Vous êtes sur la page 1sur 67

Exercícios

Polícia Civil
Período 2010 – 2018.
Exercícios Polícia Civil - Delegado

Sumário
Direito Constitucional......................................................................................................................... 3
Intervenção Federal ........................................................................................................................ 3
Segurança Pública ........................................................................................................................... 6
Direito Penal ....................................................................................................................................... 16
Crimes contra a Pessoa ................................................................................................................ 16
Direito Processual Penal .................................................................................................................. 46
Recursos .......................................................................................................................................... 46
Juizados Especiais Criminais ...................................................................................................... 55
Gabarito .............................................................................................................................................. 66
Exercícios Polícia Civil - Delegado

Direito Constitucional
Intervenção Federal

Questão 1: IBADE - Del Pol (PC AC)/PC AC/2017

Assunto: Intervenção Federal e Estadual (arts. 34 a 36 da CF/1988)


Acerca da intervenção federal, assinale a alternativa correta.
a) A invasão de um Estado-membro por outro não caracteriza hipótese de intervenção
federal, mas sim decretação de estado de sitio pelo Presidente da República.
b) Nas intervenções espontâneas, o Presidente da República deve ouvir o Conselho da
República e o de Defesa Nacional, embora não esteja obrigado ao parecer destes.
c) A intervenção do inciso VII do artigo 34, CRFBI88 (descumprimento de princípio
sensível) é hipótese de atuação ex officia do Presidente da República, ou seja, pode
decretar a intervenção sem a provocação de ninguém.
d) De acordo com o entendimento jurisprudencial do STF, a insuficiência de recursos
financeiros pelo Estado não caracteriza fundamento razoável para se indeferir pleito de
intervenção federal.
e) A hipótese do artigo 34, I, CRFB/88 (manter a integridade nacional), depende de
solicitação da Poder Legislativo ao Presidente da República.

Questão 2: COPS UEL - Del Pol (PC PR)/PC PR/2013

Assunto: Intervenção Federal e Estadual (arts. 34 a 36 da CF/1988)


Com relação ao texto da Constituição Brasileira (CF) de 1988, atribua V (verdadeiro) ou F
(falso) às afirmativas a seguir.

( ) A CF não poderá ser emendada na vigência de intervenção federal, de estado de


defesa ou de estado de sítio.

( ) O decreto de intervenção é ato do chefe do Poder Executivo e deverá especificar


a amplitude, o prazo e as condições de execução da intervenção e, se couber,
nomeará o interventor.

( ) Sempre que houver intervenção federal caberá o afastamento do governador do


Estado-Membro da federação que sofre a intervenção, para a devida correção dos
abusos cometidos.
Exercícios Polícia Civil - Delegado

( ) Entre as medidas coercitivas a vigorarem durante o estado de defesa encontram-


se restrições ao direito de sigilo de correspondência e ao direito de sigilo de
comunicação telegráfica e telefônica.

( ) A declaração de estado de guerra ou a resposta à agressão armada estrangeira


permite a suspensão dos direitos fundamentais individuais, para a boa condução da
defesa do Estado brasileiro.

Assinale a alternativa que contém, de cima para baixo, a sequência correta.


a) V, V, F, V, F.
b) V, F, F, V, V.
c) V, F, F, F, V.
d) F, V, V, F, F.
e) F, F, V, F, V.

Questão 3: UEG - Del Pol (PC GO)/PC GO/2013

Assunto: Intervenção Federal e Estadual (arts. 34 a 36 da CF/1988)


A Ação Direta de Inconstitucionalidade interventiva é proposta em desfavor da unidade
federada, com o fim de assegurar a observância dos chamados princípios constitucionais
sensíveis. São legitimados para a sua propositura:
a) o Ministério Público, agindo na qualidade de sucessor processual, nos interesses da
Federação.
b) as entidades de classe e associações constituídas no tempo e forma da lei, agindo em
nome próprio.
c) o Presidente do Senado Federal, representando o Congresso Nacional e atuando em
nome do mesmo.
d) o Procurador Geral da República, atuando como substituto processual, na defesa da
coletividade.

Questão 4: CEPERJ - Del Pol (PC RJ)/PC RJ/2009

Assunto: Intervenção Federal e Estadual (arts. 34 a 36 da CF/1988)


Qual das situações abaixo não constitui causa de intervenção da União nos Estados ou no
Distrito Federal:
a) Manter a integridade nacional.
b) Repelir invasão estrangeira ou de uma unidade da Federação em outras.
c) Garantir o livre exercício de qualquer dos Poderes nas unidades da Federação.
Exercícios Polícia Civil - Delegado

d) Prover a execução de lei federal, ordem ou decisão judicial.


e) Violar as regras do sistema financeiro nacional.

Questão 5: ACAFE - Del Pol (PC SC)/PC SC/2008

Assunto: Intervenção Federal e Estadual (arts. 34 a 36 da CF/1988)


A União não intervirá nos Estados nem no Distrito Federal e o Estado não intervirá em seus
municípios, exceto em situações expressas na Constituição da República Federativa do
Brasil.

Sobre intervenção, marque V ou F, conforme as afirmações sejam verdadeiras ou falsas.

( ) A União não intervirá nos Estados nem no Distrito Federal, exceto para, por
exemplo, assegurar a prestação de contas da administração pública direta e indireta.

( ) A decretação da intervenção, no caso de desobediência a ordem ou decisão


judiciária, dependerá de solicitação do Supremo Tribunal Federal, do Superior
Tribunal de Justiça ou do Tribunal Superior Eleitoral.

( ) O Estado não intervirá em seus Municípios, nem a União nos Municípios


localizados em Território Federal, exceto quando, por exemplo, o Tribunal de Justiça
der provimento à representação para assegurar a observância de princípios
indicados na Constituição Estadual, ou para prover a execução de lei, de ordem ou
de decisão judicial.

( ) O decreto de intervenção, que especificará a amplitude, o prazo e as condições


de execução e que, se couber, nomeará o interventor, será submetido à apreciação
do Congresso Nacional ou da Assembléia Legislativa do Estado, no prazo de
quarenta e oito horas.

A seqüência correta, de cima para baixo, é:


a) V - F - V - F
b) F - V - F - F
c) V - V - V - F
d) F - F - V - V

Questão 6: CPCON UEPB - Del Pol (PC PB)/PC PB/2003

Assunto: Intervenção Federal e Estadual (arts. 34 a 36 da CF/1988)


O estado de defesa, o estado de sítio e a intervenção federal, são situações nas quais a
ordem constitucional, as instituições democráticas e a própria sobrevivência do Estado
Exercícios Polícia Civil - Delegado

encontram-se ameaçadas, justificando medidas extremas para o restabelecimento da


harmonia social, jurídica e política.

Com base no enunciado, assinale a alternativa correta:


a) A intervenção federal pode ser decretada em razão de infração aos princípios sensíveis,
outro nome dado às cláusulas pétreas.
b) A intervenção federal, o estado de defesa e o estado de sítio são circunstâncias que
impedem o exercício do Poder Constituinte Derivado.
c) Tanto o estado de defesa quanto o estado de sítio estão sujeitos a prévio controle
político, realizado pelo Congresso Nacional.
d) Os Municípios situados no âmbito territorial dos Estados-membros expõem-se à
possibilidade constitucional de sofrerem intervenção decretada pela União Federal.
e) No caso do estado de sítio com fundamento em declaração de estado de guerra ou
resposta à agressão armada estrangeira não há qualquer limitação — formal ou material —
à possibilidade de restrição de direitos e garantias individuais.

Segurança Pública

Questão 7: CESPE - Del Pol (PC MA)/PC MA/2018

Assunto: Segurança Pública (art. 144 da CF/1988)


Conforme a CF, às polícias civis, dirigidas por delegados de polícia de carreira, cabe
a) exercer as funções de polícia marítima, aérea e de fronteiras.
b) patrulhar ostensivamente as ferrovias federais.
c) apurar as infrações penais contra a ordem política e social ou em detrimento de bens,
serviços e interesses da União.
d) exercer as funções de polícia judiciária e apurar as infrações penais, excetuadas as de
natureza militar.
e) responder pelo policiamento ostensivo, pela preservação da ordem pública e pela
defesa civil.

Questão 8: FAPEMS - Del Pol (PC MS)/PC MS/2017

Assunto: Segurança Pública (art. 144 da CF/1988)


Sobre a segurança pública, à luz da Constituição da República em vigor e dos
entendimentos do Supremo Tribunal Federal (STF), assinale a alternativa correta.
a) No entendimento atual do STF, é constitucional a exigência de dispositivo de
Constituição Estadual que exija que o Superintendente da Polícia Civil seja um delegado
de polícia integrante da classe final da carreira.
Exercícios Polícia Civil - Delegado

b) Conforme já pronunciou o STF, é dever do Estado manter em seus presídios os padrões


mínimos de humanidade previstos no ordenamento jurídico, sendo de sua
responsabilidade, nos termos do artigo 37, § 6°, da Constituição da República, a obrigação
de ressarcir os danos, inclusive morais, comprovadamente causados aos detentos em
decorrência da falta ou insuficiência das condições legais de encarceramento.
c) O Distrito Federal tem por peculiaridade que a sua polícia civil e sua polícia militar sejam
organizadas e mantidas pela União, nos termos da Constituição da República, e não sejam
subordinadas ao Governador do Distrito Federal.
d) O Estado-membro responsável pela unidade prisional é que deverá pagar a
indenização por danos morais ao preso se os padrões mínimos de humanidade previstos
no ordenamento jurídico forem descumpridos. Esse pagamento, conforme o STF, pode se
dar em pecúnia ou por meio de remição da pena.
e) O exercício do direito de greve, sob qualquer forma ou modalidade, é vedado aos
policiais civis, embora possa ser permitido de forma lícita em situações excepcionais a
outros servidores públicos que atuem diretamente na área de segurança pública.

Questão 9: FUNIVERSA - Del Pol (PC DF)/PC DF/2015

Assunto: Segurança Pública (art. 144 da CF/1988)


Com relação à defesa do Estado e das instituições democráticas, é correto afirmar que
a) a polícia federal se destina a apurar quaisquer infrações que tenham repercussão
interestadual ou internacional.
b) a polícia civil pode ser dirigida por qualquer servidor integrante com carreira de
delegado, agente, perito ou escrivão.
c) compete à polícia federal apurar infrações penais cometidas contra a União, suas
fundações, autarquias, empresas públicas e sociedades de economia mista.
d) a CF prevê a polícia federal, a polícia rodoviária federal, a polícia ferroviária federal e a
polícia aeroportuária federal como órgãos permanentes, estruturados em carreira,
organizados e mantidos pela União.
e) a polícia civil do Distrito Federal, a polícia militar do Distrito Federal e o corpo de
bombeiros militar do Distrito Federal são organizados e mantidos pela União, mas estão
subordinados ao governador do Distrito Federal.

Questão 10: VUNESP - Del Pol (PC SP)/PC SP/2014

Assunto: Segurança Pública (art. 144 da CF/1988)


Nos termos da Constituição Federal, os Municípios poderão constituir guardas municipais
destinadas
a) à execução de atividades de defesa civil.
b) ao patrulhamento ostensivo das vias públicas municipais.
Exercícios Polícia Civil - Delegado

c) às funções de polícia judiciária e à apuração de infrações penais.


d) à proteção de seus bens, serviços e instalações.
e) ao policiamento ostensivo e à preservação da ordem pública.

Questão 11: ACAFE - Del Pol (PC SC)/PC SC/2014

Assunto: Segurança Pública (art. 144 da CF/1988)


A segurança pública, dever do Estado, direito e responsabilidade de todos, é exercida para
a preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio.

Nesse sentido é correto afirmar, exceto:


a) Aos corpos de bombeiros militares cabem as atribuições definidas em lei, salvo a
execução de atividades de defesa civil.
b) Às polícias civis, dirigidas por delegados de polícia de carreira, incumbem, ressalvada
a competência da União, as funções de polícia judiciária e a apuração de infrações penais,
exceto as militares.
c) A polícia federal, instituída por lei como órgão permanente, organizado e mantido pela
União e estruturado em carreira, destina-se, dentre outras atribuições previstas
constitucionalmente, a exercer as funções de polícia marítima, aeroportuária e de
fronteiras.
d) As polícias militares e corpos de bombeiros militares, forças auxiliares e reserva do
Exército, subordinam-se, juntamente com as polícias civis, aos Governadores dos Estados,
do Distrito Federal e dos Territórios.
e) Às polícias militares cabem a polícia ostensiva e a preservação da ordem pública.

Questão 12: CESPE - DPF/PF/2013

Assunto: Segurança Pública (art. 144 da CF/1988)


Acerca das atribuições da Polícia Federal, julgue o item a seguir.

A Polícia Federal dispõe de competência para proceder à investigação de infrações penais


cuja prática tenha repercussão interestadual ou internacional, exigindo-se repressão
uniforme.
Certo
Errado

Questão 13: CESPE - DPF/PF/2013


Exercícios Polícia Civil - Delegado

Assunto: Segurança Pública (art. 144 da CF/1988)


Acerca das atribuições da Polícia Federal, julgue o item a seguir.

De acordo com a norma constitucional, cabe exclusivamente à Polícia Federal prevenir e


reprimir o tráfico ilícito de entorpecentes e drogas afins, portanto a atuação da polícia
militar de determinado estado da Federação no flagrante e apreensão de drogas implica a
ilicitude da prova e a nulidade do auto de prisão.
Certo
Errado

Questão 14: FGV - Del Pol (PC AP)/PC AP/2010

Assunto: Segurança Pública (art. 144 da CF/1988)


Os Órgãos apresentados nas alternativas a seguir estão incluídos no art. 144 da
Constituição como responsáveis pelo exercício da preservação da ordem pública e da
incolumidade das pessoas e do patrimônio, à exceção de um. Assinale-o.
a) Polícias Militares e Corpos de Bombeiros Militares.
b) Polícia Ferroviária Federal.
c) Polícias Civis.
d) Forças Armadas.
e) Polícia Federal.

Questão 15: FGV - Del Pol (PC AP)/PC AP/2010

Assunto: Segurança Pública (art. 144 da CF/1988)


Com relação ao tema Segurança Pública analise as afirmativas a seguir:

I. Os municípios poderão constituir guardas municipais destinadas à proteção de


seus bens, serviços e instalações, conforme dispuser a lei.

II. Às polícias civis, dirigidas por delegados de polícia de carreira, incumbem,


ressalvada a competência da União, as funções de polícia judiciária e a apuração de
infrações penais, exceto as militares.

III. A polícia federal, instituída por lei como órgão permanente, organizado e mantido
pela União e estruturado em carreira, destina-se a prevenir e reprimir o tráfico ilícito
de entorpecentes e drogas afins, o contrabando e o descaminho, sem prejuízo da
ação fazendária e de outros órgãos públicos nas respectivas áreas de competência.

Assinale:
Exercícios Polícia Civil - Delegado

a) se somente a afirmativa I estiver correta.


b) se somente a afirmativa II estiver correta.
c) se somente a afirmativa III estiver correta.
d) se somente as afirmativas I e II estiverem corretas.
e) se todas as afirmativas estiverem corretas.

Questão 16: FUNIVERSA - Del Pol (PC DF)/PC DF/2009

Assunto: Segurança Pública (art. 144 da CF/1988)


Como meio de manutenção da ordem constitucional, a Constituição da República
preservou sua integridade de momentos de exacerbada tensão social, disciplinando o que
pode ser chamado de legalidade excepcional. Ademais, quando tratou da defesa do
Estado e das instituições democráticas, a Constituinte também tratou das Forças Armadas
e da segurança pública. A respeito do tema, assinale a alternativa correta.
a) Recente entendimento do Supremo Tribunal Federal, em face da manutenção regular
do Estado Democrático de Direito, com respeito aos direitos e às garantias fundamentais
dos cidadãos, permite a admissibilidade de requisição de bens municipais pela União, em
se tratando de calamidade pública instalada na organização do município,
independentemente da instalação de estado de defesa ou de sítio.
b) É garantia dos militares, incluindo as praças prestadoras do serviço militar obrigatório,
a percepção de, no mínimo, um salário mínimo mensal.
c) O Departamento de Trânsito faz parte da segurança pública estadual.
d) Os princípios regentes da administração pública não são interpretados extensivamente
às militares, federais ou estaduais, mormente após a promulgação da Emenda
Constitucional n.º 18/1998, com a qual estes últimos não mais passaram a ser denominados
servidores públicos militares.
e) A Polícia Penitenciária, encarregada da vigilância dos estabelecimentos penais, não faz
parte da segurança pública estadual.

Questão 17: CESPE - Del Pol (PC RN)/PC RN/2009

Assunto: Segurança Pública (art. 144 da CF/1988)


Acerca da defesa do Estado e das instituições democráticas, assinale a opção correta.
a) Às polícias civis, dirigidas por delegados de polícia de carreira, incumbem, ressalvada
a competência da União, as funções de polícia judiciária e a apuração de infrações penais,
inclusive as militares.
b) A Polícia Rodoviária Federal, órgão permanente, organizado e mantido pela União e
estruturado em carreira, destina-se, na forma da lei, ao patrulhamento ostensivo das
rodovias federais, estaduais e municipais.
Exercícios Polícia Civil - Delegado

c) Tratando-se de diligência determinada judicialmente para a busca e apreensão em


residência, a participação da polícia militar não contamina o ato, em que pese não exercer
a função de polícia judiciária.
d) Compete à Polícia Federal exercer, com exclusividade, as funções de polícia judiciária
da União, sendo certo que cabe às polícias civis exercer as funções de polícia marítima,
aeroportuária e de fronteiras.
e) A organização e o funcionamento dos órgãos federais responsáveis pela segurança
pública serão disciplinados mediante decreto do presidente da República, de maneira a
garantir a eficiência de suas atividades.

