Vous êtes sur la page 1sur 25

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR.

COSTA MATOS - VILA NOVA


DE GAIA

2018-2021

Excelência
Integração
Empreendedorismo
Comprometimento
Cooperação
Solidariedade
AG R U P AM E N T O D E E S C O L AS D R . C O S T A M AT O S
ESCOLA SEDE | ESCOLA BÁSICA DR. COSTA MATOS

VILA NOVA DE GAIA

Índice
Introdução ......................................................................................................................................................................... 4
1 Diagnóstico ............................................................................................................................................................... 5
1.1 CARACTERIZAÇÃO DO AGRUPAMENTO ................................................................................................................ 5
1.1.1 Referencial Identitário: Patrono ........................................................................................................................ 5
1.1.2 As escolas .......................................................................................................................................................... 5
1.1.3 O meio ............................................................................................................................................................... 5
1.2. Organização do Agrupamento (organograma) .................................................................................................... 1
1.3. Parcerias e Protocolos ........................................................................................................................................... 1
1.4. Análise SWOT ........................................................................................................................................................ 9
2 Orientações Estratégicas de resposta às necessidades da Escola e do Meio ......................................................... 10
a) Missão, Visão e Valores .......................................................................................................................................... 10
b) Plano de Ação Estratégico....................................................................................................................................... 11
2.1 - Eixo da Ação 1: Cultura Organizacional ............................................................................................................ 12
2.2 - Eixo de Ação 2: Qualidade do Serviço Educativo .............................................................................................. 14
2.3 - Eixo de Ação 3: Gestão e Liderança .................................................................................................................. 19
2.4 - Eixo de Ação 4: Projeção Local, Nacional e Internacional ................................................................................ 21
3 Acompanhamento e Avaliação ............................................................................................................................... 22
3.1 Divulgação........................................................................................................................................................... 22
3.2 Monitorização e avaliação .................................................................................................................................. 22
4 Anexos ..................................................................................................................................................................... 23

2
AG R U P AM E N T O D E E S C O L AS D R . C O S T A M AT O S
ESCOLA SEDE | ESCOLA BÁSICA DR. COSTA MATOS

VILA NOVA DE GAIA

“O valor das coisas não está no tempo em que elas duram,


Mas na intensidade com que acontecem.
Por isso existem momentos inesquecíveis,
Coisas inexplicáveis e pessoas incomparáveis.”

Fernando Pessoa

3
AG R U P AM E N T O D E E S C O L AS D R . C O S T A M AT O S
ESCOLA SEDE | ESCOLA BÁSICA DR. COSTA MATOS

VILA NOVA DE GAIA

Introdução

O Projeto Educativo (com linhas orientadoras atualizadas, metas educativas claras e mensuráveis), farol do
trabalho desta unidade organizacional, prevê a consecução de objetivos comuns, alicerçados no bem estar e
felicidade de quem acolhe alunos, em primeiro plano, professores, pessoal não docentes, pais e encarregados de
educação…, dos quais destaco o sucesso escolar de todos – puxando ao máximo pelas mais valias dos alunos e com
enfoque na qualidade das aprendizagens realizadas.
Não se trata de um projeto de rutura, embora seja inovador, quer na qualidade quer na quantidade (quatro)
dos eixos de ação propostos: (i) cultura organizacional, (ii) qualidade do serviço educativo prestado, (iii) liderança e
gestão e (iv) projeção local, nacional e internacional. O Agrupamento tem cumprido o seu trabalho de modo
meritório, atendendo à confiança depositada pelos alunos e encarregados de educação, suportada na excelência do
corpo docente (muito habilitado, experiente e motivado), nos técnicos (psicólogos, educadora social, terapeuta…) e
no trabalho inestimável dos assistentes técnicos e operacionais.
“Melhor Futuro” são duas das seis palavras do slogan eleito pela comunidade escolar, e que nos acompanhará
nestes três anos de duração do Projeto Educativo (até 2021), coincidindo com o final do mandato do Diretor. “Mais
Escola, Mais Educação, Melhor Futuro!” norteará a Missão desta instituição educativa que completará 16 anos de
existência em junho de 2019, referência a nível local, regional e nacional, graças ao empenho coletivo em prol das
crianças e dos alunos.
Assente numa Visão em que o comprometimento e a responsabilidade são pano de fundo da sua ação, o
Agrupamento de Escolas Dr. Costa Matos potenciará o melhor de cada aluno, promovendo a valorização das
diferenças e dos estilos de aprendizagem, e apoiando-se em valores intrínsecos ao ser humano que a excelência, o
empenho, a inclusão e o humanismo são meros exemplos.
A componente internacional terá enfoque neste período, no âmbito da celebração de projetos com escolas
ou instituições educativas de outros países - Erasmus+ - ou de outras ações/eventos que habilitem esta instituição a
ser (re)conhecida fora do nosso país, pelo desempenho exemplar na área educacional. As parcerias merecerão o
nosso interesse e, por isso, manteremos as atuais, sem desprezar outras de relevo para a ação do Agrupamento e
que nos ajudem a promover o sucesso escolar dos alunos, e a combater o abandono escolar, já com taxas residuais.
Eis, pois, um documento participado, merecedor da atenção de uma comunidade educativa dedicada,
proporcionando o melhor que tem a quem tudo merece: as nossas crianças e os nossos alunos.

Filinto Lima, diretor

4
AG R U P AM E N T O D E E S C O L AS D R . C O S T A M AT O S
ESCOLA SEDE | ESCOLA BÁSICA DR. COSTA MATOS

VILA NOVA DE GAIA

1 Diagnóstico
1.1 CARACTERIZAÇÃO DO AGRUPAMENTO
1.1.1 Referencial Identitário: Patrono
A homologação de abertura e funcionamento do Agrupamento de Escolas Dr. Costa Matos remonta ao ano de
2003, tendo em conta o modelo de organização normalizado pelo disposto no Decreto-Lei n.º 115 A/98, de 4 de
Maio.
O nome do Agrupamento resulta de uma justa homenagem prestada por toda a Comunidade Educativa ao Patrono
da escola sede, Dr. Costa Matos, o homem que esteve à frente do seu destino durante 22 anos e à qual dedicou
esforço, entusiasmo, perseverança, inteligência e trabalho. O seu valor enquanto pedagogo e dirigente escolar é,
ainda hoje, reconhecido por colegas, alunos e funcionários.

1.1.2 As escolas
Integram o Agrupamento as seguintes escolas básicas: Dr. Costa Matos, para os 2.º e 3.º Ciclos; Devesas, Matas,
Quinta dos Castelos, Bandeira e Cabo Mor, para o 1.º Ciclo e Educação Pré-escolar. As quatro primeiras escolas
pertencem à União de Freguesias de Santa Marinha e Afurada e as duas últimas à União de Freguesias de Mafamude
e Vilar do Paraíso.
A sede do Agrupamento, a direção e os serviços administrativos funcionam na Escola Básica Dr. Costa Matos.

1.1.3 O meio
As freguesias abrangidas pelo Agrupamento são espaços urbanos do concelho de Vila Nova de Gaia. Áreas
extensas e densamente povoadas, têm no comércio e nos serviços as suas atividades económicas mais marcantes.
No entanto, a área de influência das seis escolas não se confina aos seus marcos geográficos, uma vez que uma parte
significativa dos alunos entra nas escolas não apenas através do fator residência, mas também devido ao trabalho
dos pais que ocorre nesta área.

5
AG R U P AM E N T O D E E S C O L AS D R . C O S T A M AT O S
ESCOLA SEDE | ESCOLA BÁSICA DR. COSTA MATOS

VILA NOVA DE GAIA

Figura 1 - Localização das escolas que constituem o Agrupamento

A malha humana que caracteriza esta comunidade educativa é, assim, pluricultural e acolhe realidades
bastante diferentes, o que levou ao desenvolvimento de uma identidade muito própria, com um perfil de abertura,
flexibilidade e adaptação contínua à mudança. A todos se exige grande empenho e participação, no sentido da
integração de diversas necessidades educativas, da inclusão das diferenças e da diversidade.
A educação é encarada neste Agrupamento como a construção complexa e coerente de princípios e valores
modeladores de atitudes e comportamentos, do saber integrado, articulado e multidisciplinar, que elevam o nível de
consciência do indivíduo, lhe conferem maturidade cívica e ativa, permitindo entender o seu lugar no mundo, no
país, na escola e na família e o preparam para o exercício democrático de uma vida proativa e responsável.
Para isso, a estrutura organizacional do Agrupamento funciona dentro de uma cultura sistémica e integrada, em que
os atos humanizantes são um traço a sustentar a sua Missão perfeitamente incorporada por toda a comunidade
educativa.

6
AG R U P AM E N T O D E E S C O L AS D R . C O S T A M AT O S
ESCOLA SEDE | ESCOLA BÁSICA DR. COSTA MATOS

VILA NOVA DE GAIA

1.2. Organização do Agrupamento (organograma)

Figura 2 - Estrutura organizacional

7
AG R U P AM E N T O D E E S C O L AS D R . C O S T A M AT O S
ESCOLA SEDE | ESCOLA BÁSICA DR. COSTA MATOS

VILA NOVA DE GAIA

1.3. Parcerias e Protocolos

Cientes da importância na Educação da celebração de Parcerias com as mais diversas entidades, para além
de outras que possamos atrair, eis aquelas com as quais continuaremos a ter relação:

 Centro de Formação de Escolas Associadas Gaia Nascente


 Centro de Saúde Pública
 Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia/Espinho
 Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia
 União de freguesias de Santa Marinha e Afurada
 União de freguesias de Mafamude e Vilar do Paraíso
 Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto (FPCEUP)
 Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (FMUP)
 Faculdade de Desporto da Universidade do Porto (FADEUP)
 Equipa Local de Intervenção (ELI)
 Centro de Recurso TIC para a Educação Especial (CRTIC)
 Universidade de Trás-Os-Montes e Alto Douro (UTAD)
 Centro de Respostas Integradas (CRI)
 Centro de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ)
 Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental (APPACDM)
 Centro de Reabilitação da Granja
 Centro de Reabilitação Profissional de Gaia
 Cooperativa para a Educação e Reabilitação de Cidadãos Inadaptados (Cercigaia)
 Escola Superior de Educação do Porto
 Universidade Fernando Pessoa
 Ordem de Psicólogos Portugueses
 Escola Superior de Educação Jean Piaget
 Fórum Cultural Gulpilhares
 Escola de Música de Perosinho
 Conservatório do Porto
 Conservatório Regional de Vila Nova de Gaia
 Academia de Vilar do Paraíso
 Ginasiano

8
AG R U P AM E N T O D E E S C O L AS D R . C O S T A M AT O S
ESCOLA SEDE | ESCOLA BÁSICA DR. COSTA MATOS

VILA NOVA DE GAIA

1.4. Análise SWOT

Tendo em consideração a análise swot resultante da última avaliação externa e a auscultação à comunidade
educativa, apresenta-se uma versão atualizada capacitadora para o desenvolvimento deste documento estratégico:

