Vous êtes sur la page 1sur 24

APRENDIZAGENS ESSENCIAIS 1.

º CICLO
2019/2020

Filomena Falcão
DEPARTAMENTO DO 1.º CICLO DO ENSINO BÁSICO |
PORTUGUÊS
1.º ano 2.º ano 3.º ano 4.º ano
ORALIDADE
Compreensão
Saber escutar para interagir com adequação Identificar intenções comunicativas de Interpretar o essencial de discursos orais Selecionar informação relevante em função
ao contexto e a diversas finalidades textos orais, designadamente perguntas, sobre temas conhecidos. dos objetivos de escuta e registá-la por meio
(nomeadamente, reproduzir pequenas afirmações, exclamações apreciativas, Identificar, organizar e registar informação de técnicas diversas.
mensagens, cumprir instruções, responder a ordens, pedidos. relevante em função dos objetivos de Distinguir entre factos e opiniões,
questões). Selecionar informação relevante em função escuta. informação implícita e explícita, essencial e
Identificar informação essencial em textos dos objetivos de escuta e registá-la por meio Fazer inferências, esclarecer dúvidas, acessório, denotação e conotação.
orais sobre temas conhecidos. de técnicas diversas. identificar diferentes intencionalidades
comunicativas.
Expressão
Utilizar padrões de entoação e ritmo Falar com clareza e articular de modo Falar com clareza e articular de modo Pedir e tomar a palavra e respeitar o tempo
adequados na formulação de perguntas, de adequado as palavras. adequado as palavras. de palavra dos outros.
afirmações e de pedidos. Usar a palavra na sua vez e empregar Gerir adequadamente a tomada de vez na Planear, produzir e avaliar discursos orais
Pedir a palavra e falar na sua vez de forma formas de tratamento adequadas na comunicação oral, com respeito pelos breves, com vocabulário variado e frases
clara e audível, com uma articulação correta interação oral, com respeito pelos princípios princípios da cooperação e da cortesia; complexas, individualmente ou em grupo.
e natural das palavras. de cooperação e cortesia. Usar a palavra com propriedade para expor Participar com empenho em atividades de
Exprimir opinião partilhando ideias e Variar adequadamente a prosódia e o ritmo conhecimentos e apresentar narrações. expressão oral orientada, respeitando regras
sentimentos. discursivo em função da finalidade Planear, produzir e avaliar os seus próprios e papéis específicos.
comunicativa. textos orais. Realizar exposições breves, a partir de
Formular perguntas, pedidos e respostas a Detetar semelhanças e diferenças entre o planificação.
questões considerando a situação e o texto oral e o texto escrito. Usar a palavra para exprimir opiniões e
interlocutor. partilhar ideias de forma audível, com boa
Planear, produzir e avaliar os seus próprios articulação, entoação e ritmo adequados.
textos. Assegurar contacto visual com a audiência
Recontar histórias e narrar situações vividas (postura corporal, expressão facial, olhar).
e imaginadas. Representar diferentes papéis
comunicativos em jogos de simulação e
dramatizações.
LEITURA ESCRITA
Leitura
Pronunciar segmentos fónicos a partir dos Associar a cada letra do alfabeto as Ler textos com características narrativas e Ler textos com características narrativas e
respetivos grafemas e dígrafos, incluindo os respetivas formas maiúscula e minúscula. descritivas, associados a diferentes descritivas de maior complexidade,
casos que dependem de diferentes posições Compreender o sentido de textos com finalidades (informativas, lúdicas, estéticas). associados a finalidades várias e em
dos fonemas ou dos grafemas na palavra. características narrativas e descritivas, Distinguir nos textos características da suportes variados.
Identificar as letras do alfabeto, nas formas associados a finalidades diferentes (lúdicas, notícia, da carta, do convite e da banda Distinguir nos textos características do
minúscula e maiúscula, em resposta ao estéticas, informativas). desenhada (estruturação, finalidade). artigo de enciclopédia, da entrada de
nome da letra. Ler textos com entoação e ritmo adequados. dicionário e do aviso (estruturação,
Realizar leitura silenciosa e autónoma. finalidade).
Nomear, pela sua ordenação convencional, Mobilizar as suas experiências e saberes no Mobilizar as suas experiências e saberes no Fazer uma leitura fluente e segura, que
as letras do alfabeto. processo de construção de sentidos do processo de construção de sentidos do evidencie a compreensão do sentido dos
Ler palavras isoladas e pequenos textos com texto. texto. textos.
articulação correta e prosódia adequada. Identificar informação explícita no texto. Identificar o tema e o assunto do texto ou Realizar leitura silenciosa e autónoma.
Inferir o tema e resumir as ideias centrais de Identificar e referir o essencial de textos de partes do texto. Mobilizar experiências e saberes no
textos associados a diferentes finalidades lidos. Exprimir uma opinião crítica acerca de processo de construção de sentidos do
(lúdicas, estéticas, informativas). Ler com articulação correta, entoação e aspetos do texto (do conteúdo e/ou da texto.
velocidade adequadas ao sentido dos forma). Explicitar ideias-chave do texto. Identificar o
textos. tema e o assunto do texto ou de partes do
Recriar pequenos textos em diferentes texto.
formas de expressão (verbal, gestual, Exprimir uma opinião crítica acerca de
corporal, musical, plástica). aspetos do texto (do conteúdo e/ou da
forma).
Escrita
Representar por escrito os fonemas através Representar por escrito os fonemas através Indicar as diferentes possibilidades de Escrever relatos (com situação inicial,
dos respetivos grafemas e dígrafos, dos respetivos grafemas e dígrafos, representar graficamente os fonemas para peripécias e conclusão), com descrição e
incluindo os casos que dependem de incluindo os casos que dependem de as relações fonema–grafema e grafema– relato do discurso das personagens,
diferentes posições dos fonemas ou dos diferentes posições dos fonemas ou dos fonema mais frequentes representado por meio de discurso direto e
grafemas na palavra. Escrever palavras de grafemas na palavra. Registar e organizar ideias na planificação de de discurso indireto.
diferentes níveis de dificuldade e extensão Indicar as possibilidades de representar na textos estruturados com introdução, Utilizar processos de planificação,
silábica, aplicando regras de escrita as relações fonema–grafema e desenvolvimento e conclusão. textualização e revisão, realizados de modo
correspondência fonema – grafema. grafema–fonema mais frequentes. Redigir textos com utilização correta das individual e/ou em grupo.
Identificar especificidades gráficas do texto Escrever corretamente palavras com todos formas de representação escrita (grafia, Usar frases complexas para exprimir
escrito (direcionalidade da escrita, gestão da os tipos de sílabas, com utilização correta pontuação e translineação, configuração sequências e relações de consequência e
mancha gráfica – margens, linhas, dos acentos gráficos e do til. gráfica e sinais auxiliares da escrita). finalidade.
espaçamentos – e fronteira de palavra). Escrever textos curtos com diversas Avaliar os próprios textos com consequente Superar problemas associados ao processo
Escrever frases simples e textos curtos em finalidades (narrar, informar, explicar). aperfeiçoamento. Escrever textos géneros de escrita por meio da revisão com vista ao
escrita cursiva e através de digitação num Redigir textos coerentes e coesos com variados, adequados a finalidades como aperfeiçoamento de texto.
dispositivo eletrónico, utilizando recurso a elementos como a concordância narrar e informar, em diferentes suportes. Redigir textos com utilização correta das
adequadamente os seguintes sinais de entre constituintes, a correlação de tempos Exprimir opiniões e fundamentá-las. formas de representação escrita (grafia,
pontuação: ponto final, vírgula, ponto de verbais, a sinonímia e a pronominalização. Recriar pequenos textos em diferentes pontuação e translineação, configuração
interrogação e ponto de exclamação. Articular segmentos do texto através do formas de expressão (verbal, gestual, gráfica e sinais auxiliares da escrita).
Planificar, redigir e rever textos curtos com a emprego de elementos gramaticais que corporal, musical, plástica). Escrever textos, organizados em parágrafos,
colaboração do professor. Elaborar marcam relações de tempo e causa. coesos, coerentes e adequados às
respostas escritas a questionários e a Utilizar o ponto final na delimitação de convenções de representação gráfica.
instruções, escrever legivelmente com frases e a vírgula em enumerações e em
correção (orto)gráfica e com uma gestão mecanismos de coordenação.
correta do espaço da página. Proceder à revisão de texto,
individualmente ou em grupo após
discussão de diferentes pontos de vista.
EDUCAÇÃO LITERÁRIA
Manifestar ideias, emoções e apreciações Ouvir ler obras literárias e textos da tradição Ouvir ler obras literárias e textos da tradição Ouvir ler textos literários e expressar
geradas pela escuta ativa de obras literárias popular. popular. reações de leitura de modo criativo.
e textos da tradição popular. Revelar Ler narrativas e poemas adequados à idade, Ler integralmente narrativas, poemas e Ler integralmente narrativas, poemas e
curiosidade e emitir juízos valorativos face por iniciativa própria ou de outrem. texto dramático, por iniciativa própria ou de textos dramáticos.
aos textos ouvidos. Antecipar o(s) tema(s) com base em noções outrem. Antecipar o(s) tema(s) com base em noções
Reconhecer rimas e outras repetições de elementares de género (contos de fada, Antecipar o(s) tema(s) com base em noções elementares de género (contos de fada,
sons em poemas, trava-línguas e em outros lengalengas, poemas, etc.) em elementos do elementares de género (contos de fada, lengalengas, poemas, etc.) em elementos do
textos ouvidos. paratexto e nos textos visuais (ilustrações). lengalengas, poemas, etc.) em elementos do paratexto e nos textos visuais (ilustrações).
