Vous êtes sur la page 1sur 50

Introdução às Ciências

O que é ciência pra você?


Pra que serve a ciência?
Por que estudar Ciências da Natureza?
• Para ampliar os conhecimentos sobre o mundo em
que vivemos e assim participar de diversas
atividades da sociedade, podendo opinar e decidir
sobre elas

• Para desenvolver a capacidade de investigação

• Para satisfazer a nossa curiosidade


Você já viu ou ouviu falar de
cientistas? Quais?
Como você acha que é um cientista?
Alguém pensou em um cientista assim?
O que eles têm em comum?
Será que todo cientista é assim?
Será que todo cientista é assim?
Como os cientistas fazem suas
pesquisas?
Como os cientistas fazem suas
pesquisas?
• Usando métodos científicos.

• Mas o que é um método científico?


Método científico
• É um conjunto de regras básicas e etapas utilizadas para
produzir um conhecimento científico.

• Na maioria das ciências, isto consiste em juntar evidências


observáveis (fatos, provas, pistas, etc), empíricas (isto é, a
partir de experiências ou observações) e mensuráveis (que
se pode medir) e as analisar com o uso da lógica.
Método científico
• Geralmente, envolve as seguintes etapas: observação, hipótese,
experimentação e conclusão

• A hipótese testada é submetida a instituições científicas e poderá


ser aceita como uma lei e integrada a uma teoria e/ou sistema
teórico.

• Mas o conhecimento científico não é definitivo. Ele está sempre


em construção, sempre se modificando.

• O conhecimento científico é construído por pessoas comuns, que


erram, acertam, mas, principalmente, tentam encontrar soluções
Existem várias Ciências
• Ciências da Natureza: Biologia, Química, Física,
Geologia, Paleontologia, etc

• Ciências Humanas e Sociais: Geografia, História,


Sociologia, Antropologia, Psicologia, etc
Existem várias Ciências
• Cada ciência estuda uma parte da realidade,
por isso existem diferentes ciências
O que você vê nessa imagem?
Que perguntas você pode fazer para entender os
objetos, materiais, movimentos, as ações, etc?
Ciências da Natureza
• Biologia: estudo dos seres vivos (6º ao 8º ano)
• Química: estudo das substâncias, moléculas, elementos
químicos, átomos e partículas subatômicas (9º ano)
• Física: estudo do movimento, da energia, etc (9º ano)
• Geologia: estudo do planeta Terra, sua composição,
estrutura, propriedades físicas, história e os processos
que lhe dão forma.
• Paleontologia: estudo do passado da Terra e o seu
desenvolvimento ao longo do tempo
Ciências Humanas e Sociais
• Geografia: estuda o espaço onde o ser humano vive
• História: estuda o tempo no qual as sociedades humanas
vivem ou viveram
• Sociologia: estuda os comportamentos e relações entre os
grupos sociais das sociedades humanas
• Psicologia: estuda os comportamentos e a mente dos
indivíduos
• Antropologia: estuda o ser humano e as implicações e
características de sua evolução física (Antropologia
biológica), social (Antropologia Social), ou cultural
(Antropologia Cultural)
Mas, afinal, como funciona esse tal método
científico nas Ciências da Natureza?
Método científico
• É um conjunto de regras básicas e etapas utilizadas para
produzir um conhecimento científico.

• Na maioria das ciências, isto consiste em juntar evidências


observáveis (fatos, provas, pistas, etc), empíricas (isto é, a
partir de experiências ou observações) e mensuráveis (que
se pode medir) e as analisar com o uso da lógica.
Como estudar Ciências da Natureza?

• Existem diversas formas de estudar Ciências,


mas todas envolvem: organização, observação,
curiosidade, investigação, leitura e pesquisa.
Observação
• É a visualização de um fato ou fenômeno.

• Essa observação deve ser repetida várias vezes, buscando obter o


maior número possível de detalhes, sendo realizada, portanto, com a
maior precisão possível.
Formulação de perguntas
(problemas)
• Em que situações aparece um arco-íris?
• Como surge um arco-íris?

• O que é essa “fumaça” que sai da panela?


• Por que essa “fumaça” se forma quando
aquecemos água na panela?

• Do que é feita a ferrugem?


• De onde surge a ferrugem?
Elaboração de hipóteses
• Hipóteses são respostas provisórias para os
questionamentos que foram feitos ao se observar o
fenômeno natural ou fato.

• As hipóteses podem ser confirmadas ou negadas através


de experimentos ou de evidências (provas, pistas).

• Exemplo
– Pergunta: De onde surge a ferrugem?
– Hipótese 1: A ferrugem surge do contato do metal com o ar.
– Hipótese 2: A ferrugem é provocada por microrganismos que
vivem no ar.
Experimentação
• Por meio de experimentos é possível verificar se cada hipótese
é verdadeira ou não.

