Vous êtes sur la page 1sur 38

30 Dicas para

Melhorar a
Performance
Na Marcenaria

Jeferson e Jessé Oliveira


The Wood Dream
Isenção de Responsabilidade

Todas as informações contidas neste guia são provenientes de


minhas experiências e aprendizado pessoais no ramo de
marcenaria ao longo de vários anos. Embora eu tenha me
esforçado ao máximo para garantir a precisão e a qualidade
dessas informações e acredite que todas os métodos aqui
ensinados sejam efetivos desde que implementados corretamente,
eu não me responsabilizo pela má implementação do leitor. Assim,
você deverá utilizar e ajustar as informações deste, de acordo com
sua situação e necessidades.

Todos os nomes de fontes mencionados neste guia, são


propriedades de seus respectivos donos e são usados somente
como referência. Além disso, em nenhum momento há a intenção
de difamar, desrespeitar, insultar, humilhar ou menosprezar você
leitor ou qualquer outra pessoa, cargo ou instituição. Caso,
qualquer escrito seja interpretado dessa maneira, eu gostaria de
deixar claro que não houve intenção nenhuma de minha parte em
fazer isso. Caso você acredite que alguma parte desde guia seja
de alguma forma desrespeitosa ou indevida e deva ser removida
ou alterada, você pode entrar em contato diretamente comigo
pelo e-mail: jeferson.deoliveira@ymail.com

1
Direitos Autorais

Este guia está protegido por leis de direitos autorais. Todos os direitos
sobre o guia são reservados. Você não tem permissão para vender
este guia, nem para copiar/reproduzir o conteúdo desse em sites,
blogs, jornais ou quaisquer outros veículos de distribuição e mídia.
Qualquer tipo de violação dos direitos autorais, estará sujeito a
ações legais.

2
Marcenaria é uma arte que transforma, uma terapia
que acalma, um hobby que inspira.

- Jeferson e Jessé Oliveira

3
Olá, eu sou o Jeferson de Oliveira, Marceneiro a mais
de 15 anos (eterno aprendiz) e fundador do site The
Wood Dream.

É um prazer tê-lo aqui comigo.

Acho importante apresentar isso para você, de


moda a orientá-lo(a) e fazer com que não cometa
muitos desses hábitos incorretos, muitos desses erros.

Nesse E-book eu vou apresentar para você 30 Erros


com 30 dicas de resolução, de modo que ajude a
melhor seu desempenho na Marcenaria. São úteis,
principalmente aqueles que estão iniciando nesse
mundo fantástico de criações de artes de madeira.

Erros que eu já cometi e que depois de aperfeiçoar


minha maneira de fazer os objetos e móveis de
madeira, notei e anotei e venho me policiando para
não voltar a cometer esses erros comuns.

Sem mais delonga, vamos ao que propõe esse E-


book...

4
 Não faz um plano ou projeto no papel ou softwares
com desenhos, detalhes, medidas necessárias, o
mais claro possível e antes da execução, isso é, não
atropelar etapas ou revisar o projeto em outras
etapas...

Você está vendo nessa imagem o desenho de um


projeto básico, feito a princípio, em uma folha
branca e depois trabalhada em um Software.

Sabemos que esse item é um processo fundamental,


principalmente, quando se segue de acordo com o
pedido, o desejo do(s) cliente(s).

5
Mas quero chamar sua atenção, pois eu tive
retrabalhos, principalmente quando estava
começando, por não definir esse passo de modo

tão claro e objetivo, me perdia em alguns cálculos


fáceis, confundia as peças e algumas medidas
dessas...

Fazia a correção de algumas medidas na hora da


cortes da madeira e preparação das peças,
quando não percebia o(s) erro(s) no início, o
processo de montagem acusava esse(s).

Por isso desenhe o esboço do projeto montado de


modo claro e sem esquecer de nada, defina cada
peça separadas desses, faça os cálculos devidos e
se preciso, revise-os.

O problema é que, se não seguir essas dicas, vai


aparecer na hora da montagem ou até antes. Se já
se policiou logo no início ou isso nunca aconteceu
com você, parabéns, você começou bem.

6
Mas você que estar ingressando ou vai ingressar
nesse mundo fascinante, já fique atento a esse item
também...

 Não utilizar gabaritos/gigue* para determinadas


atividades, para fazer o corte de peças
semelhantes.

*Para quem não sabe, Gabarito ou Gigue é uma


espécie de peça feita de madeira, derivados ou
outros tipos de materiais, para fazer cortes ou
outro tipo de atividade em peças, de modo a
seguir um padrão de produção dessas.

Porque é importante a utilização do Gabaritos ou


Gigues? Pois além de agilizar o processo de
produção, reduzirá a possibilidade de erros,
principalmente na hora da montagem.
Certamente, otimizará e tornará o trabalho mais
produtivo.

7
Imagem com várias peças feitas de modo padrão de
um corrimão de uma escada, onde utilizei um
gabarito/gigue para confeccioná-las.

Mais detalhes sobre o Projeto da Escada. Clicando no


link em azul.

São exemplo de gabaritos/gigue: paralelo, prancha,


cantoneira de madeira etc.

8
Paralelo

Prancha

 Não testa as máquinas quando regulada e/ou


pronta para uso, numa peça qualquer que não faça
parte do projeto, antes de aplicar na peça ou
projeto principal.

9
Por que estou chamando sua atenção para esse
simples ato? Por causa da importância desses testes
no processo de produção.

Já vi muitos Carpinteiros, Marceneiros profissionais


daqui de perto de casa e regiões vizinhas, por
exemplo, regularem o traçador, achar que estava
tudo certo, iniciar e finalizar o cortar da tábua para
fazer peças de uma Gaveta de Guarda-roupas,
depois perceber que ele não considerou os milímetros
da serra e na montagem por detalhes, a mesma não
fica como ele quer.

Então atenção a esse item, para otimizar a produção


e ganhar tempo.

E já que tocamos no assunto de testes, vamos a outro


tópico relacionado.

 Outro errinho que muitos cometem no processo, na


etapa de pintura/acabamento, é o de também não
fazer testes, entenda...

10
Depois de deixar a pistola pronto para o processo
de pintura ou recipiente com a tinta, óleo ou verniz
para uso (misturada com o solvente), você não
aplica em uma peça obsoleta, uma peça que não
faz parte do projeto, para assim ver se a tonalidade
ou composição estão de acordo com o que você
deseja.

Imagem com a composição já pronta e sendo


aplicada em uma janela (utilizando um pincel ou
pistola, fica a seu critério).

11
 Não faz um orçamento para comparar os preços
dos materiais a ser utilizado e assim escolher a
melhor ou as melhores opções.

 Não compra a quantidade ou proporção ideal de


materiais para o desenvolvimento e acabamento
do projeto.

Claro que você não vai exagerar na compra dos


materiais, a não ser que for fazer uma produção em
escala, em série, mas mesmo assim, é preciso analisar
e colocar no papel baseado no orçamento, a
previsão do investimento (do que você vai gastar).

Bom, você vai comprar a quantidade necessário,


mais um estoque, uma quantidade de segurança
para não faltar na hora da confecção e se sobrar,
você poderá utilizar em outros projetos.

12
 Utiliza ou escolhe madeiras inapropriadas para a
execução de determinada atividade ou projeto.
Existem projetos que você tem que saber os
materiais mais adequadas.

Vamos a alguns exemplos para deixar a


compreensão mais clara.

1. Se for fazer algo como um reboque, que irá


suportar preso sobre esse, será preciso um
material resistente como roxinho, garapa ou ipê.

13
2. Agora se for fazer um projeto como por exemplo,
uma cômoda ou algo mais fino, as madeiras
acima, não são apropriadas, as mais
adequadas nesse caso, são cedo, canela,
imbuia, cerejeira, angelim entre outras.

 Utiliza madeira úmida ou verde. Você que não sabe


me pergunta: porque Jeferson? Simples, se pode até
se consegue seguir todos os passos da metodologia
que eu sigo para fazer meus projetos, porém depois
de um tempo, o móvel ou objeto feito com a
madeira desse modo irá minguar, isto é, encolher e
facilmente empenar.

14
Por isso é importante verificar e escolher na Madeireira
as matérias-primas com aspecto bom, sem umidade
por causa dos agentes naturais ou verde.

 Não ter as devidas precauções com o projeto(s) já


pronto(s) ou peça(s) desse durante o processo de
confecção.

