Vous êtes sur la page 1sur 30

Interbits – SuperPro ® Web

1. (G1 - ifba 2017) Numa área circular, medindo 314 m2 , o proprietário


resolve inscrever um quadrado. Na área quadrada ele irá cimentar e na área
restante plantará capim. O valor numérico correspondente à medida da área
que será destinada ao plantio de capim, em m2, considerando π  3,14; é um
valor:
a) irracional
b) inteiro menor que 150
c) ímpar
d) inteiro maior que 170
e) dízima periódica

2. (Pucsp 2017) Considere uma circunferência tangente aos eixos


ortogonais cartesianos nos pontos A e B, com 10 cm de raio, conforme
mostra a figura.

Sabendo que os pontos E, F, C, D (k, 4) estão alinhados, a medida do segmento


EF é
a) 1,0 cm
b) 1,5 cm
c) 2,0 cm
d) 2,5 cm

3. (Uem 2017) A sequência infinita de números reais p1, p2, p3, , pn, é
obtida da seguinte maneira: p1 é o perímetro, em centímetros, do triângulo
equilátero inscrito em uma circunferência de raio 0,5 cm; p2 é o perímetro,
em centímetros, do quadrado inscrito em uma circunferência de raio 0,5 cm
e assim por diante, de modo que pn é o perímetro, em centímetros, do
polígono regular de n  2 lados inscrito em uma circunferência de raio
0,5 cm.

Página 1 de 30
Interbits – SuperPro ® Web

Assinale o que for correto.


01) p2  p6 .
02) O termo geral da sequência pode ser dado pela fórmula
(n 2)  2π 
pn  2  2 cos  .
2 n2
04) Para todo inteiro positivo n, temos pn  π.
08) p4  2,5.
16) p1 é um número racional.

4. (Enem 2017) Pivô central é um sistema de irrigação muito usado na


agricultura, em que uma área circular é projetada para receber uma
estrutura suspensa. No centro dessa área, há uma tubulação vertical que
transmite água através de um cano horizontal longo, apoiado em torres de
sustentação, as quais giram, sobre rodas, em torno do centro do pivô,
também chamado de base, conforme mostram as figuras. Cada torre move-
se com velocidade constante.

Um pivô de três torres (T1, T2 e T3 ) será instalado em uma fazenda, sendo


que as distâncias entre torres consecutivas bem como da base à torre T1 são
iguais a 50 m. O fazendeiro pretende ajustar as velocidades das torres, de tal

Página 2 de 30
Interbits – SuperPro ® Web

forma que o pivô efetue uma volta completa em 25 horas. Use 3 como
aproximação para π.

Para atingir seu objetivo, as velocidades das torres T1, T2 e T3 devem ser, em
metro por hora, de
a) 12, 24 e 36.
b) 6, 12 e 18.
c) 2, 4 e 6.
d) 300, 1.200 e 2.700.
e) 600, 2.400 e 5.400.

5. (Fuvest 2016) Dois aviões vão de Brasília a Moscou. O primeiro voa


diretamente para o norte, até atingir o paralelo de Moscou, quando então
muda o rumo para o leste, seguindo para o seu destino final. O segundo voa
para o leste até atingir o meridiano de Moscou, tomando então o rumo
norte até chegar a esta cidade.

a) Desprezando as variações de altitude, qual avião terá percorrido a maior


distância em relação ao solo? Justifique sua resposta.
b) Calcule a diferença entre as distâncias percorridas, supondo que a Terra
seja esférica.

Note e adote:
cos 56  0,56; sen 56  0,83; cos 16  0,96; sen 16  0,28

Latitude e longitude de Brasília: 16S e 48W

Latitude e longitude de Moscou: 56N e 37E

Raio da Terra: 6.400 km

6. (Fuvest 2016) Uma bola de bilhar, inicialmente em repouso em um


ponto P, situado na borda de uma mesa de bilhar com formato circular,
recebe uma tacada e se desloca em um movimento retilíneo. A bola atinge
a borda no ponto R e é refletida elasticamente, sem deslizar. Chame de Q o
ponto da borda diametralmente oposto a P e de θ a medida do ângulo QPR.

