Vous êtes sur la page 1sur 8

PROF.

GILBERTO SANTOS JR
ESTATÍSTICA
1 . INTRODUÇÃO (FR). Assim, continuando com o mesmo exemplo,
O uso da pesquisa é bastante comum nas temos:
várias atividades humanas, por exemplos: Nacionalidade FA FR
 As indústrias fazem pesquisa entre os consu- Brasileira 6 60%
midores para o lançamento de um novo produ- Espanhola 3 30%
to; Argentina 1 10%
 As pesquisas eleitorais fornecem elementos pa- Total 10 100%
ra que os candidatos direcionem a campanha;
 Emissoras de TV fazem pesquisas que determi- EXERCÍCIOS PROPOSTOS
nam em suas programações. 1) Um grupo de alunos foi consultado sobre o
A realização de uma pesquisa envolve mui- time paulista de sua preferência, e os votos foram
tas etapas, como a escolha da amostra, a coleta registrados assim:
e organização dos dados, o resumo desses dados Santos Corinthians
(em tabelas, gráficos, etc.) e a interpretação dos Palmeiras São Paulo
resultados.
Construa a tabela de frequência correspon-
2 . TERMOS DE PESQUISA ESTATÍSTICA dente a essa pesquisa.
2.1 População e amostra
Se quisermos saber, por exemplo, qual a
2) Um grupo de pessoas foi consultado dos quais
foram registrados a idade (em anos):
matéria favorita entre os alunos de uma classe,
Alberto, 14; Alexandre, 14; Carlos, 16; Cláudio,
podemos consultar todos os alunos da classe. No
entanto, isso não é possível quando queremos 15; Eduardo, 14; Flávio, 15; Geraldo, 14; Gilberto,
pesquisar sobre a intenção de voto dos eleitores 15; Hélio, 14; José Carlos, 16; José Luís, 14; Lú-
do Estado do Pará, que constituem a população cio, 14; Marcos, 15; Mário, 14; Maurício, 16; Mil-
ou universo estatístico. ton, 14; Renato, 14; Roberto, 15; Saul, 14; Sérgio,
Recorremos, então, ao que se chama de 14. Elabore uma tabela de frequência da variável
amostra, ou seja, um grupo de eleitores que, “idade”.
consultados, permitem que se chegue ao resultado
mais próximo possível da realidade.
EXERCÍCIO DE VESTIBULAR
3)(Enem-2012) Uma pesquisa realizada por
2.2 Frequência absoluta estudantes da Faculdade de Estatística mostra, em
É o número de vezes que um valor da vari- horas por dia, como os jovens entre 12 e 18 anos
ável é citado. gastam seu tempo, tanto durante a semana (de
segunda-feira a sexta-feira), como no fim de
2.3 Frequência relativa semana (sábado e domingo). A seguinte tabela
Registra a frequência absoluta em relação ilustra os resultados da pesquisa.
ao total de citações.
Exemplo: Pedro: brasileiro; Ana: brasileira; Ra-
món: espanhol; Laura: espanhola; Cláudia: brasi-
leira; Sérgio: brasileiro; Raúl: argentino; Nélson:
brasileiro; Sílvia: brasileira; Pablo: espanhol. Nes-
se exemplo a variável é ”nacionalidade” e a fre-
quência absoluta de cada um de seus valores é:
 Brasileiros: 6
 Espanhóis: 3
 Argentino: 1
 Total: 10
A frequência relativa da nacionalidade:
6
 Brasileiros: 6 em 10 ou ou 60%
10
3
 Espanhóis: 3 em 10 ou ou 30%
10
1 De acordo com esta pesquisa, quantas
 Argentino: 1 em 10 ou ou 10% horas de seu tempo gasta um jovem entre 12 e 18
10
anos, na semana inteira (de segunda-feira a
3 . TABELA DE FREQUÊNCIA domingo), nas atividades escolares?
É a tabela que mostra a variável, seus valo- (a) 20 (b) 21 (c) 24 (d) 25 (e) 27
res e as frequências absoluta (FA) e relativa
4 . REPRESENTAÇÃO GRÁFICA a) Construa o gráfico de segmentos.
4.1 Gráfico de segmentos ou linha b) Os alunos faltam mais em que dia da semana?
A tabela que segue mostra a venda de li- c) Quais são os dias que os alunos menos faltam?
vros em uma livraria no 2º semestre de determi- d) Qual o período crescente (que aumentaram) o
nado ano. número de faltas?
e) Qual o período decrescente (que diminuíram) o
Meses do 2º
Semestre
JUL AGO SET OUT NOV DEZ número de faltas?
Nº de livros
f) Qual o período estável de número de faltas.
350 300 400 400 450 500
vendidos
EXERCÍCIOS DE VESTIBULARES
Escrevendo em pares ordenados (julho, 7)(Enem-2015) Doenças relacionadas ao sane-
350), (Agosto, 300), (Setembro, 400), ... Usando amento ambiental inadequado (DRSAI) podem
eixos cartesianos, localizamos os seis pares orde- está associados ao abastecimento deficientes de
nados e construímos um gráfico de segmentos. água, tratamento inadequado de esgoto sanitário,
contaminação por resíduos sólidos ou condições
precárias de moradia. O gráfico apresenta o nú-
mero de casos de duas DRSAI de uma cidade:

