Vous êtes sur la page 1sur 4

Segunda Unidade: Funções Harmônicas

: "Tônica", "Dominante" e "Subdominante"

A Teoria Funcional, para a qual ªsó existem três classes de funções harmônicas· 1 entende que para o polo conceptual •repouso• a função harmônica correspondente é a da "Tônica" (T), termo de domfnio que implica na ausência do "movimento". No outro extremo - em contradomfnio que implica no abandono de um estado de "repouso" - após uma cuidadosa e histórica observação sobre as caracterlsticas principais do •movimento·, estabeleceu-se a subdivisão em dois sub­ movimentos. Um primeiro, de "afastamento do repouso", correspondente à função

harmônica de ªSubdominante· (S} e um segundo, de •aproximaç/Jo do repouso• 2

correspondente à função harmônica de ªDominante• (D).

Movimento Dol,illall&
Movimento
Dol,illall&

A expressão dramática do discurso da Harmonia é decorrência do conflito entre esses termos. A Harmonia é um jogo de relações entre estas três funções. Neste jogo, a convicção de que as unidades individuais do sistema só têm significado em virtude de suas relações mútuas, é primária e principal. Partes de um todo notavelmente dinâmico as funções harmônicas são unidades que não têm um papel substancial e apriorfstico, e sim um valor expressivo totalmente relacional e contextual. Para a concepção funcional o que comanda a ação é o ·entre si" e não o ·em si ª . O sentido harmônico se estabelece graças a uma relação de diferenças c o mparadas onde, o significado de uma determinada classe funcional não é imanente, mas sim, resultante da oposição desta

1, 1980.

p .13.

22

Funcões de Movimento

Funcão de Reoouso

 

SUBOOMINANTE

 

OOMINANTE

 

TONICA

.

afastamento do reoouso

.

aomximacão do f---· ·--

.

estanca ou atrai movimento

.

implica em aproximação do repouso (D) ou em rAnn111so m

.

implica em repouso (T)

.

implica em conclusão ou em início de mO\/Ímento

.

elemento de distinção:

.

elemento de contra.ste:

.

elemento de repetição:

oposição às qualidades de T e as aualidades de D

oposição às qualidades de T e as aualidades de S

ausência de novas aualidades

.

"vai·

.

''vc>lta''

.

"fica"

.

inicia atividade

.

finaliza atividade

.

inatividade

.

desioualdade

.

diferença

.

iaualdade

.

instabilidade

.

tensão

.

estabilidade

.

descritiva

.

evolutiva

.

estática

.

incerteza

.

conflito

.

reconciliacão

Terceira Urúdade: Campo Hannônico Diatômco - Modo Maior

3.

CAM PO

HARM Ô NI C O

DIA

T Ô NI C O

-

MO DO

30

MAIOR

A construção de acordes sobre cada um dos graus da escala diatônica, através

da sistemática da superposição de terças, é o procedimento gerador do primeiro e mais

básico repertório de acordes da tonalidade. Esse repertório, aqui denominado de

·campo Harmônico Diatônico", é um tipo de banco de reserva de acordes do sistema

harmônico. É um vocabulário, um conjunto de unidades acordais que podem aparecer e

efetivar a tonalidade em um acontecimento musical. É um estoque que dispõe os

acordes e permite opção de escolha; é uma memória que armazena toda uma paleta de

sonoridades de acordes disponlveis para o uso.

O "Campo Harmônico Diatônico" será dito "Maior" quando a escala adotada

como base para a sua construção for uma escala diatônica maior. Na tonalidade maior, o

"Campo Harmônico Diatônico" estabelece-se através da construção de tétrades sobre

cada um dos graus de uma escala diatônica maior.

Exemplo 4: Campo Hannômco Diatônico na Tonalidade de Dó Maior

r, l

1

1

1

1

1

l

Cmaj7

Dm7

Em7

Fmaj7

G7

Cm7

8m7�s)

lmaj7

llm7

lllm7

1Vmaj7

V7

Vlm7

Vllm7(b5)

li

O conjunto de acordes diatônicos disponlveis para uso numa tonalidade maior configura-se da seguinte maneira:

Tabela 2: T1pologia das tétrades do Campo Hannônico Diatônico na Tonalidade Maior

eamoo Harmômco

.

mco- Modo M.ator

.

Imaj7

Ilm7

illm7

1Vmaj7

V7

Vlm7

Vllm7(b5)

Acorde Maior com 7 ° Maior

Acorde Menor com 7 ° Menor

Acorde Menor com 7 ° Menor

Acorde Maior com 7 ° Maior

Acorde Maior com 7 ° Menor

Acorde Menor com 7 ° Menor

Acorde Menor com 7 ° Menor

e

         

s• Diminuta

MmM

mMm

mMm

MmM

Mmm

mMm

mmM

3.1. classificação funcional do Campo Harmônico Diatônico -ModoMaior

Cada um destes sete acordes diatônicos do modo maior, recebe uma destinação

especifica para uma daquelas três únicas classes funcionais de Tônica, Subdominante

4

a) Desmembramento da Função D em duas configurações acordais:

Funções

Graus

Em Dó Maior:

Em Dó Menor:

Funções

Graus

Em Dó Maior:

Em Dó Menor:

D

T

T

vt

V7

I

I

CIG

G7

e

e

Cm/G

G7

Cm

Cm

b) Atribuição do V:

em uma cadência conclusiva:

para a Função T, quando T antecede a última D

T

D

T

T

v:

V7

I

I

CIG

G7

e

e

Cm/G

G7

Cm

Cm