Nesse caso da foto abaixo, eu quis colocar um


exemplo de descuido que pode manchar e mais
tarde, dá bolor se relaxar.

Lembrei da minha mãe agora ao olhar para essa


imagem acima, vou te dizer porquê. Aqui em casa
tem um hack que uma amiga deu de presente para
minha mãe, pois aquela estava com planos de

15
comprar uma maior para colocar os enfeites,
quadros, jarros de flores, tv, rádio etc.,

Minha mãe, a Sra. Lucimar, tinha maior ciúme dele,


hoje ela não está tanto apegada não, mas no início
era triste, brigava com qualquer.

Mas logo que o móvel chegou eu resolvi almoçar na


sala, peguei meu prato com o copo de suco de
laranja e coloquei em cima do hack...

Nossa, eu ouvi, viu?! Ela me deu um esporro, quase


apanhei. Acho que foi com ela que eu aprendi sobre
esse detalhe, de que madeira e água não
combinam...

Detalhe, na época, eu nem tinha conhecimento


sobre a arte de marcenaria e não sabia que a
umidade, por tempo danifica a madeira, mancha o
verniz ou pintura, imagine em móveis feitos de MDF,
MDP, Aglomerado e outros derivados.

16
 Não armazena a madeira em um lugar adequado
e protegido de roubos, vandalismos, bichos e
agentes naturais como unidade, calor, vento, chuva
etc.

Instrução clássica um pouco semelhante a anterior,


mas que muitos negligenciam, principalmente em
relação a umidade.

A madeira e/ou seu derivados, têm que ser tratados


como ouro, posso até estar exagerando, mas é fato.
Valorizar e proteger, é obrigação, pois é a matéria-
prima principal que vai determinar uma boa
performance nas atividades e um trabalho final
satisfatório.

 Comprar madeira em qualquer lugar e sem


Certificação.

Acho que não preciso falar mais nada em relação


a esse item. Já vi muitas madeireiras sendo fechadas
por não ter certificação das madeiras, isto é,
compravam de modo clandestino as matérias-
primas.

17
Nesse caso, certifique-se desse detalhe importante
quando for fazer a aquisição desses materiais para
sua marcenaria junto as Madeireiras.

 Utilizar máquinas, como por exemplo o traçador,


para cortar a(s) peça(s) do projeto a receber
reformas e não verificar se a mesma possui pregos
ou metais, o que vai danificar essas máquinas,
equipamentos e ferramentas, e pior, poderá
ocasionar acidentes com os fragmentos tanto da
serra, como do pregos, parafusos etc.

18
O que você precisa ter é atenção quando for
executar algum serviço com essas características.

 Não vai na Madeireira para negociar e escolher as


madeiras e os materiais a ser utilizadas.

Isso é um erro, por exemplo, você faz orçamento em


três determinadas Madeireiras, decide pelo preço
mais acessível e pede esses materiais por telefone.

Pode acontecer de vir faltando algo ou a madeira vim


errada, com alguns defeitos, verde ou não era aquele
tipo de madeira etc., e depois que você percebe
esses detalhes indesejáveis.

Por mais que você depois devolva, isso pode atrasar


a produção, então, vá lá, faça suas escolhas, analise
a matéria-prima, para evitar esses imprevistos.

19
 Depois de um tempo, fica com o pensamento de
que sabe tudo, acha que sabe mais do que os outros
e não pode aprender mais nada com ninguém.

Esse item eu nem ia colocar nesse e-book, mas meu


irmão insistiu tanto que incluí e que depois de parar
para analisar, percebi que ele tem razão a respeito
desse tema.

Eu chamo isso de “Maldição do Conhecimento”,


aqueles que depois que atinge um nível mais
avançado de conhecimento, um nível prático na
Área de Marcenaria, acha que não precisa aprender
mas nada, nem com ninguém.

Eu mesmo tendo mais de 15 anos nessa área, me


considero um eterno aprendiz, pois sempre tem
técnicas para aprender, métodos para aperfeiçoar e
dá dicas e compartilhar o conhecimento adquirido
para você, mantendo assim o meu legado...

20
 Ignora o uso dos EPI`s necessários para atividades
gerais e específicas.

Esse item é o mais importante, não só na prática de


Marcenaria/Carpintaria, mas em qualquer outra área.
Ninguém consegue criar artes de madeira para
negócio ou para hobby, sem alguma parte dos
membros ou acidentes com outras partes do corpo.