PONTOS FORTES PONTOS FRACOS


 Lideranças;  Deficientes instalações da escola sede;
 Qualidade do trabalho docente;  Ferramentas digitais desatualizadas;
 Qualidade do trabalho do pessoal não docente;  Taxas de insucesso elevadas comparadas
 Escola aberta, disponível e recetiva aos pais e encarregados de educação; com a média nacional;
 Elevada participação dos alunos em atividades promovidas pelo  Projeto Educativo com linhas orientadoras
Agrupamento; desatualizadas, metas educativas pouco
 Resposta adequada ao perfil de funcionalidade apresentado pelos alunos claras e dificilmente mensuráveis;
com necessidades de apoio dos docentes da Educação Especial;  Falta de uma estratégia integradora e
 Aposta no plano de ação tutorial como contributo para a melhoria de articulada de educação para a cidadania;
comportamentos e resultados escolares;  Metodologias ativas experimentais
 Aposta na orientação e reorientação vocacional dos alunos; insuficientes nas aprendizagens das
 Envolvimento da Associação de Estudantes nos projetos da escola sede; crianças / alunos;
 Elevada oferta de modalidades desportivas no âmbito do Desporto Escolar;  Insuficiente trabalho colaborativo e de
 Análise e reflexão dos resultados escolares dos alunos por parte das observação de aulas entre pares;
estruturas competentes;  Reduzida articulação vertical entre os
 Trabalho cooperativo entre docentes; diversos ciclos de ensino;
 Existência de um bom ambiente educativo nas escolas do Agrupamento  Resistência à mudança;
em termos de relações pessoais e profissionais: corpo docente estável;  Poucas atividades experimentais;
aposta na formação contínua; dinamização de sessões informativas sobre  Deficiente envolvimento parental na vida
problemáticas e assuntos considerados prioritários; convívio entre pessoal escolar.
docente e não docente;
 Duas bibliotecas escolares ligadas à Rede de Bibliotecas Escolares;
 Forte dinâmica da equipa educativa das bibliotecas na promoção e
organização de actividades diversas;
 Equipamentos áudio-visuais e informáticos em todas as escolas do
Agrupamento;
 Intervenção ativa e empenhada das Associações de Pais;
 Qualidade das parcerias do Agrupamento com efeito na melhoria das
condições da prestação do serviço educativo;
 A cooperação com o serviço educativo da Autarquia na resposta às
necessidades e expetativas da comunidade, nomeadamente nas AEC;
 Aposta na imagem do Agrupamento com visibilidade a nível local, regional
e nacional: realização de iniciativas que envolvem alunos e docentes de
vários níveis e escolas do Agrupamento.
OPORTUNIDADES AMEAÇAS
 Reconhecimento da imagem institucional do AECM;  Políticas educativas: condições de
 Estabelecimento de parcerias e protocolos de colaboração com entidades trabalho, desvalorização do desempenho
que garantam mais valias para o Agrupamento; profissional, não contratação de pessoal
 Projetos de interação com entidades nacionais e internacionais que técnico e operacional;
garantam mais valias para o Agrupamento;  Descrédito da imagem e da autoridade do
 Empenho das Associações de Pais e Encarregados de Educação; professor;
 Inclusão de todos os alunos, incluindo os provenientes de outros países.  Número crescente de disfuncionalidades
nas famílias;
 Escolas secundárias da área com boas
condições físicas.

9
AG R U P AM E N T O D E E S C O L AS D R . C O S T A M AT O S
ESCOLA SEDE | ESCOLA BÁSICA DR. COSTA MATOS

VILA NOVA DE GAIA

2 Orientações Estratégicas de resposta às necessidades da Escola e do Meio

Sendo a principal missão de um Agrupamento de escolas ensinar, os seus profissionais devem ser
norteados para a consecução desse objetivo, fazendo-o com qualidade, atribuindo à instituição o dever de,
também, educar e formar jovens cidadãos, sustentáculo de uma sociedade mais humana, justa e
democrática. A Missão, a Visão e os Valores que defendemos, serão operacionalizados nos 4 eixos de ação
estratégicos que adotamos, e a seguir apresentamos.

a) Missão, Visão e Valores

Suportado no slogan "Mais


Escola, Mais Educação,
Melhor Futuro" o
Agrupamento
Criar um contexto de
proporciona uma cultura aprendizagem desafiador e
educativa visando a promotor de sucesso com um
Excelência, a Inclusão e o ensino que valorize as
Comprometimento, diferenças individuais e
garantindo o total diversos estilos de
desenvolvimento: intelectual, aprendizagem, potenciando o
físico, social, emocional, melhor de cada um.
moral e espiritual

Excelência e Empenho
Inclusão e Cooperação
Respeito e Responsabilidade
Humanismo e Tolerância
Criatividade e Empreendedorismo
Ética e Equidade

VALORES

10
AG R U P AM E N T O D E E S C O L AS D R . C O S T A M AT O S
ESCOLA SEDE | ESCOLA BÁSICA DR. COSTA MATOS

VILA NOVA DE GAIA

b) Plano de Ação Estratégico

•Identidade e imagem
CULTURA
•Clima de Escola
ORGANIZACI
•Circuitos de informação e
ONAL
comunicação

•Inovação
•Oferta formativa
•Resultados Académicos
QUALIDADE
•Resultados Sociais
DO SERVIÇO
EDUCATIVO •Planeamento e Articulação
•Práticas de Ensino
EIXOS DE •Cultura de Supervisão
Colaborativa
AÇÃO
•Autonomia
•Capacitação e
LIDERANÇA E desenvolvimento
GESTÃO •Motivação e Empenho
•Autoavaliação

PROJEÇÃO
LOCAL, •Redes, Protocolos e
NACIONAL E Parcerias
INTERNACIO •Internacionalização
NAL

11
AG R U P AM E N T O D E E S C O L AS D R . C O S T A M AT O S
ESCOLA SEDE | ESCOLA BÁSICA DR. COSTA MATOS

VILA NOVA DE GAIA

2.1 - Eixo da Ação 1: Cultura Organizacional


EIXO DE AÇÃO I: CULTURA ORGANIZACIONAL
DOMÍNIOS OBJETIVOS METAS INDICADORES
Expositores, painéis,
Divulgar junto dos vários públicos a Missão,
desdobráveis, lonas,
Visão e Valores.
site.
Melhorar os símbolos identitários do
Agrupamento: o logótipo, a placa
Símbolos
identificativa da escola sede e a criação de
uma bandeira e de uma mascote.
Nº elementos do coro
Criar o coro e a orquestra do AECM.
Nº atuações do coro
Fotos dos grupos
Criar o espólio das gerações de finalistas
turmas
(9.º ano) do AECM.
Livro de finalistas
Quantidade e
I. A IDENTIDADE E A IMAGEM

qualidade das
Reabilitar e conservar os espaços verdes. intervenções nos
Desenvolver uma visão espaços verdes das
estratégica para afirmar o escolas
sentido de pertença e de Organizar e implementar uma sinalética Nº de painéis
identificação da comunidade nos espaços. sinalizadores
com a escola. Consolidar a imagem do Agrupamento
através da Equipa de Imagem e Marketing
(EIMAECM):
 Melhorar o site;
 Facultar crachás de identificação do Plano de atuação da
pessoal não docente; EIMAECM
 Identificação, na Portaria, através Inventário do material
de um Crachá – Visitante / EE – das personalizado
pessoas externas à escola;
 Personalização do material
escolar/equipamento com a marca
AECM
Utilizar o hall dos pavilhões para mostra do
património artístico e cultural do Inventário do material
Agrupamento, bem como os prémios e exposto
distinções obtidos.
Dinamizar, anualmente, grupos de N.º de momentos de
discussão e reflexão sobre o partilha/grupos.
funcionamento da escola e a prática Relato de práticas de
I.B CLIMA DE ESCOLA

educativa. partilha no AECM


Disponibilizar caixa de sugestões (física e
Melhorar os relacionamentos
site) para recolha de opiniões sobre o N.º de sugestões
e o clima de escola no seio da
funcionamento da escola.
comunidade educativa
Realizar, ao longo do ano, atividades que N.º de eventos
contribuam para melhorar os N.º de participantes
relacionamentos e o bem-estar docente e Grau de satisfação da
não docente. comunidade educativa
Celebrar as datas de aniversário do pessoal Cartão de Parabéns
12
AG R U P AM E N T O D E E S C O L AS D R . C O S T A M AT O S
ESCOLA SEDE | ESCOLA BÁSICA DR. COSTA MATOS

VILA NOVA DE GAIA

docente e não docente. online

Plano de atuação da
Melhorar o plano de comunicação.
EIMAECM
N.º de acessos
Melhorar a funcionalidade do site.
Grau de satisfação
Divulgar, anualmente, pelo menos, três N.º notícias no site e
I.C CIRCUITOS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO

boas práticas do Agrupamento. outros


Implementar modelos normalizados para
Modelos/minutas
documentos institucionais.
Promover, anualmente, a criação de um
poster por cada ação estratégica do PEA N.º posters por ação
Melhorar os circuitos de como instrumento de estratégica do PEA
comunicação interna e divulgação/comunicação do Agrupamento.
externa, em termos de Publicitar no site os planos de emergência
segurança, rapidez e rigor e segurança de todas as escolas do Site
no tratamento da Agrupamento.
informação N.º de participantes
Qualificar a equipa da Proteção Civil.
N.º de horas de formação
Promover, anualmente, pelo menos uma
ação de formação destinada ao pessoal
N.º participantes
docente e não docente para melhor
N.º horas formação
utilização das ferramentas de
comunicação digitais.
N.º boletins / Newsletters
Promover iniciativas para divulgação do
Posters / Página da
AECM, através dos diversos meios de
escola/ Imprensa local
comunicação locais e nacionais.
Facebook /TV/Rádio

13
AG R U P AM E N T O D E E S C O L AS D R . C O S T A M AT O S
ESCOLA SEDE | ESCOLA BÁSICA DR. COSTA MATOS

VILA NOVA DE GAIA

2.2 - Eixo de Ação 2: Qualidade do Serviço Educativo


EIXO DE AÇÃO II: QUALIDADE DO SERVIÇO EDUCATIVO
DOMÍNIOS OBJETIVOS METAS INDICADORES
Nº de projetos
Nº de disciplinas
Desenvolver um projeto de investigação e/ou
envolvidas
inovação educativa por ciclo.
Nº de alunos docentes e
Promover a não docentes
inovação ao nível Inventário de material
II.A INOVAÇÃO

Investir em equipamento específico para as


das diferentes Verbas aplicadas
diferentes disciplinas.
literacias, nas áreas Parcerias
da ciência, Garantir a presença de, pelo menos dois
Nº de eventos
humanidades, docentes, em Seminários e Palestras
Nº de docentes e não
tecnologia e artes/ promovidas pelas universidades e/ou outras
docentes envolvidos
expressões instituições relacionadas com a educação.
Promover, anualmente, a presença em
congressos, seminários e eventos de, pelo
Nº de presenças
menos, um docente do Agrupamento, enquanto
orador.
N.º alunos inscritos no
ensino especializado
Constituir uma turma de ensino especializado da Parceria com CRG, Fórum
música e dança do 5º ao 9º ano. Gulpilhares, Academia de
Vilar do Paraíso,
Ginasiano…
Promover o ensino N.º de clubes
Criar clubes no âmbito das expressões (artes,
artístico e a prática N.º de alunos e docentes
música, fotografia, dança….).
de desporto envolvidos
N.º de exposições
Realizar, pelo menos, uma exposição por
realizadas por período
período.
N.º alunos envolvidos
II.B OFERTA EDUCATIVA

N.º alunos envolvidos


Garantir a participação de 10% dos alunos da
N.º alunos participante
escola sede nas atividades do Desporto Escolar.
por prova
Desenvolver Envolver os alunos em projetos de leitura e N.º turmas envolvidas
projetos escrita com o envolvimento da Biblioteca N.º de atividades
pedagógicos que Envolver uma sala do pré-escolar e uma turma N.º alunos envolvidos
desenvolvam a do 1º ao 9º ano no Projeto “Eu leio, aprendo e N.º professores leitores
proficiência da cresço”, com o apoio da Biblioteca. N.º livros lidos por turma
leitura e da escrita,
Envolver os pais no Projeto “Famílias Leitoras” – Nº de crianças/pais
na língua materna
Pré-escolar envolvidas

Desenvolver Envolver mais alunos nos pojetos das Nº de alunos envolvidos


projetos Olimpíadas da Matemática, Canguru em cada uma das
pedagógicos no Matemático e Literacia 3D actividades
âmbito da literacia
Matemática

14
AG R U P AM E N T O D E E S C O L AS D R . C O S T A M AT O S
ESCOLA SEDE | ESCOLA BÁSICA DR. COSTA MATOS

VILA NOVA DE GAIA

Desenvolver
projectos N.º de eventos realizados
Realizar, anualmente, pelo menos três
pedagógicos que N.º de alunos envolvidos
atividades próprias das comunidades presentes
visem a promoção Cf. Estratégia de Educação
no Agrupamento.
da para a Cidadania na Escola
multiculturalidade

N.º de atividades
Desenvolver
realizadas por ano
projetos Envolver a totalidade das turmas em, pelo
N.º de turmas envolvidas
pedagógicos que menos, uma atividade de educação/intervenção
por ano
promovam a ambiental, anual.
Cf. Estratégia de Educação
educação ambiental
para a Cidadania na Escola
Nº de atividades
realizadas por ano
Envolver a totalidade das turmas em, pelo Nº de turmas envolvidas
Desenvolver menos, uma atividade de educação para a por ano
projetos saúde, anual. Cf. Estratégia de Educação
pedagógicos que para a Cidadania
promovam a na Escola
educação para a Relatórios PAA
saúde Incentivar a participação de, pelo menos, 5% Nº de Clubes/projetos
dos alunos da escola sede em atividades e Nº alunos envolvidos
projetos extracurriculares. Cf. Estratégia de Educação
para a Cidadania na Escola
Assegurar respostas Proporcionar aos alunos com multideficiência Nº de alunos envolvidos
educativas para respostas específicas diferenciadas no Centro de Cf. Estratégia de Educação
adequar o processo Apoio à Aprendizagem. para a Cidadania na Escola
de ensino e
aprendizagem dos
alunos com Mobilizar medidas de suporte à aprendizagem e
100% de inclusão
necessidades de à inclusão para responder às necessidades
Nº RTP’s
mobilização de educativas de todas e de cada uma das crianças
Nº PEI’s
medidas de suporte e jovens ao longo do seu percurso escolar.
à aprendizagem e à
inclusão
Desenvolver o
processo de
II. C RESULTADOS

Melhorar a taxa de sucesso da avaliação interna


Metas do AECM para
ACADÉMICOS

ensino/aprendizage do Agrupamento em cada ciclo,


m perspetivando 2021
face aos valores nacionais e ao histórico.
a melhoria da
qualidade das
aprendizagens e o Melhorar a percentagem de alunos que  Taxa de alunos com nível
sucesso transitam, anualmente, sem níveis inferiores a inferior a três ou
três ou menções inferiores a Suficiente. Insuficiente face ao

15
AG R U P AM E N T O D E E S C O L AS D R . C O S T A M AT O S
ESCOLA SEDE | ESCOLA BÁSICA DR. COSTA MATOS

VILA NOVA DE GAIA

histórico
 Quadro de Honra
 Resultados registados na
Melhorar a taxa de sucesso interna e externa à MISI
disciplina de Matemática.  Histórico dos resultados
internos e externos
 Metas do AECM para
2021
Continuar a proporcionar aos alunos aulas de
N.º de alunos apoiados
preparação para as provas finais
Desenvolver o
processo de
ensino/aprendizagem
perspetivando a
melhoria da
Implementação e concretização com sucesso Taxa de sucesso dos RTP e
qualidade das
aprendizagens e o dos RTP e PEI. PEI
sucesso dos alunos
apoiados pelos
docentes da
Educação Especial
Quadro de Honra
Distinguir e premiar os alunos com melhores N.º diplomas
Reconhecer o
resultados escolares. Cf. Estratégia de Educação
mérito do percurso
para a Cidadania Escola
escolar dos alunos
Quadro Geração
(formas de
Fantástica
valorização do Distinguir e premiar os alunos com projetos
N.º Diplomas
sucesso dos alunos) solidários.
Cf. Estratégia de Educação
para a Cidadania na Escola
Reforçar os meios humanos e físicos do SPO. Equipa do SPO
II.D RESULTADOS SOCIAIS

Reforçar a vigilância com a presença de pessoal N.º de assistentes


não docente operacionais
N.º participações
Melhorar a atitude Cf. Estratégia de Educação
Reduzir em 20% as ocorrências disciplinares.
cívica individual dos para a Cidadania
alunos e as suas na Escola
relações sociais e N.º processos
interpessoais. Cf. Estratégia de Educação
Reduzir em 20% os processos disciplinares.
para a Cidadania
na Escola
N.º reincidências
Reduzir as situações de reincidência. Cf. Estratégia de Educação
para a Cidadania na Escola
Fomentar a Envolver os alunos na organização de atividades
Nº alunos / turmas
participação e do PAA
envolvimento dos N.º de reuniões
Reunir os delegados e subdelegados de turma
alunos e dos Cf. Estratégia de Educação
com a Direção uma vez por período.
encarregados de para a Cidadania na Escola

16
AG R U P AM E N T O D E E S C O L AS D R . C O S T A M AT O S
ESCOLA SEDE | ESCOLA BÁSICA DR. COSTA MATOS

VILA NOVA DE GAIA

educação na vida da N.º de atividades


escola desenvolvidas
Desenvolver atividades em articulação com pais
N.º de pais envolvidos
e encarregados de educação
Cf. Estratégia de Educação
para a Cidadania na Escola
N.º reuniões
Garantir o aumento de 5% da participação dos N.º participantes média
Representantes dos Pais e EE nas reuniões Cf. Estratégia de Educação
trimestrais para a Cidadania na
Escola.

