Vous êtes sur la page 1sur 2

1 - O QUE É CIÊNCIA?

Lakatos e Marconi (2007, p. 80) defendem a ideia de que além der ser “uma
sistematização de conhecimentos”, ciência é “um conjunto de proposições
logicamente correlacionadas sobre o comportamento de certos fenômenos que
se deseja estudar.”
Consideramos útil a estudo de Ferrari (1974), apontando tarefas que a Ciência
deve cumprir. De acordo com o autor, algumas dessas tarefas são: a) aumento
e melhoria do conhecimento; b) descoberta de novos fatos ou fenômenos; c)
aproveitamento espiritual do conhecimento na supressão de falsos milagres,
mistérios e superstições; d) aproveitamento material do conhecimento visando
à melhoria da condição de vida humana; e) estabelecimento de certo tipo de
controle sobre a natureza.
Por sua vez, Demo (2000), acredita que “no campo científico é sempre mais
fácil apontarmos o que as coisas não são, razão pela qual podemos começar
dizendo o que o conhecimento científico não é.”

1.1 Os tipos de conhecimento

O conhecimento pode ser de vários tipos. De acordo com Costa e Costa


(2012), o conhecimento pode ser de vários tipos: Conhecimento popular – ou
senso comum; Conhecimento Teológico; Conhecimento Filosófico;
Conhecimento Científico.

1.1.1 Conhecimento popular, ou senso comum

É o que as pessoas geralmente chamam de ‘sabedoria popular’. Diz respeito


às tradições e experiências vividas, que por sua vez, sob esse aspecto, não
considera o conhecimento científico (LAKATOS e MARCONI, 2010). Esse tipo
de conhecimento tem por característica:
- Valorativo – é baseado nas tradições e na cultura popular;
- Verificável – Seu limite é o que se pode perceber;
- Falível e Inexato – Conforma-se com a aparência e com os comentários ditos
aleatoriamente.

1.1.2 Conhecimento Teológico


Fundamenta-se no sagrado. Apesar de sistemático, suas evidências não são
verificáveis (LAKATOS e MARCONI, 2010).
Esse tipo de conhecimento tem por característica:
- Valorativo – Apoia-se em doutrinas e crenças;
- Infalível e exato – Não é possível verificar suas evidências.

1.1.3 Conhecimento Filosófico

Procura discernir entre o certo e o errado e fundamenta-se na razão humana


(LAKATOS e MARCONI, 2010).
Esse tipo de conhecimento tem por característica:
- Valorativo: apoia-se na razão;
- Não Verificável: Os resultados não podem ser confirmados ou refutados;
- Racional: Os enunciados são logicamente organizados;
- Infalível e Exato – Não se verificam as hipóteses.

1.1.4 Conhecimento Científico

Tem por característica a capacidade de analisar, explicar, justificar. Esse tipo


de conhecimento tem por característica:
- Real – Lida com os fatos;
- Verificável – As hipóteses podem (ou não) ser verificadas;
- Sistemático – Segue uma ordem lógica;
- Falível – Pelo fato de não ser definitivo;
- Aproximadamente exato – Novas hipóteses podem alterá-lo;

1.2 O que é método?

A palavra método vem do grego methodos e significa o caminho para se


chegar a determinado fim.
Prodanov e Freitas (2013) definem método científico como o “conjunto de
procedimentos intelectuais e técnicos adotados para atingirmos o