Vous êtes sur la page 1sur 42

Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo

Tel. (11) 3824-5400 – opções 2 ou 3 (núcleo de relacionamento)


Email: desenvolvimento@crcsp.org.br | web: www.crcsp.org.br
Rua Rosa e Silva, 60 | Higienópolis
01230 909 | São Paulo SP

Presidente: Marcia Ruiz Alcazar


Gestão 2018-2019

Palestra A reprodução total ou parcial,


bem como a reprodução de
apostilas a partir desta obra
intelectual, de qualquer forma
ou por qualquer meio eletrônico
ou mecânico, inclusive através
MARATONA CONTÁBIL de processos xerográficos, de
fotocópias e de gravação,
somente poderá ocorrer com a
- ZONA SUL: permissão expressa do seu
Autor (Lei n.º 9610/1998).

Demonstrações TODOS OS DIREITOS


RESERVADOS:

Contábeis: Pontos de É PROIBIDA A REPRODUÇÃO


TOTAL OU PARCIAL DESTA
APOSTILA, DE QUALQUER
Atenção na FORMA OU POR QUALQUER
MEIO.
CÓDIGO PENAL BRASILEIRO
Contabilidade e na ARTIGO 184.

Gestão Tributária
Outubro/2019
JANEIRO/
Elaborado por:

GLAUCIA NAZARETH FERREIRA

O conteúdo desta apostila é de inteira


responsabilidade do autor (a).
CRCSP - Material exclusivo para uso nas atividades promovidas por este Regional

Maratona Contábil
Universidade São Judas - Campus Santo Amaro

DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS
PONTOS DE ATENÇÃO NA CONTABILIDADE
E
NA GESTÃO TRIBUTÁRIA

Gláucia Nazareth Ferreira


Outubro/2019

2
CRCSP - Material exclusivo para uso nas atividades promovidas por este Regional

Demonstrações Contábeis
representam situação

FINANCEIRA

PATRIMONIAL

DESEMPENHO

FLUXOS DE CAIXA

DC - DEM. CONTÁBEIS
EGP PME MPE
FULL CPCs CPC PME ITG 1.000
BP – Balanço Patrimonial X X X
DR – Dem. do Resultado X X X
DRA – Dem.Result. Abrangente X X -
DMPL – Dem. Mutações PL X X -
DFC – Dem. Fluxo de Caixa X X -
SA.
DLPA –Dem.Lucros e Prej. Acum. cap.aberto
- -
SA.
DVA – Dem. Valor Adicionado
cap.aberto
- -
NE – Notas Explicativas X X X

3
CRCSP - Material exclusivo para uso nas atividades promovidas por este Regional

PILARES CONCEITUAIS - Zelar pela Informação

Relevante

Fidedigna:
se relevante mas não fidedigna não deve ser divulgada

Essência sobre a Forma

4
CRCSP - Material exclusivo para uso nas atividades promovidas por este Regional

Foco Técnico
 ASPECTOS CONTÁBEIS
 ASPECTOS TRIBUTÁRIOS
 ASPECTOS SOCIETÁRIOS

Foco Gerencial
 Qualidade da informação
 Criação de valor ao cliente – Excelência
 Fechamento da DC com anuência do cliente
 Atendimento ao que o leitor das DCs buscam
 Análise de Riscos e Benefícios sobre a norma jurídica
 JULGAMENTO
 Gestão de alto impacto – agregar valor profissional

Vamos checar o entendimento

USUÁRIOS EXTERNOS
“para FINS GERAIS (NBC TG 1.000(R1) e
Obrigação Pública de Prestação de Contas Públicas”

Quais os usuários externos, público alvo, leitores


da Demonstrações Contábeis (DCs) para:
 “fins gerais” NBC TG 1.000 (R1)PME e
 de “empresas com obrigação pública de
Prestação de Contas”?

5
CRCSP - Material exclusivo para uso nas atividades promovidas por este Regional

USUÁRIOS EXTERNOS - PARA FINS GERAIS


NORMA NBC TG 1.000 (R1) PME
 Sócios/Acionistas (capital fechado)

 Credores existentes/potenciais (fornecedores)

 Instituições Financeiras para avaliação de crédito

 Empregados

 Fiscalização municipal, estadual e federal

 Público em geral

USUÁRIOS EXTERNOS - OBRIGAÇÃO PÚBLICA DE PRESTAÇÃO DE CONTAS


UTILIZAR FULL CPC DE 1 A 49 – NÃO UTILIZAR A NBC TG 1.000 PME

6
CRCSP - Material exclusivo para uso nas atividades promovidas por este Regional

ATENÇÃO

CONTABILIDADE SOCIETÁRIA # CONTABILIDADE FISCAL

NBC TG Legislação Tributária

Contabilidade Societária Contabilidade Fiscal

Resultado Contábil: Resultado Tributável:

