Vous êtes sur la page 1sur 14
sos /MALINOWSKI CAPITULO Xvi © poder das paras n,m "Rigo dado Mages ‘uma teoria a respeto da eficifncia das palavras, © que tivessem posto rca esta teoria ao inventarem a férmula, Mas, j& que as idSias e regras predominantes na sociedade, embor ve {easos os pagamentos sio consid chuva e do bom tempo, e na magi de crenga ppouco mais do que uma simples, © dogmas — assim também, 20 analisar nas fGrmulas mégicas as expresses verbais diretas de certos modos de pensar presents, podemos pressupor just ficadamente que estes modos de pensar devem ter orientado de alguma forma as Pessoas que moldaram aquelas expressdes. A maneita exala de conceber a rela. jo de pensar em uma sociedade e seus resultados fixos « cristalzados ¢ um problema de psicologia social. Como etndgrafos temos a é ‘brigacdo de reunir material par a ciénea, mas no devemos invadir seu campo de estudo, Entretanto, pode-seafimmar que, independentemente do modo pelo qual ima- sginamos que um encantamento se tenha originado, nunce podemos conezbé-lo ‘como criagdo de um tinico homem; pois, como ja dissemos anteriormente, se io do ponto de vista dot natives, mas como smento mostra sins evidentes de que consiste [Até aqui estivemos tratando das caractristcas gerais da magia de Boyowa (Trobriand) ¢ ‘ sentado todos eles uma grande quantidade de sinais de ter chepado hf algumas gerapbes, As ‘obtidos; que els surgiram em uma dos homens, © que néo hé geragio 20 MALINOWSKI 1 ENCANTAMENTO Do WayuGo A — Vide Pane to) Kala bosis'ula, ala bomwatela Dele refeigdo ritual de peixe, dele-—_—pobido dentro, ‘monagakalawa, eixando para ts. Tubugu Kwaysa', Tubugu Pulupolu, v6 Kwaysal, avd Pulupolu, Tubuge Sembuku, Tudugu Kabatewayaga, Tubugu Ugwaboda, v6 Semiuley,'av6 Kabatuwayagn, v6 Uswaboda, Tubugu Kiva, Bulunawa'u Nawabudoga, _kaykapwapu avd Kitava, novo esptito Nawabudogs. antecesor imediato Mogilawoua. Mogiawota. Kusilase onitora, dukwa''t hambu’a ‘Voeé seat na canoa, voc masca sua noz de areca, Kwawoyse —bisalena Kaykudayuri Vocé peg seu galhardete de pandano (de) Kaykudayus odabana —Teula, )—notopo (de) Teula. Basvia, basil’ Kiara miTo'uru, Eu posso me vist, posso me virar em Kitava set Tound, ‘mimilavera Pilla feu brago de mar Pill, Nagayne ispukayse rina Kaykudayuri Hoje eles acendem Togo festivo (dl) Kapkudayur Kunovan Siyaygana, ——_bukuyova V6s ais Siyaygana, és vous. kaykabila, bekipatuma ‘alga da‘enx6, eu sso segurar Baterera Eu posso voar Kuyawa Kuyava. n 14 ARGONAUTAS DO PACIFICO OCIDENTAL sn B— Tepwane (Pare Principal) Odabana Kuyawa, odabena Kuyawa...; (epetido virias vezes) ‘No topo (de) Kuyawa, no topo (e) Kuyawa bayokokobe odabana Kuyowa; fe posso me tornar como a fumasa no topo. (ds) Kuyawa; bayowaysulu adabana Kuper fe posso me tomar invsfvel no topo (de) Kuyawa; poss fi bayotamwa'u, ete; fe posso desaparecer, ec.; Os versos 9, 10 € 11 slo repetides, substituindo-se Kuyawa por La’. Depois dis, repete-se o wulo, © entio sogue-se um tapwana secundari, Bakalataava, bakaltatava...; (repetido virias vezes) Eu posso inclinar (0 bareo), eu posso incinar .- a sta bokalaratava; lo kounwali ‘minha quilha eu posso incinar, a ammurada de minha canon akalatateva; i siroa, et; cu posso inclinar; © fundo de mina eanca, et.; lo kanukuls, et; lo gel, et minha prod, ec; meu cavername, etc; lo aysuya, ete; ul tabuyo, eto; ‘minha vareta de enfiar, ete; minha tdbua de pros, ete; lo kawaydata, ee 6 lado de mina canoe, ete © ula repetido outra vex ¢ 0 encantamento se encerra com 0 dogina (parte fina), ul agi, ete. ‘minha tabua tansversal, ete; © — Dosina (Conta) Kalubasit alubay (iniraduzivel) ——voand kuvaylse bubwwala, wood ange 0 peito del, uvaulize mayen, voce atinge a lingus dele, bukuyova an MALINOWSKI ARGONAUTAS DO PACIFICO OCIDENTAL a Keadimata; Fs ou entio o esqueceram completamente, ¢ qu maritime Kadimwatu; es um informante abaluna — Saramwa; —_kbaaibadi nariz dele Saramva; — vés encoatrais ayoramva's, Como morto, _v6s desaparecis, yori Iayogun ga ‘vs formals como um redembinko de vento, vos tornais como a névoa 19, Kusola Kammayamaya, Kwotutine _amgulupeya; ‘Vés modelais a atea fina, vs cortais —_vossa alga; kuna, egoguna kambwoymataa. 6s ides, wos colocais,——_vossn coroa but nativo, tradurido palavra tpregedas em mapa no perce a fla corene, mas slo ar fnllcos¢ compostos etranbos formados de acorgo om regres linge ico ‘Assn, a primeira trea € elucidar a expresses obsoets, a referen- que trv a propénos expel Homer sort a colss, seu sgn ser compreendigo em relagdo a ete objeto. Nao ser, portant Um sige TeSdo de tees lopcas ou topeamenteconetenaday mas Ge express que se afistun ums is outras¢ em um todo, de acordo com © que podeiamos che: