Vous êtes sur la page 1sur 3

Operações Unitárias B

Engenharia Química
Fernanda Lini Seixas

Lista 4- Extração Líquido-líquido


1- Defina a operação unitária de extração líquido-líquido. Cite aplicações industriais
desta operação.
2- Para análise de um processo de extração líquido-líquido a seleção adequada do
solvente a ser utilizado é uma tarefa muito importante. Em vista disso, quais são as
características desejáveis para que um determinado solvente seja escolhido?
3- Os processos de extração líquido-líquido podem ser conduzidos em contracorrente ou
com corrente cruzadas em diferentes tipos de equipamentos. Esquematize, descreva o
princípio de funcionamento e indique as vantagens e desvantagem dos diferentes tipos
de extratores industriais utilizados para tal separação.
4- A extração líquido-líquido é um processo de separação baseado na propriedade de
miscibilidade de líquidos, cujo conhecimento é fundamental para a realização da
operação de separação. O diagrama esquemático a seguir representa a curva de
equilíbrio líquido-líquido de um sistema ternário, constituído pelas substâncias A, B
e C.

A partir da interpretação do diagrama conclui-se que


a) O diagrama se refere a um sistema com duas zonas de miscibilidade parcial.
b) A região 1 representa duas fases líquidas imiscíveis.
c) A região 2 representa uma fase líquida homogênea.
d) A região 2 representa duas fases líquidas imiscíveis.
e) As solubilidades de A em B e de B em C se igualam no ponto crítico, representado
pelo ponto P na curva.
5- A adição de uma quantidade de solvente (S) a uma solução binária de acetaldeído e
água, na temperatura de 293 K e pressão de 1 atm, resulta na mistura (F) localizada
no diagrama ternário a seguir, no qual figuram as linhas de amarração. Determine as
composições mássicas das fases extrato e rafinado, em termos percentuais.
Operações Unitárias B
Engenharia Química
Fernanda Lini Seixas

Figura 1- Dados de equilíbrio para água, acetaldeído e solvente (293 K e 1 atm).


6- Extração em uma única etapa com correntes cruzadas- Caso de líquidos
parcialmente miscíveis- Em um processo de separação, 96 kg do componente B puro
são adicionados a uma carga de 104 kg com iguais quantidades dos componentes A e
C. Determine as quantidade e composições das fases extrato e rafinado. Os dados de
equilíbrio são apresentados na Figura abaixo.
Operações Unitárias B
Engenharia Química
Fernanda Lini Seixas

7- Extração com correntes cruzadas- Caso de líquidos imiscíveis


Nicotina (C) em uma solução aquosa (A) que contém 1% de nicotina será submetida
a um processo de extração com querosene (B) a 20 ℃. A água e o querosene são
basicamente insolúveis.
a) Calcular a porcentagem de nicotina extraída se 100 kg da solução de alimentação
são extraídos em uma única etapa com 150 kg de solvente.
b) Repetir os cálculos considerando três extrações ideais utilizando 50 kg de solvente
em cada uma das etapas.
Tabela 1- Dados de equilíbrio para o sistema a 20 ℃.
Kg de nicotina 0,0 0,001011 0,00246 0,00502 0,00751 0,00998 0,0204
/kg água
Kg de nicotina 0,0 0,000807 0,001961 0,00456 0,00686 0,00913 0,01870
/kg querosene

8- Extração em contracorrente- Caso de líquidos imiscíveis


100 kg/h de uma solução que contém 25% de ácido acético em água deve ser extraída
em contracorrente com éter di-isopropílico puro, para reduzir o conteúdo de ácido
acético a 9%. Os dados de equilíbrio (Y (kg C/kg B) vs X (kg C/kg A)) para o sistema
são bem descritos pelo polinômio do 2º grau: Y = 0,70828X2 + 0,26376X, válido para
X ≤ 0,35. Considere que água e o éter di-isopropílico são insolúveis.
a) Calcular o fluxo mínimo de éter di-isopropílico.
b) Calcular o número de etapas teóricas requeridas se são utilizados 200 kg/h de éter
di-isopropílico.