N.º palestras
N.º participantes
Realizar palestras/sessões de responsabilidade
Inquéritos Satisfação
parental com apoio das AP, SPO e outras
Cf. Estratégia de Educação
entidades
para a Cidadania na
Escola.

N.º atividades
Desenvolver, pelo menos, uma atividade por
Cf. Estratégia de Educação
período, em articulação com a Associação de
para a Cidadania na
Estudantes.
Escola.
Melhorar o grau de
satisfação da N.º de registos no Livro
comunidade Criar o Livro de Elogios/Reconhecimento Cf. Estratégia de Educação
educativa para a Cidadania na Escola

Promover ações de Nº atividades/ações


Realizar pelo menos três ações de solidariedade
solidariedade: Impacto das atividades
anualmente, envolvendo
voluntariado e Cf. Estratégia de Educação
a comunidade educativa.
inclusão para a Cidadania na Escola
Proporcionar, progressivamente, aos
N.º de formações e de
professores do agrupamento formação no
formandos
domínio da flexibilidade curricular
II.E PLANEAMENTO E ARTICULAÇÃO

Promover uma Promover e realizar duas reuniões de trabalho


N.º de encontros
cultura de colaborativo por período e por grupo disciplinar,
Registos de observação
flexibilidade e no âmbito da supervisão colaborativa.
articulação
curricular.
Desenvolver a articulação vertical no âmbito das N.º de atividades
diversas disciplinas N.º de turmas envolvidas

Abrir as Bibliotecas N.º leitores


Escolares a todos os N.º de requisições
alunos e à /empréstimos
Aumentar o número de leitores/requisições
comunidade, Relatórios BEs (EB Dr.
tornando-as Costa Matos e EB das
espaços dinâmicos e Devesas)

17
AG R U P AM E N T O D E E S C O L AS D R . C O S T A M AT O S
ESCOLA SEDE | ESCOLA BÁSICA DR. COSTA MATOS

VILA NOVA DE GAIA

inteligentes Criar condições para a candidatura e


implementação de uma nova biblioteca do 1.º
Ciclo na RBE
N.º de atividades
Promover atividades de articulação curricular curriculares articuladas
com as BEs por turma
Relatórios BEs
N.º de atividades de
Desenvolver uma atividade trimestral, por promoção de leitura, por
estabelecimento de ensino, de promoção de estabelecimento de
hábitos e práticas de leitura. ensino
Relatórios BEs
Nº de atividades sobre
literacia da informação e
Desenvolver uma atividade trimestral sobre dos media.
literacias da informação e dos media nos 1.º, 2.º Relatórios BEs
e 3.º ciclos. Cf. Estratégia de Educação
para a Cidadania
na Escola
N.º sessões abertas à
Desenvolver anualmente uma sessão aberta à
comunidade não escolar
comunidade.
Relatórios BEs

Promover cenários N.º de atividades


Desenvolver atividades inovadoras de
de aprendizagem desenvolvidas por
aprendizagem.
II.F PRÁTICAS DE ENSINO

inovadores em turma/trimestre
contexto de sala de
aula
Promover uma visita de estudo anual, por N.º de visitas realizadas
turma. por turma/ano
Grelhas uniformizadas por
Melhorar os Promover a autorregulação/autoavaliação dos disciplina
processos de alunos Critérios Específicos de
avaliação das Avaliação
aprendizagens
Elaborar matrizes para a realização dos testes de Matrizes uniformizadas
avaliação por ano e disciplina
Desenvolver um seminário anual de reflexão N.º de participantes nas
sobre a temática da supervisão. Jornadas
Consolidar um
modelo de
Relatório de avaliação do
supervisão
II.G CULTURA DE

COLABORATIVA

PAE
SUPERVISÃO

pedagógica Envolver todos os docentes do Agrupamento, na


N.º de docentes
colaborativa, em observação de, pelo menos, duas aulas por ano
envolvidos por DC
todos os ciclos de
Registos da observação
ensino, como forma
de desenvolvimento
profissional dos Fazer reuniões mensais de trabalho colaborativo Registos das reuniões
docentes
Criar um sítio de partilha de informação e
Google Drive / Site
documentos por área disciplinar
18
AG R U P AM E N T O D E E S C O L AS D R . C O S T A M AT O S
ESCOLA SEDE | ESCOLA BÁSICA DR. COSTA MATOS

VILA NOVA DE GAIA

2.3 - Eixo de Ação 3: Gestão e Liderança


EIXO DE AÇÃO III: GESTÃO E LIDERANÇA
DOMÍNIOS OBJETIVOS METAS INDICADORES
III. A AUTONOMIA

Prorrogação do Contrato Prorrogação do Contrato de Autonomia do


Contrato de Autonomia
de Autonomia Agrupamento durante o biénio 2018-2020.

