Vous êtes sur la page 1sur 3

Questões sobre Manejo Florestal

1. O que é Manejo Florestal Sustentável?

A aplicação de técnicas silviculturais em florestas destinadas à produção


de madeira e a condução da regeneração natural da floresta remanescente, para
assegurar a contínua operação da capacidade instalada para o desdobro do
produto da floresta, sem colocar em risco a biodiversidade e que tenha uma
quantidade maior de espécies comercialmente desejáveis (Higuchi, 1999)

É o processo de manejar florestas para obter um ou mais objetivos


claramente especificados, no que diz respeito a produção de um fluxo contínuo
de produtos e serviços desejados, sem a redução dos seus valores inerentes a
futura produtividade e sem efeitos indesejáveis excessivos sobre o meio
ambiente físicos e social (ITTO).

Administração da floresta para a obtenção de benefícios econômicos,


sociais e ambientais, respeitando-se os mecanismos de sustentação do
ecossistema objeto do manejo e considerando-se, cumulativa ou
alternativamente, a utilização de múltiplas espécies (RESOLUÇÃO No 406, DE 02
DE FEVEREIRO DE 2009, art. 2º, inc. IX).

2. Defina desenvolvimento sustentável

O atendimento das necessidades do presente sem comprometer a


possibilidade de as gerações futuras atenderem as suas próprias necessidades.
(Our common future, 1989).

3. Qual a importância do estudo da biomassa?

As estimativas de biomassa florestal são informações imprescindíveis nas


questões ligadas, entre outras, às áreas de manejo florestal e de clima. No
primeiro caso, a biomassa está relacionada com os estoques de macro e
micronutrientes da vegetação, que são obtidos pelo produto da massa pelas
concentrações de cada mineral. No caso do clima, a biomassa é usada para
estimar os estoques de Carbono, que, por sua vez, são utilizados para estimar a
quantidade de CO2 que é liberada à atmosfera durante um processo de
queimadas.
Estimar a biomassa é importante para compreender a produção primária
de um ecossistema e avaliar o potencial de uma floresta para produção de
energia. No manejo florestal sustentável na Amazônia, a biomassa é usada para
estimar a quantidade de nutrientes que é exportada do sistema via exploração
de madeira e que é devolvida via inputs atmosféricos.

No entanto, depois da Rio-92, a biomassa ganhou uma nova dimensão.


O carbono da vegetação passou a ser um elemento importante nas mudanças
climáticas globais. O engenheiro florestal sabe (ou deveria saber) que
aproximadamente 50% da madeira secada (em estufa) é carbono e que os
compostos de carbono são: celulose (45%), hemicelulose (28%) e lignina (25%).

Sua medição é também um instrumento útil na avaliação de


ecossistemas, em virtude da aplicação na análise da produtividade, conversão
de energia, ciclagem de nutrientes e absorção e armazenagem de energia solar,
entre outros.

4. Como devemos combinar Inventário florestal com Sensoriamento


Remoto?

5. Madeira: uma ameaça ou uma oportunidade?


Termos-chave em Manejo florestal

 Manejo Florestal Sustentável (MFS):


 Sistemas de Informação Geográfica (SIG):
 Sensoriamento Remoto (SR):
 Diâmetro Mínimo de Corte (DMC):
 Ciclo de Corte (CC):
 Intensidade de Corte (IC):
 Inventário Florestal Contínuo (IFC):
 Estimativa de produtividade de florestas manejadas (0,86 m 3/ ha/ ano)
 Realidade de campo (RC);
 Exploração florestal:
 Sistemas de exploração:
 Sistemas silviculturais:
 Serviços Ambientais: