Vous êtes sur la page 1sur 2

CHAMADA DE

TRABALHOS
LASA2020
Améfrica Ladina: vinculando mundos y saberes,
tejiendo esperanzas
GUADALAJARA, MÉXICO / DE 13 – 16 DE MAIO DE 2020

A Améfrica Ladina pretende dar um passo na mesma direção sobre as políticas públicas, ou foram escutadas essas vozes
da designação Nuestra América, no lugar de América Latina, nos órgãos de decisão política?
que sublinha a latinidade da região, isto é, seus vínculos
com a Europa, e oculta ou deixa de lado a participação de Sob a perspectiva que abre o projeto da Améfrica Ladina,
outros povos nesse processo, tais como os ameríndios e os “estudos latinoamericanos”, junto a outras formas de
de origem africana. A expressão Améfrica Ladina, cunhada pensamento escoradas nas lutas pela despatriarcalização, pela
pela intelectual afrobrasileira Lelia González, busca viabilizar emancipação e pela descolonização, podem responder de
explícitamente a presença dessas populações e das novas maneiras a perguntas específicas e a necessidades tanto
populações mestiças no projeto social da Nuestra América e intelectuais como materiais da região.
reivindicar essa herança plural da qual fomos despojados.
O Congresso LASA2020, em Guadalajara, convida a tomarem-
Por que “vincular mundos, saberes e disciplinas” e “tecer se alguns passos nessa direção; vinculando de modo cada vez
esperanças”? Em primeiro lugar, porque as marcadas mais estreito o legado intelectual internacional às realidades
tendências conservadoras, excludentes, misóginas e racistas e experiências “ladino-amefricanas”; encorajando uma análise
que caracterizam essa recente “guinada para a direita” que profunda da estrutura e dinâmica de poder e dominação
enfrentamos em nossa região exigem um grande esforço que inclua o comunicacional, o midiático e os contrapúblicos
conjunto intelectual e político para serem explicadas e das redes sociais; fomentando os debates horizontais e
desafiadas. Em segundo lugar, porque a racionalidade interdisciplinares entre os estudiosos latinoamericanos,
neoliberal, que espalha os valores do mercado a cada esfera junto aos movimentos sociais; incorporando os académicos
da vida, fragmentou e rompeu o tecido social da região e o que trabalham sobre a América Latina e se comunicam
reconhecimento de uma humanidade comum, aumentando principal ou exclusivamente em inglês, em condição de
a desigualdade de classes, gênero, etnia e cor da pele. igualdade, isto é, sem uma voz privilegiada ou dominante;
E, em terceiro lugar, porque, neste contexto, precisamos promovendo uma participação maior de intelectuais indígenas
proporcionar a possibilidade de se pensar e interpretar e afrodescendentes (mulheres e homens) em todas as seções;
diferentes modos de vida coletiva e gerar diversas práticas melhorando as oportunidades para que esses intelectuais
colaborativas de produção do conhecimento. participem das diferentes atividades acadêmicas promovidas
pela LASA.
Diante da constatação dos efeitos dessa direitização do
continente e do desalento que se produz e se generaliza, Precisamos entrelaçar mundos e saberes que abordam o
vale a pena voltar nossa visão e nossas expectativas aos mesmo problema a partir de perspectivas e ângulos diferentes,
ensinamentos trazidos por muitas lutas concretas e cotidianas cuja separação foi acentuada pela lógica de mercado e
dos que se encontram próximos da Améfrica Ladina, a pelas tendências políticas direitizantes. É necessário tecer
fim de dar sustento à vida coletiva e individual, humana e esperanças, intelectuais, sociais, ecológicas, políticas e
interespécies, preservando-a, reparando-a e a prolongando. culturais para avançar pelo caminho sinuoso de busca de um
Eles e elas entretêm vínculos sociais, praticando os princípios futuro sustentável no qual a Améfrica Ladina tenha relações de
de solidariedade, cuidado mútuo e compartilhamento sobrevivência e reexistência para compartilhar.
recíproco. Mas em que medida essas experiências incidiram

PRESIDENTE DA LASA CO-PRESIDENTES DO PROGRAMA

Mara Viveros-Vigoya Eleonor Faur Jo-Marie Burt Mariana Mora Osmundo Pinho María Regina
Universidad Nacional Universidad Nacional George Mason CIESAS, México Universidade Martínez Casas
de Colombia de San Martín University/ Federal do Recôncavo CIESAS, México
Washington Office da Bahia
on Latin America

A DATA-LIMITE PARA O ENVIO DAS PROPOSTAS É VIDE PRÓXIMA PÁGINA


5 DE SETEMBRO DE 2019, 5PM, EDT PARA INSTRUÇÕES.
Você está convidado a enviar um CIRCUITOS DO PROGRAMA E MEMBROS DO COMITÊ
trabalho ou proposta para o painel
abordando seja o tema do congresso, Selecione o circuito mais adequado para a sua proposta a partir da lista
seja qualquer outro tópico relativo seguinte, e insira-o no local designado no sistema de envio. Só se pode realizar
aos circuitos do programa. A LASA o envio para um circuito. O nome dos membros do comitê do programa é
também recebe de bom grado fornecido meramente com fins informativos. Endereçar a sua correspondência
solicitações de bolsas de viagem de APENAS à Secretaria da LASA.
apresentadores de trabalhos que se
qualifiquem. Visite a página da LASA
Afrodescendencia: territorios, luchas Estudios de juventud e infancia Migración, desplazamientos, diásporas
para saber mais sobre os critérios y epistemología Valeria Llobet (Conicet- Universidad Nacional Marie-Laure Coubès (Colegio de la
para a elegibilidade. Todas as Ingrid Bolivar (Universidad de los Andes) de San Martín) Frontera Norte)
propostas em relação a trabalhos, Tatiana Alfonso (Instituto Tecnológico Elena Jackson Albarrán (Miami University, Maria Emilia Tijoux (Universidad de Chile)
Autónomo de México) Ohio)
painéis e bolsas de viagem deverão Otros saberes: los métodos colectivos
ser enviadas à secretaria da LASA Arqueología y patrimonio Estudios laborales y relaciones y la política de investigación
Cristina Oehmichen Bazán (Instituto de de clase Christopher Loperena (Cuny Graduate Center)
por meio do sistema de propostas Investigaciones Antropológicas-UNAM) Nadya Guimarães (Universidade de Héctor Nahuelpán (Universidad de los Lagos/
online até às 05PM (fuso EDT) da São Paulo)
Comunidad de Historia Mapuche )
Biodiversidad, cambio climático y
data de 5 de setembro de 2019. Paulo Fontes (Universidade Federal do Rio de
políticas ambientales Periodismo, noticias y democracia
Janeiro)
Astrid Ulloa (Universidad Nacional de John Dinges (Columbia University)
Colombia) Etnicidad, raza y pueblos indígenas
A data-limite para Andrea Zhouri (Universidade Federal de Christina Sue (University of Colorado at
Rocío Silva Santisteban (Pontificia
Universidad Católica del Perú)
o envio de propostas Minas Gerais) Boulder)
Genner Llanes-Ortiz (Universidad de Leiden) Pluralismo lingüístico y políticas
Ciudades y urbanismo
é 5 de setembro de Jaime Amparo-Alves (CUNY/ICESI) Feminismo negro e indígena en
lingüísticas
Fidencio Briceño Chel (Centro INAH Yucatán)
2019, 5PM (fuso EDT). Cuestiones agrarias y rurales
América Latina
Flavia Rios (Universidade Federal Fluminense) Política y desigualdad
Carla Gras (UNSAM-CONICET, Argentina) Merike Blofield (University of Miami)
Gladys Tzul Tzul (Benemérita Universidad
Os formulários e as instruções Sergio Pereira Leite (Universidade Federal Autónoma de Puebla) Carmen Ilizarbe (Pontificia Universidad
Rural de Rio de Janeiro) Católica del Perú)
para as propsotas estarão disponíveis Género, sexualidades y estudios LGBT
na página da LASA: Cultura, poder y subjetividades políticas Políticas de género y reacción
Lamonte Aidoo (Duke University)
Amarela Varela (Universidad Autónoma de la antigénero
https://www.lasaweb.org/
Ciudad de México) Historia e historiografía Gloria Careaga (UNAM)