Antecipar o(s) tema(s) com base em noções Compreender narrativas literárias (temas, paratexto e em textos visuais (ilustrações). Compreender a organização interna e
elementares de género (contos de fada, experiências e valores). Compreender textos narrativos, poéticos e externa de textos poéticos, narrativos e
lengalengas, poemas, etc.), em elementos Explicitar o sentido dos poemas escutados dramáticos, escutados ou lidos. dramáticos.
do paratexto e nos textos visuais ou lidos. Ler poemas em público, com segurança. Compreender recursos que enfatizam o
(ilustrações). (Re)contar histórias. Fazer a leitura dramatizada de obras sentido do texto (onomatopeias,
Compreender textos narrativos (sequência Valorizar a diversidade cultural dos textos literárias. trocadilhos, interjeições, comparações).
de acontecimentos, intenções e emoções de (ouvidos ou lidos). Manifestar ideias, sentimentos e pontos de Dramatizar textos e dizer em público, com
personagens, tema e assunto; mudança de Dizer, de modo dramatizado, trava-línguas, vista suscitados pelas histórias ouvidas ou expressividade e segurança, poemas
espaço) e poemas. Antecipar o lengalengas e poemas memorizados, de lidas. memorizados.
desenvolvimento da história por meio de modo a incluir treino da voz, dos gestos, das Apresentar obras literárias em público, Participar, de forma responsável e
inferências reveladoras da compreensão de pausas, da entoação e expressão facial. através da leitura de poemas e da cooperante, em representações de textos
ideias, de eventos e de personagens; Manifestar preferências, de entre textos representação de textos dramáticos. dramáticos literários.
Distinguir ficção de não ficção. lidos, e explicar as reações derivadas da Desenvolver um projeto de leitura que Manifestar ideias, sentimentos e pontos de
(Re)contar histórias. leitura. implique seleção de obras, a partir de vista suscitados por histórias ou poemas
Dizer, de modo dramatizado, trava-línguas, Selecionar livros para leitura pessoal, preferências do aluno previamente ouvidos ou lidos.
lengalengas e poemas memorizados, de apresentando as razões das suas escolhas. discutidas em aula. Desenvolver um projeto de leitura em que
modo a incluir treino da voz, dos gestos, das se integre compreensão da obra,
pausas, da entoação e expressão facial. questionamento e motivação de escrita do
autor.
GRAMÁTICA
Identificar unidades da língua: palavras, Classificar as palavras quanto ao número de Distinguir sílaba tónica de átona e acento Identificar a classe das palavras:
sílabas, fonemas. sílabas (palavra escrita). prosódico de acento gráfico. determinante (interrogativo), preposição,
Usar regras de flexão em número, com base Identificar e distinguir sílaba tónica de Identificar a classe das palavras: pronome (pessoal, nas suas formas tónica e
na descoberta de regularidades do átona. determinante (possessivo e demonstrativo), átonas, possessivo e demonstrativo).
funcionamento do nome e do adjetivo. Identificar a classe das palavras: quantificador numeral e advérbio. Conjugar verbos regulares e irregulares no
Reconhecer o nome próprio. determinante artigo, nome (próprio e Conjugar verbos regulares e irregulares no pretérito imperfeito do modo indicativo e
Fazer concordar o adjetivo com o nome em comum), adjetivo, verbo, pronome pessoal e presente, no pretérito perfeito e no futuro no modo imperativo.
género. interjeição. do modo indicativo. Reconhecer diferentes processos para
Descobrir e compreender o significado de Reconhecer diferentes processos para Utilizar apropriadamente os tempos verbais formar o feminino dos nomes e adjetivos.
palavras pelas múltiplas relações que formar o feminino dos nomes e adjetivos. para exprimir anterioridade, posterioridade Reconhecer a flexão nominal e adjetival
podem estabelecer entre si. Reconhecer a flexão nominal e adjetival e simultaneidade. quanto ao número e grau.
Descobrir o significado de palavras quanto ao número. Manipular diferentes processos para Aplicar formas átonas do pronome pessoal
desconhecidas a partir do contexto verbal e Conhecer a forma do infinitivo dos verbos. expressar noções de grau numa frase, tendo em frases afirmativas, em frases com
não-verbal. em conta os seus valores. negação e com advérbios préverbais.
Usar, com intencionalidade, conectores de Conhecer as estruturas de coordenação Reconhecer a frase a partir dos seus grupos Recorrer, de modo intencional e adequado,
tempo, de causa, de maior frequência na copulativa e disjuntiva. constituintes (grupo nominal e grupo verbal) a conectores diversificados, em textos orais
formação de frases complexas. Usar de modo intencional e com adequação e das funções sintáticas centrais (sujeito e e escritos.
Conhecer regras de correspondência conectores de tempo, de causa, de predicado). Aplicar processos de expansão e redução de
fonema-grafema e de utilização dos sinais explicação e de contraste de maior Distinguir tipos de frase e o valor afirmativo frases.
de pontuação (frase simples). frequência, em textos narrativos e de ou negativo dos enunciados. Inferir o significado de palavras
opinião. Recorrer de modo intencional e adequado a desconhecidas a partir da análise da sua
Depreender o significado de palavras a conectores diversificados, em textos orais e estrutura interna (base, radical e afixos).
partir da sua ocorrência nas diferentes áreas escritos. Deduzir significados conotativos a palavras
disciplinares curriculares. Usar frases complexas para exprimir e/ou expressões que não correspondam ao
Associar significados conotativos a palavras sequências ([tão] que, para que) sentido literal.
e/ou expressões que não correspondam ao Depreender o significado de palavras a Compreender regras de derivação das
sentido literal. partir da sua análise e a partir das múltiplas palavras e formas de organização do léxico
Desenvolver o conhecimento lexical, passivo relações que podem estabelecer entre si. (famílias de palavras).
e ativo. Deduzir significados de palavras e/ou Reconhecer onomatopeias.
Mobilizar adequadamente as regras de expressões que não correspondam ao Explicitar regras de ortografia.
ortografia, ao nível da correspondência sentido literal.
grafema-fonema e da utilização dos sinais Conhecer a família de palavras como modo
de escrita (diacríticos, incluindo os acentos; de organização do léxico.
sinais gráficos e sinais de pontuação). Mobilizar adequadamente as regras de
ortografia.
MATEMÁTICA
1.º ano 2.º ano 3.º ano 4.º ano
NÚMEROS E OPERAÇÕES
Números naturais
• Ler e representar números no sistema de • Ler e representar números no sistema de • Ler e representar números no sistema de • Ler e representar números no sistema de
numeração decimal até 100 e identificar o numeração decimal até 1000 e identificar o numeração decimal até à centena de milhar, numeração decimal até ao milhão,
valor posicional de um algarismo. valor posicional de um algarismo. identificar o valor posicional de um identificar o valor posicional de um
• Efetuar contagens progressivas e • Identificar e dar exemplos de números algarismo e relacionar os valores das algarismo e relacionar os valores das
regressivas, com e sem recurso a materiais pares e ímpares. diferentes ordens e classes. diferentes ordens e classes.
manipuláveis (incluindo contagens de 2 em • Comparar e ordenar números naturais,
2, 3 em 3, 5 em 5, 10 em 10), e registar as realizar estimativas do resultado de
sequências numéricas obtidas, identificando operações e avaliar a sua razoabilidade.
e dando exemplos de números pares e
ímpares.
Adição e subtração Adição, subtração, multiplicação e divisão
• Reconhecer e memorizar factos básicos da • Reconhecer e memorizar factos básicos • Comparar e ordenar números naturais, • Reconhecer relações numéricas e
adição e da subtração e calcular com os das operações e calcular com os números realizar estimativas do resultado de propriedades das operações e utilizá-las em
números inteiros não negativos recorrendo inteiros não negativos recorrendo à operações e avaliar a sua razoabilidade. situações de cálculo.
à representação horizontal do cálculo, em representação horizontal do cálculo, em • Reconhecer relações numéricas e • Reconhecer e memorizar factos básicos da
diferentes situações e usando diversas diferentes situações e usando diversas propriedades das operações e utilizá-las em multiplicação e da divisão.
estratégias que mobilizem relações estratégias que mobilizem relações situações de cálculo. • Calcular com números racionais não
numéricas e propriedades das operações. numéricas e propriedades das operações. • Reconhecer e memorizar factos básicos da negativos na representação decimal,
• Reconhecer e utilizar diferentes • Reconhecer e utilizar diferentes multiplicação e da divisão. recorrendo ao cálculo mental e a
representações para o mesmo número e representações para o mesmo número e algoritmos.
relacioná-las. relacioná-las.
• Comparar e ordenar números, e realizar • Comparar e ordenar números, e realizar
estimativas plausíveis de quantidades e de estimativas plausíveis de quantidades e de
somas e diferenças, com e sem recurso a somas, diferenças e produtos, com e sem
material concreto. recurso a material concreto.
• Reconhecer e descrever regularidades em
sequências e em tabelas numéricas,
formular conjeturas e explicar como são
geradas essas regularidades.
Números racionais não negativos
• Reconhecer frações unitárias como • Calcular com números racionais não • Representar números racionais não
representações de uma parte de um todo negativos na representação decimal, negativos na forma de fração, decimal e
dividido em partes iguais, em diferentes recorrendo ao cálculo mental e a percentagem, estabelecer relações entre as
contextos, e dar exemplos. algoritmos. diferentes representações e utilizá-los em
• Representar números racionais não diferentes contextos, matemáticos e não
negativos na forma de fração e decimal, matemáticos.
estabelecer relações entre as diferentes
representações e utilizá-los em diferentes
contextos, matemáticos e não matemáticos.
