Vous êtes sur la page 1sur 3

PROCESSIONAL DE JUBILEU DE PAPEL DO CORO JOVEM ÁGAPE

Sob a presidência do Pr. Ailton José Alves, tendo como coordenador da Área 30 o Evangelista Eliel Alves e o Presbítero local o
Irmão Pedro Alonso, o Coro Jovem Ágape na congregação em Dendê Guabiraba dá início ao processional do Jubileu de Papel
comemorando o seu Aniversário de 1° ano.

Foi realizado em 12 e13 de setembro de 2014 às 19h30min, A Inauguração do Coro Jovem Ágape na direção da Irmã Patrícia
Alves e o Irmão Ricardo José e nossos conselheiros Irmã Adriana Maria e Irmão Humberto Candido junto com nosso amado
maestro Jacinto Alexandre, porém hoje se encontra na direção a Irmã Patrícia Alves e a Irmã Denise Soares. O Jubileu de Papel
é a designação para a comemoração de um ano de comunhão com Cristo. Por isso o Coro Jovem Ágape em seu 1° ano
escolheu como tema: O Jovem em busca de maior comunhão com Deus baseando-se biblicamente no seguinte versículo:
“Chegai-vos a Deus e Ele se chegará a vós” (Tiago 4.8ª).

O PAPEL é uma simples folha que possui inúmeras utilidades na escrita, em enfeites e adornos de presentes entre outros
adereços, serve para registro de informações preciosas de nossa trajetória de vida, onde preservamos as mais belas histórias
bíblicas. Para que tivéssemos hoje em mãos a nossa amada Bíblia composta por 66 livros e aproximadamente 1189 páginas, o
papel passou por varias transformações desde a antiguidade até os dias atuais:

PEDRAS (As tabuas dos dez mandamentos): Primeiro utilizou-se as pedras da Lei onde foram escritos os 10 mandamentos:

PAPIRO (papiro com JESUS TE AMA): O Papiro era um tipo de material usado para se escrever, feito de junco, que crescia em
pântanos;

PERGAMINHO (pergaminho com DEUS É FIEL): O Pergaminho, por sua vez, o qual era fabricado com peles de gado, antílopes,
cabras e ovelhas, especialmente animais recém-nascidos.

PAPEL (Bíblia): O papel que é fabricado da celulose, substância retirada das plantas e depois de industrializada é utilizada em
confecções de vários objetos e de grande valor na vida da humanidade, utilizado na fabricação da nossa espada afiada de dois
gumes: A Palavra de Deus.

Para muitos o papel revela fragilidade e pouca resistência, mas Deus escolhe as coisas fracas para confundir as que pensam
que são fortes, por isso ele denomina a Juventude da igreja com o jardim da Casa do Senhor. Podemos não apresentar
nenhuma experiência de um ancião seguidor da Palavra, nem tampouco a fé de uma mulher acometida de um fluxo de
sangue. Mesmo sendo definidos como uma superfície imprevisível que muda de pensamento a todo o momento, sendo
cobradas pelas nossas teimosias e muitas vezes rebeldias. Mas como diz em 1 João 2. 14ª “Eu vos escrevi, jovens, porque sois
fortes, e a palavra de Deus está em vós, e já vencestes o maligno” e permanecermos firmes mirando naquele que nos
escolheu para esta obra, que conhece as nossas imperfeições, mas transborda em nosso ser vontade de ter maior comunhão
com Ele.

Comunhão é um relacionamento em comum, o grau de maior intimidade que o homem deve ter com Deus. Na Bíblia, vários
homens são citados por terem uma aliança com Deus, com por exemplo: Noé que obedeceu ao Senhor em construir uma arca
para ser salvo do grande dilúvio. Deus estabeleceu uma aliança com ele simbolizada pelo arco íris. Deus também operou na
vida de José que por sua obediência ao seu pai Jacó e fidelidade a Deus, sendo filho mai amado recebeu de seu pai uma túnica
colorida. Entendemos que assim como o papel adquire maior utilidade e qualificação quando lhe é atribuído cores, a nossa
vida é transformada quando estamos em busca de maior comunhão com Deus e com nossos irmãos. Assim como o arco íris
simboliza uma aliança com Deus, cada cor biblicamente tem um símbolo e significado:

BRANCO: Simboliza Pureza e Santidade. No Antigo Testamento oferecia-se um cordeiro puro sem mancha e macula para
purificação dos pecados e hoje não é diferente, que possamos pedir ao Senhor com Salmos 51.10 “ Cria em mim ó Deus um
coração puro e renova um espírito reto”, que possamos abandonar o velho homem e és que tudo se faça novo quando o
aceitamos de todo coração como Senhor e Salvador de nossas vidas.

AMARELO: Simboliza riquezas como ouro e prata e também a Glória de Deus citada em todas as aparições de Deus em suas
diversas formas: na sarça ardente, na visão de Ezequiel, nas cartas de Paulo comparando Deus ao fogo destruidor, entre
outros. Faz-nos refletir em sua vinda e o quanto almejamos está com Ele, pois a qualquer momento iremos ouvir o som da
trombeta soar e precisamos está preparados.

VERMELHO: Simboliza o sangue de Cristo derramado em uma cruz pela remissão dos nossos pecados. Deus nos prova o seu
amor, entregando a vida do seu único Filho, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. Que este
sacrifício não tenha sido em vão em nossas vidas, pois em meio há tantas barreiras, dificuldades e gigantes que enfrentamos
todos os dias, podemos declarar que somos mais que vencedores por aquele que nos amou, somos simples mortais
imperfeitos, mas continuamos aos pés do nosso Salvador.