Questão 18: UEG - Del Pol (PC GO)/PC GO/2008

Assunto: Segurança Pública (art. 144 da CF/1988)


São atribuições da Polícia Federal:
a) apurar infrações penais contra a ordem pública e social ou em detrimento de bens,
serviços e interesses da União ou de suas entidades autárquicas e empresas públicas, assim
como outras infrações cuja prática tenha repercussão regional ou interestadual e exija
repressão uniforme, segundo se dispuser em lei.
b) prevenir e reprimir o tráfico ilícito de entorpecentes e drogas afins, o contrabando e o
descaminho, sem prejuízo da ação fazendária e de outros órgãos públicos nas respectivas
áreas de competência.
c) exercer, concorrentemente com as polícias civis e militares, as funções de polícia
judiciária da União.
d) exercer as funções de polícia marítima, fluvial, aeroportuária e de fronteiras.

Questão 19: FAPEC - Del Pol (PC MS)/PC MS/2006

Assunto: Segurança Pública (art. 144 da CF/1988)


Referente ao texto constitucional que trata da segurança pública, assinale V para
Verdadeiro e F para Falso nas proposições abaixo:

( ) A segurança pública, dever do Estado, direito e responsabilidade de todos, é exercida


para a preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio,
através dos seguintes órgãos: I - polícia federal; II - polícia rodoviária federal; III - polícia
ferroviária federal; IV - polícias civis; V - polícias militares e corpos de bombeiros militares.

( ) A polícia federal, instituída por lei como órgão permanente, organizado e mantido pela
União e estruturado em carreira, destina-se a: I - apurar infrações penais contra a ordem
política e social ou em detrimento de bens, serviços e interesses da União ou de suas
entidades autárquicas e empresas públicas, assim como outras infrações cuja prática tenha
repercussão interestadual ou internacional e exija repressão uniforme, segundo se dispuser
em lei; II - prevenir e reprimir o tráfico ilícito de entorpecentes e drogas afins, o
Exercícios Polícia Civil - Delegado

contrabando e o descaminho, sem prejuízo da ação fazendária e de outros órgãos públicos


nas respectivas áreas de competência; III - exercer as funções de polícia marítima,
aeroportuária e de fronteiras; IV - exercer, com exclusividade, as funções de polícia
judiciária da União.

( ) A polícia rodoviária federal, órgão permanente, organizado e mantido pela União e


estruturado em carreira, destina-se, na forma da lei, ao patrulhamento ostensivo das
rodovias federais.

( ) Às polícias civis, dirigidas por delegados de polícia de carreira, incumbem, ressalvada a


competência da União, as funções de polícia judiciária e a apuração de infrações penais,
inclusive as militares.

( ) Os Municípios poderão constituir guardas municipais destinadas à proteção de seus


bens, serviços e instalações, com autorização da Polícia Federal.

Assinale a alternativa que apresenta a seqüência correta:


a) V – V – V – F – V.
b) V – V – F – F – F.
c) V – V – V – V – F.
d) F – F – V – V – F.
e) V – V – V – F - F.

Questão 20: FAPEC - Del Pol (PC MS)/PC MS/2006

Assunto: Segurança Pública (art. 144 da CF/1988)


Analise as afirmações abaixo, quanto à SEGURANÇA PÚBLICA no texto constitucional.

I - A polícia federal, instituída por lei como órgão permanente, organizado e mantido
pela União e estruturado em carreira, destina-se, dentre outras atribuições, a apurar
infrações penais contra a ordem política e social ou em detrimento de bens, serviços
e interesses da União ou de suas entidades autárquicas e empresas públicas, assim
como outras infrações cuja prática tenha repercussão interestadual ou internacional
e exija repressão uniforme, segundo se dispuser em lei.

II - A polícia rodoviária federal, órgão permanente, organizado e mantido pela União


e estruturado em carreira, destina-se, na forma da lei, ao patrulhamento ostensivo
das rodovias federais.

III - A polícia ferroviária federal, órgão permanente, organizado e mantido pela União
e estruturado em carreira, destina-se, na forma da lei, ao patrulhamento ostensivo
das ferrovias federais.
Exercícios Polícia Civil - Delegado

IV - Às polícias civis, dirigidas por delegados de polícia de carreira, incumbem,


ressalvada a competência da União, as funções de polícia judiciária e a apuração de
infrações penais, exceto as militares.

V - Às polícias militares cabem a polícia ostensiva e a preservação da ordem pública;


aos corpos de bombeiros militares, além das atribuições definidas em lei, incumbe a
execução de atividades de defesa civil.

Assinale a alternativa correta:


a) os itens I, II e V estão incorretos.
b) os itens I, III e IV estão corretos.
c) os itens II, III e V estão incorretos.
d) todos os itens estão corretos.
e) todos os itens estão incorretos.

Questão 21: FAURGS - Del Pol (PC RS)/PC RS/2006

Assunto: Segurança Pública (art. 144 da CF/1988)


Quanto à segurança pública em sentido estrito, indique a afirmação que está mais
adequada à Constituição.
a) A segurança pública é preservação da ordem pública e da Incolumidade das pessoas.
b) A apuração dos crimes contra a ordem política e social cabe às polícias estaduais.
c) Segurança pública abrange, entre outros aspectos, a defesa do Estado e da Pátria.
d) A Polícia Militar do Distrito Federal subordina-se diretamente ao Ministro da Justiça.
e) Em segurança pública, o Município tem competência legislativa e administrativa.

Questão 22: CESPE - DPF/PF/"Regionalizado"/2004

Assunto: Segurança Pública (art. 144 da CF/1988)


Uma proposta de emenda à Constituição, apresentada com o apoiamento de 250
deputados, tem por conteúdo alteração das competências da Polícia Federal, retirando-
lhe a função de polícia de fronteira - art. 144, § 1.º, III, parte final - e transferindo essa
competência para o Exército brasileiro. Admitindo que essa proposta de emenda à
Constituição, observadas as regras constitucionais relativas ao processo legislativo desse
tipo de proposição, venha a ser aprovada e promulgada, julgue o item a seguir.

Mesmo com a aprovação da referida emenda à Constituição, a transferência da função de


polícia de fronteira para o Exército brasileiro não implicaria a transferência da função de
Exercícios Polícia Civil - Delegado

polícia judiciária da União, porque, nos termos da Constituição Federal, essa competência
é exercida com exclusividade pela Polícia Federal.
Certo
Errado

Questão 23: CESPE - DPF/PF/"Regionalizado"/2004

Assunto: Segurança Pública (art. 144 da CF/1988)


Carlos, parlamentar federal em campanha para reeleição para seu terceiro mandato
federal, durante um passeio por bairros habitados por seus eleitores, encontrou um
adversário político também em campanha eleitoral, em busca de seu primeiro mandato
federal. Indignado com a presença do concorrente em seu reduto eleitoral, Carlos o
agrediu verbalmente, em público, tecendo comentários ofensivos em razão de sua afro-
descendência. Não houve agressão física porque os correligionários de ambos os
candidatos os afastaram rapidamente.

Com referência a essa situação hipotética, julgue o item que se segue.

No caso de ser aberto um processo penal, será da Polícia Federal a competência para a
elaboração do inquérito, e o processo, que será de competência originária do Supremo
Tribunal Federal (STF), poderá ter seu andamento sustado, se nesse sentido houver
aprovação, pela maioria dos membros da Casa a que pertencer o parlamentar, de pedido
de sustação encaminhado à Mesa da Casa por partido político que nela tenha
representação.
Certo
Errado

Questão 24: CESPE - DPF/PF/1997

Assunto: Segurança Pública (art. 144 da CF/1988)


Compete à Polícia Federal

prevenir e reprimir todo tráfico ilícito de substâncias entorpecentes e drogas afins.


Certo
Errado

Questão 25: CESPE - DPF/PF/1997

Assunto: Segurança Pública (art. 144 da CF/1988)


Compete à Polícia Federal

apurar infrações penais contra a ordem política e social ou em detrimento de bens, serviços
e interesses de toda a administração pública federal.
Exercícios Polícia Civil - Delegado

Certo
Errado

Questão 26: CESPE - DPF/PF/1997

Assunto: Segurança Pública (art. 144 da CF/1988)


Compete à Polícia Federal

exercer, concorrentemente com a Polícia Rodoviária Federal e com a Policia Ferroviária


Federal, no âmbito da competência de cada qual, a função de polícia judiciária da União.
Certo
Errado

Questão 27: CESPE - DPF/PF/1997

Assunto: Segurança Pública (art. 144 da CF/1988)


Compete à Polícia Federal

atuar como força auxiliar e reserva do Exército.


Certo
Errado

Questão 28: CESPE - DPF/PF/1997

Assunto: Segurança Pública (art. 144 da CF/1988)


O conjunto arquitetônico do Plano Piloto de Brasília foi tombado por meio da Portaria n °
4, de 13 de março de 1990, da então Secretaria do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional
(SPHAN), órgão do Ministério da Cultura. Posteriormente, editou-se, em relação ao
tombamento, a Portaria n.° 314, de 8 de outubro de 1992, do então Instituto Brasileiro do
Patrimônio Cultural (IBPC), também integrante do Ministério da Cultura. As competências
da SPHAN e do lBPC são atualmente exercidas pelo Instituto Patrimônio Histórico e
Artístico Nacional (IPHAN), autarquia federal. Em face dessas circunstâncias e das normas
constitucionais, especialmente as relativas à cultura, julgue o item abaixo.

Delitos perpetrados contra o Plano Piloto de Brasília, considerado como bem cultural,
deverão ser objeto de investigação por parte da Polícia Federal.
Certo
Errado
Exercícios Polícia Civil - Delegado

Direito Penal
Crimes contra a Pessoa

Questão 29: CESPE - Del Pol (PC GO)/PC GO/2017

Assunto: Homicídio
Álvaro e Samuel assaltaram um banco utilizando arma de fogo. Sem ter ferido ninguém,
Álvaro conseguiu fugir. Samuel, nervoso por ter ficado para trás, atirou para cima e acabou
atingindo uma cliente, que faleceu. Dias depois, enquanto caminhava sozinho pela rua,
Álvaro encontrou um dos funcionários do banco e, tendo sido por ele reconhecido como
um dos assaltantes, matou-o e escondeu seu corpo.

Acerca dessa situação hipotética, assinale a opção correta.


a) Álvaro cometeu os crimes de roubo qualificado e homicídio simples.
b) Samuel cometeu os crimes de roubo simples e homicídio culposo.
c) Álvaro cometeu os crimes de roubo e homicídio qualificados.
d) Álvaro cometeu o crime de homicídio qualificado e será responsabilizado pelo
resultado morte ocorrido durante o roubo.
e) Álvaro e Samuel cometeram o crime de roubo qualificado pelo resultado morte.

Questão 30: FAPEMS - Del Pol (PC MS)/PC MS/2017

Assunto: Homicídio
A partir da narrativa dos casos a seguir, assinale a alternativa correta.

CASO 1

Ana combina com Paulo de lhe fornecer um veneno que lhe provocaria uma morte lenta,
mas lhe entrega outro que causa a morte imediata.

CASO 2

Ana empresta uma arma para Rui cometer suicídio. Uma hora depois, Rui solicita a Aldo
que lhe mate. Com apenas um disparo no coração, Aldo contempla a vontade de Rui.

a) Em ambos os casos, Ana deverá responder por homicídio simples.


b) Ana deverá responder por homicídio simples apenas no primeiro caso.
c) Em ambos os casos, Ana deverá responder pela participação material em suicídio.
d) Ana deverá responder pela participação material em suicídio apenas no primeiro caso.
Exercícios Polícia Civil - Delegado

e) Ana deverá responder por homicídio qualificado (venefício) no primeiro caso

Questão 31: FAPEMS - Del Pol (PC MS)/PC MS/2017

Assunto: Homicídio
Segundo Busato (2014), "o homicídio é uma violação do bem jurídico vida como tal
considerado a partir do nascimento". E para Hungria (1959), esse crime constitui "a mais
chocante violação do senso moral médio da humanidade civilizada".

BUSATO. Paulo César. Direito Penal: parte especial, l.ed.


São Paulo: Atlas, 2014, p. 19. HUNGRIA, Nelson. Comentários ao código penal. 4.ed. Rio de Janeiro: Forense, 1959, p. 25.

O Código Penal Brasileiro, em seu artigo 121, apresenta três modalidades de tipos penais
de ação homicida, em que os elementos que o compõem podem ou não aparecer
conjugados. Acerca das modalidades do crime de homicídio, variantes e caracterização,
assinale a alternativa correta.
a) É caracterizada como homicídio a morte de feto atingido por disparo de arma de fogo,
quando ainda no ventre da mãe.
b) O infanticídio é modalidade do homicídio qualificado pelo resultado, quando a mãe
mata o próprio filho logo após o parto, sob a influência do estado puerperal, cuja pena é
agravada.
c) O latrocínio, por se tratar de espécie complexa de homicídio qualificado previsto no
artigo 121 do Código Penal, não é julgado pelo Tribunal do Júri por envolver questões
patrimoniais.
d) A eutanásia, ou o homicídio piedoso, é reconhecida como conduta praticada por
relevante valor moral, caracterizadora do homicídio privilegiado.
e) O homicídio pode ser considerado qualificado /privilegiado quando praticado por
relevante valor moral motivado por vingança.

Questão 32: FCC - Del Pol (PC AP)/PC AP/2017

Assunto: Homicídio
João decide agredir fisicamente Pedro, seu desafeto, provocando-lhe vários ferimentos.
Porém, durante a luta corporal, João resolve matar Pedro, realizando um disparo de arma
de fogo contra a vítima, sem contudo, conseguir atingi-lo. A polícia é acionada, separando
os contendores. Diante do caso hipotético, João responderá
a) apenas por lesões corporais.
b) apenas por tentativa de homicídio.
c) por rixa e disparo de arma de fogo.
d) por lesões corporais consumadas e disparo de arma de fogo.
Exercícios Polícia Civil - Delegado

e) por lesões corporais consumadas e homicídio tentado.

Questão 33: IBADE - Del Pol (PC AC)/PC AC/2017

Assunto: Homicídio
Austregésilo, verbalizando seu animus necandi, aponta uma arma de fogo municiada para
Arist6teles. Este, todavia, consegue entrar em luta corporal com Austregésilo,
apossando·se da arma de fogo antes do acionamento do gatilho. Considerando o caso
proposto, é correto afirmar que:
a) pela teoria objetivo·subjetiva, a conduta não saiu da esfera dos alas preparatórios, já
que o não acionamento do gatilho faz com que se pressuponha a ineXistência de vontade
de realização do tipo.
b) pela teoria subjetiva, só haverá tentativa de homicidio se a ação foi representada pelo
autor como executiva.
c) pela teoria objetiva individual. há homicídio , na forma tentada, independentemente do
plano do autor.
d) pela teoria objetiva formal. há homicidio. na forma tentada.
e) pela teoria objetiva material, a conduta não saiu dos atos preparatórios concernentes
ao homicídio.

Questão 34: IBADE - Del Pol (PC AC)/PC AC/2017

Assunto: Homicídio
Naiara, adolescente, ao chegar à própria casa depois do colégio, encontra seu pai caldo,
com um ferimento na cabeça, aparentemente produzido por disparo de arma de fogo
realizado por ele mesmo, todavia ainda respirando. Desesperada, corre até a casa de seu
tio Hermlnio, cunhado da vítima, solicitando ajuda, Como houvera uma rusga entre
Hermínio e a vitima, aquele se recusa a prestar auxílio, limitando-se a dizer à sobrinha:
"tomara que morra". Naiara. então, vai à casa de um vizinho, que se compromete a ajudá-
la Ao retornarem ao local do fato, encontram a vitima ainda viva, mas dando seus últimos
suspiros, vindo a óbito em menos de um minuto. Do momento em que Naiara viu a vitima
ferida até sua morte não transcorreram mais do que quinze minutos. Realizado o exame
cadavérico, o laudo pericial indica que o ferimento seria inexoravelmente fatal, ainda Que
o socorro tivesse sido prestado de imediato. Nesse contexto, com base nos estudos sobre
a omissão e acerca do bem jurídico- penal. é correto afirmar que a conduta de Herminio
caracteriza:
a) homicidio quallficado.
b) Induzimento, instigação ou auxílio ao suicídio.
c) homicídio culposo.
d) conduta atípica.
Exercícios Polícia Civil - Delegado

e) omissão de socorro.

Questão 35: IBADE - Del Pol (PC AC)/PC AC/2017

Assunto: Homicídio
Horácio, traficante de drogas, é integrante de uma facção criminosa instalada em certa
comunidade carente. Lucinda, ao seu turno, mora em comunidade dominada por facção
criminosa rival. Devido ao preço do aluguel, Lucinda se muda para a mesma comunidade
de Horácio, que, ao descobrir a origem de Lucinda, decide matá-Ia. Assim, usando uma
arma de fogo adquirida exclusivamente para aquela finalidade, Horácio vai à casa de
Lucinda e derruba a porta. Após percorrer alguns cômodos, Horácio descobre o quarto de
seu alvo, encontrando Lucinda sentada em uma cadeira de rodas. Só então descobre que
a mulher é tetraplégica. Nào obstante, Horácio coloca em prática sua intenção criminosa
e mata a vítima com um tiro na testa. Considerando apenas as informações contidas no
enunciado, pode-se dizer que Horácio praticou crime de:
a) feminicidio majorado,
b) homicídio qualificado pelos motivos determinantes e pelo modo de execução.
c) homicidlo qualificado pelos motivos determinantes.
d) homicídio qualificado pelo modo de execução.
e) feminicidio.

