Vous êtes sur la page 1sur 20

O que esperar e recear de 2020?

Quinta-feira • 16 de janeiro de 2020 • •1

O INTERIOR volta desafiar personalidades, autarcas, políticos, empresários, sindicalistas, jornalistas e dirigentes associativos a
partilhar a sua opinião sobre o novo ano, bem como as suas aspirações, preocupações e anseios. Nesta edição publicamos alguns
contributos, mas há mais para ler nas próximas semanas Pág 8
PUB
1045
16 janeiro 2020
Ano 19
quinta-feira
 0.75 iva incluído
Diretor: Luís Baptista-Martins
semanário

Tortosendo
Quando a
saudade inspira a
Ciclovia adiada
arte
Telmo Guerra faz pinturas e gra-
vuras de baixo relevo. Emigrante
na Suíça, o artista autodidata es-
culpe com detalhe rostos famosos
na Guarda
Concurso público foi anulado porque os concorrentes apresentaram propostas com
e símbolos portugueses ______ 6 preços muito superiores ao valor base, que era de 2,1 milhões de euros Pág.5

«A Guarda e a região têm a oportunidade


PSD
Rui Rio vence de repensar o seu futuro com a candidatura
no distrito mas a Capital Europeia da Cultura»
perde na Guarda
O atual líder do PSD vai para
segunda volta das diretas, que
se realiza este sábado, com uma
vitória confortável na Guarda,
onde sofreu o vexame de perder
para Luís Montenegro na conce-
lhia guardense ______________ 4

Manteigas
Empresa de «Perceber que há 17 muni-
bebidas vai criar cípios dispostos a embarcar
20 postos de neste projeto foi para mim
super-aliciante porque re-
trabalho presenta o ultrapassar da-
Uma nova empresa vai instalar- quelas típicas discordâncias
se no complexo multiusos da e desencontros que sempre
SOTAVE, onde ocupará mais de marcaram esta região»,
2.200 metros quadrados para garante Pedro Gadanho,
produzir e distribuir refrigeran- que se apresenta esta quin-
tes, bem como outras bebidas ta-feira «à Guarda» numa
não alcoólicas, e comercializar sessão a realizar no TMG a
café________________________ 11 partir das 18 horas Pág.7

PUB

Economia
FITECOM investe 4 milhões de
euros em ETAR e nova tecnologia
A empresa de lanifícios no Tortosendo vai investir na modernização da sua estrutura
produtiva. Uma das grandes apostas é a construção de uma ETAR que permitirá rea-
proveitar 50 por cento da água utilizada ____________________________________ 10

PUB
2• • Quinta-feira • 16 de janeiro de 2020

Cara
Entrevista
no  fio  da  navalha

a P e r f i l
cara

«O desafio para a
Maria Goretti Caldeira
Esmeraldo Carvalhinho Naturalidade: Angola

Idade: 61 anos

escola inclusiva
Enquanto se espera com grande expe-
tativa a abertura do Hotel Vila Galé e com Profissão: “Gestora do meu tempo”
a afirmação de Manteigas como centro de
atração turística de excelência – confirmada Currículo: Educadora de Infância em jardins

é reconhecer,
pelo aumento da procura por turistas e a de infância do concelho da Guarda; Docente
abertura de hóteis – o concelho procura na Escola Normal de Educadores de Infância
outros caminhos na geração de emprego e e na Escola Superior de Educação da Guarda
desenvolvimento. Uma empresa de refrige- (IPG); Presidente da direção da Associação

aceitar e
rantes vai instalar-se em Manteigas e criar Desenvolver o Talento e presidente do Con-
20 postos de trabalho numa fase inicial. O selho Fiscal da Associação de Profissionais
projeto foi divulgado pelo município que, de Educação de Infância.
na sexta-feira, assinou com a empresa um

desenvolver os
Filme preferido: “A Vida é Bela”, de Roberto
contrato de arrendamento em vigor durante
Benigni
20 anos. «É a criação de emprego que nos
move», disse – e bem – Esmeraldo Carva- Livro preferido: “O Vendedor de Sonhos”,
lhinho, edil de Manteigas.

mais capazes»
de Augusto Cury

Hobbies: Pintar, tocar piano, viajar e vo-


luntariado
Pedro Gadanho
Após a demissão de Amaral Lopes, a P - A Associação Desenvolver o Talen- competência profissional dos professores e
to (ADoT) comemora dez anos de ativida- projetos educativos mais diversificados em
Candidatura da Guarda a Capital Europeia
de. Como presidente da direção, avalia o resposta às diversas necessidades de todos
da Cultura viveu um momento de desacredi-
trabalho desenvolvido nesta década? os alunos. Creio que a “sobredotação” devia
tação e carga negativa que antecipavam um R - Sem falsa modéstia, estamos satisfei- ser matéria obrigatória na formação de base
final pouco auspicioso. A chegada do novo tos com o trabalho desenvolvido. Promove- dos professores. Portugal é um dos poucos
coordenador, Pedro Gadanho, veio trazer mos a integração social das crianças/ jovens países da Europa sem legislação específica
um novo alento à candidatura e uma nova com capacidades de excelência e talentos para lidar com a excelência. Fica-se pelo
expetativa sobre um projeto que se quer superiores que nos procuraram, criando despacho normativo nº 13/2014, que se li-
ambicioso para promover a metamorfose oportunidades de progresso e concreti- mita a prever ir ao encontro das «capacidades
anunciada. O novo coordenador chegou com zação do potencial de cada um atuando excecionais» destes alunos com a realização
um otimismo surpreendente e uma aparente de forma pró-ativa. Proporcionámos de planos de desenvolvimento, atividades de
capacidade de mobilizar que se saúda e se também o encontro entre pares em enriquecimento curricular, a possibilidade
espera que confirme as melhores expetativas características e a socialização com os de a escola formar grupos temporários
para o projeto. seus “amigos do peito” nas atividades de alunos que aprendam de forma mais
que promovemos. A robótica educativa, rápida e, se for caso disso, até avançar
a atividade que conferiu à ADoT maior de ano. Sinal positivo é o facto do
notoriedade pública, proporcionou-lhes Ministério da Educação publicar, em
em competições nacionais e internacionais 2017, o Guia para Professores e
um imperdível conhecimento das mais recen- Educadores - Altas Capacidades
Eduardo Brito tes inovações tecnológicas disponibilizadas
pelo meios académicos de todo o mundo.
e Sobredotação: Compreender,
Identificar, Atuar, elaborado
O ex-vereador da Câmara da Guarda já Esses desafios permitiram-lhes potenciar pela nossa parceira ANEIS
as suas capacidades e testar os pequenos (Associação Nacional para
formalizou a sua candidatura à concelhia do
robots que nascem das suas mentes e mãos. o Estudo e Intervenção na
PS de Seia e assim reserva para si o primeiro
Também permitiram adquirir conhecimentos Sobredotação), onde está
lugar de uma futura candidatura à Câmara de culturas e países diferentes e a partilha de referenciada a Associa-
local, um dos últimos bastiões dos socia- saberes, para além de levar o nome da Guarda ção Desenvolver o Ta-
listas no distrito da Guarda. Eduardo Brito aos quatro cantos do mundo. lento, o que muito nos
andou entretido na Guarda na expectativa honra, pelo reconhe-
desta oportunidade e assim que a vislumbrou P - Quais as maiores dificuldades cimento do trabalho
deixou para trás a promessa de que faria o que enfrentou? que desenvolvemos.
mandato completo de vereador na Guarda R - Porventura, a maior dificuldade foi aulas que não os desafiam e, perante a falta
(afirmou mesmo que poderia registar essa o confronto com o défice de sensibilidade que de motivação, chegam a revelar dificuldades P - Qual o contributo mais significati-
promessa notarialmente) para regressar à a temática de apoio a estes jovens desperta no desempenho escolar e no comportamento vo da associação? Qual a maior conquista
terra natal, onde estará mais certo de voltar no país, onde persistem resistências, que perante colegas e professores. Por outro lado, obtida até hoje?
ao poder da autarquia a que presidiu durante temos colmatado através da formação de os currículos primam pela generalidade, cen- R - A ADoT tornou-se num espaço de
mais de uma década. pais e professores. O grupo coeso de associa- trados na obrigação de todos aprenderem as apoio, complementação e suplemento edu-
dos e alguns apoios permitem-nos manter mesmas coisas ao mesmo tempo, tratando cacional em que o respeito pelas mentes
as atividades e a sede apetrechada com os como iguais os que são efetivamente diferen- brilhantes provocou momentos únicos de
equipamentos necessários às várias valências. tes. Daí a necessidade de lhes proporcionar partilha e os tem ajudado no desenvolvimento
Tiago Gonçalves Mas as dificuldades sentidas são uma forma
de fazer avançar o projeto da associação. Cada
atividades de enriquecimento, potenciadoras
das suas capacidades natas.
da sua personalidade. Foram momentos de
orgulho quando os nossos jovens subiram aos
O líder da concelhia da Guarda perso- problema a ser superado é uma oportunidade pódios das competições nacionais e interna-
nifica o desaire dos apoiantes de Rui Rio na para novos projetos. P - No futuro, o que falta ainda fazer cionais de robótica realizadas em países de
Guarda. Eram os “pesos pesados” do PSD, no sentido de melhorar e aumentar a in- três continentes (Europa, Ásia e América do
mas nem isso foi suficiente para o líder P - Qual a maior dificuldade/desafio clusão de crianças sobredotadas? Norte). Momento de orgulho também quando
vencer na sede do distrito, onde está a maior enfrentado por estas crianças no seu R - Ser a Escola inclusiva. Esta apoia-se a Fundação Montepio, em 2012, reconheceu
secção do partido. O resultado é sinal de que dia-a-dia? no princípio de que as pessoas são dife- a ADoT como associação que promove uma
as bases navegam contra a corrente, por ca- R - A tarefa primordial da Educação é rentes e não cabe à escola dissimular ou sociedade mais solidária, mais próxima e
desenvolver e aperfeiçoar o Ser Humano minimizar essas diferenças em nome de promotora de iniciativas que apelam a uma
minho diferente dos “notáveis”, e deixaram
em todas as suas dimensões, expetativas e “igualdade”. Com as crianças com capaci- maior responsabilidade social.
um aviso à liderança. O descontentamento
objetivos. Embora a Escola tenha, por defi- dades de excelência e talentos superiores Mas a maior conquista é ver como
não é de agora e tem vindo a engrossar desde nição, um papel fundamental na educação o problema não está em receber a criança crescem felizes e integrados; como as pri-
a eleição de Tiago Gonçalves. e formação dos cidadãos, tendo em vista com diferenças visíveis, mas em integrá-las meiras mentes brilhantes que participaram
oferecer-lhes um atendimento diferenciado na ação educativa. Assim, o desafio para nas nossas atividades se transformaram em
de acordo com as suas características indi- a escola inclusiva é reconhecer, aceitar jovens adultos competentes, responsáveis,
viduais, por vezes, tal não acontece, o que e desenvolver, efetivamente, os mais ca- tornando-se cidadãos do mundo onde são
leva estes alunos a desinteressar-se pelas pazes. Esta realidade implica uma maior reconhecidos pela sua forma de SER.
Quinta-feira • 16 de janeiro de 2020 • •3

editorial Luís Baptista-Martins


baptista-martins@ointerior.pt

Partidos regionais
A votação do Orçamento de Estado voltou a ser um
espetáculo deprimente.
Muito para além da esperada incoerência do Bloco
e do PCP, que pediam tudo para levar umas migalhas, e
assim se absterem e aprovarem o Orçamento, assistimos
ao deplorável espetáculo dos deputados do PSD-Madeira
que, contra a decisão do partido, também se abstiveram.
Contra a vontade de Rui Rio, os deputados do PSD-Madeira
negociaram com Lisboa o cofinanciamento da construção
do novo hospital do Funchal e a redução dos juros da dívida
regional ao Estado (pelo empréstimo de 2012 no contexto
do Plano de Ajustamento Económico e Financeiro, quando
a Região Autónoma da Madeira estava insolvente). Muito


para além dos interesses partidário e nacional, os depu-
tados da Madeira defenderam exclusivamente o interesse
da sua região.
Já com Guterres houve
o famoso voto “limiano”,
quando Daniel Campelo,
então deputado do CDS,
aprovou um OE com um
pacote de medidas de
apoio à região de Ponte de
Os deputados da Lima, inclusive o financia-
mento à fábrica de queijo
região deviam Limiano que estava com
dificuldades.
sentir-se enoja- Perante isto, o resto
dos com o seu do país tem de respon-

Esta preguiça que desempenho e der; os deputados eleitos


pelos distritos menos-
com a sua discip- prezados têm de prestar
opinião
Fidélia Pissarra nos desanima lina de voto que contas aos seus eleitores;
os deputados do interior
foi determinante têm de pedir desculpa por
Um dia, estando um turista no Sítio da Nazaré a mas penso que os que dei chegam para ilustrar a ideia de
apreciar a paisagem através dos seus binóculos, chega que a ampliação dos factos não altera, inevitavelmente, a para o empobre- votarem, sempre, de acor-
uma nazarena que a seu lado se pôs a chamar o marido realidade. Por isso, e ainda que instintivamente possam do com a “disciplina de
aos gritos. Forma única de se fazer ouvir naquela distân- reagir como se ela estivesse alterada, temos a obrigação
cimento e despo- voto”; temos de perguntar
cia que separa o miradouro do mar da praia. O bom do de confirmar se o que queremos ver corresponde ao que voamentos da aos deputados dos nossos
turista, querendo meter-se com a nazarena, empresta-lhe efetivamente vemos. É que, ao contrário da nazarena que círculos o que andam a
os binóculos para que ela veja melhor o marido dentro não viu o marido pescador aproximar-se dela porque quis,
região fazer na Assembleia da
do pequeno barco. A mulher assesta os binóculos e, ato mas porque lho mostraram assim, na maioria das vezes, República, pois nunca vo-
contínuo, sussurra como se estivesse na missa: “Vem somos nós próprios que queremos acreditar no que nos tam pelos distritos que os elegem… Perante isto, temos
almoçar António, que a comida ainda arrefece!”. Apesar da aparece à frente. Parece que temos a predisposição de apontar o dedo a todos os deputados dos distritos da
distância a que o marido pescava no mar ser exatamente para ser muito preguiçosos no que ao pensar toca. O Guarda, de Castelo Branco, de Bragança, de Vila Real, de
a mesma, instintivamente, deixou de sentir necessidade que, aliado à tendência para alinhar em modas e ao Portalegre ou de Beja e dizer-lhes que se envergonhem
de o chamar aos gritos quando o viu tão aproximado espírito gregário próprio da nossa espécie, nos leva a por nunca terem defendido os seus distritos – ao longo
pelos binóculos. embarcar nas mais diversas petas. Afortunadamente, de 40 anos! Os deputados da região deviam sentir-se
Imagino eu que, quais turistas no Sítio, seja também a maioria delas é tão inofensiva como um cachorro enojados com o seu desempenho e com a sua disciplina
com o propósito de se meterem connosco que pseudopo- de dois meses. Contudo, apesar de na imensa mole de voto que foi determinante para o empobrecimento e
líticos, pseudojornalistas, ou simples cidadãos como nós, de petas e tretas haver poucas realmente perigosas, despovoamentos da região.
teimam em nos ampliar algumas realidades através dos quando o são podem arruinar a vida de qualquer um Enquanto o Artigo 255º da Constituição, que deter-
binóculos com que, sem peias nem meias, esmurram a ou de muitos ao mesmo tempo em menos de um ai. mina a criação de regiões administrativas, continua por
pacatez dos nossos dias. Sem os ditos cujos, somos até Desde carreiras profissionais, artísticas, políticas ou cumprir, o Artigo 51º, parágrafo 4, refere que «não podem
capazes de ver alguns dos constrangimentos do SNS, atra- desportivas, destruídas por ampliações de factos, exem- constituir-se partidos que pela sua designação ou pelos
vés deles até nos parece que colapsou de vez e só persiste plos não faltam, podendo a americana Hillary secundar a seus objetivos programáticos tenha índole ou âmbito
para nos atravancar a vida. Olhamos para a educação e brasileira Dilma no topo da lista. Vendo bem, tudo coisas regional». Ou seja, em Portugal não pode haver partidos
vemos os normais problemas de cada leva de alunos, mas que só acontecem porque pensar, questionar e decidir, dá regionais ou regionalistas – se bem que o PSD-Madeira
quando espreitamos com os binóculos de alguns parece trabalho. E, ainda que existam muitos “turistas” a querer afirme categoricamente que tem autonomia estatutária
mesmo que a educação é coisa que por aqui já não há. Po- entreter-se à nossa custa, acho que, na maioria das vezes, (uma inconstitucionalidade).
deria continuar os exemplos aproveitando a alegada falta é mais por preguiça que nos deixamos enganar do que Na próxima revisão constitucional impõe-se que o Ar-
de algemas e coletes anti bala nas forças de segurança, por ingenuidade ou ignorância. tigo 51º da lei fundamental seja suprimido e que, para além
da implementação das regiões, seja possível haver partidos
PUB regionais. Os Direitos, Liberdades e Garantias dos cidadãos
também passam pelo direito e a liberdade de constituir e
poder votar em partidos que defendam a sua terra.
Entretanto, os deputados dos nossos distritos devem
defender, como os madeirenses, o distrito que os elegeu.
Ou abandonem os seus lugares.
4• • Quinta-feira • 16 de janeiro de 2020

