Vous êtes sur la page 1sur 334
F, LEONHARDT « E, MONNIG CONSTRUCOES coe DVENSIONAMENTO a ESTRUTURAS DE CONCRETO A Wi) (ea EDITORA INTERCIENCIA (COMSTRUGUES Ne CONGRETU F.Leonhardt © E.Ménnig PRINCIPIOS BASICOS DO DIMENSIONAMENTO. DE ESTRUTURAS DE CONCRETO ARMADO Vol. | FRITZ LEONHARDT Doutor Engenheiro Doutor Honoris Causa Professor do Instituto da Construgao da Universidade de Stuttgart EDUARD MONNIG Engenheiro Civil Professor do Instituto da Construgéo da Universidade de Stuttgart TRADUGAO DAVID FRIDMAN (7) Engenheiro Civil REVISAO TECNICA JOAO LUIS ESCOSTEGUY MERINO Engenheiro Civil, UFRGS PEDRO PAULO SAYAO BARRETO ‘ngenheiro Civil, UFRJ ML Se. Universidade de tlinois EDITORA INTERCIENCIA PREFACIO DA 28 EDICAO Diversos capftulos, na 2% edicio, foram aperfeicoados ¢ complementados. O Cap. 6 ~ Principios Basicos de Verificagao da Seguranga — foi refeito, a fim de levar em conta os novos conceitos sobre este assunto. Stuttgart, agosto/1973 F. Leonhardt e E. Ménnig PREFACIO DOS REVISORES TECNICOS Em época muito oportuna, decidiu a Livraria Interciéncia editar a versio em portugués da importante obra de Fritz Leonhardt sobre conereto armado ~ as jé famosas "Preleges"” — a qual é colocada a disposigio do meio téenico brasileiro na oportunidad erm que se revisa 2 NB-1, com a influéncia das RecomendacSer do CEB. 7 Por ser esta obra baseada na DIN 1045, indiscutivelmente uma das mals conceituadas normas sobre obras de conereto armado, poder o leitor, entre outras coisas, no s6 comparar os critérlos estabelecidos por aquela norma alema com os usuais entre nés ¢ os mais recentes, intraduzidos pelo CEB, como também travar conhecimento com outras normas relacionadas ao projeto estrutural e execugdo de obras de concreto armado, em especial a DIN 4224, Na reviso do texto procurou-se manter, 8 exemplo do trabalho do tradutor, uma fidelidade a mais absolute possivel a0 pensamento do autor, Quanto & terminologia, adotou-se como base 0 Vocabutério de Teoria das Estruturas da Associacéo Brasileira de Cimento Portland, Para alguns conceites novos, de origem recente, e para certas definigées, que ainda néo possuem uma equivaléncia de emprego uninime ou simplesmente ndo existem entra nds, ndo restou aos revisores outta alternati va senio a de introduzir alguns neologismos a terminologia técnica brasileira Os revisores gostariam de agradecer 3 Livraria Interciéneia pela oportunidade que tiveram de colaborar na divulgago de uma obra como esta; a0 Eng® Carlos Raul Camposano Etchegaray, pela sua valiosa ajuda no esclareci mento de iniimeras nuances da lingua alemé, e a0 Eng? Eduarclo Christo Silveira Thomaz, pelas sugestSes dadas, Rio de Janeiro, agosto de 1977 Jodo Luis Escosteguy Merino Pedro Paulo Sayéo Barreto vl