Página 3 de 30
Interbits – SuperPro ® Web

a) Para qual valor de , após a primeira reflexão, a trajetória da bola será


paralela ao diâmetro PQ?
b) Para qual valor de , após a primeira reflexão, a trajetória da bola será
perpendicular a PQ?
c) Supondo agora que 30    60, encontre uma expressão, em função de ,
para a medida a do ângulo agudo formado pela reta que contém P e Q e
pela reta que contém a trajetória da bola após a primeira reflexão na
borda.

7. (Fuvest 2016) São dadas três circunferências de raio r, duas a duas


tangentes. Os pontos de tangência são P1, P2 e P3 .

Calcule, em função de r,

a) o comprimento do lado do triângulo equilátero T determinado pelas três


retas que são definidas pela seguinte exigência: cada uma delas é
tangente a duas das circunferências e não intersecta a terceira;
b) a área do hexágono não convexo cujos lados são os segmentos ligando
cada ponto P1, P2 e P3 aos dois vértices do triângulo T mais próximos a
ele.

Página 4 de 30
Interbits – SuperPro ® Web

8. (G1 - epcar (Cpcar) 2016) Na figura abaixo A, B, C, D, E e F são


vértices de um hexágono regular inscrito numa circunferência de raio 1
metro e centro O.

Se ACE e BDF são triângulos equiláteros, então, a área da parte sombreada,


nessa figura, em m2, é igual a
a) 3  π
3
3
b) π
2
3π
c)
3
d) 3π

9. (Esc. Naval 2016) Um triângulo inscrito em um círculo possui um lado


de medida 24 3 oposto ao ângulo de 15. O produto do apótema do
hexágono regular pelo apótema do triângulo equilátero inscritos nesse
círculo é igual a:
a) 3( 3  2)
b) 4(2 3  3)
c) 8 3  12
d) 2(2 3  3)
e) 6( 2  1)

10. (G1 - ifsul 2016) Um triângulo retângulo tem catetos que medem "x" cm
e 4 7 cm e hipotenusa que mede 16 cm. Na figura abaixo, o diâmetro da
circunferência maior tem o mesmo valor do cateto desconhecido do
triângulo citado. Sabendo-se que os segmentos que passam por A, B e C
dividem o diâmetro da circunferência maior em partes iguais, qual é o valor
da área hachurada, em cm2 ?

Página 5 de 30
Interbits – SuperPro ® Web

63
a) π
2
45
b) π
2
27
c) π
2
19
d) π
2

11. (Uerj 2016) Na figura abaixo, estão representados dois círculos


congruentes, de centros C1 e C2 , pertencentes ao mesmo plano α. O
segmento C1C2 mede 6 cm.

A área da região limitada pelos círculos, em cm2, possui valor aproximado


de:
a) 108
b) 162
c) 182
d) 216

12. (Uem 2015) Um carpinteiro fabrica molduras de madeira


quadrangulares e circulares recortando um quadrado dentro de uma peça
quadrada, e um círculo dentro de uma peça circular, de forma que a
espessura seja constante igual a 2 cm, como mostram as figuras abaixo.

Página 6 de 30
Interbits – SuperPro ® Web

Considerando:

- A1  área recortada da moldura quadrangular (região hachurada);


- M1  área da moldura quadrangular (região cinza);
- A2  área recortada da moldura circular (região hachurada); e
- M2  área da moldura circular (região cinza),

assinale o que for correto.


01) Se A1  A 2 , então M1  M2 .
02) Se M1  M2, então A1  A 2.
04) Se A1  M1, então o lado da moldura quadrangular (região hachurada) é
4(2  2) cm.
08) Se A2  M2, então o diâmetro da moldura circular (região hachurada) é
4(2  2) cm.
A1 A2
16) As razões e são menores do que 2.
M1 M2

13. (Uece 2015) No plano, as circunferências C1 e C2 , cuja medida dos


raios são respectivamente 4 cm e 1 cm tangenciam-se exteriormente e são
tangentes a uma reta r em pontos distintos. Uma terceira circunferência C3 ,
exterior a C1 e a C2 , cuja medida do raio é menor do que 1 cm tangencia a
reta r e as circunferências C1 e C2 . Nestas condições a medida do raio da
circunferência C3 é
1
a) cm.
2
1
b) cm.
3
4
c) cm.
9
5
d) cm.
3

Página 7 de 30
Interbits – SuperPro ® Web

14. (Epcar (Afa) 2014) Na figura abaixo, os três círculos têm centro sobre
a reta AB e os dois de maior raio têm centro sobre a circunferência de
menor raio.