Lucro Contábil Lucro Real

Prejuízo Contábil Prejuízo Fiscal a compensar

7
CRCSP - Material exclusivo para uso nas atividades promovidas por este Regional

PRINCIPAIS PONTOS DE ATENÇÃO

 IMPAIRMENT Ativo Imobilizado


 AVJ Valor Justo x AVP Valor Presente
 Estoque - Custo ou vr realizável líquido
 Receitas com contrato com cliente NBCTG 47
 Instrumentos Financeiros NBCTG 48
 Ajustes AVJ AVP x distorção de indicadores
 2019 Arrendamento Mercantil NBCTG (R3)
 08/2019 Criptoativo IN 1.888 alteração pela IN1899/2019 de 10/07/2019

IMOBILIZADO e IMPAIRMENT
IMOBILIZADO
 Depreciação linear ou conforme uso do bem
 Imobilizado - Impairment evidência de desvalorização
 Indicadores de desvalorização:
 Declínio
 Obsolescência
 Quebra
 Exemplos:
 Declínio significativo de valor de mercado – Máquina/Veiculo
que parou de ser fabricado
 Obsolescência- equipamento eletrônico com lançamento de
outro mais econômico
 Quebra - máquina quebrada que não tem mais conserto

8
CRCSP - Material exclusivo para uso nas atividades promovidas por este Regional

IMOBILIZADO e IMPAIRMENT
PERDA POR DESVALORIAZAÇÃO DO ATIVO
CASO PRÁTICO:
 Maquina de cortar aço saiu de linha tendo sido substituída por outra de
corte a laser e não há peças de reposição no mercado
 A máquina vem apresentando muitos defeitos e o técnico mencionou que
a produtividade será no máximo por mais 3 meses
 O fluxo de caixa futuro descontado/capacidade de geração de
caixa/capacidade produtiva da produção dos próximos 3 meses, desta
maquina, é de R$ 5.000

DADOS:
 Foi adquirida em janeiro/2015 por R$ 30.000
 Vida útil estimada de 10 anos
 Depreciação linear de 10% ao ano

IMOBILIZADO - IMPAIRMENT
PERDA POR DESVALORIAZÇÃO DO ATIVO
CASO PRÁTICO:
 Maquina adquirida em janeiro/2015 R$ 30.000
 Depreciação linear de 10% aa x 4 anos = 40% (R$12.000)
 = Valor residual em 31/12/2018 R$ 18.000
 (-) Valor recuperável do Ativo R$ 5.000
 = Impairment / Perda por desvalorização (R$13.000)

Lançamento contábil
 D - Perdas por Desvalorização Ativo Imobilizado (DR/despesa)R$13.000
 C - Máquinas e Equipamentos -Ajuste por Perdas por desvalorização do
Ativo R$ 13.000

Ajuste para fins societário, e não tributário IRPJ/CSLL) abrir subconta - IN 1515/2014 Lei
12.973/2014)

9
CRCSP - Material exclusivo para uso nas atividades promovidas por este Regional

ESTOQUES

 Gestão do estoque está estruturada?


 Controle, contabilização e avaliação
 Checagem com controles internos do cliente
 Se for indústria: Identificação dos itens de produção
 Insumos, matéria prima, material de embalagem
 Produtos em elaboração
 Estoque de Produtos acabados - prontos para venda
 Se for comércio: Estoque de Revenda de produtos
 PEPS ou custo médio (CPC 16 ou ITG 1.000 item 13 – UEPS não permitido)
 VALOR DE CUSTO OU VALOR REALIZÁVEL LIQUIDO, o menor

RECEITAS NBC TG 47

 Receitas com contratos com clientes


 Obrigação de Desempenho (performance)
Promessa de transferência do bem ou serviço
 Reconhecer receita na evidência da satisfação da
Obrigação de Desempenho, cumprimento da promessa
contratual
 Cada bem ou serviço pode ser distinto ou em conjunto
 Preço da transação é a contraprestação incluindo
valores fixos, variáveis ou ambos

10
CRCSP - Material exclusivo para uso nas atividades promovidas por este Regional

INSTRUMENTOS FINANCEIROS NBCTG 48 (substitui NBC TG 38)

 Bancos são as entidades mais impactadas. Abrange todas


 Mensuração definida pela empresa:
 custo amortizado (vr.principal + juros) (DR)
 valor justo por meio de outros resultados VJORA (PL)
 ao valor justo por meio do resultado VJR (DR)
 Substituiu a análise individual do título pelo modelo de
negócio atuando na Gestão de toda a carteira
 Divulgação de informações que permita
analisar a Gestão de riscos da entidade
 Contabilização de hedge

AVP - AJUSTE A VALOR PRESENTE

 Recebíveis - AVP Ajuste a Valor Presente


 Recebíveis - Cartão de Crédito conciliação com extrato
 Financiamentos/Contas a Pagar - AVP Ajuste a Valor Presente
 Despesas Financeiras - embutidas no Passivo
 Receitas Financeiras - embutidas no Ativo
AVP - Reflexos nos INDICADORES
Distorções nos indicadores: liquidez, margem bruta e
líquida, EBITDA, etc..
 Covenants Financeiros - índice Endividamento/EBITDA
incluído em contrato