A posição de cada segmento indica cresci-


mento, decréscimo ou estabilidade. Já a inclinação
do segmento sinaliza a intensidade do crescimento
ou decrescimento.
Observando o gráfico anterior, concluímos
que:
 Julho para Agosto as vendas caíram;
 Agosto para Setembro as vendas cresceram;
 Setembro para Outubro as vendas permanece-
ram estáveis;
 Outubro para Novembro as vendas cresceram;
 Novembro para Dezembro as vendas cresce- O mês em que se tem a maior diferença entre o
ram; número de casos das doenças de tipo A e B é
 O crescimento de Agosto para Setembro foi
maior do que o para Novembro a Dezembro. (a) Janeiro (c) Julho (e) Novembro
(b) Abril (d) Setembro
EXERCÍCIOS PROPOSTOS
4) Utilizeo gráfico de segmentos do exemplo da- 8)(Enem-MEC) Um estudo sobre o problema do
do (venda de livro) e responda: desemprego na Grande São Paulo, no período
a) Em que período do segundo semestre as ven- 1985-1996, realizado pelo SEADE-DIEESE, apresen-
das subiram? tou o seguinte gráfico sobre taxa de desemprego.
b) Em qual destes dois meses as vendas foram
maiores Julho ou Outubro?
c) Em que mês do semestre as vendas foram me-
nores?
d) Em que mês foram vendidos 450 livros?

5) Um aluno apresentou durante o ano letivo o


seguinte aproveitamento: primeiro bimestre: nota
7; segundo bimestre: nota 6; terceiro bimestre:
nota 8; e quarto bimestre: nota 8. Construa um
gráfico de segmentos correspondente a essa situa-
ção e, a partir dele, tire algumas conclusões. Pela análise do gráfico, é correto afirmar
que, no período considerado,
6) Uma professora anotou o número de faltas dos
(a) a maior taxa de desemprego foi de 14%.
alunos, durante um semestre, de acordo com os
(b) a taxa de desemprego no ano de 1995 foi a
dias da semana. Observe as anotações: segunda-
menor do período.
feira: 64 faltas; terça-feira: 32; quarta-feira: 32;
quinta-feira: 48; sexta-feira: 60.
2
(c) a partir de 1992, a taxa de desemprego foi
decrescente.
(d) no período 1985-1996, a taxa de desemprego
esteve entre 8% e 16%.
(e) a taxa de desemprego foi crescente no período
compreendido entre 1988 e 1991.

4.2 Gráfico de barras


A partir do “desempenho em Química” de-
monstrado pelos alunos de uma classe, um pro-
fessor elaborou a seguinte tabela:
Desempenho em Química FA FR EXERCÍCIOS DE VESTIBULARES
Insuficiente 6 15% 11)(Enem-2016) Uma empresa registrou seu
desempenho em determinado ano por meio do
Regular 10 25%
gráfico, com dados mensais do total de vendas e
Bom 14 35% despesas.
Ótimo 10 25%
Total 40 100%
Com os dados da tabela é possível construir
o gráfico de barras:

Em geral, utiliza-se o gráfico de barras para O lucro mensal é obtido pela subtração en-
comparar as frequências dos valores de uma tre o total de vendas e despesas, nessa ordem.
mesma variável em um determinado momento. Quais os três meses do ano em que foram
registrados os maiores lucros?
EXERCÍCIOS PROPOSTOS (a) Julho, setembro e dezembro.
9) Durante uma hora foram anotados os tipos de (b) Julho, setembro e novembro.
veículos que passaram pela rua onde está situada (c) Abril, setembro e novembro.
uma escola e conseguiram-se os seguintes dados: (d) Janeiro, setembro e dezembro.
T, T, T, M, A, T, T, M, T, B, B, T, T, A, T, T, C, T, (e) Janeiro, abril e junho.
M, T, T, T, C, B, T, T, T, T, T, A, T, T, T, M, C, T, T,
T, T, B, T, T, M, B, A (M: motocicletas; C: cami- 12)(Enem-2013) A Cidade de Guarulhos (SP)
nhão; B: bicicleta; A: ambulância; T: carro). tem o 8º PIB municipal do Brasil, além do maior
Construa um gráfico de barras que corresponda a aeroporto da América do Sul. Em proporção, pos-
essa pesquisa. sui a economia que mais cresce em indústrias,
conforme mostra o gráfico.
10) Em uma eleição para representante de clas-
se, os candidatos foram Ricardo, Paula e Fausto.
Observe o resultado da votação no gráfico de bar-
ras, em que estão especificados os votos das mu-
lheres e dos homens, e, em seguida, responda:
a) Quantos alunos votaram? Desses, quantas mu-
lheres e quantos homens?
b) Quantos votos obteve a candidata Paula?
c) Quantas mulheres votaram em Ricardo?
d) Qual a porcentagem de votos recebidos por
Fausto?

Analisando os dados percentuais do gráfico,


qual a diferença entre o maior e o menor centro
em crescimento no polo das indústrias?

3
(a) 75,28 (b) 64,09 (c) 56,95 (d) 45,76 (e) 30,07 (d) nos 30 primeiros segundos, 34 carros
atravessaram o sinal.
13)(Enem-2016) A diretoria empresa de alimen- (e) até o sinal fechar, 34 carros haviam
to resolve apresentar para seus acionistas uma atravessado o sinal.
proposta de novo produto. Nessa reunião, foram
apresentadas as notas médias dadas por um gru- 4.3 Gráfico de setores ou pizza
po de consumidores que experimentaram o novo Em um shopping Center há três salas de ci-
produto e dois produtos similares concorrentes (A nema e o número de espectadores em cada uma
e B). delas num determinado dia da semana foi de 300
na sala A, 200 na B e 500 na C.
Veja essa situação representada em uma
tabela de frequências e depois em um gráfico de
setores:
Sala FA FR
300 30
A 300 = 30%
1000 100
200 20
B 200 = 20%
1000 100
500 50
C 500 = 50%
1000 100

A característica que dá a maior vantagem


relativa ao produto proposto e que pode ser usa-
da, pela diretoria, para incentivar a produção é a
(a) textura (c) tamanho (e) odor
(b) cor (d) sabor
No gráfico de setores o círculo todo indica o
14)(UEPA-2008) No mês de setembro passado,
total (1000 espectadores ou 100%) e cada setor
aconteceu em todo Brasil a Semana do Trânsito.
indica a ocupação de uma sala.
Levantamentos diversos foram apresentados à
sociedade. Os números do trânsito são alarman- EXERCÍCIOS PROPOSTOS
tes. De 1980 a 2000 foram registradas mais de 600
15) Em uma eleição concorreram os candidatos A,
000 mortes no trânsito, devido a ruas mal conser-
B e C e, apurada a primeira urna, os votos foram
vadas, sinalizações deficientes e motoristas embri-
os seguintes, A: 50 votos; B: 80 votos; C: 60 vo-
agados. Preocupado com os constantes problemas,
um técnico do Detran, fez uma verificação em um tos; brancos e nulos (BN): 10 votos. A partir des-
semáforo de um cruzamento de vias. Após contar ses dados construa:
várias vezes a quantidade de veículos que atra- a) a tabela de frequência dessa variável;
vessaram o cruzamento com o sinal aberto, regis- b) o gráfico de barras, relacionando os valores da
trou esses dados no gráfico abaixo: variável com as respectivas frequências relativas;
c) o gráfico de setores, relacionando os valores da
variável com suas porcentagens.

