Vous êtes sur la page 1sur 23

UFJF – Universidade Federal de Juiz de Fora

Fenômenos de Transporte
Aula 0 - Apresentação do Curso

Prof. Dr. Welber Gianini Quirino


wgquirino@fisica.ufjf.br
ICE / Departamento de Física
PLANO DE CURSO

Horários das Aulas:


Turma_A - (Prof. José Paulo) – Sala S209: 2a e 4a das 14h às 16h;
Turma_B - (Prof. Roberto) – Sala S209: 2a e 4a das 19h às 21h;
Turma_C - (Prof. Welber - Coordenador): Turma Especial;

Tire suas Dúvidas Presencialmente


Horários de Atendimento:
Turmas A e B: Combinar com seu professor!
Turma Especial: terças-feiras – 14h – 17h

Comunique-se!
Bibliografia:

1. Frank P. Incropera e David P. Dewitt, Fundamentos de


Transporte de Calor e Massa, Editora LTC, 2003. (CURSO)
Programação de Aulas e Provas
Programação de Aulas e Provas
✓Será cobrado presença de todos os alunos através de listas de chamadas para turmas presenciais e
atividades no moodle para turma especial;

✓O Aluno que perde a prova faz a segunda chamada no fim do curso desde que tenha feito a requisição no
prazo.

✓Prova final:
✓substitui todas as notas;
✓só pode fazer a prova quem não foi reprovado por frequência;
✓só pode fazer a prova tenha obtido nota maior ou igual a 50 pontos no curso.

✓O aluno poderá assistir aula em outra turma, porém não receberá a frequência na sua turma de origem.

✓Os TVCs serão aplicados para todos os alunos juntos no período da noite (18:15 - 20:45). Todas as turmas
fazem a mesma prova.

Nota final = [1º. TVC (40) + 2º. TVC (40) + Atividades no Moodle (20)]

20/11 - 2as. Chamadas


(Necessário inscrição no Moodle + inscrição online DF (Formulário + Atestado)

27/11 – Prova Final


(Necessário inscrição no Moodle + Nota igual ou superior a 50 + Não estar de RI)
Assistir aula em outra turma pode (s/ presença)
Prova em outra turma – NÃO!

Durante a Prova:
• Será fornecido Formulários
e folhas de prova;
• Usar apenas (lápis, caneta,
borracha, calculadora científica)
• Celulares deverão estar
desligados e guardados junto com
os materiais restantes à frente da
sala; Livro: não Calculadora Científica – SIM
Formulário: na prova Programável - Nenhuma
Slides de Aulas, listas de exercícios,
atividades/testes valendo notas e outras informações
estarão disponíveis semanalmente no MOODLE

https://ead.ufjf.br/login/index.php
Por que Estudar Fenômenos de Transporte ?
Os Fenômenos de Transporte nas Engenharias
Engenharia Mecânica:

➢ Processos de usinagem
➢ Processos de tratamento térmico
➢ Transferência de calor nas máquinas
térmicas e frigoríficas
➢ Engenharia automobilística e aero-espacial
➢ etc
Engenharia Elétrica, Eletrônica, Computação e Produção

➢ Importante nos cálculos de dissipação de potência, seja nas máquinas


produtoras ou transformadoras de energia elétrica, seja na otimização
de gasto de energia nos dispositivos eletro-eletrônicos e de
comunicação, etc.
Engenharia Civil e Arquitetura:

Tem influência no estudo de hidráulica e


hidrologia e tem aplicações no conforto
térmico (climatização) em edificações.

Uma grande porcentagem da energia


consumida em edificações destina-se aos
sistemas de calefação ou refrigeração ! ! !

Fonte: http://www.revistatechne.com.br/engenharia-civil/145/imprime131700.asp
CAPÍTULO 1
1. Modos Básicos de transferência de calor
1.1. Relação entre transferência de calor e Termodinâmica

“Sempre que existir um gradiente de


temperatura dentro de um sistema ou que dois
sistemas a diferentes temperaturas forem
colocados em contato, haverá transferência de
energia”

1.1.a - Definição
“A entidade em trânsito, chamada CALOR, não pode ser medida
ou observada diretamente, porém os efeitos que ela produz são
susceptíveis de observação e medição”
O fluxo de calor, tal qual o desempenho de trabalho, é um
processo pelo qual a energia interna de um sistema é alterada.
O ramo da Ciência que trata da relação entre calor e as outras
formas de energia é chamado TERMODINÂMICA.

1.1.b – Termodinâmica – breve revisão

A termodinâmica é baseada em leis


estabelecidas experimentalmente:

A Lei Zero da Termodinâmica determina que,


quando dois corpos têm igualdade de
temperatura com um terceiro corpo, eles têm
A temperatura de um gás
igualdade de temperatura entre si. Esta lei é a ideal está relacionada com a
energia cinética média das
base para a medição de temperatura empírica. partículas deste gás.
A Primeira Lei da Termodinâmica fornece o aspecto quantitativo
de processos de conversão de energia.

Consideremos um sistema
recebendo uma certa quantidade
de calor Q. Parte desse calor foi
utilizado para realizar um trabalho
W e o restante provocou um
aumento na sua energia interna U.

A expressão

Representa analiticamente o primeiro princípio da termodinâmica


A Segunda Lei da Termodinâmica determina o aspecto qualitativo
de processos em sistemas físicos, isto é, os processos ocorrem numa
certa direção mas não podem ocorrer na direção oposta. Enunciada
por da seguinte maneira: "A Entropia do Universo tende a um
máximo".

A Terceira Lei da Termodinâmica estabelece um ponto de referência


absoluto para a determinação da entropia. Enunciada como:

``Quando um sistema se aproxima da temperatura do zero


absoluto, cessam todos os processos, e a entropia assume um valor
mínimo. Porém, é impossível atingir o zero absoluto através de um
número finito de passos. ´´
1.3. Limitações da Termodinâmica Clássica

À primeira vista, pode-se ficar tentado a pressupor que os


princípios da transferência de calor possam ser deduzidos das
somente das Leis básicas da Termodinâmica.

ERRADO !!!

A Termodinâmica clássica restringe-se, fundamentalmente, ao


estudo do estado estacionário, incluindo os equilíbrios mecânico
e químico, bem como o térmico.
➢Portanto, as Leis básicas da Termodinâmica, é de pouca ajuda na
determinação quantitativa das transformações que ocorrem em
função da falta de equilíbrio de temperatura.

➢É evidente que esse tipo de análise não considera o mecanismo


do fluxo de calor nem o tempo necessário para a transferência de
calor.
Dimensionamento da transferência de calor

Do ponto de vista da Engenharia:

O problema principal é:

Determinação da taxa de transferência de calor em uma


diferença de temperatura especificada.

Estimar o custo
Dimensionar o projeto
Aplicar o fator de segurança
Unidades O sistema de unidades adotado será o S.I.

Medidas de Temperatura Termodinâmica

O sistema inglês ainda é bastante utilizado em Engenharia


Transferência de Calor
Como Calor é Transferido ?
1.2. Mecanismos da Transferência de Calor

A transferência de calor pode ocorrer de 3 modos distintos:

- Condução;
- Convecção ;
- Radiação