Vous êtes sur la page 1sur 8

10º Ano

1 – Textos informativo-expositivos
Transmitem de forma clara, ordenada e objetiva informações de fatos reais. Tem:
 Introdução: apresentação do assunto
 Desenvolvimento: explicação do tema
 Conclusão: resumo, foco nos pontos mais importantes
Estes textos têm uma linguagem corrente e obedecem a regras simples e funcionais:
 Do todo para as partes
 Do geral para o particular
 Unidade na exposição de ideias
 Clareza, objetividade e concisão

2 – Textos de domínio educativo/transacional

Declaração: Presta informações, esclarece, dá a conhecer, explica uma decisão vontade e /ou
depoimento.
Registo linguístico:
 Registo formal
 Palavras/expressões relacionadas com o ato de declarar (“declaro”, “certifico”)
 Fórmula introdutória (“Para os efeitos devidos…”)
 Verbos declarativos (“declarar”, “afirmar”, “garantir”, “atestar”, “comprovar”)
Modalidades da declaração:
 Expressa – feita por palavras, escrita ou outro meio direto
 Intencionalidade – compromisso/ mera disposição de vontade
Natureza:
 Registo formal – com assinatura e carimbo
 Registo informal – assinatura
Código comunicativo:
 Declaração oral
 Declaração escrita
Estrutura:
 Abertura – identificação do declarante
 Encadeamento – identificação de quem solicita a declaração
 Fecho – local, data, assinatura do declarante

Requerimento: Documento específico para fazer uma solicitação. Intencionalidade comunicativa.


Natureza
 Administrativa – em escolas, repartições públicas, tribunais
Código comunicativo – requerimento escrito
Estrutura:
 Abertura – identificação do destinatário
 Encadeamento – identificação do requerente, objetivo e possível fundamentação
 Fecho – pedido de deferimento, data, assinatura do requerente
Formas de tratamento:
 Na escola – Excelentíssimo Senhor Diretor
 Na universidade – Digníssimo Senhor Reitor
 Nas repartições públicas – Excelentíssimo Senhor Conservador
 Em tribunal – Meritíssimo Senhor Juiz
Contrato: Um acordo entre duas ou mais partes. Estabelecem-se direitos e obrigações.
Contratos bilaterais ou mútuos (transferência mutua de direitos e deveres):
 Contrato de trabalho
 Contrato matrimonial
 Contrato de edição
 Contrato de arrendamento
 Contrato de adesão
 Etc
Contratos de promessa (uma das partes obriga a uma coisa e a outra obriga-se a corresponder).
 Contrato de promessa de compra e venda
 Contrato de promessa de trabalho ou de prestação de trabalho
 Contrato de promessa de permuta
 Etc
Conteúdo obrigatório:
 Identificação das partes
 Categoria profissional ou funções ajustadas
 Retribuição de trabalho
 Local e horário de trabalho
 Data do início do trabalho
 Prazo estipulado (termo certo)
 Atividade, tarefa ou obra (termo incerto)
 Justificação de contrato
 Data de celebração do contrato

Regulamento: Conjunto de regras destinadas a facilitar a organização e o funcionamento de


instituições.
Tipos:
 Gerais – os que regulam a vida e a atividade de uma sociedade
 Específicos – os que regulam setores particulares
Modalidade:
 Regimento – texto normativo de instituições
 Estatura – norma fundamental ao funcionamento de uma instituição
 Lei – norma jurídica
 Decreto – determinação escrita
 Norma – regra
 Preceito – disposição recomendada como norma, doutrina ou ensinamento
 Prescrição – extinção de direito
 Guia – instrumento orientador
Estrutura:
 Modelos elaborados:
o Preâmbulo
o Normas
o Competências
o Direitos e deveres
o Disposições finais
 Modelos sintéticos
o Normas gerais
o Normas específicas com artigos
Relatório: Exposição escrita, minuciosa e circunstanciada relativa a um assunto ou fato
ocorrido/conclusão de uma pesquisa.
Estrutura
 Relatório formal – obediência a todas as normas, apresentação rigorosa
 Relatório informal – um único assunto, poucas páginas
 Relatório semi-formal – apresentação técnica, tratamento do assunto, conclusões e
recomendações
Função
 Relatório informativo – com informações, mas sem análise específica ou recomendações
 Relatório analítico – com análise de fatos ou de informações
Natureza
 Relatório crítico – descrição da informação e opinião
 Relatório de síntese – resumo sobre a atividade
Momento de execução
 Relatório parcial – abordagem de uma atividade, num determinado momento
 Relatório final – abordagem de tudo o que foi desenvolvido
Características
 Elementos pré-textuais – capa, folha de rosto, agradecimentos, sumário, índice, resumo
 Elementos textuais – introdução, desenvolvimento e conclusões
 Elementos pós-textuais – bibliografia, anexos e apêndices