16) Luísa é muito organizada e para mostrar


quanto tempo gasta com suas atividades construiu
um gráfico de setores. Observe o gráfico e res-
ponda:
a) Quantas horas por dia Luísa estuda em casa?
b) Que porcentagem do dia ela gasta para dormir?
c) Construa o gráfico de barras correspondente.

Com base no gráfico, é correto afirmar que:


(a) nos 10 primeiros segundos, 12 carros
atravessaram o sinal.
(b) nos 20 primeiros segundos, 12 carros
atravessaram o sinal.
(c) nos 30 primeiros segundos, 24 carros
atravessaram o sinal.

4
EXERCÍCIOS DE VESTIBULARES Considerando as temperaturas de vários
17)(Enem-2013) Casado e independente momentos em um mês qualquer, podemos deter-
Um novo levantamento do IBGE mostra que o minar uma só temperatura que dá uma ideia de
número de casamentos entre pessoas na faixa dos todo o período.
60 anos cresce, desde 2003, a um ritmo 60% que o Avaliando as notas de um aluno no bimes-
observado na população brasileira como todo tre, podemos registrar com apenas uma nota seu
aproveitamento.
Em situações como essas, o número obtido
é a medida da tendência central dos vários
números usados. A média aritmética é a mais co-
nhecida entre as medidas de tendência central.
Além dela, vamos estudar também a mediana e a
moda.

5.1 Média aritmética (MA)


Exemplos:
a) Considerando um grupo de pessoas com idades
22, 20, 21, 24 e 20 anos. Calcular a média aritmé-
tica das idades.
Resolução:
22 + 20 + 21 + 24 + 20 107
MA = = = 21,4
5 5
Dizemos, então, que a média aritmética ou
Os gráficos expõem dados de estatística
simplesmente a média de idade do grupo é 21,4
por meio de linguagem verbal e não verbal. No
anos.
texto, o uso desse recurso:
(a) exemplifica o aumento da expectativa de vida b) Se, ao medir de hora em hora a temperatura
da população. em determinado local, registraram-se 14 °C às 6h,
(b) explica o crescimento da confiança na institui- 15 °C às 7h, 15 °C às 8h, 18 °C às 9h, 20 °C às 10h,
ção do casamento. e 23 °C às 11h. Calcular a média aritmética das
(c) mostra que a população brasileira aumentou temperaturas.
nos últimos cinco anos. Resolução:
(d) indica que as taxas de casamento e emprego 14 + 15 + 15 + 18 + 20 + 23 105
cresceram na mesma proporção. MA = = = 17,5
(e) sintetiza o crescente número de casamentos e 6 6
de ocupação no mercado de trabalho. Dizemos, então, que no período das 6h às
11h a temperatura média foi 17,5 °C.
18)(UEPA-2010) A emissão de certidão negativa c) No caso de um aluno que realizou diversos tra-
de débitos, ilustrada no gráfico abaixo, evidencia
balhos durante o bimestre e obteve as notas 7,5;
as duas modalidades disponibilizadas pela receita
8,5; 10,0 e 7,0. Calcular a média bimestral do alu-
federal. Considerando que, em 2006, foram
no.
emitidas 12 milhões de CND, então o número de
CND’s emitidas pela internet foi de: Resolução:
7,5 + 8,5 + 10,0 + 7,0 33
MA = = = 8,25
4 4
Dizemos, então, que nesse bimestre o alu-
no teve média 8,25.