A expressão que fornece o valor da área sombreada é


17π  6 3 2
a) r
9
11π  9 3 2
b) r
12
15π  4 3 2
c) r
9
13π  6 3 2
d) r
12

15. (G1 - ifpe 2014) Um designer gráfico criou uma logomarca para uma
empresa com a forma que lembra uma vírgula, tomando como referência
um círculo de diâmetro AB e dois semicírculos de diâmetros colineares AC
e CB (observe a figura). Sabe-se que AB  12 cm e que CB  2.AC. Determine a
área, em cm2, da região destacada em forma de vírgula.

a) 12π
b) 14π
c) 16π
d) 18π

Página 8 de 30
Interbits – SuperPro ® Web

e) 24π

TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO:


Notações

: Conjunto dos números naturais;


: Conjunto dos números reais;

: Conjunto dos números reais não negativos;
i: unidade imaginária; i2  1 ;
P(A) : conjunto de todos os subconjuntos do conjunto A;
n(A) : número de elementos do conjunto finito A;
AB : segmento de reta unindo os pontos A e B;
arg z : argumento do número complexo z;
a,b  x  : a  x  b
A \ B  x : x  A e x  B
Ac : complementar do conjunto A;
n
 ak xk  a0  a1x a2 x2  ...  an xn,n  .
k 0

Observação: Os sistemas de coordenadas considerados são cartesianos


retangulares.

3
16. (Ita 2012) Um triângulo ABC tem lados com medidas a cm ,
2
1
b  1 cm e c cm . Uma circunferência é tangente ao lado a e também aos
2
prolongamentos dos outros dois lados do triângulo, ou seja, a
circunferência é ex-inscrita ao triângulo. Então, o raio da circunferência,
em cm, é igual a
3 1
a)
4
3
b)
4
3 1
c)
3
3
d)
2
3 2
e)
4

17. (Enem 2010) A ideia de usar rolos circulares para deslocar objetos
pesados provavelmente surgiu com os antigos egípcios ao construírem as
pirâmides.
Página 9 de 30
Interbits – SuperPro ® Web

Representando por R o raio da base dos rolos cilíndricos, em metros, a


expressão do deslocamento horizontal y do bloco de pedra em função de R,
após o rolo ter dado uma volta completa sem deslizar, é
a) y  R.
b) y  2R.
c) y  πR.
d) y  2πR.
e) y  4πR.

18. (Ufsc 2009) Assinale a(s) proposição(ões) CORRETA(S).


01) O gráfico que representa a função trigonométrica f(t)  2 sen  3t  π , t  ,
 3
é:

02) Um estudo do impacto ambiental provocado pelo desmatamento de


uma região prevê que a quantidade de pássaros de certa espécie irá
t

diminuir segundo a lei: n(t)  n0  4 5 em que n0 (n0  0) é a quantidade
estimada de pássaros antes do início do desmatamento e n(t) é a
quantidade existente t anos depois. Então o tempo necessário para que a
população de pássaros dessa espécie se reduza à oitava parte da
população no início do desmatamento é de 7,5 anos.
04) Um produto que custa hoje R$ 100,00 terá seu preço reajustado em 3% a
cada mês. Fazendo-se uma tabela do preço deste produto, mês a mês,
obtém-se uma progressão geométrica de razão 1,3.
08) São dados dois arcos de 60. Um está sobre uma circunferência de 4 cm
de diâmetro e o outro, sobre uma circunferência de 6 cm de diâmetro.

Página 10 de 30
Interbits – SuperPro ® Web

Comparando os comprimentos desses arcos, pode-se afirmar que o


primeiro é o maior.
16) Uma das aplicações dos logaritmos é na medida da intensidade de
terremotos. Na escala Richter, a intensidade I de um terremoto é definida
por: I  2 log E , em que E é a energia liberada pelo terremoto, em kWh, e
3 E0
3
E0  10 kWh. Assim, aumentando em uma unidade a intensidade do
terremoto, a energia liberada fica multiplicada por 100.

