Vous êtes sur la page 1sur 2

Neuropsicologia

Clínica
Nós somos o nosso cérebro:
sem ele , nada no corpo
funcionaria.

Qualquer pessoa pode ser


Uma Nova Resposta
excelente no que faz. E é de Saúde Mental
possível modifica-lo sempre,
até ao fim da vida...

G
abinete de Avaliação e
Reabilitação Psicológica

Dr. Daniel Accoto


Psicólogo / Neuropsicólogo
Cédula Profissional 15601

Edifício Galerias do Marquês A saúde mental de um individuo não se mede pela


Bloco C—1º andar—Sala A—Pombal ausência de problemas, pois eles fazem parte da
Tel: 964 042 005 vida, mas sim pela capacidade para lhes fazer
gabinete.neuropsicologia@gmail.com frente e tentar resolvê-los.

John Exner Jr.


O que ENGLOBA a consulta?

1. Programa de Avaliação Neuropsicológica

Realização de Avaliações Neuropsicológicas


Quando é INDICADO? mediante a aplicação de provas neuropsicológicas.
Permite o estudo aprofundado das várias funções
O que é NEUROPSICOLOGIA? - Em casos de dificuldades cognitivas, emocionais e/ou cognitivas, emocionais e comportamentais, de
comportamentais associadas a condições neurológicas, forma a caracterizar as necessidades do paciente e
psiquiátricas, ou decorrentes de processos promover o seu bem-estar.
A Neuropsicologia clínica dedica-se ao
desenvolvimentais.
tratamento das patologias do Sistema
Nervoso Central. São as funções nervosas - No acompanhamento do envelhecimento cerebral 2. Programa de Reabilitação Neuropsicológica
superiores que nos permitem comunicar normal, como forma de prevenção e rastreio de
dificuldades futuras (Por ex., quando a pessoa começa a Caso se verifique necessidade, dá-se seguimento à
através de símbolos, aprender,
programação e execução de um plano de
processar, guardar e transmitir vários sentir que se esquece de objectos ou acontecimentos
reabilitação/estimulação cognitiva adequado a
tipos de informação. São também que anteriormente conseguia facilmente recordar-se).
cada pessoa. Pretende-se maximizer as funções
fundamentais para termos consciência cognitivas e a estabilização de um processo de
de nós próprios, tomar decisões e criar. deterioração, tornando as pessoas o mais
Estas funções, podem, por vezes, sofrer A quem se DESTINA?
autónomas possíveis e contribuindo para a sua
alterações devido a fatores externos,  Doenças do foro psiquiátrico (Perturbações do qualidade de vida. Tais como:
motivando uma intervenção . Humor, da Ansiedade, da Personalidade,  Atenção / Concentração
Esquizofrenia…)
 Memória
 Demenciais (Alzheimer, Parkinson, Demência
 Perceção
Vascular,…)
 Planeamento e resolução de problemas
 Declínio Cognitivo Ligeiro
 Personalidade
 Lesões Cerebrais (AVC, Traumatismo
Crânio-encefálico)  Linguagem
 Orientação temporo-espacial
 Doenças do Movimento (Ataxia, Discinesia,
Distonia)  Emocionais (aspetos comportamentais e
motivacionais)
 Perturbações do Sono

 Hiperatividade com Défice de Atenção


3. Programa de Apoio Familiar
 Avaliação pré e pós-operatória (em pacientes
Realização de programas de intervenção
neurocirúrgicos)
psicoeducacional e psicoterapia com a família.