Rui Rio vence no distrito


mas perde na Guarda DR
Castelo Branco
deu maioria a
O atual líder do venceu em Almeida, Celorico
PSD conquistou, da Beira e Pinhel, sendo esta Montenegro
a nível nacional, a última a secção onde conseguiu
Ao contrário da Guarda,
maioria dos votos a melhor votação – 140 num
no distrito de Castelo Branco
dos militantes nas total de 168 votos. Por sua vez,
a vitória foi de Luís Montene-
eleições diretas Miguel Pinto Luz saiu vitorioso
gro. O ex-líder parlamentar
para a presidência em Manteigas, onde teve nove
do PSD obteve 345 votos
do partido, que dos 19 votos concretizados.
(57,21 por cento) e Rui Rio
decorreram no último Em termos percentuais,
apenas 229 votos (37,98 por
sábado. Rui venceu estes resultados acabam por
cento), sendo que Miguel
no distrito da Guarda, refletir o panorama nacional,
Pinto Luz contabilizou 29
mas foi derrotado na com Rui Rio a alcançar 49,44
votos (4,81 por cento). Nes-
concelhia guardense. por cento dos votos expressos e
te distrito houve dois votos
Luís Montenegro Luís Montenegro a ficar-se pelos
brancos e dois nulos.
conquistou Castelo 41,26 por cento, enquanto Mi-
No total distrital Mon-
Branco. guel Pinto Luz conseguiu 9,3 por
tenegro venceu em Castelo
cento. Ao todo 31.749 militantes
Sofia Craveiro Branco, Belmonte, Fundão,
a nível nacional deslocaram-se
Oleiros, Penamacor, Ser-
às 318 secções de voto. Na me-
tã e Vila de Rei. Já Rui Rio
dida em que nenhum candidato
conquistou as restantes, ou
As diretas para a presi- conseguiu a maioria absoluta,
seja, Covilhã, Idanha-a-Nova,
dência do PSD decorreram no os militantes são chamados de
Proença-a-Nova e Vila Velha
passado sábado, mas nada fi- novos às urnas este sábado.
de Rodão. Na concelhia da
cou decidido, ficando a decisão
Covilhã, que conta com 88
final adiada para uma inédita Rui Rio não obteve Rui Rio ganhou em nove das 14 concelhias da Guarda, Montenegro venceu
militantes inscritos, o atual
em quatro e Pinto Luz numa
segunda volta que terá lugar «vitória nenhuma», diz presidente do PSD conseguiu
este sábado. Rui Ventura do atual líder na primeira volta vamente à candidatura apoiada.
34 votos (55,74 por cento),
Neste primeiro “round” e sublinha que «foi uma vitória Embora admitindo saber que
Luís Montenegro obteve 21
Rui Rio ganhou no distrito da Rui Ventura, presidente da expressiva, por maioria abso- «no distrito da Guarda não
(34,43) e Miguel Pinto Luz 6
Guarda, reunindo 756 votos, concelhia do PSD de Pinhel e luta, como foi sempre a minha seria fácil», por estar «bipolari-
(9,84). Houve um voto nulo e
num total de 1.270 votantes, o apoiante de Luís Montenegro, perspetiva». O atual presidente zado em termos partidários», o
um branco. No Fundão, dos 78
que perfaz um total de 59,53 considera que «não houve vitó- da mesa da Assembleia Distrital apoiante do vice-presidente da
militantes inscritos 64 foram
por cento. Luís Montenegro ria nenhuma» nestas eleições, do PSD Guarda elogia o «grande Câmara de Cascais afirma que
votar e maioritariamente em
surge em segundo lugar com pois se houvesse Rui Rio «já resultado» do candidato a nível «não se atingiu o objetivo da
Montenegro (47 votos, 73,44
451 votos (35,51 por cento) e seria presidente e isso não se nacional e mostra-se surpreen- liderança, mas foi um resultado
por cento), seguido de Rui
Miguel Pinto Luz obteve o voto verificou». dido com a vitória de Luís Mon- muito digno». Fernando Madei-
Rio, que conseguiu 15 votos
de 54 militantes (4,25 por cen- Segundo o também autarca tenegro na concelhia da Guarda, ra declara ter ficado «satisfeito»,
(23,44 por cento) e de Pinto
to). Segundo dados fornecidos de Pinhel, que apoia o antigo «apesar de ser pouco relevante pois «em todos os concelhos, à
Luz, que apenas obteve dois.
pela Distrital social-democrata, deputado desde a primeira hora, no contexto do distrito». Para a exceção de dois, houve votos
Montenegro também ganhou
15,94 por cento dos inscritos «somando os resultados conse- segunda volta destas diretas, o nesta candidatura». Apesar
em Belmonte, onde conseguiu
para votar não o fizeram, ou seja, guidos por Luís Montenegro e histórico social-democrata afir- disso, admite que na Guarda a
7 votos (58,33 por cento). Dos
241 dos 1.511 militantes em Miguel Pinto Luz obtém-se uma ma ter «respeito por parte das expetativa era a de «um resul-
14 inscritos houve 12 militan-
condições de o fazer não exerce- maioria, que ultrapassa a per- várias candidaturas» e espera tado superior».Relativamente à
tes a oficializar o voto, sendo
ram o seu direito. Registaram-se centagem obtida por Rio Rio» que o resultado «permita refor- segunda volta, o militante não
que quatro optaram por Rui
ainda oito votos em branco e um no distrito da Guarda. «Isto é um çar a vitória de Rui Rio, dando refere o candidato que apoia
Rio e um por Miguel Pinto Luz.
nulo. Na concelhia da Guarda, claro sinal de que os militantes estabilidade e devolvendo a e diz apenas que «perante as
Também aqui não se regista-
Luís Montenegro saiu vencedor querem mudança» na liderança credibilidade ao partido». duas hipóteses que se colocam,
ram votos nulos ou brancos.
com 86 votos, enquanto Rui Rio do partido, assume Rui Ventura, Por sua vez, Fernando Ma- com Rui Rio mais ao centro e
Ao todo, havia 2.278 mi-
obteve 67 e Miguel Pinto Luz sublinhando que quem votou deira, presidente da mesa do Luis Montenegro mais liberal, há
litantes em condições de
19, perfazendo um total de 172 em Pinto Luz «não se revê em plenário da concelhia da Guarda claramente estratégias distintas
votar, nas 25 secções espalha-
votantes (estavam inscritos 220 Rui Rio» e, por isso, a expe- e apoiante de Miguel Pinto Luz, para o partido». Por isso, «ficaria
das pelos distritos da Guarda
militantes). tativa é que se tornem agora recorda que «quando se iniciou muito satisfeito se o próximo líder
e Castelo Branco, no entanto
De uma forma geral, Rui Rio apoiantes de Luís Montenegro esta aventura, partimos com tivesse a capacidade de unir o par-
apenas 1.877 o fizeram.
venceu em nove das 14 conce- nesta segunda volta. «Neste expetativas modestas» relati- tido», desafia Fernando Madeira.
lhias, nomeadamente Aguiar da momento é uma luta a dois e por
Beira, Figueira de Castelo Rodri- isso partimos desse princípio», Concelhos Inscritos Votantes Brancos Nulos Rui Rio Miguel P. Luz Luís Montenegro
go, Fornos de Algodres, Gouveia, refere, não sem antes criticar a Aguiar da Beira 108 94 0 0 62 3 29
Mêda, Sabugal, Seia, Trancoso e liderança do ex-autarca do Por- Almeida 36 27 0 0 11 0 16
Vila Nova de Foz Côa. De salien- to. «Rui Rio apregoa ética mas Celorico da Beira 62 46 0 0 16 1 29
tar que Gouveia, mesmo não depois não a concretiza», facto Figueira C. Rodrigo 116 100 1 1 83 2 13
sendo a concelhia com o maior que, de acordo com o edil pi- Fornos de Algodres 68 52 1 0 39 1 11
número de votantes inscritos, nhelense, se verifica na situação Gouveia 189 173 1 0 157 2 13
foi aquela onde houve o maior de Seia, onde militantes foram Guarda 220 172 0 0 67 19 86
número de votos efetivos. As- impedidos de votar. «Muitas Manteigas 20 19 1 0 6 9 3
sim, dos 173 votos executados, destas pessoas receberam as
Mêda 107 106 0 0 77 2 27
157 foram para Rui Rio. Este foi referências para pagamento de
Pinhel 176 168 1 0 24 3 140
o resultado mais favorável ao quotas na noite anterior às elei-
ções. Isto não pode acontecer», Sabugal 55 45 1 0 40 0 4
atual líder na região e teve uma
influência significativa no total critica Rui Ventura. Seia 196 139 1 0 72 6 60
distrital. Já Luís Montenegro Já Júlio Sarmento, man- Trancoso 64 55 0 0 33 4 18
conquistou quatro concelhias. datário distrital de Rui Rio, V. N. Foz Côa 94 74 1 0 69 2 2
Além da Guarda, o candidato congratula-se com o resultado Total 1511 1270 8 1 756 54 451
Quinta-feira • 16 de janeiro de 2020 • •5

Ciclovia adiada e
Mêda
O que vai fazer a
Câmara em 2020

reavaliada na Guarda
Já são conhecidos os projetos
e investimentos prioritários do
município da Mêda para 2020.
De acordo com informação
disponibilizada pela autarquia
presidida por Anselmo Sousa, o
orçamento é de 14,7 milhões de Concurso público foi anulado por os concorrentes terem apresentado preços muito
euros e entre as principais inicia-
tivas agendadas está a construção
superiores ao valor base, que era de 2,1 milhões de euros
da Barragem Hidroagrícola da Luis Martins
LM

Coriscada, um investimento inse-


rido na “Estratégia para o Regadio
Público 2014-2020” do Ministério A Câmara da Guarda vai
da Agricultura. A obra representa- reavaliar o projeto da pedovia/
rá um investimento de 14 milhões ciclovia da Guarda depois do
de euros, sendo que a respetiva concurso público lançado para
candidatura está em fase de a sua implementação ter sido
apreciação. Na sede do concelho, anulado. Na base da decisão
a Câmara vai iniciar a execução estão preços muito superiores
do PARU – Plano de Ação de ao valor base do procedimento,
Reabilitação Urbana, que prevê que era de 2,1 milhões de euros.
«uma profunda requalificação» A deliberação de não ad-
do centro histórico num investi- judicação foi aprovada na reu-
mento global de 580 mil euros. nião quinzenal do executivo, na
Está ainda previsto a construção segunda-feira. «Um dos concor-
da nova Área de Acolhimento rentes apresentou uma proposta
Empresarial, junto à cidade, nas ligeiramente superior a 3,3
freguesias o município vai dar milhões para as duas fases do
continuidade à reabilitação de projeto e outro candidatou-se
infraestruturas, arruamentos e com um preço de 2,5 milhões
equipamentos. O destaque vai de euros», disse o presidente
para a requalificação da ligação do do município aos jornalistas
Rabaçal à Estrada Nacional 102. no final da sessão. Carlos Cha-
ves Monteiro adiantou que
Natalidade será aberto novo procedimento
«após reformulação do projeto
Guarda entre os com vista a corresponder à res- Manuel Simões é o novo vereador do PS e estreou-se segunda-feira na Câmara da Guarda

distritos com menos posta do mercado». A pedovia/ fundos comunitários. Referindo que o projeto se des- O que vai mudar é que os
ciclovia terá nove quilómetros A reunião camarária desta tinará a criar «oportunidades» eleitos do PS vão começar a
testes do pezinho ao longo da VICEG (Via de Cin- semana ficou marcada pela para os jovens, Manuel Simões usar o gabinete que lhes está
realizados em 2019 tura Externa da Guarda), numa estreia de Manuel Simões na acrescentou não ser ainda altura atribuído para receber e ouvir
primeira fase. Delineado pelos vereação socialista, ao lado de para adiantar mais pormenores. os munícipes. «Estaremos lá
Houve mais nascimentos no
arquitetos João Marujo e Carla Cristina Correia, na sequência O socialista declinou também todas as segundas-feiras, das
país, mas a Guarda continua no
Madeira, este corredor com três da renúncia de Eduardo Brio. fazer uma avaliação do trabalho 10h30 às 12 horas, para dialogar
fim da lista. De acordo com dados
metros de largura terá início na O engenheiro agrónomo de 32 da maioria social-democrata com as pessoas, as associações e
divulgados esta terça-feira pelo
rotunda dos Bombeiros e ter- anos ocupava o quinto lugar alegando necessitar de «conhe- coletividades, conhecer os seus
Instituto Nacional de Saúde Ri-
minará na rotunda do Bairro de da lista socialista apresentada cer melhor os documentos e a problemas e ouvir sugestões»,
cardo Jorge (INSA), relativos aos
São Domingos. Haverá ligações nas últimas autárquicas e disse casa». disse Cristina Correia.
testes de rastreio do Programa
ao IPG, Parque da Saúde, aos querer «contribuir para rejuve-
Nacional de Diagnóstico Precoce
bairros das Lameirinhas, Torrão, nescer a cidade». O vereador leu
(PNRN) – mais conhecido como
“teste do pezinho” – realizados
em 2019, nasceram pelo menos
Sra. dos Remédios, Alfarazes,
Pinheiro, Guarda-Gare, bem
depois uma declaração em que
defendeu a criação de um labo- Aprovada estrutura da
como ao Parque Urbano do Rio ratório colaborativo na Guarda
87.364 bebés em Portugal, mais
537 face ao ano anterior e mais
Diz e ao parque industrial. O
projeto já garantiu um finan-
para ser «fonte de conhecimento
local» na área do ambiente, na-
candidatura a Capital
4.264 do que em 2014.
Sem surpresas Lisboa e Porto
foram os distritos com mais bebés
ciamento de 85 por cento de tureza, biodiversidade e ciência.
Europeia da Cultura
(26.281 e 15.701, respetivamen-
te). Já na Guarda o cenário não é Vereadora do PS critica corte Na segunda-feira, a Câmara aprovou, por unanimidade, a
constituição da equipa de projeto da candidatura da cidade a Ca-
positivo, com o distrito a constar
do rol de territórios com menos
testes do “pezinho” realizados no
de árvores pital Europeia da Cultura em 2027, liderada por Pedro Gadanho,
bem como a restante estrutura e órgãos. Segundo o presidente do
município, a equipa de projeto terá um mandato de dois anos e
ano passado. Ao todo foram 697, Nesta sessão a vereadora da oposição voltou a criticar o corte será constituída por três elementos executivos e programadores
estando apenas acima de Bra- de árvores na Avenida Cidade de Salamanca na sequência do mau para diferentes áreas. O diretor executivo terá um ordenado de
gança (629) e Portalegre (621). tempo que assolou a Guarda em meados de dezembro. 5.000 euros mensais, enquanto os dois técnicos que o vão coad-
Apesar de não ser obrigatório, o «Não é o método correto de fazer as coisas porque aquelas juvar auferirão 1.000 e 700 euros, respetivamente. «Temos 500
Programa Nacional de Rastreio árvores nunca estiveram sinalizadas para ser abatidas. A que caiu mil euros no orçamento deste ano da Câmara para a candidatura.
Neonatal tem atualmente uma foi por causa dos ventos muito fortes que se fizeram sentir», disse Mas espero que os restantes municípios envolvidos também es-
taxa de cobertura de 99,5 por cen- Cristina Correia, que lamenta os danos causados, mas acrescenta tejam disponíveis para financiar o projeto e que o Governo possa
to, sendo por isso um bom indi- que «os cidadãos devem precaver-se e acautelar os seus bens em igualmente contribuir», declarou Chaves Monteiro.
cador da natalidade em Portugal. casos de intempéries». Por sua vez, Carlos Chaves Monteiro reve- Para Cristina Correia, a equipa de projeto tem «poucos
Na última edição, O INTERIOR já lou que o levantamento dos prejuízos ainda não está concluído. elementos da cidade, que tem forças vivas que poderiam estar
tinha noticiado a queda de nata- O edil adiantou, de resto, que a autarquia quer requalificar os representadas». Além disso, a socialista questionou o valor que
lidade na região face a 2018. Com acessos a várias aldeias do concelho e melhorar as infraestruturas Pedro Gadanho vai auferir, mas afirmou que vai dar «o benefício
estes dados fica patente não só a básicas, num investimento global de 2 milhões de euros, mas que da dúvida». Os nomes da equipa de projeto serão divulgados
realidade da região, como a sua este trabalho só avançará se houver financiamento comunitário. esta quinta-feira.
comparação com o total do país.
6• • Quinta-feira • 16 de janeiro de 2020