VERDE: Simboliza vida, pois é possível que desertos se tornem terras férteis e produtivas? Não se pode ter fruto de uma
arvore sem folhas, assim como um cristão não pode crescer na graça e no conhecimento se na presença de Deus ou fora dela
nada muda. Por isso devemos clamar a Deus por uma nova vida, maior intimidade com o Senhor, florescimento espiritual
para nos fortificarmos na fé, lançarmos fora todo medo, depositarmos nossa esperança no único capaz de mudar nossas vidas,
pois pra onde iremos nós, só Tu Deus tens a vida eterna?

AZUL: Simboliza a presença do Espírito Santo, O Bom Consolador deixado por Jesus Cristo quando subiu aos céus. Também
pode ser representado pelo céu, água e na Palavra de Deus também é cor celestial. Representado na Bíblia como uma safira,
presente no piso debaixo dos pés do Deus de Israel, quando ele aparece a Moisés no Monte Sinai e também nas bordas das
vestes dos hebreus lembrando-os de obedecer aos seus mandamentos e hoje não é diferente em nossas vidas,pois temos em
mãos a Bíblia, nosso manual de instruções de como ser cada dia mais fiel a Deus.

FUCSIA: O discernimento que tivemos dessa cor foi relacionada a fruta uva que antes de ser transformada no vinho precisa ser
amassada.Seu significado é renovo, restauração e recomeço .

LARANJA: Simboliza o fogo que será derramado no Dia do Senhor mostrando à qualidade do trabalho de cada pessoa, o
verdadeiro louvor em Espírito e em verdade, a provação diária que passamos em nossa vida dando glória a Deus e os frutos do
Espírito que devem ser a nossa essência como cristãos.

ROSA: É a mistura da cor vermelha com a cor branca. Misturando-se os significados dessas cores, temos santificação através
da salvação, e salvação produzindo santificação. Esta cor simboliza a igreja, a Noiva de Cristo Amada que são os verdadeiros
fieis que serão levados para Glória nos céus. Pois o fim está próximo, prepara-te ó Igreja, porque pode ser hoje a volta do Rei.

ROXO: Simboliza Realeza, Majestade, Autoridade e Soberania, pois esta tonalidade era extraída de um molusco caro e
utilizada somente na roupa de reis e nobres. Nas referências bíblicas tanto Mardoqueu quanto Daniel receberam vestes de
púrpuras por salvarem a vida de reis da época. Como servimos ao Rei dos Reis e Senhor dos Senhores, esta cor significa o
estabelecimento do seu Reino Inabalável.

LILÁS: Essa cor traz referência a criança, menina.Voltar a inocência, Ser completamente dependente do Pai pelo que ele é e
não pelo que ele pode fazer em nossas vidas.

CINZA: Simboliza o arrependimento e humilhação prestada como sacrifício no altar, honrando a ele e devolvendo tudo que ele
tem nos dado.

MARROM: Simboliza a morte espiritual que tem se instaurado na vida de muitos cristãos que buscam as suas próprias
vontades, não aceitando a vontade de Deus em suas vidas. Mas o Senhor estabelece que do pó da terra nós viemos e ao pó
retornaremos, pois somos barro nas mãos do oleiro e precisamos muitas vezes ser moldados pra que Deus nos faça uma vaso
novo.
MARFIM: Simboliza a graça de Deus sobre nossas vidas, o tempo que vivemos hoje citado no novo testamento. A graça é um
dom de Deus, através dela alcançamos a salvação, esperança, paciência e misericórdia. Com diz em efésios 2.8-9 “Porque pela
graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus; não vem das obras, para que ninguém se glorie.”

VERDE LIMÃO: É a mistura da cor verde com a cor amarelo. Misturando o significado dessas cores, estabelece o nosso
objetivo atual: Esperança que iremos ser levados aos altos céus e contemplarmos toda a Glória que preparada está para os
santos, de andarmos nas ruas de ouros, conhecer os nossos irmãos que por amor um dia venceram a perseguição e cantarmos
naquele lindo coral que Santo, Santo é o Senhor.
Nesta noite estamos aqui para celebrar mais um ano de bênçãos em nossas vidas como jovens da casa do Pai, Como diz João
10.30 “Eu e o Pai somos um”. Sabemos que permanecemos nele, e ele em nós, porque ele nos deu do seu Espírito e todo
aquele que permanece no amor permanece em Deus, e Deus nele. Então Buscai ao Senhor enquanto se pode achar e invocai-
o enquanto está perto, embora cansado e sem forças, independente da hora, dia da semana até mesmo na alta madrugada ou
Ele nos chama e nos convoca a sua presença para que possamos está no melhor lugar do mundo, aos pés do Salvador.

Ele nos deixou o Bom Consolador que é o Espírito Santo, que leva as nossas intercessões e gemidos inexprimíveis ao seu
Trono, Ele nos conhece bem e sabe tudo que precisamos antes mesmo de falar, nos ama incondicionalmente mesmo sendo
pobres pecadores, falhos e sem merecer que Ele ouça as nossas suplicas, ainda sim Ele está disposto a nos ajudar, nos carregar
nos braços quando as forças nos faltarem, e que corramos ao seu encontro mesmo que seja pra ficarmos em silencio a sós ou
simplesmente pelo prazer de ouvir sua voz, pois em tua presença Senhor é o lugar onde eu quero habitar e onde eu possa
ouvir tua voz e obedecer de todo coração, pois só na tua vontade eu posso me completar.