Questão 36: ACAFE - Del Pol (PC SC)/PC SC/2014

Assunto: Homicídio
De acordo com o Código Penal assinale a alternativa correta.
a) A pena para quem pratica homicídio qualificado será aplicada de 12 (doze.) a 20 (vinte.)
anos de reclusão.
b) Se o agente comete o crime de homicídio impelido por motivo de relevante valor social
ou moral, ou sob o domínio de violenta emoção, logo
em seguida a injusta provocação da vítima, o juiz pode reduzir a pena de um terço até a
metade.
c) A prescrição, depois da sentença condenatória com trânsito em julgado para a acusação
ou depois de improvido seu recurso, regula-se pela pena aplicada, não podendo, em
nenhuma hipótese, ter por termo inicial data anterior à da denúncia ou queixa.
d) A pena é aumentada de 1/6 (um sexto) até a metade se o crime de homicídio for
praticado por milícia privada, sob o pretexto de prestação de serviço de segurança, ou por
grupo de extermínio.
e) A sentença que conceder perdão judicial será considerada para efeitos de reincidência.
Exercícios Polícia Civil - Delegado

Questão 37: CESPE - Deleg (PC BA)/PC BA/2013

Assunto: Homicídio
Suponha que em naufrágio de embarcação de grande porte, tenha havido tombamento
das cabines e demais dependências, antes da evacuação da embarcação e resgate dos
passageiros e, em razão desse fato, os sobreviventes tenham sofrido diversos tipos de
lesões corporais e centenas tenham morrido por politraumatismo e afogamento. Com base
nessa situação hipotética, julgue o item seguinte, de acordo com a legislação brasileira.

Caso seja comprovada imperícia, negligência ou imprudência da tripulação, esta poderá


responder judicialmente pelo crime de homicídio em relação às mortes ocorridas no
naufrágio.
Certo
Errado

Questão 38: UEG - Del Pol (PC GO)/PC GO/2013

Assunto: Homicídio
Mévio, com aninus necandi, deixa de prestar auxílio a seu colega durante a escalada de
uma montanha íngreme e perigosa. Ao negar-se a estender a mão ao colega que havia se
desequilibrado, Mévio observa-o cair num precipício e morrer. Sobre a conduta de Mévio,
tem-se o seguinte:
a) estando na posição de garante, responderá por homicídio culposo, uma vez que
possuía o dever legal de impedir o resultado.
b) responderá pelo crime de omissão de socorro, com a pena triplicada pelo resultado
morte.
c) por haver assumido o risco do resultado morte, responderá pelo crime de homicídio
doloso, na espécie dolo eventual.
d) responderá pelo crime de homicídio doloso, posto que desejou diretamente o
resultado morte.

Questão 39: FGV - Del Pol (PC MA)/PC MA/2012

Assunto: Homicídio
Juca, transtornado, após ter flagrado seu pai praticando violência sexual com sua irmã de
apenas 05 anos de idade, que vem a falecer em razão da violência praticada, desfere uma
facada contra a cabeça do seu genitor que também vem a falecer. Após desferir o golpe
contra seu pai, e certificar-se da morte deste, Juca foge levando o relógio que a vítima
usava na ocasião. O agressor sexual era solteiro e possuía somente estes dois filhos. Mais
tarde, com a prisão de Juca, o fato foi levado ao conhecimento da autoridade policial.
Exercícios Polícia Civil - Delegado

Com base no exposto, assinale a alternativa que apresenta a tipificação correta.


a) Juca deverá responder por homicídio qualificado pelo meio cruel (Art. 121, § 2º, III, do
CP) e por furto simples (Art. 155, do CP).
b) Juca deverá responder por homicídio privilegiado (Art. 121, § 1º, do CP) e por furto
simples (Art. 155, do CP).
c) Juca não deverá responder por qualquer crime por ter agido escorado pela excludente
de ilicitude da legítima defesa de terceiro.
d) Juca deverá responder por homicídio privilegiado (Art. 121, § 1º, do CP).
e) Juca deverá responder por homicídio privilegiado (Art. 121, § 1º, do CP) e por roubo
simples (Art. 157, do CP).

Questão 40: FUNCAB - Del Pol (PC RJ)/PC RJ/2012

Assunto: Homicídio
Uma jovem, ao sair da faculdade à noite, é rendida por um homem que a estupra
brutalmente, proferindo-lhe várias ameaças. Aproveitando-se de uma distração do
bandido e temendo por sua vida, a vítima empreende fuga correndo desesperadamente e,
ao atravessar a rua, é atropelada por um veículo que passava pelo local, morrendo
imediatamente. Na qualidade de Delegado de Polícia, assinale a alternativa que contempla
a correta tipificação da conduta daquele que atacou a jovem.
a) Estupro.
b) Estupro qualificado pelo resultado morte.
c) Homicídio e estuproemconcurso formal.
d) Homicídio e estuproemconcurso material.
e) Homicídio.

Questão 41: FUNCAB - Del Pol (PC RJ)/PC RJ/2012

Assunto: Homicídio
Osvaldo, desejando matar, disparou seu revólver contra Arnaldo, que, em razão do susto,
desmaiou. Osvaldo, acreditando piamente que Arnaldo estava morto, colocou-o em uma
cova rasa que já havia cavado, enterrando-o, vindo a vítima a efetivamente morrer,em face
da asfixia.Assim, Osvaldo praticou:
a) homicídio qualificado pela asfixia e homicídio culposo, bem como ocultação de
cadáver.
b) homicídio qualificado pela asfixia e ocultação de cadáver.
c) homicídio simples e ocultação de cadáver.
Exercícios Polícia Civil - Delegado

d) homicídio culposo.
e) homicídio simples.

Questão 42: FUNCAB - Del Pol (PC RJ)/PC RJ/2012

Assunto: Homicídio
Maria é amiga e “cunhada” de Paula, pois namora Carlos, o irmão desta. Maria descobre
que está sendo traída por Carlos e conta a Paula. Esta sugere que Maria simule o suicídio
para dar uma lição em Carlos. Realizada a encenação, Carlos encontra Maria caída em sua
cama, aparentando estar com os pulsos cortados e morta, tendo uma faca ao seu lado.
Certo da morte de sua amada, pois a cena fora perfeitamente simulada, com aptidão para
enganar qualquer pessoa, Carlos, desesperado, pega a faca supostamente utilizada por
Maria e começa a golpear o corpo da namorada, gritando que ela não poderia ter feito
aquilo com ele, haja vista amá-la demais e que, portanto, sua vida teria perdido o sentido.
Maria, mesmo esfaqueada, não esboça qualquer reação, pois, para dar uma aura de
veracidade à farsa, havia ingerido medicamentos que a fizeram dormir profundamente. Em
razão dos golpes desferidos por Carlos, Maria acaba efetivamente morrendo. Assim, pode-
se afirmar que Carlos:
a) deve responder pelo crime de homicídio doloso duplamente qualificado, em face de a
morte ter ocorrido por motivo torpe e pela impossibilidade de reação da vítima, sendo
Paula coautora do mesmo crime, pois o direito penal brasileiro adota a teoria monista
mitigada.
b) deve responder por descumprir um dever de cuidado objetivo, que causou um
resultado lesivo, já que há previsão expressa do crime na
modalidade culposa, considerando Carlos que estava sob erro de tipo vencível; Paula é
partícipe do mesmo crime, pois o direito penal brasileiro adota a teoria monista mitigada.
c) não pode responder por crime algum, pois não há responsabilidade penal objetiva no
direito penal brasileiro.
d) deve responder pelo crime de vilipêndio a cadáver, haja vista estar em erro sobre o fato,
que, pela teoria extremada da culpabilidade, amolda-se ao instituto do erro de proibição.
e) deve ser indiciado pelo crime de destruição, subtração ou ocultação de cadáver, uma
vez que, estando sob erro de tipo vencível, fez o cadáver perder a sua forma original.

Questão 43: FUMARC - Del Pol (PC MG)/PC MG/2011

Assunto: Homicídio
Em relação à aplicação da Lei Penal é correto afirmar que:
a) Para aplicação da lei penal no tempo e no espaço, o Código Penal Brasileiro adotou,
respectivamente, as teorias do resultado e da ubiquidade.
Exercícios Polícia Civil - Delegado

b) De acordo com o art. 10 do Código Penal, na contagem de prazos penais, não se


computará o dia do começo, incluindo-se, porém, o do vencimento.
c) Pelo princípio da especialidade, o agente que efetua diversos disparos de arma de fogo
para o alto, vindo a causar a morte de dois transeuntes, responde pelos crimes de
homicídio consumado, em concurso formal impróprio, já que a norma especial afasta a
aplicação da norma geral.
d) Com a abolitio criminis procedida pela Lei nº 11.106/2005, para o crime de rapto,
cessaram todos os efeitos penais advindo de eventuais condenações, permanecendo,
conduto, os efeitos civis.

Questão 44: FUMARC - Del Pol (PC MG)/PC MG/2011

Assunto: Homicídio
Com relação aos crimes abaixo destacados, é CORRETO afirmar que:
a) é possível a participação de particular no delito de corrupção passiva, já que as
circunstâncias de caráter pessoal elementares ao crime se comunicam.
b) o homicídio praticado com dolo eventual afasta a incidência das circunstâncias
qualificadoras, uma vez que o agente não quer diretamente o resultado, apenas assume o
risco de produzi-lo.
c) para a configuração do crime de maus tratos, é necessário submeter a vítima a intenso
sofrimento físico ou psíquico, expondo-a a perigo de vida ou de saúde.
d) caracteriza-se o crime de injúria, ainda que as imputações ofensivas à honra subjetiva
da vítima sejam verdadeiras, cabendo exceção da verdade somente se o ofendido for
funcionário público e a ofensa relativa ao exercício de suas funções.

Questão 45: FGV - Del Pol (PC AP)/PC AP/2010

Assunto: Homicídio
Assinale a alternativa que não qualifica o crime de homicídio.
a) Emprego de veneno, fogo, explosivo, asfixia, tortura ou outro meio insidioso ou cruel.
b) Para assegurar a ocultação de outro crime.
c) Motivo fútil.
d) Abuso de poder ou violação de dever inerente a cargo, ofício, ministério ou profissão.
e) Mediante dissimulação.

Questão 46: FGV - Del Pol (PC AP)/PC AP/2010


Exercícios Polícia Civil - Delegado

Assunto: Homicídio
Carlos Cristiano trabalha como salva-vidas no clube municipal de Tartarugalzinho. O clube
abre diariamente às 8hs, e a piscina do clube funciona de terça a domingo, de 9 às 17 horas,
com um intervalo de uma hora para o almoço do salva-vidas, sempre entre 12 e 13 horas.

Carlos Cristiano é o único salva-vidas do clube e sabe a responsabilidade de seu trabalho,


pois várias crianças utilizam a piscina diariamente e muitas dependem da sua atenção para
não morrerem afogadas.

Normalmente, Carlos Cristiano trabalha com atenção e dedicação, mas naquele dia 2 de
janeiro estava particularmente cansado, pois dormira muito tarde após as comemorações
do reveillon. Assim, ao invés de voltar do almoço na hora, decidiu tirar um cochilo. Acordou
às 15 horas, com os gritos dos sócios do clube que tentavam reanimar uma criança que
entrara na piscina e fora parar na parte funda. Infelizmente, não foi possível reanimar a
criança. Embora houvesse outras pessoas na piscina, ninguém percebera que a criança
estava se afogando.

Assinale a alternativa que indique o crime praticado por Carlos Cristiano.


a) Homicídio culposo.
b) Nenhum crime.
c) Omissão de socorro.
d) Homicídio doloso, na modalidade de ação comissiva por omissão.
e) Homicídio doloso, na modalidade de ação omissiva.

Questão 47: FUNIVERSA - Del Pol (PC DF)/PC DF/2009

Assunto: Homicídio
Em cada uma das alternativas a seguir, há uma situação hipotética seguida de uma
afirmação que deve ser julgada. Assinale a alternativa em que a afirmação está correta.
a) João e José, matadores profissionais, colocam-se combinadamente em um
desfiladeiro, cada qual de um lado, esperando Pedro passar para eliminá-lo. Quando Pedro
se aproxima, os dois disparam, matando-o. Nessa situação hipotética, caso seja impossível
verificar quem foi o responsável pelo disparo que o matou, ambos responderão em autoria
colateral por homicídio tentado.
b) Caio colocou-se no quintal de uma casa para vigiar a rua enquanto seus comparsas
invadiam o lugar para subtrair bens. Dentro da casa, um dos invasores surpreendeu a todos
ao sacar uma arma e matar o proprietário. Nessa situação hipotética, todos os envolvidos
responderão pelo latrocínio, mas não haverá aumento de pena para Caio.
c) Dora resolveu matar seu filho recém-nascido logo após o parto. Para tanto, recebeu
ajuda de Carmem, enfermeira do hospital. Nessa situação hipotética, segundo a doutrina
majoritária, por ser o estado puerperal uma circunstância incomunicável, Dora responderá
por infanticídio enquanto Carmem responderá por homicídio doloso.
Exercícios Polícia Civil - Delegado

d) Henrique, desejando matar seu pai, equivocou-se e matou seu irmão. Nessa situação
hipotética, é correto afirmar que Henrique responderá por fratricídio.
e) Paulo pretendia matar seu desafeto André, que estava em um show acompanhado da
esposa, Marta. Ciente de que poderia acertar Marta, Paulo disparou contra André
acertando-o letalmente e ferindo Marta levemente. Nessa situação hipotética,
considerando que Paulo disparou uma única vez, é correto afirmar que ele responderá
pelos delitos de homicídio e lesão corporal leve em concurso formal imperfeito.

Questão 48: CEPERJ - Del Pol (PC RJ)/PC RJ/2009

Assunto: Homicídio
Considerando os delitos contra a pessoa, julgue os itens abaixo.

I- No homicídio preterintencional, o agente responderá por culpa com relação ao


resultado morte.

II- Mário e Bruno, pretendendo matar Nilo, mediante o uso de arma de fogo,
postaram-se de emboscada, ignorando cada um o comportamento do outro. Ambos
atiraram na vítima, que veio a falecer em virtude dos ferimentos ocasionados pelos
projéteis disparados pela arma de Bruno. Nessa situação, é correto afirmar que Mário
e Bruno são coautores do homicídio perpetrado.

III- O agente que, para livrar um doente, sem possibilidade de cura, de graves
sofrimentos físicos e morais, pratica a eutanásia com o consentimento da vítima,
deve, em tese, responder por homicídio privilegiado, já que agiu por relevante valor
moral, que compreende também os interesses individuais do agente, entre eles a
piedade e a compaixão.

IV- Caio e Tício, sob juramento, decidiram morrer na mesma ocasião. Para isso,
ambos trancaram-se em um quarto hermeticamente fechado e Caio abriu a torneira
de um botijão de gás; todavia, apenas Tício morreu. Nessa situação, Caio deverá
responder por participação em suicídio.

V- Um indivíduo, a título de correção, amarrou sua esposa ao pé da cama, deixando-


a em um quarto escuro e fétido. Nesse caso, o indivíduo responderá pelo crime de
maus-tratos.

Estão certos apenas os itens


a) I e III
b) I, III e V
c) I, II e V
d) II e IV
e) IV e V
Exercícios Polícia Civil - Delegado

Questão 49: CESPE - Del Pol (PC RN)/PC RN/2009

Assunto: Homicídio
Assinale a opção correta com relação à interpretação da lei penal, dos crimes contra a
pessoa e a paz pública.
a) Na legislação brasileira, não se mostra possível a existência de um homicídio
qualificado-privilegiado, uma vez que as causas qualificadoras, por serem de caráter
subjetivo, tornam-se incompatíveis com o privilégio. Além disso, a própria posição
topográfica da circunstância privilegiadora parece indicar que ela não se aplicaria aos
homicídios qualificados.
b) Considere a seguinte situação hipotética. Diego e Márcio, adultos, resolveram testar
suas respectivas sortes, instigando, um ao outro, a participar de roleta russa. Em hora e
local combinados, diante de um revólver municiado com apenas um projétil, cada qual
começou a puxar o gatilho contra sua própria cabeça, até que Márcio findou por se
suicidar. Nessa situação, Diego não responderá por nada, pois não se pune a
autoeliminação da vida.
c) A reincidência penal não pode ser considerada como circunstância agravante e,
simultaneamente, como circunstância judicial.
d) A reincidência, prevista no CP como agravante genérica, influi no prazo da prescrição
da pretensão punitiva.
e) O crime de quadrilha ou bando é formal e autônomo, mas sua consumação depende
da realização dos crimes ulteriores visados.

Questão 50: FUNCAB - Del Pol (PC RO)/PC RO/2009

Assunto: Homicídio
Imagine a seguinte hipótese: Caio, com a intenção de apenas atingir fatalmente Lúcia,
efetua vários disparos de arma de fogo e acaba atingindo o ombro da vítima e também
toda a lataria do carro desta.

Assinale a alternativa que tipifica a situação descrita.


a) Caio responderá por tentativa de homicídio em concurso formal com o crime de dano.
b) Caio responderá pelo crime de lesão corporal em concurso formal com o crime de
dano.
c) Caio responderá pela tentativa de homicídio.
d) Caio responderá pelo crime de lesão corporal.
e) Caio responderá por tentativa de homicídio em concurso material com o crime de
dano.