Carta Formal: Estabelece-se a correspondência entre pessoas ausentes. É um texto de expressão


pessoal, destinado a manifestar desejos, pensamentos, opiniões e reações.
Tipos:

Carta de Carta de
Carta de
emprego ou pedido ou Carta pessoal ou
cortesia Carta comercial
apresentação reclamação familiar
Pessoas de (CV)
relações Administração
proficionais, pública, Pessoas com Empresas de
sociais, Empresas instituições quem se tem comércio/
culturais,etc ou empresas laços afetivos indústria
-apresentar -fazer uma -tratar de questões
-comunicar
felicitações, candidatura pessoais -estabelecer
assuntos
pêsames a um relações de
-apresentar uma pessoais
emprego negócios
-fazer reclamação sobre -expressar
recomendações algum assunto sentimentos -dar ou pedir
informações
-tratar de -dar ou pedir
questões informações
diversas

Estrutura:
 Partes constitutivas – cabeçalho, introdução (com saudações), corpo da carta, despedida
e assinatura (e em algumas situações P.S.)
 Registo linguístico – clareza, concisão, evitar o erro ortográfico/sintático e usar um tom
de amizade, cortesia ou respeito.
3 – Textos que fixam vivências

Memórias: Permite a representação de evocações que a nossa mente apreendeu e fixou,


conservando-as em latência.
Tipos:
 Memória individual – recordação de experiências vividas
 Memória coletiva - conjunto de recordações de uma comunidade, grupo, tribo ou país
Temas:
 Acontecimentos marcantes
 Vivências
 Sentimentos e emoções
 Relação com outros e com o mundo
 Realidades humanas, sociais, culturais, políticas, geográficas e outras
 Testemunho de situações
 Confidências ou confissões
Características:
 Presença do “eu”
 Adjetivos expressivos
 Referências espaciais
 Frases do tipo exclamativo e interrogativo
 Verbos “ser” e “estar”
 Discurso subjetivo e predomínio de conotação
 Recurso a pronomes pessoais e a determinantes possessivos referentes ao sujeito (eu,
me , mim, nós, meu, minha, nosso, etc)

Diários: Obra escrita que regista peripécias quotidianas e atuais na perspetiva do seu autor.
Reflete sobre pessoas e fatos históricos, ou atuais, datados e localizáveis.
Tipo:
 Diários íntimos
 Diários públicos
 Diários de viagem
 Diários confessionais
 Diários de guerra
 Diários criativos
 Diários on-line
Motivos:
 Alargamento do autoconhecimento
 Evocação de vivências preservação da memória
 Necessidade de confidência
 Exploração da identidade pessoal
 Balanço da vida individual
 Expressão de sentimentos e emoções
 Desejo de exploração do inconsciente
 Reflexão sobre experiências vividas
 Testemunho de situações
 Confidências ou confissões
 Recordação e exploração de sonhos
Características:
 Linguagem subjetiva
 Tom irónico e crítico
 Presença do “eu”
 Discurso subjetivo e predomínio da conotação
 Uso de adjetivos expressivos