Resolução de problemas
• Conceber e aplicar estratégias na resolução de problemas com números naturais, em • Conceber e aplicar estratégias na resolução de problemas com números racionais não
contextos matemáticos e não matemáticos, e avaliar a plausibilidade dos resultados. negativos, em contextos matemáticos e não matemáticos, e avaliar a plausibilidade dos
resultados.
Raciocínio matemático
• Exprimir, oralmente e por escrito, ideias • Reconhecer e descrever regularidades em • Reconhecer regularidades em sequências e em tabelas numéricas, e formular e testar
matemáticas, e explicar raciocínios, sequências e em tabelas numéricas, conjeturas.
procedimentos e conclusões. formular conjeturas e explicar como são • Exprimir, oralmente e por escrito, ideias matemáticas, e explicar raciocínios,
geradas essas regularidades. procedimentos e conclusões, recorrendo ao vocabulário e linguagem próprios da
• Exprimir, oralmente e por escrito, ideias matemática (convenções, notações, terminologia e simbologia).
matemáticas, e explicar raciocínios,
procedimentos e conclusões.
Comunicação matemática
• Desenvolver interesse pela Matemática e valorizar o seu papel no desenvolvimento das outras ciências e domínios da atividade humana e social.
• Desenvolver confiança nas suas capacidades e conhecimentos matemáticos, e a capacidade de analisar o próprio trabalho e regular a sua aprendizagem.
• Desenvolver persistência, autonomia e à-vontade em lidar com situações que envolvam a Matemática no seu percurso escolar e na vida em sociedade.
GEOMETRIA E MEDIDA
Localização e orientação no espaço
• Identificar, interpretar e descrever • Identificar, interpretar e descrever • Desenhar e descrever a posição de • Desenhar e descrever a posição de
relações espaciais, situando-se no espaço relações espaciais, situando-se no espaço polígonos (triângulos, quadrados, polígonos (triângulos, quadrados,
em relação aos outros e aos objetos. em relação aos outros e aos objetos retângulos, pentágonos e hexágonos) retângulos, pentágonos e hexágonos)
recorrendo a coordenadas, em grelhas recorrendo a coordenadas, em grelhas
quadriculadas. quadriculadas.
• Identificar ângulos em polígonos e
distinguir diversos tipos de ângulos (reto,
agudo, obtuso, raso).
Figuras geométricas
• Identificar e comparar sólidos • Identificar e comparar sólidos • Identificar propriedades de figuras planas e de sólidos geométricos e fazer classificações,
geométricos, reconhecendo semelhanças e geométricos, reconhecendo semelhanças e justificando os critérios utilizados.
diferenças, e identificando polígonos diferenças, e identificando polígonos
(triângulos, quadrados, retângulos) e (triângulos, quadrados, retângulos,
círculos nesses sólidos. pentágonos e hexágonos) e círculos nesses
• Descrever figuras planas, identificando as sólidos.
suas propriedades, e representá-las a partir • Descrever figuras planas, identificando as
de atributos especificados. suas propriedades, e representá-las a partir
• Compor e decompor figuras planas, a de atributos especificados.
partir de figuras dadas, identificando • Compor e decompor figuras planas, a
atributos que se mantêm ou que se alteram partir de figuras dadas, identificando
nas figuras construídas. atributos que se mantêm ou que se alteram
nas figuras construídas.
Medida: - Comprimento - Dinheiro - Tempo Medida: - Comprimento e Área -
Medida: - Comprimento e Área - Volume e Capacidade - Massa - Dinheiro - Tempo
Capacidade - Massa - Dinheiro – Tempo
• Comparar e ordenar objetos de acordo • Comparar e ordenar objetos de acordo • Medir comprimentos, áreas, volumes, capacidades e massas, utilizando e relacionando as
com a grandeza comprimento e medi-los com diferentes grandezas (comprimento, unidades de medida do SI e fazer estimativas de medidas, em contextos diversos.
utilizando unidades de medida não massa, capacidade e área) identificando e
convencionais. utilizando unidades de medida
• Reconhecer e relacionar entre si o valor convencionais e não convencionais.
das moedas e notas da Zona Euro, e usá-las • Reconhecer e relacionar entre si o valor
em contextos diversos. das moedas e notas da Zona Euro, e usá-las
• Reconhecer e relacionar entre si, em contextos diversos.
intervalos de tempo (dia, semana, mês e • Reconhecer e relacionar entre si intervalos
ano) e identificar a hora como unidade de de tempo (hora, dia, semana, mês e ano).
medida de tempo.
Resolução de problemas
• Conceber e aplicar estratégias na resolução de problemas envolvendo a visualização e a • Conceber e aplicar estratégias na resolução de problemas envolvendo grandezas e
medida em contextos matemáticos e não matemáticos, e avaliar a plausibilidade dos propriedades das figuras geométricas no plano e no espaço, em contextos matemáticos e
resultados. não matemáticos, e avaliar a plausibilidade dos resultados.
Raciocínio matemático
• Exprimir, oralmente e por escrito, ideias matemáticas, e explicar raciocínios, • Exprimir, oralmente e por escrito, ideias matemáticas, e explicar raciocínios,
procedimentos e conclusões. procedimentos e conclusões, recorrendo ao vocabulário e linguagem próprios da
matemática (convenções, notações, terminologia e simbologia).
Comunicação matemática
• Desenvolver interesse pela Matemática e valorizar o seu papel no desenvolvimento das outras ciências e domínios da atividade humana e social.
• Desenvolver confiança nas suas capacidades e conhecimentos matemáticos, e a capacidade de analisar o próprio trabalho e regular a sua aprendizagem.
• Desenvolver persistência, autonomia e à-vontade em lidar com situações que envolvam a Matemática no seu percurso escolar e na vida em sociedade.
ORGANIZAÇÃO E TRATAMENTO DE DADOS
Representação e interpretação de dados
• Recolher, organizar e representar dados qualitativos e quantitativos discretos utilizando • Analisar e interpretar informação de natureza estatística representada de diversas
diferentes representações e interpretar a informação representada. formas.
• Reconhecer e dar exemplos de acontecimentos certos e impossíveis, e acontecimentos
possíveis (prováveis e pouco prováveis).

Resolução de problemas
• Conceber e aplicar estratégias na • Resolver problemas envolvendo a • Resolver problemas envolvendo a organização e tratamento de dados em contextos
resolução de problemas envolvendo a organização e tratamento de dados em familiares variados.
organização e tratamento de dados em contextos familiares variados. • Planear e conduzir investigações usando o ciclo da investigação estatística (formular
contextos familiares variados. questões, escolher métodos de recolha de dados, selecionar formas de organização e
representação de dados, analisar e concluir).

Raciocínio matemático
• Exprimir, oralmente e por escrito, • Comunicar raciocínios, procedimentos e • Comunicar raciocínios, procedimentos e conclusões, utilizando linguagem própria da
raciocínios, procedimentos e resultados resultados baseando-se nos dados estatística, baseando-se nos dados recolhidos e tratados.
baseando-se nos dados recolhidos e recolhidos e tratados.
tratados.
Comunicação matemática
• Desenvolver interesse pela Matemática e valorizar o seu papel no desenvolvimento das outras ciências e domínios da atividade humana e social.
• Desenvolver confiança nas suas capacidades e conhecimentos matemáticos, e a capacidade de analisar o próprio trabalho e regular a sua aprendizagem.
• Desenvolver persistência, autonomia e à-vontade em lidar com situações que envolvam a Matemática no seu percurso escolar e na vida em sociedade.
ESTUDO DO MEIO
1.º ano 2.º ano 3.º ano 4.º ano
SOCIEDADE
Conhecer datas e factos significativos da sua Reconhecer a importância de fontes Reconhecer as unidades de tempo: década, Construir um friso cronológico com os factos
história individual que concorram para a documentais na construção do século e milénio e as referências temporais e as datas relevantes da História de
construção do conhecimento de si próprio. conhecimento do seu passado pessoal e a.C. e d.C.. Portugal, destacando a formação de
Estabelecer relações de anterioridade, familiar (Registo de Nascimento, Cartão de Relacionar datas e factos importantes para a Portugal, a época da expansão marítima, o
posterioridade e simultaneidade na Cidadão, Boletim Individual de Saúde, compreensão da história local (origem da período filipino e a Restauração, a
descrição de situações do quotidiano e ou Registo de Vacinações, fotografias pessoais, povoação, batalhas, lendas históricas, implantação da República e o 25 de Abril.
da sua história pessoal, numa linha do álbuns, etc.). personagens/personalidades históricas, Conhecer personagens e aspetos da vida em
tempo, localizando-as no espaço, através de Reconhecer datas, factos e locais feriado municipal). sociedade relacionados com os factos
plantas, de mapas e do globo. significativos para a história pessoal ou das Reconhecer vestígios do passado local: - relevantes da história de Portugal, com
Estabelecer relações de parentesco através pessoas que lhe são próximas, localizando- construções; - instrumentos antigos e recurso a fontes documentais.
de uma árvore genealógica simples, ou os em mapas ou plantas e numa linha de atividades a que estavam ligados; - Relacionar a Revolução do 25 de Abril de
outros processos, até à terceira geração, tempo. costumes e tradições. 1974 com a obtenção de liberdades e
reconhecendo que existem diferentes Relacionar instituições e serviços que Reconstituir o passado de uma instituição direitos.
estruturas familiares, e que, no seio da contribuem para o bem-estar das local (escola, autarquia, instituições Reconhecer a importância da Declaração
família, os diferentes membros poderão populações com as respetivas atividades e religiosas, associações, etc.), recorrendo a Universal dos Direitos Humanos para a
desempenhar funções distintas. funções. fontes orais e documentais. construção de uma sociedade mais justa.