Questão 51: IBDH - Del Pol (PC RS)/PC RS/2009


Exercícios Polícia Civil - Delegado

Assunto: Homicídio
Analise as seguintes alternativas e marque a incorreta.
a) Uma das hipóteses de extraterritorialidade incondicionada da lei penal brasileira
manifesta-se quando o crime é de genocídio e o agente for brasileiro ou domiciliado no
Brasil.
b) O Código Penal brasileiro contempla hipóteses de crimes de atentado.
c) O agente “A”, querendo matar “B”, efetua dois disparos de arma de fogo na região do
abdômen de “B” e foge, mesmo tendo, ainda, quatro projéteis para disparar, pois pensou
que os atos praticados eram suficientes para produzir a morte de “B” . Contudo, momentos
depois, arrependido, volta ao local do crime para prestar socorro, onde não mais encontra
“B”, que já havia sido removido para um hospital por uma ambulância chamada por “C”,
que se encontrava nas imediações. “B” não morre em virtude do socorro recebido. A
situação jurídica na qual o agente “A” se encontra pode ser classificada, corretamente,
como de tentativa de homicídio.
d) O erro sobre elemento constitutivo do tipo legal de crime exclui o dolo, mas permite a
punição por crime culposo, se previsto em lei.
e) Não pratica ação antijurídica do ponto de vista penal quem, por erro plenamente
justificado pelas circunstâncias, supõe situação de fato que, se existisse, tornaria a ação
legítima.

Questão 52: IBDH - Del Pol (PC RS)/PC RS/2009

Assunto: Homicídio
Analise as seguintes assertivas.

I. Quando o tipo penal descreve a ausência de consentimento da vítima como


elementar, o consenso funciona como causa de exclusão da tipicidade.

II. Nos crimes contra a vida, há apenas uma hipótese de crime culposo e uma de
crime preterdoloso. O homicídio é crime comum, material, simples, de dano,
instantâneo e de forma livre.

III. Suponha a hipótese de um agente que, com vontade deliberada de matar um


desafeto, ministra veneno na comida que este estava ingerindo, em dose suficiente
para provocar-lhe a morte. Momentos depois, enquanto a vítima do envenenamento
ainda fazia a refeição, um veículo desgovernado invadiu o local em que se
encontrava, provocando ferimentos que a conduziram ao imediato óbito. Nesse
caso, o autor do envenenamento responderá pelo homicídio qualificado
consumado, considerando a letalidade do veneno ministrado.

IV. Considere a seguinte situação hipotética; o agente “A”, desejando matar seu
desafeto “C”, entrega ao agente “B” uma arma de fogo, fazendo-o supor que ela se
encontrava desmuniciada e, além disso, o induz a acionar o gatilho em direção a “C”;
“B”, de modo imprudente, aperta o gatilho da arma e mata “C”. Nesse caso, não há
Exercícios Polícia Civil - Delegado

concurso de agentes e, sim, dois delitos ocorreram: um homicídio doloso imputável


a “A” e um homicídio culposo imputável a “B”.

É correto o que se afirma em


a) apenas I, II e IV;
b) apenas I, II e III;
c) apenas I e IV;
d) apenas II e III;
e) todas as assertivas.

Questão 53: CESPE - Del Pol (PC PB)/PC PB/2009

Assunto: Homicídio
Assinale a opção correta com relação ao crime de homicídio.
a) No homicídio qualificado pela paga ou promessa de recompensa, o STJ entende
atualmente que a qualificadora não se comunica ao mandante do crime.
b) Com relação ao motivo torpe, a vingança pode ou não
configurar a qualificadora, a depender da causa que a originou.
c) A ausência de motivo configura motivo fútil, apto a qualificar o crime de homicídio.
d) Para a configuração da qualificadora relativa ao emprego de veneno, é indiferente o
fato de a vítima ingerir a substância à força ou sem saber que o está ingerindo.
e) A qualificadora relativa ao emprego de tortura foi tacitamente revogada pela lei
específica que previu o crime de tortura com resultado morte.

Questão 54: COPEC CETAM - Del Pol (PC AM)/PC AM/2009

Assunto: Homicídio
Vavá, afirmando falsamente que seu revolver está descarregado, induz Capitu, de apenas
10 anos de idade, a apontá-lo para a própria cabeça. Capitu puxa o gatilho e dispara o
projétil vindo a falecer. Vavá cometeu o crime de:
a) induzimento, instigação ou auxílio a suicídio.
b) lesão corporal grave seguida de morte.
c) homicídio.
d) induzimento, instigação ou auxílio a suicídio qualificado pela resistência diminuída da
vítima.
Exercícios Polícia Civil - Delegado

Questão 55: UEG - Del Pol (PC GO)/PC GO/2008

Assunto: Homicídio
Sobre o crime de homicídio, é CORRETO afirmar:
a) a natureza jurídica da sentença concessiva do perdão judicial, no homicídio culposo,
segundo orientação sumulada do Superior Tribunal de Justiça, é condenatória, não
subsistindo efeitos secundários.
b) existe a possibilidade da coexistência entre o homicídio praticado por motivo de
relevante valor moral e o homicídio praticado com emprego de veneno.
c) a conexão teleológica que qualifica o homicídio ocorre quando é praticado para ocultar
a prática de outro delito ou para assegurar a impunidade dele.
d) a futilidade para qualificar o homicídio deve ser apreciada subjetivamente, ou seja, pela
opinião do sujeito ativo.

Questão 56: ACAFE - Del Pol (PC SC)/PC SC/2008

Assunto: Homicídio
“Alpha”, com intenção de matar, põe veneno na comida de “Beta”, seu desafeto. Este,
quando já está tomando a refeição envenenada, vem a falecer exclusivamente em
conseqüência de um desabamento do teto.

No exemplo dado, é correto afirmar que “Alpha” responderá tão-somente por tentativa de
homicídio, porquanto:
a) o desabamento é causa concomitante relativamente independente da conduta de
“Alpha”, que exclui o nexo causal entre esta e o resultado “morte”.
b) o desabamento é causa superveniente relativamente independente da conduta de
“Alpha”, que exclui o nexo causal entre esta e o resultado “morte”.
c) o desabamento do teto é causa superveniente absolutamente independente da conduta
de “Alpha”, que exclui o nexo causal entre esta e o resultado “morte”.
d) o desabamento é causa concomitante absolutamente independente da conduta de
“Alpha”, que exclui o nexo causal entre esta e o resultado “morte”.

Questão 57: ACAFE - Del Pol (PC SC)/PC SC/2008

Assunto: Homicídio
Analise as alternativas a seguir. Todas estão corretas, exceto a:
a) Na tentativa perfeita ou acabada de homicídio o agente esgota o processo de execução
desse crime, fazendo tudo o que podia para matar, exaurindo sua capacidade de
vulneração da vítima.
Exercícios Polícia Civil - Delegado

b) O homicídio é delito formal.


c) O homicídio privilegiado não é considerado crime hediondo.
d) No homicídio, a vingança por si só não leva necessariamente ao reconhecimento da
qualificadora da torpeza.

Questão 58: ACAFE - Del Pol (PC SC)/PC SC/2008

Assunto: Homicídio
Analise as alternativas e assinale a correta.
a) Tentativa cruenta de homicídio é aquela que causa sofrimento desnecessário à vítima
ou revela uma brutalidade incomum, em contraste com o mais elementar sentimento de
piedade humana.
b) O latrocínio (roubo qualificado com resultado morte) é uma modalidade especial de
homicídio.
c) O crime de homicídio não pode ser causado por omissão.
d) As circunstâncias legais contidas na figura típica do homicídio privilegiado são de
natureza subjetiva.

Questão 59: ACAFE - Del Pol (PC SC)/PC SC/2008

Assunto: Homicídio
Em relação ao crime de homicídio, marque V ou F, conforme as afirmações a seguir sejam
verdadeiras ou falsas.

( ) O “outro crime" de que fala a qualificadora do homicídio sob o inciso V do § 2º


do artigo 121 (conexão teleológica) do Código Penal somente pode ser executado
pelo agente do homicídio.

( ) Na “emboscada” o sujeito ativo aguarda ocultamente a passagem ou chegada


da vítima, que se encontra desprevenida, para o fim de atacá-la. É inerente a esse
recurso a premeditação.

( ) A multiplicidade de golpes de arma branca contra a vítima não qualifica, por si


só, o crime de homicídio pelo emprego de meio cruel.

( ) A causa privilegiadora do “relevante valor moral” é incompatível com o


homicídio cometido com o emprego de veneno.

( ) O homicídio é crime comum.

A seqüência correta, de cima para baixo, é:


Exercícios Polícia Civil - Delegado

a) F - V - V - F - V
b) V - V - V - F - V
c) F - F - V - V - F
d) V - F - F - F - V

Questão 60: FAPEC - Del Pol (PC MS)/PC MS/2006

Assunto: Homicídio
José está desempregado, doente e sua família passa por necessidades financeiras agudas.
É casado com uma belíssima mulher, de nome Ana, que o ama muito. João, o vizinho,
interessado em manter relacionamento amoroso com Ana, e percebendo que ela ama
muito José, passa a induzir José ao suicídio, fazendo nascer em sua mente a idéia de
suicidar-se. Para tanto João invoca a péssima situação financeira de José. Após fazer
nascer em José a idéia do suicídio, João passa a instigá-lo ao suicídio, incentivando a idéia
mórbida pré-existente. Por fim, e passando do auxílio moral para o auxílio material, João
empresta uma corda para que José ceife a própria vida. José dirige-se a um bosque, amarra
a corda em um galho alto, sobe em um banquinho e passa a movimentar-se, visando
derrubar o banquinho. Ocorre que pelo declive do terreno o banquinho não cai. João, que
estava à espreita observando a ação de José, apanha um galho e empurra um dos pés do
banquinho, fazendo com que este tombe. José morre asfixiado. Estabelecida essa verdade
no inquérito policial, caberá ao Delegado de Polícia indiciar João:
a) Por infração ao art. 122 do CP, na modalidade auxiliar ao suicídio, com aumento de
pena pelo motivo egoístico.
b) Por infração ao art. 122 do CP, na modalidade instigar ao suicídio, com aumento de
pena pelo motivo egoístico.
c) Por infração ao art. 122 do CP, na modalidade induzir ao suicídio, com aumento de pena
pelo motivo egoístico.
d) Por infração ao art. 121 § 2º I do CP, homicídio doloso qualificado pelo motivo torpe.
e) Por infração ao art. 122 do CP, por três crimes, nas modalidades induzir, instigar e
auxiliar ao suicídio, com aumento de pena pelo motivo egoístico.

Questão 61: ACAFE - Del Pol (PC SC)/PC SC/2006

Assunto: Homicídio
Raul, com a intenção de matar João, desfere-lhe um tiro; porém, erra o tiro e causa lesão
corporal em Maria, que estava ao lado de João.

Nesse caso, responderá por:


a) lesão corporal contra Maria, como se tivesse atingido João.
b) tentativa de homicídio contra João, como se tivesse atingido Maria.
Exercícios Polícia Civil - Delegado

c) tentativa de homicídio contra Maria, como se tivesse atingido João.


d) lesão corporal contra João, como se tivesse atingido Maria.

Questão 62: ACAFE - Del Pol (PC SC)/PC SC/2006

Assunto: Homicídio
Analise as afirmações a seguir.

l Quem induz um alienado mental, desprovido de discernimento, a se suicidar não


comete o crime de induzimento, instigação ou auxílio ao suicídio, mas o crime de
homicídio.

ll No crime de homicídio, será torpe o motivo se for daqueles insignificantes, sem


importância, totalmente desproporcional em relação ao crime.

lll No crime de perigo para a vida ou para a saúde de outrem, o perigo deverá ser
concreto.

lV Só responderá pelo crime de omissão de socorro o agente que, antes da conduta


omissiva, haja assumido o dever legal de impedir o resultado.

Todas as afirmações corretas estão na alternativa:


a) I - IV
b) I - III
c) II - Ill
d) III - IV

Questão 63: FAURGS - Del Pol (PC RS)/PC RS/2006

Assunto: Homicídio
Sobre os tipos legais de crime praticado contra a pessoa, assinale a alternativa correta.
a) No crime de rixa, admite-se o perigo abstrato, pois a participação na rixa não importa
numa efetiva criação de risco para a vida e para a saúde das pessoas.
b) No crime de homicídio culposo, se o engenheiro age com negligência, deixando de
aplicar técnica à qual devia obedecer profissionalmente, a ele é Inaplicável majoração da
pena, ante a proibição do bis in idem.
c) O crime de homicídio culposo é compatível com a forma tentada, excepcionah1ente,
quando a gravidade da conduta deixa de produzir morte de alguém, por circunstância
fortuita, como no caso em que o agente envereda contra multidão, ao realizar manobra
extremamente imprudente.
Exercícios Polícia Civil - Delegado

d) No crime de abandono de incapaz, a pena somente será aumentada se o· abandono


ocorrer em lugar ermo ou se o agente for ascendente ou descendente, cônjuge, Irmão,
tutor ou curador da vítima.
e) O crime de lesão corporal culposa poderá ser classificado como leve, grave ou
gravíssimo, dependendo do resultado ocorrido.

Questão 64: CPCON UEPB - Del Pol (PC PB)/PC PB/2003

Assunto: Homicídio
Escolha e marque a alternativa inteiramente correta:
a) Todas as situações de lesão corporal, dispostas e regulamentadas no art. 129, §§1º a 7º,
do CP, são da competência do juízo singular comum, imunes aos Juizados Especiais
Criminais, devido sua natureza e constituição.
b) A Constituição Federal, através da letra d, inciso XXXVIII, art. 5º, reserva à instituição
do júri a competência exclusiva para o julgamento dos crimes dolosos contra a vida. A teor
do Código Penal Brasileiro, constituem-se crimes dolosos contra a vida, entre outros, o
homicídio simples, o privilegiado e o qualificado (art. 121, §§1º e 2º ), o induzimento,
instigação ou auxílio ao suicídio (art. 122 ), o infanticídio (art. 123 ), e o latrocínio (art. 157,
§2º, CP ).
c) O crime preterdoloso ou preterintencional ocorre quando o agente atua com dolo
inicial e culpa subseqüente. Por isso, é possível diagnosticá-lo entre os crimes da
competência do júri, excepcionalmente, e da alçada do juízo singular.
d) Dentre as formas qualificadas de prática homicida (§2º, art. 121, CP ), apenas aquelas
referidas nos incisos III (emprego de veneno, fogo, etc.) e IV (dissimulação ou outro
recurso que dificulte ou torne impossível a defesa do ofendido, etc.) são objetivas, e por
isso restam aplicáveis na hipótese de homicídio privilegiado (§1º, art. 121, CP ).
e) Em sede de lesão corporal, o perigo de vida, a debilidade permanente de membro,
sentido ou função, a deformidade permanente, a aceleração de parto e o aborto,
constituem espécies de lesões corporais graves, sendo, portanto, punidas segundo o
princípio da isonomia normativa.

Questão 65: CESPE - DPF/PF/2002

Assunto: Homicídio
No item que se segue, é apresentada uma situação hipotética, seguida de uma assertiva a
ser julgada.

Dimas, psicopata com interdição decretada, matou Jair, fato esse presenciado por um
agente de polícia. Nessa situação, o agente de polícia deverá efetuar a prisão de Dimas,
em face do flagrante próprio.
Certo
Exercícios Polícia Civil - Delegado

Errado

Questão 66: FAURGS - Del Pol (PC RS)/PC RS/1998

Assunto: Homicídio
Diz-se que há "horr1icidio qualificado pela conexão" quando o crime
a) ocorre somente em conexão teológica.
b) é praticado para garantir exclusivamente as qualificadoras.
c) ocorre unicamente em conexão ocasional.
d) ocorre para assegurar a execução, ocultação, impunidade ou vantagem em relação a
outro crime.
e) ocorre em concurso com outro delito contra a vida.

Questão 67: CESPE - DPF/PF/1997

Assunto: Homicídio
Em relação aos crimes contra a pessoa, julgue o seguinte item.

Se for doloso o homicídio, a pena será aumentada de um terço, no caso de crime praticado
contra pessoa menor de catorze anos.
Certo
Errado

Questão 68: FUNCAB - Del Pol (PC RO)/PC RO/2014

Assunto: Induzimento, instigação ou auxílio a suicídio


Em relação aos crimes contra a vida, dispostos no Código Penal, é correto afirmar:
a) No crime de induzimento, instigação ou auxílio a suicídio, disposto no artigo 122 do CP,
a pena é duplicada se o crime é praticado por motivo egoístico.
b) O Código Penal prevê o crime de aborto culposo.
c) Se do induzimento, instigação ou auxílio ao suicídio resulta lesão corporal de natureza
grave na vítima, a conduta daquele que induziu, instigou ou auxiliou a vítima a tentar se
suicidar é atípica.
d) Para a configuração da qualificadora do emprego de veneno no homicídio, disposta no
artigo 121, § 2º, inciso IlI, primeira figura, do CP, não se exige que a vítima desconheça a
circunstância de estar sendo envenenada.
e) O crime de infanticídio, descrito no artigo 123 do CP, prevê também como típica a
forma culposa desse delito.
Exercícios Polícia Civil - Delegado

Questão 69: CESPE - DPF/PF/1997

Assunto: Aborto provocado pela gestante ou com seu consentimento


Em relação aos crimes contra a pessoa, julgue o seguinte item.

Não é crime o aborto realizado pela própria gestante, se for provado que o feto estava
contaminado com vírus causador de doença incurável.
Certo
Errado

Questão 70: VUNESP - Del Pol (PC SP)/PC SP/2014

Assunto: Aborto provocado por terceiro


“X” recebe recomendação médica para ficar de repouso, caso contrário, poderia sofrer um
aborto. Ocorre que “X” precisa trabalhar e não consegue fazer o repouso desejado e, por
essa razão, acaba expelindo o feto, que não sobrevive. Em tese, “X”
a) não praticou crime algum.
b) praticou o crime de aborto doloso.
c) praticou o crime de aborto culposo.
d) praticou o crime de lesão corporal qualificada pela aceleração do parto.
e) praticou o crime de desobediência.

