Vous êtes sur la page 1sur 2

Potenciômetro Digital

Veja o circuito

Funcionamento:

O áudio presente na entrada irá ter o seu nível controlado pela tensão DC aplicada no pino
dois do CI MC3340P. O nível de áudio apresentado na saída poderá ser variado desde zero
até um valor, em amplitude, quatro vezes maior do que o da entrada. Para conseguirmos o
controle da tensão DC, que será aplicada, no pino dois do MC3340P, utilizamos dois
amplificadores operacionais CA3140. Um deles opera como seguidor de tensão (AO1) e
tem a função de monitorar a tensão sobre os capacitores de 1uF, como a sua impedância de
entrada é muito alta a carga destes capacitores se manterá por um longo tempo. Estes
capacitores serão carregados ou descarregados através da atuação das duas chaves.
Pressionando-se a chave indicada pelo sinal (+) a tensão sobre o capacitor aumenta e o
volume, ou sinal de áudio na saída, também. Pressionando-se a chave indicada pelo sinal (-)
a tensão diminui e o áudio na saída também. Conseguimos assim variar a tensão DC e variar
o áudio. Ao soltarmos qualquer uma das chaves a tensão sobre os capacitores de 1uF se
manterá, isto devido a alta impedância de entrada do CA3140, desta forma o volume, depois
de ajustado, não se alterará. A função do segundo operacional é, fazendo a função de
amplificador inversor, injetar corretamente o nível DC no MC3340P. Ele é necessário pois
quando maior a tensão aplicada no pino dois maior é a atenuação do áudio na saída, olhando
o circuito podemos perceber que: ao pressionarmos a chave (+) a tensão sobre os capacitores
aumenta e a tensão no pino 6 do AO1 também, sendo assim ao invés de aumentarmos o
áudio na saída estaríamos o abaixando. O AO2 faz uma comparação entre as tensões
aplicadas nas suas duas entradas e gera uma tensão correta na saída. Quando mais eu
carrego os capacitores menor é a tensão no pino 6 do AO2, desta forma eu aumento o nível
de áudio na saída. Quando menor a tensão nos capacitores maior a tensão no pino 6 do AO2
e menor o nível de áudio na saída. Esta configuração também impede picos no nível do
áudio ao ligarmos e desligarmos o circuito.

Características do circuito:

Tensão de alimentação = 12 Vcc.


Corrente de consumo = 80mA.
Resposta em freqüência = plana entre 20Hz a 20Khz.
Nível máximo na entrada = 0,5Vrms ou 1,4Vpp.
Nível do sinal na saída = entre zero a quatro vezes a amplitude da entrada.
Todos os dados foram obtidos utilizando como carga de saída um resistor de 10K.

Características do MC3340P:

Tensão de alimentação = 8 a 18 Vcc.


Máxima tensão de entrada = 0,5Vrms.
Ganho em tensão = 13dB.
Atenuação máxima = 80dB.
Freqüência de trabalho = até 1Mhz plana.
Para maiores informações visite o site da motorola.

É importante ressaltar que os capacitores de 1uF devem ser de polyester e de boa qualidade,
para que apresentem a menor corrente de fuga possível. É a tensão sobre os mesmos que
define o nível de áudio ou volume na saída. Variando-se o valor dos resistores de 10 Mohms
e dos capacitores de 1uF consegue-se variar a velocidade com que o nível de áudio aumenta
e ou diminua. Foram testados valores de resistores de até 33K ohms com capacitores de
470uF. O funcionamento é parecido só que, devido a corrente de fuga do capacitor
eletrolítico de 470uF, a tensão sobre ele e, conseqüentemente, o nível na saída diminuía com
o tempo.

Conclusão:

Apresentamos um circuito que, através de dois push-bottom normalmente abertos, pode


controlar o volume de um amplificador de áudio, substituindo os potenciômetros
convencionais. Outras aplicações podem se basear neste circuito, como exemplo podemos
citar:
- Controle automático de ganho.
- Controles de tonalidade.
- etc.

Espero que este circuito possa servir como base para muitas novas idéias.