Página 11 de 30
Interbits – SuperPro ® Web

Gabarito:

Resposta da questão 1:
[B]

Sabendo que a área destinada ao plantio do capim será o valor da área


circular subtraída a área.

Sabe-se ainda que, quando um quadrado é inscrito em uma circunferência a


diagonal do quadrado (D) é duas vezes o valor do raio (r) da circunferência.
Logo, como a área da circunferência é AC  2  π  r, temos:
AC  π  r 2  314  (3,14)  r 2  r  100  10 m

Calculando a diagonal:
D  2r  2  10  20 m

Logo, para obter a área do quadrado basta descobrir o valor do lado do


quadrado. Sabendo que a diagonal mede 20 m e seja " a " o lado quadrado,
sabe-se que a diagonal de um quadrado é descrita como a 2. Desta
maneira, igualando a diagonal obtida:
20 20 2
20  a 2  a     10 2 m
2 2 2

Logo, a área do quadrado será:


A Q  a  a  10 2  10 2  200 m2

Como a área de plantio de capim é a subtração entre as áreas circular e do


quadrado, temos:

314  200  114 m2 de capim. (Número inteiro menor que 150)

Resposta da questão 2:
[D]

Como a circunferência é tangente aos eixos coordenados e está no primeiro


quadrante, as coordenadas do seu centro são C 10, 10. Logo:

Página 12 de 30
Interbits – SuperPro ® Web

Analisando o triângulo destacado em vermelho, percebe-se que ele tem


catetos 6 e 8 (por Pitágoras). Assim, a coordenada do ponto D será (18, 4).
Ainda: o triângulo em vermelho é semelhante ao triângulo EBC (em azul).
Logo, pode-se escrever:
EC 10
  EC  12,5
10 8
EF  EC  10  EF  2,5

Resposta da questão 3:
01 + 02 + 04 = 07.

[01] VERDADEIRO. Como o número de lados está sempre aumentando e


que os polígonos são regulares, podemos dizer que perímetro tende ao
perímetro da circunferência. Logo p2  p6 .

[02] VERDADEIRO. Calculando:


(1  2)  2π  3 1 3 3 3 2
triângulo  p1  2  2 cos    2 2  2  2  2  p triangequi  3  3  R 3  2
2  1  2 
(2  2)  2π 
quadrado  p2  2  2 cos    2 2  pquadrado  4  4  R 2  4  0,5 2  2 2
2 22
(4  2)  2π  1
hexágono  p4  2  2 cos    3  2  2   3  phexag  6  6R  6  0,5  3
2 42 2

[04] VERDADEIRO. Como o número de lados está sempre aumentando e


que os polígonos são regulares, podemos dizer que perímetro tende ao
perímetro da circunferência ( π). Logo, para todo inteiro positivo n,
temos pn  π.

[08] FALSO. Calculando:

Página 13 de 30
Interbits – SuperPro ® Web

n4
n  2  6  hexágono
p4  6R  3

[16] FALSO. Calculando:


n 1
n  2  3  triângulo equilátero
p1  3  0,5  3  1,5 3

Resposta da questão 4:
[A]


ω  0,24 m h
25
v  ωr
v T1  0,24  50  12
v T2  0,24  100  24
v T3  0,24  150  36

Resposta da questão 5:
a) Com os dados do enunciado, pode-se desenhar a figura a seguir, sendo o
ponto O o centro da Terra, o ponto B a localização de Brasília e o ponto
M a localização de Moscou:

Considerando a Terra como uma esfera, sabe-se que os arcos BA e CM


são iguais e delimitados pelo raio R da terra e um ângulo de 72 (56  16).
Assim, pode-se calcular a distância vertical percorrida por ambos os
aviões:
72πR 2πR
BA  CM  
180 5

Página 14 de 30
Interbits – SuperPro ® Web

Para calcular a distância horizontal BC basta considerar um arco de


circunferência delimitado pela distância de B até o eixo da terra e por um
ângulo de 85 (48  37). Assim, pode-se escrever:
distB Eixo distBEixo
cos16   0,96   distBEixo  0,96R
R R
85 π  0,96R 16,32 πR
BC   BC 
180 36