Questão 71: FUNCAB - Del Pol (PC RJ)/PC RJ/2012

Assunto: Aborto provocado por terceiro


Após ter ciência da gravidez de sua namorada Silmara, Nicanor convence a gestante a
abortar, orientando-a a procurar uma clínica clandestina. Durante o procedimento
abortivo, praticado pelo médico Horácio, Silmara sofre grave lesão, decorrente da
imperícia do profissional, perdendo, pois, sua capacidade reprodutiva. Nesse contexto,
considerando que a intervenção cirúrgica não era justificada pelo risco de morte para a
gestante ou em virtude de estupro prévio, Silmara, Nicanor e Horácio responderão,
respectivamente, pelos crimes de:
a) consentimento para o aborto (artigo 124, 2ª parte, CP); consentimento para o aborto
(artigo 124, 2ª parte, CP); e aborto praticado por terceiro com consentimento, em concurso
de crimes com o delito de lesão corporal qualificada (artigo 126 c/c artigo 129, § 2º, III,
ambos do CP).
b) consentimento para o aborto (artigo 124, 2ª parte, CP); aborto provocado por terceiro
com consentimento especialmente agravado (artigo 126 c/c artigo 127, ambos do CP); e
Exercícios Polícia Civil - Delegado

aborto provocado por terceiro com consentimento especialmente agravado (artigo 126 c/c
artigo 127, ambos do CP).
c) consentimento para o aborto (artigo 124, 2ª parte, CP); consentimento para o aborto
(artigo 124, 2ª parte, CP); e aborto provocado por terceiro com consentimento
especialmente agravado (artigo 126 c/c artigo 127, ambos do CP).
d) autoaborto (artigo 124, 1ª parte, CP); aborto praticado por terceiro com consentimento,
em concurso de crimes com o delito de lesão corporal qualificada (artigo 126 c/c artigo
129, § 2º, III, ambos do CP); e aborto praticado por terceiro com consentimento, em
concurso de crimes com o delito de lesão corporal qualificada (artigo 126 c/c artigo 129, §
2º, III, ambos do CP).
e) autoaborto (artigo 124, 1ª parte, CP); aborto provocado por terceiro com consentimento
especialmente agravado (artigo 126 c/c artigo 127, ambos do CP); e aborto provocado por
terceiro com consentimento especialmente agravado (artigo 126 c/c artigo 127, ambos do
CP).

Questão 72: COPEC CETAM - Del Pol (PC AM)/PC AM/2009

Assunto: Aborto provocado por terceiro


Não se pune o aborto praticado por médico se a gravidez resulta de estupro e o aborto é
precedido de consentimento da gestante ou, quando incapaz, de seu representante legal.
Trata-se do aborto denominado de:
a) necessário.
b) sentimental.
c) social.
d) consentido.

Questão 73: FAURGS - Del Pol (PC RS)/PC RS/2006

Assunto: Aborto provocado por terceiro


Médico pratica conduta tendente a produzir aborto, com o consentimento da gestante,
vindo ela a morrer, mas salvando-se o filho. Sobre o caso, assinale a alternativa correta.
a) É hipótese de punição pelo aborto e por homicídio culposo.
b) Não cabe punição pelo aborto, pois não se consumou, e sim pelo homicídio culposo.
c) Não cabe punição por tentativa de aborto, pois, em crime de aborto, não se admite
tentativa, restando o homicídio culposo ou com dolo eventual.
d) É hipótese de tentativa de aborto em concurso formal com homicídio culposo ou dolo
eventual, conforme se interprete o elemento psicológico do agente.
e) É hipótese de tentativa de aborto com a majorante da morte da gestante.
Exercícios Polícia Civil - Delegado

Questão 74: FAURGS - Del Pol (PC RS)/PC RS/1998

Assunto: Aborto provocado por terceiro


O agente desfere pontapé contra o ventre de uma mulher grávida, e isto leva ao
nascimento do teto. Nesse caso, diz-se que o crime praticado é
a) infanticídio.
b) homicídio simples.
c) aborto provocado por terceiro.
d) homicídio qualificado.
e) tentativa de homicídio contra a gestante.

Questão 75: FUNCAB - Del Pol (PC PA)/PC PA/2016

Assunto: Das lesões corporais


Amílcar, durante uma briga, tenta chutar seu adversário, mas sem querer acerta a própria
esposa, que buscava apartar a contenda. Atingida no ventre, a mulher sofre ruptura do
baço e é submetida a uma cirurgia de emergência, na qual tem o órgão extraído de seu
corpo, medida que garante sua sobrevivência. Considerando que Amílcar em momento
algum agiu com animus necandi, o comportamento do autor caracteriza crime de lesão
corporal:
a) culposa.
b) gravíssima com aumento de pena em virtude da relação conjugal entre autor e vítima.
c) grave.
d) gravíssima.
e) grave com aumento de pena em virtude da relação conjugal entre autor e vítima.

Questão 76: VUNESP - Del Pol (PC CE)/PC CE/2015

Assunto: Das lesões corporais


Se da lesão corporal dolosa resulta morte e as circunstâncias evidenciam que o agente não
quis o resultado morte, nem assumiu o risco de produzi-lo, configura(m)-se
a) homicídio doloso (dolo eventual).
b) lesão culposa e homicídio culposo, cujas penas serão aplicadas cumulativamente.
c) homicídio doloso (dolo indireto).
Exercícios Polícia Civil - Delegado

d) homicídio culposo qualificado pela lesão.


e) lesão corporal seguida de morte.

Questão 77: ACAFE - Del Pol (PC SC)/PC SC/2014

Assunto: Das lesões corporais


De acordo com o Código Penal, a lesão corporal que tem cominada pena de reclusão de
um a cincos anos, dentre outras, são as que resultam em:
a) deformidade permanente.
b) incapacidade permanente para o trabalho.
c) enfermidade incurável e aborto.
d) perda ou inutilização do membro, sentido ou função.
e) perigo de vida.

Questão 78: FGV - Del Pol (PC MA)/PC MA/2012

Assunto: Das lesões corporais


No curso de uma discussão entre irmãs, o marido de uma delas desfere um chute na barriga
da cunhada, causando-lhe lesões que ocasionaram o aborto, certo que a gravidez da vítima
não era do conhecimento do agressor.

A vítima, que trabalhava na prostituição, ficou impedida de exercer a sua atividade


“profissional” por prazo superior a 30 dias, o que foi reconhecido pela perícia.

Com base no exposto, assinale a alternativa que indica a tipificação correta e o juízo
competente para decidir o fato.
a) Artigo 129, do CP (lesão corporal simples), sendo a competência do JECRIM.
b) Artigo 129, §§ 1º, I (lesão corporal grave pela incapacidade para ocupações habituais
por mais de 30 dias), e 2º, V (lesão corporal gravíssima pelo aborto), do CP, sendo a
competência da Vara criminal comum.
c) Artigo 129, §§ 1º, I (lesão corporal grave pela incapacidade para ocupações habituais
por mais de 30 dias), e 2º, V (lesão corporal gravíssima pelo aborto), do CP, sendo a
competência da Vara da violência doméstica.
d) Artigo 129, § 1º, I (lesão corporal grave pela incapacidade para ocupações habituais por
mais de 30 dias), do CP, sendo a competência da Vara da violência doméstica.
e) Artigo 129, § 1º, I (lesão corporal grave pela incapacidade para ocupações habituais por
mais de 30 dias), sendo a competência da Vara criminal comum.
Exercícios Polícia Civil - Delegado

Questão 79: FAURGS - Del Pol (PC RS)/PC RS/2006

Assunto: Das lesões corporais


O agente AA, com vontade de matar seu inimigo BB, agride-o com faca e nele causa várias
lesões corporais. A vítima foge e, na perseguição, cal prostrada em razão dos ferimentos.
Prestes. a receber o golpe mortal, a vítima suplica pela vida. Sensibilizado, o agente afasta-
se do local. A vítima, socorrida, é levada a um hospital onde se restabelece. Sobre o caso,
assinale a alternativa correta.
a) É hipótese de tentativa de homicídio, ante os vários atos informados pelo dolo de
matar, não se consumando a morte ante a súplica da vítima.
b) É hipótese de tentativa de homicídio, pois apresenta-se caracterizada pelo Inequívoco
animus necandi do agente, não se consumando sua finalidade por motivo de piedade.
c) É hipótese de arrependimento eficaz, restando o agente punido par lesão corporal
dolosa.
d) É hipótese de desistência voluntária, restando o agente punido por lesão corporal
dolosa.
e) É hipótese de arrependimento posterior, restando o agente punido por lesão corporal
dolosa com diminuição de pena.

Questão 80: UDESC - Del Pol (PC SC)/PC SC/2002

Assunto: Das lesões corporais


Analise as seguintes afirmativas.

I. O homicídio é qualificado quando cometido, dentre outras, nas seguintes


situações: mediante paga ou promessa de recompensa, ou por outro motivo torpe;
por motivo fútil; para assegurar a execução, a ocultação, a impunidade ou a
vantagem de outro crime.

II. Segundo o art. 123 do Código Penal, infanticídio é matar, sob influência do estado
puerperal, o próprio filho, logo após o nascimento ou no período de até 15 (quinze)
dias após o parto.

III. A lesão corporal é considerada de natureza grave quando resulta em


incapacidade para as ocupações habituais, por período superior a trinta dias; perigo
de vida; debilidade permanente de membro, sentido ou função; aceleração do parto;

IV Se o agente comete o crime de lesão corporal impelido por motivo de relevante


valor social ou moral, ou sob razoável influência emocional, logo em seguida a injusta
provocação da vítima, o juiz pode reduzir a pena de um sexto a um terço.

Assinale a alternativa CORRETA.


a) Todas as afirmativas são verdadeiras.
Exercícios Polícia Civil - Delegado

b) Somente a afirmativa IV é verdadeira.


c) Somente as afirmativas I e III são verdadeiras.
d) Somente as afirmativas I e II são verdadeiras.

Questão 81: FAURGS - Del Pol (PC RS)/PC RS/2002

Assunto: Das lesões corporais


Um homem atropela um transeunte com sua charrete e o leva ao hospital de pronto-
socorro, mas este nega-se, lá, a receber uma necessária transfusão de sangue por
obediência à sua crença religiosa, fato que acaba causando--lhe a morte. Nesse caso, o
condutor da charrete deve ser condenado por
a) homicídio culposo, conforme Código de Trânsito Brasileiro artigo 302.
b) lesão seguida de morte, conforme Código Penal, artigo 129, parágrafo 3º.
c) lesão corporal culposa, conforme Código de Trânsito Brasileiro, artigo 303.
d) lesão corporal, conforme Código Penal, artigo 129.
e) homicídio simples, conforme Código Penal, artigo 121.

Questão 82: VUNESP - Deleg (PC BA)/PC BA/2018

Assunto: Dos crimes contra a honra


Segundo o art. 140, do Código Penal Brasileiro (crime de injúria.), é correto afirmar que
a) o crime de injúria qualificado, previsto no parágrafo 3º do art. 140, do CP, que consiste
na ofensa à honra com a utilização de elementos referentes à raça e à cor, é inafiançável e
imprescritível.
b) o crime de injúria qualificado, previsto no parágrafo 3º do art. 140, do CP, consiste na
ofensa à honra com a utilização de elementos referentes exclusivamente à raça, cor, etnia
e origem.
c) o perdão judicial, previsto no parágrafo 1º do art. 140, do CP, aplicável quando o
ofendido provoca diretamente a injúria, aplica-se ao crime de injúria qualificado, previsto
no parágrafo 3º do art. 140, do CP.
d) no crime de injúria, o objeto jurídico é a honra subjetiva do ofendido, podendo ser
praticado mediante dolo ou culpa.
e) na injúria real, prevista no parágrafo 2º do art. 140, do CP, a violência ou vias de fato
são meios de execução do crime.

Questão 83: IBADE - Del Pol (PC AC)/PC AC/2017


Exercícios Polícia Civil - Delegado

Assunto: Dos crimes contra a honra


Acerca dos crimes contra a honra, é correto afirmar que:
a) apenas a calúnia, considerados todos os crimes contra a honra.) pode ter a pessoa
mona como sujeito passivo do delito, hipótese em que o bem jurídico atingido será a honra
objetiva ou externa do morto.
b) não comete crime de calúnia quem, com Intenção de ampliar a lesão à honra do
ofendido, propala ou divulga a imputação prévia feita por outrem, sabendo da falsidade da
imputação, hipótese capaz de gerar apenas responsabilidade civil.
c) xingar um homem casado de "corno" ou "cornudo" é uma hipótese de injúria reflexa,
dando azo ao concurso formal de crimes.
d) o crime de calúnia pressupõe a falsidade da imputação, cuja ciência deve integrar o
dolo do agente, de modo que somente se admitirá dolo direto no referido delito.
e) escarnecer de alguém por motivo de crença e de forma privada caracteriza crime de
ultraje a culto, que prevalecera sobre o crime de injúria.

Questão 84: FUNCAB - Del Pol (PC PA)/PC PA/2016

Assunto: Dos crimes contra a honra


Ao realizar a manutenção da rede elétrica na casa de um cliente, o eletricista Servílio
inadvertidamente entra em um quarto que pensava ser o banheiro. Lá encontra fotos do
dono da casa fantasiado de Adolf Hitler, além de um diário. Ao folhear o diário, Servílio
descobre vários escritos nos quais o dono da casa manifesta seu desprezo por um vizinho,
por ele denominado “judeu sujo". Servílio, então, leva o fato ao conhecimento do vizinho,
que, sentindo-se ofendido, noticia o fato em uma delegacia policial. Ouvido o dono da
casa, este revela ser simpatizante do nazismo, usando o referido cômodo para dar
secretamente vazão à sua ideologia. Outrossim, o diário seria uma forma de extravasar suas
inquietações sem ser descoberto por terceiros. Considerando o caso concreto, é possível
afirmar que a conduta do dono da casa:
a) configura crime de difamação.
b) configura crime de injuria por preconceito.
c) configura crime de injuria.
d) configura crime previsto em lei especial.
e) é atípica.

Questão 85: FUNCAB - Del Pol (PC RJ)/PC RJ/2012

Assunto: Dos crimes contra a honra


Certo Juiz de Direito encaminha ofício à Delegacia de Polícia visando à instauração de
inquérito policial em desfavor de determinado Advogado, porque o causídico, em uma
Exercícios Polícia Civil - Delegado

ação penal de iniciativa privada, havia, em sede de razões de apelação, formulado


protestos e críticas contra o Magistrado, alegando que este fundamentara sua sentença
em argumentos puramente fantasiosos. Resta comprovado na investigação que os termos
usados pelo Advogado foram duros e que tinham aptidão para ofender a honra do
Magistrado, embora empregados de forma objetiva e impessoal.Assim, o Advogado:
a) deve responder por crime de injúria.
b) deve responder por crime de desacato.
c) deve responder por crime de difamação.
d) deve responder por crime de calúnia.
e) não responde por crime algum.

Questão 86: MS CONCURSOS - Del Pol (PC PA)/PC PA/2012

Assunto: Dos crimes contra a honra


Num almoço, dois irmãos começam a discutir na frente de familiares e alguns amigos
íntimos. A intenção do irmão “B” era simplesmente aconselhar “A”, porque sua conduta
habitual estava causando preocupações em seus genitores. Os familiares e amigos nem
iriam perceber a conversa, mas como “A” estava completamente embriagado, exaltou-se,
de modo que os demais perceberam a alteração no tom de voz dos interlocutores. O irmão
“A” insultou o irmão “B”, mas este não o levou em consideração devido ao estado de
embriaguez em que aquele se encontrava. Como paciência tem limite, o irmão “B”,
extremamente irritado, acabou por falar para “A” que não iria mais conversar com um
bêbado irrecuperável. Extremamente ofendido por ter sido chamado de bêbado na frente
de outras pessoas, dirigiu-se à delegacia mais próxima para realizar um termo
circunstanciado de ocorrência tipificado em injúria.

Considerando o previsto na legislação vigente sobre o crime de injúria, analise as


afirmativas abaixo:

I – Nos termos do art.140, § 1° do Código Penal, o juiz poderá deixar de aplicar a


pena, uma vez que o ofendido, irmão “A”, de forma reprovável, provocou
diretamente a injúria e porque ocorreu retorsão imediata, ou seja, consistiu em
revide seguido à primeira ofensa.

II – A injúria real é uma forma qualificada, prevista no § 2° do art. 140 do Código


Penal que consiste em violência ou vias de fato, que por sua natureza ou pelo meio
empregado, se considerem aviltantes, como por exemplo, em caso de agressão da
qual decorra lesão corporal, devendo responder pelos dois crimes. A pena, neste
caso, é de três meses a um ano e multa, além da correspondente à violência.

III – É espécie de injúria qualificada a prevista no § 3° do artigo 140 do Código Penal,


a qual foi introduzida pela Lei 10.741/03 e consiste na utilização de elementos
referentes à raça, a cor, à etnia, religião ou origem, com pena de reclusão de um a
três anos e multa. No delito de racismo, o agente tem como objetivo impedir o
exercício de um direito líquido e certo em razão de um preconceito (gerando uma
Exercícios Polícia Civil - Delegado

discriminação), ofendendo não só a vítima concreta, mas, todas as pessoas de uma


determinada raça, cor, etnia, etc. Na injúria preconceituosa, a sua intenção é, tão
somente, o de atacar a honra subjetiva de uma pessoa determinada, com propósitos
de humilhação com elementos racistas ou preconceituosos. Os xingamentos
referentes à raça ou cor da vítima constituem o crime de injúria qualificada e não
crime de racismo (Lei n° 7.716/89), pois este pressupõe sempre uma espécie de
segregação social e não individual, em função da raça ou da cor como, por exemplo,
a proibição de fazer matrícula em escola, de entrar em estabelecimento comercial,
de se tornar sócio de um clube desportivo.

