Vous êtes sur la page 1sur 21

Módulo 11.

Geografia Ensino fundamental


fundamental A superfície regionalizada.
regionalizada.

GEOGRAFIA

CEESVO 1
Módulo 11. Geografia Ensino fundamental
fundamental A superfície regionalizada.
regionalizada.

A SUPERFÍCIE TERRESTRE É REGIONALIZADA

 O Sul subdesenvolvido
 Os grandes grupos do Sul
 O que é América Latina?
 O continente Africano
 Os países Asiáticos
 O Oriente Médio
 O Sul da Ásia
 O Sudeste Asiático
 Extremo Oriente

ROTEIRO
A regionalização do espaço terrestre
Através do estudo deste módulo você perceberá que o espaço
mundial é regionalizado, isto é, dividido em regiões.
Que essa divisão regional obedece a critérios físicos e
sócio-econômicos.
Verá que de acordo com o grau de desenvolvimento
e industrialização os países podem ser divididos em 2 (dois) blocos: Norte-
desenvolvido e Sul-subdesenvolvido.
Conhecerá as características e localização dos países
subdesenvolvidos que estão distribuídos por quase todos os continentes.

CEESVO 2
Módulo 11. Geografia Ensino fundamental
fundamental A superfície regionalizada.
regionalizada.

A SUPERFÍCIE TERRESTRE É REGIONALIZADA

Você sabe o que é regionalização?

Regionalização é a divisão do espaço geográfico em regiões.

O espaço mundial pode ser dividido de acordo com:


I - critérios naturais;
II - critérios sociais ou políticos – econômicos.

Na primeira classificação (natural) a divisão resulta da separação entre as terras e


as águas do planeta, formando os continentes e oceanos.
Os continentes são seis: América, Ásia, África, Europa, Oceania e Antártida.

Na segunda classificação, a divisão do espaço mundial é feita com base nos


elementos políticos e econômicos, onde o homem é visto como agente
transformador do espaço natural. Entende-se a sociedade construindo e
reconstruindo continuamente o espaço. A natureza é estruturada em função da
dinâmica social.

A diferença fundamental entre os países do mundo é a questão do


desenvolvimento econômico.

Existem países desenvolvidos e subdesenvolvidos.

Pense nas suas condições de vida, na vida das pessoas que você conhece, nas
notícias que você vê na T.V. e responda: Você mora num país desenvolvido?

CEESVO 3
Módulo 11. Geografia Ensino fundamental
fundamental A superfície regionalizada.
regionalizada.

Você deve ter respondido que não. Levando-se em conta as condições de salário,
saúde e educação da população, nosso país não pertence ao grupo dos países
desenvolvidos.

Considerando-se o grau de desenvolvimento econômico e social, de


industrialização, os países podem ser divididos em países do Norte (desenvolvidos)
e do sul (subdesenvolvidos).

Observando o mapa abaixo com a divisão Norte-Sul, você vai perceber que o
número de países pobres é bem maior que o de países ricos.

O grupo de países do Norte - desenvolvidos incluem-se também a Rússia, a


República Tcheca, a Croácia, a Hungria, entre outros.
Ao grupo dos países do Sul pertencem os países subdesenvolvidos como Cuba,
Angola, Mongólia, Vietnã e outros.
Essa divisão provavelmente será alterada com o passar do tempo, pois nada é
estável, vivemos em constante processo de transformação.
As desigualdades internacionais tendem a aumentar ainda mais. Os países ricos
tendem a ficar cada vez mais ricos e os pobres cada vez mais pobres.

O Sul Subdesenvolvido

Os conceitos de Sul, países subdesenvolvidos e países do Terceiro Mundo hoje


são sinônimos.
Os países do Sul ou subdesenvolvidos estão quase todos localizados no
continente Africano, na América Latina e na Ásia.
A partir dos anos 80 passou-se a empregar a noção de Sul, embora todos os
conceitos sejam praticamente sinônimos e usados indistintamente.

CEESVO 4
Módulo 11. Geografia Ensino fundamental
fundamental A superfície regionalizada.
regionalizada.

O subdesenvolvimento não pode ser entendido como uma situação de atraso que
com o passar do tempo poderá se modificar.