• Estes experimentos devem ser controlados e possíveis de


serem repetidos várias vezes, por diferentes pessoas em
diferentes locais.

• Exemplos
– Deixar vários tipos de metal (alumínio, ferro, cobre, etc) entrarem em
contato com bactérias presentes no ar atmosférico.
– Colocar metais em contato com o gás oxigênio da atmosfera, sem a
presença de microrganismos.
Teorias científicas
• Uma teoria científica é sustentada por evidências obtidas por meio
de observações cuidadosas, registros, medições, experimentos e
também em outras teorias que já foram aceitas pelos cientistas.

• As teorias científicas podem ser modificadas ou substituídas por


novas descobertas que as contrariem.
Teoria científica
• Os resultados dos experimentos nos permitem verificar se cada hipótese
levantada inicialmente é verdadeira ou não, isto é, se responde
corretamente à pergunta-problema ou não.

• Se a hipótese for confirmada, é possível formular uma teoria científica que


explique aquele fenômeno ou fato.

• A teoria científica é uma explicação mais completa formulada por


cientistas e capaz de explicar um fenômeno ou fato.

• As teorias científicas são apoiadas em evidências encontradas (objetos,


pistas, provas, fatos), observações cuidadosas, registros, medições,
experimentos e também em outras teorias que já foram aceitas pelos
cientistas.

• Se novas evidências que contrariem a teoria forem encontradas, a teoria


pode ser modificada ou até substituída por uma nova teoria.
Resumo sobre o método científico

• O cientista observa um fato e formula um problema.


• Pensa em uma hipótese para resolver o problema. A hipótese é uma
solução provisória que o cientista dá para o problema.
• O cientista faz novas observações ou experimentos para testar a
hipótese. Para diminuir as chances de erro, ele realiza, sempre que
possível, um teste controlado: compara duas situações quase
idênticas, que se diferenciam em um único fator.
• Finalmente, analisa os resultados do experimento e vê se a sua
hipótese se confirma. Nesse caso, elabora uma teoria para explicar
aquele fenômeno observado.
Ciências x Senso Comum
Como explicar esse fenômeno?
Características das Ciências
• Utilizam-se de métodos científicos

• As teorias científicas são produzidas quando são


encontradas evidências, fatos, provas, pistas

• As teorias científicas podem ser modificadas se


não se mostrarem mais capazes de explicar um
fenômeno
Características do senso comum e dos mitos
• Não utilizam os métodos científicos, nem
precisam de evidências, fatos, provas, pistas

• Dependem das crenças individuais (e de grupos


de pessoas), da fé, de dogmas (verdades que não
podem ser contestadas), de superstições e de
rituais

• São maneiras de se explicar aquilo que não se


entende sem a necessidade de provas
Características das mitologias
• Mitos são relatos fantásticos e simbólicos, que descrevem e
explicam a origem de fenômenos, seres ou costumes de um povo.

• As narrativas mitológicas geralmente se referem a eventos ocorridos


antes da origem do ser humano na Terra ou a histórias envolvendo
os primeiros humanos.

• Os mitos sempre incluem seres sobrenaturais ou divindades, que são


os autores dos principais acontecimentos relatados. A princípio,
portanto, trata-se de relatos fantásticos, e, como tal, não se baseiam
em fatos reais.
Características das mitologias
• Entretanto, a mitologia de um povo, além de explicar a origem das
coisas, também inclui rituais que se repetem ciclicamente, com
festas que celebram o fim de um ano e o começo de outro. O novo
ano representa o início de um novo ciclo de criação, quando os
campos serão semeados. É fundamental, portanto, que essa data
coincida com o início da estação das chuvas, caso contrário as
sementes serão perdidas.

• Como, além do significado religioso, os mitos também podem ter


um sentido prático para os povos que os criam, alguns deles
baseiam-se na observação cuidadosa dos fenômenos naturais.
Alguns povos tinham sacerdotes- astronômos que observavam
sinais da passagem das estações do ano e o movimento das estrelas
e, com base nessas observações, estabeleciam as datas que
definiriam um ciclo.
Exemplo de Mito: a Mitologia Grega

Caos: primeiro deus a surgir no universo


Urano: deus do céu Gaia: deusa da terra
Origem dos deuses da mitologia grega
Origem simplificada dos deuses da mitologia grega
Mitologia dos povos indígenas do Xingu
• Ou seja, são diferentes tipos de conhecimento

• Não dá pra compararmos cada tipo de


conhecimento: depende de pra quê eles servem,
pra quê são usados

• As ciências são um tipo de conhecimento


importante para compreendermos o mundo em
que vivemos, os fenômenos e os fatos que
ocorrem no dia-a-dia