5.2 Média ponderada (MP)


Média ponderada é um caso de média com
pesos diferentes, isto é, com graus de impor-
tância diferentes das parcelas envolvidas.
Exemplo: Um aluno que realiza vários trabalhos
com graus de importância diferentes no decorrer
(a) 8,34 milhões (d) 10,85 milhões do bimestre, ele obteve 6,5 na prova (peso 2), 7,0
(b) 9,76 milhões (e) 11,64 milhões na pesquisa (peso 3), 6,0 no debate (peso 1) e 7,0
no trabalho de equipe (peso 2). A sua média, nes-
(c) 10,15 milhões te caso, é chamada média aritmética pondera-
da. Calcular a sua média ponderada.
5 . MEDIDAS DE TENDÊNCIA CENTRAL
A partir das idades das pessoas de um gru- Resolução:
po, podemos estabelecer uma única idade que 2 ∙ 6,5 + 3 ∙ 7,0 + 1 ∙ 6,0 + 2 ∙ 7,0
MP = =
caracteriza o grupo todo. 2+3+1+2
5
13 + 21 + 6 + 14 54 for, no mínimo, de 30 mil reais, o gerente perma-
= = = 6,75
8 8 nece no cargo, caso contrário, ele será despedido.
Dizemos, então, que nesse bimestre o alu- O quadro mostra o lucro mensal, em milhares de
no teve média 6,75. reais, dessa empresa, de janeiro a maio do ano
em curso.
EXERCÍCIOS PROPOSTOS
19) Um time de futebol realizou algumas partidas
e os resultados foram 3 a 1, 4 a 2, 1 a 1, 0 a 0, 3 a
2, 2 a 1 e 1 a 0. Sabendo que o time não perdeu Qual deve ser o lucro mínimo da empresa
nenhuma partida, calcule a média aritmética dos no mês de junho, em milhares de reais, para o
gols: gerente continuar no cargo no próximo semestre?
a) marcados; (a) 26 (b) 29 (c) 30 (d) 31 (e) 35
b) sofridos.
25)(Enem-2016) Preocupada com seus resulta-
20) Se um aluno já fez dois trabalhos e obteve dos, uma empresa fez um balanço dos lucros obti-
8,5 e 5,0, qual deve ser a nota do terceiro trabalho dos nos últimos sete meses, conforme quadro
para que a média aritmética dos três seja 7,0? abaixo.
21) Qual é a média de idade de um grupo em que
há 6 pessoas de 14 anos, 9 pessoas de 20 e 5 pes-
soas de 16 anos?
Avaliando os resultados, o conselho diretor
22) Calcule a média aritmética ponderada de um
da empresa decidiu comprar, nos dois meses sub-
aluno que obteve no bimestre 8,0 na prova (peso
sequentes, a mesma quantidade de matéria-prima
2), 7,0 na pesquisa (peso 3), 9,0 no debate (peso comprada no mês em que o lucro mais se aproxi-
1) e 5,0 no trabalho de equipe (peso 2). mou da média dos lucros mensais dessa empresa
EXERCÍCIOS DE VESTIBULARES nesse período de sete meses.
Nos próximos dois meses, essa empresa
23)(Enem-2016) Em uma cidade, o número de
deverá comprar a mesma quantidade de matéria-
casos de dengue confirmados aumentou conside-
prima comprada no mês
ravelmente nos últimos dias. A prefeitura resolveu
desenvolver uma ação contratando funcionários (a) I. (b) II. (c) IV. (d) V. (e) VII.
para ajudar no combate à doença, os quais orien-
tarão os moradores a eliminarem criadouros do 26)(Enem-2016) O gráfico mostra a média de
mosquito Aedes aegyti, transmissor da dengue. A produção diária de petróleo no Brasil, em milhão
tabela apresenta o número atual de casos confir- de barris, no período de 2004 a 2010.
mados, por região da cidade.