Então, atenção aos óculos de proteção transparente,


bota, calça Jeans, abafador ou protetor auricular, em
algumas atividades como movimentação de
madeira, tábua, utilize luvas de vaqueta ou
pigmentada, avental quando for traçar a madeira na
mesa de serra.

21
Utilize capacete se na oficina ou lugar que você faz
seus trabalhos, houver prateleiras acima de 1m e meio
(1,50m) com ferramentas, máquinas e outros objetos
sobre elas...

 Coloca, antes de terminar o projeto, as peças


maiores na horizontal sem nada embaixo ou na
diagonal encostada na parede, o que pode facilitar
que essas empenem.

Atenção quando for armazenar tábuas ou peças já


tratadas. A(s) mesma(s) mal posicionada(s) ou
posta(s) com a base em falso, facilitará certamente o
empenamento e consequentemente, o atraso da
produção.

22
 Não mantem a oficina ou loja limpa e organizada
(depois do expediente) evitando assim acidentes.

&

 Não mantem as máquinas, equipamentos e


ferramentas limpas e organizadas, evitando assim
acidentes, além de facilitar a localização dessas.

23
Esses itens estão também relacionados a Segurança
do e no Trabalho. Melhor que fazer artes, numa
atividade que eu considero um hobby e que ainda,
proporciona o alívio do estresse como uma terapia,
é ver também, sua Marcenaria ou lugar que faz suas
artes, organizada, limpa e atrativa para um melhor
desempenho e bom trabalho.

 Alguém ou alguma coisa, faz o profissional perde o


foco (desconcentrar) na hora de certas atividades,
isso aumenta o risco de acidentes e uma grande
porcentagem de danificar a(s) peça(s).

Isso parece ser algo simples ou inútil para alguns, mas


vi vários vídeos com acidentes feios na mesa de serra,
por descuido e perda de foco.

Bom, então, não tenha medo de praticar, aprender e


aperfeiçoar seu conhecimento, mas use os
Equipamentos de Proteção Individual (EPI`s) e tenha
atenção a todo movimento quando for utilizar
máquinas estacionárias, máquinas elétricas manuais,
ferramentas etc.

24
 Por algum motivo, trabalhar com pressa. Isso não é
aconselhável, pois como o ditado já diz: “a pressa é
inimiga da perfeição”, e eu acrescento, e pode ser
sua inimiga também.

Sempre analise e combine um prazo que não te force


a tomar tal decisão.

 Trabalha sem nenhum ajudante, principalmente em


atividades que exige ajuda. Por exemplo: uma
tábua com as seguintes medidas, 3,5 m x 30cm x 3
cm, alguém precisa estar segurando em uma
extremidade para evitar acidentes, concorda?

Bom, acho que eu não preciso complementar essa


instrução. Trabalhar sozinho não é legal, pois, Deus
livre, aconteça alguma coisa, você tem alguém
para te ajudar ou chamar por socorro.

25
 Os que trabalham com o matéria-prima principal,
no caso a madeira, desqualifica ou critica quem
utiliza seus derivados (MDF, MDF, Aglomerado etc.)
e vice-versa. Cada material tem suas vantagens e
desvantagens.

26
27
 No caso de muitos iniciantes, se queixas que não é
capaz, que não vai conseguir, que isso não é para
você etc., sem antes tentar e seguir em frente.

Eu falo isso porque eu ‘fui vítima’ desses


pensamentos ou atitudes, quase desistir, pois

28
achava que eu não era capaz de prosseguir, que
aquilo não era coisa para mim etc., cheio de
preconceitos e mitos... Mas não desistir, se não hoje,
não aqui para compartilhar o que aprendi e venho
aprendendo com você nesse e-book.

 Se acomodar com o que aprendeu/ já sabe. Tem


que buscar coisas novas, métodos, formas e design
para se fazer móveis e/ou objetos de madeira.

Vai além do que você já sabe, procure sempre que


possível, ampliar seu conhecimento, esse mundo de
Marcenaria está sempre evoluindo.

Se está aprendendo, está no início dessa


caminhada, se acalme, não precisar correr e
atropelar seu aprendizado, isso não é uma corrida
onde você tem que chegar primeiro, mas uma
maratona onde você vai seguir etapas do
aprendizado e ir subindo um degrau evolutivo de
cada vez...

