Vous êtes sur la page 1sur 26

Rochas ígneas

A origem das rochas


G e ner al i d ades

Ignis=Fogo, rochas ígneas são as que têm
origem em locais “quentes”

Originam-se a partir do Magma

Quando resfria, se solidifica.

Pode ser um resfriamento lento ou rápido

A velocidade de resfriamento é muito
importante para definir as características da
rocha em si.
 Silicatos, óxidos, água, CO2 e outros gases.
 Quedas de pressão do ambiente em que se
encontram podem forçar os gases a sairem,
num processo chamado de “exsolução”...
 Aí o magma muda de nome, passando a ser
“Lava”
 Quanto mais rico em silicato mais viscoso fica.
Onde se formam as rochas
ígneas?
Rochas intrusivas, ou plutônicas, formam-se no
interior da terra cristalizam muito lentamente!!
Extrusão de

Derrame

Dykeou
chaminé
Se o magma é o mesmo, porquê existem
tantas rochas ígneas diferentes?

Leia mais em: http://magm.com.sapo.pt/#Introdução


Percursos termodinâmicos
diferentes...

A cristalização fracionada
Variações de densidade,
temperatura e pressão
alteram a composição
do magma,portanto
das rochas que
este formará
Cristalização
f ra c i o n a d a
Diferenciação magmática

Magma original

Picrítico Andesítico

Peridotito Basáltico Riolítico


Andesito
Komatito
Riolito
Gabro Granito
Basalto Diorito
A série de Bowen
Como classificar as
rochas ígneas?
 Existem vários critérios:

Composição mineralógica

Coloração

Composição química

Teor de sílica (SiO2)

Granulometria
Polarização da luz

Os minerais são capazes de desviar o plano da luz polarizada,


assim como o fazem certas moléculas (dextrógiras ou
levrógiras).
Microscopia de luz
polarizada
Composição geral
das rochas ígneas
 Feldspatos
Alcalinos
 Feldspatóides
 Quartzo
 Mica
 Piroxeno
 Amfibólio
 Olivina
 Zeólitas
 Plagioclásio
Minera Minerais
is
dass roc
da rocha
hass
C o n c e i to d e “ a c i d e z ”
 Não tem nada a ver com os ácidos e bases da
química. Refere-se ao teor de Sílica

Rocha básica: Rocha ígnea saturada em sílica e com teor de SiO2
entre 44% e 52%, relativamente ricas em Fe, Mg e Ca, como o
gabro (plutônico) e o basalto (vulcânico).

Rocha ácida: Rocha ígnea, supersaturada, com mais de 60% de
sílica (SiO2), o que leva a ter quartzo em excesso (>10%), modal
ou normativo.
Teor de Fe e Mg;
feldspato e sílica

 MAgnésio + Ferro + sufixo ico = Máfico


 FELdspato + Sílica + sufixo ico = Félsico
Cor das rochas
 Melanocráticas  Leucocráticas

Alto teor de Fe  Baixo teor de Fe

Baixo teor de SiO2  Alto teor de SiO2

Magmas básicos 
Magmas ácidos
T e x tu r a

Pegmatítica(cristais enormes)

Grão grosseiro(fanerítica)

Grão grosseiro porfiróide

Grão fino (afanítica)

Grão fino porfiróide

Piroclástica

Vesicular

Amigdaloidal

Vítrea
Granito

Mais abundante : Leito dos
continentes

Minerais principais: Quartzo
(SiO2) e Feldspato (silicato de
Na e K) e Mica (biotita) e
outro minerais Acessórios.

Granulatura grossa

Biotita

Feldspato

Quartzo
Basalto

Rocha básica, extrusiva

Minerais:
Plagioclásio (tipo de feldspato) e
piroxeno (augita)

-Observe a granulatura desta


rocha, cristais pequeníssimos:
Resfriamento rápido
Obsidiana

Trata-se de um vidro natural: amorfo resfriamento


ultrarápido
Era usada como espelho!
Mesma composição que o granito
pequenas partículas de Magnetita, a tornam preta
Kimberlito ou peridotito (mãe dos
diamantes)

Rocha básica, como o basalto,


ultrafélsica
Minerais principais:
Piroxenos e olivina.
Degradação da rocha dá origem
aos “solos amarelo e azul”
Pórfiros

Qualquer rocha ígnea que contenha


cristais (chamados de fenocristais) em uma matriz
microcristalina ou vítrea. Pudim de Passas...
Contraste de volumes é o único critério.
Origem: mudança repentina das conds. de crist.