11
CRCSP - Material exclusivo para uso nas atividades promovidas por este Regional

AC - RECEBÍVEIS - CARTÃO DE CRÉDITO

 Conciliação de cartão de crédito - comparar saldo contábil


com extrato da operadora

 Contabilizar as despesas com o cartão pela competência -


data da venda

 Atenção ao regime de competência na virada do mês/ano

PC - FORNECEDORES

CP - IMPORTAÇÃO
 Registrar valores individualizados e não a NF de entrada
 Valor da Invoice, adiantamentos, variação cambial,
tributos da importação

CP - EXPORTAÇÃO
 Forfait AVP - operação de comércio exterior em
que o exportador concede prazo e condições de financiamento ao comprador
internacional, onde um banco compra o recebível pagando a vista.

12
CRCSP - Material exclusivo para uso nas atividades promovidas por este Regional

DR - DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO

Retrospectiva mensal por regime de competência

 Distorções nos Custos: CPV, CMV ou CSV


Análise vertical para encontrar possíveis desvios.

 Tributos: valores contábeis x fiscais x Speds


 ICMS base de cálculo do PIS/COFINS
 IRPJ e CSLL diferidos
 LEI DO BEM - Lei 11.196/05 inovação tecnológica- incentivos

DFC - DEMONSTRAÇÃO DOS FLUXOS DE CAIXA

Análise do fluxo das atividades Operacional,


Investimento e Financiamento
dentro do planejamento

_______________________________________________________

INFORMAÇÕES POR SEGMENTO


Muito importante
CPC 22 obrigatório para empresas no mercados de capitais

13
CRCSP - Material exclusivo para uso nas atividades promovidas por este Regional

NE - NOTAS EXPLICATIVAS

 Objetiva, sucinta, complementando DC

 Eliminando dúvidas do público alvo

Mudanças nas políticas contábeis

 Impairment , AVP

VIGÊNCIA A PARTIR DE 2019

Vigência para 2019


 Criptoativo (moedas virtuais tipo bitcoin-IN 1888/2019 DOU 7/5/12019

Vigência para 2021


 CPC 50 Contratos de Seguro informações relevantes de forma
fidedigna.

14
CRCSP - Material exclusivo para uso nas atividades promovidas por este Regional

ARRENDAMENTO MERCANTIL – NBCTG 06 (R3)

BLOCKCHAIN - FUTURO E EM IMPLANTAÇÃO

 Blockchain = protocolo de confiança


Partidas triplas
Segurança e prevenção a fraude
 Auditado na efetivação
 Se validado, o registro é imutável

 GRU dispensado nos pagamentos no BB direto a Anvisa pelo


PagTesouro - 10/2019
 DOC e TED serão eliminados - substituídos por pagamento
direto ao fornecedor - BC desenvolvendo
 Cartão de crédito - pagamento direto pelo celular pelo QRCODE
com biometria facial ou impressão digital

15
CRCSP - Material exclusivo para uso nas atividades promovidas por este Regional

RELATO INTEGRADO
na Prestação de Contas
para Administração Pública Federal
Relato Integrado - TCU Decisão Normativa 170/2018 para
Prestação de Contas Anuais das unidades de Administração
Pública Federal no Relatório de Gestão 2018
 Capital Financeiro
 Humano
 Intelectual
 Manufaturado
 Natural
 Social e de
 Relacionamento

Planejamento
Tributário

é um conjunto de sistemas legais que tem


como objetivo reduzir o pagamento de
tributos, focando o aumento da
lucratividade da empresa

16
CRCSP - Material exclusivo para uso nas atividades promovidas por este Regional

DIFICULDADES PARA PAGAR TRIBUTOS NO BRASIL

CARGA TRIBUTÁRIA ELEVADA

COMPLEXIDADE TRIBUTÁRIA

EXCESSO DE ALTERAÇÕES + MUDANÇAS


REPENTINAS = AUMENTO DE ERROS

GESTÃO TRIBUTÁRIA CARA

PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO
É IMPRESCINDÍVEL

17
CRCSP - Material exclusivo para uso nas atividades promovidas por este Regional

GESTÃO TRIBUTÁRIA - PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO

 Redução do valor dos tributos


no Preço de Venda

 Estratégia: Evitar incidência, reduzir, adiar/retardar


pagamento somente dentro da legalidade fiscal
 Incentivos fiscais - vantagens do município ou do estado
 Simples como opção de tributo reduzido
 Opção por regime de caixa, quando possível,
para neutralizar tributos sobre inadimplências

Dias que você trabalhou em 2018 para pagar Tributos:


153 dias = 42% de todo o ano!!

18
CRCSP - Material exclusivo para uso nas atividades promovidas por este Regional

GESTÃO TRIBUTÁRIA - PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO

Menor Fatura- Maior


Custo mento Lucro

QUAL A BASE DE CÁLCULO DOS TRIBUTOS ?