Para calcular a distância horizontal AM basta considerar um arco de


circunferência delimitado pela distância de A até o eixo da terra e por um
ângulo de 85 (48  37). Assim, pode-se escrever:
dist A Eixo dist A Eixo
cos56   0,56   dist A Eixo  0,56R
R R
85 π  0,56R 9,52πR
AM   AM 
180 36

Por fim, pode-se calcular a distância percorrida por cada um dos aviões:
2πR 9,52πR 119,6 πR
Avião 1  BA  AM   
5 36 180
16,32πR 2πR 153,6 πR
Avião 2  BC  CM   
36 5 180

Logo, conclui-se que o segundo avião percorreu a maior distância.

b) A diferença das distâncias percorridas será igual a:


153,6 πR 119,6 πR 34 πR 34 π  6400
Avião 2  Avião 1      1208,9 π km
180 180 180 180

Resposta da questão 6:
a) Como a bola atinge a borda no ponto R e é refletida elasticamente, sem
deslizar, pode-se concluir que o ângulo PRO  ORZ  α. Pelos fundamentos
da geometria plana, sabe-se que o ângulo POR também é igual a α. Como
os segmentos OP e OR são iguais (raio da circunferência), pode-se
concluir que o ângulo θ também será igual a α. Assim, todos os ângulos
do triângulo PRO são igual, fazendo deste um triângulo equilátero. Logo,
α  θ  60. Caso θ  0, após a primeira reflexão a trajetória também será
paralela ao diâmetro PQ.

Página 15 de 30
Interbits – SuperPro ® Web

b) Analisando a figura a seguir, como PO e OZ são segmentos iguais


(ambos são iguais ao raio da circunferência), pode-se concluir que o
ângulo θ será igual a α. Assim, pode-se escrever sobre o triângulo
retângulo:
3α  90  180  3α  90  α  θ  30

c) Analisando a figura a seguir, pode-se escrever:


α  3θ  180  α  180  3θ, para 30  θ  60

Resposta da questão 7:
a) O triângulo equilátero descrito é o “externo” que contém as três esferas.
Assim, seu lado será igual a:

Página 16 de 30
Interbits – SuperPro ® Web

Ou seja:
lado 
2r
tg 30
 2r  2r 
3
3
 2r  lado  2r   
3 1

b) Considerando como A, B e C os vértices do triângulo equilátero


“externo” pode-se desenhar:

Assim, percebe-se que a área destacada em azul se dá por:


Sazul  S  Samarelo

   
2
2r  3 1   3
lado 2 r  lado r  2r  3  1
 
3
Sazul  3 3 
4 2 4 2

       
2 2
3r  3 1  3r 2  3  1  3r 2  3  2 3  1  3r 2  3 1 

3 3r 2  6r 2  3r 2  3 3r 2  3r 2  3r 2  3r 2
Sazul  r 2   3 3 
Resposta da questão 8:
[A]

Página 17 de 30
Interbits – SuperPro ® Web

Considere cada um dos triângulos equiláteros parcialmente hachurados


com lado r, que é igual ao raio da circunferência menor da figura.

A altura h de cada um dos triângulos equiláteros é dada por:


r 3
h
2
r 3 1 3
R  2h  2  1 r 3  r  r 
2 3 3

A área de cada um dos triângulos equiláteros menores será igual a:


3
 3
bh r 3 3 3 3
SΔ  r    SΔ 
2 4 3 4 12

A área que é delimitada por um setor circular abaixo de cada um dos


triângulos equiláteros pode ser escrita com sendo:
2
 3
60  π  
Ssetor   3   18π  1  π
360 9 36 18

Por fim, a área hachurada pode ser calculada como sendo:


Shachurada  6   SΔ   Ssetor  SΔ    Shachurada  6   2  SΔ  Ssetor 
2 3 π   3 π 3 3 π 3 3 π
Shachurada  6     6     6 
 12 18   6 18   18  3
     
π
Shachurada  3 
3

Resposta da questão 9:
[A]

Página 18 de 30
Interbits – SuperPro ® Web

a 24 3 24 3
 2R   2R   2R
sen α sen15 sen(45  30)

