Vous êtes sur la page 1sur 3

Universidade Federal de Santa Catarina - Campus de Blumenau

Fenômenos de Transferência I - Profa. Andrea Bierhalz


6ª Lista de exercícios –Equação da energia

1) Gasolina a 20°C ( = 680 kg/m3) é bombeada através de um tubo liso de 12 cm de diâmetro,


com 10 km de comprimento, a uma vazão de 75 m3/h. A entrada é alimentada por uma bomba
à pressão absoluta de 24 atm. A saída está à pressão atmosférica padrão, 150 m mais alta.
Estime a perda de carga hp e compare com a altura de velocidade v2/2g. R: hp= 199 m; relação
= 1150

2) A água se move com uma velocidade de 5,0 m/s em um cano com uma seção reta de 4,0
cm2. A água desce gradualmente 10 m enquanto a seção reta aumenta para 8,0 cm2. Pede-se:
a) Qual é a velocidade da água depois da descida? R: 2,5 m/s
b) Se a pressão antes da descida é 1,5 x 105 Pa, qual a pressão em (2)? R: 2,6x105 Pa

3) Desprezando os atritos no pistão da figura, determinar:


a) a potência da bomba em kW se seu rendimento for 80%
b) a força que o pistão pode equilibrar com a haste.
Dados: A2=A3=A4=A5=A6=10 cm2; AG= 8 cm2; Ap = 20 cm2; Ah = 10 cm2; Hp1,2=Hp3,4=0,5 m;
Hp4,5 = 0 m; Hp5,6 = 1 m; g = 10 m/s2; = 104 N/m3. Supor o cilindro no plano da tubulação.
R: (a)= 0,375 kW; (b) 38,1 N

4) Na instalação da figura, a máquina M2 fornece ao fluido uma energia por unidade de peso
de 30 m e a perda de carga total do sistema é 15 m. Determinar:
a) a potência da máquina M1, sendo a eficiência de 80%;
b) a pressão na seção (2) em mca (metros de coluna d’água);
c) a perda de carga no trecho (2)-(5) da instalação
Dados: Q = 20 L/s;  = 104 N/m3; g = 10 m/s2; A = 10 cm2 (área da seção dos tubos).
R: (a) 4 kW (b) 45 mca (c) 5 m
Obs: verificar antes o sentido do escoamento. Este ocorre no sentido da carga decrescente. Se
H5 (v2/2g+p/+z) for maior que H0, o escoamento é neste sentido.

5) Na instalação da figura, a vazão de água na máquina é 16L/s e tem-se Hp1,2=Hp3,4=1 m. O


manômetro na seção (2) indica 200 kPa e o da seção (3) indica 400 kPa. Determinar:
a) o sentido do escoamento; R: de (4) para (1)
b) a perda de carga no trecho (2)-(3) R: 17 m
c) o tipo de máquina e a potência que troca com o fluido em kW. R: turbina, 1,95 kW
d) a pressão do ar em (4) em MPa. R: 0,362 Mpa

6) Determine a potência da bomba no esquema a seguir. Considere regime permanente, fluido


invíscido e fluxo igual a 5 m3/min. R: 24585 W
7) Calcule a potência teórica da bomba para a instalação esquematizada a seguir,
considerando-se que a vazão de água transportada é de 10 m³∙h¯¹. Despreze as perdas por
atrito e pela presença de acessórios. R: 485,86 W