IPI
PIS/COFINS • FATURAMENTO
ICMS - ISS

SIMPLES
• FATURAMENTO
PRESUMIDO
IRPJ/CSLL • LUCRO
(Lucro Real) • (FATURAMENTO – CUSTOS/DESPESAS)

19
CRCSP - Material exclusivo para uso nas atividades promovidas por este Regional

___- FATURAMENTO
ORÇAMENTO ANUAL

Necessidade de Plano Orçamentário Anual


 Elaboração junto com o administrador/gerente
 Itens a orçar
PESSOAL/MO DESP. FIXAS MAT.PRIMA MATERIAL

CAPITAL GIRO
SERVIÇOS MANUTENÇÃO INVESTIMENTO
D.FINANCEIRA

INADIMPLÊNCIA ESTOQUE DIST.LUCRO TRIBUTOS

METAS MENSAIS DE VENDAS (qde x preço)

FATURAMENTO ANUAL NECESSÁRIO

PIB BRASIL - 2010 a 2020

20
CRCSP - Material exclusivo para uso nas atividades promovidas por este Regional

Gestão Tributária Pontos de Atenção


______________________________________________
 “Nos Conforme” - SP vigência 01/09/2019
 Lei da Liberdade Econômica - Lei 13.874/2019
 Acordo Trabalhista a tributar Lei 13.976/2019
 ESC - juros menores para MPE
 Aumento de carga tributária disfarçados
 IRPJ adicional 10%
 IRF tabela congelada desde abril/2015
 ICMS exclusão da base do PIS/COFINS
 SIMPLES - exclusão por débito
 Malha fina Receita Federal – inconsistências 2014
 Judicialização
 Reforma Tributária 2019 - 3 propostas
 15 projetos prioritários para MPE

SECRETARIA DA FAZENDA - “NOS CONFORMES”


 Vigência em 01/09/2019
 Programa de estímulo à conformidade tributária
 Estimular a concorrência leal entre contribuintes do ESP
 Contribuintes no regime RPA (regime periódico de apuração)
 Critérios: Adimplência e Aderência entre valores dos
documentos X escrituração fiscal
 CATEGORIAS: A+, A, B, C,D,E (não ativo) e NC (não classificado)
 Consultar até 5º dia útil subsequente ao mês consultado
CONSULTA PÚBLICA: OPOSIÇÃO ou AUTORIZAÇÃO
após: ACEITAR A CLASSIFICAÇÃO, CONCORDÂNCIA , AUTORIZA A
DIVULGAÇÃO E RENUNCIA À DISCORDÂNCIA
 Decreto 64.453/2019 regulamenta art. 5º da Lei Complementar 1.320/2018
https://www3.fazenda.sp.gov.br/CAWEB/Account/Login.aspx

21
CRCSP - Material exclusivo para uso nas atividades promovidas por este Regional

“LEI 13.874 LIBERDADE ECONÔMICA” - DOU 20/SET/2019


“Estado atrapalhando menos quem produz”

 Registro de Ponto para + de 20 funcionários


 Alvarás e Licenças - dispensa para atividade de baixo risco
 E-social - substituição por sistema mais simples
 CTPS - carteira de trabalho eletrônica
 Documento Publico Digital com mesmo valor que original
 Abuso regulatório - prejuízo à concorrência ou à atividade
econômica
 Personalidade jurídica – PJ não se confunde com seus sócios
 Personalidade jurídica - Desconsideração - fraude, prática de ato
ilícitos, desvio de finalidade e confusão patrimonial

LEI 13.876 TRIBUTAÇÃO DE IRF E PREVIDÊNCIA SOBRE


VERBAS REMUNERATÓRIAS DOS ACORDOS TRABALHISTA
 Passam a ser tributados pelo IRF e previdência social
 Separar verbas do acordo trabalhista em
natureza indenizatória (isentas)
natureza remuneratório (tributadas pelo IRF PP)

 VERBA INDENIZATÓRIA: mínimo de 1 salário mínimo por mês


 Aviso prévio, FGTS, multa 40%, VT, VR, PLR eventual, prêmios e
bonificações eventuais, danos morais, férias pagas na rescisão

 VERBA REMUNERATÓRIA: salário, HE, férias durante trabalho,


adicional noturno, periculosidade e insalubridade, prêmios
habituais, PLR, habitual, gratificação de função

22
CRCSP - Material exclusivo para uso nas atividades promovidas por este Regional

ESC - Empresa Simples de Crédito

 A ESC não pode se identificar como banco


 Em 2 meses foram criadas 100 ESC em 18 estados
 Sendo no estado de SP 33 ESC
 Produtos: Empréstimo, financiamento e desconto de título
 Público alvo: somente micro e pequena empresa
Juros média de 3,5% am
 Não pode cobrar tarifa
 ESC não pode negociar acima de seu capital social
 Proibida as transações (captação ou emprestar) com
administração pública – Lei Complementar 167/2019

AUMENTO DA CARGA TRIBUTÁRIA disfarçado

 CCP retenção 4,65% CSLL/Cofins /Pis/Pasep 22/Junho/2015


 Reoneração da Folha de Pagamento Set/2018

Lucro Real: IRPJ adicional 10% acima de R$ 20 mil.