24 3 
4
6 2
 2R  R  4 3   6 2 
Apótema triângulo equilátero inscrito  R
2 R2 3
Pr oduto 
Apótema hexágono regular inscrito  R 3 4
2

 
2
4 3  6 2   3

4
  63 3  3  3 2 

Resposta da questão 10:


[C]

Aplicando o teorema de Pitágoras no triangulo com cateto desconhecido


temos:
hip2  cat 2  cat 2
162  (4 7 )2  x 2
256  112  x 2
x 2  144
x  144  12

Como as medidas A, B, C, D são iguais, basta dividir o diâmetro por quatro e


12
teremos o valor de cada parte: 3 centímetros.
4

A área hachurada será dada pela área da circunferência que engloba os


pontos A e B menos a circunferência de centro A somada a circunferência
menor que tange o ponto C, logo:
2 2
9 3
( πrAB2  πrA 2 )  πrC2  ( π     π  32 )  π   
2 2
81 9 81 36 9 54 27
π(  9  )  π(   ) π π
4 4 4 4 4 4 4

Resposta da questão 11:


[C]

O segmento C1C2 é igual ao raio de ambas as circunferências e é igual a 6.


Assim, pode-se concluir:

Página 19 de 30
Interbits – SuperPro ® Web

Portanto, a área da região limitada pelos círculos é composta pela área dos
círculos menos a área da intersecção entre eles. Já a área da intersecção é
composta por dois triângulos equiláteros de lado 6 e 4 segmentos
circulares. Assim, considerando 3 1,73 e π  3,14, pode-se estimar a área
da intersecção como sendo:
2
 3
SΔ 
4
62  3
SΔ   SΔ  9 3 15,6
4
Sseg  Ssetor  SΔ

π  R2  60 π  62  60
Sseg  9 3   9 3  6π  9 3 3,27
360 360
Sint er sec  2  SΔ  4  Sseg
Sint er sec 2  15,6  4  3,27 44,28

Logo, a área da região limitada pelos círculos será:


Sοο  2  Sο  Sint er sec
Sο  π  R2  π  62  36 π 113
Sοο 2  113  44,28 181,72
2
Sοο 182 cm

Resposta da questão 12:


02 + 04 + 08 = 14.

Considerando:
- A1  x  x  x2, ou seja, quadrado de lado x;
- M1  (x  4)  (x  4)  A1  (x  4)2  x2  M1  8(x  2);
- A2  πR2, ou seja, circunferência de raio R;
- M2  π(R  2)2  A2  π(R  2)2  πR2  M2  4π(R  1).

Analisando as proposições:

Página 20 de 30
Interbits – SuperPro ® Web

[01] INCORRETO. Fazendo A1  A 2 , tem-se:


x2  πR2  x  R π
M1  8(R π  2)  4π(R  1)  M2

[02] CORRETO. Fazendo M1  M2 , e considerando π  3,14, tem-se:


8(x  2)  4π(R  1)  2(x  2)  π(R  1)
2(x  2)  3,14(R  1)  2x  4  3,14R  3,14
x  1,57R  0,43

Mas A1  x2 ,
logo quando:
x2  2,47R2  1,35R  0,18 (condição para M1  M2 )

Então também, x2  3,14R2 (condição para A1  A 2 )


Logo,  M1  M2  A1  A2.

[04] CORRETO. Fazendo A1  M1, tem-se:


2 2
x  8(x  2)  x  8x  16  0
  ( 8)2  4  1 ( 16)    128    8 2
88 2
x  x  44 2
2

Porém, o lado da moldura quadrangular é x  4, portanto:


x4  44 2 4  x4  84 2
x  4  4(2  2)

[08] CORRETO. Fazendo A2  M2, tem-se:


2 2
πR  4 π(R  1)  R  4R  4  0
  ( 4)2  4  1 ( 4)    32    4 2
44 2
R R  22 2
2

Porém, o diâmetro da moldura circular é 2  (R  2), portanto:


2  (R  2)  2  (2  2 2  2)  2  (R  2)  8  4 2
2  (R  2)  4(2  2)

A1 A2
[16] INCORRETO. Sendo que as razões e :
M1 M2
A1 x2

M1 8(x  2)

