrudescimento da ditadura militar no Brasil. Dentre as características deste período que explicam como o governo militar controlou o poder, temos a decretação do Ato Institucional nº 5 (AI-5) que significou, dentre outras ações:

(Caetano Veloso, 1968)

)”

a) a cassação dos direitos políticos de qualquer

cidadão, suprimindo a garantia do habeas corpus.

b) a desativação do pluripartidarismo, e

estabelecendo as bases do bipartidarismo

representado pela ARENA e pelo MDB.

c) a suspensão da Constituição por seis meses e

todos os direitos constitucionais dos cidadãos brasileiros.

d) o início do processo de censura em movimentos

culturais importantes como o tropicalismo, o cinema novo e o teatro de arena.

50) A Constituição de 1988 marcou não só um

período de retorno à democracia institucional, mas o

estabelecimento de uma nova era na História brasileira conhecida como Nova República. Sobre

esta conjuntura, podemos afirmar que a carta magna:

a) estabelecia uma centralização da organização do

Estado no que diz respeito às atribuições e usos dos

recursos entre União, estados e municípios.

b) previa que os poderes executivo e legislativo

deveriam ser originários do voto direto e secreto dos cidadãos brasileiros, havendo a prevalência do primeiro sob o segundo.

c) garantia a cobertura previdenciária para um

grande número de trabalhadores rurais, além de

novas regras acerca dos direitos sociais e trabalhistas.

d) diminuía o poder do Ministério Público, órgão que

tinha sido utilizado pelo regime militar no auge dos chamados “anos de chumbo”.

PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS – PROFESSOR DE HISTÓRIA

www.pciconcursos.com.br

PÁG. 10

Prova de Redação

Considere o texto abaixo para sua reflexão e produza (empregando a norma culta da língua), um texto dissertativo-argumentativo – de, no máximo, 25 e, no mínimo, 20 linhas --, sobre o TEMA abaixo destacado. Além de apresentar o seu ponto de vista acerca do assunto, inclua, na sai dissertação, uma proposta de intervenção.

O PRECONCEITO NA ESCOLA

Literatura de cordel combate drogas e preconceito nas escolas da Paraíba

'Cordel na Escola' já levou cultura popular a mais de 40 instituições. Projeto voluntário estimula leitura e declamação.

A métrica e a rima da literatura de cordel como instrumentos de aprendizado e de combate às drogas e ao

preconceito. Com esta ideia, o projeto voluntário 'Cordel na Escola' tenta introduzir a cultura popular no ensino da Paraíba. Mais de 40 escolas já foram visitadas em todo o estado, com um público-alvo dos 10 aos 18 anos de idade.

A iniciativa em favor da educação, conta com distribuição e incentivo à leitura e declamação dos folhetos em

escolas públicas e privadas. Para muitas crianças e jovens, o momento representa o primeiro contato com esta cultura popular. O poeta Izael Lima idealizou o projeto há mais de 10 anos. A atual ação educativa levanta questões como o combate ao uso de drogas, ao bullying e preconceitos, como a homofobia e o racismo. Pelo menos 12 voluntários apoiam o Cordel na Escola. A confecção dos cordéis é feita através de incentivos culturais de comerciantes locais.

Com a continuidade do trabalho pedagógico voltado para o ensino da literatura de cordel em alguma

) (

instituição, o projeto acaba descobrindo talentos, formando novos voluntários e desenvolvendo nos estudantes o prazer da leitura e da produção poética.

"Existem alunos que assistem palestra e entram no projeto conosco. Tem escola com continuidade mais

evolutiva, com acompanhamento específico, temos mais oportunidade de passar detalhes da métrica, rima

e compasso, para eles darem os primeiros passos e possam proliferar a arte. Talento é da natureza, a

gente começa a lapidar e eles vão se revelando aos poucos. Nossa intenção é resgatar essas crianças sem incentivo, porque é muito difícil fazer cultura nesse país, principalmente a linguagem cordelista", afirma.

O Cordel na Escola tem atuação durante todo o ano letivo, levando informação e cultura através das palestras e distribuição de folhetos nas escolas. Os cordéis educativos abordam atualmente os temas “Crack, a droga da morte”, “Bullying”, “Alcoolismo”, “DST” e “Tabagismo é coisa séria”.

(17/08/2014 07h38 - g1.globo.com/pb/paraiba/

/literatura-de-cordel-combate-drogas-e-preco)

ATENÇÃO CANDIDATO: Você poderá utilizar como rascunho a página em branco deste Caderno de Questões. Entretanto, para produzir o seu texto final utilize, apenas, a folha pautada, marcada com a palavra REDAÇÃO, que ao final da prova deverá, obrigatoriamente, ser entregue ao fiscal da sala juntamente com o seu cartão-resposta.

PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS – PROFESSOR DE HISTÓRIA

www.pciconcursos.com.br

PÁG. 11