Vous êtes sur la page 1sur 4

Página Parágrafo Linha Onde se lê Deve-se ler

17 1 1-3 “pós “Lei da Reforma ADEQUAR FONTE AO RESTO


Psiquiátrica” – Lei Federal nº DO ARTIGO
10.216/2001. Tomaremos como
base a Portaria do Ministério da
Saúde Nº 3.088, de 23 de”
17 3 4-5 “No caso da Saúde Mental “No caso da Saúde Mental, no
no Brasil” Brasil,”
18 1 3-8 “...reorientou aquele “...redirecionou o modelo
modelo assistencial assistencial em Saúde Mental,
hegemônico ao prever a centrado na internação hospitalar,
substituição progressiva e para o cuidado focado em recursos
programada dos manicômios extra-hospitalares, com a
(na redação original) do “finalidade permanente” de
paradigma psiquiátrico – “reinserção social do paciente em
PP, do modelo seu meio” (Art. 4º, § 1º). Por
hospitalocêntrico- tanto, condiciona a indicação
medicalizador, apoiado nos de internação, em qualquer
pressupostos médico- modalidade, a intervenção via
curativos da biomedicina e recursos prévios extra-
da psicologia clínica, de hospitalares. Inclusive veda-
controle e na anulação da se a internação em
diferença. instituições de características
asilares (desprovidas da
capacidade de assegurar a
assistência integral – serviços
médicos, de assistência
social, psicológicos,
ocupacionais, de lazer, e
outros; e, dos direitos básicos
previstos pela própria
legislação, no Art. 2º, as
pessoas portadoras de
transtornos mentais). Busca-se
o redirecionamento do paradigma
psiquiátrico – PP, do modelo
hospitalocêntrico-medicalizador,
apoiado nos pressupostos médico-
curativos da biomedicina e da
psicologia clínica, de controle e na
anulação da diferença.”

18 1 9 “serviços de base RETIRAR ÁSPAS


comunitária e territorial”
18 2 1 “|” RETIRAR “|”
18 2 1 “...apesar de o objetivo “...apesar do objetivo
principal...” principal...”
19 1 3 “...produzido pela trajetória “...produzido pela trajetória do
do louco...” louco...”
20 2 1 “Cabe destacar que, quando “Cabe destacar que quando
citamos o PPS,” citamos a Reforma
Psiquiátrica Brasileira (RPB),”
20 2 6 “... a partir da remissão da “a partir da liberdade
liberdade...”
21 1 3 “...como o marco “...UM marco regulatório que
regulatório que redefine...” redefine...”
21 1 6 “...o modelo e “...o modelo e funcionamento
funcionamento das Redes de em rede dos serviços extra-
serviços extra-hospitalares” hospitalares...”
22 1 8-10 “...o reordenamento de “...o reordenamento do
modelos assistenciais não modelo assistencial não
determina necessariamente o determina necessariamente
cotidiano institucional. as práticas no cotidiano
Segundo Luz... institucional. Conforme Luz...”
22 1 16 “...práticas institucionais...” “...práticas cotidianas e
institucionais.”
23 2 3-4 “...também são “...também são
potencialmente potencialmente estruturas de
estruturadoras de territórios territórios e vice-versa –
(como no caso das normas como no caso das normas de
de conduta em certos conduta em certos espaços.”
espaços) e vice-versa.”
23 2 4-5 “Apesar de os costumes...” “Apesar dos costumes...”
23 2 8 “...os limites entre norma “...pode-se compreender que
jurídica e norma moral os limites entre normal
acabam por se diluírem.” jurídica e norma moral estão
em constante diálogo.”
24 2 6 “...em que o território...” “...em que o território...”
24 2 17 “...e substituindo os SUPRIMIR
distritos sanitários.”
25 1 1 “A territorialidade refere-se “Neste sentido, no contexto
à área geográfica...” político-administrativo das
políticas públicas de Saúde, a
territorialidade refere-se a
área geográfica...”
25 1 5 “...da integralidade da “... da integralidade, da
atenção...” atenção...”
25 2 18 “...componentes da Rede...” “...componentes da RAPS...”
26 1 2 “e c) território como “e c) território como orientador
orientador das atividades das atividades terapêuticas. Dar-
terapêuticas.” se-á maior ênfase a esta terceira
perspectiva.”
26 3 3-7 “Por um lado, a perspectiva “Por um lado, o território como
da territorialidade dos “continente”, como a base
serviços, adequada às material que comporta (e até
regiões de saúde – e, neste detém) os equipamentos e
sentido, território emerge serviços. Por outro, a perspectiva
como sinônimo de região. da territorialidade dos serviços,
Por outro, o território como adequada às regiões de saúde – e,
continente, como a base neste sentido, território emerge
material que comporta (e até como sinônimo de região.”
detém) os equipamentos e
serviços.”
27 2 2 “Trata-se do foco deste SUPRIMIR
trabalho.”
27 2 12 “...componentes da Rede,...” “,,,componentes da RAPS,...”
29 1 8 “Seu pensamento impactou “Seu pensamento impactou na
na emergência na “Nova emergência da “Nova
Epistemologia”.” Epistemologia”
29 1 10-11 “os determinantes sociais “as determinações e
da doença e da saúde.” determinantes sociais da
saúde e da doença.”
29 2 1-4 “Para Milton Santos (1994) “Para Milton Santos (1994) não é
não é o território em si e o território em si e per si que
per si (compreendido como importa à análise geográfica (com-
base, materialidade objetiva, preendido como base,
necessária da vida social e materialidade objetiva, necessária
recorte administrativo da vida social e recorte
formal da ação estatal, de administrativo formal da ação
enquadramento na escala estatal, de enquadramento na
nacional) que importa à escala nacional),...”
análise geográfica,...”
29 2 8-9 “também “as redes sociais, a “também as redes sociais, a
produção social e a relação produção social e a relação
cultural e afetiva com o cultural e afetiva com o lugar
lugar” (SANTOS, 1994, (SANTOS, 1994).”
p...).”
31 2 7-10 “Respeitando esses “Respeitando esses procedimentos
procedimentos, teoricamente se delimitariam o conjunto de
a articulação com o áreas adscritas referentes às
território permitiria o competências dos equipamentos e
desenvolvimento de projetos serviços, que atuariam “em
terapêuticos baseados na articulação com o território” e em
série de pressupostos rede, permitindo o
referentes ao paradigma psi- desenvolvimento de projetos
cossocial.” terapêuticos baseados na série de
pressupostos referentes ao
paradigma psicossocial.”
34 1 3 “...usuários em regime “...usuários da Rede.”
semi-aberto.”
34 2 10 “permeiam o cuidado.” “permeiam o cuidado.”
35 2 1 “Uma série de conflitos “Uma série de conflitos podem
pode emergir...” emergir...
36 1 10 “...dada a contingência, “...dada a contingência,
imprevisibilidade e imprevisibilidade e
multidimensionalidade da multidimensionalidade da vida.”
vida?”
37 1 15 “...Esse conjunto de fatores “Esse conjunto de fatores faz com
faz que...” que...”
38 1 9 “...técnico e atualização.” “...técnico e atualização do
profissional.”
40 2 1 “O território, cada vez mais, “O território, cada vez mais, tem
tem assumido...” assumido...”
40 2 8 “Do ponto de vista empírico, “Do ponto de vista empírico, o
o conceito de território tem conceito de território tem
ganhado...” ganho...”
41 3 2 “...para muitos usuários o “...para muitos usuários a própria
próprio ato de sobrevivência existência em si...”
em si”
41 3 2 “...por isso território.” “...por isso território. O corpo-
louco é uma ocupação.”
42 1 2 “...engajamento mais “...engajamento mais profundo; ...
profundo, ...” “
42 1 2-4 ““...quanto de seu sentido
terapêutico, se também prescinde
à crítica aos conflitos e
contradições inerentes a
abordagem territorial, pautada
pela RPB, em relação à
(re)produção de práticas
manicomiais no cotidiano
institucional e dos usuários.”

42 2 6 “...e polissêmicas que os “...e polissêmicas, que os riscos e


riscos e desafios se põem.” desafios se põem.”
42 1 3 “...ou seja, de fazer circular “...ou seja, de fazer circular e
e comunicar, a existência...” comunicar. A existência...”

Notas de Rodapé
Página Nota Linha Onde se lê Deve ler-se
25 13 2 “... “...deveriam ser absorvidas
deveriam ser absorvidas pelos pelos CAPS e Unidades
CAPS...”
Básicas de Saúde (UBS).”

Referências Bibliográficas
Página Linha Onde se lê Deve ler-se