IV – Na injúria, qualificada pelo Código Penal, pretende-se ofender a honra


subjetiva de uma pessoa. Já o crime de preconceito, previsto na Lei 7.716/89, revela
uma intolerância a toda a uma coletividade, em função da raça ou da cor. A diferença
entre os ilícitos penais é somente quanto à prescrição. A injúria preconceituosa, cuja
pena prevista é a de reclusão de um a três anos e multa, está sujeita à prescrição, na
forma do artigo 109, do Código Penal. Os delitos não devem ser confundidos porque
os elementos objetivos e subjetivos exigidos nos respectivos tipos legais se mostram
completamente distintos.

De acordo com as afirmativas citadas, assinale a alternativa correta:


a) Somente I e IV estão corretas.
b) Somente II e III estão corretas.
c) Somente a III está correta.
d) Somente I, II e III estão corretas.
e) Somente as I, II e IV estão corretas.

Questão 87: FUNIVERSA - Del Pol (PC DF)/PC DF/2009

Assunto: Dos crimes contra a honra


Acerca dos crimes contra a honra, assinale a alternativa correta.
a) Nos crimes de calúnia e difamação, não se admite a retratação.
b) A exceção da verdade, no crime de calúnia, é admitida se, constituindo o fato imputado
crime de ação privada, o ofendido não foi condenado por sentença irrecorrível.
c) É impunível a calúnia contra os mortos.
d) No delito de injúria, o juiz poderá deixar de aplicar a pena se o ofendido, de forma
reprovável, provocou diretamente a injúria.
e) Caso um advogado, na discussão da causa durante uma audiência, acuse o juiz de
prevaricação, o crime de calúnia estará amparado pela imunidade judiciária.

Questão 88: FUNCAB - Del Pol (PC RO)/PC RO/2009


Exercícios Polícia Civil - Delegado

Assunto: Dos crimes contra a honra


Acerca dos crimes contra a pessoa, previstos no Título I, da Parte Especial, do Código
Penal, assinale a alternativa correta.
a) No crime de homicídio, o emprego de veneno é considerado causa que sempre
aumenta a pena.
b) No crime de injúria, a retorsão imediata, consistente em outra injúria, é causa que
sempre diminui a pena.
c) A ação penal no crime de difamação praticado contra funcionário público, em razão de
suas funções, somente se procede mediante representação do ofendido.
d) A internação da vítima em casa de saúde ou hospital é considerada causa de aumento
de pena no crime de sequestro.
e) O crime de ameaça somente se procede mediante queixa.

Questão 89: CESPE - DPF/PF/1997

Assunto: Da rixa
Em relação aos crimes contra a pessoa, julgue o seguinte item.

O evento morte, ocorrido durante uma rixa, qualifica a conduta de todos os contendores.
Certo
Errado

Questão 90: CESPE - DPF/PF/2013

Assunto: Dos Crimes contra a Liberdade Pessoal


Com relação aos crimes previstos no CP, julgue o item que se segue.

O delito de sequestro e cárcere privado, inserido entre os crimes contra a pessoa, constitui
infração penal de ação múltipla, e a circunstância de ter sido praticado contra menor de
dezoito anos de idade qualifica o crime.
Certo
Errado

Questão 91: IBADE - Del Pol (PC AC)/PC AC/2017

Assunto: Dos Crimes contra a Inviolabilidade de Domicílio


Assinale a alternativa que contempla uma hipótese de violação de domicilio.
Exercícios Polícia Civil - Delegado

a) Pafúncio e Marocas, casados, em virtude de um desentendimento, resolvem se separar,


após o Que, conforme acordado entre ambos, Pafúncio deixa o lar conjugal para morar em
outra casa, Semanas depois, embora já proposta a ação de divórcio , Pafúncio retorna ao
imóvel e ali se instala sem a ciência de Marocas, que naquele momento viajava com o novo
namorado.
b) Clarabela, ao passear pelas ruas internas de um condomlnio de casas , no qual entrou
regularmente , percebe um canteiro de rosas no jardim de um dos imóveis. Como o jardim
não é murado, delimitado por cercas ou possui qualquer outro obstáculo ao livre acesso
de pessoas, Clarabela nele ingressa, de lá colhendo uma muda de fiar para levar consigo.
c) Jeremias, após o trabalho, por volta das 18h, notando que não chegara a tempo para
ver o jogo televisionado de seu time de coração, entra no saguão de um hotel, misturando-
se a hóspedes e funcionários, pois ali há um telão transmitindo a partida.
d) Ferdinando, fol6grafo, é contratado para trabalhar em um evento privado. No dia
agendado, erra o endereço e ingressa - de forma não autorizada - no aniversário de Violeta.
Instado pelos seguranças a deixar o local, ainda desconhecendo seu equívoco, Ferdinando
se recusa a sair, o Que só acontece com a chegada da policia militar.
e) Acácia, andarilho, entra em um apartamento de propriedade de Nestor, o qual se
encontra vazio e destinado â locação. Embora sua intenção inicial fosse apenas pernoitar
no imóvel, Acácia decide fazer do local sua nova moradia.

Questão 92: FCC - Del Pol (PC MA)/PC MA/2006

Assunto: Dos Crimes contra a Inviolabilidade de Domicílio


José, com a intenção de subtrair jóias, ingressa por uma porta aberta no interior da
residência da vítima. Já no interior da moradia, apodera-se de um objeto, mas resolve ir
embora do local sem nada levar. Nesse caso, José
a) responderá por tentativa de furto.
b) responderá por invasão de domicílio.
c) responderá por furto consumado.
d) não responderá por nenhum crime, pois houve desistência voluntária.
e) não responderá por nenhum crime, pois houve arrependimento eficaz.

Questão 93: CESPE - DPF/PF/2002

Assunto: Dos Crimes contra a Inviolabilidade de Correspondência


No âmbito da jurisdição constitucional das liberdades, a proscrição da prova ilícita no
processo é tema recorrente, seja porque o aparelho policial brasileiro ainda se entremostra
arbitrário, seja porque há dificuldades, em certos casos, de avaliar-se a extensão dos
efeitos que a inadmissão da prova tida por ilícita acarreta para a investigação e persecução
Exercícios Polícia Civil - Delegado

criminal. Na esteira da doutrina dominante e das decisões do Supremo Tribunal Federal


(STF), julgue o item abaixo, relativo a esse assunto.

Por não se tratar de hipótese de interceptação telefônica sem autorização judicial, a


conversa informal mantida pelo indiciado com policiais, na delegacia, pode ser gravada
por estes, e a eventual confissão de prática delituosa constante na gravação é tida por
prova válida para sustentar pedido de prisão temporária do confesso.
Certo
Errado

Direito Processual Penal


Recursos

Questão 94: VUNESP - Del Pol (PC SP)/PC SP/2014

Assunto: Teoria Geral dos Recursos Criminais (disposições gerais sobre recursos)
Dentre os recursos a seguir, aquele em que não é possível a desistência é:
a) apelação.
b) em qualquer recurso interposto pelo Defensor Público.
c) protesto por novo júri.
d) em qualquer recurso interposto pelo Ministério Público.
e) recurso em sentido estrito.

Questão 95: FUNCAB - Del Pol (PC RO)/PC RO/2014

Assunto: Teoria Geral dos Recursos Criminais (disposições gerais sobre recursos)
Com base nas ponderações doutrinárias acerca da teoria geral dos recursos, aponte a
alternativa que prevê as características fundamentais dos recursos.
a) Alguns recursos criam uma nova relação processual, outros não, mas sempre têm por
objeto a impugnação de um ato judicial.
b) Todo recurso é voluntário, prolonga a mesma relação processual e impugna decisão
judicial.
c) O recurso pode ser voluntário ou obrigatório, prolonga a mesma relação processual e
impugna decisão judicial.
d) O recurso pode ser voluntário ou obrigatório, cria uma nova relação processual e
impugna decisão judicial.
e) Todo recurso é obrigatório, cria uma nova relação processual e impugna decisão
judicial.
Exercícios Polícia Civil - Delegado

Questão 96: FGV - Del Pol (PC MA)/PC MA/2012

Assunto: Teoria Geral dos Recursos Criminais (disposições gerais sobre recursos)
Apesar de predominar na doutrina o entendimento de que o duplo grau de jurisdição não
é um princípio constitucional absoluto, o Código de Processo Penal contém uma série de
dispositivos sobre este tema, já que os recursos, juntamente com as ações autônomas de
impugnação, possibilitam um amplo exercício do direito de defesa.

A esse respeito, assinale a afirmativa correta.


a) Caberá recurso de apelação da decisão que pronunciar o réu.
b) O efeito devolutivo da apelação contra decisões do Tribunal do Júri é adstrito aos
fundamentos de sua interposição.
c) De acordo com a jurisprudência majoritária do Superior Tribunal de Justiça, cabe
habeas corpus questionando decisão que condene o réu exclusivamente à pena de multa.
d) A revisão criminal poderá ser requerida por procurador regularmente habilitado, mas
não pelo próprio réu.
e) Da decisão que não receber a denúncia ou queixa caberá agravo.

Questão 97: FUMARC - Del Pol (PC MG)/PC MG/2011

Assunto: Teoria Geral dos Recursos Criminais (disposições gerais sobre recursos)
Sobre recursos no processo penal é INCORRETO afirmar:
a) O recurso de agravo, previsto no art. 197 da LEP, tem efeito regressivo.
b) A apelação no juizado especial tem prazo de 10 dias.
c) No juizado especial a parte recorrente pode protestar por apresentar as razões de
apelação perante a turma recursal.
d) O prazo dos embargos de declaração no juizado especial é de 5 (cinco) dias.

Questão 98: CESPE - DPF/PF/1997

Assunto: Teoria Geral dos Recursos Criminais (disposições gerais sobre recursos)
A respeito dos recursos em processo penal, julgue o item abaixo.

Em razão da disponibilidade dos recursos, é vedado estenderem-se, ao co-réu que não


apelou, os efeitos da decisão prolatada no julgamento de apelação na qual se reconheceu
a atipicidade da conduta narrada na denúncia, absolvendo-se o acusado que efetivamente
recorreu da sentença condenatória.
Certo
Exercícios Polícia Civil - Delegado

Errado

Questão 99: CESPE - DPF/PF/1997

Assunto: Teoria Geral dos Recursos Criminais (disposições gerais sobre recursos)
A respeito dos recursos em processo penal, julgue o item abaixo.

Não comporta recurso em sentido estrito a decisão do juiz que se dá por competente para
conhecer e julgar a causa penal a ele distribuída.
Certo
Errado

Questão 100: CESPE - DPF/PF/1997

Assunto: Teoria Geral dos Recursos Criminais (disposições gerais sobre recursos)
A respeito dos recursos em processo penal, julgue o item abaixo.

Da decisão majoritária prolatada na segunda instância, desfavorável ao réu, admitem-se


embargos infringentes e de nulidade.
Certo
Errado

Questão 101: FAURGS - Del Pol (PC RS)/PC RS/1998

Assunto: Recurso em Sentido Estrito


No curso de inquérito policial, mediante representação da autoridade policial, o juiz de
direito decretou a prisão preventiva de individuo acusado de latrocínio. Dois dias depois,
o mesmo magistrado revogou a custódia provisória sem fundamentar sua decisão (artigo
93, Inciso IX, da Constituição Nacional). gerando prejuízos às investigações policiai5 ~n1
cu 1Uém1tmlo. Esta decisão judicial pode ser atacada através do seguinte recurso
a) apelação criminal.
b) agravo de instrumento.
c) pedido de reconsideração judicial.
d) mandado de segurança criminal.
e) recurso em sentido estrito.

Questão 102: FUNIVERSA - Del Pol (PC DF)/PC DF/2009

Assunto: Da Apelação (arts. 593 a 603 do CPP)


Exercícios Polícia Civil - Delegado

No processo penal, os recursos regem-se, quanto à admissibilidade, pela lei vigente ao


tempo em que a decisão é proferida, a não ser que a lei disponha de modo diverso. A
respeito dos recursos, assinale a alternativa incorreta.
a) Não transita em julgado a sentença por haver omitido o recurso ex officio, que se
considera interposto ex lege.
b) A renúncia do réu ao direito de apelação, manifestada sem a assistência do defensor,
não impede o conhecimento da apelação por este interposta.
c) Por meio da revisão criminal, que poderá ser requerida em qualquer tempo, inclusive
após a extinção da pena, o condenado poderá recorrer quando descobrir novas provas de
inocência.
d) A decisão que decretar a prescrição comporta recurso em sentido estrito.
e) Caberá recurso de apelação da decisão que pronunciar ou impronunciar o réu.

Questão 103: CESPE - DPF/PF/1997

Assunto: Da Apelação (arts. 593 a 603 do CPP)


A respeito dos recursos em processo penal, julgue o item abaixo.

No julgamento de apelação interposta ao fundamento de que a decisão dos jurados foi


manifestamente contrária à prova dos autos, o Tribunal de Justiça, reconhecendo o
equívoco do Conselho de Sentença, fará a devida retificação da decisão, se a sentença
tiver sido condenatória.
Certo
Errado

Questão 104: FCC - Del Pol (PC AP)/PC AP/2017

Assunto: Embargos Infringentes e de Nulidade


Sobre os recursos no processo penal, é correto afirmar:
a) Por falta de capacidade postulatória, é vedada a interposição de recurso pelo réu.
b) Em caso de indeferimento de representação por prisão preventiva feita por autoridade
policial, o Delegado de Polícia poderá interpor recurso em sentido estrito.
c) É cabível protesto por novo júri em caso de condenação superior a 20 anos.
d) Os embargos infringentes e de nulidade são exclusivos da defesa.
e) O regime de celeridade e informalidade do Juizado Especial Criminal é compatível com
a impossibilidade de embargos de declaração nos casos submetidos à sua jurisdição.

Questão 105: IBADE - Del Pol (PC AC)/PC AC/2017


Exercícios Polícia Civil - Delegado

Assunto: Habeas Corpus (arts. 647 a 667 do CPP)


Sobre habeas corpus assinale a alternativa correta.
a) Não cabe habeas corpus contra ato de Delegado de Policia.
b) O delegado de polícia não pode impetrar habeas corpus.
c) Para a doutrina, o habeas corpus, a revisão criminal e o mandado de segurança não são
recursos e sim ações autônomas de impugnação.
d) O habeas corpus não pode ser concedido de oficio pelo Juiz ou tribunal.
e) O habeas corpus contra ato de Delegado de Polícia deve ser julgado pelo Tribunal de
Justiça.

Questão 106: VUNESP - Del Pol (PC CE)/PC CE/2015

Assunto: Habeas Corpus (arts. 647 a 667 do CPP)


Qual o recurso cabível e em qual prazo deve ser manejado contra decisão denegatória de
habeas corpus proferida por uma vara criminal em primeiro grau de jurisdição?
a) Recurso em sentido estrito; 10 dias.
b) Apelação; 2 dias.
c) Apelação; 5 dias.
d) Recurso em sentido estrito; 5 dias.
e) Recurso em sentido estrito; 2 dias.

Questão 107: VUNESP - Del Pol (PC SP)/PC SP/2014

Assunto: Habeas Corpus (arts. 647 a 667 do CPP)


Cabe recurso de ofício da sentença
a) que conceder habeas corpus.
b) que absolver o réu por inexistência do crime.
c) de pronúncia.
d) de absolvição sumária.
e) que denegar habeas corpus.

Questão 108: NUCEPE - Del Pol (PC PI)/PC PI/2014

Assunto: Habeas Corpus (arts. 647 a 667 do CPP)


Exercícios Polícia Civil - Delegado

Maria foi denunciada pela prática do crime de furto na modalidade simples. O Ministério
Público, considerando estarem presentes as condições para propositura da suspensão
condicional do processo prevista no art.89 da Lei nº 9.099/95, oferecera mencionada
proposta que fora aceita por Maria e homologada pelo magistrado, tendo este suspendido
o processo pelo prazo de dois anos com imposição das condições a serem cumpridas
nesse prazo. Considerando a narrativa, assinale a assertiva CORRETA.
a) Maria poderá impetrar habeas corpus objetivando o trancamento da ação penal por
ausência de justa causa, embora tenha aceitado a proposta.
b) Maria não poderá impetrar habeas corpus uma vez concordado com a suspensão
condicional do processo, renuncia ao interesse de agir.
c) Não cabe habeas corpus no âmbito dos Juizados Especiais Criminais.
d) Inexiste previsão legal para trancamento de ação penal via habeas corpus por ausência
de justa causa.
e) Só é possível trancamento da ação penal nos casos de decisões que extinguem a
punibilidade.

Questão 109: UEG - Del Pol (PC GO)/PC GO/2013

Assunto: Habeas Corpus (arts. 647 a 667 do CPP)


Marreco é investigado, pela polícia federal, pela prática de uso de documento falso, a partir
de notícia encaminhada pela Receita Federal, uma vez que sua empresa teria sido
fraudulentamente transferida, mediante falsificação de assinaturas. Inconformado, impetra
habeas corpus pessoalmente alegando ter sido ameaçado de indiciamento pelo delegado.
Outrossim, averba que a polícia federal não teria competência para investigar os fatos, bem
como o prazo para conclusão das investigações extrapolou 30 dias, já alcançando quase
60 dias sem o devido termo. Destarte, pede que o inquérito policial seja trancado. Nesse
caso, verifica-se que
a) a ordem de habeas corpus deve ser denegada, pois, além de não existir previsão
constitucional do “delegado natural”, a autoridade policial não exerce jurisdição, mas
pratica atos de natureza administrativa.
b) o habeas corpus não poderá ser conhecido, uma vez que impetrado por pessoa que,
além de não possuir capacidade postulatória para impetração do remédio heroico,
também é paciente da impetração.
c) deve ser concedida a ordem de habeas corpus, uma vez que a alegação de ameaça de
indiciamento, mesmo não lastreada em elementos concretos de ilegalidade na condução
das investigações, é suficiente para caracterizar coação passível de trancamento de
inquérito policial.
d) deve ser concedida a ordem de habeas corpus, uma vez que o excesso de prazo para
a conclusão do inquérito policial, mesmo com atos investigatórios pendentes, é suficiente
para caracterizar ameaça, mesmo indireta, à liberdade ambulatorial.