Relacionar as atividades exercidas por Reconhecer a importância do diálogo, da Reconhecer e valorizar a diversidade de Conhecer o número de Estados
alguns membros da comunidade familiar ou negociação e do compromisso na resolução etnias e culturas existentes na sua pertencentes à União Europeia, localizando
local com as respetivas profissões. pacífica de situações de conflito. comunidade. alguns estados-membros num mapa da
Associar os principais símbolos nacionais Reconhecer as múltiplas pertenças de cada Identificar alguns Estados Europeus, Europa.
(hino e bandeira) à sua nacionalidade, pessoa a diferentes grupos e comunidades. localizando-os no mapa da Europa. Reconhecer a existência de fluxos
desenvolvendo o sentido de pertença. Reconhecer influências de outros países e Reconhecer a existência de semelhanças e migratórios, temporários ou de longa
culturas em diversos aspetos do seu dia a diferenças entre os diversos povos duração, identificando causas e
dia (alimentação, vestuário, música, europeus, valorizando a sua diversidade. consequências para os territórios
comunicação, etc.). Reconhecer casos de desrespeito dos envolvidos.
Valorizar a aplicação dos direitos direitos consagrados na Convenção sobre os
consagrados na Convenção sobre os Direitos Direitos da Criança, sabendo como atuar em
da Criança. algumas situações, nomeadamente que
pode recorrer ao apoio de um adulto.
NATUREZA
Verificar alterações morfológicas que se vão Distinguir os principais órgãos - coração, Conhecer procedimentos adequados em Descrever, de forma simplificada, e com
operando ao longo das etapas da vida pulmões, estômago e rins – em situação de queimaduras, hemorragias, recurso a representações, os sistemas
humana, comparando aspetos decorrentes representações do corpo humano, distensões, fraturas, mordeduras de animais digestivo, respiratório, circulatório, excretor
de parâmetros como: sexo, idade, dentição, associando-os à sua principal função vital. e hematomas. e reprodutivo, reconhecendo que o seu bom
etc. Associar os ossos e os músculos à posição, Relacionar hábitos quotidianos com estilos funcionamento implica cuidados específicos.
Identificar situações e comportamentos de ao movimento e ao equilíbrio, de vida saudável, reconhecendo que o Conhecer algumas modificações biológicas e
risco para a saúde e segurança individual e reconhecendo que o seu bom consumo de álcool, de tabaco e de outras comportamentais que ocorrem na
coletiva em diversos contextos – casa, rua, drogas é prejudicial para a saúde. adolescência.
escola e meio aquático - e propor medidas funcionamento implica cuidados específicos Compreender que os seres vivos dependem Reconhecer mecanismos simples de defesa
de proteção adequadas. (postura e atividade física). uns dos outros, nomeadamente através de do organismo, por exemplo,a pele como
Identificar os fatores que concorrem para o Refletir sobre comportamentos e atitudes, relações alimentares, e do meio físico, primeira barreira de proteção e de
bem-estar físico e psicológico, individual e vivenciados ou observados, que concorrem reconhecendo a importância da preservação prevenção de doenças.
coletivo, desenvolvendo rotinas diárias de para o bem-estar físico e psicológico, da Natureza. Identificar plantas e animais em vias de
higiene pessoal, alimentar, do vestuário e individual e coletivo. Reconhecer que os seres vivos se extinção ou mesmo extintos, investigando
dos espaços de uso coletivo. Reconhecer a importância da vacinação e do reproduzem e que os seus descendentes as razões que conduziram a essa situação.
Reconhecer as implicações das condições uso correto dos medicamentos, apresentam características semelhantes aos Localizar o planeta Terra no Sistema Solar,
atmosféricas diárias, no seu quotidiano. nomeadamente dos antibióticos. progenitores, mas também diferem em representandoo de diversas formas.
Reconhecer a desigual repartição entre os Identificar situações e comportamentos de algumas delas. Utilizar representações cartográficas, a
continentes e os oceanos, localizando no risco para a saúde e a segurança individual e Relacionar fatores do ambiente (ar, luz, diferentes escalas (em suporte de papel ou
globo terrestre as áreas emersas coletiva, propondo medidas de prevenção e temperatura, água, solo) com condições digital), para localizar formas de relevo, rios,
(continentes) e imersas (oceanos). proteção adequadas. indispensáveis a diferentes etapas da vida lagos e lagoas em Portugal.
Localizar em mapas, por exemplo digitais, o Identificar símbolos informativos das plantas e dos animais, a partir da Comparar diferentes formas de relevo de
local de nascimento, de residência, a sua fundamentais para o consumidor, realização de atividades experimentais. Portugal, através de observação direta ou
escola e o itinerário entre ambas, relacionados com a produção e a utilização Localizar, no planisfério ou no globo indireta (imagens fixas ou animadas), de
compreendendo que o espaço pode ser de bens. terrestre, as principais formas físicas da esquemas e de mapas hipsométricos,
representado. Localizar Portugal, na Europa e no Mundo, superfície da Terra (continentes, oceanos, utilizando vocabulário geográfico adequado.
Comunicar ideias e conhecimentos relativos em diferentes representações cartográficas, cadeias montanhosas, rios, florestas, Utilizar diversos processos para referenciar
a lugares, regiões e acontecimentos, reconhecendo as suas fronteiras. desertos). os pontos cardeais (posição do Sol, bússola,
utilizando linguagem icónica e verbal, Caracterizar os estados de tempo típicos das Distinguir formas de relevo (diferentes estrela polar), na orientação, localização e
constatando a sua diversidade. estações do ano em Portugal e a sua elevações, vales e planícies) e recursos deslocação à superfície da Terra.
Reconhecer a existência de diversidade variabilidade. hídricos (cursos de água, oceano, lagos, Reconhecer alguns fenómenos naturais
entre seres vivos de grupos diferentes e Estabelecer a correspondência entre as lagoas,etc.), do meio local, localizando-os (sismos, vulcões, etc.) como manifestações
distingui-los de formas não vivas. mudanças de estado físico (evaporação, em plantas ou mapas de grande escala. da dinâmica e da estrutura interna da Terra
Reconhecer a importância do Sol para a condensação, solidificação, fusão) e as Identificar os diferentes agentes erosivos e como agentes modificadores da paisagem.
existência de vida na Terra. condições que as originam, com o ciclo da (vento, águas correntes, ondas, Recolher amostras de rochas e de solos
Reconhecer que os seres vivos têm água. precipitação, etc.), reconhecendo que dão agrupando-as de acordo com as suas
necessidades básicas, distintas, em Categorizar os seres vivos de acordo com origem a diferentes paisagens à superfície propriedades (cor, textura, dureza, cheiro,
diferentes fases do seu desenvolvimento. semelhanças e diferenças observáveis da Terra. permeabilidade) e exemplificar a sua
(animais, tipos de: revestimento, Relacionar os movimentos de rotação e aplicabilidade.
alimentação, locomoção e reprodução; translação da Terra com a sucessão do dia e Descrever diversos tipos de uso do solo da
plantas: tipo de raiz, tipo de caule, forma da da noite e a existência de estações do ano. sua região (áreas agrícolas, florestais,
folha, folha caduca/persistente, cor da flor, Compreender, recorrendo a um modelo, industriais ou turísticas), comparando com
fruto e semente,etc.). que as fases da Lua resultam do seu os de outras regiões.
Relacionar as características dos seres vivos movimento em torno da Terra e dependem Reconhecer de que forma a atividade
(animais e plantas), com o seu habitat. das posições relativas da Terra e da Lua em humana interfere no oceano (poluição,
Relacionar ameaças à biodiversidade dos relação ao Sol. alterações nas zonas costeiras e rios, etc.).
seres vivos com a necessidade de Utilizar instrumentos de medida para
desenvolvimento de atitudes responsáveis orientação e localização no espaço de
face à Natureza. elementos naturais e humanos do meio
local e da região onde vive, tendo como
referência os pontos cardeais.
Distinguir as diferenças existentes entre
sólidos, líquidos e gases.
Identificar a existência de transformações
reversíveis (condensação, evaporação,
solidificação, dissolução, fusão).
TECNOLOGIA
Reconhecer que a tecnologia responde a Distinguir vantagens e desvantagens da Comparar o comportamento da luz no que Comparar diversos materiais, por exemplo,
necessidades e a problemas do quotidiano utilização de recursos tecnológicos respeita à linearidade da sua propagação através dos circuitos elétricos, indicando se
(rede elétrica, canalização de água, (analógicos e digitais) do seu quotidiano. em diferentes materiais (transparentes, são isoladores ou condutores elétricos, e
telecomunicações, etc.). Prever as transformações causadas pelo translúcidos e opacos). discutir as suas aplicações, bem como as
Realizar experiências em condições de aquecimento e arrefecimento de materiais. Estabelecer uma relação de causa-efeito regras de segurança na sua utilização.
segurança, seguindo os procedimentos decorrente da aplicação de uma força sobre Identificar objetos tecnológicos (analógicos
experimentais. um objeto e do movimento exercido sobre o e digitais), utilizados no passado e no
Saber manusear materiais e objetos do mesmo em diferentes superfícies. presente, relacionando-os com os materiais
quotidiano, em segurança, explorando Manusear operadores tecnológicos utilizados no seu fabrico, para constatar
relações lógicas de forma e de função (elásticos, molas, interruptor, alavanca, permanências e evoluções.
(tesoura, agrafador, furador, espremedor, roldana, etc.) de acordo com as suas Reconhecer a importância da evolução
saca-rolhas, talheres, etc.). funções, princípios e relações. tecnológica para a evolução da sociedade,
Identificar as propriedades de diferentes Reconhecer o efeito das forças de atração e relacionando objetos, equipamentos e
materiais (Ex.: forma, textura, cor, sabor, repulsão na interação entre magnetes. soluções tecnológicas com diferentes
cheiro, brilho, flutuabilidade, solubilidade), Utilizar informações e simbologias como necessidades e problemas do quotidiano
agrupando-os de acordo com as suas linguagem específica da tecnologia. (previsão/mitigação da ocorrência de
características, e relacionando-os com as catástrofes naturais e tecnológicas, saúde,
suas aplicações. telecomunicações, transportes, etc.).