Existem países subdesenvolvidos com industrialização moderna, grande


crescimento econômico, mas que não superaram a situação de
subdesenvolvimento. Continuam a ser países com grande concentração de renda
onde a maioria da população possuí nível de vida baixíssimo. Exemplos: Brasil,
África do Sul, Kuwait e Emirados Árabes. Nesses países, a minoria tem um padrão
de vida elevadíssimo e a maioria da população vive em condições de miséria, como
no Paquistão, Zaire ou na Bolívia.

O Kuwait e os Emirados Árabes, grandes exportadores de petróleo, têm


elevada renda per capita, mas a maioria da população vive em estado de miséria,
fome e analfabetismo.

A média brasileira de
escolaridade atinge 6 anos por
habitante, metade do valor
considerado satisfatório pela
Unesco (Organização das Nações
Unidas para a Educação, Ciência
e Cultura) para superação do limite
de pobreza. Outro dado negativo
referente à educação no Brasil é a
defasagem escolar, pois quase
metade dos alunos da educação
básica freqüentam séries que não
correspondem à sua idade em
função das grandes taxas de
reprovação e evasão.
Crédito: Fernando Vivas

O atraso dos países subdesenvolvidos não será superado com o tempo, pois
seria impossível que todos os países do mundo fossem desenvolvidos. Não há
países desenvolvidos sem países subdesenvolvidos e vice-versa. Cada um só existe
em função da existência do outro, todos fazem parte do sistema capitalista, que é
dividido em áreas centrais (desenvolvidos ou dominantes) e áreas periféricas
(subdesenvolvido ou dependentes).

O desenvolvimento das áreas centrais se fez às custas do


subdesenvolvimento das áreas periféricas.
O sistema capitalista é elitista, destinado a beneficiar apenas uma minoria da
população mundial.
Podemos dividir os países do Sul em três categorias:

I - Periferia privilegiada: são aquelas com mais chances de desenvolver, pois já


conseguiram se industrializar e têm grande potencial de crescimento. Exemplos: os
tigres asiáticos (Coréia do Sul, Hong-Kong, Taiwan e Cingapura) e alguns países da
América Latina (Brasil, Argentina, México, Chile).
CEESVO 5
Módulo 11. Geografia Ensino fundamental
fundamental A superfície regionalizada.
regionalizada.

II - Periferia intermediária: são países que necessitam de mudanças radicais para se


desenvolverem. Exemplos: África do Sul, Egito, Turquia e a Índia são países semi-
industrializados, mas com enormes problemas de miséria absoluta para a grande
parte da população.
III - Periferia periférica: grupos de países com remotas chances de se
desenvolverem.Exemplos: A maioria dos países Africanos da América Central e do
Sul e do Sudeste da Ásia.

Exercícios. Responda em seu caderno:

01. O que você entende por regionalização?

02. Segundo o critério natural, o planeta foi dividido em Terras e Águas, formando
os Continentes e Oceanos. Cite o nome dos Continentes e Oceanos.

03. Você acha que o subdesenvolvimento é uma situação de atraso que, com o
passar do tempo, vai se modificar?

OS GRANDES GRUPOS DO SUL

Você é Americano?
Sim, você é Americano, pois mora no Brasil que é parte do continente Americano.
O Brasil faz parte dos países da América Latina.

O que é América Latina?

É a parte do continente americano que vai do México até o Chile e a Argentina,


formada por países de língua latina: português e espanhol.
Mas a América latina não é exclusivamente latina, pois foi colonizada também por
holandeses, franceses e ingleses, por isso encontramos uma multiplicidade de
línguas, convivendo no mesmo espaço.

Quais as características comuns aos países da América Latina?

1. Colonização: foram colônias de exploração, usados pelas metrópoles para


aumentar suas riquezas.

2.Subdesenvolvimento e dependência: devido ao passado colonial, os países


latinos, mesmo após sua independência política, continuam subordinados aos
interesses dos países desenvolvidos.

CEESVO 6
Módulo 11. Geografia Ensino fundamental
fundamental A superfície regionalizada.
regionalizada.

Neste século, os USA comandam e influenciam a economia e a política dos


países Latino-Americanos. A presença de empresas multinacionais, as dívidas
externas, a compra de tecnologia avançada, a dependência do mercado externo
para a venda de seus produtos, são características de uma economia dependente e
subdesenvolvida.

Exemplos: a maioria dos países Africanos, América Central e do Sul e do


Sudeste da Ásia.