Questão 110: CESPE - Del Pol (PC RN)/PC RN/2009


Exercícios Polícia Civil - Delegado

Assunto: Habeas Corpus (arts. 647 a 667 do CPP)


Quanto à citação, interrupção da prescrição e habeas corpus e à produção de provas pelo
TCU, analise a opção correta.
a) A citação, no processo penal, torna prevento o juízo, induz litispendência e interrompe
a prescrição.
b) O prazo para o ministro da Justiça oferecer a requisição, nos casos de crime perquirido
mediante ação pública condicionada, é o mesmo que o ofendido (ou seu representante)
tem para representar.
c) A pronúncia é causa interruptiva da prescrição, salvo se o tribunal do júri vier a
desclassificar o crime.
d) O habeas corpus, de acordo com a CF, será de competência do STJ quando o coator
for o comandante do Exército.
e) É possível que o TCU, exercendo seu mister constitucional de fiscalizar os gastos
públicos, quebre o sigilo de dados bancários de pessoas, físicas ou jurídicas, por ele
investigadas.

Questão 111: IBDH - Del Pol (PC RS)/PC RS/2009

Assunto: Habeas Corpus (arts. 647 a 667 do CPP)


Analise as seguintes assertivas, considerando a jurisprudência do Supremo Tribunal
Federal sobre o habeas corpus.

I. Não cabe habeas corpus quando já extinta a pena privativa de liberdade, contra
decisão condenatória à pena de multa, ou relativo a processo em curso por infração
penal a que a pena pecuniária seja a única cominada.

II. É nulo o julgamento de habeas corpus, na segunda instância, sem prévia intimação
ou publicação da pauta.

III. Não compete ao Supremo Tribunal Federal conhecer de habeas


corpus impetrado contra decisão do relator que, em habeas corpus requerido a
Tribunal Superior, indefere a liminar.

IV. Não se conhece de recurso de habeas corpus cujo objeto seja resolver sobre o
ônus das custas, por não estar mais em causa a liberdade de locomoção.

É correto o que se afirma em


a) apenas I e III;
b) apenas II e IV;
c) todas as assertivas;
d) apenas I, III e IV;
Exercícios Polícia Civil - Delegado

e) nenhuma das assertivas.

Questão 112: FAURGS - Del Pol (PC RS)/PC RS/2006

Assunto: Habeas Corpus (arts. 647 a 667 do CPP)


Sobre a ação autônoma de impugnação de habeas corpus, assinale a alternativa correta.
a) A competência para apreciar impetração de habeas corpus contra delegado de polícia
federal, a quem se imputa coação ilegal por investigar receptação de bens particulares, é
de juiz estadual, pois sobre a matéria investigada, receptação, caberia exame pela justiça
estadual.
b) Segundo orientação jurispudenciai do Supremo Tribunal Federá! é cabível a
impetração de habeas corpus mesmo quando já extinta a pena privativa de liberdade.
c) Não cabe concessão de habeas corpus para fins de trancamento de inquérito policiaI
e ação penal.
d) O juiz não tem competência para expedir de ofício ordem de habeas corpus, mesmo
quando, no curso do processo, verificar que o acusado sofre ou está na iminência de sofrer
coação ilegal.
e) O Juízo estadual não pode conceder habeas corpus contra ato de policial federal,
mesmo que a polícia federal invada as atribuições da estadual.

Questão 113: CESPE - DPF/PF/"Regionalizado"/2004

Assunto: Habeas Corpus (arts. 647 a 667 do CPP)


Com base no entendimento do STF, julgue o item a seguir.

É incabível habeas corpus em relação a decisão condenatória a pena exclusivamente de


multa.
Certo
Errado

Questão 114: CESPE - DPF/PF/2002

Assunto: Habeas Corpus (arts. 647 a 667 do CPP)


Com fulcro nos direitos administrativo, constitucional, penal e processual penal, julgue o
item a seguir.

Considere a seguinte situação hipotética.

O MP ingressou com uma ação civil pública em face de Jorge, por ele ter praticado atos
de improbidade administrativa que ocasionaram danos ao erário. Pelos mesmos fatos, foi
Exercícios Polícia Civil - Delegado

instaurada uma ação penal contra Jorge, sendo-lhe imputada a prática do crime de
concussão. A pretensão deduzida na ação civil pública foi julgada improcedente, estando
o processo em grau de recurso.

Nessa situação, em sede de habeas corpus, será possível o trancamento da ação penal por
falta de justa causa.
Certo
Errado

Questão 115: FAURGS - Del Pol (PC RS)/PC RS/2002

Assunto: Habeas Corpus (arts. 647 a 667 do CPP)


Um indivíduo foi. preso em flagrante delito pela prática de crime tipificado no artigo 10,
caput, combinado com o parágrafo 2º, da Lei n° 9.437 /97. Consumado o flagrante, seu
advogado requereu à autoridade policial que fosse concedido ao seu cliente o beneficio
da concessão da liberdade provisória a mediante fiança, a fim de que o mesmo fosse solto
imediatamente. Em face da negativa da autoridade policial em conceder o beneficio, o
advogado informou que Iria Impetrar ordem de habeas corpus em favor de seu cliente.
Ademais, informou que Iria oferecer representação na Corregedoria contra a autoridade
policial pela · prática de abuso de autoridade. Por fim, salientou que iria oferecer outra
representação junto ao Conselho Superior de Polícia do Estado do Rio Grande do Sul.

No tocante à questão apresentada, assinale a afirmativa correta.


a) É cabível a Impetração de habeas corpus, haja vista que a autoridade policial tinha o
dever de liberdade provisória mediante fiança ao preso, requerida por seu advogado.
b) É cabível a Impetração de habeas corpus porquanto existe a faculdade, por parte da
autoridade policial, de conceder eu não liberdade provisória mediante fiança ao preso.
c) Ainda que cabível a Impetração da ordem de habeas corpus, este será denegado, na
medida em que a autoridade policial não pode conceder liberdade provis6ria ao preso
mediante pagamento de fiança.
d) Não é cabível, em hipótese alguma, a Impetração de habeas corpus contra decisão de
autoridade policial.
e) Deverá o advogado do preso propor mandado de segurança constitucional, haja vista
a evidente violação do direito líquido e certo de seu cliente.

Questão 116: ACAFE - Del Pol (PC SC)/PC SC/2006

Assunto: Questões Mescladas sobre Recursos (Processo Penal)


Sobre os recursos, todas as alternativas estão corretas, exceto a:
a) O Ministério Público não poderá desistir de recurso que haja imposto.
b) Caberá apelação no prazo de 5 (cinco) dias da sentença de pronúncia.
Exercícios Polícia Civil - Delegado

c) No caso de concurso de agentes, a decisão do recurso interposto por um dos réus, se


fundado em motivos que não sejam de caráter exclusivamente pessoal, aproveitará aos
outros.
d) Caberá recurso, no sentido estrito, da decisão, despacho ou sentença que não receber
a denúncia ou a queixa.

Juizados Especiais Criminais

Questão 117: CESPE - Del Pol (PC MA)/PC MA/2018

Assunto: Lei nº 9.099/1995 - Juizados Especiais Criminais


Quando, em se tratando de crimes de menor potencial ofensivo em trâmite no juizado
especial criminal, o acusado não for encontrado para a citação, o juízo deverá
a) encaminhar as peças existentes ao juízo comum para a adoção do procedimento
previsto em lei.
b) encaminhar os autos ao MP para que este proceda como entender de direito.
c) determinar a citação do acusado por edital.
d) determinar a suspensão do processo e do curso do prazo prescricional até que se
proceda à citação pessoal do acusado.
e) nomear defensor dativo para o acusado e conceder prazo de quinze dias para o
oferecimento da defesa.

Questão 118: CESPE - Del Pol (PC MA)/PC MA/2018

Assunto: Lei nº 9.099/1995 - Juizados Especiais Criminais


Nos juizados especiais criminais, a composição civil dos danos causados por infrações
penais
a) terá a eficácia de título executivo judicial a ser executado no juízo civil competente.
b) terá a eficácia de título executivo judicial a ser executado no próprio juizado especial
criminal.
c) conduzirá ao perdão do ofendido, quando se tratar de ação penal privada.
d) conduzirá à extinção da punibilidade do autor do fato, no caso de ação penal pública
incondicionada.
e) conduzirá à decadência, quando se tratar de ação penal pública condicionada a
representação.

Questão 119: VUNESP - Deleg (PC BA)/PC BA/2018


Exercícios Polícia Civil - Delegado

Assunto: Lei nº 9.099/1995 - Juizados Especiais Criminais


Nos termos do art. 69, parágrafo único, da Lei nº 9.099/95, ao autor do fato típico definido
como crime de menor potencial ofensivo, após a lavratura do termo circunstanciado, caso
se comprometa a comparecer junto ao Juizado Especial Criminal, não se imporá prisão em
flagrante,
a) desde que primário.
b) desde que imediatamente restitua o prejuízo da vítima.
c) a menos que se trate de reincidente específico.
d) mas a liberdade pode ser condicionada, pela autoridade policial, ao estabelecimento
e à aceitação de imediata pena restritiva de direito.
e) nem se exigirá fiança.

Questão 120: CESPE - Del Pol (PC GO)/PC GO/2017

Assunto: Lei nº 9.099/1995 - Juizados Especiais Criminais


Acerca de investigação criminal e juizados especiais criminais, assinale a opção correta.
a) No juizado especial criminal, é inadmissível a transação penal caso se comprove que o
autor da infração foi condenado em sentença definitiva por crime ou contravenção penal
de caráter culposo ou doloso.
b) Para definição da competência do juizado especial criminal no concurso material de
crimes, a soma das penas máximas cominadas para cada crime não pode exceder a dois
anos.
c) Não se admite a transação penal nem a composição civil dos danos nos processos de
competência dos juizados especiais criminais que, por motivo de conexão ou continência,
tiverem sua competência deslocada para o tribunal do júri.
d) O delegado-geral de polícia civil, no âmbito estadual, ou o delegado regional, no
âmbito territorial, poderão, mediante despacho fundamentado, avocar ou determinar a
redistribuição de autos de inquérito policial, sempre que a infração penal a ser apurada for
de interesse do Poder Executivo da respectiva unidade da Federação.
e) Caberá recurso especial contra a decisão da turma recursal dos juizados especiais
criminais que negue provimento a recurso interposto contra sentença penal condenatória,
caso seja demonstrada ofensa a dispositivo de norma infraconstitucional.

Questão 121: FAPEMS - Del Pol (PC MS)/PC MS/2017

Assunto: Lei nº 9.099/1995 - Juizados Especiais Criminais


Considerando o artigo 60, da Lei n° 9.099/1995, que dispõe:
Exercícios Polícia Civil - Delegado

O Juizado Especial Criminal, provido por juízes togados ou togados e leigos, tem
competência para a conciliação, o julgamento e a execução das infrações penais de menor
potencial ofensivo, respeitadas as regras de conexão e continência.

Assinale a alternativa correta no que concerne ao procedimento dos Juizados Especiais


Criminais.
a) Os conciliadores são auxiliares da Justiça, recrutados entre bacharéis em Direito,
excluídos os que exerçam funções na administração da Justiça Criminal.
b) Ao autor do fato que, após a lavratura do termo circunstanciado de ocorrência, for
imediatamente encaminhado ao juizado ou assumir o compromisso de a ele comparecer,
não se imporá prisão em flagrante, mas a autoridade policial poderá exigir-lhe fiança.
c) Nos crimes de ação penal pública incondicionada, não sendo caso de arquivamento, o
Ministério Público deverá propor a aplicação imediata de pena restritiva de direitos ou
multa, a ser especificada na proposta de transação penal.
d) Na reunião de processos, perante o juízo comum ou o tribunal do júri, decorrentes da
aplicação das regras de conexão e continência, dispensar-se-ão os institutos da transação
penal e da composição dos danos civis.
e) No caso de concurso material de crimes, a pena considerada para fins de fixação da
competência do Juizado Especial Criminal será o resultado da soma das penas máximas
cominadas aos delitos.

Questão 122: IBADE - Del Pol (PC AC)/PC AC/2017

Assunto: Lei nº 9.099/1995 - Juizados Especiais Criminais


No que concerne à legislação que dispõe sobre os Juizados Especiais Cíveis e Criminais
(Lei nº 9.099/ 1995). pode-se afirmar que:
a) a composição dos danos civis será reduzida a escrito e , homologada pelo Juiz
mediante sentença irrecorrivel. não pode ser executado no juízo civil competente.
b) a autoridade policial que tomar conhecimento da ocorrência lavrará termo
circunstanciado e o encaminhará em até 24 (vinte e quatro) horas ao Juizado. com o autor
do fato e a vitima, providenciando-se as requisições dos exames periciais necessários.
c) ao autor do fato que, após a lavratura do termo circunstanciado , for imediatamente
encaminhado ao juizado ou assumir o compromisso de a ele comparecer, não se imporá
prisão em flagrante. podendo-se exigir fiança a critério da autoridade policiaI.
d) consideram-se infrações penais de menor potencial ofensivo, para os efeitos desta Lei,
as contravenções penais e os crimes a que a lei comine pena máxima não superior a 1 (um)
ano, cumulada ou não com multa.
e) havendo representação ou tratando-se de crime de ação penal pública incondicionada,
não sendo caso de arquivamento, o Ministério Público poderá propor a aplicação imediata
de pena restritiva de direitos ou multas, a ser especificada na proposta.
Exercícios Polícia Civil - Delegado

Questão 123: CESPE - Del Pol (PC PE)/PC PE/2016

Assunto: Lei nº 9.099/1995 - Juizados Especiais Criminais


Godofredo tem a obrigação legal de cuidar de determinado idoso, mas o abandonou em
um hospital — conduta prevista no art. 98, do Estatuto do Idoso, com pena de detenção
de seis meses a três anos e multa. Paulo negou trabalho a um idoso, com a justificativa de
que o pretendente ao emprego encontrava-se em idade avançada — conduta enquadrada
no art. 100, II, do Estatuto do Idoso, com pena de reclusão de seis meses a um ano e multa.

Nessas situações, as medidas despenalizadoras, previstas na Lei n.º 9.099/1995 (lei dos
juizados especiais),
a) poderão beneficiar ambos os acusados, desde que haja anuência das vítimas.
b) poderão beneficiar Paulo, com a transação penal, ao passo que Godofredo, com a
suspensão condicional do processo.
c) não poderão beneficiar Godofredo nem Paulo.
d) poderão beneficiar apenas Godofredo.
e) poderão beneficiar apenas Paulo.

Questão 124: FUNIVERSA - Del Pol (PC DF)/PC DF/2015

Assunto: Lei nº 9.099/1995 - Juizados Especiais Criminais


Gustavo constrangeu, mediante grave ameaça, um colega de trabalho a agir de maneira
vexatória.

Com base nessa situação hipotética e na Lei n.º 9.099/1995, que dispõe sobre os juizados
especiais criminais, assinale a alternativa correta.
a) Se Gustavo descumprir transação penal, o Ministério Público estará autorizado a
denunciá-lo, independentemente de representação da vítima.
b) O crime de constrangimento ilegal, praticado por Gustavo, não se submete à lei dos
juizados especiais criminais por não ser considerado de menor potencial ofensivo.
c) A autoridade policial que tomar conhecimento da ocorrência poderá optar entre lavrar
termo circunstanciado ou instaurar o competente inquérito policial.
d) Caso Gustavo, após o procedimento adotado pela autoridade policial, seja
imediatamente encaminhado ao juizado ou assuma o compromisso de a este comparecer,
a ele não se imporá prisão em flagrante, mas a autoridade policial poderá exigir-lhe fiança.
e) Se Gustavo, após o procedimento adotado pela autoridade policial, for imediatamente
encaminhado ao juizado ou assumir o compromisso de a este comparecer, a ele será
imposta prisão em flagrante.
Exercícios Polícia Civil - Delegado

Questão 125: COPS UEL - Del Pol (PC PR)/PC PR/2013

Assunto: Lei nº 9.099/1995 - Juizados Especiais Criminais


Em relação ao procedimento previsto na Lei dos Juizados Especiais Criminais, assinale a
alternativa correta.
a) A composição dos danos civis, nos casos de ação penal pública condicionada ou
privada, acarreta renúncia ao direito de representação ou queixa.
b) No caso de aceitação da proposta de transação penal, o juiz aplicará a multa,
importando em reincidência caso o infrator venha a delinquir novamente.
c) O não oferecimento da representação durante a realização da audiência preliminar
implica em decadência imediata do direito de representação.
d) O número máximo de testemunhas a serem ouvidas em audiência, tanto para a
acusação quanto para a defesa, será de cinco para cada crime imputado ao réu.
e) Uma vez oferecida a denúncia ou queixa, o juiz a receberá, determinando, no mesmo
despacho, a citação do réu e a sua intimação a comparecer na audiência de instrução e
julgamento.