Agrupar, montar, desmontar, ligar, sobrepor Produzir soluções tecnológicas através da
etc., explorando objetos livremente. reutilização ou reciclagem de materiais
Identificar atividades humanas que (catavento, forno solar, etc).
envolvem transformações tecnológicas no
mundo que o rodeia.
SOCIEDADE/ NATUREZA/ TECNOLOGIA
Desenhar mapas e itinerários simples de Elaborar itinerários do quotidiano, em Distinguir diferentes formas de interferência Reconhecer e valorizar o património natural
espaços do seu quotidiano, utilizando plantas simplificadas do seu meio, do Oceano na vida humana (clima, saúde, e cultural - local, nacional, etc.-
símbolos, cores ou imagens na identificação assinalando diferentes elementos naturais e alimentação, etc.). identificando na paisagem elementos
de elementos de referência. humanos. Reconhecer o modo como as modificações naturais (sítios geológicos, espaços da Rede
Relacionar espaços da sua vivência com Descrever elementos naturais e humanos do ambientais (desflorestação, incêndios, Natura, etc.) e vestígios materiais do
diferentes funções, estabelecendo relações lugar onde vive através da recolha de assoreamento, poluição) provocam passado (edifícios, pontes, moinhos e
de identidade com o espaço. informação em várias fontes documentais. desequilíbrios nos ecossistemas e estátuas, etc.), costumes, tradições,
Localizar, com base na observação direta e Comunicar conhecimentos relativos a influenciam a vida dos seres vivos símbolos e efemérides.
indireta, elementos naturais e humanos da lugares, regiões e acontecimentos. (sobrevivência, morte e migração) e da Relacionar a distribuição espacial de alguns
paisagem do local onde vive, tendo como sociedade. fenómenos físicos (relevo, clima, rede
referência a posição do observador e de Representar lugares reais que lhes estão Identificar um problema ambiental ou social hidrográfica, etc.) com a distribuição
outros elementos da paisagem. próximos no tempo e no espaço. existente na sua comunidade (resíduos espacial de fenómenos humanos
Saber colocar questões, levantar hipóteses, Reconhecer a existência de bens comuns à sólidos urbanos, poluição, pobreza, (população, atividades económicas, etc.) a
fazer inferências, comprovar resultados e humanidade (água, ar, solo, etc.) e a desemprego, exclusão social, etc.), diferentes escalas.
saber comunicar, reconhecendo como se necessidade da sua preservação. propondo soluções de resolução. Relacionar o aumento da população
constrói o conhecimento. Saber colocar questões sobre problemas Identificar diferenças e semelhanças entre o mundial e do consumo de bens com
Manifestar atitudes de respeito, de ambientais existentes na localidade onde passado e o presente de um lugar quanto a alterações na qualidade do ambiente
solidariedade, de cooperação, de vive, nomeadamente relacionados com a aspetos naturais, sociais, culturais e (destruição de florestas, poluição,
responsabilidade, na relação com os que lhe água, a energia, os resíduos, o ar, os solos, tecnológicos. esgotamento de recursos, extinção de
são próximos. Saber atuar em situações de apresentando propostas de intervenção. Reconhecer as potencialidades da internet, espécies, etc.), reconhecendo a necessidade
emergência, recorrendo ao número Saber colocar questões, levantar hipóteses, utilizando as tecnologias de informação e da de adotar medidas individuais e coletivas
europeu de emergência médica (112). fazer inferências, comprovar resultados e comunicação com segurança e respeito, que minimizem o impacto negativo.
Manifestar atitudes positivas conducentes à saber comunicar, reconhecendo como se mantendo as informações pessoais em Utilizar as tecnologias de informação e
preservação do ambiente próximo sendo constrói o conhecimento. sigilo. comunicação com segurança, respeito e
capaz de apresentar propostas de Comparar meios de comunicação e Reconhecer o papel dos media na responsabilidade, tomando consciência de
intervenção, nomeadamente informação, atribuindo-lhes relevância informação sobre o mundo atual. que o seu uso abusivo gera dependência
comportamentos que visem os três “R”. pessoal e social. Saber colocar questões, levantar hipóteses, (jogos, redes sociais, etc.).
fazer inferências, comprovar resultados e Saber colocar questões, levantar hipóteses,
saber comunicá-los, reconhecendo como se fazer inferências, comprovar resultados e
constrói o conhecimento. saber comunicá-los, reconhecendo como se
constrói o conhecimento.
EDUCAÇÃO ARTÍSTICA
ARTES VISUAIS MÚSICA EXPRESSÃO DRAMÁTICA/TEATRO DANÇA
1.º, 2.º, 3.º e 4.º anos
APROPRIAÇÃO E REFLEXÃO APROPRIAÇÃO E REFLEXÃO APROPRIAÇÃO E REFLEXÃO APROPRIAÇÃO E REFLEXÃO
Observar os diferentes universos visuais, Comparar características rítmicas, Identificar diferentes estilos e géneros Distinguir diferentes possibilidades de
tanto do património local como global melódicas, harmónicas, dinâmicas, formais convencionais de teatro (comédia, drama, movimentação do Corpo (na totalidade,
(obras e artefactos de arte – pintura, tímbricas e de textura em repertório de etc). pelas partes, superfícies ou articulações)
escultura, desenho, assemblage, colagem, referência, de épocas, estilos e géneros Reconhecer a dimensão multidisciplinar do através de movimentos locomotores e não
fotografia, instalação, land´art, banda diversificados. teatro, identificando relações com outras locomotores (passos, deslocamentos,
desenhada, design, arquitetura, artesanato, Utilizar vocabulário e simbologias artes e áreas de conhecimento. gestos, equilíbrios, quedas, posturas, voltas,
multimédia, linguagens cinematográficas, convencionais e não convencionais para Analisar os espetáculos/performances, saltos), diferentes formas de ocupar/evoluir
entre outros), utilizando um vocabulário descrever e comparar diversos tipos de sons recorrendo a vocabulário adequado e no Espaço (próprio ou partilhável: no lugar,
específico e adequado. e peças musicais de diferentes estilos e específico e articulando o conhecimento de utilizando trajetórias - curvilíneas e
Mobilizar a linguagem elementar das artes géneros. aspetos contextuais (relativos ao texto, à retilíneas, direções - frente, trás, cima,
visuais (cor, forma, linha, textura, padrão, Pesquisar diferentes interpretações montagem, ao momento da apresentação, baixo, lado esquerdo, direito e diagonais,
proporção e desproporção, plano, luz, escutadas e observadas em espetáculos etc.) com uma interpretação pessoal. planos -frontal, sagital, horizontal, níveis -
espaço, volume, movimento, ritmo, matéria, musicais (concertos, bailados, teatros Identificar, em manifestações superior, médio e inferior,
entre outros), integrada em diferentes musicais e outros) ao vivo ou gravados, de performativas, personagens, cenários, volumes/dimensão -grande e pequeno,
contextos culturais (movimentos artísticos, diferentes tradições e épocas, utilizando ambientes, situações cénicas, problemas e extensão -longe, perto), ou na organização
épocas e geografias). vocabulário apropriado. soluções da ação dramática. da forma (uníssono; com início, meio e fim;
Partilhar, com os pares, as músicas do seu Reconhecer diferentes formas de um ator sintonia/oposição).
quotidiano e debater sobre os diferentes usar a voz (altura, ritmo, intensidade) e o Adequar movimentos do corpo com
tipos de música. corpo (postura, gestos, expressões faciais) estruturas rítmicas marcadas pelo professor,
Produzir, sozinho ou em grupo, material para caracterizar personagens e ambiências. integrando diferentes elementos do Tempo
escrito, audiovisual e multimédia ou outro, (pulsação, velocidade, duração, longo/curto,
utilizando vocabulário apropriado, rápido/sustentado, padrões rítmicos) e da
reconhecendo a música como construção Dinâmica (pesado/leve, forte/fraco).
social, património e fator de identidade Utilizar movimentos do Corpo com
cultural. diferentes Relações: entre os diversos
elementos do movimento, com os outros -a
par, em grupo, destacando a organização
espacial (à roda, em colunas, em filas), o
tipo de conexão a estabelecer com o
movimento (a imitar, em espelho, em
oposição, em colaboração), com diferentes
objetos (bolas, carteiras, cadeiras, peças de
vestuário, etc.) e ambiências várias do
concreto/literal ao abstrato pela exploração
do imaginário (interior/exterior, como se
andasse sobre: areia, lama, neve/fogo, etc.).
Identificar diferentes estilos e géneros do
património cultural e artístico, através da
observação de diversas manifestações
artísticas (dança clássica, danças tradicionais
– nacionais e internacionais -, danças
sociais, dança moderna/contemporânea,
danças de rua, etc.), em diversos contextos.
Relacionar a apresentação de obras de
dança com o património cultural e artístico,
compreendendo e valorizando as diferenças
enquanto fator de identidade social e
cultural.
Contextualizar conceitos fundamentais dos
universos coreográficos/performativos
(ensaio, ensaio geral, espetáculo, palco,
bastidores, salão de baile, exibição,
competição, público, espetador, coreógrafo,
coreografia, companhia, corpo de baile,
intérprete, criador-intérprete, solo, dueto,
pas-de-deux, improvisação, composição,
motivo, frase de movimento, Lento e
Rápido, mudança de peso, diferença entre
passo e Tap/toque/touch, entre outros).