Retrato: Constitui uma forma de descrição ou criação ficcional de uma pessoa ou de uma coisa.
Por vezes, aplica-se o termo à descrição de um ambiente ou época.
Características:
 Traços importantes do aspeto físico
 Estado civil, idade e profissão
 Personalidade, comportamento, hábitos
 Marcas hereditárias
 Educação, meio em que se insere

4 – Textos dos media

Crónica: É o comportamento noticioso de fatos que vive do quotidiano mas não visa a informação.
Temas:
 Políticos
 Sociais
 Culturais
 Económicos
 Literários
 Desportivos
 Mundanos
Estrutura: sequencialização dos acontecimentos de acordo com a inteligência do emissor,
embora preservando o sentido de tempo.
Finalidades:
 Fazer apreciações sobre acontecimentos
 Construir um texto criativo
 Seduzir e deleitar o recetor
Características:
 Apreciação crítica
 Relato sobre fatos reais ou imaginários
 Subjetividade literária/ discurso pessoal
 Texto curto e leve
 Caráter efémero
 Redigida por qualquer pessoa, nomeadamente jornalistas ou personagens convidadas
 Uso da língua padrão e/ou cuidada

Entrevista: A entrevista assume a forma de diálogo ou de conversa combinada antecipadamente


com uma ou várias pessoas para recolher informação.
Características:
 Conversa livre e solta
 Escuta do entrevistador
 Pode ser estruturada e conduzida de acordo com um plano
 Jogo de perguntas e respostas
 Perguntas abertas (respostas e opiniões livres) e perguntas fechadas (respostas rápidas
do tipo “sim” ou “não”)
Apreciação Crítica: Atividade reflexiva, que implica observação, análise e apreciação judicativa
sobre um assunto.
Finalidade:
 Recolher todas as notas possíveis
 Identificar o assunto fundamental e os objetivos do autor na sua apresentação
 Verificar a articulação das ideias e o interesse dos critérios seguidos
 Examinar a orientação ideológica e as possíveis influências
 Detetar o destinatário/leitor, e o seu nível cultural e posição social
 Analisar o texto e não o seu autor
Linguagem:
 Adjetivos qualificativos, com valor descritivo e expressivo
 Figuras de retórica
 Palavras/expressões que sugerem a insinuação

Opinião: Apresenta os factos, enquadrando-os no respetivo contexto, relaciona-os através de


uma interpretação e elabora um juízo de valor sobre eles.
Características:
 Aborda questões diversas
 Exprime a opinião
 Textos breves mas devidamente fundamentados sem ferirem a ética e o rigor da escrita
 Recursos expressivos: metáfora, hipérbole e metonímia

5 – Textos narrativos/descritivos
Contos/textos narrativos: Expõe acontecimentos gerados pela lenda ou pela ficção. É pouco
extenso, apresenta um número reduzido de personagens que são habitualmente, pouco complexas.

Conto popular /lendas/fábulas


Características:
 Geram-se por necessidades e circunstâncias sociais e culturais
 São grandes impulsionadores da preservação da tradição oral
 Concentram-se numa só situação
Personagens:
 Vítima (objeto de perturbação)
 Vilão (objeto de perturbação)
 Herói (sujeito de restabelecimento da ordem)
 Adjuvantes (personagens secundárias que ajudam o herói)
 Oponentes (personagens secundárias que ajudam o vilão ou fazem oposição ao herói)
Estrutura:
 1º: ordem existente (situação inicial)
 2º: ordem perturbada
 3º: ordem restabelecida

Conto do autor
Características:

 Trata um único tema


 Concentra a ação
 É leve e rápido
 Favorece a relação com as questões humanas universais e ajudam a encontrar um
sentido para a vida
Narrador

 Participação:
o Participante – intervém na ação como personagem, usando a primeira pessoa
 Autodiegético – protagonista
 Homodiegético – personagem secundária
o Não participante – não intervém na ação, usa a terceira pessoa
 Ponto de vista:
o Narrador objetivo – narra os fatos de forma imparcial
o Narrador subjetivo – narra os fatos de forma parcial ( exprime a sua opinião)
 Focalização:
o Externa – o conhecimento do narrador foca-se no que vê
o Interna – o narrador adota o ponto de vista de uma personagem
o Omnisciente – o narrador mostra conhecer toda a história, incluindo o interior
das personagens