Saudade esculpida
S
Sociedade
ao pormenor DR

Covilhã
Centro Hospitalar
comemora 20 anos
com sessão solene
O vigésimo aniversário do
Centro Hospitalar Universitá-
rio Cova da Beira (CHUCB) é
celebrado esta quinta-feira na
Covilhã.
A sessão solene da efe-
méride acontece pelas 15h30
no auditório do Hospital Pêro
da Covilhã e na ocasião serão
homenageados «todos os fun-
cionários que cumpriram, até
dia 31 de dezembro de 2019,
10, 20, 30 e 40 anos de serviço,
bem como todos aqueles que
se aposentaram até à mesma
data», segundo nota enviada
pela instituição hospitalar. Além
deste reconhecimento, serão
entregues certificados de mérito
e troféus a todas as instituições
que colaboraram no “Concurso «Faço sobretudo gravura com retratos porque um retrato tem mais capacidade de nos “desassossegar”», afirma Telmo Guerra
Cenários de Natal” do CHUCB.
No átrio da entrada principal Telmo Guerra faz decoração de vários elementos Começou a pintar aos 14 anos, prazer são os comentários da mi-
estará também patente a exposi- pinturas e gravuras de arquitetónicos», consiste num mas foi na gravura que encontrou nha família, sobretudo da minha
ção “Olhar para o presente sem baixo relevo. Emigrante «relevo cujas formas não ultra- a verdadeira paixão. «Sempre quis filha e da minha esposa. São, sem
esquecer o passado”, que relata na Suíça, o artista passam os limites da visão frontal, ser um artista como Picasso… dúvida, as maiores admiradoras
a evolução da unidade ao longo autodidata natural do o que torna possível a sua repro- Hoje sei que jamais o conseguirei, do meu trabalho», declara.
destas duas décadas. Tortosendo esculpe dução com um molde rígido. A mas compreendi que “sabemos Já nas suas peças, repletas
com detalhe rostos terceira dimensão é simulada de muito mais do que julgamos, de pormenor, «a maior preocu-
famosos e símbolos uma forma semelhante ao que podemos muito mais do que pação é fazer sempre o melhor
ULS Guarda portugueses. A viver há acontece num desenho», explica imaginamos”», declara citando possível», o que exige dedicação
Equipa de Apoio 12 anos no estrangeiro, o artista beirão de 45 anos. Cerâ- José Saramago, um dos rostos e espaço para a minúcia. «A obra
sublinha que as mica e madeira são os suportes imortalizados numa das suas mais gratificante é sempre a úl-
Psicossocial troca saudades de casa foram preferidos para esculpir, com gravuras exposta na Embaixada tima», considera Telmo Guerra,
experiências com determinantes na recurso a uma broca, retratos de portuguesa na Suíça. embora haja outra, exposta na
Salamanca valorização da cultura figuras consagradas da cultura sua vila natal, que tem em espe-
do seu país de origem. portuguesa, ícones internacionais «A obra mais cial consideração. Trata-se de um
A Equipa de Apoio Psicos- ou mesmo membros da família. gratificante é sempre a retrato colorido da Mona Lisa,
social (EAPS) da Unidade Local Sofia Craveiro «Faço sobretudo gravura com última» elaborado junto a uma das prin-
de Saúde (ULS) da Guarda retratos, pois considero que um cipais vias do Tortosendo. «Essa
visitou, na sexta-feira, a sua retrato tem mais capacidade de Apesar de viver num país dediquei-a à minha mãe», revela.
congénere de Salamanca, em «Desde 2012 que vivo na nos “desassossegar”», afirma Tel- estrangeiro, o artista admite que Atualmente, Temo Guerra tem
Espanha, e tomou contacto Suíça, mas nunca me senti tão mo Guerra, que frequentemente a “interioridade” foi um fator peças expostas de forma perma-
com a realidade local. português como hoje». Esta afir- conjuga os rostos com «elementos que pesou negativamente na nente numa galeria que se dedica
A equipa guardense, que mação de Telmo Guerra, artista da cultura portuguesa, sobretu- divulgação do seu trabalho. «No à venda de arte urbana na Suíça.
iniciou funções em novembro natural do Tortosendo, na Co- do a Cruz de Portugal, Cruz da meio artístico é bastante difícil «Tenho também expostas algu-
de 2018, «já apoiou cerca de 400 vilhã, explica de forma clara a Ordem de Cristo ou os motivos conseguir visibilidade, sobretudo mas obras que foram criadas em
doentes e suas famílias», refere componente simbólica presente da azulejaria portuguesa porque para quem passou toda a vida espaços públicos, no Tortosendo
a ULS em nota à imprensa. As em grande parte das suas peças. são elementos que fazem e farão no Tortosendo», recorda. «Feliz- e na Suíça e outra na Covilhã»,
EAPS da Guarda e de Salaman- A saudade que sente do seu país parte da nossa história». mente, hoje o interior começa a acrescenta. Grande parte do seu
ca, apoiadas pela Fundação La natal foi determinante para «se Esta história passa também ter mais visibilidade pelas suas trabalho está registado no blogue
Caixa no âmbito do Programa encontrar» e reconhecer a impor- por apontamentos de literatu- qualidades e talvez as coisas mu- www.telmoguerraarte.blogspot.
Humaniza, «dão apoio psicoló- tância das suas origens, razão pela ra, incluídos em grande parte dem no futuro, para as próximas com e na página de facebook com
gico, social e espiritual, com o qual muitos dos seus trabalhos das gravuras e que pretendem gerações de artistas», espera o seu nome. «Se dermos sempre
objetivo de minimizar o sofri- são dedicados a personalidades valorizar a importância da cria- Telmo Guerra. Ainda que sinta o nosso melhor, colocando tudo o
mento de pessoas com doenças portuguesas. ção e exaltar o que é feito em uma grande gratificação cada vez que somos mesmo nas pequenas
avançadas e suas famílias, quan- Telmo Guerra faz pintura português. O interesse por esta que é procurado por estranhos coisas que fazemos talvez um dia
do enfrentam uma doença grave e gravura de baixo-relevo em atividade – que pratica à margem para executar uma peça, o artista sejamos reconhecidos pelo nosso
e progressiva que lhes encurta a diversos tipos de materiais. Esta da sua profissão, de educador garante que «não há satisfação verdadeiro valor», sintetiza o ar-
esperança de vida», acrescenta última técnica, baseada numa social – surgiu de forma natural, maior» do que a proporcionada tista, que espera um dia regressar
a a unidade hospitalar. «forma escultórica utilizada na pelo gosto em criar algo de raiz. pela família. «O que mais me dá a Portugal.
Quinta-feira • 16 de janeiro de 2020 • •7

«A Guarda e a região Obras na


Escola Frei
têm a oportunidade de Heitor Pinto
arrancam
repensar o seu futuro com este mês
Após anos de avanços

a candidatura a Capital
e recuos, a autarquia
da Covilhã anunciou
finalmente o ato de
consignação da obra

Europeia da Cultura» «Realizou-se no passado


dia 9 de janeiro a reunião
preparatória do ato de con-
signação da obra de requali-
Pedro Gadanho, diretor executivo do projeto que envolve 17 municípios da região, ficação da Escola Secundária
Frei Heitor Pinto», informou
«apresenta-se» à Guarda esta quinta-feira esta terça-feira a Câmara da
LM Covilhã.
«Perceber
Luis Martins que há 17 mu-
Em comunicado envia-
nicípios dispostos a embarcar
do às redações, a autarquia
neste projeto da candidatura
adianta que «com um inves-
da Guarda a Capital Europeia
timento total de 3,3 milhões
da Cultura foi para mim super-
euros e um prazo de execução
aliciante porque representa o
de 450 dias, os trabalhos
ultrapassar daquelas típicas dis-
terão início no final do mês
cordâncias e desencontros que
de janeiro, logo após o ato
sempre marcaram esta região»,
de consignação da obra».
garante Pedro Gadanho, que se
A notícia surge após vários
apresenta esta quinta-feira «à
avanços e recuos, que impe-
Guarda» numa sessão a realizar
diram a concretização desta
no TMG a partir das 18 horas.
empreitada de requalificação.
O diretor executivo do pro-
Recorde-se que o início da
jeto diz-se «entusiasmado» com
intervenção foi anunciado
o desafio e «otimista» quanto ao
para setembro de 2017. As
futuro. «A candidatura é uma
obras tinham assegurado
situação muito empolgante, por-
cofinanciamento no âmbito
que vai fazer-nos pensar como
do pacto da Comunidade
é que a cultura no quotidiano
Intermunicipal das Beiras
ajuda à transformação de uma
e Serra da Estrela, tendo o
região que foi objeto de um in-
contrato de execução sido
vestimento assimétrico dentro
assinado pela Secretária de
do desenvolvimento económico
Estado da Educação em ou-
e cultural do país e que agora
tubro de 2016. Contudo, em
tem a oportunidade de repensar
Pedro Gadanho aceitou o desafio por considerar que chegou o momento de prestar o chamado «tributo do nascimento» junho de 2018, a polémica
o seu futuro», afirma o arquiteto
instalou-se com a decisão da
e designer natural da Covilhã, suficiente, principalmente para sas tecnológicas, património e essa ruralidade vai-se tornar
autarquia de não adjudicar a
mas «batizado na Guarda». utilizar a cultura e lançar deba- também por uma oferta cultural um centro importante e é
empreitada.
Com uma vasta experiência de tes mais próximos à realidade mais rica. Parece-me quase im- importante que isso intercete
«Perante a imprevisibili-
curadoria e direção em diversos dos cidadãos, do seu quotidia- possível criar atratividade para a ideia de cultura». O diretor
dade de trabalhos a executar
museus, entre os quais o MoMA no», justifica o diretor executivo, uma região sem reforçar a oferta executivo também quer refor-
no âmbito da empreitada,
(Museum of Modern Art), de que com esta candidatura quer e a dinâmica cultural», sustenta çar a ligação à Universidade
e uma vez que se trata de
Nova Iorque, e o MAAT (Museu contribuir para «refletir e con- Pedro Gadanho. de Salamanca e apostar na
uma escola com muitos anos
de Arte, Arquitetura e Tecnolo- trariar o facto de tanta gente De resto, o responsável dimensão transfronteiriça
e sem projeto original, a
gia), de Lisboa, Pedro Gadanho é ter saído desta região e perdido acredita que a ruralidade deste da candidatura. «Uma cidade
CCDRC veio a considerar não
atualmente investigador na Uni- as suas raízes». A alavanca será território não é «uma carga Capital Europeia da Cultura
elegível a verba consignada
versidade de Harvard (Estados a cultura porque «uma das fun- negativa», antes uma mais- tem uma dimensão interna-
e inviabilizou a candidatura
Unidos) e sentiu que chegou o ções da Capital Europeia será valia do projeto “Guarda 2027”, cional, movimenta dezenas
caso não fosse reformulada»,
momento de prestar o chamado criar capacidade de atração de lembrando que, «fruto das senão centenas de milhares de
anunciou então Vítor Perei-
«tributo do nascimento». Contu- novo em cidades que continuam alterações climáticas, está a turistas para sítios que dois a
ra, que, após a perda deste
do, este regresso à região onde a perder população, o que pode haver uma redescoberta do três anos antes eram desco-
financiamento, prometeu
nasceu tem outro significado, o passar por economia, empre- interior na Europa e acho que nhecidos. O caso de Matera, em
reformular a candidatura.
de voltar ao contexto de cidade Itália, é disso exemplo», aponta
Em novembro de 2018 foi
e de «pensar curadoria de uma
forma mais abrangente e mais Equipa de projeto apresentada Pedro Gadanho, cuja ligação a
Harvard termina em maio. «A
aberto novo concurso e com
um valor base de mais 2,8
transversal», tal como no início partir de junho estou aqui de
do seu trabalho com a fundação
do CUC – Centro Cultura Urbana
esta quinta-feira forma muito regular», prome-
te. Entretanto, esta semana o
milhões de euros, acresci-
dos de IVA. Com o anúncio
A equipa de projeto da candidatura da Guarda a Capital agora feito pela autarquia,
Contemporânea no âmbito da responsável teve um primeiro
Europeia da Cultura em 2027 será apresentada no TMG esta Vítor Pereira sublinha que
Capital Europeia da Cultura contacto com o executivo mu-
quinta-feira, numa sessão em que participará Teresa Patrício «após todas as dificuldades
Porto 2001. nicipal, associações e agentes
Gouveia, presidente da Comissão de Honra da “Guarda 2027”. ao longo deste processo, às
«Depois de alguns anos a culturais da cidade. Posterior-
Recorde-se que Pedro Gadanho é arquiteto e designer. Foi di- quais a autarquia foi alheia,
trabalhar no contexto de mu- mente pretende conhecer os
retor do Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia (MAAT), em acredito que agora tudo vai
seus, tinha chegado a uma es- atores e autarcas das restantes
Lisboa, e curador do departamento de arquitetura e design do correr pelo melhor nesta tão
pécie de impasse em que achava 17 cidades envolvidas na can-
Museum of Modern Art (MOMA), em Nova Iorque. importante obra».
que o espaço do museu não era didatura.
8• • Quinta-feira • 16 de janeiro de 2020

O que esperar e recear


de 2020?
O INTERIOR volta desafiar personalidades, autarcas, políticos, empresários, sindicalistas, jornalistas
e dirigentes associativos a partilhar a sua opinião sobre o novo ano, bem como as suas aspirações,
preocupações e anseios. Nesta edição publicamos alguns contributos, mas há mais para ler nas
próximas semanas

2020? Vamos lá sonhar um bocadinho Expetativas para 2020


De nada adianta fazermos os pedidos percorre povoações quase sem gente. Inicio desejando que a felicidade Portugal, tal seria o legitimar da mentira
de ano novo aquando cada passa metida Vamos pensar em grande para 2020? bata nas aldravas da porta de cada um como arma de propagação e interven-
na boca se não olharmos para nós próprios Ou sonhar, vá. Primeiro, já que estão a de nós e, em particular, na do jornal O ção política. Também, como dizia Vítor
convictos de que somos bons, vamos fazer mexer no IP3, não o remendem com uma INTERIOR pelos seus 20 anos de exis- Direito, «é preciso que se faça aquilo
melhor e acima de tudo vamos conseguir. espécie de estrada com perfil de auto- tência neste 2020, ano do génio musical que tem de ser feito», pois o discurso
A segurança pode ser a chave do sucesso estrada. Façam-na ser uma autoestrada Ludwig van Beethoven (250 anos do enganador dos políticos de privilegiar as
de quem acredita que conseguir alcançar que ligue Viseu a Coimbra de uma forma nascimento). pessoas com um pouco mais de dinheiro,
os seus objetivos depende de uma vonta- condigna, já que muitos dos serviços de Que seja o ano certo para projetar, mas que pretende sobretudo dar-lhes
de sua, dos seus passos, ou seja de uma saúde públicos nos reencaminham para não apenas a próxima década, como as otimismo e crédito, acaba sempre por
vontade individual. tratamentos onde? Em Coimbra. Segundo décadas vindouras. Impõe-se um exercício induzir comportamentos que mais tarde
No entanto, nem tudo o que nos sonho… Porque não dignificar a região de reflexão coletivo, um diálogo transversal se pagam caro. Em 2020 continuaremos
rodeia depende de uma decisão perso- Centro com um aeroporto em vez de cons- e inspirador de uma agenda estratégica a ter a rude saga da desigualdade, da
nalizada. Elegemos quem decida por truir mais um na zona Sul? Terceiro sonho, para a próxima geração; um novo devir que pobreza, da fome, do racismo, da in-
nós, quem nos defenda, quem recorde porque não a rede ferroviária passar em una os portugueses em torno de causas justiça, das guerras intermitentes e da
o que precisamos e o que queremos, toda a região interior sem deixar Bragança maiores do que o somatório das nossas triste sensação de que não sabemos da
numa espécie de vontade coletiva, com de fora e já agora deixar o Alfa vir espreitar partes individuais ou grupais. Portugal missa a metade.
o objetivo de melhorar dia após dia, a aqui à Guarda? Quarto sonho: um centro deve esse exercício de futuro quer aos Regionalmente, precisamos de
qualidade de vida. E oncológico na Guarda portugueses, quer aos confiança nas institui-
estará essa qualidade com tratamentos de qui- muitos milhões de cida- ções, de urgente recu-
de vida assegurada no mioterapia e radioterapia, dãos do mundo que se peração dos serviços
nosso distrito? Temos ou será como Viseu, em exprimem na nossa lín- públicos, através de
efetivamente qualidade que um privado já inau- gua mátria. Gostaria de investimentos efetivos
de vida? Numa visão gurou uma unidade e o acreditar num 2020 com em recursos humanos
mais romântica, a qual hospital público continua menores desinformação e materiais, capazes de
também partilho, vi- à espera do cumprimento e indiferença popular na estancar as crescentes
ver aqui é bom, esta das promessas? fiscalização do poder po- fuga das gentes e dete-
calma, este sossego Poderiam ser tantos lítico – não duvidemos de rioração dos serviços.
(na maioria das vezes). os sonhos, mas não que- como a reação da opinião A ausência das famosas
Contudo, vamos por Liliana Carona* ro ser pessimista, alguns pública pode condicionar reformas estruturais
Natália Rodrigues*
partes e fazendo uma deles já vão ser concreti- políticos e governantes, não consolidadas até à
retrospetiva… Nem tudo é um mar de zados em 2020. O salário mínimo aumenta sendo, pois, importante não alimentar data, e que não se prevê que neste gover-
rosas. Começamos pela introdução de e bem, digo eu, que sou trabalhadora. Para o pacato alheamento dos que se iludem no minoritário possam vir a consolidar-se
portagens na A25 e A23. Quem conhece algum patronato, esta subida vai criar sé- com “o que é da política, os políticos que no presente ano, só poderá contribuir
bem a A25, sabe que não estamos a falar rios constrangimentos. Mas a verdade é só resolvam”. E, claro, o fundamental contri- para o nosso contínuo definhar, na mi-
de uma autoestrada de vanguarda. Não esta: como sobrevive uma mãe solteira que buto dos jornalistas para nos informarem nha perspetiva. Todavia, nada deverá ser
estamos perante nenhuma obra de tal receba o salário mínimo e que tenha à sua e questionarem os que exercem o poder. dado como perdido enquanto estivermos
forma inovadora tendo em conta o cariz responsabilidade dois filhos? Sabem onde É necessário contrariar o dialeto dispostos em dizer não, com o não coe-
montanhoso de alguns dos seus km. encontrei essa mãe? Na Cáritas. próprio incluído no “establishment”, rente e consequente de retirar as pedras
Mas pagamos por ela. Aliás, passámos Quer isto dizer que, apesar da es- que exclui e abandona quem não faz no caminho, sendo por isso importante
a pagar para circular nela, quando ao perançada descentralização de algumas parte dele e deixa as pessoas entregues mantermos uma atitude atenta e fiscaliza-
mesmo tempo ouvimos, talvez também pastas governamentais para as regiões a si próprias. É neste contexto, quando dora da ação dos políticos. Por fim, e não
há uma década com mais incisão, a ne- mais interiores como Guarda ou Bragança, lhes surge alguém que, mesmo sendo menos importante, deveremos ser gratos
cessidade de medidas discriminatórias esta descentralização pode não significar a grosseiro ou politicamente incorreto, à vida por nos dar a oportunidade de, a
para o interior de forma a evitar ficarmos viragem de que precisamos. Não nos deem lhes fala numa linguagem que vai de cada dia, contribuir para a sua mudança.
às moscas. D. Manuel Felício, o Bispo da mais amendoins, queremos pinhões. encontro aos seus anseios, que se Um muito feliz 2020!
Diocese da Guarda, diz que receia o que explica as pessoas lhe confiarem o seu
vão mostrar os próximos Censos 2021. * Jornalista, correspondente da voto. É ainda necessário não legitimar a * Professora da Escola Superior de
Da minha parte, mais do que um receio, Renascença e diretora do “Notícias de propagação do populismo, ainda que não Tecnologia e Gestão do Instituto
é a constatação, enquanto jornalista que Gouveia” sendo espectável o seu alastramento em Politécnico da Guarda
Quinta-feira • 16 de janeiro de 2020 • •9