Supondo, x  18 :

Página 21 de 30
Interbits – SuperPro ® Web

182 324 A1
2  2, nesse caso,  2.
8(18  2) 160 M1

A2 πR2 R2
 
M2 4π(R  1) 4(R  1)

Supondo, R  10 :
2
10 100 A2
2  2, nesse caso,  2.
4(10  1) 44 M2

Assim não se pode afirmar que sempre A1


ou A 2 serão menores que 2.
M1 M2

Resposta da questão 13:


[C]

Pelo enunciado, pode-se desenhar as circunferências e a reta como segue:

Considerando o raio de C1 como R  4 cm, o raio de C2 como r  1cm e o raio


de C3 como x (o qual pretende-se encontrar), podemos deduzir algumas
relações, conforme figura a seguir:
R  r 2   AB  R  r 2  52   AB   32  AB  4 cm
2 2

Página 22 de 30
Interbits – SuperPro ® Web

Sabendo-se a medida do segmento AB, pode-se deduzir outras relações,


conforme figura a seguir:

Analisando o triângulo retângulo menor da figura:


r  x 2   AE     1  x 2
2 2
  r  x   1  x   AE
2 2

1  2x  x 2   AE   1  2x  x 2   AE   4x
2 2

Analisando o triângulo retângulo maior da figura:


R  x 2   4  AE   R  x 2   4  x 2   4  AE    4  x 2
2 2

   
2
16  8x  x 2  16  8  AE  AE  16  8x  x 2

16x  16  8   AE    AE 
2

 AE  
2 2
Sendo que  4x, então 4  AE  16x, logo:

Página 23 de 30
Interbits – SuperPro ® Web

         
2 2 2
4  AE  16  8  AE  AE  3  AE  8  AE  16  0

  82  4  3  ( 16)  256
8  256
AE   AE  4 ou AE  8  4
23 6 3

Um comprimento de reta negativo é impossível, logo a única raiz possível


para a equação é AE  4 3 . Assim, substituindo o valor de AE na relação
 AE
2
 4x,
obtêm-se o valor de x em centímetros, ou seja, o raio da
circunferência C3 :
2
  4 16 4
2
AE  4x     4x   4x  x  cm
 
3 9 9

Resposta da questão 14:


[D]

A área hachurada será igual a área de uma circunferência maior (raio r),
somada à área da “lua” remanescente da outra circunferência maior (raio r),
subtraindo-se a área da circunferência menor (raio r 2). Pode-se deduzir
graficamente:

Deduz-se, portanto, que área de uma circunferência maior é igual a πr 2 .

Para calcular a área da “lua” remanescente da outra circunferência de raio r


(área hachurada em azul nas figuras a seguir) é preciso subtrair o
equivalente a duas áreas verdes (ver figuras a seguir). Para calcular a área
verde, é preciso calcular a área do setor circular de 120 menos a área de
um triângulo equilátero de lado r.

Página 24 de 30
Interbits – SuperPro ® Web

Assim, pode-se escrever que a área total hachurada em cinza é igual a:


  2  πr 2  120 r 2 3    r2
2
 π r   π r  2        π
  360 4    4
  
r2   4 πr 2  3r 2 3   3 πr 2  2  8 πr 2  6r 2 3  
πr 2  π   π r 2  2       πr   
4   12  4   12 
    
2 
3 πr 12πr  8 πr  6r 3  3 πr
2 2 2 2 2
4 πr  6r 32
  
4  12  4 12

9 πr 2  4 πr 2  6r 2 3 13 πr 2  6r 2 3  13 π  6 3  2
    r
12 12  12
 

Resposta da questão 15:


[A]

Como temos que AB  3  AC logo,


CB  2  AC
3AC  12  AC  4 e CB  2AC  CB  8

Assim, a área procurada é dada pela área do semicírculo AB mais a área do


semicírculo AC menos a área do semi circulo CB.
1
A (A ab  A ac  A cb )
2
1
A  ( πrab2  πrac 2  πrcb2 )
2
1
A  ( π62  π22  π 42 )
2
1
A  (36 π  4 π  16 π)  12π
2

Resposta da questão 16:


[A]

Página 25 de 30
Interbits – SuperPro ® Web

EB = BF = y e DC = FC = x

3 3 1 1
Logo, BF  CF   yx  e AD  AE , logo, x  y  1, ou seja xy 
2 2 2 2

 3
Resolvendo o sistema  x  y  2 , temos:
 xy 1

3 1
x
4

r 3 r 1 3
tg30    r 
3 1 1 3 3 3 4

4 2 4

Resposta da questão 17:


[E]

Deslocamento do rolo em relação ao solo: 2π  R.