INTERPRETAÇÃO E COMUNICAÇÃO INTERPRETAÇÃO E COMUNICAÇÃO INTERPRETAÇÃO E COMUNICAÇÃO INTERPRETAÇÃO E COMUNICAÇÃO
Dialogar sobre o que vê e sente, de modo a Interpretar rimas, trava-línguas, Distinguir, pela experimentação e pela Reconhecer os efeitos benéficos (hábitos de
construir múltiplos discursos e leituras da(s) lengalengas, etc., usando a voz (cantada ou reflexão, jogo dramático, improvisação e vida saudável, melhoria da autoestima, etc.)
realidade(s). Compreender a falada) com diferentes intencionalidades representação. e valor do desempenho artístico (social,
intencionalidade dos símbolos e dos expressivas. Reconhecer, em produções próprias ou de cultural) e interagir com os colegas e
sistemas de comunicação visual. Cantar, a solo e em grupo, da sua autoria ou outrem, as especificidades formais do texto professor sobre as experiências de dança,
Apreciar as diferentes manifestações de outros, canções com características dramático convencional: estrutura – argumentando as suas opiniões e aceitando
artísticas e outras realidades visuais. musicais e culturais diversificadas, monólogo ou diálogo; segmentação – cenas, as dos outros.
Perceber as razões e os processos para o demonstrando progressivamente atos, quadros, etc.; componentes textuais – Interpretar o seu papel coreográfico,
desenvolvimento do(s) gosto(s): escolher, qualidades técnicas e expressivas. falas e didascálias. mobilizando o vocabulário desenvolvido,
sintetizar, tomar decisões, argumentar e Tocar, a solo e em grupo, as suas próprias Exprimir opiniões pessoais e estabelecer através de um desempenho expressivo-
formar juízos críticos. peças musicais ou de outros, utilizando relação entre acontecimentos da vida real e formal, em consonância com os contextos e
Captar a expressividade contida na instrumentos musicais, convencionais e não as situações dramáticas desenvolvidas em os materiais da intervenção performativa,
linguagem das imagens e/ou outras convencionais, de altura definida e aula. pela adequação entre o domínio dos
narrativas visuais. indefinida. princípios de movimento envolvidos e a
Transformar os conhecimentos adquiridos Realizar sequências de movimentos expressividade inerente à interpretação.
em novos modos de apreciação do mundo, corporais em contextos musicais Interagir com os colegas, no sentido da
através da comparação de imagens e/ou diferenciados. procura do sucesso pessoal e o do grupo, na
objetos. apresentação da performance, e com as
Comunicar através do movimento corporal audiências, recebendo e aceitando as
de acordo com propostas musicais críticas.
diversificadas. Emitir apreciações e críticas pessoais sobre
Apresentar publicamente atividades trabalhos de dança observados em
artísticas em que se articula a música com diferentes contextos (sala de aula, escola,
outras áreas do conhecimento. vídeos, espetáculos de diferentes estilos),
mobilizando o vocabulário e conhecimentos
desenvolvidos para a explicitação dos
aspetos que considerar mais significativos (o
que mais gostou, sugestão de melhoria, o
que aprendeu de novo, por exemplo).
EXPERIMENTAÇÃO E CRIAÇÃO EXPERIMENTAÇÃO E CRIAÇÃO EXPERIMENTAÇÃO E CRIAÇÃO EXPERIMENTAÇÃO E CRIAÇÃO
Integrar a linguagem das artes visuais, assim Experimentar sons vocais (voz falada, voz Explorar as possibilidades motoras e Recriar sequências de movimentos a partir
como várias técnicas de expressão (pintura; cantada) de forma a conhecer as expressivas do corpo em diferentes de temáticas, situações do quotidiano,
desenho - incluindo esboços, esquemas, e potencialidades da voz como instrumento atividades (de movimento livre ou solicitações do professor, ideias suas ou dos
itinerários; técnica mista; assemblage; musical. orientado, criação de personagens, etc.). colegas com diferentes formas espaciais
land´art; escultura; maqueta; fotografia, Explorar fontes sonoras diversas (corpo, Adequar as possibilidades expressivas da e/ou estruturas rítmicas, evidenciando
entre outras) nas suas experimentações: objetos do quotidiano, instrumentos voz a diferentes contextos e situações de capacidade de exploração e de composição.
físicas e/ou digitais. musicais) de forma a conhecêlas como comunicação, tendo em atenção a Construir, de forma individual e/ou em
Experimentar possibilidades expressivas dos potencial musical. Improvisar, a solo ou em respiração, aspetos da técnica vocal grupo, sequências dançadas/pequenas
materiais (carvão vegetal, pasta de modelar, grupo, pequenas sequências melódicas, (articulação, dicção, projeção, etc.). coreografias a partir de estímulos vários
barro, pastel seco, tinta cenográfica, pincéis rítmicas ou harmónicas a partir de ideias Transformar o espaço com recurso a (visuais, auditivos, táteis, olfativos), ações
e trinchas, rolos, papéis de formatos e musicais ou não musicais (imagens, textos, elementos plásticos/cenográficos e e/ou temas (solicitados pelo professor ou
características diversas, entre outros) e das situações do quotidiano, etc.). tecnológicos produtores de signos (formas, fictícios, histórias, imagens, vídeos,
diferentes técnicas, adequando o seu uso a Criar, sozinho ou em grupo, ambientes imagens, luz, som, etc.). situações problema) mobilizando os
diferentes contextos e situações. sonoros, pequenas peças musicais, ligadas Transformar objetos (adereços, formas materiais coreográficos desenvolvidos.
Escolher técnicas e materiais de acordo com ao quotidiano e ao imaginário, utilizando animadas, etc.), experimentando Criar, de forma individual ou em grupo,
a intenção expressiva das suas produções diferentes fontes sonoras. intencionalmente diferentes materiais e pequenas sequências de movimento e/ou
plásticas. técnicas (recurso a partes articuladas, composições coreográficas a partir de dados
Manifestar capacidades expressivas e variação de cor, forma e volume, etc.) para concretos ou abstratos, em processos de
criativas nas suas produções plásticas, obter efeitos distintos. improvisação (livre ou parcialmente
evidenciando os conhecimentos adquiridos. Construir personagens, em situações condicionada) e composição (antecipando
Utilizar vários processos de registo de ideias distintas e com diferentes finalidades. intencionalmente formas de entrada,
(ex.: diários gráficos), de planeamento (ex.: Produzir, sozinho e em grupo, pequenas progressão na ação, e de finalização,
projeto, portfólio) e de trabalho (ex.: cenas a partir de dados reais ou fictícios, ensaiadas para posterior
individual, em grupo e em rede). através de processos espontâneos e/ou reprodução/apresentação).
Apreciar os seus trabalhos e os dos seus preparados, antecipando e explorando Apresentar soluções diversificadas na
colegas, mobilizando diferentes critérios de intencionalmente formas de “entrada”, de exploração, improvisação, transformação,
argumentação. progressão na ação e de “saída”. seleção e composição de
Defender, oralmente e/ou em situações de movimentos/sequências de movimentos
prática experimental, as opções de para situações-problema propostas,
sugeridas por si e/ou colegas, ou em
movimento e escolhas vocais utilizados para sequência de estímulos (visuais,
comunicar uma ideia. cinestésicos, auditivos, etc.).
Inventar símbolos gráficos (linhas, pontos,
figuras ou formas desenhadas), não
convencionais, para representação de
algumas sequências de dança (posição do
corpo, evolução no espaço, organização
relacional, etc.).
CIDADANIA E DESENVOLVIMENTO
Os domínios a desenvolver na componente de CeD organizam-se em três grupos com implicações diferenciadas, do seguinte modo:
1.º Grupo - Obrigatório para todos os níveis e ciclos de 2.º Grupo – Trabalhado, pelo menos, em dois ciclos do 3.º Grupo - Com aplicação opcional em qualquer ano
escolaridade (porque se trata de áreas transversais e ensino básico de escolaridade
longitudinais)
 Direitos Humanos  Sexualidade  Empreendedorismo
 Igualdade de Género  Media  Mundo do Trabalho
 Interculturalidade  Instituições e participação democrática  Segurança, Defesa e Paz
 Desenvolvimento Sustentável  Literacia financeira e educação para o consumo  Bem-estar animal
 Educação Ambiental  Segurança rodoviária  Voluntariado
 Saúde  Risco  Outras, de acordo com as necessidades de educação
para a cidadania diagnosticadas pela escola

O desenvolvimento desta componente deve ser consolidado, de modo que as crianças e jovens, ao longo dos diferentes ciclos, experienciem e adquiram competências e
conhecimentos de cidadania, em várias vertentes.
Os referenciais de educação para a cidadania elaborados pelo Ministério da Educação, em colaboração com outros organismos e instituições públicas e diversos parceiros
da sociedade civil, assumem-se como documentos de referência para os domínios a desenvolver na CeD, não se constituindo como guias ou programas prescritivos, mas
instrumentos que, no âmbito da autonomia de cada estabelecimento de ensino, podem ser utilizados e adaptados em função das opções a definir em cada contexto,
enquadrando as práticas a desenvolver.
A componente de CeD, em todos os níveis e ciclos de ensino, é objeto de avaliação, em conformidade com a sua presença nas matrizes curriculares-base e no quadro da
legislação em vigor.
Os critérios de avaliação para a Cidadania e Desenvolvimento são definidos pelo Conselho de Turma e pela escola, e validados pelo Conselho Pedagógico, devendo
considerar-se o impacto da participação dos alunos nas atividades realizadas na escola e na comunidade.
A avaliação interna das aprendizagens no âmbito da componente de CeD, à semelhança das restantes disciplinas, é da responsabilidade dos professores e dos órgãos de
administração e gestão, de coordenação e supervisão pedagógica da escola, a quem competirá os procedimentos adequados a cada um dos modos de organização e
funcionamento da referida componente.