Plano de Formação do
Proporcionar a frequência de, pelo menos, AECM e do CFAEGN
uma ação de formação específica e/ou N.º de docentes que
geral a todos os docentes. concluíram, pelo menos,
uma ação por ano
Plano de Formação AECM
Desenvolver uma atividade de formação
N.º de atividades de
no âmbito do Projeto Erasmus+.
formação ERASMUS
Plano de formação do
III.B CAPACITAÇAO E DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL

AECM e do CFAEGN
Proporcionar a frequência de uma ação de
N.º de não docentes que
formação a todos os não docentes.
concluíram, pelo menos,
uma ação por ano
Garantir e estimular a
formação científica,
Garantir formação em Suporte Básico de Plano de Formação do
técnica e pedagógica dos
Vida: DAE (Desfibrilhação Automática AECM e do CFAEGN
recursos humanos do
Externa) Nº de participantes
AECM
Plano de formação do
AECM
Garantir, pelo menos, uma formação na
N.º de acções realizadas
área TIC, anualmente.
anualmente na área das
TIC
Inscrever no Plano de Formação do
Agrupamento, pelo menos, uma ação
N.º de formações e de
anual sobre Educação para a Cidadania e
formandos
Desenvolvimento, em articulação com as
Cf Estratégia de Educação
metas e a visão global definida pela
para a cidadania na Escola
Estratégia para a Educação e Cidadania na
Escola.
Desenvolver uma sessão de formação a
Promover a N.º de sessões de
grupos com um máximo de dez
corresponsabilização dos formação
elementos.
assistentes operacionais
Promover uma reflexão/atividade de N.º de reflexões
e técnicos no serviço
autoavaliação junto dos AO e AT por ciclo /atividades de
educativo
de avaliação. autoavaliação
Realizar, pelo menos, uma reunião
Motiv

Empe

Fomentar lideranças
ação

nho
III C

trimestral entre coordenadores de N.º de reuniões


e

participativas
departamento e coordenadores de

19
AG R U P AM E N T O D E E S C O L AS D R . C O S T A M AT O S
ESCOLA SEDE | ESCOLA BÁSICA DR. COSTA MATOS

VILA NOVA DE GAIA

disciplina.
Realizar uma reunião trimestral do
Departamento do 1.º Ciclo e do N.º de reuniões
Departamento Pré-Escolar.
Realizar, pelo menos, uma reunião
trimestral com os coordenadores de N.º de reuniões
projetos.
Realizar pelo menos uma reunião
trimestral com os coordenadores de N.º de reuniões
estabelecimento e direção.
Realizar, pelo menos, uma reunião
trimestral com o grupo de autoavaliação e N.º de reuniões
a direção.
Promover regularmente reuniões entre os
coordenadores dos AO, AT, SPO e a N.º de reuniões
Direção.
N.º de reuniões anuais
Reativar o grupo de focagem.
Promover o diálogo com o grupo
alargado sobre a Nº de emails com
III. D Cultura de Autoavaliação

Dinamizar uma caixa de sugestões de


qualidade da escola no sugestões/endereço
melhoria on-line.
seio da comunidade eletrónico
educativa Divulgar no site o trabalho desenvolvido
N.º de publicações
pela equipa de auto-avaliação.
Redimensionar a extensão dos
Consolidar práticas de documentos orientadores do
autorregulação e Agrupamento, tendo em vista a eficácia Extensão dos documentos
melhoria comunicativa e a apropriação da
informação pela comunidade educativa.
Capacitar os elementos
Assegurar formação anual aos elementos
da equipa de N.º de participantes
da equipa de auto-avaliação.
autoavaliação

20
AG R U P AM E N T O D E E S C O L AS D R . C O S T A M AT O S
ESCOLA SEDE | ESCOLA BÁSICA DR. COSTA MATOS

VILA NOVA DE GAIA

2.4 - Eixo de Ação 4: Projeção Local, Nacional e Internacional


EIXO DE AÇÃO IV: PROJEÇÃO LOCAL, NACIONAL E INTERNACIONAL
DOMÍNIOS OBJETIVOS METAS INDICADORES
Estabelecer um plano de
parcerias e redes que Criar protocolos de colaboração nas áreas
IV.A REDES, PROTOCOLOS E PARCERIAS

N.º de protocolos
contribua para a da educação, saúde, ambiente,
Diversidade de protocolos
formação integral dos arte/cultura, segurança.
alunos.
Realizar, pelo menos, uma reunião por
Estabelecer um plano de período, com as entidades sociais do
parcerias promotoras da concelho (CPCJ, Serviço de Ação Social da N.º de reuniões
inclusão e da intervenção CMG) para debater as problemáticas que N.º de processos
social afetam o sucesso escolar dos alunos mais
fragilizados familiar e socialmente.
Estabelecer um plano de N.º de
parcerias para Assegurar parcerias com instituições de parcerias/protocolos
qualificação dos ensino superior para acompanhamento e N.º de ações de formação
docentes e melhoria da formação do corpo docente. desenvolvidas em
organização escolar parceria
IV. B INTERNACIONALIZAÇÃO

Participar, anualmente, num projeto


ERASMUS+. N.º de projetos
N.º de docentes e alunos
Contribuir para a envolvidos
construção de uma Participar, anualmente, num projeto Cf. Estratégia de Educação
cidadania europeia, recorrendo à plataforma eTwinning. para a Cidadania na Escola
informada, crítica e
participativa
Protocolos
Promover a geminação de escolas para a
Cf. Estratégia de Educação
estabelecimento de laços de cooperação.
para a Cidadania na Escola

21
AG R U P AM E N T O D E E S C O L AS D R . C O S T A M AT O S
ESCOLA SEDE | ESCOLA BÁSICA DR. COSTA MATOS

VILA NOVA DE GAIA

3 Acompanhamento e Avaliação
3.1 Divulgação
O Projeto Educativo do Agrupamento como documento orientador da atividade educativa e escolar, deve ser
divulgado, para ser conhecido e implementado por todos os elementos da comunidade educativa.
Após a sua aprovação pelo Conselho Geral, deverá ser divulgado anualmente nos órgãos e estruturas educativas,
na página web do Agrupamento, estando também disponível em suporte papel na secretaria da escola, a fim de
poder ser consultado por todos os elementos da comunidade educativa.
Em cada estabelecimento de ensino do Agrupamento estará disponível um exemplar para consulta.

