Vous êtes sur la page 1sur 25

`

Tema 1
Historia e Conteúdo das
Engenharias

André Conrado
Eng de construções rurais e ordenamento do
território, UZ-Fearn
Moçambique
Conceitos de Engenharia civil

A engenharia civil é o ramo da engenharia que engloba a concepção, o projeto,


construção e manutenção de todos os tipos de infraestrutura necessários ao bem
estar e ao desenvolvimento da sociedade, além da preservação do ambiente
natural. Desta forma, esta área dedica-se à criação de edifícios, pontes, túneis,
usinas geradoras de energia, indústrias e inúmeros outros tipos de estrutura
História da engenharia civil

Desde o início da história, os humanos passaram a construir seus próprios


abrigos utilizando os elementos naturais ao seu redor. Posteriormente, as
estruturas adquiriram características cada vez mais complexas, reflexo do
desenvolvimento das técnicas. Passou-se então, a utilizar conhecimentos
científicos nesta área, de forma que as dimensões, a resistência e outros atributos
de uma determinada obra podiam ser estimados. Novos materiais passaram a ser
utilizados, sobretudo ferro e cimento, que possibilitaram o surgimento das
grandes estruturas que hoje compõem o cenário do mundo moderno.
Desta forma, a formação de um engenheiro civil é fortemente ligada às ciências
exatas. Contudo, um bom profissional deve conter muitos outros atributos,
principalmente habilidades em comunicação e de análise racional dos fatos,
além de seguir um código de ética, visto que suas obras influenciam
significativamente em todos os segmentos da sociedade. Dada a vasta
abrangência, a engenharia civil divide-se em vários campos específicos, desde
geotecnia, mapeamento, até transportes, construção e estrutural, dentre muitas
outras.
A designação "engenharia civil" foi inicialmente utilizada por oposição à de
"engenharia militar" Designava assim, toda a engenharia não militar.
Com o passar do tempo e na maioria dos países, o termo passou a ser utilizado
num âmbito mais restrito, referindo-se apenas ao ramo da construção, com os
outros ramos da engenharia a receberem designações distintas.
(ex., industrial, agrícola, posteriormente outras)
Contudo, em alguns países como a Bélgica, a Dinamarca, a França, a
Noruega e a Suécia, os engenheiros não militares são ainda genericamente
referidos como "engenheiros civis",

Engenheiros civis constroem a infraestrutura do


mundo. Fazendo isso, eles moldam a história
das nações.
Engenharia Civil na antiguidade

São diversas as obras remanescentes que atestam o desenvolvimento da


engenharia civil ao longo de milênios. Os registros escritos destas construções,
contudo, se perderam no tempo. Grandes obras de engenharia surgiram há
mais de cinco mil anos na Mesopotâmia, embora haja poucos edifícios
remanescentes.

o Antigo Egito, dentre as mais notáveis obras de


engenharia destacam-se as Pirâmides de Gizé,
feitas há mais de quatro mil anos
Os sumérios que habitavam a região construíram muros e templos e criaram
canais para irrigação. Ainda na mesma região surgiu a pavimentação, feita com
pedras achatadas colocadas nos trajetos mais movimentados das cidades. Ainda
na Mesopotâmia há registro da primeira ponte feita de pedra, que se estendia
sobre o rio Eufrates. Até então, as pontes eram feitas somente com madeira
Na Índia a maior parte das construções eram feitas com madeira. Contudo, a
partir do surgimento do budismo, novos e grandes templos e monastérios foram
construídos no topo e nas bordas das montanhas, o que exigiu novas técnicas que
faziam o uso de pedras e rochas. De forma similar, o hinduísmo motivou o
surgimento de grandes templos construídos com pedras
Os chineses utilizavam-se da grande variedade de matérias primas
existentes em seu território para construção das fundações de pedra e casas
de tijolos e telhados de argila. Destaca-se, ainda o surgimento de pontes
suspensas antes feitas com fibras de bambu e posteriormente com correntes
de ferro, além dos pagodes, templos em forma de torres. Contudo, a mais
notável obra ainda remanescente é a Muralha da China, que se estende por
milhares de quilômetros e cuja construção iniciou-se em 220 a.C
Engenharia Civil na era mediaval

O Império Romano
Muitas das obras de infraestrutura, inclusive estradas, aquedutos e portos então
existentes, foram demolidas para construção de fortificações. Durante todo o
período medieval, quase não houve avanços científicos, o que afetou também o
desenvolvimento de técnicas de engenharia, que passaram a se restringir a
conceitos práticos pouco estruturados. Os árabes, sobretudo durante o período da
expansão islâmica, incorporaram técnicas romanas sobretudo utilizadas em
fortificações,
Não havia método científico nas construções, pelo que eram baseadas no sistema
de tentativa e erro, sendo numerosos os exemplos de colapso de estruturas. Neste
período nota-se, ainda, a criação de grandes fortificações em castelos, para
prevenir invasões. Houve um avanço na utilização de rodas de água para
transportar água e mover moinhos. Ocorreram também avanços na construção de
canais navegáveis
Engenharia Civil na era Moderna

A partir da Renascença, o profissional engenheiro passou a ganhar importância e


reconhecimento, ao contrário do período medieval em que projetos eram criados
por artesãos. Um dos pioneiros do período foi Filippo Brunelleschi, que projetou
o domo da catedral de Santa Maria del Fiore em Florença. Ainda com o
surgimento da impressão de livros, começaram a surgir os primeiros manuais
com técnicas de projeto e construção
Engenharia Civil na era Moderna
Engenharia Civil na era Moderna

a Revolução Industrial começava a mudar radicalmente o perfil da Inglaterra, o


que viria a acontecer no restante da Europa. A população começou a migrar da
zona rural para as cidades para trabalharem nas indústrias. As obras estruturais
necessárias para o desenvolvimento industrial era geralmente conduzida por
engenheiros militares. Em 1768, o inglês John Smeaton se autodenominou
'engenheiro civil' para diferenciar-se dos profissionais militares,
Revolução Industrial trouxe consigo novas técnicas e materiais pertinentes à
engenharia. A Ponte de Ferro, no Reino Unido, foi a primeira ponte de arco
construída somente com ferro fundido, o que é considerado um marco na
história
Engenharia Civil na era Contempornia

A engenharia na na epoca contemporania, epoca essa que vivemos, tem cido


caraterizacada pela existencia de grandes obras de arte e grandes vaos, onde
procura-se atingir maior conforto, seguranca com o menor custo. Isso fez com
que comecasse na engenharia civil a corrida aos materiais alternativos e novas
tecnicas de contrucao facto esse que permitira a contrucao da torre do milenium a
contrucao de pontes atirantadas (Maputo-Katembe)
Engenharia Civil na era Contempornia

A engenharia na na epoca contemporania, epoca essa que vivemos, tem cido


caraterizacada pela existencia de grandes obras de arte e grandes vaos, onde
procura-se atingir maior conforto, seguranca com o menor custo. Isso fez com
que comecasse na engenharia civil a corrida aos materiais alternativos e novas
tecnicas de contrucao facto esse que permitira a contrucao da torre do milenium a
contrucao de pontes atirantadas (Maputo-Katembe)
Evolução da engenharia civil em mocambique
Evolução da engenharia civil em mocambique
Evolução da engenharia civil em mocambique
Evolução da engenharia civil em Moçambique
Evolução da engenharia civil em Moçambique