3. Nível de vida da população: as diferenças sociais na América latina são


marcantes como a grande concentração de renda. No Brasil, os 10% mais ricos
ficam com mais de 50% da renda nacional e os 60% mais pobres, com apenas 16%
desse total.
As taxas de analfabetismo chegam a atingir 47% da população de Honduras;
a expectativa de vida em países como a Bolívia e o Haiti é de apenas 49 anos.

4. Situação política: os governos latinos são, no geral autoritários e sem


preocupação com os interesses da população.

CEESVO 7
Módulo 11. Geografia Ensino fundamental
fundamental A superfície regionalizada.
regionalizada.

Por causa das grandes diferenças sociais, as elites dominantes são


antidemocráticas e extremamente autoritárias.
Nas regiões mais desenvolvidas, com a urbanização e modernização, surgiu
uma significativa classe média que provocou transformações na vida política dos
países, mas o autoritarismo permaneceu disfarçado, com práticas aparentemente
“populares" visando o apoio das classes de baixa renda, que são a maioria da
população.

Apesar das grandes semelhanças os países latinos possuem muitas


diferenças entre si principalmente na economia - países industrializados (Brasil,
México, Argentina) e outros eminentemente agrícolas (El Salvador, Cuba,
Guatemala, Haiti), que produzem banana, cana-de-açúcar, café, tabaco, etc.

Como integrar a América Latina?

Por causa dos governos autoritários, da vida política pouco democrática, do


baixo padrão de vida que dificulta a circulação de pessoas entre os países, a
integração latino-americana parece difícil.
Em termos econômicos foram criadas organizações regionais visando o
fortalecimento da produção e do comércio entre os países membros.
 ALADI: Associação Latino Americana de Desenvolvimento e Integração (1930).
 MCCA: Mercado Comum Centro Americano.
 Pacto Andino: (1969).
 Caricom: Comunidade e Mercado Comum do Caribe (1973).
 Mercosul: Mercado Comum do Sul (1991).
A integração regional do Mercosul tem sido dificultada pelas dificuldades
econômicas enfrentadas pelos países.

CEESVO 8
Módulo 11. Geografia Ensino fundamental
fundamental A superfície regionalizada.
regionalizada.

Exercícios. Responda em seu caderno.


04. Quais as características comuns aos países da América Latina?
Escreva sobre elas.

O CONTINENTE AFRICANO

Você sabe de onde vieram os negros que trabalhavam como mão-de-obra escrava
no Brasil colonial?

A mão de obra escrava que foi muito importante para o desenvolvimento da


economia brasileira vinha da África, um continente que possui até hoje as nações
mais pobres do mundo.

CEESVO 9
Módulo 11. Geografia Ensino fundamental
fundamental A superfície regionalizada.
regionalizada.

Vivem atualmente nesse continente mais de 700 milhões de pessoas que sofrem
com a herança de um passado colonial que lhes imprimiu todas as características do
subdesenvolvimento (analfabetismo, subnutrição, altas taxas de mortalidade infantil,
baixa expectativa de vida).

A dominação do território africano por países


europeus iniciou-se com a expansão das expedições
marítimas, quando os europeus foram dominando e
se apropriando do seu território. Realizavam
transações comerciais fornecendo produtos
manufaturados em troca de escravos, que eram
vendidos na América.

Após a Revolução Industrial, a colonização (no


século XIX) teve como objetivo aumentar o número
de consumidores para a crescente industrialização européia e para o fornecimento
de matérias-primas. Após as duas Guerras Mundiais, com o enfraquecimento das
potências européias iniciou-se um processo de descolonização africana: a
independência política das colônias européias na África.

CEESVO 10
Módulo 11. Geografia Ensino fundamental
fundamental A superfície regionalizada.
regionalizada.

A colonização européia destruiu a organização social original dos povos


africanos, criando uma economia dependente, voltada para o mercado externo, para
atender as necessidades dos países desenvolvidos.
A agricultura, antes de subsistência passou a ser do tipo plantation.

Plantation: cultivo de um produto tropical com grande aceitação no mercado


externo, usando mão-de-obra mal remunerada e ocupando grandes extensões de
terra.