Congelado desde 1996 sem reajuste

Fonte: blog Siga o Fisco

23
CRCSP - Material exclusivo para uso nas atividades promovidas por este Regional

AUMENTO DA CARGA TRIBUTÁRIA disfarçado


Carga tributária na fonte aumentada – Lei 13.137/2015
Retenção na fonte 4,65% CCP (CSLL/COFINS/Pis/Pasep) cód. 5952

DE:
 Era limite de isenção para valores inferiores a R$ 5 mil e
cumulativo dentro do mês Lei 10.925/2004

PARA:
 “Montante a ser Pago” – base de incidência diária
 DARF: dispensa igual ou inferior a R$ 10 Lei 13.137-
22/06/2015
 Base tributável para retenção CCP a partir de
R$ 215,17 (4,65% x 215,17 = R$10,01)

TABELA IRF - IPCA 2015 a Agosto/2019 em 28,83%


Tabela IRF 2019 vigente desde abril/2015 limite de isenção R$
1.903,98 (IPCA acumulado de 28,83% . Isenção seria de R$ 2.452,90)

IPCA: % no ano YTD


ano 2019 Jan - Agosto YTD 2,54% 28,83%

ano 2018 3,75% 25,64%


ano 2017 2,95% 21,10%
ano 2016 6,29% 17,63%
ano 2015 10,67% 10,67%

24
CRCSP - Material exclusivo para uso nas atividades promovidas por este Regional

05/DEZ/2019 - AGENDA DO STF


EXCLUSÃO DO ICMS NA BASE DE CÁLCULO DO PIS /COFINS
Julgamento dos EMBARGOS DA PGFN

 REPERCURSSÃO GERAL: Exclusão do ICMS da base do


PIS/COFINS, extensivo a todas as empresas - RE 574.706/PR.
 Na prática apenas quem obteve sentença transitada em julgada
 MODULAÇÃO DOS EFEITOS (restringir a eficácia retroativa)
 STF definirá se a partir da data do julgamento (acórdão DOU
02/10/17) ou retroage a anos anteriores
 PGR já se pronunciou por não retroagir
 ICMS destacado na NF ou ICMS recolhido – PGFN quer levar
discussão para STJ
Obs.: Telefônica obteve direito a R$6 bi, Receita iniciou fiscalização

EXCLUSÃO DO SIMPLES POR DÉBITOS - PARA 2020

 Termo de Exclusão do Simples sendo enviado


 Débitos declarados n PGDAS
 Notificação pelo DTE - SN Domicílio Tributário
Eletrônico do Simples Nacional
 Relatório de Débitos está no link “Relatório
de Pendências” do Termo de Exclusão recebida no DTE-SN
 Contestação - prazo de 30 dias ou
 Exclusão com pagamento em 30 dias da ciência do Termo de
Exclusão
 Previsão legal no Inciso V art. 17, inciso I do art. 29, inciso II do caput e § 2º
do art. 30 da Lei Complementar 123/2006

25
CRCSP - Material exclusivo para uso nas atividades promovidas por este Regional

PJ - MALHA FISCAL
IRPJ/CSLL
Inconsistências
autoregularização
ano 2014
5.241 autuações
de março-maio/19
+ de R$ 1 bi
SP - R$ 474.949.425
Junho/19 - ano 2015
+ 14 mil PJ
+ de R$ 1,5 bi

JUDICIALIZAÇÃO

Poder Legislativo
PODER Poder
CONGRESSO EXECUTIVO JUDICIÁRIO
NACIONAL

Câmara Juízes área


Presidência tributária,
Senado
trabalhistas, cível,
criminal, saúde,
meio ambiente,...

26
CRCSP - Material exclusivo para uso nas atividades promovidas por este Regional

JUDICIALIZAÇÃO - Tributos questionados judicialmente


AUMENTO DA CARGA TRIBUTÁRIA disfarçado

 Exclusão da CPRB da base do PIS/COFINS: só para a empresa


que obtiver êxito na ação judicial
 Exclusão do ICMS da base do IRPJ/CSLL lucro presumido
 “TRAVA DOS 30% “ limite da compensação do Prejuízo Fiscal
- STF confirmou constitucionalidade (Apet 02/07/2019)

“Reforma Tributária 2019”