Tomada de Guarda
Estudantes do IPG homenagearam
Giovani Rodrigues

posse da AAUBI
DR

marcada por
críticas do novo
presidente Foi silenciosa a marcha rea-
lizada na Guarda, no sábado, em
homenagem ao estudante cabo-
verdiano morto em Bragança.
A ação solidária juntou
que os acolhem. O responsável
pediu «mais tolerância e ação
das entidades competentes
para haver uma vida melhor nas
instituições de ensino superior
No seu discurso de estreia enquanto dirigente académico, Ricardo cerca de uma centena de estu- e nas cidades que acolhem estes
Nora sublinhou vários problemas da universidade e assumiu que o dantes do Instituto Politécnico estudantes».
local, que marcharam ordei- Por sua vez, Carlos Chaves
mandato será, «sempre que necessário, reivindicativo» ramente entre a Alameda de Monteiro, presidente do mu-
SC
Santo André e a Praça Velha nicípio, disse que «esta é uma
empunhando fotografias de dor à qual os guardenses se
Giovani Rodrigues e cartazes associam» e considerou que «se
com palavras de ordem como justifica que a comunidade se
“A violência é o último recurso manifeste e diga não à violência»
dos incompetentes”, “Descansa porque Portugal é «um país de
em Paz”, “Basta de violência” ou tolerância». O edil acrescentou
“Queremos justiça”. Pelo meio que «não podemos aceitar jus-
houve uma paragem no Jardim tificações para o que ocorreu»
José de Lemos para cantar o e que «a justiça tem que ser
tema “Notícia”, de Ildo Lobo, e feita, seja ela qual for». Antes
ouvir algumas intervenções. Foi da ação terminar ainda houve
uma «morte triste» de um jovem tempo para cantar Cesária Évora
que estava em Portugal há dois enquanto se acendiam velas por
meses para estudar, recordou Giovani Rodrigues na escadaria
uma das oradoras, que subli- da Sé. O jovem era aluno da Es-
nhou ser esta uma manifestação cola Superior de Comunicação,
pela «paz, amor e respeito». Já Administração e Turismo de
junto à Sé Catedral falou o pre- Mirandela e residia em Bragança,
sidente do IPG, Joaquim Brigas, cidade onde foi alvo de agressões
que defendeu «a não violência a 21 de dezembro, tendo falecido
Estudante do mestrado em Engenharia e Gestão Industrial foi candidato único às eleições de 19 de dezembro e a sã convivência» entre os no último dia do ano no Hospital
estudantes e as comunidades de São João, no Porto.
Sofia Craveiro discurso marcado por reivindi- é miserável, é sim senhor!» mas
cações e críticas, o dirigente es- rematou afirmando que «as con-
tudantil salientou «o orçamento tas já estão aprovadas e temos IPG
A cerimónia de tomada de insuficiente» para as atividades 200 mil euros para a nossa wi- Passagem de ano académica a meio gás
posse dos novos órgãos sociais desportivas desenvolvidas em fi», arrancando palmas e risos LM

da Associação Académica da meio académico, destacou a ne- da plateia.


Universidade da Beira Interior cessidade «de mais estudantes Ricardo Nora foi eleito pre-
(AAUBI) decorreu na sexta-feira, serem abrangidos pelas bolsas sidente da AAUBI no passado 19
na Faculdade de Artes e Letras de ação social» e apontou o dedo de dezembro. Em declarações
da UBI, na Covilhã. à «degradação das estruturas» a O INTERIOR, o responsável
Ricardo Nora, recém-eleito da UBI. Aqui, o presidente deu assume que o mandato que
presidente, marcou o ato sole- especial enfoque ao «degra- agora inicia será, «sempre que
ne com um «grande discurso», dante estado da Internet» da necessário, reivindicativo» e
construído de «forma elevada, universidade sendo aplaudido sublinha que pretende contri-
certeira e objetiva», nas palavras pela grande maioria dos presen- buir o mais eficazmente possí-
do presidente da Câmara da tes. António Fidalgo, reitor da vel «para resolver problemas
Covilhã, Vitor Pereira. De facto, universidade covilhanense, não estruturais» da universidade.
foram poucos os que discorda- ficou sem responder às críticas O estudante do mestrado em Ainda está longe da festa ao mau tempo. A festa começou,
ram do autarca, que foi parte e – falando de frente para o novo Engenharia e Gestão Industrial organizada anualmente em por isso, a meio gás perto das
integrante da audiência que dirigente estudantil – afirmou liderou a única lista apresen- Salamanca, mas a ideia de uma 23h40, quando o grupo Repu-
aplaudiu de pé as palavras do que «os [seus] interesses são tada, tendo obtido 626 dos passagem de ano académica na blika subiu ao palco. À meia-
novo dirigente académico. os mesmos da AAUBI» mas 689 votos registados num Guarda vai-se entranhando aos noite houve fogo de artifício e
Ricardo Nora destacou vá- reiterou que «trabalhamos para universo de 7.843 estudantes poucos junto da comunidade intervenções dos presidentes
rios aspetos que acredita que a mesma causa, mas temos em condições de votar. Ricardo estudantil do Politécnico local. da Associação Académica, do
devem ser alterados, nomea- posições muito diferentes». No Nora sucede a Afonso Gomes, Na passada quinta-feira o IPG e da Câmara da Guarda. A
damente o regime jurídico das seu discurso, e após admitir cuja direção integrou como frio arrefeceu o ânimo da cen- música voltou logo depois com
instituições de ensino superior, que cumprir a «lealdade das tesoureiro. Dos novos órgãos tena de estudantes que acorreu os Republika, os 100 Ensaios
de forma a aumentar a «repre- funções» obriga ambos a um sociais destaque para Bruno à Alameda de Santo André para e prosseguiu noite dentro com
sentatividade dos estudantes», «confronto saudável», António Campos, que preside à mesa da uma celebração atrasada do ano os DJ Rafa e TwoBrother’s. A
que atualmente é feita por cinco Fidalgo não se coibiu de con- Assembleia Geral de Alunos, e novo. Recorde-se que o evento Passagem de Ano Académica
estudantes, para um universo cordar com os problemas apon- para Pedro Carvalho, presidente esteve agendado para 19 de de- foi organizada pela Associação
de mais de oito mil alunos.Num tados, e afirmou que «a internet do Conselho Fiscal. zembro, mas foi adiado devido Académica da Guarda e pelo IPG.
10 • • Quinta-feira • 16 de janeiro de 2020

FITECOM investe 4 milhões


de euros em ETAR e nova
tecnologia DR
A empresa de a FITECOM vai investir no “upgra-
lanifícios localizada de” da tecnologia com a aquisição
no Tortosendo vai de novas máquinas destinadas a
investir este ano quatro melhorar o acabamento dos teci-
milhões de euros na dos. «Somos uma das empresas
modernização da sua mais avançadas tecnologicamente
estrutura produtiva. da Europa e queremos manter-
Uma das grandes nos na vanguarda», afirma o
apostas é a construção administrador, que relata que no
de uma ETAR que irá rol de novidades se inclui ainda
permitir reaproveitar a ampliação da área de armaze-
50 por cento da água namento de matérias-primas.
utilizada. «Vamos ter um novo edifício com
cerca de três mil metros quadra-
Sofia Craveiro dos», refere João Carvalho. Prevê-
se que a conclusão da introdução
da nova maquinaria – que já está a
«Todos os anos investimos ser instalada – e a construção das
entre meio milhão a um milhão novas estruturas estejam conclu-
de euros. Este ano fomos para ídas «até junho do próximo ano»,
além da rotina». A afirmação é de segundo o responsável.
João Carvalho, administrador da A FITECOM produz teci-
empresa de lanifícios FITECOM, dos para vestuário de homem,
que em 2020 irá investir quatro senhora e criança e exporta 98
milhões de euros em tecnologia e por cento da produção, sendo
infraestruturas para modernizar uma das maiores exportadoras
a sua estrutura produtiva. permitir-nos aproveitar cerca de tem um custo de construção ele- empresário, para quem com esta da região. «80 por cento ficam
Um dos projetos previstos 50 por cento dos efluentes, sen- vado e de manutenção também nova infraestrutura «vamos dar na Europa e 20 por cento são
para a fábrica localizada no do depois misturada com água considerável, por isso não irá o passo seguinte» na preserva- enviados para o resto do mundo»,
Tortosendo (Covilhã) é a cons- nova», adianta João Carvalho. refletir-se em grandes ganhos ção do planeta. declara João Carvalho. A empresa
trução de uma ETAR de forma O ganho ambiental deste novo a nível financeiro. Apesar disso, Além da construção da ETAR, possui 27 anos de atividade e tem
a reduzir o impacto ambiental empreendimento é, no entanto, a preocupação ambiental e a que representa 25 por cento do uma capacidade produtiva de 2,5
da atividade. «Gastamos cerca muito superior à vantagem eco- responsabilidade social são total de investimentos previstos milhões de metros de tecido por
de 500 metros cúbicos de água nómica que o empresário afirma fatores que sempre levámos para 2020 e cuja construção ano. Atualmente emprega mais de
por dia. Esta nova ETAR vai não ser significativa. «A ETAR em consideração», justifica o deverá iniciar-se no final do ano, 200 colaboradores.

Tradição
Incêndios
AMCB revê Planos Municipais Festa das Papas na Póvoa de Atalaia
de Defesa da Floresta
DR
A tradição tem séculos e
cumpre-se este domingo na
A Associação de Municípios e normas de uma Diretiva Eu- Póvoa da Atalaia (Fundão) em
da Cova da Beira (AMCB) está a ropeia para o setor, bem como honra de São Sebastião. Nesta
promover a revisão dos Planos as orientações do Instituto de festa peculiar são distribuídas
Municipais de Defesa da Flores- Conservação da Natureza e das papas de carolo e filhoses pela
ta Contra Incêndios junto das Florestas (ICNF). O Plano Muni- população no final da missa e do
autarquias associadas. cipal de Defesa da Floresta Con- cortejo das mordomas das Papas
Este trabalho vai incluir a tra Incêndios é um instrumento até à capela do padroeiro, uma
produção de cartografia mu- de gestão territorial, de carácter procissão ritmada pela Banda
nicipal de risco e a construção obrigatório, que tem que ser Filarmónica União de Santa Cruz
de sistemas de informação geo- revisto periodicamente e/ (Aldeia Nova do Cabo).
gráfica de base supramunicipal ou sempre que se verifiquem Reza a lenda que, em tem-
em matéria de riscos. Segundo a alterações significativas que pos idos, a região foi assolada
AMCB, «a informação partilhada tenham repercussões sobre o por uma praga de gafanhotos e
contribuirá para a criação de documento em vigor. A AMCB a população local tratou de fazer
uma base de conhecimento co- já ministrou entretanto, em uma promessa ao padroeiro
mum em matéria de prevenção Belmonte, uma formação em para que poupasse a aldeia e
riscos, acessível e partilhada Cartografia de Risco para os protegesse as colheitas, cons-
pelas diversas entidades com técnicos dos municípios de tituídas maioritariamente por que os pequenos predadores de 25 famílias ficam encarre-
responsabilidades de interven- Almeida, Belmonte, Celorico cereais. Em troca, iriam oferecer foram morrer, «por milagre», à gues de elaborar as papas, sendo
ção sobre o território». Atual- da Beira, Covilhã, Figueira de papas de carolo e coscoréis, porta da capela de São Sebas- que o chafariz situado no centro
mente já está em curso a revisão Castelo Rodrigo, Fornos de feitos com o que resultasse das tião situada na aldeia. Desde da aldeia divide os bairros que,
dos planos dos municípios de Algodres, Fundão, Gouveia, colheitas salvas. Consta-se que então que os seus habitantes se alternadamente, preparam a
Belmonte, Covilhã, Fornos de Guarda, Manteigas, Mêda, Pe- todas as terras vizinhas sucum- empenham no cumprimento da festa. Já na capela as papas são
Algodres, Guarda, Pinhel, Tran- namacor, Pinhel, Sabugal, Seia biram à praga, mas que a Póvoa promessa ao terceiro domingo benzidas e distribuídas pelos
coso e Seia, seguindo os critérios e Trancoso. de Atalaia foi poupada, sendo de janeiro. Ano após ano, grupos homens por todos os presentes.
Quinta-feira • 16 de janeiro de 2020 • • 11