Os melhores solos são utilizados para essas plantações, ficando os piores para
o cultivo de alimentos do próprio produtor e para o consumo interno, o que torna
crônico o problema da fome e subnutrição nesse continente.
Antes da colonização não existiam Estados ou países na África. Os povos
viviam em territórios sem fronteiras, migrando de uma terra para outra de acordo
com suas necessidades de sobrevivência. Possuíam línguas e costumes muito
diferentes, mas nenhum deles constituía um país.
A colonização européia não respeitou as diferenças culturais entre os povos,
dividindo o continente de acordo com seus interesses econômicos unindo num
mesmo território povos diferenciados ou desunindo outros que viviam juntos.
A imposição do modelo econômico e político europeu aos povos africanos
gerou dramáticas conseqüências para a população e criou áreas de conflitos étnicos
e culturais.
A África é continente de negros?

A maioria da população (2/3) é constituída por negros. A população branca é


constituída por povos muçulmanos que praticam a religião islâmica (baseada nos
escritos de Maomé) e falam o idioma árabe. A
população negra é formada por uma grande
diversidade de povos, idiomas e religiões.

Muitas mesquitas
egípcias possuem
arquitetura
extremamente rica e
complexa e são
utilizadas para outros
fins além dos
religiosos. As
maiores chegam a Os zulus, uns dos maiores grupos
ter hospital, tumbas e étnicos da África do Sul, conservam
muitas das danças tribais herdadas de
até mesmo
seus ancestrais. A dança da guerra zulu
universidade. Nos é a mais famosa delas. Atualmente,
países onde a esse tipo de dança é cada vez menos
maioria da população praticado em sua forma de ritual
é islâmica, cada tradicional e cada vez mais influenciado
cidade possui uma por danças contemporâneas nos
ou mais mesquitas. festivais internacionais e espetáculos
comerciais em que são apresentados.
Crédito: PhotoDisc Crédito: Consulado da África do Sul

CEESVO 11
Módulo 11. Geografia Ensino fundamental
fundamental A superfície regionalizada.
regionalizada.

Até hoje as nações africanas possuem inúmeros focos de tensão, gerando vários
conflitos internos, guerrilhas e movimentos separatistas.

Principais focos de tensão:

1. Chifre da África: região de constantes conflitos militares, por ser um ponto


importante para a navegação internacional, ligando o Mar Vermelho ao Oceano
Índico;
2. Canal de Suez: região importante para o comércio mundial, situa-se em pleno
centro de conflitos entre árabes e israelenses;

3. Mar Mediterrâneo: essa área vem se militarizando em virtude da crescente


presença de árabes.

Exercícios. Responda em seu caderno:

05. A África é o continente mais pobre do mundo. Justifique.

06. Explique o que é "plantation"

07. Quais foram as conseqüências da colonização européia na África?

Você sabia que o maior deserto do mundo


situa-se na África?
O deserto do Saara (9.000.000 km2) localizado no
continente africano, tem uma área superior à superfície
do território brasileiro, (8.511.965 km2), ocupando terras
de inúmeros países do norte da África.
A origem dos desertos é explicada pela presença de
montanhas que ficam no litoral e agem como barreiras
que impedem a entrada dos ventos úmidos provenientes do mar.
As áreas desérticas vêm aumentando por causa da ação do homem através de
desmatamentos, atividades agrícolas etc.

Com uma rica fauna, a África do


Sul tem em seus parques e em suas
reservas de animais selvagens seu maior
potencial turístico. Uma política de
preservação, iniciada no século XIX,
garantiu a sobrevivência de espécies
como zebras, elefantes, antílopes,
hipopótamos, búfalos, leopardos, leões e
rinocerontes. A grande demanda do
turismo fez surgir no final da década de
70 uma associação voltada apenas para
a manutenção dos caminhos ecológicos.
Crédito: Jorge de Souza.

CEESVO 12
Módulo 11. Geografia Ensino fundamental
fundamental A superfície regionalizada.
regionalizada.