Narratário

 Intradiegético – entidade intrínseca à narração (mencionada no texto)


 Extradiegético – entidade extrínseca à narração (não identificável no texto)

Personagens

 Relevo:
o Personagem principal/protagonista – desempenha o papel central
o Personagem secundária – papel de menor relevo que o protagonista (mas
importante para o desenvolvimento da ação)
o Figurante – papel irrelevante no desenvolvimento da ação
 Composição
o Personagem modelada/redonda – é capaz de alterar o seu comportamento e
evoluir ao longo da ação
o Personagem plana/desenhada – comporta-se de forma previsível ao longo da
ação
o Personagem-tipo – representa um grupo social ou profissional
o Personagem coletiva – representa um grupo de indivíduos que age da mesma
forma
 Caracterização
o Direta – as características da personagem são apresentadas diretamente
 Autocaracterização – caracterização feita pela própria personagem
 Heterocaracterização – caracterização feita pelas outras personagens ou
pelo narrador
o Indireta – as características da personagem são deduzidas pelo leitor
 Tempo
o Tempo histórico – época ou momento histórico
o Tempo cronológico – sucessão cronológica de eventos
o Tempo do discurso:
 Analepse – recua no tempo
 Prolepse – avança no tempo
 Elipse – omite acontecimentos
 Sumário – resume acontecimentos
 Pausa – interrompe a história para apresentar descrições e/ou
comentários
o Tempo psicológico – como as personagens vivenciam o tempo, de acordo com o
seu estado de espírito
 Espaço
o Espaço físico – local onde a ação se realiza
o Espaço social – ambiente/meio social em que a ação se desenrola
o Espaço psicológico – atmosfera/espaço que evidencia os pensamentos e as
reflexões de uma personagem

Textos descritivos: Representação ou exposição exata e viva de um acontecimento.


Características
 Transmite uma imagem
 Descreve: factos, espaços e ambientes, costumes sociais, os seres em geral, impressões
tácteis, sabores e odores e ruídos e silêncios
 Tipo
o Descrição física – fornece dados sobre o comportamento e hábitos das
personagens
o Descrição psicológica – fornece dados sobre as atitudes e personalidade de uma
personagem
 Ponto de vista
o Descrição objetiva – foca-se no aspeto, na forma, nos dados que se vê
o Descrição subjetiva – procura transmitir a impressão ou a emoção que a
realidade produz

6 – Texto lírico
Poesia: A poesia é a forma de literatura que melhor privilegia o lirismo. Exprime sentimentos,
emoções e pensamentos.
Temas:
 Amor, paixão, amizade, saudade, solidariedade, solidão, sonho;
 Alegria, entusiasmo, tristeza, angústia, melancolia, insatisfação;
 Beleza, busca da verdade e do bem;
 Preocupação com o destino, a morte e a condição humana;
 Brevidade da vida, felicidade relativa, prazer do momento;
 Patriotismo, solidariedade, busca da paz ou da liberdade.
Características:
 Existência de ritmo
 Subjetividade
 Mundo interior – exploração do “eu”
 Expressão de sentimentos
 Recursos expressivos – principalmente a metáfora, hipérbole, alegoria, anáfora,
imagem, personificação, metonímia e a sinédoque
 Surge em versos
 Tipos:
o Poesia (propriamente dita) – surge em versos, apresenta ritmo, sonoridade,
figuras estilísticas, liberdade poética
o Poesia poética – não versificada
o Poesia visual – usa as palavras e outros símbolos no papel (com outra disposição)
O tempo na poesia
 Pode acontecer ou projetar o poeta ao evocado (passado, presente) ou da demanda
(futuro)
 Sobretudo manifesta o tempo vital e cósmico – ritmos da poesia afetam o seu corpo,
alma, mente