Beiras e Serra da Estrela


Luís Tadeu é o novo Empresa de
bebidas vai
presidente da Comunidade
Intermunicipal

criar 20 postos
DR

de trabalho em
Manteigas
Unidade fabril vai ocupar 2.256 metros quadrados no Complexo
O autarca de Gouveia, Luís educativa, à cultura, à criação
Tadeu, foi empossado presiden- de emprego e de riqueza na
Multiusos da SOTAVE, propriedade da autarquia
te Comunidade Intermunicipal região», como forma de atrair DR

das Beiras e Serra da Estrela população e de combater a


(CIMBSE) na terça-feira, na desertificação e ainda ao «turis-
Mêda, onde decorreu uma reu- mo e à promoção de produtos
nião do Conselho Intermunicipal. endógenos».
Contactado por O INTE- Segundo o presidente re-
RIOR, o novo presidente afir- cém-empossado, «ainda em
ma que «o trabalho que será janeiro vai haver uma reunião»
desenvolvido tem muito de dos membros da CIMBSE para
continuidade», pelo facto de apresentarem «propostas e
existirem «processos e projetos projetos para os próximos
que já estão em execução» desde anos». Luís Tadeu vai presidir
a anterior presidência. Apesar ao Conselho Intermunicipal da
disso, Luís Tadeu admite que o CIMBSE nos próximos dois anos,
mandato irá coincidir «com o tendo como vice-presidentes
início de uma fase complicada, Esmeraldo Carvalhinho, edil de
onde se integra o fim do ciclo Manteigas, e António Machado,
2020» e se iniciam as propostas autarca de Almeida. O gouve-
de projetos para os próximos ense substituiu no cargo Carlos
dez anos. «São prazos muito Filipe Camelo, presidente do
curtos em que temos de definir município de Seia, cujos vices
objetivos para 2030», afirmou foram Manuel Fonseca (Fornos
o novo responsável da CIMBSE. de Algodres) e Rui Ventura
No rol de medidas, o presidente (Pinhel). Recorde-se que este
da Comunidade Intermunicipal modelo de rotatividade da pre-
salienta que será dada relevân- sidência da CIMBSE, que está
Autarquia arrendou instalações por um período de 20 anos
cia à «capacitação de agentes do sedeada na Guarda, foi aprovado
território, em especial na área em 2017. Luis Martins serão cobrados «valores simbó- unidade industrial é «uma boa no-
licos». A autarquia atribui ainda tícia» para Manteigas e também
apoios à criação de postos de «a prova» de que a estratégia de
Droga Uma empresa de bebidas não trabalho e concede bonificações promoção e divulgação do con-
PJ da Guarda deteve traficantes alcoólicas e de café vai instalar-
se no complexo multiusos da
no pagamento de taxas e tarifas
municipais. «O projeto prevê criar
celho está a resultar. «Manteigas
sofreu um rude golpe com o fecho
que operavam na Covilhã SOTAVE, em Manteigas, e criar no curto prazo 20 postos de tra- das suas empresas têxteis e de
20 postos de trabalho numa fase balho e contamos que cresçam em lanifícios, pelo que estamos em-
Após buscas domiciliárias, precisão, vários telemóveis,
inicial. O projeto foi divulgado número significativo no futuro. penhados em diversificar o nosso
realizadas nos passados dias 7 equipamentos informáticos»,
pelo município que, na sexta-feira, É a criação de emprego que nos tecido económico. O que está a
e 8, a Polícia Judiciária (PJ) da entre outros objetos.
assinou com a Condição Tempo, move porque o concelho bateu acontecer não se verificava há
Guarda deteve cinco suspeitos Os detidos são quatro ho-
S.A., a entidade promotora do no fundo com a crise dos têxteis e dez anos. Hoje, a criação de postos
de tráfico de droga que opera- mens de nacionalidade portu-
investimento, um contrato de não queremos voltar a passar por de trabalho é uma realidade na
vam nas cidades de Lisboa e guesa e um de nacionalidade
arrendamento de 2.256 metros isso», refere o autarca. pequena indústria, no comércio
da Covilhã. brasileira, com idades com-
quadrados naquele espaço. Esta será a segunda empresa e nas unidades hoteleiras e de
Segundo o Departamento preendidas entre os 23 e 26
Segundo Esmeraldo Carva- a sediar-se nas antigas instalações alojamento turístico», constata o
de Investigação Criminal da anos. A PJ adianta, em comu-
lhinho, presidente da autarquia da SOTAVE, a centenária fábrica presidente da Câmara.
Guarda, as detenções resulta- nicado, que todos os detidos,
serrana, o contrato vigora pelo têxtil que encerrou em setembro O edil admite que há mais
ram de uma investigação ini- «um funcionário bancário,
período de 20 anos e foi celebrado de 2005 deixando 160 pessoas investimentos em perspetiva,
ciada há sete meses, no âmbito dois estudantes e dois sem
no âmbito do Regulamento de sem trabalho. «A Câmara com- mas escusa-se a revelar quais
da qual foram realizadas sete ocupação profissional, man-
Cedência de Espaços Municipais, prou os edifícios em 2010 e tem enquanto não se concretizarem.
buscas domiciliárias,  cinco tinham ligações entre eles na
sendo propósito da empresa pro- vindo a ocupá-los à medida das No caso da Condição Tempo, S.A.,
no município da Covilhã e atividade delituosa agora de-
duzir e distribuir refrigerantes, necessidades. Atualmente uma ainda não foi divulgado o valor
duas na área metropolitana sarticulada, possuindo um de-
bem como outras bebidas não al- empresa de confeções trabalha do investimento previsto para a
de Lisboa. Destas ações resul- les antecedentes policiais por
coólicas, e comercializar café. Em em cerca de 2.000 metros qua- unidade de Manteigas, nem os
tou a apreensão «de produto crimes da mesma natureza».
contrapartida, o município cede o drados na produção de peças e prazos para o arranque da labo-
estupefaciente equivalente a Os suspeitos foram presentes a
espaço isentando o investidor do vestuário em burel e é um caso ração. O que já se sabe é que os
centenas de doses individuais tribunal com vista à aplicação
pagamento de rendas durante um de sucesso», destaca Esmeraldo promotores vão gastar 180 mil
diárias, quatro balanças de de medidas de coação.
período de carência, findo o qual Carvalhinho. A vinda desta nova euros na requalificação do espaço.
12 • • Quinta-feira • 16 de janeiro de 2020

Almeida Vila Nova de Foz Côa

Ginjinha da Casa da Amélinha Côa Parque e Universidade de


já está online DR
Coimbra consolidam investigação
da arte rupestre DR
A Fundação Côa Parque
e a Universidade de Coimbra
assinaram na quinta-feira um
protocolo de colaboração téc-
nico-científica que consolida
a «ligação histórica», de quase
quatro décadas, que docentes,
investigadores e estudantes de
Arqueologia da Faculdade de
Letras e do Centro de Estudos
em Arqueologia Artes e Ciências
do Património (CEAACP) têm
Desde dezembro do ano mentários de visitantes. Os
mantido com o Parque do Côa
passado que a centenária conteúdos multimédia são
no estudo da Pré-história e de
tasca de ginjinha de Almeida uma das grandes apostas, es-
outros períodos mais recentes
está presente no meio digital. tando disponíveis fotografias
do Vale do Côa.
A Casa da Amélinha tem e vídeos promocionais apela-
O acordo foi rubricado no
agora página de Facebook e tivos acerca de um licor que é
Museu do Côa, em Vila Nova
site próprio (www.casadaa- motivo de atração a Almeida.
de Foz Côa, por Bruno Navarro,
melinha.pt). Na página web Fundada em 1883, a Casa da
presidente do Conselho Diretivo
são divulgados conteúdos Amélinha continua a preser-
da Côa Parque, e por Cláudia
sobre a história deste esta- var a receita familiar e o saber
Cavadas, vice-reitora da Univer-
belecimento emblemático da fazer de uma ginjinha de ex-
sidade de Coimbra. A Fundação
vila fortaleza, é apresentada celência. Fica na Rua Afonso
recorda que a «tradição de
a equipa que gere o negócio de Albuquerque, no centro
colaboração» com aquela insti-
e ainda são incluídos co- histórico da vila raiana.
tuição de ensino superior teve
Protocolo de colaboração foi assinado no Museu do Côa na semana passada
início em 1996 com a criação do
Seia primeiro site sobre as gravuras de colaboração a desenvolver âmbito de atividades de investi-
de Foz Côa, «fazendo a História entre a Fundação Côa Parque gação e de divulgação do patri-
Inscrições abertas para da descoberta, arquivando todas e o CEAACP/FLUC, com vista a mónio cultura. Segundo Cláudia
as notícias e apelando à sua pre- aproveitar reciprocamente as Cavadas, «este protocolo vem
participar na feira do queijo servação (http://www1.ci.uc. potencialidades técnicas, huma- formalizar uma colaboração já
Já estão a decorrer as pt. O certame é «uma imagem pt/fozcoa/batalha.html)». Para nas e de inovação». longa e vai permitir continuar a
inscrições para participação de marca do município e da Bruno Navarro, esta parceria Está prevista a assessoria dinamizar a articulação entre as
na 43ª Feira do Queijo de região», refere a autarquia, formaliza essa colaboração «já técnica e científica dos investi- duas instituições, potenciando a
Seia, que vai ter lugar de 22 que organiza em parceria longa e vai permitir potenciar gadores do CEAAC, da Faculdade capacidade cientifica da Univer-
a 25 de fevereiro no edifício com a Associação de Artesãos e dinamizar a articulação entre de Letras, em iniciativas da Côa sidade de Coimbra nesta área
do mercado municipal e área da Serra da Estrela, a Asso- as duas instituições, definindo Parque e a colaboração mútua do conhecimento, mas numa
envolvente. ciação Nacional Criadores o âmbito das parcerias e ações das instituições em projetos no perspetiva interdisciplinar».
O prazo termina dia 27 Ovinos Serra da Estrela, a
deste mês e os interessados Liga dos Amigos e Criadores
devem inscrever-se direta- do Cão Serra da Estrela e a Sabugal
mente no Gabinete de Apoio à
Vereação ou através de email
Associação para o Desenvol-
vimento Integrado da Rede
Mais de 50 mil pessoas foram ao evento “Sabugal Presépio” DR

para feiradoqueijo@cm-seia. das Aldeias de Montanha.

Belmonte
Câmara instala
desfibrilhadores nos pavilhões
gimnodesportivos
A Câmara de Belmonte cia em caso de paragem car-
instalou desfibrilhadores ex- diorrespiratória. Para a correta
ternos nos pavilhões gimno- utilização dos equipamentos,
desportivos da sede do conce- dez funcionários do município
lho e de Caria. frequentaram cursos de forma-
Os equipamentos incorpo- ção ministrados por entidades
ram monitorização remota 24 especializadas e certificadas
Mais de 50 mil pessoas do país, a uma escala em que os acolheu uma pista de gelo ecoló-
horas por dia, teleassistência para a área da Desfibrilhação
passaram pelo evento “Sabugal visitantes se sentem parte inte- gica, concertos, peças de teatro,
com a Cruz Vermelha Portu- Automática Externa. «Com a
Presépio - O Maior Presépio Na- grante do mesmo. Esta atração animação infantil e sessões de
guesa e chamada automática utilização de desfibrilhadores
tural”, que decorreu entre 6 de ocupou cerca de 1.100 metros “showcooking”, entre outras
para os serviços de emer- automáticos externos a pos-
dezembro e o último domingo quadrados e foi montada pelos atividades. No ano anterior o
gência, adianta o município sibilidade de sobrevivência
no Largo da Fonte, no centro da funcionários do município com evento tinha sido visitado por 40
em comunicado. A iniciativa é tanto maior quanto menor
cidade raiana. recurso a materiais recolhidos mil pessoas, também de acordo
surge «da preocupação» da for o tempo decorrido entre a
O número foi avançado pela nas florestas do concelho, como com informação do município,
autarquia com a saúde dos mu- fibrilação e desfibrilhação, daí
autarquia, que promoveu a ini- troncos de castanheiros, heras que adianta, em comunicado,
nícipes que frequentam as suas a importância de implementa-
ciativa que aposta na recriação e musgos, entre outros. O Largo que a próxima edição vai ter
instalações e visa aumentar a ção deste programa», sublinha
do presépio de Belém, conside- da Fonte foi também palco de «como berço o imponente cas-
probabilidade de sobrevivên- a Câmara.
rado o maior presépio natural um “Mercadinho de Natal” e telo de cinco quinas».
Quinta-feira • 16 de janeiro de 2020 • • 13

30 anos de pintura de Carlos


Opinião
Ovo de Colombo

Capitão Fausto DR
Adaixo assinalados na Tinturaria DR

Joana Rebelo outros, os Capitão Fausto são


hoje uma das bandas portuguesas
Tomás Wallenstein (voz, gui- mais influentes do momento com
tarra, piano), Manuel Palha (gui- um estilo musical que tem sido
tarra, piano), Francisco Ferreira reinventado a cada projeto. «Esta exposição é uma forma de consolidação do trabalho desenvolvido nesse tempo», disse o artista guardense
(teclados), Domingos Coimbra (bai- O quarto e mais recente ál- “O Tempo passa, a Arte fica” é muito de arquitetura e de traço, novas expressões» em obras
xo) e Salvador Seabra (bateria) são bum “A Invenção do Dia Claro” o nome da mostra de pintura que de perspetiva e ponto de fuga nas futuras. «Vou tentar que esta
os cinco elementos que compõem o foi gravado nos Red Bull Studios, assinala 30 anos de carreira do minhas obras, embora considere exposição seja uma porta de
grupo lisboeta Capitão Fausto. em São Paulo (Brasil). A banda pintor guardense Carlos Adaixo e que estas façam o contraponto passagem, pois tenho aqui duas
Em 2011 marcaram a sua regressa aos palcos em 2020 que está agora patente na Galeria da arquitetura contemporânea, peças que mostram abertura a
presença com o lançamento do para apresentar os resultados Tinturaria, na Covilhã, até 31 de que é muito marcada pelas linhas novos caminhos e novas formas
primeiro disco “Gazela” e, ao longo desta incrível experiência, tendo março. simples e limpas», acrescentou o de expressar ideias», afirmou o
de uma década, conquistaram o concertos agendados em muitas Dois anos de obras do artista guardense. artista.
público, atuando um pouco por cidades, incluindo a Guarda. O estão reunidos nesta exposição, Nas pinturas mais recentes, Pintor autodidata, Carlos
todo o país. Influenciada por len- grupo atuará no grande auditório que permite compreender a de maiores dimensões, saltam Adaixo nasceu na Guarda em
das musicais como Jimi Hendrix, do Teatro Municipal da Guarda no evolução de técnicas e estilos nas à vista as cores garridas, elab- 1962 e já realizou diversas ex-
Arctic Monkeys, The Doors, entre dia 30 deste mês. duas fases da sua obra. «Estes dois oradas entre linhas e formas posições coletivas e individuais
anos de trabalho são o resultado geométricas. «Nunca me inibo em várias localidades do país.
final de trinta anos, e talvez por de fazer coisas mais sóbrias a Atualmente é professor de Fi-
Música isso esta exposição seja uma for- nível cromático – como aliás é losofia e Psicologia no ensino
Quarteto Al-Jiçç no café-concerto ma de consolidação do trabalho visível em obras aqui expostas secundário, escritor com três ro-
O café-concerto do TMG deixa espaço para improvisações desenvolvido nesse tempo», afir- – mas por agora satisfaz-me mances publicados e colaborador
recebe esta quinta-feira (22 modais ou livres em contextos mou Carlos Adaixo na abertura da trabalhar com estes tons fortes», na imprensa regional. As obras
horas) o quarteto Al-Jiçç. rítmicos contemporâneos com mostra, no sábado. Linhas de hor- justificou o artista a O INTE- patentes na Covilhã já estiveram
O grupo cruza o jazz com influência do rock e do funk. Além izonte, elementos de arquitetura e RIOR, à margem da inauguração. também expostas no Museu da
músicas de raiz mediterrânica de Nuno Damião, os Al-Jiçç são paisagem urbana são os motivos Carlos Adaixo deixou ainda no Guarda e no castelo de Pinhel. A
mediante composições originais Gonçalo Lopes (saxofone tenor, representados nas suas telas. «Há ar a possibilidade de «explorar exposição tem entrada livre.
do guitarrista Nuno Damião clarinete soprano e clarinete
que utilizam escalas árabes, ju- baixo), Ricardo A. Freitas (baixo)
dias e ciganas remanescentes da e Jorge Lopes Trigo (bateria e Humor
tradição sefardita. O resultado percussão). A entrada é livre.
Bruno Nogueira sem medo esgota TMG DR
O humorista Bruno Noguei- plo, a «problemática das pessoas
Teatro ra atua esta sexta-feira (21h30) que, sem terem nada na boca,
Teatro das Beiras apresenta “O Inventório” no TMG com o espetáculo “De- mastigam quando estão a olhar
pois do Medo”. Já não há bilhetes. para alguém a comer». Este é só
na Guarda DR Este trabalho a solo marca um dos problemas que ocupam
o regresso do ator ao “stand-up a cabeça do humorista e que o
comedy” e também à escrita próprio pretende passar para
de sinopses na terceira pessoa quem o ouvir. No fundo, com
do singular. Em palco, Bruno este espetáculo Bruno Nogueira
Nogueira vai abordar questões vai ficar «muito mais aliviado
«que só incomodam pessoas por ter semeado os problemas
que têm demasiado tempo livre, dele na vossa cabeça», adianta
podendo concluir-se à partida a produção. “Depois do Medo”
que o mundo, tal como o conhe- estreou a 29 de novembro de
cem, vai ficar exatamente igual». 2018 e tem estado em digressão
Entre os temas estará, por exem- desde então.