Leitura Complementar: As duas áfricas


O continente africano tem duas sub-regiões claramente delimitadas: a
áfrica branca, ou setentrional, e a negra, ou subsaariana. O limite natural entre
ambas é o deserto do Saara.
Os seis países da áfrica branca têm características físicas e humanas
semelhantes às do oriente médio. Seu clima é desértico, e a região é ocupada
desde o século VII por povos árabes, responsáveis pela difusão do islamismo e
da língua e da cultura árabes. A porção mais ocidental, conhecida como magreb
("poente", em árabe), compreende o Marrocos, a Argélia e a Tunísia. Os outros
três são Líbia, Egito e Djibuti. A áfrica subsaariana, bem mais extensa, reúne a
maioria da população, predominantemente negra. Nessa região, concentram-se
alguns dos principais problemas econômicos e sociais do planeta. Índices
altíssimos de desnutrição são registrados na república democrática do Congo
(73%), na Somália (71%) e no Burundi (69%). Lá também vivem cerca de 70%
dos portadores do vírus hiv no mundo em 2002. No ranking do índice de
desenvolvimento humano (IDH), feito pela organização das nações unidas (ONU)
as 25 últimas colocações, de um total de 173, pertencem A nações africanas,
situadas na maioria ao sul do Saara. Outro flagelo da região são as guerras civis,
que opõem diferentes grupos étnicos, e os ciclos de golpes e contragolpes de
estado.

OS PAÍSES ASIÁTICOS

CEESVO 13
Módulo 11. Geografia Ensino fundamental
fundamental A superfície regionalizada.
regionalizada.

O continente asiático é o maior do mundo e reúne grande número de países


subdesenvolvidos.
É uma região muito populosa (3,3 bilhões de pessoas) com grandes diferenças
étnicas e culturais.
Por sua grande diversidade social, econômica, cultural, o continente asiático
costuma ser dividido em conjuntos regionais.

ORIENTE MÉDIO

O Oriente Médio
representa o sudoeste da
Ásia. São países
mulçumanos onde a
paisagem natural é
desértica.
Você sabe de onde vem
a maior parte do petróleo
consumido no mundo?
No Oriente Médio estão
mais de 60% das reservas
mundiais de petróleo.
A Arábia Saudita, Kuwait,
Irã, Iraque destacam-se em
sua produção.

Saiba que:

Do petróleo são extraídos a gasolina,


óleos diesel, além de servir como fonte de
energia para as usinas termelétricas e
matéria-prima das indústrias petroquímicas,
de plásticos e derivados.

Por suas grandes diferenças étnicas,


religiosas, econômicas e sociais essa região
é ponto freqüente de conflitos e guerras,
provocadas por:

 Grandes diferenças sociais, principalmente nos países produtores de petróleo,


onde a diferença entre a minoria rica e a maioria pobre é muito grande.
 Questão territorial entre Israel e o povo palestino que não possui território
desde 1948.
 Questões religiosas entre mulçumanos e outras religiões (judaísmo,
catolicismo, cristianismo ortodoxo).
 Questões políticas entre o regime político do Irã e os USA.

Você sabe porque essa região é conhecida como barril de pólvora?

CEESVO 14
Módulo 11. Geografia Ensino fundamental
fundamental A superfície regionalizada.
regionalizada.

Por que aí ocorreram os principais conflitos armados das últimas décadas como a
Guerra do Golfo do qual você deve ter ouvido falar.

O SUL DA ÁSIA

É uma das regiões mais pobres do mundo com renda per capita baixíssima,
enormes níveis de pobreza e subnutrição.

O único país com


fraca industrialização
é a Índia. Os outros
países vivem da
agricultura (arroz,
chá, algodão).
Existem áreas de
plantation
(agricultura para
exportação) de chá,
algodão e tabaco.
Os melhores solos
são usados para
cultura de
exportação por isso,
é grave o problema
da fome nessa
região.

A Índia está entre os principais países


agrícolas do mundo. Feijão, legumes,
banana, manga e castanha de caju são os
alimentos mais produzidos, mas a maior
parte das safras é consumida pelos
próprios indianos, que somam 998 milhões
de pessoas. A agricultura de subsistência é
praticada por 70% da população. Apesar do
solo fértil e da abundância de recursos
minerais e de rios, a Índia é considerada
uma nação muito pobre. Cerca de 400
milhões de pessoas, quase a metade da
população, vive na miséria.
Crédito: PhotoDisc

Outro problema sério é a super população, principalmente da Índia onde são feitas
intensas campanhas de controle de natalidade.
Ainda é grande a população rural sendo a urbana minoritária nesses países.
Os problemas religiosos são a base de grandes conflitos armados e movimentos
separatistas.