Tendo em conta as características desta componente, a avaliação deverá ter lugar de forma contínua e sistemática, adaptada aos avaliados, às atividades e aos contextos
em que ocorre. Assim, as formas de recolha de informação deverão ser diversificadas e devem ser utilizadas diferentes técnicas e instrumentos de avaliação.

Os critérios vão ser propostos pela equipa de trabalho da Cidadania e Desenvolvimento da EBI de Capelas.
EDUCAÇÃO MORAL E RELIGIOSA CATÓLICA
1.º ano 2.º ano 3.º ano 4.º ano
TER UM CORAÇÃO BONDOSO SER AMIGO A DIGNIDADE DAS CRIANÇAS SER VERDADEIRO
Identificar situações em que a vida é bela e Realçar o valor da amizade; (CD) Reconhecer os direitos e deveres Identificar a verdade como um bem no
boa; (CD) Identificar a diversidade: etnia, condição fundamentais das crianças; (CD; P; Exp. Art.) relacionamento interpessoal; (CD)
Valorizar as relações de amizade com os social, género, modos de viver...; Compreender o que Jesus afirmou sobre as Reconhecer na mensagem Bíblica que a
outros; (CD) Compreender que o amigo me ajuda a crianças; verdade me ajuda a superar o medo e a
Indicar comportamentos que denotam ultrapassar as dificuldades; (CD) Assumir o valor da ação das crianças no vergonha;
bondade na relação interpessoal; (P) Referir em Jesus como Amigo de todas as relacionamento com os outros e com o Assumir que devemos sempre agir com
Compreender que cuidar uns dos outros faz pessoas; mundo. (CD) verdade para o bem comum. (CD)
a vida melhor. (CD) Escolher o Bem. (CD)
Prestar ajuda a quem mais precisa, como
Jesus; (CD)
JESUS NASCEU A MÃE DE JESUS SER SOLIDÁRIO CRESCER NA DIVERSIDADE
Identificar os símbolos cristãos do Natal; Conhecer Maria e o seu papel na vida de Identificar que todas as pessoas são Identificar a experiência humana da
(Exp. Art.) Jesus; portadoras de dignidade porque criadas por diversidade; (CD; P)
Conhecer, através dos relatos bíblicos, o Observar como Maria é uma pessoa Deus; Reconhecer que as diferenças, na natureza e
nascimento de Jesus; (P) presente e atenta aos outros; Promover o bem comum e o cuidado do na Pessoa, dão beleza à vida; (Est. Meio;
Descrever as tradições de Natal; (P; Exp. Assumir, a exemplo de Maria, o amor aos outro; (CD) Exp. Art.)
Art.) outros. Participar em ações concretas de Assumir que todos somos iguais em
Reconhecer que Jesus nos ensina a ser solidariedade. (CD; P) dignidade enquanto filhos de Deus;
bondosos. (CD) Acolher os outros nas suas diferenças.
CRESCER EM FAMÍLIA A PÁSCOA DOS CRISTÃOS DIÁLOGO COM DEUS O PERDÃO
Perceber a importância da família, tendo Identificar a Páscoa como a festa da Vida; Identificar formas da procura de Deus pelo Identificar as dificuldades que surgem nas
como referência a Família de Nazaré; (CD) Descrever os últimos acontecimentos da Homem; relações humanas;
Reconhecer que a família, como vida de Jesus; (P; Exp. Art.) Reconhecer que para os crentes a oração e Relacionar o perdão com o sentimento de
comunidade de amor, acolhe os mais velhos Reconhecer os símbolos e tradições da o serviço aos outros são expressões de paz a nós próprios e aos outros;
e mais frágeis; (CD;P; Exp. Art.) Páscoa; (CD; Est. Meio; Exp. Art.) relacionamento com Deus. Assumir, a partir da mensagem cristã, a
Colaborar na vida familiar. (CD;P) Apresentar Jesus como anunciador de uma necessidade de dar e aceitar o perdão.
boa notícia: Deus ama todas as pessoas;
Promover a alegria e a esperança na vida
quotidiana.
CUIDAR DA NATUREZA DEUS É AMOR A IGREJA A BÍBLIA
Descobrir a beleza e a diversidade da vida Identificar manifestações do Amor de Deus; Reconhecer que a Igreja é a comunidade Identificar a Bíblia como um livro religioso;
na Terra; (Est. Meio; Exp. Art.) Reconhecer que cada um de nós deve dos que acreditam em Jesus e vivem a sua Reconhecer o lugar da Bíblia na oração
Identificar a Terra como a nossa casa praticar o bem; mensagem; pessoal e comunitária dos cristãos e no agir
comum; (Est. Meio) Compreender que todos nós temos Perceber que cada cristão tem um lugar na quotidiano;
Reconhecer Deus, na mensagem cristã, “talentos” para partilhar; Igreja no serviço ao outro. Compreender a estrutura da Bíblia;
como o Criador (Exp. Art.); Assumir o valor do esforço e do trabalho Saber como se consulta a Bíblia.
Promover atitudes de defesa da vida na como uma forma de amar.
Terra. (Est. Meio; P)
EDUCAÇÃO FÍSICA
1.º ano 2.º ano 3.º ano 4.º ano
ÁREA DAS ATIVIDADES FÍSICAS
Em concurso individual, realizar PERÍCIAS E Em concurso individual, concurso a pares e Em percursos que integram várias Em percursos diversificados e em
MANIPULAÇÕES, relativas ao 1.º ano de estafetas, realizar PERÍCIAS E habilidades, realizar as habilidades gímnicas combinações, realizar as habilidades
escolaridade, através de ações motoras MANIPULAÇÕES relativas aos 1.º e 2.º anos básicas da GINÁSTICA, relativas ao 3.º ano gímnicas básicas da GINÁSTICA, relativas aos
básicas com aparelhos portáteis, segundo de escolaridade, através de ações motoras de escolaridade, em esquemas ou 3.º e 4.º anos e ao 4.º ano de escolaridade,
uma estrutura rítmica, encadeamento ou básicas com aparelhos portáteis, segundo sequências no solo e em aparelhos, em esquemas ou sequências no solo e em
combinação de movimentos, conjugando as uma estrutura rítmica, encadeamento ou encadeando e ou combinando as ações com aparelhos, encadeando e/ou combinando as
qualidades da ação própria ao efeito combinação de movimentos, conjugando as fluidez e harmonia de movimento. ações com fluidez e harmonia de
pretendido de movimentação do aparelho. qualidades da ação própria ao efeito Participar nos JOGOS relativos ao 3.º ano de movimento.
Em percursos que integram várias pretendido de movimentação do aparelho. escolaridade, ajustando a iniciativa própria e Participar nos JOGOS, relativos aos 3.º e 4.º
habilidades, realizar DESLOCAMENTOS E Em concurso individual, concurso a pares e as qualidades motoras na prestação às anos e ao 4.º ano de escolaridade,
EQUILÍBRIOS relativos ao 1.º ano de percursos que integrem várias habilidades, possibilidades oferecidas pela situação de ajustando a iniciativa própria e as
escolaridade; realizar ações motoras básicas realizar DESLOCAMENTOS e EQUILÍBRIOS, jogo e ao seu objetivo, realizando qualidades motoras na prestação às
de deslocamento, no solo e em aparelhos, relativos aos 1.º e 2.º anos, através de ações habilidades básicas e ações técnico-táticas possibilidades oferecidas pela situação de
segundo uma estrutura rítmica, motoras básicas de deslocamento, no solo e fundamentais, com oportunidade e jogo e ao seu objetivo, realizando
encadeamento, ou combinação de em aparelhos, segundo uma estrutura correção de movimentos em jogos coletivos habilidades básicas e ações técnico-táticas
movimentos, coordenando a sua ação, no rítmica, encadeamento, ou combinação de com bola, jogos de perseguição, jogos de fundamentais, com oportunidade e
sentido de aproveitar as qualidades motoras movimentos, coordenando a sua ação, no oposição e jogos de raquete. correção de movimentos em jogos coletivos
possibilitadas pela situação. sentido de aproveitar as qualidades motoras com bola, jogos de perseguição, jogos de
possibilitadas pela situação. oposição e jogos de raquete.
Participar nos JOGOS relativos aos 1.º e 2.º
anos de escolaridade, ajustando a iniciativa
própria e as qualidades motoras na
prestação às possibilidades oferecidas pela
situação de jogo e ao seu objetivo,
realizando habilidades básicas e ações
técnico-táticas fundamentais, com
oportunidade e correção de movimentos
em jogos coletivos com bola, jogos de
perseguição, jogos de oposição e jogos de
raquete.
O aluno deve ficar capaz de demonstrar as
habilidades de uma das seguintes subáreas:
SUBÁREA ATIVIDADES RÍTMICAS
EXPRESSIVAS
Combinar deslocamentos, movimentos não
locomotores e equilíbrios das ATIVIDADES
RÍTMICAS E EXPRESSIVAS (DANÇA), relativos
aos 3.º e 4.º anos e ao 4.º ano de
escolaridade, adequados à expressão de
motivos ou temas combinados com os
colegas e com o professor, de acordo com a
estrutura rítmica e melodia de composições
musicais, em situação de exploração do
movimento a pares, de exercitação e de
criação.
SUBÁREA PATINAGEM
Realizar as habilidades da PATINAGEM,
relativas ao 3.º e 4.º anos de escolaridade,
patinando com equilíbrio e segurança,
ajustando as suas ações, no sentido de
orientar o seu deslocamento com
intencionalidade e oportunidade na
realização de percursos variados.