1. PEC 45/2019
IBS - Imposto sobre Bens e Serviços
2. IVA - Imposto sobre Valor Agregado
3. IVA DUAL Projeto do Governo

27
CRCSP - Material exclusivo para uso nas atividades promovidas por este Regional

1. “Reforma Tributária” PEC 45/2019 - CAMARA


IBS - Imposto sobre Bens e Serviços
Unificação de 5 tributos IPI, PIS, Cofins, ICMS e ISS
 Cria o IBS dos 3 entes: federal, estadual e municipal
 Cria o Imposto Seletivo federal
Mera simplificação do recolhimento. Valores no mesmo nível
 IBS de 20% . Após 10 anos de transição seria 25% - 32%
 Aumento de 8,72% para área de serviços (33% do total atual)
 Renuncia Fiscal de R$ 300 bi
 Compensação com aumento de impostos sobre
 transações financeiras e taxação de lucros e dividendos
 Inclusão da tributação da economia digital
 Cria Comitê Gestor Nacional do IBS com os 3 entes federativos
 autor Baleia Rossi MDB/SP

1. IBS - PEC 45/2019

28
CRCSP - Material exclusivo para uso nas atividades promovidas por este Regional

1. IBS - PEC 45/2019

2. Reforma Tributária” SENADO


IVA Imposto sobre Valor Agregado
Extingue os tributos
IPI/IOF/CSLL/PIS/PASEP/COFINS/ICMS/ISS/CIDE/sal.Educ.
 Cria o IVA estimado em 25%
 Quer adotar o IVA dual igual ao projeto do governo
 Desonerar a folha de pagamento de 20% para 14%
 Se desonerar folha, IVA iria para 28/29%
 Reduzir tributação das empresas e
 Tributar distribuição de dividendos
Relator Roberto Rocha PSDB/MA

29
CRCSP - Material exclusivo para uso nas atividades promovidas por este Regional

3. “Reforma Tributária” Projeto do Governo


Ministério da Economia a ser apresentada
 Cria IVA DUAL
 1º Fusão de 4 tributos federais PIS/COFINS+ IPI-IOF
 2º Fusão do estadual e municipal: ICMS e ISS
 CSLL + contribuição sobre a folha de pagamento
 Mantido IRPJ, IOF e Cide
 Cogitava criar Imposto sobre Pagamentos (ex CPMF).
 Proposta anterior: IVA ÚNICO com “calibragem (%) ” a definir
 Se 1,2% por exemplo,
numa compra de R$ 1.000
o consumidor pagaria 1,2% = R$ 12
e o vendedor pagaria 1,2% = R$ 12
 Autor Paulo Guedes Ministro da Economia

IBS substituição do IPI/PIS/COFINS/ICMS/ISS. Não inclui IRPJ/CSLL

Fonte DCI

30
CRCSP - Material exclusivo para uso nas atividades promovidas por este Regional

11/09/2019

1. NF eletrônica para motoristas de aplicativos


2. NF eletrônica para serviços
3. ST - ICMS aplicado às MPEs
4. Dispensa Certidão Negativa para empresas em recuperação
judicial (de 36 para 48 meses parcelamento)
5. Recuperação Judicial, extrajudicial e falência do EMPRESÁRIO e
da sociedade
6. Mudança da Lei geral da MPE –SIMPLES regime tributário
especial
7. Mudança Lei das SAs. Criação da “SAS” S.A.SIMPLIFICADA
http://www.agenciasebrae.com.br/sites/asn/uf/NA/sebrae-e-frente-parlamentar-da-mpe-definem-15-projetos-como-prioridade-de-votacao-no-
congresso,115ce7578712d610VgnVCM1000004c00210aRCRD?utm_source=akna&utm_medium=email&utm_campaign=Press+Clipping+FENACON+-+12+de+setembro+de+2019

11/09/2019

8. Inclusão de “Sociedade” no Simples Nacional-Abertura capital


9. Débitos e exclusão do Simples - quitação de 30 para 90 dias
10. FGTS para abertura de MPE
11. Isenção de imposto para capita de INVETIDOR -ANJO
12. Legislação Trabalhista favorável às MPE
13. Inclusão do Sebrae no CGSN-Comite Gestor do SIMPLES NACIONAL
14. Reforma Tributária – manter Contribuição patronal no SIMPLES
15. Acompanhamento da Reforma Tributária - tratamento
tributário diferenciado aos pequenos negócios

31
CRCSP - Material exclusivo para uso nas atividades promovidas por este Regional

Análise e Comparativo
das opções tributárias

___
Check list para Opção Regime Tributário
 Customizado para cada empresa
 Elaboração junto com o administrador/gerente
 Necessidade de Plano Orçamentário Anual
 Questionário:
 qual faturamento anual (janeiro a dezembro)?
 qual o resultado anual esperado? Lucro anual
estimado?
 qual o gasto total com Pessoal?
 qual o índice de inadimplência? Análise para opção
pelo regime caixa no Simples
 há algum benefício fiscal para sua atividade?

