Vous êtes sur la page 1sur 4

TCC- POS GRADUAÇÃO.

TEMA:

Dificuldades de aprendizagem na infância e suas principais causas.

PROBLEMA:

Cada vez mais nos deparamos com problemas que comprometem o


processo de aprendizagem na vida escolar das crianças. Sabemos que as
dificuldades podem ser geradas por inúmeros fatores, é necessário que os
envolvidos estejam atentos para poder auxiliar no processo educativo,
lembrando que, a aprendizagem é um processo natural de cada indivíduo que
possui seu próprio jeito de absorver e compreender o mundo à sua volta. A
pesquisa propõe conhecer e analisar quais os fatores que influenciam no
processo de ensino/aprendizagem dos alunos na infância.

OBJETIVO GERAL:

Pesquisar e analisar os principais fatores que causam as dificuldades de


aprendizagem na infância.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS:

Conhecer as principais dificuldades de aprendizagem

Analisar os principais fatores que influenciam para o fracasso escolar.

Compreender e analisar quais possíveis medidas a serem tomadas mediante


os problemas.

JUSTIFICATIVA:

Almejando analisar as dificuldades de aprendizagens de alunos dos anos


iniciais, que são cada vez mais evidentes, o presente trabalho propõe
investigar, compreender o que caracteriza as dificuldades e quais os fatores
que podem interferir no processo e possíveis ações pedagógicas apropriadas
para auxiliar o processo de ensino aprendizagem.

Ao longo do século XIX várias mudanças ocorreram, a Educação Infantil


evoluiu de diferentes formas, sob a influência de diferentes educadores e
profissionais da área, e diante de tantos suportes ofertados pelas inovações
tecnológicas percebemos um avanço nas descobertas de fatores que
influenciam para o fracasso escolar, mas, cada vez mais nos deparamos com
algo que compromete a vida escolar dos estudantes, as dificuldades de
aprendizagem.
Observamos que atualmente as instituições de ensino tem dado maior
atenção no que tange as dificuldades de aprendizagem, mas, ainda são pouco
entendidas pela sociedade em geral e ainda há muitos profissionais da área
que não buscam compreender a essência do fracasso, que muitas vezes são
demonstradas através das atitudes dos alunos. Estamos em constante
adaptação desde o nascimento até a vida adulta introduzindo conhecimento e
aprendizado e muitos são os problemas encontrados na relação entre
aprendizado e o desenvolvimento do conhecimento, problemas estes que,
podem ser intrínsecos ou extrínsecos de aspectos biológicos ou psicológicos
que na maioria das vezes só são descobertos no inicio da vida escolar,
lembrando que, cada indivíduo possui uma personalidade própria e aprende a
sua maneira.

FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA

Até o início dos tempos modernos a consciência do conceito de infância era


bastante diferente da que temos hoje, predominavam os métodos informais de
socialização dentro da família e da comunidade local. As crianças aprendiam a
arte de viver informalmente entre os adultos, e a concepção que predominava
era a de um adulto em miniatura. (Brandão, 1995).

As últimas décadas do século XIX, período de rápido crescimento urbano


industrial, algumas transformações ocorreram, dentre elas o interesse pela
educação que causou uma mudança cultural e uma alteração progressiva na
concepção de infância e a criança passa a ser percebida como um ser que
precisava ser preservado e disciplinado. (Monroe,1979).

O dinamismo do contexto sociopolítico e econômico do inicio da década de


60 trouxe uma mudança importante para a área: a Lei de Diretrizes e Bases da
Educação Nacional, aprovada em 1961 (Lei 4024/61), que incluiu as escolas
maternais e os jardins de infância no sistema de ensino. Isso, contudo,
assegurou o fortalecimento de práticas educativas adequadas às
características das crianças pequenas. (OLIVEIRA,1988). Nessa época passou
a ser usado o termo dificuldade de aprendizagem.

O processo de aprendizagem se da por informações repassadas ao


individuo desde o nascimento até a vida adulta e que precisam ser motivados a
aprender. A estimulação correta pode proporcionar e facilitar a aprendizagem e
a socialização da criança, isto já ocorre no ambiente familiar quando se
oportuniza novas experimentações, quando não estimulados podem gerar uma
diversidades de atrasos educacionais que impedem que a criança atinja o nível
esperado de desenvolvimento e a aquisição do conhecimento.

Atualmente, as causas das dificuldades vêm sendo foco de pesquisas mais


intensas, porém, são pouco entendidas pelo publico em geral e que por muitas
vezes são interpretadas de forma incorreta tachando o aluno como fracassado.
Diante dessas necessidades é importante ressaltar que a escola além de
transmissora de conhecimentos carrega consigo a tarefa de detectar e
encaminhar o aluno para a descoberta dos fatores que agridem seu
desempenho na busca pelo conhecimento.

METODOLOGIA

O estudo que pretende-se realizar constitui-se em uma pesquisa do tipo


bibliográfica, através de material já elaborado constituído principalmente de
livros e artigos científicos. O método escolhido permite a cobertura de uma
gama de fenômenos, muito mais ampla e segura, principalmente tratando-se
de pesquisa que requer dado e fatos, pois tendo a disposição uma bibliografia
adequada não terá maiores obstáculos para contar com as informações
requeridas. (GIL, 2002).

A pesquisa bibliográfica abrange obras de diversos gêneros literários que


proporcionam conhecimentos científicos e tecnicos. ( GIL, 2002).

Este estudo toma como enfoque principal desvelar quais as principais


causas das dificuldades de aprendizagem na infância, buscando aprofundar
nosso conhecimento sobre possíveis métodos a serem utilizados para auxiliar
no processo de aprendizagem.

Considera-se a pesquisa de cunho bibliográfica uma vez que serão


analisados os livros; SAVIANI, D. Historia das Ideias Pedagógicas no Brasil,
2011. O livro nos traz toda a historia da educação Brasileira, desde suas
origens indígenas até os dias atuais nos direcionando para um trabalho mais
significativo e seguro nas mais diferentes disciplinas integrantes dos currículos
escolares. SHMITH, Corine. STICK, Lisa. Dificuldades de Aprendizagem de
A a Z, 2001. A obra foi publicada com o objetivo de trazer informações
consideráveis sobre as dificuldades de aprendizagem descobertas na escola
sugerindo e orientando os pais sobre boas condutas a se adquirir pra melhorar
os cuidados com as crianças. LEITE, V.A.M. Dimensões da não
aprendizagem, 2012. O texto da autora nos faz refletir acerca do ensino, da
construção do conhecimento e da multiplicidade de fatores que influenciam na
aprendizagem e nas dificuldades de aprender, a compreensão dos processos
de aprendizagem e as dificuldades relacionadas como fenômenos
multideterminados sobre os quais a escola exerce um importante papel.

A seleção do material para a pesquisa esta sendo feita a partir do acervo


que constitui-se através de aquisição de livros, pesquisas feitas na internet e
arquivos. Os dados serão analisados e organizados conforme categorias pré-
estabelecidas com intuito de conhecer possíveis problemas, analisar quais
métodos poderão contribuir para o processo de ensino/aprendizagem, e quais
os principais envolvidos para possível solução do problema.