SUBÁREA PERCURSOS NA NATUREZA
Escolher e realizar habilidades apropriadas
em PERCURSOS NA NATUREZA, relativas aos
3.º e 4.º anos de escolaridade, de acordo
com as características do terreno e os sinais
de orientação, colaborando com os colegas
e respeitando as regras de segurança e
preservação do ambiente.
SUBÁREA NATAÇÃO
Deslocar-se com segurança no meio
aquático, coordenando a respiração com as
ações propulsivas específicas das técnicas
selecionadas relativas ao nível de
aprendizagem Introdução da NATAÇÃO.
Consulte o Anexo 1 para conhecer as Consulte o Anexo 1 para conhecer as Consulte o Anexo 1 para conhecer as Consulte o Anexo 1 para conhecer as
orientações e os objetivos programáticos orientações e os objetivos programáticos orientações e os objetivos programáticos orientações e os objetivos programáticos
para o 1.º ano de escolaridade. para o 2.º ano de escolaridade. para o 3.º ano de escolaridade. para o 4.º ano de escolaridade.
INGLÊS
1.º ano 2.º ano 3.º ano 4.º ano
ÁREAS TEMÁTICAS/ SITUACIONAIS
Saudações e apresentações elementares; identificação pessoal; países e Escola e rotinas escolares; objetos pessoais; corpo humano; comida e
nacionalidades; família; numerais cardinais até 50; dias da semana; meses do alimentação saudável; casa e cidade; animais; numerais cardinais até 100,
ano e estações do ano; escola e rotinas; jogos; meios de transporte; tempo numerais ordinais nas datas; as horas; os cinco sentidos.
atmosférico; cores e formas; vestuário; animais de estimação.
COMPETÊNCIA COMUNICATIVA
Compreensão oral
Compreender palavras e expressões muito simples, comunicadas de forma Compreender palavras e expressões muito simples, comunicadas de forma
clara e pausada; identificar sons e entoações diferentes na língua inglesa por clara e pausada num contexto familiar e com apoio visual; entender instruções
comparação com a língua materna; identificar ritmos em rimas, lengalengas e simples para completar pequenas tarefas; acompanhar a sequência de
canções em gravações áudio e audiovisuais; reconhecer o alfabeto em Inglês; pequenas histórias conhecidas com apoio visual/audiovisual; identificar
acompanhar a sequência de histórias conhecidas, muito simples e curtas, com palavras e expressões em rimas, lengalengas e canções.
apoio visual/audiovisual.
Compreensão escrita
Identificar vocabulário familiar acompanhado por imagens; compreender Identificar vocabulário familiar acompanhado por imagens; ler pequenas
pequenas frases com vocabulário conhecido; desenvolver a literacia histórias ilustradas com vocabulário conhecido; compreender instruções muito
conhecendo o alfabeto em Inglês; fazer exercícios de leitura (silenciosa/em voz simples com apoio visual; desenvolver a literacia, fazendo exercícios de rima e
alta) de palavras acompanhadas de imagens para assimilar combinações de sinonímia; desenvolver a numeracia, realizando atividades interdisciplinares
sons e de letras mais frequentes; desenvolver a numeracia em língua inglesa, com a Matemática e o Estudo do Meio.
realizando atividades interdisciplinares com a Matemática.
Interação oral
Fazer perguntas, dar respostas sobre aspetos pessoais; interagir com o Utilizar formas de tratamento adequadas quando se dirige ao professor ou
professor, utilizando expressões/frases muito simples, tais como formas de colegas; perguntar e responder sobre preferências pessoais; perguntar e
cumprimentar, despedir-se, agradecer, responder sobre identificação pessoal responder sobre temas previamente apresentados; interagir com o professor
e preferências pessoais. e/ou colegas em situações simples e organizadas previamente; participar
numa conversa com trocas simples de informação sobre temas familiares.
Interação escrita
Preencher um formulário (online ou em formato papel) muito simples com Preencher um formulário (online ou em formato papel) muito simples com
informação pessoal; responder a um email, chat ou mensagem de forma muito informação pessoal básica; responder a um email, chat ou mensagem de
simples. forma simples.
Produção oral
Comunicar informação pessoal elementar; expressar-se com vocabulário Comunicar informação pessoal elementar; expressar-se com vocabulário
limitado, em situações organizadas previamente. simples, em situações previamente organizadas; dizer rimas, lengalengas e
cantar; indicar o que é, ou não, capaz de fazer.
Produção escrita
Ordenar letras para escrever palavras e legendar imagens; ordenar palavras Legendar sequências de imagens; preencher espaços lacunares em textos
para escrever frases; preencher espaços em frases simples, com palavras muito simples com palavras dadas; escrever sobre si próprio de forma muito
dadas; copiar e escrever palavras aprendidas; escrever os numerais elementar; escrever sobre as suas preferências de forma muito simples.
aprendidos.
COMPETÊNCIA INTERCULTURAL
Reconhecer realidades interculturais distintas
Reconhecer elementos da sua própria cultura, tais como diferentes aspetos de Reconhecer elementos da sua própria cultura: diferentes aspetos de si próprio
si próprio; reconhecer características elementares da cultura anglo-saxónica. e identificar pessoas, lugares e aspetos que são importantes para si e para a
sua cultura; identificar os espaços à sua volta (a sua comunidade); reconhecer
elementos da cultura anglo-saxónica.
Sugestão de tópicos a serem trabalhados
Localizar alguns países no mapa e identificar as bandeiras nacionais; identificar Identificar festividades em diferentes partes do mundo e atividades
climas distintos; identificar algumas festividades. relacionadas com as mesmas; identificar vocabulário relacionado com a
alimentação.
COMPETÊNCIA ESTRATÉGICA
Comunicar eficazmente em contexto
Valorizar o uso da língua como instrumento de comunicação, dentro e fora da Valorizar o uso da língua como instrumento de comunicação, dentro e fora da
sala de aula, e de reformular a linguagem; usar a linguagem corporal para sala de aula; reformular a sua capacidade de comunicar, usando a linguagem
transmitir mensagens ao outro; preparar, repetir e memorizar uma corporal para ajudar a transmitir mensagens ao outro; preparar, repetir e
apresentação oral, muito simples, como forma de promover a confiança; memorizar uma apresentação oral como forma de ganhar confiança e
expressar de forma muito simples o que não compreende; apresentar uma apresentar uma atividade Show & Tell à turma ou outros elementos da
atividade Show & Tell à turma ou outros elementos da comunidade educativa. comunidade educativa.
Trabalhar e colaborar em pares e pequenos grupos
Revelar atitudes como, por exemplo, saber esperar a sua vez, parar para ouvir Revelar atitudes como, por exemplo, saber esperar a sua vez, ouvir os outros e
os outros e refletir criticamente sobre o que foi dito, demonstrar atitudes de refletir criticamente sobre o que foi dito, dando razões para justificar as suas
inteligência emocional, utilizando expressões como please e thank you; conclusões; demonstrar atitudes de inteligência emocional, utilizando
solicitar colaboração; planear, organizar e apresentar uma tarefa de pares ou expressões como please e thank you, solicitando colaboração em vez de dar
um trabalho de grupo. ordens ao interlocutor; planear, organizar e apresentar uma tarefa de pares ou
um trabalho de grupo.
Utilizar a literacia tecnológica para comunicar e aceder ao saber em contexto
Comunicar de forma simples com outros a uma escala local, nacional e Comunicar com outros a uma escala local, nacional e internacional, recorrendo
internacional, recorrendo a aplicações tecnológicas para produção e a aplicações tecnológicas para produção e comunicação online; contribuir para
comunicação online; contribuir para projetos e tarefas de projetos e tarefas de grupo interdisciplinares que se apliquem ao contexto e
grupointerdisciplinares que se apliquem ao contexto e experiências reais e experiências reais e quotidianas do aluno, utilizando aplicações informáticas.
quotidianas do aluno, utilizando aplicações informáticas.
Pensar criticamente
Seguir um raciocínio bem estruturado e fundamentado e apresentar o seu Seguir um raciocínio bem estruturado e fundamentado e apresentar o seu
próprio raciocínio ao/s outro/s, utilizando factos para justificar as suas próprio raciocínio ao/s outro/s, utilizando factos para justificar as suas
opiniões; refletir criticamente sobre o que foi dito, fazendo ao outro perguntas opiniões; refletir criticamente sobre o que foi dito, fazendo ao outro perguntas
simples que desenvolvam a curiosidade. simples que desenvolvam a curiosidade.
Relacionar conhecimentos de forma a desenvolver a criatividade em contexto
Cantar, reproduzir rimas, lengalengas e participar em atividades dramáticas; Cantar, reproduzir rimas, lengalengas e participar em atividades dramáticas;
ler e reproduzir histórias; desenvolver e participar em projetos e atividades ouvir, ler e reproduzir histórias; desenvolver e participar em projetos e
interdisciplinares. atividades interdisciplinares.
Desenvolver o aprender a aprender em contexto de sala de aula e aprender a regular o processo de aprendizagem
Discutir e selecionar objetivos de aprendizagem comuns e individuais com o Discutir e selecionar objetivos de aprendizagem comuns e individuais com
apoio do professor; participar numa reflexão e discussão no final da aula para apoio do professor; participar numa reflexão e discussão no final da aula para
identificar atividades associadas aos objetivos de aprendizagem e ao identificar atividades associadas aos objetivos de aprendizagem e ao
cumprimento dos mesmos; reconhecer o significado de palavras muito cumprimento dos mesmos; utilizar dicionários de imagens; realizar atividades
simples, agrupadas por áreas temáticas e acompanhadas de imagens; realizar simples de auto e heteroavaliação: portefólios, diários e grelhas de progressão
atividades simples de auto e heteroavaliação: portefólios, diários e grelhas de de aprendizagem.
progressão de aprendizagem.