Questão 126: COPS UEL - Del Pol (PC PR)/PC PR/2013

Assunto: Lei nº 9.099/1995 - Juizados Especiais Criminais


No que diz respeito aos Juizados Especiais Criminais, conforme a Lei nº 9.099/1995,
assinale a alternativa correta.
a) A proposta de transação penal é admissível, mesmo que o agente tenha sido
beneficiado com outra proposta em menos de cinco anos.
b) A proposta de transação penal é admissível, mesmo que o indivíduo tenha sido
beneficiado anteriormente, no prazo de cinco anos, pela aplicação de pena restritiva ou
multa.
c) A suspensão condicional da pena é instituto previsto na Lei nº 9.099/1995 e é proposta
sem proibições, reparações ou obrigações perante o juízo.
d) Caso uma pessoa seja surpreendida praticando uma infração penal de menor potencial
ofensivo, será presa em flagrante e recolhida à prisão.
e) Não encontrado o acusado para ser citado, o juiz encaminhará as peças existentes ao
juízo comum.

Questão 127: UEG - Del Pol (PC GO)/PC GO/2013

Assunto: Lei nº 9.099/1995 - Juizados Especiais Criminais


Sobre os juizados especiais criminais, tem-se o seguinte:
Exercícios Polícia Civil - Delegado

a) os crimes de menor potencial ofensivo praticados em detrimento de bens, serviços ou


interesses de autarquias federais ou da União são, conforme previsão constitucional, de
competência da justiça dos estados.
b) segundo o Supremo Tribunal Federal, a suspensão condicional do processo representa
um direito subjetivo do imputado, podendo ser proposta pelo Ministério Público ou pelo
magistrado, desde que, atendidos os requisitos de ordem objetiva, o acusado confesse a
prática criminosa.
c) é possível, segundo entendimento atual do Superior Tribunal de Justiça, a revogação
do benefício de suspensão condicional do processo após o término do período de prova,
desde que os fatos ensejadores da revogação tenham ocorrido durante esse período.
d) os efeitos da transação penal, conforme o Superior Tribunal de Justiça, poderão ser,
por ser objeto de sentença meramente homologatória, afastados mediante ação
anulatória, a ser ajuizada, pelo autor do fato, perante o juízo cível.

Questão 128: UEG - Del Pol (PC GO)/PC GO/2013

Assunto: Lei nº 9.099/1995 - Juizados Especiais Criminais


Segundo entendimento sumulado do Superior Tribunal de Justiça:
a) o decurso do tempo pode ser único fundamento para, validamente, alicerçar decisão
que determina a produção antecipada de provas em face da suspensão do processo pela
não localização do acusado.
b) intimada a defesa da expedição da carta precatória, torna-se desnecessária intimação
da data da audiência no juízo deprecado.
c) incabível a suspensão condicional do processo quando houver desclassificação do
crime ou procedência parcial da pretensão punitiva, antes ou no momento da prolação da
sentença.
d) o benefício da suspensão condicional do processo é aplicável em relação às infrações
penais cometidas em concurso material quando a pena mínima cominada, pelo somatório,
ultrapassar o limite de um ano.

Questão 129: FGV - Del Pol (PC MA)/PC MA/2012

Assunto: Lei nº 9.099/1995 - Juizados Especiais Criminais


Com relação ao procedimento nos Juizados Especiais Criminais, assinale a afirmativa
incorreta.
a) A composição dos danos civis acarreta renúncia ao direito de queixa ou representação
nas ações penais privadas e públicas condicionadas à representação.
b) Acolhendo a transação penal proposta pelas partes, o juiz, em decisão irrecorrível,
aplicará pena restritiva de direito ou multa, que não importará em reincidência.
Exercícios Polícia Civil - Delegado

c) De acordo com a jurisprudência majoritária do Superior Tribunal de Justiça, no caso de


concursos de crimes, as penas deverão ser somadas ou exasperadas para fins de
verificação do cabimento de suspensão condicional do processo.
d) Os embargos de declaração podem ser propostos oralmente e o prazo será de 5 dias
da ciência da decisão.
e) A transação penal e a composição dos danos civis não são institutos privativos do
Juizado Especial Criminal.

Questão 130: FUNCAB - Del Pol (PC RJ)/PC RJ/2012

Assunto: Lei nº 9.099/1995 - Juizados Especiais Criminais


Em matéria de procedimento dos Juizados Especiais Criminais, é correto afirmar:
a) Se a complexidade ou as circunstâncias do caso não permitirem a formulação da
denúncia, o Ministério Público poderá diretamente suprir a investigação e oferecer a
denúncia.
b) Poderá ser dispensado o exame de corpo de delito quando a materialidade do crime
estiver aferida por boletim médico ou prova equivalente.
c) O inquérito policial deverá estar concluído, em caso de indiciado solto, em 30 dias.
d) O inquérito policial será iniciado pelo termo circunstanciado.
e) O auto de prisão em flagrante será encaminhado ao Juizado juntamente com a
comunicação da prisão.

Questão 131: FUMARC - Del Pol (PC MG)/PC MG/2011

Assunto: Lei nº 9.099/1995 - Juizados Especiais Criminais


Para determinação da competência, no âmbito do juizado especial criminal, adota-se:
a) a teoria do resultado.
b) a teoria da ubiquidade.
c) a teoria da atividade.
d) a teoria da informalidade.

Questão 132: CESPE - Del Pol (PC PB)/PC PB/2009

Assunto: Lei nº 9.099/1995 - Juizados Especiais Criminais


Julgue os itens a seguir, relativos aos juizados especiais criminais.
Exercícios Polícia Civil - Delegado

I Preenchidos os requisitos legais, o MP pode propor a aplicação imediata de penas


restritivas de direitos ou multas, sendo vedado ao juiz, em qualquer caso, alterar a
proposta formulada.

II Acolhendo a proposta do MP aceita pelo autor da infração, o juiz deve aplicar a


pena restritiva de direitos ou multa, por sentença irrecorrível.

III Ao autor do fato que, após a lavratura do termo circunstanciado, for


imediatamente encaminhado ao juizado ou assumir o compromisso de a ele
comparecer, não se impõe prisão em flagrante, devendo a autoridade policial, desde
já, fixar o valor da fiança.

IV A suspensão condicional do processo, cabível nos crimes em que a pena mínima


cominada for igual ou inferior a um ano, será revogada se, no curso do prazo, o
beneficiário for definitivamente condenado por outro crime.

V Conforme expressa previsão legal, não efetuado o pagamento de multa, deve ser
feita a conversão em pena privativa da liberdade, ou restritiva de direitos.

A quantidade de itens certos é igual a


a) 1.
b) 2.
c) 3.
d) 4.
e) 5.

Questão 133: ACAFE - Del Pol (PC SC)/PC SC/2006

Assunto: Lei nº 9.099/1995 - Juizados Especiais Criminais


Relativo à Lei nº 9.099/95, dos Juizados Especiais Criminais, a alternativa correta é:
a) A competência do juizado será determinada pelo lugar da consumação da infração
penal.
b) São consideradas infrações penais de menor potencial ofensivo, as contravenções
penais e os crimes quea lei comine pena máxima não superior a 2 (dois) anos, excetuados
os casos em que a lei preveja procedimento especial.
c) São consideradas infrações penais de menor potencial ofensivo, as contravenções
penais e os crimes que a lei comine pena máxima não superior a 1 (um) ano, excetuados os
casos em que a lei preveja procedimento especial.
d) A transação penal é posterior ao recebimento da denúncia.

Questão 134: FAURGS - Del Pol (PC RS)/PC RS/2006


Exercícios Polícia Civil - Delegado

Assunto: Lei nº 9.099/1995 - Juizados Especiais Criminais


Sobre infrações de menor potencial ofensivo, assinale a alternativa correta.
a) As contravenções penais, inclusive as de procedimento especial, são consideradas
infrações de menor
potencial ofensivo, sendo processadas e julgadas no âmbito dos Juizados Especiais
Criminais nos termos do procedimento sumaríssimo.
b) No procedimento sumaríssimo, não há vedação expressa para a oitiva de testemunha
por meio de carta precatória, mas o meio de prova não é admitido com base no princípio
da celeridade processual.
c) Não se admitirá proposta de transação penal se ficar comprovado ter sido o autor do
fato condenado, anteriormente, pela prática de contravenção ou crime.
d) Obtida a composição dos danos civis, o acordo homologado não acarreta a renúncia
ao direito de queixa ou representação, devendo o Ministério Público formalizar proposta
de transação penal, se o autor do fato preencher os requisitos legais.
e) Para o oferecimento da denúncia pela prática de infrações de menor potencial
ofensivo, é imprescindível o exame de corpo de delito, não podendo ser suprida a
exigência pela prova originária de boletim médico.

Questão 135: FAURGS - Del Pol (PC RS)/PC RS/2006

Assunto: Lei nº 9.099/1995 - Juizados Especiais Criminais


Sobre o Instituto da suspensão condicional do processo (art. 89 da Lei nº 9.099/95),
assinale a alternativa correta.
a) O juiz pode estabelecer prestação de serviços à comunidade, baseado na Lei nº
9.099/95, como requisito para a concessão da suspensão condicional do processo.
b) O Juiz deverá revogar a suspensão condicional do processo, sem ouvir o acusado,
quando vier aos autos prova de recebimento de denúncia por fato contravencional ou
criminoso d verso.
c) É atribuição específica do Ministério Publico o oferecimento ou não da suspensão
condicional do processo, independentemente de fundamentação, uma vez que possui
poder discricionário.
d) Não correrá prescrição durante o prazo da suspensão condicionaI do processo.
e) somente é cabível a suspensão condicionaI do processo em caso de infração de menor
potencial ofensivo, entendendo-se como tal à que se comina pena máxima de 2 (dois)
anos.

Questão 136: FAURGS - Del Pol (PC RS)/PC RS/2006

Assunto: Lei nº 9.099/1995 - Juizados Especiais Criminais


Exercícios Polícia Civil - Delegado

Sobre Juizados Especiais Criminais, assinale a alternativa correta.


a) Nos Juizados Especiais Federais Criminais, a suspensão condicional do processo se
dará em casos de Infração com pena máxima cominada em 1 (um) ano de prisão.
b) Nos Juizados Especiais Federais Criminais, a suspensão condicional do processo se
dará em casos de infração com pena mínima cominada em 2 (dois) anos de prisão.
c) Nos Juizados Especiais Criminais, a suspensão condicional do processo se dará em
casos de in· fração com pena mínima cominada em 2 (dois) anos de prisão.
d) Nos Juizados Especiais Criminais, a suspensão condicional do processo se dará em
casos de pena mínima cominada igual ou inferior a 2 (dois) anos de prisão.
e) Nos Juizados Especiais Criminais. a suspensão condicionaI do processo se dará tm
casos de infração com pena mínima cominada em até 1 (um) ano de prisão.

Questão 137: CESPE - DPF/PF/"Regionalizado"/2004

Assunto: Lei nº 9.099/1995 - Juizados Especiais Criminais


Com base no entendimento do STF, julgue o item a seguir.

Considere a seguinte situação hipotética.

Determinado indivíduo reúne todos os requisitos objetivos e subjetivos permissivos da


suspensão condicional do processo. Não obstante, e apesar de haver o juiz intimado o
Ministério Público para manifestar-se sobre o assunto, o promotor de justiça recusou-se a
oferecer a proposta de suspensão do processo.

Nessa situação, se o juiz dissentir da conduta do promotor, deverá encaminhar os autos ao


procurador-geral de justiça.
Certo
Errado

Questão 138: UEG - Del Pol (PC GO)/PC GO/2003

Assunto: Lei nº 9.099/1995 - Juizados Especiais Criminais


Cornélio, marido de Pedrita, agride-a com freqüência, causando-lhe lesões corporais
leves. Não agüentando mais a violência doméstica, Pedrita noticia essas infrações na
delegacia de polícia.

Nesse caso, de acordo com a Lei dos Juizados Especiais Criminais, recentemente alterada
pela Lei nº 10.455, de 13 de maio de 2002, e com a doutrina majoritária,
a) somente o juiz poderá determinar, como medida de cautela, em decisão
fundamentada, o afastamento de Cornélio do lar, do domicílio ou local de convivência com
Pedrita.
Exercícios Polícia Civil - Delegado

b) ocorrendo as situações de flagrância ou quase-flagrância previstas na legislação


processual comum, Cornélio será preso em flagrante delito e imediatamente lavrado pela
autoridade policial o auto respectivo.
c) a autoridade policial poderá conceder medida para que Cornélio afaste-se do lar,
domicílio ou local de convivência com a vítima.
d) ao receber o termo circunstanciado, o Ministério Público poderá conceder medida
para que Cornélio afaste-se do lar, domicílio ou local de convivência com a vítima.

Questão 139: FAURGS - Del Pol (PC RS)/PC RS/1998

Assunto: Lei nº 9.099/1995 - Juizados Especiais Criminais


Tratando-se de infrações de menor potencial ofensivo, é INCORRETO afirmar que o termo
circunstanciado
a) será lavrado pela autoridade policial ou seus agentes, dependendo de quem primeiro
tomar conhecimento da ocorrência.
b) será encaminhado imediatamente ao Juizado, com o autor do fato e a vítima,
providenciando-se. nas requisições dos
exames periciais necessários.
c) consistirá em base para a denúncia do Ministério Público, dispensado o inquérito
policial.
d) prescinde co exame do corpo de delito, quando a materialidade do crime estiver
aferida por boletim médico ou prova equivalente.
e) impede a imposição de prisão em flagrante sempre que, após sua lavratura, o autor do
fato for imediatamente encaminhado ao Juizado ou assumir o compromisso de a ele
comparecer.

Questão 140: CESPE - DPF/PF/1997

Assunto: Lei nº 9.099/1995 - Juizados Especiais Criminais


Ao cruzar uma biles, Apressado desobedeceu, injustificadamente, a ordem policial para
estacionar o veículo, o qual somente veio a parar em decorrência do estouro dos pneus,
causado por um obstáculo pontiagudo colocado na transversal da faixa de rolamento.
Conduzido à presença da autoridade policial, esta, acertadamente, entendeu que
Apressado cometera o crime de desobediência, de ação penal pública incondicionada,
cuja pena varia de quinze dias a seis meses de detenção, além de multa. Em tal caso,

a autoridade policial lavrará auto de prisão em flagrante, encaminhando Apressado,


imediatamente, ao Juizado Especial Criminal.
Certo
Errado
Exercícios Polícia Civil - Delegado

Questão 141: CESPE - DPF/PF/1997

Assunto: Lei nº 9.099/1995 - Juizados Especiais Criminais


Ao cruzar uma biles, Apressado desobedeceu, injustificadamente, a ordem policial para
estacionar o veículo, o qual somente veio a parar em decorrência do estouro dos pneus,
causado por um obstáculo pontiagudo colocado na transversal da faixa de rolamento.
Conduzido à presença da autoridade policial, esta, acertadamente, entendeu que
Apressado cometera o crime de desobediência, de ação penal pública incondicionada,
cuja pena varia de quinze dias a seis meses de detenção, além de multa. Em tal caso,

na audiência preliminar poderá o Ministério Público propor a Apressado a aplicação


imediata da pena mínima prevista para o crime, ou seja, quinze dias de detenção, como
condição para evitar-se o oferecimento de denúncia.
Certo
Errado

Questão 142: CESPE - DPF/PF/1997

Assunto: Lei nº 9.099/1995 - Juizados Especiais Criminais


Ao cruzar uma biles, Apressado desobedeceu, injustificadamente, a ordem policial para
estacionar o veículo, o qual somente veio a parar em decorrência do estouro dos pneus,
causado por um obstáculo pontiagudo colocado na transversal da faixa de rolamento.
Conduzido à presença da autoridade policial, esta, acertadamente, entendeu que
Apressado cometera o crime de desobediência, de ação penal pública incondicionada,
cuja pena varia de quinze dias a seis meses de detenção, além de multa. Em tal caso,

não tendo havido transação penal, oferecida a denúncia oral pelo Ministério Público, o juiz
citará Apressado, mas somente receberá ou não a peça acusatória na audiência de
instrução e julgamento.
Certo
Errado

Gabarito
1) B 2) A 3) D 4) E 5) A 6) B
7) D 8) B 9) E 10) D 11) A 12) Certo
13) Errado 14) D 15) E 16) E 17) C 18) B
19) E 20) D 21) A 22) Certo 23) Certo 24) Errado
25) Errado 26) Errado 27) Errado 28) Certo 29) D 30) B
31) D 32) B 33) B 34) D 35) C 36) C
37) Certo 38) D 39) D 40) A 41) E 42) C
43) D 44) A 45) D 46) B 47) E 48) A
49) C 50) C 51) E 52) A 53) B 54) C
55) B 56) C 57) B 58) D 59) A 60) D
61) C 62) B 63) B 64) D 65) Certo 66) D
Exercícios Polícia Civil - Delegado

67) Certo 68) A 69) Errado 70) A 71) C 72) B


73) E 74) C 75) C 76) E 77) E 78) E
79) D 80) C 81) D 82) E 83) C 84) E
85) E 86) D 87) D 88) C 89) Certo 90) Errado
91) A 92) B 93) Errado 94) D 95) B 96) B
97) C 98) Errado 99) Certo 100) Certo 101) E 102) E
103) Errado 104) D 105) C 106) D 107) A 108) A
109) A 110) D 111) D 112) E 113) Certo 114) Errado
115) C 116) B 117) A 118) A 119) E 120) B
121) E 122) E 123) B 124) A 125) A 126) E
127) C 128) B 129) B 130) B 131) C 132) A
133) C 134) A 135) D 136) E 137) Certo 138) A
139) A 140) Errado 141) Errado 142) Certo