Vous êtes sur la page 1sur 9
LAUDO TECNICO SPDA E ATERRAMENTO ELETRICO SANTA RITA ARMAZENS GERAIS LTDA PROFISSIONAL HABILITADO: JAIRO LUCAS COELHO DA CRUZ Pagina ides LAUDO TECNICO SPDA E ATERRAMENTO ELETRICO 1. OBJETIVO O presente documento, apresentado 4 Santa Rita Armazéns Gerais LTDA, de CNPJ 17.467.071/0001-00, tém por objetivo atestar as condig&es técnicas do SPDA e aterramento elétrico, de acordo com as Normas ABNT NBR 5419:2015, NR -10 e NR - 12, instalados nas estruturas do armazém, mdquinas e equipamentos, com localizac3o na Rodovia Dourados/Caarapé, KM 43, Zona Suburbana, no municipio de Caarap6/MS. 2. NIVEL DE PROTECAO DO SPDA O.SPDA pertencente 4 empresa é composto pelo método Franklin, onde a captacdo foi instalada acima da estrutura do armazém (elevador de gros) a uma altura de 22 metros, na ocupacéo classificada com nivel de protego Il onde, de acordo com a Norma ABNT NBR 5419:2015, resulta em um Angulo de protecdo (a) de 25° e verifica uma area segura de 30 metros de raio e um perimetro de 60 metros de regido protegida. O captor foi alocado para a protecdo das instalacbes da ocupacdo, onde esse elemento de captaco é interligado aos condutores de descida e subsistema de aterramento, para a dissipacdo das descargas atmosféricas e, sendo assim, o SPDA instalado fornece um volume de protecdo seguro, exigido pela classificaco da ocupacSo existente. 3. ATERRAMENTO ELETRICO DA INSTALACAO O sistema de proteco do aterramento da instalacdo € 0 esquema de maior eficiéncia, do tipo TT, conforme Norma ABNT NBR 5410:2008, por estarem ligados aos eletrodos de aterramento eletricamente distintos do eletrodo de aterramento da entrada da instalac&o do consumidor. 4, RELACAO DE ESTRUTURAS, MAQUINAS E EQUIPAMENTOS ATERRADOS [Quantidade| Tocal =] _16 Motores Elétricos; - 02 Painéis de Comando; z 02 | Pré-Limpeza; - - o1 Estrutura de cobertura metalica do Armazém. _| Pagina 2de5 METODO DE ATERRAMENTO DA INSTALACAO O aterramento dos painéis de comando, pré-limpeza e estrutura metalica do armazém, tem a finalidade de dispersar possiveis incidéncias de corrente de cargas estdticas na carcaca para 4 terra, onde a interligaco da massa destes componentes com a malha de aterramento é através de cabos de cobre nu 35 milimetros quadrados. © aterramento dos motores elétricos possui a finalidade de dispersar possiveis incidéncias de correntes de fuga na carcaga para 4 terra, onde a interligacdo da massa do equipamento com a malha de aterramento é através de cabos de cobre 04 milimetros quadrados isolados na cor verde. SISTEMA DE ATERRAMENTO DA INSTALACAO Foi instalada uma malha de aterramento da instalacdo, equipotencializada ao subsistema de aterramento do SPDA, constituida por 18 (dezoito) hastes de aterramento (normatizada com rosca, de alma de aco revestida de cobre 254 MICA, tipo Copperweld com dimensao 3/8 polegadas x 3000 milimetros) interligadas entre si através de cabo de cobre nu de 50 milimetros quadrados, resultando uma malha de aterramento com formado agrupamento de seis deltas (AAAAAA), onde cada grupo delta possui trés hastes de aterramento. 7. COMPOSICAO DO SPDA O SPDA existente na edificacao é composto essencialmente por trés componentes, 0 elemento de captaco, o condutor de descida e o subsistema de aterramento. O elemento de captacio, destinado a interceptar as descargas atmosféricas, é formado Por 01 (um) captor tipo Franklin (mastro de 06 metros de comprimento com extremidade superior constituida por quatro pontas de 350 milimetros de comprimento, para a obtenco do maior poder de actmulo de cargas). condutor de descida é composto por 01 (um) cabo de cobre nu de 35 milimetros quadrados, alocados tangencialmente a estrutura do elevador de grdos, destinado a conduzir as descargas atmosféricas desde o elemento de captagSo até o subsistema de aterramento, fixados por componentes isolantes e protegidos contra danos mecanicos por eletroduto rigido de PVC anti-chama de uma polegada, em até 03 metros acima do solo. Pagina 3 de5 © subsistema de aterramento do SPDA, equipotencializado ao aterramento da instalagao, destinado a dispersar a corrente das descargas atmosféricas na terra, é constituida por 16 (dezesseis) hastes de aterramento (normatizada com rosca, de alma de aco revestida de cobre 254 MICA, tipo Copperweld com dimens&o 3/8 polegadas x 3000 milimetros) interligadas entre si através de cabo de cobre nu de 50 milimetros quadrados, resultando uma malha de aterramento, em formado longitudinal. Figura 01: SPDA com captor tipo Franklin 8. MEDICAO DA RESISTENCIA GHMICA. Conforme esquema abaixo segue 0 método de medico da resisténcia