CEESVO 15
Módulo 11. Geografia Ensino fundamental
fundamental A superfície regionalizada.
regionalizada.

A sociedade é dividida em castas.

Você sabe o que são castas?


É um sistema social que existe Mulher indiana vende pinturas em mercado de rua. A grande
maioria da população da Índia – 1 bilhão de habitantes em 1999,
na Índia desde a antiguidade. A de acordo com a ONU – vive abaixo da linha de pobreza, apesar
religião hindu é resultado de uma de o país ter-se desenvolvido muito desde sua independência,
combinação de culturas. Essa em 1947, e de até ter tido destaque em áreas de tecnologia
avançada, como informática e energia nuclear. Crédito: Rodolfo
combinação gerou o sistema de
castas que apesar de ter sido
extinto por leis, até hoje estrutura
a sociedade indiana.
Esse sistema limita (separa) os
indivíduos em grupos fechados:
cada grupo possui proibições e
obrigações próprias e evita
contato com outras castas ou
grupos. Não é permitido o
casamento entre pessoas de
castas diferentes nem a
mobilidade (mudança) de uma
casta para outra.

A sociedade hindu divide-se em quatro castas:


 Os brâmanes: pessoas de grande cultura e sacerdotes (monges);
 Os xátrias: guerreiros ou militares;
 Os vaíxas: comerciantes e artesãos;
 Os sudras: camponeses serventes representando a última casta onde estão os
impuros que tem a função de servir as outras castas.

Concluindo:
Casta: É uma camada social cujos membros pertencem a mesma etnia, profissão
ou religião.
Esse sistema de divisão social contribui para acentuar ainda mais a pobreza na
Índia, pois impede a ascensão social.

Dezenas de milhões de pessoas


descem anualmente as escadarias
construídas em vários pontos das
margens do rio Ganges, sagrado
para os hindus, para banhar-se em
suas águas e assim se livrar dos
pecados. Embora o hinduísmo seja
predominante na Índia, o país abriga
também seguidores do budismo,
islamismo e cristianismo. A
diversidade de cultos e etnias é
motivo de constantes conflitos em
muitos pontos do território. Crédito:
Rodolfo Tucci

CEESVO 16
Módulo 11. Geografia Ensino fundamental
fundamental A superfície regionalizada.
regionalizada.

Você sabia que...


Para os adeptos do hinduísmo (uma das religiões praticadas na Índia) a vaca é
considerada um animal sagrado; por isso ela circula livremente pelas ruas da cidade.

Leitura Complementar

AS CASTAS
As primeiras referências históricas sobre a existência
de castas se encontram em um livro sagrado hindu,
chamado Manu, possivelmente escrito entre 600 e 250
a.C. Define-se casta como um grupo social hereditário,
no qual a condição do indivíduo passa de pai para
filho, e endógamo, pois ele só pode casar-se com
pessoas de seu próprio grupo. Estão predeterminadas
também suas profissões, hábitos alimentares,
vestuário, etc., levando à formação de uma sociedade
estática.
Originalmente, as castas eram apenas quatro: os
brâmanes (religiosos e nobres), os xatrias
(guerreiros), os vaixias (camponeses e comerciantes)
e os sudras (escravos). À margem dessa estrutura
social havia os párias, sem casta ou intocáveis, hoje chamados de haridehans ou
harijans. Com o passar do tempo, tem havido centenas de subdivisões, que não
param de se multiplicar.
Desde sempre, os párias são condenados aos trabalhos mais degradantes e mal
pagos, apesar da luta de Gandhi, após a independência, e de inúmeras leis criadas
na tentativa de eliminar ou amenizar os problemas que o sistema de castas acarreta.
Todavia, essas leis revelam-se impotentes diante da tradição, e o sistema subsiste.
O sistema de castas é a base do hinduismo. A religião se torna, então um
poderoso elemento social disciplinador e apaziguador: virtude e resignação são as
palavras-chave na postura moral do indivíduo.