Elizabeth Velásquez (Evergreen College) Carlos Macías Richard (CIESAS Peninsular)
Nenhum envio será aceito por correio Pueblos indígenas: territorios, luchas
Miguel González (York University)
Instituciones y procesos políticos y epistemología
comum. Um e-mail de confirmação Culturas expresivas: artes visuales, Christy Thornton (Johns Hopkins University) João Pacheco de Oliveira (Universidade
será imediatamente enviado uma música, teatro y danza Eduardo Dargent (Pontificia Universidad Federal do Rio de Janeiro)
vez enviada com êxito a proposta. Hettie Malcomson (University of Católica del Perú) Ernesto Díaz-Couder (Universidad Pedagógica
Southampton) Nacional, México)
Em caso diverso, entrar em contato Interacciones sur-sur y transregionales
Zenaida Osorio (Universidad Nacional de
com a Secretaria da LASA antes Pedro Pablo Gómez (Universidad Distrital Raza, racismo y política racial
Colombia)
Francisco José de Caldas) Luciane Rocha (University of Manchester)
da data-limite para obter Democracias en crisis, ciudadanías
confirmação, através do endereço alternativas Interrogando los estudios Relaciones internacionales
latinoamericanos y geopolítica
lasa@lasaweb.org. Jaime Zuluaga (Universidad Externado de
Colombia) Vasundhara Jairath (Indian Institute Renata Segura (Social Science Research
of Technology) Council)
Tulia Falleti (University of Pennsylvania)
Será exigido um registro prévio de Mintzi Martínez-Rivera (Providence Cynthia Sanborn (Universidad del Pacífico)
Deporte y sociedad College )
todos os participantes do Congresso. Relaciones y políticas del cuidado
Julia Hang (UNLP/CONICET, Argentina)
Latinx Studies Bila Sorj (Universidade Federal do Rio de
Rodrigo Soto (Universidad Andrés Bello, Chile)
Carlos Decena (Rutgers University) Janeiro)
Sergio Varela (Universidad Nacional
Yomaira Figueroa (Michigan State University) Javier Pineda Duque (Universidad de
Autónoma de México)
Los Andes)
Lenguas y literaturas indígenas
Derechos humanos y políticas de
Rosa Yáñez Rosales (Universidad de Religión y espiritualidad
memoria
Guadalajara) Renée de la Torre (CIESAS – Occidente)
Pilar Riaño-Alcalá (Universidad de British
Columbia) Literatura de las Américas Nahayeilli Juárez (CIESAS-Peninsular)
Santiago Garaño (Universidad Nacional de Marco Antonio Chavarín (El Colegio de Sociedad civil y movimientos sociales
Tres de Febrero) San Luis) Gabriela Delamata (Universidad Nacional de
Economía y políticas sociales San Martín / CONICET)
Literatura y cultura: enfoques
Francisco Durand (Pontificia Universidad interdisciplinarios Marisa Revilla Blanco (Universidad
Católica del Perú) Complutense de Madrid)
Viviane Mahieux (University of California,
Juliana Martínez Franzoni (Universidad de Irvine) Teorías decoloniales y del buen vivir
Costa Rica) Javier Guerrero (Princeton University) Verónica López Nájera (UNAM)
Educación, ciudadanía e inclusión Masculinidades y feminismo Ernenek Mejía (Universidade Federal
Emma Fuentes (University of San Francisco) da Bahia)
Teresa Valdés (Observatorio de Género y
Rocío Moreno (Universidad de Guadalajara) Equidad) Verdad, justicia, reparación y
Norma Fuller (Pontificia Universidad Católica no-repetición
Estado de derecho, derechos,
y ciudadanía del Perú) Francesca Lessa (University of Oxford)
Ana María Arjona Trujillo (Northwestern Medios de comunicación y Elizabeth Lira (Universidad Alberto Hurtado)
University) cultura popular
Violencia e inseguridades
Enrique Desmond Arias (Baruch College) Cristian Alarcón (Universidad Nacional de
Francisco Gutiérrez Sanín (Universidad
San Martín)
Estudios de cine Nacional de Colombia)
Rossana Reguillo Cruz (ITESO - Universidad
Amaranta Cesar (Universidade Federal do Jesuita de Guadalajara)
Recôncavo da Bahia)