Estimativas feitas naquela época indicavam


que a média de produção diária de petróleo no
Brasil, em 2012, seria 10% superior à média dos
A prefeitura optou pela seguinte distribui- três últimos anos apresentados no gráfico.
Disponível em: http://blogs.estadao.com.br. Acesso em: 2 ago. 2012.
ção dos funcionários a serem contratados:
Se essas estimativas tivessem sido confir-
 10 funcionários para cada região da cidade cujo
madas, a média de produção diária de petróleo no
número de casos seja maior que a média dos
Brasil, em milhão de barris, em 2012, teria sido
casos confirmados.
igual a
 7 funcionários para cada região da cidade cujo
número de casos seja menor ou igual à média (a) 1,940 (b) 2,134 (c) 2,167 (d) 2,420 (e) 6,402
dos casos confirmados.
Quantos funcionários a prefeitura deverá 27)(Enem-2015) Cinco amigos marcaram uma
contratar para efetivar a ação? viagem à praia em dezembro. Para economizar,
combinaram de ir num único carro. Cada amigo
(a) 59 (b) 65 (c) 68 (d) 71 (e) 80 anotou quantos quilômetros seu carro fez, em
média, por litro de gasolina, nos meses de setem-
24)(Enem-2016) A permanência de uma geren-
bro, outubro e novembro. Ao final desse trimestre,
te de uma empresa está condicionada à sua pro-
calcularam a média dos três valores obtidos para
dução no semestre. Essa produção é avaliada pela
escolher o carro mais econômico, ou seja, o que
média do lucro mensal do semestre. Se a média
6
teve a maior média. Os dados estão representados Observação: Quando não há repetição de núme-
na tabela: ros, como, por exemplo, para os números 7, 9, 4,
5 e 8, não há moda (amodal).
EXERCÍCIO PROPOSTO
29) Considere os números 126, 130, 126 e 102 e
calcule:
a) a média aritmética (MA);
b) A média ponderada (MP), com pesos 2, 3, 1 e
2, respectivamente;
Qual carro os amigos deverão escolher para c) a moda (Mo).
a viagem?
EXERCÍCIOS DE VESTIBULARES
(a) I. (b) II. (c) III. (d) IV. (e) V.
30)(Enem-2016) Ao iniciar as suas atividades,
28)(Enem-2013) As notas de um professor que um ascensorista registra tanto o número de pes-
participou de um processo seletivo, em que a ban- soas que entram quanto o número de pessoas que
ca avaliadora era composta por cinco membros, saem do elevador em cada um dos andares do
são apresentadas no gráfico. Sabe-se que cada edifício onde ele trabalha. O quadro apresenta os
membro da banca atribuiu duas notas ao profes- registros do ascensorista durante a primeira subi-
sor, uma relativa aos conhecimentos específicos da do térreo, de onde partem ele e mais três pes-
da área de atuação e outra, aos conhecimentos soas, ao quinto andar do edifício.
pedagógicos, e que a média final do professor foi Número de
Térreo
1º 2º 3º 4º 5º
pessoas andar andar andar andar andar
dada pela média aritmética de todas as notas Que entram no
atribuídas pela banca avaliadora. elevador
4 4 1 2 2 2
Que saem do
elevador
0 3 1 2 0 6

Com base no quadro, qual é a moda do


número de pessoas no elevador durante a subida
do térreo ao quinto andar?
(a) 2 (b) 3 (c) 4 (d) 5 (e) 6

31)(Enem-2015) Uma pessoa, ao fazer uma


pesquisa com alguns alunos de um curso, coletou
as idades dos entrevistados e organizou esses da-
dos em um gráfico.

Utilizando um novo critério, essa banca


avaliadora resolveu descartar a maior e a menor
nota atribuídas ao professor.
A nova média, em relação à média anterior, é
(a) 0,25 ponto maior. (d) 1,25 ponto maior.
(b) 1,00 ponto maior. (e) 2,00 pontos menor.
(c) 1,00 ponto menor.
(Veja a resolução dessa questão )
5.3 Moda (Mo) Qual a moda das idades, em anos, dos en-
Em estatística, moda é a medida de ten- trevistados?
dência central definida como o valor mais frequen- (a) 9 (b) 12 (c) 13 (d) 15 (e) 21
te de um grupo de valores observado.
No exemplo do grupo de pessoas com ida- 5.4 Mediana (Me)
des de 2, 3, 2, 1, 2 e 50 anos, a moda é 2 anos A mediana é outra medida de tendência
(Mo = 2) e demonstra mais eficiência para caracte- central.
rizar o grupo que a média aritmética. Assim, dados n números em ordem cres-
Se a temperatura medida de hora em hora, cente ou decrescente, a mediana será:
das 6h às 11h, apresentou os resultados 14 °C, 15  O número que ocupar a posição central se n for
°C, 15 °C, 18 °C, 20 °C e 25 °C, então dizemos que ímpar;
nesse período a moda foi 15 °C, ou seja, Mo = 15  A média aritmética dos dois números que esti-
°C. verem no centro se n for par.
Se as notas obtidas por um aluno foram Exemplos:
6,0; 7,5; 7,5; 5,0 e 6,0, dizemos que a moda é 6,0 e a) Numa classe, foram anotadas as faltas durante
7,5 e que a distribuição é bimodal. um período de 15 dias: 3, 5, 2, 0, 2, 1, 3, 4, 5, 7,
0, 2, 3, 4 e 7. Calcular a mediana de faltas.
7
Resolução: Nessa etapa do processo de seleção, os
Primeiro colocamos em ordem crescente candidatos serão avaliados pelo valor da mediana
(ou decrescente) os números dados. Segue: do número de erros.
0,0,1,2,2,2,3
⏟ , 3, 3,4,4,5,5,7,7
⏟ A mediana do número de erros cometidos
7 valores 7 valores
por uma pessoa é igual a
A quantidade de termos é 15, portanto ím- (a) 2 (b) 2,5 (c) 3 (d) 3,5 (e) 4
par, o termo médio é o 8°, que é o do meio, ou
15+1 35)(Enem-2015) Em uma seletiva para a final
ainda = 8. dos 100 m livres de natação, numa olimpíada, os
2
Logo a mediana são 3 faltas. Simbolica- atletas, em suas respectivas raias, obtiveram o
mente, Me = 3. seguinte tempo:

b) As idades dos alunos de uma equipe são 12,


16, 14, 12, 13, 16, 16 e 17 anos. Calcular a media-
na das idades.
Resolução: A mediana dos tempos apresentados nos
Inicialmente colocamos em ordem crescen- quadros é
te (ou decrescente):
(a) 20,70 (b) 20,77 (c) 20,80 (d) 20,85 (e) 20,90
12,12,13, 14,16,
⏟ 16,16,17 (Veja a resolução dessa questão )
dois
valores
36)(Enem-2014) Os candidatos K, L, M, N e P
centrais estão disputando uma única vaga de emprego em
Como temos uma quantidade par de valo- uma empresa e fizeram prova de português,
res (8), fazemos a média aritmética entre os dois matemática, direito e informática. A tabela
centrais, que são o 4° e o 5° termos: apresenta as notas obtidas pelos cinco candidatos.
14+16 30
Me = = = 15
2 2
Simbolicamente, Me = 15 anos.

EXERCÍCIOS PROPOSTOS
32) Durante os sete primeiros jogos de um cam- Segundo o edital de seleção, o candidato
peonato, um time marcou, respectivamente, 3, 2, aprovado será aquele para o qual a mediana das
1, 1, 4, 3 e 2 gols. Determine: notas obtidas por ele nas quatro disciplinas for a
a) a média de gols por partida (MA); maior. O candidato aprovado será
b) a moda (Mo);
(a) K. (b) L. (c) M. (d) N. (e) P.
c) a mediana (Me).

33) De segunda-feira a sábado, os gastos de ali- 37)(UEPA-2014) As empresas aéreas brasileiras


mentação de uma pessoa foram 15, 13, 12, 10, 14 reduziram as ofertas de voos nos últimos anos em
função dos gastos com o combustível. Na tabela
e 14 reais. Determine:
abaixo, encontra-se a variação do aumento de
a) a média diária de gastos (MA);
preço do litro do querosene de aviação.
b) a moda (Mo);
Ano 2008 2009 2010 2011 2012 2013
c) a mediana (Me).
Preço
1,44 1,40 1,56 1,92 2,26 2,50
EXERCÍCIOS DE VESTIBULARES (R$)
Fonte: Revista veja, 4 Setembro de 2013.
34)(Enem-2016) Uma pessoa está disputando
O valor da mediana em relação ao preço do
um processo de seleção para uma vaga de empre-
litro do querosene é:
go em um escritório. Em uma das etapas desse
processo, ela tem de digitar oito textos. A quanti- (a) 1,66 (b) 1,74 (c) 1,85 (d) 1,97 (e) 2,12
dade de erros dessa pessoa, em cada um dos tex-
tos digitados, é dada na tabela.

Apostila atualizada em 22/8/2018


Gostou da Apostila? Você a encontra no site:
http://gilsilva10.wixsite.com/inicio/apostilas-
de-matematica
Link! Dê uma olhada.

Referências
DANTE, L.R. Matemática: Contexto & Aplicações. 1. Ed. São
Paulo: Ática, 2000, v.1.
8