Vous êtes sur la page 1sur 1

80 Eletrônica

Resumo
SEÇÃO 3-1 IDEIAS BÁSICAS obter uma resistência alta num sentido SEÇÃO 3-8 RESISTÊNCIA CC DO DIODO
Um diodo é um dispositivo não linear. e uma resistência baixa no outro sentido, A resistência CC é igual à tensão no dio-
A tensão de joelho, aproximadamente com uma razão de pelo menos 1.000:1. do dividida pela corrente no diodo em
de 0,7 V para um diodo de silício é onde Lembre-se de usar a faixa de resistência algum ponto de operação. Esta resistên-
a curva direta vira para cima. A resistên- do multímetro com valor alto suficiente cia é aquela que um ohmímetro mediria.
cia de corpo é a resistência ôhmica das quando testar um diodo, para evitar pos- A resistência CC tem uma aplicação limi-
regiões p e n. Os diodos têm valores de síveis danos no diodo. Um multímetro tada, com exceção de informar que seu
corrente direta máxima e faixas de po- digital indicará no mostrador um valor valor é baixo no sentido direto de condu-
tência. ente 0,5 V e 0,7 V e uma indicação de ção e um valor alto no sentido reverso de
faixa de leitura ultrapassada quando ele condução.
SEÇÃO 3-2 DIODO IDEAL estiver polarizado reversamente.
Esta é a primeira aproximação de um SEÇÃO 3-9 RETAS DE CARGA
SEÇÃO 3-6 INTERPRETAÇÃO DAS
diodo. O circuito equivalente é uma A corrente e a tensão num circuito com
FOLHAS DE DADOS
chave que fecha quando a polarização diodo precisa satisfazer a duas condi-
é direta e abre quando a polarização é As folhas de dados são úteis para um ções: a curva do diodo e a lei de Ohm
reversa. projetista de circuito e pode ser útil para para o resistor de carga. Existem duas
o técnico de manutenção para escolher exigências separadas que graficamente
SEÇÃO 3-3 SEGUNDA APROXIMAÇAO e substituir um dispositivo, que algumas transferem para a interseção da curva do
Nesta aproximação, visualizamos o dio- vezes se torna necessário. As folhas de diodo e a reta de carga.
do de silício como uma chave em série dados de diferentes fabricantes contêm
com uma tensão de joelho de 0,7 V. Se informações similares, mas são usados SEÇÃO 3-10 DIODOS PARA MONTAGEM
a tensão equivalente de Thevenin que símbolos diferentes para indicar condi- EM SUPERFÍCIE
chega ao diodo for maior que 0,7 V, a ções de funcionamentos diferentes. As Os diodos para montagem em superfí-
chave fecha. folhas de dados do diodo podem listar cie são sempre encontrados nas placas
as seguintes informações: tensão de de circuitos eletrônicos modernos. Esses
SEÇÃO 3-4 TERCEIRA APROXIMAÇAO ruptura (VR, VRRM, VRWM, PIV, PRV, BV), diodos são de dimensões muito reduzi-
Raramente usamos esta aproximação correntes diretas máximas (I F(max), I F(av), das, eficientes e tipicamente encontra-
porque a resistência de corpo é geral- I 0), quedas de tensão direta (VF(max), IF) e dos com encapsulamento SM (monta-
mente baixa o suficiente para ser despre- corrente reversa máxima (IR(max), IRRM). gem em superfície) ou SOT (small outline
zada. Nesta aproximação visualizamos transistor).
o diodo como uma chave em série com SEÇÃO 3-7 COMO CALCULAR A
uma tensão de joelho e uma resistência RESISTÊNCIA DE CORPO SEÇÃO 3-11 INTRODUÇÃO AOS
de corpo. Você precisa de dois pontos na região SISTEMAS ELETRÔNICOS
direta com a terceira aproximação. Um Dispositivos semicondutores são combi-
SEÇÃO 3-5 ANÁLISE DE DEFEITO ponto pode ser 0,7 V com uma corrente nados para formarem circuitos. Circuitos
Ao suspeitar que um diodo está com de- igual a zero. O segundo ponto é obtido são agrupados para formarem blocos
feito, retire-o do circuito e use um oh- da folha de dados com uma corrente di- funcionais. Blocos funcionais são inter-
mímetro para medir sua resistência nos reta de valor alto onde são dadas a ten- conectados para formarem sistemas ele-
dois sentidos de condução. Você deve são e a corrente. trônicos.

Definições
(3-1) Tensão do joelho para o diodo de silício: (3-4) Dissipação de potência máxima

0,7 V Pmáx
+ – VK ≈ 0,7 V Pmáx = Vmáx Imáx

(3-2) Resistência de corpo: (3-6) Desprezando a resistência de corpo

P N RB = RP + R N
CIRCUITO
RTH RB RB < 0,01RTH
LINEAR

Malvino_03.indd 80 06/04/2016 08:36:51