O hinduísmo é considerado a religião mais antiga do mundo. Não tem uma


organização estrutural (igreja, padres, etc.) nem um livro sagrado, como a Bíblia do
cristianismo ou o Alcorão do islamismo, sendo praticado de formas diferentes em
regiões distintas. Caracteriza-se pelo politeísmo são adorados mais de 240.000
deuses, mas as principais divindades são Brahma (espírito da criação, ser
inalcançável), Shiva e Vishnu, formando uma trindade em torno da qual se agrupam
os outros deuses.
Os seguidores do hinduísmo crêem na imortalidade da alma, no ciclo
reencarnatório, que visa a libertação dela, e na fusão final com Deus, através da
purificação, do culto e da prática religiosa. Segundo o karma de cada indivíduo (o
caminho rumo à perfeição), o homem tem muitas vidas, e seus sofrimentos
correspondem aos obstáculos desse caminho.
Ascetismo, disciplina e a prática da ioga são meios de purificar o corpo, na busca
da pureza da alma. Devem ser seguidas também normas ligadas à alimentação,
celebrações, peregrinações etc.

CEESVO 17
Módulo 11. Geografia Ensino fundamental
fundamental A superfície regionalizada.
regionalizada.

O SUDESTE ASIÁTICO

Observando o mapa ao lado,


você vai perceber que essa região da
Ásia está dividida em duas partes: a
continental e a insular (ilhas).

São países predominantemente


rurais, tendo o arroz como o principal
produto agrícola, e com população
concentrada no campo.

Não possui nenhum país industrial,


tecnologicamente desenvolvido.

Somente Cingapura e Malásia


conseguiram às custas de
investimentos estrangeiros, relativa estabilidade política, mão-de-obra barata e
disciplinada (sem greves), desenvolver sua indústria nos últimos 20 anos.

A Cidade de Cingapura é a capital da


República de Cingapura, arquipélago
formado por uma ilha grande e 60
ilhotas situado ao sul da Malásia.
Apesar de ser conhecida como
"cidade-jardim" em função dos vários
parques naturais e das ruas
arborizadas, a capital constitui uma
metrópole de 2.792 mil habitantes
com características de cidade
moderna, como arranha-céus e
aeroporto nacional. Os cingapurianos
gozam de um padrão de vida que
está entre os melhores do mundo. A
renda per capita do país é de pouco
mais de 30 mil dólares anuais e
ultrapassa até mesmo os valores
atingidos por países ricos como
França e Canadá.
Crédito: PhotoDisc

Colônia de países europeus, os países do sudeste asiático somente após a 2ª


Guerra Mundial iniciaram o processo de descolonização.

Esse processo desencadeou uma das piores guerras das últimas décadas: a
Guerra do Vietnã que durou cerca de 13 anos (até 1975) com a morte de milhões de
pessoas.

O Sudeste Asiático continua sendo uma região de conflitos militares e de


problemas econômicos.

CEESVO 18
Módulo 11. Geografia Ensino fundamental
fundamental A superfície regionalizada.
regionalizada.

EXTREMO ORIENTE
É a porção leste do continente asiático. Diferencia-se do restante do continente
por apresentar melhores condições de vida de sua população, embora ainda com
características de subdesenvolvimento.

Nessa região estão os Tigres Asiáticos, países


que alcançaram grande desenvolvimento
econômico nas últimas décadas.
Você já comprou um produto importado made
in Taiwan?
Esse produto veio dessa região da Ásia,
grandes exportadores de produtos eletrônicos,
brinquedos, relógios etc.
A média de trabalho nesses países é de 48 a
53 horas semanais, com descanso só no
domingo e férias anuais de apenas 14 dias.
Apesar da exploração do trabalhador, o nível
de vida da população é superior ao de outros
países do 3º mundo. A média salarial, ainda é
baixa, se comparada aos países desenvolvidos,
mas bem maior que a de outros países
subdesenvolvidos, como o Brasil, onde a média
salarial é uma das mais baixas do mundo.

Hong Kong é uma região moderna e bastante


desenvolvida formada por ilhas e terras
continentais e pela península de Kowloon.
Situada na costa sudeste da China, a 64 km de
Macau, está entre os maiores centros
financeiros do mundo. Seu desenvolvimento
econômico teve ínicio com a lucrativa
movimentação comercial realizada pelos
chineses em seu porto natural, principalmente a
venda de ópio. A conquista de novos territórios
deu o impulso necessário ao crescimento da
região e forneceu as condições básicas para
transformar Hong Kong num centro comercial
internacional. Crédito: PhotoDisc

O desenvolvimento industrial desses países está baseado na exploração do


trabalho assalariado, o que torna seus preços altamente competitivos no mercado
externo.
A importação desses produtos está causando a desestabilização da economia de
muitos países, inclusive o Brasil.
Andando pelas ruas comerciais de nossa cidade, você pode observar, o grande
número de lojas de produtos importados.