32
CRCSP - Material exclusivo para uso nas atividades promovidas por este Regional

PRAZO LEGAL PARA OPÇÕES


SIMPLES - PRESUMIDO OU LUCRO REAL

Opção inicio de atividades opção anual

SIMPLES 30d da IM ou IE Janeiro


competência ou
caixa
(última emitida) Até último dia útil
 Base para análise: estimar faturamento anual x lucro tributável(ref.
Fevereiro anualpagto
PRESUMIDO primeiro pagamento
do mês de Janeiro)
ou
LUCRO REAL primeiro pagamento ABRIL
Ref. 1º trim.

Tendência de enquadramento da melhor opção “anual”


OPÇÕES FATURAMENTO FUNCIONÁRIOS RESULTADO/
LUCRATIVIDADE

BAIXO Fator “r” ALTA


SIMPLES FP/RB < 28% LUCRATIVIDADE
FATURAMENTO Anexo V
= ou>28% Anexo III
BAIXO ALTA
PRESUMIDO LUCRATIVIDADE
FATURAMENTO

BAIXA
REAL ALTO LUCRATIVIDADE
FATURAMENTO
ESTAGNAÇÃO
PREJUÍZO

33
CRCSP - Material exclusivo para uso nas atividades promovidas por este Regional

Fator “r” - SIMPLES Anexo III ou Anexo V

Fator “r” igual ou menor que 28% Anexo III

Fator “r” maior que 28% Anexo V

SIMPLES, PRESUMIDO OU LUCRO REAL


OPÇÃO BASE DE IRPJ CSLL OUTROS
CÁLCULO TRIBUTOS

SIMPLES FATURAMENTO
% x Fat DAS
Enquadrar no Pagamento unificado com todos os tributos da
tipo de Anexo, atividade
faixa e alíquota

PRESUMIDO FATURAMENTO 15% + 9% Pagamento


% x Fat adic. 10% individualizado
Presumir o lucro
conf. Atividade
De 1,6% a 32%
REAL LUCRO 15% + 9% Pagamento
TRIBUTÁVEL adic. 10% individualizado

34
CRCSP - Material exclusivo para uso nas atividades promovidas por este Regional

Exemplos
RECEITA (-) DESPESAS E Atividade Serviços - R$
LUCRO TRIBUTÁVEL

RECEITA BRUTA/FAT 100.000

(-) DESPESA 30.000


Folha de Pgto 40.000
========
Total Despesas (70.000)

(=) LUCRO/(PREJUIZO) 30.000 e


(no 2º exemplo Lucro
tributável 10.000)

1.Vamos checar o aprendizado?

Simulação da melhor OPÇÃO

Calcular valor dos tributos pelo:


- SIMPLES
- Lucro Presumido e
- Lucro Real
Dados
 Faturamento R$ 100.000
 Despesa da Folha de Pagamento R$ 40.000
 Lucro Tributável R$ 30.000

35
CRCSP - Material exclusivo para uso nas atividades promovidas por este Regional

1. Vamos checar o aprendizado?

Simulação da melhor OPÇÃO


resposta

Calcular valor dos tributos pelo:


- SIMPLES R$ 16.000
- Lucro Presumido R$ 17.530
(IRPJ R$ 6.000, CSLL R$ 2.880, PIS/COFINS/ISS R$ 8.650)
- Lucro Real R$ 19.720
(IRPJ R$ 5.500, CSLL R$ 2.700, PIS/COFINS/ISS R$ 11.520)

Qual melhor opção? - Cálculo IRPJ/CSLL e DAS


Exemplo Atividade SIMPLES LUCRO LUCRO REAL
Serviços PRESUMIDO

RECEITA 100.000 Anexo III 32% do Fat


BRUTA/FAT FATOR r = 32.000
40%
(-) DESPESA 30.000 Receita IRPJ IRPJ
Folha de Pgto 40.000 bruta em 12 15% X 32.000 = 15% X 30.000 =
Outras despesas ======== meses: 4.800 4.500
(70.000) 1ª faixa 6% 10% X 12.000 = 10% X 10.000 =
= 6.000 Ex. 1.200 1.000
LUCRO TRIBUTÁVEL 30.000 primeiro IRPJ 6.000 IRPJ 5.500
mês CSLL 9% =2.880 CSLL 9% =2.700
4ª faixa 16% TOTAL 8.880 TOTAL 8.200
= 16.000

36
CRCSP - Material exclusivo para uso nas atividades promovidas por este Regional

Exemplo 1 - Qual melhor opção?