O Teatro das Beiras é o con- quando se tem de fazer os tra- Concerto


vidado deste sábado (16 horas) balhos de casa… e não se con-
do ciclo “Famílias ao Teatro” segue. É um «verdadeiro hino à 9ª Sinfonia de Beethoven em Pinhel
no TMG. imaginação de todas as crianças, Um concerto da Orquestra van Beethoven que se celebram prano Sarah Behrendt, a mezzo-
Em cena estará a peça “O um espetáculo que promete Filarmónica Portuguesa e do em 2020, terá lugar no Centro soprano Lisa Wedekind, o tenor
Inventório”, uma criação origi- ser divertido para miúdos e Coro de Câmara Filarmónico de Logístico a partir das 21 horas. Raphael Wittmer e o barítono
nal e coletiva com encenação graúdos» porque os TPC são Berlim abre esta sexta-feira as Do repertório consta interpreta- Christian Oldenburg. Com este
de Marco Ferreira e destina-se protagonistas de uma série de comemorações dos 250 anos ção integral da icónica 9ª Sinfo- espetáculo, o município de Pinhel
a «todos os que gostam de situações e de brincadeiras de da elevação de Pinhel a cidade. nia, uma obra-prima datada de pretende ainda manifestar o seu
procrastinar… com muita imagi- faz-de-conta. A interpretação O recital, que também assi- 1824. Orquestra e coro atuarão apoio à candidatura da Guarda a
nação». A peça foi construída a é de Fernando Landeira, Sílvia nala os 250 anos do nascimento sob a direção do maestro Osvaldo Capital Europeia da Cultura em
partir de situações imaginadas Morais e Tiago Moreira. do compositor alemão Ludwig Ferreira, tendo como solistas a so- 2027. A entrada é livre.
14 • • Quinta-feira • 16 de janeiro de 2020 Publicidade

PUB

Odontopediatria - Medicina dentária para crianças :)

MEDICINA DENTÁRIA | Drª. Rita Vilar | Dr. Alexis Oliveira | Drª. Soraia Rocha
ODONTOPEDIATRIA | Drª. Rita Vilar

GINECOLOGIA / OBSTETRÍCIA | Drª. Cremilda Sousa PODOLOGIA | Dr. Cristóvão Polónio


CIRURGIA GERAL | Dr. Pedro Caldes MEDICINA CHINESA | Drª. Celina Barreto
ENDOCRINOLOGIA | Drª. Daniela Guelho PSICOLOGIA CLÍNICA | Drª. Maggie Vaz
MEDICINA GERAL E FAMILIAR | Drª. Ana Isabel Santos EXAMES PSICOTÉCNICOS | Drª. Liliana Tavares
PNEUMOLOGIA | Drª. Rita Gomes TERAPIA DA FALA | Drª. Ana Rita Gonçalves
PSIQUIATRIA | Dr. João Campos Mendes ENFERMAGEM | Enf. David Centeio
UROLOGIA | Dr. Gustavo Gomes NUTRIÇÃO CLÍNICA | Drª. Inês Costa
PEDIATRIA | Drª. Rita S. Oliveira OSTEOPATIA | Dr. João Araújo
REUMATOLOGIA | Drª. Joana Ferreira MEDICINA INTEGRATIVA | Drª. Sandra Grilo
ORTOPEDIA | Dr. António Mendes | Dr. Eduardo Ferreira COACHING | Drª. Susana Menoita
ACORDOS - Consulte as especialidades abrangidas
CHEQUE DENTISTA | ADVANCECARE | TRANQUILIDADE | SANTANDER TOTTA | ASSOCIAÇÃO MUTUALISTA MONTEPIO | SSCGD | SAMS CENTRO
SAMS QUADROS | MEDICARE | GENERALI CARE | FUTURE HEALTHCARE | SAÚDE PRIME|VICTÓRIA | EDP MAIS | DECO+ | DENTALREDE

Dr. José João Dra Assunção Vaz Patto Prof. Doutor


Garcia Pires L. Taborda Barata
Neurologista
Especialista pelos Hospitais da Universidade de Coimbra
Consultas de Neurologia
Imunoalergologista
ORTOPEDIA Exames: Electromiografia
e Potenciais Evocados
Asma e Doenças Alérgicas
Rua Comendador Campos Melo, nº 29 – 1º Esq, Covilhã;
Consultas: CLIFIG – Clínica Fisiátrica da Guarda
CLIFIG - Rua Pedro Álvares Cabral - Tel: 275334876
Rua Pedro Álvares Cabral, Edíficio Gulbenkian
Edifício Gulbenkian, s/n Cliniform, Rua Mouzinho da Silveira nº 15 R/C, Guarda;
Telef.: 271 231 397 6300-745 Guarda Tel: 271211905

Prof. Celso Pereira


PUB

Imuno-Alergologia
(Doenças Alérgicas)
Ass Graduado HU Coimbra /
Fac Medicina UC

Covilhã: Clínica Médica Serra da Estrela


Galerias de S. Silvestre - Piso 3 Telf: 960023455
Guarda: Clínica de Fisioterapia da Guarda
Av. Rainha D. Amélia, nº 6 - 271238581/96
Coimbra: 239802700; 968574777 e 918731560

ADVOGADOS ADVOGADOS
Vitor Nascimento António Ferreira, Paula Camilo
& Associados
Bárbara Brigas Sociedade de Advogados, RL
Filipe Pinto
Telefone: 271 086 518 Telefone: 271 213 346 • Fax: 271 082 765 Fotojornalista
e_mails:
e_mails: antonio.ferreira.adv@gmail.com • paula.m.camilo@gmail.com
vitor.nascimento-5874c@adv.oa.pt Rua Alves Roçadas, nº 27 A, 1º CM2
barbarabrigas-4041c@adv.oa.pt (ao lado da loja MANGO) Escadas do Quebra Costas, Nº 2 • 6200-170 COVILHÃ
Telef. 275 336 805 • Telem. 919 487 978 • Telem. 964 196 950
Rua do Encontro, nº 9 - 3º • 6300-704 Guarda 6300-663 Guarda E-mail: filipepintofoto@sapo.pt • fotoacademica@hotmail.com

Médico

Diogo Cabrita
Cirurgião geral
tratamento de varizes e suas
complicações, pequenas cirurgias,
hérnias, hidrocelos, vesícula Litiásica.
Marcações : (Clínica Cembi)
Telef.: 271213445
Protocolo com a Médis

António Gil Advogado


Tel. / Fax 271 238 344
R. Dr. Lopo de Carvalho, 30-2º • 6300-700 Guarda
Contacte-nos!
Tel: 271212153 antonio.gil-5388C@adv.oa.pt
Quinta-feira • 16 de janeiro de 2020 • • 15

Sp. Covilhã vence antes


Rali Dakar
Mário Patrão
sempre a subir
na classificação DR

de visitar Farense
Serranos derrotaram Estoril pela margem mínima e regressaram Ficha de Jogo
às vitórias no Santos Pinto, a primeira em casa desde outubro Árbitro: Hugo Silva (AF Santarém)
Árbitros assistentes: Nelson Pereira e
Filipe Pinto - Foto Académica Hugo Coimbra
E. Santos Pinto,
Covilhã
Sp. Covilhã.................. 1
Carlos Henriques, Tiago Moreira,
O senense Mário Patrão Jaime Simões, Brendon, Soares,
Filipe Cardoso, Gilberto, Mica Silva
tem vindo a melhorar a sua (Joel Vital, 90’), Bonani (Rodrigo
prestação na edição deste ano António, 75’), Jean Batista e Kukula
do Rali Dakar e na terça-feira (Deivison, 80’)
já ocupava a 35ª posição da Treinador: Daúto Faquirá
classificação geral das motas.
O piloto do KTM obteve
Estoril......................... 0
Dani Figueira, Hugo Firmino, Valente,
nesse dia o seu melhor re-
Lucas Áfrico, Simão, Tembeng,
sultado na mais importante Bragança, Crespo (Franco, 57’), Índio
prova de todo-o-terreno do (Barbosa, 68’), Juninho (Careca, 79’)
mundo que decorre na Arábia e Roberto
Saudita ao terminar a nona Treinador: Pedro Duarte
etapa no 26º lugar, a 26m55s Golos: Kukula (67’)
do vencedor, o chileno Pablo
Quintanilla (Husqvarna). Esta Ação disciplinar: Cartão amarelo para
jornada, a primeira após a Filipe Cardoso (30’), Gilberto (33’) e
morte de Paulo Gonçalves Vitória de domingo colocou covilhanenses no terceiro lugar da IIª Liga Temberg (45’).
(Hero) no domingo, ligou Wadi
Duas vitórias bastaram para há cinco partidas sem ganhar, sionantes e mais rematadores. visitantes tentaram dar a volta
Al Dawasir a Haradh, num total
o Sp. Covilhã regressar ao pó- os estorilistas, que estrearam Logo no primeiro minuto foi ao resultado e passaram a pres-
de 476 quilómetros, dos quais
dio da IIª Liga. No domingo, os Pedro Duarte no comando técni- Kukula quem fez a bola balançar sionar o último reduto serrano,
410 de especial cronometrada.
comandados de Daúto Faquirá co, “assustaram” aos 10’, quando as redes, mas estava em fora de tendo criado a melhor ocasião
O Dakar é comandado pelo
receberem e venceram o Esto- Juninho introduziu a bola na jogo. E aos 49’ foi Bonani, de li- aos 85’ num cabeceamento de
norte-americano Ricky Brabec
ril por 1-0 – a segunda vitória baliza serrana, mas estava em vre, que obrigou Dani a aplicar- Roberto, travado pelo guardião
(Honda), seguido, respetiva-
consecutiva desde a chegada posição irregular. A primeira si- se para evitar o golo. No lance covilhanense.
mente, por Quintanilla e Toby
do novo treinador e a primeira tuação de perigo surgiu apenas seguinte Kukula cabeceou Os locais responderam por
Price (KTM). Mário Patrão é o
em casa desde outubro – e as- aos 27’, com um remate rasteiro rente ao poste e pouco depois Deivison, que, pressionado por
segundo melhor representante
cenderam ao terceiro lugar do do brasileiro defendido para Bonani atirou por cima da Lucas Áfrico dentro da área,
português em prova, a seguir
campeonato com 27 pontos. canto por Carlos Henriques. A baliza. O Estoril tentou reagir, atirou para fora. Esta é uma
a António Maio (Yamaha),
A primeira parte do jogo da única oportunidade dos “leões mas foi o Covilhã que chegou vitória importante e moraliza-
28º da geral. Na quarta-feira
16ª jornada foi disputada e equi- da serra” aconteceu pouco an- à vantagem aos 67’. Mica Silva dora para o conjunto beirão,
disputou-se a antepenúltima
librada, mas as equipas tiveram tes do descanso, com o remate ganhou uma bola junto à linha que no domingo viaja até Faro
etapa do rali, que termina esta
dificuldades em aproximarem- cruzado de Mica a sair junto à final e atrasou picado para o para defrontar o Farense, que
sexta-feira. A edição de 2020
se da área adversária e as oca- base do poste. “coração” da área, onde Kukula partilha agora a liderança da IIª
fica marcada pelo falecimento
siões de golo escassearam. Com No segundo tempo, os covi- cabeceou certeiro para abrir Liga com o Nacional, ambos com
de Paulo Gonçalves na sétima
quatro derrotas consecutivas e lhanenses surgiram mais pres- o ativo. Em desvantagem, os 33 pontos.
etapa e pelo cancelamento
da tirada seguinte em home- PUB
nagem ao motard português,
um dos mais acarinhados da
caravana.

Campeonato de
Portugal
Figueirense não
vence desde
outubro
O Ginásio Figueirense so-
freu no domingo nova derrota
no Campeonato de Portugal, a
14ª da temporada.
Em jogo da 17ª jornada da
série B, a equipa de Figueira
de Castelo Rodrigo perdeu
4-0 na receção ao Lusitano de
Vildemoinhos (Viseu) e voltou
a ver um atleta seu ser expulso
com cartão vermelho direto.
O Figueirense é último clas-
sificado com apenas 7 pontos,
menos três que o penúltimo
Vila Real.
16 • • Quinta-feira • 16 de janeiro de 2020 Publicidade

Atletismo
Samuel Barata e Paulo Gomes são
Rua do
do Campo,
Campo, 55 –– 1º
1º Dto
Dto -- 6300-672
6300-672 Guarda
Guarda Lic.NºNº15550
2890 –– AMI
AMI
campeões nacionais de estrada DR
Rua Lic.
Telefone: 271211730 967543140
Telefone: 271 211 730- – 967 543 140 www.predialdaguarda.pt
www.predialdaguarda.pt

VENDE
ID:1173B Garagem No centro com boa localização. O portunidade…. .…8.000€
ID:1179 Casa Rústica Zona do Mondego para restaurar com terreno.. .12.500€
ID:1220 Vivenda A 20km da cidade da Guarda, pronta a habitar. Só!.. ..27.000€
D:1140B Casa Rústica Em pedra, isolada a 10 minutos do centro… ….27.500€
ID:1131 Casas Rústicas A precisar de obras com terreno envolvente.. .29.900€
D:1258 Moradia Para remodelar na zona de Sequeira com terreno…. ..30.000€
D:1143 Casa Rústica Para remodelar com 42.502m² de terreno…..…..31.000€
ID:1300 T3 Centro A necessitar obras,3 quartos, sala, cozinha, sala….33.500€
ID:1241C Lote Na Guarda para construção de moradia. OCASIÃO!..…..35.000€
ID:1238 T2 Pinhel Coz. mobilada c/ lareira, garagem, logradouro……. .41.000€
ID:0159 Quinta Com 3 poços, tanques 2 casas de apoio. 8.500m². Só!.45.000€
ID:0000 T3 Centro A precisar algumas obras de remodelação…….… ..46.900€

VIDENTE
ID:1267 Casa Rústica Casa em ruinas p/restaurar com terreno………..58.000€
ID:0361 T4 Centro Completamente mobilado e equipado, garagem…...79.900€
ID:1265 T2 Centro Coz. mobilada, roupeiros, 1 wc, despensa, sótão….84.900€
ID:0971 T3 Centro Todo remodelado. Sótão e lugar de garagem……....95.000€
Samuel Barata (Benfica) e Paulo Gomes (GDC
ID:0829 T3 Duplex Com lareira, 3quartos, 2wc´s, lugar de garagem… ..95.000€
2
Guilhovai) – na foto – sagraram-se no sábado cam-
ID:0000 Vivenda A 10minutos do centro, c / 2500 m de terreno….…. ...95.000€
ID:1254 T3 Centro Ocasião! Com sótão e garagem. Bem situado!.…....95.000€ Com longos anos de experiência peões nacionais de estrada em absolutos e M45,
ID:0545 V4 Guarda Moradia próxima da Guarda, c/ 4 quartos…… ….100.000€
respetivamente.
ID:1000 V4 Isolada C/4 quartos, 2 wc´s, adega, garagem, quintal… …115.000€
ID:1262 T3 Guarda Aquec.central a lenha, sótão,garagem p/2 carros. 117.500€ Trata inveja, mau olhado, espiritual, estudos, negócios, O covilhanense, que tinha sido campeão em 2018,
ID:0580 Lote Para Construção no Bairro do Pinheiro, c/ 945m²…... ….125.000€
ID:1155 T3 Guarda Aquec. central,lareira, garagem p/2 carros,sótão...132.500€ empresas, amor, problemas familiares, saúde, etc. venceu a prova de 10 quilómetros realizada no Jamor
ID:1022 V4 Guarda Coz. e sala comum, aquec. central, garagem… …145.000€
2
ID:1251 Quinta C/ moradia nova, 6 quartos, c/ terreno 30.000,00m ... 220.000€
Sempre pronto a dar resposta aos seus problemas. (Oeiras) com o tempo de 29m31s, tendo o título fica-
Saiba tudo sobre o seu futuro e o porquê que tudo do decidido no último quilómetro. Luís Saraiva (Sp.
ARRENDA
IID:1075B Salas Centro Salas c/ 20 m2, óptimo, para explicações……. ….…90€
corre mal em sua vida? Braga) foi segundo em 29m39s e o benfiquista Rui
ID:0972C Escritório Centro Com 30m², óptimas vistas, 1 wc………….…...150€
Pinto, campeão de 2019, terceiro (29m44s). Nuno
Não hesite, fale com quem sabe. Tenha FÉ:
2
IID:1050 Loja Guarda Loja para comércio c/ 110 m , 2 wc´s, c/armazém …220€
ID:0316 Escritório Centro Com 30m², c /2 salas, 1 wc, boa localização….250€ Lopes, ex-CA Seia e agora individual, terminou na
IID:0972B Loja Guarda Com 2 salas, recepção,2 wc´s, bem localizada…...250€
ID:0653 Escritório Centro Todo remodelado, sala ampla c/varanda,1 wc.. 275€
271238451 ou 969012923 quarta posição (29m44s). O melhor atleta da região
ID:0334 T1 Centro Cozinha mobilada c/ lareira, 2 quartos,1 wc, sótão….. ..300€
ID:0886 T3 Centro Coz. mobilada e equipada, roupeiro, 2 wc, marquise... .330€
foi Ricardo Figueiredo (CA Seia), com um 29º lugar,
2
IID:1240C Loja Guarda Loja para comércio c/ 163 m , 2 wc´s, 2 salas ……350€ Empresa de transportes admite: em 31m32s. No final, Samuel Barata, que é natural
IID:0851B Loja Centro Loja r/chão, c/ cave p/ arrumos, bem localizada.…..400€
ID:1171 T3 Centro Todo mobilado e equipado, despensa, 2 wc, marquise. 400€ COMERCIAL da Bouça, anexa das Cortes do Meio, afirmou: «Sabia
ID:1246 T2 Centro Completamente mobilado e equipado, 1 wc, marquise. 400€
Procuramos profissional com o seguinte perfil: que estava bem, porque vinha de duas provas muito
Predial da Guarda Vende, • Fluente na língua francesa (imprescindível); boas. Fiz a preparação para a maratona de Valência,
Arrenda, Administra imóveis. • Conhecimentos de língua inglesa; que apesar de me ter corrido mal deixou os efeitos do
• Informática na ótica do utilizador; treino. Portanto, só tive de me concentrar e trabalhar
• Valorizam-se conhecimentos e relações comerciais psicologicamente».
no setor de transportes; Em destaque esteve o veterano Paulo Gomes,
Oferecemos: natural de Celorico da Beira, ao acrescentar mais um
• Formação; título ao seu currículo com a vitória na corrida de M45
• Disponibilização de computador portátil; em 30m57s – foi 31º da classificação geral. Nos res-
CONVOCATÓRIA • Trabalho a partir de casa;
ELEIÇÕES PARA OS ORGÃOS SOCIAIS - QUADRIÉNIO 2020/2023 tantes escalões registo também para Fernando Matos
Enviar Curriculum Vitae para Apartado 196, 6300-909 GUARDA (GCA Donas, Fundão), que se sagrou vice-campeão
Nos termos da alínea a) do ponto 2 do Artigo 29º dos Estatutos, convoco os associados
para o ato eleitoral dos respetivos orgãos sociais da ADM Estrela – Associação Social nacional em M50 (33m46s), e Mário Silva (Senhora
e Desenvolvimento para o quadriénio 2020/2023, para o dia 31 de janeiro de 2020, Desterro), terceiro classificado em M55 (36m12s).
entre as 21:00 horas e as 22:00 horas, seguido da Tomada de Posse, no edifício do Por sua vez, Margarida Sá (Penta Clube da Covilhã)
Diretor e Editor: Luís Baptista-Martins • Rua da Corredoura, 80 - R/C
CAO - Centro de Atividades Ocupacionais (antiga Escola Primária), sito na Rua da
Escola, em Vale de Estrela.
Dto - C • 6300-825 Guarda • foi décima em sub-20 (44m04s) e Alexandre Venâncio
As listas candidatas aos orgãos sociais da ADM Estrela – Associação Social e (CA Seia) classificou-se na 11ª posição com o tempo
Desenvolvimento deverão dar entrada nos serviços administrativos da ADM Estrela, Redação: Luis Martins (Chefe de Redacção) e Sofia Craveiro. • Conselho Editorial:
António Ferreira, Nuno Amaral Jerónimo, Cláudia Quelhas, João Canavilhas, José de 33m49s.
sito na Travessa da Rua da Fontinha, nº 14, na Guarda, por requerimento dirigido ao
Presidente da Mesa da Assembleia Geral, até sete dias antes da data das eleições. Carlos Alexandre, Diogo Cabrita e Maurício Vieira. Em femininos Carla Salomé Rocha (Sporting)
Os associados poderão consultar o Regulamento Eleitoral e os Estatutos da instituição, é a nova campeã nacional (32m49s) e a melhor re-
nos seguintes locais: Colunistas e Colaboradores: Acácio Pereira, Albino Bárbara, Ângela Guerra, António
- na sede da instituição, na Rua da Escola, nº 12, em Vale de Estrela (2ª feira a Domingo) Costa, António Ferreira, António Godinho, Cláudia Quelhas, David Santiago, Diogo
presentante da região foi Margarida Dionísio (ACR
- nos serviços administrativos, na Travessa da Rua da Fontinha, nº 14, na Guarda Cabrita, Eduardo Lourenço, Fernando Pereira, Fidélia Pissarra, Frederico Lucas, Senhora Desterro), que cortou a meta no 21º lugar
(2ª a 6ª feira) Hélder Sequeira, Honorato Robalo, João Canavilhas, Joana C. Pereira, Joana Dente, (38m58s). Os Nacionais de Estrada juntaram mais
- em todos os equipamentos sociais da instituição (2ª a 6ª feira) João Mendes Rosa, João Morgado, João Santiago Correia, Joaquim Igreja, Jorge Noutel,
- no site institucional: admestrela@admestrela.pt
de 1.200 atletas.
José Carlos Alexandre, José Carlos Breia Lopes, José Pires Manso, Júlio Sarmento,
Melanie Alves, Miguel Castelo Branco, Miguel Moreira, Miguel Sousa Tavares, Norberto
Vale de Estrela, 09 de janeiro de 2020. Gonçalves, Nuno Jerónimo, Telma Madaleno e Víctor Afonso. Desporto: António
Silva, Arlindo Marques, Cristina Sofia, Daniel Soares, José Luís Costa, Miguel Machado
O Presidente da Assembleia Geral
e Rui Geraldes. • Cartoon: Maurício Vieira. • Paginação: Jorge Coragem • Projeto
(Carlos Alberto Cunha Pires)
Gráfico: Maurício Vieira. • Departamento Comercial: Natalina Martins • Impressão:
O Interior, nº 1045 de 16/01/2020
FIG-Indústrias Gráficas, S.A. • Rua Adriano Lucas – 3020-430 Coimbra • Telefone
239 499 922 • Fax 239 499 981 • e-mail: fig@fig.pt • Sede, Redação e Publicidade:
Rua da Corredoura, 80 - R/C Dto - C • 6300-825 Guarda N.I.P.C. – P-504847422.
• Nº de registo na ERC: 123436 • Depósito Legal:146398/00 • Tiragem desta
edição: 5.200 exemplares • Periodicidade: Semanário • Edição Internet: O Interior •
Propriedade: JORINTERIOR - Jornal • O Interior, Ldª. Detentores com 5% ou mais
do capital da empresa: José Luís Carrilho Agostinho de Almeida e Luís Baptista-Martins.