CEESVO 19
Módulo 11. Geografia Ensino fundamental
fundamental A superfície regionalizada.
regionalizada.

A venda desses produtos que têm um custo de produção muito baixo (exploração
do trabalho) por preços mais baratos, está afetando a indústria nacional. A entrada
de tecidos e confecções asiáticas em nossa cidade está provocando uma crise no
setor têxtil com o fechamento de indústrias e conseqüente aumento do desemprego.

A Grande Muralha da China é a


única construção da Terra que pode
ser vista a olho nu da Lua. Com 2,4
mil km de comprimento, estende-se
até a Mongólia e possui mais de
3.530 km de braços e ramificações.
Sua altura varia de 4,5 m a 12 m e,
em certos trechos, a largura alcança
9,8 m. Começou a ser erguida entre
215 a.C. e 210 a.C. para defender o
norte da China das invasões dos
mongóis. Cerca de 300 mil soldados
trabalharam na obra. Crédito: Jorge
de Souza

Xangai é a maior cidade da China e uma das


maiores do mundo, com quase 15 milhões de
habitantes. Situa-se na foz do rio Huang Po, na
região central do litoral chinês. Desde 1990,
quando a cidade foi declarada zona econômica
especial, o governo vem investido altas cifras
para modernizá-la, ampliar os meios de
transportes e expandir outros recursos. Além
disso, seu porto marítimo, um dos maiores do
mundo, tem contribuído para tornar a cidade o
centro de comércio internacional mais importante
do país. Suas indústrias geram maquinários,
aparelhos eletrônicos, ferramentas de precisão,
aeronaves e produtos químicos. Crédito:
PhotoDisc

CEESVO 20
Módulo 11. Geografia Ensino fundamental
fundamental A superfície regionalizada.
regionalizada.

Leitura Complementar. Países pobres, porém perigosos.

O perigo nuclear do Irã e da Coréia do


Norte
Irã e Coréia do Norte se tornam focos da
atenção internacional por causa da
possibilidade de que venham a produzir a
bomba atômica. A crise em torno do programa
nuclear iraniano tem como estopim a
informação, em setembro de 2002, de que a
Federação Russa forneceria ao país um reator As guerras pela independência
com capacidade de produzir o plutônio (urânio devastaram a Eritréia, deixando
enriquecido) necessário para a fabricação da cerca de 100 mil mortos e 350 mil
refugiados, como os da foto. Além
bomba. A revelação coloca o Irã sob forte disso, no fim de 2002, uma seca
pressão da comunidade internacional para abrir prolongada reduziu a produção de
seu programa nuclear à inspeção. alimentos, tornando a fome uma
grande ameaça à população.
O Irã alega que o programa tem objetivos Crédito: P. Joynson-Hicks - ACNUR
pacíficos. O impasse se resolve em outubro de
2003, quando o governo iraniano suspende as atividades de enriquecimento de
urânio e autoriza as inspeções da Agência Internacional de Energia Atômica (Aiea)
em suas instalações.
Já a crise que envolve a Coréia do Norte se mostra cada vez mais intensa desde
outubro de 2002, quando o regime comunista de Pyongyang admite que está pondo
em prática um programa nuclear. Em janeiro de 2003, a Coréia do Norte se retira do
Tratado de Não-Proliferação Nuclear (TNP) e adota uma série de iniciativas para
produzir a bomba em ritmo acelerado. Em paralelo, seu governo afirma que poderá
desativar seu programa nuclear em troca de maior ajuda econômica e da
normalização das relações com os EUA. Bush responde que os EUA não aceitariam
nenhuma "chantagem" por parte da Coréia do Norte. Em abril, as autoridades norte-
coreanas anunciam que já possuem a bomba atômica e, em outubro, afirmam
pretender provar o que dizem por meio de uma explosão nuclear.

Exercícios. Responda em seu caderno:

08. Por que a região do Oriente Médio é conhecida como barril de pólvora?
Justifique a afirmativa:
09. O Sul da Ásia é uma das regiões mais pobres do mundo.
10. Quais os reflexos da importação de produtos asiáticos para a economia
nacional

CEESVO 21