Vous êtes sur la page 1sur 3

Nenhum homem morre para si –

Fúnebre
Texto: Romanos 14:7

Introdução: Estamos aqui reunidos na memória de (nome do


falecido). (Caso seja solicitado pela família, ler o obituário.)

É difícil para um pregador falar sobre a morte de um amigo,


especialmente quando há um monte de lembranças, como nuvens na
mente. Mas, como o propósito de um funeral não é principalmente
elogiar o morto. Nós não podemos fazer ou dizer qualquer coisa que
possa ajudar ou prejudicar quem está morto. Os mortos estão nas
mãos de Deus Todo-Poderoso e nós confiamos que ele é o juiz de
toda a terra que faz o que é correto. Nosso objetivo aqui é incentivar
aqueles que são deixados para trás na terra dos vivos.
Em Romanos 14:7, lemos: "Porque nenhum de nós vive para si, e
ninguém morre para si." Paulo nos recorda que a nossa vida afeta as
outras pessoas. Como somos afetados pela morte de outro? A morte
nos lembra que…

I. A vida não é permanente


A. Salmos 90:1-10 (SENHOR, tu tens sido o nosso refúgio, de geração em geração.
Antes que os montes nascessem, ou que tu formasses a terra e o mundo, mesmo de
eternidade a eternidade, tu és Deus.
Tu reduzes o homem à destruição; e dizes: Tornai-vos, filhos dos homens.
Porque mil anos são aos teus olhos como o dia de ontem que passou, e como a vigília
da noite.
Tu os levas como uma corrente de água; são como um sono; de manhã são como a
erva que cresce.
De madrugada floresce e cresce; à tarde corta-se e seca.
Pois somos consumidos pela tua ira, e pelo teu furor somos angustiados.
Diante de ti puseste as nossas iniquidades, os nossos pecados ocultos, à luz do teu
rosto.
Pois todos os nossos dias vão passando na tua indignação; passamos os nossos anos
como um conto que se conta.
Os dias da nossa vida chegam a setenta anos, e se alguns, pela sua robustez, chegam a
oitenta anos, o orgulho deles é canseira e enfado, pois cedo se corta e vamos voando.)
B. Tiago 4:13-15 Eia agora vós, que dizeis: Hoje, ou amanhã, iremos a tal cidade, e
lá passaremos um ano, e contrataremos, e ganharemos;
Digo-vos que não sabeis o que acontecerá amanhã. Porque, que é a vossa vida? É um
vapor que aparece por um pouco, e depois se desvanece.
Em lugar do que devíeis dizer: Se o Senhor quiser, e se vivermos, faremos isto ou aquilo.

II. A morte é certa


A. Gênesis 3:17-19 E a Adão disse: Porquanto deste ouvidos à voz de tua mulher, e
comeste da árvore de que te ordenei, dizendo: Não comerás dela, maldita é a terra por
causa de ti; com dor comerás dela todos os dias da tua vida.
Espinhos, e cardos também, te produzirá; e comerás a erva do campo.
No suor do teu rosto comerás o teu pão, até que te tornes à terra; porque dela foste
tomado; porquanto és pó e em pó te tornarás.

B. Hebreus 9:27 E, como aos homens está ordenado morrerem uma vez, vindo
depois disso o juízo,

III. Vamos todos a julgamento


A. Eclesiastes 12:13- De tudo o que se tem ouvido, o fim é: Teme a Deus, e guarda
os seus mandamentos; porque isto é o dever de todo o homem.
Porque Deus há de trazer a juízo toda a obra, e até tudo o que está encoberto, quer
seja bom, quer seja mau.
B. Atos 17:30,31 Mas Deus, não tendo em conta os tempos da ignorância, anuncia
agora a todos os homens, e em todo o lugar, que se arrependam;
Porquanto tem determinado um dia em que com justiça há de julgar o mundo, por
meio do homem que destinou; e disso deu certeza a todos, ressuscitando-o dentre os
mortos.
C. II Coríntios 5:10 Porque todos devemos comparecer ante o tribunal de Cristo,
para que cada um receba segundo o que tiver feito por meio do corpo, ou bem, ou mal.

IV. A esperança de um cristão é a vida eterna


A. Filipenses 1:20-23 Segundo a minha intensa expectação e esperança, de que
em nada serei confundido; antes, com toda a confiança, Cristo será, tanto agora como
sempre, engrandecido no meu corpo, seja pela vida, seja pela morte.
Porque para mim o viver é Cristo, e o morrer é ganho.
Mas, se o viver na carne me der fruto da minha obra, não sei então o que
deva escolher.
Mas de ambos os lados estou em aperto, tendo desejo de partir, e estar com
Cristo, porque isto é ainda muito melhor.

Filipenses 1:20-23
B. 1 Tessalonicenses 4:13-18
C. "mortos em Cristo" Gálatas 3:26-27

Conclusão: A morte de um ente querido é sempre triste, mas quando


podemos utilizá-la para pensar sobriamente sobre a vida e ser
motivado para se preparar adequadamente para a nossa próprio
morte, ela pode ser visto como uma parte útil do plano global de Deus
para humanidade.