29
Não pense que você não é capaz, o início poderá
ser mais difícil para uns, um pouco menos para
outros, mas continue...

Errando ou acertando, não desista! Isso não é uma


questão de dom ou sorte, eu não nasci sabendo,
ninguém nasce sabendo, mas persiste e vai se
superando a cada dia.

 Ouça e preste atenção em seus mentores, tenha


um mentor.

Principalmente no início da caminhada...

30
 Trate bem a madeira (matéria-prima), cuide bem
das máquinas, das pessoas que trabalham com
você, os parceiros que te incentiva ao adquirirem
seus produtos (clientes), cuide e trate bem do seu
corpo como um todo, para no outro dia estar
disposto a voltar para dá prosseguimento ao seu
hobby ou trabalho rentável.

Dica importante...

 Se tiver a oportunidade em ir em Feiras de


Marcenaria, não exite, vá, pois isso aumentará
ainda mais seu horizonte de informações,
tecnologias, técnicas e inspirará ainda mais com a
energia que esses ambientes possuem.

Dica opcional...

 Se você faz a atividade de marcenaria, um trabalho


rentável (negócio), utilize a ‘ordem de chega’,
pedidos dos clientes para servir de base para
organizar no cronograma de criações...

31
Boa dica, quando vários clientes vierem solicitar
projetos, faça uma lista e siga essa ordem...

 Se receber oferta(s) de parceria(s), estude os pós e


contras antes de tomar a decisão.

Só você pode analisar e tomar essa decisão...

 Sempre mantenha a atenção, para de fato, fazer


dessa atividade incrível, uma arte, um hobby, uma
terapia que acalme, ajude e surpreenda as pessoas
com suas criações...

Esse é o propósito da minha decisão em compartilhar


essas informações, razão do meu legado(...)

Agora eu tenho algo importante para você, continue


lendo...

Obrigado por chegar até aqui.

32
Agora eu quero te fazer um convite, eu sempre faça
um Treinamento, um Curso mais completo. Esse
evento pode estar aberto agora nesse momento que
você está lendo esse E-book ou pode estar fechado,
nesse último caso, é porque estou engajado com os
meus alunos que entraram para a turma no último
evento.

Porém, você pode fazer parte da minha Lista de


Espera Vip e assim ficar por dentro das novidades e
abertura da próxima turma.

Eu sempre me comunico com você por e-mail,


mandando dicas, cursos grátis, sacadas e todas as
informações desse treinamento mais avançado.

Não se esqueça de fazer parte das Nossas Redes Sociais:

- Website:
thewooddream.com.br

- Canal no Youtube:
www.youtube.com/c/ThewooddreamBr/?sub_confirmation
=1

33
- Fanpage no facebook (pessoal):
www.facebook.com/jefersonoliveira.twd/

- Fanpage no facebook (The Wood Dream):


www.facebook.com/thewooddream

- Twitter:
https://twitter.com/thewooddream

Conheça e faça alguns de nossos treinamentos 100%


online e 100% grátis:

- Prateleira para Banheiro:


http://bit.ly/2lvgpMN

- Fazendo Guarda de Cama:


http://bit.ly/2kqyB9G

- Fazendo Empurrador (Dispositivo de segurança)


para Mesa de Serra:
http://bit.ly/2kXDYjE

- Mais vídeo aqui:


http://bit.ly/2jIYgJN

34
Conclusões

35
Conclusões

Foi um prazer compartilhar com você essas


informações, de modo a te mostrar mais do mundo
do Marceneiro - se você já faz parte a tempo desse
universo, seja inspirado (a) mais e mais.

Esse E-book, tem o objetivo de, alguma forma,


agregar no seu aprendizado e conhecimento,
apresentar o que eu acho relevante te informar a
respeito dos erros que muitos marceneiros cometem,
principalmente os iniciantes ao fazer artes de
madeira.

Espero que te ajude a escolher o caminho mais


apropriado para você soltar sua imaginação,
criatividade e fazer verdadeiras obras de artes.

Que você tenha sucesso & muito obrigado por estar


aqui!

Um forte abraço!

Jeferson & Jessé de Oliveira (irmão)

36
37