dhmica com terrometro onde, a afericao é feita nos aterramentos do SPDA e instalacio, denominado como queda de potencial. Figura 02: Método queda de potencial Pagina 4deS 9. RESISTENCIA DE ATERRAMENTO. A resisténcia de terra foi medida em solo com incidéncia de umidade média 0 que gerante este nivel de afericao em qualquer época do ano. A medigdo da resisténcia hmica nos aterramentos do SPDA e instalaco, através do método da queda de potencial, se utilizou o Terrémetro Digital Minipa modelo MTR- 1520D com os eletrodos auxiliares de tensdo e corrente onde, foi mensurado valor de resisténcia 6hmica de aterramento em 1.90 0, na malha de terra. Foto 01: Resisténcia de terra 10. INSPECAO DO SPDA/ATERRAMENTO DA INSTALACAO Realizou avaliagio das atuagSes do captor tipo Franklin, elementos de fixac3o, condutores de descida, elementos de conexao e aterramentos (cabos e condutores de aterramento, conexées e hastes de aterramento) onde, foram constatados que os componentes do SPDA e aterramento da instalacdo se encontram firmes e livres de corrosao. 11. CONCLUSAO Portanto, com base em inspecdes técnica e avaliacio da resisténcia 6hmica, se constatou que 0 SPDA e aterramento elétrico instalados nas estruturas do armazém, maquinas e equipamentos da Santa Rita Armazéns Gerais LTDA, se encontram em conformidade técnica e esta de acordo com as Normas ABNT NBR 5419:2015, NR-10e NR 12. Pagina Sde5 12, NOTAS © SPDA devera ter uma manutengdo preventiva anual e sempre que atingido por descarga atmosférica para verificar eventuais irregularidades e garantir a eficiéncia de escoamento. aterramento da instalacdo devera ter uma manutencdo preventiva e periédica, para verificar eventuais irregularidades e garantir a eficiéncia de continuidade elétrica. Aresisténcia hmica mensurada no deve superar 109 em qualquer época do ano, 13. DISPOSICOES FINAIS Este laudo técnico do SPDA e Aterramento Elétrico acompanha a ART-CREA/MS N° 1320180106117. Em anexo, segue 0 certificado de calibracSo do terrémetro de medigSo da resisténcia de aterramento. 14, REFERENCIAS BIBLIOGRAFICAS. Norma ABNT NBR 5419: 2015 — Protecdo de estruturas contra descargas atmosféricas. Norma ABNT NBR 5410:2008 — Instalacdes elétricas de baixa tensdo. NNR-10 ~ Seguranca em instalacdes e servigos em eletricidade. NNR-12 —Seguranga no trabalho em maquinas e equipamentos. Caarap6/MS, 10 de Novembro de 2018. WROLL A ‘CREAMS 15016 Jairo Lucas Coelho da Cruz Engenheiro Eletricista CREA/MS 15.014D Tel.: (67) 98127-5595, X Tninipa Grroiogia CERTIFICADO DE CALIBRAGAO N° 2513A15 = Cliente: Engenhero Eletriista Jairo Lucas Coelho da Cruz Rua Ciro Melo 5085 Jardim Guansbars 79333-080, Dourados - MS € Contratante: Awia da Crur & Cia Lisa ‘cat ozer Descricao do instrumento: Terometra Digital Modelo: MTR-15200 Fabricante: Mripa do Bras! Lida Numero de Série: 'Mi51520000985 Identificagao: Nao Conste Numero do 0.8.: 15.07578, Data da Calibragac: 280082015 Procedimento de Calibrat A calibracao foi realizada através do metodo de comparacao direta com o(s) padrao(Oes) de referencia da MINIPA. O _strumente foi calibrado conforme Instrugo de Trabalho - ITL 003 (rev. 18), Nivel de Confianca para o qual as incertezas foram estimadas: A incerteza expandida de mecicao relatada ¢ deciarada como s inoerteza padrao de medicao muttplicads pelo fator de abrangence * © qual para uma distnbuicdo 1 corresponde a uma probabilidade de abrangencia de aproxmadamente 95% A incertezs padrdo da medicac foi deteeminada de acorde com a publeagao EA- 202 oan 200 = 2000 505 986 S00 - L 1357 l 13 230 5 & Pagna 282 Pagina 1/1 le écnica « ART DE OBRA/SERVICO. Aer ee de tecenbe sets: CREAMS] 4°77 ene Consetho Regional de Engenharia e Agronomia do CREA-MS 1. Responnive no {YAO LUEAS COELHO‘DA CRUZ re toma Talo Peiore ENGENHERO ELETRCITA egra 114 ereran Cant: pega (Cort: SANTA RITA ARMAZENS GERALG LTDA Cp roNr rae arime8-08 ‘us RODD DOURADOSICAARARS ‘bat ZONA SUBUREAKA ar r48 eae: CAARAPO ues a roe “pode Cana: PESSOA JURE rand ART, 143 Prato Terns tan cog: Tho Pepa: PESSOA JURDICA Promietita SANTA RITA ARMAZENS GERAIS LTDA Prone eraerarenoat.o8 Siete ete Sen ena RneMTS Ears Cee TETRA a Og TUT eTACAS Aides Tenn ‘ee pereaoe 1.0000 ‘waronoes Pte cane fo oes tice 0 pon dor proces ae ART Decree csi as rears eeetatnde revit as hotmes Seas dt ABT, a agke pets no Dare 584, deen 0nd 7. Eres Cee ntomacioe ART ia snare gad as, mente preset dconprevne de 8. Assinatras ‘Attenetads Gane document pose tr vrtieads no ctr serom vrais 8 Hemost sa, {467 a0 .GS” SANTA RA ARTES GERAIS TTON ese 0 ese Same @ CREAM: kr ART Rt Rogkace anor Ta0Ne Vier Page RSH Nesaoh SOOT