OPÇÃO Qual melhor
BASE DE CÁLCULO IRPJ opção?
CSLL PIS/COFINS
ISS
TOTAL ou
DAS
SIMPLES RECEITA DAS
1ª FAIXA - 6% BRUTA/FAT.
4ª FAIXA - 16%
100.000
1ª faixa até acumulado 12 16.000
180k meses 1.200k Melhor
4ª faixa de 4ª faixa de opção
720k a 1.800k 720kA 1.800k

PRESUMIDO 100.000 6.000 2.880 8.650 17.530

LUCRO REAL LUCRO 5.500 2.700 9.250 (2.730) 19.720


TRIBUTÁVEL = 7.520
30.000 + 5.000=
11.520

Qual melhor
Cálculos do opção?
Atividade SIMPLES,
SIMPLESPresumido
LUCROou Lucro Real
LUCRO REAL
Exemplo Serviços PRESUMIDO

RECEITA BRUTA/FAT 100.000 Anexo III FATOR 32% do Fat


r = 40% 32.000

(-) DESPESA 30.000 Receita bruta IRPJ IRPJ


em 12 meses: 15% X 32.000 = 15% X 30.000 =
Folha de Pgto 40.000
1ª faixa 6% = 4.800 4.500
Outras despesas ======== 6.000 Ex. 10% X 12.000 = 10% X 10.000 =
(70.000) primeiro mês 1.200 1.000
4ª faixa 16% = IRPJ 6.000 IRPJ 5.500
16.000 CSLL 9% =2.880 CSLL 9% =2.700
TOTAL 8.880 TOTAL 8.200

Cumulativo Não Cumulativo


0,65% e 3% PIS 1,65%
(=) 30.000
PIS 0,65% COFINS 7,6%
LUCRO/(PREJUIZO) COFINS 3% ISS 5%
ISS 5%

37
CRCSP - Material exclusivo para uso nas atividades promovidas por este Regional

2.Vamos checar o aprendizado?

Simulação da melhor OPÇÃO

Calcular valor dos tributos pelo:


- SIMPLES
- Lucro Presumido e
- Lucro Real
Dados
 Faturamento R$ 100.000
 Despesa da Folha de Pagamento R$ 40.000
 Lucro Tributável R$ 10.000

2. Vamos checar o aprendizado?

Simulação da melhor OPÇÃO


resposta

Calcular valor dos tributos pelo:


- SIMPLES R$ 16.000
- Lucro Presumido R$ 17.530
(IRPJ R$ 6.000, CSLL R$ 2.880, PIS/COFINS/ISS R$ 8.650)
- Lucro Real R$ 13.920
(IRPJ R$ 1.500, CSLL R$ 900, PIS/COFINS/ISS R$ 11.520)

38
CRCSP - Material exclusivo para uso nas atividades promovidas por este Regional

Exemplo 2 - Qual melhor opção? Lucro de R$ 10.000 (10%)


OPÇÃO BASE DE CÁLCULO IRPJ CSLL PIS/COFINS TOTAL IRPJ+
ISS CSLL+ PIS +
COFINS ou
DAS
SIMPLES1ª DAS
faixa até 180k RECEITA
1ª FAIXA - BRUTA/FAT
6%4ª faixa DE 100.000
720kA 1.800k 4ª faixa
4ª FAIXA - 16% 16.000

PRESUMIDO 100.000 6.000 2.880 8.650 17.530

LUCRO REAL LUCRO 10.000 1.500 900 9.250 (2.730) 13.920


= 7.520 Melhor
+ 5.000= Opção
11.520

39
CRCSP - Material exclusivo para uso nas atividades promovidas por este Regional

MOTIVOS DA MORTALIDADE
Estudo “Causa Morti” Sebrae

PLANEJAMENTO PRÉVIO

GESTÃO EMPRESARIAL

COMPORTAMENTO EMPREENDEDOR

40
CRCSP - Material exclusivo para uso nas atividades promovidas por este Regional

Bibliografia
• ICMS SP “Nos Conformes”: Lei Complementar 1.320/2018 art. 5º e 12º regulamentados pelo
Decreto 64.453/2019
• Lei 13.876 de 20/09/2019 - Acordo Trabalhista - Tributação sobre verbas remuneratórias
• Lei 13.874 de 20/09/2019 - Lei da Liberdade Econômica
• Lei 12.973/2014 de 13/05/2014
• Resolução CGSN 140 de 22/05/2018
• Lei 13.670/2018 de 30/05/2018 alterando a Lei 12.546/2011
• Lei 13.137/2015 art.24 ref. a Lei 10.833/2003 art. 31 e 35
• Lei Complementar 167/2019 - ESC
• Lei Complementar 123/2006 – SIMPLES NACIONAL
• Lei Complementar 155/2016

NBCTG Full, PME, NBCTG 1.000, ITG 1.000 site do CFC


 CRIPTOATIVOS - IN 1.888/2019 da SRF DOU 07/05/2019
http://www.in.gov.br/web/dou/-/instruÇÃo-normativa-nº-1.888-de-3-de-maio-de-2019-87070039
 Relato Integrado - TCU Decisão Normativa 170/2018 para Prestação de Contas Anuais das
unidades de administração pública Federal no Relatório de Gestão 2018
https://portal.tcu.gov.br/imprensa/noticias/tcu-adota-relato-integrado-para-a-prestacao-de-contas-da-administracao-publica-
federal.htm

41
CRCSP - Material exclusivo para uso nas atividades promovidas por este Regional

Canal de comunicação
Uma maneira rápida e fácil de entrar em contato

Disponível no portal do CRCSP – www.crcsp.org.br

42