Deslocamento do bloco em relação ao rolo: 2π  R.
Deslocamento do bloco em relação ao solo: 4π  R.

Resposta da questão 18:


02 + 04 = 06.

 π 3
[01] Falsa. Pois (0)  2sen  3  0    2   3, diferente de 2 como nos
 3 2
mostra o gráfico.

t 2t
1 
[02] Verdadeira. Pois  n0  n0  4 5  23  2 5  2t  15  7  7,5.
8

[04] Verdadeira. Pois 1 3%  1,3.

Página 26 de 30
Interbits – SuperPro ® Web

[08] Falsa. Não o segundo é o maior, pois tem o maior raio.

[16] Falsa.
3I 3I
2 E E
I  log 1  1  10 2  E1  10 2  E0
3 E0 E0
3I 3I
2 E E 1
I  1  log 2  2  10 2  E0  E2  10 2  E0  10  E2  E1  10
3 E0 E0

Página 27 de 30
Interbits – SuperPro ® Web

Resumo das questões selecionadas nesta atividade

Data de elaboração: 26/09/2019 às 08:46


Nome do arquivo: CIRCUNFERENCIA E CIRCULO WERTON

Legenda:
Q/Prova = número da questão na prova
Q/DB = número da questão no banco de dados do SuperPro®

Q/prova Q/DB Grau/Dif. Matéria Fonte Tipo

1 ......... 168230 . Elevada..... Matemática ................................... G1 -


ifba/2017 .......... Múltipla escolha

2 ......... 166459 . Elevada..... Matemática ................................... Pucsp/2017


........... Múltipla escolha

3 ......... 172656 . Elevada..... Matemática ................................... Uem/2017


........... Somatória

4 ......... 174969 . Elevada..... Matemática ................................... Enem/2017


........... Múltipla escolha

5 ......... 153773 . Elevada..... Matemática ................................... Fuvest/2016


........... Analítica

6 ......... 153772 . Elevada..... Matemática ................................... Fuvest/2016


........... Analítica

7 ......... 153780 . Elevada..... Matemática ................................... Fuvest/2016


........... Analítica

8 ......... 142945 . Elevada..... Matemática ................................... G1 - epcar


(Cpcar)/2016.... Múltipla escolha

9 ......... 163338 . Elevada..... Matemática ................................... Esc.


Naval/2016 ...... Múltipla escolha

Página 28 de 30
Interbits – SuperPro ® Web

10 ....... 153572 . Elevada..... Matemática ................................... G1 -


ifsul/2016 ......... Múltipla escolha

11 ....... 146602 . Elevada..... Matemática ................................... Uerj/2016


........... Múltipla escolha

12 ....... 141097 . Elevada..... Matemática ................................... Uem/2015


........... Somatória

13 ....... 141953 . Elevada..... Matemática ................................... Uece/2015


........... Múltipla escolha

14 ....... 142505 . Elevada..... Matemática ................................... Epcar


(Afa)/2014 ....... Múltipla escolha

15 ....... 142593 . Elevada..... Matemática ................................... G1 -


ifpe/2014 .......... Múltipla escolha

16 ....... 110933 . Elevada..... Matemática ................................... Ita/2012


........... Múltipla escolha

17 ....... 100304 . Elevada..... Matemática ................................... Enem/2010


........... Múltipla escolha

18 ....... 86640 ... Elevada..... Matemática ................................... Ufsc/2009


........... Somatória

Página 29 de 30
Interbits – SuperPro ® Web

Estatísticas - Questões do Enem

Q/prova Q/DB Cor/prova Ano Acerto

4 ....................... 174969...... azul......................... 2017.............. 29%

17 ..................... 100304...... azul......................... 2010.............. 11%

Página 30 de 30