3.2 Monitorização e avaliação


O Projeto Educativo, a vigorar para o triénio de 2018/2019, 2019/2020, 2020/2021 deverá ser avaliado
internamente todos os anos, utilizando para tal os seguintes indicadores:
o Relatórios anuais de avaliação
o Atas
o Resultados da Avaliação Interna
o Resultados da Avaliação Externa
Após a análise dos constrangimentos e obstáculos detetados, será elaborado um plano de melhoria, reajustando,
assim, o plano de ação do Projeto Educativo.
No final do triénio o Conselho Pedagógico deverá proceder a uma avaliação interna do mesmo, considerando tanto o
processo como o produto final do trabalho realizado, que deve ser analisado e refletido de forma a apontar
orientações para o Projeto Educativo seguinte.
Deverão ser proporcionadas condições para submeter o Projeto a uma avaliação externa, que deverá ser encarada
positivamente, em prol de uma melhor qualidade e da dignificação da imagem do Agrupamento, tendo em vista
respostas adequadas e eficazes na formação dos nossos alunos, em particular aumentando o sucesso educativo e
criando níveis de motivação para a continuidade escolar de todos os alunos.
Contudo, a concretização do Projeto Educativo do Agrupamento só poderá efetuar-se com o empenho e a ação de
todos, num trabalho partilhado e colaborativo, realizado no mesmo sentido, de modo a construir o futuro e tornar a
vida nas nossas escolas motivadora, aliciante, enriquecedora e formadora.
A união constrói-se na ação solidária de todos, na consecução dos objetivos claramente definidos para os Eixos de
Ação enunciados.
É dever - é missão - de cada um tomar conhecimento do Projeto Educativo de Agrupamento e promover a sua
concretização, com êxito.

22
AG R U P AM E N T O D E E S C O L AS D R . C O S T A M AT O S
ESCOLA SEDE | ESCOLA BÁSICA DR. COSTA MATOS

VILA NOVA DE GAIA

4 Anexos
4.1. Metas

● Sucesso Educativo

Metas para os resultados da Avaliação Interna (alunos transitados/aprovados)

Referencial
1.º Ciclo Metas 2018/2019 Metas 2019/2020 Metas 2020/2021
2017/2018

Final do 1.º
99 % 99 % 99 % 100%
ano

Final do 2.º
92% 93% 94% 100%
ano

Final do 3.º
99% 99% 99% 100%
ano

Final do 4.º
98% 98 % 99% 100%
ano

Referencial
2.º Ciclo Metas 2018/2019 Metas 2019/2020 Metas 2020/2021
2017/2018

Final do 5.º
92% 95% 98% 100%
ano

Final do 6.º
97% 98% 99% 100%
ano

Referencial
3.º ciclo Metas 2018/2019 Metas 2019/2020 Metas 2020/2021
2017/2018

Final do 7.º
96% 97% 99% 100%
ano

Final do 8.º
97% 98% 99% 100%
ano

Final do 9.º
96% 97% 99% 100%
ano

23
AG R U P AM E N T O D E E S C O L AS D R . C O S T A M AT O S
ESCOLA SEDE | ESCOLA BÁSICA DR. COSTA MATOS

VILA NOVA DE GAIA

Metas para a Qualidade do Sucesso - sem níveis inferiores a três

Referencial
1º Ciclo Metas 2018/2019 Metas 2019/2020 Metas 2020/2021
2017/2018

Final do 1º ano 86% 87% 88% 90%

Final do 2º ano 84% 85% 86% 87%

Final do 3º ano 91% 92% 93% 94%

Final do 4º ano 92% 93% 94% 95%

Referencial
2º Ciclo Metas 2018/2019 Metas 2019/2020 Metas 2020/2021
2017/2018

final do 5º ano 20% 25% 30% 40%

final do 6º ano 24% 30% 35% 40%

Referencial
3º Ciclo Metas 2018/2019 Metas 2019/2020 Metas 2020/2021
2017/2018

Final do 7º ano 31% 35% 40% 50%

Final do 8º ano 43% 50% 55% 60%

Final do 9ºano 35% 50% 55% 60%

24
AG R U P AM E N T O D E E S C O L AS D R . C O S T A M AT O S
ESCOLA SEDE | ESCOLA BÁSICA DR. COSTA MATOS

VILA NOVA DE GAIA

Metas para os resultados da Avaliação Externa

PROVAS FINAIS NACIONAIS – 3.º CICLO

Ano de Referencial 2017-


Disciplina Metas 2018/2019 Metas 2019/2020 Metas 2020/2021
Escolaridade 2018

PORTUGUÊS 59% 59,5% 60% 61%


9.º
MATEMÁTICA 33% 35% 40% 45%
Meta para segurança dos espaços escolares do Agrupamento

Referencial 2017/2018 Meta 2021


Número de acidentes
Reduzir para 110
124

● Abandono escolar precoce

Taxa de abandono precoce

Referencial Metas Metas Metas


Ciclo de ensino
2017/2018 2018/2019 2019/2020 2020/2021

1º Ciclo 0% 0% 0%

2ºCiclo 1,07% 0% 0% 0%

3º Ciclo 0,6% 0% 0% 0%

Redigido pelo Diretor e apresentado em Conselho Pedagógico de 16 de janeiro 2019


Aprovado em Conselho Geral de 27 de fevereiro 2019

25