Estatuto Editorial: https://www.ointerior.pt/ficha-tecnica/ •


Guarda - Redacção/Publicidade: 271212153 • www.ointerior.pt
• publicidade@ointerior.pt

Cupão de Anúncios Classificados


Envie o seu anúncio classificado para Jornal O Interior, Rua da Corredoura, 80 R/C Dto C • 6300-825 Guarda
Condições gerais dos classificados
Localização Identificação
do anúncio
1. Preencha o cupão com texto em maiúsculas,
deixando um espaço entre cada palavra. Nome: __________________________________________________________________
Grátis

2. O preço é acrescido de IVA à taxa legal em vigor. Imobiliário


*

3. É obrigatório o envio do número de contribuinte (NIF).


4. A identificação é um campo de preenchimento
Vende-se Aluga-se Morada: ________________________________________________________________
obrigatório. A falta de elementos pode implicar a não Trespassa-se Diversos
publicação do anúncio.
5. A “O Interior” reserva-se o direito de rejeitar a
Emprego Código Postal: ________ - _____ Localidade: ___________________________
Euros
2,50

publicidade que não esteja de acordo com a sua Oferece-se Precisa-se


orientação editorial.
6. A recepção de anúncios para cada edição Veículos Contribuinte nº: _________________ Contacto: ______________________
termina 72 horas antes da data da publicação. Vende-se Procura-se
7. Não se aceitam cópias, faxes ou emails deste cupão. Assinatura ________________________________ Data ___/___/______
Euros
4,00

Diversos
* Grátis até à 2ª publicação, a partir
da qual acresce um custo de 2 euros. Para esclarecimentos pode contactar-nos através do telefone 271212153 ou para ointerior@ointerior.pt

Modo de Pagamento: O recibo ser-lhe-á enviado posteriormente


Transferência Bancária (forma mais rápida e vantajosa) Transferência Avulsa Transfira o valor em questão para o NIB indicado e junte
Autorização de pagamento: Exmos Senhores, por crédito na conta abaixo indicada, queiram proceder,
até nova comunicação aos pagamentos das subscrições que vos forem apresentadas pelo Jornal O Interior. IBAN: PT50 001000002256785000177 a este cupão o talão comprovativo da transferência.

Banco _____________ Balcão _____________ NIB _________________________ Data ___/___/______ Assinatura ________________________________________
Nome do Titular _______________________________________________________ Cheque / Vale Postal nº _____________________ Banco _________________
Data ___/___/______ Assinatura ________________________________________ Numerário
Quinta-feira • 16 de janeiro de 2020 • • 17

Futebol distrital Taça Honra AF Guarda

Quatro equipas no encalce Oitavos de final este domingo


A Taça de Honra da AF
Guarda está de regresso este
celho serrano, e o Pinhelenses,
que joga com o Soito. Mais nive-

do líder Sp. Mêda DR


domingo para os oitavos de
final da competição.
Nesta eliminatória há três
equipas do Distrital da IIª Di-
ladas estão as restantes partidas
entre clubes da Iª Divisão, como
é o caso do Vilanovenses-Vila
Cortês do Mondego, Sp. Vilar
visão e 13 do escalão principal, Formoso-Sp. Celoricense e Es-
sendo que o Nespereira vai trela de Almeida-Vila Franca das
defrontar em casa o primodi- Naves. Tarefa complicada terá
visionário Foz Côa, tal como o o Sp. Mêda em Trancoso e o
Paços da Serra, que recebe o Manteigas na receção ao Aguiar
Gouveia para um dérbi do con- da Beira.

Natação
Guardenses conquistam seis pódios
em Elvas DR

O Clube de Natação da quatro medalhas de prata


Guarda (CNG) obteve seis por Francisco José Cipriano
Há nova mudança de líder Soito (7º). Apenas três pontos Guarda derrota líder pódios no Torneio ANICentro, (100 metros bruços, infantis),
no Distrital da Iª Divisão da AF separam o primeiro classificado da IIª Divisão que teve lugar em Elvas no Marco António Costa (100
Guarda, que esta época está (Sp. Mêda, 28) do quinto (Vila
sábado passado. metros mariposa e 200 me-
muito competitivo e já teve Cortês, 25), pelo qualquer des- O Freixo de Numão teve
A prova foi organizada tros estilos, absolutos), Dio-
várias equipas no primeiro lize será suficiente para alterar uma tarde para esquecer na ca-
pela Associação de Natação go Antunes Gonçalves (100
lugar. No domingo o Sp. Mêda a ordem das equipas da frente. pital do distrito, onde o Guarda
do Interior Centro e contou metros mariposa, absolutos).
regressou ao comando do Destaque também para o fosso FC impôs a primeira derrota do
com a participação de 136 na- O CNG conseguiu ainda duas
campeonato fruto da vitória de sete pontos que separa o líder da IIª Divisão esta época.
dadores em representação de medalhas de bronze por Mar-
por 3-0 em Foz Côa (13º e pe- quinto do sexto (Vila Franca). Os guardenses venceram por
16 clubes. A clube guardense co António Costa (100 metros
núltimo classificado). A essas contas haverá ainda 2-1 e passaram a integrar o
competiu com sete atletas, bruços, absolutos) e Diogo
Os medenses beneficiaram que somar os resultados dos lote de três equipas que estão
orientados pelo treinador Antunes Gonçalves (200 me-
da derrota do Trancoso no ter- acertos de calendário decor- no encalce da formação do con-
Filipe Vaz, que conquistaram tros estilos, absolutos).
reno do Vilanovenses (10º) por rentes do acidente sofrido por celho de Vila Nova de Foz Côa.
2-1, resultado que ditou a queda metade da equipa do Aguiar Nessa situação estão o Pi-
da formação da “cidade de Ban- da Beira no passado 8 de de- nhelenses e o Nespereira, que Esgrima
darra” para o quarto lugar. Na zembro, isto porque a equipa empataram a zero no domingo
12ª jornada o Manteigas (2º) aguiarense tem dois jogos em em jogo da sexta jornada, ten- Ana Campos competiu em nova prova
voltou a golear, desta feita 5-2 na atraso a disputar com o Estre- do folgado o Paços da Serra. No do Europeu de cadetes
receção ao Fornos de Algodres la de Almeida e o Vila Cortês. outro jogo da tarde o histórico Ana Campos (Penta Clube do passar a fase seguinte numa
(8º), enquanto o Gouveia(3º) Este domingo o campeonato Sp. Sabugal perdeu em casa da Covilhã) foi 111ª, entre prova de alto nível competitivo
ganhou 5-1 em Vila Franca das dá lugar Taça de Honra da AF com o Casal de Cinza por 2-0 130 atiradores, em mais uma e contou com a presença dos
Naves (6º). Nos restantes jogos, Guarda e regressa dia 26 com e pode ter comprometido as prova do Circuito Europeu melhores atletas do mundo na
o Sp. Celoricense (11º) derrotou um escaldante Mêda-Manteigas, suas aspirações de regresso de Cadetes de sabre, na loca- especialidade. Segundo o PCC,
em casa o “lanterna vermelha” bem como as partidas Gouveia- ao campeonato principal da lidade francesa de Meylan no Ana Campos continua a sua
Estrela de Almeida (14º) por Foz Côa, Almeida-Vila Franca, AF Guarda. A 26 de janeiro domingo. preparação com vista à presen-
3-0, o Vila Cortês (5º) foi ganhar Vila Cortês-Celoricense, Soito- jogam Freixo-Sabugal, Paços A covilhanense conseguiu ça no Campeonato de Europa
1-0 ao terreno do Sp. Vilar For- Vilanovenses, Trancoso-Vilar da Serra-Guarda FC e Casal uma vitória e cinco derrotas na de Cadetes, que se realiza em
moso (12º) e o Aguiar da Beira Formoso e Fornos-Aguiar da Cinza-Pinhelenses, folgando o fase de poules, não conseguin- fevereiro em Porec (Croácia).
(9º) venceu 2-0 na receção ao Beira. Nespereira.

Cupão de Assinatura
Identificação: Nacional_ ____ Semestral.....(16€) Anual.. (30e)
Nome: _________________________________________________________________________________________________________
Estrangeiro_ Semestral.....(18€) Anual.. (35e)

Morada: ________________________________________________________________________________ Código Postal: _________ - ______ Localidade: _____________________________________________

NIF: ________________________ Telefone/Telemóvel: __________________________________________________ Email: ________________________________________________________________

Modo de Pagamento:
Enviar para: Rua da Corredoura 80, R/C Dto C • 6300-825 Guarda
Transferência Avulsa
IBAN: PT50 001000002256785000177
Data ___/___/______ Assinatura ________________________________________ Assinatura __________________________________________________ Data _____/_____/________
Transfira o valor da Assinatura para o NIB indicado e junte a este cupão o talão comprovativo da transferência.
O Jornal O Interior compromete-se a adoptar as medidas de segurança necessárias para garantir a salvaguarda dos dados
Cheque / Vale Postal nº _____________________ Banco _________________ pessoais / empresas dos assinantes contra a sua eventual utilização abusiva ou contra o acesso não autorizado.
O contrato de assinatura renovar-se-á por iguais e sucessivos períodos de tempo (seis/12 meses), até que qualquer das partes
Numerário denuncie a desistência por meio de comunicação escrita com antecedência mínima de 30 (trinta) dias.
18 • • Quinta-feira • 16 de janeiro de 2020

crónica
POLÍTICA
opinião
Pedro Narciso
Do precipício, ao passo em frente!
Honorato Robalo *
O concelho que até 2018, liderou de forma destacada, o índice município da Guarda teria estoirado, literalmente, nada mais nada menos

Tem que municipal de bazófia, chegando até a anunciar a organização de uma


cimeira Ibérica, que nunca ocorreu, não consegue em 2020, concluir
a elevação da “profanação” da Torre dos Ferreiros, debater, com dois
que 400.000 euros. Sem um doutoramento em aquisição de pirotecnia,
atrevo-me a dizer que por esse valor o Irão conseguiria estar a atacar
bases militares dos EUA no Iraque até ao Carnaval e ainda lhes sobrava
haver linhas anos de atraso, o projeto de requalificação do Largo General João
de Almeida (Misericórdia), decidir se quer alterar a Praça Velha, ou
dinheiro para a aquisição de tapetes voadores para a força aérea. As
notícias falsas viralizam mais rápido que um surto de gripe no plantel do

vermelhas!
simplesmente escolher um terreno para um pavilhão multiusos. Sim, Setúbal e acabam por roubar o lugar de outras, verdadeiras urgências.
porque não se sabe onde, nem com que dinheiro, mas já há nome para O valor pago pelos bancos da Rua do Comércio, na sua re re re
ludibriar “aqueles” europeus que nos vão financiando os devaneios, inauguração por alguém não ter gostado dos bancos da requalificação,
A importância de uma verdadeira da mesma forma que um príncipe nigeriano consegue financiamentos ficou por 5.000 euros cada. Mas parece não ter suscitado grandes
autonomia administrativa e financeira a partir de caixas de email de crentes no “overbooking” do vigário. dúvidas a ninguém, já que, com toda a certeza, terão um sistema de
garante da existência do Serviço Em 2020 a Guarda continuará a afirmar a sua capitalidade, mas do refrigeração e aquecimento de última geração. Agora, e depois de mais
Nacional de Saúde (SNS) universal, declínio transfronteiriço. uma consulta ao portal Base, não percebi o porquê dos dois ajustes
geral e gratuito, com gestão pública, Os censos serão efetuados em 2021, mas não será necessário para o palco e áudio da passagem de ano 2019 ser menos de metade
descentralizada e participada, sendo esperar um ano para observar a espiral demográfica recessiva. Os do valor adjudicado para a passagem de ano de 2018. Estaremos
para tal concedida autonomia admi- dados são mais evidentes que as fissuras na direção do LIVRE, mas perante “dumping” dos palcos, artistas que aceitaram cantar este ano
nistrativa e financeira às entidades e não passamos da observação e preocupação com os mesmos. Na num galinheiro com uma luz de 20 Watts ou será que os DAMA são
estabelecimentos que o compõem. prática, quem pode e tem ferramentas para inverter esta sangria bem mais gordos que o Carlão? Um diferença Altamente!
É fundamental o fim da promis- continua a acreditar que o Calcitrin Gel e uma ida ao professor Bambo Lisboa será a capital europeia verde em 2020. Para comemorar,
cuidade entre o público e o privado, tem os mesmos poderes mágicos que a ciência económica. Pode ser na Guarda é prometida uma gestão arbórea sem medo. Guiados e
assim esteja o PS disponível para bonito ter amores perfeitos nas rotundas, com mais cores do que os iluminados pelo brilho da corrente da motosserra, muitas podas e
atribuir ao Estado o papel de finan- casacos do armário do Manuel Luís Goucha, mas aposto que seria nenhuma regulamentação. É mais fácil acenar com uma rearbori-
ciador, de prestador e regulador e ainda mais apreciada por todos uma redução de IMI e uma devolução zação de centenas de árvores na VICEG para justificar os abates e a
não um Estado que se demite por do IRS. É que, ninguém se fixa na Guarda por ser mais fácil degustar eliminação de caldeiras na cidade. Um assunto chato quando o que
via da transferência de atribuições, D. Sanchos aqui. realmente importa nem o Oráculo de Bellini ainda sabe. Quem será o
competências e recursos para tercei- Como muito do trabalho que é feito também é contabilizado por vencedor desta Guerra da balcanização do poder? Albaneses adeptos
ros, designadamente para os grandes alguns, pelo número e duração de morteiros lançados na passagem de do estilo Enver Hoxha, montenegrinos ou estalinistas primários? Não
grupos privados. ano, rapidamente surgiu uma publicação nas redes sociais a dar conta será com uma corridinha no Polis que tudo se decidirá, mas o futuro
É crucial uma gestão demo- do assunto. Segundo a mesma, e sem qualquer fonte mencionada, o da Guarda, esse, fica para depois.
crática assente no modelo que es-
tabelece a eleição pelos pares do
diretor clínico, de enfermagem e dos
representantes dos outros profissio-
nais de saúde. Elimina o modelo de
nomeação para os órgãos de gestão anotações Novos entendimentos e
e direção dos estabelecimentos e
serviços do SNS. Mais ainda que a
gestão pública passe pela extinção
opinião
Hélder Sequeira cooperação…
das unidades de saúde que funcio- Ao longo do ano são múltiplos, e diversificados no perfil, os planeamento – reunindo o máximo de contributos institucionais,
nam em regime de Parcerias Públi- eventos que ocorrem nesta região do interior; iniciativas que incre- associativos, pessoais resultaria num eficaz contributo para uma
co Privadas (PPP) e de Entidades mentam, sem dúvida, fluxos de visitantes e contribuem para animação publicação onde estivesse, em cada ano, uma informação o mais
Públicas Empresariais (EPE), pois e desenvolvimento da economia regional. completa possível dos eventos culturais, desportivos, económicos,
criam mecanismos menos transpa- Contudo, e tendo em conta, os indicadores das últimas décadas, sociais, científicos; a par de uma indicação clara de roteiros turísticos,
rentes de funcionamento e o Estado a marca deixada por estas realizações poderia ser mais ampla se locais a visitar, sabores a apreciar, unidades hoteleiras ao dispor, livros
é lesado e, sobretudo, colocam em tivessem referenciada uma estratégia global, pensada a partir de um sobre a região/ escritores ligados a esta zona, órgãos de comunica-
causa a universalidade dos direitos entendimento sério das organizações com vista a um trabalho em ção existentes, museus, artesanato local, praias fluviais, tradições,
dos trabalhadores. rede, objetiva e empenhadamente delineado. coletividades, etc…
É fundamental a existência de A conjugação de esforços e de sinergias, as cedências necessárias Embora o suporte tradicional – agenda impressa – seja adequado
condições de trabalho dignas, inte- para um planeamento consensual, a rentabilização de recursos huma- à distribuição em pontos estratégicos, nos eixos de circulação de
gração de todos os profissionais nas nos e financeiros, a rotatividade de algumas iniciativas, a promoção visitantes nacionais ou estrangeiros, postos de turismo, unidades
carreiras e remunerações adequadas conjunta do território, a afirmação da matriz regional, a predisposição hoteleiras, feiras de promoção turística, o atual contexto tecnológico
de forma a incentivar e valorizar o em pensar a construção do futuro, entre outras atitudes, permitiria permite outras formas de consulta e disponibilização, mormente
regime de trabalho a tempo completo um cenário substancialmente diferente; ao nível da procura da região, através de uma aplicação pensada para o telemóvel. A reunião e
e a dedicação exclusiva ao SNS. cativando novos visitantes, incentivando a sua permanência nas simplificação da informação facilitará a procura por parte dos vários
No momento em que discuti- nossas terras por um período mais longo; assegurando argumentos escalões etários.
mos o Orçamento de Estado (OE) sólidos e persuasivos… Nos tempos de hoje, a velha máxima de que “a união faz a força”
de 2020 é fundamental o primado Por várias vezes, e também aqui neste jornal, sublinhámos que tem mais sentido e o interior deve, urgentemente, acentuar a coesão se
do Direito à Saúde: não podemos continua a subsistir a tendência para pensar no imediato, circuns- quiser superar os desafios do presente, reivindicar medidas de apoio,
apenas responsabilizar os traba- crevendo-o a áreas limitadas e numa lógica centrípeta de interesses combater a ausências e o abandono de terras e lugares, onde prevale-
lhadores e os utentes na justa e pessoais, locais ou concelhios, teimosamente enfeudada no desconhe- cem memórias, uma vasta riqueza patrimonial, cultural e paisagística.
permanente luta com vista a alcan- cimento do que se passa nos territórios circunvizinhos; é certo que há É preciso passar, sem delongas, dos discursos retóricos sobre
çar os direitos na acessibilidade e alguns exemplos de boas práticas de cooperação mas, infelizmente, a importância da cooperação para compromissos sólidos e medidas
equidade do SNS. Deve haver linhas são raros e por vezes a sua desejada continuidade é interrompida. práticas; visíveis e consequentes.
vermelhas determinantes para a Sem colocar em causa a prevalência de eventos que constituem Naturalmente que neste processo de valorização do nosso
aprovação final e global do OE 2020 cartazes dos centros urbanos onde são realizados, os quais têm território deverá estar, sempre, presente a participação do cidadão,
no pressuposto favorável para que demonstrado um contínuo crescimento e inequívoca adesão dos numa demonstração clara do seu empenho em intervir na promoção
alcancemos o desiderato do acesso públicos a quem se destinam, será de equacionar um entendimento e desenvolvimento; não adianta ter manifestações enérgicas e pala-
gratuito ao SNS e o respeito por ao nível da calendarização de forma a permitir uma maior abrangência vras críticas nas redes sociais (como se elas fossem a solução…) e
quem luta diariamente na defesa dos projetos e realizações. quando desafiado a colaborar remete-se à indiferença, ao afastamento,
do SNS com essência de prestação Todos os anos, e nomeadamente em épocas perfeitamente iden- ao derrotismo…
pública ao serviço do Povo. tificadas (o ciclo das feiras do queijo da serra pode ser um exemplo), Nestas primeiras “Anotações” do ano, desejamos que 2020
se verifica uma pulverização de iniciativas, coincidindo com frequência seja um período de novos e profícuos entendimentos, da abertura
* Militante do PCP e dirigente nas mesmas datas e muito próximas geograficamente. de novos caminhos para a cooperação, para o desenvolvimento
do Sindicato dos Enfermeiros A implementação de uma agenda regional bilingue – alcançado global e sustentado de uma região com muitas potencialidades
Portugueses que fosse o entendimento imprescindível para um equilibrado e eficaz por explorar.
Quinta-feira • 16 de janeiro de 2020 • • 19

Observatório de Ornitorrincos
opinião
Nuno Amaral Jerónimo
extremo.acidental@gmail.com
Médico
Que se lixe o zeitgeist
Todas as semanas há dois ti- uma pessoa com quem vou Analgésicos, os 7 mitos
pos de motivações para procurar mantendo contactos de tempos
o Observatório de Ornitorrincos a tempos, eu não tenho assim Rita Maia* tório protege contra os efeitos secundários gastroin-
nas páginas deste jornal. Uma é muitas opiniões sobre a maior testinais (GI) – A toxicidade dos anti-inflamatórios
o desejo de ver este quadradinho parte dos assuntos. O mais A dor crónica a nível do aparelho GI superior é bem conhecida,
ocupado com horóscopos chi- provável para cada assunto é tem uma preva- contudo os seus efeitos a nível intestinal são menos
neses e árabes (ainda não é esta não ter nenhuma, mas se te- lência de 36,7%, reconhecidos, estimando-se que sejam responsáveis
semana, queridos multicultura- nho, nem sempre me apetece estando associada por um terço das complicações. A toma destes dois
listas), outra será a curiosidade partilhar – às vezes a opinião é a custos que supe- fármacos representa a melhor estratégia para prevenir
de saber a minha opinião sobre tão pequena e singela, que se ram os 700 milhões potenciais efeitos secundários do esófago e estômago.
o que quer que seja o assunto a partilho, fico sem ela. Outras de euros – 2,7% Contudo, esta associação, aparentemente, não protege
que me tenha dado na bolha de vezes, é só para não ficar sem do PIB nacional. a nível intestinal.
usar como mote da crónica. Essa a cabeça. Apesar de ser um 6. O anti-inflamatório tópico aumenta o risco de
exigência obriga os cronistas a Regularmente recebo su- tema bem estudado, doenças cardíacas e gastrointestinais – Até à data, não
terem opinião sobre tudo. Sobre gestões para as crónicas, “de- observam-se alguns há casos descritos, tal se justifica pela sua concentra-
o aquecimento dos oceanos, a vias escrever sobre isto”, ou mitos e crenças que vamos desmistificar relativas ao ção no sangue, dado através da pele, ser tão pequena
praxe no Meco ou as eleições “podias era falar daquilo”. No tratamento com analgésicos. que dificilmente provoca efeitos adversos. No entanto,
no PSD. (Agora que dou conta, entanto, a maior parte das vezes 1. Há dores que não podem ser “aliviadas” – Cada terá que haver sempre precaução no seu uso.
percebo que inconscientemente não tenho nada para dizer sobre “dor” é única, no entanto, a sua avaliação deve ser 7. O anti-inflamatório deve ser sempre suspenso
escolhi três tragédias como isto nem aquilo. E ainda menos individualizada. Uma abordagem completa pode ajudar entre 7 a 10 dias antes de uma cirurgia – A sua sus-
exemplo. Tenho de ir rever o sobre aqueloutro, que vejo mal o médico a instituir a medicação que diminua a dor. pensão por esse período é frequente, contudo esta
meu Jung.) ao longe. Sobre Sicrano e Bel- 2. Os analgésicos provocam sonolência - Uma recomendação não está baseada na evidência. É verda-
Chegou o tempo de dizer trano é que ninguém me peça dor mal tratada leva à privação de sono devido ao des- de que estes podem aumentar o risco de hemorragia,
basta, principalmente porque para falar, porque cruzei-me conforto que causa, contudo, quando se administram mas só quando presentes no organismo. É sempre
agora já não se pode dizer che- com eles numa festa de Verão opioides (ex: tramadol, morfina), inicialmente o doente importante individualizar cada caso. O médico deve
ga. (A não ser na frase “chega e não fiquei nada bem impres- pode encontrar-se mais sonolento, sendo este um efei- considerar as características do fármaco e a clínica de
aqui ao pé de mim”). O cronista sionado. to passageiro. A sedação é frequentemente motivada forma a suspender por um menor período de tempo,
pode não ter opinião nenhuma por outros fármacos, nomeadamente benzodiazepinas sem acarretar riscos para o doente.
ou ter, mas não a querer parti- * O autor escreve de acordo e seus análogos.
lhar. Para dar um exemplo de com a antiga ortografia 3. Os opioides conduzem à adição – Quando * Médica interna na USF “A Ribeirinha”
prescritos adequadamente, e na dose certa, o risco de
dependência é desprezível. Este mito tem contribuído N.R.: O INTERIOR inicia nesta edição uma
para uma resistência à sua prescrição, conduzindo a parceria mensal com a Unidade Local de Saúde
um mau controlo álgico e perda de qualidade de vida (ULS) da Guarda. A rubrica “ABC Médico” é da
Espaço
Público do Leitor do doente.
4. Os anti-inflamatórios administrados por curto
período de tempo não têm risco gástrico – É uma
responsabilidade do grupo de Internato Médico
e pretende aumentar a literacia em saúde na área
do distrito da Guarda. O objetivo desta coluna
mensal é capacitar a comunidade a fazer parte
O INTERIOR errou crença que estes medicamentos administrados por
curtos períodos não acarretam efeitos secundários, tal integrante do seu processo de saúde/doença,
Na última edição, no es- das personalidades convida- facto é falso, dado que as evidências atuais sugerem motivando-a para comportamentos de vida
pecial dedicado às expeta- das a escrever, como Catarina que o risco de padecer de doenças gástricas pode ser saudáveis e decisões adequadas. Para tal, serão
tivas e anseios para 2020, Dulcineia Moura. Pelo lapso, maior durante o período inicial do tratamento. escolhidos temas pertinentes que serão apre-
identificou-se incorretamente as nossas desculpas à visada e 5. O inibidor da bomba de protões (ex: omeprazol) sentados por ordem alfabética, daí a designação
Dulcineia Catarina Moura, uma aos leitores. quando administrado juntamente com o anti-inflama- “ABC Médico”.

Participe no espaço do leitor.


Diga de sua justiça.
Rua da Corredoura, 80 - R/C Dto • 6300-825 Guarda
ointerior@ointerior.pt

Renove a sua Assinatura


Identificação: Nacional_ ____ Semestral.....(16€) Anual.. (30e)
Nome: _________________________________________________________________________________________________________
Estrangeiro_ Semestral.....(18€) Anual.. (35e)

Morada: ________________________________________________________________________________ Código Postal: _________ - ______ Localidade: _____________________________________________

NIF: ________________________ Telefone/Telemóvel: __________________________________________________ Email: ________________________________________________________________

Modo de Pagamento:
Enviar para: Rua da Corredoura 80, R/C Dto C • 6300-825 Guarda
Transferência Avulsa
IBAN: PT50 001000002256785000177
Data ___/___/______ Assinatura ________________________________________ Assinatura __________________________________________________ Data _____/_____/________
Transfira o valor da Assinatura para o NIB indicado e junte a este cupão o talão comprovativo da transferência.
O Jornal O Interior compromete-se a adoptar as medidas de segurança necessárias para garantir a salvaguarda dos dados
Cheque / Vale Postal nº _____________________ Banco _________________ pessoais / empresas dos assinantes contra a sua eventual utilização abusiva ou contra o acesso não autorizado.
O contrato de assinatura renovar-se-á por iguais e sucessivos períodos de tempo (seis/12 meses), até que qualquer das partes
Numerário denuncie a desistência por meio de comunicação escrita com antecedência mínima de 30 (trinta) dias.
opinião
20 • • Quinta-feira • 16 de janeiro de 2020
rua da corredoura, 80 - R/C Dto - C 6300-825 Guarda
Redacção/Publicidade: 271212153 • www.ointerior.pt
publicidade@ointerior.pt • ointerior@ointerior.pt bilhete
NerNatal Mêda
AR postal
Atelier de arquitetura vence Júlio Félix dcabrita@iol.pt
Diogo Cabrita

Concurso de Montras da Guarda rende Paulo Roupa


Esteves no
DR

De bem, tão bom.


De mim para ti,
executivo Já te dou.
Nem me lembra que dei,
Júlio Félix é o novo ve- Ver-te feliz,
reador do PS na Câmara da Sei que fiz.
Mêda. O engenheiro substi-
Para quê, porque vou?
tui o antigo vice-presidente
Fui depois,
Paulo Esteves, que assumiu as Mas não faltei.
funções de delegado da Dire- Ninguém!
ção Regional da Agricultura e Já era depois.
Pescas do Norte para a Região Sou de luas.
do Douro. Umas cheias, outras nuas.
Hoje roupa suja,
Covilhã Amanhã não sei.

Homem encontrado morto em Sou sem,


Sou tua
Nunca desisti.
O Atelier de Arquitetura,
localizado no nº12 da Rua Fran-
de 1.000 euros. Em segundo
lugar ficou a Padaria do Mileu, casa terá sido espancado Roupa na gaveta.
cisco de Passos, foi o grande que reuniu 191 pontos do júri Um homem foi encontrado criminosa, já que o homem – que Tu e não outro.
vencedor da 5ª edição do Con- e 1.432 pontos online. Na ter- morto, na tarde de terça-feira no vivia sozinho em condições pre- Não saí.
interior do edifício onde residia cárias – apresentava marcas de Nos dias maus voltei.
curso de Montras de Natal 2019, ceira posição ficou a Farmácia
Roupa passada.
uma iniciativa promovida pelo Avenida do Mileu, com 216 no centro histórico da Covilhã. traumatismos graves no corpo.
município da Guarda e pela As- pontos atribuídos pelo júri e Segundo avançou o “Jornal Devido às suspeitas de crime, a Esperei por ti
sociação Empresarial da Região 1.236 pontos obtidos online. de Noticías”, a vítima, de nome Polícia Judiciária foi chamada ao Quando pude.
Não te deixei,
da Guarda - NERGA. Os prémios foram entregues Alexandrino Teixeira, foi encon- local e assumiu as investigações.
Tinhas de escolher.
O vencedor  totalizou 205 pela organização na passada trado pelo filho no interior da O INTERIOR tentou obter mais
pontos do júri, a que se junta- sexta-feira, durante um jantar habitação, localizada perto da informações junto do Departa- Como a roupa
Câmara Municipal. De acordo mento de Investigação Criminal Arrumada
ram 1.406 pontos da votação de encerramento da campanha
Que não se mostra.
online. O prémio para o pri- NerNatal que teve lugar no com aquele jornal, a morte terá da Guarda, mas tal não foi pos- Aguarda.
meiro lugar deste concurso foi NERGA. sido violenta e fruto de mão sível até ao fecho desta edição.

PUB PUB